Velocidade Online

Mundial - TCR

MUNDIAL - WTCR EM MACAU

Domingo, 17 Novembro 2019 19:26 | Actualizado em Quinta, 16 Janeiro 2020 20:38

VITÓRIA PARA PRIAULX NO REGRESSO TRIUNFAL AO CIRCUITO DA GUIA

O tri-campeão mundial de carros de turismo, Andy Priaulx, conquistou a sua primeira vitória na FIA WTCR ao aguentar os ataques de Rob Huff na prova final da Corrida da Guia Macau.

Priaulx, que tinha já duas vitórias em seu nome da sua passagem pelo Campeonato do Mundo de Carros de Turismo da FIA, construiu o seu triunfo ao passar o “poleman” na aproximação ao Reservatório, no início da corrida.

Enquanto Huff, em Volkswagen Golf GTI da Sebastien Loeb Racing, era capaz de se aproximar do líder nos sectores da montanha, o segundo e o terceiro, Priaulx tinha vantagem na saída da Melco e era capaz de construir uma vantagem para o seu conterrâneo no sector final, preparando a longa aproximação à Curva Lisboa.

Huff assinou a volta mais rápida na antepenúltima passagem pela linha de meta numa derradeira tentativa de se aproximar de Priaulx, mas o piloto do Lynk & Co 03 da Cyan Racing foi ainda mais forte na volta seguinte, dando um grande passo para assegurar o triunfo.

Huff aproximou-se uma vez mais no terceiro e quarto sectores da última volta, mas Priaulx susteve-o com firmeza para garantir a sua primeira vitória em Macau desde 2007 – negando também o décimo triunfo de Huff na Corrida da Guia.

Jean-Karl Vernay lutou com Huff e o seu colega de equipa, Johan Kristoffersson, no arranque, assegurando o terceiro lugar em Lisboa ao volante do Audi RS 3 LMS da Leopard Racing Audi Sport.

Tanto ele como Kristoffersson mantiveram-se em formação daí para a frente e continuou em contacto com os dois líderes, tendo os quatro primeiros ficado bastante separados do restante pelotão.

Thed Bjork teria ficado na posição seguinte, mas caiu duas posições na última volta para potenciar o número de pontos do seu colega de equipa na Cyan Racing, Yvan Muller. O piloto da BRC Racing Hyundai, Nicky Catsburg, acabou por terminar em quinto, mantendo Muller atrás de si, enquanto os quatro da frente escapavam.

O quarto Lynk & Co 03, de Yann Ehrlacher, terminou em oitavo, no encalço de Muller e Bjork, ao passo que Kevin Ceccon, em Alfa Romeo Giulietta Veloce, e o aspirante ao título Esteban Guerrieri fecharam os dez primeiros.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos