Velocidade Online

Mundial - Fórmula 1

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2018 - A HAAS NO GP DA HUNGRIA

Terça, 31 Julho 2018 19:46 | Actualizado em Segunda, 27 Janeiro 2020 18:56

Evento:  Grande Prémio da Hungria (12º Round de 21)

Data:  Domingo, 29 de Julho

Local:  Hungaroring, em Budapeste

Layout:  4,381 quilómetros, 14 curvas

Condições Climatéricas:  Sol

Temperatura do Ar:  32,3-34,9ºC

Temperatura da Pista:  46,6-57ºC

Vencedor:  Lewis Hamilton da Mercedes

Haas F1 Team:  

●  Kevin Magnussen – Arrancou de 9º, terminou em 7º (completou 69/70 voltas)

●  Romain Grosjean – Arrancou de 10º, terminou em 10º (completou 69/70 voltas)

 

 

A Haas F1 Team terminou com os seus dois carros no pontos no Grande Prémio da Hungria, disputado este domingo, tendo Kevin Magnussen e Romain Grosjean terminado em sétimo e décimo, respectivamente, o décimo segundo round do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 de 2018.

 

Os sete pontos obtidos pelo resultado colectivo de Magnussen e Grosjean em Hungaroring, em Budapeste, permitiu à Haas F1 Team assumir sozinha o quinto posto no Campeonato de Construtores. A equipa norte-americana tem agora sessenta e seis pontos, estando a dezasseis da Renault, a quarta classificada e com uma vantagem de sete para a sexta classificada, a Force India, catorze para a sétima, a McLaren, e trinta e oito para a oitava, a Toro Rosso. Magnussen está no oitavo lugar do Campeonato de Pilotos, com quarenta e cinco pontos e Grosjean no décimo quarto, com vinte e um.

 

Ambos os pilotos da Haas F1 Team adoptaram uma estratégia de uma paragem para a prova de setenta voltas ao circuito de 4,381 quilómetros e catorze curvas. Grosjean arrancou de décimo e foi o primeiro a entrar nas boxes, na vigésima nona volta, para trocar os pneus Pirelli P Zero Roxo/Ultramacio por macios. Magnussen, que arrancou de nono, fez o mesmo na trigésima primeira volta, replicando a escolha do seu companheiro de equipa.

 

Grosjean desceu para décimo segundo, depois da paragem, e Magnussen, que chegou a rodar em sexto após o arranque, caiu para nono. Mas assim que a ronda das paragens nas boxes se concluiu Magnussen subiu a sétimo e Grosjean a décimo primeiro.

 

Quando Stoffel Vandoorne foi obrigado a abandonar, após quarenta e nove voltas, Grosjean subiu a décimo.

 

Na restante corrida, Magnussen rodaram confortavelmente em sétimo e décimo, respectivamente, detendo vantagens confortáveis para os seus perseguidores. A classificação estendeu para cinco o número de provas em que a Haas F1 Team termina nos pontos, tendo sido a primeira o Grande Prémio de França, que se realizou a 24 de Julho.

 

O piloto da Mercedes, Lewis Hamilton, venceu o Grande Prémio da Hungria com 17,123s de vantagem para Sebastian Vettel, da Scuderia Ferrari. Foi a sexagésima sétima vitória de Hamilton na Fórmula 1, a sua quinta esta temporada e a sexta em Hungaroring. Esta vitória permitiu a Hamilton aumentar a sua vantagem na liderança do Campeonato de Pilotos. Sebastian Vettel, o segundo classificado, está agora a vinte e quatro pontos do inglês, depois de ter chegado ao Grande Prémio da Hungria com uma desvantagem de dezassete.

 

Faltam nove corridas para completar a temporada de 2018 de Fórmula 1, sendo o próximo evento, dentro de quatro semanas, o Grande Prémio da Bélgica, que se realiza em Spa-Francorchamps entre os dias 24 e 26 de Agosto.

 

 

Terminarmos ambos dentro dos dez primeiros é muito bom. A corrida foi frustrante. Temos de perceber melhor os pneus nestas circunstâncias. Passei cinquenta voltas atrás do (Carlos ) Sainz, apesar de ser entre meio a um segundo mais rápido. Assim que ficámos perto do carro que nos precede, é impossível fazer alguma coisa. Foi pena, mas no geral, penso que realizámos um bom trabalho. Passámos o (Nico) Hulkenberg e o (Brendon) Hartley, o que provou que tínhamos um ritmo incrível. No geral, penso que tínhamos um ritmo muito forte, portanto, é bom terminar com os dois carros nos pontos. Tivemos um bom fim-de-semana. O ritmo de corrida foi muito melhor que o décimo lugar.”

 

 

Estou muito satisfeito, hoje. Tive um boa primeira volta, ganhei posições, a partir daí foi terminar. Não foi uma corrida com muitos acontecimentos, excepto na primeira volta, mas isso foi bom para nós. Marcámos pontos com os dois carros e essa é uma boa forma de irmos para a pausa de férias.”

 

 

Dois carros nos pontos – um bom final de primeira parte da temporada e uma boa forma de irmos todos para a pausa de verão. Aproximámo-nos dos nossos adversários e afastámo-nos dos nossos perseguidores. Todos podemos relaxar um pouco, voltar mais fortes e marcar mais pontos depois das férias.”

 

 

O décimo terceiro round do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 é o Grande Prémio da Bélgica e disputa-se em Spa-Francorchamps. Os treinos-livres iniciam-se no dia 24 de Agosto, a qualificação realiza-se no dia 25 e a corrida terá o seu arranque a 26.

 

 

A Haas F1 Team estreou-se em 2016 no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1, tornando-se na primeira equipa de Fórmula 1 americana desde 1986. Fundada pelo industrialista Gene Haas, a Haas F1 Team está sediada nos Estados Unidos da América em Kannpolis, América do Norte, o mesmo centro onde está baseada a sua equipa Campeã na NASCAR Spint Cup Series, Stewart-Haas Racing. Haas é o fundador da Haas Automation, a maior construtora de máquinas CNC da América do Norte e o presidente da Haas F1 Team.

 

 

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com, , on Facebook at www.Facebook.com/HaasAutomationInc, on Twitter @Haas_Automation and on Instagram @Haas_Automation.

 

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ ou facebook.com/haasportugal.    


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos