Velocidade Online

Mundial - Fórmula Monomarca

MUNDIAL - FÓRMULA E - FORMULAS MONOMARCA - DS TECHEETAH COM TAREFA DIFICIL NA JORNADA INAUGURAL

Quarta, 27 Novembro 2019 20:32 | Actualizado em Quarta, 29 Janeiro 2020 03:55

BOM RENDIMENTO APESAR DOS PROBLEMAS EM DIRIYAH 
 
A DS TECHEETAH teve mais uma jornada difícil em Diriyah, com um pódio à vista para António Felix Da Costa, que acabou por não acontecer devido a uma penalização, e que o levou a terminar na 10º posição. O seu companheiro de equipa Jean-Éric Vergne teve de mudar de bateria na sequência de um incidente ao início da manhã, forçando-o a partir praticamente do fundo da grelha, mas acabou por terminar em 8º. 
A segunda corrida da sexta temporada teve uma primeira metade bastante emocionante, com António no comando do grupo de qualificação. Dando o máximo no seu DS E-TENSE FE20, o piloto português falhou por pouco a super pole e arrancou em 5º, encetando uma espetacular recuperação até à 2ª posição, antes da penalização.
Mark Preston, Diretor da Equipa DS TECHEETAH Team Principal: “O António esteve muitíssimo bem na corrida, e merecia repetir a sua vitória aqui no ano passado. Ambos os pilotos mostraram bem as nossas potencialidades e que temos um andamento forte; o Jean-Éric chegou mesmo a ultrapassar dois carros de uma só vez, por duas vezes durante as últimas voltas, por isso, neste aspeto, não estamos preocupados. Uma vez que sabíamos que o Jean-Éric ia arrancar lá de trás, os engenheiros desenharam uma estratégia do tipo tudo ou nada, e que deu frutos no final. Embora fosse mais confortável sair daqui com mais pontos, a verdade é que todos os pontos contam e é sempre bom ir acumulando pontuação. Temos pela frente uma longa temporada e sabemos que dispomos de muitas oportunidades para recuperar na classificação do campeonato."
Xavier Mestelan Pinon, Diretor da DS Performance: “Estes resultados ficaram claramente aquém dos nossos objetivos. É mesmo um dos cenários mais difíceis que poderíamos imaginar. No entanto, há duas coisas a ter em conta desde o início deste campeonato: os nossos pilotos mostraram que temos um carro muito bom em qualificação, bem como em corrida, o que nos permitirá alcançar vitórias. Mas para isso, teremos de evitar cometer mais erros - esta será a nossa principal prioridade em Santiago."
Jean-Éric Vergne, 8º: “Esta corrida foi sempre extremamente difícil, pois tinha esse grande handicap que é arrancar dos últimos lugares da grelha, a que se juntou uma paragem forçada de 10 segundos por penalização. Com a entrada do safety car, consegui juntar-me ao grupo da frente e manter a oitava posição até final. Foi muito emocionante ultrapassar tantos pilotos e vivi um grande momento quando ultrapassei dois carros em curva, por duas vezes consecutivas. Diverti-me bastante, mas não era apenas diversão que queria trazer deste fim de semana. Vamos voltar a casa e reunir os nosso esfoços para trabalhar arduamente e ultrapassarmos, em conjunto, este momento difícil."
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
António Félix da Costa, 10º: “Mesmo sem obter os resultados que queríamos, há muitos aspectos positivos a retirar deste fim de semana. Ser o mais rápido nos treinos livres, obter uma boa qualificação, recuperar posições em prova, até ao segundo lugar e lutar pela vitória na corrida, são provas mais do que positivas de que temos um bom andamento e um propulsor eficiente. Demonstra também que contamos com uma boa e eficaz arma para enfrentar esta longa e competitiva temporada. Infelizmente, tive uma penalização devido a um incidente no início da corrida que, em minha opinião, foi impossível de evitar. No entanto, estou muito confiante e ansioso pela próxima corrida.”
 

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos