Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2018 - A HAAS NO GRANDE PRÉMIO DA BÉLGICA

Segunda, 27 Agosto 2018 01:19 | Actualizado em Sábado, 18 Janeiro 2020 07:41

Evento:  Grande Prémio da Bélgica (13º Round of 21)

Data:  Domingo, 26 de Agosto

Local:  Circuit de Spa-Francorchamps

Layout:  7,004 quilómetros, 19 curvas

Condições Climatéricas:  Enevoado

Temperatura do Ar:  17-18,3ºC

Temperatura da Pista:  25,4-30,3ºC

Vencedor:  Sebastian Vettel da Scuderia Ferrari

Haas F1 Team:

●  Romain Grosjean –  arrancou de 5º, terminou em 7º (completou 44/44 voltas)

●  Kevin Magnussen – arrancou de 9º, terminou em 8º (completou 44/44 volltas)

 

http://staticapp.icpsc.com/icp/loadimage.php/mogile/1568606/a9dbd2dfb49e1432031873340c2c9d8c/image/jpeg

 

 

A Haas F1 Team conquistou pontos com ambos os carros pela segunda corrida consecutiva e pela terceira vez este ano no Grande Prémio da Bélgica, tendo Romain Grosjean e Kevin Magnussen terminado no sétimo e oitavo lugares, respectivamente, o décimo terceiro round do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1.

 

Os dez pontos somados pelos resultados de Grosjean e Magnussen no Circuit de Spa-Francorchamps permitiu que a Haas F1 Team solidificasse o seu quinto lugar no Campeonato de Construtores. A equipa americana tem agora setenta e seis pontos, estando a apenas seis da Renault, a quarta classificada, e detendo uma vantagem de vinte e quatro para a McLaren. Magnussen está no oitavo lugar do Campeonato de Pilotos, com quarenta e nove pontos, e Grosjean no décimo quarto, com vinte e sete.

 

Os pilotos da Haas F1 Team asseguraram os seus resultados depois de evitarem o caos na primeira volta, em La Source, o gancho apertado que deixa os piloto na recta que os leva até às míticas curvas de Eau Rouge e Raidillon. O quinto lugar de onde Grosjean começou a corrida colocou-o ao abrigo do acidente com diversos carros que colocou quatro pilotos fora de corrida, ao passo que Magnussen conseguiu fugir ao toque entre Daniel Ricciardo e Kimi Raikkonen para subir ao sétimo posto, depois de partir de nono.

 

Max Verstappen ultrapassou Grosjean na Recta Kemmel pouco antes da Curva 7, Les Combes, colocando Grosjean no sexto lugar, seguido de Magnussen, sétimo, quando o Safety-Car foi activado para que fosse possível limpar os detritos depositados em La Source.

 

A corrida foi reassumida na quinta volta e os pilotos da Haas F1 Team mantiveram as suas posições na dezasseis voltas seguintes ao circuito de 7,004 quilómetros e dezanove curvas, situado na região das Ardenas, no sudeste da Bélgica. Valtteri Bottas, em recuperação, que arrancou de décimo sétimo, ultrapassou Magnussen na vigésima segunda volta.

 

Grosjean conseguiu manter-se à frente de Bottas até à sua paragem nas boxes, na vigésima terceira volta, trocando os pneus Pirelli P Zero Vermelho/Supermacio por macios. Regressou à pista na décima posição.

 

Magnussen, por seu lado, manteve-se em pista até à vigésima sexta volta, subindo a sexto à medida que os seus adversários que rodavam à sua frente foram parando. Magnussen repetiu a estratégia do seu colega de equipa, trocando os supermacios por macios, saindo das boxes em oitavo. Isto permitiu que Grosjean suplantasse Magnussen, subindo a sétimo.

 

Deste momento para a frente, Grosjean e Magnussen mantiveram as suas posições – sétima e oitava. Como pista mais longa da Fórmula 1, Spa permite que os pilotos tenham o acelerador a fundo durante setenta porcento da volta. Isto permitiu que ambos os pilotos tivessem a oportunidade de se afastar dos pilotos a seu redor, garantindo resultados nos pontos sem grandes stresses.

 

Sebastian Vettel, da Scuderia Ferrari, venceu o Grande Prémio da Bélgica, tendo conquistado a sua quinquagésima segunda vitória na Fórmula 1, o que o deixou na terceira posição dos pilotos mais vitoriosos de sempre, à frente de Alain Prost e no encalço de Lewis Hamilton (sessenta e sete vitórias) e de Michael Schumacher (noventa e uma). A margem do triunfo da Vettel cifrou-se nuns massivos 11,061 segundos para Lewis Hamilton, o segundo classificado. Foi a quinta vitória de Vettel esta temporada e a sua terceira no Circuit de Spa-Francorchamps.

 

Com os dois primeiros do Campeonato de Pilotos a terminar nos dois primeiros lugares, a batalha pelo título ficou ainda mais intensa, uma vez que Vettel reduziu em sete pontos a vantagem de Hamilton. Hamilton chegou ao Grande Prémio da Bélgica com uma vantagem de vinte e quatro pontos sobre Vettel, e deixa a Bélgica com dezassete.

 

Ficam por disputar oito corridas no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1, com o próximo evento a disputar-se no dia 2 de Setembro, no Autodromo Nazionale di Monza – o Grande Prémio de Itália.

 

http://staticapp.icpsc.com/icp/loadimage.php/mogile/1568606/e4e31bb6a76cef06f05f817723eca402/image/jpeg

 

 

Foi o que esperávamos hoje. Sabíamos que os Force India tinham o mesmo ritmo que nós, se não fossem um pouco mais rápidos, portanto, foi difícil segui-los. Eram rápidos nas rectas. Estou muito satisfeito com a forma como a corrida se desenvolveu e estou satisfeito com o resultado do Kevin. Fizemos o máximo que podíamos. Dois carros nos pontos – em sétimo e oitavo – o que é muito bom para o Campeonato de Construtores. Conquistámos muitos pontos e alguns dos nossos rivais não marcaram qualquer ponto, portanto, este é um aspecto positivo desta corrida.”

 

http://staticapp.icpsc.com/icp/loadimage.php/mogile/1568606/dd609c5c5aed2949dbd84c0da1647fae/image/jpeg

 

 

Marcámos pontos com ambos os carros, o que era o objectivo para hoje. Fizemos tudo o que podíamos. Na corrida, perdi muito tempo à volta das paragens nas boxes, o que foi desapontante, mas mesmo assim, não penso que pudéssemos lutar com os Force India. Provavelmente, apenas trocaria de posição com o Romain. Estamos a apanhar a Renault e esse é o objectivo. Estou satisfeito pela equipa. Podemos estar satisfeitos com o resultado de hoje. Marcar dez pontos num dia em que a Renault não marcou qualquer ponto – isso é importante.”

 

http://staticapp.icpsc.com/icp/loadimage.php/mogile/1568606/23660e684d97841ec95074c19cf8c60b/image/jpeg

 

 

Um bom final para um fim-de-semana sólido. Quando começámos na sexta-feira, não estávamos onde queríamos, mas conseguimos recuperar. Terminámos com os dois carros nos pontos e demos um bom passo no Campeonato de Construtores. Temos de repetir mais performances destas e estaremos onde queremos.”

 

http://staticapp.icpsc.com/icp/loadimage.php/mogile/1568606/4608ba447ae70979c89f33c0e19445b7/image/jpeg

 

 

O décimo quarto round do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 é o Grande Prémio de Itália e disputa-se no Autodromo Nazionale di Monza. Os treinos-livres iniciam-se no dia 31 de Agosto, a qualificação realiza-se no dia 1 de Setembro e a corrida terá o seu arranque a 2.

 

http://staticapp.icpsc.com/icp/loadimage.php/mogile/1568606/e6d697f5390f46290d3c911692634c8d/image/jpeg

 

A Haas F1 Team estreou-se em 2016 no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1, tornando-se na primeira equipa de Fórmula 1 americana desde 1986. Fundada pelo industrialista Gene Haas, a Haas F1 Team está sediada nos Estados Unidos da América em Kannpolis, América do Norte, o mesmo centro onde está baseada a sua equipa Campeã na NASCAR Spint Cup Series, Stewart-Haas Racing. Haas é o fundador da Haas Automation, a maior construtora de máquinas CNC da América do Norte e o presidente da Haas F1 Team.

 

http://staticapp.icpsc.com/icp/loadimage.php/mogile/1568606/93f9180626a79ca102852402f05fced0/image/jpeg

 

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com, , on Facebook at www.Facebook.com/HaasAutomationInc, on Twitter @Haas_Automation and on Instagram @Haas_Automation.

 

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ ou facebook.com/haasportugal.     


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos