In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE -. JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

MARTINE PEREIRA AUSENTE NA RAMPA DA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

Motivado por ainda não ter recebido o motor para o seu Alfa Romeo 147, impediu Martine Pereira de estar presente no passadom fim de semana na Rampa Serra da Estrela /Covilhã, terceira prova do Campeonato Nacional de Montanha.Segundo o piloto de Vila Nova de Famalicão “ o motor ainda não chegou, vamos lá ser se já o tenho para a rampa de Santa Marta de Penaguião, quarta prova do calendário “, disse-nos.MART1 Copy

 

JOSÉ PEDRO GOMES ESTEVE AUSENTE

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 20917 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

JOSÉ PEDRO GOMES ESTAVE AUSENTE NA RAMPA SERRADA ESTRELA /COVILHÃ

 

Embora inscrito para a Rampa Serra da Estrela /Covilhã, terceira prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha, José Pedro Gomes e o seu Ford Escort acabaram por não participar, como nos explicou “ na realidade estava inscrito, mas acabei por não participar, pois surgiu-me um assunto de foro familiar, que me impediu de participar . No entanto estarei à partida da próxima prova, a Rampa de Santa Marta de Penaguião , quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha, onde vou para lutar pela vitória na minha categoria”, disse-nos.FOX 5790_Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Vitória na Serra da Estrela coloca José Correia e Vettra Motorsport isolados no topo dos GT  

 

José Correia venceu o Nacional de Montanha, a bordo do NissanGT-R GT3, pela segunda vez consecutiva este ano e isola-se no comando do campeonato.

Mas nem tudo foram rosas para o piloto da Vettra Motorsport: um toque na primeira subida de treinos fez com que Correia não participasse nas subidas de Sábado, restando apenas Domingo. Na bonita rampa que sobe ao ponto mais alto de Portugal, Jose Correia mostrou toda a sua garra e alcançou a vitória na última subida de prova, quando muitos não acreditavam ser possível.

Luís Birges eram um homem satisfeito com os feitos do seu piloto, após uma noite dura onde a equipa trabalhou árduamente para recuperar o Nissan.

Augusto Vasconcelos, a bordo do bonito Ford Escord, foi ganhando confiança a cada subida de treinos e de prova para terminar num muito honroso 3 lugar da geral, entre os clássicos, e segundo da sua Classe.

Depois da brilhante prova na Falperra, Mário Mesquita não teve a sorte do seu lado e o gentleman driver nunca pode dispor das melhores armas para lutar por um resultado melhor.

 ae35 Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Segundo posto para o Campeão em título

Gonçalo Manahu andou sempre na frente da Categoria 2, mas na última subida da Serra da Estrela, baixou para a segunda posição.

A terceira prova do Campeonato Nacional de Montanha foi discutida até ao cortar da meta da última subida de prova. Gonçalo Manahu dominou as subidas de treinos e as duas primeiras oficiais, tendo até aí assinado os melhores tempos da Categoria 2.

Foi preciso esperar pela última subida oficial para decidir a prova. “Fui apanhado de surpresa. Na terceira subida, quando toda a gente piorou, o (José n.d.r.) Correia retirou dois segundos e meio e venceu.”

O fim-de-semana não começou da melhor forma. O motor de arranque partiu logo no sábado de manhã e Gonçalo Manahu teve que ir ao Porto buscar um novo. “Andei a fazer piscinas entre a Covilhã e o Porto e isso parece que foi um sinal de que o fim-de-semana não ia correr bem…” E não correu mesmo, mas feito o balanço do fim-de-semana e o Campeão Nacional em Título só quer “dar os parabéns ao (José n.d.r.) Correia pelo tempo da última subida e pela vitória e centrar-me na preparação da proxima prova, em Santa Marta de Penaguião.”

Recorde-se que já em 2016 o Porsche 997 GT3, não se deu bem com a subida à serra mais alta de Portugal.

manahu estrela domingo Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3)

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Problemas mecânicos não permitiram melhor do que o segundo lugar na terceira prova do Campeonato Nacional de Montanha.

Pedro Salvador foi constantemente o mais rápido, aos comandos do Silver Car EF10. Logo nos treinos de Sábado fez as melhores marcas, tendo, após rever o set up marcado uma diferença de 5,5 segundos para o principal adversário.

Chegado às subidas de prova e na primeira, volta a assinar a melhor marca "apesar dos problemas de motor, que esteve sempre com falhas nos regimes altos.” Mas “na segunda subida, o diferencial cedeu a 600mts do fim e consegui terminar a subida com extrema dificuldade, o que me permitiu garantir o segundo tempo.”

Na assistência a equipa ainda conseguiu trocar o diferencial, mas os danos estendiam-se até à caixa de velocidades e não foi possível efectuar a 3ª subida de prova. “Fiquei impossibilitado de lutar pela vitória, conseguimos ainda assim minimizar o prejuízo, com a obtenção do segundo lugar e somar pontos importantes para o Campeonato." Rematou Pedro Salvador, que prepara já a próxima prova, a Rampa de Santa Marta, em 17 e 18 de Junho.

salvador estrela2 Pedro Salvador (Silver Car EF10)

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

RAMALHO VENCEU NA SERRA DA ESTRELA


NOTA DE REDACÇÃO:


O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , ENQUANTO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADO PELO racespirit  COMO AUTOR DESTE TEXTO.ae25 Copyae26 Copyae27 Copyae28 Copyae29 Copyae30 Copyae31 Copyae32 Copyae33 Copyae34 Copy


Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo2 é o grande vencedor da edição de 2017 da Rampa da Serra da Estrela/Covilhã, prova a contar para o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline e que foi organizada pelo CAMI com o apoio da edilidade local.

O piloto do Porto fez o tempo final de 5:12s083 e acabou por beneficiar dos problemas de Pedro Salvador, - que se viu impossibilitado de fazer a derradeira subida de prova -, para vencer com algum à vontade uma competição que se adivinhava renhida até aos últimos metros.

Salvador e o Silver Car EF10 minimizaram os custos em termos de campeonato, ao conseguirem manter a segunda posição absoluta e na Categoria 1. Muita emoção na luta pelo derradeiro lugar do pódio, com o piloto local, João Fonseca (BRC CM05), a conseguir bater Paulo Ramalho por apenas 23 milésimos (!), depois de uma última subida de “faca nos dentes”. Joaquim Rino em BRC CM05 Evo foi o quinto classificado.

“Foi uma vitória importante para mim e para a equipa, que esteve em grande plano e me deu um carro fabuloso. Devo confessar que esta não é das rampas onde me sinto mais à vontade, por isso vencer aqui deixa-me muito satisfeito. A minha adaptação ao Osella é cada vez maior, daí a minha candidatura ao título sair reforçada no final desta prova. Sabemos que vamos ter pela frente uma grande luta até ao final e é para isso que nos vamos preparar, sabendo que estar na primeira posição do campeonato é uma grande fonte de motivação para todos.” Disse Rui Ramalho.

Com um final espectacular, a Categoria 2 teve por vencedor José Correia. O piloto do Nissan GT-R GT3 fez na derradeira subida do fim-de-semana o seu melhor crono, completando a prova com um tempo total de 5:52s304, suficiente para bater Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup.

“Foi uma prova muito complicada para mim, que começou mal mas acabou muito bem. Ontem tive uma saída de pista e só com um grande trabalho de todos na equipa conseguimos recuperar o carro e estar na luta pela vitória até ao final. Conseguimos vencer e por isso o prémio é para todos, foi muito difícil e por isso muito saborosa.” Afirmou José Correia.

Também a Categoria 5 só ficou decidida nesta derradeira subida, com Luis Nunes em SEAT Leon MKIII a perfazer o tempo total de 5:56s075, para vencer na frente de Joaquim Teixeira em Renault Megane Trophy V6. Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa fechou o pódio

“Foi uma luta até ao final e por isso o triunfo conseguido foi muito gratificante. Gosto muito desta rampa e tudo correu muito bem, tendo conseguido o meu principal objectivo para esta prova. Consegui ser consistente e regular e acho que isso foi um dos segredos da minha vitória.” Referiu Luis Nunes.

A vitória na Categoria 4 pertenceu ao favorito Manuel Correia, que completou a prova ao volante do seu Ford Fiesta R5+ em 6:00s387. Azar para Luis Silva (BMW M3) que teve de parar na derradeira subida devido a problemas mecânicos no seu carro, mas mesmo assim completou a prova na segunda posição final. No degrau mais baixo do pódio ficou Francisco Morgado em Mitsubishi Lancer Evo IX, com Marco Guerra a colocar o seu Peugeot 306 na quarta posição.

“Este triunfo não foi tão fácil como pode parecer, já que nunca me pude distrair devido à pressão do meu adversário directo. O carro esteve impecável e por isso foi mais fácil conseguir andar rápido numa prova que dá muito gozo fazer e por isso estou muito satisfeito com este resultado.” Sintetizou Manuel Correia.

A jogar em casa, Pedro Coelho Saraiva e o Mitsubishi Lancer Evo IX bateram toda a concorrência na Categoria 3, com o piloto a completar a prova com o tempo total de 6:16s612. Mais atrás, João Guimarães foi segundo com o seu Peugeot 206 RC, na frente de Sérgio Nogueira em Citroen Saxo, Pedro Marques em SEAT Leon TDi e José Oliveira em Subaru Impreza.

“A vitória é um justo prémio para nós e tem um sabor especial por ter sido conquistada na minha terra. Começamos com alguns problemas ontem mas hoje tudo correu pelo melhor e foi possível vencer.” Referiu Pedro Saraiva.

Miguel Lobo completou a prova e venceu naturalmente a Taça Nacional de Montanha TCR com o Audi RS3, registando o tempo final de 6:02s409.

“Foi de facto uma luta solitária contra o cronómetro, mas que me deu muito prazer fazer. Fui melhorando sempre e no final os tempos que consegui e a classificação em termos absolutos deixam-me satisfeito.” Adiantou Miguel Lobo.

Com um registo final de 7:16s473, Leonel Brás em Citroen AX Sport, impôs-se na Taça Nacional de Montanha, com Francisco Leite em Fiat Punto a ser o segundo. António Silva em Toyota Starlet e Pedro Carvalho em Citroen AX ficaram nas posições seguintes.

“Não foi fácil mas correu tudo muito bem. Consegui andar sempre a um ritmo elevado e com isso foi possivel bater a concorrência.” Disse Leonel Brás.

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, a vitória pertenceu ao dominador Flávio Sainhas em Ford Escort MKI. O piloto local terminou a prova com o tempo total de 6:36s212, batendo Parcídio Summavielle, que foi segundo com o seu Datsun 240Z. Augusto Vasconcelos em Ford Escort MKI fechou o pódio, na frente de Mário Mesquita em Datsun 1600 SSS.

“Ganhar em casa e perante o público da Covilhã é fabuloso. Depois de uma prova azarada na Falperra, aqui tudo correu muito bem e foi possível ganhar com algum à vontade. Estou muito muito feliz.” Disse Flávio Saínhas.

No Troféu Nacional de Clássicos Montanha, a luta foi enorme, com a vitória a pender para o lado de Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII, que com o tempo total de 6:47s225, bateu por meio segundo Carlos Oliveira em BMW 323i. A terceira posição ficou na posse de José Dinis em Ford Escort MKII, seguido por Ricardo Loureiro em carro idêntico e pelos VW Carocha de Carlos Fava e Rui Gama.

“Foi uma luta enorme, muito difícil, mas no final a vitória foi minha. Estamos todos de parabéns na minha equipa com esta conquista que nos dá mais ânimo para o campeonato.” Afirmou Fernando Salgueiro.

Na Taça Nacional de Clássicos Montanha o triunfo pertenceu ao dominador Aníbal Rolo em Datsun 1200 Coupé, com o tempo final de 7:03683. Completaram o pódio, José Magalhães (Toyota Starlet) e José Pedro Figueiredo em Datsun 1200. Domingos Fernandes em Autobianchi A112 finalizou a prova na quarta posição.

“Tive o melhor carro e hoje correu muito bem depois de ter tido muitas dificuldades ontem já que o carro não estava ao meu gosto. Corrigimos e hoje foi possível vencer e por isso estou muito satisfeito.” Referiu Aníbal Rolo.

De referir o excelente esforço do CAMI, que depois dos sucessivos azares na primeira subida de treinos ontem realizada, com inúmeras avarias e acidentes a atrasarem bastante o programa, hoje, sem percalços de maior, tiveram um elevado desempenho organizativo, para o qual muito contribui a preciosa colaboração da Câmara Municipal da Covilhã. 

O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline prossegue dentro de três semanas, com a realização da Rampa de Santa Marta.

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Pedro Salvador dominou o primeiro dia da Rampa da Serra da Estrela

O Campeão Nacional de Montanha em título, começou por impor o Silver Car EF10 logo na primeira subida de treinos, por cerca de meio segundo.

“Não estava satisfeito com o set-up do carro e no intervalo das subidas estivemos a revê-lo. Acho que na segunda subida de treinos já fiz um tempo dentro do que era esperado. Nunca tinha guiado este carro neste traçado e por isso a primeira subida foi uma espécie de experiência.” Começou por confidenciar Salvador.

Na segunda subida de treinos, rodou em 2m 37,096, 5, 518 segundos mais rápido do que o segundo e com esse tempo encerrou o primeiro dia de competição de uma prova marcada por atrasos, que motivaram o adiamento da primeira subida oficial para Domingo.

salvador estrela sabado Pedro Salvador (Silver Car EF10

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Gonçalo Manahu na frente

O piloto do Porsche 997 GT3, terminou o primeiro dia da Rampa da Serra da Estrela na frente da Categoria Dois.

Gonçalo Manahu começou com um tempo modesto de 3m 21, 815s. “A chegar aos Carqueijais encontrei bandeiras amarelas cruzadas e encontrei o Nissan do José Correia, que tinha acabado de bater. Parei, certifiquei-me de que ele estava bem e segui devagar.”

NA segunda subida, já sem percalços, retirou 17,5 segundos. Fez 3m 04,312s e está na frente da classificação da categoria.

Devido aos atrasos, a subida oficial prevista para hoje, o primeiro dia de prova, ficou adiada para Domingo.

manahu.estrela sabado Gonçallo Manahu (Porsche 997 GT3)

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Pedro Salvador destacou-se no primeiro dia na Covilhã


NOTA DE REDACÇÃO:

O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , ENQUANTO GESTOR DESTA PAGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADO PELO

racepirit COMO AUTOR DESTE TEXTOae13 Copyae14 Copyae15 Copyae16 Copyae17 Copyae18 Copyae19 Copyae20 Copyae21 Copyae22 Copy


O primeiro dia da Rampa da Serra da Estrela/Covilhã, - prova a contar para o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017 -, ficou marcado pelo atraso verificado na primeira subida de treinos, que acabou por encurtar o programa previsto para o dia de sábado. A jornada organizada pelo CAMI, com o apoio da Câmara Municipal da Covilhã, disputou apenas as duas subidas de treinos, ficando para Domingo a primeira subida oficial.

Entre avarias e acidentes, foram cerca de duas as horas perdidas na primeira subida de treinos, que terminou com Pedro Salvador e o Silver Car EF10, no topo da tabela de tempos absoluta e na Categoria 1. Na segunda posição ficou Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo 2, seguido por João Fonseca em BRC CM05 Evo. 

Azarado nesta subida Nuno Guimarães teve um principio de incêndio no seu BRC, depois deste partir o motor, tendo o piloto sofrido queimaduras ligeiras. 

Luis Nunes esteve em grande destaque ao ser o quinto mais rápido na geral, levando a melhor na Categoria 5 com o seu SEAT Leon MKIII, na frente de Joaquim Teixeira em Renault Megane Trophy V6. 

Manuel Correia impôs o seu Ford Fiesta R5 na Categoria 4, a exemplo do que fizeram Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT Cup) na Categoria 2 e Pedro Saraiva (Mitsubishi Lancer Evo IX) na 3. De referir o acidente de José Correia em Nissan GT-R GT3, com o piloto bracarense a danificar a frente esquerda do seu carro.

Miguel Lobo, que compete sozinho na Taça TCR, terá pela frente uma luta contra si mesmo para se superar a cada subida. Na Taça Nacional de Montanha, o mais rápido foi Leonel Brás em Citroen AX Sport.

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, Flávio Sainhas e Ford Escort MKI impuseram-se a toda a concorrência, enquanto José Dinis (Ford Escort MKII) estreava-se com o melhor tempo no Troféu Nacional de Clássicos Montanha. Na Taça Nacional de Clássicos Montanha, a primazia nesta primeira subida de treinos foi para o Toyota Starlet de José Magalhães.

Ausências marcam segunda subida de treinos

A derradeira subida de treinos deste Sábado na Rampa da Serra da Estrela/Covilhã, que antecede a primeira subida a contar agendada para amanhã, foi dominada por Pedro Salvador em Silver Car EF10, com o piloto flaviense a ser o mais rápido na classificação absoluta e na sua categoria (1). Os irmãos Ramalho ocuparam a segunda e terceira posições com Rui (Osella PA2000 Evo 2) na frente de Paulo (Osella PA21s Evo). 

Com uma prestação notável, Luis Nunes foi mais uma vez o mais rápido na Categoria 5, voltando a ser o quinto mais rápido na geral com o seu SEAT Leon MKIII. Joaquim Teixeira não fez esta subida, devido a problemas de direcção assistida no Megane Trophy. Luis Silva em BMW M3 surpreendeu o favorito Manuel Correia e o seu Ford Fiesta R5, conseguindo ser o mais rápido na Categoria 4.

Sem a oposição do acidentado José Correia e do ausente Edgar Reis (Porsche 997 GT3 Cup), Gonçalo Manahu voltou a liderar a Categoria 2 com o seu Porsche 997 GT3 Cup. Na Categoria 3, o mais rápido desta feita foi Nelson Trindade em Mitsubishi Lancer Evo IX, que beneficiou da ausência nesta subida de Pedro Saraiva (Mitsubishi Lancer Evo IX).

Miguel Lobo continua a melhorar os seus tempos na Taça TCR, a exemplo do que conseguiu Leonel Brás (Citroen AX Sport) que liderou na Taça Nacional de Montanha.

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, Flávio Sainhas e o Ford Escort MKI foram de novo os mais rápidos, mas no Troféu Nacional de Clássicos Montanha o mais lesto desta vez foi Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII. Na Taça Nacional de Clássicos Montanha, o mais rápido foi Anibal Rolo em Datsun 1200 Coupé, com José Magalhães (Toyota Starlet) a não fazer esta subida.

O programa para amanhã passa a ter o seguinte horário:

28.05.2017 – Domingo

09H30 – Fecho da pista
10H15 – Warm Up
11H15 – 1ª Subida Oficial
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficial

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Vitória na Falperra impulsiona Vettra para a Covilhã   

 

A vitória de José Correia no Europeu e Nacional de Montanha, em GT, e a luta interna entre os gentleman drivers que tripulam os clássicos – Augusto Vasconcelos e Mário Mesquita -, servem de mote aquilo que a Vettra Motorsport espera para o próximo fim-de-semana: lutar pela vitória nas classes onde os seus pilotos estão envolvidos.

A Covilhã e a mítica Rampa da Serra da Estrela vão ser o cenário da próxima prova do Campeonato Nacional de Montanha. A bonita região beirã vai receber a luta entre o Nissan GT-R GT3 de José Correia e os Porsche. “A Covilhã é uma rampa difícil, bastante técnica e que exige muito em termos de pilotagem. As previsões apontam para bom tempo e isso é sempre importante para podermos explorar o nosso carro. Vamos para a Serra da Estrela para tentar chegar à segunda vitória consecutiva na categoria e ficar o mais próximo possível das barchettas”, afirmou José Correia.

Para Luís Borges “ os resultados da Rampa da Falperra vieram dar ainda mais alento e vontade de vencer a toda a equipa. Apesar das vitórias em Braga, encaramos esta rampa com toda a humildade possível e cientes que é necessário muito trabalho e determinação para se alcançar resultados idênticos”.

 ae11 Copy

 

JOAQUIM RINO INICIA ÉPOCA NA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

 

 

JOAQUIM RINO INICIA ÉPOCA NA SERRA DA ESTRELA

 

Estando previsto alinhar em apena tres provas do calendário do Campeonato Nacional de Montanha, a Rampa Serra da Estrela é  a primeira das provas em que Joaquim Rino vai alinhar ao volante do seu BRC CM 05.

 

Sobre aquilo que o espera Joaquim Rino  começou por nos dizer “ depois de uns meses parado, espero rapidamente apanhar o ritmo de forma a poder fazer um bom resultado final, se possivel gostaria muito dum pódio.Espero que o carro esteja perfeito, e que consiga em cada subida melhorar os meus tempos, sempre muito concentrado para não cometer erros, e assim atingir os objectivos a que me proponho “.

 

Joaquim Rino e o seu BRC CM 05 irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado da parte da manhã, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treino e à primeira de prova.As restantes subidas de prova terão lugar no domingo.

 RINO1 CopyRINO2 Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Miguel Lobo regressa ao Audi na Covilhã

 

Miguel Lobo disputa no próximo fim-de-semana a terceira ronda da Campeonato Nacional de Montanha, a Rampa da Covilhã, voltando a ter ao seu dispor o espectacular Audi RS3 LMS.

O jovem de Paços de Ferreira tem este ano um programa extremamente completo que contempla o Single Seater Series, considerado o Campeonato de Portugal de Monolugares, onde procura o perfeccionismo, e o Campeonato Nacional de Montanha, onde pretende cultivar o sentido de improvisação.

Depois da etapa da Falperra, a mais importante da temporada de montanha e onde garantiu o segundo posto da sua classe, Miguel Lobo está já de olhos postos na Covilhã, uma das provas mais exigentes da época. “Como é hábito, não conheço o traçado da rampa, portanto, vou ter que o aprender nas subidas de treinos. Mas um dos motivos que me levou a vir para as rampas foi também incrementar a minha capacidade de adaptação, portanto, vou ter que me aplicar nesse aspecto. Para além disso, volto a ter o Audi RS3 LMS ao meu dispor o que me deixa ainda mais confiante”, sublinhou o piloto de vinte e quatro anos.

Miguel Lobo sabe que a sua tarefa na Rampa da Covilhã não será fácil, mas está determinado em progredir. “Face a todas as novidades que terei que enfrentar, será difícil apontar resultados, mas antes de mais quero evoluir progressivamente ao longo do fim-de-semana, mostrar-me competitivo e no final olhamos para a classificação”, afirmou o piloto apoiado pela Divercol, Nacex, Maroco, PT Motor, Goldlable, Devesa Combustíveis, Bullseye, Givachoice e Soarijoia.

O programa da Rampa da Covilhã inicia-se no sábado, estendendo-se até domingo.aw12 Copy

 

HELDER SILVA AUSENTE E CARLOS OLIVEIRA PRESENTE

 

CAMPEONATO NACIONAL DE  MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

HELDER SILVA  AUSENTE  NA RAMPA SERRA DA ESTRELA, MAS CARLOS OLIVEIRA PRESENTE

 

 

 

Sempre a introduzir melhoramentos no seu Juno, que pelos vistos ainda não está como Helder Silva pretende, levou a que o piloto da  Póvoa de Varzim optasse pela ausencia nesta prova.Sobre  a decisão que tomou, disse-nos “ como já tinha anteriormente o carro está a ser alvo de melhoramentos, e não houve tempo de montarmos tudo, e como o regulamento  permite deitar fora um resultado, optamos por estar ausente na Rampa da Serra da Estrela, voltando ao Nacional de Montanha,na prova seguinte, na rampa de Santa Marta de Penaguião, onde conto estar presente, já com o carro montado com todas as evoluções técnicas que estamos a introduzir no mesmo “.

 

 

 

Quanto a Carlos Oliveira, cada vez mais adaptado ao seu BMW, simplesmente o piloto da Póvoa de Varzim quer mais como nos confidenciou “ a Rampa da Falperra correu muito melhor, nada comparavel com a Rampa da Penha, que foi para esquecer por completo.Na Rampa da Falperra uma rampa rápida, andei muito bem, e agora para a Rampa Serra da Estrela / Covilhã espero que suceda o mesmo.Estou mais confiante com o carro, mas para ser franco ainda não o trato “por tu”, mas vou precisar de mais algum tempo para chegar a esse patamar…Quero poder na Rampa Serra da Estrela /Covilha poder lutar por uma posição no pódio da categoria, e mesmo lutar pela vitória, e quero em cada subida tentar bater o meu tempo anterior, isso sempre muito concentrado para não cometer erros, que por vezes nos fazem perder muito tempo “.

 

Carlos Oliveira iráFOX 5236_CopyFOX 6394_Copy fazer as verificações técnicas e documentais no sábado da parte da manha, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e à primeira de prova.As restantes subidas de prova irão ter lugar no dia seguinte, Domingo ao longo do dia .

 

 

LEONEL BRÁS NA RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

LEONEL BRÁS NA RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

Tendo estado  ausente nas rampas da Penha e da Falperra, será já este fim de semana que Leonel Brás regressa ao Campeonato Nacional de Montanha, na Rampa Serra da Estrela / Covilhã, ao volante do seu já conhecido Citroen AX.

 

Sobre a  prova  que o espera este fim de semana na Serra da Estrela, Leonel Brás  começou por nos dizer “ antes de mais espero rapidamente ganhar ritmo do corrida, pois esta época apenas fiz uma classificativa num rali do regional, e por isso sinto falta de rodar.Espero que o carro esteja perfeito, de forma a poder tirar partido das suas potencialidades, e assim poder fazer umas boas subidas, de preferencioa sempre a melhor os meus tempos em cada subida feita, e com isso uma boa posição em termos de categoria, embora saiba que os meus adversários não vão dar tréguas,mas a verdade é que também me quero divertir ao máximo, estar com os amigos e passar um fim de semana calmo, mas com corridas…”

 

Leonel Brás e o seu Citroen AX irão fazer as respectivas verificações técnicas e documentais no decorrer de sabado de manhã, para da parte dar lugar à subias de treinos e à primeira subida de prova.As subidas seguintes de prova terão lugar no decorrer de domingo.

 IMG 2175_CopyIMG 2175_CopyIMG 2177_Copy

 

PEDRO CARVALHO ESTREIA CITROEN

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

PEDRO CARVALHO ESTREIA CITROENIMG 20170523_195636_CopyIMG 20170523_195647_CopyIMG 20170523_195659_Copy AX NA SERRA DA ESTRELA

 

 

É já este fim de semana que o piloto de  Vila Real, Pedro Carvalho irá estrear o seu Citroen AX na Rampa Serra da Estrela/Covilhã, terceira jornada do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Uma certa expectativa rodeia a participação de Pedro Carvalho, que nos começou logo por dizer “ para mim é tudo novo, nem tive tempo de testar o carro, por isso as primeiras subidas vão ser feitas com algumas cautelas, e depois aos poucos vou sentindo as reacçoes do carro, no sentido de ir melhorando de forma gradual os meus tempos.Espero que não haja surpresas com o comportamento do Citroen AX em prova.Quanto a objectivos, antes de mais terminar todas as subidas, depois tentar ganhar o ritmo de prova, que é algo que me falta, e por ultimo tentar em cada subida melhorar os meus tempos, e espero poder divertir-me o mais possivel”-

 

Pedro Carvalho e o Citroen Ax irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado da parte d amanha~, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e â primeira subida de prova.As restantes subidas terão lugar no decorrer do domingo.

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Francisco Marrão motivado para surpreender na Covilhã


NOTA DE REDACÇÃO:

O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , COMO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DE FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit, COMO AUTOR DESTE TEXTO.av19 Copy

 

O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline prossegue no próximo fim-de-semana com a realização da Rampa da Covilhã/ Serra da Estrela. Sendo uma das mais aguardadas do ano, a jornada beirã reúne um excelente lote de participantes, onde se inclui Francisco Marrão em SEAT Leon Supercopa.

O piloto transmontano volta a assumir-se como um forte candidato a um dos três lugares do pódio do campeonato reservado à Categoria 5. Depois do segundo lugar conseguido na prova de abertura do campeonato, Marrão vai tentar lutar por igual resultado, mesmo sabendo que os dois principais adversários têm nos seus carros argumentos de grande peso.

“Como sempre quero entrar ao ataque e lutar por um lugar no pódio. Em Braga conseguimos detectar um problema que afectava o meu carro desde o início da época e resolvê-lo neste intervalo entre provas. Isso deixa-me mais confiante e motivado, para dar o máximo na procura de cumprir os objectivos que coloquei a mim próprio para esta época. Por outro lado, a minha adaptação ao novo SEAT é agora muito melhor, o que permite andar mais depressa e pressionar os meus adversários. Sei que não será fácil batê-los, mas vou dar o máximo para o conseguir, contando uma vez mais com a preciosa ajuda da Speedy Motorsport.” Adiantou Francisco Marrão.

Programa/Horário:

27.05.2017 – Sábado

13H45 – Fecho da pista
14H30 – 1ª Subida de Treinos
16H00 – 2ª Subida de Treinos
18H30 – 1ª Subida Oficial

28.05.2017 – Domingo

10H15 – Fecho da pista
11H30 – Warm Up
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficial

 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Veloso Motorsport na linha da frente para vencer


NOTA DE REDACÇÃO:


O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , COMO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRFECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTO.av14 Copyav15 Copy

 

 

Com 4.910 metros de extensão, a Rampa da Covilhã/Serra da Estrela recebe no próximo fim-de-semana o espectáculo do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, naquela que é a terceira jornada do ano desta popular competição. A Veloso Motorsport, apresenta-se à partida para esta prova com dois carros e quer repetir os resultados conseguidos na jornada anterior, ou seja, levar para casa mais um duplo triunfo.

Luis Nunes em SEAT Leon MKIII e Miguel Lobo em Audi RS3 LMS TCR, partem ao ataque nas respectivas categorias, com Nunes a ser um dos favoritos à vitória na Categoria 5, a exemplo do que acontece com Lobo na Taça Nacional TCR. Num campeonato que está entre os mais competitivos de todos os que se disputam em Portugal, - são mais de 40 carros à partida -, a Veloso Motorsport sai mais uma vez na linha da frente!

“Espero conseguir vencer na Covilhã, uma prova onde normalmente sou feliz e que me dá muito gozo fazer. É uma rampa muito técnica, com pontos muito rápidos e outros mais lentos e técnicos, onde qualquer deslize se paga caro em termos de cronómetro. Confio que a Veloso Motorsport me vai disponibilizar mais uma vez um carro ao seu melhor nível, o que me deixa a responsabilidade de andar depressa e chegar ao fim com os louros da vitória. Sei que a concorrência está cada vez mais forte e por isso tenho de dar o máximo para vencer.” Referiu Luis Nunes.

“Como é hábito, não conheço o traçado da rampa, portanto, vou ter que o aprender nas subidas de treinos. Mas um dos motivos que me levou a vir para as rampas foi também incrementar a minha capacidade de adaptação, portanto, vou ter que me aplicar nesse aspecto. Quero evoluir progressivamente ao longo do fim-de-semana, mostrar-me competitivo e no final olhamos para a classificação.” Sintetizou Miguel Lobo através da sua assessoria.

Programa/Horário:

27.05.2017 – Sábado

13H45 – Fecho da pista
14H30 – 1ª Subida de Treinos
16H00 – 2ª Subida de Treinos
18H30 – 1ª Subida Oficial

28.05.2017 – Domingo

10H15 – Fecho da pista
11H30 – Warm Up
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficial

 



 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Joaquim Teixeira só pensa na vitória


NOTA DE REDACÇÃO:

O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , COMO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE  ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTO.av11 Copy


O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline prossegue já no próximo fim-de-semana, com a realização da Rampa da Covilhã/Serra da Estrela, prova com organização a cargo do CAMI e que tem por palco a serra mais elevada de Portugal. A instabilidade meteorológica prevista para aquela região no próximo fim-de-semana, pode ter um papel importante na competição, mas nada que afecte o optimismo de Joaquim Teixeira.

O piloto nortenho vai tripular o seu Renault Megane Trophy V6 e tentar chegar ao final do dia de Domingo no primeiro lugar da Categoria 5, numa prova do seu agrado e que se encaixa na perfeição nas características do seu bólide. Depois de uma vitória e um segundo lugar, Teixeira espera regressar aos triunfos na Covilhã.

“Estou muito confiante para esta prova, onde quero deixar para trás alguns dos problemas que me afectaram nas duas provas iniciais. Depois da polémica com a cronometragem na prova anterior, espero que desta vez tudo corra bem e que me deixem lutar de igual para igual com os meus adversários. Esta é uma rampa onde normalmente consigo boas prestações e espero por isso andar ao meu melhor nível e ganhar. Sabemos que não é fácil, porque esta é uma das categorias mais renhidas do campeonato, mas tenho confiança em mim e na minha equipa para cumprir os objectivos. O Megane está muito bom, assim como a minha adaptação que é já quase total, mesmo sabendo que estamos sempre a aprender.” Afirmou Joaquim Teixeira.

Programa/Horário:

27.05.2017 – Sábado

13H45 – Fecho da pista
14H30 – 1ª Subida de Treinos
16H00 – 2ª Subida de Treinos
18H30 – 1ª Subida Oficial

28.05.2017 – Domingo

10H15 – Fecho da pista
11H30 – Warm Up
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficial

 

MÁRIO MESQUITA NA RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

MÁRIO MESQUITA NA RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

O Datsun 1600 SSS de Mário Mesquita vai estar à partida da mais uma edição da Rampa Serra da Estrela / Covilhã, terceira prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha .

 

Sendo uma rampa com caracteristicas rápidas,  o piloto do Porto começou por dizer “ na realidade assim é , mas vou participar para dar o meu máximo, e lutar pelos melhores tempos, isso em cada subida efectuada. Espero que o Datsun 1600 SSS, esteja perfeito , para assim poder tirar partido das suas potencialidade e com isso poder lutar por uma boa posição e poder divertir-me o mais possivel,  já que vai ser mais um encontro com os meus amigos do Nacional de Montanha.

 

Mário Mesquita e o Datsun 1600 SSS irão estar nas verificações técnicas e documentais no sábado da parte da manha, para da parte dar lugar às duas subidas de treinos , e à primeira de prova.As restantes terão lugar no diaFOX 0003_Copy de domingo.

 

 

RAMPA FOZ DO ARELHO

Rampa Foz Arelho 2017 - Inscritos

Publicamos a lista dos 65 inscritos para mais esta prova a realizar na conhecida e bonita localidade da Foz do Arelho prevendo-se um dia magnifico de calor e sol no próximo domingo dia 28 de Maio.
A prova inicia-se pelas 08:30h com os treinos, seguido de três subidas de prova (13:30h, 15:00h e 16:30H) tendo como parque fechado o largo do ancoradouro localizado em frente ao INATEL

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

PEDRO SALVADOR NA RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

 

 

 

A próxima prova do Campeonato Nacional de Montanha vai ser disputada na Serra da Estrela.

Depois do quarto lugar à geral conseguido na “Subida Al Fito”, prova pontuável para o Campeonato da Europa de Montanha, Pedro Salvador está com motivação extra para aproxima prova do Nacional.

“Gosto muito do traçado da Serra da Estrela, é muito técnico, dotado de sequências de curvas muito interessantes. Além disso, é em parte semelhante à Subida Al Fito e aí deu para perceber que o Silver Car está mais competitivo.” Começa por explicar o Campeão Nacional de Montanha em título.

Pedro Salvador tem assim “esperança num bom resultado e prometo dar o meu melhor. O empenho será o de sempre: andar o mais rápido possível, como aconteceu nas Astúrias e na Falperra, onde apesar de um problema com uma rótula e da anulação de uma subida de prova me terem impedido de lutar pela vitória, fui sempre o mais rápido dos portugueses. Entendo que esta é forma de agradecer a todos quantos me apoiam.” Remata.

salvador Fito Pedro Salvador (Silver Car EF10) - Subida Al Fito

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Manahu de novo a subir

A Serra da Estrela é a próxima montanha, que Gonçalo Manahu quer conquistar.

“No ano passado a Rampa da Serra da Estrela não me correu particularmente bem. Não conhecia o traçado, não fazia a mínima ideia do que ia encontrar e por isso fui terceiro.” Começa por recordar o piloto portuense, que acrescenta ainda: “agora tenho um melhor conhecimento e confesso que gosto do traçado. Gosto das zonas muito encadeadas, em que uma única curva pode comprometer toda a sequência e acho que aqui as diferenças de potência ficam mais equilibradas. ” 

Na Fabela Sport, equipa que assiste o Porsche 997 GT3, houve trabalho até aos últimos dias. “Mas nada de novo. Foi a revisão normal após cada prova. Vamos para a Serra da Estrela com o espírito de sempre: andar rápido e se conseguirmos a segunda vitória da época… ainda melhor!”

Gonçalo Manahu está empenhado em disputar a Categoria 2 onde, em termos de campeonato, está a um ponto de ser primeiro.

manahu serradaestrela Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3) - arquivo, Serra da Estrela, 2016 

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

Manuel Correia procura pleno de vitórias na Covilhã

Campeão em título da categoria, Manuel Correia tem estado imbatível em 2017. O piloto de Braga quer chegar à terceira vitória consecutiva com o Ford Fiesta R5+.

 

As rampas da Penha e da Falperra mostraram que Manuel Correia continua a ser o piloto a bater na Categoria 4 do Campeonato Nacional de Montanha. Além de ser o grande favorito à vitória na sua classe, o piloto bracarense tem conseguido colocar o Ford Fiesta R5+ no top 10 absoluto do Campeonato Nacional de Montanha, tentando agora continuar essa tendência no asfalto da Serra da Estrela.

 

“A Covilhã tem um traçado muito rápido na fase inicial e depois com um zona mais técnica próxima do topo”, descreveu Manuel Correia. “É uma rampa bonita, embora eu goste de todas as provas do campeonato pois todas elas têm as suas características próprias e desafios para o piloto. Como sempre, vou tentar divertir-me com o carro durante o fim-de-semana e, se possível, continuar a ganhar a categoria, tal como aconteceu no ano passado nesta rampa. O nosso grande objetivo continua a ser revalidar o título”, concluiu o piloto bracarense.

 

                   A terceira prova da temporada começa no próximo sábado (dia 27) com a primeira subida de treinos marcada para as 14h30. No domingo, o                                  programa de subidas da Rampa Serra da Estrela começa às 11h30.
az3 Copyaz4 Copy
 

PRMINIRACING NA RAMPA DA SERRA ESTRELA/COVILHÃ

 

Será já no próximo fim-de-semana que terá lugar a 3ª prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017 no fantástico traçado da Rampa da Serra da Estrela, tendo como base a bonita Cidade da Covilhã. O reconhecido traçado, que no passado já recebeu o Campeonato Europeu da especialidade, é composto por zonas bastante rápidas, intercaladas por zonas bastante lentas e encadeadas, sendo por isso um traçado verdadeiramente completo e desafiante, tanto para os pilotos, como para a afinação dos seus carros, exigindo assim, o apuro técnico das Equipas respectivas.

Esta prova tradicionalmente conta com a afluência de milhares de espectadores, em que alguns dos quais usufruem das instalações do Parque de Campismo para pernoitarem, o qual fica situado mesmo no meio do traçado, ou então, em alguma das dezenas de unidades hoteleiras existente nesta bonita Cidade.

Uma vez mais, o recente mas de créditos firmados CAMI – Clube Aventura do Minho – terá a honra e a responsabilidade de ter a batuta organizativa deste evento desportivo.

Relativamente à participação do Team PRMiniracing nesta prova em particular tem como expectativa lutar pelos lugares do pódio por parte dos seus Pilotos, que juntamente com todos os elementos da Equipa se encontram extremamente motivados após os excelentes resultados alcançados nas 2 provas anteriores – Penha e Falperra.

 

PEDRO MARQUES QUER CONTINUAR A EVOLUIR

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

PEDRO MARQUES QUER CONTINUAR A EVOLUIR O SEAT LEON

 

 

Sendo o único Seat Leon diesel inscrito no Campeonato Nacional de Montanha, Pedro Marques quer continuar a evoluir o carro de origem espanhola, onde se recorde que na Rampa da Falperra conseguiu “ vingar “ o mau resultado da Rampa da Penha .Assim, Pedro Marques pretende atingir  o mesmo resultado na Rampa Serra da Estrela /Covilhã, como nos confirmou “ é um facto, espero que o carro esteja perfeito, e me permita lutar por uma posição no pódio em termos de categoria.A tarefa não se afigura nada fácil, pois os meus adversários não dão qualquer tipo de facilidade.Em cada subida que irei fazer, espero estar muitFOX 9840_Copyo concentrado sem cometer erros, e acima de tudo conseguir melhorar os meus tempos em cada subida efectuada “.

 

Pedro Marques e o seu Seat Leon diesel, irão fazer as verificações técnicas e documentais no sabado da parte da manhã, estando prevista as duas subidas de treinos e a primeira de prova da parte da tarde do mesmo dia.As restantes subidas de prova terão lugar no decorrer do dia de domingo.

 

 

PARCIDIO SUMMAVIELLE NA SENDA DUM BOM RESULTADO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA DA COVILHA

 

 

PARCIDIO SUMMAVIELLE NA SENDA DUM BOM RESULTADO NA RAMPA DA COVILHÃ

 

Sempre ao volante do competitivo  Datsun 240 Z, Parcidio Summavielle está assim confiante na obtenção dum, bom resultado para a prova do próximo fim de semana, a Rampa da Covilhã, terceira prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha.

 

Em termos de expectativas, o piloto de Fafe disse-nos “  Na rampa da Serra da Estrela / Covilhã,  cujo traçado e piso gosto particularmente, vou procurar tirar o máximo das potencialidades do meu Datsun 240 Z, mesmo sabendo que o Dr. José Pedro Gomes é inalcançavel. Acredito que os pequenos problemas que tivemos na Rampa da  Falperra com o sector da caixa de velocidades estão ultrapassados, num excelente trabalho do meu mecânico, Rui Lopes. Se a afinação do carro estiver tão boa como na Rampa da Falperra, estarão reunidas as condições para um desempenho honesto e, sobretudo, para me divertir”

 

Parcidio Summavielle e o seu Datsun 240 Z, irão fazer as verificações técnicas e administrativas no sábado de manha, estando previsto as duas subidas de treinos para a prte da tarde, para além da primeira subida de prova.AS restantes subidas de prova terão lugar no decorrer de domingo.

 FOX 5800_CopyFOX 5801_Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

José Correia motivado para o desafio da Serra da Estrela

 

A vitória na categoria e o excelente resultado no Campeonato da Europa FIA na Falperra deixam José Correia motivado para a terceira prova da temporada, a Rampa da Serra da Estrela - Covilhã.

 

O fim-de-semana da Rampa Internacional da Falperra foi histórico para a JC Group Racing Team, que viu José Correia levar o Nissan Nismo GT-R GT3 à vitória na categoria tanto no Campeonato Nacional como no Campeonato da Europa FIA, além de ainda ter subido ao pódio do CNM em termos absolutos.

 

Agora, o piloto e fundador da equipa bracarense quer prosseguir a senda dos bons resultados e lutar pela vitória na Categoria 2 na tradicional Rampa da Serra da Estrela.

 

“A Covilhã é uma rampa difícil, bastante técnica e que exige muito em termos de pilotagem. As previsões apontam para bom tempo e isso é sempre importante para podermos explorar o nosso carro. A equipa ainda está a tentar instalar o ‘launch control’ que é um componente importante que nos poderá ajudar a tirar uns dois segundos em cada arranque. Vamos para a Serra da Estrela para tentar chegar à segunda vitória consecutiva na categoria e ficar o mais próximo possível das barchettas”, afirmou José Correia.

 

Uma das rondas mais tradicionais do calendário nacional, a Rampa da Serra da Estrela – Covilhã terá a sua primeira subida de treinos às 14h30 do próximo sábado (dia 27). No dia seguinte, a ação em pista começa a partir das 11h30.

 ax11 Copyax12 Copy

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

Depois da Rampa da Falperra, o Campeonato Nacional de Montanha prossegue na Covilhã e Edgar Reis quer levar o Porsche 997 GT3 Cup ao triunfo na Categoria 2.

 

Em 2016, ninguém conseguiu ser mais rápido na categoria do que Edgar Reis, que agora espera voltar a entrar na luta pelo título nacional com um bom resultado na Serra da Estrela.

 

“Sim, de facto é uma rampa que me traz boas recordações. Gosto muito do traçado e acho que o Porsche também se adapta bem a esta rampa. Apesar de não termos muitos carros inscritos, a Categoria 2 continua a ser das mais competitivas do Campeonato Nacional e há sempre muita incerteza quanto ao vencedor. Vamos tentar chegar à primeira vitória da época e atingir o melhor resultado possível em termos de geral”, referiu o piloto de Famalicão, que foi campeão nacional da categoria em 2015 e vice-campeão em 2016.

 

Terceira prova da temporada depois do arranque na Penha e da famosa Rampa Internacional da Falperra, a Rampa da Serra da Estrela – Covilhã começa no próximo sábado (dia 27) com a primeira subida de treinos marcada para as 14h30. No domingo, os concorrentes entram em pista a partir das 11h30.

 ax7 Copyax8 Copy

 

CARLOS FAVA DE REGRESSO AO NACIONAL DE MONTANHA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

CARLOS FAVA DE REGRESSO AO NACIONAL DE MONTANHA

 

Será já no próximo fim de semana que o piloto da Covilhã,  Carlos Fava irá regressar ao Campeonato Nacional de Montanha ao volante do seu Volkswagen 1303, estando nos seus planos a participação nas restantes cinco provas que fazem parte do calendário.

 

Sobre o seu carro, um dos mais apreciados pelo publico presente “ não há muito a dizer, foi feita uma revisão completa na época  de defeso”.Quanto às espectativas neste seu regresso ao Nacional de  Montanha “ andar o melhor possivel, sempre muito concentrado para não dar azo a erros, tentar melhorar sempre os meus tempos em cada subida efectuada.Por outro lado também é importante não esquecer a componente familiar, pois sera um fim de semana para eu relaxar e divertir-me, e estar com os meus amigos. “.

 

Carlos Fava e o seu Volkswagen 1303, irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado da parte da manha para da parte da tarde do mesmo dia, dar lugar às duas subidas de treinos, e à primeira de prova.NO dia de domingo terá lugar as restantes subidas de prova.7212997 Copy11111111 Copy

 

FLÁVIO SAINHAS A CORRER EM "CASA"

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA SERRA DA ESTRELA /  COVILHÃ

 

FLAVIO SAINHAS A CORRER “ EM CASA”

 

Depois do azar que sofreu na Rampa da Falperra, onde acabou por partir o motor do Ford Escort, Flávio Sainhas vai estrear este fim de semana um  novo propulsor na Rampa Serra da Estrela /Covilhã.

 

Segundo Flávio Sainhas “ esta vai ser uma importante prova para mim, espero que este motor esteja impecável, e que me permita lutar  pela vitória em termos de categoria .Por outro lado espero que este novo motor marque uma nova etapa na minha carreira no Campeonato Nacional de Montanha.Como conheço bem a rampa, pois estou a morar não muito longe da mesma, é minha firme intenção logo nas subidas de treinos tentar bater os tempos que fiz no ano passado, e depois é lutar para  tentar melhorar em cada subida feita, e só espero que tudo corra pelo melhor “.

 

Flávio Sainhas e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e documentais na manha de sábado, para da parte da tarde dar lugar às subidas de treinos , e à primeira de prova.AsFOX 5746_CopyFOX 5747_Copy restantes subidas de prova terão lugar no decorrer de domingo.

 

 

RICARDO LOUREIRO NA SERRA DA ESTRELA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

RICARDO LOUREIRO  NA SERRA DA ESTRELA

 

.Cada vez mais adaptado ao comportamento em prova do Escort, Ricardo Loureiro está animado para a prova do próximo fim de semana, onde nos começou por dizer “ as duas primeiras provas do Campeonato Nacional de Montanha  correram muito bem, foram duas estreias muito positivas.Agora, espero na Rampa SerrFOX 0119_Copya da Estrela /Covilhã ter uma jornada muito  positiva, tal como nas provas  anteriores, de preferencia sem problemas técnicos com o carro que esteve muito bem nas provas passadas.Por isso na primeira subida vou ter algumas cautelas, para depois arriscar para assim poder lutar por uma posição no pódio em termos de categoria, tentanto acima de tudo melhorar os meus tempos em cada subida, sempre bem concentrado, e principalmente não cometer erros”.

 

Ricardo Loureiro e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e administrativas na parte da manha de sábado, para da parte da tarde, dar lugar às duas subidas de treinos e à primeira de prova.As restantes terão lugar no decorre de domingo.





 

DOMINGOS FERNANDES PREPARADO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÃ

 

DOMINGOS FERNANDES PREPARADO PARA A RAMPA SERRA DA ESTRELA/COVILHÃ

 

Depois de duas participações bem sucedidas na Rampa da Penha e na Falperra, Domingos Fernandes está preparado para o próximo fim de semana para mais uma prova do Campeonato Nacional de Montanha, a Rampa da Serra da Estrela / Covilhã, onde vai alinhar ao volante do seu Autobianchi A 112.

 

Sobre esta prova Domingos Fernandes começou por nos dizer “ espero que tudo corra bem, o carro continua impecável, para assim poder fazer bons tempos, logo nas subidas iniciais.Depois nas subidas seguintes quero tentar melhorar os meus tempos em cada subida efectuada, esperando divertir-me o mais possivel, estar com os amigos, pois isso não pode ser descurado “.

 

Domingos Fernandes e o seu Autobianchi A 112, irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado de manhã, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e à primeira subida de prova.No domingo tFOX 0494_Copyerão lugar as restantes subidas de prova.

 

JOSÉ PEDRO GOMES QUER NOVA VITÓRIA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

JOSÉ PEDRO GOMES QUER NOVA VITÓRIA NA SERRA DA ESTRELA

 

O piloto do Ford Escort está já preparado para lutar pela vitória na Rampa da Serra da Estrela, terceira jornada do Campeonato Nacional de Montanha, organizado sob a égide do Cami.

 

Não será demais recordar que José Pedro Gomes venceu a categoria na Rampa da Penha e na Falperra, esta ultima com problemas de travões e caixa de velocidades, onde na prova deste fim de semana que se está a aFOX 0537_Copyproximar , espera ter tudo solucionado, como nos explicou “ espero que todos estes problemas estejam resolvidos de uma vez por todas, pois já não é fácil dominar este carro, e então depois com problemas de travões e caixa de velocidades, as dificuldades aumentam e de que maneira.Depois a Rampa Serra da Estrela ´é rápida, e é preciso ter o carro a 100%.Assim espero poder lutar pela vitória em termos de categoria, e ficar o melhor classificado possivel à geral”.

 

José Pedro Gomes e o seu Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e documentais no sábado da parte da manhã, para da parte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e â primeira subida de prova.As restantes subidas terão lugar no domingo de manhã.

 

RAMPA SERRA DA ESTTRELA/COVILHÃ É JÁ NO PROXIMO FIM DE SEMANA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ

 

LISTA DE INSCRITOS

 

 

 

 

101 Speedy Motorsport Pedro Salvador Silvar Car EF 10 1
102 Rui Ramalho Rui Ramalho Osela PA2000 EVO 2 1
103 Paulo Ramalho Paulo Ramalho Osela PA21S EVO 1
151 Joaquim Rino Joaquim Rino BRC 05-EVO 1
152 João Fonseca João Fonseca BRC CM 05 EVO 1
155 Nuno Guimarães Nuno Guimarães BRC CM-02 1
201 Gonçalo Manahu Gonçalo Manahu Porsche 997 GT3 Cup 2
202 Edgar Reis Edgar Reis Porsche 997  2
210 JC Group Racing Team José Correia Nissan GT3 2
319 José Oliveira José Oliveira Subaru Impreza 3
324 Sérgio Nogueira Sérgio Nogueira Citroen Saxo 3
326 João Guimarães João Guimarães Peugeot 206 RC 3
333 Pedro Marques Pedro Marques Seat Leon TDI 3
341 Pedro Coelho Saraiva Pedro Coelho Saraiva Mitsubishi Lancer Evo IX 3
359 Nelson Trindade Nelson Trindade Mitsubishi Lancer EVO IX 3
401 Manuel Correia Manuel Correia Ford Fiesta ST 4
421 Luis Silva Luis Silva BMW M3 E30 4
424 Marco Guerra Marco Guerra Peugeot 306 4
425 Francisco Morgado Francisco Morgado Mitsubishi Lancer Evo VIII 4
501 Veloso Motorsport Luis Nunes Seat Leon Super Copa 5
510 Francisco Marrão Francisco Marrão Seat Leon Super Copa 5
511 Bompiso Racing Team Joaquim Teixeira Renault Megane Trophy 5
 
Campeonato Nacional Clássicos Montanha (CNCM) Cat.
621 Mário Mesquita Mário Mesquita Datsun 1600 SSS 6
626 Parcidio Summavielle Parcidio Summavielle Datsun 260 Z 6
634 José Pedro Gomes José Pedro Gomes Ford Escort 6
636 Augusto Vasconcelos Augusto Vasconcelos Ford Escort MKI 6
637 Flávio Saínhas Flávio Saínhas Ford Escort MKI 6
 
Taça Nacional de Montanha 1300 (TNM 1300) Cat.
727 Pedro Carvalho Pedro Carvalho Citroen AX Sport 3T
738 Leonel Brás Leonel Brás Citroen AX Sport 3T
739 António Torres da Silva António Torres da Silva Toyota 1300 3T
777 Francisco Leite Francisco Leite Fiat Punto  5T
 
Taça Nacional de Montanha Clássicos 1300 (TNMC 1300) Cat.
820 José Pedro Figueiredo José Pedro Figueiredo Datsun 1200 6T
831 Domingos Fernandes Domingos Fernandes Autobianchi A112 6T
844 Aníbal Rolo Aníbal Rolo Datsun 1200 Coupé 6T
876 José Magalhães José Magalhães Toyota Starlet EP 71 6T
 
TROFÉU NACIONAL DE CLÁSSICOS MONTANHA (TNCM)  
904 Fernando Salgueiro Fernando Salgueiro Ford Escort MK II  
905 Ricardo Loureiro Ricardo Loureiro Ford Escort MK II  
909 Carlos Oliveira Carlos Oliveira BMW E21  
927 Carlos Fava Carlos Fava VW 1303 S  
929 Rui Gama Rui Gama VW Type I  
930 José Dinis  José Dinis  Ford Escort   
 
TROFÉU NACIONAL TCR / TCS MONTANHA (TNTM)   
957 Veloso Motorsport Miguel Lobo Audi RS3 LMS  

 

RAMPA DA COVILHÃ

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA COVILHÃ

 

FERNANDO SALGUEIRO QUER VINGAR MAU RESULTADO DA FALPERRA

 

Esperando ter todos os problemas do seu  Ford Escort resolvidos, é o que Fernando Salgueiro pretende para a Rampa da Covilhã, isso depois das dificuldades com que se debateu na prova anterior, na Rampa da Falperra, que não lhe permitiu lutar pela vitória em termos de categoria.

 

 

Para a rampa da Covilhã que terá lugar já no proximo fim de semana, Fernando Salgeiro confessou-nos quais as suas expectativas “ estou confiante que com os problemas do Ford Escort resolvidos, tenho carro para lutar pela vitória em termos de categoria, embora não seja nada fácil, pois os meus mais directos adversários não costumam dar qualquer tipo de facilidades.Por isso os meus objectivos é poder lutar pela vitória, sempre muito concentrado para não cometer erros que me façam perder tempo, e assim possa dar o meu máximo.Assim, com tudo isto espero conseguir atingir o objectivo a que me proponho, sendo mais um desafio pela frente “, disse-nos.

 

Fernando Salgueiro e o Ford Escort irão fazer as verificações técnicas e administrativas no sabado de manhã, para da parte dar lugar às duas  subidas de treinos, e à primeira subida de prova.As FOX 5675_CopyFOX 5676_Copyrestantes subidas de prova terão lugar no decorrer de domingo.

 

 

RAMPA SERRA DA ESTTRELA/COVILHÃ É JÁ NO PROXIMO FIM DE SEMANA

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA /COVILHÁ É JÁ NO PRÓXIMO FIM DE SEMANA


NOTA DE REDACÇÃO:

O WWW.VELOCIDADEONLINE,.COM,  COMO GESTOR DESTA PÁGINA ASSIM COMO A RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK , É NESTE CAO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUERO AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADO PELO racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTOaz1 Copy


Disputa-se no próximo fim-de-semana, a terceira jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, com a caravana da montanha a deslocar-se até à Covilhã para disputar a Rampa da Serra da Estrela. Esta prova com organização a cargo do CAMI e apoiada entusiasticamente pela Câmara da Covilhã, - que aposta firmemente na internacionalização da sua rampa -, será certamente mais um duro desafio para máquinas e pilotos.

Na liderança do campeonato tanto em termos absolutos como na Categoria 1, Rui Ramalho e o seu rápido Osella PA2000 Evo 2, serão mais uma vez colocados à prova pelo binómio Pedro Salvador/Silver Car EF10, adivinhando-se mais uma fantástica luta entre os dois favoritos aos mais apetecidos louros, com Paulo Ramalho em Osella PA21s Evo à espreita de um qualquer deslize. Líder no Grupo CM, João Fonseca (BRC CM05 Evo) recebe nesta prova a oposição de Nuno Guimarães e do regressado Joaquim Rino ambos igualmente em BRC.   

Na Categoria 2 e depois de uma vitória para Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3 Cup) e outra para José Correia (Nissan GT-R Nismo GT3), na Serra da Estrela voltará a haver luta frenética pelo primeiro lugar entre estes dois pilotos, com Edgar Reis em Porsche 997 GT3 Cup, na expectativa de poder se imiscuir na luta pelo trunfo, ele que tem tido um início de época mais apagado.

A Categoria 3 voltará a ter nesta prova vários candidatos ao triunfo, com destaque para Pedro Saraiva em Mitsubishi Lancer Evo IX, João Guimarães em Peugeot 206RC e Sérgio Nogueira em Citroen Saxo Cup. Com Luis Silva e o seu bonito BMW M3 de regresso depois da ausência na Falperra, Manuel Correia voltará a ter alguma pressão para impor o seu Ford Fiesta R5+, ele que saiu triunfante nas duas primeiras jornadas do ano.

Confirmando o seu estatuto como uma das mais disputadas do campeonato, na Categoria 5, o nome do vencedor voltará a ser uma incógnita até mesmo ao final, com Luis Nunes em SEAT Leon MKIII e o líder do campeonato Joaquim Teixeira em Renault Megane Trophy V6, na linha da frente da luta pelo primeiro lugar do pódio. Tal como habitual, Francisco Marrão estará pronto para aproveitar algum erro para subir na classificação, ele que tripula um mais antigo SEAT Leon Supercopa.

 

 

Na Taça Nacional de Montanha 1300, dominador desde o início do ano, Armando Freitas não está para já inscrito. A confirmar-se a ausência do piloto do Toyota Starlet, a luta pelo trinfo fica entregue a José Magalhães (Toyota Starlet) e a Francisco Leite em Fiat Punto.

Com dois triunfos em outras tantas provas, José Pedro Gomes (Ford Escort MKI) assume-se como o principal favorito ao triunfo no Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, ficando para Parcidio Summavielle em Datsun 240Z, Augusto Fernandes e Flávio Sainhas, ambos em Ford Escort MKI, a responsabilidade de tentar dificultar a vida ao líder do campeonato.

No Troféu Nacional Clássicos de Montanha, o favorito é Carlos Oliveira em BMW 323i, com oposição a cargo de Fernando Salgueiro e Ricardo Loureiro, ambos em Ford Escort MKII.

Por último, a Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, conta para já com 3 inscritos, recaindo o favoritismo em Aníbal Rolo (Datsun 1200 Coupé), com José Figueiredo em Datsun 1200 e Domingos Fernandes, a terem também uma palavra a dizer nas respectivas categorias.

De referir que pedido do CAMI, a FPAK aceitou adiar a data de fecho das inscrições. Estas encerram agora na próxima Terça-Feira dia 23.05.2017.

Programa/Horário:

27.05.2017 – Sábado

13H45 – Fecho da pista
14H30 – 1ª Subida de Treinos
16H00 – 2ª Subida de Treinos
18H30 – 1ª Subida Oficial

28.05.2017 – Domingo

10H15 – Fecho da pista
11H30 – Warm Up
14H00 – 2ª Subida Oficial
15H15 – 3ª Subida Oficial

 

RAMPA SERRA DA ESTRELA

 

Covilhã recebe a Rampa da Serra da Estrela 3ª prova do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017
27 e 28 de Maio será marcado pela conceituada e prestigiada Rampa da Serra da Estrela. Este ano, a prova adopta a sua designação original que a tornou emblemática no Automobilismo nacional. 
O Município da Covilhã decidiu apostar em força, no sentido de elevar a fasquia e num futuro próximo internacionalizar a Rampa da Serra da Estrela.
Inserida no Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, um dos mais prestigiados Campeonatos de Montanha da Europa, a Rampa da Serra da Estrela promete espectáculo ao muito público que se adivinha.
De forma a cativar pilotos locais que por variadíssimas razões não reúnem condições para participar no Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, o CAMI Motorsport decidiu inserir uma Regularidade Histórica reservada a veículos clássicos e históricos, e uma Rampa Regional para viaturas não inscritas no CNM Valvoline.
As inscrições estão prestes a terminar.
Mais informações em www.cami.pt www.fpak.pt
Horários 
Sábado dia 27  13.45 Fecho de Pista 14.30 Treinos oficiais CNM 1ª Subida 18.30 1ª Subida Oficial CNM
 
Domingo dia 28
10.15 Fecho de Pista 11.30 Warm up CNM 15.15 Ultima Subida Oficial 16.30 Pódio Entrega de PrémiosAZ12 Copy

 

HELDER SILVA INSATISFEITO E CARLOS OLIVEIRA MAIS ADAPTADO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

HELDER SILVA INSATISFEITO E CARLOS OLIVEIRA MAIS ADAPTADO

 

Ainda numa fase de adaptação ao Juno, Helder Silva não estava nada satisfeito com as prestações do seu carro como nos confirmou no final da Rampa da Falperra “ para esta prova o carro já recebeu novas peças, para incrementar as suas perfomances, mas na minha opinião o Juno não estava tão competitivo como na Penha.Sei e tenho plena consciencia que ainda não estou adaptado completamente ao comportamento do carro em prova, mas vou precisar de mais algum tempo, mas a verdade é que nesta prova queria mais, e não consegui. disse-nos.

 

 

 

Numa situação bem diferente estava Carlos Oliveira em relação ao comportamento do BMW, e depois de ter parado o carro no parque fechado no Sameiro em Braga, um bocado sorridente dizia-nos “ hoje sinto-me mais adaptado ao BMW, a Rampa da Falperra começou melhor , isso por comparação como correu a Rampa da Penha que foi uma estreia verdadeiramente para esquecer.Depois aqui na Falperra já lutei por uma posição no pódio em, termso de categoria, e agora os meuis adversários sabem já que podem contar comigo para discutir para alem das posições no pódio à vitória também , disse-nos.

FOX 5741_CopyFOX 6137_Copy

 

AINDA A RAMPA DA PENHA - GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUPFOX 9723_CopyFOX 9726_CopyFOX 9728_Copy_CopyFOX 9730_CopyFOX 9734_CopyFOX 9736_CopyFOX 9738_CopyFOX 9740_CopyFOX 9742_CopyFOX 9747_CopyFOX 9749_CopyFOX 9751_CopyFOX 9754_CopyFOX 9755_CopyFOX 9757_CopyFOX 9760_CopyFOX 9761_CopyFOX 9763_CopyFOX 9765_CopyFOX 9767_CopyFOX 9768_CopyFOX 9769_CopyFOX 9773_CopyFOX 9775_CopyFOX 9777_CopyFOX 9779_CopyFOX 9781_CopyFOX 9783_CopyFOX 9785_CopyFOX 9789_CopyFOX 9791_CopyFOX 9793_CopyFOX 9795_CopyFOX 9797_CopyFOX 9799_CopyFOX 9801_CopyFOX 9803_CopyFOX 9806_CopyFOX 9808_CopyFOX 9809_CopyFOX 9811_CopyFOX 9815_CopyFOX 9816_CopyFOX 9818_CopyFOX 9820_CopyFOX 9823_CopyFOX 9825_CopyFOX 9827_CopyFOX 9829_CopyFOX 9831_CopyFOX 9833_CopyFOX 9835_CopyFOX 9840_CopyFOX 9842_Copy_CopyFOX 9843_CopyFOX 9848_CopyFOX 9850_Copy_CopyFOX 9851_Copy_CopyFOX 9854_Copy

 

 

AINDA A RAMPA DA PENHA

 

Mais uma serie de imagens da Rampa da Penha, jornada inauguarl do Campeonato Nacional de MOntanha .

 

Fotos de João Raposo Photography - www.velocidadeonline.comFOX 9709_CopyFOX 9713_CopyFOX 9716_CopyFOX 9720_CopyFOX 9722_Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Joaquim Teixeira exerce direito de resposta sobre noticia tendenciosa


NOTA DE REDACÇÃO:


O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM  , COMO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTO.AQ23 Copy


Na sequência da notícia “CNM – Falperra: Presidente da APPAM lança dúvida relativamente à cronometragem” publicada no dia 09.05.2017, pelo site www.sportmotores.com, Joaquim Teixeira decidiu exercer o direito de resposta que lhe assiste, para repor a verdade dos factos.

Estes são os pontos que levaram Joaquim Teixeira a tomar esta decisão:

1. Após a leitura do artigo em questão detectei graves imprecisões no corpo da notícia e em especial no título, enviei um email ao site Sportmotores a solicitar uma rectificação da mesma.

2. Como até ao momento a mesma não foi retificada, entrei em contacto telefónico com o Sr. Girão a quem solicitei a fonte da noticia, pois eu não prestei declarações ao Sportmotores.

3. O Sr. Girão informou-me que a noticia não resultou de recolha de declarações, mas do meu comunicado de imprensa que o Sportmotores recebeu, do meu gabinete de imprensa.

4. No meu comunicado em momento algum consta algumas das frases que constam da noticia publicada pelo Sportmotores.

5. Quem ler o meu comunicado o título é “Joaquim Teixeira prejudicado na Rampa da Falperra”. Isso significa que a alteração do título, apesar de legítima, tem uma clara intenção de criar uma ligação entre o que são as declarações do piloto Joaquim Teixeira e as declarações que este possa fazer na qualidade de presidente da Associação de Pilotos de Automóveis de Montanha.

6. No meu comunicado em momento algum é mencionado que as declarações proferidas são na qualidade de Presidente da APPAM, pois tratando-se de uma associação de pilotos, o presidente ou todos os membros da Direção da APPAM, participam em provas nessa mesma qualidade, fazem-no como pilotos independentes e daí são livres para emitir a sua opinião, livre, pessoal, e não vinculativa, com a comunicação institucional da associação a que pertencem.

7. O artigo em questão mostra que existem outros objectivos clara e conscientemente pensados e depois escritos, para tentar denegrir a minha imagem perante a opinião pública, criando confusão a quem lê. Basta ver outros artigos publicados onde fala de outros pilotos também eles pertencentes à APPAM, mas neste caso sem sejam referidos cargos ou ligações.

8. Mais afirma neste mesmo artigo que não foram disponibilizados os meios vídeo, que comprovam as razões da queixa e revolta do piloto Joaquim Teixeira. Esta afirmação é mentira, dado que os meios foram disponibilizados sim, mas a organização declinou a sua visualização dado considerar que não fazem prova de nada.

Aproveito para ressalvar que esta minha revolta nada tem contra o site Sportmotores, nem contra os outros jornalistas que trabalham neste OCS.

Por esse motivo. a queixa que vou apresentar na Entidade Reguladora para a Comunicação Social e o processo judicial que esta situação vai originar, será exclusivamente contra o Sr. Jorge Girão. 

 

RAMPA DA FALPERRA

RAMPA DA FALPERRA

 

ALGUMAS IMAGENS DE ARMINDO CERQUEIRA  FOTO GTIfalp1 Copyfalp2 Copyfalp3 Copyfalp4 Copyfalp5 Copyfalp6 Copy

 

RAMPA DO FITO - ESPANHA

RAMPA DO FITO - ESPANHA

 

CAMPEONATO DA EUROPA DE MONTANHA

 

GUARDA CIVIL OBRIGA PILOTOS A BUFAR

 

 

 

No país vizinho , Espanhã não se brinca !!
Seja rampas , Rallys de vez enquando os pilotos são surpreendidos pela Guarda Civil em testes ao álcool .

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Mr. Wheeler Motorsport presente na 38ª Rampa Internacional da Falperra


Nos próximos dias 5, 6 e 7 de maio realiza-se mais uma edição da Rampa Internacional da Falperra, em Braga, onde se espera a presença de muitos aficionados que darão um colorido especial à prova. O dia 5 está reservado às verificações administrativas e técnicas que serão efectuadas na praça do Pópulo, seguindo-se a exposição das viaturas no centro da cidade. Os dias 6 e 7 ficam reservados à competição propriamente dita no monte da Falperra.


A Mr. Wheeler Motorsport estará presente nesta prova, prestando assistência a 5 pilotos, entre eles, Paulo Silva que estará presente aos comandos do BMW E30 M3, Pedro Marques estreia-se na prova a bordo de um Fiat Uno 45S, Carlos Sousa que estará novamente presente com o seu Peugeot 309, Vitor Sousa tripula o seu Peugeot 205 Rallye e Rafael Marques Pereira que voltará aos comandos do seu Lancia Delta.


Paulo Silva parte para esta prova com o intuito de defender e tentar revalidar a sua vitória no ano transacto. O piloto apoiado pela BOOM BAP WEAR, Tipografia Priscos, Trans R, CR Car Parts, BB Toldos e Mr. Wheeler Motorsport parte motivado para esta prova “Este ano tentarei revalidar a vitória que conquistei no ano passado. Vou tentar andar rápido e evitar as armadilhas deste traçado, pois só assim poderei conquistar o objectivo traçado”.


Pedro Marques é um estreante, conta com os patrocínios da Mr. Wheeler Motorsport, Grupo Bernardo da Costa, BC Segurança, Retrokitchen, TransR, BBToldos, CR Car Parts, terá que se adaptar a todas as condicionantes da prova mas parte confiante para este desafio que terá pela frente. “Desde pequeno que acompanho a prova e sonhava participar. Este ano com a disponibilidade da Mr. Wheeler Motorsport vou poder concretizar o esse sonho. Apesar de já ter participado em provas automobilísticas, esta é muito específica pelo que vou ter que me adaptar a tudo e dar o máximo. O objectivo passa por conseguir melhorar os tempos a cada subida.” adiantou o piloto.


Rafael Marques Pereira regressa à Rampa Internacional da Falperra ao volante do Lancia Delta HF Turbo que o acompanhou na sua participação em 2015. Nesta participação conta com o apoio dos seus patrocinadores Balanças Marques e Grupo José Pimenta Marques e de toda a sua família. O piloto parte com a vontade de melhorar os registos obtidos na edição anterior, como confidencia: “Nesta participação pretendo acima de tudo divertir-me e evoluir relativamente aos tempos que obtive na minha última participação.”


A Mr. Wheeler Motorsport convida todos os aficionados e curiosos a visitarem a assistência da equipa que estará localizada no parque da TransR. 

AQ33 CopyAQ34 CopyAQ35 CopyAQ36 CopyAQ37 Copy
 

RAMPA DA FALPERRA

 

Bernardo Sá Nogueira enfrenta a Falperra de Porsche

 

Bernardo Sá Nogueira, com o apoio dos seus parceiros Carlo Monteiro & Ideias Aritméticas e Konzept Automobile, participa no próximo fim-de-semana na mítica Rampa da Falperra, uma das mais importantes provas do calendário nacional de automobilismo e do Campeonato Europeu FIA de Montanha procurando alcançar um bom resultado.

 

O piloto de Santarém tem vindo a ser uma presença assídua na prova bracarense, garantindo resultados de relevo ao longo dos últimos anos. Este ano regressa à prova maior da especialidade, desta feita aos comandos de um Porsche 997 GT Cup da Konzept Automobile assistido pela Golden Motorsport.

Bernardo Sá Nogueira mostra-se mais motivado que nunca com o seu regresso ao evento do Sameiro, apontando a importância da prova, assim como a sua selectividade. “A Rampa da Falperra é uma das principais provas do automobilismo nacional, fazendo parte do imaginário de todos os pilotos e adeptos nacionais, dado possuir um traçado extremamente selectivo que exige muito quer das máquinas quer dos pilotos. Para além disso, existe uma multidão apaixonada ao longo do troço, dando um colorido muito próprio a este evento. Face a tudo isto, é normal que exista um desejo profundo de participar nesta prova da parte de todos. Com o apoio de Carlo Monteiro & Ideias Aritméticas e Konzept Automobile, consegui montar um projecto muito interessante que me permite estar presente ao volante de um potente Porsche 997 GT3 Cup, o que me abre boas expectativas para o evento”, afirmou o piloto de Santarém.

O piloto apoiado pelos seus parceiros sabe que terá oponentes bastante fortes, mas acredita que tem as condições necessárias para ter um bom fim-de-semana de competição. “A Rampa da Falperra reúne alguns dos melhores pilotos portugueses e da Europa, estou consciente, portanto, de que a oposição será muito forte e que é necessário tudo estar perfeito para que possamos alcançar os nossos objectivos. Tenho vindo a preparar-me afincadamente para este evento e acredito ter ao meu dispor os argumentos técnicos para apresentar um bom nível. Tendo isso em conta, penso que poderei bater-me por um bom resultado muito embora só com o decorrer da prova terei uma ideia clara de quais serão as minhas possibilidades”, sublinhou com confiança Bernardo Sá Nogueira.

O programa da Rampa da Falperra inicia-se no próximo sábado com as subidas de treinos e as primeiras subidas de prova, terminando no dia seguinte.AQ10 Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Miguel Lobo estreia-se na Falperra

 

Miguel Lobo não para e, depois da sua estreia no Single Seater Series de 2017, que teve lugar no Estoril, o jovem de Paços de Ferreira disputa no próximo fim-de-semana a mítica Rampa da Falperra, uma prova onde debutará e que conta para o Campeonato Europeu FIA de Montanha.

O piloto de vinte e quatro anos protagoniza em 2017 uma temporada profundamente eclética, disputando aquele que é considerado o Campeonato Nacional de Monolugares juntamente com o Campeonato Nacional FPAK de Montanha.

No próximo fim-de-semana Miguel Lobo disputará a rampa mais emblemática da competição, a mítica Falperra, o que o deixa entusiasmado uma vez que é a sua estreia no traçado do Sameiro. “Poder participar na Rampa da Falperra é um sonho que qualquer piloto português ambiciona concretizar. É uma prova com um traçado rápido e exigente, que selecciona os melhores, e que alberga uma imensa mole humana, o que é extraordinário. Será um fim-de-semana inesquecível”, afirmou o piloto apoiado pela Divercol, Nacex, Maroco, PT Motor, Goldlable, Devesa Combustíveis, Bullseye, Givachoice e Soarijoia.

No campo desportivo, o jovem de Paços de Ferreira terá aos comandos de um SEAT Leon preparado pela Veloso Motorsport, ao invés do habitual Audi RS3 LMS, devido a condições contractuais, estando apostado em progredir ao longo do fim-de-semana de modo a poder chegar ao domingo na sua melhor forma. “A Falperra é uma completa novidade para mim e, com um traçado tão exigente, terei que aproveitar as subidas de treinos para me ambientar. Espero progredir consistentemente e, nas subidas de prova, conseguir ser competitivo entre os carros de Turismo”, sublinhou Miguel Lobo.

O programa competitivo da Rampa da Falperra inicia-se no próximo sábado, com as subidas de treinos, estendendo-se até domingo, dia em que serão realizadas as subidas de prova.

 

SALVADOR BRILHANTE EM ESPANHA

 

Quarto posto à geral de Pedro Salvador na Subida al Fito, prova pontuável para o Campeonato da Europa de Montanha.

Foi um fim-de-semana em cheio para o Campeão Nacional de Montanha em título, que levou o “pequeno” Silver Car EF10 ao quarto posto à geral (!) no Campeonato da Europa, batendo os bem mais competitivos protótipos de três litros e mesmo os monolugares de Fórmula 3000.

“O balanço do fim-de-semana é muito positivo. Foi a estreia numa das provas mais difíceis do Campeonato da Europa, em que apenas subi seis vezes. É um traçado muito sinuoso e técnico, com piso muito irregular, que exige um grande conhecimento para o poder explorar até ao limite.” Começa por recordar.

Pedro Salvador continua assim com o desenvolvimento do Silver Car EF10, agora na prova espanhola. O tempo acumulado das duas melhores subidas de prova foi de 2m 23, 175s, o que o coloca no quarto posto do Campeonato da Europa, que foi vencido por Christian Merli, a quem se seguiu o octa-campeão Simone Fagiolli e Andrés Vilariño, por esta ordem respectivamente.

Vilariño venceu a prova pontuável para o Campeonato Espanhol, em que Pedro Salvador, a 8,7s, foi a maior ameaça, fechadas aa contas do fim-de-semana. Neste campeonato Salvador foi segundo classificado.

Mesmo assim, comenta que “o andamento conseguido foi o possível sem correr riscos, para desta forma capitalizar a participação e prosseguir a evolução do EF10.” Rematou Salvador.

pedro salvador falperra falperra 1 salvador

 

GALERIA DE IMAGENS - RAMPA DA PENHA

FOX 9619_CopyFOX 9623_CopyFOX 9626_CopyFOX 9629_CopyFOX 9632_CopyFOX 9634_CopyFOX 9636_CopyFOX 9637_CopyFOX 9639_CopyFOX 9641_CopyFOX 9642_CopyFOX 9645_CopyFOX 9647_CopyFOX 9652_CopyFOX 9660_CopyFOX 9662_CopyFOX 9663_CopyFOX 9664_CopyFOX 9666_CopyFOX 9671_CopyFOX 9673_CopyFOX 9675_CopyFOX 9677_CopyFOX 9680_CopyFOX 9682_CopyFOX 9684_CopyFOX 9686_Copy_CopyFOX 9687_CopyFOX 9693_CopyFOX 9695_CopyFOX 9697_CopyFOX 9699_CopyCAMPEONATOFOX 9590_CopyFOX 9592_CopyFOX 9593_CopyFOX 9596_CopyFOX 9599_CopyFOX 9603_CopyFOX 9609_CopyFOX 9613_CopyFOX 9614_CopyFOX 9616_CopyFOX 9617_CopyFOX 9619_Copy NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

GALERIA DE IMAGENS

 

RAMPA DA PENHA

 

Fotos de João Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

AINDA A RAMPA DA PENHA - GALERIA DE IMAGENS

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

AINDA A RAMPA DA PENHA

 

Mais uma serie de imagens da Rampa da Penha, primeira jornada do Nacional de Montanha desta época.

 

Fotos  de JoFOX 9504_CopyFOX 9507_CopyFOX 9509_CopyFOX 9510_CopyFOX 9513_CopyFOX 9516_CopyFOX 9519_CopyFOX 9521_CopyFOX 9523_CopyFOX 9526_CopyFOX 9530_CopyFOX 9532_CopyFOX 9534_CopyFOX 9535_CopyFOX 9539_CopyFOX 9542_CopyFOX 9544_CopyFOX 9547_CopyFOX 9550_CopyFOX 9554_CopyFOX 9552_CopyFOX 9557_CopyFOX 9560_CopyFOX 9562_CopyFOX 9564_CopyFOX 9566_CopyFOX 9569_CopyFOX 9572_CopyFOX 9575_CopyFOX 9578_CopyFOX 9581_CopyFOX 9583_CopyFOX 9585_CopyFOX 9586_CopyFOX 9590_Copyão Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

JOAQUIM TEIXEIRA INDIGNADO

 

Na sequência da notícia “CNM – Falperra: Presidente da APPAM lança dúvida relativamente à cronometragem” publicada no dia 09.05.2017 às 09H50, pelo site www.sportmotores.com, Joaquim Belmiro Teixeira vem, ao abrigo do artigo 24º da Lei de Imprensa, solicitar a publicação do seguinte direito de resposta, que deve ser publicado com igual destaque na página inicial do site, à mesma hora (09H50) e tão rapidamente quanto possível, dentro dos dois dias de prazo máximo estabelecido por lei:

1. Após a leitura do artigo em questão detectei graves imprecisões no corpo da notícia e em especial no título, enviei um email ao site Sportmotores a solicitar uma rectificação da mesma.

2. Como até ao momento a mesma não foi retificada, entrei em contacto telefónico com o Sr. Girão a quem solicitei a fonte da noticia, pois eu não prestei declarações ao Sportmotores.

3. O Sr. Girão informou-me que a noticia não resultou de recolha de declarações, mas do meu comunicado de imprensa que o Sportmotores recebeu, do meu gabinete de imprensa.

4. No meu comunicado em momento algum consta algumas das frases que constam da noticia publicada pelo Sportmotores.

5. Quem ler o meu comunicado o título é “Joaquim Teixeira prejudicado na Rampa da Falperra”. Isso significa que a alteração do título, apesar de legítima, tem uma clara intenção de criar uma ligação entre o que são as declarações do piloto Joaquim Teixeira e as declarações que este possa fazer na qualidade de presidente da Associação de Pilotos de Automóveis de Montanha.

6. No meu comunicado em momento algum é mencionado que as declarações proferidas são na qualidade de Presidente da APPAM, pois tratando-se de uma associação de pilotos, o presidente ou todos os membros da Direção da APPAM, participam em provas nessa mesma qualidade, fazem-no como pilotos independentes e daí são livres para emitir a sua opinião, livre, pessoal, e não vinculativa, com a comunicação institucional da associação a que pertencem.

7. O artigo em questão mostra que existem outros objectivos clara e conscientemente pensados e depois escritos, para tentar denegrir a minha imagem perante a opinião pública, criando confusão a quem lê. Basta ver outros artigos publicados onde fala de outros pilotos também eles pertencentes à APPAM, mas neste caso sem sejam referidos cargos ou ligações.

8. Mais afirma neste mesmo artigo que não foram disponibilizados os meios vídeo, que comprovam as razões da queixa e revolta do piloto Joaquim Teixeira. Esta afirmação é mentira, dado que os meios foram disponibilizados sim, mas a organização declinou a sua visualização dado considerar que não fazem prova de nada.

Aproveito para ressalvar que esta minha revolta nada tem contra o site Sportmotores, nem contra os outros jornalistas que trabalham neste OCS.

Por esse motivo. a queixa que vou apresentar na ERC e o processo judicial que esta situação vai originar, será exclusivamente contra o Sr. Jorge Girão.

 

PEDRO SALVADOR CORRE EM ESPANHA

 

Pedro Salvador sobe Al Fito

Um segundo lugar no Campeonato de Espanha de Montanha e quarto à geral no Europeu, é o balanço do primeiro dia da clássica Subida Al Fito, pontuável para o Campeonato da Europa de Montanha.

 

Após três subidas de treinos, Pedro Salvador é o quarto mais rápido na prova asturiana, intrometendo o Silver Car EF10, um 1.000 cm3 turbo, no meio da luta dos super competitivos protótipos de três litros. Com este resultado lidera a categoria 3/E2.

 

“Dificilmente poderia estar a correr melhor. Previa que me ia dar bem com este carro neste traçado, mas mesmo assim não previa estar entre os cinco de frente do Europeu e segundo no Campeonato Espanhol.”

 

O Campeão Nacional de Montanha em título concluiu a primeira subida de prova, com o tempo de 2m 41,992s, logo atrás do ex-Campeão  Europeu, Andrés Villariño.

 

Amanhã é disputado o segundo dia, que define as classificações definitivas. “Vou continuar a dar o meu melhor, mas sei que tenho uma concorrência muito forte e empenhada… Mesmo assim, gostaria de voltar a Portugal com um pódium.” Rematou.az1 Copyaz2 Copy

 

FLAVIO SAINHAS SEM SORTE NA RAMPA DA FALPERRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

FLAVIO SAINHAS SEM SORTE NA RAMPA DA FALPERRA

 

 

A sorte nada quis  com Flávio Sainhas na sua estreia esta época no Campeonato Nacional de Montanha, pois no final da tarde de sábado acabaria por partir o motor do seu Ford Escort.O piloto da Covilhã, desapontado, dizia-nos “ não entendo o que se passou, estava tudo bem, e de repenteFOX 5244_CopyFOX 5245_Copy o motor começou a fazer um ruido estranho, e parei.Uma vez mais  sublinho, não entendo o que se passou, pois não cometi excessos, fiz sempre as subidas concentrado ao máximo”. Ao  lado de Flávio Sainhas estava o seu pai que logo acrescentou “  por um lado não me admiro, muito durou este motor, pois se não estou em erro já corre há 11 anos, foi este o motor que utilizei sempre que corri com este mesmo Ford Escort, por isso não estou surpreso, pois as corridas de automóveis tem destes imponderaveis “

 

Perante este cenário Flávio Sainhas já não alinharia nas subidas de domingo, mas acrescentou-nos “ agora vou ter de procurar e preparar outro motor, de forma a estar presente na Rampa da Serra da Estrela, desta vez a “jogar em casa”, disse-nos

 

FERNANDO SALGUEIRO COM FIM DE SEMANA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

 

FERNANDO SALGUEIRO COM FIM DE SEMANA PARA ESQUECER NA FALPERRA

 

 

 

Fernando Salgueiro teve na Rampa da Falperra um fim de semana para esquecer, pois uma serie de problemas afectaram o desempenho do seu Ford Escort, não lhe permitindo discutir a vitória em termos de categoria, tendo acabado no 3º lugar.

 

No final despois da cerimónia do pódio, o piloto do Caramulo Racing Team fez-nos o balanço, começando por dizer “ foi uma jornada para esquecer, pois no sábado o distribuidor avariou, e com isso perdi muito tempo.Por causa deste problema não consegui tirar partido das potencialidades do meu Escort, cujo percurso da Falperra lhe é em certa parte favorável . Mesmo assim na ultima subida de domingo, tentei andar mais depressa, pois o carro estava melhor, só que o piso estava em certos pontos do perFOX 5192_CopyFOX 5193_Copycurso escorregadio, e não quis arriscar em demasia, terminando assim na terceira posição na categoria.Agora há que ver  as razoes que afectaram o desempenho do carro, para que esteja tudo a 101% para a rampa da Serra da Estrela “.

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Bernardo Sá Nogueira – União nas dificuldades

 

Bernardo Sá Nogueira não teve o fim-de-semana que desejava na Rampa da Falperra, mas ainda assim retira aspectos positivos de um evento em que acabou por não ter a possibilidade de participar.

O escalabitano tomava parte no evento deste ano ao volante do Porsche 997 GT3 Cup da Konzept Automobile preparado pela Golden Motorsport, o que lhe dava a possibilidade de assegurar resultados interessantes na mítica prova portuguesa que reúne os melhores pilotos europeus da especialidade.

No entanto, durante um “shake down” em Braga um problema na caixa de velocidades acabou por inviabilizar a participação de Bernardo Sá Nogueira na edição deste ano da Rampa da Falperra, apesar de todos os esforços dos envolvidos para ultrapassar esta contrariedade.

“Foi um fim-de-semana que não correu da forma como esperávamos, mas ainda assim temos aspectos positivos a tirar. Um pequeno problema numa anilha da caixa de velocidades do nosso carro acabou por inviabilizar a nossa participação na Rampa da Falperra. Sobre isto, não há muito a dizer, por vezes as corridas são assim. Mas gostei muito de conduzir o Porsche 997 GT3 Cup da Konzept Automobile, que mostrou ser um carro bastante competitivo, equilibrado e fantástico para este tipo de provas. Adorei conduzir o carro”, começou por dizer o piloto de Santarém.

 

Apesar do desfecho que não era esperado, Bernardo Sá Nogueira sublinha que todos os envolvidos neste projecto mostraram desde o primeiro momento a vontade de superar todos os obstáculos, o que foi determinante para amenizar toda a situação, deixando no ar o desejo de repetir uma aventura semelhante. “As contrariedades acabam por unir ainda mais as equipas fortes e posso garantir que foi isso mesmo que aconteceu neste projecto – não correu como esperávamos, mas todos os elementos desta aventura se desdobraram em esforços para encontrar soluções. Não posso deixar de agradecer ao Carlo MonteiroIdeias AritméticasKonzept Automobile e Golden Motorsport pelo apoio e ao Duarte Fraga por ter confiado em mim para este projecto. Obrigado, haveremos de encontrar um novo desafio!”, concluiu o piloto que já triunfou em pistas como Daytona ou Jarama.

 AC50 Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Miguel Lobo – Apesar de tudo uma boa estreia

 

Miguel Lobo teve uma estreia muito positiva na Rampa da Falperra, segunda ronda do Campeonato Nacional de Montanha, terminando no segundo posto da classe TCR, apesar de um momento difícil que poderia ter consequências difíceis.

O jovem de Paços de Ferreira debutou no passado fim-de-semana no mais importante evento da competição da FPAK, que contou também para o Campeonato Europeu FIA de Montanha, o que garantia a presença dos melhores pilotos europeus da especialidade.

Miguel Lobo foi evoluindo ao longo do evento, ganhando a mão ao exigente traçado da Falperra, chegando às subidas de prova num ritmo muito competitivo, o que diz bem da progressão que protagonizou.

No entanto, na sua segunda subida de prova, quando tentava prosseguir a sua evolução e realizar o seu melhor tempo do fim-de-semana, encontrou outro piloto parado em pista, conseguindo evitar o embate, que seria de alta-velocidade, por pouco.

Ao contrário do que esperava, não foi dada ao Campeão Nacional de Velocidade C3 de 2015 a possibilidade de repetir a sua prova, o que o deixou desagradado. “Apesar das contrariedades típicas deste tipo de competição, tudo estava a correr bem e eu estava a evoluir bem. Na segunda subida de prova montei pneus novos e esperava então colocar em prática todos os ensinamentos que tinha recolhido ao longo do fim-de-semana. Porém, apanhei um carro parado e atravessado em pista e só por pouco evitei o choque. Com duplas bandeiras amarelas, prossegui a baixa velocidades, esperando que pudesse repetir a subida. Mas inexplicavelmente, não me foi permitido voltar a realizar a subida. Foi desapontante e deixou-me bastante agastado”, sublinhou Miguel Lobo.

Apesar da situação que foi, no mínimo desagradável, o piloto de Paços de Ferreira efectua um balanço positivo da sua estreia na mais importante prova de montanha, terminando o evento no segundo lugar do Grupo TCR. “Gostei muito de participar na Rampa da Falperra. É uma prova fantástica, com um traçado extraordinário e um público conhecedor e numeroso. Terminar em segundo, atrás do Patrick Cunha – um grande piloto e especialista da prova – é um resultado que considero muito bom. Foi uma grande experiência”, concluiu Miguel Lobo.

O jovem de vinte e quatro anos regressa à competição nos próximos dias 27 e 28 de Maio para participar na Rampa da Covilhã, a terceira ronda do Campeonato Nacional de Montanha, então aos comandos do habitual Audi RS3 LMS.

 AC49 Copy

 

PEDRO MARQUES VINGOU-SE NA RAMPA DA FALPERRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

RAMPA DA FALPERRA

 

PEDRO MARQUES VINGOU-SE DO RESULTADO DA PENHA


FOX 5379_CopyFOX 5380_Copy

Desta feita o novo Seat Leon de Pedro Marques esteve à altura dos acontecimentos, e esteve em destaque na Rampa da Falperra.

Mas não se pense que a prova foi fácil para o piloto de Braga, como nos teve a oportunidade de explicar “  no computo geral correu bem, balanço muito positivo, mas mesmo assim debati-me com alguns problemas no turbo, que foi sendo resolvido pela minha equipa de assistencia ao longo do fim de semana”. Mas Pedro Marques também mostrou desagrado com a organização da Rampa da Falperra, dizendo “  para ser franco, não entendo esta organização na minha terra, que é Braga, pois pelos vistos para o Clube Automóvel do Minho, os pilotos europeus são tudo, e para nós, os pilotos portugueses, que completamos e de que maneira a lista de inscritos somos, e desculpem-me a expressão , “os pretos”.Não entendo a diferença de tratamento, isso motivado pelos regulamentos vigentes, pois no Campeonato Nacional de Montanha contas as duas melhores subidas, e no Campeonato Europeu conta apenas uma.Por isso não vou ao pódio o que não concordo, não está certo.É muito injusto, e não está certo.Tive o azar de falhar uma subida com os problemas no turbo e outros, e  agora lixei-me, o que não está certo”.

Perante este cenário, Pedro Marques acrescentaria “ os pilotos do Europeu de Montanha cumprem os regulamentos deles, e nos que participamos no Campeonato Nacional de Montanha deveriamos  cumprir os nossos, é taõ simples quanto isso, só que isto como está não é justo “, disse-nos.

 

 

SILVINO PIRES ESTREOU FORD ESCORT WRC

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

SILVINO PIRES ESTREOU ESCORT WRC NA FALPERRA

 

Foi no passado fim de semana que Silvino Pires estreouFOX 5346_CopyFOX 5347_Copy em competição o Ford Escot WRC na rampa da Falperra, carro que na época passada foi conduzido pelo Sr.Dr. José Pedro Gomes.

 

No final da prova,  depois de estacionar o bólide no parque fechado, e ter saido do carro, fez-nos logo o balanço  da prova “ não correu mal, mas eu fisicamente falando ainda não estou a 100% , isso motivado por uma operação que fiz há dois meses.Nesta prova pela sua exigencia fisica,  ressenti-me um bocado, pois este carro é muito duro, e muito bruto em termos de potência, sempre com a potencia debaixo da ponta da bota, mas esta participação apesar de tudo foi positiva.Para se poder tirar partido deste carro, tem de se o conhecer bem, o que infelizmente isso não aconteceu comigo, pois para todos os efeitos foi a primeira vez que competi com ele, aliás até posso acrescentar, dos inumeros carros que conduzi até hoje, este é sem duvida alguma o mais potente”.

 

 

 

Não tendo ainda a certeza se irá participar na Rampa Serra da Estrela Silvino Pires adiantou “ ainda não sei, pois tenho de ver  como me sinto em termos de saude.Depois,  hoje surgiu-me aqui a hipotese de vender este Ford Escort WRC para a Austria, e se assim o negocio ficar concretizado, e se me sentir bem, poderá existir uma possibildiade de fazer esta rampa ao volante do Porsche 996, mas só mais para adiante poderei confirmar tudo isto”, disse-nos.

 

 

PARCIDIO SUMMAVIELLE ESTEVE EM DESTAQUE

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

PARCIDIO SUMMAVIELLE ESTEVE EM DESTAQUE NA RAMPA DA FALPERRA

 

Depois de colocar o seu bonito Datsun 240 Z no parque fechado situado mesmo junto ao Santuário do Sameiro, e ter retirado o capacete, Parcidio Summavielle começou logo por nos dizer “ prova muito positiva, o carro esteve impecável sem problemas.Alias´tenho muito orgulho no trabalho mecânico que fizemos no 240Z,  tanto eu como o meu mecânico Rui  desenvolvemos.Por outro lado não quero deixar de agradecer ao Arantes pela afinação que me fez no carro que o deixou impecável. Foi pena a subida de sábado ter sido anulada, o que logicamente não me veio favorecer em nada, bem me prejudicou.Estamos a contar evoluir um pouco mais o Datsun 240Z, embora nesta rampa debati-me com ligeiros  problemas de imprecisão na caixa de velocidades, que logicamente não me permitiu tirar mais partido deste carro.Espero que agora neste intervalo de tempo, a equipa de mecânicos consiga solucionar o problema, para que na Serra da Estrela, seja uma rampa feita isenta de problemas.Para terminar quero ainda referir a engraçada luta que tive com o Ford Cortina Lotus do Jorge Loures, que teve uma grande atitudeFOX 5278_Copy desportiva, em que me diverti e muito e aproveito esta ocasião para lhe mandar um abraço “, confessou-nos.

 

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Passagem 100% vitoriosa pela Falperra!


NOTA DE REDACÇÃO:


O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM,   ENQUANTO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit, COMO AUAC36 CopyAC37 CopyTOR DESTE TEXTO.

 

 

A Veloso Motorsport esteve em plano de grande evidência na Rampa Internacional da Falperra, que no passado fim-de-semana levou milhares de pessoas, até ao traçado que utiliza a estrada que liga Braga ao Santuário da Nossa Senhora do Sameiro. A contar para o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, mas também para o Europeu da especialidade, esta jornada teve como é habitual, momentos de grande emoção.

Duas vitórias e um segundo lugar, foram o excelente pecúlio conquistado, pelos três pilotos que a equipa da Póvoa do Lanhoso inscreveu nesta prova. Patrick Cunha, que trouxe até à Falperra o Audi SR3 TCR que tripula habitualmente no Nacional de Velocidade, e Miguel Lobo, que conduziu um SEAT Leon TCR, garantiram à Veloso Motorsport os dois primeiros lugares da Taça Nacional de Montanha TCR/TCS. Luis Nunes com um SEAT Leon MKIII foi o grande vencedor no Campeonato reservado à Categoria 5.

 

“Estou bastante satisfeito com esta participação na Falperra, vencemos com algum à vontade nos TCR e conseguimos ainda, isto a titulo de curiosidade, andar na luta com os melhores GT. Foi também muito positivo o quinto lugar no campeonato nacional em termos absolutos, mostra que andamos muito bem e sempre ao ataque. No Sábado dei um toque devido ao óleo depositado na última curva, felizmente foi pouco, mas mesmo não sendo grave foi trabalho extra para a Veloso Motorsport, que mais uma vez esteve ao mais alto nível, recuperando exemplarmente o carro. Um agradecimento a todos os meus patrocinadores e em especial ao Sporting Clube de Braga, que represento com muito orgulho.” Referiu Patrick Cunha.  

 

“Saio daqui muito triste, porque poderia ter sido um fim-de-semana de grande festa, mas de facto não foi porque a organização assim não o quis. Fui muito prejudicado na minha primeira subida de prova com bandeiras amarelas e carros em posição perigosa, reduzi a velocidade como mandam as regras e no final não me deixaram repetir. Como só tínhamos duas subidas, o meu resultado ficou desde logo hipotecado no que à luta pela vitória diz respeito. A adaptação ao SEAT Leon TCR foi boa, trata-se de um bom carro e muito bem preparado pela Veloso Motorsport, a quem agradeço o excelente trabalho.” Disse Miguel Lobo.

 

“Estou muito feliz com este triunfo, conseguido numa prova de que gosto muito e que dá de facto muito gozo vencer. Com a anulação do meu tempo de sábado, o meu melhor de todo o fim-de-semana, senti-me prejudicado. Pior que isso, ficamos todos com apenas duas subidas a contar, o que significava que qualquer deslize era a “morte do artista”. Felizmente tudo correu bem e consegui com duas subidas em tempos quase iguais, superar a forte concorrência e ganhar. O meu carro esteve sempre nas melhores condições e daí os meus parabéns à Veloso Motorsport pelo grande trabalho desenvolvido na Falperra.” Assinalou Luis Nunes.

 

O Campeonato Nacional de Montanha prossegue com a realização da Rampa da Covilhã/Serra da Estrela, agendada para os dias 27 e 28 de Maio. 

 

 

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Jornada muito positiva para Francisco Marrão na Falperra


NOTA DE REDACÇÃO:

WWW.VELOCIDADEONLINE.COM  , COMO GESTOR DESTA PÁGIMA ASSIM COMO A RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit, COMO AUTOR DESTE TEXTO.AC35 Copy

 

Foi muito positiva a passagem de Francisco Marrão pela Rampa Internacional da Falperra, a mais mediática de todas as provas de montanha disputadas em Portugal. O piloto transmontano finalizou a jornada com a obtenção do quarto lugar da Categoria 5, recolhendo importantes pontos para um campeonato que se adivinha muito disputado.

A segunda rampa de 2017 do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, não começou da melhor forma para o piloto do SEAT Leon MKII preparado pela Speedy Motorsport, com pequenos problemas a impedirem Francisco Marrão de chegar aos tempos delineados nos objectivos. No Domingo o piloto já pode estar ao seu nível, com uma boa prestação a levá-lo perto de um lugar no pódio.

“De facto no Sábado tivemos de detectar e resolver ainda que provisoriamente, uns pequenos problemas que afectavam o carro. Agora já sabemos o que se passava e por isso para as próximas provas vamos já ter o carro a 100%. Independentemente disto, a prova correu-me muito bem, consegui evoluir muito favoravelmente e apesar de terem cancelado a primeira subida oficial, consegui acumular preciosos quilómetros, facto importante nesta fase de adaptação a um novo carro. Evoluí sempre em cada subida e acabei por não fazer tempos muito longe do mais competitivo SEAT MKIII, que terminou à minha frente. Estou muito motivado para esta época, quero fazer ainda melhor do que o que estou a conseguir e sei que isso é possível com mais trabalho e dedicação. No final o saldo é muito positivo e é sempre um prazer correr na frente de tantos milhares de espectadores, que criam um ambiente único e nos dão um apoio fantástico.” Referiu Francisco Marrão.

A próxima jornada do Campeonato Nacional de Montanha, tem lugar na zona mais alta de Portugal, com a realização da Rampa da Covilhã/Serra da Estrela a 26 e 27 de Maio.

 

CARAMULO NA RAMPA DA FALPERRA

 

Caramulo Racing Team presente na Rampa da Falperra

 

É já este fim-de-semana, 6 e 7 de maio, que se realiza a Rampa Internacional da Falperra, aquela que é a prova maior do Campeonato Nacional de Montanha, e que é também mais uma etapa do Campeonato Europeu de Montanha.

O Caramulo Racing Team apresenta-se na edição de 2017 com o objetivo de repetir o excelente resultado alcançado na primeira prova do campeonato

De novo com três pilotos à partida, Ricardo Loureiro, Carlos Luís e Fernando Salgueiro, prepararam esta prova com muito cuidado de forma evitar ou minimizar aqueles que são os imprevistos das corridas de automóveis.

 

Ricardo Loureiro a fazer a sua estreia no campeonato, faz também a sua estreia nesta prova, ainda com o objectivo principal de aprender e evoluir mas, sem nunca perder de vista a possibilidade de alcançar o melhor resultado.

“A primeira subida de treinos é para mim muito importante, e será feita com alguma cautela. Esta e a minha estreia nesta rampa, uma rampa muito rápida, e não se podem cometer erros. Depois da primeira subida de treinos, irei tentar melhorar os meus tempos em todas as subidas seguintes, sempre muito concentrado e a dar o meu máximo. Espero também conseguir encontrar o set-up correcto para o meu Ford Escort, e tentar para alcançar os objectivos a que me proponho”.

 

Por seu lado Carlos Luís, depois do excelente resultado alcançado na primeira prova deste campeonato, e do resultado conseguido nesta prova em 2016, está focado em alcançar os lugares cimeiros entre as viaturas diesel.

“Esta é a prova rainha da montanha em Portugal, e é já motivo de orgulho o fato de poder estar à partida, mas os meus objectivos vão para além disso. O carro está muito bem, depois do pequeno percalço na primeira prova do campeonato, que não me impediu de alcançar um excelente resultado, tudo está preparado para que este fim-de-semana seja um sucesso, e o que desejamos.”

 

Fernando Salgueiro tem bem definido o objectivo para 2017, conquistar o título nacional na sua categoria. Depois do primeiro lugar na prova anterior na Penha, na rampa da Falperra nada muda, a vitoria volta a ser a objectivo no final deste fim-de-semana.

“Antes de mais espero que o carro esteja perfeito, para assim fazer excelentes tempos, que me poderão dar acesso ao meu principal objectivo que é vencer a minha categoria. Estou certo que não vai ser fácil, mas a verdade é que vou participar na Falperra para vencer. Tenho de estar muito concentrado para não cometer erros, e dar sempre o meu máximo, são estes os meus objectivos “

 

 

 

VIDEO PROMOCIONAL RAMPA STA MARTA

 

O Município de Santa Marta de Penaguião e o clube organizador da 3ª RAMPA SANTA MARTA, o CAR Clube Automóvel da Régua, lançam vídeo promocional da Rampa Santa Marta 2017 que conta para o Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017 que se vai correr no coração do Douro no fim-de-semana de 17 e 18 de Junho próximos.

 

https://www.youtube.com/watch?v=7Y9GZRhqbeg&;feature=youtu.be

 

DOMINGOS FERNANDES COM BOA PROVA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

DOMINGOS FERNANDES COM BOA PROVA NA RAMPA DA FALPERRA

 

Uma vez mais o Autobianchi A 112 de Domingos  Fernandes esteve em excelente plano no passado fim de semana na Rampa da Falperra, segunda jornada do Campeonato Nacional de Montanha.

 

 

Uma vez com o carro no parque fechado da  Rampa da Falperra, Domingos Fernandes fez-nos o resumo do fim de semana começando logo por dizer “ correu tudo muito bem, o carro não deu qualquer tipo de problemas foi só meter combustivel e cumprir todas as subidas de treinos e de prova, em suma estava impecável, isso graças ao trabalho desenvolvido pelo Arantes.Agora vou começar a preparar a próxima prova que será dentro de duas semanas na Rampa da Serra da Estrela “.

 

Por seu lado Domingos Fernandes dedica este resultado aos seus patrocinadores, familia e amigos que tem dado o seu apoio para este projecto :

 

GEODOURO;

 

REPSOL-Armamar;

 

CORFOR, CA-Vale Távora e Douro;

 

CERDAMA,

 

WIFIantenas,

 

Quinta da Azenha; AGRICAMPO,

 

José Cardoso Fernandes; Município de ARMAMAR;

 

Cooperativa Agrícola do Távora;

 

Município de Santa Marta Penaguião;

 

J.Silva P1 

 

ASFERT. FOX 5199_CopyFOX 5693_Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

8 guerreiros na prova caseira

 

Serão 8 os guerreiros que a Vettra Motorsport vai ter a competir este fim-de-semana na mítica Rampa da Falperra.

Além dos habituais Augusto Vasconcelos, em Ford Escort, José Correia, em Nissan GT-R GT3 e Mário Mesquita, em Datsun SSS, juntam-se Manuel Pereira, em Mitsubishi Lancer EVO VI, Rui Dinis, em Seat Leon MK3, Sónia Pereira, em Mitsubishi Lancer EVO VII, Valter Dinis, em Alfa Romeo 156 e Victor Ramos, em Ford Escort.

Em 2016, o Jornal de Notícias apelidou Luís Borges como o “O rei das assistências”, dado o número de pilotos e automóveis que compunham a Vettra Motorsport. Para 2017 esse número foi reduzido para “apenas” 8 automóveis e Luís Borges explica que “ toda a gente quer vir à Falperra, é a prova mais desafiante do campeonato e, por isso, temos pilotos que só fazem esta prova” e conta que a redução se deve a “querermos dar mais atenção e condições a cada um deles. Poderíamos ter mais carros mas isso não vai ao encontro do serviço de qualidade que pretendemos para os nossos pilotos”.

A Rampa da Falperra é das provas de aumobilismo com mais mística a nível nacional e das que atrai mais público. É, igualmente, uma prova de sonho para as gentes do Minho que, em romaria, se deslocam ao Santuário.

O Tempo Record Rampa Falperra é de 1m49.364, obtido por Simone Faggioli  em 2015. Muitos pilotos vão tentar bater este tempo e o público está sedento de espectáculo.

 AC23 CopyAC24 Copy

 

MÁRIO MESQUITA SATISFEITO COM ACTUAÇÃO NA FALPERRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

MÁRIO MESQUITA SATISFEITO COM A ACTUAÇÃO NA FALPERRA

 

 

Uma vez mais Mário Mesquita esteve à partida para mais uma edição da Rampa da Falperra, onde levou o Datsun 1600 SSS até ao final. Por isso depois de estacionar o carro no parque fechado, situado mesmo junto ao Santário do Sameiro em Braga e ter tirado o capacete dizia-nos “ prova positiva, correu bem,  nas 3 subidas de prova que fiz, pois melhorei sempre os meus tempos, apesar de a subida de Sábado ter sido cancelada, pela Direcção da corrida.
A Rampa da Falperra é uma  excelente rampa, com um pública que vibra como nenhum outro e que me obrigou a levar o meu Datsun ao limite, pois é uma rampa muito rápida. Penso que seria difícil conseguir fazer muito  melhor, por isso estou muito satisfeito”.

 

A debater-se ainda com algumas dores no pulso esquerdo, depois da operação feita há três meses, o piloto da Azulima acrescentou “ mas está melhor, mais algum tempo e isto fica impecável”. FOX 5769_CopyFOX 5775_Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Vettra Motorsport vence no Europeu e no Nacional

 

A Vettra Motorsport venceu a Rampa da Falperra, por intermédio de José Correia e do Nissan Gt-R GT3, na classe destinada aos GT do Campeonato Europeu de Montanha, Nacional de Montanha e terceiro tempo à geral, logo a seguir aos protótipos dos irmãos Ramalho.

José Correia dominou a rampa bracarense a seu belo prazer, tal foi o ritmo que imprimiu desde as subidas de treinos. Esta vitória veio relançar o já de si disputado campeonato, deixando Luís Borges bastante feliz” esta vitória é de toda a equipa e o José Correia provou, uma vez mais, a sal adaptação ao carro japonês. A Falperra, dado a sua extensão e velocidade que se atinge, é a rampa que mais se apropria a este carro e o piloto não descurou a oportunidade”.

Victor Ramos venceu com o Ford Escort de outros tempos os concorrentes do Grupo 5, provando que “velhos são os trapos”.

Rui Dinis voltou à competição, muitos meses depois da sua última corrida e, com um Seat Leon Mk3 com especificações de 2015, e alcançou o terceiro lugar entre os concorrenets com carros ex-troféu.

Nesta mesma categoria, um dos adversários de Rui Dinis foi o seu pai, Valter, que fez uma brilhante corrida com um Alfa Romeu 156 ex-FEUP e cheio de estorial.

Augusto Vasconcelos e Mário Mesquita, em Ford Escort e Datsun SSS, respectivamente, lutaram entre si pela posição na geral e, nas respectivas classes, cada um alcançou o segundo lugar.

Sónia Pereira correu na Rampa Regional da Falperra, rodando pela primeira vez com o carro do seu irmão Manuel. Terceiro lugar em 24 concorrentes foi uma excelente estreia!

O azarado da rampa foi Manuel Pereira: quando tudo levava a crer que lutaria pelos lugares cimeiros, a quebra do motor e posterior incêndio do carro ditaram o abandono do piloto do Mitsubishi.

 

 AC17 CopyAC18 Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Adriana Barbosa com objetivo cumprido

 


Após um interregno, Adriana Barbosa decidiu voltar à competição automóvel, alinhando em mais uma edição da Rampa Internacional da Falperra, disputada este fim-de-semana.

Desta vez, a piloto de Braga esteve aos comandos do Ford Fiesta R2 que a sua irmã Joana utiliza no Campeonato Nacional de Ralis, tendo como objetivo divertir-se e, claro, obter a melhor classificação possível dentro de um extenso pelotão de concorrentes da Categoria 3, onde está inserida, bem como em termos gerais: “Mesmo não estando a participar em alguma competição normalmente tento estar presente na Rampa da Falperra e, é sempre com grande satisfação que participo. É uma das provas mais emblemáticas a nível nacional realizada na minha cidade, e uma das minhas preferidas”, começou por afirmar, falando depois da sua prova: “Correu dentro das expectativas, efetuando duas subidas muito idêntica e por isso estou satisfeita”.

Neste seu regresso à competição, a jovem piloto, que concluiu a prova no oitavo lugar da Categoria 3, quinta do Grupo A1, acrescentou ainda o fato de: “Não estar adaptada ao carro, pois foi a primeira vez que o conduzi. A caixa de velocidades requer alguma prática, mas no final, acabo por ficar satisfeita com a minha prestação e diverti-me imenso”, concluiu a piloto apoiada por, Stock-Car, Ford, Cofidis, Ford Motorcraft e Del Mar Village.AC14 Copy

 

RICARDO LOUREIRO SATISFEITO COM A ESTREIA NA FALPERRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 VALVOLINE – JC GROUP

 

 

RAMPA DA FALPERRA

 

RICARDO LOUREIRO SATISFEITO COM A ESTREIA NA FALPERRA

 

No final da ultima subida, depois de estacionar o seu Ford Escort no parque fechado no topo da Rampa da Falperra, em pleno Santuário do Sameiro em Braga, Ricardo Loureiro depois de tirar o capacete disse-nos logo “ foi uma estreia que me correu muioto bem, até superou as minhas expectativas.Esta rampa é fabulosa, mas para se andar bem, tem de se conhecer bem a mesma, senão em certas partes surge sempre aquela hesitação que nos faz perder alguns milesimos de segundo.Fiz tudo o que estava ao meu alcance, sempre muito concentrado, não cometi erros, e o carro estava impecável.Gostei de ver o publico em grandes quantidades, ainda apensava que o Caramulo tinha muita gente, mas a Falperra arrasta multidões, simplesmente  incrivel.Satisfeito com tudo diverti-me no fim de semana , estive com os amigos e familia, agora há que começar a preparra a participação na rampa da Serra da Estrela “.

 FOX 5681_Copy

 

PARTICIPAÇÃO REDUZIDA PARA VICTOR RAMOS

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

PARTICIPAÇÃO REDUZIDA PARA VICTOR RAMOS ESTA ÉPOCA

 

Pelos vistos  foi na Rampa da Falperra que teve lugar no fim de semana que passou, que será a unica aparição por parte do Ford EScort de Victor Ramos.SEgundo o piloto de Braga " em principio não devo fazer mais nenhuma rampa esta época, pois abarquei novo projecto profissional que me absorve muito tempo ", disse-nos.18199208 1334963656592982_2416634635352277907_n_Copy18268439 1337921366297211_5545886150835512062_n_Copy

 

CALENDÁRIO DE PROVAS PARA SETUBAL

CALENDÁRIO DE PROVAS PARA SETUBAL

 

Em Setubal prepara-se a chegada das corridas de automóveis, sendo esta a rampa de lançamento, para que a famosa e bonita Rampa da Arrábida faça já parte do calendário do Campeonato Nacional de Mo18058008 10155284187769510_7693064434788753580_n_Copyntanha em 2018.

 

G´S COMPETIZIONE ESTEVE NA RAMPA DA FALPERRA

G´S COMPETIZIONE MARCOU PRESENÇA NA RAMPA DA FALPERRA

 

Foi sem dúvida um autentico chamariz, para os presentes na rampa da Falperra no passado fim de semana, quando tiveram a oportunidade de sentir as emoções nos simuladores da G.S Competizione.18301472 1565837510113843_1520329509591271122_n_Copy18341875 1565837640113830_2604251595622587037_n_Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

HORST BAPTISTA NEM SEQUER CHEGOU A ALINHAR NA RAMPA DA FALPERRA

 

Foi na passada 5ª feira à noite que Horst Baptista se deslocou até às instalações da Auto Mapusi, para aquilatar o estado do seu Renault 5 GT Turbo, com vista à participação na Rampa da Falperra,segunda jornada do Campeonato Nacional de Montanha.O problema é que o carro de origem francesa pouco andou, pois ao experimentar o carro,numa passagem de caixa o carro fez um barulho estranho e saiu um pouco de fumo branco pelo frente. Horst Baptista trouxe o carro para  a oficina, onde foi confrontado com a má noticia, como nos descreveu: “Na realidade quando cheguei à Auto Mapusi, e o Sr.Mário verificou o que tinha acontecido nem queria acreditar.O turbo tinha partido....Ainda se pensou tentar arranjar outro, mas já estava tudo em cima da hora, e tal não foi possivel.

Assim só para o circuito de Vila Real é que deverei voltar a colocar o Renault 5 GT Turbo em pista.Foi pena este contratempo, pois estava animado e confiante que iria conseguir fazer uma boa posição na Rampa, mas agora quanto à Falperra….só para o ano”, disse-nos um bocado desapontado com toda esta situação .

Dou os meus parabéns a todos pela prova que fizeram,e agradeço aos meus apoios pela compreensão e atenção demonstrada. 

Saudações desportivasA20 Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Manuel Correia ganha Categoria 4 na Rampa Internacional da Falperra

Manuel Correia e o Ford Fiesta R5+ continuam imparáveis na Categoria 4 do Campeonato Nacional de Montanha, vencendo a emblemática Rampa da Falperra num fim-de-semana muito especial para o piloto bracarense.

Campeão nacional em 2016, Manuel Correia continua a ser a grande referência da categoria no Campeonato Nacional de Montanha, acumulando na Falperra a segunda vitória consecutiva em 2017, depois do triunfo na inaugural Rampa da Penha. Desta vez, o piloto do Fiesta R5+ também competiu integrado na prova do Campeonato da Europa FIA, lado a lado com as grandes referências da modalidade na Europa.

No dia de sábado, a anulação de umas subidas de prova condicionou a prestação dos pilotos do Campeonato Nacional mas nem por isso Manuel Correia perdeu a concentração, dominando os acontecimentos no domingo e terminando com o tempo de 2m22,656s na sua melhor subida oficial.

“O carro esteve excelente e eu também fiquei contente com a minha evolução ao longo do fim-de-semana. Correr na Falperra é um desafio muito grande para os pilotos mas também um enorme prazer, pela quantidade de pessoas que nos apoiam, principalmente sendo eu natural de Braga. Temos sempre maior concorrência na Falperra mas voltámos a ganhar a categoria e isso deixa-me muito confiante para o resto da época”, afirmou Manuel Correia, que reforçou assim a liderança na Categoria 4.

Depois da Falperra, o Campeonato Nacional de Montanha prosseguirá na Rampa da Serra da Estrela – Covilhã, agendada para os próximos dias 27 e 28 de Maio. A15 Copy_CopyA16 Copy_Copy

 

LUIS NUNES RUBRICA NOVA VITÓRIA NA FALPERRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE . - JC GROUP

RAMPA DA FALPERRA

 

LUÍS NUNES RUBRICA NOVA VITÓRIA NA CATEGORIA NA RAMPA DA FALPERRA

Uma vez mais Luís Nunes consegui nova vitória na Rampa da Falperra, uma prova que faz parte do calendário do Campeonato Nacional e Europeu de Montanha e que é das que mais gosta de participar.

Depois da cerimónia do pódio, o piloto transmontano disse-nos “ objectivo cumprido, duas participações em provas do Campeonato de Montanha 2017, duas vitórias na categoria, mas a deste fim de semana com um sabor muito especial. Só lamento francamente é que a organização da prova não esteja à altura da categoria da mesma, uma prova como esta  incluída no Europeu de Montanha, que junta os melhor pilotos da Europa na modalidade merecia outra organização. Quero dedicar esta vitória a minha família, patrocinadores  e amigos que muito me têm apoiado, mas principalmente ao meu irmão que não me deixou desistir, depois de toda aquela “embrulhada" relativa a primeira prova que VENCI mas não pontuei. Por ultimo um beijinho muito especial para a minha mãe, pois hoje é o dia dela “, disse-nos.FOX 5300_CopyFOX 5302_Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Com uma subida de prova anulada, por haver óleo na estrada e um problema mecânico, Pedro Salvador ficou sem hipóteses de repetir o triunfo conseguido na Penha há três semanas.

Foi uma prova para esquecer para o Campeão Nacional em título. A ruptura de uma rótula da supensão do Silver Car motivou um toque e comprometeu definitivamente o resultado. Já sem hipóteses de lutar por qualquer classificação, regressou para derradeira subida e voltou a impor-se como o mais rápido.

“O fim-de-semana teve um sabor amargo. Estávamos rápidos e fizemos tempos consistentes para ganharmos no Nacional de Montanha e ficar entre os dez primeiros da geral, no entanto o azar da ruptura da rótula aliado ao facto da primeira subida de prova ter sido anulada, deixou-me sem qualquer hipótese de lutar pelo que quer que fosse.” Comentava Pedro Salvador após a Rampa da Falperra.

Os incidentes motivados pela existência de óleo no piso e os atrasos que daí vieram, fizeram com que a primeira subida de prova pura e simplesmente tivesse sido anulada. Ora apenas restavam duas subidas, em que nada podia correr mal. Arótula traiu Pedro Salvador e “decidimos fazer a última subida, contam duas, uma tinha sido anulada e por isso fiquei com todas as hipóteses de lutar por algo completamente hipotecadas. Restou-me centrar no desenvolvimento do Silver Car, que é o objectivo principal e no espectáculo que público merece. Esforcei-me por isso e acho que nestes dois pontos fomos vencedores.” Rematou Pedro Salvador, que se centra já na próxima prova.

 falperra salvador Pedro Salvador (Silver Car)

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Gonçalo Manahu foi segundo na Rampa da Falperra.

Faltaram pouco mais de dois segundos para Gonçalo Manahu vencer a Categoria 2 e assim consolidar a liderança do Campeonato Nacional de Montanha, depois da vitória na prova de abertura do Campeonato, a Rampa da Penha.

“Em todas as subida até ao primeiro parcial, que era tomado na curva do restaurante, fui sempre o mais rápido mas depois, na zona rápida até à Curva da Morte, onde vamos sempre a fundo, perdia um segundo e meio e esse tempo fez-me muita falta para ficar um lugar mais à frente… Mas o carro não dava mais.” Explicava o Campeão em título.

A presente edição ficou marcada por um incidente que acabou por a marcar de forma indelével. A ruptura de um motor motivou um grande derrame de óleo na última curva do traçado bracarense e a limpeza deixou água e gordura na Curva do Papa. Depois: “cheguei à curva e já estava à espera do óleo, porque me tinham mandado uma fotografia, o que não esperava era ver um Lamborghini de frente  para mim!”

Este incidente e outros semelhantes, faziam com que os pilotos fossem chamados ao colégio de comissários desportivos.

“Fomos chamados ao colégio, onde nos informaram de que não íamos ser penalizados, mas que nos queriam “educar” porque tínhamos chegado demasiado depressa ao local, sem respeitar as bandeiras amarelas. O problema é que a única bandeira que lá havia era já na saída da curva e numa zona de sombra – tenho as imagens de vídeo que o provam – e felizmente que sabia como o piso estava, de outra forma podia ter corrido mesmo mal.”

Esta e outras situações motivaram a anulação da subida e por isso só ficaram duas subidas de prova para as contas da rampa. O Porsche 997 GT Cup “não dava para mais” e o quarto posto nacional, segundo Categoria 2 à geral, foi o resultado final.

falperra manahu Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT Cup)

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Pião condiciona Edgar Reis na Rampa Internacional da Falperra

Edgar Reis não foi feliz na segunda prova do Campeonato Nacional de Montanha, a emblemática Rampa Internacional da Falperra. Num fim-de-semana marcado pela anulação de uma das subidas oficiais, o piloto do Porsche 997 GT3 Cup sofreu um pião na manhã de domingo e terminou a prova no 6º lugar da Categoria 2, 3º entre os pilotos que pontuam para o CNM.

Edgar Reis tem sido um dos pilotos em destaque nas últimas edição do Campeonato Nacional de Montanha, onde se sagrou campeão nacional da categoria em 2015 e vice-campeão em 2016. O piloto do Team Transfradelos é, por isso, apontado como eterno candidato aos primeiros lugares da Categoria 2 e apostava em lutar abertamente pela vitória na Falperra, depois do 3º lugar obtido na inaugural Rampa da Penha.

Na ronda bracarense, que há muito se tornou uma referência no calendário do Europeu FIA de Montanha, Edgar Reis sabia que as duas subidas de domingo seriam cruciais, depois da anulação da subida de prova de sábado, devido ao óleo derramado por outro concorrente. Um pião na primeira subida de domingo acabou por condicionar o resultado do Porsche do Team Transfradelos, que depois rodou em 2m25,656s na derradeira subida do fim-de-semana.

As corridas são mesmo assim, nem sempre as coisas correm como nós queremos. A anulação da subida de sábado tornou tudo mais difícil mas eu estava confiante que conseguiríamos lutar pela vitória já que no sábado tínhamos rodado em 2m24s e ainda tínhamos margem para evoluir. O pião surgiu porque entrei demasiado rápido naquela curva. São coisas que acontecem. Vamos tentar recuperar já na Covilhã, numa rampa onde ganhámos a categoria no ano passado”, afirmou o piloto de Famalicão, que continua na luta pelo título dos GT.

                       Depois da Falperra, o Campeonato Nacional de Montanha prosseguirá na Rampa da Serra da Estrela - Covilhã, marcada para os próximos dias 27 e 28 de Maio.

 A6 CopyA7 CopyA8 Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Joaquim Teixeira prejudicado na Rampa da Falperra


NOTA DE REDACÇÃO:

WWW.VELOCIDADEONLINE.COM  , COMO GESTOR DESTA PÁGINA ASSIM COMO A RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOKL É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO, QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APA5 CopyRESENTADOS PELO racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTO.


A passagem de Joaquim Teixeira pela Rampa Internacional da Falperra no passado fim-de-semana, resultou na obtenção de um segundo lugar na Categoria 5, depois de uma luta ”taco a taco” com o futuro vencedor. No entanto, o piloto do Renault Megane Trophy V6 finalizava a prova revoltado, por não concordar com o tempo que lhe foi atribuído na primeira subida oficial de prova.

“Retiraram-me a possibilidade de lutar pela vitória, por isso este segundo lugar obtido não tem qualquer sabor.  A minha participação fica manchada por esta situação, criada pelo tempo que me atribuíram na primeira subida oficial de Domingo, que é impossível que esteja correcto. Pelas filmagens do interior do meu carro dá-me um tempo muito inferior, quase três segundos, do que o que ficou registado na cronometragem da prova. Sinceramente não me acredito nesse tempo, porque não cometi nenhum erro, a pista estava mais rápida hoje do que ontem, montei pneus novos e depois no final, ontem fiz melhor tempo do que o que me deram hoje? Impossível!” Começou por afirmar Joaquim Teixeira.

“Indiferente a isto, a organização não tomou qualquer atitude para de alguma forma tentar remediar o problema e por esse motivo em sinal de protesto, não subi ao pódio e pondero mesmo não participar mais na Falperra, enquanto muita coisa não mudar ao nível da organização, que é recorrente neste tipo de problemas.” Prosseguiu o piloto transmontano.

“Ontem compreendi que tivessem anulado a primeira subida, porque de facto as condições estavam muito perigosas, mas depois não percebo porque condicionaram o campeonato nacional, reduzindo a competição a duas únicas subidas em vez de três como é regulamentar. Isso quer dizer, que sendo necessário somar os tempos das duas subidas, um qualquer azar numa delas retirava a qualquer um a hipótese ou de lutar pelos melhores lugares, ou até de pontuar. Se no Europeu as coisas foram pacificas, porque já só faziam duas subidas oficiais por regulamento, nós saímos muito penalizados com isto.” Disse a finalizar.

Ainda assim e com este resultado, Joaquim Teixeira chega à próxima jornada do nacional de montanha, - a Rampa da Covilhã/Serra da Estrela -, que se disputa dentro de três semanas, na liderança do campeonato, encontrando nesse factor, forças de motivação para esquecer esta situação ocorrida na Falperra.

 

RAMPA DA FALPERRA

 

José Correia vence prova do Europeu de Montanha na Rampa

Internacional da Falperra

 

A JC Group Racing Team teve um fim-de-semana muito positivo na emblemática Rampa da Falperra. José Correia levou o Nissan Nismo GT-R GT3 à vitória na categoria no Europeu de Montanha e ao pódio absoluto no Campeonato Nacional.

A Rampa Internacional da Falperra é a prova mais emblemática do Campeonato Nacional de Montanha e uma das rondas mais famosas do Campeonato da Europa FIA, atraindo todos os anos centenas de pilotos e dezenas de milhares de espectadores. Para José Correia, piloto natural de Braga, o evento minhoto é naturalmente o ponto alto da temporada, sobretudo porque lhe permite medir forças com os concorrentes do Europeu.

Numa prova marcada pela anulação de uma das subidas de prova no sábado, José Correia esteve em excelente plano e venceu as duas categorias onde estava inscrito, a Categoria 1 do Campeonato da Europa FIA e a Categoria 2 do Campeonato Nacional, onde também subiu ao pódio em termos absolutos.

“Correu tudo bem e cumpri os objetivos que me tinha proposto”, referiu José Correia. “O nosso grande handicap continuam a ser os arranques, pois ainda não conseguimos utilizar o launch control. Ainda assim fiquei contente com a evolução dos meus tempos e ganhámos a prova no Europeu FIA, algo que me deixa orgulhoso. Correr na Falperra é especial para qualquer piloto, principalmente sendo de Braga. Este ano tivemos novamente milhares e milhares de pessoas na rampa, é emocionante”, comentou o piloto e fundador da JC Group.

Também integrado na equipa bracarense esteve Augusto Vasconcelos, que voltou a utilizar o bonito Ford Escort da JC Group Racing Team. “O carro esteve impecável e da minha parte só me resta continuar a evoluir para tentar explorá-lo ao máximo. Mas esta prova é sempre um prazer”, comentou o piloto do Escort, que terminou no pódio dos Históricos 75.

                 A terceira prova do Campeonato Nacional de Montanha será nos dias 27 e 28 de Maio, na Rampa da Serra da Estrela - Covilhã.

 

 A2 CopyA3 CopyA4 Copy

 

JOSÉ PEDRO GOMES COM DIFICULDADES

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2016 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

JOSÉ PEDRO GOMES COM DIFICULDADES NA RAMPA DA FALPERRA

 

Embora tivesse liderado a sua categoria, em grande parte do fim de semana passado,  foi mesmo na derradeira subida que José Pedro Gomes perdeu a liderança, e isso motivado por problemas no seu  Ford Escort, que não esteve nos seus melhores dias…Assim o fim de semana não foi  lá muito proveitoso para José Pedro Gomes, pois inicialmente foram problemas de travões, que afectaram o desempenho do Escort, no entanto  foram sendo solucionados, mas o piloto advogado detalhou-nos o que se passou a bordo do Escort “ não correu nada bem, tive ao longo do fim de semana com  problemas com os travões e como não fosse já suficente, depois foi  a caixa de velocidades, cujas mudanças saltavam.Tudo isto criou muitas dificuldades para segurar este potente Ford Escort, o problemas nos travões foi solucionado pela minha equipa de mecânicos.O objectivo perante todos estes problemas era chegar ao final, objectivo esse alcançado, mais não seja para amealhar pontos para o Campeonato, pois  é  sempre importante, para quem quer lutar pelo titulo.Agora nestas duas semanas de intervalo, vamos tentar solucionar tudo isto, para que o Ford Escort esteja perfeito para a Rampa da Covilhã, na qual quero vencer a minha categoria, como aliás já aconteceu na Rampa da Penha “, disse-nos.FOX 5789_CopyFOX 5791_Copy

 

GALERIA DE IMAGENS - RAMPA DA PENHA

GALERIA DE IMAGENS

 

RAMPA DA PENHA

 

Mais um grupo de imagens da Rampa da Penha

 

Fotos de JoFOX 9456_CopyFOX 9458_CopyFOX 9460_CopyFOX 9461_CopyFOX 9463_CopyFOX 9465_CopyFOX 9467_CopyFOX 9468_CopyFOX 9472_CopyFOX 9475_CopyFOX 9476_CopyFOX 9478_CopyFOX 9481_CopyFOX 9483_CopyFOX 9487_CopyFOX 9489_CopyFOX 9490_CopyFOX 9500_Copyão Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

GALERIA DE IMAGENS - RAMPA DA PENHA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

GALERIA DE IMAGENS

 

RAMPA DA PENHA

 

Mais imagens de bastidores e carros em prova....

 

Fotos de JoFOX 9394_Copy_CopyFOX 9395_Copy_CopyFOX 9397_Copy_CopyFOX 9402_Copy_CopyFOX 9405_Copy_CopyFOX 9418_Copy_CopyFOX 9419_Copy_CopyFOX 9421_Copy_CopyFOX 9423_Copy_CopyFOX 9424_Copy_CopyFOX 9427_Copy_CopyFOX 9429_Copy_CopyFOX 9430_Copy_CopyFOX 9432_Copy_CopyFOX 9434_Copy_CopyFOX 9435_Copy_CopyFOX 9436_Copy_CopyFOX 9438_Copy_CopyFOX 9440_Copy_CopyFOX 9440_Copy_CopyFOX 9443_Copy_CopyFOX 9447_Copy_CopyFOX 9450_Copy_Copy_CopyFOX 9452_Copy_CopyFOX 9454_Copy_CopyFOX 9455_Copyão Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

RUI RAMALHO VENCEU NA FALPERRA

 

Rui Ramalho vence Rampa Internacional da Falperra!


NOTA DE REDACÇÃO:

O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , COMO GESTOR DESTA PÁGINA, E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit. COMO AUTOR DESTE TEXTO.AZ1 CopyAZ2 CopyAZ3 CopyAZ4 CopyAZ5 CopyAZ6 CopyAZ7 CopyAZ8 CopyAZ9 CopyAZ10 Copy


Depois dos problemas que referimos no dia de ontem e que provocaram o final antecipado da primeira subida oficial do Campeonato Nacional de Velocidade Valvoline, a 38º edição da Rampa Internacional da Falperra terminou hoje em festa, com um excelente tempo a brindar os milhares que este Domingo marcaram presença nesta mítica prova, organizada pelo Clube Automóvel do Minho, com o apoio da Câmara Municipal de Braga.  

Com a anulação dos tempos de todas as competições na subida oficial de Sábado, restavam aos pilotos as duas subidas a contar de hoje, para definir as diversas classificações. Nestas condições o melhor foi Rui Ramalho que conseguiu uma brilhante vitória ao volante do seu Osella PA2000 Evo. 

O piloto do Porto conseguiu o tempo total de 4:03s178, vencendo não só em termos absolutos mas também na Categoria 1. Na segunda posição ficou Paulo Ramalho em Osella PA21S Evo, ficando o vencedor do Grupo CM, João Fonseca (BRC CM05 Evo), com o degrau mais baixo do pódio. Hélder Silva em Juno CN09 foi o quarto classificado.

Azarado na primeira subida, Pedro Salvador efectuou, e foi o mais rápido, na segunda subida de prova, mas de nada adiantou, dado ser necessário completar duas subidas oficiais para que pudesse terminar classificado. 

“Esta é uma vitória muito saborosa, a minha primeira ao volante deste novo Osella. Ainda me estou a adaptar ao carro e esta prova sendo uma das mais exigentes do campeonato, trouxe alguns problemas que consegui ultrapassar bem. Depois do que aconteceu ontem com a anulação da primeira subida oficial, sabia que não podia errar, mas sabia também que tinha de atacar se queria vencer. Na segunda subida pude controlar e fiz só o suficiente para terminar e garantir o triunfo, que me dá agora a liderança do campeonato.” Disse Rui Ramalho.

Grande dominador da Categoria 2, José Correia foi um justo vencedor com o seu Nissan GT-R GT3, com o piloto da JC Group a finalizar a prova com o tempo total de 4:35s892. Gonçalo Manahu foi segundo com o seu Porsche 997 GT3 Cup na frente de Edgar Reis em carro idêntico.

“Aproveitei bem o facto de esta ser uma rampa muito propícia para o meu carro e apesar de não poder falhar nas duas subidas de hoje ataquei forte. Sendo uma das provas mais rápidas do campeonato, sabia que tinha vantagem e que podia ganhar se conseguisse estar em bom plano. Felizmente consegui e por isso a primeira vitória do ano. Continuo a ter alguns problemas nos arranques, já que este carro não está totalmente adaptado a provas deste tipo.” Afirmou José Correia. 

Na Categoria 3 o vencedor foi Pedro Coelho Saraiva em Mitsubishi Lancer Evo IX, que registou o tempo total de 5:11s430, suficiente para suplantar Carlos Luis em SEAT Leon TDi e Francisco Morgado em Mitsubishi Lancer Evo IX.

Vencedor na Penha, João Guimarães colocou o seu Peugeot 206RC na quarta posição, seguido por Ramiro Brito em Mitsubishi Lancer Evo X e Sérgio Nogueira em Citroën Saxo Cup. Pedro Marques em SEAT Leon TDi, Adriana Barbosa (Ford Fiesta R2), Bruno Sá (Citroen C2) e José Oliveira (Subaru Impreza), completaram a classificação na Categoria 3.

“Foi uma boa vitória, fruto do esforço conjunto de uma equipa que merece este justo prémio. Conseguimos andar muito bem nas duas subidas de hoje e para além do Grupo N, conseguimos também vencer a categoria. Já há algum tempo que procurava este triunfo, por isso saio daqui com uma satisfação enorme.” Sintetizou Pedro Coelho Saraiva. 

Com o tempo total de 4:45s442, Manuel Correia acabou por impor o seu Ford Fiesta R5+ na Categoria 4, depois de uma excelente luta com Silvino Pires em Ford WRC. No degrau mais baixo do pódio ficou Rui Pinheiro em BMW M3. Carlos Oliveira em Peugeot 208, João Oliveira em SEAT Leon MKI e Marco Guerra em Peugeot 306, ocuparam as posições seguintes. 

“É sempre um prazer enorme correr na Falperra e sair daqui com uma vitória é fantástico. Ao contrário da Penha, este não foi um triunfo fácil, com a oposição a forçar-me a aplicar ao máximo. Felizmente correu tudo bem, com o Fiesta a estar sempre em grandes condições, sendo um aliado perfeito para esta prova.” Disse Manuel Correia.  

A vitória na Categoria 5 pertenceu a Luis Nunes em SEAT Leon MKIII, que completou a prova com o tempo total de 4:42s481. Joaquim Teixeira foi o segundo ao volante do seu Renault Megane Trophy V6, com o pódio a ficar completo com a presença de Rui Dinis em SEAT Leon MKIII.

Depois do pódio na Penha, Francisco Marrão ficou na quarta posição com o seu SEAT Leon Supercopa, enquanto mais atrás Jorge Meira (Citroën Saxo Cup) superava José Cardoso, em carro idêntico. Jorge Silva em Westfield Sport 1600, Valter Dinis (Alfa Romeo 156) e Roberto Meira em Renault Clio RS, ficaram nas posições seguintes. 

“Foi fantástico vencer aqui na Falperra, uma das minhas provas favoritas e onde normalmente me dou bem. A minha categoria é por norma uma das mais animadas e onde a competição é maior, daí esta vitória ser também por isso mais gratificante. Com a anulação da subida de ontem perdi um bom tempo e com tudo para decidir hoje, tive de ser forte em todos os aspectos, o que consegui.” Referiu Luis Nunes.

Na Taça Nacional TCR/TCS o triunfo pertenceu ao Audi S3 TCR de Patrick Cunha, que fez as duas subidas no tempo total de 4:38s847. Miguel Lobo em SEAT Leon TCR e Paulo Silva em carro idêntico, completaram o pódio desta competição.

“Esta é a rampa da minha terra e vencer aqui é sempre o meu principal objectivo. Depois de ter estado ausente no ano passado, regressar e levar de vencida nos TCR e ainda andar na luta com os GT, foi muito divertido e recompensador.” Afirmou Patrick Cunha.

Depois de uma luta renhida ontem, Armando Freitas (Toyota Starlet) acabou por levar a melhor na Taça Nacional de Montanha 1300, com o tempo final de 5:48s553. Nas posições imediatas ficaram os Fiat Punto de Francisco Leite e Ricardo Sousa.

“Ontem a oposição estava muito forte e por isso hoje tive de me aplicar ao máximo para vencer aqui na Falperra. Melhoramos o carro e isso foi determinante para os bons resultados de hoje e para vencer.” Sintetizou Armando Freitas.

No Campeonato Nacional Clássicos de Montanha, a luta foi intensa, com triunfo final a pertencer a Pedro Silva em VW Golf MKI (5:21s389), que bateu o favorito José Pedro Gomes em Ford Escort MKI. Depois de dominar os treinos, Gomes foi surpreendido por uma última subida “canhão” de Silva.

Jorge Loures em Ford Cortina Lotus subiu ao degrau mais baixo do pódio, depois de superar Parcidio Summavielle (Datsun 240Z) por pouco mais de meio segundo. Nas posições seguintes, Augusto Vasconcelos em Ford Escort MKI e Mário Mesquita em Datsun 1600 SSS fecharam a classificação.

“Foi uma vitória inesperada na prova que mais gosto de fazer. Tive de andar nos limites para conseguir bater a forte oposição e por isso estou muito feliz por mim e por todos que apoiaram neste projecto. Não foi fácil gerir o facto de não poder falhar, porque só tinha duas subidas e ambas a contar para a classificação, mas consegui ultrapassar isso e vencer.” Disse Pedro Silva

No Troféu Nacional Clássicos de Montanha, o vencedor foi Victor Ramos em Ford Escort MKI, que conseguiu completar as duas subidas de prova em 5:26s047. Carlos Oliveira em BMW 323i foi o segundo classificado, com Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII a ocupar o último degrau do pódio. Ricardo Loureiro, também em Ford Escort MKII, foi o quarto classificado, seguido por Luis Sousa em BMW 3.0 CSI.

“Estou muito satisfeito com este triunfo com que não contava minimamente. Tudo correu bem num fim-de-semana perfeito numa prova que me dá muito gozo fazer. Dedico a vitória à minha equipa e a todos os que me apoiam.” Disse Victor Campos.

Tiago Moreira em Datsun 1200 foi melhor na Taça Nacional de Clássicos de Montanha, conseguindo o tempo total de 6:05s357. Mais atrás, ficou Domingos Fernandes com o seu pequeno Autobianchi A112. Depois de dominar a tabela de tempos nos treinos, João Peixoto teve problemas com o seu Mini Cooper e não completou a prova.

“Foi uma boa surpresa esta vitória. Depois dos problemas que tivemos ontem estou muito feliz por chegar ao final com este fantástico triunfo.” Disse Tiago Moreira. 

A próxima jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, disputa-se dentro de três semanas, com a realização da Rampa da Covilhã/Serra da Estrela.

 

 

RAMPA DA FALPERRA - ADRIANA BARBOSA

Adorei estar presente em mais uma Rampa da Falperra, em termos de objectivos o balanço foi positivo apesar de alguns problemas mecânicos no sábado, nas subidas de hoje já consegui obter uma óptima prestação!

Obrigado a todos pelo apoio, em especial à equipa Stock-Car e aos patrocinadores!

Stock-Car, Cofidis , FordMotorcraft, Uselabel , R

 

RAMPA DA FALPEERA - PATRICK CUNHA AGRADECE

 

Está vitoria é dedicada a todos vocês que me acarinharam durante o fim de semana todo, não há palavras para descrever o carinho sentido na rampa , quero agradecer a Velosomotorsport pelo excelente trabalho e recuperação da viatura depois do toque, agradecer aos meus Patrocinadores SC Braga, Wintouch, Campicarn, Unicredito, Jomecsport,JPA, Tattoon,Bradecor,jante Xavier, Trialarmes e Espotronica sem vocês nada disto era possível a Vitória é de todos nós 

 

RAMPA DA FALPERA - JOÃO PEDRO PEIXOTO ABANDONOU

Game over...

Carreto da 4a velocidade partido, com danos no carter.

Foi pena, o Mini estava a andar muito bem e eu estava a sentir-me muito bem também.

...

Resta lamber as feridas e tratar de colocar o carro em forma para Vila Real.

Obrigado Equipa pelo esforço na tentativa de recuperar o carro.

Muito obrigado pelo apoio de todos, principalmente dos meus patrocinadores e parceiros, família, e um obrigado especial a todo o fantástico público presente na Falperra. Até para o ano!

 

GALERIA DE IMAGENS - RAMPA DA PENHA

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

Mais imagens dos bastidores.

 

Fotos de João Raposo Photography - www.velocidadeonline.comFOX 9371_CopyFOX 9374_CopyFOX 9376_CopyFOX 9377_CopyFOX 9379_CopyFOX 9380_CopyFOX 9381_CopyFOX 9382_CopyFOX 9383_CopyFOX 9384_CopyFOX 9388_CopyFOX 9393_Copy

 

PEDRO MARQUES CORRE EM CASA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

PEDRO MARQUES CORRE EM “CASA”

 

O piloto do  Seat Leon não teve a sorte pelo seu lado na jornada de abertutra na Rampa da Penha, onde seria obrigado a desistir fruto de diferentes problemas no seu carro.Mas para este fim de semana, Pedro Marques está a correr em “casa”, onde espera que tudo corra de feição, de forma a poder vingar o mau resultado anterior.

 

 

Sobre aquilo que o espera,  Pedro Marques começou por nos dizer “ espero que desta vez tudo esteja em condições com o Seat Leon, e consiga fazer bons tempos nas subidas,  de preferencia a melhorar o meu tempo em cada subida efectuada.Adoro correr na Rampa da Falperra,em frente ao meu público, por isso quero estar o mais concentrado possivel para assim conseguir alcançar os melhores tempos, que me levem até ao pódio em termos de categoria,embora tenha a consciencia que não irá ser uma tarefa fácil, mas os meus adversários podem contar comigo para lutar pela vitória “.

 18198752 1343060149063277_3373678511703072693_n_Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Início atribulado na Rampa Internacional da Falperra


NOTA DE REDACÇÃO:

WWW.VELOCIDADEONLINE.COM  , ENQUANTO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGPRCNMV 060517A_CopyPRCNMV 060517B_CopyPRCNMV 060517C_CopyO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES, APRESENTADOS PELA racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTO


O primeiro dia de competição na 38ª edição da Rampa Internacional da Falperra, ficou marcado pelos problemas surgidos na primeira subida oficial de prova, causados pelo óleo derramado numa larga extensão da pista e em especial na última curva do traçado bracarense, depois de problemas com o Mitsubishi Lancer Evo VI de Manuel Pereira.

A organização, a cargo do Clube Automóvel do Minho, foi forçada a lavar o pavimento, o que criou diversas situações que prejudicaram os pilotos que ainda não haviam completado a prova. As subidas foram depois retomadas para serem de novo suspensas pouco depois, devido a não estarem reunidas as condições mínimas de segurança. Esta situação viria mesmo a forçar o final antecipado desta primeira subida oficial, com a organização a prometer mais informações, para depois da reunião de comissários desportivos entretanto encetada. 

Afectadas por este problema, as classificações das Categorias 1; 2; 3; 4; 5 e Taça Nacional TCR/TCS, não foram divulgadas e ficam dependentes da reunião acima citada.

Na Taça Nacional de Montanha 1300 a luta pela primazia está ao rubro, com Armando Freitas em Toyota Starlet e Francisco Leite em Fiat Punto, a entrarem para o segundo dia de provas separados por apenas 108 milésimos. Aos 2:55s608 de Freitas, respondeu Leite com a marca de 2:55s716. Ricardo Sousa é para já o terceiro colocado com o seu Fiat Punto.

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, o melhor tempo nesta primeira subida oficial pertenceu a José Pedro Gomes, com o piloto do Ford Escort MKI a registar o tempo de 2:39s320. Na segunda posição ficou Pedro Silva em VW Golf GTi, com mais 6s095 que Gomes. A completar o pódio está para já Jorge Loures e o seu Ford Cortina Lotus. Problemas para Flávio Sainhas, que não completou a sua subida depois de o motor do seu Ford Escort MKI se ter “calado”. 

Depois de falhar a primeira subida de treinos do dia de Sábado, Victor Ramos fez 2:41s500 e levou o seu Ford Escort MKI, ao topo da classificação reservada ao Troféu Nacional Clássicos de Montanha. Carlos Oliveira em BMW 323i é nesta altura o segundo classificado, seguido por Luis Sousa em BMW 3.0 CSL.

Depois de dominar a tabela de tempos da Taça Nacional de Clássicos de Montanha, João Peixoto teve problemas com o seu Mini Cooper e não completou a sua primeira subida oficial, com o melhor tempo (3:02s189), a ficar na posse de Tiago Moreira em Datsun 1200. Mais atrás, ficou Domingos Fernandes com o seu pequeno Autobianchi A112.

Programa/Horário:

09.03.2017 – Domingo

07H00 – Fecho da pista
08H30 – Warm Up
10H00 – 3ª Subida de Treinos
11H30 – 2ª Subida Oficial
12H00 – 3ª Subida Oficial

 

Resumo das sessões de treinos:


3º Subida de treinos

A terceira sessão de treinos para a Rampa da Falperra decorreu sem chuva, mas com o piso ainda algo traiçoeiro com zonas ainda húmidas. Indiferente as estas condições difíceis, Pedro Salvador e o pequeno Silver Car EF10 da Categoria 1, encabeçaram a tabela de tempos absolutos do Campeonato Nacional Montanha Valvoline. Rui Ramalho ficou com a segunda posição ao volante do seu Osella PA2000 Evo.

José Correia e o Nissan GT-R GT3 voltaram a ser o conjunto mais rápido na Categoria 2, assumindo-se como o binómio a bater nesta prova. Mais atrás, Gonçalo Manahu (Porsche 997 GT3 Cup) foi o segundo mais lesto. A Categoria 3 mostra-se como uma das mais animadas, sendo desta vez Carlos Luis (SEAT Leon TDi) o mais rápido na frente de Pedro Coelho Saraiva em Mitsubishi Lancer Evo IX.

Líder da Categoria 4 em todas as sessões até esta altura, Manuel Correia voltou a ser o melhor ao volante do bonito Ford Fiesta R5+, batendo Manuel Pereira em Mitsubishi Lancer Evo VI. Luis Nunes (SEAT Leon) e Joaquim Teixeira (Megane Trophy), continuaram o seu intenso duelo pela posição de mais rápido na Categoria 5, sendo desta feita Nunes a levar a melhor.

Cada vez mais à vontade com o Audi S3 TCR, Patrick Cunha continua a dominar na Taça Nacional TCR/TCS, suplantado mais uma vez Miguel Lobo em SEAT Leon TCR. Armando Freitas (Toyota Starlet) e Francisco Leite (Fiat Punto) voltaram a trocar de posições na Taça Nacional de Montanha 1300, com Freitas a ser desta vez o melhor.

Depois de ter estado ausente na primeira subida, José Pedro Gomes em Ford Escort MKI foi o mais rápido no Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, secundado por Pedro Silva em VW Golf GTi. No Troféu Nacional Clássicos de Montanha, foi a vez de Victor Ramos (Ford Escort MKI), ser o mais rápido na frente de Carlos Oliveira em BMW 323i.

Com um Mini Cooper, João Peixoto foi o melhor na Taça Nacional de Clássicos de Montanha 1300, deixando Domingos Fernandes (Autobianchi A112) na segunda posição.


2º Subida de treinos

Os tempos obtidos na segunda subida de treinos da Rampa da Falperra ficaram condicionados pela chuva que caiu em alguns pontos do traçado antes do início desta sessão. Desta feita, o mais rápido no Campeonato Nacional de Montanha Valvoline e na Categoria 1, foi Pedro Salvador em Silver Car EF10, numa inversão de posições com Rui Ramalho (Osella PA2000 Evo), em relação ao primeiro treino deste dia de Sábado. 

José Correia voltou a liderar a Categoria 2, com o homem do Nissan GT-R GT3 a bater mais uma vez Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup. Na categoria 3 o mais rápido foi Pedro Coelho Saraiva em Mitsubishi Lancer Evo IX, seguido por Sérgio Nogueira em Citroën Saxo.

Manuel Correia e José Silvino Pires (Ford Escort WRC) voltaram a ditar leis na Categoria 4, com vantagem para o homem que tripula um Ford Fiesta R5+. Joaquim Teixeira (Megane Trophy) foi o mais rápido na Categoria 5, com Luis Nunes (SEAT Leon) na segunda posição da tabela de tempos.

Na Taça Nacional TCR/TCS, o Audi S3 de Patrick Cunha voltou a ser o mais rápido com o seu Audi S3 TCR, na frente de Miguel Lobo em SEAT Leon TCR.  Na Taça Nacional de Montanha 1300, Francisco Leite em Fiat Punto, bateu o Toyota Starlet de Armando Freitas, sendo mais rápido nesta subida

No Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, Jorge Loures (Ford Cortina Lotus) e Pedro Silva (VW Golf GTi) trocaram de posições, com Loures a ser agora o mais rápido, enquanto no Troféu Nacional Clássicos de Montanha, Carlos Oliveira em BMW 323i voltou a ser o mais rápido, novamente secundado por Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII.

João Peixoto (Mini Cooper) continua a liderar na Taça Nacional de Clássicos de Montanha 1300, com Domingos Fernandes (Autobianchi A112) na segunda posição.


1º Subida de treinos

Finalizada a primeira subida de treinos do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, com o traçado a mostrar-se na generalidade seco, a melhor marca em termos absolutos foi para Rui Ramalho em Osella PA2000 Evo. O piloto do Porto lidero u igualmente a Categoria 1, seguido por Pedro Salvador em Silver Car EF10 e João Fonseca em BRC CM05 Evo.

Na Categoria 2 foi José Correia a impor o seu imponente Nissan GT-R GT3, com Gonçalo Manahu a colocar o seu Porsche 997 GT3 Cup na segunda posição. O mais lesto na Categoria 3 foi Carlos Luis em SEAT Leon TDi, seguido por Ramiro Brito em Mitsubishi Lancer Evo X.

Com um Ford Fiesta R5+, Manuel Correia foi o mais rápido na Categoria 4, na frente de José Silvino Pires em Ford Escort WRC. Luis Nunes e o SEAT Leon MKIII lideraram a Categoria 5, com Joaquim Teixeira a ser o segundo mais rápido com o seu Renault Megane Trophy.     

Na Taça Nacional TCR/TCS Patrick Cunha foi o mais rápido com o seu Audi S3 TCR, na frente de Miguel Lobo em SEAT Leon TCR.  No que diz respeito à Taça Nacional de Montanha 1300, o Toyota Starlet de Armando Freitas foi o mais rápido seguido por Ricardo Sousa em Fiat Punto.

Pedro Silva impôs o seu VW Golf GTi no Campeonato Nacional de Clássicos Montanha, com Jorge Loures a ser o segundo com um Ford Cortina Lotus. Já no Troféu Nacional Clássicos de Montanha, Carlos Oliveira em BMW 323i é para já o mais rápido seguido por Fernando Salgueiro (Ford Escort MKII).

No que diz respeito à Taça Nacional de Clássicos de Montanha 1300, João Peixoto foi o melhor ao volante do seu Mini Cooper S.

Programa/Horário:

09.03.2017 – Domingo

07H00 – Fecho da pista
08H30 – Warm Up
10H00 – 3ª Subida de Treinos
11H30 – 2ª Subida Oficial
12H00 – 3ª Subida Oficial

 

BRITOS COMPETIÇÕES NA RAMPA DA FALPERRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

 

RAMPA DA FALPERRA

 

BRITOS COMPETIÇÕES NA RAMPA DA FALPERRA

 

A equipa da Britos Competições vai estar presente na partida para a Rampa da Falperra, segunda jornada do Campeonato Nacional de Montanha, onde irá ter a correr Ricardo Sousa ao volante do seu Fiat Punto.

 

Segundo Gilberto Brito, um dos responsáveis pela equipa, começou por nos dizer “ o balanço da Rampa da Penha foi positivo, espero que na Falperra seja igualmente positivo, com o Fiat Punto a dar o seu melhor,permitindo ao Ricardo Sousa conseguir alcançar um bom resultado na sua categoria, pois como é lógico , gostava de vencer, o que não esteve assim tão longe na prova anterior.A Rampa da Falperra, é mais exigente a todos os níveis,e espero assim conseguirmos uma boa classificação “.

 

A Britos Competições e Ricardo Sousa irão estar na sexta feira  nas verificações técnicas e documentais, pois no sábado pela manha terá lugar a primeira subida de treinos, prosseguindo as restantes ao longo do fim de semana.FOX 0102_Copy

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO  NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

Mais imagens dos bastidores da rampa da Penha

 

Fotos de JoFOX 9227_CopyFOX 9228_CopyFOX 9229_CopyFOX 9230_CopyFOX 9231_CopyFOX 9232_CopyFOX 9234_CopyFOX 9235_CopyFOX 9236_CopyFOX 9237_CopyFOX 9238_CopyFOX 9239_CopyFOX 9240_CopyFOX 9242_CopyFOX 9243_CopyFOX 9245_CopyFOX 9250_CopyFOX 9251_CopyFOX 9252_CopyFOX 9253_CopyFOX 9256_CopyFOX 9257_CopyFOX 9258_CopyFOX 9259_CopyFOX 9260_CopyFOX 9261_CopyFOX 9263_CopyFOX 9267_CopyFOX 9268_CopyFOX 9270_CopyFOX 9271_CopyFOX 9272_CopyFOX 9273_CopyFOX 9275_CopyFOX 9277_CopyFOX 9280_CopyFOX 9282_CopyFOX 9284_CopyFOX 9285_CopyFOX 9287_CopyFOX 9288_CopyFOX 9290_CopyFOX 9291_CopyFOX 9292_CopyFOX 9293_CopyFOX 9294_CopyFOX 9296_CopyFOX 9297_CopyFOX 9299_CopyFOX 9300_CopyFOX 9301_CopyFOX 9302_CopyFOX 9303_CopyFOX 9305_CopyFOX 9308_CopyFOX 9309_CopyFOX 9313_CopyFOX 9314_CopyFOX 9315_CopyFOX 9316_CopyFOX 9318_CopyFOX 9320_CopyFOX 9321_CopyFOX 9322_CopyFOX 9324_CopyFOX 9325_CopyFOX 9326_CopyFOX 9328_CopyFOX 9332_CopyFOX 9334_CopyFOX 9326_CopyFOX 9336_CopyFOX 9339_CopyFOX 9342_CopyFOX 9349_CopyFOX 9350_CopyFOX 9351_CopyFOX 9353_CopyFOX 9358_CopyFOX 9366_Copyão Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Manuel Correia procura nova vitória na Rampa da Falperra

 

Depois de um arranque de época vitorioso na Rampa da Penha, Manuel Correia prepara-se para disputar a prova mais especial do Campeonato Nacional de Montanha, a Rampa Internacional da Falperra.

 

Será um desafio acrescido para o piloto bracarense, que venceu a Categoria 4 no arranque da época na Penha mas que agora terá uma concorrência ainda mais forte na Falperra.

 

“Esta é a rampa mais importante do ano no campeonato e principalmente para os pilotos de Braga”, afirmou Manuel Correia, campeão em título da Categoria 3 com o Ford Fiesta R5+. “É uma emoção muito grande correr neste traçado tão bonito e cheio de público. Vamos ter mais pilotos do que na Penha a disputar os primeiros lugares da categoria e com carros potentes, como o Manuel Pereira ou o José Silvino. Da minha parte vou correr com os mesmos objetivos de sempre: ganhar a categoria e desfrutar ao máximo da rampa”, afirmou o piloto de Braga.

 

                 A 38ª edição da Rampa Internacional da Falperra começa na próxima sexta-feira (dia 5), com as verificações técnicas e administrativas. No sábado, os                          concorrentes entram em pista a partir das 09h30 para os treinos oficiais, enquanto no domingo a primeira subida está marcada para as 09h00.A113 Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Veloso Motorsport com três carros na Falperra


NOTA DE REDACÇÃO:


O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM   , ENQUANTO GESTOR DESTA PÁGINA, E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit COMO AUTOR DESTE ARTIGO.

aAC110 Copy

 

Depois de um fim-de-semana triunfal no Autódromo do Estoril e sem tempo para descansar, a Veloso Motorsport prepara já a sua deslocação até à Rampa da Falperra, “catedral” das provas ibéricas de montanha. A formação da Póvoa do Lanhoso joga quase como que em casa e apresenta-se nesta prova com três carros e um objectivo comum… lutar pela vitória nas frentes do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline em que se inscreve.

Na Taça Nacional TCR, Patrick Cunha em Audi RS3 TCR e Miguel Lobo em SEAT Leon TCR vão esgrimir argumentos na luta pela vitória, com a experiência de Cunha, a opor-se à fogosidade e juventude de Lobo, numa luta a dois pelo degrau mais alto do pódio. Campeão na sua categoria em 2016, Luis Nunes repete a aposta num SEAT Leon MKIII (Categoria 5) para esta época, perseguindo os mesmos objectivos que o levaram ao trono na época passada.  

“Estou muito feliz por regressar à Falperra, prova com uma história enorme no panorama automobilístico nacional e que me dá muito gozo fazer. O ano passado estive ausente por motivos pessoais, mas este ano foram reunidas as condições para participar. Estarei à partida como o Audi que utilizo no nacional de velocidade e com o qual espero vencer na minha categoria e fazer o melhor possível em termos absolutos. Este ano carrego também a responsabilidade adicional de representar o Sporting Clube de Braga, a quem espero poder oferecer a vitória no final do dia de Domingo.” Adiantou Patrick Cunha.

Poder participar na Rampa da Falperra é um sonho que qualquer piloto português ambiciona concretizar. É uma prova com um traçado rápido e exigente, que seleciona os melhores, e que alberga uma imensa mole humana, o que é extraordinário. Será um fim-de-semana inesquecível. A Falperra é uma completa novidade para mim e, com um traçado tão exigente, terei que aproveitar as subidas de treinos para me ambientar.” Referiu através da sua assessoria Miguel Lobo.

“Esta é uma prova de que gosto muito e para a qual estou muito motivado. Vou, como é meu objectivo sempre, lutar pela vitória no meu campeonato e só espero que o tempo ajude e não pregue partidas, ou seja que esteja seco ou então molhado. De qualquer forma conto com um carro rápido em todas as condições, e estou certo será um aliado essencial para lutar pela vitória que espero conseguir, o que a acontecer me dará uma especial alegria.” Disse Luis Nunes.

As hostilidades da prova organizada pelo CAM, que conta ainda para o Campeonato Europeu e Espanhol de Montanha, iniciam-se no Sábado e têm o seguinte programa:

Sábado – 06.05.2017

09H30 Treinos Oficiais 1
10H45 Treinos Oficiais 2
12H30 Treinos Oficiais 3
14H30 Subida Oficial 1

Domingo – 07.05.2017

09H00 Subida Oficial 2
11H00 Subida Oficial 3

15H00 Entrega de Prémios


 

DOMINGOS FERNANDES APRESENTA PATROCINADORES

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE - JC GROUP

 

DOMINGOS FERNANDES APRESENTA OS SEUS PATROCIONADORES

 

 

 

 

 

 

 

Tudo isto só foi possível com os préstimos de todos os intervenientes que são, sem margem para dúvidas os patrocinadores, amigos e demais, pois sem o apoio deles nada era possível.  



 Os Patrocinadores:


FOX 1144_CopyFOX 1145_Copy

CERDAMA           MUNICÍPIO de ARMAMAR                           JOSÉ CARDOSO FERNANDES 

AGRICAMPO       MUNICÍPIO de SANTA MARTA PENAGUIÃO              ASFERT  

GEODOURO        QUINTA DA AZENHA                CRÉDITO AGRíCOLA Vale Távora e DOURO 

CORFOR             WIFIAntenas                                CLINICA OFTALMOLOGICA  das ANTAS 

VINHOS TERAS DO DOURO - COOPERATIVA DO TÁVORA

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Joaquim Teixeira defende liderança na Falperra


NOTA DE REDACÇÃO:

WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , ENQUANTO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, ÉAC112 CopyNESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTO.


Disputa-se no próximo fim-de-semana em Braga, a edição número 38 da Rampa da Falperra, numa jornada de grande festa para os aficionados deste tipo de provas e para os amantes do automobilismo em geral. A romaria que esta prova promove é uma realidade extraordinária, com o muito público sempre presente na subida à Nossa Senhora do Sameiro, a constituir um factor extra de motivação para os pilotos.

Na liderança do campeonato referente à Categoria 5 do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, Joaquim Teixeira tem nesta prova um “terreno” propício ao seu bonito Renault Megane Trophy V6, argumentos que vai certamente utilizar para tentar vencer e aumentar a sua vantagem no topo da classificação.

Como se pôde comprovar na primeira prova do ano disputada na Penha, Teixeira está já bem-adaptado ao Megane Trophy, com o bólide a mostrar-se igualmente em excelentes condições para as lutas que aí vêm, numa das categorias mais animadas do campeonato deste ano.

“Esta é uma prova que me dá muito gozo fazer e que é de facto adequada para o meu carro. Vou andar o melhor que puder e espero poder comemorar a minha passagem pela Falperra com uma vitória. Estou motivado para andar depressa e se conseguir imprimir um bom ritmo sem cometer erros, posso de facto chegar aos meus objectivos. Falta saber como estará o tempo, o que pode condicionar as prestações de todos. Aí entram outros factores em jogo, mas mesmo assim e se conseguir ter as afinações certas no meu carro, tenho todas as hipóteses de vencer.” Referiu o piloto transmontano.

Com um extenso programa que inclui ainda o Campeonato Europeu de Montanha e o campeonato espanhol da especialidade, as actividades da prova organizada pelo CAM, iniciam-se no Sábado e têm o seguinte programa:

Sábado – 06.05.2017

09H30 Treinos Oficiais 1
10H45 Treinos Oficiais 2
12H30 Treinos Oficiais 3
14H30 Subida Oficial 1

Domingo – 07.05.2017

09H00 Subida Oficial 2
11H00 Subida Oficial 3
15H00 Entrega de Prémios

 

RAMPA DA FALPERRA

NEWS PRMINIRACING - MAIO #2017

Será já no próximo fim-de-semana que terá lugar a 2ª prova do Campeonato Nacional de Montanha 2017 na mítica Rampa da Falperra em Braga. Reconhecida como a actual prova rainha do calendário, é caracterizada pelo seu traçado extremamente rápido, em que no caso dos protótipos de elite são atingidas com facilidade velocidades compreendidas entre os 220 e os 250 km/h, é como tal um traçado bastante exigente em termos de concentração e confiança absoluta dos Pilotos e de elevado apuro técnico na afinação dos carros.

 

Para além de pontuar para o Campeonato Nacional, esta Rampa faz também parte do calendário do Campeonato da Europa de Montanha, como tal, todos os pilotos e respectivas equipas que participam no Europeu da especialidade provenientes dos mais diversos países Europeus, são esperados na Falperra para gaúdio de cerca de 200.000 espectadores (!!!) que terão o prazer de vibrar pela passagem de mais de 160 pilotos. É sem dúvida alguma, independentemente do desporto em questão, uma das maiores manifestações desportivas nacionais, promovendo uma vez mais o nosso País, a cidade de Braga e em particular a elevada capacidade organizativa dos Portugueses ao mais alto nível e na forma reconhecida de tão bem receber quem nos visita. Assim, uma vez mais, o experiente e de créditos firmados CAM – Clube Automóvel do Minho – terá a honra e a responsabilidade de ter a bastuta organizativa deste mega evento desportivo.

 

Relativamente à participação do Team PRMiniracing nesta prova em particular tem como expectativa a obtenção de bons resultados por parte dos seus Pilotos, estando todos os elementos da Equipa extremamente motivados, tendo para o efeito levado a cabo após a Rampa da Penha um extenso trabalho de preparação e de desenvolvimento dos dois Osella´s que serão pilotados pelos irmãos Ramalho. Com a previsão ainda que distante de condições climatéricas instáveis, com a possibilidade de ocorrência de precipitação para o fim-de-semana em questão, caso se venha a comprovar esta possibilidade, será de esperar uma vez mais um papel fulcral da Equipa técnica da PRMiniracing na rápida adaptação dos protótipos Italianos para cada uma das subidas de treinos e de prova, o que será de extrema valia a experiência e os conhecimentos técnicos adquiridos ao longo dos anos pelos técnicos que constituem a esta Equipa do Porto, para que os seus Pilotos tenham todos os meios possíveis e imaginários para ultrapassarem com sucesso os naturais obstáculos que por vezes a Natureza se encarrega de nos presentear. Sem qualquer dúvida, uma das mais marcantes características do Team PRMiniracing é o espírito de união, capacidade de trabalho e sacrifício de todos os elementos que o constituem e que prova a prova e ano após ano se destaca neste mesmo Campeonato.

 

RUI RAMALHO # OSELLA PA2000 EVO2 (E2-SC)

 

Rui Ramalho após a estreia auspiciosa do Osella PA2000 EVO2 na prova inaugural da Penha, num traçado difícil para as características do seu protótipo e que por escassas milésimas de segundo lhe escapou a vitória, apresenta-se na Falperra com o claro objectivo de lutar pela vitória, com a humildade e respeito habitual que o caracteriza perante os seus adversários. Efectivamente Rui Ramalho ficou maravilhado e até mesmo surpreendido com a performance do seu novo Osella na 1ª prova deste ano, mas ainda mais consciente de que tem ainda um boa margem de progressão na adaptação ao seu fantástico PA2000 EVO2, que embora esteticamente bastante semelhante ao seu anterior PA21S EVO utilizado o ano passado, em termos de capacidades técnicas nada têm a ver um com o outro. Tudo isto implica uma adaptação gradual e crescente da sua confiança à nova montada, de modo a retirar do PA2000 EVO2 tudo o que este tem para lhe oferecer. A sua Equipa técnica recolheu importantes dados e ensinamentos após a prova inaugural e como tal estabeleceu e concretizou já um extenso trabalho de desenvolvimento no qual se incluem diversas alterações mecânicas e novas afinações em diversas áreas no novo protótipo, com o objectivo de o evoluir e adaptar à forma de pilotar do piloto mais jovem da PRMiniracing, demonstrando uma vez mais o importante papel que a Equipa técnica tem na performance de um Piloto e nos possíveis resultados a alcançar. O piloto já teve oportunidade de testar essas mesmas alterações num traçado de rampa, tendo as mesmas agradado-lhe e aproveitado ainda para acumular mais alguns quilómetros extra de adaptação ao novo carro. O único senão até ao momento, é que ainda não existiu a possibilidade de testar em condições de chuva, para que tanto o Piloto como a sua Equipa conseguissem comprovar as afinações estudadas e previstas para chuva do novo carro, o que se acontecer na Falperra será uma novidade /dificuldade acrescida, mas como ainda ninguém consegue "comandar" o que a Natureza nos tem para oferecer, não resta outra alternativa se não aguardar pelas condições efectivas que surgirão no próximo fim-de-semana. Independentemente do tempo que se faça sentir, uma coisa será certa, Rui e a sua Equipa tudo farão para lutar por todos os meios e conhecimentos pela vitória.

 

PAULO RAMALHO # OSELLA PA21S EVO (CN)

 

Após a concretização na Penha do seu sonho pessoal de pilotar um Osella, Paulo Ramalho apresenta-se na Falperra extremamente motivado para lutar novamente por um lugar do pódio. Efectivamente o Piloto mais velho da Equipa adorou as sensações obtidas na pilotagem do Osella PA21S EVO na 1ª prova, caracterizando-o como um protótipo extraordinário da classe CN, possuindo as melhores características existentes para um protótipo de Montanha para esta Classe, o que lhe possibilita prespectivar bons resultados e lutas em todas as provas do restante calendário. Paulo Ramalho após a sua 1ª experiência, destacou do seu PA21S EVO o extraordinário "grip" do chassis, a facilidade de inserção em curva e o correcto escalonamento e a rápida actuação da caixa de velocidades. Perante estas novas sensações que fizeram despertar em si uma nova e extra motivação por lutar em primeira instância pela obtenção dos melhores tempos que estiverem ao seu alcance e consequentemente por bons resultados que lhe permitam lutar por um dos lugares do pódio do Campeonato. À semelhança do seu irmão Rui, Paulo terá de ultrapassar possivelmente aguns obstáculos extra caso a chuva surja na Falperra, pois até ao momento, ainda não teve oportunidade de correr ou testar nestas condições ao volante do seu PA21S EVO. Contudo, está confiante de que tudo fará a sua Equipa para lhe entregar um carro equilibrado para qualquer situação climatérica que possa ocorrer, dependendo depois apenas da sua progressão, adaptação e confiança às condições que possam surgir.

 

Paulo Ramalho para além da responsabilidade da gestão global da sua Equipa, do seu papel em particular como Piloto e mentor do percurso desportivo do seu sucessor e irmão Rui Ramalho, manifestou e salientou o seu profundo agradecimento a todos os Patrocinadores da PRMiniracing que apostam e acreditam no árduo trabalho levado a cabo pela sua Equipa, que para além dos resultados desportivos de relevo que ao longo de todos estes anos tem alcançado, proporciona pelos mais diversos meios excelentes níveis de retorno de imagem como forma de retribuição. O Team PRMiniracing destaca-se assim nesta área em particular, pelo apuro de imagem nas mais diversas formas, parcerias técnicas e didáticas, aposta em novas tecnologias e áreas de Comunicação (site, redes sociais, fotografia, vídeo/canal Youtube, etc, etc), contando para o efeito actualmente com a importante parceria e apoio da G3TECH para a gestão global da Comunicação da PRMiniracing.

 

PROGRAMA / HORÁRIO - Campeonato Nacional de Montanha:

 

Sábado # 06.05.2017

09H30 Treinos Oficiais 1 

10H45 Treinos Oficiais 2 

12H30 Treinos Oficiais 3 

14H30 Subida Oficial 1 

 

Domingo # 07.05.2017

09H00 Subida Oficial 2

11H00 Subida Oficial 3

15H00 Entrega de Prémios

 

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Francisco Marrão vai entrar ao ataque na Falperra



NOTA DE REDACÇÃO:

O WWW.VELOCIDADEONLINE.COM , ENQUANTO GESTOR DESTA PÁGINA E RESPECTIVA PÁGINA DO FACEBOOK, É NESTE CASO TOTALMENTE ALHEIO QUER À QUALIDADE, QUER AO TEOR DESTE ARTIGO EM TERMOS DE ERROS E IMPRECISÕES APRESENTADOS PELO racespirit COMO AUTOR DESTE TEXTO.AC105 Copy


É já no próximo fim-de-semana, que tem lugar uma das jornadas mais esperadas do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, com a deslocação até Braga, para disputar mais uma edição da popular Rampa da Falperra. Lugar de culto dos amantes das provas de montanha, a subida ao Sameiro tem por isso uma forte componente motivadora.

Imbuído de um espírito de conquista, Francisco Marrão chega à Falperra na segunda posição do campeonato e com muita vontade de brilhar. Com o seu novo SEAT Leon Supercopa, o piloto transmontano acredita que pode lutar pelas primeiras posições e pressionar os seus opositores na luta pela vitória.

“Não será uma prova fácil, a Falperra nunca é fácil. É uma prova com uma média muito alta em termos das velocidades atingidas e onde a coragem joga um papel fundamental para a obtenção de tempos. Pela minha parte vou entrar ao ataque e depois veremos como nos posicionamos. Perante isso vamos tentar ajustar a nossa táctica em conjunto com a Speedy Motorsport, parceiro fundamental e com quem conto para me ajudar a melhorar em todas as subidas. Ainda me estou a adaptar ao SEAT e em especial à utilização da caixa de velocidades DSG, que só uso em competição e também à travagem com o pé esquerdo, pontos fundamentais para uma performance óptima. Estou super motivado depois do bom segundo lugar na Penha e sinto que a vitória está mais perto que nunca, sendo muito difícil não é de todo impossível!”

A prova organizada pelo CAM tem o seguinte programa horário:

Sábado – 06.05.2017

09H30 Treinos Oficiais 1
10H45 Treinos Oficiais 2
12H30 Treinos Oficiais 3
14H30 Subida Oficial 1

Domingo – 07.05.2017

09H00 Subida Oficial 2
11H00 Subida Oficial 3

15H00 Entrega de Prémios

 

SUGESTÃO PARA A RAMPA DA FALPERRA

 

Venha à 38ª Rampa Internacional da Falperra 2017 de Tuk Tuk. Transfers Turísticos e de apoio ao evento a partir da Zona VIP, da rotunda de Nogueira, e da Avenida Central - Bragashopping. Telemóvel para reservas: 91 075 3 414 ou 91 075 3 189; Facebook: Etukminho-Oficial site: www.etukminho.pt        

AC103 CopyAC104 Copy

 

LUIS NUNES QUER A VITÓRIA NA CATEGORIA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE – JC GROUP

RAMPA DA FALPERRA

 

LUÍS NUNES QUER A VITÓRIA NA CATEGORIA NA FALPERRA

 

Após a vitória alcançada na jornada de abertura na Rampa da penha ao volante do seu Seat leon Cup Race , Luís Nunes quer obter nova vitória na Rampa da Falperra, uma das que mais gosta de participar. Sobre os objectivos foi claro “ espero que o carro esteja perfeito, eu estou muito motivado para dar o meu melhor, num dos meus traçados preferidos. Sei que não vai ser fácil,  os meus adversários estão muito fortes como deu para ver na prova de abertura, mas isso é saudável é assim que eu gosto de competir para me obrigar a dar tudo em pista e valorizar o meu resultado seja ele qual for. “, disse-nos.

Luís Nunes e o seu Seat Leon Cup Race, irão  fazer as verificações técnicas e documentais na sexta feira, com a primeira subida marcada para a manha de sábado, decorrendo as restantes ao longo do fim de semana.FOX 0193_Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

José Correia: “Correr na Falperra é um momento único para qualquer piloto de Montanha”

 

José Correia e o Nissan GT-R GT3 Nismo terão no próximo fim-de-semana o evento mais emblemático da temporada, a Rampa Internacional da Falperra. O piloto da JC Group Racing Team vai tentar brilhar entre as estrelas do Campeonato da Europa FIA.

 

Sendo um piloto natural de Braga, a Rampa Internacional da Falperra desperta emoções ainda mais fortes em José Correia, que se habituou a constatar a enorme adesão popular em torno desta prova que há muito conquistou um lugar no calendário do Europeu de Montanha.

 

O piloto e fundador da JC Group Racing Team vai voltar a viver por dentro o ambiente da Falperra mas também espera lutar por um bom resultado desportivo, num fim-de-semana onde também está inscrito na prova internacional.

 

“Toda a gente sabe que o público e o traçado da Falperra tornam esta rampa num momento único para qualquer piloto. Eu não sou exceção, principalmente sendo de Braga. Confesso que é sempre impressionante ver milhares e milhares de pessoas ao longo de toda a subida. Desportivamente, vamos tentar lutar pela vitória na Categoria 2 do campeonato e também pelo melhor resultado possível à geral no Europeu. Esse é um grande desafio para mim mas estou curioso para ver o que podemos fazer frente aos melhores pilotos da Europa, até porque a Falperra, pela sua rapidez, é o traçado que melhor se adequa ao Nissan”, afirmou José Correia, que subiu ao pódio da categoria na última Rampa da Penha.

 

Também Augusto Vasconcelos e o bonito Ford Escort Mk1 vão voltar a correr integrados na equipa da JC Group, com o piloto e arquiteto a realçar como é especial correr com este carro na Falperra. “O Escort é um carro fabuloso e um belíssimo exemplo do trabalho de restauro do sr. Artur Bastos com apoio da Vettra Motorsport. Eu não tenho ainda capacidade para explorar os limites do carro mas vou evoluindo a cada prova e, sobretudo, espero representar condignamente a equipa. Correr na Falperra é sempre um prazer indescritível. É um ícone das rampas”, referiu Augusto Vasconcelos.

 

                 A famosa Rampa Internacional da Falperra disputa este ano a sua 38ª edição e tem início na próxima sexta-feira (dia 5), com as verificações técnicas e 

                 administrativas. No sábado, os concorrentes entram em pista a partir das 09h30 para os treinos oficiais, enquanto no domingo a primeira subida está marcada para 

                 as 09h00.AC10 Copy

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Manuel Correia procura nova vitória na Rampa da Falperra

 

Depois de um arranque de época vitorioso na Rampa da Penha, Manuel Correia prepara-se para disputar a prova mais especial do Campeonato Nacional de Montanha, a Rampa Internacional da Falperra.

 

Será um desafio acrescido para o piloto bracarense, que venceu a Categoria 4 no arranque da época na Penha mas que agora terá uma concorrência ainda mais forte na Falperra.

 

“Esta é a rampa mais importante do ano no campeonato e principalmente para os pilotos de Braga”, afirmou Manuel Correia, campeão em título da Categoria 3 com o Ford Fiesta R5+. “É uma emoção muito grande correr neste traçado tão bonito e cheio de público. Vamos ter mais pilotos do que na Penha a disputar os primeiros lugares da categoria e com carros potentes, como o Manuel Pereira ou o José Silvino. Da minha parte vou correr com os mesmos objetivos de sempre: ganhar a categoria e desfrutar ao máximo da rampa”, afirmou o piloto de Braga.

 

                 A 38ª edição da Rampa Internacional da Falperra começa na próxima sexta-feira (dia 5), com as verificações técnicas e administrativas. No sábado, os                          concorrentes entram em pista a partir das 09h30 para os treinos oficiais, enquanto no domingo a primeira subida está marcada para as 09h00.7K4A4861 Copy7K4A5574 Copy

 
Mais artigos...

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt