Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

Terça, 20 Março 2018 10:13 | Actualizado em Quarta, 12 Agosto 2020 11:32

MELBOURNE: O COMPOSTO P ZERO MACIO E RÁPIDO, FAZ A SUA  ESTREIA EM COMPETIÇÃO
 
 
 
 Embora seja a mesma nomeação dos compostos do ano passado (Macio, Supermacio e Ultramacio) – todos os pneus estão um passo acima mais macios em 2018, contribuindo para uma máxima aderência e eficácia, esta já presenciada nos testes de pré-temporada. Com novos carros, novos pilotos, condições climatéricas variáveis, e uma evolução das condições da pista, Melbourne é sempre uma das corridas mais aguardadas e imprevisíveis do ano.
 
 
O CIRCUITO DO PONTO DE VISTA DOS PNEUS
 
 
 
 Albert Park é um circuito urbano semi-permanente que não possui uma utilização exaustiva ao longo do ano, logo, a pista ainda está escorregadia no inicio do fim-de-semana do Grande Prémio.  Geralmente é composto por retas curtas ou médias, e curvas a média e baixa velocidade.  A tração é a chave para obter uma boa condução para as diversas curvas e retas curtas.   O desgaste e a degradação em geral é baixa. A maioria dos carros apenas realizou uma paragem no ano passado, e a estratégia mais comum utilizada pelos três primeiros classificados foi de Ultramacio para Macio. Esta época os compostos macios poderão ter níveis de desgaste e degradação diferentes, logo, mais paragens.   Existe uma grande probabilidade de entrada de “Safety Cars”. Em 2006, houve a intervenção de quatro.  As forças laterais não são particularmente elevadas: A pressão total exercida nos pneus situa-se na média.  O tempo perdido no “Pit Lane” é de aproximadamente 25 segundos. Não existem grandes alterações no circuito, desde 2017.
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
MARIO ISOLA – DIRETOR DESPORTIVO
 
“Os testes de Barcelona já revelaram a indicação de uma passo à frente no desempenho dos carros e dos compostos de 2018, e vamos assistir a estas alterações efetuadas nas diferentes condições do circuito Australiano. Exatamente o que estas condições poderão realizar  em conjunto com o clima variável em Melbourne, nesta época do ano onde pode variar de frio e molhado a muito quente. Pelo que tivemos oportunidade de constatar até agora, os compostos mais suaves poderão proporcionar a possibilidade de mais uma ou duas paragens este ano, ao invés de uma para a maioria dos pilotos no ano passado. Como de costume, no primeiro Grande Prémio da época, ainda existem um grande número de perguntas para serem respondidas, mas aguardamos por uma corrida emocionante, onde a estratégia dos pneus assumirá um papel fundamental.”   
 
 
O QUE HÁ DE NOVO?  Existe uma nova hora de partida – 16:10 (Hora local), com o inicio de todas as corridas este ano, a acontecer 10 minutos depois da hora, de acordo com a programação das grelhas televisivas.  O novo Fórmula 1 de dois lugares está agendado para realizar a sua estreia na Australia, baseado numa renovada versão original do Tyrrell de 1998, com pneus Pirelli.
 
MIN. STARTING PRESSURES (slicks) EOS  CAMBER LIMIT
 
22.0 psi (front) | 19.5 psi (rear) -3.75° (front) | -2.00° (rear)
 
 
 
OS COMPOSTOS NOMEADOS PARA ESTA ÉPOCA
 
 
 
 
         Australia

Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos