Velocidade Online

Portugueses no estrangerio -

PORTUGUESES NO ESTRANGEIRO - ALBUQUERQUE VENCE DE NOVO

Domingo, 30 Agosto 2020 22:59 | Actualizado em Segunda, 27 Setembro 2021 18:37

Nunca ‘baixar os braços’ é um lema que Filipe Albuquerque leva ‘à letra’. Isto depois da vitória de antologia que conseguiu na terceira prova do European Le Mans Series 2020; a Paul Ricard 240. Muito embora tivesse colocado o Oreca # 22 da United Autosports na ‘pole-position’, depois de uma incrível qualificação, e de Phil Hanson ter realizado uma primeira parte de corrida irrepreensível, um erro estratégico complicou bastante a tarefa do piloto português na segunda metade da prova. Uma má decisão relativamente aos pneus que fez o Oreca azul escuro ‘cair’ para fora do top dez. Albuquerque deu o tudo por tudo e encetou uma incrível recuperação que o levou ao primeiro lugar e à segunda vitória consecutiva no campeonato, reforçando a liderança do mesmo, depois de uma manobra sensacional de ultrapassagem a Jean-Eric Vergne, que liderava a corrida a duas voltas do final. “Depois de termos errado na estratégia e de vermos a 'pole position' traduzida num 12º lugar, achámos que não seria possível. Foi um balde de água fria. Mas, não deitámos a toalha ao chão e focámo-nos em conseguir o melhor resultado possível, a pensar nas contas do Campeonato”.
“Mas, as coisas começaram a acontecer e a determinada altura percebi, com o andamento que tínhamos, que talvez conseguíssemos minimizar os estragos mas nunca pensei chegar á vitória”, sublinhou o piloto de Coimbra, que se fez valer da muita experiência no tráfego que ao longo dos anos foi conseguindo nas provas de endurance. Sobre esse final da prova Filipe Albuquerque relata: “Quando cheguei à traseira do Vergne, que liderava a prova, nem queria acreditar. Pressionei o mais que pude para fazê-lo cometer erros. Ele manteve-se forte mas numa dobragem, arrisquei e consegui uma ultrapassagem espectacular. Foi um alívio daqueles. Depois foi cruzar a meta e festejar este vitória que achei seria impossível. Nem tenho palavras para descrever tudo o que aconteceu. Estou muito feliz por mim, pelo Phil que teve uma condução brilhante em condições difíceis e pela equipa, que nunca desistiu”.

Texto de Nuno Costa / 5ª a Fundo / www.velocidadeonline.com
Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos