Velocidade Online

Nacional - Clássicos

DIVERSOS - DISCURSO DIRECTO COM CARLOS SANTOS - CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS 1300

Segunda, 26 Março 2018 06:13 | Actualizado em Domingo, 19 Janeiro 2020 17:52

DISCURSO DIRECTO COM CARLOS  SANTOS

 

Ao cobrarem o que cobram deveriam promover mais, cuidar dos pilotos quanto às condições que proporcionam no evento, ter horários atempados, lista de inscritos, etc. A Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting deve zelar mais pelo desporto, “obrigando” a comunicação social a falar mais das corridas. As noticias que aparecem na imprensa especializada é vergonhosa, com poucas fotografias do desporto Nacional e com pouca cobertura e conhecimento dos concorrentes. É lamentável ao que isto chegou”, PALAVRAS DE CARLOS SANTOS AO WWW.VELOCIDADEONLINE.COM

 

 

 

 

 

 

Depois duma época sabática, eis que para 2018, Carlos Santos está de regresso às pistas, ao volante do seu inconfundiovel Datsun 1200 de côr verde.Assim na nossa conversa que tivemos com Carlos Santos, começou por nos explicar o que foi a época de 2017 “2017 foi um ano diferente. Não tinha orçamento para fazer as corridas do Historic Endurance e a única que fiz foi a de Vila Real. Foi uma prova que começou mal nos treinos com a quebra da bomba de óleo e árvore de cames. Passamos o dia todo a reparar o motor e com ajuda dos amigos  foi possível instalar uma árvore de cames com uma boa performance e que já não era montada num motor à mais de 30 anos e a respetiva bomba de óleo. Fiz as duas corridas ao ataque mas com moderação na rotação para não estragar o material emprestado e venci as duas corridas na categoria de 1300.No final do ano, tive a grande oportunidade de fazer um rali de asfalto (Altronix) com o Datsun 1200 e foi uma experiencia para a vida. O meu navegador foi o meu amigo Luis Boiça que fez um trabalho incrível ajudando-me a adaptar da melhor maneira possível ao ambiente e às exigências de um rali. A estreia foi logo num troço noturno, cujas notas eram muito simples e tiradas num carro de serie e num feriado!!!! Cheguei mesmo a fazer os troços sem rádio e as indicações eram por gestos com as mãos!!!!Chegamos ao fim, a meio da tabela e acima de tudo com o carro inteiro!!!!

 

 

 

 

Planos para a época de 2018 , que sem perder tempo logo respondeu “2018 vou fazer o Campeonato 1300 e no final do ano irei tentar repetir a experiencia do rali Altronix. Quanto ao Campeonato, o objetivo é estar  no TOP 3”.Porque um Datsun e não outro carro “O Datsun é um carro divertido e fácil de conduzir e bastante performante. Para além disso a marca Datsun esteve ligada à juventude do meu Pai onde chegou a fazer alguns ralis, competindo com nomes conhecidos de Portugal (ex. Joaquim Moutinho). Por este motivo a escolha do Datsun foi mais do que lógica “ A época de 2018 é para continuar com  que carro ?.Que alterações levou para aumentar a sua competividade , que logo retorquiu “Mantemos o Datsun dos anos anteriores e sem grandes alterações”A condução do Datsun 1200 nos limites como é?É fácil de se ir buscar, o que depois de pensar um pouco disse-nos “O Datsun é muito neutro e consegue se perceber os limites antes de chegar aos mesmos. Na minha opinião o único problema que tem é na direcção pelo facto de ser desmultiplicada, o trabalho de braços pode não chegar para uma contra brecagem e aí os problemas podem aparecer com a traseira a ganhar vida propria”

 

 

Quais as pistas que mais e menos gosta ? Porque?”As pistas que mais aprecio são o Estoril e Jarama. Pistas à moda antiga, estreitas e muito técnicas. A menos apreciada é mesmo a de Braga, com poucas condições e uma pista curta onde o asfalto é muito agressivo para os pneus”Provas fora de Portugal não está nos seus projectos?Que provas já fez fora de Portugal?”Infelizmente não está nos meus planos. Já corri em 2 pistas em Espanha (Huelva e Jarama) e numa pista parecida com Braga mas com umas condições espetaculares (autódromo de Adria em Itália) Sustos em corridas ao longo da sua carreira ? Já houve alguns ? pode contar algo sobre isso?”Tive um nas 6 horas de Braga com um Volvo 122 do Jorge Guimarães. Depois de sair dos esses, o semi eixo partiu e a roda saiu. A situação ficou controlada até porque é uma parte do circuito onde a velocidade não é muita, mas foi muito estranho ver uma roda com o semi eixo montado a passar pelo carro!!!!!

 

 

 

Tem algum ritual antes de entrar para o carro antes da corrida?”Sempre que conduzo benzo-me e dou duas pancadas com a mão na cabeça. Sempre fiz isso desde que corro na altura dos Karts “. O que vai na sua mente nos minutos que antecedem a partida para a corrida ? “A única coisa que me passa pela cabeça é que o motor e a caixa aguentem, para eu me divertir e não ter que trabalhar no carro!!!!”

 

Na sua opinião pessoal o que acha que é necessário fazer para revitalizar o nosso automobilismo por parte da FPAK e dos promotores, o que depois de pensar um pouco disse-nos logo de forma muito pausada “

Ao cobrarem o que cobram deveriam promover mais, cuidar dos pilotos quanto às condições que proporcionam no evento, ter horários atempados, lista de inscritos, etc. A Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting deve zelar mais pelo desporto, “obrigando” a comunicação social a falar mais das corridas. As noticias que aparecem na imprensa especializada é vergonhosa, com poucas fotografias do desporto Nacional e com pouca cobertura e conhecimento dos concorrentes. É lamentável ao que isto chegou”Com o novo presidente da FPAK; o ex piloto Ni Amorim,qual o balanço que pode fazer da sua actuação à frente da entidade federativa? “Para já o Presidente está a arrumar a casa conforme quer. Espero que quando estiverem as coisas ao seu gosto, comece a tratar das corridas de velocidade, procurando colocar em pratica toda a sua experiencia de piloto de velocidade.

 

O que acha do calendário de provas deste ano ? são provas em numero suficiente ? achas que os campeonato portugueses deveriam fazer provas em Espanha?”As provas chegam e sobram e não acho que deveriam expandir para Espanha . Precisamos de preço justo para a realidade que temos. Espanha só faz engordar o orçamento.”º Em termos de orçamento, queanto gasta com o seu Datsun 1200   ao longo duma época ?”Como faço tudo e tenho bons amigos que me ajudam e de que maneira, uma prova em média fica por 1200€”Provas de Montanha, não estão nos seus horizontes ?”Não aprecio rampas”

 

Por favor conte-nos algum episódio giro na sua carreira como piloto , para nos divertir um pouco, como final da nossa entrevista”Tenho muitas. A minha família sempre que pode vai comigo ou vai ter comigo. O meu Pai está sempre presente. E as historias são sempre com eles. Num fim de semana em jarama, depois de um dia de calor onde tive algum trabalho no carro, estava muito cansado. Estava no quarto a tentar dormir com a minha mulher e com as minhas filhas e um espanhol resolveu falar num chat na net. O homem tinha uma voz grossa e falava muito alto! À uma da manha fartei-me e liguei para a receção. O homem calou-se 5 minutos e depois voltou ao mesmo! Irritei-me, bati à porta e disse-lhe para se calar porque já não aguentava mais ouvi-lo! Mas falei grosso! Pediu desculpa e finalmente tivemos silencio. Quando me deitei a minha filha mais nova, ainda acordada diz, “Pai estou com muito calor e dói-me a cabeça!” estava com 40 de febre! Não tinha remédios! Fui à receção e o meu pai ainda estava acordado a contar anedotas com é seu costume! Pai, anda comigo à farmácia! Não sei mas corri quase todas as farmácias das redondezas mas todas estavam fechadas!!!, depois de quase 1 hora, lá conseguimos arranjar um analgésico!! Ou seja deitei-me eram quase 4 da manha!!!!!!!!”Não sei se é leitor assiduo do www.velocidadeonline.com, mas desde 1 de Novembro é um site com um novo grafismo, por favor de-nos a sua opinião”É um site bom onde concentra as noticias do ramo automóvel com muito material de diversas categorias. Atenção às datas das publicações que estão desatualizadas!

 

Entrevista de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos