Velocidade Online

Nacional - Ralis

NACIONAL - RALIS - CARLOS VALENTIM VENCE NO CADAVAL

Quarta, 04 Dezembro 2019 11:32 | Actualizado em Sábado, 26 Setembro 2020 12:18

Carlos Valentim vence no Cadaval e dá mais

um triunfo aos KUMHO

 

Aos comandos de um Mitsubishi, Carlos Valentim e Tiago Neves foram os mais fortes no Rali do Cadaval, prova de encerramento do Campeonato Centro de Ralis 2019.

 

A dupla do Mitsubishi EVO IX “calçado” com pneus KUMHO, saltou para o comando do rali logo na 2ª especial e, mercê do seu forte andamento, de que resultaram 3 triunfos em especiais, não mais daí saiu, e chegaram ao fecho da prova prontos para saborear uma tão justa quanto excelente vitória.

Mesmo condicionados por ser a sua estreia em pisos de asfalto e terem montado travões para terra no Mitsubishi Carisma GT, Daniel Ferreira e Rodrigo Pinheiro alcançaram um magnífico 4º posto absoluto final, estando cada vez mais sólidos nas suas exibições.

 

Um disco de travão partido provocou mossa na possibilidade de terem terminado mais à frente e, como tal, o 12º lugar foi relativamente amargo para Eduardo Santos e Miguel Sintra, que alinharam no seu Subaru Impreza WRX Sti.

Logo atrás, ficou o BMW 323i da dupla formada por Manuel Alves e Alexandre Gomes, que foram logo seguidos por Pedro Silva e Luís Ribeiro, num Peugeot 206 Gti. Este 14º posto foi suficiente para a equipa do Peugeot assegurar a vitória final no CCR, no que respeito ao Grupo X1.

Já Vítor Gomes e Joel Oliveira tripularam o seu Peugeot 206 Gti até ao 16º lugar. A 17ª posição foi o pecúlio angariado por Paulo Santos e José Marques, num Peugeot 205.

O engano que protagonizaram na super especial de abertura arruinou, de imediato, a prova de Luís Almeida e Ricardo Bettencourt. Mesmo assim, arregaçaram as mangas e foram a fundo até ao fim, registando o 19º lugar no fecho do rali.

 

4 das equipas KUMHO presentes tiveram sorte totalmente azeda nesta última prova competitiva do ano.

A desistência foi o final infeliz para as prestações de Américo Maçarico e Vanessa Maçarico, a braços com problemas na bomba de travões no Mitsubishi EVO. Razão igual travou a prova da dupla Gaspar Pinto/Luís Bouça (Subaru Impreza), enquanto Vítor Matias e André Gaspar foram vítimas de um despiste que colocou o seu BMW fora de combate. Por seu lado, Paulo Ferraz e António Alexandre ficaram pelo caminho com problemas de motor no Subaru Impreza.


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos