Velocidade Online

Nacional - Clássicos

NACIONAL CLÁSSICOS - TEAM MANCHA E ALEXANDRE GUIMARÃES FALAM DE VILA REAL

Sexta, 20 Julho 2018 19:31 | Actualizado em Terça, 04 Agosto 2020 07:28

49º Circuito de Vila Real - Crónica do team Mancha

Como já tinha noticiado no comunicado antes da corrida estava com limitações devido a um pós-operatório demasiado prolongado e foi com um grande esforço que me apresentei em Vila Real.

Mas a verdade é que não temos outra pista citadina em atividade e correr ali é uma oportunidade que não queria perder.

Era a nossa primeira corrida do ano e lá fomos “ganhando mão” desde os treinos até á corrida 2.

Duas idas ao pódio acabaram por compensar o estoicismo desta presença.

O carro que tinha sofrido um grande restauro mecânico e estético e esteve muito bem mas a pilotagem moderada a que nos obrigamos á partida não permitiu embarcar em grandes despiques.

Este ano a grelha esteve fraca e as provas foram várias vezes encurtadas pela presença do Safety-car por isso as voltas em pleno foram poucas considerando os custos de presença envolvidos. Uma situação a rever tal como a localização do parque fechado, muito distante das boxes e demasiado isolado dos olhares curiosos e sempre bem-vindos do público. Também foi pena que depois da bandeirada de xadrez os carros recolhessem sem voltar a passar numa das principais zonas de espectadores do circuito, um “must” num circuito citadino. 

Claro que as corridas de Classicos são apenas corridas de suporte às corridas do Mundial e não há tempo para tudo mas a sua presença deverá ser vista e preparada também como uma lição viva da história do automóvel de competição e do próprio circuito de Vila Real.

Mesmo assim a organização esteve muito bem graças aos esforços de Vila-realenses e comissários especialmente cooperantes e simpáticos nesta edição. O próprio presidente da camara além de entregar os prémios ainda desceu às boxes dos clássicos e conversou com os pilotos.  

Outro detalhe a melhorar será o acesso dos pilotos, suas equipas e patrocinadores às bancadas mas o principal é mesmo que a prova se mantenha, uma dúvida que tem pairado todos os anos.  

A tradição das corridas em Vila Real são uma grande mais-valia para todos mas na minha opinião o circuito atual é muito bom e já vale por si só. 

Os acontecimentos paralelos também geraram uma animação com destaque para as motos que desde disporem de um parque acomodado entre os típicos fardos de palha até á sua presença em pista marcaram um ponto alto do fim-de-semana com a presença da nossa estrela em ascensão, Miguel Oliveira.

Para nós a próxima será apenas no Algarve Classic Festival, até lá!


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos