In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


TCR NA HUNGRIA

 

Rounds 11 & 12 – Hungaroring – 17 / 18 June 2017

RACE REPORT

Attila Tassi is prophet in his home country

The M1RA driver wins twice and leads the standings

Attila Tassi turned 18 last Wednesday and couldn’t have hoped for a better way to celebrate his birthday. In fact, the Hungaroring event turned into a triumph for him, the M1RA team and Norbert Michelisz who played the double role of team principal and driver.
Tassi broke his duck and claimed his first victories in the TCR International Series, which enabled him to jump from fourth to first in the Drivers’ classification with a margin of six points ahead of his teammate Roberto Colciago.
Michelisz accomplished his mission of ‘bodyguard’ in both races, protecting Tassi’s shoulders in Race 1 and Colciago’s in Race 2, and stealing previous points from Jean-Karl Vernay twice. The Frenchman tried everything to overtake Michelisz, but in the end had to settle with a third and a seventh that earned him enough points to stay in touch with the two leaders, 13 points behind Tassi and seven behind Colciago.
As for the other title contenders, Stefano Comini had a nightmare weekend, struggling to stay on the pace with the full Success Ballast onboard, and scored only one point, dropping from first to fourth in the standings, 25 points behind Tassi. Pepe Oriola returned to the podium by finishing second in Race 2 and so climbed to fifth in the standings with a gap of 42 points.
After scoring his first points last week in Austria, Jens Reno Møller performed brilliantly in the second race, leading for 10 out of the 14 laps and finishing third, claiming a podium place for the first time. His and Stian Paulsen’s results (the Norwegian was eighth in Race 2) proved that in TCR the smaller teams can actually fight on equal ground with larger and richer outfits.
The series will resume at Oschersleben’s Motorsport Arena, Germany for rounds 13 and 14 on July 8 and 9.

Race 1 – Tassi wins as Michelisz’s plan is successful

Norbert Michelisz proved that he’s not only a superstar driver, but also a fine strategist. After setting pole position yesterday, he made it clear that his aim was to help his protégé Attila Tassi to win his first race and to claim a podium result for himself.
His plan was a complete success!
The icing on the cake was Roberto Colciago’s fourth place that propelled the Italian driver to the top of the standings, while the previous leader, Stefano Comini, did not score and so dropped to fourth.
Tassi, Michelisz, the whole M1RA crew and the many spectators couldn’t hide their emotion when the Hungarian anthem was played on the podium.
There was a lack of position changes among the top drivers, while a number of battles raged for the other positions and several drivers were warned for repeatedly infringing the track limits.
After starting from the back of the grid because of a technical infringement in Qualifying, Mat’o Homola completed a strong recovery to finish 10th; Ferenc Ficza obtained an encouraging 16th position with the debutant KIA cee’d of Zengő Motorsport, although he was later dropped to 19th by a 30-second penalty for a grid position infringement.

Key facts
Grid – Vervisch (engine change) and Homola (technical infringement) are both demoted (from 14th and 4th) to the back of the grid; Ficza is also dropped (from 23rd to 24th) because of a penalty received in the previous event.
Warm up lap – Bernula’s KIA remains in the pit lane as the team is working to solve a gearbox problem
Start – Michelisz and Tassi make a great start and Michelisz allows Tassi into the lead; behind them, Colciago and Vernay swap third position a couple of times
Lap 1 – Vernay keeps third ahead of Colciago and Oriola; Ende retires with differential problems
Lap 2 – Vernay is threatening Michelisz’s second place; Huff follows in sixth position and is chased by Lloyd and Nash; Borković pits after contact with Comini, then rejoins
Lap 3 – Paulsen drives on the gravel and pits after a contact with Morbidelli; Huff stops on the track with a pierced radiator
Lap 4 – Homola recovers to 12th, Ficza to 16th
Lap 5 – Morbidelli is chasing Nash who is 7th
Lap 6 – Kajaia defends the 10th place from Vervisch and Homola
Lap 8 – Colciago and Oriola run two-abreast while fighting for 4th; Vervisch stops on track with a differential problem
Lap 9 – Comini and Møller fight for 12th; Demoustier, Ficza and Nagy are immediately behind them
Lap 10 – Demoustier overtakes Møller for 13th
Lap 11 – Altoè overtakes Morbidelli for 8th
Lap 12 – Homola overtakes Kajaia for 10th
Lap 13 – Nagy overtakes Ficza for 15th
Lap 14 – Tassi claims his maiden win ahead of Michelisz and Vernay

Driver quotes after the Hungaroring Race 1

Attila Tassi (winner): “I am really happy. To win my first TCR International race here at home, in front of my home crowd, is just a dream come true, the best feeling I had so far in my career. I took a good start, and clearly, Norbi protected my… shoulders, I only had to focus on the corners and preserving the tyres, without having to look into the mirrors. In the last couple of laps, I started having some brake and understeer problems, but kept everything under control.”

Norbert Michelisz (second): “It all went according to the plan, but I must stress that Attila really won this race on his own merit, taking a perfect start. He completely deserved this first win, and he has done tremendous progress this year. I know exactly how he must feel at this very moment, and I also feel emotional about it, it’s like winning myself. During the race, I just tried to leave Attila some breathing space, but I had to make every effort to cover the lines and defend my position from Jean-Karl, who was faster in some portions of the track. Now, we should avoid over-celebrating, there is another race later and we need to stay focused.”

Jean-Karl Vernay (third): “It was a pleasure to fight with Norbi, really a great moment. I took a good start, but not good enough to pass the Honda cars, which are so fast at the start. Still, I could pass Colciago, we fought for a couple of corner, but I managed to stay ahead. I am happy with this result, as the objective was precisely to score some heavy points.”

Roberto Colciago (fourth): “It’s not a bad result under the circumstances. Something changed in my car after three laps, there was a sudden drop of performance, we don’t understand why. It has nothing to do with success ballast.”

Race 2 – Another win for Tassi and podium for Møller

Attila Tassi completed his and M1RA’s perfect home weekend by claiming another victory and so became the first TCR International Series driver to score two wins in the same weekend since Pepe Oriola in Bahrain last year; a feat that drove the Hungarian fans crazy and propelled the 18-year old Tassi to the top of the standings.
Jens Reno Møller was the other hero of the race, as he led for most of the 14 laps and eventually finished third; the first podium result for the Dane that came out of the blue considering that he crashed his Honda Civic yesterday during the Qualifying, which forced his team to work until 5:00 this morning.
Oriola was clearly determined to score as many points as possible in order not to lose contact with the points leaders; he was able to move up from fifth to second, overtaking Colciago, Altoè and finally Møller on the last lap.
Norbert Michelisz completed his job, by finishing sixth and keeping Jean-Karl Vernay at bay for the whole race, which helped his teammates Tassi and Colciago to build a margin over the Frenchman in the standings.
Two other drivers deserve mentions: Giacomo Altoè and Stian Paulsen. Even younger than Tassi, Altoè did his best to obtain his first podium; eventually he finished immediately behind the top three, but showed he has the speed and maturity to become a top driver. As for Paulsen, he finished eighth and so finally scored his first points in the International Series.

Key facts
Grid – Nagy’s SEAT is missing due to an oil leak from the engine
Start – Møller sprints from the pole position, followed by Altoè and Tassi who jumps from eighth position to third; there is a series of contacts as the field negotiates Turn 1 and as the dust settles, the count of wrecked cars consists of Kajaia’s Alfa Romeo, Morbidelli’s Volkswagen and Lloyd’s SEAT
Lap 1 – the safety car is deployed
Lap 4 – the race resumes
Lap 5 – Michelisz overtakes Paulsen for 6th; Huff overtakes Demoustier for 12th
Lap 6 – Tassi overtakes Altoè for second; Oriola overtakes Colciago for fourth
Lap 7 – Altoè defends his third place from Oriola; Homola overtakes Demoustier for 13th
Lap 8 – Comini overtakes Huff for 11th; Borković retires with power steering failure
Lap 9 – Comini, Huff and Homola have a close fight for 11th with a few contacts; Ende retires with electrical problems
Lap 10 – Tassi closes the gap from Møller to three tenths
Lap 11 – Tassi takes the lead from Møller; Vernay tries in vain to overtake Michelisz
Lap 12 – Oriola overtakes Altoè for third; Vervisch stops on the track with a broken suspension; Vesnić retires with brake problems
Lap 13 – Oriola overtakes Møller for second
Lap 14 – Tassi claims his second victory of the day, from Oriola and Møller who finishes on the podium for the first time


Driver quotes after the Hungaroring Race 2

Attila Tassi (winner): “It’s unbelievable what was happening this weekend! I could never expect such a day and I am really happy. I turned 18 last Wednesday and this was really a great present! I took a very good start, but there was a slight contact with Altoè in turn 1, and my steering got a little bit damaged. Still, I could pass him shortly after and then started chasing Møller when he made a small mistake. I am now leading the standings, which is great, but it doesn’t mean much, as the fight is so close and the leader keeps changing…”

Pepe Oriola (second): “I really wanted to finish on the podium after some recent disappointments, and I am very happy with the result and with my race. We changed something in the car between Race 1 and Race 2 and it proved effective. Being able to overtake Colciago, Altoè and Møller on such a track was not bad at all. My only problem was at the restart after the safety car, I was caught a little by surprise, as the radio was not working. It was also a good result for staying in the fight for the championship, which will go on to the very end. Still, today’s hero is Attila, I want to congratulate him warmly, and I know what it is to clinch one’s first success at a very young age, he has a bright future ahead. We also welcome him in the selected club of drivers that have won both races of a same event, we aren’t so many!”

Jens Reno Møller (third): “Twenty-four hours ago we were looking at a severely damaged car and almost packing to go home… now we are on the podium, it has been a fantastic comeback, so I am obviously very happy. We just told ourselves that we could not let go the opportunity of starting from the pole in Race 2 and we decided to have a try on fixing the car… We are a small privateer team, with five guys that worked until 5 am to repair everything and did it wonderfully. I took a great start and tried to build a gap, I think I did quite a good job. Tassi could only pass a few laps from the end, when I did a small mistake at turn 12. By then my tyres were dead, and eventually also Oriola passed, but third is a great result, given that our target is the European trophy finale in Adria…”

Giacomo Altoè (fourth): “It has been a tough race, I never sweat so much, but it’s a good result, actually the team’s best this season, although it is a little bit disappointing to miss the podium by so little. At the start, I had to keep Tassi at bay and dived very early into first corner. The back of my car slid and I hit him slightly, luckily with no damage for either. Oriola’s pressure was really heavy for most of the race and I could resist up to the moment my tyres were ok. The car has improved a lot, the tests we did at Adria before the Salzburgring actually helped to understand many things about the Golf. The improvements were not so evident in Austria, because of the long straights, but were much more visible here, and we are very confident ahead of Oschersleben, which should suit the Golf.”   

Ferenc Ficza is positive about the KIA’s potential

Despite only taking delivery of the brand new KIA cee’d TCR early on Saturday, Ferenc Ficza demonstrated the car’s future potential by finishing 15th and 14th after twice starting from the back of the grid.
In fact, the Korean car had stopped during its very first lap in yesterday’s Free Practice due to a broken throttle cable. Therefore, Ficza was finally only able to drive the KIA for the first time during Qualifying and treated the session as a shake down. He qualified 23rd and lost another position on the grid due to a penalty from the previous event.
In both races, the young Hungarian was able to recover, although another penalty for a grid position infringement dropped him from 15th to 19th in Race 1.
The second race saw him again climbing up to 14th, which would have earned one point for KIA in the Model of the Year Trophy should the car not have been racing under a temporary homologation form.

“I was able to complete both races, which was an achievement in itself considering that we missed both free practice sessions and the car only turned a wheel for the first time during Qualifying. There is still a lot of work to do; the set-up has to be done from scratch, and I hope that we will have the budget to do some testing, but the car has great potential. It feels completely different from anything I have driven so far, but I am really impressed,” Ficza said.


2017 TCR International Series – calendar
2 April – Rustavi International Motorpark, Georgia
16 April – Bahrain International Circuit (F1 event)
6 May – Circuit de Spa-Francorchamps, Belgium (WEC event)
14 May – Autodromo di Monza, Italy (ELMS event)
11 June – Salzburgring, Austria
18 June – Hungaroring, Hungary (DTM Event)
9 July – Motorsport Arena Oschersleben, Germany (with ADAC TCR Germany)
3 September – Chang International Circuit, Buriram (with TCR Thailand)
8 October – Zhejiang International Circuit, China (with TCR Asia & TCR China)
26 November – Yas Marina Circuit, Abu Dhabi (F1 event)

 

NOTICIAS DOS ESTADOS UNIDOS

 

Lucas Oil Racing TV is the first 24/7 On Demand motorsports network - 2000 plus hours of US, national and international racing, car shows, behind the scenes action and live-streaming events online without commercial breaks.


 
This Thursday-Saturday LIVE:

 

ASCS National Tour vs. Summer Thunder Sprint Series
 and a field full of hungry Northwest Sprint Car talent
 - it's the 46th annual Jim Raper Memorial Dirt Cup!
At Skagit Speedway - Alger, WA 

Also this week LIVE:

 

ARCA Stock Car Series - Montgomery Ward 200 - Friday June 23 9:00PM ET at Madison International Speedway - Madison, WI.
Racing on the historic 1/2 mile paved oval has been eagerly anticipated by ARCA fans following highly contested back-to-back superspeedway events.
Yearly Subscription Only
Utah Motorsports Campus - Toole, UT. Lucas Oil - Utah Off Road Nationals - Sat & Sun June 24 & 25 4:30PM ET. High speeds and tight racing action are the name of the game at the Utah Motorsports Campus track.
Monthly and Yearly Subscriptions

Recently added to the library: 

Lucas Oil Late Model Dirt Series "Clash at the Mag" - Hot Laps / B-Mains / A-Mains - June 17, 2017. Live replay from the Lucas Oil Late Model Dirt Series Clash at the Mag at Magnolia Motor Speedway in Columbus. Mississippi.
MAXPOWER Motorsports Magazine. June 15, 2017.
1) British Touring Car Championship
- Oulton Park    Circuit: Cheshire, England. 2) IMSA heads to Long Beach, Cal. 3) TRC Series heads to the Sepang Circuit in Malaysia. AVAILABLE FOR USA ONLY
Performance TV - Waterless Cooling, Motorcycle Styling, and All-In-One Cleaning - June 15, 2017. The Performance TV Team goes waterless to keep cool, styles up a Harley, and cleans up around the shop.
Sam's Garage - Lund Revolution Bull Bar Installation - June 15, 2017. Today we try out HE & M's new Saw, we do a tach conversion with Brothers Truck Parts while the crew have a friendly competition installing the Lund Revolution Bull Bar.
Maxxis British Motocross Championship - Round 3 - Kent - June 15, 2017. We head to Canada Heights in Swanley, Kent for round 3 of the Maxxis British Motocross Championship.
AVAILABLE FOR USA ONLY
Madera Speedway - Round 1: Junior Late Model Series - June 15, 2017. The Jr. Late Model Series from Madera Speedway features the first race of the 2017 season in Madera, California.
If you are unable to watch a race live, all live races will be available for replay after an event... usually within 24 hours. Please check back regularly for schedule updates. We are always adding new content and will also be adding to our live event offering throughout the season.
Lucas Oil Racing TV is currently available through Amazon Fire TV,  Android Devices,  Apple iPad, Apple iPhone,  Roku,  Xbox, and LucasOilRacing.TV for computers, tablets and smartphones.

 

BAJA DO PINHAL

 

Alejandro Martins triunfa na Sertã e reentra na luta pelo título

 

Ricardo Porém desistiu e João Ramos atrasou-se no início do segundo dia terminando na sétima posição

 

Depois de nas duas passagens pelo prólogo da Baja TT do Pinhal, realizadas na sexta-feira, Ricardo Porém e João Ramos terem travado uma luta intensa pela liderança da classificação geral na terceira prova do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, tudo fazia prever que neste sábado a luta pela vitória final se resumiria a uma batalha entre os pilotos do Ford Range e da Toyota Hilux.

 

No entanto, foi logo no início do segundo dia que as expectativas criadas no dia anterior foram por ‘água abaixo’. João Ramos até entrou melhor e na passagem pelo primeiro ponto de controlo do SS1 já tinha recuperado o tempo perdido no dia anterior e ultrapassado Ricardo Porém na geral virtual. Contudo, perto dos 75km da terceira especial da prova que se realizou na zona da Sertã, Oleiros e Proença-a-Nova, João Ramos teve uma saída de pista que levou a que o piloto da Toyota perdesse 49 minutos para Alejandro Martins, que acabaria por vencer o SS1, beneficiando da desistência de Ricardo Porém.

 

Depois do incidente de João Ramos, Porém tinha nas mãos uma grande oportunidade para sair da Baja TT do Pinhal com a liderança do campeonato reforçada. Contudo, pouco quilómetros depois dos problemas na viatura de um dos seus mais diretos adversários, o piloto de Leiria teve, também ele, problemas (transmissão traseira esquerda) no seu Ford Ranger que o obrigaram a desistir do evento organizado pela Escurderia de Castelo Branco. Alejandro Martins, que seguia tranquilo na terceira posição, foi forçado a remover Ricardo Porém da pista, razão pela qual acabou por perder algum tempo para os seus perseguidores, deixando inclusive de liderar o evento, ainda que de forma virtual (a organização viria a repor os 4 minutos e 50 segundos perdidos na desistência do líder do Campeonato Nacional). Ainda assim, o piloto da Toyota Hilux conseguiria em pista, e até ao final do SS1 voltar à liderança da Classificação Geral quando só faltavam cumprir os 136.91km do SS2.

 

No último sector seletivo da Baja TT do Pinhal, Alejando Martins não teve quaisquer problemas para manter a liderança e levar até ao final a sua Toyota, confirmando assim a sua primeira vitória no Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. “Fizemos uma excelente prova e penso que a vitória é merecida. Este segundo dia foi muito complicado devido ao calor mas acabámos por conseguir chegar ao final da manhã com uma margem confortável que nos permitiu gerir o tempo no último sector seletivo. Esta primeira vitória é muito positiva porque nos deixa numa boa posição para continuar a lutar pelo título. Em Idanha-a-Nova acredito que posso chegar à vitória, mas um pódio já seria um resultado muito positivo”, disse o vencedor.

 

Apesar da incrível história que levou Alejandro Martins à vitória, destaque ainda, para a consistência demonstrada por Nuno Madeira (Kia Sportage TT) que o levou ao segundo lugar da Geral, ainda que longe de Martins. Henrique Silva (Mini Cattiva), Alexandro Franco (BMW Evo X1) e Pedro Dias da Silva (Mazda Proto) completaram o Top5. João Ramos, travou uma batalha contra o tempo e contra as adversidades com o objetivo de conseguir somar o máximo de pontos, logrando apenas o 7.º lugar à Geral, recuperando seis posições nos últimos 136.91km do evento, o que lhe garantiu 9 preciosos pontos na luta pelo título.

 

Na categoria T2, Rui Sousa (Isuzu D-Max) levou a melhor, mesmo que César Sequeira tenha liderado a categoria até desistir devido a problemas mecânicos. Em T8, Nuno Tordo comandou a classificação do início ao fim, terminando com uma vantagem de mais de cinco minutos sobre Hugo Raposo (Nissam Pathfinder).

 

No Desafio Mazda, Pedro Dias da Silva levou a melhor entre os inscritos nesta competição monomarca onde só participam viaturas Mazda Proto. Na prova a contar para Taça Nacional, Mário Mendes levou a melhor ao volante de um Suzuki Jimny.

 

Depois da duríssima prova agora terminada, que contou com temperaturas extremamente altas, seguidas de aguaceiros, o Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno continua a 8 e 9 de Setembro, com a realização da Baja TT Idanha-a-Nova, prova também organizada pela Escuderia de Castelo Branco.

 


Top-3 absoluto

           A. Martins/J. Marques                 Toyota Hilux                                      5h34m49,00s

           N. Madeira/M. Costa                    Kia SportageTT                                 a 8,25m

           H. Silva/R. Franco                            Mini Cattiva                                       a 12,56max4 Copyax5 Copy

 

JOÃO FARIA NO FAIAL

 

João Faria alcança objetivos traçados para o Faial

Um Ilha Azul “de trás para a frente”

 

João Faria e António Olas formaram a dupla do Ribeira Grande Rali Team que esteve presente, este fim de semana, no Faial, para disputar a 3ª prova do Campeonato dos Açores de Ralis.

“Saímos muito satisfeitos”, afirmava o piloto de Rabo de Peixe no final da prova. Para sustentar a afirmação inicial, João Faria lembra que foram cumpridos “os objetivos de ganhar a classe rc4”, tendo ainda vencido entre as viaturas de grupo N e alcançado um bom 6º lugar à geral.

Mas o rali foi tudo menos fácil e a noite de sexta feira ficou mesmo marcada por uma penalização sofrida pelos homens do Peugeot 206 RC depois de concluída a primeira especial de classificação. João Faria e António Olas foram obrigados a fazer uma prova de recuperação. De facto, a dupla do Ribeira Grande rali Team entrou para as classificativas de sábado em 12º da geral, 8º das duas rodas motrizes e 3º dos RC4. Uma atuação sólida e bem conseguida levou-os a vencer esta última categoria, ao mesmo tempo que um pódio à geral das 2 rodas motrizes premiava o esforço da equipa e de todos os seus patrocinadores cujo apoio permitiu a participação num rali que é do agrado de piloto e navegador.

No rescaldo à prova faialense, João Faria fez questão de lembrar que “apesar dos meios financeiros e materiais muito limitados de que dispomos, até em comparação com a concorrência, fizemos mais uma prestação muito positiva que nos enche de orgulho e que queremos dedicar a todos os nossos patrocinadores”.

Com 3 das 7 provas que compõem o Campeonato de Ralis dos Açores já disputadas, João Faria e António Olas estão destacados no comando da classificação dedicada aos RC4 e são 3ºs nas contas das duas rodas motrizes, apenas sendo batidos por equipas com carros muito superiores ao seu 206 RC. No campeonato de absolutos a posição é ainda mais interessante, uma vez que João Faria é 5º, atrás dos pilotos dos três R5 que estão a disputar o campeonato e do líder das duas rodas motrizes que dispõe de um carro da categoria R3T.

A próxima prova do campeonato faz as equipas regressar à ilha de S. Miguel. 8 e 9 de Julho são as datas previstas para o Rali Lótus que deve voltar a contar com a presença de várias duplas do Ribeira Grande Rali Team.ax1 Copy

 

COPA ECPA - BRASIL

Com forte equilíbrio, Copa ECPA de Velocidade parte para 3ª etapa

Certame é disputado pelas categorias Marcas e Pilotos e Fórmula Vee

 

O autódromo do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo receberá no próximo sábado (24) a terceira etapa da Copa ECPA de Velocidade, um dos mais fortes regionais do país, com a participação de pilotos de todo o estado.

 

O certame terá provas de Fórmula Vee e Marcas e Pilotos, categoria que é dividida em três classes (Super, Light e Novatos). Ao longo da programação de treinos livres e classificatórios, todos disputam duas baterias.

 

Entre os Novatos, a liderança é de Guilherme Reischl, com 65 pontos, mas o piloto tem a dupla Eric Folquito e Adilson Gorga em seu encalço, com apenas dois pontos a menos. Thiago Roque é o terceiro colocado com 54 pontos.

 

Já na Light, categoria de acesso à principal, Alexandre Peppe vem tendo uma vida mais fácil, mantando uma boa vantagem sobre os adversários. O piloto da equipe Juka Motors tem 86 pontos conquistados nas duas primeiras provas da temporada. João Morais está em segundo, com 54 pontos e a dupla de pai e filho, Rodrigo e Alejandro Huidobro aparece na terceira colocação, com 35 pontos.

 

Já entre os pilotos mais experientes, a Super tem uma disputa das mais emocionantes, com quatro pontos separando os três primeiros colocados. A liderança de Alexandre Souza, que venceu apenas uma bateria das quatro disputadas, mas vem mantando uma forte regularidade e soma 60 pontos.

 

O paulistano não tem deixado escapar os pontos da pole position e melhor volta e isso vem ajudando a manter a ponta da tabela. “O campeonato é muito equilibrado e esses pontos estão fazendo a diferença”, afirmou o único piloto a competir com um Ford/Fiesta.

 

A vice-liderança de Lamartine Pinotti foi construída com duas vitórias até aqui na temporada, uma em cada etapa. O piloto de Sertãozinho, da equipe Phoenix competições, soma 58 pontos.

 

Já a terceira colocação pertence ao capivariano Rodrigo Stefanini, que começou a temporada conquistando a primeira vitória do ano, mas depois não venceu mais. Com 56 pontos conquistados até aqui, nas quatro baterias disputadas, o atual campeão da categoria afirmou que pretende voltar a subir no degrau mais alto do pódio nessa próxima etapa.

 

Fórmula Vee

Já na Fórmula Vee, após a primeira etapa, a classificação da categoria apresenta Francisco Laborda na liderança, com 35 pontos, ao ter conquistado uma vitória e uma segunda colocação. O argentino é seguido pelo piloto Alberto Otazú, que mesmo sem ter vencido somou 27 nas duas baterias da etapa inaugural. O amazonense, Gabriel Silva é o terceiro, com 24 pontos.

 

Serviço

A entrada ao evento é gratuita, havendo somente a cobrança de estacionamento sendo R$ 15 para carros e motos. O autódromo do ECPA está localizado em Piracicaba, no interior de São Paulo, na rodovia SP 135, km 13,5, no Distrito de Tupi. Telefones (19) 3438.7901 e 3438.7174.

 

Acompanhe as novidades da Copa ECPA de Velocidade no site www.ecpa.com.br. Mais informações pelo facebook.com/ecpabrasil e e-mail para Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar . A realização e organização são do ECPA e a supervisão da Liga Paulista de Automobilismo (LPA).

 

FPAK COM NOVO PRESIDENTE

 

Sucede a Manuel Mello Breyner que não foi reconduzido

Ni Amorim eleito novo presidente

da Federação de Automobilismo

 

 

Ni Amorim foi o vencedor, na noite desta segunda-feira, das eleições para a presidência da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), com 47 votos, contra 44 de Manuel Mello Breyner, que ao fim de um mandato viu ser-lhe retirada a confiança por parte da maioria dos associados daquele organismo.

 

Sinto uma grande satisfação e, ao mesmo tempo, orgulho por ser eu o escolhido para liderar a FPAK, sinal inequívoco de que o rumo seguido pelo Executivo anterior estava longe de corresponder aos anseios dos associados, mas também tenho consciência da responsabilidade que a partir de agora, face às expetativas criadas, recai sobre os meus ombros. É tempo de cerrar fileiras e colocar mãos à obra, porque há muito trabalho a fazer. Serei, podem ter a certeza, um presidente da FPAK de todos os associados, incluindo daqueles que não votaram em mim hoje, e conto com a colaboração de todos”, declarou Ni Amorim, o antigo piloto que vai, a partir de agora, presidir à Federação de Automobilismo e Karting até 2020.

 

Ni Amorim será o quinto presidente da história da FPAK, que foi fundada em 1994 – sucedendo à Comissão Desportiva Nacional (CDN) como organismo federativo –, depois de César Torres, Vasconcelos Tavares, Luís Pinto de Freitas e de Manuel Mello Breyner.

 

                                                     ÓRGÃOS SOCIAIS DA FPAK – 2017/2020

 

 

Presidente                                              Fernando Amorim

 

 

DIRECÇÃO

 

Vice-presidente                    Álvaro Portela

 

Vice-presidente                    Fernando Campos Ferreira

                                     

 

Vogais                                       Camilo Figueiredo

 

                                                     Francisco Armando Reis Fidalgo

 

                                                     Francisco Mora

                                                    

                                                     João Ferreira

 

                                                     João Rito

 

                                                     Pedro Calado

 

Rúben Gabriel Macedo                                                                             

 

                                                    

                                     

 

 

 

 

ASSEMBLEIA GERAL

 

Presidente                                              Dr. Amorim Pereira

                                                    

Vice-presidente                    Drª Ana Sofia Ferreira da Costa                               

 

                                                     Dr. Paulo Norberto Meireles de Sousa 

 

                                                     Dr. Augusto Roxo

                                     

 

 

CONSELHO DE COMISSÁRIOS

 

 

Presidente                                              Claudino Romeiro                                         

 

 

Vice-presidente                    Rui Carvalho

                                     

                                                     Gonçalo Nuno Silva

                                     

                                                     António Faria                   

                                                    

Miguel Glória

                                     

 

CONSELHO DE DISCIPLINA

 

 

Presidente                                              Tiago Rodrigues Bastos

                                     

 

Vice-presidente                    João Carlos Pereira Medeiros

                                     

                                                     Carlos Carvalho

                                     

                                                     Joaquim David Silva Romeiro                                   

 

                                                     José Ricardo Branco Gonçalves               

 

 

 

 

 

 

 

TRIBUNAL DE APELAÇÃO

 

 

Presidente                                              Rui Moura                                                        

 

 

Vice-presidente                    José Manuel Leite

                                                    

                                                     Ângelo Moura

 

Tiago Cardoso da Silva                                                

                                                    

                                                     Joana Moreira Dias Frias Roxo

                                                    

 

 

CONSELHO FISCAL

 

                                                     João Monarca Pires & Associados, SROC, Ldª

                                                    

                                                     João Alberto Monarca Pires                                                     

 

                                                     Cristina Maria do Coito Roque

                                                    

 

CONSELHO GERAL

 

Álvaro Castelo Branco

Ana Isa Cabral

António Nunes da Silva

António Sequeira

Augusto Roxo

António Miguel Sequeira

Barbosa Ferreira

Carlos Barbot

Carlos Cruz

Daniel Matos

José Lopes Rodrigues

João Mira Gomes

Jorge Conde

José Guilherme Aguiar

Luís Palha da Silva

Mário Figueiredo

Paulo Barros Vale

Pedro Couceiro

Rui Faria

Rui Macedo Silva                   aw25 Copy

 

TCR - HUNGRIA - HONDA COM DOBRADINHA

 

Double win for JAS Hondas in Hungary


JAS Motorsport Hondas swept all before them in the TCR International Seriesas Attila Tassi claimed a dominant double win at his home event at the Hungaroring to take the championship lead.

Driving for the M1RA team, the 18-year-old Hungarian blasted into the lead at the start of Race One and took his maiden series victory ahead of team owner Norbert Michelisz, who had qualified on pole for his TCR International debut.

From eighth on the partially-reversed Race Two grid, Tassi moved up to third in an instant and soon took the lead from the Reno Racing Civic of Jens Moller.

His double win was the fifth in 12 races by the JAS Honda Civic Type R TCR, which leads the Model of the Year standings.

M1RA heads the Teams’ Championship while Tassi and team-mate Roberto Colciago – fourth and fifth in Hungary – hold the top two spots in the drivers’ points race.

Moller claimed his first TCR International podium by finishing third in Race Two while Michelisz was sixth.

Honda maintained the top spot in the TCR Italy Drivers' and Constructors’ Championships as Eric Scalvini secured a strong second place in Race Two at Monza.

The previous day the MM Motorsport driver was dealt an extremely harsh drive-through penalty for a first-corner incident, dropping him from second to 12th, but a superb fightback – which included him setting the fastest lap – brought him up to fifth by the finish.

Team-mate Gian Maria Gabbiani was 12th in Race One; co-driver Andrea Mosca taking over and finishing ninth in Race Two. Luigi Bamonte was a season’s-best 12th in Race Two.

There was success too in the Scandinavian Touring Car Championship, which moved onto Round Three of its season at Solvalla, Sweden as Mattias Andersson took the first Honda podium of the season.

The Honda Racing Sweden driver had qualified a season’s-best fifth and finished third in the opening race to leave the circuit eighth in the Drivers’ Championship.

Rent-a-Wreck Racing’s Marcus Annervi was a career-best eighth in qualifying, but was involved in several Race One incidents that caused damage to his Civic that left it unraceable for the rest of the weekend.

Mads Fischer, JAS Motorsprt TCR project Leader, said: “When you consider the situation at M1RA on Friday afternoon just over one week ago, with a badly damaged car, you could never think that they’d win in Austria and now have a double victory in Hungary. That they have is down to fantastic teamwork from JAS and M1RA and some very good drivers, including Attila Tassi, who looks a real talent at just 18. It’s wonderful to see Jens Moller score his first TCR International podium and a testament to his ‘never say die’ attitude after his qualifying crash – and all after Balance of Performance changes earlier in the week to slow down the Civic too. I have to also congratulate MM Motorsport and Eric Scalvini, who showed fantastic fighting spirit to battle back from an extremely harsh penalty and then score a podium finish to keep their TCR Italy lead, and to Mattias Andersson and Honda Racing Sweden for a first podium of the STCC season. The Civic is becoming more and more competitive in that series and will have more good results as the season continues.”

Notes to editors:

Photo information
MAIN: Attila Tassi leads team-mate Norbert Michelisz in their M1RA Honda Civic Type R TCRs, TCR International, Hungaroring, Hungary.
BOTTOM (upper - L): Jens Moller, Reno Racing Honda Civic Type R TCR, TCR International, Hungaroring, Hungary; (R): (from L-R) David Bari (M1RA Team Manager), Pepe Oriola, Norbert Michelisz (M1RA owner/driver), Attila Tassi (M1RA driver), Jens Moller (Reno driver) on the TCR International Hungaroring podium; (lower - L): Eric Scalvini, MM Motorsport Honda Civic Type R TCR, TCR Italy, Monza; (R): Mattias Andersson, Honda Racing Sweden Honda Civic Type R TCR, STCC, Solvalla, Sweden.

About JAS Motorsport
Founded in 1995, JAS Motorsport is one of the world's leading touring car teams and constructors. Initially fielding Alfa Romeos in the ITC, JAS became a technical partner of Honda in 1998 and has been at the forefront of its activities with touring cars and rallying ever since. In 2012, JAS was chosen to develop, in partnership with Honda R&D, the Civic WTCC, which it currently fields in the FIA World Touring Car Championship. Since then, the organisation has designed and built Honda's hugely-successful Civic Type R TCR, which won four major championships in 2016 and '17.

alt
alt
alt
alt

 

TCR - HYUNDAI I 30

 

Hyundai i30 N TCR set for extended test running at 24H Misano
 
  • Hyundai Motorsport’s TCR car – bearing its official name Hyundai i30 N TCR for the first time – will make its public debut at the 24H Misano next month
  • The team will use the event to develop the car in changing conditions that are not easily replicated in more traditional test settings
  • Together with completing long runs the test will concentrate on validating some of the endurance racing aspects of the design, including the lighting and the fuel filling system.


 
- The first Hyundai Motorsport built project designed for circuit racing will make a first public appearance next month. The team, together with development partners BRC, will continue the testing of the TCR project, running at the Touring Car Endurance Series’ 24H Misano in Italy on July 7-9.
 
The entry will also carry the project’s official name for the first time over the weekend. Newly christened the Hyundai i30 N TCR, the racecar complements the forthcoming high-performance N range from Hyundai, and will further show the high-performance engineering capabilities of the brand. Like its road car counterpart the i30 N TCR will complete extensive testing in order to provide the best possible package to customers when deliveries begin in early December.
 
The Hyundai i30 N is the first road-going model from the N family. Set for launch in the second half of 2017, the car brings together Hyundai Motorsport’s experience and the company’s fast-growing expertise in high-performance engineering to deliver maximum fun on the road and on the track.
 
Having successfully completed initial tests in Spain and Italy the TCR car will travel to Misano on the invitation of both the race organisers Creventic and series sponsor Hankook. Hyundai Motorsport will take advantage of the opportunity to run in conditions that are not easily replicated in normal testing conditions.
 
Taking advantage of new testing opportunities
 
The team will look to complete long runs that will begin to simulate the tyre and brake wear that future customers would experience in the range of long-distance events where TCR cars are eligible to compete. The race will also be an opportunity to assess the endurance fuel filling system to make sure that it performs as expected in a racing pitstop. Running during the night will also give the team a chance to assess different lighting options that will be eventually be offered to customers, as well as testing how the car’s systems react to the cooler night time temperatures, and the constantly changing track conditions as the race continues.
 
Not yet homologated the car will not be part of the specific TCR class at the event, but will instead be grouped with GT4 machinery in the race. However, while the Hyundai i30 N TCR will be running during the competitive session throughout the weekend the team’s aim is not oriented on results. Instead, the key target will be to see how the car behaves in the different conditions. To achieve this the team will not run continuously throughout the race, but instead split the event into segments allowing time to alter the chassis set-up to gain further information from the weekend.
 
While, for the car itself the long runs made possible by entering the event will be a new step in the development process, the engine has already undergone extensive endurance testing. The two-litre turbocharged motor has already completed a pair of trouble-free 40+ hour dyno sessions at Hyundai’s global R&D Centre in Namyang, Korea earlier this year.  
 
Hyundai Motorsport Customer Racing manager Andrea Adamo said: “Entering the Hyundai i30 N TCR at the 24H Misano is a unique opportunity for us during the development phase of the project. Obviously the running we have already completed, and that which we plan for the coming months, is very important, however, this event will give us the chance to test in conditions that are impossible to replicate away from a competitive event. Though we will not run continuously through the entire event we will manage our time on track, splitting the race in several sections where we can focus on long runs and the endurance racing aspects of the our design. With time on track at night, as well during daylight will also mean that we can see how the car’s behavior shifts depending on atmospheric and track conditions that will be constantly changing.”
 
Hyundai i30 N TCR
About the Hyundai Motorsport TCR project
Announced in February 2017 the TCR project marks Hyundai Motorsport’s first steps into circuit racing following three full seasons in the World Rally Championship (WRC). Built and developed by the Customer Racing department at the team’s headquarters in Alzenau, Germany the touring car racer will be based on the road-going New Generation i30 model. Design work for the project began in September 2016, taking advantage of the TCR regulations which, since their introduction in 2015, have been adopted by more than a dozen national and international championships. Testing of the first completed chassis began in April 2017, with the first car planned to be delivered to customer teams in early December 2017.

Further information about Hyundai Motorsport is available at: http://motorsport.hyundai.com
 

About Hyundai Motor
Established in 1967, Hyundai Motor Company is committed to becoming a lifetime partner in automobiles and beyond. The company, which leads the Hyundai Motor Group, an innovative business structure capable of circulating resources from molten iron to finished cars, offers top-quality best-sellers such as Elantra, Sonata and Genesis. Hyundai Motor has eight manufacturing bases and seven design & technical centers worldwide and in 2015, sold 4.96 million vehicles globally. With more than 100,000 employees worldwide, Hyundai Motor continues to enhance its product line-up with localized models and strives to strengthen its leadership in clean technology, starting with the world’s first mass-produced hydrogen-powered vehicle, ix35 Fuel Cell.
 

 

RETROMOVIL - MADRID - ESPANHA

A RETROMÓVIL MADRID VOLTA AO IFEMA, PELA MãO  DE EVENTOS DEL MOTOR
A feira decana da capital de Espanha no sector do automóvel e da motocicleta de colecção, com 14 ediçoes no seu activo, regressa nos finais deste ano 2017. 


O certame vai ter lugar de 15 a 17 de Dezembro no pavilhão nº 12 do IFEMA e chega carregado de novidades que farão deste espaço uma feira idónea, tanto para os expositores como para os aficionados.
 

RALIS EM ESPANHA

 

Complicado Rallye Cidade de Narón para José Lamela y Daniel Pérez

 

Diversas circunstancias, algunas ajenas al equipo formado por José Lamela y Daniel Pérez, además de un error cometido en el segundo tramo, no permitían mejorar el resultado alcanzado en Noia con el Abarth Punto Evo de la ASR Rally School, con el que competían por segunda vez en la cuarta prueba del Campeonato de Galicia, el Rallye Cidade de Narón, en el que participaron 148 equipos.

 

La prueba se iniciaba en la tarde del viernes con un corto tramo espectáculo en el centro de Narón donde el equipo de la Escudería Yacar Racing cumplía el trámite sin incidencias. En la jornada del sábado se neutralizaba la primera especial, por lo que no podían correr, pero en la segunda se salían en una curva que estaba muy sucia, aunque conseguían volver a la carretera con la suerte de que, al neutralizarse también este tramo, lograban completar la primera sección pues en la segunda únicamente realizaban la especial de Ferreira, ya que Cerdido tenía que detenerse por un nuevo accidente.

 

Por la tarde conseguían hacer tres de los cuatro tramos, marcando cronos sumamente aceptables y adquiriendo experiencia con el Abarth Punto Evo y los neumáticos Kumho, aunque en la última especial tampoco podían correr al neutralizarse por otra salida de un participante. No obstante y a pesar de realizar tan sólo la mitad del recorrido, el balance es muy satisfactorio de cara al Rallye Sur do Condado, próxima cita el 8 de julio.

 aw13 Copyaw14 Copy

 

ETCC EM VILA REAL

 

Local racers Mota and Rodrigues up for Vila Real street circuit action
*Schreiber heads Fulín by single point in European Touring Car Cup
*Races shown live on free-to-air TV in Portugal

Fábio Mota and FIA European Touring Car Cup rookie José Rodrigues will be aiming for home success when the ETCC heads to Vila Real from 24-25 June. And with Christjohannes Schreiber and Petr Fulín one point apart in the battle for title success, an action-packed weekend is in store on the streets of northern Portugal.

At the halfway point of the season, Swiss Schreiber (Rikli Motorsport Honda Civic) tops the points table with three wins to the two scored by his Czech rival Fulín (Křenek Motorsport SEAT León), despite a double non-score at last month’s ETCC Race of Nürburgring Nordschleife. Mota, meanwhile, is playing catch-up following a frustrating start to his campaign but will start his home event boosted by a pair of podium finishes last time out in Germany in his LEIN Racing SEAT.

While the Nürburgring Nordschleife is rated as the toughest track on the planet, the 4.785-kilometre Vila Real street track is known affectionately as the Nürburgring Nordschleife of the South due to its similar blend of blind turns, climbs, descents and unforgiving nature. And like its German counterpart, fans visit Vila Real Real in their thousands making for a memorable weekend of touring car racing when the other ETCC regulars will be hoping to make an impact.

Igor Stefanovski scored his first win of 2017 in Germany in his self-run SEAT and is now third in the points. The Macedonian will look to continue that form in Portugal where Honda-driving Swiss Peter Rikli will be a firm contender for victory.

Andreas Pfister twice finished in the points on home soil in Germany in his older-specification SEAT, as did Hungary’s Norbert Nagy, who scored his first ETCC pole in Vila Real last season and came agonisingly close to victory until a puncture wrecked his hopes late on. Nagy is joined in the three-strong Zengő Motorsport line-up by fellow youngsters Zsolt Dávid Szabó and female racer Anett György. Serb Mladen Lalušić partners Mota at LEIN Racing, while Bulgaria’s Plamen Kralev is the sole Audi RS3 LMS driver in action.

MONTEIRO PROTÉGÉ RODRIGUES AIMS TO FOLLOW FERNANDES ON ETCC DEBUT
José Rodrigues will make his FIA European Touring Car Cup debut at ETCC Race of Vila Real in a Target Competition Honda Civic. A protégé of World Touring Car Championship star Tiago Monteiro, Braga-based Rodrigues will be hoping to follow in the wheel tracks of compatriot Manuel Fernandes, who claimed an emotional home win on a one-off ETCC appearance last season. “It’s for me a pleasure to race in Portugal,” said Rodrigues, who won the TCR support race in Vila Real in 2016. “It’s important for me to be with my sponsors in my home race, I love street circuits and I love Vila Real. “I am confident and it’s good to be doing more racing but I know the ETCC is very hard so I don’t expect to win.” Of his manager Monteiro, Rodrigues added: “It’s important that Tiago is with me. He gives perfect advice to me and is the number one in touring car racing. It’s amazing we can make this race weekend together.”

ETCC RACE OF VILA FOR LIVE FREE-TO-AIR TV
ETCC Race of Vila Real is set for a live television extravaganza with TVI showing both races as they happen on several digital platforms including TVI Player, TVI24.iol.pt and Facebook.com/tvi24. The exciting agreement is in addition to Eurosport 2’s live coverage of the ETCC. Both races will also be streamed live at FIAETCC.com.

Q&A: FÁBIO MOTA
Top Portuguese driver Fábio Mota will be hoping to make a big impact on the streets of Vila Real this weekend as he looks to build on his ETCC podium double last time out in Germany.

How confident are you of a strong result in Vila Real?
“With the Nordschleife results we become stronger as a team and I believe this will help us to enter in Vila Real with an even more stronger approach. But as the home driver there will be more pressure because home drivers are the focus of attention. Some F1 drivers take years to win their home race so it’s not easy. But it’s a very positive situation and I will try to enjoy the weekend.”

What do you think of the Vila Real track – are you a fan?
“It’s really difficult, a mix between the Nürburgring Nordschleife and Macau. I will try to make a good result and, above all, do a good show for the fans who have a big expectation.”

How much knowledge do you have of Vila Real?
“My first race there was in 2009 in a Renault Clio. In 2010 I raced there in a SEAT and in 2014 I was there with the Mégane Trophy and also in 2015. Then in 2016 I was there with ETCC so in terms of experience it’s good. But I still need to work and the simulator is very important for this, also watching videos and walking the track, which is particularly important on a city circuit.”

What can you achieve this weekend?
“I try not to think too much about a winning situation. Of course I want to win and it would be very special to do that in one of the two races but it’s not the ultimate question. The most important thing is to have a strong pace and finish in the points. To be in the top three is my ambition.”

WEEKEND OVERVIEW: The ETCC is making its second appearance in Vila Real following the inaugural race in 2016. The track action begins with a 45-minute test session from 08h30 on Saturday 24 June followed by Free Practice for 45 minutes from 14h15. Qualifying lasts 30 minutes and begins at 18h00. Sunday’s 11-lap races start at 11h45 and 13h00. Click here for live timing and results.

TRACK GUIDE IN 100 WORDS: A circuit oozing history and intrigue, racing has been held on the hillside roads of Vila Real since 1931, when Gaspar Sameiro and Ercilio Barbosa conquered the original 7.150-kilometre course in a Ford Model A. Safety and financial factors meant races were held on an irregular basis until the WTCC’s arrival in 2015 provided stability and Vila Real’s first world championship-level race meeting. The 4.785-kilometre layout now used is a challenging blend of turns, climbs and descents. While a handful of chicanes were installed for safety reasons, the spectacle remains unaltered with speeds topping 200kph on the final downhill section.

PROVISIONAL KEY TIMINGS:  Saturday 24 June: 08h30-09h15: Testing; 14h15-15h00: Free Practice; 18h00-18h30: Qualifying; 18h35 (approx.): Post-Qualifying press conference (Media Centre) Sunday 25 June: 11h45-12h15: Race 1 (11 laps); 13h00-13h30: Race 2 (11 laps); 13h35: Race podiums; 13h45 (approx.): Post-Race press conference (Media Centre). Timings provisional, subject to change

WHAT HAPPENED IN 2016? Kris Richard moved joint top of the FIA European Touring Car Cup standings with his fourth victory of 2016 on Vila Real's taxing street track. But it was local driver Manuel Fernandes who thrilled the Portuguese fans with a dramatic home win in Race 1 when a puncture sent fellow SEAT driver Norbert Nagy wide and out of the lead. Nagy hit back with third in the reverse-grid Race 2 behind Fernandes as Richard charged through from fourth in his TCN2-specification Honda Civic to win. Petr Fulín was second in Race 1 ahead of Peter Rikli. But contact between the pair in Race 2 dropped Rikli out of contention and handed Fulín a drive-through penalty, plus the loss of his title advantage. Niklas Mackshin was a double winner in the Super 1600 Cup, while Kevin Hilgenhövel, Tomáš Korený and Andreas Rinke took category podiums.

WHAT’S NEW FOR 2017? While the ETCC continues to feature at four WTCC events, including on a combined grid at the Nürburgring Nordschleife, Zolder returns to the calendar after a break of 12 months and Most hosts the ETCC for the first time at its season-finale meeting in early October. In other changes, the ETCC Super 2000 Cup has been renamed ETCC 1 with the ETCC Super 1600 Cup renamed ETCC 2. The ETCC Nations’ Cup will not be awarded in 2017.

ETCC RULES REFRESHER: As in previous seasons, the results of Qualifying will determine the grid order for Race 1 with the results of the first race deciding the starting grid for Race 2, albeit with the top eight finishers lining up in reverse order. However, unlike in previous seasons both races will begin from a standing start. ETCC competitors will score points as follows: fastest three drivers in qualifying: 3-2-1. The top eight finishers in each class in each race will score: 10-8-6-5-4-3-2-1. A race-by-race prize fund of €18,000 will be shared among the classified finishers in ETCC 1. Yokohama continues as the ETCC’s tyre partner for 2017.

PROVISIONAL STANDINGS: 1 Schreiber 44; 2 Fulín 43; 3 Stefanovski 33; 4 Nagy 31; 5 Rikli 25; etc. Full standings are available here.aw11 Copyaw12 Copy

 

JACINTO É NOTICIA

 

Elisabete Jacinto partilha vivências no Newsmuseum

---
alt

Elisabete Jacinto vai participar hoje numa “viagem” interativa no Newsmuseum, museu da comunicação social, em Sintra. Num evento apoiado pelo patrocinador Medinfar, a piloto vai sintetizar a carreira que efectuou no âmbito do todo-o-terreno, a qual atinge proporções de nível internacional. Esta presença de Elisabete Jacinto no Newsmuseum estará acessível ao público em geral no próximo fim-de-semana, dias 24 e 25 de Junho.

Nesta iniciativa, Elisabete Jacinto vai fazer uma retrospectiva histórica que se inicia com as suas primeiras corridas, ainda em moto, quando envergava as cores do Trifene. A evolução da sua carreira e desta “viagem” interativa, faz-se sempre com a presença da Medinfar que, depois de apoiar a sua transição para os camiões, passou a patrocinar a piloto com a marca OLEOBAN®. Neste momento, Elisabete Jacinto conta com um novo apoio, desta feita o Bio-Ritmo®, marca que toda a equipa promove com orgulho nas provas em que participa.

Ao longo de 1h30 os visitantes serão conduzidos por Elisabete Jacinto e ficarão a conhecer as suas histórias e as grandes aventuras que marcaram a sua vida enquanto piloto de todo-o-terreno. Entre vídeos e fotografias, o Newsmuseum vai retratar as vivências daquela que é a única mulher do mundo a cumprir, ao volante de um camião, as mais duras maratonas de todo-o-terreno da actualidade. 

 

PILOTOS MAIATOS NO PÓDIO NO RALI MONTELONGO

 

RALI DE MONTELONGO

 

PILOTOS MAIATOS NO PÓDIO EM MONTELONGO

 

A dupla Carlos e Afonso Gonçalves e Pedro Monteiro marcaram presença no passado fim de semana no Rali de Montelongo, na qual o balanço saldou-se com mais um pódio.

 

Segundo Carlos Gonçalves “ o rali correu bem, andamos aquilo que o carro nos deixou, mesmo assim tivemos acesso a mais um pódio na classe X 1 8.Por outro lado os nossos colegas de equipa o Pedro e a Sofia Monteiro ao volante dum Peugeot 106, não tiveram tanta sorte, e acabaram por quedar-se pelo 5º lugar na classe.Para além disso, era importante terminar o rali, o que conseguimos, isentos de problemas técnicos.Conseguimos ir ao pódio da classe e  assim amealhar mais alguns pontos para o Campeonato,e agora há que preparar o Fiat Punto para o Rali do Marco, seguindo-se depois o circuito de Vila Real “.

 

Mais um sucesso parcial da equipa de pilotos maiatos, que promete dar o seu máximo nas próximas provas.

 CARLOS1 CopyCARLOS2 CopyCARLOS3 CopyCARLOS4 Copy

 

WTCC VILA REAL 2017

 

WTCC 2017

Honda ready for WTCC street fight in Portugal

alt WTCC Race of Portugal

Circuito Internacional de Vila Real, Portugal
alt

Honda continues its fight for the FIA World Touring Car Championship on the streets of Vila Real, Portugal, this weekend with three drivers hungry for success.

Having crossed the line first at every street circuit since the start of 2016, the Civic WTCC is aiming to power Tiago Monteiro, Norbert Michelisz and Ryo Michigami to strong results as the season reaches its midway point.

Tiago’s victories in Morocco and Hungary have put him second in the Drivers’ Championship, just two points away from the top spot.

Having grown up in the Douro region in which Vila Real is located, the Portuguese driver was treated to a hero’s reception at his home circuit last year when he claimed a hugely emotional victory. Should he repeat the achievement, it would be a fourth win of his WTCC career in Portugal.

After twice being taken out of victory contention by contact from rival cars, Norbert leapt back into title contention with a strong second-place finish at the Nurburgring last month.

Seventh in the Drivers’ Championship, the Hungarian is within a Main Race win’s worth of points of the series lead and has already put his recent bad luck behind him as the WTCC embarks upon its final European-based event of 2017.

Norbert has finished on the podium in Vila Real in each of the past two seasons and is aiming to repeat that achievement this weekend as he continues his surge back up the points table.

Unlike Tiago and Norbert, Ryo has never raced at the Circuito Internacional de Vila Real, but has been learning the layout on a Simulator as he prepares to do battle on the streets and add to his current points tally.

New to the Honda Racing Team JAS driver – and all the competitors – this weekend is the addition of a ‘joker lap’; the first time such an innovation has been used in an FIA World Championship circuit-racing series.

An alternative route through the final corner has been added, which each driver must use once during races; the aim being to increase the likelihood of overtaking on the narrow 4.6km circuit and create an additional action spot for fans as drivers employ different strategies.

The Hondas will all carry 50kg of compensation weight this weekend, making them 20kg lighter than they were in Germany last time out.

Tiago Monteiro

Tiago Monteiro 18

“I can’t wait to race in Portugal; it’s an annual highlight. The Douro valley is my home and the support I get there is just incredible. Winning last year was one of the best moments of my career and seeing the thousands of people around the podium who came out to celebrate with me was a moment I’ll remember for the rest of my life. I’d love to repeat that, both for the special feelings and to strengthen my fight for the championship. Qualifying will be critical, as it was last year, because overtaking is very tough on narrow street tracks like Vila Real, but the ‘joker lap’ will certainly spice things up in this area.”

- Castrol Honda WTCC
Norbert Michelisz

Norbert Michelisz 5

“After a run of bad luck in Italy and Hungary, I feel like we got ourselves back on-track in Germany with a strong podium finish, and I don’t see any reason why we can’t continue to close in on the championship lead in Portugal. We’ve raced there since 2015 and I’ve finished on the podium in each of the past two seasons. The Honda is perfectly suited to street circuits, as everybody can see from how fast we’ve been on them recently, and I’m confident that we can score a lot of points and continue the battle this weekend. I’m also very interested to see how the ‘joker lap’ will work. The WTCC should be praised for attempting new things like this. I hope we can use it to our advantage.”

- Castrol Honda WTCC
Ryo Michigami

Ryo Michigami 34

“Once again we head to a new circuit for me in Vila Real. I’ve done some training on the simulator, so I know my way round now, but it’s no substitute for the real thing, so I’m very excited to take to the track for the first time on Saturday morning. I’ve had pretty bad luck recently, but I’m feeling reasonably confident about this weekend as Marrakech – the last street circuit we visited – went very well for me and we have a reduced compensation weight of 50kg for this event, which will help our performance.”

- Honda Racing Team JAS

 

EXTREME TRIAL

 

EXTREME TRIAL 4X4 COUÇO: EVENTO SOLIDÁRIO A FAVOR DAS VITIMAS DOS INCÊNDIOS.

 

Portugal, em especial a região centro está a enfrentar um dos piores momentos da sua história recente, fruto dos terríveis incêndios que estão

a dizimar vários concelhos da zona.   Na presença desta tragédia, de

dimensões nunca antes vistas no nosso país, a X-Adventure e as pessoas que com esta organização colaboram apresentam as condolências aos familiares e amigos das vitimas que estes incêndios causaram.

No entanto, esta é ainda uma hora de luta contra um verdadeiro monstro assassino que está a devorar terra e vidas. A fazer-lhe frente estão os bombeiros e as demais forças de segurança, a quem desejamos a máxima sorte e coragem num combate que esperamos seja tão breve quanto possível.

Porque esta é uma situação que não deixa ninguém indiferente, que necessita não só da intervenção e empenho das autoridades, mas também da sociedade civil da qual fazemos parte, a X-Adventure decidiu dar um contributo positivo e procurar ajudar quem sobreviveu a esta enorme tragédia a restabelecer a sua vida. Assim, em colaboração com elementos do CAAS - Centro de Amizade e Animação Social de Santiago da Guarda, entidade que organizou a primeira prova deste época em Santiago da Guarda, Município de Ansião, iremos transformar prova no Couço, Coruche, já no próximo dia 9 num grande evento solidário de apoios ás vitimas dos incêndios. O CAAS está localizado bem próximo da zona mais afectada, conhecendo não só as pessoas e instituições locais, bem como a dura realidade provocada por estes incêndios. É por isso mesmo o parceiro óbvio para esta iniciativa.

Durante os próximos dias os nossos parceiros irão realizar contactos junto das populações e instituições da zona afretada por forma a identificar as necessidades emergentes.  Após este trabalho iremos então divulgar uma lista com os bens que são necessários, isto para que não exista desperdício e para que quem ajuda saiba que aquilo que doou é realmente necessário e entregue a quem precisa.  A titulo de exemplo e apenas provisório podemos dizer que estamos a falar de coisas tão básicas como lençóis, louça, pequenos móveis ou pequenos electrodomésticos, vestuário, equipamentos do lar, etc.  Serão sobretudo pequenas coisas do dia à dia, mas que farão uma enorme diferença a quem perdeu tudo.

A recolha dos bens será feita durante a realização da prova do Couço. Na semana seguinte ao evento, a X-Adventure irá providenciar o transporte para a zona afetada onde depois os nossos parceiros irão se encarregar de fazer chegar a quem realmente deles precisa.

Apelamos assim ao sentido solidário de todos quantos participam e seguem o "Extreme", e também quem mesmo que não siga a modalidade mas que queria e possa contribuir, para que no dia 9 faça a sua entrega e possamos juntar um grande cabaz.  Apelamos ainda para que difunda esta mensagem pelo máximo de pessoas possível, mesmo que não fale na nossa prova ou no "Extreme Trial 4x4" , mas que informe sobre a iniciativa e como contribuir. Bastará apenas vir deixar o donativo e nada mais.

 

Dentro de alguns dias, e depois de identificadas as necessidades, iremos dar mais informações de como se pode juntar a nós nesta iniciativa.

 

X-Adventure.ac5 Copy

 

TT EM ANGOLA

 

Este foi um rali estranho.

Tivemos que andar quilómetros fora de Benguela para chegar à base do rali. Mais de 25 km da Baía Azul que deu o nome à prova.

Este rali já foi considerado o rali melhor marcado de há alguns anos a esta parte.

A organização debateu-se com muitas contrariedades, mas, dadas as circunstâncias, este foi o rali possível.

A expectativa para esta prova era enorme dado que se previa uma grande participação de pilotos.

À ultima da hora as máquinas não ficaram prontas e participaram 22 concorrentes divididos pelas respectivas classes:

Classe M – 4 pilotos

Classe Q – 5 pilotos

Classe TT – 5 pilotos

Classe E – 8 pilotos

O centro do rali foi na Pescaria do Grupo Adérito Areias no Chamume.

As pistas eram boas e ao mesmo tempo muito rápidas.

Desistências foram 9, entre elas o Hamilton Gonçalves (Suzuki LTR 450), que teve que ser socorrido fruto de um queda que motivou a quebra da tíbia direita.

Ricardo Almeida e a sua Honda CRF 450 não deram hipóteses aos seus adversários com máquinas de menor cilindrada e por isso com menos potência. Fábio Cruz ainda obteve um 2º lugar apesar dos problemas na sua Husqvarna TC250. Joshua Teixeira (Husqvarna TC250) fez tudo para terminar, mesmo trocando a moto com o pai (Zé Comando-Honda CRF300), mas não ficou classificado.

Na Classe das moto4, Miguel Cardoso (KTM XC525) sempre foi mais rápido que Paulo Trindade (Honda TRX450) nas Especiais. Alexandre Lopes(Yamaha Raptor 700) e Ali Chamseddine (KTM XC525) não tiveram sorte com a mecânica das suas máquinas.

Na Classe TT dos jipes e das pick-ups, Ricardo Sequeira/Jorge Monteiro voaram baixinho com o Mitsubishi Pajero, que agora mudou de cor. Maló Almeida/João Paulo tentaram mas desconseguiram. A velocidade de ponta da Nissan Pick-Up é muito inferior ao Mitsubishi, mas as suspensões também são diferentes. Pedro Jesus levou o Jeep Wrangler até ao pódio. Eduardo Viana/Rogério de Brito estrearam um UMM Alter com um motor Toyota, mas numa queda depois de um salto, ficaram sem o eixo da frente. Moginho Pires/ Jorge Lopes continuam sem acabar um rali com o Land Rover 110, apesar que desta vez já fez muitos mais quilómetros.

A Classe E continua a ser aquela que tem maior número de participantes nos nossos ralis. Foram 7 SSV(side by side vehicule) ex-UTV e um buggie. Edwin Santos(Campeão 2015) ganhou a prova com o Polaris 1000. Também de Polaris 1000, João Lota, com alguns problemas, ficou em 2º lugar. E para terminar o pódio ficou o 1º Polaris 900 de Luís Abrantes(Campeão de 2016). Mário Fontes perfeitamente adaptado ao Polaris 1000 teve um furo na ultima Especial e ficou em 4º lugar. Jason Santos com o 2º Polaris 900 ficou em 5º lugar. Desistências devido a avarias, Rodrigo Morais (Polaris 1000), Miguel Raposo(Polaris 900) e Bruno Pegado(Pegado Ombadja).

As fotos são do Adriano Alexandre

 

Próxima prova (3ª do CARR 2017) será no dia 15 de Julho no Waku Kungo – Rali TT Internacional Lupupa https://web.facebook.com/events/419309728456075/?active_tab=discussionac1 Copyac2 Copyac3 Copyac4 Copy

 

ELEIÇÕES FPAK 2017

ELEIÇÕES FPAK 2017

 

NI AMORIM É O NOVO PRESIDENTE

 

 

 

 

Foto de Ni Amorim.

Amigos,

Sinto uma grande satisfação e, ao mesmo tempo, orgulho por ser eu o escolhido para liderar a FPAK, sinal inequívoco de que o rumo seguido pelo Executivo anterior estava longe de corresponder aos anseios dos associados, mas também tenho consciência da responsabilidade que a partir de agora, face às expetativas criadas, recai sobre os meus ombros.

É tempo de cerrar fileiras e colocar mãos à obra, porque há muito trabalho a fazer. Serei, podem ter a certeza, um presidente da FPAK de todos os associados, incluindo daqueles que não votaram em mim hoje, e conto com a colaboração de todos.

Obrigado!

Ni Amorim

 

 

ELEIÇÕES FPAK 2017

ELEIÇÕES FPAK 2017

 

 

Meus caros,

Em democracia a maioria ganha, foram 3 votos de diferença, e nesta hora as minhas primeiras palavras vão para todos aqueles com quem iniciei este projeto, a equipa que deu corpo ao projeto Mudar FPAK. Foi um prazer enorme a partilha de ideias e de projetos e a busca de pessoas novas com ideias novas para o futuro. A todos o meu enorme reconhecimento e agradecimento pessoal.

Em segundo lugar para o Manuel Mello Breyner e sua equipa, que a dado momento passou a ser ...a nossa equipa fruto de uma conciliação de projeto que fez todo o sentido. O reconhecimento pela confiança depositada em integrar a nova lista que se formou.

Apesar de ter a certeza que o nosso projeto marcaria uma assinalável onda de mudança e uma lufada de ar fresco na forma de encarar o dirigismo associativo na Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, a escolha dos delegados de felicitar a Lista A pela vitória, desejando sucesso à nova direção da FPAK, liderada pelo Ni Amorim, pois o sucesso do seu projeto, traduzido em ação, será seguramente o sucesso do Desporto de todos, e principalmente para todos.

A escolha dos delegados é inapelável e será respeitada, sendo que o tempo se encarregará de nos mostrar a todos o caminho a seguir. Pela minha parte cá continuarei como sempre, disponível para colaborar de forma transparente positiva e acima de tudo, profissional em respeito pelos particantes, associados e adeptoso do Desporto Automóvel nacional.

A última palavra vai para todos aqueles que nos demonstraram o seu apoio ao longo desta longa campanha! O meu enorme agradecimento, e sim, continuo a contar convosco! Comigo, poderão sempre também contar

 

A OPINIÃO DE ARTUR LEMOS - ELEIÇÕES FPAK

A OPINIÃO DE ARTUR LEMOS

 

ELEIÇÕES FPAK HOJE

 

 

Meu amigo Ni Amorim

 


Há exactamente quatro anos, mais dia menos dia, estava eu na tua posição de hoje .... Candidato a Presidente da FPAK.
Independentemente do resultado final, que não me foi favorável, passei por uma experiência única que me permitiu aprender muito acerca dos bastidores e da realidade deste nosso Desporto de eleição.
Com base em tudo o que então aprendi e que ao longo dos 1.460 dias deste último mandato fui absorvendo, concluí que o Desporto Automóvel e Karting N...acional precisa de muito mais ... muito mais mesmo para além do que foi feito e da tão falada, mas fundamental, recuperação financeira que penso estar praticamente conseguida.
É preciso inovar, é preciso dinamizar, é preciso unir, é preciso partilhar, é preciso ouvir, é preciso criar algo de muito apetecível que faça reacender a paixão por este Desporto que precisa de mais visibilidade, mais fãs e acima de tudo ter uma visão ou um rumo consistente. Fundamental trazer os mais jovens que urge aliciar para algo diferente e desafiante, e motivar os media para que a visibilidade não se resuma a um chuto na bola.
Acredito que tu e a tua equipa são a Gestão FPAK ideal para os próximos 4 anos de mandato, ao que se seguirão garantidamente outros 4 anos para dar seguimento e solidificar todo o trabalho desenvolvido a partir de agora.
Amanhã o dia será longo, será dia de eleições mas, vai marcar fortemente o inicio de um novo ciclo do Desporto Automóvel e Karting Nacional ... contigo na posição de Presidente da FPAK.
Grande abraço

Ver Mais

 

CARLOS E AFONSO GONÇALVES EM FAFE

 

RALI  MONTELONGO

 

CARLOS E AFONSO GONÇALVES EM FAFE

 

Os pilotos maiatos, Carlos e Afonso Gonçaves em Fiat Punto e Pedro Monteiro ao volante dum Peugeot 106, estão prontos para mais uma prova do Campeonato Regional de Ralis, que desta feita irá ter a sua prova em Fafe com o Rali Montelongo.

 

Segundo Carlos Gonçalves “ o importante é terminarmos a prova com o carro direito, e depois disso dar o nosso máximo para fazer uma boa classificação.Estamos a pensar utilizar o Punto no circuito de Vila Real no outro fim de semana, por isso é aconselhável trazer o carro direito.Por outro lado, espero desta vez que não haja erros com  as contas para não sermos alvo de qualquer tipo de penalização, e conseguirmos fazer uma boa prova, se formos ao pódio seira excelente”, disse-nos

 

A equipa dos pilotos maiatos irá fazer as verificações técnicas no decorrer de sábado19146228 1355871631128795_5209284670302572844_n_Copy

 

SEGUNDO A OPINIÃO DO EX PILOTO CARLOS ABREU

 

A PROPÓSITO DAS ELEIÇÕES NA FPAK

 

Não voto e pouca (ou nenhuma) influência terei em quem vota.
No entanto, porque sou um amante (desde que me conheço) do desporto automóvel, acho que devo dar uma opinião sobre o assunto. Tanto mais que assisti, nos últimos tempos, a manobras eleitoralistas do tipo futeboleiro que acho execráveis.
Isto posto, se votasse, elegeria o Ni Amorim (que conheço bem e de quem sou amigo há muitos anos), porque acho que é tempo de a FPAK ser entregue a...os praticantes (os verdadeiros motores do desporto automóvel) e o Ni é um homem integro, inteligente, que sabe o que quer, e que foi, sem qualquer dúvida, um dos grandes do automobilismo nacional.
Um grande abraço Ni e que realizes este teu sonho para bem do desporto automóvel em Portugal.

 

 

ATENÇÃO A TODOS OS COLECIONADORES

 

ATENÇÃO A TODOS OS COLECIONAODRESay9 Copyay10 Copyay11 Copyay12 Copyay13 Copy

 

 

 

 

Boa tarde a todos,

Tenda Peugeot Talbot Sport disponível para entrega.

Preço (tenda + tapete + 1 par preguiças): 65€

Para o resto: consultar p.f..

 

A2 CONDICIONADA

Reparação de juntas de dilatação na A2

 

 

Entre 19 e 21 de junho.

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito da reparação de juntas de dilatação junto do viaduto do Arade, da A2 – Auto-Estrada do Sul, irão existir algumas implicações na circulação, entre os dias 19 e 21 de junho:

 

Entre as 8h e as 17h, corte de via direita, no sentido Algarve/Lisboa, entre os km’s 58 e 59.

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma auto-estrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

WTCC VILA REAL 2017

A nova foto de capa no Facebook de Manuel Pedro Fernandes explica que haverá dois portugueses no WTCC em Vila Real...

 

OGIER VAI TESTAR F 1

Sebastien Ogier vai testar  F1 para a semana no A1 Ring. Tudo indica que será com o RB9 que deu o título a Vettel em 2013. Segue assim as pisadas de Loeb, mas também do pai Sainz e de Hirvonen.

 

AINDA O RALICROSS DE SEVER DO VOUGA

 

Whitecross Team vitoriosa em Sever do Vouga!
Depois de alguns azares nas provas iniciais, a Whitecross Team conseguiu regressar aos bons resultados na 3ª ronda do Campeonato Nacional de Kartcross que no passado fim de semana foi até ao circuito do Alto do Roçário onde decorreu a 40ª edição do Ralicross Sever do Vouga.
Luis Almeida e José Mota alinham ambos em Semog, fazendo parte da extensa lista de participantes do Nacional de Kartcross que na prova do Vouga Sport Clube chegou novamente perto das 3 dezenas de participantes.
José Mota ‘entendeu-se’ bem com este circuito e conseguiu uma notável exibição durante todo fim de semana! O piloto das Caldas da Rainha registou o 2º melhor registo nos treinos cronometrados, terminando o dia de sábado com o 5º lugar na 1ª corrida. No domingo ascende a 2º na 2ª corrida, acabando por ser o melhor na 3ª e última corrida de classificação o que lhe garantiu a 3ª posição após as qualificações e desta forma ter um lugar na 1ª linha da grelha de partida para a final. 
Nesta o piloto arrancou bem, assumiu o comando da prova e por ali ficou conseguindo ir acumulando uma pequena margem para o vasto pelotão que vinha atrás de si, acabando mesmo por ser o 1º a ver a bandeirada de xadrez e desta forma garantir a sua 1ª vitória esta época, perante uma grande plateia de público!
Luis Almeida também partiu para esta prova com aspirações renovadas em por definitivamente um ponto final aos azares das corridas anteriores! O piloto do Semog começou com o 11º melhor tempo nos treinos, mas na 1ª corrida era já o 6º. No domingo repete a posição na 2ª corrida, para na 3ª e última corrida registar a 7ª posição o que lhe garantiu o 6º lugar da grelha para a decisiva final. Na última corrida do dia também conseguiu um bom arranque, conseguiu rodar na 4ª posição tentando se intrometer na luta pelo pódio! Contudo já bem perto do completar das 7 voltas um toque deixa o piloto parado à entrada da recta da meta, fazendo-o descer para 19ª posição. Um desfecho nada justo, depois de uma prova notável que tinha todas as condições para terminar com um excelente resultado.
O Campeonato prossegue agora no 1º fim de semana de Julho no circuito da Costilha com mais uma edição do Ralicross de Lousada!at89 Copy

 

RALI DO VIDREIRO

 

Gil Antunes | Rallye Vidreiro – “Fazer um rali sem erros!”
Será já a partir desta sexta feira que a Marinha Grande vai ser palco da 6ª ronda do Campeonato Nacional de Ralis com nova edição do Rallye Vidreiro Centro de Portugal.
A prova a cargo do Clube Automóvel da Marinha Grande será disputada em pisos de asfalto apresentado diversas novidades no seu programa, que arranca sexta feira dia 9, continuando no sábado dia 10 com 6 provas especiais de classificação!
Gil Antunes e Diogo Correia querem regressar aos lugares do pódio depois da desistência forçada no Rallye de Portugal. Contudo e com os pontos perdidos o piloto não pode errar nesta jornada de forma a manter-se na luta pelo titulo no Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes! 
Como refere o piloto do Renault Clio R3T, “Vamos com expectativas a rodar nos lugares do pódio. Esta é uma prova que gostamos, vencemos na edição anterior, penso que temos progredido significativamente no asfalto, mas contamos com um bom lote de pilotos para entrar no top 5 e certamente irão surgir lutas engraçadas ao longo de toda a prova. Vamos tentar fazer um rali sem erros, temos mesmo que terminar a prova, já deitamos 2 pontuações fora, sendo que nesta ronda é importante somar o máximo de pontos que nos permita continuar com condições para chegar ao título absoluto”.
A prova do CAMG arranca desportivamente às 17h00 de sexta feira onde se realizará a dupla passagem pela especial do Farol, terminando o dia com a Super Especial montada no centro da Marinha Grande! No sábado mais 6 especiais de classificação, com uma dupla passagem em Fago/Mata Mourisca, Assanhas da Paz e S. Pedro, totalizando 418,68 kms dos quais 118,64 a serem disputados em contra relógio!at83 Copyat84 Copy

 

RALI DO VIDREIRO

 

Filipa Sanguedo prossegue evolução ao Adam no Vidreiro
O Campeonato Nacional de Ralis irá prosseguir esta sexta feira e sábado com a realização do Rallye Vidreiro/Centro de Portugal, a 6ª ronda do Campeonato Nacional de Ralis.
A prova a cargo do Clube Automóvel da Marinha Grande conta com uma lista de participantes bastante interessante apresentando algumas novidades no programa da prova com a introdução de novas provas especiais de classificação.
Depois da estreia no Rallye Casino de Espinho com o Opel Adam R2 a piloto do Porto Filipa Sanguedo prossegue agora a sua evolução com a sua nova máquina na prova com palco na Marinha Grande, voltando a ter a seu lado o co piloto Jorge Carvalho, centrando as suas ambições desportivas no Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes e nos RC4!
A piloto fez uma boa progressão na 1ª prova, mas um problema mecânico acabou por ditar a desistência! No Vidreiro as ambições passam por continuar o trabalho já conseguido com o Opel Adam R2 tentando melhorar especial a especial o seu andamento mas sem pressões quanto a resultados, aproveitando também para desfrutar do rali e também divertir!
 A prova irá decorrer a 9 e 10 de Junho, ficando para sexta feira reservadas apenas 3 especiais, numa dupla passagem pela especial do Farol e uma pela Super Especial na Marinha Grande. No sábado as equipas tem pela frente uma dupla passagem em Fago/Mata Mourisca, Assanhas da Paz e S. Pedro antes do pódio final em S. Pedro de Moel. No total serão 418,68 kms sendo que 118,64 serão disputados em contra relógio!at79 Copyat80 Copy

 

A1 CONDICIONADA

 

Condicionamento de trânsito na A1

 

Entre 19 e 23 de junho.

 

A BCR informa que no âmbito das obras de beneficiação do pavimento nos Nós de Santarém e Torres Novas, da A1-Auto-estrada, irão existir algumas implicações na circulação, as quais serão as seguintes:

 

Dia 19 de Junho.

Entre as 8h e as 23h, corte alternado de vias de portagem, em ambos os sentidos.

 

Dia 20 de Junho.

Entre as 7h e as 23h, corte alternado de vias de portagem, e corte alternado de via, em ambos os sentidos.

 

Dia 21 de Junho.

Entre as 7h e as 23h, corte alternado de via, e corte alternado de ramo, em ambos os sentidos.

 

Dia 22 de Junho.

Entre as 7h e as 23h, corte alternado de vias de portagem, em ambos os sentidos.

 

Dia 23 de Junho.

Entre as 7h e as 23h, corte alternado de via, e corte alternado de ramo, em ambos os sentidos.

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma auto-estrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

RALI DO VIDREIRO

 

Hugo Lopes confiante numa boa prova!
Hugo Lopes e Nuno Ribeiro estão de regresso ao Campeonato Nacional de Ralis prosseguindo esta sexta feira e sábado com a edição de 2017 do Rallye Vidreiro/ Centro de Portugal, a 6ª ronda da época que estará a cargo do Clube Automóvel da Marinha Grande.
Na prova em piso de asfalto e por a mesma também ser pontuável para o Challenge DS3 R1, a dupla de Viseu irá alinhar com o Citroën Ds3 R1 pontuando assim para o Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes e também para o troféu monomarca.
As ambições para o Rallye Vidreiro passam por evoluir, depois do excelente resultado conseguido no Rali de Castelo Branco, a primeira prova do troféu, onde como refere o piloto de Viseu -  “para o Rallye Vidreiro as nossas ambições passam por ir evoluindo ao longo das especiais de classificação! Estamos motivados e confiantes que será uma boa prova, vai ser bastante disputada no troféu mas com a noção que por outro lado o rali vai ser difícil, essencialmente nas especiais de sábado que estão algo sujas onde é fundamental não errar para não deitar tudo a perder e comprometer um bom resultado e pontos para o campeonato.”
O Rallye Vidreiro/Centro de Portugal vai para a estrada sexta feira pelas 17h00 com o arranque da 1ª especial do rali. As equipas terão pela frente 118 kms em provas especiais de classificação, fazendo uma dupla passagem na especial do Farol e uma única na Super Especial na Marinha Grande. No sábado prosseguem com uma dupla passagem em Fago/Mata Mourisca, Assanha da Paz e S. Pedro, antes do pódio final em S. Pedro do Moeat77 Copyat78 Copy

 

SUGESTAO DA SEMANA

 

23º Super Bock Super Rock


Programação do Palco EDP completa com:

Pusha T
Akua Naru


 

13, 14 e 15 de julho de 2017
Lisboa, Parque das Nações

www.superbocksuperrock.pt | facebook.com/sbsr

 

As temperaturas aumentam, o verão está mesmo aí e tudo isso é também sinónimo de Super Bock Super Rock. Para os fãs de rimas e batidas, o dia 14 de julho vai ser imperdível, com mais dois nomes que garantem o presente e futuro do hip hop:
Pusha T e Akua Naru.
 

alt
Facebook | Video: Sweet Serenade


Terrence Thornton, mais conhecido pelo nome de guerra Pusha T, nasceu no Bronx, Nova Iorque, mas cresceu em Virginia Beach, com o irmão Gene Thornton. E foi precisamente entre irmãos que nasceu a dupla Clipse, em plena década de 90. Formaram, desde cedo, uma estreita relação com os Neptunes, de Pharrell Williams, e embarcaram numa carreira aclamada pela crítica. Apesar do sucesso, os Clipse decidiram acabar para que os irmãos Thorton pudessem seguir a solo.

Foi assim que em 2010, Pusha T assinou pela editora de Kanye West, a G.O.O.D. Music – que hoje dirige, sendo responsável pela direcção artística de tantos outros artistas, incluindo o próprio Kanye -, e logo participou na sua obra-prima: “My Beautiful Dark Twisted Fantasy”. Depois de algumas mixtapes, o primeiro disco chegou em 2013. “My Name Is My Name” recebeu a aclamação da crítica e contou com as participações de nomes como Rick Ross, 2 Chainz e Kendrick Lamar. Desde então, multiplicaram-se as colaborações com basicamente todos os nomes de referência do género, dos mais consagrados aos emergentes. O segundo álbum chegou dois anos depois. “King Push – Darkest Before Dawn: The Prelude” é, como o próprio nome indica, o prelúdio de algo maior – esperam-se mais desenvolvimentos neste ano de 2017. Para já, uma certeza: Pusha T tem construído um percurso invejável, alicerçado nas suas rimas cheias de uma boa acidez, palavras prontas a tocar na ferida, mas também a prestar homenagem ao legado de outros grandes nomes da história do hip hop. Referências para conferir dia 14, no Palco EDP do Super Bock Super Rock.
 

alt
Facebook | Video: Poetry How does it feel now???
 

No mesmo dia e no mesmo palco, mais hip hop de qualidade. Akua Naru tem sido apontada como um modelo para aquilo que uma mulher pode ser no mundo do hip hop. Vive em Colónia, na Alemanha, mas o seu talento chega a todo o mundo. Influenciada pelo jazz e pelo boom bap, o hip hop de Akua Naru é marcado por uma forte consciência social e política. Estes são elementos que podemos encontrar na estreia “The Journey Aflame”, um início mais do que promissor. Seguindo a mesma linha de qualidade, o segundo disco é editado em 2015. “The Miner’s Canary” comprova as boas indicações dadas no registo de estreia, denunciando influências muito recomendáveis: The Roots, Nina Simone, Jill Scott, Lauryn HIll, entre outros, ecoam no registo poético, político e espiritual de Akua Naru. A não perder, dia 14 no Palco EDP do Super Bock Super Rock.
 

 

Já confirmados:


13 de julho
Palco Super Bock – Red Hot Chili Peppers, The New Power Generation feat. Bilal,
Capitão Fausto

Palco EDP – The Legendary Tigerman, Kevin Morby, The Orwells, Boogarins,
Alexander Search

Palco Carlsberg – Tuxedo, Xinobi + Moullinex

Palco LG by SBSR.FM – Throes + The Shine, Manuel Fúria e os Náufragos,
Minta & The Brook Trout

14 de julho
Palco Super Bock – Future, London Grammar

Palco EDP –  Pusha T, Língua Franca (Capicua + Emicida + Rael + Valete), Akua Naru, Slow J, Jesse Reyez

Palco Carlsberg - Celeste / Mariposa, Rocky Marsiano & Meu Kamba Sound, Beatbombers

Palco LG by SBSR.FM – NBC, Octapush, Keso

15 de julho
Palco Super Bock – Fatboy Slim, Deftones, Foster The People

Palco EDP – Seu Jorge “The Life Aquatic”: Tributo a David Bowie, Silva,
James Vincent McMorrow, TaxiWars, Silva, Bruno Pernadas

Palco Carlsberg – Monki, Marquis Hawkes, Magazino

Palco LG by SBSR.FM – Sensible Soccers, Black Bombaim, Stone Dead


Mais novidades a anunciar brevemente.

Informação de Bilhetes



Preço dos Bilhetes

Passe 3 dias - 109€
Bilhete Diário - 55€
Bilhete Diário VIP - 150€

(Bilhetes VIP garantem acesso ao frontstage do Palco Super Bock e do Palco EDP + acesso à zona reservada para convidados Super Bock)

Bilhete diário 13 de julho - ESGOTADO
Bilhete diário VIP 13 de julho - ESGOTADO
Fã Pack FNAC - ESGOTADO
Passe 3 dias VIP - ESGOTADO
 

Locais de Venda

Blueticket, Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), no Facebook, FNAC e em fnac.pt, lojas Worten, El Corte Inglês, ABEP, Portimão Arena; Turismo de Lisboa; lojas Media Markt; Bilheteiras MEO Arena; rede PAGAQUI; Agências Top Atlântico. Place & Tickets

Parceria com CP

Packs bilhete, alojamento e viagem:
Festicket
Programa Viagens e Vantagens Via Verde


Espanha: Ticketea, lojas FNAC, Carrefour Viajes e Halcón Viajes, Masqueticket, Festicket

Reino Unido: Festicket, Seetickets

Alemanha: Ticketmaster, Festicket

França: FNAC, Carrefour, Géant, Magasins U, Intermarché, France Billet, Festicket

 

RALI DO VIDREIRO

 

Filipa Sanguedo com prova condicionada!
O Campeonato Nacional de Ralis foi este passado fim de semana até à bonita região de S. Pedro de Moel e da Marinha Grande onde decorreu a 6ª prova da época com a edição de 2017 do Rallye Vidreiro Centro de Portugal!
A piloto do Porto Filipa Sanguedo entrou motivada em evoluir com o seu Opel Adam R2, nesta que foi ainda a sua segunda participação com a sua nova máquina, voltando a ter a seu lado o co piloto Jorge Carvalho.
Sendo a 1ª vez que alinhou na prova a cargo do Clube Automóvel da Marinha Grande, a piloto apoiada por Motul, Bompiso, Motorbus, Ofiturbo e Glassdrive não teve um inicio de rali fácil, já que um ligeiro toque numa pedra, ditou um furo a meio da especial deixando ainda o Adam completamente desalinhado, fazendo a dupla perder bastante tempo na classificação geral.
A estrutura técnica da Monteiros Competições tentou resolver a situação, mas não foi possível substituir alguns competentes, pelo que a dupla não conseguiu ter o Adam a 100% durante todo o dia de sábado. Com muita persistência, a piloto conseguiu superar todas estas adversidades levando o Opel Adam R2 até à cerimónia de pódio final que decorreu num fantástico cenário em plena Praia de S. Pedro de Moel com uma grande moldura humana presente.
Após a participação no Rallye Vidreiro, a piloto está agora a tentar viabilizar a participação na próxima prova do Campeonato Nacional de Ralis e do Tour European Rally, o Rali Vinho Madeira a decorrer de 3 a 5 de Agosto!at72 Copyat73 Copy

 

WTCC VILA REAL 2017

 

WHO WILL MASTER THE WTCC JOKER IN PORTUGAL?

RACE PREVIEW: FIA WTCC Race of Portugal, 23-25 June 2017
FIA World Touring Car Championship 2017, Rounds 9 and 10 of 20

*Alternative lap provides added drama on the challenging streets of Vila Real
*Home hero Monteiro bids for more Portuguese pride at history-making event
*World title battle finely balanced with 31 points separating top seven drivers

World championship circuit racing history will be made on the streets of Vila Real next week (25 June) when ‘joker’ laps are added to the challenge facing drivers at FIA WTCC Race of Portugal.

Designed to further spice up the on-track action on the demanding round-the-houses layout where overtaking isn’t always possible, the FIA World Rallycross-style concept will require drivers to take an alternative route in both the Opening Race and Main Race broadcast live around the world.

Vila Real’s ‘joker’ lap route is located at the final corner, Turn 26, with the full approval of the FIA Safety Department and local authorities*. While the right/left flick through a roundabout will still be used in normal racing conditions, the alternative route will effectively take drivers the other way onto the roundabout and through a tighter left/right sequence before they re-join the start/finish straight. The alternative route is expected to take an additional two seconds, which will hand pursuing drivers ample opportunity to overtake, and place a focus on tram strategy. However, the ‘joker’ lap cannot be taken until the third lap of either race, while drivers will be able to practice the new route during Free Practice 1 and 2 on 24 June.

The ‘joker’ lap location will be highlighted by special branding to make it visible and understandable on TV. A graphic will give viewers instant notification when the lap has been taken, while fans following live timing will be able to determine the ‘joker’ status of each driver.

Honda factory driver Tiago Monteiro, chasing a second consecutive home victory to follow his hugely popular triumph 12 months ago, said: “It’s great to try new ideas, new options to spice up the show. When you are in pole position you don’t really want the ‘joker’ lap because you don’t want to lose your lead. But if you are not on pole position then there is a new opportunity to overtake.”

Nicky Catsburg, two points ahead of Monteiro in the battle to become world champion in his works Volvo S60 Polestar, added: “The ‘joker’ lap opens up plenty of opportunities to overtake or to be sure you are not to be overtaken, which is really cool. It brings an extra element of strategy and it’s something we really have to think about long and hard how to utilise it. We’ve seen in rallycross it can be interesting and nice to watch as well so I’m looking forward to it.”

*The ‘joker’ lap route remains subject to a final FIA track inspection on 21 June.

WEEKEND HIGHLIGHTS
*While the ‘joker’ lap’s world premiere will take centre stage the world title battle is finely balanced with seven drivers covered by 31 points, such is the wide-open nature of the 2017 season. Nicky Catsburg rules the rankings on 127 points, two ahead of Tiago Monteiro with Catsburg’s Polestar Cyan Racing team-mate Thed Björk next up on 119 points. Tom Chilton is fourth for on 106 points, Rob Huff fifth on 102, Mehdi Bennani sixth on 101 and Norbert Michelisz seventh on 97.
*There’s also a close fight for WTCC Trophy glory brewing as several independent racers battle for top honours. After eight races, ALL-INKL.COM Münnich Motorsport’s Rob Huff is one point and five points respectively ahead of Sébastien Loeb Racing pair Tom Chilton and Mehdi Bennani.
*Having shared the track with their WTCC counterparts at the Nürburgring Nordschleife last time out, the FIA European Touring Car Cup racers will revert to topping the support bill in Vila Real. Christjohannes Schreiber heads Petr Fulín by a single score at the halfway point of the season.
*Four Portuguese drivers will be in action across the WTCC and ETCC grids: Tiago Monteiro and championship rookie Manuel Fernandes will be on WTCC duty with Fábio Mota and newcomer José Rodrigues going for gold in the ETCC.
*The legendary Vila Real race weekend begins with several promotional activities on Friday (23 June), including an open-top bus tour of the track by WTCC drivers, an autograph session, open-air press conference, an audience with the Mayor of Vila Real, Rui Santos, plus a huge street party to celebrate the Festa de São João.

WHAT’S NEW FOR 2017
*Factory teams from Honda and Volvo Polestar go up against leading privateer entrants.
*Revamped and compact calendar (10 events only to reduce costs) features return to iconic venues Monza and Macau, a new track in China, plus a mid-July date for WTCC Race of Argentina.
*More points are on offer to the top 10 in the Main Race as follows: 1=30 points; 2=23; 3=19; 4=16; 5=13; 6=10; 7=7; 8=4; 9=2; 10=1).
*WTCC MAC3, the Tour de France-inspired time trial, continues with two more points for winning.
*FIA World Rallycross-style ‘joker’ lap set for world premiere at WTCC Race of Portugal.
*Renewed social media push with several innovations coming during the season.
*Use of 360-degree camera to give viewer the impression they are in-car with the driver.

LATEST DRIVER NEWS
*Manuel Fernandes will make his WTCC debut in a third RC Motorsport entry, partnering two drivers also new to the championship this season, Yann Ehrlacher and Kevin Gleason.
*ALL-INKL.COM Münnich Motorsport’s Rob Huff has yet to win in the WTCC in 2017 but the former world champion knows what it takes to shine on the streets having claimed 10 urban circuit victories during his WTCC career. Thankfully, a hefty crash in a TCR race at the Salzburgring in Austria earlier this month hasn’t knocked the Briton off his stride.
*Argentine racers and close friends Néstor Girolami and Esteban Guerrieri are the only drivers on the grid with ‘joker’ lap experience following their exploits in their domestic Súper TC2000 series, which introduced the alternative route concept in 2015.
*Guerrieri will head to Vila Real a winner after he triumphed in the second of two recent Súper TC2000 races at Termas de Río Hondo, venue of next month’s WTCC Race of Argentina no less.
*Vila Real first-timers include Honda’s Japanese racer Ryo Michigami, Yann Ehrlacher, Kevin Gleason, Esteban Guerrieri and Aurélien Panis, the son of 1996 Monaco Grand Prix Olivier Panis, who commentates on Eurosport France’s WTCC coverage.
*Family advice will be key for Yann Ehrlacher, the nephew of four-time WTCC champ Yvan Muller, now a development driver at Cyan Racing, the team behind Volvo Polestar’s factory WTCC bid.
*Néstor Girolami is desperate for an upturn in fortune on his return to Vila Real after a year away. The Polestar Cyan Racing driver made his debut at the track in 2015, finishing what was then a WTCC career-high eighth in the second race of the weekend.
*Tom Coronel will be determined to make up for the ‘win that got away’ in Marrakech at the start of the season by repeating his Vila Real victory of 12 months ago. Coronel was leading WTCC Race of Morocco in his DHL-supported Chevrolet when a brake issue dropped him back.
*Zengő Motorsport’s Dániel Nagy will celebrate one year in the WTCC in Vila Real. The Portuguese track was the scene of the Hungarian teenager’s long-awaited debut back in June 2016.
*Following a double score at WTCC Race of Germany last time out, OSCARO-backed John Filippi will be hoping for more consistency at the Nürburgring Nordschleife of the South as Vila Real is affectionately known.

FERNANDES MAKES IT DOIS FOR PORTUGAL IN THE WTCC
Manuel Fernandes will go from European Touring Car Cup winner to WTCC rookie when he contests his home round of the FIA World Touring Car Championship next week. Fernandes won the inaugural ETCC Race of Vila Real on the challenging street track in the northern Portugal city where he lives last June, but will step up to the big brother WTCC in a third RC Motorsport entry. He will partner fellow rookies Yann Ehrlacher and Kevin Gleason in RC Motorsport’s exciting line-up, which expands to a three-car operation for the first time. And his inclusion on the expanded WTCC grid means local fans will have two Portuguese drivers to support this year with Tiago Monteiro, the 2016 WTCC Race of Portugal winner, heading the charge for the factory Honda team as he bids to wrestle back the championship lead.

MONTEIRO’S HONDA LIGHTER FOR HOME WTCC RACE
Hopes of another home win for Tiago Monteiro in the FIA World Touring Car Championship have received a lift with confirmation that the Honda Civic will be 30 kilograms lighter than the Volvo S60 Polestar as driven by his chief title rival Nicky Catsburg. While Catsburg’s factory Swedish machine will run with the maximum 80 kilograms of compensation weight at WTCC Race of Portugal, Monteiro’s works Honda will carry 50 kilograms, which could prove decisive on the challenging – and undulating – street track. Designed to equalise car performance in the WTCC using a time-based calculation following the races in Hungary and Germany, the compensation weights have been adjusted for WTCC Race of Portugal as follows:

Chevrolet RML Cruze TC1: 20kg (-10kg)
Citroën C-Elysée WTCC: 80kg (no change)
Honda Civic WTCC: 50kg (-20kg)
LADA Vesta WTCC: 0kg (no change)
Volvo S60 Polestar: 80kg (no change)

ONLINE STARS READY FOR ESPORTS WTCC ACTION
The eSports WTCC multiplayer championship is back online this weekend (18 June) with top drivers from around the world in action at a virtual Portimão. Frenchman Thomas Petitjean dominated pre-qualifying at the one-time WTCC venue in Portugal’s Algarve region, ending up 0.2s faster than Juan Manuel Gomez, Nikodem Wisniewski and Tanguy Pedrazzoli, as Honda Civics locked-out the top four places. Klaus Schulze proved the Citroën C-Elysée should not be underestimated on race night with the fifth quickest teams as eSports WTCC title leader Alexander Dornieden ended up sixth, four places ahead of his closest championship rival, the Volvo driver Jan Stange. Dutchman Frank van Roon was the top newcomer in P20. The Portimão event will mark the first time competitors in the inaugural eSports WTCC multiplayer championship will run in 2017 livery. James Kirk and Robert Wiesenmüller will expertly lead you through two hours of thrilling virtual racing action with live coverage on Facebook and YouTube from 19h00 CET on Sunday. For more information on eSports WTCC go to this link. Meanwhile, the World Touring Car Championship drivers will be embarking on an eSports WTCC time attack challenge from 17h45-18h45 local time on Saturday 24 June.

THEY SAID WHAT?
Nicky Catsburg (Polestar Cyan Racing):
“Vila Real is extremely difficult and people who deny that are wrong in my opinion. A street circuit simply doesn’t allow as many mistakes as a normal circuit does. If you go off at Vila Real and touch the wall your weekend can be over so you need to stay completely focused. That makes it a lot of fun but it’s also a very stressful and also extreme: in 2015 I took out Tiago at the start, then in the middle of the race I took out Sébastien Loeb then at the end of the race I took out myself, all by accident of course.”

Tiago Monteiro (Castrol Honda World Touring Car Team): “It’s the most crazy week ever, you have so much demand as you can imagine. Not only the media and promotional commitments, but you have your partners, the fans and then there are all the motorsport commitments and demands. It all takes time and energy but that’s why we do the job we do because we love it. On the Monday and Tuesday there will be a number of PR commitments, on Wednesday afternoon I drive to the track, which is one hour from my home and stay in Vila Real for the rest of the week when the real business starts. I cannot hide that there is a huge pressure but I put this on myself, naturally.”

Manuel Fernandes (RC Motorsport): “I’m really excited. I missed the opportunity to do this race two years ago but I knew inside that one day if I had another chance to participate I wouldn’t let it go. This is the opportunity to do one thing that I love in a no-pressure environment. My preparation will be on the racing weekend only but it’s my city, a track that I know very well and with no need to get any results. It’s important I enjoy this as much as possible.”

WHAT HAPPENED IN 2016?
Tiago Monteiro got his faltering season firmly back on track with an emotional home win. The erstwhile title leader had been on the back foot following exclusion in Morocco and a spectacular crash in Germany. But it all came good for the Honda ace on the challenging streets of Vila Real. Despite the race-long attentions of Citroën’s Yvan Muller, Monteiro, who started from the DHL pole, did not crack under pressure to win the Main Race from Muller and Honda team-mate Norbert Michelisz. In the Opening Race, privateer driver Tom Coronel scored his second victory of 2016 for ROAL Motorsport with Tom Chilton making it two independent WTCC Trophy drivers in the top two. Nicky Catsburg completed the podium for LADA as Sébastien Loeb Racing put the WTCC Teams’ Trophy beyond doubt thanks to Chilton and Mehdi Bennani’s strong performances. Rob Huff extended the Honda celebrations by winning the TAG Heuer Best Lap Trophy, the Briton setting a new lap record with a 1m58.385s best in the Main Race. Thed Björk, partnered at Polestar Cyan Racing by Robert Dahlgren for the first time, scored points in both races. World champion José María López bagged two fifths to maintain his push for a third crown.

TRACK GUIDE IN 100 WORDS
A circuit oozing history and intrigue, racing has been held on the hillside roads of Vila Real since 1931, when Gaspar Sameiro and Ercilio Barbosa conquered the original 7.150-kilometre course in a Ford Model A. Safety and financial factors meant races were held on an irregular basis until the WTCC’s arrival in 2015 provided stability and Vila Real’s first world championship-level race meeting. The 4.785-kilometre layout now used is a challenging blend of turns, climbs and descents. While a handful of chicanes were installed for safety reasons, the spectacle remains unaltered with speeds nearing 240kph on the final downhill section.

TRACK ESSENTIALS
Name:
Circuito Internacional de Vila Real
Location: Av. Carvalho Araújo 7, 5000-651 Vila Real
Website: www.civr.pt
Length: 4.785 kilometres
Opening Race distance: 11 laps (52.635km)
Main Race distance: 13 laps (62.205km)
Lap record (qualifying): Tiago Monteiro (Honda Civic WTCC), 1m56.633s (147.6kph), 25/06/16
Lap record (race): Rob Huff (Honda Civic WTCC), 1m58.385s (145.5kph), 26/06/16
WTCC appearances: 2 (WTCC Race of Portugal also took place at Estoril, Portimão and Porto)
Time zone: GMT +2 hours
Sunrise/sunset: 05h57/21h08 (25 June)
Average temperature: 13-23°C (June)
Nearest airport: Porto (101 kilometres)

PREVIOUS WINNERS
2016:
Opening Race: Tom Coronel (Chevrolet Cruze); Main Race: Tiago Monteiro (Honda Civic)
2015: Race 1: José María López (Citroën C-Elysée); Race 2: Ma Qing Hua (Citroën C-Elysée)
2013: R1: Yvan Muller (Chevrolet Cruze); R2: James Nash (Chevrolet Cruze)
2012: R1: Yvan Muller (Chevrolet Cruze); R2: Alain Menu (Chevrolet Cruze)
2011: R1: Alain Menu (Chevrolet Cruze); R2: Rob Huff (Chevrolet Cruze)
2010: R1: Tiago Monteiro (SEAT León); R2: Gabriele Tarquini (SEAT León)
2009: R1: Gabriele Tarquini (SEAT León); R2: Augusto Farfus (BMW 320)
2008: R1: Rickard Rydell (SEAT León); R2: Tiago Monteiro (SEAT León)
2007: R1: Alain Menu (Chevrolet Lancetti); R2: Augusto Farfus (BMW 320)

FIVE FACTS
1:
Vila Real played host to F3 single-seaters in the 1960s before sportscar racing came to the fore. Chris Craft and David Piper won a six-hour event in 1969 driving a Porsche 908.
2: During the 1980s touring car racing thrived at the circuit before a fatal accident in 1991 forced the authorities to intervene due safety concerns. Racing resumed on a shortened layout in 2007, with a revival meeting attended by Stirling Moss, who competed at Vila Real in period.
3: The name Vila Real (Royal Town) comes from King Denis of Portugal founding it in 1289.
4: Although Portuguese WTCC star Tiago Monteiro was born in nearby Porto, he had never raced at Vila Real prior to 2015 but has likened the track to a Macau/Nürburgring Nordschleife cross.
5: Monteiro’s Main Race win in 2016 helped him to a career-high third in the final WTCC table.

MEDIA INFORMATION
National Press Officer:
Rodrigo Sa, Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar , +351961260165
Media Accreditation Centre location: Teatro de Vila Real, Alameda de Grasse, 5000-703 Vila Real. Accredited media must show their letter of confirmation to the security personnel in order to gain access to the parking area, noting the following GPS coordinates: Latitude 41.29882, Longitude: -7.733900. Opening times: 09h00-19h00, Friday 23 June; 07h00-18h00, Saturday 24 June; 08h00-12h00, Sunday 25 June. Please note: to obtain a photo tabard, accredited photographers must attend one of three safety briefings held in the Media Centre as follows: 10h00, Friday 23 June; 07h45, Saturday 24 June; 08h45, Sunday 25 June. Media Centre location: Teatro de Vila Real, Alameda de Grasse, 5000-703 Vila Real. Media Centre opening times: 09h00-19h00, Friday 23 June; 07h00-20h00, Saturday 24 June; 08h00-until the last journalist leaves, Sunday 25 June.

MEDIA DIARY
Friday 23 June:
15h45-16h25: Autograph session/pre-event press conference (Praça da Municipio) Saturday 24 June: 18h05 (approx.): Post-qualifying/WTCC MAC3 press conference (Media Centre) Sunday 25 June: 13h55-14h35: Autograph session (Shopping mall adjacent to support race paddock); 17h05: Opening Race podium; 18h20: Main Race podium; 18h30 (approx.): Post-race press conference (Media Centre).

TRACK DIARY
Saturday 24 June:
09h30-10h15: Free Practice 1; 12h00-12h45: Free Practice 2; 15h30-16h00: Qualifying Q1; 16h05-16h20: Qualifying Q2; 16h25 (pit lane opens for first car): Qualifying Q3; 16h45-17h00: WTCC MAC3 Sunday 25 June: 16h30-17h00: Opening Race (11 laps); 17h45-18h15: Main Race (13 laps).
Timings/activities above provisional and subject to change. Additional activities may be arranged.

ONLINE MEDIA CENTRE
The new online Media Centre is a one-stop-shop for media professionals covering the WTCC. The site contains a press release archive, downloadable press kit, event guides, Q&As, high-resolution rights-free images, driver profiles, statistics, results, track maps, logos, accreditation details and much more. Visit http://media.fiawtcc.com for details.

ENTRY LIST

#

Team

Driver (Nationality)

Car

3

Sébastien Loeb Racing

Tom Chilton (GBR) T

Citroën C-Elysée WTCC 

5

Castrol Honda World Touring Car Team

Norbert Michelisz (HUN)

Honda Civic WTCC

8

Zengő Motorsport

Aurélien Panis (FRA) T

Honda Civic WTCC

9

ROAL Motorsport

Tom Coronel (NLD) T

Chevrolet RML Cruze TC1

12

ALL-INKL.COM Münnich Motorsport

Rob Huff (GBR) T

Citroën C-Elysée WTCC 

18

Castrol Honda World Touring Car Team

Tiago Monteiro (PRT)

Honda Civic WTCC

22

RC Motorsport

Manuel Fernandes (PRT) T

LADA Vesta WTCC

24

RC Motorsport

Kevin Gleason (USA) T

LADA Vesta WTCC

25

Sébastien Loeb Racing

Mehdi Bennani (MAR) T

Citroën C-Elysée WTCC 

27

Sébastien Loeb Racing

John Filippi (FRA) T

Citroën C-Elysée WTCC 

34

Honda Racing Team JAS

Ryo Michigami (JPN)

Honda Civic WTCC

61

Polestar Cyan Racing

Néstor Girolami (ARG)

Volvo S60 Polestar

62

Polestar Cyan Racing

Thed Björk (SWE)

Volvo S60 Polestar

63

Polestar Cyan Racing

Nicky Catsburg (NLD)

Volvo S60 Polestar

68

RC Motorsport

Yann Ehrlacher (FRA) T

LADA Vesta WTCC

86

Campos Racing

Esteban Guerrieri (ARG) T

Chevrolet RML Cruze TC1

99

Zengő Motorsport

Dániel Nagy (HUN) T

Honda Civic WTCC

(T = Indicates WTCC Trophy contender)

PROVISIONAL STANDINGS AND STATISTICS
Drivers (after 8/20):
1 Catsburg 127; 2 Monteiro 125; 3 Björk 119; 4 Chilton 106; 5 Huff 102; etc.
Manufacturers (after 8/20): 1 Volvo Polestar 404; 2 Honda 364
WTCC Trophy (after 8/20): 1 Huff 60; 2 Chilton 59; 3 Bennani 55; 4 Guerrieri 47; 5 Coronel 35; etc.
WTCC Teams (after 8/20): 1 SLR 74; 2 Münnich 54; 3 Campos 51; 4 Roal 43; 5 RC 33; etc.
All-time race wins (top 5): Y Muller 48; López 29; Huff 28; Menu 23; Tarquini 22
All-time pole positions (top 5): Y Muller 29; López 21; Tarquini 17; Menu 15; Huff 12; Farfus 11
All-time fastest laps (top 5): Y Muller 38; López 29; Huff 28; Tarquini 24; Menu 20
All-time laps led (top 5): Y Muller 571; Huff 345; López 301; Menu 297; Tarquini 295

ENDS

WTCC Tiago Monteiro.jpg WTCC Tiago Monteiro portrait.jpg WTCC Nicky Catsburg.jpg
WTCC Rob Huff.jpg WTCC Tom Coronel.jpg WTCC Mehdi Bennani.jpg
WTCC Race of Portugal podium 2016.jpg WTCC Race of Portugal track map.png WTCC Race of Portugal joker lap layout.jpg

 

RALI DO VIDREIRO

 

Pedro Antunes – “Queremos vencer, mas essencialmente somar pontos para o Campeonato!”
O Campeonato Nacional de Ralis prossegue nos próximos dias 9 e 10 de Junho onde o Clube Automóvel da Marinha Grande realizará a edição de 2017 do Rallye Vidreiro/Centro de Portugal!
A 6ª ronda da época regressa aos pisos de asfalto, contando com um programa interessante de dois dias de provas, apresentando 2 especiais novas, além das míticas realizadas na Mata de S. Pedro do Moel!
Pedro Antunes e Paulo Leones partem motivados em levar o seu Peugeot 208 R2 à vitória, eles que são os actuais lideres do Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes, tendo já conseguido 3 vitórias em 5 provas realizas! 
Como refere o piloto que conta com o apoio de Mototorres, GDAuto, Agri Power, Quinta de Jugais e LusoVini – “o nosso objectivo para o Rallye Vidreiro passa por lutar novamente pela vitória! Vou dar o meu melhor mas sem cometer exageros, pois a grande ambição é mesmo amealhar pontos para o campeonato. 
Esperamos algumas dificuldades, como é normal nos ralis de asfalto, pois é o tipo de piso onde se nota mais a diferença de potência dos carros entre R2 e R3 dos nossos mais directos adversários. Queria deixar aqui expressa a minha satisfação, pelo facto do Clube Automóvel da Marinha Grande ter optado por trazer dois troços novos relativamente ao ano passado, o que deviria acontecer em todos os Ralis do Campeonato, de forma a equilibrar o conhecimento das especiais entre os pilotos, ficando só falta mesmo a faltar limitar as passagens nos reconhecimentos”.
A prova vai para a estrada na sexta feira pelas 16h10 na Marinha Grande, começando com uma dupla passagem pela Especial do Farol e para terminar o dia, uma passagem na Super Especial desenhada no Centro da Marinha Grande. No sábado, segue-se uma dupla passagem em Fago/Mata Mourisca, Assanhas da Paz e S. Pedro, antes do pódio final em S. Pedro de Moel.at66 Copyat67 Copy

 

RALI DO VIDREIRO

 

Fernando Teotónio e Luís Morgadinho vencem no Rallye Vidreiro!
A Taça Nacional de Ralis Asfalto prosseguiu no passado fim de semana na região da Marinha Grande onde decorreu o Rallye Vidreiro Centro de Portugal, prova esta que foi ainda pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis.
Fernando Teotónio e Luís Morgadinho voltaram a estar em grande forma na prova em piso de asfalto assegurando a 2ª posição desde a 1ª especial do rali, conseguindo no segundo dia um melhor setup no seu Mitsubishi lancer EVO VII preparado pela Domingos Sport Competição o que lhes permitiu um melhor andamento e melhorar também os seus registos, tentando chegar ao 1º lugar. A sorte surgiu na última especial com a equipa a ver o seu mais directo adversário furar e com a vitória na última especial do rali, obterem nova vitória na Taça Nacional de Ralis Asfalto.
Como refere o piloto – “O rallye Vidreiro foi sem dúvida fantástico para toda a equipa. Entramos com um bom ritmo, o setup que tínhamos não era o ideal, mas conseguimos melhorar bastante o carro e os tempos melhoraram significativamente. Nunca baixamos o ritmo ao longo de toda a prova, tentamos fazer os possíveis para bater o nosso mais directo adversário, que desta vez foi ele a não ter sorte e desta forma, conseguirmos a tão desejava vitória que é sem dúvida muito importante para a conquista do título! Fica um agradecimento a toda a nossa equipa, por mais uma vez nos entregarem um carro fantástico!”
Com esta 2ª vitória, Fernando Teotónio e Luís Morgadinho passam para a liderança da Taça Nacional de Ralis Asfalto! at62 Copy

 

RALI DO VIDREIRO

 

Penalização retira vitória no Rallye Vidreiro
Foi na Marinha Grande que decorreu a 6ª prova do Campeonato Nacional de Ralis, com a realização da edição de 2017 do Rallye Vidreiro Centro de Portugal.
Para Pedro Antunes e Paulo Leones, a prova foi bastante produtiva mas o desfecho final teve um sabor amargo! Partindo com as ambições de vencer, o piloto de Torres Vedras tinha noção que uma grande percentagem das especiais do rali, com médias altas, em nada favoreciam o seu Peugeot R2 em relação aos R3 dos seus mais directos adversários. 
Ainda assim o piloto não baixou os braços e depois de ter terminado o 1º dia na 4ª posição das 2 rodas motrizes, entrou ao ataque e tentou tirar o máximo proveito das 2 especiais mais técnicas e sujas para recuperar, chegando a meio da manhã na 2ª posição, conseguindo mesmo assumir a liderança da prova à 7ª especial e liderar até ao fim. Contudo um “raspão” numa das chicanes montadas na última especial valeu-lhe uma penalização de 15 segundos, relegando-o para a 2ª posição entre os carros de 2 rodas motrizes!
Como refere o piloto apoiado por Mototorres, GDAuto, Agri Power, Quinta de Jugais e Lusovini – “foi um resultado positivo para as ‘contas’ do campeonato, mas é um 2º lugar com sabor amargo, pois perdemos a vitória na prova com uma penalização de 15 segundos na última especial do rali.
Não fiquei satisfeito com a minha prestação nas especiais da Marinha Grande, que além de não serem favoráveis para o meu Peugeot 208, não consegui impor um bom ritmo e também não consegui tirar o melhor partido do carro. Ainda assim é um balanço é positivo, penso que evoluímos significativamente ao longo do rali e acima de tudo conseguimos uma boa pontuação para o campeonato onde lideramos após esta 6ª prova! Fica um agradecimento à equipa PT Racing pelo trabalho exemplar e também aos meus patrocinadores por todo o apoio neste projecto!”
Pedro Antunes e Paulo Leones terminaram o Rallye Vidreiro Centro de Portugal na 2ª posição no Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes, 1º entre os RC4 e ainda 10º da geral!at58 Copyat59 Copy

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Guilherme Salas confirmado para a Corrida com Convidados ao lado de Erik Mayrink

Piloto da Stock Car e campeão de 2013 da Sprint Race, Salas retorna à categoria ao lado do piloto paulista no autódromo da capital paulista

São Paulo, SP - Já está tudo acertado. Guilherme Salas, atual piloto da Stock Car, será parceiro de Erik Mayrink na Corrida com Convidados, que faz parte da quarta etapa da Sprint Race 2017, que acontece no Autódromo Jose Carlos Pace, em Interlagos (SP), no dia 30 de julho. Esta é a primeira dupla confirmada para o evento.

Para Erik, a escolha de Guilherme como parceiro foi natural. "Conheço o Guilherme há muito tempo e sei que ele tem condições de fazer uma boa corrida. Além disso, ele tem me ajudado muito neste ano durante a adaptação à Sprint Race. Acho ótima a oportunidade de dividir o carro com um piloto bastante experiente em outras categorias", explica.

Já não é a primeira vez que Guilherme Salas corre na Sprint Race como convidado. Na temporada passada, fez dupla com os Irmãos Berlanda (Eduardo Berlanda/ Berlanda Jr), atuais campeões do campeonato na categoria PRO, terminando a corrida em terceiro colocado. Com Erik, ele pretende fazer uma prova diferenciada. "A expectativa é muito boa. Vai ser muito bom poder dividir o carro com o Erik, que venho acompanhando como coach desde a primeira etapa deste ano. É um piloto que está evoluindo bastante e que vai brigar por vitória em Interlagos", aposta.

Erik Mayrink também está concentrado na busca de um bom resultado para esta quarta etapa e, assim, melhorar sua posição dentro do campeonato. "Tenho boas expectativas para a próxima prova, pois Interlagos é uma pista que eu gosto bastante. Além de ser, de longe, a que eu mais andei, já que corria no Campeonato Paulista de Marcas e Pilotos", declara. 

Guilherme Salas, paulista de Jundiaí, é uma das grandes revelações do automobilismo nacional nos últimos anos. Foi campeão da Sprint Race 2013; campeão Brasileiro de Turismo, em 2014, e 3º colocado no Brasileiro de Marcas 2015. Desde 2016, o piloto, de apenas 23 anos, disputa a Stock Car pela equipe Vogel. 

Sobre a Corrida de Convidados - Composta por oito etapas, com 17 corridas, a Sprint Race 2017 conclui sua primeira metade da temporada, na Corrida de Convidados, em Interlagos. Os critérios para que os pilotos desta temporada convidem seus escolhidos para a especial incluem os pilotos da Stock Car em atividade, os atuais oito primeiros colocados do Campeonato Brasileiro de Marcas; os três primeiros da F-Truck e da Copa Truck; os campeões do Brasileiro de Turismo (Stock Lignt), além dos campeões ou vice de edições passadas da Sprint Race, tanto na categoria PRO como na GP. Pilotos com carreira internacional serão avaliados pela organização, que também tem uma lista de outros possíveis indicados.

A quarta etapa da Sprint Race Brasil terá exibição nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados -  no SBT e no YouTube  (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom

Calendário 2017 - próximas etapas:
Etapa 4 - 30/07 - São Paulo - Interlagos - #Guest Race
Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree
Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città
Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge
Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados
 

 

Dupla confirmada: Erik Mayrink e Guilherme Salas (Luciano Santos/SigCom)

Dupla confirmada: Erik Mayrink e Guilherme Salas (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Erik Mayrink a bordo do Sprint #111 (Luciano Santos/SigCom)

Erik Mayrink a bordo do Sprint #111 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Guilherme Salas é coach de Erik Mayrink nas etapas da Sprint Race 2017 (Luciano Santos/SigCom)

Guilherme Salas é coach de Erik Mayrink nas etapas da Sprint Race 2017 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A Corrida de Convidados será no dia 30 de julho em Interlagos (Luciano Santos/SigCom)

A Corrida de Convidados será no dia 30 de julho em Interlagos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

RALI VIDREIRO

 

Gil Antunes | Rallye Vidreiro – “3º lugar foi o resultado possível!”
O Campeonato Nacional de Ralis prosseguiu este fim de semana na Marinha Grande onde o Clube Automóvel da Marinha Grande levou para a estrada a edição de 2017 do Rallye Vidreiro Centro de Portugal, prova em piso de asfalto.
Para a dupla de Sintra Gil Antunes e Diogo Correia a prova acabou por correr bem, com a dupla a conseguir chegar às suas ambições, mas com o resultado final a saber a pouco!
O Campeonato Nacional de Ralis 2 rodas motrizes está de boa saúde e no Vidreiro houve novamente uma animada luta pelos lugares do pódio! A equipa do Renault Clio R3T fez um rali perfeito, sem erros ou qualquer percalço rodando toda a prova na 3ª posição das 2 rodas motrizes! 
Como salienta o piloto de Aruil “com as duas desistências que tivemos esta época, não podemos correr riscos de perder mais pontos, pelo que apostamos num ritmo bom, mas sem correr qualquer risco pois era fundamental terminar este rali. Fizemos uma prova tranquila sem qualquer erro, os nossos adversários estiveram muito fortes, acho que mesmo sem arriscar impusemos um andamento muito bom, mas ainda assim eles rodaram mais rápidos e desta vez o 3º lugar foi o resultado possível. Acaba por ser positivo, o carro este impecável de princípio a fim, o campeonato está ainda em aberto, não vai ser fácil chegar ao título, mas vamos dar o nosso melhor para tentar!
Não vamos estar à partida do Rali Vinho Madeira, foi a prova que decidimos não pontuar, vamos aproveitar esta pausa para testar mais em terra e preparar o Rali de Mortágua e também para batalhar no próximo projecto de 2018 que estávamos já a desenvolver e reunir as condições para conseguir surgir com algo novo e interessante!”
Gil Antunes e Diogo Correia levaram o Renault Clio R3T ao 3º lugar no Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes, 2º entre os concorrentes dos Rc3 e 11º da geral!at53 Copyat54 Copy

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURSIMO

 

Brasileiro de Turismo: Rsports Racing chega à Cascavel em busca do pódio

Será a terceira etapa das oito programadas para a edição 2017. A corrida terá transmissão da SporTV 3

Neste fim de semana, o Campeonato Brasileiro de Turismo terá sua terceira etapa em sua sexta edição na cidade de Cascavel. Os bólidos da categoria brasileira entram na pista paranaense do Autódromo Zilmar Beux, na sexta-feira, dia 09, para os treinos livres para a rodada dupla a partir das 9h25. No sábado, acontece a tomada de tempos às 10h40 e a primeira corrida às 14h40. Os pilotos da Rsports Racing, Fernando Croce e Marco Cozzi irão atrás da melhor colocação para compor o grid da corrida marcada para o domingo (11), às 9h47.

Na "Capital do Oeste" com aproximadamente 300 mil habitantes, Marco Cozzi tem um retrospecto excelente. Ele já correu cinco vezes na pista paranaense, acumula duas vitórias (Copa Montana e Brasileiro de Turismo em 2013) e três pódios em categorias de acesso à Stock Car. Mas agora o piloto da Rsports Racing volta à cidade com o peso desse histórico na bagagem, a bordo do carro #23 e novamente em um carro do Brasileiro de Turismo. Motivado a repetir o desempenho, Cozzi já tem em mente sua estratégia.

"Desde a corrida de reinauguração do autódromo de Cascavel, participo de provas e sempre estive no pódio, só não estive quando deu problema no carro. Vamos trabalhar para um acerto ideal, para termos um carro bom até o final do ano, para ir para a vitória e brigar por ela", conta Cozzi.

"Gosto muito do circuito e me identifico com a pista, porque é a mais rápida do Brasil, estou bastante confiante em um bom resultado na terceira etapa. Além disso, tenho bons amigos, considero a minha segunda casa, fora a minha e da equipe. Estou muito contente em poder volta a competir em Cascavel", declara. "A equipe fez uma excelente preparação. Nos treinos a expectativa é de evoluir ainda mais no setup para obter uma boa posição no grid", ressalta o piloto paulista.

O piloto de Jaú está ansioso para voltar a acelerar na pista cascavelense e diz que a estratégia da equipe agora é marcar o maior número de pontos para voltar à briga para o título. "Cascavel é uma pista bem rápida, na Fórmula 3 chegada a 200 km/h na primeira curva e os carros do BR e Turismo também devem atingir uma velocidade aproximada", disse Fernando Croce do carro #84.

"Na primeira corrida desse ano não fomos bem, na segunda precisei abortar minha ida para Santa Cruz do Sul por problemas de saúde, mas com um novo desenvolvimento no carro creio que estaremos entre os primeiros já nos treinos, como também na classificação e nas corridas. Portanto, espero um resultado muito positivo para continuar na briga e levar para a torcida de todo o país e para o povo de Jaú", conclui Croce, que fará sua segunda participação no circuito.

A categoria segue junto com a Stock Car até o dia 10 de dezembro em Interlagos.

A EQUIPE

A Rsports Racing, com sede em São Caetano do Sul (SP), faz o gerenciamento técnico, mecânico e logístico para os pilotos nas etapas dos calendários automobilísticos. A infraestrutura da equipe conta com uma oficina completa, além de carreta para transporte dos equipamentos e os carros de competição. Além disso, o quadro de colaboradores é composto de engenheiros, mecânicos, telemetrista e cronometrista, treinados para a prestação de serviços nos certames.

Confira a programação:

Sexta-feira, 9 de junho

09h25 - 10h05 - 1º treino Campeonato Brasileiro de Turismo

15h15 - 15h55 - 2º Treino Campeonato Brasileiro de Turismo

Sábado, 10 de junho

08h40 - 08h50 - Warmup Campeonato Brasileiro de Turismo

10h40 - 10h50 - Classificação Campeonato Brasileiro de Turismo

14h40 - Largada (Corrida 1) Campeonato Brasileiro de Turismo

Domingo, 11 de junho

09h47 - Largada (Corrida 2) Campeonato Brasileiro de Turismo

10h30 - 11h20 - Visitação aos Boxes e Volta Rápida

Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo (15 corridas)

Etapa 1 - 02/04 - Goiânia (GO)

Etapa 2 - 21/05 - Santa Cruz do Sul (RS)

Etapa 3 - 11/06 - Cascavel (PR)

Etapa 4 - 09/07 - Londrina (PR)

Etapa 5 - 23/07 - Curvelo (MG)

Etapa 6 - 10/09 - Local a definir/Stock Car-Corrida do Milhão

Etapa 7 - 22/10 - Curitiba (PR)

Etapa 8 - 10/12 - São Paulo/Interlagos (SP)

 

Fernando Croce #84 (Foto: Everton Rupel)

Fernando Croce #84 (Foto: Everton Rupel)
Alta  | Web

Piloto de Jaú, Fernando Croce (Foto: Everton Rupel)

Piloto de Jaú, Fernando Croce (Foto: Everton Rupel)
Alta  | Web

Marco Cozzi #23 (Foto: André Santos/Time Sports)

Marco Cozzi #23 (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Piloto paulista Marco Cozzi (Foto: André Santos/Time Sports)

Piloto paulista Marco Cozzi (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

 

RALI DO VIDREIRO

 

Manuel Pinto vence novamente os Diesel!
O Campeonato Nacional de Ralis foi até à Marinha Grande onde decorreu a 6ª prova da temporada com nova edição do Rallye Vidreiro Centro de Portugal, numa prova que esteve sob a responsabilidade do CAMG.
A prova em piso de asfalto contou com a presença da dupla Manuel Pinto e Luís Boiça que prosseguiram a evolução com o Fiat Punto R3D, centrando as ambições no Nacional de Ralis Diesel.
Num rali nada fácil, com especiais muito propícias a erros, o piloto de Gondomar apostou numa prova regular, centrando-se apenas em não cometer erros, fazendo os possíveis para terminar o difícil rali e somar o máximo de pontos.
Como refere Manuel Pinto, “fomos para a prova unicamente com a ambição de terminar e somar pontos para o Campeonato. Fizemos um rali sem pressões quanto a resultados, rodamos sempre com uma grande margem de segurança, com bastantes cautelas nas especiais mais sujas, até porque não tive a oportunidade de fazer minimamente os reconhecimentos da prova. 
Cada vez dá para perceber melhor o carro, tem bastante potencial, tenho me divertido com o mesmo, fomos evoluindo alguns pequenos detalhes de setup para este rali, que não era fácil, mas que desfrutei, conseguimos subir ao pódio final, o que me deixa satisfeito com o desfecho”.
Manuel Pinto e Luís Boiça saíram de S. Pedro de Moel com a vitória no campeonato destinado aos Diesel, sendo ainda o 4º entre os RC3 e 8º no Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes.
O piloto ainda não confirmou a sua próxima prova, estando a tentar reunir as condições para estar à partida do mítico Rali Vinho Madeira, prova também pontuável para o Tour European Rally, onde como referiu “estamos a tentar reunir as condições necessárias para estar nesta mítica prova, que tem um excelente feedback em termos de europeu, mas além de questões do orçamento, tenho ainda uma situação de recuperação física que poderei não estar a 100% à data da prova, pelo que só durante o próximo mês teremos certeza da nossa participação ou não”.at44 Copyat45 Copy

 

TRANS-AM

 

RAFA MATOS É SENSAÇÃO NO GP DE DETROIT DA TRANS-AM. DEPOIS DE LARGAR NO FUNDO DO GRID, VITÓRIA FICOU A POUCO MAIS DE UM SEGUNDO

Pódio na primeira corrida em uma nova categoria, ainda em adaptação ao equipamento. Já teria sido um feito e tanto para o mineiro Rafa Matos em sua primeira corrida pela Trans-Am Series, o GP de Detroit, nas ruas do Belle Isle Park. Mas o destino se encarregou de tornar a façanha ainda mais sensacional depois das dificuldades encontradas na qualificação. Segundo mais rápido nos dois treinos livres, ele tinha boa chance de lutar pela pole mas, na tomada de tempos, acabou frustrado por um concorrente que parou no traçado, forçando a interrupção com a bandeira vermelha. A essa altura, o piloto de Belo Horizonte havia completado apenas uma volta de aquecimento, tempo que o jogou para a 12ª posição no grid.

Ao longo dos 70 minutos de prova, no entanto, Rafa, com o Camaro V8 #87 da equipe HP Tech, começou a escalar o pelotão, andando num ritmo semelhante ao dos ponteiros. Não demorou e ele aparecia entre os cinco primeiros. As duas neutralizações com bandeira amarela se encarregaram de aproximá-lo dos líderes e, nas últimas voltas, vieram os ataques bem-sucedidos até encostar no escapamento do carro 74, do vencedor Gar Robinson. Mais uma ou duas voltas e o degrau no pódio teria sido o mais alto. O que não diminuiu a ótima prova, com tempos de volta constantes e a capacidade de poupar o equipamento até a bandeirada.

“Mostrei meu cartão de visitas, foi muito bom mesmo. O carro é muito divertido de pilotar. Na última relargada ainda tentei superar o Robinson, mas ele demorou um pouco a reacelerar e quase que eu perdi a segunda posição. Por ter largado lá de trás me sinto como se tivesse vencido, consegui escapar de um acidente na largada e vim buscando”, comemorou.

Inicialmente, o convite da HP Tech previa a participação no GP de domingo, apoiado pelo patrocinador do carro de Rafa, a 3-Dimensional Services Group. A expectativa agora é a de seguir no campeonato, cuja próxima etapa está marcada para os dias 14 e 15, no traçado misto do Indianapolis Motor Speedway.


* Foto: Chris Clarke/Trans-Am


 

 



 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURSIMO

 

Brasileiro de Turismo: Fernando Croce, Rsports Racing, chega à Cascavel em busca do pódio

Piloto de Jaú (SP), participará da terceira etapa das oito programadas para a edição 2017. A corrida terá transmissão da SporTV 3

Neste fim de semana, o Campeonato Brasileiro de Turismo terá sua terceira etapa em sua sexta edição na cidade de Cascavel. Os bólidos da categoria brasileira entram na pista paranaense do Autódromo Zilmar Beux, na sexta-feira, dia 09, para os treinos livres para a rodada dupla a partir das 9h25. No sábado, acontece a tomada de tempos às 10h40 e a primeira corrida às 14h40. Os pilotos da Rsports Racing, Fernando Croce e Marco Cozzi irão atrás da melhor colocação para compor o grid da corrida marcada para o domingo (11), às 9h47.

O piloto de Jaú está ansioso para voltar a acelerar na pista cascavelense e diz que a estratégia da equipe agora é marcar o maior número de pontos para voltar à briga para o título. "Cascavel é uma pista bem rápida, na Fórmula 3 chegada a 200 km/h na primeira curva e os carros do BR e Turismo também devem atingir uma velocidade aproximada", disse Fernando Croce do carro #84.

"Na primeira corrida desse ano não fomos bem, na segunda precisei abortar minha ida para Santa Cruz do Sul por problemas de saúde, mas com um novo desenvolvimento no carro creio que estaremos entre os primeiros já nos treinos, como também na classificação e nas corridas. Portanto, espero um resultado muito positivo para continuar na briga e levar para a torcida de todo o país e para o povo de Jaú", conclui Croce, que fará sua segunda participação no circuito.

A categoria segue junto com a Stock Car até o dia 10 de dezembro em Interlagos.

A EQUIPE

A Rsports Racing, com sede em São Caetano do Sul (SP), faz o gerenciamento técnico, mecânico e logístico para os pilotos nas etapas dos calendários automobilísticos. A infraestrutura da equipe conta com uma oficina completa, além de carreta para transporte dos equipamentos e os carros de competição. Além disso, o quadro de colaboradores é composto de engenheiros, mecânicos, telemetrista e cronometrista, treinados para a prestação de serviços nos certames.

Confira a programação:

Sexta-feira, 9 de junho

09h25 - 10h05 - 1º treino Campeonato Brasileiro de Turismo

15h15 - 15h55 - 2º Treino Campeonato Brasileiro de Turismo

Sábado, 10 de junho

08h40 - 08h50 - Warmup Campeonato Brasileiro de Turismo

10h40 - 10h50 - Classificação Campeonato Brasileiro de Turismo

14h40 - Largada (Corrida 1) Campeonato Brasileiro de Turismo

Domingo, 11 de junho

09h47 - Largada (Corrida 2) Campeonato Brasileiro de Turismo

10h30 - 11h20 - Visitação aos Boxes e Volta Rápida

Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo (15 corridas)

Etapa 1 - 02/04 - Goiânia (GO)

Etapa 2 - 21/05 - Santa Cruz do Sul (RS)

Etapa 3 - 11/06 - Cascavel (PR)

Etapa 4 - 09/07 - Londrina (PR)

Etapa 5 - 23/07 - Curvelo (MG)

Etapa 6 - 10/09 - Local a definir/Stock Car-Corrida do Milhão

Etapa 7 - 22/10 - Curitiba (PR)

Etapa 8 - 10/12 - São Paulo/Interlagos (SP)

 

Será a segunda participação do piloto no circuito paranaense (Foto: Everton Rupel)

Será a segunda participação do piloto no circuito paranaense (Foto: Everton Rupel)
Alta  | Web

A etapa em Cascavel terá formato de rodada dupla, com corrida sábado e domingo (Foto: Everton Rupel)

A etapa em Cascavel terá formato de rodada dupla, com corrida sábado e domingo (Foto: Everton Rupel)
Alta  | Web

Piloto de Jaú (SP), Fernando Croce (Foto: Everton Rupel)

Piloto de Jaú (SP), Fernando Croce (Foto: Everton Rupel)
Alta  | Web

Fernando Croce (Foto: Everton Rupel)

Fernando Croce (Foto: Everton Rupel)
Alta  | Web

 

RALI DO VIDREIRO

 

Transmissão ditou desistência no Rallye Vidreiro!
Hugo Lopes e Nuno Ribeiro voltaram a ter um final inglório na 6ª ronda do Campeonato Nacional de Ralis, 2ª do Challenge Ds3 R1, que no passado fim de semana foi até à Marinha Grande para a edição de 2017 do Rallye Vidreiro Centro de Portugal.
Estando na 3ª posição da competição monomarca, o piloto de Viseu deixou em ‘casa’ o Ford Fiesta R2, alinhando com o Citroën Ds3 R1 e centrando assim as suas principais ambições no troféu da Inside Motor.
Na sexta feira, logo na primeira especial, a equipa não entrou bem, ao raspar com o Ds3 R1 num pneu que servia de barreira, com o mesmo a ficar alojado na cave de roda mais de metade da 1ª especial, fazendo a equipa perder algum tempo. Para as especiais seguintes, tudo correu melhor com a equipa a registar tempos nos 3 primeiros do troféu, terminando o dia na 3ª posição.
Para o dia de sábado e com uma grande margem de vantagem para o 4º classificado, a dupla partiu motivada em fazer uma prova sem erros e levar o Ds3 R1 até ao pódio final e amealhar mais um excelente resultado e pontuação para a competição. Quando nada o previa, no decorrer da 6ª especial, uma transmissão cedeu e foi o final antecipado do rali para a equipa da AMSport.
Em jeito de balanço, Hugo Lopes salienta que, “estou um pouco desanimado com o desfecho do rali. Não tive um bom ritmo durante o pouco rali que fiz, mas estava mesmo confiante em fazer uma boa prova, apesar de voltarmos a ir para o rali sem efectuar qualquer teste com o carro! Um susto logo na 1ª especial fez me perder essa confiança e naqueles trocos com médias altíssimas é complicado voltar a recuperar pois não permitem muitos erros!
 Ainda assim a prova estava a ser produtiva, tinha o 3º lugar praticamente garantido e eram pontos muito importantes que íamos acumular para o troféu e agora as contas ficam mais difíceis! Vamos analisar bem as provas anteriores, para melhorarmos e chegarmos mais perto dos nossos mais directos adversários!”
A próxima prova será o Rali União de Freguesias do Marco de Canaveses nos dias 1 e 2 Julho.at39 Copyat40 Copy

 

RALI DO VIDREIRO

 

André Rodrigues quer continuar evolução

André Rodrigues e Eurico Adão preparam-se para atacar este fim-de-semana o Rallye Vidreiro Centro de Portugal, prova pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis.

Depois do abandono no Rallye Casino de Espinho, a dupla que corre com as cores do Sport Lisboa e Benfica espera agora ter uma prova diferente, onde o objectivo principal passa por continuar a evoluir com o Citroen C2 R2 e dessa forma lutar pelos lugares cimeiros na sua classe.

A prova organizada pelo Clube Automóvel da Marinha Grande costuma apresentar condições de piso bastante diversas, sendo que nesta edição não será diferente. As novas classificativas que fazem parte da prova prometem ser tão ou mais desafiadoras que as usadas em anteriores edições da prova, mas a dupla que corre com as cores do Sport Lisboa e Benfica mostra-se preparada para as atacar.

André Rodrigues começou por dizer que a dupla está “muito bem preparada para este rali. Apesar de metade das classificativas serem completamente novas para nós, esta é uma prova que nos diz muito”.

O piloto que conta com os apoios da Confrasilvas, Dyrup, Vidrofornense, Fire, Ushindi, Semeca, Jamporlú Lda, Rochalazan, Etopi, ACPA, JM Póvoa, Adega Mor, LiquiMoly, Alugatudo, Licor 35 e SAM'S disse-nos que “foi efectuada uma revisão bastante profunda no nosso Citroen C2 R2. O nosso carro está em perfeitas condições para podermos atacar desde início e dessa forma lutar por um resultado agradável para nós neste Rallye Vidreiro”.

André Rodrigues lembrou ainda assim que a dupla vem “de uma prova na qual não tivemos oportunidade de terminar, pelo que sabemos que vamos ter que continuar a acumular quilómetros, para somarmos pontos e experiência no campeonato de ralis mais competitivo que temos no nosso país. O campeonato está a meio e temos a noção plena de que as nossas prestações estão a melhorar, pelo que é importante para nós manter essa evolução e assim continuar a ganhar ainda mais confiança. Temos sentido um grande apoio de todas as pessoas que nos seguem e isso dá-nos toda a força para obtermos um bom resultado”.

O Rallye Vidreiro Centro de Portugal, prova organizada pelo Clube Automóvel da Marinha Grande tem lugar já nos próximos dias 9 e 10 de Junho, apresentando um novo figurino de troços, com a região da Marinha Grande e de São Pedro de Moel, ainda assim a receberem uma vez mais o pelotão do Nacional de Ralis. Entre sexta e sábado, os concorrentes vão ter pela frente nova provas especiais de classificação.

Poderá seguir o piloto do Sport Lisboa e Benfica pela página de Facebook do piloto André Rodrigues em https://www.facebook.com/andrerodriguesslb.at37 Copyat38 Copy

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURSIMO

 

Brasileiro de Turismo: Rsports Racing está determinada a bons resultados neste sábado

Neste sábado, Marco Cozzi e Fernando Croce, terão um treino de aquecimento que antecede o classificatório que acontece às 10h40 e a corrida de abertura da terceira etapa será às 14h40

A equipe Rsports Racing chega à terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo, em um final de semana de muito frio em Cascavel, no Paraná. Com essa temperatura é um desafio extra balancear a pressão dos pneus e conseguir um acerto ideal para as duas corridas da rodada. Nesta sexta-feira, 09, os pilotos Marco Cozzi e Fernando Croce entram na pista do Autódromo Zilmar Beux, o mais veloz da temporada, para duas sessões de treinos livres. A corrida no domingo será às 9h47.

Depois de uma sexta-feira produtiva, com um sexto e segundo lugar nos treinos, Marco Cozzi espera ter o mesmo desempenho no classificatório neste sábado às 10h40 para a primeira corrida com largada prevista para as 14h40. Os canais Sportv exibem a corrida durante a semana seguinte.

"No segundo treino com pneu velho ficamos 3/4 do treino com o melhor tempo, na parte final colocamos pneus novos, mas com o treino interrompido com bandeira vermelha não consegui boas voltas e garantimos a segunda colocação. Para classificar faremos mais um teste, mas temos já um ótimo acerto de corrida, chegamos em um bom carro", revelou competidor do carro #23, que completou os 3.058 metros do circuito com o tempo de 1min06s865 em sua melhor marca.

O companheiro de equipe Fernando Croce utilizou o treino da manhã para se adequar ao circuito de Cascavel a bordo do carro do turismo que tem um acerto diferente do Fórmula 3, o qual competiu uma única vez.  Além disso, foi uma readaptação ao bólido que estreou em Goiânia e preciso abortar a sua participação na segunda etapa em Santa Cruz do Sul (RS) por motivos de saúde.

Já no treino da tarde, Croce entrou focado em um ritmo forte sabendo que tem em mãos um carro equilibrado, mas seu rendimento foi atrapalhado por uma mangueira de retorno da bomba da caixa de direção que se soltou, esse sistema foi totalmente trocado pela equipe Rsports para a etapa, como também foram feitas diversas mudanças de setup buscando uma melhor performance.

"Tentamos fazer a troca, mas não deu tempo do Fernando voltar para a pista e completar muitas voltas devido a bandeira vermelha que ocorreu no segundo treino. Então, agora, foi trocado todo o sistema novamente e ele tem um carro competitivo para o classificatório", afirma o chefe de equipe Leandro Romera.

Confira o resultados desta sexta-feira:

Treino 1

1)    99    Edson Coelho, 1:07.083

2)    11    Gaetano di Mauro, 1:07.383

3)    177    Luca Milani, 1:07.456

4)    17    Pietro Rimbano, 1:07.461

5)    35    Gabriel Robe, 1:07.469

6)    23    Marco Cozzi, 1:07.784

7)    86    Gustavo Frigotto, 1:07.830

8)    77    Raphael Reis, 1:07.867

9)    13    Raphael Campos, 1:08.132

10)    117    Gustavo Myasava, 1:08.199

11)    8    Dudu Taurisano, 1:08.614

12)    78    Lucas Peres, 1:08.644

13)    7    Giulio Borlenghi, 1:08.799

14)    19    Matheus Muniz, 1:09.056

15)    33    Antonio Matiazi, 1:10.117

16)    84    Fernando Croce, 1:10.961

17)    46    Tuca Antoniazi, 1:11.264

Treino 2

1)    35    Gabriel Robe, 1:06.348

2)    23    Marco Cozzi, 1:06.865

3)    117    Gustavo Myasava, 1:07.038

4)    177    Luca Milani, 1:07.089

5)    77    Raphael Reis, 1:07.170

6)    99    Edson Coelho, 1:07.214

7)    11    Gaetano di Mauro, 1:07.258

8)    86    Gustavo Frigotto, 1:07.392

9)    13    Raphael Campos, 1:07.469

10)    17    Pietro Rimbano, 1:07.502

11)    8    Dudu Taurisano, 1:07.784

12)    78    Lucas Peres, 1:07.945

13)    7    Giulio Borlenghi, 1:08.263

14)    33    Antonio Matiazzi, 1:08.606

15)    19    Matheus Muniz, 1:09.338

16)    46    Tuca Antoniazzi, 1:10.576

17)    84    Fernando Croce, 1:12.957

Confira a programação:

Sábado, 10 de junho

08h40 - 08h50 - Warmup Campeonato Brasileiro de Turismo

10h40 - 10h50 - Classificação Campeonato Brasileiro de Turismo

14h40 - Largada (Corrida 1) Campeonato Brasileiro de Turismo

Domingo, 11 de junho

09h47 - Largada (Corrida 2) Campeonato Brasileiro de Turismo

10h30 - 11h20 - Visitação aos Boxes e Volta Rápida

Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo (15 corridas)

Etapa 1 - 02/04 - Goiânia (GO)

Etapa 2 - 21/05 - Santa Cruz do Sul (RS)

Etapa 3 - 11/06 - Cascavel (PR)

Etapa 4 - 09/07 - Londrina (PR)

Etapa 5 - 23/07 - Curvelo (MG)

Etapa 6 - 10/09 - Local a definir/Stock Car-Corrida do Milhão

Etapa 7 - 22/10 - Curitiba (PR)

Etapa 8 - 10/12 - São Paulo/Interlagos (SP)

 

 

SUPER ESPECIAL DE OURÉM

 

Repetindo a vitória do ano passado desta feita com outra montada(um Peugeot 208 R2), a dupla de Viseu depois de ter vencido três especiais, viu Jorge Carvalho/Filipe Oliveira (Mitsubishi Evo IV) conquistarem a PEC-5 Olival e a PE 6 a segunda passagem pela Super Especial de Ourém e com isso reduzir a diferença para 7.60s. Mas com a correcção do tempo atribuido a Jorge Carvalho na PE 1 em - 0.06 a diferença passou a ser de 1.40s.

A fechar o pódio Gonçalo Figueira/Tiago Amado em Citroen AX GTI a 1.22.00 do vencedor.

A dupla oureense Paulo Ferraz/António Alexandre abandonou a prova, na sequência de problemas com a caixa de velocidades no seu Subaru Imprenza, à entrada do troço do Olival - PEC-3. Lembrando que a equipa da Freixianda venceu a Super Especial de abertura  que decorreu na noite de sábado.Em resultado de um incidente, alheio ao rali, a especial foi suspensa  quando faltava sair o último carro .

 Terminaram a prova 13  concorrentes dos 17 admitidos á partida.

O concorrente nº 12 foi desqualificado ao abrigo do art.10.8 PGAK.

 Todos os resultados em : http://ralis.cronobandeira.com/at35 Copyat36 Copy

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURSIMO

 

Brasileiro de Turismo: Rsports Racing espera superação neste domingo em Cascavel

Segunda corrida da terceira etapa terá largada às 09h47 e a transmissão será no canal SporTV 3

Marco Cozzi, da Rsports Racing, ficou com a 12ª posição na primeira corrida da terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo na desafiadora pista de Cascavel, no Oeste do Paraná. O piloto do carro #23 largou na quarta fila, procurou manter um bom ritmo de prova, mas o carro perdeu rendimento e foi obrigado a ir para box nas voltas finais.

"Tínhamos carro para chegar entre os quatro primeiros, fui punido no início da corrida e com a quebra da direção precisei voltar ao box. A equipe está se dedicando e teremos um carro competitivo na corrida de amanhã. Espero conseguir boas ultrapassagens e voltar a somar mais pontos consistentemente, o que vai nos ajudar a subir na classificação", ponderou Cozzi.

A corrida deste domingo está marcada para às 09h47 (de Brasília), com transmissão ao vivo do canal por assinatura SporTV 3.

Confira o resultado da corrida 1:

1)    35    Gabriel Robe, 29 voltas, 35min40s834

2)    177    Luca Milani, a 1s009

3)    117    Gustavo Myasava, a 1s432

4)    99    Edson Coelho, a 1s772

5)    86    Gustavo Frigotto, a 2s601

6)    17    Pietro Rimbano, a 3s239

7)    19    Matheus Muniz, a 4s374

8)    77    Raphael Reis, a 5s843

9)    7    Giulio Borlenghi, a 6s045

10)    46    Tuca Antoniazzi, a 1 volta

11)    11    Gaetano di Mauro, a 5 voltas

12)    23    Marco Cozzi, a 7 voltas

Não completou 75% da prova:

12)    78    Lucas Peres, a 21 voltas

14)    13    Raphael Campos, a 25 voltas

15)    33    Antonio Matiazzi, a 26 voltas

16)    84    Fernando Croce, a 28 voltas

Confira a programação deste domingo, 11 de junho:

 

09h47 - Largada (Corrida 2) Campeonato Brasileiro de Turismo

10h30 - 11h20 - Visitação aos Boxes e Volta Rápida

Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo (15 corridas)

Etapa 1 - 02/04 - Goiânia (GO)

Etapa 2 - 21/05 - Santa Cruz do Sul (RS)

Etapa 3 - 11/06 - Cascavel (PR)

Etapa 4 - 09/07 - Londrina (PR)

Etapa 5 - 23/07 - Curvelo (MG)

Etapa 6 - 10/09 - Local a definir/Stock Car-Corrida do Milhão

Etapa 7 - 22/10 - Curitiba (PR)

Etapa 8 - 10/12 - São Paulo/Interlagos (SP)

 

A largada da segunda corrida será às 09h47 (Foto: André Santos/Time Sports)

A largada da segunda corrida será às 09h47 (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Marco Cozzi #23 (Foto: André Santos/Time Sports)

Marco Cozzi #23 (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Piloto Marco Cozzi (Foto: André Santos/Time Sports)

Piloto Marco Cozzi (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Fernando Croce #84 (Foto: Everton Rupel)

Fernando Croce #84 (Foto: Everton Rupel)
Alta  | Web

Piloto Fernando Croce (Foto: Everton Rupel)

Piloto Fernando Croce (Foto: Everton Rupel)
Alta  | Web

 

RALI VIDREIRO

 

Paulo Moreira prosseguiu no Rallye Vidreiro 
Depois do mítico Rallye de Portugal, o Campeonato Nacional de Ralis prosseguiu este passado fim de semana na região centro do país com mais uma edição do Rallye Vidreiro Centro de Portugal, prova esta que decorreu em piso de asfalto!
A prova que esteve a cargo do CAMG voltou a contar com uma excelente lista de participantes com uma estrutura de rali muito interessante que na presente edição apresentou algumas novidades no seu programa com a introdução de 2 novas especiais, bem como a nova localização do pódio final que decorreu em plena praia de S. Pedro de Moel!
A prova começou na sexta feira à tarde com as tradicionais especiais do Farol que contou com uma boa adesão de público, que aproveitou um excelente dia de praia para assistir em simultâneo a uma prova do escalão máximo dos ralis em Portugal.
Paulo Moreira e Marco Macedo partiram motivados para o rali, mas viriam a ter uma prestação algo curta, já que ainda no decorrer do 1 quilometro da primeira especial, a caixa de velocidades do Peugeot 208 R2 pregou uma partida à equipa, entregando a alma ao criador e foi o fim do rali para a equipa!
No momento, com esta desistência, a equipa irá repensar todo o seu projecto, surgindo já a partir da próxima prova com novidades!at33 Copyat34 Copy

 

RALI VILA MEDIEVAL DE OURÉM

 

Mecânica traiu Paulo Ferraz/ António Alexandre no Rali Vila Medieval de Ourém

 

Depois de não ter conseguido ter o carro pronto para a Lousã (TRRC) as expectativas eram muitas em relação á presença da dupla da Freixianda no Rali Vila Medieval de Ourém onde na edição de 2016 conseguiram um pódio.

A edição deste ano ficou marcada pela desistência forçada desta dupla devido a problemas na transmissão do Subaru Imprenza, à entrada para a PEC-3 Olival.

No final falamos com Paulo Ferraz que nos disse “o rali estava mesmo a correr como queríamos pois o carro estava impecável e estávamo-nos a divertir imenso mas no final da primeira passagem pelo troço Agroal o carro deixou de andar, primeiro pensamos que fosse a caixa de velocidades, mas afinal não é tão grave , foi apenas uma transmissão traseira , agora vamos tentar fazer um bom rali em Tábua e melhorar a nossa classificação no TTRC".


No que diz respeito á vitória nesta prova e Repetindo o triunfo do ano passado desta feita com outra montada(um Peugeot 208 R2), a dupla de Viseu José Gomes /Pedro Vaz venceu o rali.

Terminaram a prova 13 concorrentes dos 17 admitidos á partida

Todos os resultados em : http://ralis.cronobandeira.com/

Paulo Ferraz irá estar agora presente na próxima prova do TTRC o Rali de Tábua a 17 e 18 de Junho.

Paulo Ferraz/ António Alexandre têm os seguintes apoios: AZ Peças; Multiarbags ; Carteca ; Libearte Construções ; Auto-Abades ; Pulso-Publicidade ;Dragão Pneus ; J L Bicho ; Vitassist e Contarotacoes.com .

Foto: Extreme Fotoat32 Copy
 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURSIMO

 

Brasileiro de Turismo: Rsports Racing faz prova positiva neste domingo em Cascavel

As máquinas da categoria de turismo voltarão a acelerar pela quarta etapa no dia 2 de julho no Autódromo de Curitiba, em Pinhais (PR)

A segunda bateria correspondente à terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo, realizada neste domingo (11) em Cascavel (PR), foi marcada por muitas disputas. Para a equipe Rsports Racing, foi mais uma prova de evolução e aprendizado. Marco Cozzi do carro #23, que largou em 11º, completou a prova em 7º e Fernando Croce #84 partiu de 16º e terminou na 14ª posição. Os dois pilotos buscaram um ritmo equilibrado na pista de 3.058 metros de extensão.

Marco Cozzi fez novamente uma corrida de evolução neste domingo no circuito Zilmar Beux. Largando em 16º, o paulista avançou bem na disputa nos primeiras voltas, fez belas ultrapassagens e ocupou a 7ª posição, no retorno da parada de box perdeu posições, caindo para 9º. Mesmo assim, seguiu com ritmo forte e buscou avançar na corrida. O experiente piloto conquistou quatro colocações na prova e completou a segunda bateria na 7ª.

"O carro estava muito bom. Acredito que foi muito positivo. O nosso ritmo mostrou que estamos no caminho certo. Vamos continuar trabalhando", diz Marco Cozzi.

O companheiro de equipe Fernando Croce, de Jaú (SP), encerrou a corrida deste domingo com mais de 75% do tempo estipulado para a disputa e ficou na 14ª posição, marcando seus primeiros pontos na tabela de classificação do campeonato. "Quebra da caixa de direção novamente, mesmo problema do treino de sexta à tarde me tirou da segunda corrida", concluiu Croce.

Confira o resultado da corrida 2:

1)    35    Gabriel Robe, 30 voltas, 36min30s241

2)    17    Pietro Rimbano, a 0s892

3)    86    Gustavo Frigotto, a 4.028

4)    7    Giulio Borlenghi, a 4s220

5)    117    Gustavo Myasava, a 4s226

6)    99    Edson Coelho, a 4s646

7)    23    Marco Cozzi, a 8s390

8)    11    Gaetano di Mauro, a 9s014

9)    77    Raphael Reis, a 12s057

10)    177    Luca Milani, a 18s627

11)    19    Matheus Muniz, a 25s517

12)    78    Lucas Peres, a 42s072

13)    46    Tuca Antoniazzi, a 1min07s047

14)    84    Fernando Croce, a 8 voltas

Não completou 75% da prova:

15)    8 Dudu Taurisano, a 27 voltas

16)    33    Antonio Matiazzi, a 27 voltas

Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo (15 corridas):

Etapa 1 - 02/04 - Goiânia (GO)

Etapa 2 - 21/05 - Santa Cruz do Sul (RS)

Etapa 3 - 11/06 - Cascavel (PR)

Etapa 4 - 02/07 - Curitiba (PR) - Corrida do Milhão

Etapa 5 - 23/07 - Curvelo (MG)

Etapa 6 - 10/09 - Londrina (PR)

Etapa 7 - 19/11 - Goiânia (GO)

Etapa 8 - 10/12 - São Paulo/Interlagos (SP)

 

Marco Cozzi #23 (Foto: André Santos/Time Sports)

Marco Cozzi #23 (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Fernando Croce #84 (Foto: Everton Rupel)

Fernando Croce #84 (Foto: Everton Rupel)
Alta  | Web

Grid de largada da segunda corrida (Foto: André Santos/Time Sports)

Grid de largada da segunda corrida (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Carros do BR de Turismo em volta de apresentação para a segunda corrida (Foto: André Santos/Time Sports)

Carros do BR de Turismo em volta de apresentação para a segunda corrida (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Equipe Rsports Racing em trabalho de box durante a segunda etapa (Foto: André Santos/Time Sports)

Equipe Rsports Racing em trabalho de box durante a segunda etapa (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

A próxima etapa será mo dia 02 de julho no Autódromo de Curitiba (Foto: André Santos/Time Sports)

A próxima etapa será mo dia 02 de julho no Autódromo de Curitiba (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

A corrida deste domingo teve 30 voltas (Foto: André Santos/Time Sports)

A corrida deste domingo teve 30 voltas (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Boxes do Autódromo Zilmar Beux de Cascavel (Foto: André Santos/Time Sports)

Boxes do Autódromo Zilmar Beux de Cascavel (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

 

RALI DO VIDREIRO

 

Rallye do Vidreiro correu em pleno para a Competisport!
A Competisport esteve em grande evidência no Rallye Vidreiro Centro de Portugal, prova pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis e para a Taça Nacional de Ralis Asfalto, estando sob a responsabilidade do Clube Automóvel da Marinha Grande.
A prova em piso de asfalto foi bastante produtiva para a equipa do Cartaxo, já que saíram de S. Pedro de Moel com um duplo pódioe ainda com o destaque para a vitória em Equipas na Taça Nacional de Ralis Asfalto.
Apesar de ter centrado as suas ambições na Taça Nacional de Ralis Terra e ainda na participação adicional no Azores Airlines Rallye, Luís Mota surge já no Vidreiro com um novo sponsor no projecto, alinhando na prova com centro na Marinha Grande com um Mitsubishi Lancer EVO IX, tendo a seu lado Sandra Ramos! A equipa partiu motivada em fazer um bom resultado, alinhando com um EVO IX todo decorado pela marca de Cerveja Xarlie, ajudando desta forma a expandir nesta região esta nova marca. Desportivamente o piloto fez uma prova em crescendo, evoluindo de especial para especial e melhorando o seu desempenho, acabando por terminar a prova num brilhante 3º lugar da Taça Nacional de Ralis Asfalto!
Por seu turno, também a dupla da Competisport Fernando Teotónio e Luís Morgadinho estiveram em grande plano com o seu Mitsubishi Lancer EVO VII, nunca baixando os braços na luta pela vitória, rodando na 2ª posição desde a 1ª especial conseguindo chegar à vitória mesmo na última especial do rali, obtendo assim um merecido triunfo em termos absolutos na Taça Nacional de Ralis Asfalto, o que permitiu à Competisport vencer também na competição destinada às equipas, estando agora ambos na frente dos respectivos campeonatos!
De regresso aos ralis esteve André Mota, navegado por Bino Santos com o Mitsubishi Lancer EVO VI. O piloto aceitou o convite da organização e alinhou na prova como carro 0, aproveitando ainda para dar algum espectáculo e recuperar o ‘gosto’ já que estava parado desde a época passada!at30 Copyat31 Copy

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Julio Campos, piloto da Stock Car, é o convidado de Raphael Campos

Restam 45 dias para a tão esperada etapa da temporada 2017

No automobilismo temos um exemplo bem bacana de como o gene da velocidade passa de geração para geração. Julio Campos com uma carreira brilhante, este ano defendendo as cores da equipe Prati-Donaduzzi na Stock Car, é o espelho do jovem Raphael Campos, que faz sua escalada nas categorias de acesso à categoria. Portanto, como não poderia ser diferente, terá o primo como piloto confirmado pelo segundo ano consecutivo para a Corrida de Convidados da Sprint Race Brasil, marcado para o dia 30 de julho, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

“Estou muito feliz de poder compartilhar mais uma vez o cockpit do Sprint com o Julio. Estamos estudando a nossa estratégia, de cada um fazer um treino, mas tudo depende do que vai acontecer de fato na pista. Será mais um grande aprendizado”, comenta Raphael Campos, prestes a completar 23 anos.

Julio Campos está muito feliz por poder competir em família. “A expectativa é a melhor possível. Nós fomos muito bem no ano passado, chegamos a liderar a corrida. Espero que tenhamos um carro competitivo novamente e possamos brigar por uma vitória”, disse Júlio Campos.

“A estratégia é tentar andar o menos possível economizando os pneus para ter um jogo bom para a tomada e corrida. É um prazer poder andar com o meu primo de novo. Vamos ver se conseguimos garantir bons pontos para o campeonato do Rapha”, completou o paranaense de 35 anos.

O histórico de Julio Campos no kart inclui títulos regionais, brasileiros, sul-americano e panamericano. Estreou nos monopostos em 2000, com o título da Dodge 2000. Cinco anos depois estreou na Stock Light e fez sua primeira prova na Stock principal em 2006. Paralelamente as corridas esporádicas na Stock, Julio disputa a Copa Montana em 2009 e conquista o título com uma rodada de antecipação.

No ano seguinte fez sua primeira temporada completa na principal categoria do automobilismo nacional. Em 2013 conquistou a pole position na etapa de abertura do campeonato, a primeira em sua história na Stock. A primeira vitória aconteceu em 2014, em Tarumã, sendo conquistada novamente no mesmo circuito no ano passado. Julio Campos foi o único piloto nascido em Curitiba a vencer uma prova da Stock Car em sua cidade natal, ao triunfar no Autódromo Internacional de Curitiba em 2015.

A quarta etapa da Sprint Race Brasil terá exibição nos canais BandSports, Play TV, Programa Ultrapassagem e Programa Acelerados -  no SBT e no YouTube  (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom.

Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 4 - 30/07 - São Paulo - Interlagos - #Guest Race

Etapa 5 - 20/08 - Curitiba (PR) - AIC - #SetUpFree

Etapa 6 - 24/09 - Mogi Guaçu (SP) -Velo Città

Etapa 7 - 04/11 - Londrina (PR) - #NightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

 

Julio Campos e Raphael Campos (Luciano Santos/SigCom)

Julio Campos e Raphael Campos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Raphael Campos dividirá o Sprint #13 com o primo Julio Campos (Luciano Santos/SigCom)

Raphael Campos dividirá o Sprint #13 com o primo Julio Campos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Raphael Campos #13 (Luciano Santos/SigCom)

Raphael Campos #13 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

A etapa com convidados será no de 30 de julho em Interlagos (Luciano Santos/SigCom)

A etapa com convidados será no de 30 de julho em Interlagos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Júlio Campos é coach e grande incentivador do piloto Raphael Campos (Luciano Santos/SigCom)

Júlio Campos é coach e grande incentivador do piloto Raphael Campos (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Dupla conversa no box durante terceira etapa da Sprint Race 2017 (Luciano Santos/SigCom)

Dupla conversa no box durante terceira etapa da Sprint Race 2017 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

NOTICIAS DOS ESTADOS UNIDOS

Just a reminder: Lucas Oil TV App now on Apple iPhone and iPad as well as Android Phones and Tablets! Use your existing subscription or sign up in app today! Both apps are Google Chromecast compatible.

Lucas Oil Racing TV is the first 24/7 On Demand motorsports network - 2000 plus hours of US, national and international racing, car shows, behind the scenes action and live-streaming events online without commercial breaks.
This Saturday LIVE:

Watch the cars and stars of the Lucas Oil Late Model Dirt Series 
 attempt to tame the "Black Ice"of the Magnolia Motor 
 Speedway in pursuit of a $20,000-to-win top prize 
 
Coming soon LIVE:

ASCS Sprint Cars - June 22, 23, 24 Time: TBD - Dirt Cup - from  Skagit Speedway - Alger, WA.

Monthly and Yearly Subscription

ARCA Series. June 23 9:00PM ET - Montgomery Ward 200 - Madison International Speedway - Madison, WI. Yearly Subscription Only
 
Lucas Oil Off Road Nationals - June 24 & 25 4:30PM ET.  Utah Motorsports Campus - Toole, UT.
Monthly and Yearly Subscription 
 

Recently added to the library: 

FIM Sidecars - Circuit Des 24 Heures Du Mans - Round 1: Le Mans, France - June 09, 2017. This week we head to Le Mans, France for round 1 of the Super Side FIM Sidecar World Championship.
Hi-Tec Drift Allstar Series - Round 1: Sydney, Australia - June 09, 2017. This week we head to round 1 of the Hi-Tec Drift Allstar Series at Sydney Motorsports Park in Sydney, Australia for figure 8 drifting.
Winged Nation - Chad Kemenah - June 09, 2017. This week Winged Nation chats with the champion of the 2016 Arctic Cat All Star Circuit of Champions, Chad Kemenah.
East Alabama Motor Speedway, Phenix City, AL. - June 07, 2017. TV comes to East Alabama Motor Speedway for the first time. 50 laps and a stacked field of the best the series has to offer awaits tonight for what promises to be an amazing night of racing
Maxxis British Motocross Championship - Round 2 - Lyng, England - June 08, 2017. We head to Cadders Hill near Lyng in Norfolk for round 2 of the Maxxis British Motocross Championship. AVAILABLE FOR USA ONLY 
Maxxis British Motocross Championship - Round 1 - Culham - June 07, 2017. We head to the Culham Moto Park in Abingdon, England for round 1 of the Maxxis British Motocross Championship. AVAILABLE FOR USA ONLY
2017 FIM MXGP Series Round 2: Indonesia - June 07, 2017. All the stars of the 2017 FIM MXGP series head to Indonesia for Round 2 of the championship. AVAILABLE FOR USA ONLY 
 
2017 Shannon's Nationals - Australian GT and Radical Australia Cup classes - June 05, 2017. The opening round of the 2017 Shannon's Nationals continue at Sandown Raceway with the Australian GT Series and Radical Australia Cup classes. AVAILABLE FOR USA ONLY
MAXPOWER: - June 05, 2017. This week -
1) the Porsche Carrera Cup Asia races at Shanghai International Circuit, China,
2) the Real Roadracing Series races at Oliver's Mount, England for the Bob Smith Spring Cup. AVAILABLE FOR USA ONLY
Indiana Sprint Car Series - Lincoln Park Speedway: Putnamville, IN. - June 05, 2017. This week we head to Lincoln Park Speedway in Putnamville, Indiana for Round #1 of the Indiana Sprint Car Series. 
Speedweek - June 05, 2017.
1)
Bathurst 6-Hour - from Brands Hatch: Kent, England - 2) British Sidecar also from Brands Hatch: and 3) the Swann Super Series continues at Sydney Motorsports Park in Australia. AVAILABLE FOR USA ONLY
If you are unable to watch a race live, all live races will be available for replay after an event... usually within 24 hours. Please check back regularly for schedule updates. We are always adding new content and will also be adding to our live event offering throughout the season.
Lucas Oil Racing TV is currently available through Amazon Fire TV,  Android Devices,  Apple iPad, Apple iPhone,  Roku,  Xbox, and LucasOilRacing.TV for computers, tablets and smartphones.

 

TCR NA HUNGRIA

Rounds 11 & 12 – Hungaroring – 17 / 18 June 2017

PREVIEW

The TCR International Series visits Hungary for the first time

For the first time since it was launched three years ago, the TCR International Series visits Hungary and will race this weekend at the famous Hungaroring.
Built in 1986 near the village of Mogyoród, the circuit hosted the first Formula One Grand Prix to be held behind the Iron Curtain and since then the Hungarian GP has always taken place there. Its layout has been modified twice; in 1989 to remove the chicane after Turn 3 and then again in 2003, when the pit straight was extended and Turns 1 and 14 were modified.
The combination of different kinds of corners and the elevation changes, makes the Hungaroring one of the most interesting and demanding modern racetracks from a driver’s point of view.
The Hungarian event also marks the first time the TCR International Series supports DTM.

Track activity will begin on Friday, with the first Free Practice session. The second Practice will take place on Saturday morning, with Qualifying in the afternoon.
Sunday will be the race day, with Race 1 in the early morning and Race 2 at lunch time.

TCR at the Hungaroring – the event at a glance

Lap distance: 4.38 km
Race distance: 14 laps
Start: standing
Grids: determined by Qualifying results (Q1+Q2) with top-10 reversed for Race 2

Timetable:
Friday, 15:15/15:45 - Free Practice 1
Saturday, 12:15/12:45 - Free Practice 2
Saturday, 16:50/17:25 - Qualifying (Q1 + Q2)
Sunday, 09:10 - Race 1
Sunday, 13:00 - Race 2

all times: GMT +2

Success ballast for Comini, Borković and Colciago

With a couple of third places at the Salzburgring, Stefano Comini took the leadership in the standings, but also won the maximum Success Ballast for Hungaroring.
Comini was the highest scorer in Austria, with 30 points, only one more than Dušan Borković, the winner of Race 1, who scored 29. Therefore Comini will carry 30 kilos of Success Ballast against Borković’s 20.
Colciago, who won the second race, was the third best scorer and will be given 10 kilos of ballast (Thomas Jäger actually scored the same amount of points, but won’t be racing in Hungary).
As a result, Comini’s Audi RS3 LMS will weigh 1360kg (1285kg minimum weight + 30kg Success Ballast + 45kg Balance of Performance adjustment), while Borković’s Alfa Romeo Giulietta will have a running weight of 1305kg (1285kg + 20kg SB) and Colciago’s Honda Civic 1315kg (1285kg + 10kg SB + 30kg BoP).


The Austrian races shook up the standings

Jean-Karl Vernay was only one of the drivers who had close encounters with the barriers at Salzburgring’s Turn 9 last weekend, although his incident was far less disastrous than Tassi’s, Ficza’s and Huff’s.
However, when the Frenchman’s Volkswagen Golf GTI went off on the last-but-one lap of Race 1, it not only sidelined him for the second race, but also cost him the leadership in the Drivers’ standings that he’d held since the event in Bahrain.
By finishing third in both the Austrian races, Stefano Comini became the new leader for the first time in the current season. The Swiss’ tally of 125 points is only three points better than Roberto Colciago’s, while Vernay has slipped down to third position, twelve points behind his former teammate.
Despite the high speed shunt in which he destroyed his Honda Civic during Friday’s testing, Attila Tassi was able to take part in the rest of the weekend at the wheel of a new car that was hastily trucked from JAS’ workshop in Italy. This helped the young Hungarian to arrive at his home event while lying fourth in the classification, with a gap of 27 points.


Michelisz is the guest star for his home event

After celebrating on the podium at the Salzburgring as the M1RA team owner, Norbert Michelisz will be the guest of honour for this weekend’s TCR International Series event at the Hungaroring.
For his home race meeting, he will be at the wheel of a Honda Civic Type-R run by his own M1RA team alongside regular drivers Roberto Colciago and Attila Tassi.
One of the most highly-rated Touring Car drivers, Michelisz has already raced the TCR-spec Honda, taking part in several rounds of last year’s TCR Benelux series in which he claimed six victories.
"I have two goals for this weekend. The first one is to help Attila Tassi and Roberto Colciago in scoring as many points as possible. Both of them are fighting for the championship and M1RA's main goal is to be successful as a team. I will be a guest driver in the event, so my personal interests are less important. On the other hand I would also like to have a podium finish in front of the Hungarian fans. This would be the best way to give something back them in exchange for their fantastic support," Michelisz said.


Work in progress: Leopard Racing and M1RA

Two teams are working hard to make up for the damage obtained at the Salzburgring.

Hungary-based M1RA returned to its workshop with the aim of assembling a brand new Honda Civic for Norbert Michelisz’s debut in the TCR International Series.
The plan for Michelisz’s participation in the Hungaroring event was seriously endangered when Attila Tassi crashed on Friday during a test session at the Salzburgring. In fact, Tassi’s replacement car was originally intended for Michelisz.
However, as there was not enough time to build another car, it was decided to rent a TCR Civic from another team.

Leopard Racing had an even worse weekend in Austria, as both Rob Huff and Jean-Karl Vernay crashed at Turn 9 during Race 1, a few minutes from each other.
Vernay’s Volkswagen Golf was extensively damaged, however it can be repaired. And the team is currently working on stripping and rebuilding it in a temporary workshop near Budapest.
Huff’s Golf, on the other hand, suffered from terminal damage so a brand new car for him has been dispatched from SEAT Motorsport in Martorell, Barcelona. It is due to be delivered to the team overnight between Wednesday and Thursday, which will leave less than thirty-six hours for the team to complete it and check everything before Huff will sit at the wheel for the first practice on Friday afternoon.


The ‘Michelisz effect’ attracts a number of Hungarian drivers

You could call it the ‘Michelisz effect’. In fact, there is no doubt that Norbert Michelisz’s successful career has triggered an avalanche of young Hungarian drivers in different Touring Car series.
It is no wonder, then, that eight locals will make up the majority of the TCR International Series field at the Hungaroring. Two of them are regulars Attila Tassi and Ferenc Ficza, while another is Michelisz himself. 

Zengő Motorsport enters one KIA and four SEAT cars
The Zengő Motorsport team intends to do things in a big way at home and has entered no fewer than five cars: one KIA cee’d and four SEAT Leóns.
The KIA will be in the hands of Ferenc Ficza, one of the drivers who escaped spectacular high-speed shunts at the Salzburgring. In the first Hungarian race, Ficza will drop to the back of the grid thanks to an engine change that occurred before the Austrian event.
The four SEAT cars will be driven by Dániel Nagy, Csaba Toth, Csaba Mór and Anett György.
Nagy is the most experienced of the group, having raced for the team in the FIA World Touring Car Championship. He has also already made an appearance in the TCR International Series, two years ago at the Red Bull Ring, when he created a surprise by posting a brilliant third fastest lap in Qualifying.

Unicorse to run a Giulietta for Márk Jedlóczky
The Unicorse Team will run a Romeo Ferraris-built Alfa Romeo Giulietta TCR for Márk L. Jedlóczky.
After successfully playing handball, 18-year old Jedlóczky began his racing career in 2014 with three victories from the four slaloms in which he took part. In 2015 and 2016 he competed in the Hungarian FRT Series, a mix of slalom and rally events on asphalt, finishing as vice-champion last year.
During the current season he had his very first experience in TCR cars, driving a Zengő Motorsport SEAT León in the opening event of the FIA Central European Zone Circuit Championship at the Hungaroring, where he dominated the class D6-5 in qualifying and both races.

István Bernula drives for Botka Rally Team
A second KIA cee’d TCR will be run by Botka Rally Team for István Bernula.
The team, managed by Levente Kazinczky, was among the first to place an order for the STARD-built KIA and has just received the racing car.
István Bernula is the driver who will have the honour of driving the Korean car in its maiden race meeting. Besides racing mostly in Hungary, the 34-year old Bernula has already gained some international experience in the Suzuki Swift (2nd in 2014) and Lotus Exige European cups. Bernula has been a triple Suzuki champion, once in Europe (2015) and twice in Hungary (2015 and 2016). 

Full live coverage from Hungaroring

Fans will be able to follow live on the Internet the whole action of the TCR International Series at Hungaroring on www.tcr-series.com and www.tcr-series.tv according to the following timetable.

Friday, 15:15 – Free Practice 1, timing
Saturday, 12:15 – Free Practice 2, timing
Saturday, 16:50 – Qualifying, timing and streaming
Sunday, 09:05 – Race 1, timing and streaming
Sunday, 12:55 – Race 2, timing and streaming

(all times local, GMT +2)


2017 TCR International Series – calendar

2 April – Rustavi International Motorpark, Georgia
16 April – Bahrain International Circuit (F1 event)
6 May – Circuit de Spa-Francorchamps, Belgium (WEC event)
14 May – Autodromo di Monza, Italy (ELMS event)
11 June – Salzburgring, Austria
18 June – Hungaroring, Hungary (DTM Event)
9 July – Motorsport Arena Oschersleben, Germany (with ADAC TCR Germany)
3 September – Chang International Circuit, Buriram (with TCR Thailand)
8 October – Zhejiang International Circuit, China (with TCR Asia & TCR China)
26 November – Yas Marina Circuit, Abu Dhabi (F1 event)

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS

 

The last day in May and the car park alongside Via Giuseppe Garibaldi is just that: a car park. Alghero’s going about its daily routine. Espresso’s being drunk, boats fixed, fish caught.

A day later and there’s not a car in sight. Overnight, somebody’s been in and marked out areas, each one 64 metres long. Now, not long after sunrise, trucks are coming in from the north. From Porto Torres.

It might be a full week before the start of Rally Italia Sardegna, but the World Rally Championship is coming and a village is about to be built in the port town on the island’s west coast. This village will house hundreds of people and machinery measured in millions of Euros. 

Everything has to be right. Thirteen times a year, nothing is left to chance as open spaces are converted in the beating heart of a World Rally Championship round. 

The first job is to get the trucks in place. Each of the four manufacturer teams brings, on average, 10 articulated lorries packed with all the kit needed to construct what will become the world’s most advanced centres of rally engineering with a near Michelin-starred restaurant alongside. And then there are the offices, driver rooms, kitchens and bathrooms. They all come and go in 12 days either side of a three-day WRC round. 

World championship leader M-Sport has two options when it comes to its service park presence. Since Ford’s departure left the Brits working as a private team, that presence has been scaled back.

Where once a two-storey mansion stood – known affectionately in the sport as Terminal Five in deference to a glass front similar to London’s latest airport addition – these days there’s a more modest structure.

“The two-storey building came in pods which came on the back of the trucks,” says M-Sport co-ordinator Iain Tullie. The first truck had a crane on it, it parked in the centre and dropped the pods in a U-shape around it. It was a big job and one that could be affected quite badly by the weather – high winds could stop the job in its tracks.

“What we have now is smaller, but it still takes a while to put it up. The 10 trucks arrived on Thursday morning and those 10 truck drivers become the set-up crew, joined by four others who fly in to help. The basic structure is in for Saturday, including the hospitality area, but it’s the kitchen that’s the priority – by Sunday we need to be starting to prepare food for the recce. 

“The car bays, the areas where the cars will be worked on during the event, are ready for Sunday. Some of the cars will be tested on Sunday or Monday and they need to be re-prepared for the event. The main team cars (for Sebastien Ogier, Ott Tanak and Elfyn Evans) arrive on a transporter on Tuesday and it’s obviously very important that we’re ready for them. Tuesday and Wednesday is when the rest of the team starts to arrive.”

By then, the village is up and running. And most of it now sits in the shadow of Hyundai’s impressive building. The Korean manufacturer is the first team to bring in a second floor.

Hired in from an expert firm which has worked with MotoGP teams in recent seasons, Hyundai’s structure is essentially an IKEA-style flat-pack construction. Except on a massive scale. Roofs, walls and floors come in on the back of six trucks and are craned into place and bolted together by a team of 20 in four days flat.

Floor two was introduced when a bit more room was needed to house VIPs ranging from visiting rock stars to the highest level execs inbound from Seoul. That’s the beauty of the Hyundai structure: being flat-pack and with stronger supports inside, the sky is quite literally the limit in terms of how high it can go.

Pack down, as its known among the WRC villagers, is a whole lot quicker.

Once the final working service is complete, it begins. M-Sport’s dismantling job is near complete just six hours after the finish. 

“We have a lot more people working on pack down,” says Tullie. “But this is definitely not a job we rush. We have a very well prepared plan for this, but there are also very strict health and safety guidelines to be followed in countries like Britain.” 

It’s hard hats and safety lines all around as the dismantling begins.

While M-Sport’s kit is locked down and loaded up into its truck by late Sunday night, the Hyundai boys will still be at it through Monday.

Come Tuesday morning, it’s like the WRC never came.

The car park’s back and Alghero life returns to normal.

Until next time.

Download
alt

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURSIMO

Brasileiro de Turismo: Gustavo Frigotto encerra fim de semana em Cascavel com dois pódios e redução na diferença para o líder
Piloto da Água da Serra/RKL Competições está a 2 pontos de Pietro Rimbano
O paranaense Gustavo Frigotto deixou Cascavel com a sensação de dever cumprido. Carregando 60 kg de lastro no sábado, e 70 kg no domingo, o piloto da Água da Serra/RKL Competições conseguiu conquistar nas duas baterias um quinto e um terceiro lugar, respectivamente, na terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo. Com a soma de resultados, Gustavo reduziu a desvantagem para a liderança, que antes era de 11 pontos, para apenas 2 pontos.
O terceiro lugar de domingo não veio de forma fácil para Gustavo, já que ele não pode contar com o botão de ultrapassagem para defender a sua posição contra pilotos que estavam sem lastro. E o resultado poderia ter ainda sido melhor, mas um engarrafamento durante os pits obrigatório acabou fazendo o paranaense perder uma posição.
"Fomos azarados na parada de box, pois tive que frear para evitar um acidente e perdi tempo, o que me custou a chance maior de vitória nessa corrida", disse o piloto.
Ele também destacou a boa etapa que realizou em Cascavel.
"Foi um fim de semana onde conseguimos dois pódios e principalmente, diminuímos bastante nossa diferença para o líder", finalizou.
Gustavo Frigotto retorna às pistas nos dias 1 e 2 de julho, para a quarta etapa da temporada do Campeonato Brasileiro de Turismo, no circuito de Curitiba.
Confira a classificação do Top 5 do Campeonato Brasileiro de Turismo:

  1. Pietro Rimbano - 63
  2. Gabriel Robe - 61
  3. Gustavo Frigotto - 61
  4. Gaetano di Mauro - 56
  5. Giulio Borlenghi - 51
Foto: Rodrigo Guimarãesat28 Copyat29 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS

 

Estonian wraps up long-awaited first WRC win at Rally Italia Sardegna.

Ott Tänak held on in Sardinia on Sunday to record his maiden FIA World Rally Championship triumph.

Victory in the gruelling four-day rough road encounter was his first success in 73 starts and he became the fifth different driver to win in seven rounds during this unpredictable season.

Driving a Ford Fiesta, the Estonian headed Jari-Matti Latvala’s Toyota Yaris by 12.3sec after 312km of action on scorching island roads. Thierry Neuville was a further 55.4sec back in a Hyundai i20, closing the gap on championship leader Sébastien Ogier to 18 points.

It was Estonia’s first WRC win since Markko Märtin’s 2004 success in Spain and promoted Tänak to third in the standings as the season reached its midpoint. Märtin went on to become Tänak’s mentor in his climb to the sport’s top level.

The 29-year-old's win was sealed after a late scare when a hole allowed the Fiesta’s cockpit to fill with dust in the sandy conditions. With his visibility seriously impaired, Tänak overshot a junction on Sunday’s opening speed test and slithered into bushes.

It offered a glimmer of hope to Latvala, who was chasing down a 23.3sec deficit, but when the Finn stalled his engine in the next special stage, he conceded defeat. Tänak measured his pace through the final three tests to score an emotional win.

“It was a difficult weekend but the first half of this season has been great,” said Tänak. “The new car and a strong team-mate is making me push hard. I hope it’s the first of many wins because it’s all coming together now.”

Latvala headed a strong weekend for Toyota Gazoo Racing, with three cars in the top six. He avoided major problems in a rally of attrition to remain firmly in the title battle.

Belgian Neuville led initially and stayed in contention despite enduring the worst of the conditions on the slippery gravel roads on Friday. A brake problem on Saturday cost a minute and ended his bid.

Esapekka Lappi was a remarkable fourth in only his second World Rally Car outing. He won six of the 19 tests in his Yaris to finish 1min 12.4sec ahead of Ogier.

Reigning champion Ogier struggled for grip throughout the weekend, but claimed fifth when a power steering problem delayed Juho Hänninen. Sixth matched Hånninen’s career-best result.

The second half of the season begins on the fast gravel roads of Orlen 74th Rally Poland, which is based in Mikolajki on June 29 - July 2.

Final positions:

1. O Tänak / M Jarveöja EST Ford Fiesta 3hr 25min 15.1sec 

2. J-M Latvala / M Anttila FIN Toyota Yaris + 12.3sec

3. T Neuville / N Gilsoul BEL Hyundai i20 + 1min 07.7sec

4. E Lappi / J Ferm FIN Toyota Yaris + 2min 12.9sec

5. S Ogier / J Ingrassia FRA Ford Fiesta + 3min 25.3sec

6. J Hänninen / K Lindström FIN Toyota Yaris + 3min 38.5sec

FIA World Rally Championship (round 7 of 13):

1. S Ogier 141pts

2. T Neuville 123pts

3. O Tänak 108ptsat27 Copy

 

RALF PLOENES NOMEADO

 

Ralf Ploenes nomeado Head of Automotive Sales do Grupo Europ Assistance

 

Ralf Ploenes junta-se à Europ Assistance como responsável do grupo da área automóvel, com o objetivo de desenvolver relações fortes e estáveis com os fabricantes automóveis (OEMs).

                                             

Nesta função, Ralf Ploenes vai coordenar a equipa central e as equipas locais de vendas deste segmento.

 

Com mais de 24 anos de experiência no setor automóvel e de assistência, Ralf Ploenes, desempenhará um papel fundamental no reforço do crescimento do Grupo Europ Assistance, nomeadamente, apoiar os mercados a atingirem os seus objetivos a nível local e estreitar relações com as OEMs, com a ajuda da sua equipa central.

 

Andrea Fiorani, Global Head of P&C and Health, do Grupo Europ Assistance congratula-se com a chegada de Ralf Ploenes à equipa: "A nomeação de Ralf Ploenes nesta posição-chave incorpora a nossa ambição estratégica para acelerar o desenvolvimento da Europ Assistance em torno das cinco linhas de negócio do Grupo – Viagem, Automóvel, Saúde, Lar & Família e Conciergerie & CRM - e manter a sua posição como a principal empresa de assistência na Europa, aumentando a nossa experiência no setor automóvel para desenvolver propostas de valor num setor muito competitivo ".

 

Ralf Ploenes iniciou sua carreira na indústria automóvel, onde ocupou importantes cargos de gestão na Ford alemã, na Ford Europa, na Opel Europa e na Hyundai Motor Corporation. Depois de ter trabalhado durante 24 anos no setor automóvel, Ralf Ploenes entrou no mundo da assistência através da Allianz Global Automotive (Allianz Worldwide Partners). Enquanto responsável de pós venda, o seu principal objetivo foi fortalecer a colaboração entre a Allianz e os fabricantes automóveis a nível central e local.

 

 

 

 

 

 

 

 

Sobre o Grupo Europ Assistance

Fundado em 1963 como pioneiros no conceito da assistência, o Grupo Europ Assistance sustenta 300 milhões de clientes fornecendo soluções para o dia-a-dia e situações de emergência, 24horas por dia, 365 dias por ano em cinco variantes de negócio: Automóvel, Viagem, Saúde, Casa e Família e Concierge.

Controlada pelo Grupo Generali, a Europ Assistance emprega 7.898 colaboradores distribuídos por 34 empresas em todo o mundo. Tendo por base uma equipa médica, suportada por uma rede mundial de 750.000 parceiros selecionados, e os 35 centros de assistência, o Grupo Europ Assistance registou, em 2016, cerca de 11,7 milhões de intervenções de socorro e recebeu mais de 72 milhões de chamadas em todo o mundo.

 at26 Copy

 

BAJA DO PINHAL

Baja TT do Pinhal – Proença-a-Nova / Sertã / Oleiros

 

João Ramos e Victor Jesus prontos para a Baja TT do Pinhal

 

 

at25 Copy

 

Após a vitória na prova inaugural, a desistência na Baja de Reguengos não quebrou o ânimo da dupla João Ramos e Victor Jesus que se encontra preparada para lutar pela vitória na Baja TT do Pinhal, que se vai realizar nos próximos dia 16 e 17 de Junho no distrito de Castelo Branco.

 

A prova deste ano, que apresenta várias novidades - é mais longa e composta por 347km cronometrados. Proença-a-Nova surge como o local de partida com um início de prova marcado pela dupla passagem pelo prólogo de 9,57km, que se realiza-se junto à Pista de Aviação das Moitas.

 

No sábado, Oleiros recebe a partida do primeiro sector seletivo (SS), no entanto, a vila da Sertã mantém-se como centro nevrálgico. Todos os SS a terminam muito próximo da vila e no centro da localidade estão localizados o Parque Fechado e Parque de Assistência.

 

Relativamente à prova de Castelo Branco, João Ramos comentou: “Começamos bem com a vitória na primeira prova do campeonato, o azar na segunda só deixou toda a equipa com mais vontade de vencer. Sabemos que estamos competitivos com a nova Hilux e nesta 3ª prova do campeonato Nacional de Todo-o-Terreno vamos voltar a lutar pela vitória.”

 

A Team Caetano Racing encontra-se preparada para mais uma prova dura e competitiva organizada pela Escuderia Castelo Branco.

 

 

 

 

TCR NA AUSTRIA

WestCoast secures best result of TCR International season

WestCoast Racing secured its best result of the 2017 TCR International Series with Gianni Morbidelli finishing in a fine fifth position this afternoon (11 June, 2017) in his #10 Volkswagen Golf GTI TCR. Adding to the strong result was teammate Giacomo Altoe, who brought his Golf home in eighth position. 

“We are much happier,” began Team Manager James Nixon.  “We have to thank Altoe family and Adria International Raceway for helping us to get our first test in before this race. We finally had time to learn the car and feel we have taken a huge step forward now able to compete at the front.
 
“Maybe there is some work to do adjusting the Balance of Performance (BoP),” Nixon continued. “A car with 30kg of ballast winning in Salzburg with no tow should maybe ring alarm bells to the guys determining the BoP.  We’re still frustrated by this as this year it’s so hard with the BoP.
 
“We have great cars, a great team and two very impressive drivers. Altoe is making big gains already in what is his first year in the series and he’s really showing his talent against those who all have so much more experience.”
 
Morbidelli defended his second position on the grid off the line, which was the start of a valiant effort to keep his rivals behind him. With continued pressure from behind, the Italian veteran dropped to fifth, but still scored the team’s best race finish of the season.
 
This came off the back of scoring the team’s best qualifying result of the year, starting race one from ninth on the grid. However, a poor getaway at the start of the race saw him drop to 12th at the end of the first lap and after an intense fight with the other cars around him, he crossed the line in 13th.
 
Altoe also scored a strong points-finish in the second race. Having started 16th on the grid, the rookie racer worked his way up to ninth before a safety car period with only four laps to go.  The safety car came out on lap 14 and the race extension of two laps gave Altoe the opportunity to make up further places. He took eighth on the restart into the first chicane, and held position to the chequered flag.
 
There’s only a short pause for the WestCoast team as they’re back out next weekend at the Hungaroring for round six of the TCR International Series.

alt
alt

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS

 

Estonian takes advantage of Paddon crash for Rally Italia Sardegna lead.

Hayden Paddon’s mistake promoted Ott Tänak to within touching distance of his maiden FIA World Rally Championship victory on Saturday. The Estonian starts Sunday’s final leg with a 24.3sec advantage over Jari-Matti Latvala.

New Zealander Paddon kept his pursuers at bay all morning in Sardinia’s scorching heat. He was almost 10sec clear of Tänak when he swiped a bank in the afternoon’s opening speed test and wrecked the rear right of his Hyundai i20.

He limped to the finish with flames billowing from the wheel arch and retirement was instant.

“Amateur mistake,” said an emotional Paddon. “I turned in too early and clipped a bank on the inside. I’ve let everybody down.”

Tänak pressed home his advantage, claiming two stage wins to add to one from the morning. His gamble to carry just one spare wheel as a precaution against punctures on the rocky roads improved the balance of his Ford Fiesta.

“This afternoon was surprisingly good,” the 29-year-old said. “It has been good to drive up to now with a safe margin but now we can push more. I don’t see any reason why Latvala should be any quicker than me tomorrow.”

Latvala climbed from fourth to second in his Toyota Yaris, the Finn’s only problem when he was slowed by dust kicked up by a delayed Mads Østberg. His team has requested rally officials credit the lost time to Latvala.

Thierry Neuville was 37.9sec behind in third in another i20. The Belgian was team-mate Paddon’s closest challenger when brake failure cost a minute in this morning’s final stage.

Esapekka Lappi was fourth on only his second outing in a World Rally Car. Brake problems hampered the Finn but he overhauled Yaris team-mate Juho Hänninen in the final stage, when Hänninen spun and his power steering failed. The gap is 31.3sec.

Championship leader Sébastien Ogier was sixth after conceding two minutes when he changed a puncture.

Sunday’s finale is the shortest of the weekend and is based on the coast north of Alghero. Competitors face two identical loops of two stages covering 42.04km, with bonus points available to the fastest five drivers in the last live TV Power Stage.

Leading positions:

1. O Tänak / M Jarveöja EST Ford Fiesta 2hr 56min 37.3sec

2. J-M Latvala / M Anttila FIN Toyota Yaris + 24.3sec 

3. T Neuville / N Gilsoul BEL Hyundai i20 + 1min 02.2sec

4. E Lappi / J Ferm FIN Toyota Yaris + 2min 10.8sec 

5. J Hänninen / K Lindstrom FIN Toyota Yaris + 2min 42.1sec

6. S Ogier / J Ingrassia FRA Ford Fiesta + 3min 26.1sec

at23 Copyat24 Copy

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURSIMO

 

Brasileiro de Turismo: Lastro atrapalha e Gustavo Frigotto larga apenas em décimo

Pista cascavelense castigou todos os pilotos que carregavam peso em seus carros

As curvas rápidas do traçado de Cascavel certamente não favorecem carros com peso extra. Isso foi comprovado nesta manhã de sábado (10), na sessão classificatória para a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo. Em uma pista onde cada detalhe faz a diferença, Gustavo Frigotto fez o possível e o impossível para extrair o máximo de seu bólido, mas a limitação por carregar 60 kg lhe possibilitou apenas marcar o décimo tempo mais rápido. 
A dificuldade vivida pelo piloto da Água da Serra/RKL Competições também é experienciada por seus rivais, que ocupam a ponta do campeonato. Eles largarão lado a lado na quinta e sexta fila do grid.
"O lastro de desempenho realmente pesou bastante no desempenho do carro, ainda não conseguimos um bom acerto com o pneu novo, mas a gente sempre consegue dar um jeito na corrida. Confio na minha equipe e no nosso trabalho", disse o piloto.
Gustavo Frigotto retorna à pista daqui a pouco, para a primeira bateria do final de semana. A largada está marcada para às 14h40.
Confira a programação para o restante da etapa:
Sábado, 10 de junho
14h40 - Largada (Corrida 1) Campeonato Brasileiro de Turismo
Domingo, 11 de junho
09h47 - Largada (Corrida 2) Campeonato Brasileiro de Turismoat21 Copyat22 Copy
 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS

 

New Zealander secures Friday advantage in Sardinia from Neuville.

Hayden Paddon has endured a never-ending stream of problems this year, but led by 8.2sec after a gruelling first full day in scorching temperatures and on rocky roads at the Rally Italia Sardegna.

Four different drivers led this seventh round of the FIA World Rally Championship before Paddon secured top spot on Friday afternoon. He overcame a broken damper in his Hyundai i20 to head a tightly-clustered pack of four pursuers.

The Mediterranean island’s roads were covered in slippery gravel and Paddon targeted an error-free day to earn a prime start position on clean tracks for tomorrow’s longest leg.

“It’s been a difficult afternoon. Things weren’t right with a small problem on the car. The main target was to get a good road position for tomorrow and that’s mission accomplished. I love tomorrow’s stages, they suit me and they suit the car,” said Paddon.

Team-mate Thierry Neuville was second. The Belgian gradually climbed the leaderboard, despite facing the worst of the slippery conditions. An overshoot and two punctures, which he survived despite carrying only one spare wheel, cost time.

Ott Tänak was 1.3sec behind in a Ford Fiesta, the Estonian’s only issues being a heavy landing and a half-spin. He was 0.3sec ahead of Jari-Matti Latvala’s Toyota Yaris, who also fared well from a difficult start position.

Mads Østberg was third for much of the day in a Fiesta. The Norwegian’s gamble of mixing soft and hard compound Michelin tyres didn’t pay off in temperatures that topped 30°C and he dropped to fifth.

Sixth was Juho Hänninen, who led briefly and was second until hitting a bank in the final speed test. The impact cracked a radiator pipe and he faced a nerve-wracking journey to the overnight halt in Alghero with water leaking from the engine of his Yaris.

There were several high-profile victims. Kris Meeke rolled his C3 out of the lead, team-mate Craig Breen stopped with an oil leak in his gearbox and Elfyn Evans retired after crashing his Ford Fiesta. Turbo problems cost Dani Sordo more than 11 minutes.

Saturday’s leg is the longest of the weekend. After a 05.00 departure from Alghero, competitors face two identical loops of stages covering 143.16km, placing high demands on tyre wear.

Leading positions:

1. H Paddon / S Marshall NZL Hyundai i20 1hr 31min 02.6sec

2. T Neuville / N Gilsoul BEL Hyundai i20 + 8.2sec

3. O Tänak / M Jarveoja EST Ford Fiesta + 9.5sec

4. J-M Latvala / M Anttila FIN Toyota Yaris + 9.8sec

5. M Østberg / O Floene NOR Ford Fiesta + 14.7sec

6. J Hänninen / K Lindstrom FIN Toyota Yaris + 38.0sec

 

Download
alt
Download
alt
alt
alt
alt
alt
alt

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS

 

Norwegian remains low-key ahead of WRC return at Rally Italia Sardegna.

WRC returnee Andreas Mikkelsen has imposed no targets on himself for his championship comeback in Italy this weekend. 

He returns to frontline action at Rally Italia Sardegna (8 - 11 June) in a Citroën C3. It is his first competitive outing in a new-generation 2017 World Rally Car after losing a full-time drive at the end of last season.

After less than 300km in the car during a single day’s test in southern France, Mikkelsen is making no predictions ahead of the hot weather, rough road encounter which is one of the toughest of the year.

“I’ve not been driving these cars for a long time so it’s hard to know what to expect results wise. I just will drive with my feeling and we’ll see where we are at the end. If I feel comfortable, then normally we are going at a good speed,” he said.

The Norwegian has been without a full-time drive since Volkswagen Motorsport’s decision to step back from the WRC last year. Although he finished third in the 2016 points and won the final round at Kennards Hire Rally Australia, he missed out on a topline seat for 2017.

Mikkelsen helped develop Volkswagen’s redundant 2017 Polo and also tested Hyundai’s i20 Coupe before agreeing a one-off deal with Citroen Racing. 

“So far it’s only this rally and hopefully we can do a good rally and maybe there will be more. Nobody from the team really expects me to deliver a great result here. 

“I’ve had one day in the car which at this level isn’t much. The level is really high now in the WRC and if you want to fight at the front, you really have to know your car. You must know what’s going to happen in every situation to go really flat out,” he added. 

Mikkelsen feels he has nothing to demonstrate on his return after finishing third in the championship for the last three seasons.

“Being on the podium three years in a row, I don’t feel I need to prove I have the speed. The last round of the WRC we did, we won. For me it’s to get the mileage in the car and bringing my experience to the team and hopefully improve everything.

“One day testing is not a lot but the feeling was quite good. I got comfortable quite quickly, but I’m still discovering it,” he added.

The four-day rally begins in Alghero on Thursday evening and drivers face 19 rough gravel speed tests covering 312.66km before Sunday afternoon’s finish. at16 Copy

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURSIMO

Brasileiro de Turismo: Gustavo Frigotto encerra sexta-feira em Cascavel dentro do Top 10
Piloto da Água da Serra/RKL Competições não utilizou pneus novos durante o dia
Em uma sexta-feira fria e nebulosa no norte do Paraná, os carros do Campeonato Brasileiro de Turismo foram para a pista pela primeira vez no final de semana, nos dois treinos livres da terceira etapa da temporada, no circuito de Cascavel. Correndo na pista de seu estado, o paranaense Gustavo Frigotto abriu os trabalhos com um oitavo e um sétimo lugar, respectivamente, em um dia em que a equipe Água da Serra/RKL Competições focou em acertar o carro com o lastro de 60 kg, que o piloto carrega por ocupar a terceira posição no campeonato.
Gustavo também contou que optou por não usar pneus novos, pensando no decorrer do ano do Campeonato Brasileiro de Turismo.
"O dia foi de adaptação do carro ao peso, mudança constante de acerto e também de consertar pequenos problemas. Nesse momento priorizamos cuidar do carro e guardar os pneus para o restante do campeonato, portanto dentro dessas condições fomos competitivos. Amanhã o dia muda bastante e creio em conquistar boas posições para o campeonato no fim de semana", disse o piloto.
Gustavo Frigotto retorna à pista neste sábado, às 8h40, para o curto warmup antes da classificação, que ocorre às 10h40. A largada para a primeira bateria está marcada para às 14h40.
Confira a programação para o restante da etapa:
Sábado, 10 de junho
08h40 - 08h50 - Warmup Campeonato Brasileiro de Turismo
10h40 - 10h50 - Classificação Campeonato Brasileiro de Turismo
14h40 - Largada (Corrida 1) Campeonato Brasileiro de Turismo
Domingo, 11 de junho
09h47 - Largada (Corrida 2) Campeonato Brasileiro de Turismo
Foto: Rodrigo Guimarãesat14 Copy

 

RALI DO VIDREIRO

 

ALOÍSIO MONTEIRO E SANCHO EIRÓ

 

 

SAÍRAM DO RALLYE DE OURENSE NA LIDERANÇA

 

 

 

O 2º lugar alcançado por Aloísio Monteiro e Sancho Eiró no Rallye de Ourense, foi suficiente para a equipa passar para a liderança do “Clio Ibéria Trophy R3T”. Numa prova muito exigente e com forte concorrência, a equipa da ARC Sport acabou por sair de Espanha com um resultado que até ficou acima das expectativas.

 

Foi uma prova que teve de ser abordada com alguns cuidados, essencialmente porque o piso nas segundas passagens pelos troços estava demasiado sujo. A suspensão do Renault estava excessivamente dura durante as primeiras classificativas, mas depois de se ter alterado o set up, as coisas melhoraram bastante. No segundo dia acabámos por beneficiar da desistência de alguns concorrentes, entre eles o líder do troféu e com o 2º lugar conquistado acabámos por passar para a liderança do campeonato ibérico” afirmou, entusiasmado, Aloísio Monteiro.

 

A ARC Sport envolvida em diversas frentes dos ralis regionais, nacionais e europeus durante este mês de junho, ficou naturalmente feliz com a boa classificação da dupla portuguesa.

 

Foi um bom resultado e foi também muito importante o Aloísio ter conseguindo concluir um rali difícil como este, pois ganhou experiência internacional e conseguiu evoluir bastante na condução do Renault Clio R3T. Desejamos sinceramente que ele e o Sancho Eiró consigam alcançar os seus objetivos neste troféu ibérico”, disse Augusto Ramiro.

 

A próxima prova do “Clio Ibéria Trophy R3T” volta a ser em Espanha com a disputa do Rali de Ferrol a 7 e 8 de julho.

 

 at6 Copyat7 Copy

 

BAJA DO PINHAL

 

Lista de inscritos de nomeada na Baja TT do Pinhal

 

Os principais candidatos à vitória nas diversas categorias confirmam presença

 

A Baja TT do Pinhal vai receber praticamente centena e meia de equipas na edição que se realiza já na próxima sexta-feira, dia 16, e no próximo sábado, dia 17. Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã vão receber a fina flor do TT nacional em automóveis, motos, quads e SSV. Durante dois dias, as pistas definidas pela Escuderia Castelo Branco para mais esta ronda dos respectivos campeonatos vão ser o palco de discussões que se antevêem emocionantes até ao derradeiro controlo de tempos.

Já na semana da prova, ultimam-se os preparativos para mais esta jornada pontuável para as competições nacionais. Entre os automóveis, foram quatro as dezenas de inscrições que chegaram à sede da Escuderia Castelo Branco. Entre os 40 concorrentes, estão todos os nomes que têm lutado pelos principais lugares de cada prova já realizada em 2017. Ricardo Porém chega ao Pinhal Interior como líder. O piloto da Ford Ranger tem 50 pontos, mais 13 do que Pedro Ferreira que, com dois pódios já alcançados, é o segundo classificado. João Ramos está em terceiro e procura voltar aos bons resultados, depois de uma vitória e um abandono.

No T2, Rui Sousa surge destacado aos comandos da sua Isuzu. Em modelo da mesma marca, César Sequeira quer encurtar os oito pontos de desvantagem. Já no T8, a luta pelo primeiro lugar está ao rubro. Os dois primeiros estão separados por apenas dois pontos. Nas pistas entre Oleiros, Proença-a-Nova e Sertã, Georgino Pedroso e Hugo Raposo vão querer repetir as vitórias – cada um tem uma – mas terão de contar com a concorrência que também procura vencer.

Mais de uma centena de motos, quads e SSV

Com as inscrições praticamente fechadas, a Baja TT do Pinhal espera uma grande presença de concorrentes nas duas rodas, de quads e nos SSV. Só nesta última categoria estão já confirmadas 50 viaturas. Cada vez mais popular, continua a crescer em número de inscritos e a prova organizada pela Escuderia Castelo Branco confirma a tendência.

Com muitos participantes em perspectiva, a Baja TT do Pinhal marca o início da da época estival com uma competição cheia de pontos de interesse do princípio ao fim. No dia 16, sexta-feira, os automóveis cumprem duas passagens pela super-especial. Já as motos, quads e SSV fazem o prólogo e ainda nesse dia disputam o primeiro sector selectivo. O dia grande da competição é o sábado, dia 17. Será no fim-de-semana que os participantes, seja de que categoria for, percorrem a maior distância. No total, os automóveis realizam 346,89 quilómetros, enquanto as motos, os quads e os SSV têm 337,99 km pela frente.

Para o director de prova dos automóveis, “a Baja TT do Pinhal e a Escuderia Castelo Branco voltam a merecer a confiança dos principais pilotos e equipas que normalmente competem nos campeonatos nacionais. Para a edição deste ano, a organização optou por manter a estrutura e optimizar alguns aspectos em relação à prova da última época”, afirmou Nuno Almeida Santos.at1 Copy

 

MANUEL FERNANDES CONFIRMADO NO WTCC

 

FERNANDES MAKES IT DOIS FOR PORTUGAL IN THE WTCC

*Home fans get two racers to cheer with Tiago Monteiro bidding for victory
*ETCC Portugal winner from 2016 steps up to the big time at local track
*RC Motorsport opportunity awaits experienced driver in Vila Real

Manuel Fernandes will go from European Touring Car Cup winner to WTCC rookie when he contests his home round of the FIA World Touring Car Championship in Vila Real, Portugal next week (23-25 June).

Fernandes won the inaugural ETCC Race of Vila Real on the challenging street track in the northern Portugal city where he lives last June, but will step up to the big brother WTCC in a third RC Motorsport entry when the championship makes its third visit there later this month.

He will partner fellow rookies Yann Ehrlacher and Kevin Gleason in RC Motorsport’s exciting line-up, which expands to a three-car operation for the first time.

And his inclusion on the expanded WTCC grid means local fans will have two Portuguese drivers to support this year with Tiago Monteiro, the 2016 WTCC Race of Portugal winner, heading the charge for the factory Honda team as he bids to wrestle back the championship lead.

“I’m really excited,” said Fernandes, who began competing in single seaters and has enjoyed recent success in the Abarth Trophy series. “I missed the opportunity to do this race two years ago but I knew inside that one day if I had another chance to participate I wouldn’t let it go. This is the opportunity to do one thing that I love in a no-pressure environment. My preparation will be on the racing weekend only but it’s my city, a track that I know very well and with no need to get any results. It’s important I enjoy this as much as possible.”

François Ribeiro, Head of Eurosport Events, the WTCC promoter, said: “We are very pleased to welcome Manuel, a second Portuguese driver of course, to the WTCC family for his home race. Manuel is well aware of the level of the WTCC and the drivers but he’s approaching this opportunity in a very sensible way, he has a good team around him and we wish him well for his home race.”

WTCC Race of Portugal first took place in 2007 with Vila Real entering the fray in 2015. A circuit oozing history and intrigue, racing has been held on the hillside roads of the city since 1931, when Gaspar Sameiro and Ercilio Barbosa conquered the original 7.150-kilometre course in a Ford Model A. The current 4.785-kilometre layout is a challenging blend of turns, climbs and descents and is dubbed the Nürburgring Nordschleife of the South. While chicanes have been installed for safety reasons, the spectacle remains unaltered with speeds nearing 240kph on the final downhill section.

New for 2017 is the inclusion of the ‘joker’ lap, a first for world championship motor racing. It will require drivers to take an alternative, longer, route once in the Opening Race and once in the Main Race to further spice up the street racing action.

Manuel Fernandes.jpg Manuel Fernandes ETCC action image.jpg RC Motorsport action image.jpg

 

ATENÇÃO COLECIONADOR DE MINIATURAS

ATENÇÃO COLECIONAODRES DE MINIATURASaq29 Copy

 

 

Disponível por encomenda.

 

Diorama representativo da Box Ferrari, AF Corse, em Le Mans 2016.

Dimensões em cm: Largura 26 / Fundo 25 / Altura 11

Preço sob consulta.

 

Possibilidade de execução de outros conjuntos de boxes (mínimo 2, máximo 6), mediante orçamento.

 

AUTOCROSS EM ESPANHA

 

Dominio de los Yacarcross en Arteixo copando las cinco primeras posiciones en Car Cross

 

El pasado sábado se disputaba la quinta prueba del Campeonato de Galicia de Autocross en el circuito José Ramón Losada de Arteixo, donde los Yacarcross dominaron claramente la final adjudicándose las cinco primeras posiciones. En la categoría de Car Cross, 14 de los 33 inscritos eran pilotos que participaban con un Yacarcross, con Javier Ramilo haciendo el mejor tiempo en los entrenamientos. Juan Vilariño ganaba la primera semifinal seguido por Javier Ramilo mientras en la tercera las tres primeras posiciones recaían en Iván Piña, Óscar Palomo y Darío Calviño, todos con Yacarcross.

Ya en la final, clara superioridad de Iván Piña, que venía de ganar la prueba del Nacional en Mollerussa y se adjudicaba su primera victoria en Galicia, pues tampoco había conseguido ninguna en las citas del Campeonato de España en nuestra comunidad autónoma. El podio lo completaban otros dos Yacarcross, con Óscar Palomo en la segunda plaza y Javier Ramilo en la tercera, pero seguidos por Juan Vilariño y Darío Calviño, ambos con Yacarcross mientras que la séptima posición le correspondía a Dani Mariño, completando así una excelente carrera para los Car Cross de Yacar Racing.

En lo que respecta a la categoría de los Turismos Supercrosscar y 4x4, donde participaban Perfecto Calviño con el Ford Fiesta Proto y Mario Lorenzo con el Seat 600 Proto. Calviño ganaba la semifinal y la final, adjudicándose una victoria más en su palmarés mientras Lorenzo finalizaba en sexta posición.

 

Clasificaciones: www.temposfga.euaq27 Copyaq28 Copy

 

BAJA DO PINHAL

 

Melhor rookie do Campeonato Nacional de TT em 2016, Tiago Reis procura terminar a sua primeira prova esta época ao volante do novo Mercedes GLA Proto. Piloto navegado por Filipe Martins espera comprovar as recentes alterações feitas no protótipo do Team Transfradelos.

 

O início de temporada não foi fácil para Tiago Reis e Filipe Martins. A dupla de Famalicão sabia que a aposta num carro completamente novo, concebido e construído em Portugal, obrigaria a um esforço de desenvolvimento ao longo da temporada, sobretudo nas primeiras provas do ano. Foi isso mesmo que se verificou na inaugural Baja de Loulé e depois na Baja Capital dos Vinhos de Portugal, onde o Mercedes GLA Proto sofreu naturais problemas de juventude.

 

Entretanto, os técnicos do Team Transfradelos corrigiram alguns pontos no novo protótipo e Tiago Reis espera agora conseguir chegar ao final da Baja do Pinhal, terceira prova do calendário nacional.

 

“Sim, o único objetivo é chegar ao final e acumular quilómetros em competição. É muito importante conhecermos o carro em condições de prova porque fazer um teste não é a mesma coisa. A equipa está a trabalhar dia e noite para melhorar o carro e tê-lo pronto para esta baja. Sabemos que o nível na frente do campeonato está alto mas neste momento a nossa única preocupação é ganhar fiabilidade no carro para depois pensarmos em resultados mais ambiciosos”, afirmou Tiago Reis.

 

Organizada pela experiente equipa da Escuderia Castelo Branco, a Baja do Pinhal tem um percurso dividido entre os concelhos de Proença-a-Nova, Sertã e Oleiros. A competição começa na próxima sexta-feira (dia 16) às 17h00, com duas passagens por um Prólogo de 9.57 kms. No sábado (dia 17) os concorrentes enfrentam dois setores seletivos que perfazem mais 327.75 kms cronometrados.

 

 aq20 Copy

 

RALI DO VIDREIRO

 

Carlos Martins com nova vitória nos RC2N!
Carlos Martins e Daniel Amaral voltaram a vencer no Campeonato Nacional de Ralis, arrecadando nova vitória entre os RC2N no Rallye Vidreiro Centro de Portugal, a 6ª ronda da época e que esteve sob a responsabilidade do Clube Automóvel da Marinha Grande.
A prova em piso de asfalto foi uma ‘jornada’ bem interessante de seguir, com interessantes lutas ao longo de todo rali com o CAMG a apresentar algumas novidades no seu programa, com a introdução de novas especiais.
Depois da ausência no Rallye de Portugal, a dupla do Mitsubishi Lancer EVO X voltou a estar em bom plano assumindo a liderança da prova dos RC2N, mais conhecida pela categoria do agrupamento de produção, desde a 1ª especial do rali para não mais a largar. Carlos Martins dominou assim a prova de princípio a fim, vencendo 6 das 9 especiais de classificação que lhe garantiram a sua 2ª vitória esta temporada, além de um muito positivo 6º lugar da geral.
Como refere o piloto apoiado por Braingaming, Box Garage, Alentejo – tempo para ser feliz e Hidrauviana, “o Rallye vidreiro correu muito bem. Preparamos bem o carro para esta prova, os problemas que tivemos no arranque do campeonato foram de vez solucionados e com isto conseguimos fazer uma prova tranquila, isenta de problemas, o andamento foi muito bom, deu para divertir e é sempre bom vencer. Penso que o Ricardo (Teodósio) não teve uma prova fácil, desta vez fomos nós a ter mais sorte, estou muito satisfeito com o nosso rali e agora é continuar a melhorar, porque continuamos sem efectuar qualquer teste de preparação, todas as melhorias que temos conseguido no Evo têm sido durante as provas e há ainda alguma margem de progressão que nos irá permitir ser mais rápidos.”
Depois do Rallye Vidreiro, Carlos Martins e Daniel Amaral surgem também inscritos no Rali de Monchique, estando também à partida da próxima prova do Campeonato Nacional de Ralis, o Rali Vinho Madeira, de 3 a 5 de Agosto.aq18 Copy

 

RALI DO VIDREIRO

 

Mariana Carvalho condicionada pela mecânica do Citroën C2 R2

 

Mariana Carvalho e Ana Monteiro entraram no Rali Vidreiro – Centro de Portugal apostadas em conseguir um bom resultado. A dupla do C2 R2 estava novamente na luta pelo primeiro lugar entre as Senhoras quando um tubo partido levou ao abandono no asfalto da Marinha Grande.

O rali organizado pelo Clube Automóvel da Marinha Grande era a terceira prova da época de Mariana Carvalho, que sempre gostou dos rápidos troços da zona de São Pedro de Moel. Além disso, a navegadora Ana Monteiro é natural da região (Leiria) e como tal o Rali Vidreiro – Centro de Portugal trazia boas perspetivas para a dupla do Citroën C2 R2.

O dia de sexta-feira foi positivo para a piloto de Famalicão, que depois na manhã de sábado manteve o segundo lugar entre as Senhoras no troço que abriu o dia. Só que na PEC5, Assanha da Paz (9.86 kms), o carro francês começou a perder rendimento e obrigou mesmo Mariana Carvalho a parar definitivamente após quatro quilómetros, quando um tubo do óleo cedeu.

“Estávamos animadas porque os troços de São Pedro tinham corrido bem e só tivemos um pequeno percalço na Super Especial que nos fez perder tempo. O primeiro troço de sábado também foi normal mas logo nos primeiros quilómetros da PEC5 percebemos que o carro estava a falhar e decidimos parar e tentar perceber o que se passava. Quando abrimos o capô vimos óleo por todo o lado e simplesmente não era possível chegar ao fim do troço sem danificar ainda mais o carro. Foi pena porque são coisas dos ralis mas que, obviamente, nos deixam sempre tristes porque pouca ou nada podemos fazer. Não tivemos muita sorte com a mecânica nestes três ralis mas pelo menos sinto que evoluímos sempre que o carro esteve em condições”, afirmou Mariana Carvalho, que na altura da desistência tinha uma vantagem superior a dois minutos sobre a equipa que ocupava o terceiro lugar do pódio entre as Senhoras.

                   Desta forma, a vitória na prova feminina do Rali de Castelo Branco (em março) foi o ponto alto da temporada de Mariana Carvalho e Ana 
                   Monteiro, que nesta altura não têm garantido mais nenhum rali do Campeonato Nacional.aq17 Copy
 

TCR NA AUSTRIA

 

Rounds 9 & 10 – Salzburgring – 10 / 11 June 2017

QUALIFYING REPORT

Mat’o Homola sets pole in eventful Qualifying session

Opel and Alfa provide unprecedented front row for Race 1

For the second time this season, Mat’o Homola and his DG Sport Compétition Opel Astra emerged as the fastest combination in the Qualifying session. However, unlike in Bahrain where he was demoted by a grid penalty, the young Slovak will start from pole position for tomorrow’s Race 1.
Qualifying confirmed that the gaps in lap times at the Salzburgring are the smallest and positions were disputed by thousandths of a second. Homola’s fastest lap in Q2 of 1:25.481 beat Dušan Borković’s 1:25.552 by 71 thousandths, while Pepe Oriola qualified in third, a further six thousandths adrift.
Attila Tassi ranked fourth, a result that couldn’t even have been hoped for 24 hours earlier, after his massive shunt in testing. Local driver and TCR newcomer Thomas Jäger claimed a brilliant fifth position in the Kissling Motorsport Opel Astra, beating International Touring Car top guns such as James Nash, Rob Huff, Stefano Comini, Gianni Morbidelli and Roberto Colciago.
The latter will start Race 2 from pole position on the top-ten reverse grid.
The most disappointed driver today was Davit Kajaia, who set the fastest lap in Q1, but had it disallowed by the Stewards for improving under yellow flags.

The first race will start tomorrow at 13:00 local time (live streaming at www.tcr-series.com and www.tcr-series.tv). 

Q1: Kajaia’s fastest lap disallowed
There was a lot of position-swapping during the first twenty minutes of Qualifying, with no fewer than seven drivers taking turns to top the time sheet.
Homola set the first significant laps of 1:26.737 and 1:26.204, but then the leadership moved to Comini (1:26.0369) and then to Jäger (1:26.011), Daniel Lloyd (1:25.984) and Colciago (1:25.913).
With only 30 seconds left on the clock, Kajaia posted an impressive 1:25.864 that he achieved by improving his sector 2 time while that was under yellow flag due to Stian Paulsen’s car stranded in the gravel trap at Turn 5. This meant that the Stewards disallowed Kajaia’s time, which dropped him to 14th and out of Q2.
The battle then raged for the other positions, with Rob Huff, Frédéric Vervisch and Gianni Morbidelli who were all able to make the cut at the last gasp and kick out the championship leader Jean-Karl Vernay, who dropped to 13th.
The following drivers went through to Q2: Colciago, Lloyd, Tassi, Jäger, Comini, Borković, Huff, Homola, Oriola, Vervisch, Nash and Morbidelli.

Q2: Homola steals pole from Borković
Borković began at a stunning pace, posting a provisional fastest time of 1:25.689 and nearly matching it on the following lap (1:25.698).
Tassi (1:25.636) and then Homola (1:25.629) dropped the Serbian to third, but Borković jumped on top again with a lap of 1:25.558.
However, Homola had the last word and settled the matter with the pole position time of 1:25.481.
When the chequered flag was waved, Oriola was clocked at 1:25.558 that gave him the third place, dropping Tassi to fourth.

What the fastest drivers said after Qualifying

Mat’o Homola (1st): “I have always had good results here in Salzburgring, so I know this track suits me and I like the fast corners. From the beginning, we had some minor problems in every session but we changed some things for Qualifying and the car behaved really well. We were guessing at some of the set-up things, but you can see that they worked. It’s one thing to win Qualifying, but you get more points in the races so that’s what I have to concentrate on. I don’t know how to measure the risks I took, but I know I wasn’t 100% in Turn 9. One mistake can ruin your whole weekend and I know I need the points.”

Dušan Borković (2nd): “Yesterday, we were trying to change some things on the car to improve the corner speed because we knew we were struggling. In Q1 I had some traffic and I made a few mistakes but I was pushing. We are still struggling a little bit in the second sector because of the bad aero but we will see tomorrow what will happen with all of us. In Q2, I knew the tyres were fresher in the first few laps but I made some stupid mistakes. By the third lap the tyres were gone. I really like the Salzburgring – I crashed last year when I was P2, so hopefully this year I will finish both races, but you can be sure I will push.”

Pepe Oriola (3rd): “Everybody always wants to get a tow here in Salzburgring and we had a really good strategy within the team which worked in Free Practice and Q1. I was swapping positions with James (Nash) and Daniel (Lloyd) and the others were trying to get a tow from us. At one time, Rob (Huff) was in the middle with us and then Colciago too so I was really lucky to get the time on the last lap, but I know I could have been even faster. The Alfa cars are really strong in the first part of the straight, but as Dušan said, we know they have aero problems. We are back on the pace – it’s been a long time since I did a Qualifying press conference, so it’s good to be back!”


Attila Tassi got a brand new car

Miracles sometimes happen! Thanks to some behind-the-scenes logistics overnight, Attila Tassi will be able to take part in the TCR International Series event at the Salzburgring after escaping unscathed from a major shunt yesterday.
The young Hungarian driver was discharged from the medical centre after a thorough check and declared able to race, if only he had a car…
His Honda Civic had suffered extensive damage in the high-speed impact against the Armco barrier at Turn 9. It was impossible to fix the car at the track, so the Civic was stripped and its shell will be sent to JAS for a possible repair.
While the M1RA mechanics were working on the wreck, phone calls were exchanged between the team and JAS, and soon a new car was loaded onto a flat-bed truck that left Milan on an overnight journey to Austria.
The truck arrived at the circuit at 4:00am this morning, the team crew leapt into action to apply the livery and the car finally passed scrutineering.
Tassi will be dropped to the back of the grid for Race 1 because of the engine change.

Team principal Norbert Michelisz said: “It has been a fantastic effort from everybody at JAS and in the team. We all wanted to do our best and give Attila the possibility to race, because our aim is to win the championship."


Ferenz Ficza crashed during Practice 1

Another Hungarian driver, another big shunt.
After Attila Tassi’s crash at Turn 9 in yesterday’s test session, Ferenc Fizca hit the barrier hard a few metres further down the track during this morning Free Practice 1.
Ficza was quickly out of the car; he walked away, shocked but apparently unhurt. He was first transported to the circuit’s medical centre for precautionary checks and then sent to the local hospital for X-Rays as he was complaining of pain in his ribs.
He was eventually discharged and declared fit to race next week at the Hungaroring.

2017 TCR International Series – calendar

2 April – Rustavi International Motorpark, Georgia
16 April – Bahrain International Circuit (F1 event)
6 May – Circuit de Spa-Francorchamps, Belgium (WEC event)
14 May – Autodromo di Monza, Italy (ELMS event)
11 June – Salzburgring, Austria
18 June – Hungaroring, Hungary (DTM Event)
9 July – Motorsport Arena Oschersleben, Germany (with ADAC TCR Germany)
3 September – Chang International Circuit, Buriram (with TCR Thailand)
8 October – Zhejiang International Circuit, China (with TCR Asia & TCR China)
26 November – Yas Marina Circuit, Abu Dhabi (F1 event)

 

WTCC 2017

 

TOMCAM GETS STARRING ROLE ON RTL GP WTCC COVERAGE

*Racer Coronel’s famous personal camera goes behind-the-scenes
*Bespoke magazine programme for viewers in The Netherlands
*World title contender Catsburg also features on popular WTCC show

Tom Coronel’s famous TomCam will perform a starring role on television in The Netherlands as he continues his bid for FIA World Touring Car Championship success in 2017.

Dutchman Coronel, a mainstay of the WTCC since its rebirth in 2005, is hugely popular in his homeland, while almost 900,000 people follow him on Facebook.

Under a long-term agreement between WTCC promoter Eurosport Events and the Dutch RTL 7 channel, Coronel will be thrust further into the spotlight when his TomCam provides exclusive behind-the-scenes footage from each WTCC race weekend as part of the 23-minute magazine programme, RTL GP: WTCC.

The popular show is available on RTL 7 and RTL XL, a video-on-demand platform distributed through mobile devices. It usually broadcasts at 16h30 CET the week after each WTCC race.

“Since 2007, the WTCC has been part of the RTL family and we’re very pleased that relationship is continuing this year,” said Marco Zwaneveld, RTL 7 Channel Co-ordinator. “While we subscribe to Tom’s mantra to ‘never change a winning team’, it’s important to add some new elements in the programme every year. Together with Tom we’ve introduced a grid girl competition, fan experiences and most importantly the behind-the-scenes footage from the TomCam, Tom’s unique personal camera.”

Coronel, a contender for the WTCC Trophy, the race within a race for independent drivers, said: “It’s important the WTCC is shown on Dutch TV because it’s always been there. And it’s good that Dutch fans can watch two drivers racing because it’s not just me but Nicky Catsburg as well and he’s currently leading the championship.”

The TomCam proved a big success when it was used on the RTL GP documentary, Dakar, I Love It, I Hate It, which followed Coronel’s Dakar Rally adventure in 2015. The camera is used to tell stories directly to viewers and once followed Coronel at a WTCC drivers’ briefing to record extremely rare footage.

Next stop for the WTCC is Vila Real in Portugal from 23-25 June, a challenging street circuit nicknamed the Nürburgring Nordschleife of the South. RTL GP is the RTL 7 motorsport brand in The Netherlands.

WTCC Tom Coronel RTL GP 01.jpg WTCC Tom Coronel RTL GP 02.jpg WTCC Tom Coronel RTL GP 03.jpg

 

RALI DO VIDREIRO

 

Mariana Carvalho: “O Vidreiro é um dos meus ralis favoritos”

Mariana Carvalho e Ana Monteiro vão tentar lutar pela vitória entre as equipas femininas no Rali Vidreiro – Centro de Portugal, pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis. A dupla do Citroën C2 R2 tem uma afinidade particular com o asfalto da Marinha Grande.

O último Rali Casino de Espinho terminou com uma desistência inglória para Mariana Carvalho, obrigada a abandonar devido a um problema de transmissão no Citroën C2 R2. Agora a piloto de Famalicão espera recuperar no asfalto da região Centro, onde se disputará o tradicional Rali Vidreiro – Centro de Portugal.

Uma prova que sempre fez parte das preferências de Mariana Carvalho, além de ser também o rali da região da navegadora Ana Monteiro, natural de Leiria. “Sim, de facto o Vidreiro é um dos meus ralis favoritos. Disputo esta prova desde que me iniciei nos ralis mas este ano há uma novidade para toda a gente, já que os dois primeiros troços de sábado são novos. São especiais algo diferentes dos troços de São Pedro de Moel, já que não são tão rápidos, são mais técnicos e envolvem mais trabalho por parte dos pilotos. Ainda não pude testar o carro após Espinho mas espero que tudo esteja em condições para podermos lutar pelo primeiro lugar entre as senhoras”, referiu Mariana Carvalho, que esta época já venceu a prova feminina do Rali de Castelo Branco.

Organizado pelo Clube Automóvel da Marinha Grande, o Rali Vidreiro – Centro de Portugal começa na próxima sexta-feira (dia 9), com duas passagens pelo troço do Farol e uma Super Especial noturna. No sábado, os concorrentes enfrentam mais seis classificativas, com duplas passagens pelos troços de Mata Mourisca, Assanhas da Paz e São Pedro, perfazendo um total de 118,6 kms cronometrados.

aq15 Copyaq16 Copy
 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALICROSS

 

Mais um pódio para Sébastien Loeb com dois PEUGEOT 208 WRX 2017 na final

 

Acabou por ser um fim-de-semana de altos e baixos para o Team Peugeot Hansen durante a sexta ronda do Campeonato do Mundo FIA de Ralicross 2017, diputada em Hell, na Noruega. Contudo, Sébastien Loeb inverteu o sentido das coisas, garantindo mais um terceiro lugar para o PEUGEOT 208 WRX 2017, o que acontece pela quarta vez esta temporada.

 

 

  • A Ronda 6 disputada na Noruega teve um início algo complicado, com os dois PEUGEOT 208 WRX de 2017 a trocarem de motor, optando por alinhar com o propulsor anterior em vez da unidade mais evoluída como medida de precuação depois de um dos seus parâmetros não ter correspondido às expectativas. No caso do carro de Timmy Hansen, esta alteração foi decidida após os treinos livres de sexta-feira, tendo suceido o mesmo com o carro de Loeb no sábado.

 

  • Para Timmy Hansen, a jornada quase terminou na Q3 quando o piloto sueco colidiu com uma barreira de cimento durante a primeira volta da sessão. Hansen saiu ileso mas o seu PEUGEOT 208 WRX sofreu danos significativos na parte dianteira. O excelente trabalhos dos mecânicos do Team Peugeot Hansen fez com que o carro ficasse pronto a tempo de entrar na Q4, um esforço que foi recompensado pela passagem de Timmy à final!

 

  • Três dias depois de ter terminado os exames escolares, Kevin Hansen rubricou uma série de excelentes resultados ao volante do seu PEUGEOT 208 WRX de 2016. Foi sexto na Q1 e quarto na Q4 igualando, assim, o seu melhor resultado em qualificação até à data (Loéhac, França, em 2016).

 

  • Com a primeira metade da temporada cumprida, o Team Peugeot Hansen ocupa o segundo lugar na classificação provisória por Equipas. A próxima jornada será disputada “em casa” dos Hansen, ou seja, na Suécia, mais precisamente em Höljes, a 1 e 2 de Julho.

 

 

Ecos do paddock

 

Kenneth Hansen, Diretor de Equipa

“Merecemos inteiramente este lugar no pódio! Este fim-de-semana, fomos rápidos desde o início e, apesar de alguns contratempos, nunca baixámos os braços. Depois da confusão entre o Timmy e o Solberg na Q3, confesso que não sabia se este carro iria ficar pronto a tempo da Q4, mas os mecânicos fizeram mais um trabalho de primeira ao conseguir reparar tudo em pouco mais de uma hora. Isso permitiu ao Timmy a qualificação para as meias-finais, e depois para afinal, onde se junto ao Sébastien, que terminou com um lugar no pódio. Dadas as circunstâncias, há boas razões para estarmos satisfeitos com o desfecho final, muito embora os nossos objetivos se mantenham firmemente focados na vitória. Não andamos longe disso e vamos fazer tudo para estarmos no primeiro lugar do pódio na Suécia, daqui a três semanas.”     

 

Sébastien Loeb, Piloto do PEUGEOT 208 WRX #9

“Estou muito satsfeito por estar no pódio aqui em Hell. O meu fim-de-semana arrancou em força com o tempo mais rápido na primeira sessão de testes, mas depois acabei por perder terreno durante a fase de qualificação devido ao desenrolar das corridas. Fiqueu aliviado quando as qualificações chegaram ao fim. Felizmente, consegui inverter o sentido das coisas com boas performances na minha meia-finale depois na final. É um bom resultado mas sei muito bem que temos continuar a trabalhar a fundo. ”

 

Timmy Hansen, Piloto do PEUGEOT 208 WRX #21

“Se alguém me dissesse que ia estar na final depois do que acontecen na Q3, eu própria não teria acreditado. Porém, depois do meu acidente, todos os mecânucos fizeram um trabalho incrível, e foi o seu empenho que me permitiu sair dqui com mais algusn valiosos pontos para o campeonato e colocar ambos os nossos PEUGEOT 208 WRX de 2017 na final. No geral, não foi um fim-de-semana ideal, e é pena que assim tenha sido porque julgo ser suficientemente rápido para disputar um lugar no pódio. Infelizmente, fiz um pequeno erro que me custou alguns décimos de segundo que eram vitais.”

 

Kevin Hansen , Piloto do PEUGEOT 208 WRX #71

“Para mim, foi um fim-de-semana de altos e baixos em Hell. Comecei bem ao ficar em sexto na Q2, mas a alteração das condições meteorológicas não jogaram a meu favor. As coisas melhoraram com a pista seca no domingo e consegui ficar em terceiro na Q4! É o meu melhor resultado do ano e garantiu-me um lugar nas semi-finais. Infelizmente, a agitação na primeira volta da minha corrida impediu-me de me juntar ao Timmy e ao Sébastien na final, que era o meu objetivo.”

 

 

CLASSIFICAÇÕES – HELL (11 junho 2017)

 

FINAL

1. Johan Kristoffersson (Volkswagen Polo GTI)

2. Andreas Bakkerud (Ford Focus RS)
3. Sebastien Loeb (PEUGEOT 208 WRX)
4. Mattias Ekstrom (Audi S1)

5. Timmy Hansen (PEUGEOT 208 WRX)

6. Timur Timerzianov (Ford Fiesta)

 

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALICROSS 2017

Classificações após 6 provas:

 

PILOTOS

1. Johan Kristoffersson (Volkswagen Polo GTI), 151 pontos
2. Mattias Ekstrom (Audi S1), 143 pontos

3. Petter Solberg (Volkswagen Polo GTI), 134 pontos

4. Timmy Hansen (PEUGEOT 208 WRX), 102 pontos

5. Sébastien Loeb (PEUGEOT 208 WRX), 102 pontos

6. Andreas Bakkerud (Ford Focus RS), 100 pontos
7. Ken Block (Ford Focus RS), 66 pontos

8. Timo Scheider (Ford Fiesta), 58 pontos
9. Toomas Heikkinen (Audi S1), 55 pontos
10. Timur Timerzianov (Ford Fiesta), 52 pontos

 

 

EQUIPAS

1. Volkswagen PSRX, 285 pontos

2. Team Peugeot Hansen, 204 pontos

3. EKS Audi, 198 pontos
4. Hoonigan Racing Division, 166 pontos 593d1d6d40e2c Copy

 

RALI VIDREIRO

 

Regresso produtivo de Gonçalo Inácio no Rali Vidreiro

 

2º lugar na classe RC4

Gonçalo Inácio teve um regresso espetacular ao Campeonato Nacional de Ralis, averbando um 2º lugar na classe RC4, e um 13º posto na Classificação Geral do Rali Vidreiro – Centro de Portugal.

Aos comandos de um Peugeot 208 R2, o piloto lisboeta impôs uma toada ‘eficiente’, sabendo poupar a mecânica e os pneus sem perder terreno para os seus adversários.

Foi um rali muito divertido, em que aproveitámos da melhor forma as capacidades do Peugeot 208. O calor que se fez sentir aconselhava a alguma gestão, pois era necessário não destruir os pneus logo nos primeiros quilómetros, e foi isso que fizemos”, começou por explicar Inácio.

Logo no primeiro dia de prova a dupla do carro nº47 colocou-se na 3ª posição da classe, aumentando o ritmo no segundo dia. “De facto resultou, e conseguimos subir lugares, tanto na geral como na classe. O contributo do Paulo Marques foi instrumental em todo o rali. É um navegador com muita experiência e, graças à sua boa disposição e abordagem profissional, pusemos em prática uma estratégia que deu os seus frutos, ao mesmo tempo que nos divertimos imenso. Foi um rali simplesmente memorável”, recorda.

O piloto apoiado pela Koka, Koala, Wild Motors, Expopneu, BlueSigma, Last Lap, DSC e Palm3, antes de realçar também a prestação da equipa, “que está de parabéns pelo excelente trabalho que fez na preparação e assistência ao Peugeot”.

Viemos para o Rali Vidreiro com o objetivo de estudar a possibilidade de enveredar por um projeto desta natureza em 2018, e o mínimo que posso dizer é que as perspetivas são muito boas e estou motivado para que isso aconteça. Agora resta continuar a trabalhar para garantir as condições para que o projeto possa avançar na próxima temporada”, concluiu Gonçalo Inácio.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS

 

Latvala no pódio e velocidade de Lappi e Hänninen colocam três Yaris WRCs da TOYOTA GAZOO Racing no Top 6

Após quatro dias do Rali da Sardenha, a TOYOTA GAZOO Racing alcançou um excelente resultado: um segundo lugar para Jari-Matti Latvala, reduzindo a diferença pontual para o líder do campeonato, enquanto Esapekka Lappi ficou em quarto lugar, tendo sido o mais rápido em seis classificativas (incluindo a Power Stage), um desempenho notável considerando que o anterior rali em Portugal foi o palco da sua estreia como piloto WRC. Juho Hänninen liderou o Rali na sexta-feira e também ganhou uma classificativa, terminando em sexto lugar.
 
Depois do Rali de Portugal a TOYOTA GAZOO Racing voltou a alinhar com três Yaris WRC e os seus pilotos, Jari-Matti Latvala, Juho Hänninen e Esapekka Lappi, estavam preparados para mais uma dura ronda do Campeonato do Mundo de Ralis (WRC) da FIA que teve lugar de 8 a 11 de Junho na Sardenha. Pelas elevadas temperaturas e piso duro esta prova é célebre por testar carros e pilotos até ao limite e este ano não foi exceção.
 
Depois do percurso de abertura de dois quilómetros na arena de Ittiri que provou ser inesperadamente escorregadio, o segundo dia do Rali da Sardenha foi muito positivo para a TOYOTA GAZOO Racing não só o Juho Hänninen chegou a liderar o rali de manhã, como também o Esapekka Lappi foi o mais rápido em três troços.
 
No final do terceiro dia, Latvala, que tinha iniciado o rali em terceiro lugar, estava já em segundo e o jovem Lappi em quarto terminando o último troço do dia novamente como o mais rápido, apesar das elevadas temperaturas.
 
Hänninen teve alguns problemas de direção já no terceiro dia que o afetaram no quarto e ultimo dia de prova, dia esse em que Lappi ganhou a Power Stage apesar de ser o seu segundo rali ao volante de um Yaris WRC. Esta vitória aumentou o seu total de pontos na tabela de pilotos e foi mais uma demonstração inequívoca de velocidade numa prova em que foi o mais rápido por seis vezes - mais do que qualquer outro piloto em toda a prova.
 
Tommi Mäkinen (Diretor da Equipa)
“Este foi, sem dúvida, um dos ralis onde estivemos mais fortes. Os resultados que obtivemos aqui falam por si, logo a única coisa que posso dizer é muito obrigado às pessoas que tornam tudo isto possível: pilotos, co-pilotos, engenheiros, mecânicos e equipa. É graças a eles que podemos conseguir isto em apenas a primeira metade da nossa temporada de estreia. Mas é claro que ainda temos muito trabalho a fazer."
 
Classificação ao final do 4º e último dia:
1 Ott Tanak/Martin Jarveoja (Ford Fiesta WRC) 3h25m15.1s
2 Jari-Matti Latvala/Miikka Anttila (Toyota Yaris WRC) +12.3s
3 Thierry Neuville/Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 Coupe WRC) +1m07.7s
4 Esapekka Lappi/Janne Ferm (Toyota Yaris WRC) +2m12.9s
5 Sebastien Ogier/Julien Ingrassia (Ford Fiesta WRC) +3m25.3s
6 Juho Hänninen/Kaj Lindström (Toyota Yaris WRC) +3m38.5s
7 Mads Ostberg/Ola Floene (Ford Fiesta WRC) +6m31.8s
8 Andreas Mikkelsen/Anders Jaeger (Citroen C3 WRC) +8m07.8s
9 Eric Camilli/Benjamin Veillas (Ford Fiesta R5) +11m15.8s
10 Jan Kopecky/Pavel Dresler (Skoda Fabia R5) +11m21.4s
(Resultados às 20:00 de domingo (Hora local). Mais informação no site: www.wrc.com )
 
Classificação de Pilotos no Campeonato Mundial de Ralis da FIA 2017 após a sétima ronda:
1 Sebastien Ogier 141
2 Thierry Neuville 123
3 Ott Tanak 108
4 Jari-Matti Latvala 107
5 Dani Sordo 70
6 Elfyn Evans 53
7 Craig Breen 43
8 Hayden Paddon 33
9 Juho Hänninen 29
10 Kris Meeke 27
11 Esapekka Lappi 20
 
Classificação de Fabricantes no Campeonato Mundial de Ralis da FIA 2017 após a sétima ronda:
1 M-Sport World Rally Team 234
2 Hyundai Motorsport 194
3 TOYOTA GAZOO Racing WRT 143
4 Citroen Total Abu Dhabi World Rally Team 97
 
A próxima ronda do Campeonato Mundial de Ralis da FIA é o Rali da Polónia de 29 Junho a 2 Julho onde a TOYOTA GAZOO Racing irá contar novamente com três Yaris WRC. Com a sua respetiva dupla de pilotos e co-pilotos: O Yaris WRC #10 de Jari-Matti Latvala e Miikka Anttila. O Yaris WRC #11 de Juho Hänninen e Kaj Lindström e o Yaris WRC #12 de Esapekka Lappi e Janne Ferm.
 
Especificações técnicas do Toyota Yaris WRC
No seguimento dos mais recentes regulamentos técnicos da FIA para a época de 2017 o Toyota Yaris WRC é uma nova geração de “World Rally Car” com mais de 380 cv.
 
-Motor
Tipo: 4 cilindros em linha, Turbo e injeção direta
Cilindrada: 1,600cm3
Potência Máxima: mais de 380 PS
Binário Máximo: mais de 425 Nm
Diâmetro / Curso: 83.8mm/ 72.5mm
Restritor de Ar: 36mm, de acordo com os regulamentos FIA
-Transmissão
Caixa de velocidades: 6 velocidades acionamento hidráulico
Transmissão às rodas:  Tração às 4 rodas, 2 diferenciais mecânicos, diferencial central ativo.
Embraiagem: Disco de embraiagem duplo sinterizado.
-Chassis/suspensão
Frente/Traseira: Tipo Macpherson
Direção: hidráulica
Travões: 300mm arrefecido a ar e líquido, Asfalto: 370mm arrefecido a ar e líquido.
 
-Dimensões e Pesos
Comprimento / largura / altura: 4085mm (com kit  aerodinâmico) /1,875mm / ajustável
Largura das vias: Ajustável
Distância entre eixos: 2,511mm
Peso mínimo: 1,190kg
-Performance
Velocidade máxima: 201 km/h (Característica do Rácio da transmissão)
ae10 Copyae11 Copy
 

CAMPEONATO NACIONAL DE FÓRMULA FORD

 

Duarte Carvalho dá vitória à CRM Motorsport

 

Pilotos da equipa sempre entre os melhores na pista de Braga

 

A CRM Motorsport queria ganhar em Braga e venceu. Na segunda jornada das Single Seater Series, que se realizou este domingo no Circuito Vasco Sameiro, Duarte Carvalho não só conquistou duas vitórias entre os rookies como foi o mais forte a nível absoluto no segundo confronto do dia. Miguel Lobo está cada vez mais consistente e acabou com um quarto e um sexto lugares.

 

Na primeira corrida, os pilotos da CRM Motorsport acabaram próximos um do outro. Duarte Carvalho, que vinha de uma estreia de sonho no Estoril, foi terceiro e voltou a ser o melhor rookie. Já Miguel Lobo, fechou no quarto posto. Se para o jovem madeirense, esta era a posição que trazia da grelha de partida, já Lobo subiu face à qualificação em que fez o sétimo registo da sessão.

 

No último desafio do dia, Duarte Carvalho andou sempre com os primeiros e protagonizou um duelo tão intenso com o segundo classificado que a sua primeira vitória na única competição de fórmulas que existe em Portugal foi alcançada por 0,102 segundos!!! Miguel Lobo não foi tão feliz como na primeira vez que as equipas se confrontaram em pista e terminou no sexto lugar.

 

Para Duarte Carvalho, o balanço desta segunda ronda só podia ser muito positivo. “A primeira corrida foi boa. Perdi algumas posições no início, o que me fez afastar do pelotão da frente. Mas a segunda corrida foi impecável. Arranquei bem e passei para primeiro. Ainda caí um lugar, mas sabia que podia recuperar o primeiro posto. Logo que tive oportunidade, passei e não mais larguei a liderança. Agradeço à CRM Motorsport porque este resultado é também fruto do grande trabalho efectuado por todos”, afirmou o jovem piloto.

 

Miguel Lobo ficou contente pela evolução positiva demonstrada ao longo da jornada apesar das contrariedades sentidas. “A qualificação correu muito mal. Só depois disso conseguimos colocar o carro competitivo. Parti de sétimo e cheguei a andar em terceiro, mas tive um problema no corta-corrente. Ainda assim terminei em quarto. Na segunda corrida, saí de quarto e arranquei muito bem. Na primeira curva, a discutir a posição, eu e o Miguel Matos tocámo-nos. Fiquei com o carro desalinhado e sem frente e caí para quarto. Os sintomas agravaram-se e, por isso, na última volta tive uma saída de pista que me fez cair para sexto”, explicou.

 

Tiago Raposo Magalhães, team manager da CRM Motorsport, ficou satisfeito com o resultado global da equipa. Mas sabe que é possível fazer melhor. “O Duarte Carvalho voltou a mostrar que tem um grande andamento apesar da pouca experiência a pilotar automóveis. É preciso ter em conta que foi só a segunda vez que competiu nos fórmulas e está num processo de aprendizagem. O Miguel Lobo voltou a evidenciar velocidade. É, claramente, um potencial vencedor nesta competição”, afirmou o responsável.

 

A próxima ronda da CRM Motorsport na disciplina acontece apenas em setembro, quado se realizar a terceira jornada da época em Jerez. Mas a equipa vai já para as pistas no próximo fim-de-semana para mais uma ronda do campeonato nacional de velocidade com o Kia cee’d TCR comandado por José Pedro Faria e João Miguel Batista.ae9 Copy

 

RALI DO VIDREIRO

 

Gonçalo Inácio em boa forma no Rali Vidreiro 

 

3º na classe após 1ª etapa

Gonçalo Inácio teve um regresso inspirado aos ralis, com ao terminar a 1ª etapa do Rali Vidreiro – Centro de Portugal em 3º da classe RC4. O piloto lisboeta cumpriu as primeiras provas especiais de classificação (Farol 1 e 2, e a Super Especial) com ritmo cauteloso, de forma a evitar erros que pudessem comprometer o resto da prova.
 
Está a correr lindamente, mais ainda estou a explorar os limites do Peugeot 208 R2, que conheço mal. Por isso, ainda tenho muita margem para melhorar” começou por explicar Inácio. “Estou a divertir-me imenso, que era uma das minhas grandes prioridades para este rali, e ao mesmo tempo a aprender, pelo que só posso estar satisfeito com o trabalho que o meu navegador, Paulo Marques, e eu realizámos até ao momento”, afirmou o piloto apoiado pela Koka, Koala, Wild Motors, Expopneu, BlueSigma, Last Lap, DSC e Palm3.


 
Na etapa de amanhã, a dupla do Peugeot 208 nº47 irá enfrentar um trio de troços logo pela manhã – Fago/Mata Mouriscas, Assanhas da Paz e S. Pedro –, repetindo esta ronda da parte da tarde, para terminar o rali por volta das 16h00.
Amanhã vamos aumentar o ritmo, para criar alguma pressão nos nossos adversários, mas sempre com a devida margem de segurança para acautelar exageros e desgastes mecânicos desnecessários” concluiu Gonçalo Inácio após a Super Especial noturna.
 
Horário
Sábado – 10 Junho
2ª Etapa – 1ª Secção
PE 04 – Fago/Mata Mourisca 1 – 13,43 km (10h00)
PE 05 – Assanhas da Paz 1 – 11,98 km (10h40)
PE 06 – S. Pedro 1 – 15,00 km (12h00)
2ª Etapa – 2ª Secção
PE 07 – Fago/Mata Mourisca 2 – 13,43 km (14h00)
PE 08 – Assanhas da Paz 2 – 11,98 km (14h40)
PE 09 – S. Pedro 2 – 15,00 km (16h00)ae5 Copy

 

RALI DO VIDREIRO

 

Joaquim Alves 4º no Rallye Vidreiro

 

ae3 Copyae4 Copy
Joaquim Alves e Luís Ramalho continuam em alta no Campeonato Nacional de Ralis que desta feita regressou aos pisos de asfalto com a realização do Rallye Vidreiro Centro de Portugal.
A prova a cargo do Clube Automóvel da Marinha Grande foi muito interessante de seguir apresentando uma boa lista de participantes que cativou muito público, essencialmente na Super Especial que decorreu na sexta feira à noite em pleno centro da Marinha Grande!
A Cesar Racing Rallye Team voltou a destacar-se com o piloto de Oliveira de Azeméis a ter uma notável exibição ao longo de toda a prova, num rali que contudo não foi fácil pois as 2 novas especiais introduzidas este ano, estavam muito sujas e propícias a erros!
Joaquim Alves e a ARC Sport conseguiram um bom trabalho com o setup do Ford Fiesta R5 permitindo-lhe adoptar um ritmo eficaz, rodando sempre dentro do top 5 da geral, conseguindo já na fase final da prova averbar tempos dentro dos 3 primeiros! Após as 9 especiais de classificação Joaquim Alves e Luís Ramalho ascenderam a um produtivo 4º lugar da geral, mais um excelente resultado a juntar ao 2º lugar alcançado no difícil Vodafone Rallye de Portugal.
Como refere o piloto de Cesar - “este 4º lugar obtido no Rallye Vidreiro e tratando-se de um rali em asfalto, é um excelente resultado para nós. Estávamos com expectativas de ir um pouco mais além, mas apesar de termos dado já um salto significativo no nosso andamento, falta aqui ainda um pequeno passo na nossa evolução para lutar pelos lugares do pódio nos ralis de asfalto. Temos conseguido em conjunto com a ARC Sport um excelente trabalho de evolução com setup’s que me transmite uma maior confiança e também um melhor andamento que tem dado os seus frutos e que pretendemos continuar a melhorar”.
A equipa está no momento a tentar viabilizar a sua próxima prova, o Rallye Vinho Madeira, apostando novamente numa competição internacional já que a prova além de pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis é ainda pontuável para o Tour European Rallye. www.facebook.com/cesarracingteam

 

A2 CONDICIONADA

 

Reparação de juntas de dilatação na A2

 

Entre 12 e 14 de junho

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito das obras de reparação da junta dilatação no viaduto Freixo, da A2 – Auto-estrada do Sul, irão existir algumas implicações na circulação, entre os dias 12 e 14 de junho:

 

Entre as 08h e as 17h, corte de via direita, no sentido Lisboa/Algarve, entre os km’s 58 e 59.

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma auto-estrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

RALI DO VIDREIRO

 

Vítor Pascoal é 2º e mantém liderança do Campeonato!

 

ae1 Copyae2 Copy
A Baião Rallye Team esteve este fim de semana com a dupla Vítor Pascoal e Pedro Alves na edição de 2017 do Rallye Vidreiro Centro de Portugal, prova pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis e Nacional de Ralis Gt.
A dupla do Porsche 997 GT3 tem as suas ambições centradas na obtenção do título, pelo que os objectivos para a prova a cargo do Clube Automóvel da Marinha Grande passavam por acumular o máximo de pontos para reforçar a liderança do campeonato.
A prova em piso de asfalto contou com 2 novas especiais que em nada favoreciam os Porsche, algo técnicas e muito sujas, mas que eram compensados com as rápidas especiais da Mata em S. Pedro do Moel.
A equipa não entrou bem na 1ª especial perdendo algum tempo para o seu mais directo adversário, mas tentaram recuperar de seguida e foram recuperando a diferença, vencendo algumas especiais. Contudo o seu mais directo adversário também nunca baixou os braços e a equipa de Baião acabou por terminar o rali na 2ª posição dos Gt’s, 7º da geral.
Como refere Vítor Pascoal, “as nossas ambições são lutar pelo título pelo que à partida do Rallye Vidreiro estávamos focados em somar o máximo de pontos para reforçar a liderança do Campeonato. O nosso adversário esteve muito forte, tenho que lhe dar os parabéns pelo andamento evidenciado, nós ainda tentamos ‘contra atacar’, ainda vencemos especiais, mas nas 2 passagens com as especiais bem mais sujas, optamos por não arriscar e não deitar tudo a perder, garantindo este 2º lugar e com estes 20 pontos acumulados mantemos a liderança do campeonato, que era o nosso principal objectivo”.
O piloto de Baião salienta ainda que “o carro esteve impecável, toda a equipa está de parabéns pelo trabalho conseguido, nesta prova conseguimos ter uma plena noção do que podemos fazer em termos de andamento e agora temos mais ralis pela frente, vamos continuar a trabalhar para evoluir, melhorar para estar mais fortes nas próximas provas!”

 

TCR NA AUSTRIA

 

Rounds 9 & 10 – Salzburgring – 10 / 11 June 2017

RACE REPORT

Borković and Colciago shares the honours in Austria
Comini takes the lead in the standings

This year’s Austrian weekend of the TCR International Series will be mostly remembered for the crashes at Turn 9 that wrecked four cars and, in the case of Jean-Karl Vernay’s incident, shook up the standings. In fact, the French driver lost the series' lead and dropped to third behind both the new leader Stefano Comini and Roberto Colciago.
Even worse, the Leopard Racing team has the arduous task of rebuilding two cars (Vernay’s and Rob Huff’s) in the few days before Friday’s free practice at the Hungaroring.
The good news is that these high-speed crashes proved how safe the TCR cars are, as all four drivers escaped unhurt apart for a bruise to Huff’s left elbow.
Dušan Borković claimed an authoritative win in Race 1, as did Roberto Colciago in Race 2. Mat’o Homola celebrated his and Opel’s first podium in the International Series (second in Race 1).
The other podium finishers were also happy: Attila Tassi (second in Race 2) could not have hoped for such a result after his destructive incident on Friday, but he was rescued by the combined efforts of M1RA and JAS that ‘materialized’ a second car for him; Comini put in his usual show, a mix of attack and defence that was worth two third places and the leadership in the points.
Another driver who had reasons to rejoice was Jens Reno Møller, who scored in both races, fighting on equal terms against far more experienced competitors.

The series will resume next week at Budapest’s Hungaroring for rounds 11 and 12.

Results remain provisional pending an appeal.
The Lukoil Craft-Bamboo team lodged a protest against four cars (the Alfa Romeos of Kajaia and Borković and the Opels of Homola and Jäger), requesting technical checks of their turbochargers.
Following the report of the Technical Delegate, the Stewards of the Meeting rejected the protest, but Lukoil Craft-Bamboo Team has decided to appeal.


Race 1 – Borković wins, as Leopard duo crash out

Dušan Borković took a light-to-flag victory - the second for him and the third for GE-Force and the Alfa Romeo Giulietta TCR - in a race that turned to drama for Leopard Racing, as both Rob Huff and Jean-Karl Vernay crashed at high speed at the infamous Turn 9. Luckily both drivers escaped shocked, but unhurt.
The result was decided by the two perfect sprints that Borković performed at the start and the re-start after the first safety-car period. In both cases the Serbian was able to keep at bay the pole-sitter Mat’o Homola and his Opel Astra.
As Homola was forced to concentrate on defending his second position, first from Pepe Oriola and in the final stages from Stefano Comini, Borković created a small gap for the lead.
Behind him, Homola eventually managed to retain second place, while Comini moved up to third in his Audi RS3 LMS overtaking the SEAT cars of Oriola and James Nash. Just before the second safety car intervention, local driver Thomas Jäger managed to overtake Oriola and Nash as well to grab a brilliant fourth.
Jens Reno Møller completed a spotless race, finishing as the best of the Honda drivers in an impressive eighth position.
With Vernay off (and sidelined for the rest of the event) and Roberto Colciago scoreless following a collision with Daniel Lloyd, Comini took advantage of the situation, moving to second in the standings, only three points behind Vernay.

Key facts
Grid – Tassi and Huff are both demoted (from 4th and 7th) to the back of the grid due to engine changes; Colciago was also dropped (from 10th to 13th) because of a penalty received in Monza
Start – Borković has better reflexes than Homola and takes the lead ahead of the pole sitter, Oriola, Nash and Jäger
Lap 1 – Møller and Colciago overtake Lloyd and Morbidelli for 8th and 9th
Lap 2 – Oriola and Nash are chasing Homola
Lap 3 – Comini overtakes Jäger for 5th
Lap 4 – Huff (17th) and Vernay (15th) try to recover
Lap 5 – Homola defends his second place from Oriola, Nash and Comini
Lap 6 – Vernay overtakes Morbidelli for 13th; Kajaia overtakes Jäger for 6th
Lap 7 – Paulsen retires after a clash with Morbidelli
Lap 8 – Comini overtakes Nash for 4th; Colciago and Lloyd make contact
Lap 9 – Comini pips Oriola for third; Vesnić and Ende make contact at the first chicane, the former remain stranded in the gravel, the latter loses a front wheel; Huff crashes at high speed at Turn 9, the safety car is deployed
Lap 12 – The race resumes; the leading quartet of Borković, Homola, Comini and Oriola is covered by only one second; Jäger overtakes Nash for 4th
13 – Jäger overtakes Oriola for third
14 – Vernay crashes just a few hundred metres before the spot of Huff’s incident; the safety car is deployed again
15 – The race is red-flagged, Borković wins from Homola, Comini and Jäger


Race 2 – Colciago and Tassi make 1-2 for M1RA

Roberto Colciago and Attila Tassi finished first and second, ending in glory a weekend that had started in the worst way for M1RA and Honda after Tassi’s crash in Friday’s free practice.
While Colciago dashed from pole position and escaped on the way to his third victory of the season, Tassi made a great start as well, jumping to fourth; then he was able to overtake James Nash and Gianni Morbidelli to grab the second position that he defended until the end despite pressure from Stefano Comini.
The winner of Race 1 Dušan Borković ended up in the gravel – maybe due to a broken driveshaft – and so did Pepe Oriola, while a few other drivers (Kajaia, Demoustier, Bettera) had flat tyres because of debris on the track.
Thomas Jäger encored his fourth place and Jens Reno Møller scored again; Gianni Morbidelli was classified fifth, the best result for him and WestCoast Racing so far.

Key facts
Grid – Both the Leopard Racing Volkswagen cars of Vernay and Huff are missing after their shunts in Race 1; Paulsen starts from the pit lane, Vesnić doesn’t start as a rear wheel was locked after his Race 1 incident
Start – Colciago sprints from the pole, Morbidelli struggles to keep second place
Lap 1 – Tassi overtakes Nash for third
Lap 2 – Tassi and Morbidelli make contact and swap positions a couple of times; Paulsen pits and rejoins
Lap 3 – Tassi overtakes Morbidelli for second
Lap 4 – Morbidelli drops to fifth behind Comini and Oriola
Lap 5 – Kajaia and Jäger make contact while fighting for 8th position; the both overtake Homola for 7th and 8th
Lap 6 – Borković goes off into the gravel trap a Turn 9; Paulsen pits again
Lap 9 – Tassi’s second place is under attacks from Comini and Oriola; Morbidelli, Nash and Jäger fight for 5th position; Bettera and Ende pit with flat tyres, only the Italian rejoins
Lap 10 – Jäger overtakes Nash for 6th
Lap 11 – Jäger overtakes Morbidelli for 5th; Oriola spins off into the grave trap at T9, the safety car is deployed; Demoustier pits with a flat tyre
Lap 12 – Vervisch pits with oil pressure problems
Lap 15 – The race resumes; Kajaia pits and rejoins; Homola takes the --- at the first chicane and drops to 10th
Lap 17 – Colciago wins from Tassi; Comini retains second place despite the pressure from Jäger

Quotes from the podium finishers

Dušan Borković (1st Race 1): “When you win a race, the question is always asked ‘you made it look easy’ but it really wasn’t easy. I knew I had to get a good start, as it would have been very tough to overtake Mat’o if he got a better start than me. I was scared that he would overtake me in the second sector with the slipstream but he didn’t manage to do it. Same with the safety car, but I managed again to have the inside line. The second race was disappointing because I had a problem with a driveshaft after Jäger twice pushed me wide at the chicane. Comini did a great job, but he will have the most Success Ballast next week.”

Roberto Colciago (1st Race 2): “I had a good first race, but I was pushed out by someone else. In Race 2, I had a good start and then Attila was fighting with Comini – I was looking in the mirror and saying ‘thanks’! That was really the key to my win. In this championship, in every race you can say it’s me and Comini or me and someone else or Comini and someone else; there are so many fast drivers and the ballast changes. Today I was lucky with the ballast, unlike in Spa. Every race is a story. To talk about the championship, we have to wait until the end.”

Mat’o Homola (2nd Race 1): “I scored more points this weekend than in all the previous races together! For sure, I wanted to win the first race but Dušan had a really good start. I almost overtook him twice, but the second time I didn’t want to take any major risk because the points are so important for me. It wasn’t easy to keep Stefano behind me, but he had a puncture and that helped me. After the safety car, I got a slipstream from Dušan towards the end of the race, so I was lucky for that. I’m sorry for all the drivers who crashed at Turn 9 over the weekend – I’m really pleased that they’re all okay.”

Attila Tassi (2nd Race 2): “After the crash on Friday, we weren’t even sure that we could take part in Qualifying or the races, so I want to say a huge thanks to my family, to the team and to JAS for the fast delivery of the brand new car. It’s a great result for me and for the team and I’m very happy. For the first few laps as I went through Turn 9, it wasn’t scary but I was building up the speed again. If I was scared, I wouldn’t have got back in the car. Hungary is the home race for me and the team and I’ve been waiting all season for it, so my aim is to have my first win in TCR there.”

Stefano Comini (3rd in both races): “This was not a bad weekend for me at all. It’s like a game of roulette here in Salzburgring, because every session it’s different. You need to have big respect for Turn 9 because a lot of drivers crashed there. It’s amazing what TCR has done with the cars because they were scary crashes but here is ‘Attilino’ finishing second after a big crash. It’s good to know that we are working with safe cars. I don’t actually remember much about the races, only that some overtaking moves were good and that I had a puncture! If you want to overtake here, you have to take risks so you can defend quite easily. After only two and a half months, we are leading the championship with a new team, a new car and a last-minute project.”


Opera and rock singers entertain the public

The spectators and guests who came to the Salzburgring on Sunday were invited to enter onto the grid before the start of Race 1 and after the end of Race 2 to attend a variety of promotional activities.
After all the cars had been placed on the grid for Race 1, the gates were opened while the rock band Aber Hallo welcomed the public with a live performance.
The speaker then called up the drivers one-by-one and presented them to the public, and afterwards mezzo-soprano Reinhild Buchmayer of the Semperoper Bremen sang the Austrian National Anthem to end the pre-race presentation.
After the end of the second race, the spectators were allowed onto the track once again to attend the podium ceremonies. A one-hour live concert of Aber Hallo concluded the event.  


2017 TCR International Series – calendar

2 April – Rustavi International Motorpark, Georgia
16 April – Bahrain International Circuit (F1 event)
6 May – Circuit de Spa-Francorchamps, Belgium (WEC event)
14 May – Autodromo di Monza, Italy (ELMS event)
11 June – Salzburgring, Austria
18 June – Hungaroring, Hungary (DTM Event)
9 July – Motorsport Arena Oschersleben, Germany (with ADAC TCR Germany)
3 September – Chang International Circuit, Buriram (with TCR Thailand)
8 October – Zhejiang International Circuit, China (with TCR Asia & TCR China)
26 November – Yas Marina Circuit, Abu Dhabi (F1 event)

 

ELEIÇÕES FPAK 2017

Caros amigos,

Estamos a chegar à reta final antes do ato eleitoral para a FPAK. Como todos sabem, decidimos juntar a nossa candidatura, à lista encabeçada por Manuel de Mello Breyner, e juntos temos a certeza de que tudo fizemos para nos afirmarmos perante vós como a melhor escolha para assegurar o futuro do Desporto Motorizado em Portugal.

Muitos conhecem-me pessoalmente, muitos conhecem apenas a face visível do meu trabalho ao longo do anos com muitas outras pessoas que com...igo tive o prazer de terem colaborado. Aos que não me conhecem, humildemente vos digo que podem esperar da minha parte a maior transparência e colaboração no sentido do desenvolvimento positivo de todas as modalidades sob a alçada da Federação.

Da minha parte não existiram nem nunca vão existir, promessas vãs, de caráter eleitoralista que não estejam em linha com o projeto que desde sempre pensamos em conjunto na equipa que deu origem a esta candidatura.

Espero que no dia das eleições, a responsabilidade na escolha, possa identificar-se com o projeto da Lista B.

E no dia que não estiver a cumprir com aquilo a que me propus em conjunto com a minha equipa, serei o primeiro a dar o passo de publicamente o assumir e de tomar as opções em consonância, esse é o meu compromisso com todos vós.

Aos clubes, associados e seus delegados, agradeço o tempo dispensado ao longo desta campanha, e espero poder fazer parte do futuro do Desporto Automóvel em Portugal, numa grande equipa com o contributo de cada um de vós. Os nossos praticantes, envolvidos e adeptos assim o merecem!

E que ganhe acima de tudo o desporto automóvel!

 

BARBOSA E MOUTA NO VIDREIRO

 

Joana Barbosa e Sofia Mouta vencem entre as Senhoras e ficam perto do pódio dos RC4
 
 
Joana Barbosa e Sofia Mouta alcançaram mais um triunfo entre as Senhoras no Rali Vidreiro – Centro de Portugal, que teve lugar sexta e sábado na região de Leiria. A dupla feminina de Braga juntou ainda um positivo quarto lugar na Categoria RC4, e nono entre os carros de duas rodas motrizes presentes na prova do Clube Automóvel da Marinha Grande: “Foi a segunda vez que estivemos nesta prova e gostámos muito, tal como o ano passado. Em 2016, foi com o Abarth 500, mas desta vez o andamento foi diferente para melhor com o Ford Fiesta. Correu tudo bem, com exceção de um erro na Super-Especial, onde demos um toque e recuou uma roda”, começou por explicar Joana Barbosa, prosseguindo: “Hoje, andamos com mais calma, mas também não havia possibilidades de subir um lugar na classificação, bem como se mantivéssemos o ritmo, quem vinha atrás também não nos alcançava e foi o que sucedeu”. Em termos de intenções para esta prova: “Cumprimos o o objetivo, pois continuamos a liderar o Campeonato Feminino, para além do conquistarmos o quarto lugar entre os RC4. Entre as Senhoras, mantivemos sempre a liderança e saímos daqui satisfeitas e com vontade de no futuro tentar aumentar o ritmo para chegar a outros lugares,“ concluiu a piloto apoiada por, StockCar, Ford, Cofidis, Ford Motorcraft e Del Mar Village.as70 Copy

 

BARBOSA E MOUTA NO VIDREIRO

 

Joana Barbosa e Sofia Mouta com esperança em alta para o Rali Vidreiro
 
 
Ainda no rescaldo mais que positivo na estreia no Vodafone Rally de Portugal, Joana Barbosa e Sofia tem já nos dias 9 e 10 de Junho o Rali Vidreiro Centro de Portugal. Trata-se de mais uma etapa do calendário dos ralis nacionais, onde a dupla de Braga decidiu estar presente este ano. Depois dos pisos de terra, é o regresso do asfalto da zona de Leiria a ditar leis e a colocar à prova a dupla de feminina bracarense: “O Rali Vidreiro será a primeira prova repetida desde que começamos a andar com o Ford Fiesta R2T. Vai ser interessante puder comparar com o desempenho do Abarth 500 com o qual participamos o ano passado. Com o Fiesta penso que claramente se mostrará mais eficaz neste tipo de classificativas”, adianta Joana Barbosa, que não hesita em afirmar: “É um rali muito bonito e com uma ótima organização. Este ano existem duas classificativas diferentes do ano passado, no entanto senti-me mais á vontade nas novas especiais que encontrei este ano, por isso acho que vai ser um bom desafio onde espero puder consolidar os resultados que fizemos até agora”. A terminar, a piloto de Braga sublinha que a equipa está: “Muito motivada para lutar por um bom resultado entre os RC4 e continuar a liderar o campeonato feminino. No entanto a diversão está garantida,” concluiu a piloto apoiada por, Stock-Car, Ford, Cofidis, Ford Motorcraft e Del Mar Village.as68 Copy

 

CAMPEONATO NACIONAL DE FÓRMULA FORD

 

Corridas impróprias para cardíacos em Braga

  • Miguel Matos e Duarte Carvalho repartem triunfos
  • Rosário Sottomayor voltou a competir e venceu a categoria na primeira corrida

Foi até ao último centímetro que se discutiu a vitória na segunda corrida da jornada da Fórmula Ford Portugal que se realizou hoje em Braga. Os dois confrontos integrados no Circuito da Primavera voltaram a mostrar porque é que a competição é cada vez mais competitiva e aliciante. Entre muitas discussões pelos melhores lugares, Miguel Matos, na primeira corrida, e Duarte Carvalho foram os grandes vencedores desta ronda.

A Fórmula Ford Portugal aumenta de interesse e espectáculo a cada ronda que passa. No segundo evento do ano, que teve lugar no Circuito Vasco Sameiro, a competição atingiu níveis tão intensos que são impróprios para cardíacos. Na qualificação, Miguel Matos, que já tinha ganho no Estoril, mostrou que se estreava a competir em Braga com vontade de ganhar. O piloto de Guimarães conquistou a pole-position, enquanto Diogo Sousa e Duarte Carvalho garantiram o segundo e o terceiro postos.

Na partida para a primeira corrida, Diogo Sousa foi mais lesto e saltou para a frente do pelotão aguerrido que encheu a grelha da pista minhota. Mas Miguel Matos, que perdeu tempo no arranque, não desmoralizou e só descansou quando voltou à frente da prova. Novamente líder, controlou a concorrência e garantiu o segundo triunfo do ano. Duarte Carvalho, que tinha saído de terceiro, andou bastante tempo em quarto, atrás de Hugo Hernandez. Mas neste confronto de rookies, o piloto do D&D F01 começou a ter problemas na caixa de direcção e atrasou-se. Entretanto, Carvalho já o tinha superado para vencer a categoria e acabar no pódio dos Zetec.

Miguel Lobo ficou “às portas” do pódio enquanto Duarte Pires, que também tinha ganho no Estoril, foi quinto. Tiago Pereira a classe VJ8 e foi segundo entre os rookies, enquanto André Castro Pinheiro ficou com o terceiro posto na classificação para estreantes. Paulo Vieira venceu a classe VJ16 e João Paulo Matos subiu ao pódio com a vitória nos Kent70. Destaque para Rosário Sottomayor. A piloto que voltou a uma competição em que já foi campeã, em 1993, mostrou o porquê da sua rica carreira com o triunfo entre os Super Tuga.

Na segunda corrida do dia, a história foi completamente diferente. Miguel Matos voltou a falhar na partida. Depois da penalização por falsa partida no Estoril, o vimaranense esteve menos rápido a arrancar. Ainda se manteve entre os da frente, mas envolveu-se com um adversário na abordagem à primeira curva e caiu para último. Com o nível competitivo tão alto, a possibilidade de vencer estava praticamente posta de parte.

Sem Miguel Matos na discussão pelo triunfo, Diogo Sousa, Duarte Carvalho e Duarte Pires foram os protagonistas. Só a cinco minutos do fim, o último perdeu o comboio dos outros dois. Neste duelo frenético, Diogo Sousa chegou a estar, por várias vezes, na frente, mas no final de cada volta era Carvalho que surgia em primeiro para alcançar o primeiro triunfo absoluto da carreira na Fórmula Ford Portugal. Os dois ficaram separados por apenas 0,102s (!!!), enquanto Duarte Pires chegou em terceiro e somou importantes pontos na luta pelo título.

Para além de Miguel Matos, que recuperou de último a quarto – pelo meio fez a melhor volta –, também Hugo Hernandez foi protagonista de uma recuperação épica. O piloto tinha saída do final da grelha, mas ainda conseguiu terminar em quinto, ser o segundo melhor rookie e vencer a categoria Super Tuga.

Miguel Lobo foi sexto, enquanto Rui Silva evidenciou um andamento muito forte ao longo do fim-de-semana. O piloto do Mygale SJ04 esteve sempre a crescer e culminou a sua prestação com o sétimo posto. Tiago Pereira voltou a vencer entre os VJ8, Paulo Vieira foi o melhor nos VJ16 e João Paulo Matos voltou a destacar-se na categoria Kent70. 

Para Diogo Ferrão, organizador da Fórmula Ford Portugal, a segunda jornada da competição revelou o crescimento da mesma. “Se o nível no Estoril foi muito alto, o que dizer do que aconteceu em Braga. Os andamentos são cada vez mais próximos. O equilíbrio é enorme e está tudo muito renhido. Isso traduz-se em corridas cheias de momentos fortes do primeiro ao último minuto. A Fórmula Ford é uma grande escola de pilotos e isso percebe-se claramente quando assistimos a estes espectáculos emocionantes”, afirmou.

A Fórmula Ford Portugal faz agora uma pausa de Verão e regressa em setembro, com uma incursão fora de portas. O pelotão da competição ruma a Jerez (Espanha) para a terceira jornada que se realiza nos dias 23 e 24 de Setembro.   
as66 Copyas67 Copy
 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALICROSS

PEUGEOT 208 WRX desafiam o inferno de Hell
 
Ocupando a 2ª posição no Campeonato do Mundo FIA de Ralicross, o Team Peugeot Hansen aborda, na Noruega, nos próximos dias 10 e 11 de junho, a jornada que marca o meio da temporada.
 
 
• Finda a prova britânica de Lydden Hill, o Team Peugeot Hansen rumou a França para uma sessão de testes na pista de Lavaré, ali continuando o desenvolvimento técnico do PEUGEOT 208 WRX 2017. Nela foram avaliadas diversas configurações com vista à corrida de Hell.
 
• O Team Peugeot Hansen já viveu variadas emoções no chamado
c i r c u i t o d o
inferno . Foi, aliás, nesta pista que, em 2015, a dupla franco-sueca assinou a primeira dobradinha de sempre alcançada por uma equipa no historial do Campeonato do Mundo de Ralicross.
 
• Em Hell, a tarefa dos
spotters é particularmente complicada, pois os desníveis naturais do terreno impedem-nos de ter uma visão completa da  pista. Para além disso, a entrada da joker lap situa-se logo após o final da recta, algo que pode tornar quentes as partidas.  
 
 
ECOS DO PADDOCK …
 
Kenneth Hansen, Diretor de Equipa “Hell é uma verdadeira pista de ralicross, pelo que estamos sempre ansiosos por lá ir. Este circuito inclui muitas curvas e é um palco onde costumamos ser competitivos. É um pouco m e n o s e x i g e n t e e m t e r m o s d e p o t ê n c i a f a c e a L y d d e n H ill. E n c o n t r á m o s ‘ s e t - u p s ’ adequados pelo que esperamos poder lutar pela vitória, como em Hockenheim e Mettet.”
 
Sébastien Loeb (piloto do PEUGEOT 208 WRX #9) " É u m c i r c u i t r o t e c n i c a m e n t e i n t e r e s s a n t e . A j o k e r l a p é m u i t o e s c o r r e g a d i a e q u a n d o estamos muito juntos tal torna-se um pouco quente! O fato de surgir muito cedo após a linha de partida condiciona muito a estratégia de corrida.”
 
Timmy Hansen (piloto do PEUGEOT 208 WRX #21) “Os engenheiros trabalharam muito para continuar o desenvolvimento do nosso PEUGEOT 208 WRX. O nível deste campeonato é muito elevado e estamos na linha da frente para desafiar os actuais líderes. Os testes que fizemos após Lydden Hill deverão permitir-nos extrair ainda mais performance. Pessoalmente, é uma pista de que eu gosto e onde sempre tive bons resultados. Até ganhei em 2015 e estou ansioso por lá voltar, mesmo que se trate de uma pista traiçoeira.”
 
Kevin Hansen (piloto do PEUGEOT 208 WRX #71) “Para mim, esta corrida promete ser um pouco especial, pois termino os meus exames na quinta-feira, pouco tempo antes da corrida! A agenda vai ser, por isso, muito apertada, pois assim que sair desses exames há que apanhar o avião com a família e rumar a Trondheim. Tal significa que me vou tornar um piloto de rallicross a 100%, em vez de um estudante que vai fazer corridas. Quanto a Hell, penso que a pista combina com as características do carro, sendo que vou tentar conseguir um bom resultado.”
 
 
 
 
O CIRCUITO DE HELL
 
• Distância: 1,019 km  • Asfalto/terra: 63%/ 37% • Recorde da volta: 34,067 seg     PROGRAMA  Hora na Noruega, -1h00 em Portugal
 
Sexta-feira, 9 junho • 17h40: Sorteio Sábado, 10 junho • 09h30: Treinos Livres • 12h00: Qualificação 1 • 15h00: Qualificação 2 Domingo, 28 maio • 08h30: Warm-up • 10h00: Qualificação 3 • 12h00: Qualificação 4 • 15h00: Semi-Finais e Final
 
 
 
A WEBSERIE DO TEAM PEUGEOT HANSEN  As batalhas em pelotão são um dos ingredientes fortes do ralicross. Progredindo na escola do ralicross, Sébastien Loeb descobriu o o prazer desta modalidade e apresenta-a neste mais recente episódio da nossa webserie WorldRX Inside: https://youtu.be/tV3xq7TxV4Y 
 
 
RETRATO DA SEMANA  É uma pessoa discreta mas bastante eficaz. Chama-se Mads Sorensen e é o mecânicochefe dinamarquês do PEUGEOT 208 WRX de Timmy Hansen: http://hansenmotorsport.se/nyhet-sometimes-its-like-a-fire-in-the-paddock-.aspx 
 
 
 
 
 
 
 
CAMPEONATO DO MUNDO DE RALICROSS 2017 Classificações após 5 provas:
 
Campeonato de Pilotos 1. Johan Kristoffersson (Volkswagen Polo GTI), 124 pts 2. Mattias Ekström (Audi S1), 120 points 3. Petter Solberg (Volkswagen Polo GTI), 117 pts  4. Timmy Hansen (PEUGEOT 208 WRX), 91 pts 5. Sébastien Loeb (PEUGEOT 208 WRX), 81 pts 6. Andreas Bakkerud (Ford Focus RS), 73 pts 7. Ken Block (Ford Focus RS), 52 pts 8. Timo Scheider (Ford Fiesta), 50 pts 9. Toomas Heikkinen (Audi S1), 46 pts 10. Kevin Eriksson (Ford Fiesta), 42 pts …
 
Campeonato de Equipas 1. Volkswagen PSRX, 241 points 2. Team Peugeot Hansen, 172 pts 3. EKS Audi, 166 pts 4. Hoonigan Racing Division, 125 pts 5. MJP Racing Team Austria, 103 pts 6. STARD, 66 pts
 
 
 
CALENDÁRIO DO CAMPEONATO DO MUNDO FIA DE RALICROSS 2017
 
 
 
SOBRE O RALICROSS As provas de Ralicross usam circuitos de pisos mistos asfalto/terra (60%/40%) com cerca de um quilómetro de extensão, e podem incluir um ou mais saltos. Os pilotos são eliminados à medida que o fim-de-semana avança, e apenas os seis mais rápidos e corajosos vão poder disputar a final.
 
 as60 Copyas61 Copyas62 Copyas63 Copy

 

RALI DO MARCO

 

NOS DIAS 1 E 2 DE JULHO, O RALI DO MARCO ATRAVESSA AS 
FREGUESIAS DO MARCO DE CANAVESES
 
Com o apoio da Câmara Municipal do Marco de Canaveses e da Casa do Benfica de Alpendorada, o Rali do Marco Atravessa praticamente todas as freguesias do concelho.  4 Pecs, totalizando cerca de 90 km para os concorrentes da Taça Nacional de Ralis de Asfalto e cerca de 45 para os concorrentes do Campeonato Regional Norte de Ralis, farão as delicias das equipas que se adivinham com grande afluência. “É notável a evolução do Rali face ao ano passado. De facto o Marco de Canaveses, devido à sua localização tem condições ímpares para a realização de um Rali. O Rali inicia e termina em Alpendorada, Varzea e Torrão, nos mesmos moldes do ano passado. Este ano o CAMI propôsnos dar mais impacto à prova inserindo-a na Taça Nacional de Ralis de Asfalto e Campeonato Regional Norte de Ralis. O desafio é grande, mas aceitamos de bom agrado e por esse motivo decidimos expandir o Rali às outras freguesias o que só enaltece todo o concelho do Marco de Canaveses. Temos consciência que o impacto mediático será bastante superior. Pretendemos para o Concelho e para as nossa freguesias, eventos dinamizadores da economia local e que publicitem a nossa região além fronteiras.” Fernando Monteiro Presidente da Casa do Benfica de Alpendorada. As inscrições estão abertas, havendo um prazo com taxa reduzida para as equipas que se inscreverem até 16 de Junho.
PROGRAMA Sábado dia 1        Domingo dia 2 18.15 hrs Torrao 1 (7,98Km)     10.20 hrs Rosém 1 (10,98Km) 18.40 hrs Aldeia Nova (6,70Km)    11.00 hrs Paços de Gaiolo 1 (8,68 Km) 19.30 hrs Torrao 2        12.15 hrs Rosém 2 21.00 hrs Super Especial Alpendorada   13.00 hrs Paços de Gaiolo 2            14.50 hrs Rosém 3           15.30 hrs Paços de Gaiolo 3           16.30 hrs Pódio Alpendorada

 

BAJA ITALIA

 

ITALIAN BAJA

 

FIA World Cup for Cross-Country Rallies, round 6

June 16-18, 2017

 

as56 Copyas57 Copy

SCHRÖDER AND ALVAREZ TO DRIVE

SOUTH RACING-RUN CARS IN ITALIAN BAJA

 

·         South Racing also in action with Ricardo Porém at Baja do Pinhal in Portugal

 

PORDENONE (ITALY): Germany’s Jürgen Schröder and Spain’s Fernando Alvarez will represent South Racing in this weekend’s Italian Baja, round six of the FIA World Cup for Cross-Country Rallies. The event is based in the northern town of Pordenone and takes place on June 16-18.

 

The Germany-based car preparations company will also be in action on June 16-17 on the other side of Western Europe when Ricardo Porém and Hugo Magalhães tackle Baja do Pinhal, round three of the Portuguese National Championship of Cross-Country Rallies (CNTT), in a Ford Ranger.

 

Schröder and his son Maximilian have enjoyed am impressive start to their FIA World Cup campaign and followed up an impressive performance at the Abu Dhabi Desert Challenge with eighth overall in the Qatar Cross-Country Rally. The pair are relishing the chance to compete across the demanding tracks on the Alpine flood plains that make the Italian round of the series so unique.

 

Alvarez and Argentinean navigator Luciano Gennoni finished 12th overall on their first appearance of the season in the FIA World Cup in Qatar. But Alvarez teams up with Pablo Monasterolo on this occasion. The pair finished eighth overall together in last year’s Baja Spain.

 

Porém, meanwhile, is the leader of the Portuguese off-road series after finishing second overall at Baja de Loulé and then securing outright victory in his Ford Ranger at Baja Capital Dos Vinhos de Portugal under three weeks ago.

 

The Portuguese event is based at the town of Castelo Branco and features two passes through a 9.57km Prologue stage on Friday evening (June 16) and two longer selective sections of 190.84km and 136.91km between Sertã and Oleros on Saturday.

 

“It’s another busy weekend for South Racing with our resources split between supporting the two cars in northern Italy and the Ford Ranger in Portugal,” said South Racing’s managing director Scott Abraham. “

 

Organised by the Fuoristrada Club 4x4 Pordenone, scrutineering and administration for the Italian Baja gets proceedings underway on Thursday afternoon (June 15) at the pavilion in Fiera Pordenone and this continues into Friday morning.

 

The event then gets underway on Friday evening with the podium in Pordenone at 17.00hrs and the first special stage of 19.8km at Valvasone from 17.55hrs.

 

Teams then tackle a selective section of 109km from San Lorenzo to Valvasone on Saturday morning, starting at 08.00hrs, and the ‘Cantina’ special is repeated from noon. The timed section is then repeated again from 16.00hrs and then teams return to the overnight halt in Pordenone after a regroup in Zoppola.

 

The final action takes place on two passes through a special stage of 76km between Valvasone and Rauscedo on Sunday, starting at 08.30hrs and noon, before the podium in Piazalle Venti Settembre in the centre of Pordenone from 14.45hrs.

 

 

CLUBE MX 5

 

Club MX-5 Portugal – Passeio a Arouca Meia centena de Mazda MX-5 serpenteou  pelas Serras da Freita e de S. Macário

 

ax50 Copyax51 Copy
Realizou-se no passado Sábado (3 de Junho) o “Passeio a Arouca”, título da 3ª concentração do presente ano do Club MX-5 Portugal, num trajecto delineado pelas Serras da Freita e de São Macário. Mas não foi só o puro prazer de condução envolvido, pois cultura e gastronomia voltaram a marcar presença! Foram mais de 50 as unidades das várias gerações – NA, NB, NC e ND – do roadster mais vendido do mundo que começaram por se concentrar nas Termas de São Pedro do Sul, um extenso grupo que depois rumou ao Geopark de Arouca, área classificada na denominada “Rede Natura 2000”. Neste local os participantes puderam conhecer um enigmático conjunto rochoso denominado Pedras Parideiras, para rumarem depois até à Frecha da Mizarela, ali se observando a sua famosa queda de água. Seguiu-se o almoço, na Casa dos Bifes de Alvarenga, onde se trocaram algumas das histórias desta manhã, ou mesmo de outros eventos, pois são cada vez mais os repetentes nestes encontros do Club MX-5 Portugal, numa caravana que regularmente também se renova com alguns estreantes. À tarde cumpriu-se um segundo percurso que contemplou a descida até ao Mosteiro de Arouca, com visita ao seu inigualável Museu de Arte Sacra, espaço instalado nesta estrutura da Idade Média – um edifício classificado em 2010 como Monumento Nacional – e onde se expõem peças devocionais do período compreendido entre os Séculos XII e XVIII, naquela que é a mais completa colecção de arte sacra monástica portuguesa. Antes do final deste encontro, a organização desvendou aos participantes os locais dos dois próximos eventos do Club MX-5 Portugal, o primeiro dos quais a ter lugar na Exponor, no âmbito do Salão AutoClássico, evento agendado de 5 a 8 de Outubro. À semelhança da anterior actividade do clube de Abril último, nos pavilhões da FIL (Lisboa), o programa prevê uma concentração de Mazda MX-5 no Sábado (dia 7) num dos parques daquele espaço de exposições de Matosinhos, ao mesmo tempo que, no seu interior, o clube contará com um stand próprio, onde irá mostrar aos visitantes as quatro gerações do icónico modelo. Já o encontro seguinte prevê que um grupo significativo de participantes possa cruzar a fronteira para Espanha, rumando até aos Picos da Europa, formação montanhosa da Cordilheira Cantábrica a norte do país vizinho. Mais detalhes sobre ambos serão oportunamente anunciados pelo Club MX-5 Portugal, no seu portal www.clubmx-5.com e página de Facebook. Esclarecimentos adicionais poderão ser obtidos pelo telefone 218 258 625.

 

SUGESTAO DA SEMANA

 

Sumol Summer Fest 2017


Prepara-te para um fim de semana Wild!


Horários dos concertos já disponíveis

Bilhetes à venda na Blueticket e locais habituais.
Bilhete conjunto Sumol Summer Fest + MEO Sudoeste, disponível por apenas 120€

SBUS Camp disponível com autocarro Ida/Volta de todo o país +
Passe de 2 dias para o Festival com Camping, a partir de 70€


30 de junho e 1 de julho
Ericeira Camping

www.sumolsummerfest.com | www.facebook.com/sumolsummerfest |
www.instagram.com/sumolsummerfest

 

Falta menos de um mês para a 9ª edição do Sumol Summer Fest. Com o cartaz já completo, só faltava mesmo divulgar os horários das atuações para se poder planear o início das férias de verão ao som dos melhores concertos:
 

alt
 


Os horários estão também disponíveis para consulta e download em www.sumolsummerfest.com
 

#SUMOLSUMMERFEST
#ESTÁTUDOÀSOLTA

Mais novidades a anunciar brevemente.
 

Já confirmados:

30 de junho

Palco Sumol
Fat Joe
A História do Hip-Hop Tuga:
Ace e Presto, Allen Halloween, Bispo, Black Company, Capicua, Chullage, Dealema, Dengaz, Dillaz, General D, GROGNation, Holly Hood, NBC, NGA, Sam The Kid, Sir Scratch, Tekilla, Tribruto e Nel Assassin
DJ BIG
Digital Farm Animals


 
Palco Quiksilver Boardriders
DJ Dadda
insch
Fugly

Skate:
DC Summer Games – Demos e Competição
DC Skate Games

 
Dia 1 de julho

Palco Sumol
DJ SlimCutz
Sean Paul
Post Malone
Valas

Deejay Telio
 

Palco Quiksilver Boardriders
Sensi DJ Set
The Zanibar Aliens
The Sunflowers

 
Skate:
DC Summer Games – Competição
DC Skate Race

 

Informação de Bilhetes



Preço dos Bilhetes

Passe 2 dias com camping: 38€
Passe 2 dias sem camping: 30€
Bilhete Diário: 22€

Bilhete conjunto Sumol Summer Fest + MEO Sudoeste: 120€ 

Locais de Venda

Blueticket, Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), no Facebook, FNAC e em fnac.pt, lojas Worten, El Corte Inglês, ABEP, Portimão Arena; Turismo de Lisboa; lojas Media Markt; Bilheteiras MEO Arena; rede PAGAQUI; Agências Top Atlântico.


Reino Unido: Festicket

 

MOOG ANUNCIA

MOOG® anuncia o seu acordo exclusivo com a NASCAR®

A colaboração de 51 anos entre a MOOG e a NASCAR é ampliada para incluir as emocionantes NASCAR Whelen Euro Séries.

Federal-Mogul Motorparts, divisão da Federal-Mogul LLC, tem anunciado o acordo atingido entre a MOOG® e a NASCAR® Whelen Euro Séries pelo qual a marca proverá todos os carros de competição de componentes de direcção e suspensão da mesma. Este novo acordo complementa a nossa histórica colaboração com a NASCAR. Desde 1966, que a marca MOOG tem levado cada campeão da Monster Energy NASCAR Cup Séries à vitória.

“Os componentes MOOG beneficiam de um amplo trabalho de I+D (investigação + desenvolvimento) e os últimos desenvolvimentos em tecnologia. Neste sentido, as rigorosas exigências das corridas NASCAR são um excelente banco de ensaios para o desenvolvimento de produtos, e para demonstrar o seu rendimento, do que beneficiam globalmente os clientes da MOOG”, comenta Tim Nelson, director da NASCAR Motorsports , Federal-Mogul Motorparts. “Estamos desejosos de ampliar o nosso compromisso existente com a competição, e nada melhor para isso que a emocionante e emergente NASCAR Whelen Euro Séries, que agora beneficiará do amplo conhecimento da MOOG”.

A NASCAR Whelen Euro Séries, criada em 2012, amplia o atractivo da NASCAR a uma audiência ainda maior. Em 2017, as Séries passarão por seis localizações diferentes, culminando com o Campeonato de Zolder, na Bélgica, em Outubro. As próximas duas rondas terão lugar em Brands Hatch, Kent, Reino Unido, nos dias 10 e 11 de Junho.



MOOG_NASCAR
 

COPA ECPA - BRASIL

3ª etapa da Copa ECPA de Velocidade será no dia 24 de junho

Disputas estão cada vez mais acirradas na reta final do campeonato

 

Os motores voltam a roncar no dia 24 de junho pela terceira etapa da Copa ECPA de Velocidade, com os pilotos fazendo duas provas no autódromo do Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo. As disputas deverão acirrar ainda mais a briga pelo campeonato.

“Já estamos atingindo a metade do campeonato e as disputas por cada posição começam a ficar ainda mais decisivas. E é bom ver que o campeonato tem se mantido equilibrado até aqui. Dessa maneira, só conheceremos o vencedor depois da última curva, e isso é muito bom para a competição”, comentou Daniella Giannetti, organizadora do certame.

 

Essa etapa terá provas na categoria Marcas e Pilotos e Fórmula Vee, com a programação sendo toda realizada no sábado, com sessões de treinos livres, treino classificatório e duas provas em cada categoria.


Campeonato acirrado
Faltando quatro etapas, a disputa segue intensa na categoria Marcas e Pilotos. Após duas etapas e quatro provas disputadas, o piloto Lamartine Pinotti, de Sertãozinho, tem duas vitórias, o paulistano Alexandre Souza e Rodrigo Stefanini, de Capivari, conquistaram uma vitória até aqui na classe Super.

 

Fórmula Vee

A Fórmula Vee desembarcar mais uma vez no ECPA, para a segunda prova da temporada 2017. As provas dessa categoria, que terão duas baterias de 12 voltas pelo seletivo circuito piracicabano, de 2.100 metros, são garantia de muita emoção.

 

Na primeira etapa, o amazonense Gabriel Silva e o argentino Francisco Laborda foram os vencedores das provas que abriram a temporada da Fórmula Vee. Mas, na classificação da categoria, Francisco Laborda lidera com 35 pontos; seguido por Alberto Otazú, que tem 27; e Gabriel Silva, com 24 pontos.

 

Serviço

O autódromo do ECPA está localizado em Piracicaba, no interior de São Paulo, na rodovia SP 135, km 13,5, no Distrito de Tupi. Telefones (19) 3438.7901 e 3438.7174.

 

Acompanhe as novidades da Copa ECPA de Velocidade no site www.ecpa.com.br. Mais informações pelo facebook.com/ecpabrasil e e-mail para Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar as49 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS

 

 

  1. A primeira vitória do "Stream" no WRC. E se o Ford for mesmo o melhor carro da geração 2017? Três Toyota no Top 6 parece-me bem também! Quanto a Ogier e à Citroen digamos que fizeram o que melhor se faz na Sardenha: andaram à vela"

 

RALI DO VIDREIRO

 

Rali Vidreiro Centro de Portugal 2017

 

 

BOAS CONCLUSÕES PARA OS 3 PILOTOS ARC SPORT

 

 

JOAQUIM ALVES CADA VEZ MAIS EFICAZ

 

ANTÓNIO COSTA MOSTROU EXCELENTES ANDAMENTOS

 

PAULO CALDEIRA EVIDENCIOU SEGURANÇA

 

 

Eram seguramente três pontos de vista diferentes, para as três equipas que a ARC Sport apoiou no Rali Vidreiro Centro de Portugal. Três abordagens diferentes a uma prova do Campeonato Nacional de Ralis, que acabou por demonstrar que qualquer um dos três pilotos presentes tem enormes possibilidades de evolução.

 

Joaquim Alves e Luís Ramalho pretendiam colocar o Ford Fiesta R5 perto do ideal e acabaram dentro das suas previsões no 4º lugar da classificação geral.

 

Tirámos excelentes conclusões em relação ao comportamento do carro, que está mais próximo da afinação ideal em asfalto, mais ainda falta um degrau. Este foi seguramente um teste positivo, embora acreditasse que poderia ter estado mais perto dos pilotos da frente. É o tal degrau que ainda nos falta subir. De qualquer forma estou bastante satisfeito com esta participação no Rali Vidreiro. Em relação a próximos compromissos, ainda vou decidir se irei estar presente no Rali da Madeira em agosto”, afirmou Joaquim Alves.

 

António Costa que desta vez se fez acompanhar por Ricardo Faria no Renault Clio R3 da ARC Sport, já tinha mostrado andamentos muito eficazes entre os principais concorrentes às duas rodas motrizes. Desta vez e depois de resolvido um problemas elétrico que limitou as suas prestações no primeiro dia de prova, voltou a discutir os melhores tempos.

 

Ficou além das expectativas, apesar de tempos fabulosos em alguns troços. Depois de resolvido o problema elétrico do Clio, que nos limitou muito o andamento, ficou de novo provado que podemos discutir a vitória nas duas rodas motrizes. Foi pena o furo que tivemos logo no início da primeira especial de São Pedro, que também nos obrigou a perder demasiado tempo. Este ano pretendo fazer mais alguns ralis da Taça, porque há falta de apoios para as provas do Campeonato Nacional de Ralis”, afirmou António Costa.

 

De regresso ao CNR e ao volante do Mitsubishi Lancer Evo IX, Paulo Caldeira e Ana Gonçalves mostraram nas especiais do Rali Vidreiro total confiança e uma evolução muito positiva, para quem participa apenas pela 3ª vez numa prova pontuável para o nacional da especialidade.

 

Estamos mesmo muito animados com a nossa prestação nesta prova. A afinação do carro estava soberba e a navegadora esteve excelente ao longo de todo o rali da sua terra”, afirmou sorridente Paulo Caldeira, referindo-se à sua mulher que o navegou nesta prova. “Penso que a nossa participação foi bastante positiva, pois nem todos conseguem tempos tão perto dos dez primeiros, logo no 3º rali do nacional em que participam. Este ano vamos tentar fazer mais algumas provas. Se aparecerem patrocinadores, até pode ser que decida ir até ao Rali da Madeira”, disse o piloto natural de Freixo de Espada à Cinta.

 

Para a ARC Sport foi mais uma missão cumprida. Três carros à partida e três carros à chegada, com resultados positivos em relação a comportamentos e afinações pretendidas.

 

Para além do problema elétrico no Renault, que condicionou o resultado do António Costa, estamos bastante satisfeitos com o desfecho da nossa participação. Mesmo assim, e depois de resolvidos os problemas no Renault o António demostrou que pode discutir a liderança entre as duas rodas motrizes. Quero deixar também os meus parabéns ao Joaquim Alves e ao Paulo Caldeira que estiveram em excelente plano, demonstradas que foram, evoluções muito positivas. Quanto a toda a equipa, voltaram a demonstrar grande entrega e excelente profissionalismo”, disse Augusto Ramiro, responsável pela casa de Aguiar da Beira.

 as37 Copyas38 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS

 

Rally Italia Sardegna (8-11 junho 2017) – Resumo

 

CITROËN TOTAL ABU DHABI WRT JÁ SÓ PENSA NA POLÓNIA

 Tendo o oitavo lugar de Andreas Mikkelsen como o melhor resultado da equipa, o Rali de Itália/Sardenha 2017 ficou aquém das expetativas do Citroën Total Abu Dhabi WRT. Determinado em manter a estratégia iniciada este fim-de-semana, o alinhamento de pilotos da equipa vai voltar a contar com Andreas no Rali da Polónia (29 de junho - 2 de julho). O norueguês vai alinhar em Mikotajki ao lado de Craig Breen e Stéfpahe Lefebvre.

O RALI DE ITÁLIA/SARDENHA EM ANÁLISE

Depois da cerimónia inicial na quinta-feira e da especial noturna de abertura, o rali só arrancou a sério na manhã de sexta-feira. Disputadas nas estrada em redor de Olbia, todas as quatro Especiais do dia foram percorridas em duas passagens, com uma assistência intermédia em Alghero.

Kris Meeke entrou a fundo, vencendo a segunda Especial e ocupando o primeiro lugar da geral na ES2. Muito satisfeito com o seu Citroën C3 WRC, o piloto da Irlanda do Norte foi momentaneamente ultrapassado por Hanninën antes de recuperar o primeiro lugar na ES4. Contudo, a sua corrida não estava destinada a durar muito mais: na ES5 o comandante da prova capotou o seu carro após embater numa berma. Meeke consegui chegar ao fim da especial, perdendo sete minutos no processo, mas foi forçado a abandonar quando chegou à assistência (estrutura de protecção danificada).

Nesta altura, já só havia um C3 WRC em prova dado que Craig Brenn tinha abandonado a etapa na ES3 quando estava em sexto da geral. O irlandês fez uma aterragem violenta após um salto, embatendo numa pedra exposta que não constava das notas de navegação. Os danos na caixa de velocidades ditaram a imobilização do carro, mas a equipa não teve quaisquer problemas em reparar o C3 WRC de forma a permitir ao piloto regressar à prova no dia seguinte em Rali 2.

Andreas Mikkelsen era, então, o único representante da equipa. No seu primeiro dia de competição com a Citroën, o norueguês adoptou uma abordagem estruturada com o objectivo de conhecer melhor o C3 WRC e desenvolver os melhores reflexos. Mantendo-se na oitava posição durante longos períodos, acabou por perder um lugar durante a tarde.

No dia seguinte, Andreas continuou a melhorar o seu rendimento, ajustando as afinações do carro de acordo com o seu estilo de condução. Apesar da sua falta de sorte na famosa especial de Monte Lerno (um furo de manhã e um problema num diferencial à tarde), o piloto manteve um espírito positivo, acreditando que as coisas estava a ir no caminho certo.

 

De volta à ação no sábado, Craig Breen apresentou um bom rendimento Especial de Coiluna-Loelle, sendo terceiro na primeira passagem e rubricando o segundo lugar na segunda passagem. As outras Especiais do dia não correram tão bem, com o piloto irlandês a viver momentos de aflição devido aos problemas de comportamento do seu carro.     

A terceira, e curta, Etapa de domingo era formada de quatro especiais sem paragens para assistência. Apesar de ter sido o segundo a sir para a estrada, Andreas Mikkelsen confirmou o seu estado evolutivo iniciado nos dois primeiros dias do rali, conseguindo obter tempos muito promissores. Também Craig esteve bem, consquistando o terceiro tempo mais rápido na ES16.

No final da Power Stage, Andreas Mikkelsen e o seu navegador Anders Jaeger concluíram o seu primeiro rali com o Citroën Total Abu Dhabi WRT no oitavo lugar. Carig Breen e Scott Martin também chegaram ao final da prova, arrecadando mais alguns pontos para o Campeonato do Mundo de Construtores.

ALTOS E BAIXOS

Olhando para os altos e baixos da equipa nesta sétima ronda, os resuktados variam claramente de uma dupla para a outra. “Antes de o rali começar, pedimos aos nosso pilotos para chegarem ao fim do rali. Julgo que não era pensarmos que, tivessem eles sido capazes de conseguir esse objtivo, teríamos seguramente terminado a prova com dois carros entre os cinco primeiros”, referiu Yves Matton, Diretor da Citroën Racing. “Infelizmente, o Kris não consegui adoptar o ritmo necessário para fazer uma porva sem erros. Depois das primeiras especias, ele sentiu-se confiante e disse que o seu ritmo era consistente com os objetivos traçados. Claramente, ele não consegui manter o seu ritmo.

Quanto ao Craig, a sua prova foi abruptamente interrompida devido à aterragem violenta após um salto”, prossegue Yves Matton. “A sua falta de conhecimento das especiais ficou-lhe cara, pois trata-se de uma zona traiçoeira bem conhecida entre os pilotos mais experientes neste rali. Dito isto, constatámos que o seu abandono foi muito semelhante às condições do seu abandono na Argentina, por isso temos de ver melhor o que podemos faer para tornar o carro mais resistente a este tipo de impactos.

A abordagem do Andreas foi construtiva e positiva. Depois do dia de testes que antecedeu a prova, sabiámos que o C3 WRC tinha de ser adaptado ao seu estilo de condução que não inclui, de todo, travar com pé esquerdo. É claro que isso demora tempo, por isso este rali funcionou como sessão de testes prolongada. Mais do que o resultado propriamente dito – oitavo dageral – pensamos que fizemos um bom trabalho conjunto. Ele foi capaz de identificar os pontos em que temos de trabalhar primeiro, e conseguiu mesmo os seus primeiros melhoramentos.as35 Copyas36 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALIS

 

Rally Italia Sardegna (8-11 junho 2017) – Dia 3

 

UM DIA CONSTRUTIVO PARA BREEN E MIKKELSEN

 As equipas do Citroën Total Abu Dhabi WRT cumpriram os seus objetivos para o segundo dia do Rali de Itália/Sardenha. Craig Breen / Scott Martin rubricaram diversos tempos entre os cinco primeiros enquanto Andreas Mikkelsen / Anders Jæger continuaram a melhorar no C3 WRC.

{  O parque de assistência de Alghero fervilhava de atividade ainda antes do nascer do solo, com os primeiro concorrentes a chegar pelas 5h00 da manhã. Os C3 WRC alinhados à partida para este segundo dia do tinham ao volante Andreas Mikkelsen, nono da geral, e Craig Breen, que voltou à prova em Rali 2.

{  Integrando as longas especiais de Monti di Ala’ e de Monte Lerno, esta etapa prometia ser a mais dura para pilotos, navegadores, carros e pneus.

{  Segundo na estrada, Andreas Mikkelsen teve a ingrata “tarefa” de limpar as especiais da poeira e gravilha acumuladas, um problema que “sobra” sempre para os primeiros a partir em todas as provas disputadas em piso de terra. Numa tentativa de compensar a sua posição pouco invejável, o norueguês fez a primeira passagem com pneus Michlein LTX Force de mistura macia. Durante a manhã, Mikkelsen testou diversas afinações no carro, mas perdeu dois minutos devido a um furo em Monte Lerno (ES12) .

{  A manhã de Craig Breen arrancou bem, rubricando  o terceiro melhor tempo em Coiluna-Loelle (ES10. Depois, acabou por descer na classificação e juntar-se ao pelotão devido aos problemas de comportamento do seu carro.  

{  Após a assistência intermédia, as duplas da Citroën arrancaram com os C3 WRC equipados com pneus de mistura dura.

{  Craig Breen voltou a mostrar uma boa performance em Coiluna-Loelle: na segunda passagen, o irlandês foi o segundo mais rápido, a apenas um segundo do tempo do vencedor da especial!

{  A pouca sorte de Andreas Mikkelsen voltou a assombrar o piloto, que teve de cumprir a especial apenas com tração traseira devido a um problema no diferencial dianteiro. Contudo, o noruguês manteve uma atitude positiva e mostrou satisfação por ter progredido na sua percepção do C3 WRC.

{  Amanhã corre-se a terceira última etapa do Rali de Itália/Sardenha, constituída apenas quatro especiais que serão cumpridas sem paragem para assistência.

 

 

 

 

 

O QUE ELES DISSERAM

ANDREAS MIKKELSEN: "Está tudo cada vez melhor! Após o primeiro, em que praticamente apenas serviu para começar o conhecer o C3 WRC, cheguei à conclusão de que tinha de manter o meu estilo de condução – que eu sei que é eficaz – e trabalhar mais nas afinações do carro. Foi com o que fizemos hoje, com muitas afinações diferentes entre cada especial. É muito difícil fazer isto durante um rali, pois apenas tínhamos a assistência intermédia para introduzir as alteraçãoes mais significativas. Mas o principal é que vamos no caminho certo.”

 

CRAIG BREEN: "Ficou claro que preparámos bem as coisas para a primeira especial da jornada. Isso permitiu-me ter um bom desempenho, o que não aconteceu nas outras duas especiais, em que tive grandes dificuldades. Ainda não sabemos o que aconteceu, mas vive momentos bem intensos durante essas especiais. Independentemento do que seja o problema, a verdade é que conseguimos terminar a etapa e acumular mais alguma experiência. Amanhã vamos tentar fazer a mesma coisa.”

RALI RALI DE ITÁLIA / SARDENHA  2017
CLASSIFICAÇÃO GERAL (provisória) – DIA 3

1. Tanak / Jarveoja (Ford Fiesta WRC) 2:56:37.3

2. Latvala / Anttila (Toyota Yaris WRC) +24.3
3. Neuville / Gilsoul (Hyundai i20 WRC) 1:02.2

4. Lappi / Ferm (Toyota Yaris WRC) 2:10.8

5. Hanninen / Lindstrom (Toyota Yaris WRC) +2:42.1

6. Ogier / Ingrassia (Ford Fiesta WRC) 3:26.1
7. Østberg / Floene (Ford Fiesta WRC) 3:56.0
8. Mikkelsen / Jaeger (Citroen C3 WRC) +7:47.6 as29 Copyas30 Copy

 
Mais artigos...

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt