Velocidade Online

Moto - Mundial

MOTO - CAMPEONATO MUNDO DE SUPERBIKES

Terça, 08 Setembro 2020 19:56 | Actualizado em Sábado, 18 Setembro 2021 19:00

Jonathan Rea reforçou a liderança do Campeonato do Mundo de Superbikes após conquistar a sua 96ª vitória na disciplina ao impor-se na segunda corrida do fim de semana de Teruel, mas elogia Michael Ruben Rinaldi, que na véspera tinha conseguido obter o seu primeiro triunfo no WSBK. O Campeão do Mundo considera que o italiano do Team Goeleven merece um lugar numa equipa oficial. Rinaldi só tem 24 anos mas aquilo que fez no sábado no Motorland Aragon aos comandos da sua Ducati Panigale V4 R demonstrou todo o seu talento. É que o jovem transalpino nunca antes tinha subido ao um pódio do WSBK. Algo que para Rea é extraordinário e demonstra que tem valor para ser companheiro de equipa de Scott Reding na oficial Ducati Aruba.it. “Agora ele merece-o. Ganhar tão convincentemente e ser mais rápido que as motos de fábrica… Não sei qual a especificação da sua moto, mas imagino que não seja exatamente a mesma”, declarou o Campeão do Mundo. O ‘dono’ da Kawasaki # 1 não se poupa em elogios a Rinaldi: “Ele fez um grande trabalho. Sabemos quando encontramos algo mágico. No último fim de semana, na corrida 2 encontrei algo mágico e no sábado encontrei o mágico. E esteve completamente imbatível”.
“Quando se é assim, e se é dominante, não há desculpas, tem de se estar contente, aceitá-lo e admirar a corrida que fez”, disse ainda Jonathan Rea, num contraste com o próprio Michael Rinaldi, que se recusou a falar do seu futuro, muito embora tenha mencionado a sua época de estreia no WSBK com a Ducari da equipa Barni em 2019, apelidando-a como de “terrível”. Agora na Goeleven diz-se um “sortudo” por ter encontrado equipas que o apoiam e sempre acreditaram em si.
Texto de Nuno Costa / 5ª aa Fundo / www.velocidadeonline.com
Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos