Velocidade Online

Nacional - Montanha

CAMPEONATO PORTUGAL MONTANHA JC GROUP 2018 - JOSÉ CORREIA NA RAMPA DE BOTICIAS

Segunda, 01 Outubro 2018 17:36 | Actualizado em Quarta, 05 Agosto 2020 01:03


José Correia sagra-se vice-campeão nacional absoluto de Montanha, Gabriela Correia também brilha na Rampa de Boticas

 

O Campeonato de Portugal de Montanha JC Group encerrou em beleza na região transmontana, que recebeu a Rampa de Boticas. José Correia voltou a colocar o Nissan GT-R Nismo GT3 no segundo lugar da geral e garantiu o vice-campeonato absoluto, só atrás de uma barchetta, depois de já ter conquistado os títulos na Categoria e Grupo GT.

 

O piloto e fundador da JC Group Racing Team chegava a Boticas no segundo lugar do campeonato absoluto e manteve essa posição após mais uma excelente exibição.


“Podemos dizer que o campeonato terminou em beleza para nós, porque conseguimos tudo o que estava realisticamente ao nosso alcance”, analisou José Correia. “Ganhar os GT e ficar em segundo lugar só atrás de um excelente piloto como o Rui Ramalho e de uma barchetta tem de ser considerado muito positivo. Esta época senti-me mais à vontade com o carro e toda a equipa está de parabéns pelo excelente trabalho”, afirmou o piloto de Braga, que vai agora disputar o FIA Hill Climb Masters, em Itália, entre os dias 12 e 14 de outubro.

 

Gabriela Correia foi outro dos destaques da oitava e última prova do Campeonato de Portugal de Montanha. A jovem piloto de apenas 16 anos, que se estreou na modalidade na Rampa Internacional da Falperra, em maio, mostrou que está cada vez mais rápida ao volante do SEAT León Mk3 e repetiu o sétimo lugar absoluto que já tinha alcançado na Rampa da Senhora da Graça, além de ter voltado a subir ao pódio dos Turismos 3 (2.º lugar) e da Classe 9 (3.º lugar), e de ter sido 4.ª classificada na competitiva Categoria Turismos.

 

“O meu objetivo nesta última prova era explorar os meus limites e os limites do carro, tentar arriscar um pouco mais na condução para ver onde me situava”, referiu a promissora piloto bracarense. “Fiz 2m42,557s na última subida do fim de semana, senti-me bem e penso que os resultados também mostram a nossa evolução ao longo da época. Estas duas últimas provas do campeonato foram muito importantes para mim, para ganhar confiança e saber onde trabalhar para a próxima época. Descobri todo um mundo novo este ano mas confesso que gosto muito das provas de Montanha e acho que posso conseguir ainda melhores resultados no futuro”, apontou Gabriela Correia, que fez questão de destacar “o apoio do público, da minha família e de todas as pessoas que fazem parte do campeonato. Senti-me muito acarinhada neste meio e isso é importante para alguém que está a começar.”

 

Augusto Vasconcelos também alinhou na Rampa de Boticas ao volante do bonito Ford Escort Mk1, vindo a conseguir o segundo lugar absoluto no Campeonato de Portugal de Clássicos de Montanha e o triunfo no Grupo H75. “Já conhecia esta rampa e queria muito evoluir os meus tempos em Boticas, algo que consegui ao longo do fim de semana. Terminei com o tempo de 3m06,719s e deu para ser segundo nos Clássicos, o que me deixa contente. Só tive pena que não estivessem mais carros”, afirmou o piloto e arquiteto de Fafe.

 

 


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos