Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2018 A HAAS NO BAHREIN

Sábado, 07 Abril 2018 08:32 | Actualizado em Quarta, 05 Agosto 2020 08:02

Vamos para o Bahrein

Depois da Desilusão da Austrália,

A Haas F1 Team Leva a sua Velocidade para Sakhir

 

 – A velocidade que a Haas F1 Team mostrou durante os testes de Inverno no Circuit de Barcelona – Catalunya continuou a surpreender quando a temporada de 2018 do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 se iniciou no Grande Prémio da Austrália.

 

Os pilotos Romain Grosjean e Kevin Magnussen foram rápidos nos treinos-livres e levaram a performance para a qualificação, durante a qual o duo avançou até ao derradeiro segmento da qualificação para assegurar o melhor resultado colectivo em qualificação desde a estreia da Haas F1 Team, no Grande Prémio da Austrália de 2016.

 

Magnussen qualificou-se na sexta posição, igualando o melhor resultado da equipa americana até à data, ao passo que Grosjean qualificou-se imediatamente atrás do seu colega de equipa, em sétimo. E com Daniel Ricciardo, da Red Bull, a incorrer numa penalização de três lugares na grelha de partida, a dupla da Haas F1 Team subiu para quinto e sexto, monopolizando a terceira linha. Com apenas quarenta e duas corridas disputadas, a equipa mais nova da Fórmula 1 estava no topo do miolo do pelotão, olhando para as asas traseiras da elite da Fórmula 1 – Scuderia Ferrari, Mercedes e Red Bull.

 

A Haas F1 Team demonstrou que pertence ao topo do pelotão, algo enfatizado por Magnussen quando subiu ao quarto lugar, ao suplantar Verstappen logo no início. Grosjean manteve um sólido sexto posto e quando a perseguição de Verstappen a Magnussen terminou com um pião, na Curva 1 durante a décima volta, Grosjean herdou o quinto posto.

 

Foi um momento de grande orgulho, mas de vida curta. Com uma performance tão forte, as rodas saltaram fora, literalmente, depois da troca de pneus de cada um dos pilotos, terminando a corrida. Foi um final abrupto para o que foi uma performance impressionante de ambos os pilotos.

 

Grosjean e Magnussen colocaram de parte o desapontamento, procuraram os mecânicos, apertaram-lhes as mãos enquanto os olharam nos olhos e frisaram que havia mais corridas.

 

A primeira é já o Grande Prémio do Bahrein, no dia 8 de Abril, no Bahrain International Circuit, em Sakhir. Depois dos testes e do Grande Prémio da Austrália a confiança da equipa está em alta.

 

Apesar do desfecho da Austrália, não se pode diminuir a velocidade que tanto Grosjean como Magnussen demonstraram com o VF-18.

 

O Bahrain International Circuit recompensa a velocidade. As suas escapatórias permitem aos pilotos irem aos limites sem terem que lidar com muros que não perdoam. A substancial largura da pista também fornece aos pilotos opções para atacar, e há muito asfalto para calcar.

 

Localizado no meio do deserto, o Bahrein é um ambiente difícil. É um local apropriado para a equipa demonstrar a sua determinação. Com o seu orgulho dorido mas de cabeça erguida, a Haas F1 Team leva a sua velocidade para Sakhir.

Bahrain International Circuit

 

Perímetro: 5,412 quilómetros

Voltas: 57

Distância de Corrida: 308,238 Km

TransmissãoSport TV4 – 16h10

 

 

Sobre a Haas Automation, Inc

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com, , on Facebook at www.Facebook.com/HaasAutomationInc, on Twitter @Haas_Automation and on Instagram @Haas_Automation.

 

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ ou facebook.com/haasportugal

 

 

Bahrain International Circuit

  • Número de voltas: 57
  • Distância de corrida: 308,238 quilómetros
  • Velocidade na via das boxes: 80 Km/h
  • Este circuito de 5,412 quilómetros e 15 curvas, o Circuito Internacional do Bahrein, alberga a Fórmula 1 desde 2004, tendo no ano passado sido o palco do décimo terceiro Grande Prémio do Bahrein. (a corrida de 2011 foi cancelada.)
  • Pedro de la Rosa detém o recorde da volta do Bahrein (1m31,447s), registado em 2005 ao serviço da McLaren.
  • Valtteri Bottas detém o recorde da volta de qualificação do Bahrein (1m28,769s), registado o ano passado durante à Q3 ao serviço da Mercedes.
  • O Circuito Internacional do Bahrein é uma pista construída propositadamente para a Fórmula 1. Foi estreada em 2004, tendo o Bahrein realizado o primeiro Grande Prémio de Fórmula 1 no Médio Oriente. O circuito é conhecido pelas suas enormes escapatórias e, também, pela largura da pista ao longo do seu traçado. Isto encoraja as ultrapassagens, mas tem sido criticado por não punir os pilotos que cometem erros quando saem de pista. Dado que a pista é localizada no meio do deserto, a areia pode ser um problema – tanto para o nível de aderência proporcionado pela pista, como para a performance do carro, sendo os filtros verificados recorrentemente. A corrida tem o seu início ao fim da tarde e termina já sob luz artificial, com a temperatura a evoluir do calor do dia para o fresco da noite, o que junta mais uma variável à afinação do carro e à sua capacidade de adaptação.
  • Sabia que? Apesar das bebidas alcoólicas serem permitidas legalmente no Bahrein, os pilotos não espalham o tradicional champanhe no pódio. Os organizadores oferecem aos pilotos Waard, uma bebida não-alcoólica feita a partir de água de rosas e romãs.
  • Durante o Grande Prémio do Bahrein, a temperatura mínima será de 22-23ºC e a máxima de 30-31ºC. A humidade relativa estará entre os 35% e 82%. A velocidade do vento variará entre os 5-27Km/h, raramente excedendo os 42 Km/h. 

 

 Pirelli leva para Sakhir três compostos de pneus:

  • P Zero Branco/Médio mais aderência, desgaste médio (usado para séries de voltas mais curtas e para o segmento inicial da qualificação)
  • P Zero Amarelo/Macio o mais elevado nível de aderência, nível mais elevado de desgaste (usado na qualificação  e em situações de corridas seleccionadas)
  • P Zero Vermelho/Super-Macio – Mais aderência, desgaste médio (usado para séries curtos de voltas e para o primeiro segmento final da qualificação)
  • A Pirelli fornece a cada piloto 13 jogos de pneus para seco durante o fim-de-semana. Para os cinco primeiros Grandes Prémios da temporada de 2017 a Pirelli disponibilizou – 2 jogos dos pneus mais duros, quatro do composto médio e sete do mais macio. A partir do Grande Prémio do Mónaco as equipas poderão escolher as especificações de dez dos treze jogos de pneus de cada um dos seus pilotos entre os três compostos selecionados pela Pirelli.
  • Dois dos três compostos disponíveis têm que ser usados durante a corrida. As equipas podem decidir quando querem utilizar cada uma dos compostos, o que proporciona um elemento de estratégia para a corrida. (Se a corrida for disputada com a pista molhada, os Cinturato Azul, pneu de chuva, e o Cinturato Verde, intermédios, estarão disponíveis).
  •  
  • Grosjean: dois jogos de pneus médios, três jogos de macios e oito jogos de supermacios
  • Magnussen: um jogos de pneus médios, quatro jogos de macios e oito jogos de supermacios


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos