In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


CAMPEÕES ENCONTRADOS

 

RACE CAMP DA GT ACADEMY 2013 ARRANCA AMANHÃ COM OS DOIS FINALISTAS NACIONAIS A LUTAREM PELA GLÓRIA DO AUTOMOBILISMO PORTUGUÊS

 

Francisco Pereira e Miguel Faísca são os portugueses que tentar cumprir o sonho de se tornarem verdadeiros pilotos de corrida Nissan e competir no Campeonato GT3 em 2014

 

42 jogadores de PlayStation® de 16 países reúnem-se em Silverstone para o maior Race Camp de sempre

 

 

Vencedores Portugueses_Final_Nacional_GT_Academy_2012O famoso Race Camp da GT Academy arranca esta quarta-feira, 4 de setembro, no Circuito de Silverstone, no Reino Unido, o lar da GT Academy, com Francisco Pereira e Miguel Faísca a prometerem dar tudo pela obtenção do sonho de se tornarem pilotos profissionais. Mais de 765 mil pessoas, por toda a Europa, participaram na quinta temporada da inovadora competição de corrida do virtual para real da Nissan e da PlayStation® deste ano, provando a sua velocidade numa demo especial do altamente esperado jogo Gran Turismo®6, que será lançado a 6 de dezembro, em exclusivo para a PlayStation®3.

 

Agora, após vários jogos, conduções virtuais e reais, desafios físicos e de media nas Finais Nacionais, apenas os melhores 42 passaram à Final Europeia, onde serão levados para uma pista real. Ao longo da semana de campo dos aspirantes a pilotos, os finalistas estão decididos a provar que estão à altura de seguir as pegadas dos anteriores vencedores da GT Academy, Lucas Ordoñez, Jann Mardenborough e Wolfgang Reip, que são agora Atletas Nismo a correr pela Nissan. 

 

AUDI APOSTA FORTE EM FRANKFURT

 

Audi volta a apostar forte no Salão de Frankfurt

O edifício Exclusive evidencia diferentes perfis de uma cidade a partir de uma nova perspetiva

Luca de Meo, Diretor de Vendas da Audi: "A Audi irá apresentar os seus produtos num ambiente surpreendente"

O espaço da Marca ocupa um total de 3.400 m2

 

Audi Frankfurt Um novo horizonte para Frankfurt am Main: a Audi irá surpreender uma vez mais os visitantes do Salão Internacional de Frankfurt (IAA) através da arquitetura espetacular do seu espaço. Construído especialmente para o certame, o edifício convida os visitantes a vislumbrarem os parâmetros de mobilidade urbana a partir de um ponto de vista fora do vulgar. No interior, arranha-céus e bairros inteiros da cidade brotam do teto para criar a sensação de "cidades suspensas". Os visitantes terão a oportunidade ao longo do pavilhão em experimentar as diversas necessidades sobre o futuro da mobilidade e as inovações tecnológicas da Audi.

s� rd� � publicação do mesmo no Vosso órgão de comunicação.

 

Poderá encontrar mais informação da eni-sintética em:

 

www.sintetica.enilubes.com/

www.facebook.com/eni.sintetica

 

PASSATEMPO ENI NO CARAMULO MOTORFESTIVAL

 

Caramulo Motorfestival - Passatempo eni

 

A eni-sintética patrocina a edição de 2013 do Caramulo Motorfestival.

O Caramulo Motorfestival tem-se afirmado, ao longo dos anos, como o mais importante evento automóvel da zona centro do país, atraindo milhares de pessoas.

 

Aproveitando esse facto e dado sermos patrocinadores oficiais da prova, estamos a promover um passatempo no Facebook onde se pretende "vestir a rigor" um fã do Caramulo Motorfestival e da eni.

 

Poderá ver o passatempo em:

 

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=621760111180034&;set=a.417019718320742.91488.416732518349462&type=1&theater

 

Agradecemos a publicação do mesmo no Vosso órgão de comunicação.

 

Poderá encontrar mais informação da eni-sintética em:

 

www.sintetica.enilubes.com/

www.facebook.com/eni.sintetica

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

Grupo de imagens alusivas à ultimausa1usa2usa3usa3usa4usa5usa6usa7usa8usa9usa10usa11usa12usa13usa14usa15usa16usa17USA18USA19USA20USA21USA22 prova de ALMS que teve lugar em Baltimore nos Estados Unidos

 

WTCC NOS ESTADOS UNIDOS

WTCC NOS ESTADOS UNDIOS

 

 

È já este fim de semana que vai ter lugar mais uma jornada de WTCC nos Estados Unidos, na pista de Sonoma, sendo esta a prova de despedida desta competição do continente americano, para depois se dirigir para o Extremo Oriente. Uma vez mais Tiago MOnteiro está presente ao volante do seu Honda Civic, à procura da vitória.WTCC1WTCC2

 

JOSÉ MOTA FREITAS NA POLITICA

JOSÉ MOTA FREITAS NA POLITICA

 

O conheicdo piloto de Viana do Cmotafreitas na_politicaastelo, está integrado numa lista politica com vista às eleições autarquicas nesta cidade do Minho.Pelos vistos o piloto vai começar agora a acelarar por outras "pistas".....

 

JOÃO LOPES AO ATAQUE

 

Baja TT Proença-Oleiros

7 e 8 de Setembro

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013

 

João Lopes ao ataque da liderança

Equipa JL Racing com Luís Peseiro e Valter Martins

 

Depois de ter sido o grande vencedor da Baja Terras de Alcoutim, o campeão nacional João Lopes promete ser um dos protagonistas da Baja TT Proença-Oleiros competição agendada para o próximo fim-de-semana. O triunfo na quarta jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013 permitiu ao piloto do Polaris Ranger RZR XP da JL Racing reduzir para sete pontos a diferença para o líder reforçando assim a sua candidatura ao título nacional.

 

Para este regresso das competições de todo-o-terreno o piloto de Torres Vedras não apresenta novidades até porque “quando se ganha e tudo corre bem é melhor não começar a inventar. Temos uma boa máquina, a equipa tem funcionado bem e vamos continuar a trabalhar para conseguir ver isso traduzido em resultados, salienta o piloto da JL Racing.

 

Para além da dupla atual campeã nacional Buggy/UTV, João Lopes/Bruno Santos, a equipa JL Racing continua a ter nas suas fileiras o par Valter Martins/Bruno Alvarinhas que, depois do excelente 4º tempo no prólogo na prova algarvia, irá trabalhar para levar a sua máquina até ao final da corrida beirã. A estas duas formações junta-se agora um outro piloto que tem estado em destaque nesta disciplina. Luís Caseiro, vencedor da Classe Promoção em 2012 e atual 4º classificado absoluto, vai passar a dispor do Polaris XP900 já utilizado este ano por Marco Araújo e com o qual o piloto promete ser um sério candidato às primeiras posições.

 

A Baja TT Proença-Oleiros arranca no Sábado com uma passagem por uma super especial com 9,77 km de extensão para, no Domingo, ser disputado um sector seletivo com uma distância de 92,30km e outro com 150,27 km.

 

 Outras informações sobre a prova em www.escuderiacastelobranco.pt

iJoo Lopes_-_Raid_TT_Gis

 

TOMADA DE POSSE ORGÃOS DA FPAK

 

Cerimónia de Tomada de Posse dos Órgãos Sociais da FPAK

 

cerimonia manuel_de_mello_breyner2
A Cerimónia de tomada de posse dos Órgãos Sociais da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) eleitos na Assembleia Geral de 26 de Julho, teve lugar ontem, dia 2 de Setembro, no Comité Olímpico de Portugal. A equipa presidida por Manuel de Mello Breyner vai estar ao serviço da FPAK até 2016.
Para o agora empossado Presidente: "Este é um dia importante porque se inicia um novo processo. Para nós é crucial deixar de falar do passado. Daqui em diante temos uma nova Federação, com uma mentalidade e atitude distintas, virada para os clubes e associados, de todos e para todos. Vamos ouvir e decidir e não o contrário. Tenho uma boa equipa. Vamos ter inicialmente um processo difícil pois não é fácil mudar hábitos. Mas vamos conseguir fazê-lo. Numa primeira fase a principal preocupação vai ser o saneamento financeiro e a credibilidade junto de um sem número de entidades, como a FIA. Serão quatro anos de muito trabalho mas que certamente darão frutos em prol do automobilismo nacional", referiu Manuel de Mello Breyner.
Na Cerimónia esteve presente também, o Sr. Chefe de Gabinete do Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Dr. Diogo Guia que não quis deixar de proferir palavras de apoio à nova direção: "Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, já existe muito trabalho realizado com o Sr. Manuel de Mello Breyner. Houve um esforço grande e discreto com o intuito de resolver os problemas existentes na FPAK com sensatez. Com o empenho de todos penso que criámos condições para a Federação desenvolver o seu trabalho e seguir o seu caminho. Penso que os obstáculos iniciais estão ultrapassados", referiu Diogo Guia que marcou presença na Cerimónia em representação de Sr. Secretário de Estado do Desporto e Juventude, Dr. Emídio Guerreiro.

 

HONDA PRÓXIMA DO TITULO DE MARCAS NO WTCC

 

HONDA PRÓXIMA DO TITULO DE MARCAS

 

tigo
Apenas um punhado de pontos separa Honda de reivindicar o título de um primeiro dos Fabricantes no World Touring Car Championship FIA.
Em sua temporada inaugural do WTCC, os carros Honda Civic conduzido por Castrol Honda Racing Gabriele Tarquini e Tiago Monteiro, e do Zengo Motorsport, Norbert Michelisz ter recolhido alguns resultados brilhantes que culminaram na vitória de Tarquini no Anel Eslováquia.
Esse sucesso, juntamente com outros dez pódios e duas pole positions, resultou em uma boa quantidade de pontos que deu a Honda uma liderança confortável na classificação, à frente do LADA.
Com quatro eventos ainda a percorrer, registro de 661 pontos resulta em uma margem de 263 da Honda, o que significa que a montadora japonesa pode conquistar o título após a segunda corrida em Sonoma.
Este seria o título do Honda primeiro mundo no automobilismo desde os quatro Formula One campeonatos consecutivos entre 1988 e 1991, como fornecedora de motores da McLaren.

 

NOVA HONDA SH MODE 125

 

Honda SH Mode 125 

 



Novo modelo: Uma scooter para as novas tendências, com grande estilo, fácil de manobrar e com banco de baixa altura, baixo peso, piso plano, roda dianteira de 16 polegadas, espaço para um capacete integral, travagem CBS e motor a quatro tempos ultra-eficiente de 125 cm³ com sistema de paragem automática ao ralenti Stop & Go.
Início de comercialização: Disponível em Portugal na segunda quinzena de Setembro
Preço de venda ao público: 2.799 € (iva incluído)

 


Características Principais:

 


 Motor eSP com Stop & Go
 Consumo de 2 Lts/100km
 Sistema travagem eficiente com travão disco à frente e CBS
 Fácil de conduzir com baixa altura do assento (765mm, semelhante à PCX)) e peso reduzido.
 Espaço Met-In para capacete
 Piso plano

 


Informação SH Mode 125
ANC125Scooter2014001
1. Introdução
Desde o lançamento da SH50 original, em 1984, que a popularidade da série SH de scooters Honda conquistou um estatuto de "marca dentro da marca", sendo merecedora da confiança dos seus inúmeros utilizadores em toda a Europa e fazendo parte das suas vidas diariamente. Durante este tempo, a família SH tem tido constante crescimento e evolução, com vendas que totalizam mais de um milhão de unidades desde o seu aparecimento. A primeira SH125 a quatro tempos, lançada em 2001, foi um sucesso instantâneo graças às excelentes performances e baixos consumos do seu motor, acrescidas de uma condução ágil e segura e uma estabilidade tranquilizadora – asseguradas pelas rodas de 16 polegadas – em estradas de piso mais irregular.
Em 2005, a SH125i estreou um sistema de injecção de combustível PGM-FI e a partir de 2013 surge um novo modelo, equipado com um quadro totalmente novo e com o novo motor Honda ultra-eficiente de última geração, para além do novo espaço disponível por debaixo do banco que permite a colocação de um capacete integral. Estas novidades contribuíram sem dúvida para a senda do forte sucesso de vendas da SH, sendo a scooter de 125 cm³ que mais vendeu na Europa na primeira metade de 2013. Sem dúvida, a SH continua a ser a definição de scooter urbana por excelência.
Em 2014 irá juntar-se à família a nova SH Mode. Uma "smart scooter" em todos os sentidos, este novo modelo oferece a combinação exclusiva de estilo premium e chique, utilização fácil e segura com baixos custos de manutenção.
Informação SH Mode 125
2 Generalidades do Modelo
A SH Mode 125 foi concebida desde o início com base em alguns pontos-chave. Primeiro, uma posição de condução confortável e direita, juntamente com uma ciclística compacta e banco de baixa altura. A facilidade de utilização – a movimentação, subir e descer da scooter também foram considerações importantes.
Sendo um modelo destinado, na sua essência, a um tipo de utilizador jovem e atento à moda, teria de ter bom aspecto, tanto parada, como em movimento; para esse fim, foram produzidos numerosos esboços no início do processo de desenvolvimento, com e sem condutor.
O abundante espaço de arrumação, as suspensões bem reguladas e a condução confortável oferecem uma funcionalidade e acessibilidade abrangentes. O Sistema de Travagem Combinada (CBS) instalado de origem assegura uma travagem confiante ao condutor menos experiente, enquanto o motor de 125 cm³ da SH Mode – afinado para controlo fácil a baixa e média rotação – oferece uma aceleração suave e útil, com fantástica economia de combustível e extraordinária fiabilidade.
KIYOTAKA FUJIHARA, Chefe de Projecto das séries Cub e Scooters:
"Como Líder do Projecto de Desenvolvimento da SH Mode 125, teria o maior prazer se esta nova ideia da Honda – com um estilo na moda, excelentes performances e funcionalidades – se tornasse num parceiro amigo e útil na vida diária de um vasto leque de clientes em todo o mundo."
3 Características-chave
3.1 Estilo
O objectivo era claro, desde o início do projecto SH Mode 125: desenvolver uma ciclística, cuja disposição e posição de condução, fosse facilmente utilizável e apreciada por uma grande diversidade de pessoas. O guiador tem 990 mm de altura e o banco apenas 765 mm, o que cria uma posição de condução com uma postura naturalmente direita, descontraída e excelente visibilidade a toda a volta.
O design compacto e o formato arredondado da SH Mode 125 definem uma silhueta elegante e ágil, dispondo as superfícies curvilíneas de forma familiar. Os componentes da ciclística em duas tonalidades criam um ambiente leve e com textura, enquanto os guarda-lamas interiores reguláveis instalados à volta do pneu traseiro acrescentam profundidade e funcionalidade. Debaixo do banco, que se abre e fecha através de um fecho combinado localizado perto da ignição, pode guardar-se um capacete integral. No resguardo dianteiro para as pernas, há um grande gancho para maior capacidade de transporte de bagagem.
Informação SH Mode 125
Realçando a frente elegante da SH Mode 125, o farol envolto numa moldura cromada simples – juntamente com os outros toques cromados ao longo da scooter – adiciona um toque de desejo e de classe. Os piscas de direcção, incorporados na carenagem frontal combinam-se com as luzes de presença de tonalidade azulada, num formato em V que produz um carácter de requinte e elevada visibilidade. O compacto farolim traseiro, também com uma moldura cromada, destaca ainda mais o estilo da SH Mode 125.
Foi dada especial atenção ao formato da protecção para as pernas, em relação aos joelhos do condutor, quando este se senta na scooter; a largura na parte frontal do estrado também foi alargada, criando um estrado virtualmente plano, para maior liberdade de movimentos.
O tablier foi concebido de forma a facilitar a leitura imediata de todas as informações importantes. O velocímetro redondo, grande e colocado em posição central, está rodeado pelo Indicador de Paragem do Motor ao Ralenti e pelo indicador dos piscas de direcção. O indicador do nível do combustível está colocado à esquerda e os conta-quilómetros (totalizador e parcial), bem como um relógio, estão alojados num mostrador LCD central, cujas informações são controladas por botões.
Informação SH Mode 125
O descanso central também foi cuidadosamente localizado, na zona ideal de contacto do pé do condutor com o solo, facilitando a utilização deste dispositivo. O passageiro não foi esquecido. Quem viajar como passageiro nesta scooter, vai usufruir de um banco confortável e placas poisa-pés que se rebatem quando não são utilizadas, para além de pegas integradas no grande porta-bagagem traseiro produzido em alumínio fundido.
A SH Mode 125 vai estar disponível em três cores:
Rosa - Fabulous Pink Branco - Pearl Jasmine White
Preto - Poseidon Black Metallic
Informação SH Mode 125
3.2 Ciclística
O quadro tubular, tipo berço, da SH Mode 125 é fabricado em aço de alta resistência e utiliza uma trave central que liga a secção principal do quadro ao sub-quadro traseiro de forma geométrica. A forquilha telescópica apresenta um curso de 89 mm e a suspensão traseira – com 5 níveis de regulação da pré-carga da mola – tem 75 mm de curso. O ângulo da coluna da direcção é de 27°, com 68 mm de eixo de arraste (trail), numa distância entre eixos de 1.305 mm. As dimensões gerais são compactas: (CxLxA) de 1.930 x 665 x 1.105 mm e 145 mm de altura ao solo. Estes valores, combinados com um peso em ordem de marcha de 116 kg, criam uma scooter citadina extraordinariamente ágil, funcional e fácil de conduzir.
Os 46° de ângulo de viragem do guiador (tanto para a esquerda, como para a direita) permitem apenas 1,9 m de diâmetro de viragem – semelhante ao de uma scooter com roda 14 à frente, em vez de 16 polegadas. Isto facilita imenso as manobras com a SH Mode 125 em espaços apertados. Um mecanismo na pinça do travão dianteiro também reduz a pressão das pastilhas contra o disco, o que diminui o esforço para empurrar a scooter, com o mínimo de resistência de arrastamento quando em movimento.
A roda dianteira de 16 polegadas e 10 raios, realizada em alumínio, monta um pneu 80/90-16; a roda traseira de 14 polegadas monta um pneu de tamanho 100/90-14. O travão de disco hidráulico de 220 mm à frente está ligado ao tambor traseiro de 130 mm através do sistema CBS, o que assegura sempre uma força de travagem suave e bem distribuída entre as duas rodas, tanto em travagem normal, como nas situações em que se requer uma utilização mais forte ou mesmo de emergência.
Informação SH Mode 125
3.3 Motor
No início do processo de desenvolvimento deste modelo, os engenheiros da Honda pegaram no motor da SH125i e "personalizaram-no" especificamente para a SH Mode. O seu objectivo era produzir uma unidade com uma entrega de potência bem equilibrada e fácil de utilizar – com um binário plano e linear logo desde a rotação zero – perfeita para um ambiente urbano e um leque de utilizadores de experiência e expectativas diversificadas.
Obter um motor com uma elevada eficiência de combustível e o mínimo de impacto ambiental também foram factores importantes. A relação de compressão é de 11:1, o diâmetro e curso valem 52,4 x 57,9 mm e a saída de potência cifra-se em 11 CV (8,4 kW) às 8.500 rpm, complementada por 12 Nm de binário às 5.000 rpm. Com o sistema de Paragem ao Ralenti activado, os consumos situam-se na casa dos 2L/100KM permitindo uma autonomia de 275 km por cada depósito de 5,5 litros de combustível.
A arquitectura-base deste motor a quatro tempos, 2 válvulas SOHC e refrigeração líquida – com sistema eSP (enhanced Smart Power - Potência Inteligente Melhorada) – centra-se numa construção à volta de várias tecnologias de baixa fricção, trabalhando todas em conjunto para minimizarem os consumos e maximizarem a entrega de potência. O cilindro descentrado permite reduzir a fricção provocada pelo contacto entre o pistão e o cilindro, transmitindo de forma eficiente a energia da combustão à cambota.
A camisa "em espinha" realizada em ferro fundido – com diminutas extensões de superfície – mantém controlada qualquer distorção no diâmetro interior do cilindro. Este desenho reduz a tensão nos segmentos, diminuindo a fricção. O veio dos balanceiros usa rolamento de agulhas do tipo casquilho, enquanto os roletes, agora mais pequenos e mais leves, trabalham em conjunto com o perfil da árvore de cames e as cargas das molas das válvulas.
Um radiador compacto e de elevada eficiência – integrado no exterior do cárter do lado direito – utiliza uma ventoinha pequena e leve, reduzindo as perdas friccionais e o arrastamento. A resistência ao rolamento dentro da unidade de transmissão foi reduzida com a utilização de três rolamentos principais de baixo atrito, todos concebidos para lidarem com as respectivas cargas individuais.
A função de Paragem ao Ralenti é accionada por um interruptor no punho direito. Quando activado, pára automaticamente o motor da scooter após três segundos ao ralenti; quando o condutor roda o punho do acelerador, o motor volta a arrancar instantaneamente. O funcionamento deste sistema é ininterrupto, graças ao sistema
Informação SH Mode 125
"swing-back" de retorno, que recoloca a cambota em posição antes do tempo de admissão e de um mecanismo de descompressão que elimina a resistência da cambota criada pela compressão do motor.
A ECU do sistema PGM-FI de injecção programada de combustível controla a abertura da borboleta do acelerador em relação à rotação do motor, calculando também a temperatura do ar exterior e do líquido de arrefecimento, bem como outros parâmetros de funcionamento do motor, de forma a optimizar o equilíbrio da medição de combustível a injectar com o ponto de ignição.
A SH Mode 125 está equipada com um catalisador de três vias localizado na traseira do tubo do escape, dentro do silenciador. Esta posição oferece o equilíbrio ideal entre performance e eficiência de combustível, com maior purificação dos gases do escape e menores emissões de CO, HC e NOx. Para alcançar este tipo de eficiência, o sensor lambda (sensor O2) detecta a concentração de oxigénio nos gases do escape e o sistema PGM-FI fornece ao motor a melhor relação ar/combustível a cada momento.
A absorção sonora dentro do silenciador foi melhorada com a utilização de lã-de-vidro nas superfícies de todas as paredes internas. A colocação de uma camada densa de lã-de-vidro entre a cobertura exterior e o corpo interior origina uma sonoridade "mais abafada", com menor vibração da cobertura exterior. Isto resulta em bastante menos ruído de escape – um benefício para condutor e peões.
4. Especificações técnicas
MOTOR
Tipo Monocilíndrico a 4 tempos, 2 válvulas, com refrigeração líquida incorporada
Cilindrada 125cm³
Número de válvulas 2
Diâmetro e curso 52,4 x 57,9 mm
Relação de compressão 11: 1
Potência máxima 11cv (8,4 kW)/8.500 rpm (95/1/EC)
Binário máximo 12,0 Nm/5.000 rpm (95/1/EC)
Ralenti 1.700 rpm
Capacidade de óleo 0,9 Litros
Informação SH Mode 125
SISTEMA DE COMBUSTÍVEL
Alimentação PGM-FI Injecção electrónica de combustível
Depósito do combustível 5,5 Litros
Consumo de combustível 2,1 Litros / 100km (2,0L/100KM modo Start/Stop)
SISTEMA ELÉCTRICO
Arranque Eléctrico
Bateria 12V-5AH
Alternador 262 W
TRANSMISSÃO
Embraiagem Automática, centrifuga, tipo seca
Tipo da transmissão Sem mudanças, V-Matic
Transmissão Final Correia
QUADRO
Tipo Tubular em aço tipo berço
CICLÍSTICA
Dimensões (CxLxA) 1.930 x 665 x 1.105 mm
Distância entre eixos 1.305 mm
Ângulo da coluna direcção 27° 0'
Trail 68 mm
Altura mínima do assento 765 mm
Altura mínima ao solo 145 mm
Peso em ordem de marcha 116 kg
SUSPENSÃO
Tipo Dianteira Telescópica
Traseira Unidade de braço oscilante
RODAS
Tipo Dianteira Alumínio fundido
Informação SH Mode 125
Traseira Alumínio fundido
Dimensão das jantes Dianteira 16M/C x MT2,15
Traseira 14M/C x MT2,75
Dimensão dos pneus Dianteiro 80/90 16M/C 43P
Traseiro 100/90 14M/C 57P
TRAVÕES
Tipo Dianteiro disco de 220 mm
Traseiro Tambor de 130 mm
Todas as especificações são provisórias e sujeitas a alterações
* Consumo de combustível - os dados apresentados são resultados obtidos pela Honda sob condições padronizadas de teste prescritas pela WMTC. Os testes são realizados em estrada plana, com uma versão normal do modelo, apenas com o condutor e sem qualquer equipamento adicional. O consumo de combustível pode variar dependendo da sua condução, da manutenção da moto, das condições climatéricas, das condições da estrada, da pressão dos pneus, da instalação de acessórios, da bagagem, do peso do condutor e do passageiro e outros factores.

 

DUNLOP APOIA MOTOCROSS

Dunlop apoia motocross freestyle

A Dunlop, um dos principais fabricantes de pneus de moto, anuncia hoje que vai cooperar com a equipa de motocross freestyle FMX4Ever patrocinada pela Red Bull. Como parte deste apoio, a Dunlop vai disponibilizar os pneus mais modernos de off-road da sua gama à equipa.

 

O Geomax MX71 para terrenos duros tem uma tecnologia de vanguarda e será o pneu que a Dunlop vai fornecer à equipa FMX4Ever. Tanto o desenho dianteiro como o traseiro são direcionais, o que otimiza o seu rendimento na travagem e aceleração, fatores essenciais nas rampas e nas receções dos saltos. A equipa FMX4Ever vai utilizar o Geomax MX71 90/100-21 como pneu dianteiro e o MX71 110/90-19 como pneu traseiro.

 

“Com uma equipa composta por talentos provenientes da África do Sul, Estados Unidos e toda a Europa, a FMX4Ever sedeada na Bélgica, demonstra constantemente que a palavra ‘impossível’ não faz parte do seu vocabulário”, comenta Sharon Antonaros, diretor da Dunlop de Moto para a EMEA. “Estou convencido de que o pneu Geomax MX71 da Dunlop se adaptará aos pilotos perfeitamente e vai ajudá-los a conseguir as suas espetaculares atuações. Muitos pilotos FMX de categoria mundial escolhem o nosso MX71 já que cumpre com as necessidades dos pilotos de motocross freestyle e proporciona-lhes o rendimento que necessitam”, conclui.

 

“O pneu Geomax MX71 da Dunlop é a escolha preferida das equipas não só pela boa manobra que proporciona nas rampas, mas também pela excelente tração que o pneu tem, necessária para ganhar a velocidade que permite fazer saltos mais facilmente em areias compactas”, afirma Martin Koren, diretor de projeto e marketing da FMX4Ever. “São uma parte essencial que assegura que possamos atuar eficazmente”, termina.

 

FMX é a abreviatura de Freestyle Motocross, a disciplina de moto que se dedica às manobras aéreas (saltos e acrobacias) conhecidas como “truques”. O motocross estilo livre (FMX) nasceu nas montanhas do sul da Califórnia em meados da década de 90 quando pilotos lendários como Mike Metzger e Jeremy McGrath realizaram acrobacias de BMX (ciclismo acrobático) nas suas motos sobre o terreno. Em 1996, a FMX estreou-se nos X-Games, um evento anual focado nos desportos de ação nos EUA.

 

"Estou satisfeito com esta nova cooperação”, comenta Jacob Vanluchene, diretor desportivo e de atletas da Red Bull Benelux. “A Dunlop tem um vínculo único com os desportos automotores e demonstra constantemente a sua liderança tecnológica. Estou ansioso por ver impressionantes atuações graças à cooperação entre as nossas duas empresas”.

 

Acerca de Dunlop

A Dunlop é um dos maiores fabricantes de pneus para motos com um impressionante currículo de sucessos no motociclismo. A vasta experiência competitiva da Dunlop proporcionou o desenvolvimento de tecnologias inovadoras para pneus concebidos para o uso no dia-a-dia. Sempre com o objetivo de transmitir total confiança aos motociclistas, a Dunlop oferece a todos os tipos de motociclistas o desempenho e a durabilidade das mais recentes tecnologias de pneus. Em 2013 celebra-se o 125º aniversário da Dunlop e a criação do pneu pela mão do nosso fundador.

Muitos dos principais fabricantes de motociclos e scooters, incluindo KTM, Triumph, Honda, Kawasaki, Suzuki e Yamaha, aplicam produtos Dunlop de origem.

Para mais informações sobre a Dunlop visite www.dunlop.pt, a página do Twitter ou do FacebookDunlopfmx

 

GAGO QUER TERMINAR

 

Diogo Gago quer terminar no Mont Blanc



Com o início do mês de Setembro chega a altura de um dos mais emblemáticos Ralis do Campeonato de França, o mítico Mont Blanc, prova na qual Diogo Gago e Jorge Carvalho vão

marcar presença, uma vez que se trata de mais uma ronda pontuável para a 208 Rally Cup.


518d4aaf0840d518d4def39acf

Apesar do andamento imprimido na última prova ter comprovado a evolução da dupla portuguesa, a realidade é que a sucessão de pequenos azares os tem impedido de traduzir esse mesmo andamento em resultados, passando o objectivo no Rallye du Mont Blanc por terminar a referida prova.

“Queremos chegar ao fim”, começou por dizer o algarvio Diogo Gago.

 

“Já demonstrámos ser competitivos, mas isso não tem sido suficiente. Vamos impor um ritmo que nos mantenha confortáveis, para troço a troço irmos ganhando confiança”, continuou o jovem piloto português.

 

O piloto de São Brás de Alportél que conta com os apoios de Axa Seguros, Automóvel Clube de Portugal e QF-Lda, esclareceu ainda que a dupla não vai “com pressão de qualquer resultado, pois o nosso objectivo passa por chegarmos ao fim. É um rali com características diferentes daquilo que estou acostumado, mas espero adaptar-me rapidamente à exigência do traçado”.

 

O Rallye du Mont-Blanc que vai para a estrada nos dias 6 e 7 de Setembro, será composto por onze provas especiais de classificação, algumas delas já inseridas no Rally de Monte Carlo. A prova sediada em Morzine conta ainda com uma impressionante lista de inscritos que ascende ás duas dezenas de duplas.

 



 

PRIMEIROS TESTES COM NOVO PORSCHE LMP 1

 

Primeiros testes com o Porsche LMP1 LMP1LMP2

 

 

 O novo carro de corrida LMP1 Porsche está sendo posto à prova em test drives em circuitos internacionais. Após o lançamento bem sucedido em junho na pista de testes Porsche em Weissach , o protótipo de carro esportivo - que foi completamente redesenhado - está trabalhando o seu caminho através de uma série de testes funcionais . Nos test drives mais recentes , Neel Jani levou para a roda pela primeira vez. O ex- piloto de Fórmula 1 teste da Suíça faz parte do conjunto de LMP1 motoristas regulares desde 1 de Julho de 2013 e apoia Timo Bernhard ( Bruchmühlbach - Miesau , Alemanha) e Romain Dumas ( França ), com o teste. O quarto motorista é australiano piloto de Fórmula 1 Mark Webber , que será reforçar a LMP1 equipe Porsche a partir de 2014 .

No próximo ano, a Porsche LMP1 carro de corrida está programada para a linha de partida no Campeonato Mundial de Endurance ( WEC ) , bem como as 24 Horas de Le Mans. " As unidades de teste atuais são o que nos permite coletar grandes quantidades de dados vitais; cada quilômetro percorrido é importante No entanto, a fim de desenvolver o altamente complexo LMP1 carro de corrida para que ele está apto a competir no início da temporada do ano que vem , . muitos mais quilômetros de testes são necessários " , destaca Fritz Enzinger , vice-presidente LMP1 . "Estamos satisfeitos com o progresso que está sendo feito com cada teste. "

O novo conjunto de regras que se aplicam para o WEC para 2014 são claramente focada na eficiência , e exigem o uso da mais recente tecnologia de acionamento híbrido . O objetivo do novo conjunto de regras para a próxima temporada é reduzir significativamente o consumo de combustível nos carros de corrida que participam . Por isso, o novo Porsche LMP1 precisa se ​​vangloriar máxima eficiência , fornecendo o máximo de desempenho . O mesmo aplica-se para o desenvolvimento de veículos de série Porsche . Seguindo a liderança do automobilismo , o desenvolvimento de cada futuro veículo Porsche também podem beneficiar destas descobertas.

Porsche tem vindo a prosseguir esta transferência de tecnologia a partir do campo do automobilismo desde o lançamento do 550 Spyder de volta em 1953. Seja dupla ignição , freios a disco , chassis otimizados , spoilers fixos , motores turbo , a transmissão de dupla embreagem ou o poderoso carro híbrido - todas estas formas de tecnologia foram inicialmente testados pela Porsche em carros de corrida .

" Depois de 16 anos , mais uma vez quero ser uma equipe trabalha na categoria de topo com o LMP1 nas 24 Horas de Le Mans em 2014. Também é nosso objectivo contestar toda a temporada WEC " , diz Wolfgang Hatz , membro do a Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento. " Porsche legado de sucesso em corridas de longa distâncias realmente nos estimula , mas também aumenta o nível de expectativa colocada sobre nós. No entanto, estamos felizes em enfrentar este desafio . "

Para acompanhar os preparativos da equipe LMP1 antes de sua aparição no WEC e as 24 Horas de Le Mans, visite o seguinte site : www.porsche.com/mission2014 . Uma série de imagens emocionantes , filmes, informações de fundo e até mesmo uma viagem multimídia através da história motorsporting da Porsche aguardam visitantes na homepage.

 

CAMPEONATO NACIONAL DE TRIAL 4X4

Campeonato Nacional Trial 4x4

CNTrial 4x4 | Taça Rock Crawler | Promoção

Luis Jorge vence em Vimioso

O coração do Nordeste Transmontano esteve ao rubro, com a presença do Campeonato Nacional de Trial 4x4 na Vila de Vimioso, para a realização da quarta jornada, da responsabilidade organizativa do Moto Clube Furões TT. Perante uma excelente moldura humana, homens e máquinas lutaram contra o cronómetro e as altas temperaturas que se fizeram sentir em pleno planalto mirandês. Num cenário envolvido por um dos mais belos recursos naturais de Portugal, trinta e cinco equipas proporcionarem um notável espetáculo de trial, com a incerteza quanto aos vencedores a permanecer até ao baixar da bandeira de xadrez. Ao vencer pela primeira vez esta temporada, mesmo em circunstancias mecânicas menos favoráveis, a «Hortícolas Team» deu um passo de gigante rumo à renovação do titulo.
 
As hostilidades tiveram arranque no centro da Vila de Vimioso ao princípio da tarde de sábado com as verificações técnicas e documentais, seguindo-se o briefing no auditório da Casa da Cultura e um cocktail de boas vindas. Na manhã de domingo, já com toda a caravana na “Pista do Furões” deu-se início à competição com a realização do prólogo – sendo validado o melhor tempo das primeiras três voltas, com a duração de duas horas, para definir a formação da grelha de partida para as cinco categorias em competição. As adversidades para algumas equipas começaram ainda pela manhã. O campeão nacional, recolhia às boxes com o turbo do Suzuki Samurai partido; enquanto a Navara da «Preparações Badinho» ficava sem uma roda e a manga-deixo partida. A rivalizar com Luís Jorge na liderança, os irmãos Lourenço sentiam a temperatura do motor do Jeep subir. A preparação tardia da Nissan Navara da «M150 Copy-link» não permitiu a estreia de Hernâni Pinheiro e César Carneiro, acusando problemas no eixo traseiro.Com o sol bem e a temperatura a subiam, aumentava a ansiedade da partida para as três horas de resistência do CNTrial4x4 com o «Disco Campos» na primeira linha da grelha de partida, tendo a seu lado o débil Suzuki do «Hortícolas». No arranque Paulo Campos e Vítor Rodrigues saíram bem na frente, enquanto Luís Jorge e Miguel Costa denotavam as esperadas dificuldades em defender a posição face à perda de potência por falta do turbo do Samurai, sendo passados pelo «Team Serrão» e «Preparações Badinho». No entanto, é já depois de algumas adversidades e trocas de posições na “cabeça” da corrida, poucos seriam aqueles que esperariam um desfecho com tanta incerteza. No final, a «Hortícolas Team», foi bafejada pela sorte, mas também, a soube procurar face à audácia que imperou ao longo das três horas - certamente as mais sofridas da temporada para o piloto de Torres Vedras. A liderança que partilhava com a «Pizaria Refugio» fazia prever uma luta a dois para ver quem se distanciaria na tabela classificativa. Quando o turbo do pequeno Suzuki Samurai cedeu durante o prólogo, não seria de prever que a vitória estaria ao seu alcance. Mas, tanto Luís Jorge como Miguel Costa nunca baixaram os braços, contando na sua retaguarda com uma equipa de mecânicos incansável que num autêntico “milagre” ressuscitou o motor do Suzuki: foi uma prova muito sofrida para mim e para toda a equipa. Se comparar o carro com um corpo humano, então poderia dizer que de manhã teve uma paragem cardíaca ao partir o turbo e acabou por trancar o motor – o coração parou de bater. O motor não pegava, o mecânico tirou válvulas, tirou a cabeça, o homem fez trinta por uma linha mas lá conseguiu, foi um autêntico milagre. O carro lá pegou mas ficou a trabalhar no seu estado normal, sem turbo e com apenas 40% da sua potência, ficando apenas com 80cv. Fiz a prova toda em 1ª e 2ª velocidade apenas (o normal seria 3ª/4ª), foram três horas a gerir caixa de velocidades, esforço físico, foi aproveitar tudo aquilo que o carro e nós podemos dar até ao limite…”, salientou no final Luís Jorge, rodeado de toda a sua equipa em plena festa, no final das dez voltas e três horas de muito sofrimento e esperança: a sorte protege os audazes! Um triunfo sofrido e merecido, o primeiro da época para o campeão nacional, apenas consumado nos derradeiros minutos, por troca com a «Disco Campos». Com este resultado, Luís Jorge destaca-se na liderança do campeonato a uma prova do final, levando para Paredes (20 outubro) uma vantagem de 14 pontos sobre a «Pizzaria Refugio». A dupla do Jeep Proto foi uma entre outras equipas que sofreu de problemas mecânicos irremediáveis logo nas voltas iniciais, completando apenas 3 voltas, altura em que o veio da pinha de transmissão partiu, quedando-se pela oitava posição. Autores da “pole”, Paulo Campos e Vítor Rodrigues assumiam-se como candidatos à vitória até bem perto do final, face á vantagem inicial acumulada, no entanto, a vitória que tanto anseiam voltou a ficar adiada. A sorte que protegeu uns, não foi partilhada com a «Disco Campos» que já muito perto do final ficou sem bateria, devido aos problemas com o alternador do Suzuki e sem pressão do turbo, terminando na segunda posição e na mesma volta do vencedor. Ainda assim, foi suficiente para ascender à terceira posição do campeonato, por troca com a «Tabô-Team 4x4» que não foi além da sexta posição. O pódio da jornada de Vimioso ficou preenchido pelo «Team Serrão», outra dupla que rondou a perfeição e por momentos liderou a prova que acabaria por perder quando a caixa de velocidades do Wrangler partiu a meia hora do fim. Um desalento para o piloto transmontano de Macedo de Cavaleiros - Alexandre Lemos que foi acompanhado por Gerardo Sampaio. Numa das melhores atuações da temporada, a «Padaria Flor de Ermesinde» igualou o quarto lugar de Valongo, apenas penalizada pelo cabo de guincho que dobrou e forçou a uma paragem mais prolongada. A «Nordhigiene» soube aproveitar da melhor forma os excessos de outros candidatos e assumiu a quinta posição, obtendo o melhor resultado do ano, na frente de Flávio Gomes e Pedro Nascimento. A dupla do Jeep Wrangler, estava na liderança a meio da prova quando a transmissão se partiu, acabando por abandonar perto do final com problemas no guincho. Numa mera participação para rodar e testar algumas alterações no Nissan Patrol com a vista a outras competições, Zé Rabal e Pedro Rodrigues estavam a cumprir os objetivos delineados, até à altura em que o motor do guincho deixou de funcional, fixando-se na sétima posição, na frente dos irmãos Lourenço, Ricardo e Paulo da «Pizaria Refugio». Com apenas uma volta cumprida, terminaram a «Aldeia da Roupa Branca» que abandonou bem cedo com o ápio do guincho partido; e a «Preparações Badinho» que depois de vencer a ultima jornada em Moimenta da Beira, passou por inúmeros contratempos em Vimioso, essencialmente com a manga deixo da Navara que partiu. A «Roger Auto» não completou qualquer volta, devido à bomba de óleo do motor que deixou de puxar; pior sorte teve a «M150-Copy Link» que não saiu das boxes. O CNTrial4x4 está de regresso ao Vale do Sousa a 20 de Outubro para a derradeira jornada do ano na cidade de Paredes.  
 
Taça Rock Crawler
Duplo triunfo para a CarJaime/Troqouro
Pela segunda vez esta temporada, Domingos Parente e João Pinto vencem entre os participantes na Taça Rock Crawler, antecipando desta feita e, pelo segundo ano consecutivo, a conquista do troféu. A dupla do Rock Crawler até nem começou bem a jornada de Vimioso, ao conseguir apenas o terceiro tempo do prólogo e, logo nas primeiras voltas sentir problemas de direção, devido à cedência do apoio do motor que cedeu. Quem esteve mais próximo da dupla de Gondomar foram os espanhóis do «Extremo Zamora 4x4» ao terminar com o mesmo número de voltas (4) dos vencedores, numa pista muito maçadora para as máquinas denominadas de Rock Crawler. A «Paljet» que tinha assegurado a volta mais rápida no prólogo, ficou-se pelo derradeiro lugar do pódio acusando problemas com uma fuga de óleo da direção; ao passo que a «Entre Pontos» abandonou com a transmissão traseira partida.
 
Promoção garante competitividade
A exemplo das jornadas anteriores, as três classes reservadas à Promoção tem trazido muita emoção e competitividade ao CNTrial 4x4, com um lote de dezoito equipas. Tanto na Classe 1 como na 2, a incerteza quanto ao vencedor manteve-se até ao derradeiro minuto, com maior folego na categoria que alberga as viaturas com pneus mais reduzido (até 35”). A «Sucatas David Rocha» conseguiu o terceiro triunfo do ano, talvez o mais suado de todos, com o «Luís Soares Duarte WINES» a terminar na mesma volta e quedando-se pela segunda posição. O pódio, ficou completo com o «Produtor Vinhos Luís Fonseca» em mais um excelente desempenho com o UMM Cournil, face a viaturas melhor preparadas. Na estreia em competição, a «Martinho Gomes Reparações» não se deixou abalar no confronto “desigual” com o original UMM Cournil, chegando ao final com uma lista imensa de problemas que foram desde a quebra do bloqueio, passando pela barra de direção que dobrou e até um pneu rebentado! Na quinta posição com apenas uma volta contabilizada terminou a «FastLane»; enquanto os seus conterrâneos da «Sópedra 4x4/Kaiser», não terminaram devido à quebra do bloqueio. A «Galego e Martins» não se apresentou na formação da grelha para as duas horas de resistência devido aos problemas de motor do Suzuki Samurai durante o prólogo.
Na Classe 2, a «JMF» ganhou mais folego rumo ao título, respondendo com uma vitória às ameaças da «JiiPark» que tinha levado a melhor na ronda anterior em Moimenta. Frederico Fernandes e António Azevedo começaram por liderar mas nunca se sentiram à vontade na frente, até porque, Nelson Sousa e Tiago Santos jamais perderam de vista a traseira do Jeep Wrangler da dupla de Famalicão, que apenas perdia algum tempo nas dobragens aos mais lentos. Enquanto isso a dupla do «JiiPark» descuidou-se um pouco e, acordou tarde para a realidade…, não conseguindo mais do que a segunda posição a escassos 8s do vencedor, terminando ambos com 10 voltas. Um novo duelo é esperado em Paredes, com quatro pontos apenas a separar os principais candidatos ao título, com vantagem para a «JMF». Contudo, estes não se podem descuidar porque na terceira posição da competição e na prova, encontra-se o «LRT» que voltou a surpreender com um andamento forte e eficaz. Não fosse a quebra do bloqueio a meio da prova e o LRDefender daria garantias a Bruno teles e António Fonseca para ir além das oito voltas. Quarto lugar para um «Judas 4x4» muito desalentado, com os inúmeros problemas mecânicos causados pelos exigentes obstáculos naturais da pista dos Furões TT. O Nissan de Nuno Urbano e Fábio Lourenço terminou com um semi-eixo partido, e guincho mal tratado, superando na classificação a «Canelas Pneus» que não se deu bem com o cabo do guincho que não aguentou ser tão massacrado e rebentou por duas vezes. Depois de dois pódios em outras tantas provas disputadas, o «furões TT» não tiveram a sorte do “jogo” em pleno “estádio” caseiro. Sem Bruno Cameirão, foi estar a desempenhar o cargo de Diretor de Prova, as responsabilidades recaiam em Henrique Padrão, acompanhado por Paulo Cameirão, em levar o Land Rver Defender a uma classificação honrosa. No entanto, a mecânica traiu a dupla da casa e não permitiu sair das boxes.      
Na Classe reservada aos Samurai a «Auto Diesel/Offroad Project» impôs-se à «Trava Embraia» que tinha vencido em Moimenta, destacando-se na liderança da competição, face ao quarto lugar do «Team Suzuki Fafe». Mesmo com uma volta de penalização, Pedro oliveira e Sandro Magina contabilizaram 12, as mesmas que os «seu conterrâneos Floriano Maia e Rui Magina, tendo em comum o facto de não acusarem problemas de levada gravidade ao longo das duas horas de prova. Álvaro Costa e Carlos Pires (Samurai 4x4 extreme), fixaram-se no derradeiro lugar do pódio e consolidaram igual posição na competição. Fora da corrida este o «Team Auto Socorro» que não completou qualquer volta.



Classificações Finais Cntrial4x4 Vimioso: 
Campeonato
Classe 1 Promoção
Classe 2 Promoção
Classe Susuki Promoção
Taça Rock Crawler




      


 

MUITA ATENÇÃO LEITORES

Saiba onde a PSP vai colocar radares de controlo de velocidade

 

 

Autoridades afirmam que a divulgação pública desta informação visa aumentar a segurança rodoviária.


A PSP revelou esta terça-feira os locais e as horas a que vai realizar dezenas de operações de controlo de velocidade com radares. 

A acção começa já esta quarta-feira, entre as 8h00 e as 14h00, na Avenida Dr. Renato Araújo, em São João da Madeira. Vai repetir-se ao longo de duas semanas e inclui os distritos de Beja, Braga, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Leiria, Portalegre, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real, Lisboa, Porto, Madeira e vai acabar a 30 de Setembro no distrito de Coimbra.

A PSP disponibiliza mensalmente no seu Facebook alguns locais onde são efectuados controlos de velocidade por radar. A polícia acredita que o aviso prévio vai fazer reduzir a velocidade nos locais identificados e, dessa forma, garantir maior segurança na circulação.

Em baixo, pode consultar os locais já disponibilizados pela PSP.
LOCAL: SÃO JOÃO DA MADEIRA 
VIA: AVENIDA DR RENATO ARAÚJO
DATA: 4 SETEMBRO 
HORA: DAS 08H00 ÀS 14H00
LOCAL: AVEIRO
VIA: AVENIDA DA UNIVERSIDADE - GLÓRIA
DATA: 9 DE SETEMBRO
HORA: DAS 08H00 ÀS 14H00
LOCAL:  SANTA MARIA DA FEIRA 
VIA: ESTRADA NACIONAL 109 . KM 58
DATA: 13 DE SETEMBRO
HORA: DAS 14H00 ÀS 20H00
LOCAL: OVAR
VIA: ESTRADA NACIONAL 109 (JUNTO À XAMAX)
DATA: 25 DE SETEMBRO
HORA: DAS 14H00 ÀS 20H00
LOCAL: ESPINHO 
VIA: ESTRADA NACIONAL 109 - PARAMOS
DATA: 25 DE SETEMBRO
HORA: DAS 14H00 ÀS 20H00
LOCAL: BEJA
VIA: RUA ZECA AFONSO
DATA: 11 DE SETEMBRO
HORA: DAS 9H00 ÀS 12H00
LOCAL: BRAGA
VIA: VARIANTE DE CREIXOMIL - GUIMARÃES
DATA: 17 DE SETEMBRO
HORA: DAS 10H00 ÀS 12H30
LOCAL: BRAGA
VIA: AVENIDA JOÃO PAULO II
DATA: 20 DE SETEMBRO
HORA: DAS 20H30 ÀS 2H00 
LOCAL: BRAGA 
VIA: AVENIDA PADRE JÚLIO FRAGATA
DATA: 25 DE SETEMBRO
HORA: DAS 14H30 ÀS 20H00
LOCAL: BRAGANÇA
VIA: AVENIDA ABADE DE BAÇAL
DATA: 13 DE SETEMBRO
HORA: 13H00
LOCAL: BRAGANÇA
VIA: AVENIDA DAS CANTARIAS
DATA: 23 DE SETEMBRO
HORA: 8H00
LOCAL: COVILHÃ
VIA: ALAMEDA PÊRO DA COVILHÃ
DATA: 6 DE SETEMBRO
HORA: DAS 15H00 ÀS 19H00
LOCAL: COVILHÃ
VIA: AVENIDA INFANTE D. HENRIQUE
DATA: 19 DE SETEMBRO
HORA: DAS 8H00 ÀS 12H00
LOCAL: COIMBRA
VIA:  IC2/BANHOS SECOS 
DATA: 6 DE SETEMBRO
HORA: 20H00
LOCAL: FIGUEIRA DA FOZ
VIA: AVENIDA 12 DE JULHO 
DATA: 5 DE SETEMBRO
HORA: 8H00
LOCAL: FIGUEIRA DA FOZ
VIA: AVENIDA BISSAYA BARRETO
DATA: 30 DE SETEMBRO
HORA: 8H00
LOCAL: COIMBRA
VIA: AVENIDA INÊS DE CASTRO
DATA: 19 DE SETEMBR0
HORA: 14H30
LOCAL: ÉVORA
VIA: AVENIDA TÚLIO ESPANCA
DATA: 6 DE SETEMBRO
HORA: 9H00
LOCAL: ESTREMOZ
VIA: EN 18 AO GIL
DATA: 16 DE SETEMBRO
HORA: 9H00
LOCAL: LAGOS
VIA: AVENIDA DA FONTE COBERTA
DATA: 16 DE SETEMBRO
HORA:  9H00
LOCAL: OLHÃO 
VIA: AVENIDA D. JOÃO VI
DATA: 18 DE SETEMBRO
HORA:  10H00
LOCAL: GUARDA
VIA: VICEG
DATA: 9 DE SETEMBRO
HORA:  7H00
 
LOCAL: NAZARÉ
VIA: AVENIDA NOGENT SUR MARNE
DATA: 20 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 15H00 ÀS 18H00
LOCAL: PORTALEGRE
VIA: AVENIDA DO BONFIM
DATA: 11 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 16H30 ÀS 19H30
LOCAL: ELVAS
VIA: EN 246
DATA: 29 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 15H00 ÀS 18H00
LOCAL: TOMAR
VIA: EN 110 - CARVALHAIS FIGUEREDO
DATA: 18 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 8H00 ÀS 12H00
LOCAL: TORRES NOVAS
VIA: RUA PRINCIPAL - BARREIRA ALVA
DATA: 20 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 8H00 ÀS 12H00
LOCAL: ABRANTES
VIA: RUA DOS OLEIROS
DATA: 24 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 8H00 ÀS 12H00
LOCAL: SETÚBAL
VIA: EN 10-3, KM5 - BARREIRO
DATA: 12 DE SETEMBRO
HORA:  14H00
LOCAL: SETÚBAL 
VIA: ESTRADA DOS CIPRESTES
DATA: 19 DE SETEMBRO
HORA: 8H00 
LOCAL: VIANA DO CASTELO
VIA: ESTRADA DA PAPANATA
DATA: 12 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 9H00 ÀS 12H00
LOCAL: VILA REAL
VIA: ESTRADA DA PAPANATA
DATA: 12 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 9H00 ÀS 12H00
LOCAL: VILA REAL
VIA: RUA VASCO SAMEIRO
DATA: 13 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 15H00 ÀS 17H00
LOCAL: CHAVES
VIA: AVENIDA RAINHA DONA MAFALDA 
DATA: 24 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 9H00 ÀS 12H00
LOCAL: LISBOA
VIA: AVENIDA DA ÍNDIA
DATA: 5 DE SETEMBRO
HORA: DAS 8H00 ÀS 12H00
LOCAL: LISBOA
VIA: AVENIDA PADRE CRUZ
DATA: 13 DE SETEMBRO
HORA: DAS 8H00 ÀS 12H00
LOCAL: LISBOA
VIA: EN 249-3 PORTO SALVO
DATA: 18 DE SETEMBRO
HORA: DAS 14H00 ÀS 17H00
LOCAL: LISBOA
VIA: AVENIDA MARECHAL GOMES DA COSTA
DATA: 26 DE SETEMBRO
HORA: DAS 14H00 ÀS 18H00
LOCAL: PORTO
VIA: AVENIDA D. JOÃO II - OLIVEIRA DO DOURO
DATA: 10 DE SETEMBRO
HORA: DAS 14H30 ÀS 18H30
LOCAL: PORTO
VIA: ESTRADA D. MIGUEL - GONDOMAR
DATA: 17 DE SETEMBRO
HORA: DAS 14H00 ÀS 17H00
LOCAL: PORTO
VIA: RUA RIBEIRO CAMBADO - VALONGO
DATA: 14 DE SETEMBRO
HORA:  DAS 20H00 ÀS 24H00
LOCAL: MADEIRA
VIA: VR1 - FUNCHAL
DATA: 5 DE SETEMBRO
HORA: 13H45
LOCAL: MADEIRA
VIA: VR1 - AVENIDA DO INFANTE - FUNCHAL
DATA: 26 DE SETEMBRO
HORA: 18H45
LOCAL: MADEIRA
VIA: VE 5 MACHICO
DATA: 27 DE SETEMBRO
HORA: 8H00
Fonte : Rádio REnascença

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

TROFÉUS FEUP EM PORTIMÃO

 

 

Eis um grupo de imagens da autoria de Nuno Oorg1org2org3org4org5org6org7org8org9org10org11org12org13org14org15org16org17org18org19org20org21org22org23org24org25org26org27org28org29org30org31org32org33org34org35org36org37org38org39org40org41org42org43org44org45org46org47org48org49org50org51org52org53org54org55org56org57org58org59org60org61org62org63rganista que apresenta alguns dos momentos das provas da Feup.Fotos de Nuno Organista - www.velocidadeonline.com

 

CONTINUAM OS SALDOS NA J.SILVA Lª

CONTINUAM OS SALDOS NA J.SILVA LDA.

 

 

FIM DOS SALDOS....
E pronto chegaram ao fim os Saldos Verão 2013 !!!
Aí estão as derradeiras peças para venda.
Tudo a 25,00 Euros (Iva Incluido)
Portes de envio 7,00 Euros
Pagamento exclusivamente por transferência bancária.
Junto de cada imagem (clicando na imagem), estão as medidas e quantidades disponíveis.
Limitado ao stock existente.
Muito obrigado

 

CONSUMO DE COMBUSTIVEIS EM QUEDA

Consumo de combustíveis volta a cair

 

 

Os portugueses continuam a cortar nas despesas e consomem cada vez menos combustível, segundo dados da DGEG.

A crise está a obrigar os portugueses a fazerem mais contas ao orçamento familiar e uma das consequências imediatas é a diminuição do consumo de combustíveis. De acordo com dados da Direcção Geral de Energia e Geologia (DGEG), o consumo de combustíveis rodoviários em Portugal caiu em Junho 8%.

De acordo com os dados disponibilizados pela Direcção Geral de Energia e Geologia (DGEG), nas gasolinas a quebra global foi de 8,2%. A gasolina sem chumbo 98 registou uma redução de 16,8%, enquanto na gasolina sem chumbo 95 a descida foi de 7,5%. No gasóleo, o combustível mais consumido em Portugal, a tendência também é de queda, com as vendas a registarem uma redução de 8%.

Por outro lado, o consumo de Gás de Petróleo Liquefeito (GPL) Auto continua a aumentar, tendo registado um acréscimo de 4,5%.

De acordo com a DGEG, as cotações médias internacionais para os produtos derivados do petróleo diminuiram em Junho de 2013 quando comparadas com as cotações médias do ano 2012, com uma descida de 2,2% para a gasolina 95 e de 3% para o gasóleo.

Já a cotação média do 'Brent' foi de 78,04 euros por barril em Junho, o que representa um aumento de 3,3% face ao mês homólogo de 2012.

Fonte : Diário Económico

 

FORMULA 1 ATRAVÉS DOS TEMPOS

FÓRMULA 1 ATRAVÉS DOS TEMPOS

 

Hoje trazemso até aos nosso leitores uma série de imagens marcantes da história da Fórmula 1fot1fot2fot3fot4fot5fot6fot7fot8fot9fot10fot11fot12fot13fot14fot15fot16fot17fot18fot19fot20fot21fot22fot23fot24fot25fot26fot27fot28fot29fot30fot31fot32fot33fot34fot35fot36fot37fot38fot39fot40fot41fot42fot43fot44fot45fot46fot47fot48fot49fot50fot51fot52fot53fot54fot55fot56fot58fot59fot60fot61fot62fot63fot64fot64fot66fot67fot68fot69fot70

 

4º CONFERENCIA MOBILIDADE URBANA

 

ALD Automotive participa na 4ª Conferência da Mobilidade Urbana

 

 

A ALD Automotive vai participar na 4ª Conferência da Mobilidade Urbana que se realiza no próximo dia 17 de Setembro, no Museu do Design e da Moda, em Lisboa.

 

A Conferência, com o tema “Preparar a Cidade para a Mobilidade do Futuro: dos Modos Suaves à Mobilidade Elétrica”, está integrada na Semana Europeia da Mobilidade e contará com intervenções de especialistas, profissionais e empresários portugueses e internacionais de renome na área da mobilidade urbana.

 

O Diretor Geral da ALD Automotivel, Guillaume de Léobardy, é um dos oradores convidados para o evento, onde fará uma apresentação centrada nos temas da gestão de frotas e logística urbana.

 

Entre os outros oradores estão Sérgio Silva Monteiro, Secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, e Fernando Nunes da Silva, Vereador da Mobilidade da Câmara Municipal de Lisboa.

 

A Conferência da Mobilidade Urbana pretende ser um espaço de reflexão sobre a inovação do sector e sobre a afirmação da mobilidade elétrica e das bicicletas em contexto urbano, bem como de apresentação das mais recentes inovações da indústria da mobilidade elétrica, dos projetos que têm surgido no contexto da mobilidade em duas rodas, das novas soluções para gestão de frotas e logística urbana.

 

AUMENTO DE PREÇOS DOS COMBUSTIVEIS

Gasolina só vai subir significativamente se houver guerra no Médio Oriente - APETRO

"As crescentes tensões na Síria e o seu alargamento às regiões vizinhas (principalmente Líbia, Iraque e Egito, onde tiveram lugar recentes convulsões) estão a afetar a produção de petróleo na região e, consequentemente, os preços internacionais do crude", afirma a associação em comunicado hoje divulgado.

Um aumento do preço que deverá continuar a verificar-se devido ao provável crescimento das tensões no Médio Oriente, mas que só deverá tornar-se significativo nos produtos derivados do petróleo (gasolina ou gasóleo) "se houver um alastramento do conflito à região", refere, no entanto, a APETRO.

Agência Lusa

 

WTCC - ESTADOS UNIDOS

 

MULLER: 4º TITULO AO SEU ALCANCE

 

muller
Yvan Muller está muito perto de garantir um Campeonato Mundial de Pilotos quarta Touring Car após os três que ele ganhou em 2008, 2010 e 2011.
O francês tem se mostrado em uma classe de seu próprio durante toda a temporada até o momento, dirigindo seu carro Chevrolet Cruze dirigido por RML a seis pole positions, seis vitórias e outros cinco pódios das 16 corridas.
Ele só não conseguiu marcar na última corrida em Termas de Río Hondo, principalmente devido a uma unidade através de penalidade depois de um contato com Tiago Monteiro.
Sua impressionante lista de resultados permitiram Muller para construir uma margem de liderança sólida de 132 pontos à frente de seu concorrente mais próximo, de Nika Corrida Michel Nykjær.
Isso significa que Muller pode adquirir a certeza matemática de um quarto título WTCC após a segunda corrida de Sonoma.

 

6 HORAS DE S.PAULO

 

Corrida no Brasil termina prematuramente para a Toyota Racing

FIA WEC 2013 – TOYOTA Racing - 6h de São Paulo

Corrida no Brasil termina prematuramente para a Toyota Racing

A participação da Toyota Racing nas 6h de São Paulo terminou de uma forma frustrante quando a equipa foi obrigada a abandonar a 4ª prova do Campeonato Mundial de Endurance, logo na primeira hora da corrida.

Stéphane Sarrazin foi o piloto que realizou a partida rolante, arrancando desde a 3ª posição, lugar que manteve até ser envolvido num acidente que ditaria o abandono apesar de não ter qualquer culpa.

O TS030 Hybrid #8 estava a dobrar o carro #32, que perdeu o controlo em curva e arrastou o Stéphane, obrigando-o a bater contra as barreiras de proteção causando danos irremediáveis na parte frontal e direita do carro.

O piloto ainda lutou para conseguir levar o carro até à box, chegando mesmo a sair fora do carro e arrancando algumas peças da carroçaria, mas os danos eram demasiado graves e obrigaram à desistência.

Com este incidente os colegas de equipa, Anthony Davidson e Sébastien Buemi não chegaram a participar na corrida.

A próxima prova do Campeonato do Mundo de Endurance vai ter lugar no Circuito das Américas em Austin, Texas a 22 de Setembro.

TS030 HYBRID #8
   • Anthony Davidson
   • Stéphane Sarrazin
   • Sébastien Buemi
Corrida: Desistência
Paragens na boxe: 0
Volta mais rápida: 1:22.545 segundos

Yoshiaki Kinoshita, Director da Equipa: “A competição automóvel por vezes é muito dura e, nesta corrida em particular foi muito frustrante. A equipa fez um bom trabalho ao longo de todo o fim-de-semana e estávamos à espera de uma forte luta com a Audi, mas estava destinado a não ser assim. Foi também algo desapontante para o público que esteve presente e também para todos os nossos fãs pois a luta entra a TOYOTA e a Audi só durou 35 minutos. Neste acidente não houve nada que o Stéphane pudesse fazer para evitar. Mas as corridas são mesmo assim e agora é pensar já na próxima corrida.”.

Acerca da TOYOTA Racing no Campeonato Mundial de Endurance FIA
A Toyota participou pela primeira vez no Campeonato Mundial de Endurance FIA em 1983, iniciando a longa participação em corridas de resistência, incluindo as 24 horas de Le Mans. A Toyota participou em 14 edições das 24 horas, com um total de 38 carros. Em 2012, a Toyota regressou às corridas de resistência, participando no Campeonato Mundial de Endurance FIA com um veículo hibrido desenvolvido para a categoria LMP1, o TS 030 HYBRID.
Este carro venceu a primeira corrida nas 6h de São Paulo em Setembro, na sua 3ª corrida realizada e continuou o sucesso ao longo de 3 das 6 corridas realizadas. O chassis, alterado para a época 2013, foi desenvolvido pela TOYOTA Motorsport GmbH (TMG), onde a equipa tem a sua sede. A TMG foi a base da equipa dos projetos TOYOTA’s World Rally e Formula 1 e foi responsável pelo desenho e desenvolvimento do carro para Le Mans Toyota TS020 (GT-One) que competiu em 1998-99. Atualmente a TMG combina a participação e desenvolvimento de projetos no desporto automóvel, assim como a consultadoria em engenharia e fornecimento de serviços a empresas externas, ou a parceiros da Toyota.


Sao Paulo_2013_Sunday_6Sao Paulo_2013_Sunday_11Sao Paulo_2013_Sunday_12Sao Paulo_2013_Sunday_13
 

COMEMORAÇÕES ASTON MARTIN

COMEMORAÇÕES ASTON MARTIN

 

Mais uma série de imagens relativas ás comemorações do centenário da Aston martin, que se tem realizado um pouco por todo o globo, desta feita em Singapura.AST1- SINGAOPREAST2AST3AST4AST5AST6ast7ast8ast9ast10ast11ast12ast13ast14ast15

 

NEW ZELAND VENCE TAÇA LOUIS VUITON

NEW ZELAND VENCE TAÇA LOUIS VUITON

 

O New Zeland passeou a sua superiordade no confronto que teve com o Prada, batendo-o de forma sistemática em quase todas as regatas em que participou, estando agora a prepara-se para a primeira eliminat´roia da America´s Cup, onde vai ter como adversário o barco da Oracle.vela1vela2vela3vela4vela5vela6vela7vela8vela9vela10vela11vela12vela13vela14vela15vela16vela17vela18vela19vela20vela21vela22vela23vela24vela25

 

WTCC - ESTADOS UNIDOS

 

RETORNOS menu para WTCC ... NO AR

 

MENU
WTCC 2012 vice-campeão Alain Menu, faz um retorno one-off para o campeonato mundial na próxima semana, ficando pela primeira vez na pele de comentarista de TV.
O piloto suíço, que marcou 23 WTCC vitórias entre 2005 e 2012, irá juntar-se comentador regular de Jacques Leunis do Eurosport como consultor técnico durante a transmissão ao vivo da reunião WTCC nono que ocorre em Sonoma Raceway, em 7 e 8 de setembro.
Menu, que recentemente foi convidado pela Citroën Racing para participar de suas sessões de testes anteriores com um carro WRC, WTCC híbrido, retorna para Sonoma - onde reivindicou a pole position no ano passado - com a tarefa de enriquecer o comentário TV usando sua perícia e técnica conhecimento.

 

MARTINE PEREIRA DE RILEY NO CARAMULO

 

CARAMULO MOTORFESTIVAL

 

MARTINE PEREIRA DE RILEY NO CARAMULO MOTORFESTIVAL

 

Para a prova deste fim de semana, o Caramulo Motorfestival, Martine Pereira vai estar presente, não ao volante do seu habitual Alfa Romeo  156, mas sim ao volante do Riley 12 Sport  de 1937.Segundo Martine Pereira “ encontro-me de ferias e quero um fim de semana relaxado, por isso optei por não correr com o Alfa Romeo, e vou só com o Riley. O Caramulo Motortfestival não conta para nada, vou só para me divertir. Depois não tenho qualquer tipo de aspiração ao titulo na categoria 1, por isso mais uma razão para nem sequer tirar o Alfa Romeo da garagem”.Sobre o Riley “ sempre a funcionar que nem um relógio”.FOX 2123

 

RALI DE TOMAR

 

Rally de Tomar e outras matérias...

Imagem intercalada 1Vivam tertulianos

Como é do vosso conhecimento os prazos de inscrição no Rally de Tomar, a preços reduzidos termina já amanhã pelo que é bom que não deixem passar a oportunidade de participar, no proximo dia 14 de setembro em mais uma prova a contar para a Classic Cup 2013!!

Mais informações e tudo o que precisam de saber na página do Automóvel Clube de Tomar!

Entretanto não esquecer também o proximo jantar da tertulia do Ferodo Queimado a realizar no proximo dia 5 de setembro, quinta feira e também com inscrições a terminar não tarda muito... Aviem-se!! Já há poucos lugares sentados...

Saudações tertulianas

 

APPAM LANÇA MENSAGEM

 

APPAM LANÇA MENSAGEM CONTRA OS FOGOS



Lançar um apelo em prol da preservação da floresta é o objectivo da Associação Portuguesa de Pilotos de Automóvel de Montanha (APPAM), ao realizar uma largada de balões biodegradáveis, carregados com sementes de arvores e vegetação tradicional, durante a realização da Rampa do Caramulo, sétima prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Montanha (CPM).

 

MANUEL CASTRO ATINGIU OBJECTIVOS

 

CAMPEONATO PORTUGAL CIRCUITOS

 

 

MANUEL CASTRO ATINGIU OBJECTIVOS PRETENDIDOS

 

Desta feita a equipa do Porsche GT 3 conseguiu atingir os seus objectivos tendo acabado a corrida numa excelente posição, tendo inclusive vencido a sua categoria. Assim logo nas sessões de treinos livres, ao dupla Manuel Castro/Gonçalo Manahu, estiveram em destaque, conseguindo respectivamente 1.56.767, 1.58.854 e 1.58.029, para na sessão de treinos cronometrados ter alcançado 1.57.264.

Por isso Manuel Castro estava satisfeito “ é lógico que sim, foi um excelente fim de semana para fazer esquecer os anteriores, vamos lá ver se o azar termina duma vez por todas. O carro esteve perfeito, tentei andar o mais rápido possível, sem cometer exageros, embora reconheça que preciso de conhecer um pouco melhor o carro, de forma a poder extrair as suas potencialidades. Para quem saiu dos protótipos e passa para um carro deste tipo, um GT, a diferença é muito grande. Por isso espero em Braga poder melhorar ainda mais os meus préstimos em pista”.




CLASSIFICAÇÃO FINAL


FOX 1568

1º Eskelinen-Vieira_Campaniço – Audi R 8

2º Fontes – Barbosa – J.Fontes – Mercedes SLS AMG3º Figueiredo – Ramos – Veiga – Audi R 8

4º Marreiros – Baptista – Aston Martin

5º GONÇALO MANAHU – MANUEL CASTRO – Porsche GT 3

6º Ferreira – Ferrão – Carvalho - Ferrari

 

TRIPULAÇÃO PORTUGUESA EM DESTAQUE

TRIPULAÇÃO PORTUGUESA EM DESTAQUE

 

A tripulação portuguesa que participou na jornada da Extreme Sailing na cidade do Porto, está nos Estados Unidos em S.Francisco, para participar na Red BUll Youth America´S Cup, onde tem estado em grande destaque,m inclusive ontem venceram uma regatas, estando neste momento classificado em 6º das geral, com excelentes hipóteses de poder subir na classificação geral.

 

Assim esta competição aberta velejadores com idades comprendidas entre os 19 e os 24 anos, é liderada por Bernardo Freitas, e neste momento sete equipas estão separadas por três pontos.Quatro regatas já foram disputadas, e hoje irá decorrer mais uma regata, que poderá ser decisiva para as aspirações da equipa portuguesa.Esta regata terá lugar por volta das 19h , hora de Portugal.A classificação está assim estabelecida :

 

1º NZL  Sailing Team with Emirates - Nova Zelandia - 28 pontos

2º American Youth Sailing Force - Estados UNidos - 27 pontos

3º Team Tilt - Suiça - 27 pontos

4º Swedish Youth Challenge - Suécia - 26 pontos

5º Full Metal Jacket Racing - Nova Zelandia - 26 pontos

6º ROFF CASCAIS SALING TEAM - PORTUGAL - 26 pontos

7º Next World Energy - França - 25 pontos

8º All in Racing - Alemanha - 17 pontos

9º Objectiv Australia - Austrália - 9,3 pontos

10º Usa 45 Racing - Estados Unidos - 9 pontosvelaportuguesesd

 

DANIEL NUNES EM BALANÇO

 

Balanço Daniel Nunes no Rallye Além Mar


“Diz-se que o rali só acaba quando o carro chega a casa. Agora que o
pássaro amarelo chegou a Lisboa, dou por terminada a etapa dos Açores”,
foi assim que Daniel Nunes deu por terminado o XXXII Rallye Além Mar
Santa Maria.
Depois de no último rali a dupla Daniel Nunes/Rui Raimundo ter vencido de
forma categórica, surgiu um novo desafio, o Rallye Além Mar Santa Maria,
através de convite feito pela SAKCAA (Secção de Automobilismo e Karting,
Clube Asas do Atlântico), prova inserida no Campeonato Açoriano de Ralis.
Sendo esta uma prova extra-campeonato, e onde a concorrência partia em
vantagem por conhecer o rali, e devido às lutas do respetivo campeonato, a
dupla do continente apresentava-se sem pressões com o objetivo de se
divertir, mas acima de tudo brindar o público com espetáculo durante o rali,
“quando nos fizeram o convite, aceitamos prontamente. Não era o nosso
campeonato, e por isso partíamos sem pressões de resultado, mas com um
peso enorme nas costas. Retribuir na estrada o convite, dando espetáculo,
tentando brindar o público entusiasta em todos os momentos”, foi assim
que Daniel Nunes encarou este rali.
Para o piloto de Sintra, “esta foi a melhor experiência que tive nos ralis. Os
marienses são fantásticos. Vivem os ralis. Estão na estrada com a família
toda, pedem autógrafos na rua, sabem tudo dos ralis… são verdadeiros
apaixonados por este desporto. Tenho muita pena de não ser assim no
continente. Conseguem ter uma lista de inscritos com mais de 40 carros a
pagar pouco mais de 200€, e ainda oferecem festa de apresentação da
equipa com oferta de jantar, uma rádio que acompanha o rali na integra,
shakedown, RTP açores, muita gente na rua, festa de entrega de prémios,
e vários cartazes e panfletos para podermos dar autógrafos… Acho que não
são eles que estão errados.”
No entanto, para Daniel Nunes o rali foi quase perfeito em termos de
resultado, “no final do primeiro dia e após duas especiais estávamos na 2ª
posição da geral e a partir daí, sem deixar de dar espetáculo, redefinimos a
nossa tática em busca de um bom resultado. No segundo dia, ainda
conseguimos um segundo tempo a 0,6 segundos do Ricardo Moura logo na
especial de abertura, o que nos deu ainda mais ânimo. Mas fruto do clima
da região, na especial seguinte fomos o único carro que apanhou chuva, e
aí baixamos para o 3º posto onde nos batemos numa luta muito amigável
com o Henrique Moniz. Quando nos preparávamos para manter o 3º posto
final, no início da última especial partimos uma transmissão e assim
perdemos mais de 1,30 minutos baixando para o 5º posto. Era a cereja no
topo do bolo. Mas, mesmo com este problema, decidimos durante essa
especial agradecer ao público o apoio, e que apoio… um momento
arrepiante. Excelente…”
Já para Rui Raimundo este rali pode ser descrito durante horas, mas uma
palavra define tudo: “Fantástico. Desde a nossa chegada que fomos
recebidos muito bem. Uma hospitalidade incrível. Pessoas que gostam
mesmo de ralis e que com menos recursos fazem ver as organizações do
continente, que os ralis também são uma festa. Neste rali vivemos de tudo
um pouco, desde andar no limite, saídas de estrada, dar espetáculo, mas
acima de tudo conhecer gente muito boa neste desporto. Ficamos amantes
da ilha…”
Sem nunca esquecer quem o apoia, o piloto mentor da Nunes Motorsport,
Daniel Nunes, não se esquece de agradecer “o convite do Clube Asas do
Atlântico e um especial abraço para o António Sequeira, à ACB Racing por
toda a ajuda dada à nossa equipa, com especial agradecimento ao António
Castelo Branco, e àqueles que sempre estiveram comigo durante todos
estes anos, a Kumho, a ReboDani, o Sr. João Lima Carlos e a RodiNunes.
Não poderia deixar de agradecer a todos os Marienses pelo carinho dado ao
Piloto:
Daniel Nunes
Co-piloto:
Rui Raimundo
Apoios:
Nova Crismafer
Comércio de Ferramentas
longo de seis dias, ficando a certeza que não será um até sempre, mas sim, um Obrigado, até breve

 

FERRARI CAMPEÃO

 

Miguel Ferreira, Francisco Carvalho e Diogo Ferrão Campeões de Portugal de GT Cup

 

Depois de realizada a quarta jornada do Campeonato de Portugal de GT que decorreu no Autódromo Internacional do Algarve, o Colégio de Comissários Desportivos considerou o Aston Matin de Pedro Marreiros/Nuno Baptista da categoria GT4 e não GT Cup como estava inscrito. Assim, o Ferrari 430 da Oásis Motorsport pilotado por Miguel Ferreira, Francisco Carvalho e Diogo Ferrão terminaram a jornada algarvia no segundo lugar da categoria o que lhes confere o título de Campeões de Portugal de GT Cup.

 

Como já havíamos mencionado, Carvalho/Ferrão/Ferreira viram-se confrontados com problemas no sensor de detonação do motor logo após o inicio da corrida, o que obrigou a uma entrada precoce nas boxes numa tentativa de solucionar o problema. Regressavam à pista, seis voltas depois com o intuito de recuperar o tempo perdido e lutarem por consolidar a primeira posição nas contas do Campeonato. Mas, para além da consolidação, conseguiram mesmo o título de Campeões quando ainda falta disputar a última jornada da temporada em Braga a 14 e 15 de Setembro.


Na sequência  do apelo da decisão do Colégio de Comissários Desportivos, as classificações da jornada do Autódromo Internacional do Algarve estão suspensas, pelo que para já não se pode considerar Miguel Ferreira, Francisco Carvalho e Diogo Ferrão Campeões de Portugal de GT Cup.

 

 

 algarve ferreira_carvalho_ferrao

 

JET SKY NO BRASIL

 

FABIANO DA SILVA É UM DOS FAVORITOS NO

SÃO PAULO JET SKI GRAND PRIX 2013

 O gaúcho de Canoas foi um dos destaques da temporada passada, quando conquistou cinco títulos e agora está na briga em três categorias. Ele competirá nos dias 14 e 15 deste mês, na Represa do Guarapiranga.

 

Com cinco títulos nacionais no currículo, conquistados em 2012, o gaúcho Fabiano da Silva é um dos favoritos no São Paulo Jet Ski Grand Prix 2013 - 26º Campeonato Brasileiro 2013 World Qualifying. A competição será realizada nos dias 14 e 15 deste mês, na Represa do Guarapiranga (av. Atlântica, 4.000, antiga Robert Kennedy), em São Paulo. Atualmente o piloto de Canoas lidera as categorias Super Course Aspirado Stock e Super Course Aspirado GP e está em segundo na Runabout Aspirado GP e sabe que precisa de bons resultados nesta etapa decisiva para alcançar seu objetivo.

Silva analisou sua situação na competição.  “Em Pereira Barreto fui bem, mas acabei  desclassificado e isso me prejudicou na soma dos pontos, mesmo ganhando em todas as categorias que corri na segunda e terceira etapas em Boa Esperança. Agora preciso ir muito bem para ser campeão e a concentração será fundamental nesta final”, ressaltou.

O piloto de Canoas explicou que não fará modificações em seu equipamento para o São Paulo Jet Ski Grand Prix 2013 – 26º Campeonato Brasileiro 2013 World Qualifiying, apenas os acertos básicos. Depois das etapas de Boa Esperança (MG), praticamente não competiu e teve pouco tempo para treinamento, mas está confiante e vai se empenhar ao máximo para terminar a temporada com novos títulos.

A competição reúne competidores de vários Estados, como São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraná, além de convidados do Uruguai, Bolívia, Paraguai e Argentina. Ao final da disputa serão definidos os pilotos que garantirão vaga para o Campeonato Mundial, que acontecerá de 5 a 13 de outubro, em Lake Havasu, no Arizona (EUA).

A movimentação da quarta e última etapa do São Paulo Jet Ski Grand Prix 2013 – 26º Campeonato Brasileiro 2013 World Qualifiying, começa no dia 13, com a recepção aos pilotos, inscrições e treinos livres.  Nos dias 14 e 15 serão realizadas as baterias, que apontarão os vencedores da etapa e os campeões da temporada 2013.

O São Paulo Jet Ski Grand Prix 2013 – 26º Campeonato Brasileiro 2013 World Qualifiying, é uma realização da BJSA - Associação Brasileira de Jet Ski, com homologação da IJSBA - International Jet Sports Boating Association. Produção - CPM7 Full Promotion. Apoio Oficial: PREFEITURA DE SÃO PAULO - ESPORTE LAZER E RECREAÇÃO / COORDENAÇÃO DAS SUBPREFEITURAS - CAPELA DO SOCORRO.  Parceria: KAWASAKI DO BRASIL, CASARINI SEADOO / BRP, YAMAHA DO BRASIL, JET TRACTION, SPETO IMPORTS, BETHJET, UNION TRACKER RASTREADORES, FULL POWER ENERGY, PHOTOJETSKI, BOMBARCO, PRAINHA BAR E RESTAURANTE, VOVÓ LELA e REVISTA BOAT SHOPPING. Promoção Exclusiva: RÁDIO METROPOLITANA FM 98.5

O evento conta com a Supervisão da MARINHA DO BRASIL e Apoio da GUARDA CIVIL METROPOLITANA E CORPO DE BOMBEIROS.

fabiano da_silva
 

AÇORES TT DE REGRESSO

 

Baja TT Proença-Oleiros

7 e 8 de Setembro

Campeonato de Portugal de Todo o Terreno

 

Açores TT Team de regresso às competições

  • Equipa dos Açores é agora apoiada pela Hydraplan, novo concessionário Mazda
  • Projecto mantém-se fiel á promoção dos Açores

 

 

A dupla Bruno Oliveira / Vânia Paim, aos comandos de uma Mazda BT 50 vai participar no próximo fim-de-semana na Baja TT Proença-Oleiros, a quarta etapa do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno. É o regresso da equipa dos Açores às competições de todo-o-terreno, preparando-se para a etapa do Desafio Total Mazda que terá lugar no final do mês em Idanha e que agora surge apoiada pela Hydraplan, novo concessionário Mazda em Alverca.

 

A equipa tem-se destacado pelo empenho com que promove a imagem dos Açores através da competição, bem como das suas excelentes prestações desportivas, em particular no troféu monomarca onde já conquistou numerosas vitórias.

 

Estou muito contente por poder regressar à competição e por mais uma vez podermos trazer a magnífica imagem promocional dos Açores até junto dos muitos adeptos que acompanham as corridas de todo-o-terreno, seja ao vivo ou através da televisão e da comunicação social. Esta prova de Proença-Oleiros é um teste para a rentrée do Desafio Total Mazda que terá lugar em Idanha, uma prova que no ano passado estivemos quase a ganhar. Quero destacar o facto de a partir de agora termos mais um importante parceiro no nosso projecto, a Hydraplan, novo concessionário Mazda”, destaca o consagrado Bruno Oliveira.

 

A Baja TT Proença-Oleiros arranca no Sábado com uma dupla passagem por uma super-especial com 10,06 km de extensão para, no Domingo, ser disputado por duas vezes, um sector seletivo com uma distância de 143,01kms. Outras informações sobre a prova em www.escuderiacastelobranco.pt

 BrunoOliveira VaniaPaim_AoresTTTeam_01BrunoOliveira VaniaPaim_AoresTTTeam_02

 

EQUIPA DA AMNSPORT EM FORÇA NO CARAMULO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

FOX 2457

RAMPA DO CARAMULO – CARAMULO MOTORFESTIVAL

 

EQUIPA DA AMNSPORT EM FORÇA NO CARAMULO

 

A equipa da AMNSport vai estar em força este fim de semana na Rampa do Caramulo, onde vai alinhar com quatro carros, três Porsche, e o Marcos.  Sobre esta participação, António Nogueira explicou-nos “ vamos para nos divertir, eu vou estrear em provas de Montanha, o Porsche GT 3 R, o meu sobrinho Luís Anjos vai-se estrear ao volante do Porsche 997, e o Dr.Carlos Cerca vai com o já habitual GT 2, como o fez no ano passado. Como disse vamos para nos divertir, eu pelo meu lado, vou para lutar pela vitória na minha categoria e , estou curioso para ver o comportamento do GT 3 R numa prova de Montanha, creio que irá ser algo inédito, pois creio que nunca correu nenhum GT 3 R numa prova deste tipo”.

 

 

 

Por outro lado, para o dia do Festival, António Nogueira vai alinhar com o Marcus” este carro não tem feito provas há algum tempo, é sempre um carro espectacular, difícil de conduzir nesta rampa, que tem zonas muito estreitas, quando este carro é muito largo, irei fazer o melhor possível”, afirmou.

.

Pela primeira vez a AMNSport inscreve uma série de carros, o que o nosso interlocutor respondeu “ está uma parte da equipa, e aqui ainda falta o outro Porsche GT 2, o Audi Quattro, só não participaram, pois depois não tenho o numero de mecânicos certo para dar assistência a tantos carros. Por outro lado, depois no fim de semana a seguir, temos o circuito de Braga, e há que depois preparar o Porsche GT 3 R e o Ford EScort.”

 

HISTÓRIA DE SUCESSO DA TOYOTA

 

HISTÓRIA DE SUCESSO DOS HÍBRIDOS TOYOTA


A Toyota tem vindo a pesquisar e desenvolver soluções de mobilidade amigas do ambiente há mais de 40 anos. Como resultado, a empresa estabeleceu uma liderança significativa no design e produção da tecnologia full hybrid.

*A saber

  • 23 veículos com tecnologia full hybrid em comercialização, em 80 países e regiões em todo o mundo – quatro vezes mais as de qualquer outro fabricante
  • A venda acumulada global de híbridos Toyota e Lexus excedeu as 5.5 milhões de unidades, dos quais mais de 10% são vendidos na Europa
  • Nos primeiros 4 meses de 2013 as vendas de híbridos Toyota na Europa aumentaram 245% vs 2012, aumentando a quota de mercado de 61% para 75%
  • No primeiro quadrimestre de 2013 as vendas europeias de híbridos da Toyota Motor Corporation (TMC) aumentaram 82%
  • Auris, Yaris, Prius (incluindo Prius Plug-in) e Prius+ ocupam os quatro lugares de topo nas vendas do Mercado Europeu de viatura híbridas
Esta liderança não foi apenas mantida, mas sim aumentada. Com 23 VHs (16 Toyota e 7 Lexus) já à venda em cerca de 80 países e regiões de todo o mundo, a Toyota Motor Corporation (TMC) oferece atualmente aos clientes uma ampla escolha de viaturas híbridas, quatro vezes mais do que qualquer outro fabricante.

Oferecendo excelente eficiência de consumo e emissões sem sacrificar, o espaço interior e o conforto ou a facilidade de condução, os Veículos Híbridos (VHs) são atualmente vistos como veículos convencionais e pertencentes aos segmentos de volume, apesar da evoluída tecnologia. Isto permite-lhes ter um importante papel na comercialização de eco-veículos.

2013 Toyota_Hybrid_Range_12013 Toyota_Hybrid_Range_22013 Toyota_Hybrid_Range_32013 Toyota_Hybrid_Range_42013 Toyota_Hybrid_Range_5
 

DOMINIO ABSOLUTO

 

Domínio absoluto e invicto da Audi em 2013


• Primeiro e segundo lugar dos Audi R18 e-tron quattro
na qualificação e na corrida
• Fässler / Lotterer / Treluyer conquistam a segunda vitória da temporada
• Duval / Kristensen / McNish terminam no segundo lugar em São Paulo
após algum infortúnio

 

Audi Fssler__Lotterer__Treluyer_01Audi Fssler__Lotterer__Treluyer_02
 A Audi manteve-se invicta na temporada 2013 do campeonato WEC. O Audi R18 e- tron quattro híbrido ganhou a quarta corrida de um total de oito jornadas agendadas para a presente temporada do Campeonato Mundial de Resistência da FIA (WEC). Além disso, reivindicou a vitória nas clássicas de 12 horas de Sebring, em março. O fim-de-semana da corrida no Brasil terminou com a vitória de Marcel Fässler / André Lotterer / Benoît Treluyer, enquanto Loïc Duval / Tom Kristensen / Allan McNish ocuparam o segundo lugar. Com este sucesso nas 6 Horas de São Paulo, os vencedores reduziram a diferença para os seus colegas de equipa na classificação geral de pilotos para 22 pontos.
Depois de uma corrida autoritária a todos os níveis, os atuais campeões do mundo comemoraram a sua segunda vitória do campeonato WEC desta temporada após o sucesso na jornada de Spa, em maio. Perante mais de 38.000 espectadores Fässler / Lotterer / Treluyer com o carro número '1' cruzaram a linha de chegada em Interlagos com uma vantagem de três voltas sobre o outro carro da equipa. A situação na classificação a meio da temporada tornou-se assim mais emocionante: após Le Mans - os vencedores Loïc Duval, Tom Kristensen e Allan McNish – chegaram ao Brasil com uma vantagem de 30 pontos.

A diferença significativa no final da corrida não reflete, no entanto, o verdadeiro desempenho evidenciado pelo carro número '2'. Na fase inicial, o Audi tripulado por Allan McNish dominou a prova. Porém, mais tarde, este trio de pilotos viveu momentos de algum infortúnio: num período com o safety car em pista, e já com Tom Kristensen ao volante, voltou ao traçado brasileiro atrás de um carro da categoria GT, bem mais lento. O nove vezes vencedor de Le Mans (que averbou a volta mais rápida na corrida) perdeu cerca de meio minuto, porque o carro da frente não estava a manter o ritmo do pelotão da frente. Posteriormente, Loïc Duval assumiu os comandos do Audi R18 e- tron quattro híbrido e numa altura em que estava em franca recuperação, perdeu a roda traseira direita do seu carro à saída do pit-lane (142ª volta) na sequência de um erro de montagem. Assim, Duval teve que completar uma volta em três rodas, além de ter sido penalizado com dois stop-and-go, perdendo no total quatro voltas.
No final, o Diretor da Audi Motorsport, Dr. Wolfgang Ullrich tinha motivos para estar satisfeito com um fim-de-semana perfeito. A Audi Sport Team Joest não só conquistou as duas primeiras posições para a grelha de partida como estabeleceu a volta mais rápida da corrida além de uma “dobradinha” no final destas 6 Horas de São Paulo, comemoranda a primeira vitória na América do Sul. Melhor era impossível! A aguardada luta com os carros da Toyota não aconteceu, na sequência do prematuro abandono da equipa japonesa logo na 25.ª volta.
Agora haverá que aguardar três semanas para os carros da Audi Sport continuaram a ter como objetivo a sua série de vitórias. Em 22 de setembro, o WEC tem agendada a jornada no circuito de Austin, no Texas, EUA, pela primeira vez.

 


Classificação Final


1. Fässler / Lotterer / Treluyer (Audi R18 e-tron quattro), 235 voltas
2. Duval / Kristensen / McNish (Audi R18 e-tron quattro), a 3 voltas
3. Beche / Heidfeld / Prost (Lola-Toyota), a 5 voltas
4. Conway / Martin / Rusinov (Oreca -Nissan), a 13 voltas
5. Baguette / Gonzalez / Plowman (Morgan -Nissan), a 14 voltas
6. Kaffer / Perez Companc / Minassian (Oreca -Nissan), a 14 voltas
7. Jeannette / Wirdheim / Zügel (Zytek -Nissan), a 18 voltas
8. Ihara / Merlin / Nicolet (Morgan -Nissan), a 21 voltas
9. Bruni / Fisichella (Ferrari), a 23 voltas
10. Mücke / Turner (Aston Martin), a 23 voltas 

 

MAIS DE 80 AUTOMOVEIS NO CARAMULO

 

Ferrari 225 Sport Spider Vignale de 1952 é a estrela do evento


MAIS DE 80 AUTOMÓVEIS ALINHADOS NA RAMPA DO CARAMULO

 



A mítica Rampa do Caramulo, integrada no Caramulo Motorfestival, vai alinhar mais de 80 automóveis históricos, clássicos e de competição já nos dias 6 e 7 de Setembro.
O plantel, que conta com um notável crescimento de inscrições sobre 2012, vai contar com 55 automóveis na Rampa Histórica do Caramulo, nas categorias de Velocidade e de Regularidade, e 28 automóveis no Campeonato de Portugal de Montanha, que conta com mais uma prova na Serra do Caramulo. A listagem dos participantes já se encontra disponível para consulta no site do Caramulo Motorfestival em www.caramulo-motorfestival.com.
O traçado da Rampa do Caramulo tem um desenho ímpar, sinuoso e bem asfaltado, numa extensão de 2,8 Kms. Sem curvas lentas assume-se como uma rampa rápida, com duas rectas onde os automóveis podem atingir elevadas velocidades, terminando depois a prova no sopé da Serra.
Ferrari 225 Sport Spider Vignale (1952), a estrela do evento
A grande estrela desta edição do Caramulo Motorfestival será o raríssimo Ferrari 225 Sport Spider Vignale de 1952. O Ferrari 225S foi conduzido pelo lendário piloto Vasco Sameiro durante a época de 1952, onde brilhou nos Circuitos da Boavista, Vila Real e Vila do Conde. A última vez que este automóvel pisou solo Português foi em 1954, quando competiu no II Grande Prémio de Portugal em Monsanto, tripulado então pelo piloto Brasileiro Sérgio Bernardes.
Depois de ter passado boa parte da sua vida no Brasil e de ter regressado à Europa já na década de 70 este 225S chassis #0198ET tem passeado a sua classe pelas Mille Miglia Históricas, os Festivais de Goodwood, o Tour Auto e outros eventos Internacionais de clássicos.
__________________________________________________________________________________________________

Hoje propriedade do australiano Marc Newson, um dos mais importantes nomes do Design contemporâneo, e considerado como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista Time em 2005, este Ferrari foi objecto de um cuidado restauro pelas mãos do reputado Philippe Rochat e recuperou há poucos anos a cor amarela e a decoração originais - como o trevo de quatro folhas por cima de um triângulo branco - com que Vasco Sameiro correu em 1952, ano em que este 225S veio novo para o nosso País.
O mítico Ferrari regressa agora a Portugal para uma derradeira participação em solo nacional, no Caramulo Motorfestival, praticamente 60 anos depois da sua última prestação no nosso país. Esta presença permitirá não só reviver uma época gloriosa do Automobilismo Nacional mas também dará oportunidade a todos de verem na estrada uma autêntica “obra de arte sobre rodas” avaliada em mais de um milhão de euros.
A participação do Ferrari 225S na Rampa Histórica do Caramulo será certamente um dos momentos mais aguardados do Caramulo Motorfestival de 2013.
Raridades Ibéricas na Rampa Histórica do Caramulo
A Rampa Histórica do Caramulo vai também contar com três automóveis cheios de história e com uma particularidade: foram produzidos em Portugal e Espanha.
Edfor (1937)
O mais antigo dos três é o Edfor, de 1937, construído por Eduardo Ferreirinha, piloto de renome, mecânico de grande talento e industrial com algum sucesso, que quis dar o primeiro passo na construção de um automóvel, denominado Edfor.
O primeiro exemplar do Edfor, que tinha uma carroçaria do tipo "Torpedo", foi solenemente apresentado no Salão do Porto, realizado em 1937 e estreou-se na competição, no Circuito de Vila Real desse ano. No total, foram apenas construídos quatro exemplares do Edfor mas hoje apenas se conhece um exemplar, do coleccionador Fenando Paulo Martins, o mesmo que irá participar na Rampa Histórica do Caramulo.
Alba (1952)
Outro automóvel de fabrico português que vai ingressar na grelha da rampa é o Alba, de 1952. O primeiro Alba foi desenhado e construído em 1952 e equipado com um motor com um motor Fiat ou Simca de 1.089 c.c. e representou um notável progresso estilístico quando comparado com os outros automóveis portugueses da época, que tinham uma estética mais arcaica.
A “jóia da coroa” dos motores Alba, porém, seria o projecto próprio, elaborado na sua metalurgia e fazendo da Alba a única marca portuguesa que verdadeiramente produziu o seu próprio motor.
Ao volante do Alba estará António Martins Pereira, neto do criador deste automóvel.
__________________________________________________________________________________________________

Produzidos em Espanha sobe o orgulho do regime Franquista, a Pegaso fabricou um total de 84 unidades entre 1951 e 1954. O modelo Z-102B foi apresentado no Salão de Nova Iorque em 1953, com um preço de 15.000 dólares, valor superior aos Ferraris dessa altura. Possuía uma mecânica com características excepcionais, resultante da larga experiência de Ricart na competição e dispunha de um motor V8.
Este automóvel em específico foi oferecido pelo Generalíssimo Franco ao Presidente da República Craveiro Lopes quando, em Maio de 1953, este visitou oficialmente a Espanha, e faz hoje parte da colecção do Museu do Caramulo.
Imagens em alta resolução para Download:
Ferrari 225S (1952)
www.caramulo-motorfestival.com/media/Ferrari225s.jpg
Edfor (1937)
www.caramulo-motorfestival.com/media/Edfor.jpg
Alba (1952)
www.caramulo-motorfestival.com/media/Alba.jpg
Pegaso Z-102B (1953)
www.caramulo-motorfestival.com/media/PegasoZ102B.jpg

 

LAMY EM 5º

 

Campeonato do Mundo de Resistência – São Paulo, Brasil

Lamy termina em quinto

 

 

A quarta prova do Campeonato do Mundo FIA de Resistência, que decorreu este fim-de-semana em São Paulo, Brasil não correu da melhor forma a Pedro Lamy. O piloto português inscrito pela equipa oficial da Aston Martin e os seus companheiros de equipa Paul Dalla Lana e Richie Stanaway conseguiram a Pole-Position em Interlagos, mas um problema na caixa de velocidades e um toque de um adversário determinaram a quinta posição final.

 

Aos comandos do Aston Martin Vantage GTE nº 98, Pedro Lamy foi o primeiro piloto a assumir os comandos do carro. Depois de um arranque exemplar e um turno de condução sem problemas, o piloto português entregou o carro a Richie Stanaway que, infelizmente, sentiu problemas na caixa de velocidades sendo obrigado a regressar às boxes, perdendo com isso bastante tempo para os seus adversários.

 

“Depois do problema com a caixa de velocidades ainda fomos confrontados com mais um incidente. Fomos abalroados por um dos Ferrari da AF Corse e o carro ficou bastante desequilibrado e muito difícil de conduzir. Tinhamos tudo para conseguir um bom resultado em São Paulo, mas infelizmente, acabámos apenas na quinta posição. Um resultado aquém das nossas expectativas”

 

O Campeonato do Mundo FIA de Resistência terá a sua quinta prova a 22 de Setembro nos EUA.

 

 2669 AMR_WEC2013_Rnd4_Brazil

 

5º VICTÓRIA DA SKODA

 

Quinta vitória consecutiva da Škoda
no Rali Barum, com Kopecký a garantir o seu terceiro triunfo


> Jan Kopecký e Pavel Dresler consolidam liderança no ERC > Terceiro sucesso para Kopecký no Rali Barum, após as vitórias em 2009 e 2011 > Esclarecedora vantagem de 1m 01,6 sobre o segundo classificado, Václav Pech > Wiegand / Christian terminam na quarta posição na estreia na equipa oficial > Impressionante performance de toda a equipa da Škoda Jan Kopecký e Pavel Dresler tiveram um autoritário desempenho para garantir o quinto sucesso consecutivo da Škoda na sua prova “caseira”, o Rali Barum. Disputado na região checa de Zlín, a dupla ampliou a sua vantagem na liderança do Europeu de Ralis da FIA (ERC). Na estreia como dupla oficial da Škoda Motorsport os alemães Sepp Wiegand / Christian Frank terminaram num excelente quarto lugar. O terceiro Fabia S2000 da equipa oficial – tripulado pela dupla Esapekka Lappi / Janne Ferm - foi forçado a abandonar na sequência de um acidente na etapa de sábado. "A equipa da Škoda realizou um trabalho de elevado nível perante o seu público e milhares de fãs. Endereço os meus parabéns de uma forma especial para Jan Kopecký, agora tri-vencedor no Rali no Barum", destacou o Dr. Frank Welsch, Diretor de Desenvolvimento Técnico da Škoda. De facto, foi Impressionante performance de toda a equipa da Škoda.


 Kopecký também destacou o excelente trabalho da equipa como sendo a chave para o seu sucesso: "Em primeiro lugar gostaria de agradecer a toda a equipa que realizou um trabalho perfeito. Estou muito feliz. Essa é uma grande vitória para a Škoda e para nós. O set-up do carro esteve sempre ao melhor nível". O experiente piloto checo ganhou nove das quinze classificativas, conquistando a sua terceira vitória no Rali Barum depois dos sucessos em 2009 e 2011. "Na derradeira etapa limitei a gerir a vantagem e conduzi com mais segurança. Não queria cometer os mesmos erros de 2010, quando deitei fora a vitória." A bem sucedida campanha do piloto de 31 anos ao volante do Fabia Super 2000 continuou nesta prova, ao assegurar cinco vitórias e um segundo lugar na presente temporada do ERC. Ao mesmo tempo, esta dupla da equipa oficial da Škoda também consolidou a sua vantagem na liderança da classificação geral do Europeu. Kopecký terminou esta edição do Rali Barum com uma expressiva vantagem de 1m 01,6s sobre Václav Pech, o segundo classificado de uma prova também pontuável para o campeonato checo. Campeonato em que Kopecký continua a registar um domínio absoluto, com quatro vitórias em quatro presenças. A jovem esperança alemã Sepp Wiegand também teve um bom desempenho nesta edição do Rali Barum ao terminar na quarta posição, sendo o melhor piloto estrangeiro. "Foi muito divertido, embora tenha tido algumas dificuldades de adaptação aos pisos de asfalto checos. Mas o resultado foi positivo, pois o mais importante era levar o carro até final", disse Wiegand. A próxima jornada do campeonato ERC vai ter lugar na Polónia, de 13 a 15 de setembro, onde Jan Kopecký e Pavel Dresler vão continuar a lutar para chegar ao tão almejado título.

 

koda Kopeck_Barum_01koda Kopeck_Barum_02
 Classificação Final 1. Jan Kopecký / Pavel Dresler Pavel (Škoda Fabia S2000 / Škoda Motorsport), 2h 15m 23,0s 2. Václav Pech / Petr Uhel (Mini John Cooper Works S2000 / EuroOil Czech National Team), a 1m 01,6s 3. Jaromír Tarabus / Daniel Trunkát (Škoda Fabia S2000 / AK Rallysport Brno O.S.), a 2m 32.7s 4. Sepp Wiegand / Frank Christian Frank (Škoda Fabia S2000 / Škoda Motorsport), a 3m 04,3s 5. Roman Kresta / Petr Gross Petr (Škoda Fabia S2000 / Škoda Kresta), a 3m 58,7s; etc

 

SETE ESTREIAS DA OPEL EM FRANKFURT

 

Sete estreias mundiais da Opel no Salão de Frankfurt: do Insignia OPC ao 'Monza Concept'


A Opel prepara o futuro e apresenta sete novidades em estreia mundial no 65.º Salão Internacional do Automóvel (IAA) de Frankfurt, patente ao público entre 12 e 22 de setembro. Num standcom área superior a 3200 metros quadrados, o fabricante de Rüsselsheim mostrará uma gama completamente renovada do modelo Insignia, do qual faz parte o novo Opel Insignia OPC, com evoluções ao nível do chassis. O motor 2.8 V6 Turbo de 325 cv, com binário máximo de 435 Nm, acelera o topo de gama da Opel de 0 a 100 km/h em apenas 6,0 segundos. Para além da versão OPC o renovado Insignia mostra toda a gama, desde o Country Tourer às variantes hatchback, notchback e Sports Tourer, exibindo todos um novo design, um sistema de informação e entretenimento inovador e os melhores motores da sua classe. Noutra área, com a estreia do ‘Monza Concept’ – o protótipo que constitui a visão da Opel para uma mobilidade mais conectada e eficiente – a marca mostra ao público como irá ser a mobilidade do futuro.  


 

 

 

CONVIDADO DO MÊS HONDA

 

Convidado do Mês – Jorge Corrula


Jorge Corrula é o Convidado da Honda para o mês de Setembro.

DSC01945a
Tendo frequentado o curso de Direito, decidiu, em 1999, abraçar outro desafio ingressando no curso de formação de actores da Escola Superior de Teatro e Cinema.
Já em 1997 se tinha estreado profissionalmente no Teatro Maria Matos e desde então é presença assídua no Teatro e em Novelas e Séries Televisivas.
Popularizou-se pela sua interpretação no filme O Crime do Padre Amaro, de Carlos Coelho da Silva (2006), produção portuguesa que bateu os recordes de afluência do público às salas de cinema nacionais.
A partir de 16 Setembro poderemos vê-lo na Sic em Sol de Inverno.
Amante das duas rodas desde o seu período de formação académica, era o único meio de transporte que lhe permitia estudar e trabalhar ao mesmo tempo sem perder tempo nas deslocações e de forma económica, com uma boa dose de divertimento à mistura.
Aceitou, com muito agrado, o convite da Honda para testar durante o mês de Setembro todas as vantagens da Scooter SH125i, equipada com o Sistema Stop & Go, de paragem automática ao ralenti e baixos consumos.(2,1 L/100km).

 

PORSCHE É NOTICIA

 

Um motor de três litros que debita 300 Cv: o Porsche Panamera Diesel está ainda mais atractivo.


Um novo motor, mais potência e dinâmica melhorada


Com o novo motor de 300 Cv e um pacote de performance dinâmica, a Porsche tornou o Panamera Diesel ainda mais atractivo a tempo do Salão Internacional Automóvel de Frank-furt (IAA). O modelo foi novamente equipado com um motor de seis cilindros em V, com três litros de capacidade, mas com a potência a ser aumentada em 50 Cv, o equivalente a um incremento de 20% na performance quando comparado com o seu predecessor. Como resultado, a
O que resta do anterior motor do Panamera Diesel são as dimensões do motor. As partes móveis em particular, tais como as cambotas e os pistons, foram totalmente redesenhadas e dimensionadas com o objectivo de incrementar a potência. Pela primeira vez, a Porsche também combinou este novo motor com um turbocompressor arrefecido por água. O novo turbocompressor consegue um maior débito de ar e uma pressão mais elevada que chega aos 3 bar (anteriormente era de 2,5 bar). Ao mesmo tempo que a potência sobe para os 300 Cv às 4000 rpm, o binário também subiu 100 Nm, para os 650 Nm entre as 1750 rpm e as 2500 rpm, oferecendo uma maior disponibilidade a baixos regimes. Mas esta potência tem aceleração é mais rápida oito décimos de segundo, o que quer dizer que o novo modelo vai dos 0 aos 100 km/h em 6,0 segundos, enquanto a velocidade máxima foi melho-rada para os 259 km/h comparada com os 244 km/h do anterior modelo. Para além da maior potência, a performance dinâmica também foi optimizada: por exemplo, agora o Panamera Diesel dispõe do diferencial traseiro autoblocante com o Porsche Torque Vectoring Plus (PTV+), de série pela primeira vez – até agora, este equipamento estava reservado para os modelos a gasolina. A transmissão e o chassis também foram alvo de afinações. Cerca de 8.500 Panamera Diesel já foram entregues até hoje o que quer dizer que, esta versão Die-sel, representa uma quota de cerca de 15 % de toda a gama Panamera.
PM 90_1PM 90_2
que ser convertida em tracção e é aqui que entra o PTV+: o sistema compreende um dife-rencial traseiro autoblocante controlado electronicamente e totalmente variável, com inter-venções de travagem individuais nas rodas traseiras. A velocidades baixas e moderadas o PTV Plus melhora a agilidade e a precisão da direcção; a velocidades elevadas e em acele-ração à saída das curvas, oferece uma melhor estabilidade dinâmica. Como resultado, ago-ra o Panamera Diesel consegue lidar com cargas de reboque de até 2600 kgs sem esforço, o que significa que está mais capaz de rebocar atrelados, como boxes para cavalos, do que o seu antecessor.
As características do novo motor também permitiram uma afinação diferente da caixa de velocidades. Para reduzir o consumo de combustível e melhorar o conforto, especialmente a velocidades elevadas, as relações da caixa estão mais longas, o que quer dizer que o novo Panamera Diesel utiliza rotações mais baixas do motor para alcançar a mesma velocidade que o seu antecessor. O novo Panamera Diesel, com o novo motor, consegue, no percurso NEDC, um consumo de 6,4 litros/100 km, que é equivalente a 169 CO2/km. Para além disso, as relações da caixa Tiptronic S de oito velocidades, são mais curtas da primeira à quarta relação e oferece ao familiar de luxo um impressionante poder de aceleração. Este incre-mento de prestações também é evidente na agilidade: as barras estabilizadoras dianteira e traseira são mais rígidas, concedendo ao Panamera Diesel uma dinâmica mais desportiva que o seu antecessor.
O Panamera Diesel com o novo motor substitui a actual versão com 250 CV e estará dispo-nível no nosso mercado em Janeiro de 2014. O preço em Portugal será de 110.431 euros, calculado com as taxas e impostos à data deste comunicado

 

NUNO SANTOS EM JEITO DE BALANÇO

 

Dobradinha em Portimão para CRM Motorsport e Wolf Racing Cars

Wolf portimao_Pos_race

A equipa CRM Motorsport constituída pelos pilotos Antonio Ricciardi e Nuno Santos foi evoluindo a sua performance ao longo de todo o fim de semana, começando ambos os pilotos por marcar a terceira posição na qualificação 1 e 2. Desta forma cada um deles posicionou o Wolf em terceiro na grelha das duas corridas mais importantes de todo o fim de semana, o Campeonato Português de Sport Protótipos, categoria de referência nesta prova Algarvia.

Na corrida 1 Antonio Ricciardi revelou uma evolução muito boa nos tempos registados relativamente aos seus adversários mais directos, mesmo tendo sofrido um peão provocado pelo óleo largado na pista. Na sequência deste incidente deu-se a  entrada do safety car em pista, que aí permaneceu durante 3 voltas. Assim que abre a janela de troca de pilotos, António Ricciardi respeitando rigorosamente a estratégia da equipa, foi o primeiro a entrar para as boxes, colocando desta forma o seu companheiro de equipa Nuno Santos com cerca de 20 segundos de avanço para o restante pelotão. Com margem suficiente para gerir a corrida de forma inteligente até ao final, Nuno Santos correspondeu, acabando por conquistar assim a grande vitória para toda a equipa.

Na corrida 2 Nuno Santos faz um bom arranque de terceiro, conseguindo saltar para segundo logo na partida, e mantendo uma luta acesa durante as primeiras voltas com os 4 primeiros do pelotão, até à troca de pilotos, onde estavam todos separados por menos de 5 segundos. António Ricciardi entrou e manteve um ritmo forte e consistente, o que lhe permitiu alcançar a segunda vitória consecutiva do fim de semana, e fazer o pleno em Portimão para a CRM Motorsport.

Para António Ricciardi: “Este foi um  grande fim de semana, em que a cima de tudo a CRM Motorsport demonstrou um grande trabalho de equipa, o que permitiu aos seus pilotos alcançar uma dobradinha. Aproveito para agradecer o apoio daqueles que tornam tudo isto possível: Tranquilidade e Europ-Assistance. Demonstrámos uma evolução continua em termos de andamento e, especialmente, a união que a equipa vive, demonstrou o resultado alcançado. Acreditamos no bom trabalho que temos feito em casa para continuarmos a conseguir resultados de sucesso.”

Para Nuno Santos: “Foi o culminar do trabalho desenvolvido por todos nós  enquanto equipa! Não só pilotos, mas também equipa técnica, que nos proporcionaram um carro top e que nós conseguimos levar a bom porto! Com ingredientes como espírito de união e a humildade de quem está a aprender e a evoluir neste projecto novo,  começámos a dar frutos. Agradeço a todos os que nos apoiaram e continuam a apoiar”.

Para Tiago Raposo de Magalhães esta dobradinha representa o resultado de um verdadeiro trabalho e espírito de equipa: “Agradeço o trabalho e esforço de todos! Aos meus pilotos que embora sejam amadores, revelaram uma atitude extremamente profissional, tendo conseguido presentear toda a equipa técnica e a marca Wolf Racing Car para a Península Ibérica com duas grandes vitórias! A equipa técnica também está de parabéns pelo trabalho desenvolvido até aqui. Aproveito para agradecer à eni-sintetica, patrocinador e parceiro oficial da CRM Motorsport que acompanhou a equipa durante todo o fim de semana ”.

 

NUNO MATOS COM AMBIÇÕES

 

Nuno Matos com ambições renovadas na rentrée do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno

 

Nuno Matos_Filipe_Serra_01Nuno Matos_Filipe_Serra_03
 Após duas subidas ao pódio em 2011 (3º lugar) e 2012 (2º lugar), é com natural expetativa que Nuno Matos e Filipe Serra encaram o regresso à Beira Interior e a mais uma edição da Baja Proença-Oleiros. Organizada, como habitualmente, pela Escuderia de Castelo Branco, a prova deste fim de semana marca a rentrée do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno após quase dois meses e meio de interrupção, naquela que será a estreia do Opel Mokka Proto nas duras e exigentes pistas beirãs…
Após quase dois meses e meio de interrupção, Nuno Matos e Filipe Serra preparam o seu regresso à competição no próximo fim de semana, deslocando-se à Beira Interior para disputarem a Baja TT Proença-Oleiros, a quarta e antepenúltima prova do ano pontuável para o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno (CPTT).
Marcando a habitual rentrée automobilística no mês de setembro, a primeira de duas bajas organizadas pela Escuderia de Castelo Branco no espaço de três semanas é encarada pela dupla de Portalegre com fundada expetativa, quer pelos animadores resultados aqui conquistados no passado – 3º lugar em 2011 e 2º em 2012 –, quer, também, pelo trabalho desenvolvido no Opel Mokka Proto, estreado no início desta temporada, durante esta paragem.
“É um facto que tivemos um início de Campeonato difícil, com pequenos e insólitos problemas que nos afastaram da discussão pelos primeiros lugares. Mas estas são contingências próprias de quem apostou num novo projeto no início deste ano e ainda só realizou duas provas com este carro. Contudo, e tal como ficou provado na última Baja do Algarve, a evolução tem sido uma constante e os resultados vão começar a surgir naturalmente”, explica Nuno Matos, para já com um 4º lugar como melhor resultado este ano.
“Não temos nada a provar a ninguém. Sabemos do nosso valor e do enorme potencial competitivo deste projeto, mas não podemos saltar etapas. Com paciência e muito trabalho, estamos a evoluir gradualmente o Opel Mokka, adaptando-o ao nosso estilo de condução e corrigindo alguns pequenos problemas que fomos identificando, próprios da juventude deste projeto”, revela o piloto.
Em todo o caso, e tal como assegura Nuno Matos, esta segunda metade do calendário será já encarada com outro tipo de ambição:
“Face às positivas indicações que retiramos dos últimos testes, e também ao cada vez maior conhecimento que temos do Opel Mokka, acredito que vamos estar mais fortes neste recomeço e oferecer outro tipo de réplica aos nossos adversários. Gosto particularmente desta prova e os resultados das duas últimas edições deixam-nos particularmente otimistas. Da nossa parte, tudo vamos fazer para sair de Proença-a-Nova com um terceiro pódio consecutivo”, concretiza Nuno Matos.
Contando com a presença de automóveis, motos, quads e buggys, a Baja Proença-Oleiros será disputada entre sábado e domingo próximos, dias 7 e 8 de setembro, totalizando mais de 330 km, na sua maioria desenhados na zona do Pinhal Interior.
A competição inicia-se a meio da tarde de sábado com a primeira de duas passagens pela Super Especial, num percurso com pouco mais de 5 km, desenhado nos terrenos contíguos ao Aeródromo de Moitas, bem perto do centro nevrálgico da prova, situado no Centro de Ciência Viva da Floresta, em Proença-a-Nova.
Para domingo, e como é habitual, fica reservado o prato forte desta Baja, com uma dupla passagem por um Setor Seletivo com cerca de 143 km, intercalado por uma paragem na Zona de Assistência, montada em pleno centro da vila de Oleiros, junto à Câmara Municipal.
A chegada dos concorrentes a Proença-a-Nova está prevista para as 17h45, conforme programa abaixo.
PROGRAMA
Sábado, 7 de setembro
10h00/14h00 – Verificações Administrativas (Centro Ciência Viva da Floresta)
10h30/14h30 – Verificações Técnicas (Centro Ciência Vida da Floresta)
16h10 – Partida do Pódio para a Super Especial (Praça do Município)
16h30 – Partida para a 1ª Super Especial (5,03 km)
18h15 – Partida para a 2ª Super Especial (5,03 km)
19h45 – Conferência de Imprensa (Praça do Município)
Domingo, 8 de setembro
09h15 – Partida do Pódio para a 2ª Etapa
09h45 – Partida para o 1º Setor Seletivo (143,01 km)
12h00 – Chegada prevista ao final do 1º Setor Seletivo
15h30 – Partida para o 2º Setor Seletivo (143,01 km)
17h45 – Chegada prevista ao final do 2º Setor Seletivo
19h30 – Cerimónia do Pódio e entrega de prémios (Centro Ciência Vida da Floresta)
Mais informações sobre a prova em www.escuderiacastelobranco.pt.

 

LE MANS 6 HORAS DE S.PAULO

Ferrari vence as Le Mans 6 Horas de São Paulo na LMGTE-Pro

Gianmaria Bruni e Giancarlo Fisichella levaram a melhor sobre o Aston Martin de Darren Turner e Stefan Mucke. Na LMGTE-Am, Stuart Hall e Jamie Campbell-Walter foram os vencedores

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Pódio - LMGTE-Pro
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Pódio - LMGTE-Am
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Christian Ried/Gianluca Roda/Paolo Ruberti
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Vicente Potolicchio/Rui Aguas/Davide Rigon
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Stuart Hall/Jamie Campbell-Walter
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Jörg Bergmeister/Patrick Pilet
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Stefan Mucke/Darren Turner
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Gianmaria Bruni/Giancarlo Fisichella
Alta | Web

Os italianos Gianmaria Bruni e Giancarlo Fisichella venceram a categoria LMGTE-Pro da Le Mans 6 Horas de São Paulo, quarta etapa do Campeonato Mundial de Endurance - FIA WEC, disputada na tarde deste domingo (1º), no autódromo de Interlagos, na capital paulista.

A dupla, que pilotou uma Ferrari 458 Itália preparada pela equipe AF Course, foi melhor na disputa com o Aston Martin Vantage V8 de Darren Turner e Stefan Mucke, chegando a apenas 1s401 a frente dos segundos colocados. O pódio foi completado por Jörg Bergmeister e Patrick Pilet, terceiros melhores da categoria com um Porsche 911 RSR.

Bruni descreveu a corrida e lembrou do dinamarquês Alan Simonsen, morto em um acidente nas 24 Horas de Le Mans. "Foi uma corrida muito disputada, para quem assistiu foi muito interessante desde o começo. Largamos na quinta colocação e estávamos na liderança já na quarta volta. Depois disso sofremos pressão e fizemos todas as voltas em ritmo de classificação. Infelizmente perdemos o outro carro da equipe, mas a vitória veio e em boa hora, pois eu estive triste após Le Mans. Por isso além de dedicar a nossa vitória a todos de Maranello, dedico principalmente ao nosso falecido colega, Simonsen", disse o piloto.

Fisichella elogiou o trabalho realizado por Bruni e lembrou a disputa limpa que teve com os segundos colocados durante a corrida. "A diferença no treino de classificação foi mínima, sabíamos que o nosso ritmo de corrida era muito forte e o nosso consumo de combustível nos daria vantagem. Gini fez um belo trabalho, nossos mecânicos foram rápidos e só posso agradecer a Ferrari, o nosso time AF Corse e os pilotos da Aston Martin por terem sido limpos e corretos na batalha conosco", concluiu Fisichella.

A corrida da LMGTE-Pro teve ainda dois acidentes. O primeiro, ainda na parte inicial da prova, envolveu a Ferrari 458 Itália de Kamui Kobayashi e Toni Vilander, que pegou fogo na pista durante o turno de pilotagem do finlandês, obrigando a entrada do Safety Car. Já o brasileiro Bruno Senna, que dividiu a pilotagem de um Aston Martin Vantage V8 com Rob Bell, abandonou a corrida após receber um toque na volta 61.

Na categoria LMGTE-Am, a vitória ficou com Stuart Hall e Jamie Campbell-Walter. Os pilotos da Aston Martin chegaram com 45 segundos de frente para os segundos colocados Vicente Potolicchio, Rui Aguas e Davide Rigon, com uma Ferrari. Christian Ried, Gianluca Roda e Paolo Ruberti terminaram em terceiro lugar com uma Porsche 911 RSR.

"Acabei ficando uma volta atrás dos meus concorrentes por uma curva quando o carro de segurança apareceu. Depois continuei acelerando, estava forte quando o nosso outro carro teve problemas e assumimos a liderança. Dedico nossa vitória ao nosso companheiro falecido, mas temos que erguer a cabeça, continuar e deixar o que aconteceu para trás. A equipe foi ótima nas paradas de box e só posso agradecer. Agora vamos para Austin", disse Campbell-Walter após a prova.

Fernando Rees, que dividiu a pilotagem de um Chevrolet Corvette com os franceses Patrick Bornahauser e Julien Canal terminaram na sexta posição da categoria LMGTE-Am, e na 19ª colocação geral. Por este motivo, o piloto da equipe Larbre Competition ganhou um prêmio especial. O de melhor brasileiro na Le Mans 6 Horas de São Paulo, que lhe rendeu um troféu, entregue pelas mãos do campeão de Emerson Fittipaldi.

A próxima etapa do Campeonato Mundial de Endurance - FIA WEC será a 6 Horas de Austin, que acontece entre os dias 20 e 22 de setembro, no Circuit of the Americas, nos Estados Unidos.

Veja a classificação final das categorias LMGTE-Pro e LMGTE-Am da Le Mans 6 Horas de São Paulo:

LMGTE-Pro:
1- Gianmaria Bruni/Giancarlo Fisichella (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Pro) - 212 voltas
2- Stefan Mucke/Darren Turner (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Pro) - a 1s401
3- Jörg Bergmeister/Patrick Pilet (Porsche 911 RSR/LMGTE-Pro) - a 2 voltas
4- Marc Lieb/Richard Lietz (Porsche 911 RSR/LMGTE-Pro) - a 3 voltas
5- Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Richie Stanaway (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Pro) - a 26 voltas
6- Bruno Senna/Rob Bell (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Pro) - a 151 voltas
7- Kamui Kobayashi/Toni Vilander (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Pro) - a 161 voltas

LMGTE-Am:
1- Stuart Hall/Jamie Campbell-Walter (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Am) - 208 voltas
2- Vicente Potolicchio/Rui Aguas/Davide Rigon (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Am) - a 45s690
3- Christian Ried/Gianluca Roda/Paolo Ruberti (Porsche 911 GT3 RSR/LMGTE-Am) - a 1 volta
4- Raymond Narac/Jean-Karl Vernay/Christophe Bourret (Porsche 911 GT3 RSR/LMGTE-Am) - a 1 volta
5- Tracy Krohn/Nicolas Jönsson/Maurizio Mediani (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Am) - a 5 voltas
6- Patrick Borhauser/Julien Canal/Fernando Rees (Chevrolet Corvette CX6-ZR1/LMGTE-Am) - a 14 voltas
7- Christoffer Nygaard/Kristian Poulsen/Nicki Thiim (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Am) - a 46 voltas
8- Jack Gerber/Matt Griffin/Marco Cioci (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Am) - a 134 voltas

 

ABREU EM PORTIMÃO

 

Piloto madeirense disputou a quarta prova do Campeonato de Portugal Sport Protótipos

 


Francisco Abreu mais perto
do título de Campeão Nacional

 

Francisco Abreu_1Francisco Abreu_2Francisco Abreu_3
Francisco Abreu dominou as duas corridas da quarta prova do Campeonato de Portugal
de Sport Protótipos disputadas hoje no Autódromo Internacional do Algarve, mas na
última foi penalizado em 30 segundos, sendo relegado para o segundo lugar. Contudo, o
piloto madeirense continua a figurar na segunda posição da categoria C3 atrás da dupla
belga formada por Donald Naessens e Win Jens e à frente do britânico Colin Bain, mas
está agora a escassos pontos da liderança. Na quinta e última prova, agendada para o
Autódromo do Estoril, Francisco Abreu espera que dar a ‘estocada final’ para conquistar
o título de Campeão Nacional, até porque vai correr num circuito no qual este ano
também já subiu ao lugar mais alto do pódio.
Se em junho, no mítico Circuito da Boavista, não tivesse sido afetado por problemas
mecânicos que o obrigaram a abandonar as duas corridas e consequentemente a não somar
qualquer ponto, Francisco Abreu poderia estar, neste momento, confortavelmente na
liderança do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos da categoria C3… e logo no seu ano
de estreia na competição.
Mas como ‘olhar para a frente é que é caminho’, o piloto português correu este fim de semana
de forma categórica atrás do ‘prejuízo’, dando logo o mote nas sessões oficiais de treinos
livres, onde foi expressivamente mais rápido. Todavia, nos treinos cronometrados, o azar
voltou a ‘visitar’ Francisco Abreu, já que a válvula do motor do seu Radical SR3 partiu logo na
volta de aquecimento, pelo que largou para a Corrida 1 da última posição.
Resolvido o problema, o piloto madeirense, apesar de largar da cauda do pelotão, passou para
a liderança na segunda volta e não mais a largou, vendo a bandeira xadrez com uma margem
significativa face ao segundo classificado, o britânico Colin Bain – que também corre a ‘solo’ –,
enquanto a dupla belga Donald Naessens/Win Jens completou o pódio.
Na segunda corrida, Francisco Abreu – que integra a equipa Araújo Competições, vencedora
da Taça do Mundo de Radicais –, largou das boxes, mas esse ‘handicap’ não o impediu de
voltar a surpreender a concorrência com uma vitória, tendo Bain terminado na segunda
posição e a dupla Naessens/Jens ficado no lugar mais baixo do pódio. Contudo, já depois da
entrega de prémios, Francisco Abreu viria a ser penalizado em 30 segundos por alegada
irregularidade técnica na altura da paragem obrigatória nas boxes. Com essa penalização o
piloto português foi relegado para o segundo lugar e perdeu 7 pontos. “Depois desta vitória e
um segundo lugar, tenho de fazer o que me compete na última prova. Ou seja, voltar a
ganhar para ser Campeão Nacional. Os belgas Donald Naessens e Win Jens têm mais 16
pontos do que eu no campeonato, mas se voltar a ganhar no Estoril anulo essa diferença e
conquisto o título. Julgo que estarei à altura do desafio, mas espero que o carro colabore
para poder fazer o meu trabalho”, sublinhou Francisco Abreu.
A quinta e última prova está agendada para os dias 12 e 13 de outubro e será disputada no
Autódromo Fernanda Pires da Silva, no Estoril.

 

RÓMULO COM ESFORÇO INGLÓRIO

 

Taça do Mundo de Todo o Terreno

29 de Agosto a 1 de Setembro - Baja Polónia

Rómulo Branco com esforço inglório

 

  • Divergências de interpretação dos regulamentos entre a direção de prova e colégio de comissários, impede classificação de Rómulo Branco na Baja da Polónia
  • Título mundial será discutido em Portalegre

 

Apesar de ter cumprido hoje a derradeira etapa da Baja da Polónia, a dupla Rómulo Branco/João Serôdio acabou por não ser incluída na classificação final desta sexta etapa da Taça do Mundo de Todo-o-Terreno. Os problemas que desde o prólogo afetaram o Mitsubishi Pajero do piloto luso angolano, obrigaram a equipa a fazer uma corrida de sobrevivência tendo como um único objetivo o de terminar a prova e arrecadar preciosos pontos para a luta pelo título mundial na Categoria T2. A equipa cumpriu à risca o estipulado no regulamento da prova, situação que foi aferindo com a direção da corrida, tendo particularmente em conta algumas dúvidas que aquele levantava.

 

Todavia, quando já estava em curso a derradeira etapa, o colégio de comissários desportivos alegou ter uma interpretação diversa do mesmo regulamento e a equipa inscrita pela Ralliart Itália acabou por ficar de fora da classificação em, virtude de alegadamente ter excedido o tempo máximo na etapa de ontem.

 

“Estou naturalmente muito desapontado. Tivemos um grande infortúnio no prólogo, mas não baixámos os braços e lutámos muito por minimizar o prejuízo. Para orientar a nossa corrida, face aos problemas mecânicos que nos estavam a afetar e porque tínhamos algumas dúvidas a respeito do regulamento, fomos junto da direção da prova que nos esclareceu. Fizémos tudo conforme a direção nos indicou e por isso, foi com naturalidade que vimos o nosso nome na ordem de partida para a etapa de hoje. Uma etapa que cumprimos com as devidas cautelas. Parámos a meio do troço para aferir o nível de óleo do motor e com o nosso Mitsubishi em versão atmosférica rolámos cautelosamente até ao fim”, salientou Rómulo Branco que acrescentou:

 

Esta decisão do colégio de comissários é muito penalizadora para nós e até bastante injusta. A juntar a tudo isto surge ainda a anulação do Rali dos Faraós onde poderíamos recuperar os pontos aqui perdidos. Assim a decisão final terá lugar em Portalegre onde acreditamos poder ainda inverter esta situação”.

 

Na classificação geral houve um volte face que proporcionou a vitória à dupla russa Zheludov/Rudnicki em Toyota Hilux Overdrive, depois de problemas com o Mini All 4 Racing da equipa X-Raid pilotado por Krzysztof Hołowczyc que não foi além da 10ª posição final, pelo que também em termos absolutos o título mundial será discutido em Portalegre. A segunda posição foi para a dupla polaca dos ex-motards Dabrowski/Czachor, também em Toyota Hilux Overdrive, que terminaram a 7m23s dos vencedores.

 

Entre os T2 a vitória foi para Marcos Moraes, companheiro de equipa de Rómulo Branco, aos comandos de um Mitsubishi Pajero. O piloto brasileiro ganhou com uma vantagem de 34m08s sobre o russo Baranenko, em Toyota Land Cruiser, piloto que recuperou a liderança na Taça do Mundo, tendo agora uma vantagem 14 pontos sobre o piloto luso angolano.

 

Classificação da Taça do Mundo - Pilotos T2 (após 6 provas)

1º Alexander Baranenko (RUS), 122 pontos; 2º Rómulo Branco (POR), 108; 3º Marcos Moraes (BRA), 97; 4º Denis Berezovskiy (KAZ), 50; 5º Ahmed Al Shegawi (SAU), 50. RmuloBranco BajaPolnia_Day2_01RmuloBranco BajaPolnia_Day2_02RmuloBranco BajaPolnia_Day2_03

 

LISTA DE INSCRITOS PROVISÓRIA PARA A RAMPA DO CARAMULO

 

LISTA DE INSCRITOS PROVISÓRIA PARA A RAMPA DO CARAMULO

 

 

A lista de inscritos provisória para a rampa do Caramulo é a seguinte :

 

CATEGORIA 1

 

Para já dezanove participantes, cuja lista é a seguinte :

Nº 88 – Carlos Cerca – Porsche GT 2

Nº 89 – Carlos Torres – Porsche 997

Nº 90 – Luís Anjos – Porsche GT 2

Nº 91 - Paulo Teixeira – Westfield

Nº 92 – Manuel Pereira – Mitsubishi Evo VI

Nº 22  - João Guimarães – Peugeot 206 RC

Nº 23 – Sérgio Monteiro – Alfa Romeo 147

Nº 24 – Herlander Trindade – Subaru Impreza

Nº 25 – António Nogueira – Porsche GT 3 R

Nº 31 – Luís Nunes – Renault Clio

Nº 32 – Joaquim Teixeira – Seat Leon

Nº 34 – Edgar Reis – Renault Clio S 2000

Nº 35 – Bernardo Sá Nogueira – Renault Clio S 2000

Nº 38 – Miguel Ferreira da Silva – Mitsubishi Evo IX

Nº 50 – Luís Silva – BMW 320 is

Nº 52 – Ricardo Sousa – Fiat Uno

Nº 54 – Ivan Vlasov – Volkswagen Golf

Nº 58  - Sofia Mouta  - BMW 320

Nº 61 – Nelson Trindade – Mitsubishi LaNCER Evo IX

 

Nesta categoria, o favoritismo vai direitinho para o Porsche GT 3 R de António Nogueira, que assim estreia este carro em provas do Nacional de Montanha.O seu grande adversário será o Seat Leon de Joaquim Teixeira, que vai ter de se haver com os Porsche presentes, assim como com o Westfield. De salientar o retorno de Carlos Cerca ao Nacional de Montanha, onde alinha com o GT 2 com que participou no ano passado, assim como a estreia de Luís Anjos ( sobrinho de António Nogueira),

 

CATEGORIA 2

 

Nº 1 – Pedro salvador – Juno CN 11

Nº 2 – Tiago Reis – Norma

Nº 3 – Paulo Ramalho – Juno CN9

Nº 4 – João Fonseca – Juno CXN 9

 

Aqui o favorito é Pedro salvador, falta ver que réplica é que Tiago Reis lhe poderá dar, para além da luta que João »Fonseca poderá oferecer, numa rampa que já venceu. Em relação a Paulo Ramalho, poderá ficar com um espectador atento, a ver o que dá em relação aos seus adversários.

 

 

CATEGORIA 3

 

 

Nº 11- Luís Losada – Fiat 124

Nº 164  - Domingos Fernandes – Autobianchi A 112

Nº 165 – Armando Sainhas – Ford Escort

Nº Pedro Figueiredo – Datsun 1200

Nº 231 – Abel Marques – Autobianchi A 112

 

 

CATEGORIA 4

 

Nº 293 – Francisco Marrão – Ford Escort

 

GALERIAS DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CIRCUITO DA BOAVISTA - CLASSICOS

 

 

MaisFOX 4525FOX 4526FOX 4527FOX 4528FOX 4529FOX 4530FOX 4531FOX 4532FOX 4533FOX 4534FOX 4535FOX 4536FOX 4537FOX 4538FOX 4539FOX 4540FOX 4541FOX 4542FOX 4543FOX 4544FOX 4545FOX 4546FOX 4546FOX 4547FOX 4548FOX 4549FOX 4550FOX 4551FOX 4552FOX 4553FOX 4554FOX 4555FOX 4556FOX 4557 um grupo de imagens dos clássicos em prova no circuito da Boavista.

 

 

Fotos de JOão Raposo - www.velocidadeonline.com

 

PIT BABES

PIT BABES

 

As corridas não são só carrros ou motospit1pit2pit3pit4pit5pit6pit7pit8pit9pit10pit11pit12pit13pit15pit16pit17pit18pit19pit20pit21pit22pit23pit24pit25pit26pit27pit28pit29pit28pit31pit32pit33pit35pit36pit37pit38pit39pit40pit41pit42pit144pit344, ha muitas outras componentes, entre outras, aquela que hoje apresentamos....meninas....

 

EXPOSIÇÃO DE MINIATURAS EM ESPINHO

EXPOSIÇÃO DE MINIATURAS EM ESPINHO

 

 

Uma vez o Nucleo de Modelismo de Espinho está a levar a efeito mais uma exposição que está patente nesta mesma cidade até final desta semana.Assim deixamos para os nosos leiotres uma série de imagensexpo1-pedrogomesfotosexpo2expo3expo4expo5expo6expo7expo8expo9expo10expo11expo12expo13expo14expo16expo17expo18expo19expo20expo21expo22expo23expo24expo25expo26expo27, de algumas das belas peças expostas.

 

 

Fotos de Pedro Gomes - www.velocidadeonline.com

 

GALERIA DE IMAGENS - EXTREME SAILING - PORTO

GALERIA DE IMAGENS

 

EXTREME SAILING - PORTO

 

Mais um grupo de imagens da passagem desta categoria de vela ligeira pelo rio Douro.

 

 

FOX 0519FOX 0520FOX 0521FOX 0522FOX 0523FOX 0524FOX 0525FOX 0526FOX 0527FOX 0528FOX 0529FOX 0530FOX 0531FOX 0532FOX 0533FOX 0535FOX 0536FOX 0537FOX 0538FOX 0539FOX 0540FOX 0541FOX 0542FOX 0543FOX 0544FOX 0545FOX 0546FOX 0547FOX 0548FOX 0549FOX 0550FOX 0551FOX 0552FOX 0553FOX 0554FOX 0555FOX 0556FOX 0557FOX 0558FOX 0559FOX 0560FOX 0561FOX 0562FOX 0563FOX 0564FOX 0565FOX 0566FOX 0567FOX 0568FOX 0569FOX 0571Fotos de JOão Raposo - www.velocidadeonline.com

 

JOSÉ SILVA Lª TEM PARA VENDA

J.SILVA Lª TEM PARA VENDA 

 

OPORTUNIDADE A NÃO PERDER

 

CAMPANHA FINAL
Vamos terminar o verão em grande e fazer uma última campanha final, com tudo o que restou das outras campanhas.
E por ser a campanha final é a mais "louca" de todas....
TUDO a apenas 25,00 Euros (Iva Incluido)
Preço unitário obviamente, e em para para botas e sapatos.
As encomendas devem ser feitas por Facebook, o pagamento é exclusivamente por transferência e os portes são de 8,00 Euros.
Na compra de 3 peças, portes gratuitos.
Campanha limitada ao stock existente e válida apenas até dia 6 de Setembro.
- Clicando em cima da foto encontra á sua direita os nºs e cores disponíveis.
Aproveite.....

 

PROMOTOR RESPONDE

PROMOTOR DO NACIONAL DE MONTANHA RESPONDE

 

Na semana passada publicamos um comunicado do site Velocidades.pt, que aludia que um seu  jornalista tinha sido alvo de agressão em Penafiel por parte do Promotor do Campeonato Nacional de Montanha, Pedro Gil Vasconcelos.

 

A verdade é que Pedro Gil Vasconcelos em sua defesa, acabou por publicar um artigo de opinião,  no semanário Auto Sport,explicando  as razões de tudo isto,  " O Campeonato  de Portugal de Montanha com que me orgulho de trabalhar, é mais um dos elementos que cointribui para o grande espectáculo que é o Caramulo Motor Festival, mas é também beneficiado pela inclusão neste progrrama.

 

Ou seja: ganha e ajuda a ganhar, numa simbiose perfeita e digo "quase", pois a perfeição é muitas vezes impossivel de atingir , e na maioria das vezes essa impossibilidade é motivada por factores exógeneos a quem organiza, ou directamente participa.Acho que nos nossos dias é quase impossível de fazer algo sem contestação, e se é certo que uma boa critica no momento e forma certas, pode ser um clique para despoletar algo de bom, é também certo que não existem acções blindadas.Hoje em dia é muito fácil difamar. As tecnologias de informação são acessiveis, e todos os dias somos confrontados com autênticos" Rambos do ciberespaço", que levam tudo à frente, sem respeito por regras. tantas vezes, alegadamente na busca da justiça... mas apenas da sua. No fundo, é uma intepretação  actual duma expressão que é atribuida a Lucrécia Bórgia, que diria aos seus amigos "difama que algo ficará". Ou seja, uma mentira, ou uma verdade descontextualizada, repetida, pode ser uma forma de atingir um fim e tantas vezes somos confrontados com projectos meritórios a serem tratados desta forma".

 

 

Assim é esta  a justificação por parte do Promotor do Campeonato Nacional de MOntanha, Pedro Gil Vasconcelos, mas por aquilo que nos apercebemos, a situação não deverPEDROGILVASCONCELOS1PEDROGILVASCONBCELOSá ficar por aqui, pois este episódio de agressão irá desaguar nas vias judiciais, depois da agressão protagonizada ao jornalista do velocidades.pt. Vamos aguardar para ver o que isto irá originar, e lamentamos francamente que certos assuntos acabem com violência.

 

Fotos de José Pedro Moreira - www.velocidadeonline.com

 

NOVIDADES JAGUAR EM FRANKFURT

 

A JAGUAR IRÁ APRESENTAR O CONCEPT C-X17 E UMA NOVA PLATAFORMA DE ALUMINIO NO SALÃO AUTOMÓVEL DE FRANKFURT

 

 

O C-X17 foi criado como um estudo de design para apresentar a imovadora arquitetura avançada de monobloco em alumínio da Jaguar.

 

O protótipo C-X17 ilustra a diversidade de veículos que poderão ser produzidos utilizando a arquitetura, que se encontra na base do futuro inovador da marca.

 

A Jaguar irá também mostrar no Salão Automóvel Internacional de Frankfurt os seus mais recentes modelos, como a gama 'R', onde se incluem o Jaguar XJR e o XFR-S, bem como o XF Sportbrake e o aclamado F-TYPE Convertível.jag logo

 

BAJA POLÓNIA

Vitória brasileira na Polônia

Com uma excelente performance, Marcos Moraes e Fábio Pedroso vencem todas as especiais da Baja Polônia na T2 e fecham a competição em 14º na geral



Se um campo de guerra foi a base para a competição deste final de semana no cross country mundial, os brasileiros Marcos Moraes e Fábio Pedroso venceram com louvor! A dupla garantiu os melhores tempos na categoria T2 em todas as especiais disputadas.

"Vencemos uma das provas mais difíceis que a temporada ofereceu e complicamos o jogo para a última etapa do ano. Essa prova foi desgastante, dura e nos deu um gás a mais para acreditar que podemos repetir esse bom resultado em Portugal. Vamos com tudo para o Portalegra", avisa Marcos. Ele também destaca o desempenho de seu navegador Fábio Pedroso, que em sua competição de estreia conquistou sua 1ª vitória, " O Fábio fez um bom trabalho e isso mostra o alto nível dos competidores que temos no Brasil hoje".

Entenda o contexto
Em 3 dias de prova, foram 477,5 km divididos em um prólogo de 11,5km e quatro especiais. No sábado, duas de 165 e neste domingo, duas de 68. Marcos e Fábio venceram todas elas, e mais, a vitória deles e a desclassificação dos até então líderes portugueses, deu aos russos a liderança do campeonato. Na prática isso significa que pós o cancelamento da etapa do Egito( que seria a penúltima do mundial), a final em Portugal será um tudo ou nada para brasileiros e portugueses, com os russos Alexander Baranenko e Roman Elagin administrando a vantagem de pontos de olho no título. E se os portugueses perderam a liderança e os brasileiros estão no jogo, o Portalegre tem tudo para ser sensacional no quesito disputa.

Resultado Polônia
1º Marcos Moraes/Fábio Pedroso - BRA - 8h0min29seg

2º Alexander Baranenko e Roman Elagin - RUS - 8h35min37seg
3º Sebestyen Sándor/ Bognar József - HUN - 9h02min27seg

Classificação do Mundial após a etapa da Polônia
1º Alexander Baranenko e Roman Elagin - RUS - 122
2º Romulo Branco e João Serodio - POR - 108
3º Marcos Moraes/Fábio Pedroso - BRA - 97

Jorge Cunha AIFA
Clique na imagem para fazer o Download...
Vitória Brasileira em uma das etapas mais seletivas do mundial
Alta | Web

Jorge Cunha AIFA
Clique na imagem para fazer o Download...
Os buracos e facões no piso deixaram a competição ainda mais dura
Alta | Web

Jorge Cunha AIFA
Clique na imagem para fazer o Download...
Um campo abandonado de treinamento militar foi o palco da prova
Alta | Web

Jorge Cunha AIFA
Clique na imagem para fazer o Download...
Marcos e Fábio venceram todas as especiais disputadas
Alta | Web

 

VITÓRIA E LIDERANÇA REFORÇADA

 

Vitória e liderança reforçada paraRebelo Martins e Tó Zé Ferreira

 

A dupla de pilotos da Roadgalaxy, João Rebelo Martins e Tó Zé Ferreira, que corre com as cores da eni, Fluidotronica, Powercoaching, AraxGazzo,  Kartódromo de Oiã, Ambienergy, Globaz, Norfer, Cerveja Vadia, Eumel, RayJustEnergy Drink, Konica Minolta, Páginas Coloridas, Molfil e Quinta do Estanho, ganhou a corrida do Desafio Único FEUP 3 ocorrida hoje no Autódromo Internacional de Portimão.

Na sexta-feira, antes dos treinos livres, nada fazia prever este domínio da dupla que corre com o Alfa Romeo da VettraMotorsport já que, devido a ocuparem a liderança do campeonato, viram o seu carro ser lastrado com 60 kg.

No entanto, apesar de o capot se ter aberto na zona mais rápida do circuito e ter provocado um susto a Tó Zé Ferreira, a dupla alcançou o segundo tempo, entre os concorrentes ao troféu.

Nos treinos cronometrados, disputados no sábado, João Rebelo Martins e Tó Zé Ferreira alcançam o quinto e segundo tempo, respectivamente, próximos dos tempos da frente – Tó Zé perde a pole por 37 milésimos de segundo - queixando-se do tráfego em pista.

Domingo, primeira corrida, João Rebelo Martins sai do quinto lugar e aí se manteve,  tendo os seus adversários directos à vista. A táctica era seguir no grupo da frente para, depois, Tó Zé Ferreira atacar. Melhor pensado, melhor feito: Tó Zé Ferreira lança uma perseguição a David Saraiva e Joaquim Soares, levando a melhor e garantindo a vitória na primeira corrida do programa.

Na segunda corrida, João Rebelo Martins sai de segundo e na primeira curva baixa ao quarto lugar. O Alfa Romeo, com o intenso calor algarvio, perdia rendimento. No entanto, quero o piloto de Oliveira de Azeméis quer o piloto de Leça de Palmeira compensaram com a condução a falta de rendimento do carro, alcançando a terceira posição na segunda corrida.

Com o somatório das duas mangas, a vitória à geral foi, meritoriamente, parar às mãos de João Rebelo Martins, Tó Zé Ferreirae a VettraMotorsport.

Ouvindo João Rebelo Martins “ foi um peso que saiu de cima dos ombros. Liderar um campeonato ser ter ainda ganho nenhuma corrida era uma situação que era estranha. Estou felicíssimo, e dedico esta vitória, por inteiro, aos nossos patrocinadores e à equipa VettraMotorsport”.

Tó Zé Ferreira disse “ finalmente o azar deixou de nos perseguir e conseguimos ganhar. Estamos em primeiro do campeonato, ampliamos a vantagem e a vontade de ir para o Estoril disputar a corrida é enorme!”.

Aos pilotos da Roadgalaxy falta realizar uma corrida, a 19 e 20 de Outubro, no Autódromo do Estoril.

 Press RG_Portimo_NunOrganistA

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

Fórmula Indy

 

 

Maisindy1indy2indy3indy4indy5indy6indy7indy8 um grupo de imagens da passagem da Fórmula Indy por Baltimore nos Estadops Unidos.

 

TESTE MERCEDES

TESTE MERCEDES

 

merc1merc2merc3merc4merc5merc6merc7

A marca alemã, bateu um novo recorde, em termos de consumo com o Mercedes G, que face às dificuldades do terreno conseguiu fazer um consumo na ordem dos seis litros por cada cem quilómetros percorridos, o que não deixa de ser notável, face ao 4x44 de que estamos a falar,

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA  DE IMAGENS

 

 

MOTO GP - INGLATERRA

 

 

MOTO1MOTO2MOTO3MOTO4MOTO5MOTO6MOTO7MOTO8Mais algumas imagens da Moto GP, que este fim de semana marcou prsença em Inglaterra.

 

HUGO RIBEIRO DA SILVA

HUGO RIBEIRO DA SILVA

 

UM DOS PRIMEIROS PORTUGUESES A TESTAR NOVO PORSCHE 918 SPYDER

 

Foi na Alemanha que o director da Porsche Porto, Hugo Ribeiro da Silvanovopor1novopor2novopor3novopor4novopor5novopor6novopor7 teve a oportunidade de conduzir a última novidade da Porsche, o 918 Spyder, confoirme imagenjs anexas.

 

VILELA E NEGRAIS ATINGIRAM OBJECTIVO

 

Circuito do Algarve 2


Tiago Vilela e Hugo Negrais conseguem o pódio

 

Vilela Negrais_Algarve2013
Tiago Vilela e Hugo Negrais conseguiram ir ao pódio em mais uma jornada do Challenge Desafio, Categoria 3, que teve lugar este fim-de-semana no Autódromo do Algarve.
Para a dupla de Braga tratava-se de uma aposta forte neste penúltima jornada da competição com vista a subir na classificação geral, o que foi alcançado, pois nesta altura estão no terceiro posto da classificação geral.
Com um sétimo e um terceiro lugar na qualificação, sendo esses os lugares do arranque das duas corridas, na primeira havia que tentar recuperar ao máximo: “O Tiago foi quem arrancou, conseguindo no seu turno ganhar dois lugares e entregou-me o carro em quinto”, referiu Hugo Negrais, prosseguindo: “Quando entrei em pista comecei a ter alguns problemas com o desgaste dos pneus, mas pior que isso foi a caixa de velocidades que começou a ceder. Mesmo assim, tentei o tudo por tudo e deu para ser o terceiro, o que foi muito bom visto a posição em que começámos a corrida”.
Para a segunda prova, e visto que arrancaram do terceiro posto, as coisas pareciam melhor, mas não foi o que se passou: “Entre as duas corridas, a nossa equipa reparou a caixa de velocidades, mas o problema voltou e não tinha a terceira velocidade. Como esta é uma relação muito importante neste circuito perdi alguns lugares na parte inicial”, explicou Tiago Vilela, que sublinhou: “Depois foi tentar não perder muito, já com o Hugo em pista, conseguiu ser quinto. Nestas condições foi muito bom pelo que já expliquei, tendo ainda seis concorrentes atrás de nós”.
Seja como for, a subida na classificação geral foi conseguida: “Nesta altura estamos em terceiro lugar e isto enquadra-se dentro do objetivo traçado para esta época” concluiu.

 

LE MANS 6 HORAS DE S.PAULO

Audi de Lotterer, Tréluyer e Fässler vence Le Mans 6 Horas de São Paulo

Com ritmo forte, trio do carro número 1 contou com problemas dos concorrentes para vencer a prova. Na LMP2, o time da G-Drive Racing foi o vencedor

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
André Lotterer/Benoit Treluyer/Marcel Fässler
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Tom Kristensen/Loic Duval/Allan McNish
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Tom Kristensen/Loic Duval/Allan McNish
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Nicolas Prost/Nick Heidfeld/Mathias Beche
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Anthony Davidson/Sébastien Buemi/Stephane Sarrazin
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Roman Rusinov/John Martin/Mike Conway
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Bertrand Baguette/Ricardo Gonzalez/Martin Plowman
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Luis Perez Companc/Nicolas Minassian/Pierre Kaffer
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Pódio - LMP1
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Pódio - LMP2
Alta | Web

O Audi R18 e-tron quattro pilotado pelo trio formado por André Lotterer, Benoit Tréluyer e Marcel Fässler venceu na tarde deste domingo (1º) a segunda edição da Le Mans 6 Horas de São Paulo, válida pelo Campeonato Mundial de Endurance - FIA WEC, disputada no autódromo de Interlagos, na capital paulista.

Além de imprimir um ritmo forte ao longo de toda a corrida, o trio do carro número 1 da equipe das quatro argolas viu seus concorrentes enfrentarem problemas ao longo das seis horas de corrida e teve facilidade para vencer a prova, completando 235 voltas. A segunda colocação ficou com o outro Audi, pilotado por Tom Kristensen, Loic Duval e Allan McNish, que tiveram problemas em uma das paradas de box, quando a roda dianteira direita se soltou do carro e parou em cima do carro, e também com um Stop and Go por excesso de velocidade no pit lane.

O terceiro lugar foi do Lola B12/60 Coupé-Toyota da Rebellion Racing, pilotado por Nicolas Prost, Nick Heidfeld e Mathias Beche, que chegaram com cinco voltas de desvantagem para os vencedores. O Toyota TS030 - Hybrid, principal rival da Audi em Interlagos, se envolveu em um acidente ainda na primeira hora de corrida, após tentar uma ultrapassagem sobre um retardatário, que perdeu o controle do carro, terminando com a prova do vencedor de 2012.

"Com certeza estamos muito felizes, da metade para o final conseguimos alguma vantagem. Conseguimos ganhar a posição dos nossos companheiros no box, depois o Toyota teve um acidente e como nossa corrida foi sem problemas, conseguimos administrar o ritmo e vencer. Só fiquei chateado com a largada, pois não consegui ver as luzes de largada e acabei ficando para trás", disse Fässler após a corrida.

Lotterer destacou que os dois Audis e o protótipo da Toyota apresentaram desempenhos semelhantes ao longo do final de semana, e comemorou a vitória. "Não estávamos superiores aos nossos companheiros, durante todo o final de semana estivemos próximos, inclusive com o carro da Toyota. Foi bom, conseguimos fazer dois trechos sem trocas de pneus e de pilotos, então acho que o carro se comportou bem, sem problemas, chegamos onde queríamos", disse.

"Estamos aqui para ganhar corridas, então o nosso dia foi completo. Aceleramos o quanto pudemos e com o grande trabalho dos meus companheiros, eu evitei contato com outros carros e acelerei fundo para conseguirmos os pontos que nos deixam mais perto no campeonato", concluiu Tréluyer.

Pela categoria LMP2, a vitória ficou com o Oreca 03-Nissan da G-Drive Racing, pilotado por Roman Rusinov, John Martin e Mike Conway. Os segundos colocados foram Bertrand Baguette, Ricardo Gonzalez e Martin Plowman, que chegaram uma volta atrás dos vencedores com um Morgan-Nissan da OAK Racing.

O grupo dos três melhores foi fechado por outro Oreca 03-Nissan, este, preparado pela Pecom Racing e pilotado por Luis Perez Companc, Nicolas Minassian e Pierre Kaffer. "Foi bom, no começo consegui abrir bastante no tráfego, depois que parei troquei os pneus e consegui abrir mais. Foi um bom final de semana, uma boa corrida e conseguimos conquistar nosso objetivo", disse Conway após a corrida.

"Para mim foi muito importante o trabalho do Mike para abrir a diferença, porque peguei o carro com algo entre 10 e 20 segundos e foi o que ele fez. Conseguimos fazer dois trechos com o mesmo jogo de pneus, então foi ótimo", comentou Rusinov. "O resultado foi excelente, fizemos o que queríamos, diminuímos a distância no campeonato, mas ainda temos que lutar muito para conseguir o título", completou John Martin.

A próxima etapa do Campeonato Mundial de Endurance - FIA WEC será a 6 Horas de Austin, que acontece entre os dias 20 e 22 de setembro, no Circuit of the Americas, nos Estados Unidos.

Veja a classificação final das categorias LMP1 e LMP2 da Le Mans 6 Horas de São Paulo:

LMP1:
1- André Lotterer/Benoit Treluyer/Marcel Fässler (Audi R18 e-tron quattro/LMP1) - 235 voltas
2- Tom Kristensen/Loic Duval/Allan McNish (Audi R18 e-tron quattro/LMP1) - a 3 voltas
3- Nicolas Prost/Nick Heidfeld/Mathias Beche (Rebellion Racing-Lola B12/60 Coupé-Toyota/LMP1) - a 4 voltas
4- Anthony Davidson/Sébastien Buemi/Stephane Sarrazin (Toyota TS030/LMP1) - a 210 voltas

LMP2
1- Roman Rusinov/John Martin/Mike Conway (G-Drive Racing/Oreca 03-Nissan/LMP2) - 222 voltas
2- Bertrand Baguette/Ricardo Gonzalez/Martin Plowman (OAK Racing/Morgan-Nissan/LMP2) - a 1 volta
3- Luis Perez Companc/Nicolas Minassian/Pierre Kaffer (Pecom Racing/Oreca 03-Nissan/LMP2) - a 1 volta
4- Christian Zugel/Gunnar Jeannette/Bjorn Wiedheim (Greaves Motorsport/Zytek Z11SN-Nissan/LMP2) - a 5 voltas
5- Jaques Nicolet/Jean-Marc Merlin/Keiko Ihara (OAK Racing/Morgan-Nissan/LMP2) - a 8 voltas
6- Olivier Pla/David Heinemeier Hansson/Alex Brundle (OAK Racing/Morgan-Nissan/LMP2) - a 10 voltas
7- Tom Graves/James Walker/Robbie Kerr (Delta-ADR/Oreca 03-Nissan/LMP2) - a 164 voltas
8- Kevin Weeda/Christophe Bouchut (Lotus T128/LMP2) - a 175 voltas
9- Thomas Holzer/Dominik Kraihamer/Jan Charouz (Lotus T128/LMP2) - a 199 voltas

 

JOSÉ RODRIGUES EM PORTIMÃO

 

José Rodrigues voltou a conseguir um lugar no pódio em mais uma jornada do Troféu Abarth 500 Portugal que esteve pela primeira vez no Autódromo Internacional do Algarve.

Para o jovem piloto de Braga, que foi quarto na primeira corrida e terceiro na segunda, esta foi uma jornada em que o conjunto de resultados podia ter muito melhor.

Na qualificação para as duas corridas, o jovem piloto que tem a sua estreia este ano no automobilismo de velocidade, foi terceiro para a primeira, e o mais rápido para a segunda, mesmo com alguns pilotos consagrados em pista, o que abria boas perspetivas.

Arrancando na terceira posição para a primeira corrida, José Rodrigues partiu bem e instalou-se no segundo posto, mas com o decorrer da prova teve alguns contratempos: “Na parte inicial andei a disputar o segundo posto com o Nuno Cardoso que tinha partido atrás de mim. Mais tarde baixei a terceiro e logo a seguir, não consegui evitar um ligeiro pião e perdi dois lugares”, explicou o piloto que mesmo assim não baixou os braços: “Perdi muito tempo, mas voltei a imprimir um andamento forte, que me permitiu fazer a volta mais rápida da corrida, tendo terminado em quarto”.

Arrancando da «pole-position» para a derradeira prova, José Rodrigues conseguiu ser o piloto mais rápido do fim-de-semana, mas nesta prova as coisas não lhe correram como desejado: “A reação ao semáforo verde não foi imediata e cai para terceiro. Depois foi a luta inicial com alguns toques à mistura”, explicou, prosseguindo: “Mais tarde, o adversário que seguia à minha frente fez um pião e eu rodei muito tempo no segundo lugar. Só que falhei uma passagem de caixa e perdi um lugar, terminando em terceiro”.

Apesar do bom resultado, o jovem piloto ficou um pouco frustrado: “Porque fui quem fez a melhor volta, estava muito rápido e tinha a oportunidade de vencer, mas não consegui. De qualquer forma, ficou mais uma experiência para o futuro”, concluiu.Ze Rodrigues_Algarve

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

RALI DA REPUBLICA CHECA

 

 

chec1chec2chec3chec5chec6chec7chec8chec9chec10chec11chec12chec13chec44ralicheca1ralicheca2ralicheca3ralicheca4ralicheca5ralicheca6ralicheca7ralicheca8Grupo de imagens do Rali da Republica checa, com dominio por parte da Skoda.

 

OLIVEIRA EM 5º

 

Silverstone: Miguel Oliveira é o 5.º mais rápido



Português volta a destronar domínio exclusivo das KTM’s nos 6 primeiros



CW1 3504DG1 3130 A disputa de mais uma etapa do Campeonato do Mundo de MotoGP terminou hoje com Miguel Oliveira a garantir a 5.ª posição, lugar que lhe permite manter-se em 6.º na grelha de classificação geral da competição, agora com 95 pontos. O resultado espelha parte do trabalho desenvolvido nos últimos tempos, depois de um arranque mais difícil para o português, na segunda metade do Campeonato. O piloto foi, novamente, o único em pista a acompanhar a liderança das KTM’s

Ao volante da Mahindra, Miguel Oliveira, que na sexta-feira conquistou o 2.º lugar num dos treinos livres e que se qualificou ontem, em 8.º, tem feito um caminho evolutivo e gradual num projeto ainda recente que continua a surpreender pelos resultados positivos, cada vez mais imagem de marca da gigante indiana.

Relativamente à corrida de hoje, o piloto confessa: “Mais uma vez, não parti como deveria, o que me fez atrasar relativamente ao grupo da frente. Parece que temos um problema nesta área da moto, que tem de ser solucionado. Uma escolha de relação final longa  não me permitiu recuperar tempo, quando o grupo  se partiu. Voltámos a encontrar um melhor caminho na afinação da ciclista, o que me permitiu fazer uma boa corrida”. As adversidades, porém, não abalam a confiança do desportista luso, sempre motivado e disposto a realizar o melhor trabalho possível, que tem sido visível em toda a sua evolução.

Para já, a equipa está focada em novas afinações: “Dentro de uma semana farei testes com um novo chassis, para recolher novas informações que permitam melhorar e reduzir a diferença para os nosso rivais. Hoje a luta foi bastante dura e recolhi importantes pontos para o campeonato, o que também e importante”, revela Oliveira.

A Moto3 volta às corridas dentro de duas semanas,  no Misano World Circuit Marco Simoncelli, com o GP Aperol de São Marino e da Riviera di Rimini.

 

VELOSO COM TRIUNFO

 

Esforço extraordinário da Veloso Motorsport premiado com triunfo  

 

 

Terminou da melhor forma a passagem da Veloso Motorsport pelo Autódromo Internacional do Algarve, com a equipa da Póvoa do Lanhoso a conseguir uma brilhante vitória na Categoria GT Cup do Campeonato de Portugal de Circuitos – GT 2013, com os pilotos Nuno Batista e Pedro Marreiros.

Esta participação teve no entanto um início muito atribulado, quando não foi possível ter a caixa de velocidades do habitual Porsche 911 GT – a necessitar de ser reparada após a Boavista - pronta a tempo, o que obrigou a equipa nortenha a recorrer de urgência ao seu Aston Martin Vantage V8, carro que teve de ser transportado desde a oficina da Veloso Motorsport na Póvoa do Lanhoso até ao Algarve, num esforço extraordinário por parte dos elementos da formação nortenha.   

 

Foi uma vitória fantástica não só para nós, mas também para todos os elementos da Veloso Motorsport, que tornaram uma quase desistência, num fim-de-semana vitorioso. Tínhamos previsto alinhar com o nosso habitual Porsche, mas depois dos problemas de caixa que tivemos na Boavista foi necessário repara-la. No entanto as peças necessárias à sua reparação não chegaram a tempo, pelo que tivemos na iminência de não correr, não fosse a solução encontrada pela Veloso Motorsport, a quem queremos expressar os nossos maiores agradecimentos pelo esforço que fizeram. Foram espectaculares ao conseguirem ir buscar o carro ao norte, conseguindo depois ter o Aston Martin pronto para competir às sete da manhã de Sábado. Pedimos, e obtivemos, a autorização ao comissário técnico da organização e da FPAK, assim como ao colégio de comissários para podermos alinhar com o Aston Martin na Categoria GT Cup, isto apesar de sabermos à partida que estaríamos em desvantagem, perante as melhores performances dos adversários, em carros “full” GT Cup. Fizemos uma boa qualificação e na corrida estivemos sempre muito rápidos, o que nos valeu no final uma saborosa vitória, aproveitando alguns problemas alheios para subir ao lugar mais alto do pódio e levar para a última corrida em Braga, a decisão do título deste ano na categoria GT Cup.” Referiram Nuno Batista e Pedro Marreiros.

No final da prova, um protesto por parte de uma das equipas concorrentes, acabou por suspender a classificação, tendo-se gerado alguma confusão com opiniões contraditórias prestadas pelos comissários técnicos, que depois de aprovarem previamente a presença do Aston Martin na Categoria GT Cup, voltavam atrás nessa decisão, despoletando uma situação de impasse. Enquanto se aguarda a decisão final sobre esta situação, a equipa vai agora preparar a derradeira jornada do campeonato, a disputar no Circuito de Braga dentro de quinze dias.   

 VMS010913

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

RALI DA ALEMANHA - MUNDIAL DE RALIS

 

Mais um pequeno grupo de imagens referentes ao Rali da Alemanha, prova a contar para o Mundial.raliu9ralix3ralix3ralix5ralix5ralix7ralix8ralix9ralix10ralix11

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

 

Pilotos da J.Star ficam entre os top-10 no Brasileiro de Turismo em Cascavel


Fernando Fortes ficou em 7º e Leandro Romera com a 8ª posição na quarta etapa do campeonato. A próxima etapa está prevista para 29 de setembro no autódromo do Velopark (RS)

 As primeiras voltas das 31 disputadas válidas pela 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo foram agitadas no Autódromo Zilmar Beux, na cidade de Cascavel (PR), que recebeu pela segunda vez a 1ª edição da mais nova categoria nacional, com duas intervenções de Safety Car, depois tudo se ajeitou e foram poucos incidentes. Os dois representantes da J.Star Racing colocaram a equipe paulista entre os dez melhores, Fernando Fortes conquistou com o carro 32 a 7ª posição e Leandro Romera com o bólido 88 fechou em 8ª.

Para a J.Star foi um final de semana produtivo. O time teve oportunidade de fazer alguns testes nos dois equipamentos, que corresponderam às expectativas do chefe da equipe e engenheiro - Celso Jordão - o comandante ficou contente com o resultado dos treinos e corrida na pista de 3.058 metros de extensão.

"O acerto dos carros estavam muito bons. O Romera fez belas voltas, foi cauteloso no começo e guardou para atacar no final. Houve um problema na borboleta do tanque de combustível que prejudicou o rendimento nas últimas voltas, senão poderia ter sido pódio. O Fernando Fortes também correspondeu bem e conquistou um ótimo resultado. Os carros estão bem evoluídos, com um excelente acerto, estamos no caminho se não é 100% é 95. Para o Velopark no final do mês chegaremos com os veículos bem competitivos, no intervalo vamos fazer um pente fino para estarem perfeitos para a etapa", comentou Jordão.

Romera confirmou a expectativa de um bom resultado na prova deste domingo. "Tinha um carro muito bom, ritmo bom de corrida. A grande satisfação é saber que tudo que foi feito aqui evoluiu, eu tinha carro para brigar pela vitória, mas a categoria está muito disputada, os tempos todos muito próximos. No Velopark é uma pista que tenho bastante conhecimento, espero conseguir largar bem e terminar à frente do pelotão", declarou o piloto.

O piloto Fernando Fortes relatou suas impressões sobre o circuito, e mesmo não tendo um bom desempenho nos treinos, na corrida surpreendeu com a 7ª posição na prova no interior paranaense. "Adoro a pista, é um circuito prazeroso de guiar. A corrida foi ótima larguei em 12º, sai das confusões e cheguei 7º. Da metade da corrida em diante, preferi ser um pouco mais conservador e não correr riscos pensando nos pontos", observou o piloto. "Para a próxima corrida e para o restante da temporada estaremos muito competitivos. Tenho que parabenizar toda a equipe pelo grande trabalho realizado no desenvolvimento dos dois carros", finaliza Fortes.

A categoria segue junto com a Stock Car até o dia 15 de dezembro em Interlagos, quando acontece a Corrida do Milhão.

A equipe J.Star Racing conta com patrocínio da Trend Bank, IPQ Instituto de Psiquiatria, Schahin, TB Multiserviços, Duralitte, PPR, Dimep Sistemas, Yuny, Unitalo - Centro Universitário Ítalo Brasileiro, AC Delco, Minerva S.A., Atua Construtora, Dicid, Soluções Madis Rodbel, Malas Cruzeiro, Colonial Rodas, Kasinski Revolucionária e Benfica.

Resultado da 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo:

1) Marco Cozzi (Carlos Alves/J.Star), 31 voltas em 36min29s299, média de 155,88 km/h
2) Gabriel Casagrande (Carlos Alves Competições), a 7s861
3) Pedro Boesel (Hot Car Racing), a 12s159
4) Wagner Ebrahim (Motortech Competições), a 12s421
5) João Pretto (Mottin Racing), a 12s610
6) Tito Morestoni (Motortech Competições), a 24s875
7) Fernando Fortes (J.Star Racing), a 38s104
8) Leandro Romera (J.Star Racing), a 42s426
9) Felipe Fraga (W2 Racing), a 42s446
10) Mauri Zaccarelli (Hot Car Racing), a 42s934
11) Guilherme Sperafico (RKL Competições), a 1 volta
12) Raphael Abbate (Carlos Alves Competições), a 1 volta
13) Carlos SG (RKL Competições), a 12 voltas
14) Luiz Ribeiro (Mottin Racing), a 13 voltas
15) Fábio Carreira (W2 Racing), a 16 voltas
14) Daniel Kaefer (Scuderia 111), a 16 voltas
17) Felipe Tozzo (Nascar Motorsport), a 31 voltas
18) Norberto Gresse (Nascar Motorsport), a 31 voltas

Melhor volta: Marco Cozzi, 1min06s136, média de 166,46 km/h

Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo

2 de junho - Brasília - DF
16 de junho - Cascavel - PR
11 de agosto - Ribeirão Preto - SP
1º de setembro - Cascavel - PR

15 de setembro - Velopark - RS
20 de outubro - Curitiba - PR
10 de novembro - Brasília - DF
15 de dezembro - Interlagos - SP


 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO EUROPA DE RALICROSS - FRANÇA

 

 

ralic2ralic3ralic4ralic5ralic7ralic8ralic9ralic10ralic11ralic12ralic13ralic14ralic15ralic16ralic17ralic18ralic19Mais uma jornada do Campeonato da Europa disputado em França, sempre espectacular, que contou com a participação de Sebastien Loeb

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

STOCK CAR - BRASIL

 

 

stock1stock2stock3stock4stock5stock6stock7stock8Uma das categorias do automobilismo no Brasil, stock Car.

 

MAIS UM TITULO PARA A NOVADRIVER

 

Campeonato de Portugal de Circuitos (CPC) – Circuito Algarve 2

 


Team Novadriver conquista título
de Portugal de Circuitos

 


O Team Novadriver conquistou o título no Campeonato de Portugal de Circuitos (CPC)
após a excelente vitória do Audi R8 LMS Ultra com as cores do Banco Sol, Pocargil,
MadCroc, Circuito do Estoril, Adrasa, Plus Katsastus, Impocolor, Value Frame e
SIVA pilotado César Campaniço, Carlos Vieira e Mikko Eskelinen, na quarta prova do CPC
realizada hoje no Autódromo Internacional do Algarve.
A quarta vitória nas quatro corridas do campeonato já disputadas, sublinhou o domínio que
o Team Novadriver tem vindo a exercer no panorama nacional, sendo este o segundo
título consecutivo alcançado pela equipa e pela dupla César Campaniço/Carlos Vieira,
juntando-se à festa o campeão de Espanha de GT 2012, Mikko Eskelinen.
O segundo Audi R8 LMS Ultra do Team Novadriver com as cores da Automóveis do
Mondego, Ray Just Energy, Valorpneu, Tranquilidade, Blinker e Total, com João
Ramos, João Figueiredo e Lourenço Beirão da Veiga, terminou a prova no terceiro lugar,
mantendo a segunda posição no campeonato. Porém, não foi uma corrida fácil pois o Audi
R8 LMS Ultra #10 viu o “spliter” dianteiro partir-se muito cedo na corrida, condicionando o
andamento até final da prova.
Alcançado o objetivo de conquistar o título nacional, o Team Novadriver vai estar
presente na derradeira prova da competição, a realizar-se no Circuito de Braga nos dias 14
e 15 de Setembro, com o intuito de oferecer ao segundo carro da equipa o segundo lugar
do campeonato.
César Campaniço – “Foi uma vitória e um título muito saborosos, pois foi o quarto
sucesso em quatro corridas já disputadas e o segundo título consecutivo, terceiro na era
GT do Campeonato de Portugal de Circuitos, o que deixa bem claro o domínio que temos
exercido a nível interno. Tenho por isso de dar os parabéns a todos os elementos do Team
Novadriver e aos meus companheiros de equipa, pois todos fizeram um excelente
trabalho para que conseguíssemos o objetivo.”
Carlos Vieira – “A prova correu-nos muito bem e, no final, o título veio coroar a excelente
temporada que fizemos, dominando de forma evidente como deixa bem claro as quatro
vitórias nas quatro corridas já realizadas. Alcançado o objetivo, vamos para Braga com o
intuito de ajudar a equipa do outro Audi do Team Novadriver a conquistar o segundo
lugar na competição.”
Mikko Eskelinen – “Não poderia estar mais feliz! Depois de ganhar o título espanhol com
o Team Novadriver, agora sou campeão de Portugal com a mesma equipa, e com quatro
vitórias em quatro provas disputadas. Não poderia ser melhor!”
João Figueiredo – “As coisas correram mal nos treinos, andei pouco com o carro com
pneus novos, mas consegui um bom ritmo durante o meu turno de condução e estávamos
bem posicionados para alcançar o segundo lugar do pódio, quando o “splitter” partiu e a
partir dai os meus colegas de equipa limitaram-se a levar o carro até final. Estou muito
feliz pelo título alcançado pela outra equipa do Team Novadriver e vamos a Braga com a
ideia de reforçar o segundo lugar do campeonato.”
João Ramos – “Não foi uma prova nada fácil. O “spliter” partiu-se durante o meu turno e
com o carro a bater no chão, foi muito difícil andar rápido e perdemos muito tempo. Foi
pena pois poderíamos ter ficado com o segundo lugar na corrida, reforçando o segundo
lugar do campeonato.”
Lourenço Beirão da Veiga – “Tentei ajudar a equipa o mais possível, mas com o “spliter”
partido, pouco pude fazer e limitei-me a levar o carro até final para assegurar o terceiro
lugar e assim manter o segundo carro do Team Novadriver no segundo lugar do
campeonato.”


Campeonato de Portugal de Circuitos

CA2 5274
1ºs César Campaniço/Carlos Vieira/Mikko Eskelinen, 84 pts
2ºs João Figueiredo/João Ramos, 44 pts
3ºs José Pedro Fontes/Miguel Barbosa, 42 pts

 

BAJA POLÓNIA

Em dia extremo, Marcos Moraes e Fábio Pedroso vencem na Polônia

O Campeonato Mundial está fervendo na Baja Polônia, no 1º dia de especiais, os brasileiros garantiram o melhor tempo na categoria T2 e 15º na geral. Com esse resultado eles apimentam a disputa pelo título



A Polônia já anunciava: seria seletiva. Marcos Moraes e Fábio Pedroso chegaram lá com a missão de ir para o tudo ou nada, e no 1º dia de especiais, deu Brasil no topo!

"Esta foi uma das especiais mais difíceis que já fiz. O terreno arenoso se tornou tão pesado que os russos atolaram em uma subida e ficaram para trás. A prova aconteceu dentro de um campo militar com muitos caminhões velhos, tanques de guerra e alvos para treino de tiro, que nos fizeram sentir até um pouco alvo também. Bastava olhar pro piso, parecia até um campo minado, cheio de buracos e facões antes das curvas, conhecidas como "breack bamping" elas acabam virando buracos secos e exigem controle total do carro para conseguirmos manter o ritmo. Na 2ª volta, principalmente, a atenção precisava ser total. Largamos para ir buscar a vitória do dia e sacudir a pontuação do mundial. Objetivo conquistado, agora é nos prepararmos para amanhã. Serão mais 136km e a vitória será fundamental para garantir nossas chances de virada no mundial", explica Marcos Moraes que segue em 3º lugar no campeonato.

Resumo do dia
Neste sábado foram 330 Km de off road extremo. Nos primeiros 165km, Marcos e Fábio cravaram o tempo de 2h28min57seg, foram 14 minutos e 40 segundos mais rápidos que os russos, Alexander Baranenko e Roman Elagin, e garantiram a vitória da 1ª especial.

No trecho seguinte, os mesmos 165km ganharam outro nível de dificuldade. Após a primeira passagem de todos os veículos, ao repetir o percurso, o piso arenoso da especial se tornou um capítulo à parte, com facões mais profundos a areia ficou ainda mais pesada.

Os tempos comprovaram o nível de dificuldade da 2ª especial e foram mais altos que os da primeira passagem. Na 2ª volta, Marcos e Fábio cravaram 2h40min19seg e garantiram a vitória do dia na T2. Os portugueses, até então líderes do mundial na categoria, largaram mas não conseguiram um bom resultado. Extra-oficialmente eles constam como desclassificados do dia, mas a organização não informou detalhes.

Na geral, a liderança segue nas mãos da dupla polonesa Holowczyc/Schulz, com o tempo acumulado de 4h19min14seg.

Resultado - Categoria T2
1º Marcos Moraes/Fábio Pedroso - BRA - 5h22min46seg
2º Alexander Baranenko/Roman Elagin - RUS - 5h49min40seg
3º Sebestyen Sándor/ Bognar József - HUN - 6h13min46seg

Jorge Cunha AIFA
Clique na imagem para fazer o Download...
Marcos Moraes e Fábio Pedroso, são o Brasil no mundial de cross country
Alta | Web

Jorge Cunha AIFA
Clique na imagem para fazer o Download...
O terreno arenoso foi o grande desafio do dia
Alta | Web

Jorge Cunha AIFA
Clique na imagem para fazer o Download...
Brasileiros vencem 1º dia de Baja Polônia, categoria T2
Alta | Web



 

LE MANS 6 HORAS DE S.PAULO

Pilotos brasileiros da Le Mans 6 Horas de São Paulo acreditam em bons resultados

Bruno Senna e Fernando Rees esperam brigar por vitórias em suas categorias. Lucas Di Grassi, piloto da Audi que não disputará a etapa brasileira do FIA WEC, declarou que quer prosseguir na categoria nos próximos anos

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Le Mans 6 Horas de São Paulo
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Bruno Senna
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Fernando Rees
Alta | Web

Bruno Senna e Fernando Rees, pilotos brasileiros que disputarão neste final de semana a segunda edição da Le Mans 6 Horas de São Paulo, conversaram com jornalistas no início da tarde desta sexta-feira (30), no autódromo de Interlagos. Lucas Di Grassi, piloto da Audi também participou da coletiva.

Competindo pela categoria LMGTE-Pro, Senna destacou aquela que ele considera a oportunidade mais clara de conquistar uma vitória no Brasil e falou de sua primeira corrida em Interlagos fora da Fórmula 1: "Será uma experiência incrível para mim porque andei aqui em Interlagos apenas de Fórmula 1. É uma nova experiência e é a primeira vez que disputo uma corrida no Brasil com chances reais de vitória", disse o piloto da Aston Martin Racing.

Fernando Rees divide a pilotagem de um Chevrolet Corvette C6-ZR1 da Larbre Competition com os franceses Patrick Bornhauser e Julien Canal, vice-líderes do campeonato da categoria LMGTE-Am. Empolgado para a etapa brasileira do FIA WEC, Rees acredita que pode ajudar a equipe a retomar a liderança do campeonato.

"A corrida aqui em São Paulo pode ser a da virada do nosso campeonato. O campeonato está extremamente disputado, estamos na vice-liderança da temporada, apenas um ponto atrás dos líderes, então seria perfeito retomarmos a ponta da tabela. É muito empolgante e importante para eu correr no Brasil, mas tenho que segurar um pouco essa empolgação para não prejudicar a equipe no campeonato", disse Rees.

Após chegar ao Brasil nesta manhã, Lucas Di Grassi veio ao autódromo de Interlagos acompanhar a equipe Audi durante o final de semana. O ex-piloto da Fórmula 1 testou nesta semana um carro de DTM, o Campeonato Alemão de Turismo, mas reafirmou o seu desejo de manter-se no FIA WEC.

"Participei esta semana de um teste com o carro do DTM. Gostei muito, acho o campeonato muito competitivo, mas pretendo seguir no FIA WEC nos próximos anos", comentou Di Grassi.

Neste sábado (31), a partir das 10h20min, os pilotos retornam a pista em Interlagos para a disputa do último treino livre antes do classificatório, que tem início às 14h35min. A largada para a Le Mans 6 Horas de São Paulo acontece no domingo, às 12h.

 

LE MANS 6 HORAS DE S.PAULO

Aston Martin lidera treinos livres das categorias de Gran Turismo da Le Mans 6 Horas de São Paulo

Stefan Mucke e Darren Turner foram os melhores na LMGTE-Pro, enquanto trio dinamarquês liderou na LMGTE-Am

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Raymond Narac, Jean-Karl Vernay e Christophe Bourret
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Christoffer Nygaard, Kristian Poulsen e Nicki Thiim
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Stefan Mucke e Darren Turner
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Bruno Senna e Rob Bell
Alta | Web

A Aston Martin Racing dominou os treinos livres realizados nesta sexta-feira (30) para as categorias LMGTE-Pro e LMGTE-Am da Le Mans 6 Horas de São Paulo, quarta etapa do Campeonato Mundial de Endurance FIA WEC, que acontece no autódromo de Interlagos, na capital paulista.

Stefan Mucke e Darren Turner foram os mais rápidos entre os pilotos da categoria LMGTE-Pro. A dupla, que pilota um Aston Martin Vantage, V8 foi a melhor das duas atividades realizadas nesta sexta-feira (30), marcando 1min33s 451 na sessão realizada nesta tarde. A segunda posição do dia ficou com a dupla formada pelo brasileiro Bruno Senna e por Rob Bell, quatro décimos mais lentos em relação ao tempo obtido pelos líderes e companheiros de equipe. A terceira melhor marca foi obtida por Marc Lieb e Richard Lietz, com um Porsche 911 RSR.

Pela categoria LMGTE-Am, os melhores do dia foram os dinamarqueses Christoffer Nygaard, Kristian Poulsen e Nicki Thiim, que fizeram a melhor volta em 1min34s775, também com um Aston Martin Vantage V8. O trio foi seguido pelo Porsche 911 GT3 RSR pilotado por Raymond Narac, Jean-Karl Vernay e Christophe Bourret, que ficou a três décimos do melhor tempo. O grupo dos três melhores foi fechado por Vicente Potolicchio, Rui Aguas e Davide Rigon, com uma Ferrari F458 Italia.

Único brasileiro da categoria LMGTE-Am, Fernando Rees, companheiro dos franceses Patrick Bornhausen e Julien Canal, ficou com o sétimo tempo do dia, com 1min35s823.

Os pilotos da Le Mans 6 Horas de São Paulo retornam a pista a partir das 10h20min deste sábado (31), para a realização do último treino livre. Às 14h35min, será realizado o treino classificatório das categorias LMGTE-Pro e LMGTE-Am. A largada para a quarta etapa do FIA WEC acontece no domingo, às 12h.

Veja o resultado final dos dois treinos livres de hoje:

LMGTE-Pro
Treino 1:
1- Stefan Mucke/Darren Turner (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Pro) - 1min33s648
2- Marc Lieb/Richard Lietz (Porsche 911 RSR/LMGTE-Pro) - 1min34s160
3- Gianmaria Bruni/Giancarlo Fisichella (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Pro) - 1min34s298
4- Kamui Kobayashi/Toni Vilander (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Pro) - 1min34s348
5- Jörg Bergmeister/Patrick Plilet (Porsche 911 RSR/LMGTE-Pro) - 1min34s398
6- Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Richie Stanaway (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Pro) - 1min34s521
7- Bruno Senna/Rob Bell (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Pro) - 1min34s750

Treino 2:
1- Stefan Mucke/Darren Turner (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Pro) - 1min33s451
2- Bruno Senna/Rob Bell (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Pro) - 1min33s873
3- Marc Lieb/Richard Lietz (Porsche 911 RSR/LMGTE-Pro) - 1min33s907
4- Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Richie Stanaway (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Pro) - 1min34s082
5- Gianmaria Bruni/Giancarlo Fisichella (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Pro) - 1min34s230
6- Jörg Bergmeister/Patrick Plilet (Porsche 911 RSR/LMGTE-Pro) - 1min34s501
7- Kamui Kobayashi/Toni Vilander (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Pro) - 1min34s613


LMGTE-Am
Treino 1:
1- Christoffer Nygaard/Kristian Poulsen/Nicki Thiim (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Am) - 1min35s287
2- Stuart Hall/Jamie Cambell-Walter (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Am) - 1min35s346
3- Vicente Potolicchio/Rui Aguas/Davide Rigon (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Am) - 1min35s554
4- Jack Gerber/Matt Griffin/Marco Cioci (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Am) - 1min35s614
5- Tracy Krohn/Nicolas Jönsson/Maurizio Mediani (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Am) - 1min35s710
6- Christian Ried/Gianluca Roda/Paolo Ruberti (Porsche 911 GT3 RSR/LMGTE-Am) - 1min35s773
7- Patrick Borhauser/Julien Canal/Fernando Rees (Chevrolet Corvette CX6-ZR1/LMGTE-Am) - 1min35s823
8- Raymond Narac/Jean-Karl Vernay/Christophe Bourret (Porsche 911 GT3 RSR/LMGTE-Am) - 1min36s334

Treino 2:
1- Christoffer Nygaard/Kristian Poulsen/Nicki Thiim (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Am) - 1min34s775
2- Raymond Narac/Jean-Karl Vernay/Christophe Bourret (Porsche 911 GT3 RSR/LMGTE-Am) - 1min35s064
3- Vicente Potolicchio/Rui Aguas/Davide Rigon (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Am) - 1min35s293
4- Stuart Hall/Jamie Cambell-Walter (Aston Martin Vantage V8/LMGTE-Am) - 1min35s297
5- Christian Ried/Gianluca Roda/Paolo Ruberti (Porsche 911 GT3 RSR/LMGTE-Am) - 1min35s329
6- Jack Gerber/Matt Griffin/Marco Cioci (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Am) - 1min35s635
7- Patrick Borhauser/Julien Canal/Fernando Rees (Chevrolet Corvette CX6-ZR1/LMGTE-Am) - 1min35s854
8- Tracy Krohn/Nicolas Jönsson/Maurizio Mediani (Ferrari F458 Italia/LMGTE-Am) - 1min36s950

 

ROMULO BRANCO PARA ATINGIR O FINAL

 

Taça do Mundo de Todo o Terreno

29 de Agosto a 1 de Setembro - Baja Polónia

Rómulo Branco luta para terminar Baja Polónia

 

  • Motor e turbo muito debilitados obrigam Rómulo a estratégia de sobrevivência
  • Piloto e equipa vão fazer tudo para terminar a prova

 

Infelizmente para a dupla Rómulo Branco/João Serôdio as suspeitas de que o tubo de óleo roto no prólogo poderia ter danificado a mecânica do seu Mitsubishi Pajero confirmaram-se e a equipa que lidera a Taça do Mundo na Categoria T2 está de momento limitada a fazer todos os seus esforços por conseguir levar a sua máquina até ao final da Baja da Polónia para perder o menor número de pontos possível para o seu direto adversário.

 

O piloto luso angolano conseguiu cumprir o primeiro dos dois setores seletivos depois de na ligação inicial ter sido forçado a prescindir do turbo e rodou muito cautelosamente para efetuar o mínimo exigido pelo regulamento para se manter na classificação desta sexta etapa da Taça do Mundo.

 

O polaco Krzysztof Hołowczyc, aos comandos de um Mini All 4 Racing da equipa X-Raid lidera a classificação geral absoluta com o tempo total de 4h19m14s tendo uma vantagem de 1m03s sobre a dupla russa Zheludov/Rudnicki em Toyota Hilux Overdrive equipa que foi a mais rápida no primeiro setor seletivo. Na terceira posição está a dupla venezuelana Coffaro/Meneses, também em Toyota, a 2m09s.

 

Entre os T2 o mais rápido no dia de hoje foi Marcos Moraes, aos comandos de um Mitsubishi Pajero que, tal como o de Rómulo Branco, é assistido e inscrito pela Ralliart Itália. O piloto brasileiro tem agora uma vantagem de 26m54s sobre o russo Baranenko, em Toyota Land Cruiser, piloto que, na Taça do Mundo, está a apenas 4 pontos do piloto luso angolano e portanto com perspetivas de regressar à liderança.

 

“Como ontem não houve tempo para testar o carro após o prólogo, saímos do parque fechado preparados para a eventualidade de o turbo não estar em condições e de termos de ser nós a fazer as operações necessárias para posteriormente cumprimos a etapa com o motor em modo atmosférico já que pelo facto de estarmos inscritos em T2 isso impede-nos de o substituirmos”, salientou Rómulo Branco que acrescentou:

 

Com o tempo perdido acabámos por arrancar para o setor seletivo com alguns minutos de atraso e sabendo que teríamos de cumprir mais de centena e meia de quilómetros de um duro e complicado setor seletivo em condições muito precárias mas que teríamos de dar o tudo por tudo para o conseguir. Felizmente que conseguimos, mas ainda temos de amanhã repetir a dose”.

 

Rómulo Branco terminou o dia fortemente penalizado, mas em 6º lugar entre os T2. Amanhã os concorrentes terão pela frente uma dupla passagem por um setor seletivo de 79,05 km, sendo que o piloto luso angolano e o seu navegador terão de, no mínimo, completar a primeira passagem e chegar até à meta para conseguirem terminar classificados.

 

Classificação da Taça do Mundo - Pilotos T2 (após 5 provas)

1º Rómulo Branco (POR), 108 pontos; 2º Alexander Baranenko (RUS), 104; 3º Marcos Moraes (BRA), 72; 4º Denis Berezovskiy (KAZ), 50; 5º Ahmed Al Shegawi (SAU), 50.

 

Outras informações sobre a prova em www.bajapoland.eu RmuloBranco BajaPolnia_Day1_01RmuloBranco BajaPolnia_Day1_01RmuloBranco BajaPolnia_Day1_02

 

OLIVEIRA EM 8º

 

Silverstone: Miguel Oliveira qualifica-se em 8.º para a corrida de amanhã



Português conquista lugar no top 10


 Miguel Oliveira, que ontem ficou em 2.º no último treino livre do dia, caiu esta manhã para a 12.ª posição logo antes da qualificação, marca que imediatamente contrariou, ao qualificar-se em 8.º para a corrida de amanhã. A prestação de Oliveira primou pela persistência e determinação que já o caraterizam, lutando desde o início por um lugar o mais próximo possível dos primeiros da grelha.

Depois de ter alcançado o top 10, grupo em que se manteve em mais de metade da corrida, o piloto luso apostou de forma consistente em garantir a sua permanência no mesmo, chegando inclusive a ser o 5.º mais rápido em pista.

Acreditando estar de volta ao caminho pretendido, Oliveira, que não descura o empenho contínuo necessário para ser cada vez mais forte, confia no trabalho que tem vindo a ser realizado pela equipa, e que já foi visível no dia de ontem, em que regressou aos três primeiros, após algumas alterações na Mahindra. “Estou bastante satisfeito com o trabalho que tenho vindo a desenvolver neste novo projeto Mahindra, e embora as duas últimas corridas não o espelhem, a verdade é que estamos a fazer progressos. Temos novo material para desenvolver, e uma das decisões é de não o fazer durante as corridas.” Começa por adiantar o piloto que revela também algumas novidades: “Este fim de semana estamos a trabalhar noutra direcção e muito em breve vou testar e desenvolver um novo chassis, que nos vai permitir reduzir ainda mais a diferença para os nossos rivais.”. Oliveira adianta também que estão a ser feitas melhorias no motor.

Silverstone, um dos mais rápidos traçados do calendário do Campeonato do Mundo de MotoGP, será o palco de mais uma corrida da competição, amanhã, pelas 14h30 horas, onde Oliveira espera conseguir uma boa partida para que, nas palavras do piloto, possa “estar com o grupo [da frente] até ao final, lugar que nos pertence.”

 

 

LE MANS 6 HORAS DE S.PAULO

Toyota marca o melhor tempo do dia na Le Mans 6h de SP

Atual vencedor, TS-030 Hybrid baixou quase meio segundo o tempo da própria pole de 2012. Na LMP2 o Oreca-Nissan da G-Drive Racing foi o mais rápido

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
LMP1
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
LMP1
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
LMP1
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
LMP2
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
LMP2
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
LMP2
Alta | Web

O primeiro dia de treinos do FIA WEC para a Le Mans 6h de São Paulo foi tão disputado quanto a corrida do ano passado. Audi e Toyota dividiram a liderança dos treinos na LMP1, mas o melhor tempo do dia ficou com o protótipo vencedor da corrida do ano passado, o Toyota TS-030 Hybrid, neste ano pilotado por Anthony Davidson, Sébastien Buemi e Stéphane Sarrazin, com o tempo de 1m21s881, conseguido no primeiro treino do dia.

O segundo melhor tempo do dia foi do Audi R18 e-Tron de Tom Kristensen, Loïc Duval e Allan McNish, com 1m21s904. Os companheiros de Audi, André Lotterer, Benoit Treluyer e Marcel Fässler, ficaram com a terceira colocação do combinado dos treinos, com 1m22s056. Mais atrás ficou o Rebellion do trio Nico Prost, Nick Heidfeld e Mathias Beche, com 1m24s144.

O trio do Audi R18 e-Tron número dois chegou a São Paulo com moral, depois de conquistar a mais importante etapa do FIA WEC, as 24 Horas de Le Mans e abrir 30 pontos de vantagem sobre o Audi número um. Agora McNish, Duval e Kristensen somam 94 pontos, contra 64 pontos de Tréluyer, Fässler e Lotterer.

Na LMP2 o protótipo Oreca-Nissan pilotado por Mike Conway, Roman Rusinov e John Martin foi o mais rápido do dia com o tempo de 1m27s645, após ser apenas o quarto no primeiro treino. Na segunda posição ficaram Bertrand Baguette, Ricardo Gonzalez e Martin Plowman, que fizeram 1m28s014 com o Morgan-Nissan da OAK Racing. O terceiro melhor no combinado do dia foi o outro protótipo da OAK Racing. Olivier Pla, David Heinemeier Hansson e Alex Brundle marcaram 1m28s136.

A programação desse sábado começa às 10h20 da manhã com o terceiro treino livre. Às 15h10 minutos os boxes serão abertos para o treino classificatório de vinte e cinco minutos das categorias LMP1 e LMP2. No domingo a largada está marcada para o meio dia com transmissão ao vivo de toda a prova pelo SporTV3.

CONFIRA OS TEMPOS DOS DOIS TREINOS EM INTERLAGOS
LMP1
Treino 1:
1- Anthony Davidson/Sébastien Buemi/Stephane Sarrazin (Toyota TS030/LMP1) - 1min21s881
2- André Lotterer/Benoit Treluyer/Marcel Fässler (Audi R18 e-tron quattro/LMP1) - 1min22s689
3- Tom Kristensen/Loic Duval/Allan McNish (Audi R18 e-tron quattro/LMP1) - 1min23s056
4- Nicolas Prost/Nick Heidfeld/Mathias Beche (Rebellion Racing-Lola B12/60 Coupé-Toyota/LMP1) - 1min25s479

Treino 2:
1- Tom Kristensen/Loic Duval/Allan McNish (Audi R18 e-tron quattro/LMP1) - 1min21s904
2- André Lotterer/Benoit Treluyer/Marcel Fässler (Audi R18 e-tron quattro/LMP1) - 1min22s056
3- Anthony Davidson/Sébastien Buemi/Stephane Sarrazin (Toyota TS030/LMP1) - 1min22s675
4- Nicolas Prost/Nick Heidfeld/Mathias Beche (Rebellion Racing-Lola B12/60 Coupé-Toyota/LMP1) - 1min24s144


LMP2
Treino 1:
1- Olivier Pla/David Heinemeier Hansson/Alex Brundle (OAK Racing/Morgan-Nissan/LMP2) - 1min28s136
2- Bertrand Baguette/Ricardo Gonzalez/Martin Plowman (OAK Racing/Morgan-Nissan/LMP2) - 1min28s367
3- Luis Perez Companc/Nicolas Minassian/Pierre Kaffer (Pecom Racing/Oreca 03-Nissan/LMP2) - 1min28s367
4- Roman Rusinov/John Martin/,Mike Conway (G-Drive Racing/Oreca 03-Nissan/LMP2) - 1min28s935
5- Thomas Holzer/Dominik Kraihamer/Jan Charouz (Lotus T128/LMP2) - 1min29s032
6- Christian Zugel/Gunnar Jeannette/Bjorn Wiedheim (Greaves Motorsport/Zytek Z11SN-Nissan/LMP2) - 1min29s142
7- Tom Graves/James Walker/Robbie Kerr (Delta-ADR/Oreca 03-Nissan/LMP2) - 1min29s167
8- Kevin Weeda/Christophe Bouchut (Lotus T128/LMP2) - 1min29s451
9- Jaques Nicolet/Jean-Marc Merlin/Keiko Ihara (OAK Racing/Morgan-Nissan) - 1min33s079

Treino 2:
1- Roman Rusinov/John Martin/,Mike Conway (G-Drive Racing/Oreca 03-Nissan/LMP2) - 1min27s645
2- Bertrand Baguette/Ricardo Gonzalez/Martin Plowman (OAK Racing/Morgan-Nissan/LMP2) - 1min28s014
3- Tom Graves/James Walker/Robbie Kerr (Delta-ADR/Oreca 03-Nissan/LMP2) - 1min28s443
4- Olivier Pla/David Heinemeier Hansson/Alex Brundle (OAK Racing/Morgan-Nissan/LMP2) - 1min28s632
5- Christian Zugel/Gunnar Jeannette/Bjorn Wiedheim (Greaves Motorsport/Zytek Z11SN-Nissan/LMP2) - 1min28s998
6- Luis Perez Companc/Nicolas Minassian/Pierre Kaffer (Pecom Racing/Oreca 03-Nissan/LMP2) - 1min29s085
7- Thomas Holzer/Dominik Kraihamer/Jan Charouz (Lotus T128/LMP2) - 1min29s202
8- Kevin Weeda/Christophe Bouchut (Lotus T128/LMP2) - 1min29s332
9- Jaques Nicolet/Jean-Marc Merlin/Keiko Ihara (OAK Racing/Morgan-Nissan) - 1min32s289

 

BAJA POLÓNIA

Brasileiros tem a melhor performance do dia e largam na frente dos concorrentes russos e portugueses

Marcos Moraes e Fábio Pedroso encararam mais de 11km de prólogo e conquistaram o melhor tempo na T2. Resultado importante, que coloca os brasileiros a frente de seus principais concorrentes no Baja Polônia e promete esquentar ainda mais a briga por pontos decisivos para o título 2013



O Baja Polonia começou mostrando que está será um prova de guerra! Nesta sexta-feira o prólogo foi realizado em um campo do exército, com um terreno que surpreendeu a todos os competidores.

"Foram pouco mais de 11 km, mas muito difíceis. Para complicar ainda mais, todos os carros da T2 largaram fechando o grid, que tem veículos competindo tanto nas categorias do mundial quanto nas do campeonato polonês. O piso era arenoso, e rapidamente facões com até um metro de profundidade passaram a ser parte de um trajeto que além de sinuoso e técnico também surpreendia com uma parte dele em piso de concreto, com retas onde podíamos alcançar altas velocidades. E isso era só a tomada de tempo para a largada!! Imagina amanhã"!! Comenta Marcos Moraes, que ao lado de Fábio Pedroso, cravou o tempo de 13min30 seg.

Resultado
Os brasileiros conquistaram o melhor tempo do dia na categoria T2 e o 21º na geral. Na briga pelo título mundial, os líderes do campeonato, os portugueses Romulo Branco e João Serodio tiveram problemas e não concluíram o prólogo, já os russos Alexander Baranenko e Roman Elagin, que estão em 2º na tabela do campeonato, ficaram 12 segundos atrás de Marcos e Fábio no tempo do dia. Com isso, Marcos Moraes e Fábio Pedroso largam amanhã em 1º na categoria, e devem encarar uma batalha que promete ser desafiadora, já que só a vitória interessa a eles.

Na geral do dia, a vitória foi da casa com o melhor tempo da dupla Holowczyc/Schulz, com 11min 02seg.

E batalha continua neste sábado
Neste sábado todos os competidores partem para o primeiro dia de especiais, e elas serão implacáveis com todos. Serão duas especiais com 165km com as mesmas características apresentadas no prólogo de hoje. E mais, as duas especiais acontecem no mesmo trecho, ou seja, o piso será, sem dúvidas o grande obstáculo a ser vencido. Estão presentes no Baja Polônia os principais nomes e times do of road mundial.

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Download...
Os brasileiros largam neste sábado em 1º na categoria T2
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Download...
Na pista, o terreno arenoso foi o grande obstáculo
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Download...
Até concreto tem nesta etapa do mundial
Alta | Web

 

NISSAN PATROL NO GUINESS

 

O Nissan Patrol conquista o derradeiro desafio

e obtém um Recorde Mundial do Guinness

 

 

•  O Nissan Patrol completa mais um grande desafio: o Herói do Todo-o-Terreno puxa 170 toneladas

•  Um avião de carga completamente carregado puxado ao longo de mais de 50 metros

•  …e conquista o Recorde Mundial do Guinness para "O objecto mais pesado puxado por um veículo de produção"

 

O Desafio Nissan Patrol teve o seu grande final com o estabelecimento de um novo Recorde Mundial do Guiness obtido pelo imparável Herói do Todo-o-Terreno. Na presença do Presidente do Aeroporto Internacional de Sharjah, Ghanem Alhajiri, o Nissan Patrol tornou-se o detentor do Recorde Mundial do Guinness de "Objecto mais pesado puxado por um veículo de produção" e alcançou outro marco histórico para um legado ilustre.

 

O evento decorreu no Aeroporto Internacional de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos, onde um Nissan Patrol de produção sem qualquer alteração puxou um avião de carga de 170 toneladas que incluía o peso do avião, combustível e carga, ao longo de mais de 50 metros, ultrapassando o recorde anterior em 15 toneladas.

 

 

LE MANS 6 HORAS DE S.PAULO

Emerson Fittipaldi e autoridades falaram sobre segurança de trânsito em Interlagos nesta sexta-feira

Ministro das Cidades e prefeito de São Paulo estiveram em coletiva sobre o Pacto Nacional Pela Redução de Acidentes - PARADA realizada nesta tarde, durante os treinos da Le Mans 6 Horas de São Paulo

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Le Mans 6 Horas de São Paulo
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Le Mans 6 Horas de São Paulo
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Le Mans 6 Horas de São Paulo
Alta | Web

Emerson Fittipaldi e diversas autoridades conversaram com jornalistas no início da tarde desta sexta-feira  sobre O Pacto Nacional Pela Redução de Acidentes - PARADA, no Autódromo de Interlagos, que recebe neste final de semana a Le Mans 6 Horas de São Paulo, quarta etapa do Campeonato Mundial de Endurance - FIA WEC. Além do bicampeão mundial de Fórmula 1, participaram do evento o Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, o Prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, Fernando Elimelek, da Playcorp, John Doddrell do Consulado Britânico, Marcelo Rehder, Presidente da SP Turis, o Presidente do WEC, Gérard Neveu e Pierre Fillon, CEO do ACO, além das celebridades que apoiam a campanha como Sheron Menezzes e Sula Miranda.

Organizador da etapa brasileira do FIA WEC e garoto propaganda do PARADA, Emerson Fittipaldi, lembrou do apoio do governo federal ao longo do primeiro ano da campanha e agradeceu aos presentes. "O governo brasileiro entrou durante doze meses nessa campanha e nós tivemos um sucesso muito grande. Eu acho que é um momento muito especial para nós hoje. Queria agradecer o prefeito de São Paulo e o Ministro, que trabalha para melhorar a segurança de trânsito no Brasil e o WEC, que junto com a FIA, apoia nossa campanha", disse Fittipaldi.

O Ministro das Cidades Aguinaldo Ribeiro lembrou que o governo federal tem buscado endurecer as leis de trânsito para reduzir o número de acidentes. "No último mês de novembro fizemos blitz em todo o País visando a fiscalizar e conscientizar os motoristas. Agora trabalhamos no congresso nacional para endurecer a legislação do trânsito buscando reduzir o número de acidentes e mortes", disse Ribeiro.

O prefeito Fernando Haddad lembrou que a cidade de São Paulo vem reduzindo o número de mortes no trânsito e enalteceu a importância do transporte público como elemento para diminuir os índices de acidente. "São quase 50 mil mortes por ano no Brasil e isso é inadmissível. Desde que o pacto foi lançado, São Paulo vem reduzindo o número de acidentes, sobretudo os fatais. Vamos perseverar no caminho de reduzir ainda mais esse grande descalabro que é a violência no trânsito e trabalhar não só a questão da consciência do motorista, mas também o apoio ao transporte público, que é um elemento fundamental para a paz no trânsito".

Gérard Neveu, Presidente do WEC, destacou que uma das preocupações de todos no Campeonato Mundial de Endurance é a segurança. "Parabenizo Emerson Fittipaldi e o Ministro das Cidades pela campanha PARADA de segurança no trânsito. Estamos aqui também para falar de segurança, que é uma de nossas maiores preocupações no campeonato. Dentro dessa semana, tentaremos mostrar para as pessoas e, principalmente, os jovens de São Paulo da importância desta questão da segurança", declarou Neveu.

Fernando Elimelek, Presidente da Playcorp, destacou o evento ao lado dos parceiros. "Quero agradecer à todos os presentes por participarem deste fim de semana de muita velocidade e com atrações diferenciadas para a família. Está sendo uma oportunidade incrível e preciso destacar também este lado educativo do nosso evento", diz Fernando.

Apoiador oficial da PARADA, John Doddrell, Consul Geral da Inglaterra no Brasil, fala. "É um prazer estar aqui com vocês. Assim como um privilégio ser o patrocinador oficial da escola de trânsito para as crianças aqui no FIA WEC. Temos uma campanha excelente aqui assim como na Inglaterra trabalhando, com sucesso, para diminuir ainda mais os números de mortes no trânsito", encerra John.

A Le Mans 6 Horas de São Paulo, quarta etapa do Campeonato Mundial de Endurance - FIA WEC tem seus treinos sendo realizados entre esta sexta e sábado, e a corrida com seis horas de duração, com largada marcada para o meio-dia, no próximo domingo.

 

RÓMULO ATRASOU-SE

 

Taça do Mundo de Todo o Terreno

29 de Agosto a 1 de Setembro - Baja Polónia

Tubo de óleo roto atrasou Rómulo Branco

 

  • Piloto luso angolano apostado em terminar a prova
  • Liderança da Taça do Mundo em jogo

 

Não foi nada feliz o arranque da participação do piloto luso angolano Rómulo Branco na Baja da Polónia, que esta tarde se iniciou em Szczecin. O líder da Taça do Mundo na Categoria T2 viu o seu Mitsubishi Pajero ser afetado por um problema no tubo de óleo, logo no início dos 11,42 kms de prólogo e foi a muito custo que conseguiu levar o carro até ao final do troço, perdendo muitos minutos.

 

O polaco Krzysztof Hołowczyc, aos comandos de um Mini All 4 Racing da equipa X-Raid foi o mais rápido neste primeiro setor seletivo da prova, com o tempo de 11m02s, marca que foi igualada pelo argentino Federico Villagra, um piloto que vem dos ralis sul-americanos e que dispõe de uma máquina idêntica.

 

Acompanhado de João Serôdio, Rómulo Branco gastou 43m45s, uma boa parte dos quais parado, a tentar remediar a avaria, de modo a conseguir levar a sua máquina até ao final do prólogo, onde estava instalada a sua assistência. Esta situação vai obrigar a equipa inscrita pela Ralliart Itália a alterar a sua estratégia para esta prova, tendo em conta os eventuais danos que poderão ter sido causados por este incidente.

 

 

“Infelizmente esta corrida na Polónia não começou da melhor forma. Estou em crer que foi uma pedra que terá provocado esta situação. O certo é que pouco depois do primeiro quilómetro começámos a ver muito fumo a sair do capot e parámos para ver o que se estava a passar. Fomos com muito cuidado até ao final do troço, mas tenho algum receio que o motor tenha sofrido com esta situação”, salientou Rómulo Branco que acrescentou:

 

Na assistência os mecânicos fizeram o seu melhor para reparar a avaria, mas o pouco tempo que nos sobrava para colocar o carro em parque fechado, não permitir fazer qualquer tipo de teste, para aferir o estado do motor. Só amanhã, na ligação da primeira etapa, é que vou poder ter uma noção mais exata do estado do carro e em função disso decidir que estratégia adotar, mas o objetivo será seguramente, mais do que nunca, tentar chegar ao final da prova, para marcar pontos e minorar os danos em termos de classificação”.

 

Entretanto, foi anunciado o adiamento para 2014 do Rali dos Faraós, a prova que se seguia da Taça do Mundo pelo que, tudo indica, a próxima e derradeira etapa da Taça do Mundo de Todo-o-Terreno será a Baja 500 Portalegre.

 

Classificação da Taça do Mundo - Pilotos T2 (após 5 provas)

1º Rómulo Branco (POR), 108 pontos; 2º Alexander Baranenko (RUS), 104; 3º Marcos Moraes (BRA), 72; 4º Denis Berezovskiy (KAZ), 50; 5º Ahmed Al Shegawi (SAU), 50.

 

Outras informações sobre a prova em www.bajapoland.eu RmuloBranco BajaPolnia_Prol01RmuloBranco BajaPolnia_Prol02RmuloBranco BajaPolnia_Prol03RmuloBranco BajaPolnia_Verif01RmuloBranco BajaPolnia_Verif02RmuloBranco BajaPolnia_Verif03

 

LE MANS 6 HORAS DE S.PAULO

Le Mans 6 Horas de São Paulo 2013 - Megafestival de automobilismo com atrações para toda a família

A segunda edição da corrida, promovida por Emerson Fittipaldi e pela Playcorp, contará com dois pilotos brasileiros e opções inéditas de entretenimento

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Le Mans 6 Horas de São Paulo
Alta | Web

Luca Bassani
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Le Mans 6 Horas de São Paulo
Alta | Web

José Mário Dias
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Le Mans 6 Horas de São Paulo
Alta | Web

A Le Mans 6 Horas de São Paulo, segunda edição da etapa brasileira do World Endurance Championship (WEC - FIA) chega a Interlagos, trazendo o espírito de Le Mans em um evento com seis horas de muita emoção e diversão para toda a família. A etapa brasileira é promovida pelo bicampeão mundial de Fórmula 1, Emerson Fittipaldi, junto com a Playcorp, produtora de grandes eventos, tem apoio da Prefeitura da Cidade de São Paulo e da SPTuris e desembarca no Autódromo José Carlos Pace, nos dias 30, 31 de agosto e 1º de setembro de 2013. O festival conta ainda com patrocínio da Claro TV, uma das principais empresas de TV por assinatura do Brasil.

O campeonato da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) unificou duas categorias internacionais de corridas de longa duração e é organizado em parceria com o Automobile Club de L’Ouest (ACO), que também promove a histórica prova, com 90 anos de tradição, das 24 Horas de Le Mans. Pelo segundo ano consecutivo, a cidade de São Paulo é a única no planeta a sediar três das principais categorias do automobilismo mundial - Fórmula 1, WEC - FIA e Fórmula Indy. Assim como acontece na grande vedete do campeonato, a Le Mans 6 Horas de São Paulo será muito mais que apenas velocidade e adrenalina, rasgando os 4.309 metros do Autódromo de Interlagos.

A exemplo das 24h de Le Mans, a etapa brasileira será um megafestival de atrações e atividades para pais, mães e filhos. O Autódromo inteiro se transformará em uma grande festa do automobilismo, com diversas opções de entretenimento ligadas ao tema, oferecidas para todo o público presente, como exposições de carros históricos, assim como a possibilidade de chegar bem perto dos bólidos e dos pilotos, que juntos, formam este espetáculo através de visitações aos boxes e sessões de autógrafos. Além disso, o espaço Village, um local posicionado bem no coração do complexo, terá várias atividades nos palcos, como cover de Michael Jackson, Elton John, AC/DC e U2, show da banda Mavericks e áudio MIX e DJs agitando o festival.

Bicampeão mundial da Fórmula 1, campeão da Indy e vencedor por duas vezes das 500 Milhas de Indianápolis, Emerson Fittipaldi fala sobre o trabalho que sua empresa faz ao lado da Playcorp. "Vamos realizar, pela segunda vez, um evento que reproduza no Brasil o mesmo espírito das 24 Horas de Le Mans, o qual mobiliza a cidade onde é realizada durante um mês e reúne automobilismo e entretenimento para toda a família durante todo o fim de semana. Teremos carros maravilhosos. Será um evento incrível", afirma Fittipaldi.

Complementando a programação dos carros mais modernos do planeta, quem estiver em Interlagos também vai poder acompanhar disputas da Porsche GT3 Cup Challenge e das motos da Superbike, as mais rápidas do Brasil. Entre terça e sexta-feira, no kartódromo ao lado, ainda será realizada a Maratona Universitária de Eficiência Energética, competição com equipes de 59 universidades de todo o Brasil, com mais de 2.000 pessoas envolvidas, na busca por carros mais eficientes e ecossustentáveis.

Para as crianças, está programada uma área especial, que, além de brinquedos de parques de diversão, como Roda Gigante, barco Viking, Chapéu Mexicano e Trenzinho, contará com a participação da Polícia Militar de São Paulo. Dentro de uma pista mirim, monitorada por um Policial Militar rodoviário, a PM ensinará para a criançada noções básicas de segurança no trânsito e, ao final, "habilitará" os motoristas mirins que participarem da brincadeira com uma carteira especial entregue logo após a ação. A PM também desenvolverá outras atividades, como mostra de motocicletas de escolta e policiamento, viatura da ROTA, apresentações do Canil, teatro de fantoches e aulas sobre conscientização no trânsito. O corpo de Bombeiros também estará presente, em uma tenda, além de três estandes da CET. O evento contará com um espaço do COE, do GATE, para o canil e outro para os cavalos, assim como a Polícia Comunitária e Ambiental.

Uma novidade bacana do festival deste ano é o "Cineminha Disney", com decoração inspirada na nova aventura AVIÕES, longa de animação do Disneytoon Studios, que estreia no país em 13 de setembro. Será uma oportunidade para as crianças conhecerem mais sobre essa história e seus personagens. No Cineminha, sucessos de animação, como Carros 2 e Monstros S.A, da Disney•Pixar, Detona Ralph, da Disney, além de especiais para televisão, como o filme Phineas & Ferb: Através da 2° Dimensão, serão exibidos. A programação também inclui Os Vingadores, da Marvel, e Piratas do Caribe 4, da Disney. Neste espaço, a Nestlé fará distribuição de biscoitos Passatempo e comercializará sorvetes em carrinhos. Muita ação e aventura para o público infanto-juvenil, enquanto os pais acompanham a corrida ou passeiam pela área do festival.

O evento contará com um espaço do Beto Carreiro, com exposição de super carros e do filme Velozes e Furiosos, área de atendimento climatizada, cineminha, aparição dos personagens Beto Carrero, anões, Shrek e Alex do Madagascar, além de simuladores de F1.

No espaço da Coca Cola, haverá quatro simuladores de corrida: dois deles no Winner’s Club e dois dentro do Village. Quem fizer o menor tempo dos quatro, ganhará uma volta na pista de Interlagos com o Emerson Fittipaldi pilotando o carro.

O Presidente da Playcorp, Fernando Elimelek, reforça o compromisso do evento com atrações de lazer e cultura para toda família e a importância de estar envolvido com este trabalho. "Será um enorme festival familiar com grande interação com o público. Nosso objetivo é organizar um evento que marque para sempre a memória dos fãs brasileiros de automobilismo e reúna toda a família. Trazer para a cidade a tradição da maior corrida do mundo, as 24 Horas de Le Mans, e transformá-la na segunda edição da Le Mans 6 Horas de São Paulo, é uma grande honra para nós", encerra Fernando Elimelek.

A quarta etapa
Participarão da prova em São Paulo montadoras como Audi, Toyota, Nissan, Honda, Aston Martin, Chevrolet, Porsche, entre outras, com perspectiva de adesão de mais fábricas nos próximos anos. No total, são quatro categorias competindo juntas. A LMGTE-Pro tem o piloto brasileiro Bruno Senna, correndo pela Aston Martin, e é composta por carros GT para pilotos profissionais. Nas categorias LMP1 e LMP2, os carros são protótipos e a variação de uma classe para a outro é a potência das máquinas, onde a da LMP2 é reduzida. E, finalmente, a categoria LMGTE-Am, que conta com o piloto brasileiro Fernando Rees, correndo pela Corvette, em carros GT para pilotos amadores.

O WEC-FIA é utilizado por essas marcas como laboratório para desenvolvimento de novas tecnologias para seus automóveis de rua. Em 2012, na primeira edição da Le Mans 6 Horas de São Paulo, Lucas Di Grassi terminou em 3º lugar com o R18 Ultra, da Audi, e a prova marcou a primeira pole e vitória da Toyota na categoria principal. A corrida teve um público de 20.000 pessoas e para 2013, espera-se um número ainda maior.

O campeonato tem sua segunda temporada em 2013 e retorna a tradição do Campeonato Mundial de Marcas, que durante muitos anos foi, junto com a Fórmula 1, a mais importante competição do automobilismo. Cada etapa do WEC - FIA conta com um número mínimo de 20 carros protótipos (nas categorias LMP1 e LMP2) e GT.

A etapa brasileira terá dois treinos livres no dia 30. Na manhã seguinte, acontecerá o terceiro treino livre e à tarde, os classificatórios. A largada para a etapa brasileira do FIA WEC acontece às 12h do dia 1º de setembro. Quem acompanhar o evento ainda assistirá provas do Porsche GT3 Cup Challenge e da Superbike.


Pilotos brasileiros
Bruno Senna, da Aston Martin, e Fernando Rees, da Corvette, são os dois pilotos brasileiros que competirão na etapa brasileira do World Endurance Championship (FIA WEC).

Bruno Senna, de 29 anos, sobrinho do tricampeão mundial de Fórmula 1, Ayrton Senna, integrará a equipe da Aston Martin com o carro número 99, na categoria LMGTE-Pro. O piloto começou a se destacar profissionalmente na Fórmula 3 Inglesa, em 2006, na qual conquistou a terceira colocação no final do campeonato. Em 2009, Bruno participou de suas três provas de endurance, incluindo as tradicionais 24 Horas de Le Mans, e em duas - Espanha e Portugal - subiu ao pódio na terceira colocação. No ano seguinte, ingressou na equipe Hispania F-1 Team, na Fórmula 1. Em sua segunda corrida, chegou em nono lugar, no GP de Monza, na Itália. Ao todo disputou oito grandes prêmios.

Em 2013, Senna retornou às corridas de longa duração com a equipe Aston Martin Racing, já com a experiência adquirida em 2009, e vem se constituindo como um dos principais pilotos da segunda temporada do FIA World Endurance Championship. Estreou na classe LMGTE-Pro, vencendo as 6 Horas de Silverstone, e assumiu provisoriamente a liderança da categoria com o segundo lugar nas 6 Horas de Spa.

"Estou muito empolgado. Nas 24 Horas de Le Mans o clima é muito mais relaxado, são vários pilotos, muito mais gente e você curte com as outras equipes. É um espírito bem leve. Estou animado para a Le Mans 6h de São Paulo, pois sei que será do mesmo jeito. Sinto falta dos carros de Fórmula 1, mas estou contente com as novas oportunidades", declara o piloto.

Fernando Rees, de 28 anos, marca presença pela segunda vez na Le Mans 6 Horas de São Paulo e correrá com o carro número 50 da Corvette, na categoria LMGTE-Am. Aos oito anos de idade, disputou sua primeira prova de kart, no Kartódromo de Interlagos. A partir de então, Fernando participou de campeonatos de kart no Brasil entre 1994 e 1998. No fim de 1998, estreou internacionalmente no Campeonato Norte-Americano de Kart, com provas nos Estados Unidos e no Canadá.

Entre 1999 e 2001, Rees correu integralmente em campeonatos europeus, disputando o Italiano, o Campeonato Europeu e o Mundial de Kart. Após quatro anos de dedicação ao automobilismo europeu, quando estreou em 2001 nos monopostos, na Fórmula Renault, Rees voltou ao Brasil para participar na Fórmula 3 Sul-Americana. Em 2006, competiria no Europeu de Fórmula 3000, mas na etapa de abertura do campeonato, realizada em Monza, um grave acidente o tirou das pistas por um período de 18 meses. O retorno ao automobilismo aconteceu no fim de 2007, disputando a etapa de encerramento da Le Mans Series, sediada no autódromo de Interlagos. Fernando venceu a sua corrida de retorno e passou, então, a competir no endurance.

Em 2008 e 2009 correu na Le Mans Series Europeia na categoria LMP2. Após uma breve pausa durante a temporada de 2011, o piloto assinou com a equipe francesa Larbre Compétition para disputar o FIA WEC e vem mostrando ótimo desempenho.

"Participo do endurance desde 2007, por isso, estou adaptado às ultrapassagens, marchas, etc. Estou muito motivado a correr, pois sei que na próxima corrida vou aprender uma coisa nova. Com certeza, estou animado para ver o que vai acontecer e, quem sabe, até mudar de categoria. Para o público, o evento será muito mais do que uma corrida e este será o ponto alto. Estamos falando de um verdadeiro festival de entretenimento, uma grande festa com os carros mais impressionantes do mundo do automobilismo fazendo a trilha sonora. Não existe nada igual no Brasil. É o espírito de Le Mans em São Paulo", encerra Rees.

Pilotos e carros
Vinte e oito carros e 70 pilotos tem participação confirmada na corrida que será realizada na capital paulista. A Audi, até o momento, é a equipe a ser batida entre as da categoria LMP1, a mais importante do campeonato. O time da montadora alemã venceu as três provas disputadas em 2013, realizadas em Spa-Francorchamps (Bélgica), Silverstone (Inglaterra) e Le Mans (França), liderando o torneio entre as fábricas com 102 pontos, contra 67 da Toyota.

Este desempenho faz com que o trio formado por Allan McNish, Loic Duval e Tom Kristensen, do Audi e-tron quattro número dois apareça na liderança do campeonato de pilotos, com 94 pontos. Ainda na mesma categoria, mas na disputa das equipes particulares, a Rebellion Racing possui 86 pontos, contra 68 da Strakka.

Pela LMP2, os carros da OAK Racing aparecem nas duas primeiras colocações, com o trio formado por Bertrand Baguette, Martin Plowman e Ricardo González liderando com 77 pontos e 73 de Olivier Pla, David Heinemeier Hansson e Alex Brundle, os segundos colocados. Na categoria GTE Pro o equilíbrio também é grande, com o Porsche da equipe Team Manthey, que aparece na liderança, com 74 pontos, contra 71 da Aston Martin Racing. No campeonato de pilotos, o trio formado por Marc Lieb, Richard Lietz e Romain Dumas tem 72 pontos, enquanto Stefan Mucke e Darren Turner são os segundos colocados com 68. Nesta categoria, Bruno Senna é o quinto colocado, com 45 pontos ganhos.

A IMSA Performance Matmut lidera o campeonato da GTE Am com 64 pontos, apenas um a mais em relação a Larbre Competition, na vice-liderança. Entre os pilotos, Jean-Karl Vernay e Raymond Narac ponteiam a tabela, com 64 pontos, contra 57 dos segundos colocados Julien Canal e Patrick Bornhauser. Fernando Rees - que disputará a Le Mans 6h de São Paulo com os pilotos vice-líderes da temporada - aparece em sétimo lugar, com 33 pontos.

Dez pilotos com passagem pela Fórmula 1
Entre os participantes da etapa brasileira do FIA WEC estão nomes conhecidos do público como Giancarlo Fisichella, Kamui Kobayashi e Allan McNish, líder da categoria LMP1.

Pela categoria LMP1, a principal do FIA WEC, serão cinco participantes. A equipe Toyota, vencedora da primeira edição da Le Mans 6 Horas de São Paulo, contará com três pilotos com passagens na Fórmula 1. O britânico Anthony Davidson competiu pelas equipes Minardi, BAR, Honda e Super Aguri. O suíço Sébastien Buemi possui três temporadas disputadas pela Toro Rosso, enquanto o francês Stéphane Sarrazin tem apenas uma aparição na Fórmula 1, justamente em Interlagos, quando substituiu Luca Badoer na Minardi.

O escocês Allan McNish, piloto da Audi e líder da atual temporada do FIA WEC, foi companheiro de equipe de Mika Salo na Fórmula 1, justamente na equipe Toyota, maior rival da montadora alemã pelo título na LMP1. Já o alemão Nick Heidfeld, que correrá em São Paulo pela Rebellion Racing, defendeu as equipes Prost, Sauber, Jordan, Williams, Mercedes e Lotus Renault.

Os outros pilotos com passagem pela Fórmula 1 participarão da categoria LMGTE Pro. Além de Bruno Senna, com passagem por HRT, Lotus Renault e Williams, a categoria terá a presença de Gianmaria Bruni, piloto da Minardi em duas temporadas, que dividirá a pilotagem de uma das Ferrari F458 Itália da equipe AF Corse com Giancarlo Fisichella, que participou da Fórmula 1 entre 1996 e 2009, ano em que esteve na Force India e na Ferrari.

Além da dupla de italianos, a AF Corse contará ainda com o japonês Kamui Kobayashi, que correu por Toyota e Sauber, esta última até o ano passado. O último piloto da lista dos ex-Fórmula 1 é Pedro Lamy, que assim como Senna, correrá com um Aston Martin Vantage V8. O primeiro português a pontuar na principal categoria de monopostos do mundo defendeu Lotus e Minard entre 1993 e 1996.

Maratona Universitária
Um dos eventos paralelos da corrida é a Maratona Universitária de Eficiência Energética, que em 2013, chega a sua décima edição, reunindo alunos e professores de diversos cursos de engenharia em todo o Brasil. A Maratona deste ano será realizada no anel externo do kartódromo Ayrton Senna, localizado no complexo do Autódromo de Interlagos, entre os dias 26 e 30 de agosto. São esperadas por volta de 500 pessoas, entre alunos e professores de 31 universidades e escolas técnicas de sete estados (Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo).

Ao todo, 59 protótipos estarão na edição deste ano, divididos em três categorias: carros movidos a etanol, gasolina ou eletricidade. Cada equipe poderá contar com um professor e até sete alunos e terão até três tentativas (uma por dia, a partir do dia 28) para completar 12 voltas no anel externo do kartódromo de Interlagos com o menor consumo de combustível. Entre os carros elétricos, o vencedor será o protótipo que percorrer a maior distância possível com a carga mínima da bateria, que será instalada pela organização.

Para Alberto Andriolo, idealizador e organizador da Maratona Universitária da Eficiência Energética, realizar a décima edição de seu evento dentro da programação da Le Mans 6h de São Paulo é importante, pois corridas de endurance têm características semelhantes às da Maratona. "A junção da Maratona Universitária com a Endurance, aproveitando a semana de preparativos, é vantajosa pelo fato de estimular o interesse deste futuros engenheiros com a tecnologia já aplicada numa competição de nível mundial", declara Alberto Andriolo. Mais informações sobre a Maratona Universitária da Eficiência Energética podem ser obtidas através do site www.maratonadaeficiencia.com.br.

Serviço e infraestrutura
A estrutura para montar a Le Mans 6 Horas de São Paulo é uma mescla entre fornecedores locais e materiais recebidos do exterior. Os equipamentos e carros desembarcaram em Viracopos e no porto de Santos no início da semana e alguns deles até fizeram um breve passei na Avenida Paulista na quarta-feira para aquecer os motores.

O acesso ao autódromo no domingo será facilitado através da criação de bolsões em pontos estratégicos, com transfer gratuito até Interlagos. Um deles é no estacionamento da Av. Atlântica, 3030 (ou Rua do Peixe Vivo). Outra possibilidade é a utilização dos trens da CPTM. Na Estação Interlagos, um sistema de transfers com micro-ônibus levará o público até a porta do autódromo, e de volta até a estação, entre as 8h e as 20h. Vans ATENDE também farão esse trajeto.


Já dentro do autódromo, o público contará com uma praça de alimentação completa com opções de sanduíches, cachorros-quentes, pizzas, salgados e bebidas. A entrada no evento com alimentos só é permitida para aquelas pessoas com restrições alimentares.

Patrocinadores e apoio oficial
A Claro TV, uma das principais operadoras de TV por Assinatura do Brasil, é a patrocinadora oficial do evento "Le Mans 6 Horas de São Paulo". Essa iniciativa vai ao encontro da estratégia do Grupo América Móvil (que controla a empresa), de estar aliada a eventos que tenham fortes elementos de tecnologia, inovação e alta qualidade. Além do patrocínio da Claro TV, a etapa contará com a infraestrutura de telecomunicações da Embratel.

"Estamos muito felizes por patrocinar a Le Mans 6 Horas de São Paulo. Nesta etapa, especialmente a velocidade, que tanto encanta os brasileiros, é o ingrediente que nos conecta com a estratégia de patrocínio dos pilotos Bruno Senna e Pietro Fittipaldi. Além disso, o evento proporciona lazer para diversos públicos e idades, alinhado com o produto ofertado pela Claro TV, que possibilita diversão, entretenimento e cultura para toda a família", diz Antonio João Filho, Diretor Executivo da Claro TV, destacando que a empresa transmitirá o evento para os seus assinantes.

Ingressos
O público poderá adquirir os tickets para a Le Mans 6 horas de São Paulo através do site www.ticket360.com.br e da bilheteria montada no Autódromo na entrada de Interlagos, aberta diariamente a partir das 7h da manhã e no dia do evento a partir das 6h da manhã. É possível encontrar ingressos a partir de R$37,00 reais e há disponibilidade também pacotes para famílias. Crianças menores de 12 anos não pagam desde que acompanhadas de um adulto.

O calendário 2013 do World Endurance Championship (WEC - FIA):

14 de abril de 2013: 6 Horas de Silverstone (Inglaterra)
04 de maio de 2013: 6 Horas de Spa-Francorchamps (Bélgica)
22 e 23 de junho de 2013: 24 Horas de Le Mans (França)
1º de setembro de 2013: Le Mans 6 Horas de São Paulo (Brasil)
22 de setembro de 2013: 6 Horas do Circuito das Américas (USA)
20 de outubro de 2013: 6 Horas de Fuji (Japão)
10 de novembro de 2013: 6 Horas de Shanghai (China)
30 de novembro de 2013: 6 Horas do Bahrein (Bahrein)

Redes sociais
Site: www.6hsp.com.br
Twitter: @6HSP
Facebook: www.facebook.com/6HorasDeSaoPaulo..

Sobre a Claro TV
A Claro TV é uma das principais operadoras de TV por Assinatura do Brasil e se destaca por estar presente em todo o território nacional. A empresa é controlada pela Embratel, que oferece as melhores soluções de telecomunicações para todo o mercado brasileiro, incluindo frota de satélites que também atendem à Claro TV. A Embratel faz parte do grupo América Móvil, que é líder na oferta de serviços de telecomunicações na América Latina. Para mais informações, acesse www.claro.com.br/clarotv e www.embratel.com.br.

Sobre a Playcorp
A Playcorp é uma das maiores promotoras de eventos do país, com 30 anos de história. É responsável por eventos como o Réveillon na Paulista, do qual participam cerca de 2 milhões de pessoas, Skol Sensation e Natal Iluminado, projeto com espetáculos de som e luz em locais de grande prestígio, como o Museu do Ipiranga e Teatro Municipal. A Playcorp desenvolve estratégias de marketing, através de parcerias com grandes empresas nacionais e internacionais. Em sua trajetória, já foram realizados mais de 3 mil projetos para companhias de diferentes segmentos.



 

PEDRO GRANCHA É NOTICIA

 

Baja TT Proença-Oleiros

7 e 8 de Setembro

Campeonato de Portugal de Todo o Terreno

 

Pedro Grancha de regresso à competição

  • Dupla Pedro Grancha/Inês Ponte aponta ao pódio
  • Piloto de Cascais ocupa 3º lugar no Campeonato

 

Depois de um interregno de quase dois meses e meio o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno está de regresso e ruma agora à Beira Interior onde, no próximo fim-de-semana, a dupla Pedro Grancha/Inês Ponte, aos comandos do BMW Evo X1 inscrito pela equipa PMG Motorsport, disputa a Baja TT Proença-Oleiros.

 

O piloto de Cascais, que no campeonato ocupa o 3º lugar da classificação absoluta, aposta em lutar por um dos lugares de pódio na corrida organizada pela Escuderia de Castelo Branco.

 

“Aproveitámos este interregno para fazer algumas melhorias no nosso BMW e fizemos inclusive um teste muito positivo no passado fim-de-semana, pelo que partimos bastante confiantes para este regresso à competição. A nossa aposta continua a ser lutar por um lugar no pódio em cada uma das corridas que disputamos e esta não foge a essa regra”, salienta Pedro Grancha.

 

A Baja TT Proença-Oleiros arranca no Sábado com uma dupla passagem por uma super-especial com 10,06 km de extensão para, no Domingo, ser disputado por duas vezes, um sector seletivo com uma distância de 143,01kms.

 PedroGrancha InesPontePedro Grancha_BMW_X1_01Pedro Grancha_BMW_X1_02

 

FIM DE SEMANA DIFICIL PARA INÁCIO/MACHADO

FIM DE SEMANA DIFICIL PARA INÁCIO / MACHADO EM PORTIMÃO

 

 

Fim-de-semana com sabor amargo.

Depois de uns excelentes treinos cronometrados com um 2º e um 1º lugar as corridas de hoje não nos correram da melhor forma.

Na primeira corrida com o César Machado a arrancar de segundo, conseguido assumir a liderança perante o Gonçalo Araújo tendo estes feito 20 mimos separados por 0,5 segundos. Com a ebtrada do safety car em pista a dupla de Nuno Santos e António Richiardi assumiram a liderança da corrida pois aproveitaram a entrada do safety car em pista para a troca de pilotos. Passamos para segundo e mesmo recupera do cerca de 1,5 segundos por volta não conseguimos vencer, terminando em segundo.

Na segunda corrida comigo a arrancar da pole position no arranque passei para terceiro, mas ao fim da segunda volta assumi a liderança, sendo que, quando estava a ganhar tempo aos restantes adversários, com cerca de 5 segundos de vntagem o motor do nosso carro cedeu.

Apesar de termos um excelente andamento mais uma vez, ficamos arredados do titulo.

Parabéns ao César pela excelente corrida e andamento que demonstrou.

 


 

PEDRO MOLEIRO SEM SORTE NOS ABARTH

PEDRO MOLEIRO SEM SORTE NA ESTREIA NOS ABARTH EM PORTIMÃO

 

 

Trofeu Abarth: Arranque canhão na 2a corrida..aqui a ganhar a quarta posição pouco antes do 3 classificado me abalroar quando o estava a ultrapassar.
Obrigado Luís Cardal pelo convite e pelo fim de semana fantástico

 

NUNO SANTOS EM JEITO DE BALANÇO

NUNO SANTOS EM JEITO DE BALANÇO DE PORTIMÃO

 

 

Fim de semana TOP!! Toda a equipa CRM Motorsport está de parabéns! Obrigado Antonio Ricciardi, Tiago Raposo de Magalhães, Ricardo Estriga, Paulo pelo vosso trabalho e empenho. Somos uma verdadeira alcateia...
Obrigado ao meu pai, ao Olavo, Luís e Maria da ONRacer pelos "bonecos" e apoio. Para a minha mulher, filhas e amigos que me apoiaram com telefonemas e mensagens, só quero dizer que são os maiores!! 
AAAHHHHUUUUU

 

SALVADOR CAETANO LEVANTA LAY OFF

Salvador Caetano levanta 'lay-off' na CaetanoBus e contrata mais 120 trabalhadores

Em entrevista à agência Lusa, o presidente da Salvador Caetano Indústria adiantou que os primeiros trabalhadores abrangidos pelo 'lay-off' - suspensão temporária do trabalho a vigorar desde março e que deveria durar até este mês - começaram a ser chamados em junho, estando já atualmente ao serviço os perto de 100 funcionários abrangidos.

"O nosso 'core' (negócio central) não é o 'lay-off', o nosso 'core' é trabalhar", afirmou José Ramos, salientando que, "felizmente, as coisas melhoraram e não foi preciso levar o 'lay-off' até ao último dia".

Agência Lusa

 

PREÇOS DOS COMBUSTIVEIS COM ACENTUADA SUBIDA

MÁS NOTICIAS PARA OS BOLSOS DOS PORTUGUESES

 

SUBIDA ACENTUADA DOS COMBUSTIVEIS A PARTIR DE HOJE

 

Combustíveis sobem para máximos de cinco meses

 

 

 

Preço do litro de gasolina e de gasóleo sobe entre dois a três cêntimos a partir de hoje.

O preço dos combustíveis em Portugal vai voltar a subir esta semana, entre dois a três cêntimo por litro, tanto na gasolina como no gasóleo, apurou o Diário Económico junto de fonte do sector. Esta é a terceira semana consecutiva de aumento do preço dos combustíveis, que sobem assim para o valor mais alto em cinco meses. 

No início da última semana o preço médio do gasóleo nos postos de abastecimento em Portugal continental era de 1,387 euros por litro, enquanto a gasolina estava avaliada em 1,597 euros, de acordo com os dados da Direcção Geral de Energia e Geologia. Com as subidas previstas para esta semana o preço do litro de gasóleo deverá passar assim para os 1,407 a 1,417 euros nos principais postos de abastecimento, o que será o valor mais alto registado desde o final de Março. Já a o preço do litro de gasolina deverá passar para os 1,617 a 1,627 euros, em máximos de Abril.

Fonte : Diário Económico - Marta Silva

 

LORENZO VENCE EM SILVERSTONE

Lorenzo com vitória brilhante em Silverstone

Campeão do mundo bateu os compatriotas Marc Marquez e Dani Pedrosa.

Lorenzo com vitória brilhante em Silverstone

Jorge Lorenzo conquistou este domingo o GP da Grã-Bretanha ao vencer a corrida de 20 voltas ao circuito de Silverstone, com o tempo de 40:52.515.

A corrida decidiu-se apenas na última volta. A duas curvas do fim, o líder do mundial Marquez ultrapassou a Yamaha, mas Lorenzo respondeu na última possibilidade, levando a M1 ao triunfo.

O espanhol Marc Marquez, que esta manhã tinha caído no warm up, ficou então com a segunda posição, à frente do colega de equipa Dani Pedrosa.

Na luta pela quarta posição, Valentino Rossi bateu numa luta também animada Cal Crutchlow.

Com esta vitória, Lorenzo reequilibra a luta pelo título de campeão do mundo, roubando cinco pontos a Marc Marquez e encurtando também a diferença para Dani Pedrosa, segundo classificado do mundial. Marquez tem 233 pontos, mais 30 do que Pedrosa e mais 93 do que Lorenzo.

 

 

Conteúdo publicado por SportInforma

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

A BORDO DOS EXTREME SAILING

 

 

ext1ext2ext3ext4ext5ext5ext6ext7ext8ext9ext10ext11ext12ext13ext14ext15ext16ext17ext18ext19ext20ext21ext22ext23ext24ext25ext26ext27ext28ext28ext29ext30ão se pense que é fácil estar a bordo dos Esxtreme Sailing, pois a actividade a bordo é deveras grande conforma as imagens anexas.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENSRALLICROSS EM FRANÇA

 

ralic2ralic3ralic4ralic5ralic6ralic7ralic8ralic9ralic10raliic1Mais uma prova de ralicross que contou com a participação de Sebastien Loeb.

 

OLIVEIRA FAZ RECUPERAÇÃO EXIMIA

 

Silverstone: Miguel Oliveira conquista 2º lugar nos primeiros treinos


 Recuperação eximia nos últimos momentos coloca piloto na primeira linha da grelha


O primeiro dia de treinos correu de feição ao piloto luso que, apos a sessão matinal em que se viu obrigado a abrandar devido à chuva, terminando em sétimo lugar, conquistou a 2ª posição no último treino do dia. Apesar de se ter mantido apenas na 4ª linha até uma volta do fim, Oliveira brindou os presentes com um desempenho irrepreensível, que resultou numa recuperação de 9 posições.

A 12ª etapa do Campeonato do Mundo de MotoGP viu hoje desenrolarem- se os primeiros treinos de preparação para a disputa do GP de Silverstone, no próximo domingo. Embora o dia tenha amanhecido com alguma precipitação, a segunda sessão ficou marcada por um piso mais seco que permitiu uma exibição mais livre dos pilotos em pista. Oliveira aproveitou as melhores condições para voltar a surpreender com uma corrida inteligente e reveladora de um forte pensamento estratégico, decidindo arriscar apenas nos momentos finais.

O português conseguiu uma marca de 2.14.853, muito próxima do líder do dia, novamente o espanhol Viñales, detentor de um tempo de 2.14.615. Num circuito de velocidade, Oliveira voltou a dar mostras do seu comprometimento e empenho ao volante da Mahindra.

A terceira e última sessão de treinos livres está agendada para amanhã a partir das 09h00.

 

PROCHEF

 

De 5 a 8 de Setembro


PROCHEF leva à Madeira
31 Chefs de todo o País


31 Chefs, de todo o País, incluindo o arquipélago, vão viajar até à Madeira para o evento VAI SER UM 31, organizado pela PROCHEF/ HIG Company, dirigida por Orquídea Silva. Esta mega-iniciativa, que junta o maior número de Chefs reunido até agora numa viagem do género em Portugal, realiza-se de 5 a 8 de Setembro, incluindo-se no grupo Chefs de Cozinha, de Pastelaria, Cake Designers e 'Chocolatiers' de renome, para além de jornalistas e bloggers.

Na Madeira, o 'anfitrião' será Octávio Freitas, Chef Executivo do Grupo Four Views Hotels e membro da Prochef Agency, a que pertence a maioria dos Chefs participantes.

Esta 'aventura', inspirada no MAR, terá o lazer e os desportos radicais e aquáticos como elementos principais do programa, para além de visitas a vários pontos emblemáticos da ilha, adegas e plantações de bananas, provas de vinhos e da gastronomia da região e contactos com entidades locais ligadas à hotelaria e turismo.

Tendo como objectivo principal fomentar o convívio e o espírito de união entre Chefs de todo o País, com perfis muito variados, o evento terá como ponto alto a apresentação da nova colecção de jalecas da PROCHEF, uma produção específica e limitada, com o 'MAR' como tema.

Américo dos Santos, António Amorim, Chakall, Filomeno Nogueira, António Vieira, Mónica Pereira, Arnaldo Azevedo, Miguel Morgado, Bruno Rocha, Daniel M. Gomes, Nuno Maia, Filipe Pina, Gilberto Costa, Joana Moura, Louis Anjos, Luís Gaspar, Miguel Teixeira, Nuno Barros, Paulo Pinto, Pedro Mendes, Sónia Carocha, Guran Baghdoshvili, Jorge Fernandes, José Serrano, Luís de Matos, Joaquim Sousa, Octávio Freitas, Júlio Pereira, Benoît Sinthon e o mini-Chef Pedro Silva são os participantes nesta aventura.

 

NISSAN LEAF COM RECORDE MUNDIAL

 

NISSAN LEAF VAI TENTAR ESTABELECER RECORDE MUNDIAL

 

 

- A Noruega irá receber a maior concentração de sempre de veículos eléctricos em movimento, numa tentativa de estabelecer um novo Recorde Mundial-

 

Os proprietários noruegueses do Nissan LEAF foram convidados pela União de Veículos Eléctricos (Electric Vehicle Union, EVU) e Associação de VE (Veículos Eléctricos) da Noruega para participarem no próximo sábado, 31 de Agosto, na tentativa de alcançar um Recorde Mundial em Oslo, a capital mundial não oficial de VEs. A tentativa de recorde na Noruega deve-se ao facto de este ser o mercado número um para o Nissan LEAF, bem como para outros veículos eléctricos.

 

O percurso parte de Maridalen, nos arredores de Oslo e termina às portas da Câmara Municipal de Oslo e para se estabelecer o recorde é necessário que todos os automóveis se desloquem em simultâneo ao longo de uma secção de 5 km de um percurso determinado. A monitorização da tentativa será efectuada por dois aviões com câmaras.

 

"É com extrema satisfação que a Nissan está na génese deste divertido evento, uma óptima forma de celebrar um futuro de emissões zero", disse Jean-Pierre Diernaz, Director de Veículos Eléctricos da Nissan Europa. "Os proprietários do Nissan LEAF não estão apenas a ajudar a melhorar a qualidade do ar da Noruega, possuem também um automóvel soberbo com uma condução divertida e económica, por isso são já vencedores da prova!"

 

Nissan lança desafio Mil Milhões de Quilómetros Eléctricos

O evento de Oslo também marca o início do desafio da Nissan de alcançar Mil Milhões de Quilómetros Eléctricos até 1 de Janeiro de 2015, uma iniciativa com que a companhia pretende encorajar mais consumidores a aderir à revolução VE. Os quilómetros efectuados pelos proprietários existentes do Nissan LEAF e nos testes de condução que vão ser organizados um pouco por toda a Europa serão contabilizados para o objectivo Mil Milhões de Quilómetros Eléctricos.

 

O Nissan LEAF é certamente o VE mais popular da Noruega, além de marcar presença regular no Top5 dos automóveis mais vendidos do país todos os meses. Uma das suas principais atracções – disponível apenas em concessionários Nissan – é o Pacote Nórdico especial, desenvolvido para lidar com os Invernos rigorosos. Além dos expectáveis bancos dianteiros, traseiros e volante, escovas dos faróis e espelhos das portas aquecidos, o Pacote Nórdico inclui também um aquecedor de bateria para contrariar as temperaturas extremamente baixas.

 

A Noruega continua a ser líder mundial de mobilidade com emissões zero, com mais de 10.000 VE vendidos em 2012, representando uns assinaláveis 2,9 % do total do mercado de veículos novos de passageiros do país. Apesar da relativa pequena dimensão da Noruega, o país possui uma extensa rede de carregamento com mais de 3.500 postos de carregamento públicos normais e 100 carregadores rápidos.

 

 

 

VOLANTE EUROFORMULA 2013

 

VOLANTE EUROFORMULA 2013


Semi- finalistas são anunciados!Volant Euroformula_2013

Os EUROFORMULASchoolwas fundada em 1997 e desde então tem treinado cerca de 30.000 alunos. É a última verdadeira Escola monolugares de condução na França, com os seus próprios métodos de treinamento , Treinamento e Departamento de Competição , e seu clube privado para ex-alunos. Mas o papel de uma escola de condução também é detectar novos talentos e é por isso que Laurent Fradon , o diretor e sua equipe organizaram a primeira " Volant " EUROFORMULAin 2010.
Para esta quarta edição , depois de algumas seleções muito disputado , em que mais de 40 jovens pilotos de todo desafiaram um ao outro por um lugar na semi- final, o veredicto é entregue !
Doze jovens conseguiram qualificação brilhante , são eles:
 Thomas Bacle (24 anos ) : A semi -finais neófito com apenas dois anos de karting , filho de Gerard Bacle , no entanto, mostrou uma grande promessa . Ele deve ser capaz de provar que ele significa o negócio no final.
 Kevin Bole - Besancon (21) : Uma vez que karting , Kevin foi visto na Copa Clio, Midjet , Super Copa Seat e , finalmente, no Val de Viennes ( VDV ) protótipos. Ele já está pensando na final.
 Timothy Buret (18) : apenas 2 anos de karting e começou este ano em VDV protótipos. Timothy vai querer estar na batalha pela vitória do mesmo jeito.
 Ben Creed ( 18) : Ele vem da Austrália para combater a semi- final. Ben foi karting ao mais alto nível em seu país e deve ser capaz de permanecer firme diante de nós " Frenchies !"
 Simon Crochart (21) : Com sete anos de kart em seu currículo , Simon teve que pendurar o capacete. Ele volta para tentar ganhar o prêmio e se recuperar .
 Rémy Deguffroy (18 ) anos de sucesso Followinghis em karting , Remy ingressou na Academia Sport Auto , onde continua suas aulas . Cuidado com ele .
 Jules Gounon (18) : Depois de três anos no karting , filho de Jean -Marc Gounon ingressou na Academia Sport Auto , onde detém posições de liderança , ele é uma séria " cliente " .
 Antoine Hubert (17): Após oito anos no karting e um título do Campeonato Francês , Antoine juntou-se ao Auto Sport Academy onde ocupa o primeiro lugar provisório no campeonato F4 , ele é o favorito lógico.
 Tom Le Coq (18) : Um currículo tradicional no kart para Tom que movedon no automobilismo em 2012 , antes que ele também se juntou ao Auto Sport Academy , onde ele fica no provisório quinto lugar no campeonato F4 , outro " cliente " sério.
 Dylan Pereira ( 16): O mais novo da promoção, mas , com sua brilhante fundo no karting , Dylan deve ser capaz de puxar um truque ou dois de sua manga .
 Florian Pottier (19) : Midjet em 2012 e Auto Sport Academy deste ano, Florian está em alta , ele deve ser capaz de afiar o seu caminho para o scrum para chegar à final.
 William Westerloppe (20): Sete anos no kart antes de começar este ano nas corridas de monolugares , mas apenas uma vez no grid de largada na Fórmula Renault 2.0 , no contexto do campeonato VDV , ele é , no entanto, muito motivado como ele dirige em as semi -finais.
Motoristas Thetworeserve , Yann EhrlacherandAmaury Bonduel , também meriteda lugar nas meias-finais , os resultados foram tão perto !
É difícil nessas condições de prever quem pode seguir os passos de Paul Loup Chatin (2010) , Simon Gachet (2011) ou Enzo Guibbert (2012) e bolso os € 60.000 bolsas de estudo . Podemos ver o line- ups das edições anteriores que nenhum dos favoritos ganhou o prêmio , por isso é tudo muito aberto. Rendezvousat o início de novembro para conhecer o grande vencedor do " Volant EUROFORMULA » 2013!

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

MOTO GP - INGLATERRA

 

moto1moto2moto3moto4moto5moto6moto7moto8

Eis al algumas imagens das sessões de trteinso da Moto GP para o Grande Prémio de Inglaterra.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

NASCAR - ESTADOS UNIDOS

 

 

Mais um grupo de imagens de corridas de Nascar, uma das categorias mais populares nos Estados Unidos, principalmente disputadas em pistas ovais.nas1nas2nas3nas4nas5nas6nas7nas8nas9nas10nas11nas12nas13nas14nas15nas16nas17nas18

 

INSTANTANEOS MERCEDES

INSTANTANEOS MERCEDES

 

Estas imagens foram as selecionadas pela Mercedes, fruto de fotos cedidas por alguns clientes, que originarammercx1mercx2mercx3mercx4mercx5 estes "bonecos".

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt