Velocidade Online

Nacional - Montanha

CAMPEONATO PORTUGAL DE MONTANHA JC GROUP 2019 - DOMINGOS FERNANDES NO PÓDIO DA TAÇA DE PORTUGAL CLÁSSICOS MONTANHA

Segunda, 08 Abril 2019 18:50 | Actualizado em Quarta, 12 Agosto 2020 18:06

CAMPEONATO PORTUGAL MONTANHA JC GROUP 2019 

 

RAMPA DA PENHA

 

DOMINGOS FERNANDES NO PÓDIO   DA TAÇA PORTUGAL CLÁSSICOS DE MONTANHA

 

Uma vez mais o piloto de Armamar, Domingos Fernandes ao volante do seu inconfundivel Autobianchi A 112, esteve em grande plano na jornada inaugural do Campeonato Portugal de Montanha JC Group, que teve lugar no passado fim de semana com a   realização da Rampa da Penha organizada sob a égide da Demoporto.

 

 

Logo na primeira subida da warmup realiza um tempo de 2.53.235, à média de 57,77 km/h, sendo o segundo melhor tempo em termos da Taça de Portugal de Clássicos.As condições atmosféricas não eram as melhores, mesmo assim na segunda sessão da warmup, Domingos Fernandes arrisca mais um pouco, e consegue fazer um crono de 2.34.226, à média de 64,69 km/h, sendo de novo o segundo classificado na Taça de Portugal de Clássicos de Montanha.Na primeira subida oficial de  treinos, o piloto de Armamar,consegue de forma determinada alcançar outro tempo excelente, com 2.31.115 à média de 49,49 km/h, mantendo assim a segunda posição em termos da Taça de Portugal de Clássicos de Montanha.A verdade é que o mau tempo não dava tréguas, e logo na primeira subida oficial de prova disputada quase no final da tarde de sábado, lograria obter um tempo de  2.31.022, à média de 66,26 km/h, sendo o 34ª na classificação geral e de novo o segundo clasasifcado na Taça de Portugal de Clássicos de Montanha.

 

 

 

No domingo de manhã,  a chuva ainda não tinha voltado a cair em abundância, e assim com o piso humido, Domingos Fernandes faz o melhor tempo do fim de semana com 2.28.533 à média de 67,37 km/h, e de novo o segundo classificado entre os participantes na Taça Portugal Clássicos de Montanha.Mas a melhoria em termos de tempos, continuou na subida de treinos, por sinal a terceira sessão, onde obteve um crono de 2.27.069, à média de 68.04 km/h.De repente a chuva aparece em força, tornando o piso da Rampa da Penha muito escorregadio, e assim na segunda subida de prova, Domingos Fernandes  baixou o seu  tempo, tendo feito 2.32.971 à média de 65,42 km/h.Para a derradeira subida de prova, o piloto do Autobianchi A 112 vermelho não conseguiria melhorar, onde as dificeis condições atmosféricas não permitiram fazer melhor do que 2.33.342 à média de 65, 26km /h .

 

 

 

Depois de ter subido ao pódio Domingos Fernandes narrou-nos toda esta epopeia “ dentro do possivel correu bem, mas a chuva e o piso escorregadio não deram para mais.O carro esteve bem, sem problemas de maior.Tentei melhorar em cada subida efectuada, fiz o que estava ao meu alcance, e não quis arriscar em demasia “, disse-nos todo satisfeito, com as taças em sua posse.

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos