In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


CIRCUITO VILA REAL

 

Ronda de Vila Real em sentido contrário

Fim-de-semana de adversidades para Nuno Santos

O início de época do Super Seven by Kia ficou marcado pelas inúmeras contrariedades que Nuno Santos sentiu ao longo de todo o fim-de-semana em Vila Real. Apesar das dificuldades vividas na prova realizada no exigente circuito citadino, o piloto acabou a sua prestação ao volante do 420R com um quinto lugar.

alt
Dificilmente algo mais podia ter acontecido a Nuno Santos na jornada de abertura do Super Seven by Kia. Com a comitiva do mais competitivo troféu monomarca nacional a rumar a norte para uma exigente ronda nas ruas de Vila Real, cedo o piloto sentiu que não iria ter tarefa fácil. Logo nos treinos livres foi impedido de entrar para a pista. Um derrame de óleo com origem no carro de um adversário levou a direcção de corrida a interromper e a dar por terminada a sessão.
 
Sem qualquer experiência na versão de 2017 do traçado vila-realense, Nuno Santos partiu para a qualificação com o intuito, não só de conhecer a pista como de obter um tempo que lhe permitisse ter ambição para a corrida. “Mas a afinação utilizada não foi a certa e não consegui tirar partido do potencial do carro.”
 
A sair do sexto lugar, Nuno Santos tinha vontade de recuperar lugares. Mas se a jornada já não estava a correr bem, não ficou melhor. “Nos procedimentos de pré-partida, não me sentia confortável no carro e decidi ajustar a bacquet. Mas ao fazê-lo, não ficou bem presa e, na travagem para a primeira chicane, esta mexeu-se. Ficou numa posição bastante recuada o que me levou a ter de entrar nas boxes para resolver o problema. A partir daí já não havia muito a fazer. Atrasado e a correr sozinho, sem referências, não consegui aproximar-me do grupo da frente”, explicou o piloto.
 
“Acabou por ser um fim-de-semana em que poucas coisas correram bem. Mas não saio de Vila Real aborrecido ou chateado. Tanto eu como o Hugo (Araújo) sentimos que temos margem de progressão e acreditamos que isso vai ser evidente já na próxima ronda”, adiantou Nuno Santos.
 
Cumprida a primeira das quatro jornadas que constituem o Super Seven by Kia 2017, os pilotos entram na pausa de Verão e regressam à competição em Setembro. A comitiva ruma a Jerez de La Frontera para correr nos dias 23 e 24 desse mês.

 

SILK WAY RALLY 2017 - TUDO NA MESMA

 

Silk Way Rally 2017 - Resumo da 12ª Etapa
 
OS PEUGEOT DKR CONTINUAM AO ATAQUE A APENAS DOIS DIAS DO FINAL DA PROVA
 
 Quando faltam apenas dois dias para o final do Silk Way Rally 2017, Cyril Despres e David Castera redobram-se em esforços para manter a sua vantagem de 45 minutos na Geral provisória, contando sempre com o apoio dos seus colegas Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret, que os acompanham bem de perto.
 
 A dupla que lidera a prova não ganhou para o susto na Etapa de hoje, depois do seu Peugeot DKR nº100 ter ficado imobilizado no topo de uma duna e, poucos quilómetros a seguir, deixar de funcionar o sistema de assistência hidráulica da direção. Ainda assim, Cyril Despres e David Castera terminaram a Etapa no 8º posto, com 20 minutos de atraso sobre o melhor tempo, tendo apenas perdido 11 minutos face ao seu adversário mais próximo na Geral. 
 
 Ao volante do Peugeot DKR nº106, Stéphane Peterhansel conseguiu prestar assistência a Despres e, assim, diminuir o tempo perdido na Especial devido a estes incidentes. Foi mais um exemplo do espírito de equipa que reina no seio do Team Peugeot Total, agora que a meta final instalada em Xi’an começa a surgir no horizonte.  Registaram o 10ª melhor tempo do dia.
 
 Esta à noite, no
bivoua c, os mecânicos do Team Peugeot Total vão ocupar-se da
saúde dos Peugeot DKR, enquanto os pilotos e navegadores se entregam a um merecido repouso, a fim de se concentrarem na Etapa de amanhã, que integra a passagem por uma sucessão de dunas bastante complicada. 
 
A ETAPA EM RESUMO Como que a relembrar que o Silk Way Rally está ainda longe de terminar, Cyril Despres não ganhou para o susto, quando o seu Peugeot DKR ficou atolado no topo de uma das muitas dunas que integravam a segunda parte da Especial de hoje. Embora a equipa tenha conseguido desatolar o carro recorrendo aos macacos integrados, alguns quilómetros mais à frente a situação complicou-se devido a um problema no sistema hidráulico que deixou o carro sem direção assistida. 
 
No mais perfeito exemplo de trabalho em equipa, Stéphane Peterhansel esperou pelo seu colega logo após a partida, de forma a seguirem em comboio para que, caso surgissem problemas, os pudessem ajudar a resolvê-los. A estratégia deu frutos, já que foi o Peugeot DKR nº106 que retirou o carro de Despres daquela situação. Seguiram ambos, depois, até à linha de chegada, sem mais sobressaltos.
 
 
 
 
O QUE ELES DISSERAM…
 
Bruno FAMIM, Diretor da Peugeot Sport Diretor do Team Peugeot Total “Tendo em conta as dificuldades globais deste rali, o incidente de hoje não foi grave, mas deixou bem claro que tudo pode ainda acontecer até ao final da prova. O Cyril perdeu 20 minutos nesta Especial, mas não cedeu mais do que 11 ao 2º classificado, que também p a s s o u p o r p r o b l e m a s . O b v i a m e n t e q u e é u m a g r a n d e v a n t a g e m p o d e r c o n t a r c o m o Stéphane a rolar junto do Cyril. O trabalho de ambos hoje demonstra o grau do estado de espírito que se vive na nossa equipa, sendo que para além do apoio em termos práticos, o Stéphane e o Jean-Paul garantem, também, um grande conforto psicológico. O Cyril está na frente do rali e pode contar com o apoio e assistência do seu colega de equipa. Esta noite, vamos analisar as razões que o levaram a ficar sem direção assistida, obrigando a um grande esforço de mãos e braços. Mas o carro pôde seguir caminho e, depois de um bom descanso, amanhã tudo estará perfeito.”    
 
Cyril DESPRES, piloto Team Peugeot Total 8º lugar na Etapa / 1º da Geral (autos) “ A i n d a n ã o a c a b o u , p o i s n ã o ? T i v e m o s u m p r o b l e m a n o s i s t e m a h i d r á u li c o q u e n o s impossibilitou de usar os macacos e nos deixou sem direcção assistida. Normalmente, não teríamos perdido mais do que 1 minuto, mas acabámos por para tentar reparar a avaria. Os q u a t r o - o S t é p h a n e , o J e a n - P a u l, o D a v i d e e u - t e n t á m o s t u d o p a r a e n c o n t r a r u m a solução mas sem êxito. No meio do deserto isto nunca é fácil. Ainda tínhamos 45 km de dunas para transpor e a nossa única opção foi ir até ao fim a todo o custo. O carro pesa cerca de uma tonelada e meia e conduzir sem direção assistida não é mesmo nada fácil. Mal consigo mexer as mãos e os braços, mas estou feliz por ter conseguido chegar ao fim da Etapa. Sei que os mecânicos do Team Peugeot Total já têm a solução para o problema. Foi muito enervante porque eu sabia que, caso surgisse outro problema, podíamos ficar atolados durante horas. Muito sinceramente, foi um dos momentos mais difíceis de toda a minha carreira. Estou ansioso por arrancar manhã com tudo resolvido. ”
 
Stéphane PETERHANSEL, Piloto Team Peugeot Total 10º lugar na Etapa (autos) / 7º da Geral (autos)  " T u d o e s t a v a a c o r r e r b e m a t é o C y r il fi c a r a t o l a d o n o t o p o d e u m a d u n a . P a r á m o s imediatamente para o ajudar. Não era nada de muito complicado e usámos os macacos que funcionam com o mesmo sistema hidráulico da direção assistida, mas foi depois disso que, infelizmente, o Cyril deixou de ter assistência na direção. E, num carro deste tipo,  ficar s e m d i r e ç ã o a s s i s t i d a é m e s m o u m g r a n d e p r o b l e m a . S e g u i m o s s e m p r e a t r á s d e l e d e forma a termos a certeza que conseguia cumprir os 50 km seguintes sem mais problemas. Estou feliz por ter conseguido ajudar, sendo que o objetivo é que um Peugeot chegue a Xi’an no 1º lugar. A Etapa era muito bonita, das que eu gosto mesmo nos rali-raid.”
 
 
 
ANTEVISÃO DA 13ª ETAPA A penúltima Etapa do Silk Way Rally, ligando Alxa a Youqi, em Zhongwei, vai ser um grande desafio, numa Especial denominada “A Catedral das Dunas” . Com uma extensão de 318,66 km, trata-se de mais uma Especial dividida em duas secções, na qual se exige muito cuidado com a navegação e muita técnica na transposição das dunas. As equipas não vão ter, propriamente, condições para apreciar a paisagem, mesmo sabendo que será, seguramente, uma das mais belas de todo o rali.
 
 
 
 
 
SABIA QUE… O Silk Way - ou Rota da Seda - era uma rede de rotas comerciais destinados a ligar a Ásia à Europa. O seu nome provém do legado dos mercados da seda (e dos cavalos) instalados ao longo de todo este percurso. As suas origens remontam ao ano 250 a.C, numa rota que, ao longo das gerações, se tornou numa das mais importantes vias de intercâmbio internacional.
 
 
COMO RECONHECER OS TRÊS 3008DKR…  Os dois Peugeot DKR podem ser reconhecidos pelo seu nº de competição e pela cor da faixa no topo do para-brisas: 
 
 Cyril DESPRES/David CASTERA: Peugeot DKR n° 100, faixa VERMELHA.   Stéphane PETERHANSEL/Jean-Paul COTTRET: Peugeot DKR n° 106, faixa AMARELA. 
 
Quanto ao Peugeot DKR Maxi n° 104, de Sébastien LOEB/Daniel ELENA, que ostentava a faixa BRANCA, teve de abandonar no final da 9ª Etapa, quando liderava esta edição 2017 do Silk Way Rally, posição que ocupou durante grande parte da competição.
 
 
RESULTADOS:   Classificação na 12ª Etapa 1º LAVIEILLE Christian (FRA), Baicmotor BJ40L 2º LIU Kun (CHN), GEELY SMG BUGGY 3º HAN Wei (CHN), GEELY SMG BUGGY 4º LU Binglong (CHN), Baicmotor BJ40L 5º MARDEEV Airat (RUS), Kamaz 43269 … 12º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR (nota: 8º “Auto”) … 14º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR (nota: 10º “Auto”) …
 
Geral após a 12ª Etapa 1º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR, 36:31:47 2º HAN Wei (CHN), GEELY SMG BUGGY, a 43:22 3º LAVIEILLE Christian (FRA), Baicmotor BJ40L, a 46:37 4º MENZIES Bryce (USA), Mini John Cooper Works Rally, a 01:15:51 5º AMOS Eugenio (ITA), Ford TRX08LMOD,a 01:41:07 … 9º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR, a 02:37:04 (nota: 6º “Auto”) …
 
 
 
Siga a prova em http://www.silkwayrally.com/live-timing.html a327 Copy_Copy

 

 

EDGAR REIS NO RALI DE FAMALICÃO

 

Edgar Reis e Porsche 997 GT3 Cup repetem presença no Rali de Famalicão

 

Vencedor desta prova em 2015, Edgar Reis vai disputar o rali da sua terra no próximo fim-de-semana, tentando dar espectáculo com o Porsche mas sem correr riscos desnecessários. O Team Transfradelos também será representado por Daniel Silva, ao volante do Renault Clio RS2000.

 

A edição de 2017 do Rali de Famalicão volta a contar com o Team Transfradelos, como já é hábito nesta prova-espectáculo. Edgar Reis e o navegador Márcio Moreira estarão aos comandos do bonito Porsche 997 que compete habitualmente no Campeonato Nacional de Montanha, enquanto Daniel Silva e Pedro Monteiro vão disputar o rali com o Renault Clio RS2000.

 

Este ano, o Rali de Famalicão terá um percurso alargado que inclui novas classificativas e que terão, certamente, muito público a assistir. “É o rali da nossa terra e não podíamos deixar de estar presentes”, referiu Edgar Reis, vencedor da prova em 2015. “Não temos objetivos em termos desportivos, até porque esta não é a nossa luta e não podemos arriscar estragar o carro com um toque. Temos a Rampa de Murça na semana seguinte e como tal vamos ter algum cuidado nas classificativas novas e depois tentar andar mais depressa nos troços que já conhecemos”, afirmou o ex-campeão nacional de Montanha na categoria dos GT.

 

O Rali de Famalicão inclui este ano um total de 7 classificativas de asfalto, divididas entre os dias de sábado e domingo. A competição começa com o troço de Vilarinho das Cambas/Outiz às 17h13 de sábado, um dia que culminará com a Super Especial de Fradelos marcada para as 21h00.

 000 7823_Copy000 8186_Copy

 

PILOTOS MAIATOS NO RALI DE FAMALICÃO

 

CAMPEONATO REGIONAL NORTE DE RALIS

 

RALI V.N.FAMALICÃO

 

PILOTOS MAIATOS NO RALI DE VILA NOVA DE FAMALICÃO

 

Depois da presença do Fiat Punto no circuito de Vila Real, eis que a dupla de pilotos maiatos Carlos e Afonso Gonçalves já se encontram a preparar a jornda deste próximo fim de semana, onde vão marcar presença no Rali de Vila Nova de Famalicão.

 

Sobre o que os espera, a dupla de pilotos Maiatos, na pessoa de Carlos Gonçalves começou por nos dizer “ mais uma  prova do Campeonato Regional Norte de Ralis, em que vamos estar presente,  com o Fiat Punto esperando que consiga atingir o final da mesma, de preferencia sem problemas mecânicos, e se possivel com nova subida ao pódio em termos de categoria, o que felizmente tem acontecido nas provas anteriores, , são estes os nossos objectivos, esperemos que tudo nos corra pelo melhor, e consigamos atingir os nossos objectivos “.

 CAR4 Copy_Copy

 

MANUEL CORREIA EM SERNANCELHE

 

Manuel Correia volta a lutar pela vitória no Rali de Sernancelhe-Aguiar da Beira

 

Depois de terem vencido esta prova à geral, Manuel Correia e o Ford Fiesta R5+ voltam este ano a ser protagonistas no asfalto de Sernancelhe e Aguiar da Beira. Um rali que também marca a estreia em competição do jovem Miguel Correia, acompanhado pelo experiente Nuno Rodrigues da Silva.

 

Apesar de ser campeão nacional da sua categoria na Montanha, Manuel Correia nunca escondeu que os ralis são outra das suas paixões. O piloto de Braga volta a disputar este fim-de-semana o Rali de Sernancelhe-Aguiar da Beira, prova que venceu à geral no ano passado e que é disputada na região da equipa ARC Sport.

 

“Gosto muito de ralis e só não faço mais provas deste género devido à minha vida profissional. Vamos para Aguiar da Beira e Sernancelhe com o objetivo de nos divertirmos e lutar pela vitória absoluta. Terei a companhia da minha esposa como navegadora e o meu filho também vai fazer a sua estreia em provas oficiais, por isso este será um rali em família”, afirmou Manuel Correia, que esta época venceu todas as provas do Nacional de Montanha na Categoria 4, ao volante do Fiesta R5+.

 

Manuel Correia e Isabel Pinto também vão apadrinhar a estreia absoluta do filho, Miguel Correia. O jovem bracarense irá pilotar um Renault Clio R3 e conta com a experiência do navegador Nuno Rodrigues da Silva, além de todo o know how da ARC Sport, que tem orientado a formação de Miguel Correia para esta estreia.

 

O Rali de Sernancelhe-Aguiar da Beira começa sexta-feira (dia 21) com duas passagens pela Super Especial de 1.6 kms, com início agendado para as 21h00. No sábado (dia 22) disputam-se mais nove classificativas de asfalto, que perfazem um total de 69.8 kms cronometrados.                                                        000 4863_Copy000 7811_Copy
 

SILK WAY RALLY 2017

 

Silk Way Rally 2017 - Resumo da 12ª Etapa

 

OS PEUGEOT DKR CONTINUAM AO ATAQUE A APENAS DOIS DIAS DO FINAL DA PROVA

 

 

 

 

 

A ETAPA EM RESUMO

Como que a relembrar que o Silk Way Rally está ainda longe de terminar, Cyril Despres não ganhou para o susto, quando o seu Peugeot DKR ficou atolado no topo de uma das muitas dunas que integravam a segunda parte da Especial de hoje. Embora a equipa tenha conseguido desatolar o carro recorrendo aos macacos integrados, alguns quilómetros mais à frente a situação complicou-se devido a um problema no sistema hidráulico que deixou o carro sem direção assistida.

 

No mais perfeito exemplo de trabalho em equipa, Stéphane Peterhansel esperou pelo seu colega logo após a partida, de forma a seguirem em comboio para que, caso surgissem problemas, os pudessem ajudar a resolvê-los. A estratégia deu frutos, já que foi o Peugeot DKR nº106 que retirou o carro de Despres daquela situação. Seguiram ambos, depois, até à linha de chegada, sem mais sobressaltos.

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Bruno FAMIM, Diretor da Peugeot Sport

Diretor do Team Peugeot Total

“Tendo em conta as dificuldades globais deste rali, o incidente de hoje não foi grave, mas deixou bem claro que tudo pode ainda acontecer até ao final da prova. O Cyril perdeu 20 minutos nesta Especial, mas não cedeu mais do que 11 ao 2º classificado, que também passou por problemas. Obviamente que é uma grande vantagem poder contar com o Stéphane a rolar junto do Cyril. O trabalho de ambos hoje demonstra o grau do estado de espírito que se vive na nossa equipa, sendo que para além do apoio em termos práticos, o Stéphane e o Jean-Paul garantem, também, um grande conforto psicológico. O Cyril está na frente do rali e pode contar com o apoio e assistência do seu colega de equipa. Esta noite, vamos analisar as razões que o levaram a ficar sem direção assistida, obrigando a um grande esforço de mãos e braços. Mas o carro pôde seguir caminho e, depois de um bom descanso, amanhã tudo estará perfeito.”    

 

Cyril DESPRES, piloto Team Peugeot Total

8º lugar na Etapa / 1º da Geral (autos)

“Ainda não acabou, pois não? Tivemos um problema no sistema hidráulico que nos impossibilitou de usar os macacos e nos deixou sem direcção assistida. Normalmente, não teríamos perdido mais do que 1 minuto, mas acabámos por para tentar reparar a avaria. Os quatro - o Stéphane, o Jean-Paul, o David e eu - tentámos tudo para encontrar uma solução mas sem êxito. No meio do deserto isto nunca é fácil. Ainda tínhamos 45 km de dunas para transpor e a nossa única opção foi ir até ao fim a todo o custo. O carro pesa cerca de uma tonelada e meia e conduzir sem direção assistida não é mesmo nada fácil. Mal consigo mexer as mãos e os braços, mas estou feliz por ter conseguido chegar ao fim da Etapa. Sei que os mecânicos do Team Peugeot Total já têm a solução para o problema. Foi muito enervante porque eu sabia que, caso surgisse outro problema, podíamos ficar atolados durante horas. Muito sinceramente, foi um dos momentos mais difíceis de toda a minha carreira. Estou ansioso por arrancar manhã com tudo resolvido.

 

Stéphane PETERHANSEL, Piloto Team Peugeot Total

10º lugar na Etapa (autos) / 7º da Geral (autos)

"Tudo estava a correr bem até o Cyril ficar atolado no topo de uma duna. Parámos imediatamente para o ajudar. Não era nada de muito complicado e usámos os macacos que funcionam com o mesmo sistema hidráulico da direção assistida, mas foi depois disso que, infelizmente, o Cyril deixou de ter assistência na direção. E, num carro deste tipo,  ficar sem direção assistida é mesmo um grande problema. Seguimos sempre atrás dele de forma a termos a certeza que conseguia cumprir os 50 km seguintes sem mais problemas. Estou feliz por ter conseguido ajudar, sendo que o objetivo é que um Peugeot chegue a Xi’an no 1º lugar. A Etapa era muito bonita, das que eu gosto mesmo nos rali-raid.”

 

 

ANTEVISÃO DA 13ª ETAPA

A penúltima Etapa do Silk Way Rally, ligando Alxa a Youqi, em Zhongwei, vai ser um grande desafio, numa Especial denominada “A Catedral das Dunas”. Com uma extensão de 318,66 km, trata-se de mais uma Especial dividida em duas secções, na qual se exige muito cuidado com a navegação e muita técnica na transposição das dunas. As equipas não vão ter, propriamente, condições para apreciar a paisagem, mesmo sabendo que será, seguramente, uma das mais belas de todo o rali.a327 Copya328 Copy

 

ARRANCADA - BRASIL

 

Uberlândia-MG vai receber 2º Campeonato de Arrancada Arena Race neste fim de semana


 Pilotos de vários estados do Brasil já confirmaram presença no evento que será beneficente.



1º Campeonato Arena Race de Arrancada ​


Pilotos de vários estados do Brasil têm encontro marcado, neste fim de semana (21 a 23 de julho), no Arena Race Multieventos de Uberlândia-MG, para participarem da 4ª etapa do 2º Campeonato de Arrancada Arena Race. Representantes do Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal e Goiás são esperados no evento, que tem cunho beneficente. A entrada para o público será 1 Kg de alimento não perecível, que será destinado a duas instituições assistenciais da cidade: Centro Espírita Semeador e o Núcleo Servos Maria de Nazareth.

 

Uma megaestrutura está sendo montada no local do evento com praça de alimentação, espaço para as crianças e uma arquibancada, onde os amantes do esporte poderão conferir de perto a passagem dos carros com velocidades entre 250 km/hora e 300 km/hora.

 

As atividades terão início na sexta-feira (21/07), quando o Arena será aberto para os treinos, das 15 às 21 horas. No sábado (22/07), o início será às 10 horas com término previsto às 18 horas. No domingo (23/07), os motores serão ligados às 10 horas e o encerramento do evento está programado para as 17 horas.

 

Segundo a comissão organizadora do evento, as inscrições para os pilotos estão abertas e podem ser feitas pela internet, por meio do endereço: http://www.aulahost.com.br/arena/. Quem tem interesse em participar do campeonato, pode se inscrever com desconto até quarta-feira (19/07). “Após essa data, as inscrições poderão ser feitas até domingo, com o preço normal”, informa Edmar Pessoa Júnior, um dos organizadores. 


Atrações

 

O Campeonato promete atrair, além de amantes dos roncos altos dos motores de arrancada, os simpatizantes de motos, carros rebaixados e antigos. “Nós estamos preparando um encontro de clubes de motos e carros rebaixados e também uma exposição de carros antigos. Atrações que devem trazer um público diversificado para o nosso evento e movimentá-lo ainda mais”, comenta Edmar Júnior.

 

A organização espera um público de mais de 1.000 pessoas ao longo dos três dias de evento.



SERVIÇO

O quê: 2º Campeonato Arena Race de Arrancada

Quando: 21/07 – Treino – 15 às 20 horas

                 22/07 – 10 às 18 horas – Sendo início das 1ª e 2ª Baterias oficiais às 15 horas.

                 23/07 – 10 às 17 horas - Sendo início da 3ª Bateria oficial, às 10 horas e a 4ª Bateria, às 13 horas.

Onde: Arena Race Multieventos - MGC 455 KM 9, zona rural do município de Uberlândia-MG

Entrada: 01 kg de alimento não perecível.

Inscrições: http://www.aulahost.com.br/arena/

 

RALI DE FAMALICÃO FOI APRESENTADO

 

Rali Famalicão 2017 foi hoje apresentado

A poucas horas do fecho das Inscrições a fasquia das 100 equipas praticamente atingida

 O Team Baia e o Município de Vila Nova de Famalicão apresentaram esta terça-feira a edição de 2017 do Rali Famalicão que estará na estrada este fim-de-semana.

Tendo como cenário os jardins anexos ao Município, marcaram presença inúmeros meios de comunicação, quer regionais, como nacionais, além das principais Forças de Segurança, Empresas patrocinadoras, Entidades, Equipas, Pilotos e Convidados.

Na mesa de apresentação marcaram presença o representante da FPAK, Francisco Martins, o Sr. Vereador do Município de Vila Nova de Famalicão, Dr. Mário Passos e Sérgio Aguiar, Diretor da Prova e Presidente da Associação Team Baia.

Francisco Martins começou por destacar que, …, “o Rali de Famalicão é uma prova que a nível nacional vai para além do normal, uma vez que é uma prova que não conta para nenhum campeonato, mas que poderia fazer e, terá cerca de 100 inscritos”. E continuou, …, “Espero que seja mais um ano de sucesso, tanto a nível desportivo, como o tem sempre demonstrado a nível de segurança”, concluiu.

Sérgio Aguiar, destacou desde logo o esforço do Team Baia em procurar em 2017 subir a fasquia do Rali Famalicão, aumentando para 2 dias a prova e, alargar as classificativas a mais Freguesias. A concluir o Diretor da Prova quis salientar em mais um ano a preocupação em procurar garantir as melhores condições de segurança quer para as equipas, concorrentes e público, terminando agradecendo, …, “especialmente ao Município por depositar a sua confiança no Team Baia e na Organização do Rali Famalicão, como em especial, às Forças de Segurança, PSP, GNR e Bombeiros, aos muitos Marshal, às Empresas que apostam na prova do Team BAIA e à Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting”, não deixando de expressar desde já um desejo, …, “esperamos voltar em 2018”.

A concluir o anfitrião, Dr. Mário Passos, destacou, …, “foi importante verificarmos que as novas Freguesias que vão acolher as novas classificativas do Rali Famalicão, se sentiram e sentem empenhadas em receber a caravana e a competição”, assim como, …, “que o Município entende esta iniciativa como uma demonstração da capacidade deste território para absorver grandes iniciativas que dinamizem a divulgação de Vila Nova de Famalicão e tragam retorno económico, com o conhecimento não só da sua gastronomia, da capacidade turística, mas também das suas capacidades para a implementação empresarial no futuro com novas empresas”.

Os dois dias de prova têm um percurso com 7 Classificativas que começam no sábado às 17.13h, PE1 – Vilarinho das Cambas / Outiz (), 17.46h, PE2 – Mouquim / Lemenhe / Jesufrei, 18.39h PE3 – Vilarinho das Cambas / Fradelos, terminando o 1º dia com as duas passagens pela Super Especial de Fradelos, PE4A – 21.00h e PE4B – 21.08h. No domingo às 10.00h tem lugar a PE5 – nh Clima Seide, seguindo-se às 10.30h um reagrupamento em Riba de Ave. Às 11.00h tem lugar a PE6 – Focuscribble | O. Stª Maria / Pousada de Saramagos. Às 11.30h realiza-se a última especial, PE7 – Jocolor /Joane.20170718 151218_Copy20170718 151303_Copy

 

RALI RAINHA SANTA

 

Borges/Serôdio continuam a vencer

 

Realizou-se este fim-de-semana a 47ª edição do Rally Rainha Santa integrada no Campeonato Nacional de Ralis de Regularidade. Esta é talvez a prova mais dura do campeonato e visita grande parte da zona que no centro de Portugal, região que vai ganhado o epíteto de Capital dos Ralis (Arganil - Serra do Açor). Nesta edição foram visitados os concelhos de Coimbra, Penacova, Mortágua, Tábua, Oliveira do Hospital, Arganil, Góis, Lousã e Vila Nova de Poiares.
A prova dirigida pelo presidente do clube, Jorge Conde, teve uma primeira secção muito disputada que acabou com António Ramos/Ivo Tavares na liderança. A segunda secção, onde estavam as especiais mais exigentes, trouxe para a liderança a dupla João Vieira Borges/João Serôdio, lugar que já não largaram até final, sendo secundados por Paulo Marques/João Martins, estes a pensar mais na luta pelo campeonato. Com um carro menos performante, António Ramos /Ivo Taveres conseguiram segurar o último lugar do podium no seu VW Golf GTI. Excelentes as provas de Piero Dal Maso/Sancho Ramaho e Pedro Morais/Silvia Coutinho que conquistaram o quarto e quintos lugares respetivamente.

A dezasseis de Setembro temos de volta o Campeonato com o Rali Stº Joana que levará os concorrentes pelas estradas da Serra da Freita e termina com uma complementar na Av. Lourenço Peixinho em Aveiro.

 

a321 Copya322 Copya323 Copya324 Copy

 

EUROPEU DE RALIS

  1. MADS OSTBERG corre no Rally Rzeszow, a próxima prova do Europeu de Ralis. Estará ao volante de um Ford Fiesta R5 da equipa da família - Adapta Motorsport.

 

JOAQUIM SOARES EM PLENO EM VILA REAL

 

LEGEND´S CUP – TROFEU FEUP

 

JOAQUIM SOARES EM PLENO EM VILA REAL

 

 

De regresso ao circuito de Vila Real ao volante do seu Alfa Romeo 156 integrado no Troféu Feup, Joaquim Soares esteve em bom plano ao ser o autor da 17ª melhor marca à geral na sessão de treinos livres com 2.36.942, para logo de seguida na sessão de treinos cronometrados fazer o 20º melhor tempo  com 2.35.525.Qunato à corrida em si, Joaquim Soares acabou por ver a linha de chegada na 14ª posição à geral e 5º entre os participantes no Troféu Feup ao volante dos Alfa Romeo 156.

 

No final Joaquim Soares fez-nos o balanço desta jornada dizendo “ não correu mal, o motor do carro já esta melhor, isso por comparação com a prova anterior, fiz o que estava ao meu alcance, estou satisfeito com os resultados, e agora há que pensar na próxima prova “.

 FOX 8907_Copy

 

REBELO MARTINS É ANFITRIÃO

 

João Rebelo Martins anfitrião do Azeméis Super TT

Yamaha do piloto oliveirense testado por Nani Roma

O piloto natural de Oliveira de Azeméis, João Rebelo Martins, que este ano se estreou aos comandos de Yamaha YXZ 1000 RSS, depois de em 2016 ter sido vencedor do Desafio Polaris Ace, foi o anfitrião do Azeméis Super TT, grande evento de promoção do CNTT que reuniu perto de meia centena de pilotos, incluindo os campeões da modalidade, bem como as especiais presenças de Nani Roma, Filipe Campos e Nuno Matos, convidados de honra da iniciativa.

 

O Yamaha de João Rebelo Martins foi uma das máquinas do CNTT testadas por Nani Roma, piloto com créditos mundiais firmados no todo-o-terreno, que juntamente o consagrado Filipe Campos testarem ainda quatro motos, um quad e mais quatro SSV, neste evento que levou até à cidade de Oliveira de Azeméis centenas de visitantes.

 

Foi uma oportunidade única de ver, não só um piloto de reconhecidos créditos mundiais, como também mais de três dezenas de máquinas a evoluírem ao longo de dois dias em três troços especialmente preparados para o efeito, daquele que é considerado por muitos, entre os quais Stephane Peterhansel, o melhor campeonato de todo-o-terreno da Europa.

 

João Rebelo Martins teve a oportunidade de colocar convidados e público em contacto com o melhor que Oliveira de Azeméis tem para oferecer: a gastronomia, as paisagens e toda a envolvência desta mística das competições TT que faz as delícias dos aficionados da modalidade, dinamiza e anima a cidade.

 

“Foi para mim uma enorme satisfação poder estar tão envolvido nesta ação que decorreu na cidade onde nasci e vivo. Foi com enorme prazer que me envolvi no evento. Ter a possibilidade de mostrar o que Oliveira de Azeméis tem para oferecer é para mim um orgulho enorme e, também por isso não podia estar mais satisfeito com o evento. Poder regressar ao volante do meu Yamaha também foi ótimo depois de dois meses e meio de paragem”, revela o piloto oliveirense que teve de abandonar as três provas iniciais do Campeonato devido a problemas mecânicos e a um acidente que na prova de Loulé, o impediu de continuar quando liderava a categoria TT2. “Estou muito satisfeito por ter andado com o Nani Roma, o Filipe Campos e o Nuno Matos, foi uma experiência única. Por fim, quero também agradecer a todos os que tornaram este evento possível e que contribuiram para o seu sucesso. Agradeço à  Câmara Municipal, aos Bombeiros, à GNR, ao Caima Radical, ao Moto Club "Os Últimos", ao Rotaract e Interact Club de Oliveira de Azeméis, a todos os voluntários e lojistas”, acrescenta João Rebelo Martins.

 

No Azemeís Super TT para além de alguns dos principais pilotos do CNTT, tais como: Mário Patrão, Sebastian Bühler, o já campeão Quad 2017 Arnaldo Martins, o atual campeão SSV João Dias, Bruno Martins que lidera a classificação SSV do CNTT, Dorothee Ferreira, a francesa que lidera a competição feminina e o consagrado Ruben Faria agora a correr de SSV; estiveram diversos convidados, entre eles: Lourenço Barão da Veiga, Francisco Guedes, Lígia Albuquerque e diversas figuras VIP que muito animaram o evento.

 a367 Copya368 Copy

 

DE ROOY NO SILK WAY RALLY

 

SILK WAY RALLY 2017: 
Gerard de Rooy alcança o melhor resultado da equipa na 11ª Etapa
 
Chefe de equipa Gerard De Rooy termina Etapa 11 na 7ª posição, sendo o melhor do Team PETRONAS De Rooy IVECO.
 
O co-piloto espanhol Marco Ferran Alcayna passou do IVECO Trakker de Van Genugten para o Powerstar de Ardavichus, substituindo Serge Bruynens, navegador que sofreu uma lesão. Bart De Gooyert é o novo co-piloto de Van Genugten.
 
 
Castanheira do Ribatejo, 20 de Julho de 2017
 
A 11ª Etapa do Silk Way Rally 2017 disputou-se entre Dunhuang e Jiayuguan, na extremidade ocidental da Grande Muralha, na véspera das duas especiais consideradas como as mais agradáveis, mas também as mais difíceis, de toda a prova.
 
Aos comandos do seu IVECO Powerstar nº 302, Gerard De Rooy saiu para a pista atrás dos seus companheiros mas viria a cruzar a linha de meta a apenas 5m45s do mais rápido na Especial e como melhor representante da equipa. “O nosso camião está finalmente muito bom, pelo que tivemos uma Especial limpa, sem paragens nem problemas”, explicou Moises “Moi” Torrallardona, o experiente navegador de De Rooy. “Por vezes mais rápida e outras vezes mais lenta, a Especial mostrou-se suave no início e mais difícil no final, mas gostamos muito. Agora vamos abordar as grandes dunas da Etapa de amanhã, sendo que o Gerard é um dos melhores pilotos na areia e o camião está OK”. Apesar do bom resultado, o líder da equipa ocupa a 14ª posição da Geral.
 
Entretanto houve uma mudança importante na tripulação do Powerstar nº 310 de Artur Ardavichus: devido a uma pressão num nervo,d ecorrente de um impacto violento numa Especial, Serge Bruynkens, o seu habitual co-piloto belga teve de abandonar a prova. Marco Ferran Alcayna, até aqui navegador de Ton Van Genugten, substituiu-o e acompanhará Ardavichus até final da prova. O holandês Bart De Gooyert juntar-se-á a Ton Van Genugten e ao especialista Bernard Der Kinderen a bordo do IVECO Trakker nº 306.
 
“Tal como ontem, a Especial de hoje foi muito técnica, rápida e irregular. Lamento o problema físico que forçou o Serge a abandonar a corrida antes do final, algo que, infelizmente, faz parte do jogo,” explicou Ardavichus, piloto do Cazaquistão, ele que terminou esta 11ª etapa na 8ª posição, a apenas 14s de De Rooy. Mantém, assim, o 5º lugar da Geral com uma boa vantagem de mais de mais hora sobre o Kamaz de Eduard Nikolaev.
 
 
 
 
 
 
Já Van Genugten conduziu o seu IVECO Trakker mais lentamente na primeira parte da Especial para testar o entrosamento da sua nova tripulação, para, em seguida, ganhar velocidade. “Desenvolvemos rapidamente uma boa relação com o Bart, mecânico e co-piloto, e isso permitiu-nos fazer a nossa corrida da melhor maneira.” 
 
Hoje, dia 20 de Julho, disputa-se uma das duas Especiais mais difíceis, entre Jiayuguan e Alashan, composta por belas dunas no início e mais para o final. A navegação irá desempenhar um papel importante neste dia onde estarão representados todos os tipos de terrenos, mas os pilotos precisarão de demonstrar os seus melhores dotes de condução ao longo dos 254,75 km da Especial, numa etapa que totaliza 483,79 km.
 
 
Classificação Geral (provisória) – Silk Way Rally 2017, após a 11ª Etapa 1. Dmitry Sotnikov (Kamaz) 33h58m25s 2. Anton Shibalov (Kamaz) +14m54s 3. Martin Kolomy (Tatra) +29m23s 4. Airat Mardeev (Kamaz) +31m59s
5. Artur Ardavichus (IVECO) + 1h54m59s -----
9. Ton Van Genugten (IVECO) +8h33m26s -----
14. Gerard De Rooy (IVECO) + 215h28m34s
 
 
Todas as notícias disponíveis em www.iveco.com/SilkWaya363 Copya364 Copya365 Copy

 

 

NOVIDADES EM PONTO PEQUENO

 

NOVIDADES EM PONTO PEQUENOa359 Copya360 Copya361 Copya362 Copy

 

 

 

caros amigos e colecionadores,

Novidades Troféu para muito breve.

Desconto de 5% em encomendas/reservas até 23 de julho.

 

TT NO BRASIL

 

Sensação da temporada 2017, o Can-Am Maverick X3 é o UTV de 13 dos 15 primeiros no Rally de Inverno. O evento terminou neste domingo (16) após dois dias de disputas em São Manuel, interior paulista, e foi válido como sétima e oitava etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja. O cearense Edinardo Rodrigues Filho foi o mais rápido da prova, seguido por Bruno Varela, de acordo com os resultados extra-oficiais. O paulista ainda ampliou vantagem na liderança da briga pelo título nacional da categoria.

Filho também cravou o melhor tempo na classe UTV Pró, assim como Vinícius Gomes da Silva na Production Turbo e Reinaldo Cangueiro na Over 45 (na frente de Valdir do Amaral). “Foi a primeira vez que competi nessas condições, a começar pelo clima frio. Eu também não estava acostumado em correr no meio do canavial e com tantos saltos, mas a adaptação foi rápida e deu para brincar”, comentou o modesto piloto cearense, representante da equipe Terrabella Racing. “Acelerei o Can-Am Maverick X3 X RS original e foi perfeito”, acrescentou Filho.

Bruno Varela foi outro que saiu satisfeito. “Foi um ótimo fim de semana. Apesar de alguns problemas, como pneu furado e erro no caminho, mantive um bom ritmo e consegui abrir ainda mais vantagem na liderança do Brasileiro”, disse. “O Can-Am Maverick X3 X RS continuou surpreendendo todo mundo. O veículo é sensacional nos saltos, curvas e no trial, simplesmente não tem o que falar”, concluiu. Patrocinado pela Can-Am, o Rally de Inverno também teve categorias para quadriciclos, motos e carros.

Resultados Extra-Oficiais – Rally de Inverno 2017

Categoria UTVs
1 - #139 - EDINARDO RODRIGUES FILHO - 4:07:16 - Can-Am Maverick X3
2 - #104 - BRUNO VARELA - 4:09:00 - Can-Am Maverick X3
3 - #115 - MAURICIO PENA ROCHA - 4:09:04 - Can-Am Maverick X3
4 - #142 - ANDRE HORT - 4:10:38 - Can-Am Maverick X3
5 - #110 - WILKER CAMPOS - 4:13:01 - Can-Am Maverick X3
6 - #130 - NUNO FOJO - 4:13:03
7 - #135 - LUCAS BARROSO - 4:13:57 - Can-Am Maverick X3
8 - #106 - ERIK EVANDRO DONATTO - 4:16:42 - Can-Am Maverick X3
9 - #127 - ADRIANO BENVENUTTI - 4:18:51 - Can-Am Maverick X3
10 - #116 - VINICIUS GOMES DA SILVA - 4:21:30 - Can-Am Maverick X3
11 - #133 - REINALDO CANGUEIRO - 4:21:54 - Can-Am Maverick X3
12 - #111 - VALDIR AMARAL - 4:22:28 - Can-Am Maverick X3
13 - #138 - CRISTIANO VICENTE - 4:26:25 - Can-Am Maverick X3
14 - #124 - GUSTAVO LAPERTOSA - 4:31:49 - Can-Am Maverick X3

15 - #113 - LEANDRO FRACASSI - 4:34:17

Sobre a BRP - A BRP (TSX: DOO) é líder mundial no design, desenvolvimento, fabricação, distribuição e comercialização de veículos e sistemas de propulsão. Seu portfólio inclui os veículos para neve Ski-Doo e Lynx, as embarcações Sea-Doo, os veículos todo-o-terreno e side-by-side Can-Am, os roadsters Can-Am Spyder, os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP dá suporte a sua linha de produtos com peças, acessórios e vestuário. Com renda anual de mais de CA$ 3,8 bilhões em mais de 100 países, a empresa conta com aproximadamente 7.900 funcionários em todo o mundo.

www.brp.com
@BRPNews

Ski-Doo, Lynx, Sea-Doo, Evinrude, Rotax, Can-Am, Spyder, Defender, Maverick, X3 e o logotipo da BRP são marcas registradas da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas comerciais são de propriedade de seus respectivos proprietários.


Bruno Varela no Rally de Inverno com o UTV Can-Am Maverick X3
Cr�dito: Alexandre Moreira/DFotos

Edinardo Filho no Rally de Inverno com o UTV Can-Am Maverick X3
Cr�dito: Gustavo Epif�nio/DFotos

 

RALI DE SERNANCELHE

 

Vítor Pascoal defende liderança dos Gt em Sernancelhe/Aguiar da Beira!
Depois da vitória absoluta no Rali União de Freguesias de Marco de Canaveses, a Baião Rallye Team volta à estrada este próximo fim de semana, alinhando na edição de 2017 do Rallye de Sernancelhe/Aguiar da Beira prova esta que será pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis Gt e ainda para a Taça Nacional de Ralis Asfalto.
Vítor Pascoal e Pedro Alves partem motivados para este novo desafio lutando uma vez mais pela vitória nos Gt, focando o seu principal objectivo em acumular o máximo de pontos para o Campeonato! A dupla do Porsche 997 Gt3 tem conseguido uma época notável vencendo já por 2 vezes este ano o que lhes permite liderar o campeonato desde o Rallye Casino de Espinho!
A 5ª ronda do Nacional de Ralis de GT não será uma prova fácil, até porque prevê-se novamente uma animada luta pela vitória a exemplo das provas anteriores. Como refere Vítor Pascoal, “o rali de Sernancelhe/Aguiar da Beira é uma prova nova para nós, temos a noção que o nosso principal adversário vai estar novamente com um ritmo forte nesta prova, mas vamos tentar corresponder também com uma prova eficaz, tentar logicamente lutar pela vitória, mas essencialmente focados em terminar o rali e acumular o máximo de pontos que nos permita defender a liderança para continuar no melhor caminho para garantir o titulo nos Gt que é a nossa ambição para esta época!”.
A prova que estará a cargo do Clube Automóvel da Marinha Grande arranca na sexta feira pelas 21h30 onde terá lugar uma dupla passagem pela Super Especial. No Sábado as equipas tem pela frente mais 9 provas especiais de classificação, com uma tripla passagem por Távora, Sernancelhe e Aguiar da Beira, totalizando 200,06 kms no percurso total da prova!   a354 Copya355 Copy

 

ATENÇÃO LEITORES

 

Condicionamento de trânsito na A14

 

Entre 17 e 22 de Julho.

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito da beneficiação e reforço do pavimento do sublanço Montemor-o-Velho/EN 335, da A14 - Autoestrada da Figueira da Foz/Coimbra (Norte), irão existir algumas implicações na circulação, as quais serão as seguintes:

 

Dia 17 de Julho.

Entre as 19h e as 22h, corte de via esquerda, no sentido Coimbra/Figueira da Foz, entre os km’s 26 e 24.

 

De 17 para 18 de Julho.

Entre as 22h de dia 17 e as 6h de dia 18, desvio de trânsito do sentido Coimbra/Figueira da Foz para o sentido Figueira da Foz/Coimbra, entre os km’s 25 e 23.

 

De 18 para 19 de Julho.

Entre as 19h de dia 18 e as 6h de dia 19, desvio de trânsito do sentido Coimbra/Figueira da Foz para o sentido Figueira da Foz/Coimbra, entre os km’s 25 e 23.

 

De 19 para 20 de Julho.

Entre as 22h de dia 19 e as 6h de dia 20, desvio de trânsito do sentido Coimbra/Figueira da Foz para o sentido Figueira da Foz/Coimbra, entre os km’s 25 e 23.

 

De 20 para 21 de Julho.

Entre as 22h de dia 20 e as 6h de dia 21, desvio de trânsito do sentido Coimbra/Figueira da Foz para o sentido Figueira da Foz/Coimbra, entre os km’s 25 e 21.

 

De 21 para 22 de Julho.

Entre as 22h de dia 21 e as 6h de dia 22, desvio de trânsito do sentido Coimbra/Figueira da Foz para o sentido Figueira da Foz/Coimbra, entre os km’s 25 e 21.

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma auto-estrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação atualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

WTCC REGRESSA A MACAU

WTCC REGRESSA A MACAU

 

O WTCC tem já no seu calendário o regresso confirmado  ao circuito citadino da Guia . A principal  novidade é uma corrida no sábado e outra no Domingo.

 

SILK WAY RALLY - 6º DOBRADINHA PEUGEOT

 

Silk Way Rally 2017 - Resumo da 11ª Etapa

 

PEUGEOT ALCANÇA 6ª DOBRADINHA
NA PRESENTE EDIÇÂO DA PROVA

 

 

 

 

A ETAPA EM RESUMO

Mais um dia de sucessos para o ‘Dream Team’ Peugeot Total, que domina o Silk Way Rally desde o início da competição. A apenas 3 dias da chegada a Xi'an, a equipa adota uma abordagem cautelosa, mantendo-se focada num único objetivo: repetir a vitória. Cyril Despres tem quase uma hora de avanço na Classificação provisória. Aos comandos do Peugeot DKR nº 100, não arriscou hoje e cruzou a linha de chegada a pouco mais de um minuto de seu parceiro Stéphane Peterhansel (Peugeot DKR n° 106), o vencedor da etapa e 6º da Geral ‘Auto’, após o seu acidente na semana passada. A equipa mantém-se muito unida, pois há ainda 1 890,66 quilómetros de prova a cumprir.

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Stéphane Peterhansel, Piloto Team Peugeot Total

Vitória na Etapa / 6º da Geral (autos)

"A Especial correu bem na generalidade, mas teve duas partes bem distintas para nós. Inicialmente havia muita poeira, pelo que tive de ultrapassar vários concorrentes para obter, finalmente, alguma visibilidade. A segunda metade foi, assim, muito mais fácil. Os últimos 50 km foram muito agradáveis, com pistas largas em terra com pequenos taludes de ambos os lados, podendo fazer escorregar o Peugeot e apreciar o efeito. O perfil para amanhã já assenta na estratégia, pois o Cyril sai apenas dois minutos depois de nós, pelo que não teremos de esperar muito tempo para rodar juntos. Iremos manter-nos assim! É essa a melhor solução para assegurar que ele permaneça na liderança da Geral."

 

Cyril Despres, piloto Team Peugeot Total

2º lugar na Etapa / 1º da Geral

"Fui suficientemente cuidadoso hoje. Tal como nos últimos dois dias, houve uma sucessão de curvas e vários cruzamentos, mas nada de muito complicado, demolidor ou perigoso. Foi uma boa Especial que cumprimos rapidamente, sem erros de navegação. Estou a sentir-me bem e tudo está de acordo com o planeado. O Peugeot DKR tem uma boa performance e podemos atacar. As notas de David surgem naturalmente, encontrámos um bom ritmo e funcionamos bem em conjunto. Só há que manter tudo assim."

 

 

ANTEVISÃO DA 12ª ETAPA

Com uma distância de 254 quilómetros, a Especial de amanhã (quinta-feira) está longe de ser a mais longa, mas vai certamente ser uma das mais difíceis de todo o rali. São esperadas grandes dunas no início e no final da Especial, pelo que será fácil ficar atascado na areia. Entre estas duas secções, a caravana de concorrentes irão passar por uma pista rápida, por uma estrada de terra. Estas condições reais de um rali-raid irão colocar em destaque o talento dos pilotos e dos seus navegadores. As equipas partem de Jiayuguan rumo ao bivouac de Alashan Youqi.

 

 

SABIA QUE…

As equipas podem controlar a pressão do ar dos pneus a partir do interior do cockpit do Peugeot DKR, solução particularmente conveniente nas Etapas de dunas que se seguem. Na areia, diminuindo a pressão, o pneu cobre uma maior superfície do terreno, beneficiando a motricidade. Para rolar nas pistas mais convencionais, o pneu pode então voltar a ser enchido a partir do cockpit, reassumindo as pressões habituais.

 

 

COMO RECONHECER OS PEUGEOT DKR…

Os dois Peugeot DKR podem ser reconhecidos pelo seu nº de competição e pela cor da faixa no topo do para-brisas:

 

 

Quanto ao Peugeot DKR Maxi n° 104, de Sébastien LOEB/Daniel ELENA, que ostentava a faixa BRANCA, teve de abandonar no final da 9ª Etapa, quando liderava esta edição 2017 do Silk Way Rally, posição que ocupou durante grande parte da competição.

 

 

RESULTADOS:

 

11ª Etapa

1º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR

2º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR

3º ALRAJHI Yazeed (SAU), Mini John Cooper Works Rally       X-RAID

4º MENZIES Bryce (USA), Mini John Cooper Works Rally          X-RAID

5º AMOS Eugenio (ITA), Ford TRX08LMODa340 Copya341 Copya342 Copya343 Copy

 

SLALOM S.MAMEDE

Slalom S. Mamede 2017 - Classificações e Fotos

Mais uma edição da Regularidade Sport de S. Mamede (Batalha) organizada pelo NDML em colaboração com o Planalto Motor Clube, efectuada nos arruamentos desta acolhedora localidade.
Interessante verificar a grande animação verificada no parque de assistência das 50 equipas presentes num ambiente de convívio muito salutar.
No aspecto competitivo em Clássicos viria novamente a ganhar a prova Rui Rito/José Luís Reis em Toyota Starlet,...

 

SILK RALLY

 

Silk Way Rally 2017 - Resumo da 9ª Etapa

 

VITÓRIA PARA PETERHANSEL

DESPRES É O NOVO LIDER APÓS PROBLEMAS DE LOEB

 

 

A ETAPA EM RESUMO

A 9ª Etapa do Silk Way Rally não poupou o Team Peugeot Total. Do programa de 813 km, entre Urumqi e Hami, constavam 421 km cronometrados, num dia que não começou de modo auspicioso, pois a partida dos primeiros carros atrasou 40 minutos devido a um erro no cálculo do tempo do percurso de ligação.

 

Entrando para a Especial como líder da geral, com mais de uma hora de avanço, Sébastien Loeb foi vítima dum acidente, quando se afastou alguns metros do percurso estabelecido, sob o leito seco de um rio, atingindo violentamente uma vala, tendo danificado muito o seu Peugeot DKR Maxi. Feitas as reparações possíveis, Loeb voltou à estrada mais de uma hora e meia depois, rolando com um chassis fortemente afetado, tal como o próprio habitáculo. Voltaria depois a parar ao km 172 e ao km 214, mesmo com as ajudas do camião de assistência que a Peugeot inscreve na prova.

 

Vencedor há um ano, Cyril Despres assumiu, assim, a liderança da prova, sem conhecer qualquer problema na Etapa. Stephane Peterhansel assinou o melhor tempo do dia, sendo agora o 7º classificado na categoria “Auto” e o 11º da Geral (incluindo os “Camiões”).

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Bruno Famin, Diretor do Team Peugeot Total

"No momento, não temos muitas informações sobre a situação do Sébastien e do Daniel, exceto que estão bem de saúde. Sabemos que ainda têm muitos quilómetros pela frente e que o carro está muito danificado, pelo que só quando entrarem no acampamento podemos dizer algo mais. Em qualquer dos casos, o que aconteceu hoje é parte da corrida, sendo exatamente o tipo de coisas que acontecem num rali tão difícil quanto o Silk Way Rally. Positivo é o fato de continuarmos a ter um Peugeot na liderança, agora através do Cyril, e de termos conquistado mais uma vitória em Etapas, através do Stéphane. O que aconteceu hoje é mais uma prova de que tudo é possível e nada está garantido. Com um único carro na liderança, a estrada até Xi’an vai-nos parecer muito mais longa e dado que as Especiais desta semana são particularmente difíceis prefiro não fazer qualquer prognóstico."

 

Stéphane PETERHANSEL, Piloto Team Peugeot Total

Vencedor da Etapa / 7º da Geral (autos)

"O percurso de hoje foi completamente diferente da que tínhamos visto na primeira parte da prova, com muito off-road e armadilhas muito semelhantes às que conheço de provas em África. Usei, por isso, as táticas que acumulei com a minha experiência. Foi pena ver o que aconteceu ao Sebastian, que pagou muito caro um pequeno erro. Mas é a realidade desta disciplina, não sendo surpreendente. É só estranho, pois começámos o rali com três carros muito fortes e agora só temos um em posição de vencer a prova, a alguns dias do seu final. Mas a Peugeot mantêm-se na liderança e a equipa está focada num único objetivo: chegar a X'ian no 1º lugar. Agora há que ficar ao lado do Cyril e ajudá-lo a vencer."

 

Cyril DESPRES, piloto Team Peugeot Total

2º lugar na Etapa / 1º da Geral

"A Especial foi muito difícil, em todos os sentidos do termo, com valas, lombas e zonas muito frágeis no leito de um rio... Houve de tudo e estávamos sempre a ser sacudidos. À luz das circunstâncias, decidi, junto com o David, não correr riscos. É ainda mais difícil concentrarmo-nos quando vemos um dos nossos companheiros parados fruto de um acidente. Ainda conseguimos manter um bom ritmo, mesmo se nos perdemos numa parte da Especial, tendo encontrado o Stéphane quando andávamos à procura da pista ideal. O fato de estarmos esta noite na liderança não muda a nossa estratégia. Nada está assegurado, pelo que vamos continuar a rolar de forma inteligente."

 

 

ANTEVISÃO DA 10ª ETAPA

Amanhã (terça-feira, dia 18 julho), os concorrentes saem de Hami rumo a Dunhuang, numa Etapa de 517 quilómetros, 360 dos quais da Especial. Se a parte inicial será extremamente rápidas, a estrada torna-se depois mais lenta e técnica, com várias mudanças de direção. A navegação será muito difícil na última parte de uma Especial disputada ao longo de um lago salgado.

 

 

SABIA QUE…

O leito de um rio, como o que Sébastien Loeb teve o acidente, é conhecido nos rali-raids como um “oued”, palavra de origem árabe que se refere a um canal que se enche de água na estação das chuvas. Os oueds são naturalmente formados pelos fluxos de água que cavam a terra e formam estes canais, de profundidade variada.

 

COMO RECONHECER OS TRÊS 3008DKR…

O novo DKR MAXI e os dois DKR podem ser reconhecidos pelo seu nº de competição e pela cor da faixa no topo do para-brisas:

 

 

RESULTADOS:

 

9ª Etapa

1º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR

2º LU Binglong (CHN), Baicmotor BJ40L

3º LIU Kun (CHN), GEELY SMG BUGGY

4º HAN Wei (CHN), GEELY SMG BUGGY

5º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR

 

Geral após a 9ª Etapa

1º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR, 26:31:17

2º HAN Wei (CHN), GEELY SMG BUGGY, a 44:12

3º MENZIES Bryce (USA), Mini John Cooper Works Rally, a 51:23

4º LAVIEILLE Christian (FRA), Baicmotor BJ40L, a 52:34

5º SOTNIKOV Dmitry (RUS), Kamaz 43509, a 01:18:43

11º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR, a 02:29:51 (nota: 7º “Auto”)

 

Siga a prova em http://www.silkwayrally.com/live-timing.html a328 Copya329 Copya330 Copya331 Copy

 

OPORTUNIDADES

 

25 ANOS 25 OFERTAS

No passado dia 1 de Julho, festejamos a inauguração do nosso novo espaço e ainda dos nossos 25 anos de existência.

Uma festa que certamente será lembrada por todos os presentes.

Decidimos então fazer 25 campanhas em alusão aos nossos 25 anos, só para profissionais.

Nesta segunda, que terá duração até ao dia 30 de Setembro de 2017, na compra de um jogo de jantes da marca Lenso, além do desconto normal terá + 5% de Desconto e oferecemos o Kit Anti-roubo Sicurit

Para mais informações contacte a nossa área comercial.

Campanha 2 de 25.


A QF, fundada em 1992, dedica-se à importação e exportação de peças e acessórios para automóveis, incidindo especialmente em produtos de competição.

Ao longo dos últimos anos, a empresa tem vindo a potenciar a sua imagem, graças à politica estratégica pela qual se tem pautado. É representante, em exclusivo, de diversas marcas de renome internacional e tem, de igual forma, afirmado a sua presença em eventos do ramo automóvel.

A QF afirma-se assim como uma empresa sólida no sector automóvel, apostando em novos projectos que são possíveis graças a uma equipa jovem e entusiasta.

Coordenadas GPS

Rua 1º de Maio, nº524 4445-251 Alfena.

Contacto

Tel: 22 969 94 90 (20 extensões)

Fax: 22 969 94 94

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Horário de Funcionamento

Seg. a Sex. 9h - 12h30 | 14h - 18h30

Sabado 10h - 13h

 

SILK RALLY

a321 Copy

Injury forces him out as leader Despres gets lost and Amos takes stage.

Italy’s Eugenio Amos was the surprise car class winner on stage 10 of the Silk Way Rally as Sébastien Loeb failed to take the start following an injury sustained after crashing on the previous stage.

The day's result means Cyril Despres, taking over from Loeb as event leader, boasts a sizeable lead after more than 30 hours of racing. The Frenchman in his Peugeot 3008 DKR has a 47-minute advantage over closest challenger Han Wei, of China.

It was not all plain sailing for Despres, who had been leading throughout the stage but a navigation error cost him the stage win and potentially precious minutes to finish fourth after nearly three-and-a-half hours on the course and 2 minutes and 20 seconds behind Amos.

Despres' cause was helped when Stéphane Peterhansel pulled over to guide him back onto the route.

Amos, despite driving the buggy of Carlos Sainz from the 2014 Dakar Rally, had not been expected to cause a stir among the big names as a “gentleman” driver on the route and had tears streaming down his cheeks following the surprise stage success.

It was a strong day for the Mini John Cooper Works Rally team, who took the podium courtesy of Yazeed Alrajhi in second and third-placed Bryce Menzies.

Loeb, meanwhile, explained the reason for his withdrawal: “My finger is hurting, I can no longer hold the steering wheel and I don’t feel very well. I won’t be able to continue the race like this.”

The result moved Despres from second to replace Loeb at the top of the time sheets, the Frenchman saying: “It was interesting to start the race in a different skin – the skin of the leader. Yesterday, we were second and trying not to make mistakes on the front ror.

“Today the pace wasn’t exceptional but 40 kilometres from the finish line David [Castera, his co-driver] made a small mistake, took the wrong track and got lost.

“Luckily Stéphane was behind and so we worked where we were.”

In the truck class, Dmitry Sotnikov slightly extended his lead over Kamaz team-mates Anton Shibalov and Airat Mardeev as Eduard Nikolaev took the stage following a Martin Kolomy puncture.

 

TT NO BRASIL

 

Wellington Costa e Rafael Arena estão ansiosos para o Rally dos Sertões 2017

Será a estreia do piloto fluminense na largada da mais longa prova de rali do país, em sua 25ª edição. Restam 32 dias para o início da disputa.

Wellington Costa e Rafael Arena, da Top Rally Team, estão ansiosos pela largada da dupla na 25ª edição do Rally dos Sertões. Será a estreia do piloto e a terceira participação do navegador no mais longo rali do Brasil, que disputarão um lugar no pódio na categoria Super Production, a bordo de sua Mitsubishi L200 Triton ER, ao longo dos 3.344 quilômetros de trilhas, entre a largada em Goiânia (GO), em 19 de agosto, e a chegada em Bonito (MS), no dia 26.

Aos 44 anos, o piloto fluminense Wellington Costa confessa que disputar o Rally dos Sertões é um sonho antigo. “Em 2014, fui impedido de participar devido a um procedimento cirúrgico no coração. Naquele ano, antes da internação, só havia disputado apenas uma etapa da Mitsubishi Cup, mas depois que me recuperei consegui andar na última etapa daquele torneio. Hoje, já estou melhor preparado, mas, mesmo assim, passei por uma bateria de exames para ter a certeza que estarei 100% apto para a prova. Foram seis meses de preparação e espero realizar meu sonho de estar em uma das melhores disputas de rali do mundo”, afirma. Ele ainda revela que a estratégia da dupla será “andar forte e constante, evitando qualquer erro que possa nos prejudicar durante a competição”.

Para o navegador Rafael Arena, de Botucatu (SP), as expectativas são as melhores. “Estamos com um carro bom e competitivo. Nosso objetivo é ganhar na categoria e tentar ficar entre os 20 na geral dos carros. O roteiro inédito vai ser bem duro e acredito que filtrará quem é capaz de finalizar esta edição história ainda nos percursos de Goiás, pois este trecho é bem ‘casca grossa’”, analisa. O único ponto que preocupa Arena é sobre o uso dos equipamentos de navegação. “Ainda estou meio receoso sobre a discussão da liberação ou não do uso de GPS e com o uso do Stella. Este é um equipamento novo no meio do rali, o qual ainda não tenho muita experiência”, aponta.

Wellington Costa e Rafael Arena, da Top Rally Team são patrocinados por W Costa Construtora e Lar Shopping Materiais de Construção e apoio da Prefeitura Municipal de Maricá (RJ).

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

16/08/2017 - Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017 - Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017 - Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017 - Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

  • Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km
  • Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

O Rally dos Sertões acontece de 19 a 26 de agosto (Sanderson Pereira/Photography)

O Rally dos Sertões acontece de 19 a 26 de agosto (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

Wellington Costa e Rafael Arena (Sanderson Pereira/Photography)

Wellington Costa e Rafael Arena (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

A edição de 25 anos do Rally dos Sertões será de Goiânia (GO) até Bonito (MS) (Sanderson Pereira/Photography)

A edição de 25 anos do Rally dos Sertões será de Goiânia (GO) até Bonito (MS) (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Vinícius Margiota convoca Gustavo Martins para a Corrida de Convidados

O vencedor da primeira edição com convidados em 2016, um dos pilotos mais rápidos e vitoriosos do Brasileiro de Marcas, Martins retorna à categoria do automobilismo do turismo, desta vez no Sprint #07

O piloto natural de Porto Alegre (RS) e que reside há 11 anos em Florianópolis (SC), Gustavo Martins é o companheiro de Vinícius Margiota e irá compor a divisão do carro #07 com motor V6 de 270 cv, na Corrida de Convidados da Sprint Race Brasil, válida para quarta etapa da temporada 2017, que acontece entre os dias 12 a 14 de agosto no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo.

O piloto de Jundiaí, Vinícius Margiota, atual campeão da Sprint Race na categoria GP, acredita que a escolha foi acertada. "Estamos confiantes em um bom resultado na corrida dos convidados. O Gustavo é um grande piloto, já estivemos juntos na pista em provas da Sprint, confio na guiada dele e tenho certeza que a sua experiência ajudará muito durante todo o final de semana", comentou o piloto de 21 anos.

Esta será a segunda participação de Gustavo Martins na etapa com convidados, foi o primeiro a receber o troféu da etapa inédita da competição em 2016. “A expectativa de chegar o mais na frente possível para ajudar no campeonato do Vinícius. No ano passado vencemos a corrida com a dupla Lucas e Marcus Peres com uma diferença de um para-choque do Ricardo Zonta, foi muito emocionante”, contou o piloto.

Para os treinos a dupla ainda não definiu a estratégia. “A princípio queremos aproveitar ao máximo para tentar o acerto ideal, além de ter que se familiarizar novamente com o carro”, afirmou Gustavo Martins (41 anos).

“A categoria e a corrida dos convidados já é um sucesso, quero parabenizar o Thiago Marques pela iniciativa e pelo trabalho”, finalizou Martins que também conquistou o título da Winter Cup da Sprint Race em 2013.

A quarta etapa da Sprint Race Brasil terá exibição nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados - no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom.

Confira a programação para a quarta etapa da Sprint Race 2017 - #GuestRace

Sexta feira, 28/07

9h10 às 9h40 – 1º treino oficial

14h05 às 14h35 – 2º treino oficial

15h35 – Estudo de telemetria

18h05 às 18h35 – 3º treino oficial (Faróis obrigatórios)

19h35 – Estudo de telemetria

Sábado, 29/07

9h às 9h10 – Classificação

10h – Estudo de telemetria

14h – Alinhamento dos carros

14h50 – Placa de 5 minutos

14h55 – Saída para volta de aquecimento + 15 minutos +1 volta

16h40 - – Alinhamento dos carros (Faróis obrigatórios)

17h35 – Placa de 5 minutos

17h40 – Saída para volta de aquecimento + 20 minutos +1 volta

18h10 – Premiação

Domingo, 30/07

9h – Alinhamento dos carros

9h40 – Placa de 5 minutos

9h45 – Saída para volta de aquecimento + 15 minutos +1 volta

10h20 – Pódio: 1ª e 2ª corridas

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 4 - 30/07 - São Paulo - Interlagos - #Guest Race

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

 

Gustavo Martins e Vinícius Margiota (Luciano Santos/SigCom)

Gustavo Martins e Vinícius Margiota (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A quarta etapa marca a segunda edição da Corrida de Convidados (Luciano Santos/SigCom)

A quarta etapa marca a segunda edição da Corrida de Convidados (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Spriint #07 de Vinícius Margiota que terá Gustavo Martins em Interlagos (Luciano Santos/SigCom)

Spriint #07 de Vinícius Margiota que terá Gustavo Martins em Interlagos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A Corrida de Convidados será nos dias 28, 29 e 30 de julho em Interlagos (Luciano Santos/SigCom)

A Corrida de Convidados será nos dias 28, 29 e 30 de julho em Interlagos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A quarta etapa prevê três corridas, sendo uma para convidados dos pilotos (Luciano Santos/SigCom)

A quarta etapa prevê três corridas, sendo uma para convidados dos pilotos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Ricardo Sperafico confirmado com Gabriel Lusquiños para a Corrida de Convidados

Dupla estará no comando do carro #22 na quarta etapa, que acontece na próxima semana de 28 e 30 de julho, no autódromo de Interlagos, em São Paulo

– Gabriel Lusquiños anunciou nesta terça-feira, 18 de julho, Ricardo Sperafico como seu companheiro no cockpit do carro #22 na Corrida de Convidados da Sprint Race Brasil 2017. A programação de treinos e as três corridas estão previstos para os dias 28 a 30 de julho no Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos, São Paulo (SP). 

Com passagem pela antiga Fórmula 3000 Internacional (equivalente à GP2 nos dias atuais), Ricardo Sperafico chegou a ser piloto de testes da Williams na Fórmula 1. “Fiquei feliz com convite do Gabriel, em poder passar um pouco da experiência que tenho no automobilismo, espero poder ajudar a obter um ótimo resultado em Interlagos”, disse o piloto de Toledo/PR.

“A Sprint é uma categoria que abre as portas para geração nova de pilotos e para pilotos que entram no Turismo, os carros parecem ser ideais para o aprendizado. Sempre bom para categoria, avaliar e ter alternativas que fujam do tradicional, essa fórmula têm dado certo!”, destacou o Ricardo Sperafico (38 anos) que iniciou sua carreira no kart e em 1997 partiu para a Grã Bretanha, onde correu na Fórmula Ford local.

No ano 2000, Ricardo competiu na Fórmula 3000 Italiana, sagrando-se campeão na primeira temporada. Em 2001, ingressou na F-3000 Internacional pela equipe Petrobras Júnior. Após três temporadas, onde conseguiu um vice-campeonato, foi quando realizou testes na equipe Williams F1. Na temporada 2005 competiu na hoje extinta Champ Car pela equipe Dale Coyne. Em 2007 regressou ao Brasil para competir na Stock Car pela equipe WA Matheis, segundo time da equipe Medley. Em 2008 passou a integrar a equipe Panasonic Racing, de propriedade do piloto paranaense Ricardo Zonta que também estará na corrida de convidados da Sprint Race no final do mês ao lado de Jorge Martelli e Kau Machado.

Em 2009 seu irmão gêmeo, Rodrigo Sperafico, ingressou no campeonato e pela mesma equipe. Em 2010, volta às pistas pela equipe HotCar. Nos anos seguintes, participou de algumas etapas da Stock Car pela Scuderia 111 e, em 2013, defendeu a equipe Chevrolet Officer ProGP. No ano passado, participou da corrida de duplas da Stock Car na equipe Red Bull ao lado de Cacá Bueno.

Para Gabriel Lusquiños a expectativa é grande para a Corrida dos Convidados. “Estamos em uma fase boa, vindo de uma vitória em Cascavel e espero manter a boa performance em Interlagos. Estamos em quinto lugar na classificação parcial, devido aos abandonos nas primeiras etapas, mas tenho total confiança na habilidade e experiência do Ricardo para nos recuperarmos no campeonato e somarmos o máximo de pontos possível, ainda mais que estão em jogo 75 neste fim de semana”, contou o piloto do Rio de Janeiro.

“O campeonato deste ano está disputadíssimo e divertido até o momento. Temos fortes concorrentes e não me surpreenderia se tivéssemos mais de 2 ou 3 pilotos brigando pelo título na última etapa do ano. Me adaptei muito bem ao carro deste ano. Continuo aprendendo muito sobre ele e acredito evoluir minha performance cada vez mais com o passar do tempo”, ressaltou o piloto de 23 anos.

Lusquinõs destacou que a iniciativa da organização é fantástica. “Temos a oportunidade de dividir o carro com os grandes nomes do automobilismo brasileiro e mundial, que podem agregar muito conhecimento e experiência aos pilotos que ainda estão no começo de suas carreiras. Além disso, creio que a divulgação, tanto dos convidados quanto da organização, podem nos abrir muitas portas para o futuro e temos que agarrar com unhas e dentes esta oportunidade única”, mencionou.

“Gostaria de agradecer imensamente o Ricardo Sperafico por ter aceito meu convite. Tenho certeza que fiz uma excelente escolha e que, juntos, temos tudo para alcançar um grande resultado nesta etapa. Gostaria de agradecer também o Thiago Marques por ter facilitado nosso contato e pela grande oportunidade que ele nos oferece com esta etapa dos convidados, que é sempre uma das mais esperadas do ano e tem muito a nos proporcionar”, finalizou Gabriel.

Sobre a Corrida de Convidados - Composta por oito etapas, com 17 corridas, a Sprint Race 2017 conclui sua primeira metade da temporada, na Corrida de Convidados, em Interlagos. Os critérios para que os pilotos desta temporada convidem seus escolhidos para a especial incluem os pilotos da Stock Car em atividade, os atuais oito primeiros colocados do Campeonato Brasileiro de Marcas; os três primeiros da F-Truck e da Copa Truck; os campeões do Brasileiro de Turismo (Stock Lignt), além dos campeões ou vice de edições passadas da Sprint Race, tanto na categoria PRO como na GP. Pilotos com carreira internacional serão avaliados pela organização, que também tem uma lista de outros possíveis indicados.

Ingressos – As entradas podem ser adquiridas nos dias do evento na secretaria do autódromo no valor de R$ 30,00 e terá direito de acesso aos boxes.

A quarta etapa da Sprint Race Brasil terá exibição nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados - no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom.

 

Confira a programação para a quarta etapa da Sprint Race 2017 - #GuestRace

Sexta feira, 28/07

9h10 às 9h40 – 1º treino oficial

14h05 às 14h35 – 2º treino oficial

15h35 – Estudo de telemetria

18h05 às 18h35 – 3º treino oficial (Faróis obrigatórios)

19h35 – Estudo de telemetria

 

Sábado, 29/07

9h às 9h10 – Classificação

10h – Estudo de telemetria

Corrida 1

14h – Alinhamento dos carros

14h50 – Placa de 5 minutos

14h55 – Saída para volta de aquecimento + 15 minutos +1 volta

Corrida 2 - Convidados #Sunset

16h40 - – Alinhamento dos carros (Faróis obrigatórios)

17h35 – Placa de 5 minutos

17h40 – Saída para volta de aquecimento + 20 minutos +1 volta

18h10 – Premiação

Domingo, 30/07

Corrida 3

9h – Alinhamento dos carros

9h40 – Placa de 5 minutos

9h45 – Saída para volta de aquecimento + 15 minutos +1 volta

10h20 – Pódio: 1ª e 2ª corridas

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 4 - 30/07 - São Paulo - Interlagos - #Guest Race

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

 

Ricardo Sperafico e Gabriel Lusquiños (Luciano Santos/SigCom)

Ricardo Sperafico e Gabriel Lusquiños (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Sprint #22 que será comandado pela dupla Sperafico e Lusquiños (Luciano Santos/SigCom)

Sprint #22 que será comandado pela dupla Sperafico e Lusquiños (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A quarta etapa prevê três corridas, sendo uma para convidados dos pilotos (Luciano Santos/SigCom)

A quarta etapa prevê três corridas, sendo uma para convidados dos pilotos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A Corrida de Convidados será na próxima semana em Interlagos (Luciano Santos/SigCom)

A Corrida de Convidados será na próxima semana em Interlagos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A corrida com os convidados será no sábado às 17h40 que prevê parte noturna (Luciano Santos/SigCom)

A corrida com os convidados será no sábado às 17h40 que prevê parte noturna (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

NOTICIAS DOS ESTADOS UNIDOS

 

Lucas Oil Racing TV is the first 24/7 On Demand motorsports network - 2000 plus hours of US, national and international racing, car shows, behind the scenes action and live-streaming events online without commercial breaks.
This week LIVE:

Lucas Oil Off Road Racing Series: Off-Road Shootout from Lucas Oil Speedway - Wheatland, MO.

 

Air Date: Saturday & Sunday
July 22 & 23 at 3:30pm ET
 
 
Recently added to the library: 

Dangerous Waters - Hard Decisions - July 17, 2017. Steven is forced to send a crewmember home. The expedition attempts to cross the South China Sea. Disaster strikes during a huge storm.
Late Model Racing - SPEARS Southwest Tour Series - Las Vegas, NV. - July 17, 2017.
The SPEARS Southwest Tour Series heads to The Bullring at Las Vegas Motor Speedway for the Southwest Tour Series Blackjack 121 Presented by Lucas Oil. 
Late Model Dirt Series / USRA - 11th Annual Diamond Nationals - July 15, 2017.
USRA Modified Heats / HotLaps / A-Main
LMDS Qualifying / HotLaps / Heats / B-Main / A-Main
Full replay from the 11th Annual E3 Spark Plugs Diamond Nationals Presented By Rhino Ag from Lucas Oil Speedway in Wheatland, MO. 
Late Model Dirt Series - NAPA Know How 50 - July 14, 2017. Full Replay: Heats / B-Mains / A-Main
Live replay of Everything from the Lucas Oil Late Model Dirt Series NAPA Know How 50 Presented by Spray Nine at Tri-City Speedway in Granite, IL. 
Lucas Oil Off Road Racing Series - Round 1 & 2 Pro UTV - Wild Horse Pass Motorsports Park - July 14, 2017.
Lucas Oil Off Road Racing Series - Chandler, AZ - Round 1 and Round 2 Pro UTV Off Road Racing from Wild Horse Pass Motorsports Park 
If you are unable to watch a race live, all live races will be available for replay after an event... usually within 24 hours. Please check back regularly for schedule updates. We are always adding new content and will also be adding to our live event offering throughout the season.
Lucas Oil Racing TV is currently available through Amazon Fire TV,  Android Devices,  Apple iPad, Apple iPhone,  Roku,  Xbox, and LucasOilRacing.TV for computers, tablets and smartphones.

 

TEOTONIO NA LIDERANÇA

 

Fernando Teotónio e Luís Morgadinho defendem liderança da Taça!
Sernancelhe e Aguiar da Beira irão receber nos próximos dias 21 e 22 de Julho a 5ª prova da Taça Nacional de Ralis Asfalto com o Clube Automóvel da Marinha Grande a levar para a estrada a edição de 2017 do Rallye de Sernancelhe/Aguiar da Beira!
Para a dupla do Fundão Fernando Teotónio e Luís Morgadinho, a prova em piso de asfalto é encarada com bastante motivação, com a equipa a focar novamente as suas ambições na vitória, até porque estão na liderança da competição e é extremamente importante somar o máximo de pontos para a conquista do título!
A dupla do Mitsubishi Lancer EVO VII tem conseguido uma época brilhante subindo ao pódio dos 3 primeiros em todas as provas até ao momento realizadas! Como refere o piloto, “ vamos entrar nesta prova com a mesma motivação e ambição que temos encarado as outras provas! Vamos apostar num ritmo forte desde o inicio e tentar tirar todo o proveito do nosso competitivo EVO VII preparado pela nossa equipa técnica da Domingos Sport Competição e lutar pela vitória à geral! Os ralis têm sido bem disputados, temos conseguido lutas engraçadas, o que nos tem permitido evoluir também bastante no asfalto!”
O rali vai para a estrada na sexta feira onde terá lugar uma dupla Super Especial com arranque previsto para as 21h00 em Sernancelhe! No Sábado segue-se uma tripla passagem pelas especiais de Távora, Sernancelhe e Aguiar da Beira, totalizando cerca de 200,06 kms, sendo que destes 69,86 serão disputados em contra relógio! a309 Copya310 Copy

 

HUGO LOPES CONFIANTE

 

Hugo Lopes confiante num bom resultado!
É já esta sexta feira dia 21 que será dado o arranque oficial da 5ª prova da Taça Nacional de Ralis Asfalto, com nova edição do Rallye de Sernancelhe/Aguiar da Beira, prova esta que estará a cargo do Clube Automóvel da Marinha Grande.
O rali em piso de asfalto será também pontuável para o Challenge Ds3 R1 que em Sernancelhe completa a sua 4ª jornada esta época, contando com a habitual presença da dupla da AMSport Hugo Lopes e Nuno Ribeiro com o Citroën Ds3 R1.
A dupla de Viseu tem conseguido uma notável evolução a cada prova, estando cada vez mais perto de chegar à vitória, sendo este a principal ambição que a equipa tem vindo a trabalhar e a melhorar em cada rali, progredindo a sua performance e os resultados.
Hugo Lopes e Nuno Ribeiro chegam à 4ª prova do troféu de um excelente desfecho no Rali União de Freguesias onde já conseguiram vencer especiais, sendo que as ambições para este novo desafio passam por dar continuidade ao bom trabalho conseguido e manter a toada para ir mais além na classificação no troféu! Como salienta o piloto do Citroën, “mais uma vez vamos dar o nosso melhor e continuar o bom trabalho que temos vindo a desenvolver em conjunto com a nossa equipa! Na prova anterior conseguimos fazer uma prova notável e nesta vamos tentar impor novamente desde cedo um bom ritmo que nos permita acompanhar os tempos dos mais rápidos e lutar por um lugar no pódio!
É um rali longo mas vamos prepará-lo bem e entrar na prova confiantes para conseguirmos atingir os nossos objectivos!”
O Rallye Sernancelhe/Aguiar da Beira irá se desenrolar ao longo de 2 dias estando previsto para sexta feira uma dupla super especial em Sernancelhe. No sábado segue-se mais 9 especiais com uma tripla passagem em Tavora, Sernancelhe, e Aguiar da Beira, num total 200,06 kms dos quais 69,86 disputados em contra relógio!a307 Copya308 Copy

 

SLOT CLUBE DO PORTO

SEMANA DE 17 A 23 DE JULHO NO SLOT CLUBE DO PORTO

Nesta semana temos diversidade.

Treinos, uma prova e … um desafio.

Quarta, 19 de Julho, treinos a partir das 21:30.

altaltaltalt

Sexta, dia 21 de Julho, prova GT Open 1/24. A partir das 20:00 podes aparecer.

alt

Sábado, dia 22 de Julho, é para vires … TRABALHAR!!!

Trabalhar? A um Sábado? No Slot Clube do Porto?

São perguntas que te assaltarão. Mas vamos explicar o que propomos:

Estamos nas atuais instalações, vai fazer 3 anos. Desde essa altura, poucas foram as intervenções nas pistas e bancadas de apoio. Há reparações a fazer. Há também alterações que já foram faladas e que carecem de mão-de-obra de várias pessoas em simultâneo.

Vamos reforçar e nivelar as bancadas, vamos criar um novo lay-out, com , nem que seja, apenas mais um metro quadrado de superfície.

Vamos criar uma instalação eléctrica permanente, para alimentação das pistas.

Vamos revestir as bancadas de forma uniforme e fazer arrumações do material que temos disponível por baixo das bancadas.

Vamos alterar as bancadas das pistas de testes de Rali e Raid.

Assim, no Sábado dia 22, pelas 09:30, vamos abrir o Slot Clube do Porto. Pela fresca, vamos começar os trabalhos que se estenderão ao longo do dia.

altaltalt

Estás convocado. Nem que seja para dares uma hora de contributo. E se tiveres uma aparafusadora, uma serra tico-tico, põe-nas a carregar na sexta e trá-las cheias de energia. Elas e tu!

Os que puderem vir, podem dar nota da sua disponibilidade em resposta a esta comunicação.

por: José Guilherme

 

TCR MAGAZINE

 

TCR World & life
the new issue is online !

 

RALIS NO BRASIL

 

Larrossa e KZ são terceiro lugar no Rally de Piraquara

A dupla acelerou forte seu Lancer Evolution IX durante todo o fim de semana e conquistou a terceira colocação, somando importantes pontos para o Campeonato Brasileiro de Rally.

Realizada nos dias 14, 15 e 16 de julho o Rally de Piraquara percorreu 140km de trechos cronometrados nas estradas de terra da região de Piraquara, na grande Curitiba / PR. O clima estava ótimo para o público e as especiais colocaram pilotos, navegadores e carros a prova.

O evento começou na sexta-feira (14), com a tradicional largada promocional em frente à prefeitura da cidade, contando com o público e show de bandas locais. No sábado a tarde começaram as disputas nas especiais. 
Ao final do primeiro dia de prova, a dupla Tiago Larrossa / KZ Morales, com um Lancer Evolution IX, chegou na quarta colocação, somando 3 pontos. No domingo as equipes continuaram a disputa com mais seis especiais e dupla Larrossa / KZ concluiu o dia na quarta colocação, somando um total de 5 pontos no fim de semana, mantendo a equipe na quinta colocação no campeonato. 

Resultado da categoria RC2N
Categoria RC2N
1. Paulo Nobre / Gabriel Morales – Lancer EVO X – 1:44:42,7
2. Claudio Rossi / Eduardo Tonial – Lancer EVO X – 1:48:00,1
3. Tiago Larrossa / KZ Morales – Lancer EVO IX – 1:52:20,9
4. Ricardo Malucelli / Giovani Bordin – Lanver EVO X – 1:52:51,9
5. Alexandre Figueredo / Vinicius Zavierucka – Citroen DS3 – NC
6. Marco Malucelli / Vinicius Anzilieiro – Lanver EVO X – NC
7. Leonardo Zettel / Frederico Zettel – Peugeot XRC - NC

Classificação do Campeonato Brasileiro
RC2
1. Ricardo Malucelli / Giovani Bordin – 38 pontos
2. Claudio Rossi / Eduardo Tonial – 27 pontos
3. Paulo Nobre / Gabriel Morales – 25 pontos
4. Vitor Ficher / Sidinei Broering – 16 pontos
5. Tiago Larrossa / KZ Morales – 13 pontos

A dupla Tiago Larrossa / KZ Morales compete a bordo de um Lancer Evolution IX na categoria RC2N, para carros com tração integral, conta com a estrutura de apoio da equipe UB Rally e patrocínio de Lovato Móveis.a305 Copya306 Copy

 

OGIER TESTA FÓRMULA 1

 

WRC champion takes RB7 for Red Bull Ring spin to live out F1 dream.

Reigning four-time FIA World Rally champion Sébastien Ogier always dreamed of competing in Formula 1 after growing up idolising the exploits of Ayrton Senna.

His career has taken a different, albeit very successful, path through the rally ranks from junior world champion to senior title in 2013 and three successful defences.

The 2017 season has seen him engage in a fierce fight with Belgian Thierry Neuville, the Hyundai driver’s poor start allowing Ogier to build an 11-point lead with co-driver Julien Ingrassia heading into 67th Rally Finland from July 27-30.

With the summer break allowing the WRC circuit a much needed pause, following a hectic first half of the year, Ogier travelled to the Red Bull Ring in Spielberg to live out his F1 dream on the sun-baked Austrian GP track.

The Frenchman revealed, “As a kid I was watching (Ayrton) Senna, he was my idol, and of course I was dreaming one day to try this kind of car.

“For a racing driver to have fun you need to be fast and a Formula One car is the fastest car you can drive, so of course every racing driver wants to feel that one day.”

Despite 40 WRC rally victories and a colossal 493 stage wins, driving a Formula 1 car is an altogether different experience especially piloting Red Bull Racing’s 2011 RB7 model that produced 12 wins, a constructors’ title and driver championship for Sebastian Vettel.

Former Red Bull F1 driver David Coulthard added, “When you are used to rally, you have a lot more cockpit space but with a Grand Prix car it is a much more compact and hostile environment.”

Find out if M-Sport driver Ogier could master a car where top speeds hit 325km/h and the forces bearing down on a driver exceed 4.5 G.a304 Copy

 

RALIS NO BRASIL

 

Um show de rali e um show de carro

A estreia da dupla Zettel / Zettel na principal categoria do Brasileiro de Rally foi um show. Além de figurarem entre os favoritos do público, os irmãos ainda conseguiram um terceiro lugar no primeiro dia em que correram com o Peugeot XRC.

O Rally de Piraquara aconteceu nos dias 14, 15 e 16 de julho, na Região Metropolitana de Curitiba, no Paraná, e contou com um dos maiores grids das três edições já realizadas. Foram 29 carros inscritos em 4 categorias. E na principal delas, para carros com tração integral e mais de 300 cavalos de potência, estavam os irmãos Leo Zettel e Fred Zettel.

Os irmãos já têm uma longa trajetória no automobilismo, mas foi a primeira vez que competiram na RC2N, a principal categoria do Campeonato Brasileiro de Rally. O carro utilizado foi um Peugeot 207 XRC, desenvolvido pela ProMacchina Motorsport. O carro conta com um motor de 330 cavalos de potência, cambio sequencial de 5 marchas e tração nas 4 rodas. “Apareceu a oportunidade e não pude deixar escapar”, conta o Zettel. “Conseguimos fazer um treino para aprender a usar o equipamento e já partimos para o primeiro rali. No fim das contas, me adaptei mais rápido do que imaginava”, completa o piloto.

Além do carro novo, a dupla também apareceu com a marca “Viu?”, a nova campanha da WZ Comm que mostra que se você viu, esse tipo de mídia funciona, então sua marca poderia fazer parte do projeto e ter o mesmo destaque em provas de rali. 

E não era pra menos. A dupla que já se destacava no certame por obter um dos melhores retorno de mídia espontânea, chamou ainda mais atenção pela curiosidade do público, que ganhou camisetas, adesivos e brindes com a marca.

Resultado Prova 1
1. Paulo Nobre / Gabriel Morales – Lancer EVO X – 0:57:18,7
2. Claudio Rossi / Eduardo Tonial – Lancer EVO X – 0:58:51,7
3. Leonardo Zettel / Frederico Zettel – Peugeot XRC – 1:01:09,7
4. Tiago Larrossa / KZ Morales – Lancer EVO IX – 1:01:22,0
5. Alexandre Figueredo / Vinicius Zavierucka – Citroen DS3 – 1:02:32,8

Resultado Prova 2
1. Paulo Nobre / Gabriel Morales – Lancer EVO X – 0:47:24,4
2. Ricardo Malucelli / Giovani Bordin – Lancer EVO X – 0:47:30,0
3. Marco Malucelli / Vinicius Anzilieiro – Lancer EVO X – 0:48:51,1
4. Claudio Rossi / Eduardo Tonial – Lancer EVO X – 0:49:08,4
5. Tiago Larrossa / KZ Morales – Lancer EVO IX – 0:50:58,9

Como não participaram das duas primeiras etapas do campeonato, o objetivo passa a ser apenas o aprendizado com o carro novo e obter bons resultados em cada etapa que participar. A próxima prova será realizada nos dias 05 e 06 de agosto, em Panambi / RS, mas a presença da dupla de Curitiba ainda não está confirmada.

Os irmãos Leo Zettel e Fred Zettel contam com a estrutura da ProMacchina Motorsport, patrocínio da WZ Comm, Industrial Design e apoio da Peugeot Le Lac e Apetrechos.com.br.a302 Copya303 Copy

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

Brasileiro de Turismo: Com "energias renovadas", Gustavo Frigotto busca reduzir diferença para o líder em Curvelo
Piloto está a 17 pontos do líder Gaetano Di Mauro
Recuperado do susto após o incêndio em seu carro na etapa de Curitiba, o paranaense Gustavo Frigotto parte neste fim de semana para o mais uma prova da temporada do Campeonato Brasileiro de Turismo, no Circuito dos Cristais, localizado a 150 km de Belo Horizonte. Quinto colocado na classificação, com 66 pontos e 17 pontos atrás do líder, o piloto da Água da Serra/RKL Competições terá dois bons motivos para acreditar em um bom resultado. 
O primeiro deles é a ausência do lastro após quatro corridas consecutivas. Com mais de 3 quilômetros de extensão, o novo traçado da pista mineira deve castigar os pilotos que estiverem carregando peso extra em seus carros. O segundo motivo é justamente a afinidade de Gustavo Frigotto com o circuito. Em 2016 o piloto trouxe um troféu para casa, após terminar a primeira prova na terceira colocação. Com as baterias recarregadas, Gustavo está focado em reduzir a sua diferença para a liderança.
"Metade da temporada já se passou e estou com minhas energias renovadas pra etapa de Curvelo. Gosto muito da nova pista, é uma grande iniciativa para o automobilismo e espero que também beneficie a região em todos os sentidos. É um prazer retornar à esta cidade, um lugar muito acolhedor e que abrange novas culturas para o campeonato", disse o piloto. 
Ele também ressaltou a sua confiança no trabalho da equipe Água da Serra/RKL Competições.
"O time tem feito um ótimo trabalho esse ano e creio numa excelente retomada em busca da liderança", finalizou.
Confira o cronograma para a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo em Curvelo.

Sexta-feira, 21 de julho

10h20 - 11h00 – 1º Treino Brasileiro de Turismo

15h20 - 16h00 – 2º Treino Brasileiro de Turismo 

 

Sábado, 22 de julho          

08h30 - 08h50 – Warm-up Brasileiro de Turismo

10h40 - 10h50 – Classificação Brasileiro de Turismo

15h55 – Largada (Corrida 1) Brasileiro de Turismo 

 

Domingo, 23 de julho                    

09h10 – Largada (Corrida 2) Brasileiro de Turismoa300 Copya301 Copy

 

WTCC 2017 - ARGENTINA

 

WTCC RACE OF ARGENTINA MEDIA RESOURCES

The FIA World Touring Car Championship’s fifth visit to Argentina threw up a first win for Yann Ehrlacher and a second-straight success for Norbert Michelisz. A number of resources are available to media reporting on the event at the online WTCC Media Centre.

Reports: Reports from qualifying, WTCC MAC3, plus the Opening and Main Race
Transcripts: Post-qualifying and post-race press conference transcripts
High-resolution rights-free images: Track action, promotional activities and paddock ambience
Results: All track sessions and starting grids
Standings: Drivers’ championship, Manufacturers’ championship and WTCC Trophy
Statistics: All-time and 2017 season statistics including wins, pole positions, fastest laps and laps led by drivers and manufacturers
Maps: Track and general location layout
Logos: Championship and event logos
Press kit: Including event guides, driver profiles, championship information

Click here to go to the WTCC Media Centre. And for all the latest WTCC news, go to the official championship website by clicking here and follow the WTCC on Facebook, Twitter and Instagram. 

 

WTCC Esteban Guerrieri.jpg WTCC Nestor Girolami.jpg WTCC tennis.jpg
WTCC Yann Ehrlacher.jpg WTCC MAC3 Team Volvo Polestar.jpg WTCC Norbert Michelisz and Tiago Monteiro.jpg
WTCC Main Race podium.jpg WTCC Nicky Catsburg DHL Pole Position Award winner.jpg WTCC Nicky Catsburg TAG Heuer Best Lap Trophy.jpg
 

 

INÁCIO NOS CATERHAM

 

Gonçalo Inácio regressa a vencer

Gonçalo Inácio teve um espetacular regresso à Velocidade nacional, ao vencer de forma categórica a corrida do Super Seven by KIA. Após uma temporada votada ao Ralis, o piloto apoiado pela Koka, Koala, Wild Motors, Expopneu, BlueSigma, Last Lap, DSC, Restaurante Nova Morada e Palm3, não teve dificuldades em levar a melhor sobre os seus rivais para sair de Vila Real na liderança do campeonato.

O domínio do piloto lisboeta começou logo nos treinos livre e logo de seguida na qualificação, onde obteve a pole position com uma margem superior a um segundo. “Era importante conseguir um bom lugar na grelha, para evitar as habituais confusões na partida”, explica. E foi o que consegui, que após o arranque, Inácio manteve-se na cabeça da corrida, em forte luta com adversários ingleses, considerando que “foi uma prova espetacular, muito disputada. Os pilotos britânicos fazem muito jogo entre eles, e a dada altura, quando estava em segundo, o líder começou a travar-me para permitir a aproximação do pelotão que nos seguia”, explica.

a240 Copy

 

AUDI SUMMIT 2017

 

Arranca já amanhã o Audi Summit em Barcelona

 

O Audi Summit é o grande evento da marca que apresenta o Audi A8 como o veículo para o verdadeiro luxo – o tempo. Inicia-se já amanhã em Barcelona.

 

Esqueça tudo o que sabe que o carro pode fazer por si. O Audi Summit vai mostrar-lhe aquilo que ainda não descobriu, mas que vai querer. A Audi apresenta-se para além do carro e da tecnologia. O novo Audi A8 mostra que a conetividade não é um extra, mas o combustível do seu utilizador, a inteligência artificial assume o papel de piloto e as experiências são muito mais que o automóvel. O verdadeiro luxo não é a máquina, é o tempo que conseguimos ganhar com ela. E o carro? Onde fica neste evento?

Esqueça o carro. A Audi é muito mais.


O luxo será transmitido em livestreaming, a partir das 8h30, no site audi.com/summit

 

COPA ECPA - BRASIL

Autódromo do ECPA abre portas para carros de rua no domingo (16)

Track Day dá a oportunidade de motoristas correrem em pistas de verdade

 

O fim de semana será agitado para os fãs de velocidade no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo. No sábado (15) será disputada a Copa ECPA de Velocidade. Já no domingo (16) acontece mais uma edição do Track Day, evento que leva motoristas comuns para as pistas de corrida. Os dois eventos serão disputados no autódromo, localizado no interior de São Paulo.

 

As provas da Copa ECPA de Velocidade serão válidas pela quarta etapa do certame e as disputam acontecem entre os carros de Marcas e Pilotos, categoria que possui três divisões (Super, Light e Novatos). A programação oficial para o sábado (15) começa às 9h, com os treinos livres seguindo até às 11h.

 

No domingo (16), das 8h às 17h, a pista do autódromo estará aberta para a prática de Track Day, evento  que reunirá amantes da velocidade para se encontrarem e se divertirem com total segurança no autódromo do ECPA.

 

Neste dia, haverá uma bateria exclusiva para os novatos, com direito a darem algumas voltas pelo circuito com auxílio de um instrutor experiente dando dicas valiosas de como aproveitar o máximo do seu carro no traçado ECPA sem comprometer a sua segurança e a dos demais pilotos.

 

Novo Puma

Ainda no domingo (16), o novo Puma estará presente no ECPA. O mais novo modelo da empresa Puma Automóveis ficará exposto e poderá ser visto dando voltas pelo o autódromo. O protótipo começou a ser novamente desenvolvido em 2015 e o carro que ostenta a marca do felino já pode ser visto sendo testada em alguns autódromos.

O primeiro teste de pista ocorreu no último mês de abril, ocasião em que a empresa publicou um vídeo em sua página no Facebook. O novo Puma possui carroceria de fibra de vidro, encaixada em um chassi tubular. O motor é Volkswagen, o mesmo usado no Fox e com um turbo.

 

BRITO´S COMPETIÇÕES PRESENTE EM VILA REAL

 

LEGEND´S CUP – TROFEU FEUP 3 –

 

CIRCUITO DE VILA REAL

 

BRITO´S COMPETIÇÕES EM DESTAQUE NO CIRCUITO DE VILA REAL

 

A Brito´s Competições, participou esta época pela primeira vez no circuito de Vila Real, onde o Fiat Punto teve ao volante a dupla Gilberto Brito e Carlos Ferreira.A dupla começou bem onde na sessão de treinos livres , faria o 24º melhor tempo à geral,com um tempo de 2.40.436,  e o segundo entre os Fiat Punto presentes.Para a sessão de treinos cronometrados,a equipa da Brito´s Competições acabaria por fazer a 26ª melhor marca  com 2.42.977 e o terceiro melhor Punto entre os participantes no Troféu Feup 2.

 

Na primeira corrida, o Punto da Brito´s Competições veria a bandeira de xadrez na 24 posição à geral, e o 5º entre os Fiat Punto.No final, Giberto Brito fez-nos o resumo deste fim de semana em Vila Real, começando por nos dizer “ no meu ponto de vista, a nossa prova foi positiva, fizemos um 4º lugar na 1ª corrida, e um 6º lugar na 2ª corrida na categoria dos Feup.Eu fui o primeiro piloto na 1ª corrida, e no final fiquei com um sentimento agridoce, pois foi notório que tinha carro para vencer a categoria, mas a verdade é que a corrida sofreu duas neutralizações com o safety car, e isso impediu-me de lutar como eu queria pela vitória.O Carlos Ferreira fez uma excelente corrida, com uma evolução significativa dos seus tempos ao longo do fim de semana.Por outro lado, ele também sentiu a “parte negra” das corridas com “roda com roda”, coisa a que não estava habituado.AprenFOX 8885_CopyFOX 8886_Copydeu imenso, e mostrou do que é capaz, sendo assim um piloto em franca ascenção.Venha Braga, e tudo faremos para marcar presença por lá “, disse-nos.

 

 

WTCC 2017 - ARGENTINA

 

One-two finish puts Honda on top in WTCC

alt WTCC Race of Argentina

Autódromo Termas De Río Hondo, Argentina
alt

Honda lead the FIA World Touring Car Drivers’ and Manufacturers’ Championships after recording a one-two finish on a dramatic day of racing in Argentina.

Norbert Michelisz beat Castrol Honda World Touring Car Team-mate Tiago Monteiro in the Main Race at Termas de Rio Hondo to secure his second victory of the season and the seventh of his career, having started from second place.

The Hungarian driver had earlier finished outside the points in the Opening Race after accidental contact from Tiago on the first lap punctured his left-front tyre, forcing a slow trip back to the pits.

Norbert’s results moved him up to third place in the Drivers’ Championship – 29 points away from the lead – with four rounds to go.

Tiago’s second place in the Main Race was his seventh podium finish of the season. He had earlier finished fifth in the Opening Race, despite sustaining bent steering after an early hit from behind, which initiated the contact with Norbert.

The results increased Portuguese driver Monteiro’s Drivers’ Championship lead to 12 points and moved Honda to the head of the Manufacturers’ title race for the first time in 2017 with an eight-point advantage.

Ryo Michigami turned in one of his most competitive raceday performances of the season. After starting the Opening Race last due to an engine-change penalty incurred the previous day, the Japanese carved through the field to finish a point-scoring 10th. He added a solid 11th place in the Main Race.

The WTCC now has a large gap before the season resumes at the new Ningbo circuit in China on October 14-15.

Norbert Michelisz

Norbert Michelisz 5

“I’m really happy with the result today. To take my second Main Race win in a row is a very special feeling. The team have done an amazing job right from the first free practice session and I’ve had the confidence to really attack the circuit all weekend. I’m now third in the Drivers’ Championship, which is the highest I’ve been since the first round of the season and Honda are also ahead in the Manufacturers’ Championship, which shows what a good job we’ve done as a team this weekend.”

- Castrol Honda WTCC
Tiago Monteiro

Tiago Monteiro 18

“It’s fantastic to have a one-two finish for the team and to see Ryo scoring points; we’ve performed very strongly as a team this weekend and that’s how we’ve recovered the Manufacturers’ Championship lead. I’m sorry for what happened in the Opening Race, but I was hit from behind, locked my brakes and made contact with Norbi. I also bent my steering, which I had to drive with in both races. I then had a braking issue on the lap to the Main Race grid and went through the gravel, but managed to hold it together and finish second to keep my Drivers’ Championship lead.”

- Castrol Honda WTCC
Ryo Michigami

Ryo Michigami 34

“It’s been a mixed weekend for me with a big problem in getting here and then some car issues yesterday, but today has been pretty good because we’ve had two finishes and my first point since Morocco in May. To come from last to 10th in the Opening Race was good and I was hoping I could do even better in the Main Race. I made a good start, but I ran wide battling with Tom Coronel at Turn 4 and lost some positions, which I wasn’t able to recover. Despite this, the balance of the car in the Main Race was probably the best I’ve had all season.”

- Honda Racing Team JAS
Alessandro Mariani

Alessandro Mariani

Team Principal

“Today has been very good for us and Norbi and Tiago have driven very well to record a one-two finish, and the way they both reacted to their little contact in the Opening Race shows their professionalism. The temperature today has been much colder than we expected, so as a team we’ve leant on a lot of the tyre and set-up data gained in winter testing to help make the cars as fast as possible today. I’m also very happy for Ryo, who has reacted from a terrible trip here and some car problems yesterday with two good drives and a points finish.”

- Castrol Honda WTCC
Ryuichi Furukawa

Ryuichi Furukawa

Large Project Leader WTCC Development, Honda R&D

“We have achieved a very good result in the Main Race; it doesn’t get much better than a one-two finish, and we are now leading both the Drivers’ and Manufacturers’ Championships. I’m sorry for Norbi because of what happened in the Opening Race, but he’s scored 34 points over the weekend, which is a very good score. We have four rounds to go and the intention is to make sure we hold on to first position in both championships.”

- Castrol Honda WTCC

 

WTCC 2017 - ARGENTINA

 

POST-RACE PRESS CONFERENCE

FIA WTCC Race of Argentina, 14-16 July 2017
FIA World Touring Car Championship 2017, Rounds 11 and 12 of 20

Briefing Room, Circuito Termas de Río Hondo, 17h00, 16 July

Present:
Yann Ehrlacher, RC Motorsport, Opening Race winner and WTCC Trophy winner
Norbert Michelisz, Castrol Honda World Touring Car Team, Main Race winner
Mehdi Bennani, Sébastien Loeb Racing, Opening Race second position
Tiago Monteiro, Castrol Honda World Touring Car Team, Main Race second position
Esteban Guerrieri, Campos Racing, Opening Race third position, Main Race WTCC Trophy winner
Thed Björk, Polestar Cyan Racing, Main Race third position
Néstor Girolami, Polestar Cyan Racing

Q:
Turning first to the winner of the Opening Race, his first victory in the FIA World Touring Car Championship, aged 21, an amazing drive by Yann Ehrlacher. Now you said at the finish of that race you couldn’t quite believe you’d won so talk us through your emotions right now?

YE:
It’s an amazing feeling to share this press conference with a driver like Tiago and all the other drivers. I watched their race since I’m born so to share a press conference with them is just an amazing feeling.

Q:
After a very good start that first lap was rather dramatic for you. Talk us through what happened with you and Tom Chilton and also your reaction when you heard he’d got a five-second penalty?

YE:
I was at the front for the first couple of corners but in the braking he just hit me a little bit on the back. I think a five-second penalty is a bit hard for him but it’s like that. It’s good for me but this is touring cars, there is always touching a little bit, but in the end for sure I was happy when my engineer told me about this five-second penalty. Next time I would prefer to win a race by crossing the finishing line first.

Q:
Turning next to Norbert Michelisz, winner of the Main Race here in Argentina. Up until a few weeks ago you hadn’t won a single race all season but now it’s two wins in a row for you.

NM:
Obviously I’m really happy because it’s important points for the championship. I was a bit down after the Opening Race collecting zero points and I knew I had to push. I really wanted to overtake Nicky at the start but he did just the perfect getaway from the line and I wasn’t able to catch him. Then I tried to push but up until his puncture I was never really in a position to overtake. I’m a bit sorry for him but happy for us, because it’s important points again for the championship, second Main Race win in a row so really happy with that to be honest. The team did an amazing job from the first moment in Free Practice 1 yesterday morning. I always had the confidence in the car to attack and I think in the end this helped me to win.

Q:
And the lead of the World Touring Car Championship for Manufacturers now belongs to Honda, which is obviously a very good achievement. What do you think has made this possible?

NM:
I’m very happy, I didn’t know that. Throughout the year we did a great team job. Ryo [Michigami] was a bit unlucky with issues with his engine, I think he can be proud of himself arriving in his first year and to score points. I am happy to be part of this family because I said many times I am really grateful for the opportunity to become a works driver and in the end to have success is the most amazing feeling so I am really happy for the team. Thanks to them for having me and I hope that arriving in first place in the teams’ championship we will not let Volvo go ahead again.

Q:
Turning next to Mehdi Benanni, second position in the Opening Race. Now Mehdi you said when you won in Portugal you were here to “disturb” the championship and here it’s more points for you so what does that say about your title prospects?

MB:
I think it’s still on the same goal. To score points by finishing P2 behind Yann is a very good race. P5 in the Main Race for us is good to have a result like this when we carry maximum ballast with 80 kilos. From the beginning of the weekend we knew we would have a tough weekend but in the end it’s good because we score good points and very good fights, very close with Yann but congrats because he did a very good race so congratulations to him for his victory, which I think will not be the first, he will have more.

Q:
Turning to Tiago Monteiro next, second place in the Main Race. Now there was some rough and tumble for you in the Opening Race and then on your out lap before the Main Race you ended up in the gravel. What happened and a comment on your 12-point advantage in the championship?

TM:
First of all, congratulations to Norbi, a very good job this weekend and fantastic for the team. And it was good for Ryo to be in the points. The guys are doing a good job and that’s why we have recovered the points lead [in the Manufacturers’ championship]. It’s very important and we want to keep it that way. Also well done to Yann. We saw him with his uncle when he was just a young boy and now a few years later he’s here winning races so well done to him as well and also to everyone else here for doing a good job. The first lap of the Opening Race was definitely rough. I was hit from behind, locked my wheels trying to avoid some cars and unfortunately I hit my team-mate. Actually he saved me because if he wasn’t there I would have gone straight. I’m sorry for that obviously but it was really a racing incident. That time I had some luck on my side for sure. And then during the race it was a matter of trying to push as hard as possible. I had the steering wheel completely offset and it was a tricky one but we needed to score some points and we just needed to survive. We changed a few things on the car going to the grid and there was an issue with the braking system. As you can see as soon as I touched the brakes there was nothing and I just went straight. I was lucky it was a long run off in that place. If it was in Vila Real my race was over. Again this is racing. We only have 15 minutes to change whatever we can and sometimes these things can happen. In the end I was quite lucky. The Main Race, the two of us did very similar starts so it was very difficult to gain advantage. But we pushed really hard with Nicky leading obviously. I tried my best to be close in case an opportunity arose. In the end we did a one-two, good points for the championship. Twelve points is nothing but it’s better to be in front race-by-race. We still have eight races and four weekend so there are still a lot of things that can go wrong. I had a really awful weekend in Nordschleife, Nicky had a bad one this weekend so you really need to take advantage of everything that comes to you. This championship is so tight and six or seven drivers can still win the championship so every point will be important. Whether it’s MAC3 or Q3 or the races.

Q:
Turning next to Esteban Guerrieri, third place in the Opening Race and the WTCC Trophy winner in the Main Race. Does that make up for last year when you said it was a case of being “close but no cigar”?

EG:
First of all, congrats to the guys, to Norbert, of course you Yann and everybody here. It’s been two very tough races. For me I am really happy be honest how the Sunday turned around to be a very good Sunday. Two very aggressive races. I was in the good side in every manoeuvre I did. In the end I was a bit lucky sometimes because when you push things can go wrong as well. But I tried to take advantage of the first laps even though I didn’t have very good starts, which is definitely something we have to work on. The system we have is the best we have but we are far away from what the others are doing and we keep losing positions in the start, which is a bit frustrating. But the races were good, good overtaking, good manoeuvres, good fights with everybody, this is what the people wanted to see. In the end achieving a podium in one race, I thought the Main Race I would be closer, but in the end it came up to be in the Opening Race. I was very happy with this. In the Main Race I had the best car and with this car I could have done more in qualifying because I really feel the car was there and I could more or less follow the pace of the official guys. In the end it was a good fourth place, very solid for us so I am very thankful to all the team Campos and everybody who came to support us here.

Q:
Turning to Thed Björk, third position in the Main Race so congratulations on another podium which keeps you firmly in the title fight. Talk us through your two races?

TB:
The first race was really eventful and I did not have the car to come into the fight directly so I lost a couple of positions in the beginning of the race. I think Esteban helped me a little to lose some positons and I think he knows that. But it’s touring car racing, it’s fighting and we all must learn new things. It was very eventful and for me the bad thing I lost some points. Also in the second race losing some points as well but I feel I am still in the fight for the championship. I am most sad because of Nicky’s puncture and for losing the first place in the second race. This makes me a little bit sad. I know it gave me third but I would prefer to be fourth and he won the race. But for me it’s good, I keep fighting and the next time we will be in China and I want to be in front both times. But also congratulations to Yann for his first race in the WTCC to win. I remember my feeling from China when I won the Opening Race, it was fantastic. A win is a win and you deserve it. I am also very happy for my team-mate Bebu [Girolami] who keeps me pushing all the time. He’s the local hero and I feel very proud to have him part of my team.

Q:
Finally turning to Bebu Girolami. Not quite the home race weekend you were hoping for. What happened in the Opening Race and what are your feelings right now?

NG:
Congratulations for Yann, he did a fantastic job, also Norbi in the second race and also Esteban for doing a fantastic job in scoring a lot of points. From my side it’s been a really, really tough weekend again. It’s a really bad feeling but you have to be fighting and never giving up. We might have some issues in the first race with the clutch and gearbox. I have to use the clutch in every gear for the upshift. The powershift didn’t work so it was really, really tough. Then I had to reset the powershift but it didn’t work again. The Main Race still the same problem. I tried to keep the pace as much as I can. Then I the vibration went away so something is wrong in the gearbox so we know that now. This is important for the coming races. I am sorry for the fans, I did my best but it was not enough to be on the podium so I will keep fighting to be on the podium in the coming races. Sorry for my team-mate Nicky. He deserved to win the Main Race but unfortunately he had a puncture as I had in Nordschleife. It was a really unlucky weekend of the team. We had the speed to be in the top because we showed the pace in the qually with Nicky and Thed being in the top five. Again an unlucky weekend for us but we keep fighting. We win together and we lose together and we will be stronger in China.

 

WTCC Race of Argentina post-race press conference.jpg WTCC Tiago Monteiro.jpg WTCC Mehdi Bennani.jpg

 

TT NO BRASIL

 

Rally de Inverno: Jérémy Dubois é o campeão nos quadriciclos e mantém liderança no campeonato

Piloto de Taubaté/SP venceu os dois dias de disputas na cidade de São Manuel, interior paulista. A próxima etapa da temporada do brasileiro baja acontecerá nos dias 06, 07 e 08 de outubro, o Rally Serra Azul

 Na 1ª edição do Rally de Inverno, realizado em São Manuel/SP, o piloto Jérémy Dubois que leva as cores da equipe SAT Racing, acelerou forte nas duas provas válidas pela 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja. Jérémy, bicampeão da modalidade, contou com quadriciclo Yamaha YZF450R, para enfrentar o desafio do final de semana, entre 14 a 16 de julho, garantindo o título da competição e a segunda posição na geral entre os participantes.

Dubois teve tranquilidade para mostrar sua habilidade na competição fora de estrada que contou com sol e piso variado de chão batido, cascalho, erosões e lombas. "O final de semana foi positivo, pois vencemos a etapa do sábado com boa margem e, no domingo, imprimi um ritmo forte sem arriscar", comentou o piloto.

Foram três trechos cronometrados de aproximadamente 104 quilômetros e mais 96 quilômetros de deslocamentos em cada dia, totalizando 407 quilômetros de percurso. "A prova foi muito boa, bastante técnica, bem sinalizada e prazerosa de competir. O dia acreditei ser o mais difícil, mas com relação ao tempo foi ótimo e consegui marcar pontos para abrir vantagem no campeonato. A meta para o restante do calendário é de manter o resultado desse final de semana", explicou o piloto francês radicado em Taubaté/SP que fechou com o tempo de 4h29m16s.

Jérémy Dubois (#15), que vem em um excelente desempenho na temporada e segue na liderança. “Este resultado foi importante para abrir uma folga no campeonato. Agora temos uma pausa de um três meses para o Rally Serra Azul e poderemos desenvolver ainda mais o nosso equipamento para esta prova", comemorou o líder que acumula 244 pontos na tabela de classificação do campeonato.

O piloto Jérémy Dubois conta com o patrocínio da Prefeitura de Taubaté, SAT Racing e, com apoio da Fly Racing, BR Parts, Arisun, Mattos Racing, Kondz Off-Road de Verdade e Projeto Motos Racing Team.

Resultado do primeiro dia nos quadriciclos:

1) 15 Jérémy Dubois, Yamaha YZF450R, SAT Racing, 3h00min17s

2) 19 André Spaca Di Paolo, ATV KTM XC 525 2008, Torres Racing, 3h01min32s

3) 20 Geison Belmont, BRP Renegade 1000, Meikon Rally Team, 3h03min20s

4) 17 Eduardo Birkman, Yamaha Raptor 700, C3 Motosport, 4h03min00s

Resultado do segundo dia nos quadriciclos:

1) 15 Jérémy Dubois, Yamaha YZF450R, SAT Racing, 1h28min58s

2) 19 André Spaca Di Paolo, ATV KTM XC 525 2008, Torres Racing, 1h29min02s

3) 20 Geison Belmont, BRP Renegade 1000, Meikon Rally Team, 1h30min03s

4) 17 Eduardo Birkman, Yamaha Raptor 700, C3 Motosport, 1h49min10s

Classificação acumulada do Rally de Inverno nos quadriciclos:

1) 15 Jérémy Dubois, Yamaha YZF450R, SAT Racing, 4h29min16s

2) 19 André Spaca Di Paolo, ATV KTM XC 525 2008, Torres Racing, 4h30min35s

3) 20 Geison Belmont, BRP Renegade 1000, Meikon Rally Team, 4h33min23s

4) 17 Eduardo Birkman, Yamaha Raptor 700, C3 Motosport, 6h05min16s

Resultados completos: www.chronosat.com.br

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Baja

1ª e 2ª etapas - 10 a 12/03 - Rally de Barretos

3ª e 4ª etapas - 25 e 26/03 - Rally da Ilha

5ª e 6ª etapas - 06 e 07/05 - Rally Cuesta Off Road

7ª e 8ª etapas - 15 e 16/07 - Rally de Inverno/São Manuel

9ª e 10ª etapas - 07 e 08/10 - Rally Serra Azul

11ª e 12ª etapas - 11 e 12/11 - Rally Rota Sudeste

13ª e 14ª etapas - 02 e 03/12 - Rally dos Amigos

 

(Luciano Santos/Dfotos)

 (Luciano Santos/Dfotos)
Alta  | Web

Jérémy Dubois enfrentou uma variedade de terrenos no Rally de Inverno (Luciano Santos/DFotos)

Jérémy Dubois enfrentou uma variedade de terrenos no Rally de Inverno (Luciano Santos/DFotos)
Alta  | Web

O próximo desafio será o Rally Serra Azul nos dias 06, 07 e 08 de outubro (Gustavo Epifanio/DFotos)

O próximo desafio será o Rally Serra Azul nos dias 06, 07 e 08 de outubro (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

Jérémy Dubois no comando do Yamaha YZF 450-R (Gustavo Epifanio/DFotos)

Jérémy Dubois no comando do Yamaha YZF 450-R (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

Jérémy Dubois foi o primeiro colocado na etapa deste domingo nos quadriciclos (Gustavo Epifanio/DFotos)

Jérémy Dubois foi o primeiro colocado na etapa deste domingo nos quadriciclos (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

 

GIANFRANCO MOTORSPORT NO PÓDIO EM VILA REAL

 

LEGEND´S CUP – TROFEU FEUP

 

CIRCUITO DE VILA REAL

 

 

GIANFRANCO MOTORSPORT NO PÓDIO EM VILA REAL

 

Uma vez mais a equipa da Gianfranco Motorsport marcou presença no circuito de Vila Real na prova da Legend´s Cup, no Troféu Feup, onde a dupla Miguel Rodrigues/Paulo Sousa foi ao pódio na segunda corrida.

 

Mas logo na sessão de treinos livres a dupla Miguel Rodrigues/Pedro Sousa  fariam o 23º melhor tempo à geral, com um crono de 2.39.732, para logo de seguida na sessão de treinos cronometrados conseguir melhorar um pouco, obtendo 2.38.690, sendo o melhor Punto em pista.Com uma excelente largada, o “volta face” surge à 4ª volta, quando é obrigado a desistir, numa altura em que liderava a categoria dos Feup- Fiat Punto, com um certo avanço, só que um pistão acabou por partir, originando a desistencia.Para a 2ª corrida, toda a equipa da Gianfranco Motorsport teve de se aplicar a fundo, e acabou por ser uma corrida de trás para a frente.

 

Segundo Ginho Rodrigues, principal responsável pela Gianfranco Motorsport “ tivemos de tudo um pouco no fim de semana que passou, estavamso a liderar a prova dos Feup,e o pistão partiu-se.Depois conseguimos arranjar o carro, e na 2ª corrida foi fazer uma recuperação da ultima posição até ao terceiro lugar, reconheço que foi uma magra recompensa, depois de tanto esforço por parte de toda a equipa, mas foi melhor do que nada “

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL FEUP

 

1ª Corrida

 

Desistencia

 

2ª Corrida

 

1º Filipe Marques – Fiat Punto

2º André Tavares – Fiat Punto

3º GIANFRANCO MOTORSPORT – MIGUEL RODRIGUES/PEDRO SOUSA – FIAT PUNTOFOX 8761_Copy

 

TT NO BRASIL

 

Após dois dias de competições, Rally de Inverno revela os campeões em São Manuel

Ramon Sacilotti (motos), Jérémy Dubois (quadris) e Edinardo Rodrigues Filho (UTVs) faturam o título da 1ª edição da prova

 O cenário para a disputa da 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja foram as paisagens das fazendas e trilhas da região próxima à cidade de São Manuel, interior paulista. Os competidores superaram uma variedade de obstáculos e terreno diversificado, trechos de erosões, pedregulho, curvas sinuosas e lombadas, além das passagens pelas belíssimas paisagens às margens do Rio Tietê. Ao todo foram 408 quilômetros de percurso entre especiais cronometradas e deslocamentos, em dois dias de disputas, divididos em três voltas para os competidores das motos, quadriciclos e UTVs, vindos de diversos estados do país.

Sucesso absoluto! O paulista Ramon Sacilotti (#1/Kawasaki KX 450f), categoria Super Production, venceu todas as especiais nos dois dias na classificação geral das motos, com o tempo de 4h18min36s. "Estou muito feliz e é muito gratificante vencer essa primeira edição do Rally de Inverno. Gosto muito de andar na região e participo de provas aqui há muito anos, conheço bem e acredito que isso me favorece também.  Consegui manter um ritmo bem seguro. Estou com uma certa folga no campeonato e tenho que administrar para garantir o título desse ano no Baja", contou satisfeito o piloto de São José dos Campos/SP.

Entre os Quadriciclos, quem venceu a prova foi Jérémy Dubois (#15/ Yamaha YZF450R) e ainda garantiu a segunda posição a geral no grid. O piloto vem em um excelente desempenho na temporada e segue liderança. "A prova foi muito boa, bastante técnica, bem sinalizada e prazerosa de competir. O dia acreditei ser o mais difícil, mas com relação ao tempo foi ótimo e consegui marcar pontos para abrir vantagem no campeonato. E a meta para o restante do calendário é de manter o resultado desse final de semana", explicou o piloto francês radicado em Taubaté/SP que fechou com o tempo de 4h29m16s.

O Rally de Inverno conseguiu reunir os principais pilotos do cenário nacional e contou com o estreante Edinardo Rodrigues Filho (#139/Can-Am X3), da equipe Terrabella Racing, que mostrou sua competitividade e garantiu o título da competição com o tempo de 4h07min16s. "Foi espetacular, imprimi um ritmo forte e, neste domingo, saindo na frente sem poeira é outra história. Como tinha vencido o primeiro dia já entramos com um certo conforto. Temos adversários em alto nível e nossa missão está cumprida!", comemorou o piloto de Fortaleza (CE).

Bruno Varela (#104/Can-Am X3), ficou em segundo na geral entre os UTVs e é o líder do campeonato disparado na categoria PRO, com o tempo de 4h09min00s. "Uma prova muito legal de andar e com todos tipos de terrenos, isso é muito bom para o Rally dos Sertões que vamos enfrentar com tudo isso e mais um pouco. Cheguei aqui líder do campeonato, meu quarto segundo lugar nessa temporada, vamos para o Sertões e, depois no segundo semestre, é procurar um primeiro lugar no Baja", declarou o piloto de Barueri da equipe Divino Fogão Rally Team.

O grid do Rally de Inverno foi formado por mais de 56 veículos, entre motos, quadriciclos e UTV´s. O parque de apoio do rali, vistorias, briefings, largadas, parque fechado e premiação estiveram montados no Recinto Mário Covas, em São Manuel, no interior paulista.

Evento válido pelo Campeonato Brasileiro de Rally Baja contou pontos para a 7ª e 8ª etapas do torneio nacional.  A próxima etapa será o Rally Serra Azul, nos dias 06, 07 e 08 de outubro, e as inscrições estarão abertas no site da prova www.rallyserraazul.com.br.

Segundo Henrique Arena, organizador do Rally de Inverno a etapa superou as expectativas. "Apesar de ser uma prova nova e tudo novidade, não sabíamos o que iríamos enfrentar, mas o pessoal que se envolveu fez tudo certinho e temos a comprovação dos pilotos e as equipes que vieram prestigiar e tem tudo para ficar no cenário", concluiu.

 O I Rally de Inverno será válido pela 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja e para a 1ª etapa do Campeonato Paulista de Rally Cross Country, com supervisão da CBM - Confederação Brasileira de Motociclismo, e da FASP - Federação de Automobilismo de São Paulo. A prova conta com o patrocínio da Can-Am, e é uma realização da Prefeitura Municipal de São Manuel e Atena Promoções e Eventos, através da Diretoria de Esportes e Turismo. 

Confira o resultado do segundo dia:

Motos

1) 1 Ramon Sacilotti, Kx 450f, Kawasaki Rally Team, SProduction, 1h25min15s

2) 11 Luís Zapparoli, Marathon, 1h29min45s

3) 5 João Paulo Martins, Ktm 350, Vitales Racing, Production, 1h31min21s

4) 12 Vinicius Augusto Benevenutto, Marathon, 1h35min50s

5) 6 Moara Oliveira Sacilotti, Kawasaki KLX, SProduction, 1h46min43s

Quadriciclos

1) 15 Jérémy Dubois, Yamaha YZF450R, SAT Racing, 1h28min58s

2) 19 André Spaca Di Paolo, ATV KTM XC 525 2008, Torres Racing, 1h29min02s

3) 20 Geison Pinheiro Belmont, BRP Renegade 1000, Meikon Rally Team, 1h30min03s

4) 17 Eduardo Birkman, Yamaha Raptor 700, C3 Motosport, 1h49min10s

UTVs

1) 136 Edinardo Rodrigues Filho, Can Am X3, Terrabella Racing, 1h20min01s

2) 107 Rodrigo Varela, Maverick X3, Divino Fogao Rally Team, 1h20min07s

3) 115 Maurício Pena Rocha, Can-Am X3, Quadrijet Racing, 1h20min58s

4) 142 Andre Hort, Polaris Rzr Turbo, MH Racing, 1h21min13s

5) 104 Bruno Varela, Can-Am X3, Divino Fogão Rally Team, 1h21min15s

Classificação acumulada do Rally de Inverno:

Motos

1) 1 Ramon Oliveira Sacilotti, Kx 450f, Kawasaki Rally Team, SProduction, 4h18min36s

2) 11 Luís Zapparoli, Marathon, 4h29min49s

3) 5 João Paulo Martins, KTM 350, Vitales Racing, Production, 4h35min12s

4) 12 Vinicius Augusto Benevenutto, Marathon, 4h53min55s

5) 6 Moara Oliveira Sacilotti, Kawasaki KLX, SProduction, 5h18min46s

Quadriciclos

1) 15 Jérémy Dubois, Yamaha YZF450R, SAT Racing, 4h29min16s

2) 19 André Spaca Di Paolo, ATV KTM XC 525 2008, Torres Racing, 4h30min35s

3) 20 Geison Belmont, BRP Renegade 1000, Meikon Rally Team, 4h33min23s

4) 17 Eduardo Birkman, Yamaha Raptor 700, C3 Motosport, 6h05min16s

UTVs

1) 139 Edinardo Rodrigues Filho, Can Am X3, Terrabella Racing, 4h07min16s

2) 104 Bruno Varela, Can-Am X3, Divino Fogão Rally Team, 4h09min00s

3) 115 Maurício Pena Rocha, Can-Am X3, Quadrijet Racing, 4h09min04s

4) 142 Andre Hort, Polaris Rzr Turbo, MH Racing, 4h10min38s

5) 110 Wilker Campos, Maverick X3, Quadrijet /Amarals Racing, 4h13min01s

Resultados completos: www.chronosat.com.br

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Baja

1ª e 2ª etapas - 10 a 12/03 - Rally de Barretos

3ª e 4ª etapas - 25 e 26/03 - Rally da Ilha

5ª e 6ª etapas - 06 e 07/05 - Rally Cuesta Off Road

7ª e 8ª etapas - 15 e 16/07 - Rally de Inverno/São Manuel

9ª e 10ª etapas - 07 e 08/10 - Rally Serra Azul

11ª e 12ª etapas - 11 e 12/11 - Rally Rota Sudeste

13ª e 14ª etapas - 02 e 03/12 - Rally dos Amigos

 

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Cros Country:

1ª e 2ª etapas - 10 a 12/03 - Rally de Barretos

3ª e 4ª etapas - 05 a 09/04 - RN1500

5ª e 6ª etapas - 06 e 07/05 - Rally Cuesta Off Road

7ª e 8ª etapas - 02 a 04/06 - Rally Baja Jalapão

9ª e 10ª etapas - 31/06 a 02/07 - Rally Rota SC

11ª e 12ª etapas - 19 a 26/08 - Rally dos Sertões

13ª e 14ª etapas - 11 e 12/11 - Rally Rota Sudeste

15ª etapa - 02 e 03/12 - Rally dos Amigos

 

 

Edinardo Rodrigues Filho, Can Am X3 #139 é o campeão nos UTVs (Luciano Santos/Dfotos)

Edinardo Rodrigues Filho, Can Am X3 #139 é o campeão nos UTVs (Luciano Santos/Dfotos)
Alta  | Web

São Manuel sediou a primeira edição do Rally de Inverno (Luciano Santos/DFotos)

São Manuel sediou a primeira edição do Rally de Inverno (Luciano Santos/DFotos)
Alta  | Web

Ramon Sacilotti abre o histórico de campeões do Rally de Inverno (Ale Moreira/DFotos)

Ramon Sacilotti abre o histórico de campeões do Rally de Inverno (Ale Moreira/DFotos)
Alta  | Web

Jérémy Dubois é o campeão nos quadriciclos (Gustavo Epifanio/DFotos)

Jérémy Dubois é o campeão nos quadriciclos (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

Luís Zapparoli, Marathon, ficou na segunda posição (Luciano Santos/Dfotos)

Luís Zapparoli, Marathon, ficou na segunda posição (Luciano Santos/Dfotos)
Alta  | Web

Bruno Varela ficou com a segunda posição no pódio entre os UTVs (Gustavo Epifanio/DFotos)

Bruno Varela ficou com a segunda posição no pódio entre os UTVs (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

 

TT NO BRASIL

 

Rally de Inverno: Motos, quadriciclos e UTVs dão show em disputa surpreendente

Prova conta pontos para 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja e a segundo dia de provas acontece neste domingo (16/07), na região de São Manuel (SP)

São Manuel (SP) - A primeira parte da primeira edição do Rally de Inverno, válido para a 7ª e 8ª etapas da temporada do Campeonato Brasileiro de Rally Baja, aconteceu neste sábado (15) e as atividades estiveram concentradas no Recinto Mário Covas, em São Manuel. Contando com um grid de 56 equipes, vindas de 11 Estados do país e um recorde de inscritos na categoria UTV, o rali reuniu competidores em uma disputa acirrada com os 10 primeiros colocados no mesmo segundo.

Os competidores das motocicletas, quadriciclos e UTVs enfrentaram a primeira especial da competição partindo do Parque de Apoio e percorreram 208 quilômetros de especial em duas voltas de 104 quilômetros e mais 49 quilômetros de deslocamentos, totalizou 257,76 quilômetros. A prova segue neste domingo, dia 16, com a última etapa do rali. A cerimônia de premiação será na Churrascaria Portal Gaúcho, na Avenida José Horácio Mellão, 345, no Centro, em São Manuel/SP.

O grande vencedor do sábado no Rally de Inverno foi Ramon Sacilotti (#1). Competindo pela categoria Super Production, o piloto acelerou forte e fechou o dia com o tempo de 02h53m21s, seguido de perto por Luis Zapparoli (#11), com 03h00m04s. "Especial bem rápida e especial muito gosta, segura. Como sempre, estava muito bem sinalizada, impecável. Passamos beirando o Rio Tietê e, hoje, consegui apreciar um pouco da paisagem e a beleza da região. Amanhã é outro dia e vamos acelerar de novo para assegurar a posição, largar bem e colocar um ritmo seguro sem cometer erros", contou o piloto de São José dos Campos/SP.

Para Jérémy Dubois (#15/Yamaha YZF450R), inscrito entre os quadriciclos, o resultado do dia foi um grande feito, obtendo o melhor tempo da categoria, ficou na terceira colocação na geral entre motos e quadriciclos e somou pontos importantes no campeonato o qual é líder. "A prova surpreendeu a todos, bem técnica. O fato de poder passar duas vezes no mesmo percurso, foi uma novidade, mas mesmo assim sendo o mesmo trajeto o piso mudou muito para a segunda passagem. Para amanhã dá para atacar um pouquinho mais já conheço o percurso então também dará para imprimir um ritmo maior", comemorou o piloto francês radicado em Taubaté (SP) da equipe SAT Racing.

Na categoria UTV, o estreante Edinardo Rodrigues Filho fechou com o melhor tempo em meio a um grid recheado de competidores: 44 inscritos. O piloto marcou o tempo de 2h47min14s e aprovou o percurso preparado pela organização. "Esta foi a minha primeira prova no Brasileiro de Rally Baja e pretendo correr também a modalidade cross country. Gostei muito da prova, bem sinalizada, com percursos variados e técnicos, sendo que lá no Ceará não temos terrenos parecidos para fazer uma prova como assim. O UTV aguentou bem, revisar e se resguardar para amanhã. Vamos tentar andar no mesmo ritmo", finalizou o piloto de Fortaleza (CE).

O I Rally de Inverno será válido pela 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja e para a 1ª etapa do Campeonato Paulista de Rally Cross Country, com supervisão da CBM - Confederação Brasileira de Motociclismo, e da FASP - Federação de Automobilismo de São Paulo. A prova conta com o patrocínio da Can-Am, e é uma realização da Prefeitura Municipal de São Manuel e Atena Promoções e Eventos, através da Diretoria de Esportes e Turismo. 

Confira o resultado do primeiro dia:

Motos

1) 1 Ramon Oliveira Sacilotti, Kx 450f, Kawasaki Rally Team, SProduction, 2h53min21s

2) 11 Luís Zapparoli, Marathon, 3h00min04s

3) 5 João Paulo Martins, Ktm 350, Vitales Racing, Production, 3h03min51s

4) 12 Vinicius Augusto Benevenutto, Marathon, 3h18min05s

5) 9 Rodrigo Khezam, Yamaha TTR 230, Yamaha/Rinaldi Rally Team, SProduction, 3h25min02s

Quadriciclos

1) 15 Jérémy Dubois, Yamaha YZF450R, SAT Racing, 3h00min17s

2) 19 André Spaca Di Paolo, ATV KTM XC 525 2008, Torres Racing, 3h01min32s

3) 20 Geison Pinheiro Belmont, BRP Renegade 1000, Meikon Rally Team, 3h03min20s

4) 17 Eduardo Birkman, Yamaha Raptor 700, C3 Motosport, 4h03min00s

UTVs

1) 136 Edinardo Rodrigues Filho, Can Am X3, Terrabella Racing, 2h47min14s

2) 104 Bruno Varela, Can-Am X3, Divino Fogão Rally Team, 2h47min44s

3) 115 Maurício Pena Rocha, Can-Am X3, Quadrijet Racing, 2h48min10s

4) 142 Andre Hort, Polaris Rzr Turbo, MH Racing, 2h49min24s

5) 130 Nuno Fojo, Polaris RZR XP Turbo, Polaris Racing Brasil, 2h49min42s

Resultados completos: www.chronosat.com.br

 

PROGRAMAÇÃO – RALLY DE INVERNO

 

16/07 – Domingo – 2ª Prova
08h20 – Largada 1ª Moto no parque de apoio Recinto Mário Covas
09h00 – Largada 1ª Moto na especial.
14h30 – Premiação

Local: Churrascaria Portal Gaúcho

Avenida José Horácio Mellão, 345 – Centro – São Manuel/SP

 

Estreante Edinardo Rodrigues Filho, Can-Am X3 ficou com a primeira posição (Gustavo Epifanio/DFotos)

Estreante Edinardo Rodrigues Filho, Can-Am X3 ficou com a primeira posição (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

Ramon Sacilotti foi o melhor entre as motos (Lucas Carvalho/Photo Action)

Ramon Sacilotti foi o melhor entre as motos (Lucas Carvalho/Photo Action)
Alta  | Web

Jérémy Dubois foi o primeiro colocado na etapa deste sábado nos quadriciclos (Luciano Santos/DFotos)

Jérémy Dubois foi o primeiro colocado na etapa deste sábado nos quadriciclos (Luciano Santos/DFotos)
Alta  | Web

Piloto Luís Zapparoli foi o segundo colocado nas motos neste sábado (Luciano Santos/Dfotos)

Piloto Luís Zapparoli foi o segundo colocado nas motos neste sábado (Luciano Santos/Dfotos)
Alta  | Web

André Spaca Di Paolo foi o segundo colocado nos quadris (Luciano Santos/Dfotos)

André Spaca Di Paolo foi o segundo colocado nos quadris (Luciano Santos/Dfotos)
Alta  | Web

Parque de apoio das equipes no Recinto Mário Covas em São Manuel (SP) (Gustavo Epifanio/DFotos)

Parque de apoio das equipes no Recinto Mário Covas em São Manuel (SP) (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

Os veículos participaram das vitorias na sexta-feira (14) (Lucas Carvalho/PhotoAction)

Os veículos participaram das vitorias na sexta-feira (14) (Lucas Carvalho/PhotoAction)
Alta  | Web

A largada da primeira especial teve início às 8h30 (Luciano Santos/DFotos)

A largada da primeira especial teve início às 8h30 (Luciano Santos/DFotos)
Alta  | Web

O Rally de Inverno conta com representantes de 11 Estados brasileiros (Gustavo Epifanio/DFotos)

O Rally de Inverno conta com representantes de 11 Estados brasileiros (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

 

CPVV LANÇA NOVO PORTAL ONLINE

 

CPVV LANÇA NOVO PORTAL ONLINE

 

O Clube Português de Veteranos Volvo (CPVV) lançou um novo portal a pensar na facilidade e acessibilidade de todos os seus associados e entusiastas dos automóveis clássicos Volvo.

Com uma arquitetura mais simples e intuitiva, o novo portal apresenta todas as funcionalidades, para tornar a navegação e acesso aos conteúdos uma boa experiência para os utilizadores.

 

O novo portal do CPVV passa ainda a oferecer uma maior facilidade de consulta, aos diversos conteúdos – regulamentos, notícias e fotografias – à inscrição de novos sócios online, à agenda de eventos e aos contactos rápidos com o clube.

 

Para as questões técnicas, relacionadas com o seu clássico Volvo pode contactar o responsável, José Baptista através do endereço de e-mail Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ou do Telef.: 226150320.

 

Descubra mais em: www.cpvv.pt

 

TT NO BRASIL

 

Neste domingo, piloto da Território Motorsport teve um bom desempenho, mas um pneu furado atrapalhou a classificação do dia

O Rally de Inverno deste domingo teve um percurso mais curto que o dia interior. Ao invés de duas voltas, os competidores aceleraram por apenas um trecho cronometrado de 104 quilômetros, na região de São Manoel, no interior paulista. A bordo do Can-Am Maverick X3 RS, Edu Piano #132 precisou ser ainda mais estratégico e rápido para recuperar as posições perdidas no dia anterior, em menos quilometragem. O piloto da Território Motorsport largou na 17ª posição do grid, fez várias ultrapassagens e vinha fazendo uma boa prova de recuperação até o pneu furar e terminou  o segundo dia de disputas na 8ª posição na geral dos UTVs, com 1h22n51s.

“Estava andando forte mas o pneu furou e consegui levar até a parada do abastecimento, mas lá perdi uns 3 minutos na troca. Ao final da prova vi que havia fechado a Especial exatamente 2m50s atrás do primeiro colocado, foi uma pena”, explica Piano, que disputou neste fim de semana em São Manoel as 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja.

Piano chegou a São Manoel como vice-líder do campeonato na categoria UTV Pró, mas não conseguiu manter a posição no ranking, sobretudo por causa do resultado de sábado, quando teve problemas com o equipamento nas duas Especiais. No acumulado dos dois dias de prova, o competidor fechou na 19ª posição da UTV Pró. Vale lembrar que 44 UTVs participaram da disputa e mais 11 motos e quadriciclos.

A competitividade como sempre estava acirrada na categoria e, mesmo com os incidentes, o piloto pode manter um bom ritmo de prova. “Foi uma prova boa e prazerosa de se pilotar. No geral foi difícil, técnica, exigiu bastante do equipamento, pois haviam muitos saltos, piso solto de cascalho e variações de terreno.  O aproveitamento só não foi melhor porque a correia estourou ontem (15) e hoje (16) o pneu furou, mas valeu muito, pois a cada prova a evolução é nítida”, finaliza o paulistano que reside em Tatuí (SP) e tem uma trajetória de 25 anos no off-road e alguns títulos de peso na bagagem.

A prova somou pontos para as 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja. Os campeões do Rally de Inverno foram Ramon Sacilotti (motos), Jérémy Dubois (quadriciclos) e Edinardo Rodrigues Filho (UTVs). Resultados completos no www.chronosat.com.br

Equipe vitoriosa - Com sede em Tatuí, no interior paulista, a Território Motorsport é uma das mais tradicionais do grid do Rally Cross Country. Começou na Zona Norte de São Paulo em 1999 e de lá pra cá vem fazendo história. Durante 12 temporadas (até 2014) representou o time oficial da Ford Caminhões (Ford Racing Trucks/ Território Motorsport) e faturou oito títulos no Rally dos Sertões entre 2007 e 2014 (seis deles com Edu Piano/Solon Mendes). Paralelamente, entre 2011 e 2014, representou a equipe oficial da Troller (Troller Racing/Território Motorsport), que sagrou-se bicampeã da competição na Production T2. A partir de 2016, Piano passou a pilotar e preparar UTVs. Mais infrmações no site www.territoriomotorsport.com.br e facebook @territoriorally.

 

HORST BAPTISTA EM BOM PLANO

 

LEGEND´S CUP – CIRCUITO DE VILA RREAL

 

HORST BAPTISTA EM BOM PLANO

 

Uma vez mais Horst Baptista marcou presença no passado fim de semana no Circuito de vIla Real, onde ao volante do seu Renault 5 GT Turbo foi ao pódio numa das corridas.Sobre o  fim de semana, começou logo por nos dizer “os Treinos Livres não começaram da melhor forma,pois logo no inicio da 2ª volta,tivemos de rumar á box pois o carro ficou  sem turbo,o que não deixava que o carro subisse acima das 4000 rpm.De imediato a assistência da Auto Mapusi resoveu o problema e assim só perdemos 10 minutos do treino.Obrigado ao Sr Albertino.

 

Para os treinos cronometrados,montamos pneus novos e conseguimos fazer um tempo razoavel,dada a falta de ritmo,pois foi a primeira prova que fizemos este ano,depois do azar da Rampa da Falperra,e partimos bem posicionados para a corrida 1 a disputar Domingo de Manhã,na posição 5 da classe.

Arrancamos com com algum cuidado, pois tinhamos atrás carros com diferenças de andamento,consideráveis ,não querendo prejudicar a corrida aos mesmos,pois a nossa "guerra"é outra.

Apesar de a temperatura do motor,chegar por vezes aos 120 graus,conseguimos fazer P3 na categoria H90,o que nos deixou satisfeitos e com boas prespectivas para a corrida 2.

Para surpresa nossa,e, ao chegar á assistência,verificamos que o radiador tinha partido os apoios e encostado á instalação electrica do carro,o que fez derreter alguns fios,pondo em causa a participação na corrida 2.

Felizmente que tinhamos o grande amigo João Sousa da Car Audio And Security  a dar apoio e apesar do tempo limitado,conseguiu substituir a cablagem em tempo record e tudo ficou funcional.A ti amigo João muito obrigado. 

Arrancamos da 12º linha,com alguns cuidados,pois tinhamos carros bem mais potentes atrás,e mudamos de pneus de novo,para outra mistura,o que não se revelou a escolha mais correcta,pois o asfalto estava muito quente e o carro  escorregava muito o que tirou alguma confiança nas partes rápidas,nomeadamente em Mateus.

Assim sendo fizemos P5 na classe H90,e saimos satisfeitos apesar de tudo,pois o objectivo era acabar as corridas,e dar a visibilidade merecida aos nossos apoios,o que foi conseguido.

O meu muito obrigado a todos e também um abraço especial ao Sr  Mário da Auto Mapusi,pelo empenho e resolução pronta dos problemas que nos afectaram.”

 

 

Aos nossos apoios obrigado pela confiança:

 

Beanor Parts

Domingos e Morgado Equipamentos

Orange Toldos

Mac Solu

Grão Café

SPK

Orgtran

Fedima

Auto Mapusi

Crónicas e Charmes

Master G

Venusom

 Yacco Portugal

TurboLenhas

Finest Call

Roady Vila Real/Penafiel

Car Audio And Security

Brigada do ReumáticoFOX 8082_Copy

 

WTCC 2017 - ARGENTINA

 

EHRLACHER SHINES WITH BREAKTHROUGH WTCC WIN

RACE REPORT: FIA WTCC Race of Argentina, 14-16 July 2017
FIA World Touring Car Championship 2017, Rounds 11 and 12 of 20

*Yvan Muller’s 21-year-old nephew is eighth different winner of 2017
*Heartache for Catsburg as Michelisz helps Honda to manufacturer lead
*Guerrieri takes home podium and WTCC Trophy victory

Yann Ehrlacher scored a breakthrough maiden FIA World Touring Car Championship victory at WTCC Race of Argentina, converting a career-first standing start pole position into victory number one for him and the privateer RC Motorsport team.

The 21-year-old nephew of four-time WTCC champion Yvan Muller led away from the line only for contact with Tom Chilton to drop him back to second place. However, event officials deemed that the Sébastien Loeb Racing driver had gained an unfair advantage and handed Chilton a five-second time penalty, which dropped him from first to fourth at the finish of the Opening Race.

Nicky Catsburg made the most of his DHL pole position to lead the Main Race only to suffer a front-left puncture for the second race running. That let in Norbert Michelisz for his second consecutive win as factory Honda team-mate Tiago Monteiro gained the edge in the title chase with the runner-up spot. Heading into the summer break, Monteiro leads Thed Björk by an increased margin of 12 points with Michelisz up to third despite a non-score in the Opening Race following a puncture.

Björk’s Main Race podium gave the works Polestar Cyan Racing team some reason for cheer after Catsburg’s day of woe and a retirement for Néstor Girolami in the Opening Race following the onset of an electrical issue. With Honda out-scoring its rival make, it's the Japanese firm that now leads the World Touring Car Championship for Manufacturers heading to the next event in China in the autumn. Catsburg, whose frustration was compounded when he stopped to change a second puncture in the Main Race, bagged the TAG Heuer Best Lap Trophy for his early push.

Elsewhere, Rob Huff was twice in the top 10 from his lowly grid spot but is WTCC Trophy lead has been swallowed up with Mehdi Bennani now first on countback with he, Tom Chilton and Huff all tied on 87 points. John Filippi extended his point-scoring run with eighth in the Opening Race, while Ryo Michigami charged through from P16 to P10 for his first points since the season-opening WTCC Race of Morocco. Tom Coronel was a points finisher in both races, while American racer Kevin Gleason scored twice in the WTCC Trophy. Zsolt Dávid Szabó acquitted himself well on his WTCC debut, finishing P13 and P15 for Zengő Motorsport. His team-mate, Dániel Nagy, finished ahead in both counters.

In addition to extensive live global TV coverage WTCC Race of Argentina enjoyed substantial live airtime on FOX Sports Latin America and free-to-air channels TVPA and Canal 12.

RACE WINNER QUOTES (full transcript here)
Yann Ehrlacher (Opening Race winner): “It’s a very nice feeling and I can’t really believe it. It was a tough race. I got a little hit from Tom at the beginning so I lose a place to him. I was pushing a lot because Mehdi was pushing from behind. Winning because Tom [Chilton] got a penalty is not fair racing but it’s a win so I take it.”

Norbert Michelisz (Main Race winner): “I was a bit down after the Opening Race collecting zero points and I knew I had to push. I really wanted to take Nicky at the start but he did the perfect getaway from the line and I wasn’t able to catch him. Then I tried to push but up until his puncture I was never in a position to really overtake. I’m sorry for him but happy for us, second Main Race win for me in a row and some really good points for the championship.”

OPENING RACE REPORT
MAIN RACE REPORT

TEAM VOLVO POLESTAR LANDS WTCC MAC3 SUCCESS
Thed Björk, Nicky Catsburg and Néstor Girolami combined to give Team Volvo Polestar its fifth Manufacturers Against the Clock victory of 2017 to claim 12 more points in its bid to win the FIA World Touring Car Championship for makes. In the Tour de France-inspired time trial, they beat the Team Honda line-up of Norbert Michelisz, Ryo Michigami and Tiago Monteiro over two laps of the the 4.806-kilometre Circuito Termas de Río Hondo although a turbo boost issue for Michigami meant it wasn’t the usual close fight. Afterwards, Alexander Murdzevski Schedvin, Head of Motorsport at Polestar, singled out home hero Girolami for particular praise. “In motorsport the closest you can come to a team effort is MAC3 and it started with a lot of hard work in the Free Practice sessions. That led to our pole position and MAC3 win. Bebu [Girolami] is our secret weapon on this track doing a lot of additional work, which is not so evident because everybody is looking at his result alone. But he’s doing a great job for the team as you can see from the job we’ve done today. We’re really happy about the promise of the team and to do well on this track.”

RESULTS/STANDINGS

RACE FACTS: Opening Race DHL Pole Position: Yann Ehrlacher (LADA Vesta WTCC)
Main Race DHL Pole Position: Nicky Catsburg (Volvo S60 Polestar)
TAG Heuer Best Lap Trophy: Nicky Catsburg (Volvo S60 Polestar) 1m43.480s
NEXT EVENT: FIA WTCC Race of China, Ningo International Speedpark, 13-15 October

 

WTCC Yann Ehrlacher.jpg WTCC Opening Race podium.jpg WTCC Norbert Michelisz.jpg
WTCC Esteban Guerrieri.jpg WTCC Norbert Michelisz and Tiago Monteiro.jpg WTCC Main Race podium.jpg
WTCC Mehdi Bennani.jpg WTCC Nicky Catsburg.jpg WTCC Nicky Catsburg TAG Heuer Best Lap Trophy.jpg

 

CONTINUA O DOMINIO PEUGEOT

 

Silk Way Rally 2017 – Resumo da 8ª Etapa

 

LOEB E DESPRES EM MAIS UMA DUPLA VITÓRIA DO TEAM PEUGEOT TOTAL.

HOJE É DIA DE DESCANSO NO SILK WAY RALLY

 

 

A ETAPA EM RESUMO

A 8ª Etapa consistiu em 436 km, entre Karamay e Urumqi, dosi 250 km foram cumpridos em terrenos variados. Um desafio que permitiu ao Peugeot DKR Maxi demonstrar todas as suas aptidões dinâmicas em todo-o-terreno, adaptando-se tanto a pequenas dunas de areia como a pistas de terra batida extremamente duras. Embora com alguns problemas na pressão dos pneus do seu carro, Sébastien Loeb venceu mais uma Etapa, a sua quarta vitória em oito das Etapas já disputadas. A sua performance foi excecional, tendo, inclusivamente, alcançado Cyril Despres ao km 50 e, a partir daí, seguiu sempre na frente até à linha de chegada. Despres terminou com menos de 5min de diferença para o peugeot DKR Maxi. Sem estar na sua melhor forma física, Stéphane Peterhansel avançou pelo meio do pelotão e, apesar de ter ultrapassar imensos concorrentes e de lutar com a poeira consante entre os carros, conseguiu terminar a Etapa no 4º lugar, a 15min de Loeb.

 

CURIOSIDADES DO DIA

Temperatura média: 28°C

Velocidade máxima: 183km/h

Piso: pistas demolidores & areia

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Sébastien LOEB, piloto Team Peugeot Total

Vencedor da Etapa / 1º da Geral

“Apesar das condições difíceis da Etapa, foi mais uma excelente jornada ao volante do Peugeot DKR. Alcançámos o Cyril muito rapidamente e voltamos a acabamos por ser nós a abrir a pista. Para o Daniel, foi complicado fazer a navegação nestas condições mas ele fez um belo trabalho. O Daniel progrediu muito nos rali-raides e agora estamos perfeitamente sintonizados. Foi uma especial interessante, com secções verdadeiramente demolidoras e muita areia. Apesar destas condições, soubemos imprimir um bom andamento sem forçar o nosso próprio ritmo. O carro foi absolutamente fiável e performante. Temos agora a prova que o Peugeot DKR Maxi tem muitas hipóteses de evolução e que estamos no bom caminho. Temos uma vantagem estável. O dia de descanso em Urumqi vai ser para dar algumas entrevistas e descansar, antes de partirmos para a segunda metade do rali.”

 

Cyril DESPRES, piloto Team Peugeot Total

2º lugar na Etapa / 2º da Geral

"Andámos nas mesmas pistas do ano passado, mas, desta vez, estavam em muito piores condições! O piso estava extremamente irregular e acidentado, fomos violentamente sacudidos ao longo de todo o percurso. O Seb apanhou-nos por volta do km 50 e, a partir daí, acompanhámos o seu andamento e rolámos sempre a 1m30s de distância dele para não apanharmos a poeira do seu carro. O Seb é um piloto excecional e o Peugeot DKR Maxi parece estar cada vez melhor! Durante a manhã, as pistas eram bastante rápidas e o objetivo foi manter uma velocidade elevada sem cair nas armadilhas. Em conclusão, estou bastante satisfeito. Durante a próxima semana, muita coisa pode ainda acontecer, portanto vamos continuar a dar o nosso melhor.”

 

Stéphane PETERHANSEL, Piloto Team Peugeot Total

4º lugar na Etapa / 7º da Geral (autos)

"Não foi uma jornada nada fácil para mim. Senti-me adoentado e tive mesmo de parar duas vezes. Nestas condições, é extremamente difícil conduzir em pisos tão demolidores. Por outro lado, também fomos apanhados pela poeira dos concorrentes que partiram à nossa frente, tornando as ultrapassagens impossíveis. Preferimos não forçar demasiado as coisas e, assim, evitar riscos desnecessários. Não gostei muito das afinações do carro para este tipo de terrenos. Recordo-me que tive aqui exatamente o mesmo problema no ano passado. Há qualquer coisa na afinação das suspensões que não me agrada nestas pistas. Felizmente que temos este dia de descanso. É uma boa oportunidade para recarregar baterias antes de arrancar para a semana que se segue."

 

 

DOMINGO É DIA DE DESCANSO

Mesmo sem ser dia de competição, o domingo é uma jornada intensa para os mecânicos do Team Peugeot Total. É a altura ideal para fazer um check-up completo aos três Peugeot DKR e de os preparar para a segunda metade do rali, a mais difícil, que arrancará ao raiar do sol de segunda-feira. Hoje, o programa das equipas do Team Peugeot Total consiste em responder às inúmeras solicitações mediáticas, mas o principal é mesmo descansar e “tratar as feridas”.

 

SABIA QUE…

Embora quase desconhecida para a maioria das pessoas, a cidade de Urumqi é maior cidade da zona oeste da China, com mais de 3,5 milhões de habitantes. Na língua mongol, o seu nome significa “belas pradarias”, apesar de, hoje em dia, o seu horizonte ser dominado por arranha-céus. Segundo o Livro dos Recordes, Urumqi é também a maior cidade que fica mais distante do mar: 2500 km.

 


COMO RECONHECER OS TRÊS 3008DKR…

O novo 3008DKR MAXI e os dois 3008DKR podem ser reconhecidos pelo seu nº de competição e pela cor da faixa no topo do para-brisas:

 

 

 

 

RESULTADOS:

 

8ª Etapa

1º LOEB Sébastien (FRA), Peugeot 3008 DKR Maxi

2º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR (nota: 6º na categoria “Auto”)

3º MENZIES Bryce (USA), Mini John Cooper Works Rally

PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR

5º ALRAJHI Yazeed (SA), Mini John Cooper Works Rally   

 

Geral após a 8ª Etapa

1º LOEB Sébastien (FRA), Peugeot 3008 DKR Maxi, 21:10:16

2º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR, a 1:08:41

3º MENZIES Bryce (USA), Mini John Cooper Works Rally, a 01:42:32

4º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR, a 03:41:30 (nota: 7º “Auto”)

5º ALRAJHI Yazeed (SA), Mini John Cooper Works Rally, a 05:25:26  a200 Copya201 Copya202 Copya203 Copy

 

TT NO BRASIL

 

Começa nesta sexta (14) a programação do Rally de Inverno, em São Manuel (SP)

Competidores encaram, a partir de sábado, roteiro inédito com mais de 200 quilômetros de Especiais, em cada dia de prova

Agora falta pouco para a largada do Rally de Inverno, cuja programação tem início nesta sexta-feira (14), com as vistorias técnicas e briefing para os competidores, em São Manuel, no interior de São Paulo. Com roteiro inédito e organizado por Henrique Arena, a prova atrai pilotos e navegadores de vários estados do País e soma pontos para importantes campeonatos. Para motos, quadriciclos e UTVs será a 7ª e 8ª etapas da temporada, válida para o Campeonato Brasileiro de Rally Baja. A expectativa dos competidores é grande para os dois dias de disputa.

Para Ramon Sacilotti de São José dos Campos/SP, um dos pilotos mais experientes nas motos e que nesta temporada compete de Kawasaki KX 450F, a prova será bastante técnica. “A expectativa é sempre boa, a prova acontece numa região muito boa de acelerar e as especiais são sempre prazerosas, meu objetivo é a vitória mas sem correr riscos desnecessários já que estamos próximos ao Rally dos Sertões”, afirma o piloto hexacampeão brasileiro de rally, que fez uma preparação específica para as provas de Rally Baja, ela é mais leve e mais potente que as motos usadas no Rally Cross Country.

Na categoria quadriciclos a expectativa também não é diferente. Bicampeão Brasileiro (2015/2016) e, atualmente líder no campeonato, Jérémy Dubois não vê a hora de acelerar. “A expectativa dessa prova é boa, essa região de São Manuel é interessante e gostosa para andar”, destaca o piloto nascido na França e que mora em Taubaté/SP.

Quem confirmou também presença no grid é Guilherme Cysne que disputa pela categoria UTV PRÓ. " A expectativa é grande, pois é uma prova muito divertida de andar e para a modalidade baja é uma quilometragem muito legal. Será a nossa segunda prova com o Can-Am Maverick X3 e a terceira que corremos. Por isso, o objetivo é de me adaptar bem ao carro e andar perto dos ponteiros da categoria!”, garante o piloto de São Paulo (SP).

A prova – O roteiro terá 208,42 quilômetros de trechos cronometrados em duas voltas de 104,21 quilômetros. O abastecimento será no quilômetro 67,84, cronômetro fechado, para os dois dias de prova. O mesmo percurso será percorrido no domingo (16). O parque de apoio para as equipes, assim como o briefing e secretaria de prova, serão no Recinto Mário Covas, localizado na Rua Plínio Aristides Targa, 419, São Manuel/SP. A cerimônia de premiação será na Churrascaria Portal Gaúcho, na Avenida José Horácio Mellão, 345, no Centro, em São Manuel/SP.

As inscrições continuam abertas no site oficial www.arenaenduro.com.br.

O I Rally de Inverno será válido pela 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja e para a 1ª etapa do Campeonato Paulista de Rally Cross Country, com supervisão da CBM - Confederação Brasileira de Motociclismo, e da FASP - Federação de Automobilismo de São Paulo. A prova conta com o patrocínio da Can-Am, e é uma realização da Prefeitura Municipal de São Manuel e Atena Promoções e Eventos, através da Diretoria de Esportes e Turismo. 

PROGRAMAÇÃO – RALLY DE INVERNO

 

Ficha técnica

DI - 24,80 km

TE - 208,46 km (duas voltas de 104,23 km)

DF - 24,50 km

Abastecimento: km 74,50

Total: 257,76 km

14/07 – Sexta feira

08h00 – Abertura da área de box

13h30 às 18h30 – Secretaria de Prova
Recinto Mário Covas, localizado na Rua Plínio Aristides Targa, 419.
São Manuel/SP.

14h00 às 19h00 – Recinto Mário Covas
Vistoria Motos, Quadris e UTVs
Local: Recinto Mário Covas

15/07 – Sábado – 1ª Prova
08h00 às 8h30 – Secretaria de Prova - Recinto Mário Covas
08h00 às 8h30 – Vistoria motos, quadris, UTVs - Recinto Mário Covas
09h20 – Largada 1ª Moto no parque de apoio - Recinto Mário Covas
10h00 – Largada 1ª Moto na especial
13h00 – Largada 1º Moto para 2ª volta na especial

19h30 – Briefing

16/07 – Domingo – 2ª Prova
08h20 – Largada 1ª Moto no parque de apoio Recinto Mário Covas
09h00 – Largada 1ª Moto na especial.
14h30 – Premiação

Local: Churrascaria Portal Gaúcho

Avenida José Horácio Mellão, 345 – Centro – São Manuel/SP

 

Pilotos irão em busca do título da prova (Gustavo Epifanio/DFotos)

Pilotos irão em busca do título da prova (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

Serão dois dias de disputas em São Manuel (Doni Castilho/DFotos)

Serão dois dias de disputas em São Manuel (Doni Castilho/DFotos)
Alta  | Web

O Rally de Inverno é válido para a 7a. e 8a. etapas do Camp. Bras. de Rally Baja (Luciano Santos/DFotos)

O Rally de Inverno é válido para a 7a. e 8a. etapas do Camp. Bras. de Rally Baja (Luciano Santos/DFotos)
Alta  | Web

 

WTCC 2017 - ARGENTINA

 

POST-QUALIFYING/POST-WTCC MAC3 PRESS CONFERENCE

FIA WTCC Race of Argentina, 14-16 July 2017
FIA World Touring Car Championship 2017, Rounds 11 and 12 of 20

Briefing Room, Circuito Termas de Río Hondo, 16h45, 15 July

Present:
Nicky Catsburg, Polestar Cyan Racing, DHL Pole Position winner
Norbert Michelisz, Castrol Honda World Touring Car Team, second position
Tiago Monteiro, Castrol Honda World Touring Car Team, third position
Esteban Guerrieri, Campos Racing, fastest in WTCC Trophy
Néstor Girolami, Polestar Cyan Racing
Alexander Murdzevski Schedvin, Team Volvo Polestar, WTCC MAC3 winner representative

Q:
DHL pole position number two of your WTCC career making you the fifth different driver to qualify on pole this year. Congratulations for that but what a spectacular finish to your lap that was?

NC:
The lap was definitely good. The whole day went very well already in FP1 and FP2. We noticed we were quite fast. We made small improvements to the car and the team did a really good job with that, which showed in qualifying although it wasn’t easy, not at all. Q3 the lap was close to being the fastest that we could do. The last corner was obviously spectacular to go onto the grass, which meant we gained a little bit of time there but I’m happy with pole position.

Q:
And by qualifying on pole that’s five important points for the championship. What are your thoughts on that having closed up to the top two drivers?

NC:
That’s very nice. The championship is so close and every point counts. Five points for qualifying is really good for me. After that we scored many points compared to Honda in MAC3 so so far the weekend is perfect us. But now we just need to do it for another day tomorrow and hopefully win some races.

Q:
After taking pole for the last two events you didn’t quite make it to the front this time. Talk us through your lap?

NM:
The lap in Q3 was okay. We were struggling with the brakes so we had to change discs and pads before Q3 and I wasn’t really confident braking for Turn 5 and braking for the last corner. In the end even the perfect lap it would have been difficult to beat Nicky. In the end for me that was the maximum today. I was really looking forward to maybe be three times in a row on pole but it was not really supposed to be like that. Anyway congratulations to the team because they did an amazing job. The car felt really good from the first moment of Free Practice 1 and I was really happy for Tiago finishing on third because it’s important points of the championship. Of course congrats to Nicky and Volvo as well.

Q:
Turning next to Tiago Monteiro. You’ve obviously missed out on pole position here but you’ve extended your lead in the world championship. Does that make up in some way for not being on pole here?

TM:
It doesn’t make up for pole position because pole is pole and that was my aim to get it. I knew it was going to be tough but we thought we had the car, we were strong and very close to the Volvos all weekend so far. You need to nail a perfect lap, which I didn’t do. It was a good lap but I got a bit greedy in the last sector maybe and didn’t quite make it in the last sector. But it was still an okay lap, P3 is my best qualifying here, even though I’ve had good results I was never strong in qualifying here so much better of course. Norbi was fast all weekend again and it’s great to have two Honda cars on the first two rows. For the weekend it’s quite positive. We’re good on race pace and, again, today’s points are important but small and hopefully tomorrow we can score some good ones.

Q:
Turning next to Alexander Murdzevski Schedvin, Head of Motorsport at Polestar. Another WTCC MAC3 win here, the fifth of the season. What does that say about the performance of your cars and the effectiveness of your operation?

AMS:
In motorsport the closest you can come to a team effort is really the MAC3 concept and it started with a lot of hard work in the Free Practice sessions. That led to our pole position and finally to the MAC3 win, especially to Bebu [Girolami] who is our secret weapon on this track doing a lot of additional work, which is not so evident because everybody is looking at his result alone. But he’s doing a great job for the team as you can see from the job we’ve done today. We’re really happy about the promise of the team and to do well on this track… we really like being in this area with a lot of local effort put in behind the race. Two weeks ago we were with Tiago in Portugal, which was completely amazing and you think you cannot top it. But you come to Termas de Río Hondo after 36 hours in the plane. You wonder why is the world so big but when you finally land you meet all these people who are living and breathing this race weekend. It’s absolutely worth it and we’re happy that Bebu and his team-mates could bring some joy today.

Q:
And just a quick word on Nicky’s pole lap. What were you thinking when you saw him crossing the line on the grass?

AMS:
Well the WTCC organisation has criticised us a little bit for being very Swedish and very holding back on our emotions. Obviously we tried to step it up a little bit. We didn’t really manage to do our original plan of a 360 but it was good enough for TV. No, it was a very exciting last corner and good enough that he had already passed the finish line before he went for some fairway driving. It was extremely exciting and for us, in our second year in the championship, this was the closest qualifying we’ve been through so far so we’re really happy with the pole.

Q:
Turning next to Esteban Guerrieri, fastest WTCC Trophy and for the second year running punching above your weight by making it through to Q3 as a privateer. Are you satisfied with how well you’ve done today?

EG:
From my side it was a quite positive Saturday. When I come to my home race I want to be 100 per cent and when you are in Q3 try to go for pole. Finishing fourth is not the best because I am starting fourth and seventh for tomorrow. But it was the goal to go for everything rather than trying to finish P10. I couldn’t imagine doing that racing here in Termas. Also the car had a good potential, we were P2 this morning and we knew probably the Volvos were very strong with Nicky. For us this race is quite clear to understand how we are standing. It’s quite clear to see Volvo and Honda are really strong and have improved from last year. Our competition last year was Citroën – we were similar on times but this year we were half a second quicker. Even though my times are slower than last year, probably seven or eight tenths but the track is different and I was talking with Norbert that there is a difference in the track somehow. I also didn’t feel good on the braking, my braking performance was not there compared to last year when looking at the data. Overall I’m very thankful to the Campos guy for putting it all together with a very limited budget. We are doing so far so good and we will see tomorrow what happens in the race. Obviously they are battling for the championship and we are there to see what is going on so it will be an interesting one.

Q:
Turning to Néstor finally, despite your best efforts it wasn’t quite enough for Q3. Just explain your lap if you could?

NG:
In my case it was a good lap but not enough to be in Q3. We struggled again with the front grip, we have a vibration as in Portugal. A little bit less but we couldn’t find the problem so we need to push hard. The team did a fantastic job to find the problem but still the problem is there. We don’t know what’s going on but we will try of course to sort the problem for tomorrow and be competitive because we need to be competitive as a team. I need to help the team win both championships so I am really looking forward to finding the problem and being competitive. I know really well the track, everything is fine, I feel the support and I am sure we will find the problem and maybe we can be in the podium tomorrow.

 

WTCC Race of Argentina post-qualifying press conference.jpg

 

WTCC 2017 - ARGENTINA

 

WTCC 2017

Two Hondas in top three in Argentina qualifying

alt WTCC Race of Argentina

Autódromo Termas De Río Hondo, Argentina
alt

Honda claimed two of the top three spots on the grid for tomorrow’s FIA World Touring Car Championship Race of Argentina thanks to extremely strong performances by Norbert Michelisz and Tiago Monteiro.

Both drivers were among the quickest in the first two sections of qualifying and progressed to the single-lap Q3 shoot-out that decides the Main Race starting grid.

Championship leader Tiago took his Honda Civic WTCC around the 4.8km Autodromo Termas de Rio Hondo in a time good enough for third on the grid – his best starting spot in five visits to the event.

Castrol Honda World Touring Car Team-mate Norbert was even faster and secured second place; his third successive front-row start in 2017 to add to the pole positions he secured in Germany and Portugal recently.

Tiago and Norbert will start the Opening Race seventh and eighth on the partially-reversed grid.

Norbert’s bonus points cut his deficit to the Championship lead from 27 to 25 while Tiago’s extra score means he has a slightly increased six-point advantage at the head of the standings before tomorrow’s races begin.

Ryo Michigami turned a challenging day into a good one with a history-making qualifying effort.

After suffering an engine issue in FP2, his participation in qualifying was in doubt. But a sensational job by the JAS Motorsport mechanics to change the powerplant in double-quick time was followed by a superb ninth place in qualifying; the best result ever achieved by a Japanese driver in the WTCC.

His achievement should also have placed him second on the partially-reversed Opening Race grid, but the penalty incurred for his engine change means he will instead start from the back. His Main Race starting position is unaffected.

Honda later secured second place in the sixth MAC3 event of the year, hampered by a boost issue on Ryo’s car that had restricted him to a total of three laps in qualifying.

Norbert Michelisz

Norbert Michelisz 5

“Second place was the maximum that was achievable today. The team has done a fantastic job to make the car excellent from the first lap of FP1, but we had a little issue with the brakes that meant we had to change the discs and pads between Q2 and Q3 and this maybe had an effect on the performance. Second is still a very good place to start from and gives me some very important bonus points for the championship.”

- Castrol Honda WTCC
Tiago Monteiro

Tiago Monteiro 18

“I thought pole position was possible today so it’s a little disappointing not to get it. I’ve had a fantastic car today, but you still need to nail a perfect lap to take a pole position in the WTCC and I didn’t do this because I was a bit greedy in the final sector and asked for a bit more than was possible. But third place is still my best grid position in Argentina since we’ve been coming here, so that’s an improvement and puts me in a very good position tomorrow, when I know the Honda’s race pace will be very strong.”

- Castrol Honda WTCC
Ryo Michigami

Ryo Michigami 34

“It’s been a very mixed day for me. On the one hand, I’m very pleased to qualify ninth – my best in the WTCC – especially as I didn’t get much opportunity to learn the circuit in FP1 with the red flags or FP2 with the engine issue. Without the engine-change penalty I’d be starting from the front row in the Opening Race, which would have been great, but I know that I can go forwards from my grid positions in both races as long as I can have a trouble-free day – and some good luck.”

- Honda Racing Team JAS
Alessandro Mariani

Alessandro Mariani

Team Principal

“With the pace we’d shown in practice, the targets this afternoon were a car on each of the first two rows, which we achieved; and pole position, which we didn’t, but probably should have, and missing pole is a bit of a disappointment given the circumstances at the end of Q3. Norbi and Tiago have driven very well today and I’m also pleased for Ryo, who showed excellent pace despite not knowing the circuit, losing a lot of track time and having some issues with his car. Tomorrow we aim to win and strengthen our points position.”

- Castrol Honda WTCC
Ryuichi Furukawa

Ryuichi Furukawa

Large Project Leader WTCC Development, Honda R&D

“We’ve shown very strong pace in qualifying with Norbi and Tiago, although we aimed for a one-two. Ryo has also been strong too. He does not know the circuit and lost a lot of track time in practice and qualifying, so his Q1 lap especially was very strong. We changed his engine after FP2 because of an oil-feed issue and then had a boost-pressure issue in qualifying, which we thought we’d fixed in Q1, but which returned for Q2 and MAC3 unfortunately. Our race pace is always strong and we aim to win tomorrow.”

- Castrol Honda WTCC

 

FERODO QUEIMADO - JANTAR

 

Olá Amigo e Tertúlianos

Quinta Feira vamos receber, à boa maneira do Ferodo, os nossos Heróis que mais uma vez conquistaram mais alto lugar do pódio por equipas no duro Rainha Santa.

Tambem teremos tempo para se fazer a “Ressaca” do Evento Anual da Tertúlia – a Rota do Cante, e ainda ouvirmos entre outras, as “Histórias” das vitorias e pódios Tertúlianos desde o Rallye da Madeira, SPA, Provas do Slalom Clube de Portugal, ACC, Bajas TT.

Assim, vamo-nos juntar no repasto Habitual, no local habitual e à hora habitual, só não é habitual a data que desta feita é no dia 20 de Junho (Quinta-feira).

Lá vos esperamos no Rest. Té-JÁ no Jardim das Portas do Sol em Santarém, mas só depois de confirmarem atempadamente (até 18/7) e pelas vias habituais a presença.

"Abreijos" da

Camelaria

 

WTCC 2017 - ARGENTINA

 

TEAM VOLVO POLESTAR LANDS WTCC MAC3 SUCCESS

WTCC MAC3 REPORT: FIA WTCC Race of Argentina, 14-16 July 2017
FIA World Touring Car Championship 2017, Rounds 11 and 12 of 20

*More Manufacturers Against the Clock cheer for top trio
*Girolami receives praise for tireless contribution
*Michgiami turbo boost issue hits Honda hopes

Thed Björk, Nicky Catsburg and Néstor Girolami combined to give Team Volvo Polestar its fifth Manufacturers Against the Clock victory of 2017 to claim 12 more points in its bid to win the FIA World Touring Car Championship for makes.

In the Tour de France-inspired time trial, they beat the Team Honda line-up of Norbert Michelisz, Ryo Michigami and Tiago Monteiro over two laps of the the 4.806-kilometre Circuito Termas de Río Hondo although a turbo boost issue for Michigami meant it wasn’t the usual close fight.

Afterwards, Alexander Murdzevski Schedvin, Head of Motorsport at Polestar, singled out home hero Girolami for particular praise.

“In motorsport the closest you can come to a team effort is really the MAC3 concept and it started with a lot of hard work in the Free Practice sessions,” he said. “That led to our pole position and MAC3 win. Bebu [Girolami] is our secret weapon on this track doing a lot of additional work, which is not so evident because everybody is looking at his result alone. But he’s doing a great job for the team as you can see from the job we’ve done today. We’re really happy about the promise of the team and to do well on this track.”

Ryuchi Furukawa, Large Project Leader WTCC Development, Honda R&D, said: “We’ve shown very strong pace in qualifying with Norbi and Tiago, although we aimed for a one-two. Ryo has also been strong too. He does not know the circuit and lost a lot of track time in practice and qualifying, so his Q1 lap especially was very strong. We changed his engine after FP2 because of an oil-feed issue and then had a boost-pressure issue in qualifying, which we thought we’d fixed in Q1, but which returned for Q2 and MAC3 unfortunately.”

 

WTCC MAC3 Team Volvo Polestar.jpg WTCC MAC3 Team Volvo Polestar drivers.jpg WTCC MAC3 Team Honda.jpg

 

JOÃO NOVO DE FIO A PAVIO EM VILA REAL

 

LEGEND´S CUP – CIRCUITO DE VILA REAL

 

JOÃO NOVO DE FIO A PAVIO EM VILA REAL

 

Uma vez mais o Ford SiRera RS 500 Cosworth de João Novo dominou tudo e todos no passado fim de semana no circuito de Vila Real, prova a contar para o calendário da Legend´s Cup.Com mais estas duas brilhantes vitórias, João Novo deu mais um passo sigificativo na obtenção do titulo.

 

João Novo desde o principio que se mostrou que estava ali para ganhar, e assim logo na sessão de treinos livres faria o melhor tempo com 2.13.769, para logo na sessão de treinos cronometrados ser batido pelo Mercedes de Vasco Barros.Mesmo assim João Novo faria o seu melhor tempo em 2.19.145.

 

Na 1ª corrida, João Novo impôs a sua autoridade, ainda teve a oposição por parte do Mercedes de Vasco Barros nas primeiras voltas, mas depois conseguiu desembaraçar-se do seu adversário, e depois foi fazer a prova até final, onde viu a bandeira de xadrez.A mesma situação sucedeu na 2ª corrida, onde voltou a vencer de forma determinada e brilhante.Por isso depois de ter ido ao pódio receber mais uns troféus dizia-nos “ correu muito bem, o carro esteve impecável,os resultados estão à vista.Na realidade no inicio tive a oposição do Mercedes do Vasco Barros, mas depois foi fazer a minha corrida calmamente, gerir a mesma, e cortar a linha de chegada”.

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL

 

1ª Corrida

 

1º JOÃO NOVO – FORD SIERRA RS 500 COSWORTH

2º Pedro Alves – Citroen Saxo

3º Paulo Mendes – Citroen Saxo

4º Paulo Sousa – BMW E 36

5º José Meireles – Toyota Carina E

 

2ª Corrida

 

1º JOÃO NOVO – FORD SIERRA RS 500 COSWORTH

2º Pedro Alves – Citroen Saxo

3º Paulo Mendes – Citroen Saxo

4º Paulo Sousa – BMW E 36

5º Nuno Figueiredo – Volvo 850 Estate

 FOX 8721_Copy

 

RALI VILA NOVA DE FAMALICÃO

 

RALI DE V.N.FAMALICÃO

 

 

Lista de Inscritos Provisória
Licença Concorrente/Condutor Licença Navegador Licença Viatura G C 17206 Ademar Pereira 17206 João Sousa   Subaru Impreza X3 14 17372 Alexandre Bouça 17372 Hugo Bouça    Citroen AX     15789 Altino da Silva 15789 Nuno Gomes 15788 Opel Corsa X1 8    André Cabeças          Ilberino Santos        Mitsubishi Evo VIII     13314 André Moreira 13314     Citroen Saxo X1 9   André Oliveira   Rui Raimundo   Peugeot 206 GTI         António Ramos     Pedro Sardinha        Citroen Saxo     17658 Augusto Costa 17658 Susana Silva 17659 Skoda Fabia RS X4 15   Bruno Costa   José Janela   Mitsubishi Evo VI     16728 Bruno Leão 16728 Daniel Silva 16729 BMW E30 X2 11 16334 Bruno Silva 16334 Luís Pinheiro 17904 Opel Astra GSI X2 10 18233 Capela Morais 18233 António Vieira    Skoda Fabia RS TDI     13466 Carlos Figueiredo 13466  Armando Figueiredo 13118  Nissan Micra      16922 Carlos Gonçalves     16922 Afonso Gonçalves 14606 Fiat Punto X1  8      Carlos Pereira         Jorge Lopes         Mitsubishi Colt         18900 Casimiro Costa 18900      André Bastos 18901 Peugeot 306 GTI   X2 15509 Celso Moura 15509 Ludgero Leal 15511 Peugeot 205 Maxi X1 9 14711 Cláudio Ornelas 14711 Miguel Castro 14712 Mitsubishi Evo III X3 14   Cláudio Santos    Sérgio Santos   Mini 1000 X1 8 18557 Daniel Silva 18557 Pedro Monteiro 18558 Renault Clio RS X2  10    Edgar Reis   Márcio Moreira   Porsche 997 GT3     16188 Edgar Reis 16188 Márcio Moreira 19198 Porsche 997 GT3      14888 Fábio Paço     14888 Pedro Moura 14889 Fiat Punto X2  10  14831 Fernando Azevedo 14831 Mário Alves  14831 Peugeot 205GTI           Fernando Freitas   Diogo Freitas   Fiat Punto     17864 Fernando Gomes 17864 Paulo Ferreira 14227 Ford Escort RS     17552 Fernando Moreira 17552 Pedro Ramos 14764 Renault Megane X1 9   Fernando Santos   Nuno Alves   Seat Ibiza     17868 Filipe Moreira 17868 Nuno Costa 13751 BMW E36 M3     17952 Filipe Silva 17952 Ana Silva    Mitsubishi Evo VI     14210 Flávio Correia 14210 Cátia Esteves 15148 Citroen AX GTI X1 9 17152 Francisco Azevedo 17152 Diogo Matos 17153 Peugeot 205 GTI X2 10  13883 Francisco Rebelo 13883  Isabel Gonçalves 17147  Fiat Punto HGT X2  10    Gil Costa   Guilherme Coelho   Citroen Saxo X1 9 17946 Hélder Silva 17946 Rui Moreira      17945 BMW M3 E36       Henrique Mendes   Pedro Santana 17774 Nissan Micra X1 8
 
 
 
  Herculano Pereira   Jorge Queirós   Opel Kadett GTE       Hugo Duarte   André Félix   Citroen Saxo X1 9   Jacinto Torres    Nuno Carvalhosa  15991  Mitsubishi Evo VI  X3  14  17568 Joana Barbosa 17568 Sofia Mouta 17867 Ford Fiesta R2T         João Marques   Marco Vilas Boas   Citroen C2 X1 9 13868 João Pedro Sousa 13868 Jéssica Pereira        Renault Megane  X2 10   Joaquim Costa   José Costa   Ford Escort       Joaquim Maia   Filipa Azevedo 13851 Ford Fiesta MK1       Jorge Martins   João Gomes   Subaru Impreza       Jorge Rodrigues       Subaru ImprezaWRX     18217 José Batista 18217 Domingos Couto 18216 Peugeot 206     17896 José Carvalho 17896 Nuno Monteiro   Honda Civic       José Carvalho       Leandro Parreira 17798  Peugeot 106 GTI     18808 José Costa 18808 Tiago Ferreira 13920 Nissan Micra 1.3 S X1 8 17547  José Costa 17547  Miguel Silva 17546  Citroen Saxo     17782 José Freitas 17782 Diogo Freitas 14100 Opel 1204             José Lima             Ricardo Moreira             BMW E30     13877 José Rodrigues 13877      Hélder Faustino     13878 Peugeot 206     13877 José Rodrigues 13877 Hérder Faustino 13878 Peugeot 206     18044 José Sousa 18044 Tiago Azevedo 18045 Peugeot 206 GTI X1 9 17242 José Sousa 17242      Bruno Santos      15565 Peugeot 106 X1 8 13742 José Veiga 13742 José Nóvoa 17783 BMW 323I     11993 Júlio Santos 11993 Paulo Neto 11738 Peugeot 106 X1 8     Lucas Simões      Simplício Gonçalves  15254 Renault Megane RS X2 12 16344 Luís Couto 16344 Ana Oliveira 16345 Citroen Saxo Cup X1 9 18398 Luís Delgado 18398 André Carvalho 16137  Citroen C2 S1600 X5 16 14827 Manuel Azevedo 14827 Luís Alemão  17865 BMW 1602     14827 Manuel Azevedo 14827 Luís Alemão  17865 BMW 1602     17150 Manuel Pereira 17150 André Gaspar   BMW 323 TDI     15635 Manuel Teixeira 15635 João Costa     Citroen Saxo X1 9   Márcio Pereira   Patrícia Pereira   Renault Megane X2 10 18989 Marco Ferreira 18989 Marco Gomes 16516 Citroen AX GTI X1 9 15473 Mário Castro 15473 Ricardo Cunha 18860 Ford Fiesta P2 3   Mário Pereira   Patrícia Pereira   Peugeot 106 X1 9 11830 Marta Neves 11830      Telmo Campos            Citroen Saxo     15860 Miguel Carvalho 15860 Paulo Lopes 15862 Citroen C2 R2 Max X1 9 15173 Moisés Teixeira  15172 Serafim Carvalho 15172 Peugeot 206 GTI     X1 9   Narciso Silva   Pedro Lopes   Citroen AX     16545   Nuno Boavida 16544  Jorge Azevedo   Renault Megane N4 X5 16  13414 Nuno Carvalho 13414 Sérgio Carvalho 13832 Honda Civic X1 9
 
 
 
    18707 Nuno Gomes 18707  José Gomes   BMW 325 IX X3  13  14974 Nuno Ribeiro 14974 José Silva 14976  Subaru Impreza     17342 Nuno Rodrigues 17342 Ricardo Sousa 8590 Volkswagen Polo     18985 Pedro Almeida 18985       Nuno Almeida    18984 Renault Clio R3 X1 5 16923 Pedro Monteiro 16923 Sofia Dias 14102 Peugeot 106 X1 8         Pedro Serôdio     Fernando Sousa      Peugeot 206 X1 9   Ricardo Azevedo   Marco Campos   Peugeot 205 Rallye X1  8 15664 Ricardo Costa 15664 Sérgio Rocha 15665 Peugeot 206 S1600     17198 Ricardo Ferrão 17198 Cláudia Martins 17199 Opel Corsa A X2 10 16091 Rodrigo Campos 16091 Isaac Pedroso   Fiat Uno     17470 Rui Pinheiro 17470 Hugo Gonçalves       BMW M3     14794 Rui Rolha 14794 Eugénia Gomes   Citroen AX GTI     16608 Sérgio Ramalho 16608 Fernando Ramalho 16607 Ford Fiesta XR2     13553 Telmo Costa 13553 Bruno Pinheiro   Citroen Xara     17022 Vera Cardoso 17022 Tânia Machado 13752 Fiat Uno X1 8 18534 Victor Azevedo 18534 Vítor Silva 17553 Peugeot 206 S1600           Vítor Dias         Fábio Ferreira               Citroen AX GTI       Vítor Gomes   Jorge Moreira   Opel Kadett GSI X2 10

 

WTCC 2017 - ARGENTINA

 

CATSBURG POWERSLIDES TO ARGENTINA WTCC POLE

QUALIFYING REPORT: FIA WTCC Race of Argentina, 14-16 July 2017
FIA World Touring Car Championship 2017, Rounds 11 and 12 of 20

*Dramatic charge earns Volvo Polestar man top spot in qualifying
*Title leader Monteiro boosts championship bid with P3 for Honda
*Home WTCC Trophy hero Guerrieri charges to Q3 shootout spot

Nicky Catsburg won a dramatic battle for the DHL Pole Position at FIA WTCC Race of Argentina this afternoon, crossing the timing beam as he took to the grass in a dramatic final-turn powerslide.

Driving a Volvo S60 Polestar, Catsburg was the last of five drivers to hunt down pole in the Qualifying Q3 shootout and gave it all to beat Norbert Michelisz (Honda Civic WTCC) by 0.184s in a thrilling conclusion to qualifying around the 4.806-kilometre Circuito Termas de Río Hondo.

It was the second top spot of the Dutchman’s WTCC career and makes him the fifth different racer to qualify at the front in 2017, such is the wide-open nature of this year’s World Touring Car Championship.

“The lap was definitely good,” said Catsburg, whose previous pole was in Russia last season. “The whole day went very well already in FP1 and FP2, noticing we were quite fast. We made small improvements to the car and the team did a really good job with that, which showed in qualifying although it wasn’t easy, not at all. The lap was close to being the fastest we could do. The last corner was spectacular to go onto the grass when we kept pushing, which made the difference and I’m very happy with pole position and the five points I get for the championship, which is very close.”

Michelisz said: “Second place was the maximum that was achievable today. The team has done a fantastic job to make the car excellent from the first lap of FP1, but we had a little issue with the brakes that meant we had to change the discs and pads between Q2 and Q3 and this maybe had an effect on the performance. Second is still a very good place to start from and gives me some very important bonus points for the championship.”

Tiago Monteiro took three bonus points for going third quickest, which extends his title advantage to six points over Thed Björk, who was fifth fastest, one place behind Argentine ace and leading WTCC Trophy contender Esteban Guerrieri.

Home hero Néstor Girolami, Mehdi Bennani, Tom Chilton, Ryo Michigami, Yann Ehrlacher, John Filippi and Tom Coronel all made it through to Q2 but the session ended at the Q1 phase for Rob Huff, Dániel Nagy, WTCC newcomer Zsolt Dávid Szabó and Kevin Gleason.

Huff’s early elimination was a shock with the former world champion blaming a lock-up – which flat-spotted his tyres ahead of his final run – for losing out. By finishing Q2 in P10, Ehrlacher will start Sunday’s Opening Race from the reverse-grid pole, a WTCC career first for the RC Motorsport driver, nephew of four-time world champion Yvan Muller.

WTCC Race of Argentina features two races on Sunday, the shorter Opening Race and the longer Main Race, which awards more championship points. The 11-lap Opening Race is scheduled to start at 15h00 local time with the Main Race, which takes place over 13 laps, from 16h15. In addition to extensive live global TV coverage the event will enjoy substantial live airtime on FOX Sports Latin America and free-to-air channels TVPA and Canal 12.

 

WTCC Nicky Catsburg DHL Pole Position Award winner.jpg WTCC Nicky Catsburg.jpg WTCC Norbert Michelisz.jpg
WTCC Tiago Monteiro.jpg WTCC Esteban Guerrieri.jpg WTCC Yann Ehrlacher.jpg

 

TT NO BRASIL

 

Piloto da Território Motorsport encara a prova de São Manuel, no interior paulista. Após vencer de ponta a ponta o Rally Cuesta Off-Road, Piano está em 2º no UTV Pró e em 3º na classificação geral dos UTVs

Neste sábado e domingo, 15 e 16, a poeira vai levantar em São Manoel, no interior de São Paulo, onde serão disputadas as 7ª e 8ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja. Vice-líder na categoria UTV Pró, Edu Piano, da equipe Território Motorsport, vai em busca de mais pontos para o ranking nacional, no qual ocupa a terceira posição na geral dos UTVs.

Veterano e com títulos de peso durante mais de duas décadas de competições no Rally Cross Country, o paulista já competiu nos carros, nos caminhões e, no ano passado, resolveu encarar um novo desafio e pilotar os velozes UTVs. Desde que estreou no Brasileiro de Rally Baja, no Rally de Barretos, em março, Piano vem garantindo alguns pódios. Em maio, foi Campeão na geral dos UTVs do Rally Cuesta Off-Road e está satisfeito com os ajustes e desempenho que o seu Can-Am Maverick X3 RS em alcançando.

“Teremos mais de 400 quilômetros de prova neste fim de semana, que prometem ser bem prazerosos. A expectativa é completar bem a prova e tentar manter ou melhorar a classificação no campeonato, que está bem competitivo”, diz Piano, paulistano que reside em Tatuí (SP).

O Rally de Inverno terá 208 quilômetros de trechos cronometrados em cada dia e contará ainda com as categorias motos e quadriciclos. Os competidores encaram variações de terrenos, com trechos arenosos, saltos e trechos que garantirão alta velocidade. O parque de apoio da prova e briefing estão localizados no Recinto Mário Covas (rua Plínio Aristides Targa, 419, São Manuel/SP).

Pela primeira vez em 20 anos, o piloto ainda não confirmou sua presença no grid da 25ª edição do Rally dos Sertões, prova na qual foi sete vezes campeão – um na geral dos carros e mais seis nos caminhões – que acontecerá em agosto. “Nosso objetivo é ir e vamos definir nos próximos dias, por isso, essa prova de São Manuel é para se fazer com a cabeça, pois estamos a pouco mais de 30 dias da largada do Sertões e não pode acontecer nada com o veículo neste fim de semana”, finaliza Piano.

Para acompanhar as notícias do piloto da Território Motorsport, que tem sede em Tatuí (SP):  site www.territoriomotorsport.com.br, facebook: Território Motorsport.  Edu Piano tem patrocínio da Território Motorsport e apoio da Garrett.

Classificação Campeonato Brasileiro de Rally Baja 2017

Categoria UTV Pró (cinco primeiros)
1 BRUNO VARELA -  135 pontos
2 EDU PIANO -  111 pontos
3 RODRIGO VARELA -  110 pontos
4 GUSTAVO LAPERTOSA -  101 pontos
5 DENISIO CASARINI FILHO – 89 pontos

Programação Rally de Inverno (São Manoel/ SP)

15/07 – Sábado – 1ª Prova
9h20 – Largada 1ª Moto no parque de apoio - Recinto Mário Covas
10h – Largada 1ª Moto na especial
13h – Largada 1º Moto para 2ª volta na especial
19h30 – Briefing

16/07 – Domingo – 2ª Prova
8h20 – Largada 1ª Moto no parque de apoio Recinto Mário Covas
9h – Largada 1ª Moto na especial.
14h30 – Premiação
Local: Churrascaria Portal Gaúcho (Av. José Horácio Mellão, 345 – Centro – São Manuel/SP)

 

RUI GONÇALO COM MAGRA RECOMPENSA

 

LEGEND´S CUP – CIRCUITO DE VILA REAL

 

 

 

 

 

RUI GONÇALO COM MAGRA RECOMPENSA EM VILA REAL

 

Não haja duvida que esta época está a ser difícil para Rui Gonçalo, que uma vez mais teve problemas no passado fim de semana no circuito de Vila Real, sendo obrigado a desistir na 1ª corrida, depois dum “encontro imediato” com o Citroen Saxo de Emanuel Camilo. Mas na 2ª corrida acabaria por ver a bandeira de xadrez na 11^posição á geral.

 

Mas a verdade, é que na sessão de  treinos livres, Rui Gonçalo teve como objetivo sentir o estado do seu BMW M3 e do próprio traçado da pista pelo que rodou com alguma cautela tendo obtido  o 13º melhor tempo com 2.31.240. A aposta passava por “ atacar” nos treinos cronometrados  mas logo na segunda volta começou a ter problemas elétricos que originavam falhas no motor e perda de rendimento, sendo obrigado a desistir à entrada para a terceira volta, por esse motivo a única volta cronometrada foi  feita  em 2.29.459.

Na 1ª corrida e numa altura que recuperava posições seria o incidente com o Citroen saxo, a obrigar à desistência. Para a segunda corrida e mais determinado do que nunca em ver a bandeira de xadrez, encetou desde logo o ataque para recuperar posições pois saiu da grelha na 37º posição e terminou na 11º posição conseguindo  assim recolher os primeiros pontos para o campeonato.

 

No final, depois de sair do parque fechado, Rui Gonçalo começou por nos dizer “  foi na realidade uma magra recompensa, perante todo o esforço de todos. O carro esteve bem, tive aquele pequeno incidente de corrida, agora há que pensar já na próxima prova, e partir à procura de melhores resultados “, disse-nos.

 FOX 8742_Copy

 

TT NO BRASIL

 

Cassol e Lélio Jr estão em contagem regressiva para os Sertões 25 anos

Há 40 dias da largada para a mais longa prova de rali do país, dupla goiana ajusta últimos detalhes do veículo protótipo preparado pela MEM Motorsports

A dupla goiana formada por Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior, da equipe ACL Rally, já está em contagem regressiva e nas preparações finais para a sua participação na 25ª edição do Rally dos Sertões. Piloto e navegador vão se aventurar no protótipo, preparado pela MEM Motorsports, durante os 3.344 quilômetros de trilhas, entre a largada em Goiânia (GO), em 19 de agosto, e a chegada em Bonito (MS), no dia 26.

Em sua quinta participação nos Sertões, Rafael Cassol espera por surpresas durante o percurso. “Será inusitado, no mínimo, mas estamos preparados. Este ano, temos um motor v8, com câmbio sequencial e amortecedores importados, o que, teoricamente, nos equipara aos carros FIA. As mudanças no ‘power train’, realizadas no início do ano, foram validadas em algumas provas do brasileiro. Fizemos um treino rápido com este carro e temos outro treino agendado para o próximo mês”, revela.

Para o experiente Lélio Júnior – será sua 14ª participação como navegador – a mais longa competição de rali do país é uma das mais aguardadas do ano. “Para mim, tem um gosto especial, pois, sai de Goiânia, minha casa, com família e amigos por perto apoiando”. A dupla que foi campeã na Pro-Brasil, no ano passado, e na Production, em 2015, está focada apenas em uma meta: o pódio na categoria nova, Protótipo.

“Com tantas mudanças no carro este ano, a primeira expectativa é chegar todos os dias sem imprevistos mecânicos. Se isto for alcançado, um bom resultado estará garantido na nova categoria, pois nosso carro é muito rápido”, avalia Cassol. “Devido ao novo roteiro, nossa estratégia de pneus, por exemplo, ainda não está definida e o sistema de freios está passando por melhorias na refrigeração, neste momento. Mas acredito que até a largada estaremos com tudo ajustado”, pondera o piloto.

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior são patrocinados por Riocal, Fralle, Happy Serviços Financeiros e CBDI.

Mais informações da equipe:
Facebook: 
facebook.com/ACL Rally

 Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos


16/08/2017
Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017
Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017
Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017
Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 - 1ª Etapa
Goiânia (GO) – Goianésia (GO)
Deslocamento Inicial – 240 km
Especial (trecho cronometrado) – 310 km
Deslocamento final – 152 km
Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa
Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)
Deslocamento Inicial – 116 km
Especial (trecho cronometrado) – 245 km
Deslocamento final – 0 km
Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa
Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)
Deslocamento Inicial – 0 km
Especial (trecho cronometrado) – 297 km
Deslocamento final – 8 km
Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa
Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)
Deslocamento Inicial – 104 km
Especial (trecho cronometrado) – 263 km
Deslocamento final – 96 km
Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa
Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)
Deslocamento Inicial – 13 km
Especial (trecho cronometrado) – 430 km
Deslocamento final – 210 km
Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa
Coxim (MS) – Aquidauana (MS)
Deslocamento Inicial – 61 km
Especial (trecho cronometrado) – 194 km
Deslocamento final – 173 km
Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa
Aquidauana (MS) – Bonito (MS)
Deslocamento Inicial – 120 km
Especial (trecho cronometrado) – 310 km
Deslocamento final – 2 km
Total do dia – 432 km
Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km
Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)
Cerimônia de Premiação

 

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior (Fotop/Divulgação)

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior (Fotop/Divulgação)
Alta  | Web

Dupla representante de Goiás fará a quinta participação juntos no Sertões 2017 (Fotop/Divulgação)

Dupla representante de Goiás fará a quinta participação juntos no Sertões 2017 (Fotop/Divulgação)
Alta  | Web

Dupla que foi campeã na Pro-Brasil, no ano passado, e na Production, em 2015 (Fotop/Divulgação)

Dupla que foi campeã na Pro-Brasil, no ano passado, e na Production, em 2015 (Fotop/Divulgação)
Alta  | Web

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior competirão este ano na Protótipos (Fotop/Divulgação)

Rafael Cassol e Lélio Vieira Carneiro Júnior competirão este ano na Protótipos (Fotop/Divulgação)
Alta  | Web

O piloto Rafael Cassol e o navegador Lélio Vieira Carneiro Júnior (Fotop/Divulgação)

O piloto Rafael Cassol e o navegador Lélio Vieira Carneiro Júnior (Fotop/Divulgação)
Alta  | Web

 

WTCC 2017 - ARGENTINA

 

EXPANDED LIVE BROADCASTING FOR WTCC RACE OF ARGENTINA

*World championship event promoted to FOX Sports 1 slot
*Races broadcast live on free-to-air TVPA and Canal 12
*Guerrieri makes live appearance on Central FOX Nitro show

WTCC Race of Argentina will get more live coverage than ever before with confirmation that free-to-air network Televisión Pública Argentina (TVPA) will broadcast both races as they happen on Sunday (16 July).

It follows FOX Sports Latin America’s decision to upgrade its live transmission to flagship channel FOX Sports 1, while Canal 12 will add live coverage of qualifying to its regular live race output.

Although FOX Sports Latin America is broadcasting live coverage of qualifying, the Manufacturers Against the Clock (WTCC MAC3) team time trial and all races in 2017, switching coverage to FOX Sports 1 for its home event is a measure of its support of the WTCC and a reflection of the popularity of the championship in Argentina and throughout the Latam region.

As well as its live coverage from each race weekend, FOX Sports Latin America will screen the WTCC All Access magazine programme following each event, the season review and exclusive interviews with Néstor Girolami and Esteban Guerrieri, the two drivers from the FOX Sports Latin America territory racing in the WTCC this season. And FOX Sports Latin America’s extensive live coverage of its home round of the WTCC is already underway with Guerrieri appearing on the Central FOX Nitro show broadcast live from Buenos Aires on Wednesday evening.

François Ribeiro, Head of Eurosport Events, the WTCC promoter, said: “With the battle for the 2017 FIA World Touring Car Championship finely balanced heading in Argentina, it’s really good news that so many viewers will have the opportunity to watch all the drama and excitement unfold. Fox Sports and the national Argentinean channels are doing a good job to promote the WTCC across South America. I’m also glad we’ve got more accredited media at Termas this weekend than we ever had over the last four years.”

FOX Sports Latin America is available in eight million homes in Argentina and can also be accessed in Brazil, Chile, Mexico, Paraguay, Peru, Venezuela and Uruguay. Meanwhile, Canal 12 is available to 2.5 million viewers in Girolami’s native Córdoba region as well as the provinces of Catamarca, La Rioja, San Luis and La Pampa. TVPA can be accessed throughout Argentina. In addition, state-run Deport TV will show both races on a delayed basis next week to further enhance the live offering from WTCC Race of Argentina.

 

WTCC Race of Argentina 2016.jpg WTCC Nestor Girolami and Esteban Guerrieri.jpg WTCC Esteban Guerrieri Central FOX Nitro show.jpg

 

ATENÇÃO LEITORES

 

Condicionamento de trânsito na A2

 

Entre 17 e 21 de Julho.

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito obras de beneficiação do pavimento, nos sublanços de Aljustrel/Castro Verde e Almodôvar/S. B. de Messines, da A2 - Auto-estrada do Sul irão existir algumas implicações na circulação, as quais serão as seguintes:

 

Dia 17 de Julho.

Entre as 10h e as 19h, condicionamento de trânsito, no sentido Alcácer/Aljustrel, entre os km’s 224 e 226.

 

Dia 18 de Julho.

Entre as 8h e as 20h, condicionamento de trânsito, no sentido Aljustrel/Alcácer, entre os km’s 217 e 214.

 

Dia 19 de Julho.

Entre as 8h e as 20h, condicionamento de trânsito, no sentido Aljustrel/Alcácer, entre os km’s 213 e 212.

 

Dia 20 de Julho.

Entre as 8h e as 20h, condicionamento de trânsito, no sentido Aljustrel/Alcácer, entre os km’s 172 e 170.

 

Dia 21 de Julho.

Entre as 8h e as 18h, condicionamento de trânsito, no sentido Aljustrel/Alcácer, entre os km’s 167 e 166.

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma autoestrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação atualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

 

ATENÇÃO LEITORES

 

Desvio de trânsito na A2

 

Entre 17 e 22 de Julho.

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito de beneficiação do pavimento, no Nó de Grândola Sul, da A2 - Auto-estrada do Sul irão existir algumas implicações na circulação, as quais serão as seguintes:

 

De 17 para 18 de Julho.

Entre as 22h de dia 17 e as 6h de dia 18, desvio de trânsito do sentido Alcácer/Grândola para o sentido Grândola/Alcácer, entre os km’s 130 e 134.

 

De 18 para 19 de Julho.

Entre as 22h de dia 18 e as 6h de dia 19, desvio de trânsito do sentido Alcácer/Grândola para o sentido Grândola/Alcácer, entre os km’s 130 e 136.

 

De 19 para 20 de Julho.

Entre as 22h de dia 19 e as 6h de dia 20, desvio de trânsito do sentido Alcácer/Grândola para o sentido Grândola/Alcácer, entre os km’s 130 e 136.

 

De 20 para 21 de Julho.

Entre as 22h de dia 20 e as 6h de dia 21, desvio de trânsito do sentido Alcácer/Grândola para o sentido Grândola/Alcácer, entre os km’s 133 e 136.

 

De 21 para 22 de Julho.

Entre as 22h de dia 21 e as 6h de dia 22, desvio de trânsito do sentido Alcácer/Grândola para o sentido Grândola/Alcácer, entre os km’s 133 e 136.

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma autoestrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação atualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

 

PEUGEOT SOMA E SEGUE

 

Silk Way Rally 2017 - Resumo da 7ª Etapa

 

DUPLO PÓDIO PARA O TEAM PEUGEOT TOTAL NA PASSAGEM PARA A CHINA

 

 

A ETAPA EM RESUMO

Os concorrentes arrancaram bem cedo para uma etapa curta que marcou a passagem para a China, depois de cumprido o troço cronometrado caraterizado por pistas de terra com piso macio e arenoso, vegetação em ambos os lados da estrada, alguns animais como espetadores e muita, muita poeira. Isto tornou a navegação particularmente complicada, pois foi muito difícil encontrar a pista certa apenas com contacto visual. Stéphane Peterhansel, o primeiro a partir depois de ontem ter dominado os acontecimentos, optou por esperar pelo seu colega de equipa Sebastien Loeb, que foi o segundo a arrancar, de forma a poder ajudá-lo ao longo de toda a Etapa. Como sempre, o Silk Way Rally tem tudo a ver com trabalho de equipa.

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Cyril DESPRES, piloto Team Peugeot Total

2º lugar na Etapa / 2º da Geral (autos)

“Na primeira parte do rali andámos quase sempre rodeados de água e lama, mas hoje tudo mudou. Passámos para um clima totalmente seco, o que origina muita poeira. Isto dificultou muito a condução em termos de visibilidade, mesmo a 800 metros de distância do carro da frente, tornando as ultrapassagens quase impossíveis. Como se pode imaginar, tudo isto é extremamente perigoso em termos de condução, sendo é a primeira vez que tal acontece neste rali. Em termos do piso e das estradas fez-me lembrar muito os troços do Rali da Sardenha, do WRC. Mesmo sendo uma etapa curta, de transição para a China, cheguei a ter a sensação de que estava a conduzir na Europa. Contudo, estou satisfeito ‘q.b.’ com a nossa progressão de hoje; pelo menos não fizemos grandes erros como ontem, quando eu e o ‘Seb’ nos perdemos.”

 

Sébastien LOEB, piloto Team Peugeot Total

3º lugar na Etapa / 1º da Geral

"Estive na frente durante uma boa parte da Etapa, por isso não apanhei poeira. Por outro lado, tive de me concentrar bastante para encontrar o caminho certo e não sair do percurso. Ou seja, uma coisa acabou por compensar a outra. Já para o final da Etapa, tudo correu bem para nós. Como era uma etapa muito curta o mais importante era fazer uma condução limpa e tentar não cometer quaisquer erros. Foi também graças ao bom trabalho do Daniel que o conseguimos, pelo que estou bastante satisfeito com a nossa performance de hoje.”

 

Stéphane PETERHANSEL, Piloto Team Peugeot Total

8º lugar na Etapa / 9º da Geral (autos)

"Não tivemos nenhum problema nesta etapa. A navegação foi complicada para o primeiro carro na estrada, especialmente por causa da vegetação alta e pela dificuldade em se ver por onde seguia a pista. Por isso, 3,5 km depois da partida decidimos esperar dois minutos pelo Séb, seguindo, assim, os dois tranquilamente até à meta. Agora estamos na China mas temos ainda um longo caminho pela frente, portanto, muito coisa pode ainda acontecer."

 

 

ANTEVISÃO DA 8ª ETAPA

O percurso do oitavo dia é, mais uma vez, relativamente curto, pelo menos para os padrões do Silk Way Rally, com uma distância total de 436,34 km, dos quais 250,37 km cronometrados. Porém, é uma etapa muito aguardada porque conduz os concorrentes para o Dia de Descanso em Urumqi, ao cabo de uma semana inteira de competição. As características do percurso são semelhantes às do dia anterior, com a poeira sempre presente, tornando-se mais complexas mais para o final, onde serão necessários elevados dotes de navegação. Vão aparecer também enormes valas e buracos pelo caminho, pelo que as equipas terão de redobrar a atenção. Vai ser preciso estar ainda mais atento às notas de perigo assinaladas no road book.

 

 

SABIA QUE…

A fronteira com a China que os concorrentes cruzaram ontem é a maior fronteira terrestre do mundo. Tem um comprimento total de 20.000 km, ao longo de 14 países, incluindo os territórios administrativas de Hong Kong e Macau. É mais do dobro da extensão do percurso total do Silk Way Rally.

 

 

COMO RECONHECER OS TRÊS 3008DKR…

O novo DKR MAXI e os dois DKR podem ser reconhecidos pelo seu nº de competição e pela cor da faixa no topo do para-brisas:

 

 


 

RESULTADOS:

 

7ª Etapa

1º MENZIES Bryce (USA), Mini John Cooper Works Rally

2º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR

3º LOEB Sébastien (FRA), Peugeot 3008 DKR Maxi

4º SOTNIKOV Dmitry (RUS), Kamaz 43509

5º SHIBALOV Anton (RUS), Kamaz 4326

14º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR (nota: 8º na categoria “Auto”)

 

Geral após a 7ª Etapa

1º LOEB Sébastien (FRA), Peugeot 3008 DKR Maxi, 18:21:57

2º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR, a 1:03:35

3º MENZIES Bryce (USA), Mini John Cooper Works Rally, a 01:28:35

4º HAN Wei (CHN), GEELY SMG BUGGY, a 01:34:21

5º LAVIEILLE Christian (FRA), Baicmotor BJ40L, a 01:35:11

15º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR, a 03:26:08  (nota: 10º “Auto”)

 a148 Copya149 Copya150 Copy

 

EXTREME TRIAL

 

EXTREME TRIAL 4X4 COUÇO 2017:  UM MARCO NA HISTÓRIA DO “EXTREME” E DO TRIAL EM PORTUGAL.

 

  • MAIS DE 60 EQUIPAS PRESENTES
  • AOS PARTICIPANTES DO CONTINENTE JUNTOU-SE UMA COMITIVA MADEIRENSE
  • PROVA DO COUÇO COM SABOR INTERNACIONAL COM A PARTICIPAÇÃO DE CERCA DE UMA DEZENA DE EQUIPAS ESPANHOLAS
  • PROVA DO EXTREME CONTOU TAMBÉM PARA O “SUPER TRIAL”
  • EVENTO SOLIDÁRIO RECOLHEU BENS PARA A AJUDA ÁS VITIMAS DOS INCÊNDIOS DA REGIÃO CENTRO

 

O “Extreme Trial 4x4 Couço 2017” ficará na história do “Extreme” e da modalidade em Portugal por vários motivos, mas sobretudo pela numerosa lista de inscritos que bateu recordes atrás de recordes.

Á chamada do Moto Clube Sacho e da X-Adventure compareçam mais de seis dezenas de participantes, entre os quais se contavam várias equipas Madeirenses inscritas sobretudo na classes – Super Proto e Proto, e ainda uma comitiva de quase uma dezena de equipas Espanholas, estas distribuídas pelas classes Promoção e FUN.

Todas as classes registaram um acréscimo substancial de participantes, obrigado a organização a um esforço e a um cuidado particular para que tudo corresse pela melhor forma. O número elevado de equipas presente, apesar muito motivador para quem organiza, representou um sério teste à capacidade organizativa e de gestão do evento, levando a que a organização realizasse mesmo uma alteração ao programa habitual, substituindo a perícia que seria demasiado demorada, por um período de treinos livres cronometrados.

A elevada adesão de equipas criou também uma natural expectativa entre o público, que se deslocou em massa (o número provisório aponta para mais de 4000 pessoas), criando uma impressionante moldura humana em redor das zonas mais espetaculares do longo circuito do Couço.

 

 

 

CLASSE SUPER PROTO MAIS:  TEAM F-POWER VENCE NA CLASSE MAIOR

Com nove equipas inscritas para participar no Extreme Trial 4x4 Couço 2017 , era natural que existisse uma enorme expectativa pela entrada em pista das máquinas da classe Super Proto, ou não fossem estas as maiores e mais evoluídas máquinas do troféu. 

O Team Base Branca 4x4 foi o mais rápido no prólogo, mostrando aos adversários que era um sério candidato á vitória.   Laurindo Mendonça, do Team Brinertes – um dos participantes Madeirenses, fez o segundo tempo provando que o desconhecimento do terreno e da prova não seriam motivo suficiente para o travar. Em terceiro com um tempo quase igual ao do segundo classificado terminou o Team F-Power/Nosso Talho.

As 2 horas de resistência do “Extreme Couço 2017” viriam a provar ser um osso demasiado duro de roer para muitas equipas desta classe, com várias a não conseguirem completar mais do que uma volta. As restantes lutaram muito entre si, com Rui Vieira a conseguir superiorizar-se aos demais e levar o Super Proto Mais do Team F-Power/Nosso Talho ao primeiro lugar com 10 voltas cumpridas.   Com 9 voltas cumpridas terminaram o segundo e terceiro classificado com vantagem para Sérgio Ferreira do Team S & J Team que foi um pouco mais rápido do que o José Gaspar, do Team Auto Desgaste.

A classificação final ficou ordenada com o Team F-Power na frente, seguido do Team S & J tem segundo e do Team Auto Desgaste em terceiro.

Uma curiosidade relativamente a esta classe diz respeito à equipa terceira classificada, o Team Auto Desgaste.  José Gaspar o condutor apresentou-se nesta prova com Luís Marta como seu navegador, um jovem invisual que nunca tinha participado numa prova. Por isso mesmo, o principal objetivo da equipa era poder proporcionar ao Luís um dia diferente e cheio de novas sensações. Os demais participantes sempre ajudaram e facilitaram a passagem desta equipa, deixando para segundo plano o resultado desportivo. Como terceiro elemento da equipa, Cláudio Ferreira ajudou nos pontos mais críticos e a partir de certa altura substituiu mesmo Luís Marta. Foi uma participação diferente, solidária, e muito bem recebida por todos, mostrando que os limites não existem, bastando um pouco de boa vontade para os superar.

 

 

 

 

CLASSE SUPER PROTO:  LUTA MANO A MANO TERMINA COM  VITÓRIA DO TEAM MISTER REBOQUES

Tal como todos as outras classes, a Super Proto foi muito participada, com uma corrida muito interessante de seguir, acabando no entanto por ser decidido o vencedor depois de atribuída uma penalização a um dos concorrentes.

Os dois principais animadores da Classe Super Proto até nem tiveram o melhor dos arranques no evento, pois no prólogo ficaram ambos com classificação muito modestas. Miguel Marques e o Team MM6018/ Americana Papelaria não foram além do quinto lugar, e António Henriques e o Team Mister Reboques ainda fizeram pior, terminando apenas em sexto num total de oito equipas inscritas nesta classe. 

O primeiro líder do dia foi Tiago Jacinto  (Team Leirilumen Offroad), o segundo foi Sergio Nunes (SN Preparações 4x4) e a fechar o pódio provisório do evento ficou Hugo Rama (Team Auto Mouro)

A história da resistência seria diferente, com o Team MM6018/ Americana Papelaria e o Team Mister Reboques a disputarem entre si a vitória no grande evento do Couço.  Com um andamento semelhante, estas equipas foram conseguindo afastar-se dos demais e completando  ambas 10 voltas ao circuito do Couço, o mais longo alguma vez visto num evento do Extreme Trial.   A vantagem em pista seria do Team MM6018/ Americana Papelaria, mas uma penalização acabaria por colocar a equipa no segundo lugar,  deixando assim o caminho para a vitória aberto para o Team Mister Reboques

Um pouco mais atrás, a luta pelo terceiro lugar fazias também num mano a mano, desta vez entre uma equipa continental -o Team Auto Mouro, e uma equipa madeirense - o  Team Alçado Direito/ Booster Car Serviçe/ MCM  de Luis Duarte Pinto.  No final das duas horas regulamentares, a equipa insular haveria de levar a melhor e cruzar a meta na frente do seu adversário.

Somadas as duas componentes desta prova, venceu no Couço o Team Mister Reboques, ficando o o Team MM6018/ Americana Papelaria em segundo lugar e em terceiro o  Team Alçado Direito/ Booster Car Serviçe/ MCM .

 

CLASSE PROTO:  HELDER TIAGO TEAM ESTREIA NOVO PILOTO E NOVO CARRO E CONQUISTA A VITÓRIA.

Não poderia ter corrido melhor á regressada equipa Helder Tiago Team a estreia do seu novo piloto e do seu novo carro no Extreme Trail 4x4.  A equipa de Salvaterra foi até ao Couço conquistar uma merecida, mas dura vitória numa classe onde luta pelos primeiros lugares foi sempre muito animada.

O primeiro líder da classe foi Nuno Matos do Auto Bernardo/Capitcho Team.  O piloto de Ponte de Sor conseguiu levar o Land Rover á vitória no prólogo, superando Filipe Alambre do Açorda Team, a única equipa local em prova.   Em terceiro nesta primeira fase ficou outra equipa regressada, o Team HJ Preparações 4x4 / Rota do Cabo Sesimbra com Hugo Cipriano ao volante do Toyota Land Cruiser.

Na resistência a história seria muito diferente, sobretudo para os dois primeiros classificados da manhã, que iram terminar nos dois últimos lugares da classificação devido a problemas nos carros.   Hugo Cipriano também baixaria na classificação,  conseguindo ter ritmo para lutar pela vitória, tendo-se ficado pelo quinto lugar final.

Face aos azares destas três equipas a luta pela vitória ficou com menos intervenientes, mas nem por isso menos interessante.   A disputa pelo primeiro lugar iria ser repartida entre  Marco Rodrigues do Team Fathermotorsport e Angelo Tiago do Team Helder Tiago.  Ambos conseguiram dar 10 voltas ao extenso percurso, com a vantagem no final a recair para a equipa de Salvaterra de Magos.  Com 9 voltas cumpridas terminou o António Serrano do AFCS Team LM4, conquistando assim o terceiro lugar.

A classificação final reflete o resultado da resistência, sendo a vitória final da classe Proto entregue ao Helder Tiago Team, enquanto o segundo fica para o Team Fathermotorsport e o terceiro para o Team AFCS Team LM4.

 

CLASSE PROMOÇÃO: PORTUGUESES VENCEM NO CONFRONTO IBÉRICO

A Classe Promoção era uma das duas onde estavam bastantes equipas Espanholas inscritas (a outra era a classe FUN), o que gerava uma obvia curiosidade no que diz respeito ao confronto entre as equipas dos dois lados da Fronteira.  O favoritismo recaia no entanto para os pilotos nacionais, conhecedores não só dos moldes do “Extreme” mas sobretudo das armadilhas da pista do Couço, invulgar e exigente em todos os sentidos.

No prólogo o vencedor foi Paulo Amaro, do Team BurPizza.  Uma vez mais o piloto do Nissan azul a demonstrar que estava disposto a vencer a prova.   Em segundo aparecia o estreante Daniel Carapau do Gisela & Custódio Trial Team - XS5.  A fechar o pódio provisório aparecia Carlos Santos do team Base Branca III

A resistência da classe Promoção seria uma das mais equilibradas do dia, com muitas equipas a lutarem pelos melhores lugares.  Esta classe foi também uma das que mais espetáculo deu, com as equipas a terem que se esforçar bastante para superarem alguns obstáculos mais traiçoeiros do circuito.

A única equipa que conseguiu completar 8 voltas foi o Team Base Branca III, levando Carlos Santos até à vitória não só na resistência como também na classificação geral.  Nuno Berenguer do Team Vulcanizadora 25 de Abril (2º Classificado) foi o mais rápido de entre um grupo de três equipas que terminaram com 7 voltas onde estavam também o Gisela & Custódio Trial Team - XS5 e o Team Burpizza/ LM4, e que terminaram em terceiro e quarto respetivamente. 

Na geral da Promoção vence o Team Base Branca III, enquanto o Team Team Vulcanizadora 25 de Abril ficou em segundo.  A fechar o pódio terminou o Gisela & Custódio Trial Team - XS5

 

 

 

CLASSE FUN: A MAIS ANIMADA DE TODAS

Praticamente duas dezenas de equipas participaram no Extreme Trial 4x4 Couço 2017 inscritas na Classe FUN, entre elas muitas Espanholas, destacando esta classe que onde estão inscritas as viaturas mais modestas como aquela que mais animada foi e mais trabalho deu aos participantes.

No prólogo um dos primeiros obstáculos da pista viria a ser um verdadeiro calvário para muitas das equipas.  Aparentemente fácil, transposição  desta zona relevar-se-ia uma dor de cabeça para muitos participantes condicionando bastante  a sua prestação e motivando até alguns abandonos, sendo que na essência não era a exagerada dificuldade do obstáculo a causa dos problemas mas sim a forma e o ponto como o mesmo foi abordado pelas equipas.

O Team LM4 foi o que registou o melhor resultado no prólogo, sendo seguida em Mister Reboques/ Auto Gordo /XS5 em segundo e pelo Team Sem Pressas em terceiro.

Na resistência a história repetiu-se quase igual á do prólogo, mudando apenas o obstáculo. A única passagem de pedras revelar-se-ia muito complicada de transpor, condicionada pelo grande número de viaturas que queria passar o que gerou alguma natural confusão e atrasos.

Sobressaiu de entre todos Ivan Carregueiro do Team Auto Freak Racing que conseguiu levar o seu carro a cumprir 6 voltas ao traçado do Couço.  Com 5 voltas cumpridas terminaram 6 equipas, o que diz bem do equilíbrio registado.  E destas 6, o Team Arbusor foi o melhor, terminando em segundo na resistência atrás do Team Auto Freak Racing. O terceiro na resistência foi o Team RJ Preparações 4x4

No final, Ivan Carregueiro venceu a classe FUN no Couço, João Feitinha e o   Team Arbusor foram segundos e Rui Vieira do Team RJ Preparações 4x4 foram terceiros.

 

CLASSE SENHORAS: GS TEAM CONSEGUE O SEGUNDO TRIUNFO DA ÉPOCA.

Também a classe de Senhoras registou um recorde de participantes, com quatro equipas presentes.    Destaque também para  o Team Revi-Clap 1, liderado por Cláudia Costa, a única equipa que se apresentou no Couço com um SSV Polaris.

Rita Sousa do GS Team venceu o prólogo e venceu também a Resistência, sendo que a verdadeira oposição apareceu apenas pela mão de Cláudia Costa, que no setor de resistência foi a única que conseguiu dar tantas voltas como a vencedora  - três no total.

Já Telma Mendes do Team Red Garage I não conseguiu sequer obter tempo no prólogo, enquanto na resistência não foi além das duas voltas realizadas.   A outra concorrentes, Helena Almeida do Team Red Garage II não conseguiu classificar-se em nenhum dos setores.

Telma Mendes e o GS Team levam do Couço assim a segunda vitória do ano, enquanto Cláudia Costa ficou com o segundo lugar e Telma Mendes com o terceiro.

 

TROFÉU FEDIMA: TEAM BUR PIZZA SOMA E SEGUE.

Para não ser exceção também o Troféu Fedima teve no Couço muitos participantes, elevando também aqui o nível da competição.

Este é um troféu monomarca, na qual participam equipas de todas as classes, desde que tenham as suas viaturas equipas com pneus da marca Fedima, fabricados em Portugal.

Após um intenso dia de competição, Paulo Amaro do Team BurPizza conseguiu mais um triunfo para  a sua contabilidade pessoal, sendo o líder destacado na classificação geral deste troféu.

O segundo classificado foi o Team Repower 4x4 2 liderado por Fábio Dias, enquanto o terceiro foi o Team Sempre os Últimos liderado por Ricardo Apolinário.

 

 

Luis Pirralho, director da X-Adventure:

“Hoje é um daqueles dias em que podemos dizer que há um “antes” e um “depois”. Foi fantástico. Já o disse várias vezes, mas repito novamente: Foi um dia histórico por muitos motivos, a maior parte deles já bem conhecidos. Nós Já esperávamos uma boa adesão de pilotos e até antevíamos um número recorde, mas passar as 6 dezenas de participantes era algo impensável há meia dúzia de dias atrás. Tenho muitos agradecimentos a fazer, mas o principal é a estes participantes. Foram magníficos todos eles, os continentais, os madeirenses e os Espanhóis.  Deve-se a eles o sucesso que foi este evento.  

Por outro lado, tanto pelo lado de promotor como de organizador devo dizer que fomos sujeitos a um esforço enorme.  Mais do dobro dos participantes que é habitual e uma grande enchente de público obrigaram-nos a tomar várias medidas para manter o evento dentro da normalidade.    Espero pois que os participantes nos desculpem eventuais falhas, porque foi realmente muito duro. Foram muitos dias de trabalho, que tiveram o seu auge no domingo com o evento, mas prolongaram-se depois com a desmontagem e limpeza do recinto.  Acho que todos temos agora direito a um merecido descanso.

Quero deixar aqui uma palavra de apreço e agradecimento também a todos quantos fizeram as suas doações de bens para as vitimas dos incêndios.  Conseguimos reunir uma quantidade significativa de vários tipos de coisas, desde comida, vestuário, utensílios.  Nos próximos dias iremos dar seguimento á iniciativa e fazer a entrega com o apoio da Fedima Tyres e do CASS de Santiago da Guarda.”

 

 

O Extreme Trial 4x4 Couço 2017 contou ainda para o Super Trial da Madeira, pelo que em breve, no site oficial desta competição serão publicados os resultados da mesma.

 

O Extreme Trial 4x4 Couço 2017 foi organizado pelo Moto Clube Sacho com o apoio da Freguesia de Couço e do Município de Coruche.

O Troféu Extreme Trial 4x4 2017 tem o apoio da Fedima, da Euro4x4Parts.com, da Tractomoz, de Helder Tiago – Oficina e Reboques, da Lubecar, da Vulcanizadora Fragoso, da Veicomer, da Dediland, do Todoterreno.pt, de imagensdesportivas.com, da BeeOuch Photography, do Codigo4x4 (Espanha), de Skin Ovelha, da Tentação TT, do TR4 Digital e do Virtual Clube TT.

Todas as informações sobre o Troféu Extreme Trial 4x4 2017 podem ser encontradas no site oficial em www.extremetrial4x4.com

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO EXTREME TRIAL 4X4 COUÇO 2017

 

CLASSE SENHORAS

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

821

Rita Sousa -- GS Team

150

500

0

650

20

2

835

Claudia Costa – Team Revi-Clap 1

147

475

0

622

18

3

863

Telma Mendes –Team REDgarage I

144

450

0

594

16

4

864

Helena Almeida – Team REDgarage II

144

425

0

569

14

CLASSE FUN

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

844

Ivan Carregueiro – Auto Freak Racing

141

500

0

641

20

2

829

João Feitinha – Team Arbusor

135

475

0

610

18

3

842

Rui Vieira – RJ Preparações 4x4

138

450

0

588

16

4

805

Nuno Flores – Team Sem Pressas

144

425

0

569

14

1

821

Rita Sousa -- GS Team

150

500

0

650

20

2

835

Claudia Costa – Team Revi-Clap 1

147

475

0

622

18

3

863

Telma Mendes –Team REDgarage I

144

450

0

594

16

4

864

Helena Almeida – Team REDgarage II

144

425

0

569

14

9

823

Carlos Sousa – Bicho do Mato 4X4

120

300

0

420

7

10

845

Hugo Alves – LJ Sport Trial Team

123

275

0

398

6

11

841

Rui Silva – RS Team

102

250

0

352

5

12

870

Luis Santos – Team LM4

150

200

0

350

4

13

847

Andrew Pantoja Carrera – Team Pantojas España

111

225

0

336

3

14

861

Marcelo Lopes – Mister Reboques/ Auto Gordo /XS5

147

175

0

322

2

15

860

João Pedrosa-- Teamsemmedos - LJSporTT

126

150

0

276

1

16

830

Carlos Oliveira – MM 6018/ Amaricana 1

108

125

0

233

1

17

858

Samuel Duarte – Team Foncera

117

100

0

217

1

18

852

João Matos de Jesus – JJCar

105

75

0

180

1

19

859

Oswaldo Ares – Zumbalacazan- Copagan

102

50

0

152

1

 

 

CLASSE PROMOÇÃO

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

812

Carlos Santos – Base Branca III

144

500

0

644

20

2

843

Nuno Berenguer – Team Vulcanizadora 25 de Abril

141

475

0

616

18

3

869

Daniel Carapau – Gisela & Custódio Trial Team - XS5

147

450

0

597

16

4

809

Paulo Amaro – Burpizza/ LM4

150

425

0

575

14

5

804

Fábio Dias – Repower Team 4x4 2

129

400

0

529

12

6

849

Ildelfonso Hidalgo – Team Marbella 4x4

135

375

0

510

10

7

846

Manuel Fitz – Team Zapatito 4x4 X-Trem

132

350

0

482

9

8

856

Fabian Anthony Pereira – Team Extreme Gibraltar

126

325

0

451

8

9

803

Emanuel Luz – Repower Team 4x4 I

138

300

0

438

7

10

801

Pedro Cortez – Red Garage

126

275

0

401

6

11

865

Marcus Daniels --DB Group oe Fathermotorsport

126

250

0

376

5

CLASSE PROTO

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

857

Angelo Tiago – Helder Tiago Team

141

500

0

641

20

2

867

Marco Rodrigues – Team Fathermotorsport

138

475

0

613

18

3

871

António Serrano – AFCS Team LM4

129

450

0

579

16

4

833

Guido Gomes – Eco AGB Park, Lda

135

425

0

560

14

5

814

Ricardo Apolinário – Sempre os Ultimos Marinhais

132

400

0

532

12

6

866

Hugo Cipriano – HJ Preparações 4x4 / Rota do Cabo Sesimbra

144

375

0

519

10

7

811

Luis Matos – Base Branca II

126

350

0

476

9

8

818

Filipe Alambre – Açorda Team

147

325

0

472

8

9

831

Nuno Matos – Auto Bernardo/Capitcho Team

150

300

0

450

7

 

 

 

 

CLASSE SUPER PROTO

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

862

António Henriques – Mister Reboques

135

500

0

635

20

2

813

Miguel Marques – MM6018/ Americana Papelaria

138

475

0

613

18

3

855

Luis Duarte Pinto – Team Alçado Direito/ Booster Car Serviçe/ MCM

132

450

0

582

16

4

820

Hugo Rama – Team Auto Mouro

144

425

0

569

14

5

822

Tiago Jacinto – Leirilumen Offroad

150

400

0

550

12

6

828

Beto Carvalheiro – Lubecar

132

375

0

507

10

7

840

Sergio Nunes – SN Preparações 4x4

147

350

0

497

9

8

806

Pedro Cardoso – Transantonino & Matias & Veicomer

141

325

0

466

8

CLASSE SUPER PROTO MAIS

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

810

Rui Vieira – F. Power/ Nosso Talho

144

500

0

644

20

2

873

Sergio Ferreira – S & J Team

141

475

0

616

18

3

853

José Gaspar – Team Auto Desgaste

135

450

0

585

16

4

854

Domingos Diniz – Team Revi-Clap 2

129

435

0

564

14

5

808

Victor Matos – Base Branca 4x4

150

400

0

550

12

6

802

Adriano Santos – ASH Team

138

375

0

513

10

7

868

Alberto Cunha – Team Cunfil Barros Car Auto

132

350

0

482

9

8

872

Laurindo Mendonça – Brinertes

147

325

0

472

8

9

874

Carlos Rodrigues – Your Car/ JLS Portas/ XS5

126

300

0

426

7

TROFÉU FEDIMA

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

809

Paulo Amaro – Burpizza/ LM4

138

425

0

563

20

2

804

Fábio Dias – Repower Team 4x4 2

141

400

0

541

18

3

814

Ricardo Apolinário – Sempre os Ultimos Marinhais

135

400

0

535

16

4

801

Pedro Cortez – Red Garage

144

275

0

419

14

5

841

Rui Silva – RS Team

150

250

0

400

12

6

870

Luis Santos – Team LM4

147

200

0

347

10

 

ATENÇÃO COLECIONADORES

ATENÇÃO COLECIONADORES DE AUTOMOVEIS CLÁSSICOS

 

Esta à venda em Inglaterra três dos mais carismáticos sport prototipos que correm nas 24 Horas de Le Mans, na decada de 70, trata-se de três Matra , cujo preço unitário começa nos 5 milhões de Euros ( para o modelo mais barato).Pelas fotos poderão ver que os carros estão impecáveis e muito bem conservados.

 

Ainda há uns dias atrás um site da concorrência informava que localizou à venda nos EStaods UNidos um POrsche 935 K raro, cujo preço era de 1 milhão de  euros.Bem, perante este facto, para a compra de apenas uma modelo destes Matra, terá de dar cinco vezes mais, pois para o mais valioso, os numeros continuam a multiplicar-se e podemos desde já informar que não deve ficar muito longe da dezena de milhões de Euros....

a117 Copya118 Copya119 Copya120 Copya121 Copya122 Copya123 Copya124 Copya125 Copya126 Copya127 Copya128 Copya129 Copya130 Copya131 Copya132 Copya133 Copya134 Copya135 Copya136 Copya137 Copy

 

MAIS ALGUMAS INFORMAÇÕES SOBRE O CV DESTES CARROS

 

 

1973 MATRA MS670B/C #02

 

          

 

670B-02 is one of the new cars, equipped with a retouched shell in the back and only raced at the 24 Hours of Le Mans where she appeared twice.

 

The termB’ is therefore justified both by its hull by its destination and therefore the choice made during assembly, a long body and a Porsche gearbox.

 

In 1973, with green facings, she won the ordeal at the hands of Henri Pescarolo and Gérard Larrousse. For 1974 the car was retouched especially at the back cover, driven by Jean-Pierre Jaussaud, José Dolhem and Bob Wollek and decorated with the facing "light orange" color that distinguished the F3 car MS1 Jaussaud drove in 1965.  Alas, they abandonment this second appearance on the circuit of La Sarthe.

 

670B-02 would never be engaged in competition again and during the transition period when the factory was turned into a weapons armament the mechanics opted to stay in the south where they maintain this and other works cars.

 

Thus 670B-02 is endowed with front and back covers as raced in the 1000kms series, and was fitted with a Hewland DG300 gearbox and was one of the great figures of the Matra adventure.

 

These changes make it a ‘C’ version, this car’s race career brief and brilliant.  Since the car has been restored.


The MATRA MS670B#02

670B-02 is one of the new cars, equipped with a retouched shell in the back and only raced at the 24 Hours of Le Mans where she appeared twice.

The termB’ is therefore justified both by its hull by its destination and therefore the choice made during assembly, a long body and a Porsche gearbox.

In 1973, with green facings, she won the ordeal at the hands of Henri Pescarolo and Gérard Larrousse. For 1974, the car was retouched especially at the back cover, driven by Jean-Pierre Jaussaud, José Dolhem and Bob Wollek and decorated with the facing "light orange" color that distinguished the F3 car MS1 Jaussaud drove in 1965.  Alas, they abandonment this second appearance on the circuit of La Sarthe.

670B-02 would never be engaged in competition again and during the transition period when the factory was turned into a weapons armament the mechanics opted to stay in the south where they maintain this and other works cars.

Thus 670B-02 is endowed with front and back covers as raced in the 1000kms series, and was fitted with a Hewland DG300 gearbox and was one of the great figures of the Matra adventure.

These changes make it a ‘C’ version, this car’s race career brief and brilliant.  Since the car has been restored.

 

Matra MS670B#02

Year:1972

Chassis No: MS670B-02.

Engine: Matra.

Engine Capacity: 2999cm’

Engine Type: V12 DOHC.

Bore: 79.7mm

Stroke: 50mm.

Number of Cylinders: 12

Gearbox: Hewland + ZF, 5 Speed.

Frame: Steel Space Frame.

Front Suspension: Double Wishbone.

Spring: Coil.

Damper: Telescopic.

Rear Suspension: Top Link and Parallel Top Radius.

Spring: Coil.

Damper: Telescopic.

Ignition: Coil and Electronic. Lucas Capacity Discharge and Marelli Coil.

Fuel Feed: Lucas, Mechanical Slide Throttle. Electric Pump.

Lubrication: Dry Sump.

Brakes: Girling, Hydraulic

Steering: Rack and Pinion

Wheels: Front 13” Rear 13” Cast Magnesium.

Body: Fibreglass.

 

MATRA MS670B #02 Racing Results. Year: 1973

Date

Race

No.

Chassis

Drivers

Entrant

Result

11.6.1973

24hr Le Mans

Matra MS670B #02

Pescarolo/Larrousse 

Equipe Matra

1ST

Year: 1974

Date

Race

No.

Chassis

Drivers

Entrant

Result

24.3.1974

 Le Mans Test

Matra MS670B #02

Beltoise / Jarier

Equipe Gitanes

  3RD

25.3.1974

24hr Le Mans

Matra MS670B #02

Pescarolo/Larrousse

Equipe Gitanes

   NC

16.6.1974

24hr Le Mans

Matra MS670B #02

Jaussaud / Wollek / Dolhem

Equipe Gitanes

   DNF

 

 

Contents

Story Board:.…………………………………………………………… 1

Technical Data:………………………………………………………..2

Racing Results:…………………………………………………………3

HTP Certificatin:……………………………………………………….4

Fuel System Certification:…………………………………………5

Photo Library:…………………………………………………………..6

 

 

 



 

 

 

 

TUDO NA MESMA

 

Silk Way Rally 2017 – Resumo da 6ª Etapa

 

PETERHANSEL FOI O MAIS RÁPIDO

 

LOEB E O PEUGEOT DKR MAXI MANTÊM O COMANDO

 

 

A ETAPA EM RESUMO

A 6ª etapa do Silk Way Rally 2017 conduziu os concorrentes de Semey a Urdzhaz, integrando uma especial de 387 km que escondia diversas armadilhas para as equipas. A navegação revelou-se, por isso, crucial para se obter bons tempos, mas foi particularmente difícil para a dupla do Team Peugeot Total que abrira a pista.

 

Desejoso de esquecer as duas anteriores jornadas mais complicadas, Stéphane Peterhansel aumentou o ritmo e ultrapassou diversos concorrentes que tinham arrancando à sua frente, naquela que foi a última etapa inteiramente corrida no Cazaquistão, nas pistas de terra e vegetação selvagem. Amanhã o “Dream Team” entrará na China.

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Stéphane PETERHANSEL, piloto Team Peugeot Total

Vencedor da Etapa / 10º da Geral (autos)

“Até agora, foi a especial mais bonita de todo o rali. Arrancámos nas estepes antes de entrar numa zona montanhosa a meio da especial, numa paisagem mesmo impressionante! O nosso Peugeot portou-se muito bem e não tivemos um único problema durante a etapa. Chegamos ao deserto na 24ª posição, pelo que foi preciso ultrapassar muitos outros automóveis e alguns camiões, algo por vezes complicado. Tenho agora como objetivo ajudar os meus companheiros do Team Peugeot Total. Pessoalmente, apenas estou interessado na vitória, mas do ponto de vista desportivo, mesmo que a prova não seja a mais interessante, tenho ainda um papel importante a desempenhar no seio da Peugeot. Mesmo assim, espero que possamos voltar a estar entre os 5 primeiros.”

 

Sébastien LOEB, piloto Team Peugeot Total

2º lugar na Etapa / 1º da Geral

"Ultrapassámos o Cyril ao cabo de 200 km da Especial. Mais uma vez, a navegação foi bastante complicada: perdemos muito tempo à procura de uma pista boa, cometemos alguns erros e andámos perdidos por diversas vezes. Os camiões que arrancaram antes de nós deixaram rastos muito profundos para a condução e que nos atraiçoaram bastante. Perdemos muito tempo nos primeiros 100 km de prova. Mesmo não sendo dramático, não me agradou muito.”

 

Cyril DESPRES, Pilote Team Peugeot Total

9º lugar na Etapa / 2º da Geral

"Foi verdadeiramente uma bela etapa ao longo das montanhas, mas é sempre complicado abrir a pista. Cometemos erros de navegação, mas já estávamos à espera de uma etapa difícil. Não foi nada fácil, pois tal como o Sébastien, andámos sucessivamente na direção errada, um atrás do outro. Amanhã tenho de dar o meu melhor para assegurar o meu 2º lugar na classificação provisória."

 

 

ANTEVISÃO DA 7ª ETAPA

O percurso de amanhã tem uma extensão de 412 km e ligará Urdzhar, ainda no Cazaquistão, e Karamay, já na China. As dunas farão a sua aparição. A especial de 106,6 km desenrola-se entre colinas e muita vegetação.

 

 

SABIA QUE…

O Cazaquistão é a mais importante plataforma económica da Ásia Central, com cerca de 60% do PIB da região. Os seus recursos têm origem nas suas fortes industriais de petróleo e gás. O país é também conhecido pela sua base espacial de Baïkonour, situada na proximidade da fronteira com o Uzbequistão, ponto de partida dos programas espaciais russos.



COMO RECONHECER OS TRÊS 3008DKR…

O novo 3008DKR MAXI e os dois 3008DKR podem ser reconhecidos pelo seu nº de competição e pela cor da faixa no topo do para-brisas:

 

 

RESULTADOS:

 

6ª Etapa

1º LOEB Sébastien (FRA), Peugeot 3008 DKR Maxi

2º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR

3º HAN Wei (CHN), GEELY SMG BUGGY

4º LAVIEILLE Christian (FRA), Baicmotor BJ40L

5º NIKOLAEV Eduard (RUS), Kamaz 43269      

10º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR (nota: 6º na categoria “Auto”)

 

Geral após a 6ª Etapa

1º LOEB Sébastien (FRA), Peugeot 3008 DKR Maxi, 17:16:24

2º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR, a 1:03:41

3º MENZIES Bryce (USA), Mini John Cooper Works Rally, a 01:30:12

4º HAN Wei (CHN), GEELY SMG BUGGY, a 01:30:47

5º LAVIEILLE Christian (FRA), Baicmotor BJ40L, a 01:32:55

15º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR, a 03:22:22 (nota: 11º “Auto”)

 

 

Siga a prova em http://www.silkwayrally.com/live-timing.html

 a112 Copya113 Copya114 Copya115 Copy

 

CONTINUA O DOMINIO PEUGEOT

 

Silk Way Rally 2017 - Resumo da 5ª Etapa

 

PEUGEOT DKR MAXI MANTÉM-SE NA LIDERANÇA

 

1ª VITÓRIA EM ETAPAS PARA CYRIL DESPRES

 

 

A ETAPA EM RESUMO

Corrida ontem (quarta-feira, 11 julho), a 5ª Etapa do Silk Way Rally foi, provavelmente, a mais complicada em termos de navegação de todo esta prova. Foi uma especial rápida, disputada no esplendor das estepes cazaques, uma paisagem que as equipas não tiveram tempo para admirar, tendo antes que se concentrar e ser muito precisas nas escolhas das várias opções de pistas, encontrando a melhor solução para alcançar o bivouac de Semey.

 

Sendo os 18ºs a iniciar esta Etapa, Cyril Despres e David Castera registaram o melhor tempo do dia, recuperando, com isso, 17 minutos a Sébastien Loeb na Geral. Esta 1ª vitória permitir-lhes-á enfrentar os próximos dias com maior confiança, até se alcançar o Dia de Descanso em Urumqi.

 

Mais complicado foi o dia de Sébastien Loeb e Daniel Elena. Com a difícil tarefa de abrir a pista, naturalmente que a dupla levou mais tempo a fazer as escolhas certas em termos de navegação. Sendo apenas o 5º mais rápido do dia, Loeb continua a mostrar-se positivo, pois o Peugeot DKR Maxi parece adequar-se ao seu estilo de condução.

 

Regressando à noite da véspera, nos bastidores os técnicos debruçaram-se na recuperação do Peugeot DKR nº 106 de Stéphane Peterhansel e Jean-Paul Cottret, esforço conjunto que enfatizou o trabalho de equipa que reina dentro do Team Peugeot Total. Ao amanhecer, após mais de 8 horas de intervenções mecânicas, a dupla pôde alinhar no início da Etapa, mas, infelizmente, viram o seu ímpeto de novo reduzido ao 385 km, devido à quebra de um amortecedor da frente. Terminaram o dia com o 15º tempo, tendo agora um atraso de 3h38 na Geral.

 

 

CURIOSIDADES DO DIA

Temperatura média: 23°C

Velocidade máxima: 182km/h

 

 

O QUE ELES DISSERAM…

 

Cyril DESPRES, Pilote Team Peugeot Total

Vencedor da Etapa / 2º da Geral

"Saímos de Moscovo há 5 dias e acho que foi a primeira etapa em que não tive qualquer problema. Não contando com a lama e a chuva, tivemos um bom dia. O David fez um bom trabalho de navegação pois na erva alta não conseguia ver bem a pista à minha frente. Foi a nossa primeira vitória e recuperei algum tempo aos nossos rivais. Esperamos que as próximas etapas se desenrolem da mesma forma."

 

Sébastien LOEB, piloto Team Peugeot Total

5º lugar na Etapa / 1º da Geral

"Hoje a navegação foi muito, muito complexa. Em alguns lugares, seguíamos a bom ritmo e, de repente, a pista desaparecia sob as rodas. Nunca antes havíamos encontrado estas dificuldades de navegação e perdemo-nos várias vezes. Foi complicado e tive que fazer repetidas inversões de marcha, o que me deixou um pouco irritado. Felizmente que ainda estamos na corrida e o Peugeot DKR Maxi funciona lindamente. As condições climatéricas foram mais favoráveis para a performance, sendo que espero que amanhã [nota: hoje, quinta-feira] tudo corra melhor.”

 

Stéphane PETERHANSEL, piloto Team Peugeot Total

15º lugar na Etapa / 13º da Geral (autos)

“Foi graças à equipa técnica, que trabalhou duro na noite de ontem [nota: quarta-feira], que o nosso Peugeot DKR ficou arranjado para esta manhã. Temos como missão ser a assistência rápida dos dois outros Peugeot. A condução foi muito interessante nesta especial, numa etapa ritmada e variada. Começámos bem mas tivemos um problema técnico a 100 km da chegada, provavelmente ainda consequência do nosso acidente de ontem. Foi pena! Independente disso, volto a salientar que nunca trabalhei com mecânicos tão profissionais como os do Team Peugeot Total. Este é um rali difícil e não queremos dar-lhes trabalho adicional. Vamos agora descansar um pouco para cumprir com cautela a etapa até Urumqi.”

 

 

SABIA QUE…

A cidade de Semey chamou-se Semipalatinsk até 2007, significando “cidade de sete quartos” em russo. O seu nome remonta a 1718, quando os primeiros colonos russos ali chegaram e construíram uma fortaleza, composta por 7 edifícios, nas imediações de um mosteiro budista. Wladimir Klitschko, duplo Campeão do Mundo de Pesos-Pesados, ali nasceu em 1976.

 


ANTEVISÃO DA 6ª ETAPA

Hoje (quinta-feira, 13 junho), o Dream Team Peugeot Total deixa Semey rumo a Urdzhar, no sul do Cazaquistão, numa Etapa longa em 597 km, dos quais 387 km cronometrados. Os organizadores chamam a atenção dos concorrentes para as armadilhas deste dia, pelo que a navegação será crucial.

 

 

 

COMO RECONHECER OS TRÊS 3008DKR…

O novo 3008DKR MAXI e os dois 3008DKR podem ser reconhecidos pelo seu nº de competição e pela cor da faixa no topo do para-brisas:

 

 

RESULTADOS:

 

5ª Etapa

1º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR

2º SOTNIKOV Dmitry (RUS),    Kamaz 43509   

3º SHIBALOV Anton (RUS),      Kamaz 4326

4º LIU Yangui (CHN), Baicmotor BJ40L

5º NIKOLAEV Eduard (RUS), Kamaz 43269

8º LOEB Sébastien (FRA), Peugeot 3008 DKR Maxi (nota: 5º na categoria “Auto”)

24º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR (nota: 15º “Auto”)

 

Geral após a 5ª Etapa

1º LOEB Sébastien (FRA), Peugeot 3008 DKR Maxi, 13:43:50

2º DESPRES Cyril (FRA), Peugeot 3008 DKR, a 50:16

3º MENZIES Bryce (USA), Mini John Cooper Works Rally, a 01:15:30

4º LAVIEILLE Christian (FRA), Baicmotor BJ40L, a 01:28:30

5º HAN Wei (CHN), GEELY SMG BUGGY, a 01:30:56

18º PETERHANSEL Stéphane (FRA), Peugeot 3008 DKR, a 03:38:50 (nota: 13º “Auto”)

 

 

Siga a prova em http://www.silkwayrally.com/live-timing.html a103 Copya104 Copya105 Copya106 Copy

 

CAMPEONATO GALEGO DE RALIS

 

Campeonato Galego de Ralis/Troféu Top Ten Pirelli-Castrol

XIV RallyeSur do Condado

 

Pedro Almeida cumpriu com o pódio

 
 

Após um longo interregno, o “Troféu Top Ten Pirelli-Castrol” regressouao asfalto “galego” para a quinta ronda do Campeonato Galego de Ralis, com a realização de mais uma edição do RallyeSur do Condado, na região de Salvaterra de Miño, em Pontevedra.Pedro Almeida e Nuno Almeida levaram o Renault Clio R3 ao terceiro lugar do pódio entre os concorrentes do Troféu Pirelli, alcançando igual posição à geral na categoria reservada às viaturas de duas rodas motrizes. Depois de completar as dez especiais de classificação e mais de uma centena de quilômetros cronometrados, a dupla famalicense e única equipa portuguesa em terras espanholas, logrou alcançar um excelente decimo terceiro lugar à geral, entre cento e treze equipas admitidas à partida.

Numa prova tradicionalmente muito dura e exigente, essencialmente ao nível dos pisos e agravada com o colar que se fez sentir no dia de sábado, a dupla famalicense esteve em bom nível, imprimindo um ritmo muito forte logo na primeira metade da prova: “Tínhamos como objetivo rodar entre os lugares cimeiros, que implicava chegar aos lugares do pódio. Foi isso que fizemos e, mesmo passando por alguns percalços atingimos os nossos objetivos. Foi um duelo muito equilibrado entre os pilotos do Troféu com pneus da marca italiana e, apenas perdemos algum fulgor já na segunda metade da prova, altura em que tivemos um problema com o tirante do acelerador que nos deixava o Clio instável em alguns momentos, optando por assegurar a posição do pódio e cimentar o terceiro lugar”,começou por referir o piloto famalicense que contou com o Clio R3 à altura das exigências da prova, fazendo total confiança na equipa de assistência, liderada pelo António Pereira e Bruno Costa: “Para este rali levamos um setup diferente, que se manifestou muito positivo”, reafirmou Pedro Almeida.

A competição enfrenta agora uma pausa de verão antes do próximo teste que terá lugar no terceiro fim de semana de setembro com a realização do Rali Ribeira Sacra, que terá lugar em Ourense. No entanto, a dupla Pedro Almeida/Nuno Almeida marcará presença no Rali de Famalicão, prova que se realiza nos dias 22 e 23 de julho.

 

 

 

 a100 Copy

 

TT NO BRASIL

 

Thiago Rizzo e Leonardo Magalhães finalizam ajustes para a largada do 25º Rally dos Sertões

A bordo da L200 Triton RS, objetivo da dupla é o título entre os competidores da Pró-Brasil e o pódio entre os 10 primeiros na geral. Largada da mais longa prova de rali do país acontece daqui a 40 dias em Goiânia (GO)

Thiago Rizzo e Leonardo Magalhães estão finalizando os ajustes de sua Mitsubishi L200 Triton RS para a largada da 25ª edição do Rally Internacional dos Sertões. No dia 19 de agosto, a dupla parte de Goiânia (GO), rumo aos 3.344 quilômetros de trilhas, até chegar em Bonito (MS), no dia 26. Com o título da Super Production em 2015 na bagagem, o objetivo da dupla do carro #317, da Top Rally Team, é chegar na frente entre os competidores da Pró-Brasil.

Para o piloto, a expectativa é a melhor possível. “Estou indo para minha quarta edição de Sertões, com um equipamento novo e competitivo, um navegador bem experiente e acredito que juntos vamos somar bastante e teremos grandes chances de lutar pelo título da categoria e chegar entre os 10 primeiros na geral”, aposta Thiago.

Já seu navegador, Léo Magalhães, é mais prudente, porém confiante. “Nenhuma edição dos Sertões é fácil. São sete dias de competição desgastantes, tanto para os competidores quanto para o carro e para a equipe que nos acompanha. Sempre temos que lembrar e zelar pela turma que está nos bastidores do rali, já que são eles que nos entregam o carro pronto para o próximo dia.”

Sobre o percurso e a dificuldade da prova, a dupla está bastante satisfeita. “Achei o roteiro bem interessante, de fácil acesso para as equipes de apoio, com custo reduzido e, claro, um local de chegada lindo e inédito”, aponta Thiago Rizzo. “Nesta edição de 25 anos, boa parte do percurso para mim é novidade. Já partimos com 310 quilômetros de especial, com uma etapa maratona no segundo dia. É diferente das outras edições, que começava mais light, e isso aponta que o rali mostrará suas garras logo nos primeiros quilômetros”, explica Leo.

Para este ano, a dupla carrega a bordo uma novidade. “A Stella tem função de GPS, alerta para perigos, comunica acidentes e panes, além de ser utilizado nas ultrapassagens, emitindo uma onda de rádio para o carro da frente. Será utilizado pela primeira vez no Rally dos Sertões”, destaca o navegador.

Thiago Rizzo e Leo Magalhães são patrocinados por Feirão de Malhas, 3W Distribuidoras de Malhas, Marcobrás Transportes, Speedway Confecções e Posto Mineirão, além do apoio de Dopamina e Knulu.

Confira a programação do Rally dos Sertões – 25 anos

16/08/2017

Abertura Área de Box no Autódromo Internacional de Goiânia.

17/08/2017

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

18/08/2017

Vistorias Administrativas e Técnicas no Autódromo Internacional de Goiânia.

19/08/2017

Prólogo e Largada Promocional.

20/08/2017 - 1ª Etapa

Goiânia (GO) – Goianésia (GO)

Deslocamento Inicial – 240 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 152 km

Total do dia – 702 km

21/08/2017 - 2ª Etapa

Goianésia (GO) – Santa Terezinha de Goiás (GO)

Deslocamento Inicial – 116 km

Especial (trecho cronometrado) – 245 km

Deslocamento final – 0 km

Total do dia – 361 km

22/08/2017 - 3ª Etapa

Santa Terezinha de Goiás (GO) – Aruanã (GO)

Deslocamento Inicial – 0 km

Especial (trecho cronometrado) – 297 km

Deslocamento final – 8 km

Total do dia – 305 km

23/08/2017 - 4ª Etapa

Aruanã (GO) – Barra do Garças (MT)

Deslocamento Inicial – 104 km

Especial (trecho cronometrado) – 263 km

Deslocamento final – 96 km

Total do dia – 463 km

24/08/2017 - 5ª Etapa

Barra do Garças (MT) – Coxim (MS)

Deslocamento Inicial – 13 km

Especial (trecho cronometrado) – 430 km

Deslocamento final – 210 km

Total do dia – 653 km

25/08/2017 - 6ª Etapa

Coxim (MS) – Aquidauana (MS)

Deslocamento Inicial – 61 km

Especial (trecho cronometrado) – 194 km

Deslocamento final – 173 km

Total do dia – 428 km

26/08/2017 - 7ª e última etapa

Aquidauana (MS) – Bonito (MS)

Deslocamento Inicial – 120 km

Especial (trecho cronometrado) – 310 km

Deslocamento final – 2 km

Total do dia – 432 km

Percurso total do Rally dos Sertões – 3.344 km

Especiais (trechos cronometrados) – 2.049 km (61%)

Cerimônia de Premiação

 

O Sertões 2017 acontece de 19 a 26 de agosto (Sanderson Pereira/Photography)

O Sertões 2017 acontece de 19 a 26 de agosto (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

Equipe Top Rally Team vive a expectativa de mais uma edição do Rally dos Sertões (Sanderson Pereira/Photography)

Equipe Top Rally Team vive a expectativa de mais uma edição do Rally dos Sertões (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

Equipe finaliza preparação para o Rally dos Sertões 2017 (Sanderson Pereira/Photography)

Equipe finaliza preparação para o Rally dos Sertões 2017 (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

Piloto Thiago Rizzo e navegador Léo Magalhães (Sanderson Pereira/Photography)

Piloto Thiago Rizzo e navegador Léo Magalhães (Sanderson Pereira/Photography)
Alta  | Web

Thiago Rizzo no Rally dos Sertões 2016 (Foto: Magnus Torquato)

Thiago Rizzo no Rally dos Sertões 2016 (Foto: Magnus Torquato)
Alta  | Web

 

RALICROSS DE LOUSADA

 

Whitecross Team com balanço positivo em Lousada!
A Whitecross Team tem vindo a estar em bom plano no Campeonato Nacional de Kartcross, conseguindo novamente destacarse na 4ª ronda da época, o Ralicross Lousada II que decorreu na conhecida pista da Costilha em Lousada!
A prova que esteve a cargo do Clube Automóvel de Lousada conseguiu reunir um excelente lote de pilotos, com habitual destaque para o Nacional de Kartcross que continua a trazer muitas e boas equipas à modalidade, crescendo o nível competitivo de prova para prova.
Para a equipa das Caldas da Rainha, a prova que foi marcada pelo muito calor e pó correu dentro das ambições delineadas, com os seus 2 pilotos a lutarem pelos lugares do pódio, embora com sortes diferentes no desfecho da prova. 
José Mota vinha motivado da vitória em Sever do Vouga e em Lousada voltou a surpreender com o Semog começando a prova com um 4º lugar nos treinos cronometrados. Ainda no sábado garante a 6ª posição no geral da 1ª corrida, repetindo o feito no domingo de manhã no decorrer da 2ª corrida de qualificação. A derradeira corrida de qualificação correu de feição ao piloto que arrecadou um excelente 2º lugar, conseguindo assim um bom lugar na grelha de partida para a decisiva final. Nesta, apesar de todo o espaço ser pouco para os 20 kartcross, a corrida foi decorrendo num ritmo alucinante, sem incidentes de maior, com o piloto a conseguir rodar no top 5 acabando por sair de Lousada com um 4º lugar final!
Luís Almeida não tem tido uma época fácil, mostrando sempre em todas as provas um grande andamento com uma performance notável e sendo sempre dos pilotos mais rápidos em pista, mas os toques tem comprometido os resultados finais ao piloto do Semog! Em Lousada o piloto entrou forte, vencendo os treinos cronometrados, arrecadando a 11ª posição na 1ª corrida de qualificação. Nas restantes mangas de qualificação volta a ser prejudicado também pelo pó e por um toque que lhe fez descer algumas posições, terminando a 3ª corrida na 17ª posição. Na derradeira corrida do dia e apesar de partir bastante atrás na confusão do ‘pelotão’, esteve em bom plano recuperando até à 10ª posição final!
A próxima prova será no final do mês com a realização do Ralicross de Montalegre!27a Copy

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Bia Figueiredo confirmada com Caê Coelho na Corrida de Convidados

Única mulher a competir na Stock Car e ex Fórmula Indy estará ao lado do piloto no Sprint #55 no autódromo de Interlagos

Hoje com 32, Ana Beatriz Caselato Gomes de Figueiredo, a Bia Figueiredo, tem uma carreira consolidada no mundo da velocidade e é a única mulher na Stock Car, a principal categoria de corridas do Brasil, foi confirmada nesta terça-feira (11) para a Corrida de Convidados da Sprint Race e estará a bordo do carro #55 ao lado de Caê Coelho.  A quarta etapa será realizada nos dias 28 a 30 de julho no autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP).

A piloto iniciou sua carreira no kart, como muitos pilotos da Sprint. Na época tinha apenas oito anos. Permaneceu no kart por nove anos e obteve dois vice-campeonatos: paulista e brasileiro. Bia chegou à Fórmula Renault brasileira em 2003, tornou-se a primeira mulher no mundo a vencer uma corrida da categoria. A paulistana disputou a Fórmula 3 Sul-americana em 2006.

Em 2008 começou sua trajetória nos Estados Unidos, disputando a Indy Lights, defendendo a equipe campeã Sam Schmidt Motorsports. Conta com passagem pela Fórmula Indy e competiu nas 500 Milhas de Indianápolis na sua caminhada, o que a coloca como uma das mulheres mais bem-sucedidas na história do automobilismo mundial. Faz sua quarta temporada na Stock Car e, este ano, pela equipe Full Time Academy.

“A expectativa é ótima. Amo a pista de Interlagos e será um prazer conhecer o carro da Sprint Race ainda mais com um amigo como o Caê”, destacou Bia. “Acompanho o campeonato pelas notícias e sempre torço pelo Caê. Ano passado, já teríamos corrido juntos se não fosse uma viagem internacional”, menciona a paulistana, que foi elogiada pelo parceiro para a etapa de Interlagos. 

A piloto enalteceu a Sprint Race em realizar a Corrida de Convidados. “Acho muito bacana, pois acaba trazendo grandes nomes de outras categorias para participar da Sprint e mais promoção para o evento”, afirma.

Para Caê Coelho a expectativa é a melhor possível. “A Bia além de amiga é uma piloto excepcional. Com experiência de Fórmula Indy, 500 milhas de Indianápolis, então poder dividir o carro com ela é um prazer e uma grande oportunidade de aprendizado. A participação dela e de outros pilotos de categorias de elite mostram a força e a capacidade de inovação da Sprint Race”, declarou o piloto paulistano.

“O principal foco dos treinos é permitir que a Bia conheça o carro, se adapte a corrida noturna que também é novo e possamos trocar informações, aí então, pensaremos na melhor estratégia para a corrida. Queremos essa vitória e faremos nosso melhor para isso”, acrescenta Caê.

Caê Coelho iniciou na Sprint Race em 2016 e esta é a sua segunda temporada completa na categoria. No seu histórico consta participações no Itaipava GT Brasil/Brasileiro de Gran Turismo em 2011 e na Porsche GT3 Cup Challenge Brasil em 2012 a 2014. 

Bia Figueiredo está confiante em um bom resultado. "Agradeço o Caê o convite e agora vamos acelerar!”, conclui.

A quarta etapa da Sprint Race Brasil terá exibição nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados - no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom.

Confira a programação para a quarta etapa da Sprint Race 2017 - #GuestRace

Sexta feira, 28/07

9h10 às 9h40 – 1º treino oficial

14h05 às 14h35 – 2º treino oficial

15h35 – Estudo de telemetria

18h05 às 18h35 – 3º treino oficial (Faróis obrigatórios)

19h35 – Estudo de telemetria

Sábado, 29/07

9h às 9h10 – Classificação

10h – Estudo de telemetria

14h – Alinhamento dos carros

14h50 – Placa de 5 minutos

14h55 – Saída para volta de aquecimento + 15 minutos +1 volta

16h40 - – Alinhamento dos carros (Faróis obrigatórios)

17h35 – Placa de 5 minutos

17h40 – Saída para volta de aquecimento + 20 minutos +1 volta

18h10 – Premiação

Domingo, 30/07

9h – Alinhamento dos carros

9h40 – Placa de 5 minutos

9h45 – Saída para volta de aquecimento + 15 minutos +1 volta

10h20 – Pódio: 1ª e 2ª corridas

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 4 - 30/07 - São Paulo - Interlagos - #Guest Race

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

 

Bia Figueiredo e Caê Coelho (Luciano Santos/SigCom)

Bia Figueiredo e Caê Coelho (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A quarta etapa prevê três corridas e a de convidados terá fase final noturna (Luciano Santos/SigCom)

A quarta etapa prevê três corridas e a de convidados terá fase final noturna (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A etapa da corrida com convidados será nos dias 28, 29 e 30 de julho (Luciano Santos/SigCom)

A etapa da corrida com convidados será nos dias 28, 29 e 30 de julho (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Sprint #55 de Caê Coelho na temporada 2017 (Luciano Santos/SigCom)

Sprint #55 de Caê Coelho na temporada 2017 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A Corrida de Convidados terá duração de 20 minutos (Luciano Santos/SigCom)

A Corrida de Convidados terá duração de 20 minutos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

RALICROSS DE LOUSADA

 

“Prova difícil, mas balanço é positivo!”
O Campeonato Nacional de Kartcross prosseguiu este fim de semana no Circuito da Costilha como é conhecido, onde decorreu nova edição do Ralicross Circuito de Lousada.
A prova que esteve sob a responsabilidade do Clube Automóvel de Lousada contou com muito calor durante os 2 dias de prova, ao que se juntou ainda o muito pó na pista que veio trazer dificuldades acrescidas aos pilotos!
O Nacional de Kartcross voltou a não baixar a media de inscritos e em Lousada foi possível voltar a ter mais de 2 dezenas de equipas no campeonato destinado aos Kartcross, com a habitual presença de José Carlos Pinheiro em Semog Bravo ER.
O piloto de Castelo Branco voltou a começar bem a prova, com um excelente crono nos treinos cronometrados alcançando a 7ª melhor marca! Ainda no sábado, a 1ª corrida correu de feição ao piloto, conseguindo ascender à 9ª posição! No domingo, o pó trouxe enormes dificuldades de visibilidade, com o piloto a baixar o ritmo descendo à 14ª posição na 2ª corrida, para na 3ª voltar a estar em bom plano com a subida à 8ª posição. Na decisiva final, um toque logo no inicio fez o piloto perder algumas posições, mas retomou a prova e numa pista onde não é fácil conseguir ultrapassagens, completou as 7 voltas da corrida na 13ª posição final.
Mais um bom resultado geral para o José Carlos Pinheiro, que vem vindo a evoluir significativamente prova após prova, estando cada vez mais à vontade com o seu Semog que voltou a estar em pleno, estando assim reunidas as condições para ir ainda mais além na classificação final!26a Copy

 

CIRCUITO VILA REAL

CIRCUITO 19748783 1897132220537222_1919994459954635644_n_Copy19990137 2003013023265996_1574374348981729387_n_Copy19959090 2003013036599328_8757231426850269524_n_Copy19958944 1381898088526149_5330243368577890128_n_Copy19894749 1395168847225504_7867469712194643669_n_Copy19884400 1496611713738502_2598008195277593500_n_Copy DE VILA REAL

 

O fim de semana que passou foi fertil em incidentes e acodentes, com muita chapa amarrotada, algumas deslocações a unidades hospitares na própria pista e a a outras.Eis algumas imagens, de Rui Meireles, que teve de recber assistencia hospitalar, com um dedo engessado, e o acidente de Martine Pereira sem consequencias.O mesmo não se pode´rf dzer dos Fiat Punto, na qual um dos pilotos ainda se encontra internado numa unidade hospitalar em Aveiro.

 

NOTICIAS DOS ESTADOS UNIDOS

 

Lucas Oil Racing TV is the first 24/7 On Demand motorsports network - 2000 plus hours of US, national and international racing, car shows, behind the scenes action and live-streaming events online without commercial breaks.

This week LIVE:

Late Model Dirt: NAPA Know How 50 - from Tri-City Speedway - Granite City, IL. This is a high banked 3/8 mile oval that produced thrilling side-by-side racing. 
Air Date: Friday, July 14 at 7:30pm 
Late Model Dirt / MLRA / USRA - 11th Annual Diamond Nationals from Lucas Oil Speedway, Wheatland, MO.

 

Air Date: July15 at 8:00PM ET.
Coming soon LIVE:
 
Lucas Oil Off Road Racing Series: Off-Road Shootout from Lucas Oil Speedway - Wheatland, MO.

 

Air Date: July 22/23 at 3:30pm ET.
 
 
Recently added to the library: 

Lucas Oil Off Road Racing Series - - Wild Horse Pass Motorsports Park - July 07, 2017. Lucas Oil Off Road Racing Series - Chandler, AZ - Round 2 Pro Lite and Pro 2 Off Road Racing Action from Wild Horse Pass Motorsports Park.
Ironman ATV National - Ironman Raceway: Crawfordsville, IN. - July 07, 2017. Round 4.
For the Ironman ATV National,  of the 2017 Pro ATV MX season at Ironman Raceway. Joel Hetrick and Chad Wienen once again traded moto wins at Round 3, with Wienen stretching his points lead. Can Hetrick finally gain ground on Wienen?
Winged Nation - Christopher Bell - July 07, 2017. This week Winged Nation chats with Chili Bowl champion and rising NASCAR star Christopher Bell.
Sam's Garage - Tuff Stuff Performance Install - July 07, 2017. We replace battery trays in the Brothers Truck Parts Workshop and install a Lund AMP BedStep and Lund Tool Box.
Performance TV - Serious Car-Tunes and High-Performance Hybrids - July 06, 2017. The PTV crew makes a classic Mustang sound sweet and discovers a revolutionary approach to bolt-on hybrid hardware.
Lucas Oil Drag Boat Racing Series - Inside Line : Round 4: San Angelo, TX. - Pro Outlaw / Pro Modified / Top Alcohol Flat / Top Alcohol Hydro / Top Fuel Hydro - July 06, 2017. The K&N Filters Showdown in San Angelo presented by SuperClean. INSIDE LINE VERSION WITH NO ANNOUNCER AUDIO
My Classic Car - Santa Fe Concorso - July 06, 2017. Dennis makes his way to New Mexico for the Santa Fe Concorso. Plus, he'll check out universal rubber weatherstripping.
Full Custom Garage - Sports Car Edition - Part 1 - July 06, 2017. Ian goes on the hunt for his biggest build yet.
Lokar Car Show - 2016 SEMA, Las Vegas, NV - July 06, 2017. This week Lokar Car Show visits the 2016 SEMA Show.
If you are unable to watch a race live, all live races will be available for replay after an event... usually within 24 hours. Please check back regularly for schedule updates. We are always adding new content and will also be adding to our live event offering throughout the season.
Lucas Oil Racing TV is currently available through Amazon Fire TV,  Android Devices,  Apple iPad, Apple iPhone,  Roku,  Xbox, and LucasOilRacing.TV for computers, tablets and smartphones.

 

MENDES NA LIDERANÇA DA LEGEND´S CUP

 

Paulo Mendes e Luís Mendes  líderes no Campeonato Nacional Legends 
 
Paulo Mendes – vencedor da Taça Ibérica para a qual contabilizaram as provas do Estoril e de Portimão – voltou a ser um dos principais protagonistas do Campeonato Nacional Legends, na terceira jornada, disputada por 37 pilotos, no mítico Circuito Vila Real. O piloto de Felgueiras debateu-se com problemas a nível dos travões do seu Citroën Saxo Cup, mas não baixou os braços e foi segundo classificado nas duas corridas, conseguindo assim passar para a liderança dos PH99 e reforçar o comando nos 2000. Por sua vez, o ‘rookie’ Luís Mendes – irmão de Paulo – é líder na categoria 1300 e está a evoluir cada vez mais com o Citroën AX Sport entre os PH99. 
 
Paulo Mendes cumpriu os seus objetivos na terceira jornada do Campeonato Nacional Legends, em Vila Real, que passavam por regressar à liderança dos PH99 e reforçar o comando entre os 2000. Contudo, a prova não foi nada fácil para o piloto de Felgueiras, mas mesmo assim deu o seu melhor e cumpriu os seus intentos. “Tivemos problemas ao nível dos travões na Corrida 1. Tentamos resolver e pensamos mesmo que estavam resolvidos, mas na Corrida 2 voltaram a surgir. Com esse contratempo, tive de voltar a fazer uma corrida cautelosa para tentar terminar numa boa posição a pensar nas contas do campeonato. Felizmente, consegui concluir quer a Corrida 1 quer a Corrida 2 no segundo lugar e com o número de pontos que totalizei foram suficientes para regressar à liderança da categoria PH99 e reforçar o comando na categoria 2000. Apesar de tudo, o desfecho foi muito positivo, graças também ao apoio da minha Família, dos meus amigos e da minha equipa (Vicente Pousada, Manuel Teixeira e Diego Pousada), a quem agradeceu toda a motivação que me têm dado”, comentou, no final, o piloto de Felgueiras, patrocinado pela Flyer Boots and Boots, TwinSport, Pura Raza, Bhono, Exporsola e Pneus Freitas.
 
Luís Mendes, ‘rookie’ e ‘herdeiro’ do Citroën AX Sport, com que Paulo Mendes foi bicampeão nacional na categoria 1300 em 2014 e 2015, está a defender bem o legado do seu irmão, já que lidera o campeonato. Mas o jovem piloto de apenas 17 anos de idade está a evoluir cada vez mais entre os PH99. Entre os 37 participantes de mais uma edição do Circuito de Vila Real, traçado onde se estreou, Luís Mendes foi 19º classificado à geral e 11º nos PH99 na Corrida 1, após uma excelente recuperação dos últimos lugares. Já na Corrida 2, o piloto de Felgueiras revelou-se bem mais forte, mas viria a ser prejudicado após a amostragem da bandeira vermelha quando ainda faltavam duas voltas para o final. Ainda assim, Luís Mendes foi 12º classificado da geral e fechou o top-10 dos PH99 e, por outro lado, reforçou, naturalmente, a liderança no Campeonato Nacional Legends da categoria 1300.22a Copy23a Copy24a Copy

 

COPA ECPA - BRASIL

4ª etapa da Copa ECPA de Velocidade acontece no sábado

Provas acontecem na categoria Marcas e Pilotos


A quarta etapa da Copa ECPA de Velocidade acontece neste sábado (15) com a disputa das corridas de Marcas e Pilotos, categoria que possui três divisões (Super, Light e Novatos). As provas serão disputadas no autódromo do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo.

 

Após as três primeiras etapas, a pontuação da categoria Marcas e Pilotos se apresenta bastante equilibrada. Na classe Super, a liderança era de Alexandre Sousa. Mas a terceira etapa deu uma reviravolta na classificação e Rodrigo Stefanini, da terceira colocação, pulou para primeiro e agora lidera com 81 pontos. Souza é o segundo com 72 e o terceiro colocado é Lamartine Pinotti, que tem 61 pontos.


Na classe Light, após vencer as duas primeiras provas da etapa anterior, João Morais assumiu a liderança dessa categoria que serve de acesso à principal, ao somar 97 pontos. Alexandre Pepe é o segundo colocado com 86 pontos; e Rodrigo Huidobro é o terceiro, com 65 pontos.

 

Entre os pilotos Novatos, a dupla formada por Adilson Gorga e Eric Bruno são cada vez mais líderes com 101 pontos. Guilherme Reishl assumiu a segunda colocação e tem 82, mantendo uma boa distância de Thiago Roque, com 54.

 

Programação

A programação da quarta etapa Copa ECPA de Velocidade contempla treinos livres, as tomadas de tempo classificatórias, para a formação do grid de largada, e as provas, sendo duas corridas oficias em cada categoria. No sábado, a partir das 8h30, o circuito abre para os primeiros treinos livres oficiais, em seguida vêm às sessões classificatórias, que definirá o grid de largada. A largada para a primeira prova do dia está marcado para às 14h.

 

Serviço

A entrada ao evento é gratuita, havendo somente a cobrança de estacionamento sendo R$ 15 para carros e motos. O autódromo do ECPA está localizado em Piracicaba, no interior de São Paulo, na rodovia SP 135, km 13,5, no Distrito de Tupi. Telefones (19) 3438.7901 e 3438.7174.

 

Acompanhe as novidades da Copa ECPA de Velocidade no site www.ecpa.com.br. Mais informações pelo facebook.com/ecpabrasil e e-mail para Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

A realização e organização são do ECPA e a supervisão da Liga Paulista de Automobilismo (LPA).20a Copy

 

METRO DE LISBOA

 

Metro de Lisboa reforça carruagens durante o SBSR

 

 

À semelhança de anos anteriores, o Metropolitano de Lisboa (ML) vai reforçar a sua oferta, durante o festival Super Bock Super Rock (SBSR), que se realiza esta semana, nos dias 13 a 15 de julho, no Parque das Nações, em Lisboa.

 

A estação Oriente, da Linha Vermelha, pela sua proximidade ao SBSR, é aquela que melhor serve as viagens de ida para o Festival.

 

Assim, o Metro aposta no reforço do serviço na linha Vermelha disponibilizando comboios de seis carruagens, até ao final da exploração (01H00), já na madrugada dos dias 14, 15 e 16 de julho.

 

Também nesses dias, no horário entre as 01H00 e as 05H00, os participantes no festival SBSR poderão usufruir no regresso do serviço especial de transporte da Carris.

 

 

ATENÇÃO LEITORES

 

Via Verde anda consigo no Super Bock Super Rock

O novo serviço Via Verde Estacionar é a base da ativação de marca para o Super Bock Super Rock.

A ativação “Guarda Lugar” - onde um promotor Via Verde guarda o lugar dos festivaleiros nas filas da zona de restauração, multibanco e bares – , é o principal destaque.

Os “Guarda Lugar”, contribuem para a expansão da mobilidade dos festivaleiros e simultaneamente apresentam: o Via Verde Estacionar. Um serviço que permite o pagamento do estacionamento de superfície, e que está disponível em oito localidades: Porto, Gaia, Amadora, Portimão, Vila Real, Figueira da Foz, Bragança e Cascais.

No SBSR também vão ser divulgados os benefícios exclusivos para os clientes aderentes ao programa Via Verde Viagens & Vantagens. O grande destaque é o “Pack Festivais”, que com a compra do Passe para cada um dos festivais, dá muito mais: o passe geral, estacionamento gratuito junto ao recinto, 25% de desconto em portagem, e um vale de 8€ em combustível.

Os festivaleiros podem aceder ao “Pack Festivais” no site da Via Verde, para usufruir destas vantagens.

Com esta aposta, a Via Verde pretende aumentar o user experience e a mobilidade jovem entre os seus clientes, com uma oferta onde a comodidade e a poupança estão presentes, permitindo incentivar as viagens até aos festivais.

 

NOVO HONDA PARA O TCR

 

alt

JAS Motorsport to introduce new Honda Civic Type R TCR in 2018


JAS Motorsport will introduce the all-new Honda Civic Type R TCR to the touring car world for the 2018 motorsport season.

The new car, which is based on the all-new 2017 road car launched this year, builds on the great success achieved by its predecessor since it debuted in TCR competition in 2015.

Key features include a brand-new exterior design and aerodynamic package to cut drag and improve downforce, an all-new multilink rear suspension and anti-rollbar system, an advanced Electronic Control Unit (ECU) and improved rollcage with the very latest FIA lifting device.

An ‘endurance’ version is also available for customers planning to contest championships such as the VLN and 24h Series with additional lighting, driver cooling and anti-lock braking available.

The new Civic Type R TCR continues a long and successful partnership between Honda and JAS Motorsport that began in 1998 and intensified when the Milan-based organisation was chosen to develop the first Civic Type R for grass-roots circuit racing and rallying in 2001.

Since then, JAS-developed Civics have helped Honda to become FIA World Touring Car Champions in 2013 and its partner teams to win the European Touring Car Cup, TCR Germany, Middle-East, Italy and Benelux series and the Macau Guia Race with the current Civic Type R TCR.

The new Civic Type R TCR will join the current list of 19 models and 300-plus cars eligible for TCR competition globally.

Delivery to customers is due to start on December 15 this year and the first 25 completed cars will be available for the start of the 2018 racing season, so interested parties are encouraged to contact JAS to avoid disappointment.

Mads Fischer, JAS Motorsport TCR Project Leader, said: “We are delighted and excited to announce today that we will make the new Honda Civic Type R TCR available to customers for next year and send our warmest thank you to Honda for continuing to give us their blessing for this project. The new car shows significant development in several key areas such as aerodynamics, suspension and electronics.  Our first Civic Type R TCR car has won five championships already and is in contention for another eight this year in Europe and Asia, and our aim is to ensure that the new car continues to raise the bar for TCR competition globally.”

 

 

About JAS Motorsport
Founded in 1995, JAS Motorsport is one of the world's leading touring car teams and constructors. Initially fielding Alfa Romeos in the ITC, JAS became a technical partner of Honda in 1998 and has been at the forefront of its activities with touring cars and rallying ever since. In 2012, JAS was chosen to develop, in partnership with Honda R&D, the Civic WTCC, which it currently fields in the FIA World Touring Car Championship. Since then, the organisation has designed and built Honda's hugely-successful Civic Type R TCR, which won five major championships in 2016 and '17.

 

DISCOVERY CHANNEL

 

MICHAEL PHELPS ENFRENTA UM TUBARÃO BRANCO

 

O Discovery Channel prepara-se para celebrar um evento televisivo a nível planetário que vai encher os ecrãs com as mais belas e temidas criaturas: os tubarões. Entre 23 e 30 julho, o Discovery Channel estreia 19 programas inéditos, com destaque para o documentário protagonizado pelo melhor nadador de todos os tempos, Michael Phelps. O norte-americano, que já bateu todos os recordes frente a outros humanos, vai agora desafiar um tubarão.

 

A 17 de julho de 1988, o Discovery Channel levou a cabo um evento televisivo único que tinha os tubarões como grandes protagonistas. Mas, apesar da sua beleza, estas criaturas sempre foram mais temidas do que admiradas. Durante uma semana, com uma programação especial, o canal tentou chamar a atenção para a necessidade de  conservar esta espécie, dizimada pela pesca descontrolada e pela degradação dos seus habitats e terminar com os mitos que existem em torno dos tubarões. A resposta não podia ter sido melhor.

 

Quase três décadas depois, a Shark Week converteu-se num acontecimento único em mais de 72 países em todo o mundo, reunindo a cada ano uma legião de espetadores diante dos ecrãs do Discovery Channel, para conhecer as últimas investigações e descobertas sobre os tubarões.

 

O Discovery Channel Portugal junta-se a este evento global e enche os ecrãs de tubarões entre 23 e 30 julho. Todas as noites, depois das 21 horas, os espetadores do canal poderão ficar submersos numa extraordinária programação, que inclui 19 estreias e muitas mais surpresas. Mas a maior atração será mesmo o duelo entre as duas máquinas aquáticas mais perfeitas da natureza: o tubarão, um êxito da evolução dotado da mais avançada tecnologia para mover-se debaixo de água e um rapaz de Baltimore chamado Michael Phelps, o melhor nadador humano de todos os tempos. O atleta olímpico mais premiado da história, com um total de 28 medalhas e recordista absoluto em várias disciplinas, participa em duas produções rodadas especificamente para a Shark Week: "Escola de tubarões" e "Phelps contra Tubarão". O nadador vai competir diretamente com tubarões e o resultado será... surpreendente. 


"Escola de Tubarões" estreia a 23 de julho, às 21 horas para mostrar que Phelps é um amante destes animais e está ansioso por começar a prova mais arriscada da sua vida. Antes de enfrentar o tubarão, fará um curso intensivo com os especialistas Doc Gruber e Tristan Guttridge. Phelps vai perceber que nem tudo o que ouvimos sobre os tubarões é verdade e aprender a andar entre estas criaturas em segurança, inclusive quando um grande tubarão martelo passa por ele, a escassos centímetros da sua cara.

 

Teremos de esperar até ao próximo domingo, dia 30 de julho, para que os espetadores possam ver "Tubarão contra Phelps" e o nadador a competir contra o mais temido adversário até à data: um tubarão branco, um dos animais mais rápidos do oceano. Uma feito único nunca antes tentado. Qual será o resultado? 


Para além destes documentários exclusivos, os espetadores poderão ainda ver durante a "Shark Week" outros programas protagonizados por tubarões, 17 deles inéditos. Poderemos acompanhar uma equipa de cientistas que investigam o porquê dos tubarões se concentrarem em zonas com vulcões e ilhas vulcânicas e viajaremos até uma recondita praia na costa da Califórnia que foi palco de terríveis ataques de um grande tubarão branco a cada dois anos (em 2008, 2010, 2012 e 2014). Usando tecnologia de satélite, os especialistas vão tentar descobrir se é o mesmo tubarão que regressa sistematicamente ao mesmo local ou se se trata de uma trágica coincidência.

 

"Shark Week": Domingo 23 a 30 de julho, a partir das 21 horas, no Discovery Channel.

 

AUTOMOBILISMO PORTUGUES MAIS POBRE

AUTOMOBILISMO PORTUGUES  MAIS POBRE

 

RUI SOUTO FALECEU19884249 10203554175651182_4537430003329810319_n_Copy

 

O automobilismo portugues está mais pobre, pois perdemos mais um piloto de ralis, trata-se de Rui Souto que já não se encontra entre nós.Recorde-se que Rui Souto, ganhou notariedade, quando fez parte da equipa da Diabolique Motorsport, ao volante dos Ford Escort.

 

Assim apresentamos as mais sentidas condolencias a todos os entusiastas, assim como à sua familia nesta hora dificil.

 

RALIS NO BRASIL

 

Correndo em casa, ProMacchina Motorsport disputa todas as categorias do Brasileiro

Com dois RC2, dois RC4 e três RC5, o show está garantido para o público presente no Rally de Piraquara.

A ProMacchina Motorsport, uma das maiores equipes de rally do Brasil, segue em busca de mais vitórias na temporada 2017 de rally de velocidade. No próximo fim de semana, de 14 a 16 de julho, a equipe estará em Piraquara / PR, com sete carros divididos nas 3 categorias, em busca de importantes pontos para o Campeonato Brasileiro de Rally.

O Rally de Piraquara está em sua terceira edição e será válido como 3ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally e 2ª e 3ª etapa do Campeonato Paranaense de Rally. Percorrendo estradas de terra e cascalho da região rural da cidade, soma 152 quilometros de trechos cronometrados em 12 especiais, que passam por pontos conhecidos do público, como a Igreja da Colonia Santa Maria e o Salto Piraquara. 

Na categoria de entrada do esporte, a RC5 – para carros 1.6 de produção, Edu Paula / Bruno Scarpelli, com um VW Gol, vem de uma importante vitória no Rally de Erechim e ocupam a segunda colocação no Brasileiro. Na mesma categoria, Perci Hultmann / Laercio Reginatto e Erolf Schotten / Tony Matias, ambos de Peugeot 207, seguem em busca de somar pontos para a temporada. 

Entre os carros 1.6 com preparação, categoria RC4, Maurício Neves / Leandro Ferrarini, que não competem desde o ano passado, vem para esta prova testar algumas evoluções técnicas do Peugeot 207, carinhosamente apelidado pelo público de F1. “Estamos parados há algum tempo, mas somos apaixonados pelo esporte e não poderíamos perder a oportunidade de correr em casa”, conta Neves, que além de piloto comanda o tima da ProMacchina Motorsport. 

Também na RC4, vem a dupla Felipe Marra / Thiago Osternack, que apresenta uma evolução constante e, atualmente, ocupa a 4ª colocação no campeonato Brasileiro.

E na categoria principal, RC2N – para carros com tração integral e mais de 300 cavalos, Alexandre Figueredo / Vinicius Zavierucka vem com seu Citroen DS3 Maxi para dar um show nas estradas da região. Na mesma categoria, teremos a estreia da dupla Leo Zettel / Fred Zettel, que vão competir a bordo do Peugeot 207 XRC, desenvolvido pela ProMacchina. 

O evento começará na sexta-feira (14/07), com a largada promocional, a partir das 18:00h em frente à Prefeitura Municipal de Piraquara, onde pilotos e navegadores apresentação suas máquinas para o público presente. A competição começa no sábado à tarde com 6 das 12 especiais disputadas.

Programação
Sexta-feira – 14/07/17
• 14:00h – Abertura do Parque de Apoio
• 18:00h – Largada Promocional
• 21:00h – Levantamento das especiais noturnas
• 23:00h – Encerramento das atividades

Sábado – 15/07/17
• 07:30h – Levantamento das especiais diurnas
• 11:30h – Encerramento do levantamento
• 12:53h – SS1 – Nova Tirol 1
• 14:16h – SS2 – Boatiatuva 1
• 14:36h – Parque de Serviços A
• 15:39h – SS3 – Nova Tirol 2
• 16:52h – SS4 – Botiatuva 2
• 17:22h – Parque de Apoio B
• 18:55h – SS5 – Santa Maria 1
• 19:58h – SS6 – Santa Maria 2
• 20:58h – Parque de Serviços C

Domingo – 16/07/17
• 08:33h – SS7 – Laranjeiras 1
• 09:06h – SS8 – Barragem 1
• 09:34h – SS9 – Laranjeiras 2
• 10:17h – SS10 – Barragem 2
• 10:42h – Parque de Serviços D
• 11:55h – SS11 – Laranjeiras 3
• 12:58h – SS12 – Botiatuva 3
• 13:23h – Parque Fechado Final
• 14:30h – Premiação

Classificação do Campeonato Brasileiro
RC2
1. Ricardo Malucelli / Giovani Bordin – 29 pontos
2. Claudio Rossi / Eduardo Tonial – 18 pontos
3. Vitor Ficher / Sidinei Broering – 15 pontos
4. Fabio Simsen / Gilson Rocha – 13 pontos
5. Tiago Larrossa / KZ Morales – 8 pontos

RC4
1. Ricardo Oro / Vinicius Anzileiro – 20 pontos
2. Toninho Genoin / Maicol Souza – 17 pontos
3. Luis Tedesco / Andrey Karpinski – 12 pontos
4. Felipe Marra / Thiago Osternack – 9 pontos
5. Felipe Mueller / Cesar Ranthum – 9 pontos

RC5
1. Michel Mueller / Luis Feipe Eckel – 25 pontos
2. Edu Paula / Bruno Scarpelli – 19 pontos
3. Adre Alegretti / Guilherme Trombini – 10 pontos
4. Luis Afonso Poli / Andre Munhoz – 6 pontos
5. Erolf Schotten / Tony Matias – 3 pontos 

Acompanhe o Rally de Piraquara pelos perfis @rallybrasileiro nas principais redes sociais.

A ProMacchina Motorsport é uma equipe de competição especializada na preparação, construção e manutenção de carros de corrida que conta com apoio de Ekron Industrial, Dmack Motorsport Brasil, Mahle e WZ Comm.10a Copy11a Copy12a Copy

 

CONTINUA O DOMINIO PEUGEOT

 

Silk Way Rally 2017 - Resumo da 4ª Etapa

 

PEUGEOT DKR MAXI ALCANÇA 3ª VITÓRIA EM 4 ETAPAS NO FINAL DE UM DIA COMPLICADO

 

  • Mesmo se o quarto dia do Silk Way Rally se desenrolou sob condições apocalípticas, o novo Peugeot DKR Maxi voltou a demonstrar todas as suas qualidades. Sébastien Loeb e Daniel Elena assinaram nova vitória na Especial, com isso alargando a sua margem na frente da Classificação Geral. Já os seus