Velocidade Online

Mundial - TCR

MUNDIAL - WTCR - AZCONA NO WTCR

Sábado, 29 Agosto 2020 09:30 | Actualizado em Terça, 19 Outubro 2021 08:34

Depois de Jean-Karl Vernay, é a vez de Mikel Azcona ‘mudar de ares’ na Taça do Mundo de Carros de Turismo de 2020. O jovem piloto espanhol via continuar a tripular um Cupra Leon TCR mas da Zengõ Motorsport, sendo que este será um novo desafio depois dos bons resultados evidenciados na época passada, nomeadamente a vitória conseguida em Vila Real. A equipa húngara pode ser um ambiente diferente para Azcona, mas a sua ‘fome’ de vencer não diminuiu, sobretudo depois de perceber “que podia lutar com os pilotos de topo”. O jovem piloto espanhol espera dar sequência aos bons resultados conseguidos em 2019, apesar do acordo agora firmado com a equipa de Walter Zengõ ser um pouco tardio. “Há duas semanas pensava que não iria competir este ano no WTCR, porque não havia a oportunidade. Mas finalmente chegou o acordo com a Zengõ Motorsport e sinto-me mesmo muito feliz”, comentou. Mikel Azcona está ciente do alto nível do ‘Mundial’ de carros de turismo, mas também diz que desde que terminou a temporada passada na Malásia começou a preparar-se para 2020.
“Sei que o WTCR é o mais alto nível das corridas de turismo, e que será muito difícil porque há muitos bons pilotos, mas tenho de usar esta oportunidade como se fosse a última. Desde o momento que comecei a treinar-me para 2020 que sinto que estou no melhor momento da minha carreira desde que a comecei. Agora quero que a época comece. Especialmente porque vou guiar o novo Cupra”, assume o piloto espanhol.
Azcona não houve tempo para trabalhar antes do arranque da nova temporada com a sua nova equipa, mas não está muito preocupado com isso: “Vou para a primeira prova sem qualquer teste, mas todas as outras equipas testam como é norma. Não me sinto mal porque é bom para mim que me possa adaptar a cada momento e a cada posta. Agora tenho treinado muito no simulador para estar cem por cento seguro de que vou estar em condições para a primeira prova. Também tenho de conhecer a minha nova equipa. Mas juntos vamos poder fazer um bom trabalho”. E se o piloto de Arriogarriaga não pode ainda trabalhar com a Zengõ Motorsport, o mesmo não se pode dizer do novo Cupra TCR de 2020. Sobre o carro diz que há “apenas pequenas mudanças”, sendo a melhor a aerodinâmica. “Reduziu-se o arrasto mas ao mesmo tempo aumentou-se a carga, o que é muito bom em curvas rápidas, já que podemos entrar nelas mais depressa. O que me agrada bastante. Com o carro antigo debatia-me sempre com uma tendência subviradora neste tipo de curvas. Também foram melhorados os travões”.

Texto de Nuno Costa /5ª a Fundo / www.velocidadeonline.com
A imagem pode conter: 1 pessoa, grande plano



Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos