Velocidade Online

Moto - Mundial

MOTO - ZARCO É NOTICIA

Sábado, 22 Agosto 2020 10:00 | Actualizado em Sábado, 18 Setembro 2021 19:01

Johann Zarco foi operado com sucesso ao escafóide direito, mas poderá falhar o Grande Prémio da Stíria de MotoGP. O francês da equipa Avintia envolveu-se num grande acidente com Franco Morbidelli na curva 3 do Circuito de Red Bull Ring no passado domingo, durante o Grande Prémio da Áustria, com a sua Ducarti a ‘voar’ direito às barreiras da parte exterior da curva. A Yamaha de Morbidelli também atravessou a pista austríaca e falhou por muito pouco as Yamaha de Valentino Rossi e Maverick Viñales.
Apesar de inicialmente se ter pensado que todos os pilotos escaparam a ferimentos sérios, percebeu-se mais tarde que Zarco sofreu uma fratura do escafóide do seu pulso direito. O que obrigou a uma cirurgia na quarta-feira em Itália, de onde o francês viajou de regresso a Spielberg esta quinta-feira, para a segunda de duas provas de MotoGP na Áustria. “Foi um procedimento clássico, com a colocação de um parafuso para reparar o osso partido”, fez saber o titular da Ducati # 5 ao jornal L’Équipe. Mas de acordo com os regulamentos um piloto não pode pedir um ‘check-up’ médico até 48 depois da operação. O que significa que Zarco ainda tem de ser declarado apto para correr no Grande Prémio da Stíria. O piloto pode requerer outro teste na sexta-feira, pois o período exigido pelos regulamentos já foi cumprido nessa altura.
Mas se Johann Zarco ainda poderá ser considerado apto a competir este fim de semana o mesmo não se pode dizer em relação a Hafizh Syahrin, já que o piloto malaio não foi considerado em condições para poder participar na prova de Moto2 que se disputa este fim de semana no Red Bull Ring. O exame médico desta quinta-feira deixou perceber que as lesões nas pernas e virilha – que causam dores ao piloto – são limitadoras em termos de controlo da sua Kalex. Recorde-se que no passado domingo Syahrin foi vítima de um acidente provocado pela moto de Enea Bastianini, prostada no meio da pista depois do piloto italiano ter sofrido uma queda como consequência de um ‘high-side’. Na altura da colisão do malaio com a Kalex da Italtrans Bastianini já estava a salvo junto ao rail lateral interior, observando aterrorizado as consequências da sua queda, ocorrida na quarta volta da prova. Após a colisão Hafizh foi projetado pelo ar vários metros, e felizmente adversários que vinham mais atrás conseguiram evitá-lo.

Texto de Nuno Costa / 5ªa Fundo / www.velocidadeonline.com
Gosto
Comentar
Partilhar
Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos