In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


NACIONAL DE MONTANHA COMEÇA ESTE FIM DE SEMANA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 

A montanha é uma das mais espectaculares  disciplinas da velocidade automóvel  que actualmente se disputam.

São corridas curtas, onde participam alguns dos mais excitantes automóveis do parque internacional, permitindo que a competição possa ser travada com o mais modesto clássico, ou com o  mais competitivo Fórmula Um.

O conceito é simples e baseia-se sempre num traçado sinuoso, montanha acima, que se afirma como o desafio a ser cumprido no mais curto espaço de tempo possível.

As provas são designadas de rampas e o Campeonato Nacional de Montanha (CNM) é constituído por oito eventos

O Campeonato Nacional de Montanha 2014

Este ano o Campeonato Nacional de Montanha (CNM) começa já no último fim-de-semana de Abril e tem algumas alterações face à época passada.

Embora o número de provas se mantenha, assim como a distribuição das mesmas ao longo do ano, a saída das Rampas de Bragança e de Cerveira, que são substituídas pelas Rampas de Murça e da Senhora da Graça, assim como a integração da Serra da Estrela na Taça da Europa de Montanha, são os pontos fortes do calendário.

O último fim-de-semana de Abril marca o arranque da época para os pilotos do CNM. O Demo Porto é o clube encarregado da prova que se realiza no plano inclinado da Penha. A Falperra, tal como no ano passado, fica assim para o segundo lugar do campeonato, o que beneficia a visibilidade do arranque do nacional.

A prova do Clube Automóvel do Minho, Rampa da Falperra, é o ponto alto de qualquer calendário. A visibilidade que o Campeonato Europeu de Montanha empresta à prova do Clube Automóvel do Minho (CAM) faz com que a prova de Braga seja o ponto alto da época.

Uma das grandes novidades de 2014 é o regresso da Rampa da Serra da Estrela, ao plano internacional pela mão do Clube Aventura do Minho (CAMI).  Um dos mais belos traçados nacionais, com toda a tradição da prova da Covilhã – recorde-se que já pontuou para o Europeu – regressa assim ao plano internacional.

Ainda o CAMI com outra novidade, que é o facto da Rampa de Murça substituir a de Cerveira, acontecendo assim um regresso aplaudido, com o desporto automóvel a regressar às famosas Curvas de Murça, trazendo a tradição de volta à Vila Transmontana.

No calendário segue-se Paços de Ferreira, que certamente mais uma vez trará numeroso público ao plano inclinado da Capital do Móvel, encerrando o ciclo de três provas do CAMI.

Segue-se um dos mais entusiasmantes eventos de montanha do nosso calendário, que junta largos milhares no Caramulo. A Rampa do Caramulo integra o Caramulo Motor Festival e tem a organização a cargo do Targa Clube.

De seguida o CNM ruma de novo a Guimarães, para a segunda edição da Rampa da Penha e a época em o encerramento agendado para o final de Outubro, com o Gondomar Auto Sport (GAS) a ser o responsável por mais um regresso saudado, o da clássica Rampa da Senhora da Graça, em Mondim de Basto.

 

Calendário 2014

Data                                      Organização        Prova                                                  Local

26 e 27 de Abril                Demo Porto         Rampa da Penha                             Guimarães

10 e 11 de Maio               CAM                       Rampa Int. Falperra                       Braga

7 e 8 de Junho                  CAMI                      Rampa da Serra da Estrela          Covilhã

5 e 6 de Julho                    CAMI                      Rampa de Murça                            Murça

27 e 28 de Julho               CAMI                      Rampa Capital do Móvel              P. de Ferreira 

7 e 8 de Setembro          Targa Clube          Rampa do Caramulo                      Caramulo

20 e 21 de Setembro     Demo Porto         Rampa da Penha                             Guimarães

25 e 26 de Outubro        GAS                         Rampa Sr.ª da Graça                      Mondim de  Basto

  

Os clubes organizadores de provas de montanha

DEMOPORTO - Clube de Desportos Motorizados do Porto

O Clube de Desportos Motorizados do Porto nasceu do agregar do conjunto de vontades de um grupo de pessoas que, desde há vários anos, alguns já há algumas décadas, têm estado ligadas ao Desporto Motorizado, colaborando com diversos clubes de norte a sul de Portugal e organizando múltiplas provas de Automobilismo, nas mais diversas disciplinas. 

Realiza duas provas pontuáveis para o CNM, ambas na Penha.

Saiba mais em: www.demoporto.com

CAM – Clube Automóvel do Minho

A actividade do CAM, enquanto clube organizador, remonta a 1970, quando o ACP, então a autoridade desportiva, emitiu o título de organizador. O Clube de Braga passava assim a organizar provas desportivas, nomeadamente Concentrações Turísticas, Rallyes de 1ª categoria, Pop-Cross, Auto-Cross e ininterruptamente a partir de 1976 a Rampa da Falperra, que passou ao estatuto internacional em 1978, passando a pontuar para o Campeonato da Europa em 1985.

Saiba mais em: www.camminho.com

 

CAMI – Clube Aventura do Minho

O CAMI Clube Aventura do Minho, Associação sem fins lucrativos com sede em Monção, nasceu em 2005 graças ao empenho  de um grupo de entusiastas do automobilismo, que organizou a primeira prova: o Rali Vinho alvarinho. O Objectivo principal do CAMI é promover a Região do Alto Minho através de Eventos desportivos e Lúdicos com elevado Impacto em termos de comunicação. Para isso o CAMI conta com membros da organização possuidores de um Curriculum invejável, capazes de transformar o aparentemente impossível em projectos reais, vencedores e duradouros.

O CAMI é responsável pela organização das rampas Cidade da Covilhã/Serra da Estrela, Capital do Móvel/Paços de Ferreira e Murça.

Saiba mais em: www.cami.pt

 

Targa Clube

Foi no já longínquo ano de 1966 que quatro jovens residentes no Porto, pensaram constituir uma agremiação desportiva, exclusivamente dedicada aos desportos motorizados e que desse corpo à grande paixão que sentiam pela competição automóvel. Fucas Araújo Lima, Betó Sousa Pinto, Fernando Santos e Carlos Pinheiro Torres terão sido os promotores da ideia, tendo a escolha do nome do Clube sido recolhida de uma das mais antigas e prestigiadas provas italianas do calendário mundial de velocidade – a TARGA FLORIO. 

Desde essa altura até à actualidade O Targa Clube tem ocupado um plano de destaque no panorama automobilístico nacional, sendo responsável entre outras provas, pela realização da Rampa do Caramulo.

Saiba mais em: www.targaclube.com

 

GAS – Gondomar Automóvel Sport

O GAS nasceu da vontade de nove apaixonados do desporto automóvel em Novembro de 1992 realizar eventos de desportos motorizados.  

Trilhou o seu caminho com a realização de inúmeros eventos de todo o terreno turístico, ajudou a fundar a FPTT, percorreu por todas as serras de Portugal e Marrocos. Teve grande actividade no Modelismo, no BTT, realizou durante dois uma prova do Campeonato de Jet-ski, até que em 2006 foi-lhe proporcionado pela extinta secção automóvel a oportunidade de realizar o seu 1º rali, então para o Campeonato de Promoção.

A partir daí cresceu em conjunto com o Campeonato OPEN, como o firme apoio da CM Gondomar e dos patrocinadores e parceiros, atingindo as suas organizações um nível reconhecido por toda a comunidade motorsport.

2014 será contudo, um ano de grande desafios com os novos eventos, a BAJA TT DOURO para o campeoonato nacional TT e a reativação da Rampa da Sra.Graça para o nacional Montanha.

Saiba mais em: www.gas.com.pt

 

As novidades de 2014

Este ano foram feitas alguma alterações nos regulamentos, de forma a que seja possível ampliar a competitividade e alargar o leque de automóveis que poderão participar. A divisão dos vários tipos de viaturas por Categorias distintas é também uma forma de ampliar a competitividade do CNM e captar as inscrições de mais pilotos.

Assim, os regulamentos prevêem  seis categorias distintas, de acordo com o tipo de viaturas, grau de preparação, e tipos de homologação. Além disso as cilindradas mais baixas, até 1300 cm3, têm também troféus próprios.

Uma das novidades passa pelo facto de o Fórmulas, monolugares especialmente concebidos para competição, com cilindradas até 2.000 cm3 poderem pontuar para o Campeonato Nacional.

Mantém-se a aposta nas classes de promoção, assim como numa nova estrutura de pontuações, de forma a criar um campeonato mais equilibrado e disputado. Para isso pontuam sete em oito provas, ou seis, caso apenas se realizem sete. Há ainda pontos de bonificação para quem participe na última prova do ano, contribuindo assim para uma maior participação.

Mantém-se a aposta nas categorias de promoção, com custos mais reduzidos, com vista a captar novas participações. A Taça Nacional Montanha 1300 (TNM1300), para viaturas das categorias 1,2 e 5 com cilindradas até 1300 cm3 e a Taça Nacional de Montanha Clássicos (TNMC1300), também para automóveis de baixa cilindrada (menos de 1300 cm3) e integrados na Categoria 6.

O título de Campeão Nacional de Montanha Absoluto vai ser disputado pelos participantes das categorias 1 e 2, havendo ainda títulos de Campeão Nacional por categoria, nestas e nas restantes. 

 

O que são as categorias?

Devido à grande diversidade de automóveis envolvidos neste campeonato, é criado um formato de classificações que agrupa os automóveis em seis categorias distintas, de acordo com o tipo de automóvel, ano de fabrico e homologação dos mesmos.

Categoria 1 – Viaturas de Produção 

Abrange as várias classes com homologação FIA destinada a automóveis de produção, alterados para competição, de acordo com os regulamentos da Federação Internacional; nesta categoria incluem-se ainda os GT´s.

Categoria 2 – Viaturas de Competição

Destina-se aos protótipos e fórmulas (monolugares) com cilindrada limitada a 2.000 cm3 e ainda a automóveis tipo “silhueta”, com carroçarias semelhantes às do dia-a-dia, mas com base num chassis desenvolvido unicamente para competição.

Categoria 3 – Grupo X

Nesta categoria participam automóveis que provêm de troféus nacionais de ralis e cuja preparação já não se encontra de acordo com os regulamentos e homologação da época.

Categoria 4 – Super-Cars Ralicross

Esta categoria recebe os automóveis especialmente desenvolvidos para Ralicross, alguns dos automóveis mais potentes do panorama nacional.

Categoria 5 – Grupo VHFC

Categoria destinada a receber todas as viaturas que tenha perdido a homologação FIA, ou provenientes de troféus monomarca e que estejam de acordo com os regulamentos da época

Categoria 6 – Clássicos

Esta categoria destina-se a todos os automóveis de competição produzidos até 1981, no caso dos Grupos 1 a 6; ou 1999, de acordo com os regulamentos de viaturas de Grupo N, Grupo A e Grupo B

 

A época de 2013

Tiago Reis, em Norma M20F, foi o Campeão Nacional Absoluto, tendo comemorado a vitória na Rampa Capital do Móvel, em Paços de Ferreira.

A luta pelo título previa-se dura, no início e as previsões confirmaram-se com o desenrolar da época.

Reis começou com uma vitória na Penha, onde Pedro Salvador alinhou com um Mitsubishi Lancer Evo VI, pois o carro que tinha previsto para a época, só seria entregue já quase com a Rampa da Falperra à porta. 

Pedro Salvadoralinhou com um Silver Car, que não esteve à vontade no traçado rápido da Falperra. Seguiu-se a Rampa da Covilhã/Serra da Estrela, onde apesar de Pedro Salvador dominar a maior parte do tempo, se assistiu ao maior “volte-face” da época e Tiago Reis, após a derradeira subida de prova, podia comemorar a terceira vitória em três provas.

Em Bragança, Salvador estreia um Juno CN11 e domina a prova, mas o mesmo não acontece em Cerveira, onde o motor do Juno cede e Tiago Reis fica com o caminho aberto para vencer.

A Rampa Capital do Móvel, em Paços de Ferreira, foi o palco da decisão: o segundo lugar de Tiago Reis, foi suficiente para que pudesse comemorar a vitória e nem os records sucessivamente batidos por Pedro Salvador puderam contrariar o título do piloto de Famalicão.

Pedro Salvador dominou as restantes provas e assim se sagrou Campeão Nacional da Categoria 2.

Na Categoria 1 o título foi discutido até ao fim. António Nogueira em Porsche 911 e Joaquim Teixeira em Seata Leon Supercopa, foram os candidatos, que se defrontaram até à penúltima rampa.

Na Penha II, a prova que encerrou o Nacional, Joaquim Teixeira não pôde participar e António Nogueira venceu, confirmando um título já quase certo, desde a prova do Caramulo.

Ainda na Categoria 1, estava integrado o Troféu Nacional de Promoção de Montanha, que foi vencido por Ricardo Sousa, ao volante de um FIat Uno. 

Nos clássicos da Categoria 3, assistimos a uma luta entre José Pedro Gomes (Ford Escort MkII) e Aníbal Rolo (Renault 5 Turbo), mas quando chegamos à Penha II, o título já estava entregue ao homem do Escort e o mesmo se passou na Categoria 4 onde Francisco Marrão era também já o vencedor.

Abel Marques venceu o Troféu Nacional de Clássicos de Baixa Cilindrada de Montanha, a categoria de promoção dos clássicos.

Por fim, nunca por último, Sofia Mouta dominou a classificação das senhoras. Este ano a escolha de Sofia volta a passar pela Montanha, mas vai ter, certamente, mais concorrência, pois Joana Barbosa aposta também numa presença assídua.

O apoio

No BOMPISO somos especialistas em mobilidade auto.

O BOMPISO é dotado de moderníssimas instalações com uma localização privilegiada, a melhor e mais recente tecnologia, equipamentos e maquinaria de topo, profissionais competentes e qualificados.

No BOMPISO encontrará, para além da qualidade dos produtos que comercializamos e dos serviços que executamos, um atendimento extremamente profissional e personalizado, pois para além dos conhecimentos técnicos, os nossos profissionais são rigorosamente seleccionados pela sua postura e educação.

O nosso compromisso é a Satisfação Total do Cliente. A nossa prioridade é estabelecer uma relação de confiança e transparência com cada cliente, promovendo a mobilidade em segurança do seu automóvel.


Garantimos a qualidade dos nossos produtos e serviços, executados de forma célere. 
Recebemos os nossos clientes com profissionalismo, educação e simpatia. 
Proporcionamos aos nossos clientes, nas nossas instalações, todo o conforto possível. 
Praticamos preços justos.

Qualidade, Rapidez, Conforto, Preço: Cliente Satisfeito!

Tiago Reis, Campeão Nacional Absoluto, troca o Norma por um Ford Fiesta RS

 

SILVER CAR DE JOÃO FONSECA

SILVER CAR DE JOÃO FONSECA

 

Será o looking que o Silver Car com que João Fonseca irá disputar o Campeonato Nacional de MoDECORAOCARROJOAOFONSECAntanha, por sinal muito bonito, cuja decoração esteve a cargo de Paulo Miguel.

 

DOMINGOS FERNANDES NA RAMPA DA PENHA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA PENHA 1

 

DOMINGOS FERNANDES NA RAMPA DA PENHA

 

O piloto de Armamar tem tudo a postos para o inicio de mais uma época do Campeonato nacional de Montanha, uma vez mais ao volante do seu inseparável Autobianchi A 112.Sobre a prova deste fim de semana, Domingos Fernandes falou-nos um pouco “ parece que animação é algo que não irá faltar, e é importante que assim seja, pois é bom para todos, nós pilotos divertimo-nos mais, e o público segue com mais interesse os despiques que surjam em prova. Espero que o meu carro corresponda a todas as solicitações, e que consiga ganhar a minha classe, são esses os meus objectivos para a prova deste fim de semana”, disse-nos.MINGOS1MINGOS2MINGOS3

 

NUNO SILVA NO CAMPEONATO DE MONTANHA

 

Nuno Silva no Campeonato Nacional de Montanha

BMW 325i_-_Nuno_Teixeira_da_Silva


Nuno Silva, depois da sua estreia fugaz nas competições automóveis no ano passado na Rampa da Covilhã, vai apostar este ano no Campeonato Nacional de Montanha, tendo previsto para já participar em cinco provas, estando ainda em avaliação a participação no Circuito de Vila Real.

O piloto do Porto vai conduzir um BMW 325 ix, um Grupo N da categoria 6 - clássicos, e conta com a preparação e assistência da Monteiros Competições.

"O objetivo para esta época é evoluir prova a prova, e com o foco em melhorar a minha performance em cada nova subida de prova" afirma o piloto apoiado pela GOT iT !

A estreia será já na primeira prova do Campeonato Nacional de Montanha, Rampa da Penha I, nos próximos dias 26 e 27 de Abril.

 

RAMPA DA PENHA É JÁ ESTE FIM-DE-SEMANA

RAMPA DA PENHA É JÁ ESTE FIM DE SEMANA

 

TODOS À PENHA

 

RallysSprint e Regularidade Penha I e Penha II

O Demoporto – Clube de Desportos Motorizados do Porto vai realizar o RaliSprint Penha I, este a disputar-se já nos próximos dias 26 e 27 de Abril e o RaliSprint Penha II que se disputará em 20 e 21 de Setembro próximo, ambos a pontuar para o “Memorial 25 anos Oswaldo Oliveira”.
Também nas mesmas datas disputam-se as provas de Rallyes Regularidade.
Estas provas vão ser disputadas em Guimarães, mais especificamente nas competitivas estradas do Monte da Penha – também local das mais diversas manifestações turísticas e religiosas – palco histórico, desde há largos anos, das mais diversas provas de Automobilismo de Competição.
Com estas provas, desde já, a gerarem grandes expetativas desportivas espera-se a habitual adesão quer de espectadores estes em grande número para verem e sentirem “ao vivo” a acesa luta pela vitória, seja na Classificação Geral seja nas diversas Categorias em disputa, quer de concorrentes, estes brindando-nos com o seu o empenho e o espetáculo da sua condução, numa luta cerrada contra o cronómetro, tripulando os seus espectaculares e competitivos automóveis, muitos dos quais trazendo-nos à memória e reeditando sensações e momentos de condução inolvidáveis.
Assim, estas provas têm tudo para serem, com certeza, mais um êxito relembrando ainda que este percurso é o da prova de Rampa mais antiga em Portugal, com a sua 1ª Edição tendo sido realizada em 1929.

 

NOVO LOOKING PEUGEOT DE JOÃO GUIMARÃES

NOVO LOOKING DO PEUGEOT DE JOÃO GUIMARAES

 

João Guimaraes vai participar de novo em mais uma época do Campeonato Nacional de mOntanha, onde irá alinhar ao volante do seu já habitual Peugoet 206, na qual ostenta para esta época um novo looking.CARROJOAOGUIMARAES

 

TIAGO REIS TESTOU NOVO CARRO EM BRAGA

TIAGO REIS TESTOU NOVO CARRO EM BRAGA

 

Foi na semana passada que Tiago Reis esteve no circuito Vasco Stestestiago-fotoszoomsporttestestiagoreis1testestiagoreis2testestiagoreis3testestiagoreis4testestiagoreis5testestiagoreis6ameiro em Braga, a testar o seu novo Ford Fiesta com que irá participar no Campeonato Nacional de mOntanha.As fotos são da autoria da Zoomsport - António Silva

 

 

Fotos de Zoomsport - António Silva - www.velocidadeonline.com

 

MARTINE PEREIRA ESTREIA ALFA ROMEO 147

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA PENHA 1

 

 

MARTINE PEREIRA ESTREIA ALFA ROMEO 147


MART1MART2

Depois de ter feito a época passada ao volante dum Alfa Romeo 156, eis que Martine Pereira para esta  época irá estrear uma das novidades do Campeonato Nacional de Montanha, mantendo-se fiel à marca de Arese, desta feita o piloto de vila Nova de Famalicão irá surgir ao volante dum Alfa Romeo 147 inscrito na categoria 1.Não será demais referir que Martine Pereira está à vontade ao volante do carro italiano, como nos confirmou “ já conheço o carro italiano, tem um comportamento mais dócil que o Alfa 156 que veio do WTCC, por isso prevejo que o meu período de adaptação seja rápido, e que eu muito em breve consiga tirar todo o partido das potencialidades do carro ”.

 

 

Sobre os adversários com que se irá defrontar “ ainda não via a lista de inscritos, mas tenho ouvido uns comentários e pouco mais, mas estou curioso para ver que carros é que vão surgir, quantos mais melhor, para nós pilotos, como para o público que vai assistir às provas”.

 

 

 

Em relação às expectativas para a jornada deste fim de semana na Penha, Martine Pereira foi claro “espero e quero fazer o melhor resultado , não cometer erros, e que o carro esteja a 100% para fazer o melhor possivel.Ganhar a minha categoria é impossível, mas pelo menos ficar nos, lugares da frente “, disse-nos.

 

CARLOS TORRES ESTREIA NORMA M 20

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA DA PENHA 1

 

CARLOS TORRES ESTREIA NORMA M 20 NO CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

Depois de se ter estreado no ano passado no Campeonato Nacional de Montanha ao volante dum Porsche GT 4, da categoria 1, eis que para esta época, Carlos Torres faz uma nova aposta, com um novo projecto para lutar pela vitória na categoria 2, trata-se dum Norma M 20 FC, um protótipo adaptado para provas do Nacional de Montanha.

Sobre esta nova aposta, Carlos Torres falou-nos um pouco “ os protótipos sempre foram carros de corrida que exerceram um certo fascínio, e agora surgiu a oportunidade de poder participar ao volante dum carro deste tipo. A minha escolha recaiu num Norma M 20 FC, um protótipo que tem dado provas de fiabilidade e resultados em provas de Montanha disputadas na Europa, sendo assim para toda a equipa da Torres Rally Team um novo desafio por sinal bem grande “.

 

A estreia do Norma M 20 FC será na Rampa da Penha, e será importante para Carlos Torres “ sem dúvida alguma, pois irá ser a minha estreia de duas maneiras, a primeira será  ao volante do Norma, e segunda estreia será a primeira vez que vou correr na rampa da Penha”.

 

 

 

Desafio que Carlos Torres quer estar o mais preparado possível como referiu “ tenho lutado por isso, não vou para esta rampa para ganhar, nada disso, vou sim para participar e ficar a conhecer o carro o mais possível, e gostaria de ficar entre os três primeiros classificados da minha categoria, e o melhor classificado à geral. Sei que não irá ser fácil, pois tenho adversários com muita mais experiência em provas do Nacional de Montanha, mas tudo farei o que estiver ao meu alcance “, disse-nos.Barqueta Imagem_para_Dossier_2014_2
 

JOSÉ PEDRO GOMES QUER RENOVAR TITULO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA DA PENHA 1

 

JOSÉ PEDRO GOMES QUER RENOVAR O TITULO DE CAMPEÃO

 

 

José Pedro Gomes volta em 2014 ao Campeonato Nacional de Montanha com, o objectivo de renovar o titulo de campeão, utilizando para o efeito o seu competitivo Ford Escort.

 

 

No próximo fim-de-semana o Campeão em título da categoria 3, está pronto para mais uma época como nos explicou “ vou para lutar pela vitória na minha categoria, ainda não sei quem irão ser os meus adversários, pois as listas de inscritos ainda não foram publicadas, no entanto para mim só me interessa a vitória, e só espero que tudo esteja perfeito com o Ford Escort de forma a poder alcançar os objectivos a que me proponho, que como já disse é lutar pela vitória na categoria, e ficar o melhor classificado à geral”.

 

 

Novas rampas no calendário deste ano, para José Pedro Gomes mais um aliciante “ sem dúvida alguma, e  o regresso da rampa de Murça e da Senhora da Graça para mim são duas excelentes rampas, pois já lá corri, guardo boas recordações, e vêm sem dúvida alguma dar mais um incremento no Campeonato Nacional de Montanha”.maq A4.jpg1

 

AMNSPORT NA RAMPA DA PENHA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA PENHA 1

 

AMNSPORT PRESENTE NA RAMPA DA PENHA


NOG1NOG2

A equipa da AMNSport vai estar presente no próximo fim de semana na jornada inaugural do Campeonato Nacional de Montanha, que irá ter o seu inicio na Rampa da Penha, somente com o Porsche GT 2 de António Nogueira. Sobre as expectativas para  esta prova António Nogueira disse-nos” ainda não vi a lista de inscritos, há dez dias que estou fora de Portugal numa viajem de negócios, por aquilo que sei parece que na minha categoria o Tiago Reis vem com um carro novo, um Fiesta WRC, mas o meu objectivo é ganhar a categoria e ficar o melhor classificado possível em termos de geral, esperando que o meu Porsche GT 2, esteja perfeito, e possa dar o melhor retorno em termos de resultado final”.

A equipa da AMNSport fará as verificações técnicas no próximo sábado 
 

PR MINIRACING APRESENTOU ÉPOCA 2014

PRMINIRACING APRESENTOU ÉPOCA 2014

 

A equipa da PRMiniriacing apresentou o Juno com que Rui Ramalho irá alinhar na maioria das provas do Campeonato Nacional de Montanha, podendo o seu irmão alinharPRMINIRACING nas derradeiras provas do Campeonato, mas essa mesma participação estará sujeita ainda a confirmação.

 

JOÃO FONSECA DE SILVER CAR

 

Arranque da Época 2014


João Fonseca regressa com um SilverCar


O piloto da Covilhã está de regresso a um SilverCar S2, desta feita com o Team Transfradelos!

João Fonseca vai participar no Campeonato Nacional de Montanha com um dos carros que mais espectáculo proporcionam para o público, "já tinha saudades deste carro, vai ser um Campeonato muito animado." Afirma o piloto, que mais uma vez irá com o objectivo de lutar pelos lugares da frente.

Para Tiago Reis, proprietário da Equipa Transfradelos, companheiro e amigo do piloto, "Já tenho uma amizade com o João desde que cheguei à Montanha, temos uma relação de amizade e profissional fora das corridas. Vamos fazer tudo para que ele se sinta em casa e que tenha grandes resultados!

O Campeonato de Montanha começa já nos próximos dias 26 e 27 de Abril com a Rampa da Penha em Guimarães.



 e Refeições ( opcional )Foto1

 

CARROS NA BAIXA PORTUENSE

 

E SE DE REPENTE ENCONTRASSE CARROS DE CORRIDA ESTACIONADOS NA RUA?


noite1-antoniofarianoite2noite3noite4noite5noite6noite7noite8noite9

A Rua de Cândido dos Reis, no Porto, recebeu no passado Sábado (12 de Abril) à noite uma exposição de automóveis de competição.


Fotos de António Faria - www.velocidadeonline.com


 

 

CARLOS TORRES APRESENTA PROJECTO

 

Carlos Torres apresenta projeto 2014

 

Fotos Apresentao_Campeonato_Nacional_Montanha_2014_Galarias_Porto

Apesar de não ter ainda reunido o lote de patrocínios para a época, Carlos Torres aprestou o Norma M20 FC, com que vai fazer o Campeonato Nacional de Montanha.

Carlos Torres levou o carro de 2014 até à Rua de Cândido dos Reis, no Porto, onde participou numa exposição de automóveis de competição.

Ao longo da noite vários milhares de pessoas tomaram contacto com o carro e o projeto de Carlos Torres,  que vai apostar no Campeonato Nacional de Montanha.

Carlos Torres regressou à atividade, após onze anos de ausência do panorama desportivo, na Rampa Capital do Móvel, em Paços de Ferreira. Na altura dividiu os comandos de um Fiat Punto, do Troféu Desafio Único 2 com o amigo Pedro Cerqueira

A experiência agradou e na Rampa do Caramulo regressou, com um bem mais competitivo Porsche. A experiência foi positiva, com o Piloto do Torres Rally Team a lutar pelos lugares da frente e dessa forma ficava plantada a semente que para o novo projeto.

No início deste ano Carlos Torres comprou o Norma M20 FC, com que vai fazer o Campeonato Nacional de Montanha esta época, apostando assim “num projeto mais competitivo, que certamente me possibilitará lutar pelos lugares de frente na classificação geral.”

O novo carro é o natural passar para o nível seguinte, por parte deste piloto, que apostou nos ralis durante os anos 90. “Tenho a noção de que estou a tripular uma máquina completamente nova, mas entendo que em asfalto o comportamento do Norma, é idêntico ao de qualquer de carro competição. Já fiz alguns testes e adaptei-me muito bem ao carro, tem reações mais rápidas, mas no fundo é uma carro de corrida.” Rematou o homem do Norma.

Ao apostar numa barqueta, Carlos Torres passa a ter uma nova meta, em termos de CNM: “com este carro entendo que vou poder lutar pelos lugares da frente. Não pretendo ter aspirações à vitória final, mas parece-me que facilmente poderei  lutar por um lugar no pódium.” Rematou .

O impacto da ação foi de apresentação foi “espetacular, com muito público a tomar contacto com o meu projeto, que acredito possa agora ganhar um novo alento e desta forma motivar a participação dos patrocinadores que me poderão viabilizar a participação em toda a época.” Confidenciou Carlos Torres. 

 

RAMPA DO CARAMULO

 

Prova de Regularidade e Velocidade volta à Rampa do Caramulo
Espírito do Caramulo regressa a 17 de Maio

 

 

prova de velocidade Espírito do Caramulo, organizada pelo Museu do Caramulo e pelo Clube Automóvel de Viseu, regressa à Rampa do Caramulo no próximo dia 17 de Maio.
Considerado o “aquecimento” para o Caramulo Motorfestival, a prova do Espírito do Caramulo assumirá um traçado com cerca de 2.800 metros de extensão, pela serra acima, sendo este já um ícone do panorama automobilístico nacional pelas suas características técnicas que potenciam a velocidade e lhe conferem um carisma especial.
Tal como no ano anterior, a edição de 2014 vai voltar a contar com a categoria de Regularidade, que permite a participação de automóveis sem o arco de segurança (roll-bar), além de alargar o espectro a outro tipo de participantes que preferem este modelo ao da velocidade.
Para as restantes categorias, mantém-se a admissão de todos os automóveis que cumpram as normas de segurança descritas no regulamento como o arco de segurança (roll-bar), cintos de segurança, baquets e um extintor (mínimo 2kg de capacidade).

A edição de 2014 continuará também a apostar na participação de pilotos femininas, com um prémio próprio para esta categoria, reconhecendo assim a sua importância no desporto automóvel.
Simultaneamente, e como já é tradição no evento, vão decorrer em paralelo à rampa vários passeios e concentrações de clubes, como é o caso do Passeio do Clube Automóvel de Viseu, com diversos veículos clássicos. Todos estes passeios farão o percurso da rampa em desfile, logo após a última subida oficial. Adicionalmente, o Museu do Caramulo inaugura no mesmo dia a exposição temporária “Lendas da Competição”, dedicada aos automóveis que fizeram história no mundo da competição.
Programa:
11h00 – Início das subidas de treino: 2 subidas
11h45 – Chegada do Passeio do Clube Automóvel de Viseu
14h30 – Início das subidas de prova: 3 subidas
17h30 – Desfile das várias concentrações pelo percurso da rampa
18h00 – Inauguração da exposição temporária “Lendas da Competição”, no Museu do Caramulo

 

CARROS DE CORRIDA À NOITE

 

Carros de corrida à noite no Porto

CARROS DE CORRIDA, À NOITE, NO PORTO

No Sábado venha tomar um copo à Baixa do Porto e conhecer os projectos que os pilotos da Montanha têm para 2014.

 

PILOTOS DE MONTANHA REUNIDOS HOJE NO PORTO

PILOTOS DE MONTANHA REUNIDOS HOJE NO PORTO

 

 

Uma vez mais está marcado um almoço hoje no restaurante "Assador Típico" em plena zona industrial do Porto, uma reunião que irá juntar todos  os pilotos participantes no Campeonato Nacional de MOntanha, onde deverá ter lugar a eleição de novo Presidente, para além de outros membros da direcção da APPAM.

 

64820Por outro lado irá estar em discussão regulamentos, para além de outros elementos afectos a esta categoria do nosso automobilismo.

 

DOMINGOS FERNANDES APRESENTA PROJECTO PARA 2014

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA  2014-04-05

 

DOMINGOS FERNANDES APRESENTA PROJECTO DE PARTICIPAÇÃO PARA ESTA ÉPOCA

 

 

Domingos Fernandes conseguiu reunir os apoios necessários para assim poder participar no Campeonato Nacional de Montanha ao volante dó seu já habitual Autobianchi A 112.Sobre esta sua participação, começou por nos dizer “ este ano foi um bocado difícil arranjar estes apoios, pois a situação económica do pais, já todos sabemos como infelizmente está” Em termos de objectivos “ terminar todas as provas, de preferência sem problemas mecânicos, e que consiga dar o maior retorno, a quem me tem apoiado, pois sem os meus patrocinadores, não conseguia colocar de pé todo este projecto”.Sobre o Campeonato que se avizinha “ ainda não sei quem são os participantes na minha categoria e classe, espero que apareço o outro Autobianchi A 112, pois assim torna-se tudo mais interessante, não só para mim, como para o numeroso publico que se desloca às rampas que fazem parte do calendário, que estão a ter uma boa dinamização”.

 

Domingos Fernandes tem o apoio de :

 

Ópticas Duarte

 

Aquarel

 

Cerdana

 

Geo Douro

 

J.Silva Lª

 

Wi Fi Antenas

 

Agricampo

 

José Cardoso Fernandes

 

Cooperativa Agrícola de Távora

 

Irmãos Pereira

 

Billa

 

Mini Talho Domingos

 

Quinta da Azenha

 Domingos

 

PR MINIRACING APRESENTA ÉPOCA

PRMINIRACING APRESENTA ÉPOCA

 

 

Será já no próximo dia 12 do corrente que a equipa da PRMiniracing, irá apresentar a sua época, na casa do Vinho Verde, situada em plena Rua da Restauração na cidade do Porto.Segundo apuramos a equipa deverá apenas disputar o Campeonato Nacional de MOntanha com os dois JUnos, não se sabe ainda se poderão alinhar em Vila Real.Por outro lado outra das novidades da equipa, é que será Rui Ramalho a fazer grande parte das provas, isso motivdo por ter sido detectado em Uutubro do ano passado um problema de foro cancerigenero em Paulo Ramalho, problema esse já superado felizmente  com grande sucesso, estando o piloto do Porto em franca recuperação, podendo inclusive ainda fazer algumasprminiracing1prminiracing2 provas este ano, mas só no dia 12 é que ficaremos a saber o que irá fazer a equipa da PRMiniracing e os seus pilotos Paulo e Rui Ramalho.

 

PEDRO BARBOSA FINS RELEMBRADO

PEDRO BARBOSA FINS RELEMBRADO

 

Tendo falecido no passado mês de Julho, Pedro Barbosa Fins irá ser relembrado entre 29 de Março e 5 de Abril, numa exposição fotográfica a ter lugar no Hotel Porta do Sol - Conference Center and Spa em Caminhapfins300613 da autoria de Sandra Araujo, que recebeu a designação de "A Dreamer", que retrata toda a carreira do piloto de Vila Praia de Âncora, mas segundo a sua autora " os objectivos desta exposição é recordar a vivacidade, os triunfos, a garra, a humildade e o sorriso encantador deste jovem piloto que deixa um legado impar para o automobilismo em Portugal".

 

MOTA FREITAS E LUIS LOSADA APRESENTARAM PROJECTOS

MOTA FREITAS E LUIS LOSADA APRESENTARAM PROJECTOS

 

 

A dupla Luis Losada e Mota Freitas apresentaram ontem na entrada do Shopping Center Brasilia, mesmo em frente  à Pataco, os carros com que irão alinhar no Nacional de Clássicos.Para já nos planos da equipa há a certeza de particparem na corrida de Vila Real, existindo a possibilidade de correr em Braga.Assim Luis Losada irá participar ao volante do Fiat 124, enquanto José Mota Freitas alinhará ao volante do seu já habitual Mini, mas a grande novidade será a estreia do pilotod e Viana do castelo ao volante dum Fórmula Ford, que irá participar em algumas provas dos Single Seaters.

 

Texto e foFOX 5021FOX 5022FOX 5023FOX 5028FOX 5031FOX 5025FOX 5026FOX 5027FOX 5028FOX 5031FOX 5032FOX 5033FOX 5034FOX 5035FOX 5036FOX 5037FOX 5038FOX 5039FOX 5040FOX 5041FOX 5042tos de João Raposo - www.velocidadeonline.com 

 

TORRES RALLY TEAM DE REGRESSO

 

Torres Rally Team: o regresso


Carlos Torres_old_daysCarlos Torres_Press

A poucos dias de se iniciar o Rali de Portugal, o Torres Rally Team regressa ao panorama do desporto automóvel nacional, pelas mãos de Carlos Jorge Torres, filho do campeão Carlos Torres.

Na década de setenta e oitenta do século passado, Carlos Torres e o Torres Rally Team ombrearam com os melhores pilotos e equipas de então, permitindo a Carlos Torres alcançar o lugar de melhor piloto português no Rali de Portugal nos anos de 1978, 79, 80 e 82, campeão nacional de ralis em 1978, alcançando, igualmente, a vitória em várias provas do mundial de ralis em Grupo 1.

PeloTorres Rally Team passaram, também, dos melhores pilotos nacionais, tais como Joaquim Santos, Jorge Ortigão, Pedro Cortez e Rui Lages, cimentando a história de sucesso da equipa da zona centro norte do país.

Com todo este historial, Carlos Jorge Torres decidiu voltar à competição, dando vida ao projecto iniciado pelo seu pai.

Carlos Jorge Torres irá participar no Campeonato Nacional de Montanha a bordo de um Norma M 20F.

O Campeonato Nacional de Montanha tem sido, ao longo dos anos, dos mais disputados a nível a nacional, contendo duas provas internacionais – Falperra e Covilhã -, atraindo sempre milhares de pessoas aos locais das provas.

O carro a utilizar pelo Torres Rally Team será um dos mais evoluídos do plantel e, de acordo com o piloto “ permitir-me-á  disputar os lugares cimeiros da geral, tendo a noção que quanto mais experiência melhor os resultados poderão ser”.

Sobre o regresso da Torres Rally Team, o piloto e responsável do projecto refere que “ eu tenho uma paixão enorme pelas corridas e estas servem para honrar o nome do meu Pai. Desde os anos 90 que corro com a imagem do team e, agora, decidimos apostar numa imagem mais forte, tendo condições de dar retorno muito positivo aos nossos patrocinadores”.

 

MAQUINÃO DE TIAGO REIS

MAQUINÃO DE TIAGO REIS

 

Já se encontra em Portugal, o novo Ford Fiesta com que Tiago Reis irá participar no Campoeonato Nacional de Montanha, sendo para já um dos principais protagonistas em termos de categoria 1carrotiagoreis

 

A OPINIÃO DE DANIEL VIDAL

DANIEL VIDAL FALA DO CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

 

RAMPAS - FPAK

 

 

Ontem tive a oportunidade de ler o REGULAMENTO das RAMPAS. Ainda não acredito que seja verdade o que li. Só pode haver lapso ou descuido do Presidente da FPAK, que rectificará quando ler atentamente. Ninguém pretende que a FPAK, continue como um FEUDO, beneficiando uns amigos e prejudicando outros. Li que as viaturas estavam limitadas aos 2 litros. Como é possível que os crânios da FPAK, tenham deixado de fora as viaturas e Pilotos com motores superiores a 2 litros? Esqueceram-se que existem pessoas para os 3 e mais litros? Esqueceram-se que nas Rampas do Norte do País  existe a possibilidade de convidar Espanhóis a inscreverem- se nas Rampas Portuguesas ?  Na Rampa da Falperra o regulamento está aberto às viaturas de 3 litros e superiores, monologares, bilugares e outros. Na Rampa  da Serra da Estrela idem. Se não sabem fazer regulamentos copiem os bens feitos ou peçam ajuda a quem sabe. O David Cabral tem muita experiência e estou certo que estará disponível para ajudar. Eu sei , apareceram uns amigos a dizer comprei viaturas de 2 litros o regulamento tem que  ser limitado a dois litros e os que compraram ou pensam comprar 3 litros e superiores ficam de fora? Como sempre a beneficiar uns e desculpem o termo "LIXAR" outros. Não pode ser o Sr. Presidente que tome medidas e acabe com estas porcarias. Regulamentos livres .por acaso sabem que os Osella e outros de 3 litros compram-se a bom preço? Eles correram na Falperra e na Covilhã. Sr. PRESIDENTE não deixe que a FPAK volte ao antigamente. Acredito e confio na sua competência e  dinamismo, por favor tome medidas e mande rectificar o que está mal. Por favor rodeie- se de pessoas que vistam a camisola e se dediquem  a 100% à causa , em benefício do Desporto Automóvel. Peço desculpa se não fui simpático para alguns , o regulamento é para todos.

 

 

vidalDanielVidal

 

VLASSOV PODE DEIXAR NACIONAL DE MONTANHA

VLASSOV PODE DEIXAR NACIONAL DE MONTANHA

 

 

Apareceu na cena do nacional de MOntanha, este russo, que montou pelas suas próprias mãos este Golf.Mas parece que este ano as suas participações pdoerão ser outras.

 

EQUIPA INTERNACIONAL...
A falta de apoios e a subida de custos, estava a colocar em risco a possibilidade de Ivan Vlasov continuar a competir com o seu espectacular VW Golf.
Colocado a par das provas que disputamos, achou interessante e deverá assim fazer companhia ao Mercedes 450 Slc e ao Fiat 127, do TEAM ALEGRIA TODOS OS DIAS, disputando as Rampas do NDML e mais algumas.

 

JOSÉ PEDRO GOMES FIEL AO ESCORT

JOSÉ PEDRO GOMES FIEL AO ESCORT

 

José Pedro Gomes vai este ano participar no Campeonato Nacional de MOntanha, com o mesmo Escort com que participou no ano passado, na qual sagrou-se campeão.jpgomews

 

IRMÃOS REIS EM FRENTES DIFERENTES

IRMAÕS REIS EM FRENTES DIFERENTES

 

Para já está confirmado que Tiago Reis irá participar no Campeonato Nacionald e MOntanha, com um novo Fiesta.Mas comenta-se em termos de bastidores, que Edgar Reis, irmão de Tiago, poderá "herdar " o Norma, e assim poder lutar pelo titulo à geral.reis1reis2reis3

 

TIAGO REIS SEMPRE SE MANTÉM NA MONTANHA

TIAGO REIS SEMPRE SE MANTÉM NA MONTANHA

 

 

Recentemente informamos que Tiago Reis poderia trocar o Campeonato Nacionald e MOntanha pelo ralicross, mas a verdade é que o piloto da Transfradelos, vai acabar por participar no Nacional de MOntanha, não ao volante do seu Norma, mas sim dum Ford Fieta RS, que " debita" apenas 600 cv de potência. Equipado com tração integral, Tiago Reis foi buscar este carro à Eswlováquia, dispõe de tracção integral, caixa sequencial de seis velocidades, sendo a carroçaria feita pela M-Sport, empresa responsável pela preparação dos Fiestas para ralis e não só.Tiago-Reis 2

 

REGULAMENTOS DO NACIONAL DE MONTANHA JÁ FORAM PUBLICADOS

REGULAMENTOS NO NACIONAL DE MONTANHA JÁ FORAM PUBLICADOS

 

 

Finalmente que os regulamentos para o campeonato Nacional de Montanha foram já publicados, e já não era sem tempos, pois todo este interregno, veio com certeza perturbar os projectos dos pilotos para este campeonato, em termos de obtenção de patrocinios.

 

Mas as principais novidades, residem em dois artigos que deixaram alguns pilotos descontentes, pois permite a participação de monolugares e spor prótotipos com motores até 3 litros.Isto logicamente que veio estragar os planos de uma série de pilkotos interessados nas barchetas, que o regulamento passado estipulava que só podiam utilizar com motores até 2 litros, e com isso alguns destes pilotos foram surprendidos com esta nova medida.Outro aspecto do novo regulamento, após leitura atenta do mesmo pode-se verificar que só os participantes de categoria 1 e 2 ( qua agrupam os Turismos, e no caso da categoria 2, os protótipos), é que poderão ter acesso ao titulo bsoluto, o que não acontecerá com as restantes quatro categorias disponiveis, e que comprendem os clássicos.Outro ponto que suscitou a nossa atenção, é a bonificação de cinco pontos a quem participar nas sete provas das oito que fazem parte do campeonato.Mas no caso de participar na totalidade das provas, a bonificação passa para os dez pontos.

 

Por outro lado, o piloto mais rápido da sessão de treinos receberá um ponto extra, podendo surgir mais um ponto extra no caso de fazer a totalidade das subidas.

 

Em termos de calendário, os participantes começam na Rampa da Penha, passando depois pela Rampa da Falperra, Serra da Estrela -Covilhã, Porca de Murça, CAMI (poderá ser a Rampa Paços de Ferreira), Caramulo, Penha 2 e Sra. da Graça.MART

 

CAMPEONATO IBÉRICO DE MONTANHA

CAMPEONATO IBÉRICO DE MONTANHA

 

A FPAK e a Federação Espanhola chegaram a um acordo para a realização duma Taça Ibérica de Montanha, composta por quatro provas que são as seguintes :

 

26-27 Abril - Rampa de Ubrique - Espanha

 

10-11 Maio - Rampa da Falperra - Potiago-reis-nunorganista-top-35-77ec-55e7rtugal

 

17-18 Maio - Rampa Fito - Espanha

 

20-21 Setembro - Rampa da Penha - POrtugal

 

 

RAMPA DA ARRÁBIDA QUER VOLTAR A RECEBER COMPETIÇÕES

RAMPA DA ARRÁBIDA QUER VOLTAR A RECEBER COMPETIÇÕES

 

O clube motorismo de Setúbal está a tentar com que a Rampa se realize já este ano como Rallye sprint para termos os tempos Aureos de motorismo de volta!
Vamos ter 3 classes para classicos até 1982 e restantes provas abertas para todos o tipo de automoveis consoante as suas cilindradas!
Uma grande noticia não acham??
Assim que abrirem as inscrições informamos!

Aqui está o projecto da nossa Rampa.

Traçado com 2.850 metros de comprimento.
Subida dos 50 metros de altitude até aos 182 metros.
Previsão de tempos - 1m,40s

 

TIAGO REIS ABANDONA NACIONAL DE MONTANHA

TIAGO REIS ABANDONA NACIONAL DE MONTANHA

 

 

O actual Campeão em título de Montanha Tiago Reis, anunciou esta semana que irá abandonar esta categoria em detrimento do Ralicross.Por aquilo que apuramos, o bjectivo de Tiago Reis era ir directamente para os ralis, só que a falta de conhecimento, levou a que o piloto optasse por fazer uma época de ralicross, e então em 2015 fará a época da ralis.Em relação ao seu irmão Edgar Reis não se saberá ainda o que irá fazer, embora possa vir a conduzir o Norma no Nacional de Tiago-Reis 2tiago MOntanha, com a supervisão de Tiago Reis.

 

RAMPA DE MURÇA REGRESSA AO NACIONAL DE MONTANHA

 

Rampa da Murça



SE MURÇA NÃO VAI À MONTANHA…

… o Campeonato Nacional de Montanha vai a Murça, em cinco e seis de Julho próximo.



SE MURÇA NÃO VAI À MONTANHA…

… o Campeonato Nacional de Montanha vai a Murça, em cinco e seis de Julho próximo.

É o retorno aplaudido de um traçado espectacular, que estava fora do calendário há já alguns anos e que em Julho vai voltar de receber provas, sendo o palco da quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha 2014.

Murça é um marco incontornável no desporto automóvel nacional. Ralis, Todo-o-terreno e, claro, a Rampa foram verdadeiros cartões-de-visita daquela região transmontana, que nos últimos anos, esteve “afastada” automóveis.

O regresso acontece pela mão do CAMI, que abandona o traçado de Cerveira e coloca Murça de novo no mapa da Montanha, juntamente com a Covilhã e Paços de Ferreira, também organizações do clube portuense.

 

PEDRO ALVES EM DUAS FRENTES

PEDRO ALVES EM DUASIMG 2674-copy1 FRENTES

 

 

Tendo competido no ano passado nos clássicos ao volante dum Toyota Starlet, para 2014, Pedro Alves tem mais ou menos já delineado aquilo que poderá ser a sua época, como nos explicou " para já tenho prevista a participação no Rali de Portugal, ao volante dum Subaru, e depois queria ver se fazia a prova de Vila Real.Depois tenho em estudo mais umas provas, mas para já nada de concreto, vamos ter de esperar um pouco mais ".

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA COM NOVA DATA

RAMPA SERRA DA ESTRELA COM NOVA DATA

 

 

A Rampa Serra da Estrela, passou a ter nova data de realização, passando agora a ser disputada a 7 e 8 de JUnho, organizada sob a égide do Cami.SERRA

 

NOVO LOOK PARA MINI DE TEIXEIRA

NOVO LOOK PARA MINI DE TEIXEIRA

 

 

Será esta a decoração que o Mini de António Teixeira irá envergar esta época de 2014, não se sabendo para já quais são as provas que irá estar presente, embora se comente nos bastidores que o piloto poderá fazer provas do Campeonato Nacional de Montanha, e o circuito de Vila Real, mas para já nada está ainda confirmado.teixeira-nac.montanha

 

MARTINE PEREIRA REVELA PROJECTO PARA A ÉPOCA DE 2014

 

MARTINE PEREIRA REVELA PROJECTO PARA ÉPOCA DE 2014


MART1MART2MART3MART4MART5MART6MART7MART8MART9MART10MART11MART12

Martine Pereira tem já tudo delineado para a época  deste ano, onde irá participar no Campeonato Nacional de Montanha ao volante dum Alfa Romeo 147 da categoria 1, utilizando o 156, apenas no circuito de Vila Real. Recorde-se que no ano passado Martine Pereira comprou este Alfa Romeo, que venceu provas pelas mãos de Tarquini há uns anos a esta parte, no entanto o piloto de Famalicão, verificou que este carro não é o mais  adequado para provas de Montanha, como nos explicou “ o Alfa Romeo 156 é um carro fabuloso para conduzir, no entanto para todos os efeitos este é um carro de pista, e na realidade no ano passado utilizei-o em provas de Montanha, e o seu desempenho só não foi melhor, pois tive sempre muitas dificuldades no arranque, onde perdi sempre muito tempo. Por isso em 2014, este Alfa Romeo para já irá ao circuito de Vila Real, onde irei correr integrado na prova de GT, protótipos e Turismos”. Sobre o Nacional de Montanha “ está a ser preparado o Alfa Romeo 147, que na minha opinião é o carro mais adequado para este tipo de prova, e pretendo que seja muito competitivo, e marcarei presença em todas as provas do calendário”.

 

 

 

Mas a verdade é que Martine Pereira tem mais carros para competir, no entanto, alguns estão com outro destino como nos explicou “ em relação ao Renault Clio no ano passado esteve alugado ao Bernardo SÁ Nogueira, não sei se irá correr de novo, por isso este carro e o Porsche GT 4 estão para ser vendidos ou alugados”. Sobre o Lola T 270, em que chegou a ser sagrado campeão, acrescentou “ este carro está todo a ser restaurado de forma original, já adquiri um novo motor nos Estados Unidos, e quero este carro igual aos que correm por essa Europa, que se diga de passagem que não são muitos, e com este carro pretendo participar no Le Mans Classic, aliás aproveito esta ocasião para agradecer publicamente toda a ajuda que o Carlos Barbot me deu, fornecendo todas as informações necessárias para o restauro correcto do carro”.

 

MARTINE PEREIRA ALUGA OU VENDE

MARTINE PEREIRA VENDE OU ALUGA

 

 

Martine Pereira tem para alugar ou vender dois dos seus carros de competição, trata-se do Porsche GT 4 e do Renault.Ambos foram todos revistos, e estão prontos para competir.Para mais informações por favor contactar 91 9092937 ou 252 957500MART1MART2MART3MART4

 

DOMINGOS FERNANDES RECEBEU PRÉMIOS NA GALA DA FPAK

DOMINGOS FERNANDES RECEBEU PRÉMIOS NA GALA DA FPAK

 

O piloto de Armamar esteve presente na edição deste ano da Gala dos Campeões organizado sob a égide da FPAK; onde recebeu os seus prémios pela vitória em termos de categoria na dsicplina do Campeonato Nacional de Montanha, onde esteve presente ao volante do seu Autobianchi A 112.mingosf1mingosf2mingosf3mingosf4mingosf5mingosf6mingosf7

 

PILOTOS DE MONTANHA RECEBEM PRÉMIOS

PILOTOS DE MONTANHA RECEBEM PRÉMIOS

A Gala de Consagração dos Campeões 2013 realizou-se ontem, Domingo dia 19 de Janeiro, no auditório Prof. Armando Simões dos Santos, na Faculdade de Medicina Dentária de Lisboa.

Numa cerimónia que reuniu mais de duas centenas de galardoados, entre os Campeões e vencedores das vários campeonatos, competições e troféus realizados sob a égide da FPAK, os pilotos de montanha não faltaram.

Entre os Campeões Nacionais presentes, destaquem-se Pedro Salvador Vice-campeão absoluto e Campeão na Categoria 2 e António Nogueira o Campeão de Portugal de Montanha na Categoria 1, que simultaneamente foi laureado com o Prémio Carreira.

Sofia Mouta recebeu o prémio de melhor senhora, um troféu justo para quem cada vez mais se afirma como um exemplo, que devia ser seguido por mais mulheres… com “M” grande, leia-se.

Presenças também de Abel Marques, vencedor do Troféu Nacional de Clássicos de Baixa Cilindrada de Montanha; Domingos Fernandes, melhor classificado nos Históricos 75; Joaquim Teixeira e Miguel Ferreira da Silva, respectivamente segundo e terceiro classificados da Categoria 1. Ricardo Sousa recebeu o Troféu Nacional de Promoção de Montanha.

Novas datas para a Rampa da Serra da Estrela

A Rampa da Serra da Estrela/Covilhã sofreu uma alteração de datas, motivada pela realização das Eleições Europeias. Assim, esta prova passará a realizar-se na sexta e sábado, dias 23 e 24 de Maio.

Recorde-se que o Campeonato Nacional de Montanha, arranca na Penha, nos próximos dias 26 e 27 de Abril.

António Nogueira recebeu o Prémio Carreira das mãos do presidente da FPAK, Manuel Mello Breyner. 

 

MOUTA PREMIADA NA GALA FPAK

 

Sofia Mouta premiada na Gala dos Campeões 2013

IMG 2976IMG 4239moutamouta2

Sofia Mouta deslocou-se este Domingo, à faculdade de Medicina Dentária, em Lisboa, a fim de receber o troféu referente à sua participação no Campeonato de Portugal de Montanha 2013.

“Foi um ano excelente, a adaptação ao BMW 320i foi notória de prova para prova e consegui alcançar os objetivos a que me tinha proposto. O Grupo José Pimenta Marques mais uma vez apostou em mim e sem eles seria impossível esta grande época.”

Para 2014, a piloto espera estar presente de novo no Campeonato de Portugal de Montanha mas, desta vez, a aposta será num carro de tração à frente. “ Ainda nada está definido mas estou a tentar reunir os apoios necessários para voltar a fazer algumas provas mas desta vez ao volante de um Citroen Saxo. Além disso espero também estar presente em alguns ralis como co-piloto” refere a piloto de Braga

Sofia Mouta agradece ainda a todos os que fizeram esta época possível.  “O Grupo José Pimenta Marques já me apoia desde 2011 e sem eles nada disto seria possível, além disso não posso deixar de agradecer à A.Pedro & Braga, Fisioterapia Tiago Silva, Ofirodas e à Mr. Wheeler Motorsport”.

 

EM AMENA CAVAQUEIRA COM....

 

EM AMENA CAVAQUEIRA….

 

 

PEDRO SALVADOR – TIVE UMA ÉPOCA MUITO ATRIBULADA

 

È um nome que dispensa apresentações, Pedro Salvador é um dos melhores pilotos da actualidade, fruto das suas inúmeras vitórias, e o ano de 2013, por pouco não lhe deu mais um titulo, e foi precisamente que questionamos o piloto flaviense para nos fazer o balanço aquilo que foi a época que passou “Balanço positivo. Na montanha tive uma época muito atribulada com a troca de carro e alguns problemas técnicos que o carro apresentou, o que acabou por condicionar o resultado final. Consegui vencer a categoria 2 mas infelizmente no que diz respeito ao título absoluto empatamos com o Tiago e acabei por ser Vice-Campeão no desempate. Parabéns ao Tiago pelo título conquistado. Nos GT'S, tive aquele que considero o ponto alto da época com o Circuito da Boavista, onde conseguimos a pole e dominar a primeira parte da corrida. Finalizamos a prova em 2ºLugar. Uma prova memorável. Para 2014, quais os planos “Para 2014 pretendo participar no Campeonato nacional de Velocidade e no Campeonato de Nacional de Montanha.”

 

 

 

Sobre o Juno que utilizou Pedro Salvador falou-nos um pouco “O Juno que utilizei era um carro de 2011, não tinha as evoluções de 2013. Em relação à escolha do Silver car pareceu-me a mais acertada. No que diz respeito ao Wolf, tenho pena apenas de ter tido  por algum tempo uma ligação à CRM Motorsport.”andando com o Juno, , Silver Car e o Porsche GT 3 R  nos limites é um carro que aceita erros? no caso de se cometer um erro é fácil  ir buscar, que sem perder tempo respondeu logo “Todos os carros dão imenso gozo de condução. Desde que o set up seja o correcto todos eles são estáveis e fáceis de corrigir no caso de um excesso. “.Já há alguns anos que o nosso entrevistado de hoje participa de forma assídua no Nacional de Montanha, por isso perguntamos, quais as rampas que mais e menos gosta “As minhas Rampas favoritas são as seguintes : 

 Falperra - Velocidade, público

 Capital do Móvel - Técnica

 Caramulo - Organização, público, evento multifacetado

 Murça - Infelizmente não se realiza mas sempre foi dos traçados mais exigentes. 

 

  Circuitos : 

Boavista - Citadino, desafio, público, localização.

Vila Real - Home. Velocidade, mística, público, desafio, citadino, emoção

 

Na sua opinião acha que as provas de GT deveriam ser integradas nas provas do Nacional de Montanha? “Na minha opinião deverá ser feita tudo aquilo que estiver ao nosso alcance para termos cada vez mais e melhores provas. “No seu ponto de vista como piloto, que acha da actual situação do automobilismo em Portugal ? e no caso especifico da velocidade e  montanha? Que sugestões construtivas propunha à Federação para o incremento desta categoria, o que depois de reflectir um pouco ripostou “O automobilismo em Portugal não passa indiferente ao que se passa economicamente a nível nacional e europeu. Não tenho sugestões para dar neste momento à FPAK. Espero que consigam desempenhar bem a sua missão, que não se afigura fácil e que a curto e médio prazo possamos ter um automobilismo cada vez mais forte.”.Projectos para correr fora de Portugal “ não”.

Nos minutos que antecede uma corrida, segue algum ritual antes de entrar no carro? qual? Depois já dentro do carro, com os cintos colocados, o que vai na mente nessa altura? nenhum ritual em particular. Antes de iniciar uam prova, a mente fica vazia e tento concentrar-me ao máximo. Vencer é a palavra de ordem nesse momento e tento sempre ser o mais rápido e eficiente”. Para chegar ao nível a que chegou, tens de fazer preparação física para as provas  em que participas também te obriga a isso?que tipo de preparação fazes e que tipo de alimentação praticas ?“Preparação física ao cargo do fantástico Nilton Bala no Place Foz Health Club. Preparação específica para o automobilismo, sempre muito bem supervisionada pelo Nilton, um verdadeiro especialista na àrea. 

  A favor dos circuitos urbanos ?Qual o maior desafio para ti? “Não só sou a favor como são os meus favoritos.  São vários, não posso enumerar um apenas. “

A experiencia de Angola, é para continuar em 2013? Que tal foi a sensação de te sentares de novo ao volante do teu antigo Juno, que muitas alegrias te deu? qual a tua opinião sobre o automobilismo em Angola, que viste de perto? “A experiência em Angola foi óptima. Em 2014 não sei se vou voltar, não depende de mim nem do meu desejo. Se surgir uma oportunidade irei com todo o gosto. O automobilismo em Angola encontra-se numa fase de desenvolvimento, com bons carros, muitos apaixonados pelo desporto automóvel e com a FADM que tem a difícil missão de transforma o Automobilismo amador em algo mais profissional e principalmente mais seguro.”  

 Entrevista de João Raposo – www.velocidadeonline.comsalv1salv2salv3salv4salv5salv7salv7salv8salv9salv10

 

A CANSEIRA DE TIAGO REIS

A CANSEIRA DE TIAGO REIS

 

O actual campeão de Montanha esteve no passado fim de semana no salão de Birminghan, na qual tanto andou, que acabou por se cansar, ao ponto de se sentar para descansar....tiago8

 

MARTINE PEREIRA TEM PARA ALUGAR/VENDER

MARTINE PEREIRA TEM PARA VENDER OU ALGUAR

 

 

Martine Pereira tem para vender ou alugar Alfa Roemo 147, revisto pronto a correr ,preparado para provas do campeonasto de Montanha, provas de velocidade, e ralis.Para mais informações por favor contactar m252 952 500 ou 919092937mar1mar2mar3

 

MARTINE PEREIRA TEM PARA VENDA

MARTINE PEREIRA TEM PARA VENDA

 

 

Martine Pereira tem para venda ou aluger Porsche GT 4, pronto para correr em rpovas do Campeonato Nacional de Montanha, provas de velocidade, todo revisto.Para mais informações por favor contactar :  91 - 9092937 ou 252 952 500mart1mart2mart3mart4

 

TIAGO DE REIS DE PORSCHE NA MONTANHA?

TIAGO REIS DE PORSCHE NA MONTANHA

 

 

Nada está confirmado, mas a verdade e´q eu o piloto esteve este fim de semana no salão de competição que está a ter lugar em Birminghan em Inglaterra, e mostoru muito interesse na obtenção de informações dum Porscge GT 3, exposto neste evento.Será que vamos ver o Campeão de Montnaha a trocar de categoria ? Vamos ter de esperar para ver.....reis1reis2

 

SERÁ QUE O O LEITOR SABE?

SERÁ QUE O LEITOR SABE

 

 

Há uns dias a esta parte, estavamos a consultar o site da JUno, e foi curioso reparar que as imagens que lá surgem dos diferentes JUnos que correm por toda a Europa e não só, o que mais surge é curiosamente o carro de Pedro salvador.salvador nofacebbokdajuno

 

RAMPA DA ARRÁBIDA QUER VOLTAR Á MONTANHA

RAMPA DA ARRÁBIDA QUER INTEGRAR NACIONAL DE MONTANHA

 

Não será em 2014, que a Rampa da Arrábida irá integrar o calendário de provas, mas em 2015, esta lindda rama organizada nos arredores de Setubal, quer fazer parte do calendário.De recordar com a extinção desta prova e da rampa de Figueiró dos Vinhos, quase todas as provas organizam-se no norte de Portugal, onde apenas a Rampa da Serra da Estrela e Caramulo têm lugar abaixo do rio Douro.1001644

 

EM AMENA CAVAQUEIRA COM....

 

EM AMENA CAVAQUEIRA COM

 

 

JOAQUIM TEIXEIRA – PRESIDENTE DA APPAM

 

2013 FOI UM ANO MUITO POSITIVO PARA APPAM, palavras de Joaquim Teixeira sobre o Nacional de Montanha

 

 

Eleito no inicio de 2013, para presidente da Appam, a associação que congrega os pilotos que participam no Nacional de Montanha, pelos vistos o balanço é deveras positivo, como nos confirmou, logo no inicio da nossa conversa 2013 foi um ano muito positivo para a APPAM, porque conseguimos revitalizar o Campeonato de Montanha. Pela primeira vez conseguimos arranjar um Patrocinador para este Campeonato que foi a BOMPISO, e isso possibilitou-nos arranjar com o promotor , desenvolver um projecto de promoção e divulgação para o CPM 2013, que obteve resultados muito positivos para todos. Em 2013 o CPM teve uma publicação de 438 noticias nos diversos órgãos da comunicação social, que proporcionaram um retorno de quase meio milhão de euros, tendo conseguido cerca de 260.000 espectadores presentes nas provas.” Perante tremendo sucesso, quais os objectivos para 2014, o que logo retorquiu “Queremos criar protocolos com unidades hoteleiras, restaurantes e outros parceiros de que os nossos associados que possam beneficiar durante as provas do campeonato, continuar a manter e se possível melhorar o bom relacionamento com todos os clubes organizadores de provas e com a FPAK, aumentar o numero de pilotos presentes nas provas, dinamizar o Troféu de Juventude, bem como o 1300cc e de Clássicos baixa cilindrada, conseguir uma maior divulgação e promoção das provas na comunicação social e para isso iremos procurar manter e reforçar a colaboração com todos os que connosco colaboraram em 2013, e se possível aumentar o numero de parceiros, e dinamizar ainda mais os tempos mortos das provas, de modo a conseguirmos ter uma maior interacção publico / pilotos. “Mas a APPAM; não está parada, e pelos vistos parece que vão surgir surpresas, como nos confirmou Joaquim Teixeira “Pretendemos aumentar a competitividade do Campeonato Nacional de Montanha, promovendo mais disputa e mais objectivos de luta saudável entre os pilotos, como a criação de vencedores de classes, e grupos em todas as categorias, a criação de campeões em cada categoria, e uma melhor organização de cada uma de modo a existir sempre em cada prova motivos para cada piloto poder participar sabendo que não será só mais um para fazer lista, porque passa ater possibilidade de lutar com viaturas idênticas pela classe ou pelo grupo, quer nas provas quer no final do campeonato. Criar melhores condições de segurança nas provas, e articular com todas as organizações uma melhor parceria de modo a que todos os intervenientes possam beneficiar disso.”

 


 
Sobre a organização das rampas, pedimos ao nosso entrevistado para nos confirmar quais são as melhores, o que após uma pequena reflexão disse-nosÉ muito subjectivo, porque umas são melhores em uns aspectos e outras em outros. As provas da Penha, como ponto positivo tem publico, mas tem como ponto negativo a dificuldade de comunicação dos tempos em cada subida devido ao parque de assistência ficar na chegada, e o traçado ser muito estreito para algum tipo de viaturas. Paços de Ferreira tem muito publico, um traçado engraçado, um bom parque de assistência, mas como pontos negativos não costuma nunca respeitar os horários e números de subidas programadas para o primeiro dia, e a pré grelha junto à partida é muito reduzida a nível de espaço. Falperra é uma prova mítica tem como ponto positivo muito publico, e que em 2013 teve uma melhor organização, como ponto negativo a existência  do parque de assistência ser mau e em paralelo, e o melhor parque ficar sempre para estrangeiros acabando por ficar deserto com meia dúzia de viaturas, o que não se compreende porque no Campeonato Nacional Montanha existem viaturas com fundos planos e altura rigorosamente iguais às estrangeiras que podiam e deveriam também ficar no parque principal, era uma questão de organização. Caramulo tem como ponto positivo muito publico, e nestes dois últimos anos com a passagem da prova para os dois dias melhorou a nível de tempos para assistência, embora o  parque de assistência seja reduzido, por outro lado a nível logístico é das melhores nos últimos anos, concretamente no fim de cada subida, onde não falta bebidas, comida e tempos online, como ponto menos positivo o parque de chegada ser muito estreito e reduzido. Serra da Estrela como ponto positivo é o traçado mais seguro, tem muito público, e como ponto negativo o parque de assistência ser inclinado e reduzido, e também o parque de chegada muito extenso e difícil para algumas viaturas. Cerveira acho tem como ponto negativo o parque de assistência e de chegada, e também ter pouco publico. Bragança, como ponto positivo a recepção e condições de alojamento e alimentação fornecida às equipas, como negativo a falta de organização durante a prova, e a falta de público. Estas duas últimas vão ser substituídas em principio por Mondim de Basto e Murça e espero que sejam melhores que as anteriores.” Pelos vistos há a hipótese dos GT terem no seu calendário duas provas de Montanha, e questionamos o presidente da Appam, sobre o assunto “Se a pergunta é se o CPC deverá integrar o o CNM, não sou a favor, se a pergunta é se o CPC deverá fazer algumas provas de Montanha com classificações à parte, sim sou a favor porque todos beneficiam, o CPC porque vai disputar provas onde tem publico e por isso retorno para os patrocinadores e beneficia o CNM porque as provas passam a ter viaturas diferentes e por isso leva mais publico a essa provas. Em resumo penso que a participação do CPC em uma ou duas provas de montanha com classificações separadas é benéfico para todo, CPC, CNM, organizadores e publico.
 
A criação de novas categorias, para a Montanha, já está em curso, como nos foi confirmado por Joaquim Teixeira “Estamos a tentar criar um troféu de juventude para pilotos a partir dos 16 anos com viaturas limitadas a 1200cc ou 1300cc e com limitação de pneus e alterações mecânicas, de modo a reduzir custos, mas onde poderão lutar por uma classificação à parte de todas as categorias, e onde se poderão aproveitar vários tipos de viaturas que estão paradas, como FIAT UNOS, TOYOTA STARLET, TOYOTA YARIS etc. Em 2013 a participação nos troféus de baixa cilindrada foi muito reduzida e por isso este ano esperamos que possam existir mais pilotos a disputar estas categoria.”
 

1376787 681062148572725_12471544803_n

 

EM AMENA CAVAQUEIRA COM....

 

EM AMENA CAVAQUEIRA COM….

 

JOAQUIM TEIXEIRA – O HOMEM DO LEON NO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

Joaquim Teixeira é um dos pilotos portugueses com maior experiência em provas de Montanha, onde já conduziu diferentes tipos de carros, desde um Renault Clio RS, barchetas e mais recentemente o Seat Leon, sem duvida o seu carro de eleição, que muitas alegrias lhe tem dado, inclusive um titulo. Como nosso convidado de hoje, a primeira questão que lhe colocamos, foi para nos fazer um balanço da época de 2013, “A época de 2013 correu muito bem, porque consegui discutir o titulo de campeão até à última prova, e embora tenha acabado por ficar em 2º  no Campeonato a 3 pontos do vencedor, acho que foi um bom resultado atendendo que o primeiro lugar é inatingível enquanto as viaturas de Turismo tiverem de lutar na mesma classificação com as viaturas GTs, porque as performances são totalmente diferentes chegando a diferença de potência a ser sensivelmente o dobro.
O Campeonato acho que foi muito bem disputado se considerarmos só os turismos da categoria 1 onde existiram sempre meia dúzia de pilotos a discutir a vitória muitas vezes por milésimos de segundo. è por estas diferenças e a exemplo das outras disciplinas caso da CPC que sou apologista que os GTs devem ser de uma categoria diferente dos turismos.” Com estes elementos, quais os planos para 2014, “em principio irei disputar o Campeonato Nacional de Montanha e o Circuito de Vila Real no Seat Leon Supercopa. Sempre que participo o meu objectivo é ganhar e em 2014 não vai ser diferente, embora saiba que os meus adversários, uns estejam a evoluir as suas viaturas, e outros a montar viaturas totalmente novas, e por isso antevejo um campeonato muito disputado em 2014. Como disse devo manter-me no SEAT, mas caso isso não se concretize tenho mais algumas alternativas em carteira, mas sempre na categoria 1. “.Não deixa de ser curioso verificar que ao longo de 2013, os tempos feitos por Joaquim Teixeira ao volante do Seat Leon, foram melhorando constantemente, por isso impunha-se questionar, qual o segredo de tudo isto, e que alterações é que o carro sofreu, o que sem perder muito tempo, respondeu logo de imediato “Engraçado que me faça essa pergunta porque embora os meus tempos por prova tenham melhorado em relação a 2011, o SEAT não sofreu nenhuma alteração técnica, até porque o carro está rigorosamente como estava quando disputava os circuitos, até o raport de caixa é o longo de circuito. O que melhorou foi a minha adaptação ao SEAT que me permitiu ganhar sempre tempo ao que tinha conseguido. Esta viatura a única alteração que poderia sofrer era se a Martins Speed monta-se uma caixa sequencial, aí sim a competitividade do SEAT disparava para outros níveis que com a caixa actual não tem. Para 2014 vamos manter o SEAT rigorosamente igual, tentando só emagrecer o carro que tem peso a mais, porque no resto fica igual a 2013, até porque muitos pensam que os VSH são livres e isso não é verdade, por exemplo no regulamento consta que as viaturas com turbo tem de ter um restritor de 34 mm no máximo, e tem de estar como estavam no grupo onde tinham homologação ou nos campeonatos ou troféu em que participavam, basta ler o regulamento dos VSH na montanha e nos Ralis, a unica situação em que se ganha é no peso.”

 

 

 

Será que o Seat Leon, é um carro que aceita erros, o que Joaquim Teixeira logo respondeu “É e não é, porque o SEAT tem uma traseira muito solta e muito instável e no inicio das rampas nas primeiras curvas temos de ter muito cuidado porque a traseira descola com muita facilidade, depois sim o SEAT curva muito bem e consegue-se ir buscar desde que não se exagere muito.”. Com a experiencia que tem, perguntamos a Joaquim Teixeira, quais são as rampas que mais e menos gosta “As Rampas que menos gosto é a de Cerveira, e da Penha. A primeira porque não tem condições para as assistências e não gosto do traçado, e a da Penha porque é uma rampa traiçoeira, onde o parque de assistência é na chegada e isso complica muito a vida aos pilotos e às assistências porque tem menos tempo para corrigir as situações, e onde ao mínimo deslize podes bater forte. Dos circuitos o que gosto mais é o de Vila Real, depois o da Boavista. O primeiro acho mais técnico e mais natural, o segundo embora mais artificial dá-nos muita adrenalina. Adoro estes dois porque tem muito publico e as corridas sem publico não tem emoção.” Já está confirmado que em duas rampas os GT irão participar, e quisemos saber qual a sua opinião sobre o assunto, o que depois de reflectir um pouco “Se a questão é se o CPC onde correm os GTs devem fazer provas de montanha, sou de opinião favorável, embora cada um com classificações diferentes. Actualmente os circuitos não tem público, e por isso o CPC se quer ter retorno a nivel de publico deve visitar principalmente uma ou duas provas de montanha, onde conseguem mais visibilidade e onde numa só prova tem mais publico do que nos circuitos todos excepto os citadinos. Não tenho nada contra porque para nós também é benéfico porque existe mais diversidade de viaturas logo o publico vai estar mais presente. Antigamente os troféus e a velocidade visitava as rampas e as provas eram um sucesso porque não o podem ser agora?.

 

 



No seu ponto de vista como piloto, que acha da actual situação do automobilismo em Portugal ? e no caso especifico da velocidade e montanha ? Que sugestões construtivas propunha à Federação para o incremento desta categoria? Sobre a velocidade sou de opinião que a FPAK fez muito bem em agrupar as corridas de GTs com sport protótipos e Turismos porque o público gosta é de ver muitos carros em pista e neste caso vão existir muitas lutas cada uma dentro da sua categoria mas a corrida deixa de ser "Lá vai um Lá vai outro" como é agora com 5 ou 6 GTs. Quanto à montanha o regulamento está para sair e penso que o mesmo poderá melhorar a competitividade das provas de montanha e chamar mais pilotos para este campeonato, que é cada vez mais um dos melhores a nivel de viaturas, de retorno publicitário e de publico, como se provou em 2013.”

 


Projectos para correr fora de Portugal ? Há alguma coisa? “ Nada”.

 


 
Nos minutos que antecede uma corrida, segue algum ritual antes de entrar no carro? qual? Depois já dentro do carro, com os cintos colocados, o que vai na mente nessa altura? Não tenho nenhum ritual especial, mas quando me sento no carro e coloco os cintos a partir desse momento desligo o fusível para o exterior porque o meu pensamento está totalmente virado para cada curva que vou percorrer. Normalmente durante a prova alguns minutos antes procuro concentra-me o máximo e por isso muitas vezes as pessoas pensam que sou indelicado por não falar com elas é a minha maneira de ser que me leva a isso, porque a partir desse momento só penso na prova.”Para chegar ao nível a que chegou, tens de fazer preparação física para as provas  em que participas também te obriga a isso?que tipo de preparação fazes e que tipo de alimentação praticas? costumo fazer diariamente corrida a pé cerca de 6 km, e algumas vezes 30 km de bicicleta além de praticar alguns exercícios a nível de pulsos e pescoço porque a exigência numa prova é grande. A nivel de alimentação nada de especial mas durante as provas raramente como a não ser no final das mesmas.

 

 



 és a favor dos circuitos urbanos ?Qual o maior desafio para ti? Sou totalmente a favor dos circuitos urbanos, porque é onde existe publico, adrenalina, e acima de tudo muita interacção entre pilotos, equipas e publico. O maior desafio para mim que já fiz Troféus, sport protótipos, Turismos seria um dia fazer provas de GTs, mas sei que não é fácil porque exige muita verba que não tenho.”
 
Entrevista de João Raposo – www.velocidadeonline.com
CMMmarroIntermarch PotaucoSDC113221

 

EM AMENA CAVAQUEIRA COM....

 

EM AMENA CAVAQUEIRA COM ...  

 

 

 

DOMINGOS FERNANDES O MR. AUTOBIANCHI A112


dom1dom2dom3dom4dom5dom6dom7

Domingos Fernandes é sem dúvida alguma um dos pilotos mais fieis ao carro que corre, o Autobianchi A 112, que é o mesmo com que participa há nove anos. Recentemente esteve á venda, pois o piloto de Armamar, chegou a pensar em trocar o  mesmo por outro mais potente, mas pelos vistos interessados não apareceram, e o pequeno carro vai prosseguir  a sua carreira este ano no Nacional de Montanha. Parco nas palavras, a primeira questão que colocamos ao nosso entrevistado de hoje, foi para nos fazer um balanço do que foi a época de 2013,” a época de 2013  correu muito bem, tanto mais que me sagrei vencerdor da categoria 3 - H75. Melhor não podia esperar”. Ano novo, vida nova, diz o velho ditado, por isso quisemos saber quais os projectos para 2014 “continuar no mesmo campeonato na mesma categoria e com o mesmo carro, é este o meu objectivo. Em termos do numero de participações, não sei dizer , só depois de reunir o valor dos patrocínios é que posso dizer quantas provas vou realizar, gostaria de poder faze-las todas, ou mais eventos que este ano, mas não sei, vamos aguardar”.

 

 

Um dos grandes trunfos de Domingos Fernandes tem sido a fiabilidade técnica do seu Autobianchi A 112, e quisemos saber, qual o segredo para tal, o que depois de pensar um pouco “Pouco será necessário fazer, mas há sempre que verificar e corrigir se necessário . Dentro dias o carro vai para a Auto Arantes, pois são eles que tratam do Autobianchi sem eles não teria conseguido o que consegui. Já agora um muito obrigado quer ao Zé Arantes, Miguel e demais”. Não se pense que o Autobianchi A 112, seja dos mais lentos, puro engano, mas Domingos Fernandes falou-nos um pouco dos limites do pequeno carro de origem italiana “Andando como o Autobianchi nos limites não sei, pois nunca fui até aos limites, pois não quero ter algum desgosto e não só (chapa batida) por isso volto a dizer que não sei”.Sobre as rampas em que tem participado, quisemos saber quais as que mais e menos gosta, o que logo exclamou “Das rampas que mais gosto em primeiro lugar era a de Bragança, que por pena minha este ano não aparece no calendário, seguida da do Caramulo pela quantidade de espectadores, e depois a Penha”.

 

Sendo um piloto activo e federado, no seu ponto de vista e face à actual situação do nosso automobilismo, o que sugeria à entidade federativa no sentido de incrementar a modalidade, o que depois de reflectir um pouco O que se devia fazer para haver mais participantes era necessário baixar os preços das licenças desportivas e o preço das inscrições nas provas. Os clubes e a FPAK deviam de divulgarem mais os eventos e com mais cobertura pelo orgãos da comunicação social entre outras. Penso que o campeonato de Montanha é o que tem melhor ambiente (familiar) e não vêjo mal nenhum a inclusão de rampas no campeonato de velocidade, em tempos já aconteceu.”Planos para correr fora de Portugal, pelos vistos não existem…” Não tenho intenção de participar em eventos fora do país”

 

Todos os pilotos têm rituais antes de entrar para os seus carros, mas pelos vistos Domingos Fernandes foge um bocado à regra como explicou “Não tenho nenhum ritual antes da partida a não ser verificar se os cintos estão bem apertados, e não tenho preparação fisica, alimentar também não me cuido”.Para terminar Domingos Fernandes manifestou-nos “.Só consegui chegar até aqui com a ajuda dos amigos e principalmente dos meus parceiros e patrocinadores, que muitos vêm desde o meu reinicio em 2005.Gostava de fazer o circuito de VILA REAL . Quando não sei

 

APPAM ENTREGA MINIATURAS

PROJECTO RAIZ RECEBE MINIATURAS DA APPAM

Quase três dezenas de miniaturas de automóveis foram entregues pela Associação Portuguesa de Pilotos de Automóvel de Montanha.

 

DOMINGOS FERNANDES QUER VENDER AUTOBIANCHI

DOMINGOS FERNANDES QUER VENDER AUTOBIANCHI A 112

 

O piloto de Armamar tem para venda, o Autobianchi A 112, com que tem participado nos ultimos anos no Campeonato Nacional de Montanha.caso concretize a venda para á não se save qual a nova máquina que Domingos Fernandes irá adquirir.Para os interessados ems aber mais detalhes sobrem o Autobianchi A 112, sugerimos um contacto para o nº 96 9480232df1

 

APPAM MAIS SOLIDÁRIA

APPAM MAIS SOLIDÁRIA

A Associação Portuguesa de Pilotos de Automóvel de Montanha (APPAM) realiza uma campanha de recolha de brinquedos, para entregar a uma instituição ligada à criança.

 

DOMINGOS FERNANDES PRESENTE NO SALÃO DOS CAMPEÕES

 

SALÃO DOS CAMPEÕES

 

 

DOMINGOS FERNANDES PRESENTE NO SALÃO DOS CAMPEÕES



FOX 6018

O Autobianchi A 112, vai estar exposto este fim de semana no 1º Salão dos Campeões, na qual esta presença é muito importante para Domingos Fernandes, como explicou “ como não sou rico, tenho de dar retorno a quem me tem apoiado as minhas participações no Campeonato Nacional de Montanha, e um evento deste envergadura é ideal para isso. Só espero que este evento seja um sucesso a todos os níveis, e que venham largos milhares de visitantes. Por outro lado, para além da minha participação, também é importante o convívio com os meus amigos e adversários que participam em provas de Montanha, por isso agora espero que corra tudo pelo melhor, e que isto seja um grande sucesso” , disse-nos.

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA JÁ TEM CALENDÁRIO PARA 2014

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA JÁ TEM CALENDÁRIO PARA 2014

 

 

A FPAK, ja anunciou o calendário de provas para o cameponato Nacional de Montanha, que está sssim atribuido :

 

26 -27 Abril - Rampa da Penha 1 - Guimarães

 

10-11 Maio - Rampa da Falperra - Braga

 

24-25 Maio - Rampa Serra da Estrela - Covilhã

 

5-6  Julho - Rampa do Cami 1 ( a designar )

 

26-17 Julho - Rampa do Cami 2 ( a designar - poderá ser Paços de Ferreira ou Cerveira)

 

6-7 Setembro - Rampa do Caramulo

 

27-28 Setembro - Rampa da Penha 2

 

25-26 Outubro - Rampa Sra. da Graça

 

 

De salientar que a Rampa da Falperra conta para o Campeonato da Europa, e a Rampa Serra da Estrela para a Taça da Europa.

 

GT EM PROVAS DE RAMPA

GT EM PROVAS DE MONTANHA

 

 

Nada está ainda confirmado pela FPAK, mas poelos vistos que o Campeonato de Portugal de Circuitos, poderá em 2014 mudar de designação, pois das provas que irão fazer parte do mesmo, para além de provas disputas em circuitos permanentes e citadino, fala-se com uma certa insistência na inclusão de duas provas de rampa.Assim as rampas escolhidas são a Serragt da Estrela e a da Falperra.

 

DOMINGOS FERNANDES EXPÔS AUTOBIANCHI A 112

DOMINGOS FERNANDES EXPÔS AUTOBIANCHI A 112

 

domingosfernandes-feiradamaadomingosfernandes

Domingos Fernandes teve exposto no passado fim de semana o seu Autobianchi A 112, com que disputou o CaMmpeonato Nacional de MOntanha, e se sagrou Campeão na sua categoria.Como não poderia deixar de ser o pequeno AQutobianchi A 112, foi uma das atrações desta feira da maçâ.

 

MORREU MAURO NESTI

MORREU MAURO NESTI

 

 

Para os adeptos das provas de Montanha, o nome do piloto italiano Mauro Nesti era mitico, isso pelo palmarés que conseguiu alcançar ao volante das diferentes barchetas que conduzui na sua vida desportiva.Aliás em Portugal, Mauro Nesti era muito popular com as vitórias nesti1nesti2nesti3nesti4obtidas na rampa Serra da Estrela, e mais recentemente

na Falperra, nos finais da decada de 80 e 90.Em termos de titulos, Nesti "apenas " foi campeão Europeu por oito vezes.

 

jJ.SILVA LDA

MARKETING TRADICIONAL !!!
Seguramente que tirando os carros da "casa" este é o carro que exibe há mais anos o autocolante da J.SILVA, LDA. nas provas automobilísticas nacionais...
Uma parceria que começou ainda Domingos Fernandes fazia regularidades com o Peugeot 106, passando para o Fiat 127 e mantendo-se todos estes anos no Autobianchi A112.
E se este ano foi o primeiro piloto que deu um título á casa, mereceu por isso ser também o piloto que primeiro viu o seu "budget" ser aprovado para 2014.
Sobre esta parceria, na era dos dossiers, cd's e mariquices afins, acho que tenho mesmo de vos contar como um piloto consegue manter um patrocinador mais de uma década sem nada dessas modernices.
Todos os anos, impreterivelmente, na primeira semana de Novembro Domingos Fernandes vem tomar um café á Mealhada e oferecer-me uma colecção de fotografias das suas provas.
Depois do café, oferece-me todos, mas todos os anos, um belo embrulho de castanhas de Armamar e uma divinal garrafinha de jeropiga caseira, melhor que o melhor dos Wiskyes da Escócia.
Ao longo de todo o Inverno, várias noites daquelas bem frias, junto á lareira vou saboreando as belas castanhas e a bela jeropiga de Armamar... sempre pensando em quem me permitiu aqueles momentos de verdadeiro prazer !!!
Quando chegamos a Janeiro, o grande Domingos liga-me a desejar bom ano e a perguntar se as castanhas e a jeropiga eram tão boas como no ano anterior.
- Eu faço o comentário adequado, agradeço e impreterivelmente lhe respondo seguramente há uns 15 anos:
-Muito obrigado meu grande amigo, a administração da J. Silva, Lda. em reunião de Assembleia, volto a aprovar o seu projecto sem qualquer restrição !!!
Venham-me agora com tretas de modernices explicar-me como se arranjam patrocínios.
E este ano a notícia veio mais cedo, amigo Domingos Fernandes, em 2014 esse espaço continua a ser nosso. Aquele abraço.

 

VIEIRA DEU-LHE BEM

VIEIRA DEU-LHE BEM

 

Com vista a prepararamob1amob2amob3amob4-se para a prova de Barcelona, pelos vistos Carlos Vieira participou este fim de semana numa rampa em Espanha, mas numa das subidas não teve sorte, e acabou por bater com o Ford Escort da Amob, deixando o carro no estado que as fotos documentam.Pelos vistos o piloto apenas teve um problema num pé,

 

COMUNICADO APPAM

 

Comunicado

Recentemente emiti um comunicado no qual, enquanto Presidente  da Associação Portuguesa de Pilotos de Automóvel de Montanha (APPAM), fiz o balanço da época.

Na sequência desse comunicado recebemos críticas  – e estas são sempre bem vindas, quando num plano construtivo – nas quais é realçado o nosso esquecimento na valorização do trabalho desenvolvido  pelos órgãos de comunicação suportados na Web, como portais internet, websites, blogs ou outros formatos.

Ora, não é intenção nem forma de estar da APPAM, esquecer os nossos parceiros e muito menos os nosso amigos.  Simplesmente, focamos o comunicado nas principais novidades de 2014 e esse bom trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelos média electrónicos, de forma alguma é uma  novidade.

Entendemo-los como parceiros fundamentais, como “gente da casa” e por isso não termos descriminado esse mesmo bom trabalho no comunicado emitido. Mas, para que dúvidas não existam,  vimos por este meio realçar o bom trabalho que os órgãos de comunicação social suportados na Web sempre desenvolveram connosco e que em 2013 não foi excepção.

 

Joaquim Teixeira

Presidente da APPAM

 

JOAQUIM TEIXEIRA EM BALANÇO

 

JOAQUIM TEIXEIRA, PRESIDENTE DA APPAM, FAZ O BALANÇO DO CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2013

No próximo dia 26 de Outubro realiza-se uma Assembleia Geral Extraordinária, onde já está confirmada a presença de cerca de 30 associados, para analisar a época do CPM 2013, e do trabalho desenvolvido pela Direcção da APPAM, e propostas a apresentar à FPAK, sobre regulamentação, calendários e promoção.

O presidente da APPAM, Joaquim Teixeira acedeu a fazer o balanço da época que agora terminou, e das várias vertentes do trabalho desenvolvido pela Associação.

No início de 2013 dissemos que iríamos abraçar um novo projecto de dinamização e promoção do CPM.

Concluído o Campeonato é hora de a direcção da APPAM fazer o primeiro balanço da actividade do ano de 2013. A nível de associados aumentámos o número de 36 para 53. Reunimos com todos os Clubes Organizadores das provas do CPM e com todos eles conseguimos estabelecer um acordo que pudesse beneficiar os nossos associados, a nível de redução de valor da inscrição, mas também a nível de condições proporcionadas durante as provas, quer no aspecto logístico como a nível de segurança.

Conseguimos em parceria com o nosso promotor a empresa COMPLETA MENTE, e com o nosso patrocinador oficial a BOMPISO promover o Campeonato Portugal de Montanha em vários canais de televisão como a RTP2 e RTP informação, SPORTV, SIC Notícias, TVI 24, o Porto Canal, Local Visão, Regiões TV e a BOLA TV, conseguindo divulgar as imagens das nossas provas garantindo assim o retorno dos nossos patrocinadores que viram a imagem das suas empresas divulgadas a nível nacional.

Também a nível da comunicação escrita “conseguimos reportagens de várias páginas nas revistas Auto Foco, Auto Hoje, Expomotor, e o Jornal AutoSport, além de mais de 150 meios de comunicação de carácter nacional e regional, podendo deixar de realçar o trabalho que desde sempre e muito particularmente este ano, foi desenvolvido juntamente com os meios de comunicação suportados na Web.

Negociamos com a FPAK propostas para melhorar e tornar mais competitivo o CPM, e acho que conseguimos, atendendo que segundo os dados estatísticos o Campeonato Portugal de Montanha foi o campeonato que teve mais concorrentes, com uma média de 30 pilotos por prova, mais público, cerca de 200.000 espectadores o que dá uma média de 25.000 pessoas por prova.

Divulgamos as provas, as entrevistas, os resultados, as iniciativas e as provas na internet através do site (www.campeonatomontanha.com), Youtube e Facebook do CPM.

Conseguimos dinamizar as provas com diversas iniciativas, de promoção do patrocinador do CPM e dos pilotos, com sessões de autógrafos, e exposição de viaturas em vários locais das provas.

Conseguimos, como nos propusemos inicialmente, dar visibilidade à APPAM e notamos que em cada dia a APPAM passou a ter mais credibilidade e o reconhecimento de uma associação com objectivos bem definidos, que sempre se pautou pela defesa dos interesses colectivos em detrimento dos particulares e nesse aspecto a união de todos os associados é de enaltecer, porque mesmo em momentos de tensão onde foi necessário tomar posições sempre colocaram à frente a defesa do colectivo mesmo que individualmente fossem prejudicados, por tudo isto tenho de deixar aqui um reconhecimento público a todos os nossos associados.

Sei que nem tudo foi perfeito e que muito ainda está por fazer, mas acho que valeu a pena o sacrifico que os elementos da direcção tiveram de fazer, quer em disponibilidade, quer em deslocações para resolver todos os assuntos, porque acho que felizmente, em grande parte, foram resolvidos com benefício para a APPAM.

Um dos pontos que não conseguimos foi incentivar a participação dos mais novos no troféu de promoção 1300, no Troféu de Baixa Cilindrada de Clássicos, e no Troféu de Clássicos, que ficou muito aquém do que era desejável.

Por outro lado tivemos novos pilotos a aderir a este campeonato, que gostaram de o disputar e que têm intenção de repetir em 2014.

É claro que vai ser necessário fazer algumas alterações que permitam dinamizar e melhorar este campeonato, porque quanto maior for a divulgação e visibilidade melhor para todos os pilotos que nele participam.

Em 2014 vamos ter de analisar tudo o que não correu como pretendíamos, quer a nível de regulamentação do campeonato, quer na promoção, quer ainda na adesão de novos pilotos a este projecto.

No primeiro trimestre de 2014 vamos realizar a Assembleia Geral, onde vamos ter de apresentar o Plano de Actividades, e o Orçamento para 2014. Temos ainda de eleger os novos Órgãos Sociais para a APPAM, e espero que nessa altura apareçam associados com novas ideias e novos projectos para formar uma nova direcção que dinamize a associação, pois acho que está na altura de eu passar a presidência a um colega que possa fazer muito melhor do que eu consegui durante o meu mandato, e tenho a certeza que felizmente existem vários associados com esse perfil.

A direcção da APPAM já oficializou o pedido à FPAK do agendamento de uma reunião entre as direcções para se analisar o CPM 2014.

 

APPAM EM TEMPO DE BALANÇO

 

Joaquim Teixeira, Presidente da APPAM, faz o balanço do CPM 2013


JOAQUIM TEIXEIRA, PRESIDENTE DA APPAM, FAZ O BALANÇO DO CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2013

No próximo dia 26 de Outubro realiza-se uma Assembleia Geral Extraordinária, onde já está confirmada a presença de cerca de 30 associados, para analisar a época do CPM 2013, e do trabalho desenvolvido pela Direcção da APPAM, e propostas a apresentar à FPAK, sobre regulamentação, calendários e promoção.

 

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

RAMPA DO CARAMULO

 

 

Grupo de imagens da Rampa do CFOX 6441FOX 6442FOX 6443FOX 6444FOX 6445FOX 6446FOX 6447FOX 6448FOX 6449FOX 6450FOX 6451FOX 6452FOX 6453FOX 6454FOX 6455FOX 6456FOX 6457FOX 6458FOX 6459FOX 6460FOX 6461FOX 6464FOX 6465FOX 6466FOX 6467FOX 6468FOX 6469FOX 6470FOX 6470FOX 6471FOX 6472FOX 6473FOX 6474FOX 6475FOX 6476FOX 6478FOX 6479FOX 6479FOX 6481FOX 6481FOX 6483FOX 6484FOX 6486FOX 6487FOX 6488FOX 6489FOX 6490FOX 6491FOX 6493FOX 6494FOX 6494FOX 6495FOX 6496FOX 6497FOX 6498FOX 6499FOX 6500FOX 6502FOX 6503FOX 6504FOX 6505FOX 6506FOX 6508FOX 6509FOX 6510FOX 6511FOX 6513FOX 6515FOX 6516FOX 6516FOX 6518FOX 6519FOX 6521FOX 6522FOX 6523FOX 6524FOX 6524FOX 6526FOX 6530FOX 6531FOX 6533FOX 6534FOX 6535FOX 6535FOX 6536FOX 6537FOX 6538FOX 6539FOX 6540aramulo.

 

 

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

CPM, 2013

O CPM 2013 NA PRIMEIRA PESSOA

Tiago Reis – Campeão Absoluto

Natural de Famalicão, e com 26 anos de idade, Tiago Reis foi o verdadeiro príncipe da montanha, esta temporada.

Com uma época muito inteligente, o piloto do Team Tranfradelos cedo começou a construir a vitória no Campeonato, mostrando grande maturidade na forma como foi abordando todas as provas.

Com um aliado de peso, o Norma M20 F, que se mostrou sempre fiável assim como competitivo, Tiago conquistou quatro vitórias e três segundos lugares, pontuação suficiente para a conquista do primeiro título da sua carreira.

“Este não foi um campeonato fácil, até porque tive adversários fortes, e com melhor conhecimento do que eu em algumas rampas. Contudo fomos preparando cada corrida ao pormenor, e aproveitando toda a potência do meu carro, realizei um campeonato isento de erros e de forma controlada”, refere Tiago Reis.

Assistido pela A. Miranda Competições, o jovem de Famalicão ainda teve uma participação esporádica nos Sports Protótipos, aquando da sua passagem pelo Circuito da Boavista, uma participação coroada com êxito, pois Tiago Reis a fazer equipa com Carlos Vieira venceram uma das corridas.

Se no passado Reis foi a revelação, 2013 é sem dúvida uma certeza, assim como uma mais-valia para o desporto motorizado, e em especial para a modalidade.

“Foi sem dúvida uma época excelente, agradeço o apoio de todos os meus patrocinadores, familiares e amigos, mas deixo um agradecimento muito especial ao meu mecânico, pois foi incansável na forma como tratou sempre o meu carro”, acrescentou o piloto.

Aproveitando agora a época do defeso, o piloto do Team Transfradelos começa já a preparar a nova temporada comentando, “temos vários cenários em cima da mesa, no qual ainda é muito prematuro falar sobre qualquer um deles, contudo a nossa prioridade será estar novamente no Campeonato de Portugal de Montanha”.

Em fecho de ano, Tiago Reis irá acompanhar o seu pai Avelino Reis e o seu irmão Edgar Reis nas 24 horas TT Vila de Fronteira.      

Fonte: Tiago Reis

Pedro Salvador – Campeão Categoria 2

“Na pré-época defini como objectivos vencer novamente o título e para tal procurei o carro que me desse melhores garantias de o conseguir. Tudo indicava que iria arrancar na Falperra, com um Wolf, pois questões de ordem profissional impediam-me de preparar devidamente a participação na primeira prova, a Rampa da Penha.”

“Graças a um convite que me foi dirigido pela CAM, acabei por participar na prova de abertura, ao volante de um Mitsubishi Lancer Evo VI, com o qual consegui ser quinto da geral e segundo da Categoria Um.”

“O momento fulcral para o meu campeonato aconteceu a cerca de uma semana da Rampa da Falperra, pois uma imprevista falta de seriedade e profissionalismo da CRM impediu-me de fechar o acordo que me permitiria tripular o Wolf nas restantes sete provas e como tal, tive que avançar com um plano de contingência que passou por um Silver Car, carro que gosto muito de conduzir, mas que logo na Falperra se mostrou insuficiente para bater o Tiago Reis e o Norma.”

“Na Serra da Estrela, apesar de termos rodado na frente, confirmamos que o Silver Car não chegaria para conseguirmos os objectivos a que nos tínhamos proposto, tanto mais que a prova seguinte seria a Rampa de Bragança, traçado rápido em que o Silver Car não está claramente à vontade.”

“Assim, foi necessário conseguir uma nova opção, que me permitisse ser competitivo nas restantes provas, de forma a manter intactos os meus objectivos para 2013. Essa possibilidade aconteceu em Bragança, pois foi possível trazer um pouco mais cedo o Juno CN 11, que iria utilizar na Boavista com o Gonçalo Gomes.”

“O carro mostrou-se competitivo, tanto mais que me permitiu vencer a prova do Nordeste Automóvel Club, mas evidenciou alguns problemas, que quase comprometiam o resultado. Na Boavista, provei ser rápido, bati o record, mas o motor partiu. Em Cerveira a questão do título fica praticamente posta de parte. Motor partido e vitória do Tiago Reis obrigam-me a ganhar todas as restantes provas, mas também obrigam o Tiago a ser pior do que segundo, para que eu possa ainda vir a vencer o Campeonato.”

“Em Paços de Ferreira o Tiago termina com o segundo posto e isso chega-lhe em termos de Campeonato. O Juno, mais uma vez apresentou alguns problemas de ordem mecânica que me dificultaram a condução. Mesmo assim consegui fazer voltar a baixar o record da Rampa e vencer.”

“A partir da Rampa Capital do Móvel, os meus objectivos passaram por vencer as restantes provas, ser o mais rápido possível e lutar pelo título da Categoria Dois, metas que atingi a partir do momento que tive os problemas mecânicos resolvidos. Neste capítulo quero realçar o esforço desenvolvido pelos homens da Comval, que tiveram trabalho redobrado para colocar o carro no nível que ele deveria ter logo de início.”

“Quero ainda agradecer aos meus patrocinadores SEUR e Meltino, Cácio, VC Power e Ventilações Moura bem como aos parceiros CAM, Forever Print, Manchete, Bruno Pereira e à Completa Mente. Uma palavra de apreço para todos aqueles que nas mais variadas formas manifestaram o seu apoio, fantástico nas vitórias mas essencial nos momentos mais difíceis. “

Fonte: Pedro Salvador

 

Abel Marques – Vencedor do TNBCM

Ao volante do Autobianchi A112 Abarth venceu o Troféu Nacional de Baixa Cilindrada de Montanha.

“Depois de uma pequena passagem pelo Campeonato de Montanha 2012 eis que surge a oportunidade  de participar em pleno no Campeonato Nacional de Montanha 2013 formando uma equipa com o apoio da Auto Arantes Competição, empresa conhecida e com provas dadas no nosso desporto Automóvel.”

“Encontrei um campeonato onde impera um bom ambiente desde a competição à amizade entre ambas as equipas e gostaria de realçar ainda o bom trabalho desenvolvido, começando pela APPAM  e pelo Promotor  (Completa Mente) pela divulgação das provas e resultados .”

“Falando da minha época, que se inicia e termina na Rampa da Penha, rampa essa em que obtenho os meus melhores resultados no Campeonato de Montanha 2013, perante o meu adversário e amigo Domingos Fernandes também ele num carro idêntico ao meu Autobianchi A 112, partilhamos a assistência da Auto Arantes Competição e foi em grande parte graças a eles, que consegui os resultados que me dão a vitória no final da época.”

“Mas o Campeonato não é só Penha. Falando das restantes provas em que participo, lembro-me por exemplo a Rampa da Falperra, que é como se corresse em casa pois conheço-a de fio a pavio a pé, de bicicleta ou de carro, foi a prova que desde a primeira subida de treinos até à ultima subida de prova tive problemas. Não desanimei até os resolver, pois haviam mais provas em que ia marcar presença, tal como a Rampa da Covilhã que para mim era desconhecida… excepto para ver Neve.”

“A Covilhã não correu da melhor forma, com altos e baixos, motor encharcado quando ia arrancar para a prova e uma ligeira saída a danificar as jantes do lado direito, na última subida. Seguimos para Bragança, traçado que também desconhecia e logo na primeira subida o Domingos queima a junta da colaça. Graças ao bom trabalho equipa, que acontece fruto do fantástico ambiente que aqui se vive, ainda conseguiu fazer as duas últimas subidas e venceu-me por uma décima de segundo… o desporto é mesmo assim. “

“Seguiu-se Paços de Ferreira onde participo pela segunda vez, depois de uma má experiência em 2012. Este ano tivemos um fim de semana com uma meteorologia diversa e sem a presença do amigo Domingos houve que tentar efectuar o melhor resultado possível; fui segundo, contra um adversário novo o José Artur, num Datsun1200 com uma mecânica muito bem preparada pela Auto Arantes Competição. O mais importante era pontuar e assim foi.”

“O Caramulo Motor Festval é um dos momentos altos da época. Além disso é uma rampa onde já tinha estado presente nos anos 80 com um Fiat Tipo 16v, mas os tempos passam-se como os conhecimentos e está visto que o Domingos Fernandes não esquece, pois já por lá anda nestes últimos anos, é conhecedor da rampa e é esse conhecimento que me leva a melhor.”

“Surge a derradeira prova, a Rampa da Penha II, onde tenho que obter um bom resultado para assim conseguir vencer o Troféu das Baixas Cilindradas dos  Clássicos de Montanha.”

“Um dia chuvoso de principio a fim e há que ter a concentração ao máximo e por os conhecimentos do Karting em prática com uma condução suave e sem risco para evitar o pior. Foi na derradeira subida, que tudo se resolveu. Tiro ao cronometro dois segundos e consigo  bater o meu adversário e amigo Domingos no seu Autobianchi A 112 Abarth bem como o  José Artur no Datsun 1200. Foi assim que consegui ganhar o Troféu Nacional de Baixa Cilindrada de Montanha.”

“Terminado o Campeonato Nacional de Montanha 2013, só me resta agradecer o apoio e assistência dada pela Auto Arantes Competição (José Arantes , Miguel,  Jaques)  pelo bom trabalho efectuado e não esquecendo os patrocinadores : Herdmar , Carlos Marques Mediação e Seguros, Litel , Novumdux artigos para Hotelaria, Sibal meias e peúgas , Pit Lane combustíveis e Jomotex, pois sem eles não era possível a minha presença no Campeonato Nacional de Montanha 2013… e para o ano, cá estamos de novo!”

Fonte: Abel Marques

 

Tiago Reis sagrou-se Campeão na Rampa Capital do Móvel

Pedro Salvador teve uma vitória à chuva na Penha

 O Autobianchi A112 Abarth, a aposta ganha de Abel Marques

 

LUIS ANJOS

LUIS ANJOS

 

 

Para quem acompanha o nosso automobilismo de velocidasde e montanha, o nome de Luis Anjos é capaz de não dizer nada, mas vamos ajudar os nossos leitores a identificar este jovem piloto, que começou a correr esta época.Luis Anjos é sobrinho de António Nogueira, que pretende lança-lo no nosso automobilismo.Assim estea época Luis Anjos conduziu em Braga durante um dia um dos Porsche GT 2 de Nogueira, e acabou por fazer a sua estreia esta época na rampa do Caramulo, mas ao volanbte do Porsche 997 Biturbo.Depois foi a participação na rampa da Penha, que se traduzui num autêntico desafio para o jovem piloto, que participou numa prova marcada pelas péssimas condições atmosféricas, mas mesmo assim terminou todas as subidas, ao seu próprio ritmo, não tendo feito nenhum dano ao Porsche, o que não deixa de ser notável.Para 2014, Luis Anjos poderá vir a ingressar nos Clássicos, não se sabendo para já qual a máquina que poderá competir, ermbora o Escort do tio, poderá ser uma boa hipótesepenhea2-josemanuelelite, para uma época que será sobretudo de aprendizagem.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMGENS

 

 

RAMPA DA PENHA

 

 

Mias uma série de imagens da autoria de Armindo Cerqueira da Foto GTI

 

.Fotos de Armindo Cerqueira - Foto GTI  - www.velocidadeonline.comS070-06S071-09S075-12S077-26S080-08S083-08S085-12S087-15S088-17S089-02S090-03S091-13S094-05S098-15S099-13S102-12S103-16S104-09

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

REGULARIDADE PENHA

 

 

Mais algumas imagens de Armindo Cerqueira da Foto GTI.

 

 

S070-06S071-09S075-12S077-26S080-08S083-08S085-12S087-15S088-17S089-02S090-03S091-13S094-05S098-15S099-13S102-12S103-16S104-09Fotos de Armindo cerqueira - Foto GTI

 

RAMPA DA PENHA - REGULARIDADE

GALERIA DE IMAGENS

 

RAMPA DA PENHA - REGULARIDADE

 

Eis um conjunto de imagens captadas R24-02R25-08R27-08R28-14R29-24R30-02R31-07R33-10R34-12R35-01R36-21R37-13R38-23R39-02R40-10R42-07R43-16R44-12R45-01pelas objectivas de Armindo Cerqueira da Foto GTI na rampa da penha

 

.Fotos de Armindo Cerqueira - Foto TI - www.velocidadeonline.com

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

RAMPA DA PENHA - CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

Grupo de imagens da autoria de Armindo Cerqueira da Foto GTI, alusivas à ultima prova dde Montanha deste ano.

 

Fo00001-11001-31001-35001-40006-25008-15021-14022-02023-14024-11025-16025-25034-26035-23038-21039-26046-01050-10052-08052-18053-14054-12056-22057-03058-15058-46060-12075-18086-20088-02090-04092-19092-51132-17132-26146-42163-27164-02176-07205-10206-14231-25291-36293-02294-07tos de Armindo Cerqueira - Foto GTI - www.velocidadeonline.com

 

SOFIA MOUTA NA RAMPA DA PENHA

 

Rampa da Penha - Sofia Mouta


IMG 2345IMG 2355

Foi no passado Sábado que se realizou a ultima prova do Campeonato de Portugal de Montanha 2013. Com a caravana da montanha a deslocar-se até à cidade de Guimarães no bonito traçado da Rampa da Penha, Sofia Mouta alinhou, nesta prova, ao volante do “velhinho” Ford Sierra 4x4 que já a tinha acompanhado em outras temporadas.

Com umas condições climatéricas extremas e tendo pegado a primeira vez no carro apenas na primeira subida de treinos, Sofia Mouta fez o melhor que conseguiu no traçado sinuoso da Penha. “O piso estava muito escorregadio, mas sempre gostei bastante de correr à chuva e dei o meu melhor. Diverti-me bastante, cheguei ao final com o carro direitinho e melhorei sempre os meus tempos. A Mr. Wheeler Motorsport apresentou-me um carro excelente e não posso deixar de agradecer ao meu amigo Nuno Lima por mais uma vez me ter confiado o seu carro.”

 

 

Com o final da época 2013 à vista a piloto de Braga não põe de parte a hipótese de ainda fazer mais uma prova esta época. “Ainda não é nada certo mas pode ser que apareça um convite para mais uma ou outra prova. Entretanto estou já a começar a preparar a temporada de 2014.”

 

Sofia Mouta contou mais uma vez com o apoio do Grupo José Pimenta e Marques que muito a tem ajudado nestas últimas épocas, A.Pedro & Braga, Fisioterapia Tiago Silva e Ofirodas. “Sem o apoio dos meus patrocinadores seria impossível ter feito a época que fiz, a eles quero deixar o meu muito obrigada!”

 

DOMINGOS FERNANDES CHEGOU AO TITULO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE  MONTANHA

 

 

RAMPA DA PENHA

 

 

DOMINGOS FERNANDES CHEGOU AO TITULO NA CATEGORIA

 

O piloto de Armamar, Domingos Fernandes conseguiu no passado fim de semana mais um titulo na categoria onde está integrado ao volante do seu habitual Autobianchi A 112. As más condições atmosféricas não deixaram Fernandes fazer melhor como nos explicou “ foi levar o carro até final, sem cometer excessos, aliás a chuva não me permitiu andar mais depressa”. Sobre o carro acrescentou “ esteve impecável, alias desde que o Autobianchi A 112 está a ser assistido na Auto Arantes não tem dado o mínimo problema, por isso estou muito satisfeito com os seus préstimos”.FOX 6224

 

JOSÉ PEDRO GOMES OBRIGADO A RENUNCIAR

FOX 2209 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA DA PENHA

 

 

JOSÉ PEDRO GOMES OBRIGADO A RENUNCIAR



O piloto-advogado não teve a sorte pelo seu lado, pois na rampa da Penha, última prova do Campeonato Nacional de Montanha, seria obrigado a desistir, fruto de problemas mecânicos, na qual no final da 1ª subida oficial, ainda não sabia o que se passou “ francamente não sei o que se passa, o carro não desenvolve, por isso prefiro parar, para não provocar mais estragos, e agora no defeso vamos ter tempos para ver o que se passou na realidade”, disse-nos.

 

MARTINE PEREIRA SEMPRE ALINHOU

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

RAMPA DA PENHA 2

 

 

MARTINE PEREIRA SEMPRE ALINHOU DE ALFA ROMEO NA RAMPA DA PENHA


FOX 2419

Embora inscrito com o Porsche GT 4 na Rampa da Penha, Martine Pereira acabou por participar ao volante do Alfa Romeo 156, tendo terminado nos lugares da frente na categoria 1, mas com alguns sustos à mistura como explicou “ o estado do piso da rampa com a chuva, estava muito difícil segurar o carro, ainda apanhei alguns sustos, mas de resto tudo correu bem. Penso que se viesse com o Porsche, as dificuldades seriam bem superiores, mas com o Alfa dentro do possível correu tudo bem”.

 

ACIDENTE NA PENHA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

ACIDENTE NA PENHA

 

 

Foi este o estado do Silver Car, que participou na Rampa da Penha, ultima prova do Campeonato Nacional de Montanha, na qual um concorrentes espanhol, acabou por se despistarpenha1,felizmente sem consequencias para o piloto, o mesmo não se poderá dizer do carro, que ficou no estado que a foto documenta.

 

 

Foto de José Manuel Leite - www.velocidadeonline.com

 

AMNSPORT ATINGE OBJECTIVOS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA DA PENHA 2

 

 

EQUIPA DA AMNSPORT ATINGE OBJECTIVOS NA RAMPA DA PENHA


FOX 6146FOX 6152FOX 6426

A equipa da AMNSport  atingiu os objectivos no passado fim-de-semana que passou  na Rampa da Penha, derradeira prova de 2013 do Campeonato Nacional de Montanha, onde António Nogueira alcançou o titulo de Campeão na categoria 1.Por outro lado Carlos Cerca e Luís Anjos levaram os outros dois Porsche até ao final sem grandes problemas.

Por isso no final, depois de colocar o Porsche GT 3 R no parque fechado, António Nogueira fez-nos um resumo “ correu bem, dentro das circunstâncias, não tive problemas técnicos, atingi o objectivo que era a obtenção do titulo de campeão na categoria 1, não foi fácil, pois as péssimas condições atmosféricas não deram qualquer tipo de facilidades, e em pista todo o cuidado era pouco para manter o carro em pista. Aliás esta chuva que caiu na rampa, não deu para tirar maior partido das potencialidades do Porsche GT 3 R, mas a verdade é que com os tempos que fiz, já não tive necessidade de fazer a última subida, mas estou muito satisfeito com mais este título, que assim se vem juntar ao que obtive há duas semanas em Braga ao volante do Ford Capri”.

 

 

Para Carlos Cerca, que uma vez mais alinhou ao volante do Porsche GT 2 “ foi uma prova difícil, pois nunca tinha corrida com chuva e foi por isso comp0licado comigo, pois não foi de modo algum fácil segurar o carro em pista. Por cima ainda, não se podia carregar no acelerador a fundo, senão o Porsche GT 2 atravessava-se logo, por isso foi “obra” esta participação, para mim, e não tenho assim um curriculum desportivo muito longo, foi a prova mais difícil em que participei, mas felizmente correu tudo bem, não tive problemas técnicos com o carro, e trouxe o carro directo até ao final, por isso posso dizer, missão cumprida “.

 

 

O estreante Luís Anjos acrescentou “ foi a segunda prova que fiz com o Porsche, tive muitas dificuldades em segurar o Porsche em pista, mas estou satisfeito com o meu desempenho, aprendi um pouco mais, não bati, nem tive problemas com o carro, e o meu principal objectivo foi alcançado, que foi terminar a prova “.

 

LUIS SILVA NA PENHA

 

Excelente jornada de Luís Silva na Rampa da Penha

Foi no fim de semana passado que caiu o pano sobre o Campeonato Portugal de Montanha, através da Rampa da Penha, prova em que o famalicense Luís Silva marcou presença em duas frentes.

Na prova reservada ao campeonato, o piloto assistido pela Miranda Competições tripulou o Mitsubishi Lancer Evo VI, enquanto que no Rali Sprint utilizou o habitual BMW M3, conquistando em ambas as provas resultados relevo.

Na prova oficial, que foi marcada por imensa chuva, Luís Silva conquistou a sexta posição absoluta, juntando o quarto lugar na categoria 1 e ainda o segundo posto entre as viaturas VSH.

“Viemos para esta prova sem testar o carro, apostamos nesta viatura em virtude da tipologia do terreno. Um circuito muito encandeado e técnico, onde uma viatura de tração integral tira melhor partido”, começa por dizer Luís Silva que prossegue, “o tempo foi um adversário de peso, a pista estava muito encharcada o que também dificultou o meu andamento, daí ter que fazer uma prova a pensar única e exclusivamente nos pontos para o campeonato”.

Com este resultado o piloto de Famalicão alcança os objetivos, que era ficar dentro do top five, terminando a época na quarta posição da categoria 1, “olhando ao que aconteceu ao longo do ano, terminar em quarto é um resultado positivo, tenho a noção que não fosse os problemas que afetaram a mecânica do BMW e a quebra do motor do Mitsubishi hoje estaria noutra posição. Mas são corridas, e agora à que preparar o futuro”, adiantou o piloto.

Luís Silva participou também no Rali Sprint, utilizando o habitual BMW. Aqui o piloto famalicense conquistou a sétima posição, realizando apenas duas das três subidas possíveis. “No Sprint optamos apenas por duas subidas, pois era uma prova que não pontuava para nada e olhando ao  tempo que se fazia sentir era correr riscos desnecessários. Conduzir o BMW nesta condições é extremamente difícil”, concluiu o piloto que tem já lugar marcado para participar nas 24 horas Vila de Fronteira, podendo ainda vir a realizar uma prova de circuitos.  

 

 

nDRP 96221

 

ARAUJO SATISFEITO

 

Hugo Araújo satisfeito com o Top10 obtido na Rampa da Penha II

 

Penha by_Nuno
O piloto conseguiu colocar o pequeno, mas endiabrado, Westfield 1.6 no top10 da classificação geral superando algumas máquinas superiores e evidenciando uma excelente progressão durante toda a prova.
“Foi uma experiência muito positiva pois nunca tinha competido debaixo de chuva com o Westfield nem nunca tinha testado pneus de chuva. Depois da péssima exibição na corrida de Silverstone o ano passado à chuva, encarei este fim-de-semana como forma de aprendizagem e parti com o objectivo de melhorar a cada subida, o que veio a acontecer”.
O piloto refere ainda que “o carro esteve fantástico todo o fim-de-semana, a equipa está de parabéns pois acertou no setup e eu adorei cada momento da prova” apesar do mau tempo que se fez sentir em Guimarães.
Hugo Araújo faz questão de “parabenizar os campeões das diversas categorias e salientar o bom ambiente que se vive no seio do campeonato” bem como “enviar um forte abraço ao meu habitual companheiro de equipa no Super Seven, Pedro Castañón, que sofreu um aparatoso acidente, felizmente sem consequências para ele”.
No entanto para Hugo Araújo a época ainda não acabou, “irei no próximo fim de semana participar nas 24h Eupener Karting a convite do meu patrocinador GTfusion, integrando um lote de pilotos ex-GTAcademy e outros pilotos virtuais” bem como lhe “faltam disputar as 2 últimas provas do troféu Super Seven by Kia”.
Hugo Araújo agradece o apoio do seu patrocinador nesta prova, Miranda Restaurante Snack em Guimarães, da sua família, amigos, apoiantes e claro, à sua equipa Comval Racing pelo fantástico trabalho!

 

LUIS SILVA TESTOU MITSUBISHI

LUIS SILVA TESTOU MITSUBISHI NA RAMPA DA PENHA

 

Tendo participado nas duas últimas épocas no Campeonato Nacional de Montanha, ao volante dum, BMW 320 i, com que se sagrou vice-campeão na categoria 1 em 2013, para 2014, existe a forte possibilidade de  Luis Silva trocar o carro de contrução germânica, por um Mitsubishi Lancer, com que participou no passado fim de semana Rampa da Penha, derradeira prova do Nacional de Montanha, onde teve sucesso, ao lutar pluissilva1luissilva2elas posições de frente, numa prova plena de dificuldades.

 

SALVADOR QUER MELHOR AMBIENTE

 

PEDRO SALVADOR QUER MELHOR AMBIENTE


PEDRO SALVADOR QUER MELHOR AMBIENTE



Depois da mais uma vitória, que lhe valeu também a conquista do Campeonato da Categoria Dois, o piloto apoiado pela SEUR e pela Meltino foi plantar árvores, em prol de um melhor meio ambiente.

 

SÁ NOGUEIRA NA RAMPA DA PENHA

 

Bernardo Sá Nogueira brilha na chuva da Penha



Bernardo Sá Nogueira terminou a temporada da melhor forma ao assegurar o triunfo na Classe 2, terceiro lugar do Grupo VSH e quinto lugar da Categoria 1 na Rampa da Penha, assinando uma performance extraordinária em condições muito difíceis.

BSN FT_13015

A chuva foi uma presença constante ao longo de todo o dia de prova, dificultando a tarefa de todos os pilotos, mas nivelando as performances dos carros e enfatizando as qualidades dos pilotos.

Bernardo Sá Nogueira esteve ao seu melhor nível, aproveitando as oportunidades com que se deparou, conseguindo levar o seu Renault Clio até ao quinto posto da Categoria 1, vendo-se batido apenas por um Porsche 911 GT3 R e por três Mitsubishi Lancer, o que lhe permitiu triunfar na Calsse 2 e conquistar o terceiro lugar no Grupo VSH.

“As condições climatéricas mostraram-se muito complicadas, com o estado do asfalto a modificar-se ao longo de cada uma das subidas, o que complicava muito a nossa tarefa. No entanto, consegui adquirir um bom ritmo, imprimindo um andamento elevado sem cometer erros, o que foi determinante para a conquista destes resultados”, apontou o piloto apoiado pela Forever Living Products.

Com o resultado de hoje, Bernardo Sá Nogueira demonstra, uma vez mais, ser um dos valores mais seguros do panorama automobilístico nacional, sendo este resultado uma forma quase perfeita de terminar a temporada de 2013. “Penso que este desfecho vem no seguimento das performances que tenho vindo a protagonizar ao longo de toda a época, evidenciando a nossa competitividade. É um resultado muito positivo que me deixa muito satisfeito e motiva ainda mais para procurar novos projectos para o futuro”, afirmou o piloto que este ano assumiu os comandos de Renault Clio RS2000.

Este bom conjunto de resultados não poderia ter surgido em melhor altura, uma vez que Bernardo Sá Nogueira apresentava na Rampa da Penha um novo patrocinador. “Não posso deixar de agradecer a confiança que a Forever Living depositou em mim, tendo sido o seu apoio muito importante. Espero que este seja o início de uma colaboração proveitosa para ambas as partes”, sublinhou o piloto de Santarém.

 

RAMPA DA PENHA

 

Rampa da Penha



UM FINAL PERFEITO



Surpresas Q.B. no arranque da Rampa da Penha, com a chuva a baralhar tudo no início. Mas mais importante foi numa prova em que os horários foram cumpridos à risca, apesar da aparente sobrecarga horária, serem encontrados os detentores dos títulos que estavam por entregar.

 

AINDA A RAMPA DA PENHA

 

Rampa da Penha - Treinos



Surpresas Q.B. no arranque da Rampa da Penha, com a chuva a baralhar tudo.


A primeira subida de treinos foi marcada pela chuva e como tal, por andamentos mais cautelosos, não vá “o Diabo tecê-las”…

Mesmo assim as surpresa acontecem e o tempo verdadeiramente canhão de Manuel Pereira, 

 

RAMPA DA PENHA

CAMPEONATO9 NACIONAL DE MONTANHA

 

 

UM FINAL PERFEITO

Surpresas Q.B. no arranque da Rampa da Penha, com a chuva a baralhar tudo no início. Mas mais importante foi numa prova em que os horários foram cumpridos à risca, apesar da aparente sobrecarga horária, serem encontrados os detentores dos títulos que estavam por entregar.

Na Categoria 1 António Nogueira é o virtual campeão, tendo tido a tarefa mais facilitada, pois o seu principal adversário, Joaquim Teixeira, não pôde participar por motivos profissionais.

O Troféu Nacional de Promoção de Montanha foi entregue a Ricardo Sousa, que de Fiat Uno, foi quem amealhou mais pontos, ao longo da época.

O campeonato da Categoria 2 estava ainda em aberto e Pedro Salvador, ao vencer, conseguiu os pontos que lhe entregam este título.

Na Categoria 3, o título já estava entregue a José Pedro Gomes e o mesmo se passou na Categoria 4, onde Francisco Marrão, era também já o vencedor.

primeira subida de treinos foi marcada pela chuva e como tal, por andamentos mais cautelosos, não vá “o Diabo tecê-las”…

Mesmo assim as surpresa acontecem e o tempo verdadeiramente canhão de Manuel Pereira, com o “velhinho” Lancer Evo VI, vem provar que isto está bom é para carros de ralis. Já no Caramulo Pereira tinha provado ser rápido e capaz de fazer milagres ao volante e desta vez até fez a “gracinha” de fazer o melhor tempo à geral com 1m 42, 042 segundos!

António Nogueira, apostado em ser Campeão da Categoria 1, faz o segundo melhor tempo da manhã. Roda em 1m 49,478 e em termos de campeonato está descansado. A oposição seria encabeçada por Joaquim Teixeira, mas compromissos de ordem profissional impediram-no de participar. O Campeonato da Categoria 1 está a um passo de ser entregue.

Nelson Trindade alinhou com o habitual Mitsubishi Lancer Evo IX e faz o segundo melhor tempo em 1m 52,929s. A tracção integral prova ser uma mais-valia no piso molhado, estreito e escorregadio, que a Penha oferece nesta manhã.

A oposição chega de Luís Silva, que alinha com um Evo VI e roda  97milésimas mais lento. No fundo vem reforçar a ideia de que o ideal é mesmo um carro de ralis. Tanto mais que o habitual BMW 320 Is vai ser usado no rali spint e assim Luis Silva poderá comparar o desempenho de ambos os carros, em condições idênticas.

Pedro Luís Castellón, em Silver Car S2 é o quarto mais rápido e lidera a Categoria 2, pela margem mínima de 2 décimas de segundo. Paulo Ramalho é segundo na categoria, depois de ter sentido algumas dificuldades em aplicar a tracção do Juno, no piso escorregadio.

Na Categoria 3 novamente o duelo Aníbel Rolo/José Pedro Gomes a estar na ordem do dia, com o homem do Renault 5 Turbo a levar a melhor sobre o do Ford Escort, por 1,2 segundos.

José Artur Teixeira é o mais rápido na Categoria 4.

Piso mais seco na segunda subida de treinos e os tempos a baixarem.

Pedro Salvador, que não tinha alinhado na primeira, por decidir fazer algumas alterações de set-up do Juno CN 11. Alinhou na segunda subida e veio fazer o melhor tempo marcou 1m 42,274s. Mesmo assim, não chegou para bater o tempo de Manuel Pereira.

António Nogueira, que é duas décimas mais lento que Salvador está agora com o terceiro melhor tempo da geral, 2m 42,438s é segundo na Categoria 1 e logo atrás, aparece Paulo Ramalho, que roda agora mais rápido e coloca o Juno na quarta posição da geral, segunda da Categoria 2.

Na Categoria 3, Aníbal Rolo melhora qualquer coisa como oito segundos, mas José Pedro Gomes tem um desempenho idêntico e a diferença mantém-se nos 1,2 segundos.

José Artur Teixeira continua na liderança da Categoria 4 e é, simultaneamente, o mais rápido dos clássicos.

Primeira subida de prova

As subidas de prova parecem ter despertado os favoritos, que arrancaram com vontade de colocar tudo na ordem…

Pedro Salvador decidiu que o segundo não é o seu lugar e fez, apesar da chuva, 1m32,653s! Tirou qualquer coisa com dez segundos à marca dos treinos. Além disso com a vitória vai ainda buscar pontos que lhe permitem vencer a Categoria 2, nas contas finais do Campeonato.

António Nogueira baixou até ao segundo 40 e mais três décimas. Faz segundo tempo à geral, lidera a Categoria 1 e o título da categoria está praticamente na mão.

Mais lento 4,4 segundos está agora Manuel Pereira, faz terceiro à geral, segundo na Categoria  e mostra como os 4X4 são importantes neste piso.

Paulo Ramalho, com o Juno CN 09, tem luta para durar. É o quarto mais rápido na geral, é segundo na Categoria 2 e tem Nelson Trindade em Mitsubishi Lancer Evo IX a, mais uma vez, mostrar que a tracção integral é trunfo nestas condições.

 Bernardo Sá Nogueira lá leva o Renault Clio RS 2000 até à sexta melhor marca da subida e com o segundo lugar entre os VSH (Veículos Sem Homologação) vai tentar buscar mais alguns pontos preciosos para as contas do título na Classe.

Mesmo assim nada está fácil e como sempre as diferenças são mínimas. Luis Silva está na luta, com mais 1,8 segundos e Miguel Ferreira da Silva anda lá por perto.

Aníbal Rolo continua a ditar lei com o Renault 5 Turbo, consegue dilatar ligeiramente a diferença para o Ford Escort de José Pedro Gomes, que agora roda a uma segundo e meio. Tudo muito longe de estar decidido.

Francisco Marrão, que é já o vencedor do Campeonato na Categoria 4, aparece cá para comparar andamentos com os dois da frente e anda cerca de 1,1 segundos mais lento que Gomes.

No Troféu Nacional de Baixa Cilindrada de Montanha, menos de 1.300cc dos clássicos, a liderança é de Rui Castro em Datsun 1200, embora Abel Marques e Domingos Fernandes andem à “cata” dos pontos.

Na Categoria 4, José Pires consegue o melhor tempo, retira nove segundos à melhor marca e passa para frente de José Artur Teixeira que perde nove décimas relativamente ao melhor tempo dos treinos.

Segunda subida de prova

Um minuto 37,846 segundos foi o tempo de Pedro Salvador na segunda subida de prova. Contas feitas e já podia seguir para o parque fechado, pois  o tempo total de 3m10,499s bastava-lhe para não ter que se preocupar em alinhar na derradeira corrida, num traçado que não vai secar.

Mantendo as contas da Categoria 2, Pedro Luís Castellon retira cinco segundos ao tempo anterior e passa para o segundo posto. Paulo Ramalho, a braços com problemas de electrónica nos comandos da caixa de velocidades devido à humidade, não conseguia defender o segundo posto e piorava 12,5 segundos.

Rui Ramalho fechava as contas com o quarto posto ente os protótipos.

Na Categoria 2 António Nogueira roda consistentemente no segundo 40 e retira mesmo uma décima ao tempo da subida anterior.  Ruma a parque fechado, termina a época para o homem do Porsche GT3 e é tempo de comemorar a vitória no Campeonato.

Manuel Pereira teima em fazer bons tempos e é o segundo da Categoria, lidera uma grupo bem animado, que confirma que os carros de ralis estão como “peixe na água” e vai dilatando a vantagem sobre  Nelson Trindade  (Mitsubishi Lancer Evo IX) e Luis Silva (Mitsubishi Lancer Evo VI).

Bernardo Sá Nogueira coloca o Renault Clio RS 2000 no quinto posto e está a três décimas do mais directo adversário na luta pelo Campeonato dos VSH, Luis Silva.

Miguel Ferreira da Silva é espectador de primeira fila desta luta e promete que nada está fechado até ao baixar da última bandeirada.

Herlander Trindade, com o Subaru a exibir alguma “fita cola” devido a um toque ligeiro na subida anterior é o sétimo, à frente Hugo Araújo e de Carlos Cerca.

Sofia Mouta, a melhor senhora em prova, veio à Penha com o “velhinho” Ford Sierra.

Ricardo Sousa, cumpre a segunda subida e assegura já os pontos que lhe permitem comemorar a vitória no Troféu Nacional de Promoção de Montanha, aos comandos do Fiat Uno ex-troféu.

Aníbal Rolo está agora mais descansado na frente da Categoria 3, tanto mais que o seu principal adversário, José Pedro Gomes, nem sequer alinhou. A oposição vem agora de Pedro Couceiro.

José Artur Teixeira regressa à liderança da Categoria 4 e, pelos vistos só se vai resolver depois da terceira subida.

Terceira subida de prova

Depois de três subidas praticamente sem percalços, apenas um ou outro toque, eis que Pedro Luís Castellón se despista com violência e obriga à interrupção da prova, quando apenas faltavam os irmãos Ramalho para subirem.

O Silver Car, ficava muito maltratado e o piloto seria assistido pelas equipas de emergência mas, felizmente,  nada de grave para a saúde do piloto.

Os dois mais rápidos da prova já estavam encontrados e com os carros arrumados em Parque Fechado. Pedro Salvador e António Nogueira já estavam a comemorar as vitórias, respectivamente Categorias 2 e 1, desde a subida anterior.

Manuel Pereira vai à luta, mas já não consegue melhorar, num traçado que teima em não secar. Mesmo assim é terceiro à geral e consegue o segundo posto na Categoria 2. Fica à frente de Pedro Luís Castellon.

Nelson Trindade arruma a seu favor a luta pelo terceiro posto da Categoria 1, contas feitas e detém uma vantagem de um segundo e meio sobre Luis Silva.

Bernardo Sá Nogueira faz quinto da Categoria, coloca Herlander Trindade e Miguel Ferreira da Silva, respectivamente por esta ordem, atrás.

Hugo Araújo, trouxe um Westfield 1.6 até ao oitavo lugar. Martine Pereira resolvia os problemas sentidos na subida anterior e ainda conseguia rodar em 1m51,305, que lhe davam o nono posto, à frente de Marco Cid, que encerra o top 10.

Paulo e Rui Ramalho decidem não alinhar na derradeira subida.

O mesmo fez Ricardo Sousa, que já estava descansado a comemorar o título.

Aníbal Rolo fazia a derradeira manga com menos oposição. José Pedro Gomes não alinhou nesta e apenas com um resultado oficial, fica fora da classificação.

A Categoria 4 fechou contas com a vitória a ser entregue a José Pires, pela margem de meio segundo, sobre José Artur Teixeira

Pedro Salvador vence à geral 

António Nogueira foi segundo e venceu o título da Categoria 1

Aníbal Rolo Venceu na Categoria 3

Francisco Marrão vencedor do título da Categoria 4

 

SALVADOR NA PENHA PARA VENCER

 

Pedro Salvador na Rampa da Penha



Com o Campeonato na mira




Pedro Salvador parte para a Rampa da Penha com o objectivo de conquistar o título de Campeão de Portugal de Montanha, na Categoria 2.

Mas mais do que ir à Penha para ganhar, Pedro Salvador pretende cumprir uma missão: “Vou também para lançar uma mensagem e algumas sementes. Gostaria de alertar as consciências para a necessidade de plantar árvores..."

 

LISTA DE INSCRITOS - RAMPA DA PENHA

RAMPA DA PENHA - LISTA DE INSCRITOS

 

 

LISTA DE INSCRITOS - RAMPA DA PENHA 2

Categoria 2
1 ACL BY Rodrive - Pedro Salvador - Juno CN 11 
3 Ray Racing Team - Paulo Ramalho - Juno CN09 
6 Ray Racing Team - Rui Ramalho - Juno SSE 
8 Pedro Luis López - Pedro Luis López - Silver car S2

Categoria 1
21 Martine Pereira - Martine Pereira - Porsche 997 GT4
22 João Guimarães - João Guimarães - Peugeot 206 RC
23 Sérgio Monteiro - Sérgio Monteiro - Alfa Romeo 147 2.0 
24 Herlander Trindade - Herlander Trindade - Subaru Impreza 
25 António Nogueira - António Nogueira - Porsche 997 
31 Luis Nunes - Luis Nunes - Renault Clio RS 
32 Joaquim Teixeira - Joaquim Teixeira - Seat Leon SuperCopa 
35 Bernardo Sá Nogueira - Bernardo Sá Nogueira - Renault Clio RS 
38 Miguel Ferreira Silva - Miguel Ferreira Silva - Mitsibishi Lancer Evo IX
50 Luis Silva - Luis Silva - BMW 320 Is
51 Escudaria Rias Baixas - José Riveiro - Opel Corsa GT 
52 Ricardo Sousa - Ricardo Sousa - Fiat Uno 
53 Jorge Meira - Jorge Meira - Citroën Saxo Cup
58 Sofia Mouta - Sofia Mouta - Ford Sierra 
60 Sandra Fonseca - Sandra Fonseca - Fiat Uno
61 Nelson Trindade - Nelson Trindade - Mitsubishi Lancer Evo IX 
68 João Barros - João Barros 
75 Paulo Pinto - Paulo Pinto - Peugeot 106 Rallye 
79 Manuel Pereira - Manuel Pereira - Mitsubishi Lancer Evo IX
88 Carlos Cerca - Carlos Cerca - Porsche 911 Turbo GT 2 
90 Luis Anjos - Luis Anjos - Porsche 911 GT2 
54 Jalcar Team - Manuel Correia - Alfa Romeo 158 1.8 TS 
45 Jalcar Team - Pedro Antunes - Alfa Romeo 158 1.8 TS 
46 Vettra Motosport - José Correia - Seat Leon 
54 Hugo Gonçalves - Hugo Gonçalves - Westfild Sport 1600 
86 Vettra Motosport - Carlos Dias - BMW 325 i
58 José Machado - José Machado -Citroen Saxo
34 Marco Cid - Marco Cid - Renault Clio S 1600 

Categoria 3
163 Monteiros Competições - José Artur - Datsun 1200 
164 Domingos Fernandes - Domingos Fernandes - Autobianchi 
Pedro Couceiro - Pedro Couceiro - Opel 1904 
Rui castro - Rui Castro - Datsun 1200 
205 Anibal Rolo - Anibal Rolo - Renault 5 Turbo 
206 José Pedro Gomes - José Pedro Gomes - Ford Escort 
231 Abel Marques - Abel Marques - Autobianchi A112

Categoria 4
146 José Pires - José Pires - Ford Escort 
291 José Artur Teixeira - José Artur Teixeira - Austin Mini 
293 Francisco Marrão - Francisco Marrão - Ford Escort

 

MARTINE PEREIRA DE PORSCHE NA PENHA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA PENHA 2

 

MARTINE PEREIRA DE PORSCHE NA RAMPA DA PENHA

martinex1

Martine Pereira vai alinhar já este fim de semana na derradeira prova do Nacional de Montanha, não ao volante do seu Alfa Romeo mas sim ao volante do Porsche GT 4.Sobre esta mudança o piloto de Famalicão explicou-nos a razão “ tenho três carros para a Montanha, e já tinha saudades de conduzir o Porsche. Como não foi alugado para esta prova, o que tem sucedido em provas anteriores, optei por me inscrever com este carro”.

 

Sobre o Alfa Romeo,” também vai para a rampa, mas vai estar exposto no pavilhão Multiusos de Guimarães, pois assim é uma oportunidade das pessoas verem este carro mais de perto”.

 

DOMINGOS FERNANDES QUER SER CAMPEÃO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

FOX 6017

RAMPA DA PENHA

 

DOMINGOS FERNANDES QUER SER CAMPEÃO

 

Graças ao bom resultado obtido na rampa do Caramulo, catapultou Domingos Fernandes para a liderança da classe, por isso o piloto de Armamar, irá alinhar este fim de semana na derradeira prova deste ano do campeonato Nacional de Montanha, na rampa da Penha.

Sobre esta participação, Domingos Fernandes fez-nos uma antevisão” é o tudo ou nada, este ano quero ser campeão, por isso vai ser a dar os máximos dos máximos em todas as subidas, e espero poder sair de Braga, com este titulo no bolso, são estes os meus objectivos. O carro tem andado perfeito nas ultimas provas, espero que assim se mantenha”, confidenciou-nos.

 

JOSÉ PEDRO GOMES DE REGRESSO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA PENHA 2


FOX 1087

JOSÉ PEDRO GOMES DE REGRESSO AO NACIONAL DE MONTANHA

 

Já com o titulo de categoria 3, tal como o prometido, José Pedro Gomes está de regresso ao campeonato Nacional de Montanha, na qual participa para vencer a categoria, como nos confidenciou” sempre que participo, vou para ganhar, e este fim de semana na Rampa da penha, não será de modo algum excepção. Irei dar o meu máximo para vencer a minha categoria, e para tentar subir o mais possível em termos de classificação geral, sei que não vai ser tarefa fácil, mas a vida é feita de desafios, a que gosto de responder, por isso vou andar depressa, esperando que não surjam contratempos de ordem técnica com o  meu Ford Escort, e que consiga fechar a época com “chave de ouro”, disse-nos.

 

RAMPA DA PENHA

 

Rampa da Penha - Guimarães



-Guimarães o palco de quase todas as decisões


Com três dezenas e meia de inscritos e apenas com o título absoluto já virtualmente entregue a Tiago Reis, quase tudo se vai decidri, numa prova que certamente será marcada pela chuva.

 

AMNSPORT NA MÁXIMA FORÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA DA PENHA 2

 

 

 

AMNSPORT NA MÁXIMA FORÇA NA RAMPA DA PENHA


FOX 6152

A equipa da AMNSport tal como aconteceu na Rampa do Caramulo, irá estar presente na máxima força na Rampa da Penha que irá ter lugar já este fim de semana na zona de Guimarães.  Assim a AMNSport inscreveu três Porsche, o GT 3 R para António Nogueira, o 997 Biturbo para Luís Anjos, e o GT 2 para Carlos Cerca.

Assim António Nogueira está optimista para a prova do fim de semana que se aproxima” vou para lutar pelas vitória na categoria 1, e ficar o melhor classificado em termos de geral. Vamos lá ver como como é que o Porsche GT 3 se vai comportar na Penha, pois é uma rampa que não tem muitas rectas, daí não poder tirar o maior partido das potencialidades deste carro, mas vamos lá ver seja o que Deus quiser”, disse-nos.

Em relação a Luís Anjos, é a segunda prova que vai participar, depois da estreia na Rampa do caramulo” para já terminar todas as subidas, de preferência sempre a melhorar tempos, sem cometer excessos, e o mais importante, é aprender. Nunca corri nesta rampa, por isso conto com as dicas do meu tio António Nogueira, para ficar a conhecer melhor todo o percurso, e poder fazer o melhor possível”.

 

Carlos Cercaé a primeira vez que vou correr nesta rampa, por isso as primeiras subidas irão ser feitas com cuidado, mas depois espero poder melhorar os meus tempos em cada subida de prova”.

 

SOFIA MOUTA NA RAMPA DA PENHA

 

Rampa da Penha - Sofia Mouta

 

É já no próximo sábado, 28 de Setembro, que se realiza a Rampa da Penha em Guimarães. Sofia Mouta, a correr bem perto de casa, estará presente nesta prova ao volante do Ford Sierra 4x4 que muitas alegrias lhe deu no passado e vem com o objetivo de andar o mais rápido possível e chegar ao final.

“Já não ando neste carro desde 2011, altura em que desisti nesta mesma prova. Vou com o intuito de me divertir e, apesar da chuva que se prevê para este fim de semana, andar o mais rápido possível e tirar o máximo partido da tração integral do carro.”

Esta é a última prova do Campeonato de Portugal de Montanha 2013 e Sofia Mouta começa agora a preparar a próxima época desportiva. “Ainda não sei ao certo o que irei fazer em 2014, gostava de continuar neste campeonato mas a próxima época poderá passar pelos circuitos ou mesmo com o Challenge Desafio Único.”

Sofia Mouta conta com o apoio do Grupo José Pimenta e Marques, Fisioterapia Tiago Silva, A.Pedro e Braga e Ofirodas.

 

 

 

Horário 



Sábado


556347 10152335101630035_642622407_n1238321 697185340310369_2041468476_n

10h00 - Inicio dos Treinos

11h00 - Inicio das Subidas de Prova

 

CASTRO PODERÁ PARTICIPAR NA PENHA

CASTRO PODERÁ PARTICIPAR NA PENHA

 

 

Estamos a fazer todos os esforços para nos apresentar-mos na Rampa da Penha, 
nao iremos com a motorizaçao que equipará o carro na proxima epoca,mas certamente este segundo motor ira ter um andamento que nos agrada e nao desiludirá.
Sexta feira aqui comunicaremos algo sobre essa participaçao


 

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENSRAMPA DO CARAMULO - CARAMULO MOTORFESTIVAL

 

Eis as primeiras imagens da Ramap do CFOX 6396FOX 6397FOX 6398FOX 6399FOX 6402FOX 6404FOX 6404FOX 6406FOX 6406FOX 6408FOX 6410FOX 6411FOX 6412FOX 6415FOX 6416FOX 6421FOX 6422FOX 6424FOX 6425FOX 6428FOX 6430FOX 6432FOX 6433FOX 6434FOX 6436FOX 6437FOX 6439FOX 6440FOX 6442FOX 6443FOX 6444aramulo.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

RUI ALVES DE SIERRA EM 2014?

RUI ALVES DE SIERRA RS 500 EM 2014?

 

Pelos vistos parece que a Amob tem nos seus pl,anos para 2014, a copnstrucção de mais um Ford Sierra RS 500, que poderá ser conduzido em 2014 por Rui Alves.Para já nada está ainda confirmado oficialmente, quer pelo piloto que se encontra ausente de Portugal, quer da Amob.SIERRA

 

SOFIA MOUTA MUDA DE MONTADA

SOFIA MOUTA MUDA DE MONTADA

 

 

A piloto de Braga, que esta época tem participado de forma assidua no Campeonato Nacional de Montanha, ao volante dum BMW 320 i, ao que parece, caso venha a participar na derradeira prova do Campeonato a ter lugar no final deste mes na Penha - Guimarães, poderá voltar ao seu antigo Ford Sierra.O carro já começou a ser revisto, no entanto Sofia Mouta ainda aguarda resposta por parte dos patrocionaodres, para poder participar.Para 2014, Sofia Mouta poderá mudar para novo carro, mas para já nada se sabe quando à sua escolha, como nos confirmou" depende do que os patrocionadoresSOFIOA puderem dar, e depois logo se vê".

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

RAMPA DO CARAMULO

 

Mais um grupo de imagens referentes ao Caramulo Motorfestival, da autoria de Armindo Cerqueira da Foito GTI.

 

 

Fotos de Armindo Cerquiera - Foto GTI - www.velocidadeonline.com00301-01302-01303-05304-03305-05306-09307-06309-06311-02312-03313-05314-08315-07316-08401-07401-14402-02403-04404-04501-01502-03503-08504-04601-04602-04603-02604-02605-05701-01702-06703-06704-04705-11706-07707-04708-04709-01710-01711-03712-07713-02714-02716-08717-02717-09718-02719-04720-06721-07722-04723-01724-04725-07726-11

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

RAMPA DO CARMULO

 

Eis a selecção de imagens feita pelo nosso amigo e colaborador Armindo Cerqueira da Foto GTI .

 

 

00001-07001-22002-02002-24003-09005-20022-06023-14024-12025-03031-05032-10032-34034-11034-54035-16035-30038-13039-15050-03052-17058-28059-08088-16089-05090-01092-06142-02164-07165-17167-09231-13293-02Fotos de Armindo Cerqueira - Foto GTI - www.velocidadeonline.com

 
Mais artigos...

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt