In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


NOVO HONDA HR-V

 

NOVO HONDA HR-V COMBINA
ESTILO DINÂMICO COM ESPAÇO LÍDER-DA-CLASSE

 


 Design e versatilidade de coupé com postura robusta de um SUV
 Espaço interior versátil e líder-da-classe com elegância sofisticada
 Sistema de informação e entretenimento Honda Connect disponível de série nas versões Sport e Executive
 Sistemas Avançados de Assistência à Condução disponíveis de série nas versões Sport e Executive
A Europa vai receber o novo Honda HR-V no Verão de 2015, um modelo que representa uma proposta única no segmento Crossover: estilo dinâmico, versatilidade de um monovolume, dinâmica de condução sofisticada e divertida e ainda performances potentes e eficazes. Este novo modelo fará parte da gama de veículos Honda que demonstram a abordagem pioneira da marca às inovações tecnológicas.
O HR-V apresenta uma postura cheia de carácter, com as linhas esculpidas, distintas e arrojadas de um coupé, fundidas com a presença forte e sólida de um SUV.

No interior, o HR-V oferece um espaço líder-da-classe – graças a inovador sistema de Bancos Mágicos ® da Honda – também possui uma elevada versatilidade. Os materiais são de toque macio e de elevada qualidade, uma característica que define o habitáculo do HR-V, onde os engenheiros da Honda combinaram o espaço e a sensação desportiva num cockpit envolvente.
O novo sistema de informação e entretenimento Honda Connect, que funciona à base de aplicações (Apps) como num smartphone, é controlado por um ecrã de sete polegadas colocado no centro do tablier e permite aceder à Internet, receber notícias, informações de trânsito e actualizações do estado do tempo em tempo real, bem como utilizar serviços de música por streaming.
O novo HR-V estará disponível com um motor 1.6 litros i-DTEC diesel de 120 CV e elevadas respostas ou uma unidade de 1.5 litros i-VTEC a gasolina e 130 CV, ambos da série Earth Dreams Technologies da Honda.
O pack de Sistemas Avançados de Assistência à Condução, que recorre a uma câmara e a um radar de médio alcance, incorpora uma série de tecnologias avançadas de segurança, algumas das quais são novidade no segmento crossover.
O novíssimo Honda HR-V vai estar à venda em toda a Europa no Verão de 2015.
Linhas arrojadas e cheias de carácter de um coupé, com a postura sólida de um SUV
O novo HR-V mistura a personalidade dinâmica de um coupé com a postura robusta e sólida de um SUV, criando um veículo cheio de carácter e com uma atracção emocionante.
O formato da carroçaria e a linha do vidro traseiro que afunila na parte traseira resultam num perfil lateral dinâmico e desportivo, complementado pelos puxadores "ocultos" das portas traseiras. A linha distinta de corte abrupto que corre ao longo e que dá forma às partes laterais da carroçaria ajuda a dar ao HR-V uma presença objectiva e avançada, com uma sensação de movimento e agilidade, mesmo quando parado.
O HR-V também evoca uma presença reconfortante e robusta. Os contornos profundos dos painéis inferiores da carroçaria transmitem aquela sensação de robustez, solidez e segurança característica dos SUVs de grande porte, um aspecto reforçado pela forte orientação horizontal dos pára-choques dianteiros e traseiros.

Para além de darem ao HR-V uma identidade distinta e assumida na estrada, os designers não deixaram para trás a sua linha de identidade familiar. Por exemplo, este modelo partilha o design arrojado de "guarda-lamas fluidos" com o CR-V de 2015, em termos de grelha frontal, faróis unificados e a linha pontiaguda dos vidros traseiros.
Atrás, o HR-V dá continuidade ao estilo vivo. Os farolins traseiros afilados alargam-se para dentro da ampla porta da bagageira, na linha arrojada e esculpida dos "guarda-lamas fluidos".
Espaço interior líder-da-classe, com a versatilidade de um MPV
O novo HR-V apresenta um espaço interior líder-da-classe, com amplo volume e incrível versatilidade, colocando em evidência e trazendo, pela primeira vez, as virtudes de um MPV ao segmento Crossover.
A base do interior versátil e espaçoso do HR-V é a plataforma global da Honda para o segmento B, que incorpora soluções inovadoras em termos da disposição dos componentes. Por exemplo, o depósito de combustível de baixo perfil, montado por baixo dos bancos dianteiros, liberta o espaço por baixo dos bancos traseiros, permitindo montar o reconhecido e inovador sistema de Bancos Mágicos ® da Honda.
Cada Banco Mágico ® traseiro, com divisão 60:40 pode adoptar diversas configurações de forma a maximizar a versatilidade do habitáculo espaçoso. Em modo "Utilitário", o banco traseiro pode ser deitado para a frente e os encostos rebaixados, criando um piso longo e plano na bagageira. Em modo "Alto", os assentos dos bancos traseiros são colocados na vertical, libertando espaço do piso até ao tecto. O modo "Longo" permite rebater para a frente os encostos do banco traseiro e do passageiro dianteiro, numa posição horizontal.
Depois de sentados, todos os ocupantes beneficiam de espaços líder-de-classe para as pernas, ombros e cabeça, tanto à frente como atrás, mais comuns de encontrar nos segmentos dos veículos maiores.
Também a bagageira oferece um volume impressionante, com 453 litros de capacidade, disponíveis com os bancos em posição normal; com os bancos rebatidos, a capacidade aumenta para 1.026 litros. A ampla abertura da bagageira e a baixa altura de carga oferecem excelente acesso.

Design interior refinado e sofisticado, com materiais de qualidade, tecto de abrir panorâmico e sistema avançado de informação e entretenimento
Para os ocupantes, os designers da Honda procuraram conciliar o espaço, a solidez reconfortante com o cockpit apertado e desportivo de um coupé.
A utilização de materiais suaves ao toque, subtilmente acentuados por apontamentos cromados, oferecem um ambiente premium, com o design do tablier a combinar uma sensação de solidez com detalhes de alta qualidade, incluindo um painel em preto que destaca a sensação de interior sofisticado.
Em frente ao condutor, o painel de instrumentos tridimensional com três indicadores e respectivas molduras "flutuantes" iluminadas aumenta a sensação de qualidade. A função ECO Assist da Honda muda a cor de fundo do velocímetro de branco para verde durante uma condução mais eficiente.
A versão Executive também oferece um tecto de abrir panorâmico com abertura e inclinação de um toque. O quebra-luz deslizante, de abertura automática em conjunto com o tecto de abrir, pode ser fechado à mão para bloquear a luz do sol.

No centro do tablier, o ecrã por toque de sete polegadas do sistema Honda Connect, instalado de origem nas versões mais elevadas (Sport e Executive), permite tirar todo o partido das excelentes capacidades de ligação do avançado sistema de informação e entretenimento. A versão Comfort está equipada com um ecrã de cinco polegadas.
O sistema funciona em plataforma Android 4.0.4 e as funcionalidades de utilização são as mesmas de um smartphone desta plataforma, com acesso intuitivo e semelhante por "aperto, varrimento e toque" com os dedos sobre o ecrã. O sistema Honda Connect permite acesso rápido e fácil a todas as funções, incluindo a navegação na Internet, informações em tempo real sobre trânsito, noticiários e estado do tempo, para além das plataformas sociais e estações de música por internet. Podem instalar-se outras aplicações descarregadas do Honda App Centre, para que o utilizador possa aumentar a sua experiência online com o sistema de "infotainment", para além de estar disponível também o acesso ao sistema de navegação integrado da Garmin.
O ecrã por toque do sistema Honda Connect também apresenta as diversas informações do veículo – como, por exemplo, conta-quilómetros parciais, indicadores de consumo e tempos de viagem.
Adicionalmente, o sistema Honda Connect permite a ligação e sincronização de smartphones e outros dispositivos multimédia através de ligação MirrorLink, WiFi, Bluetooth, HDMI e USB.
Em resumo, um conjunto de funcionalidades avançadas
Tal como com todos os veículos Honda vendidos na Europa, o HR-V está equipado com uma série de tecnologias avançadas de segurança, tanto activas, como passivas.
Os sistemas compreensivos de segurança activa combinam os dados recolhidos dos sensores de radar e das câmaras de visualização dianteira e traseira. Com a excepção da versão-base, todas as outras versões estão equipadas de série com o Sistema Avançado de Assistência à Condução da Honda. Este conjunto de tecnologias inclui Assistente Inteligente à Velocidade, Sistema de Travagem Activa em Cidade, Avisador de Colisão à Frente, Avisador de Saída de Faixa, Sistema de Reconhecimento de Sinalização de Trânsito e Sistema de Suporte dos Máximos.
O sistema de travagem activa em cidade é equipamento de série no HR-V.

Adicionalmente ao equipamento completo de airbags frontais e de cortina, a carroçaria de estrutura ACE™ (Advanced Compatibility Engineering™ – Engenharia de Compatibilidade Avançada) oferece as fundações para uma excelente performance em termos de segurança passiva. Uma série de elementos estruturais ligados em rede distribui a energia da colisão por toda a frente do veículo, reduzindo as forças transferidas para dentro do habitáculo e melhorando a protecção dos ocupantes em caso de colisão frontal. A carroçaria ACE também ajuda a minimizar o potencial para situações em que outros veículos fiquem por baixo ou por cima do HR-V em caso de acidente, como é o caso de colisões frontais ou impactos descentrados com veículos de menores dimensões.
Condução envolvente com performances eficientes
Disponível na Europa apenas com tracção dianteira, o HR-V vai ser oferecido com opção por um motor i-VTEC 1.5 litros a gasolina e 130 CV, de elevadas respostas e eficácia ou uma unidade 1.6 i-DTEC diesel de 120 CV. Ambas as motorizações estão disponíveis com uma transmissão manual de seis velocidades refinada e suave; a versão 1.5 litros i-VTEC a gasolina também pode ser equipada com uma caixa automática CVT.
Estes dois motores fazem parte da série de tecnologia Earth Dreams da Honda e foram concebidos para oferecerem elevadas capacidades de resposta e eficácia, cumprindo as normas de emissões Euro 6.
As novas unidades 1.5 i-VTEC a gasolina, com 130 CV, e 1.6 i-DTEC diesel, com 120 CV,vão estar ambas disponíveis no HR-V. Ambas as motorizações estão equipadas com uma transmissão manual, e a nova unidade 1.5 a gasolina também poderá ser equipada com transmissão semi-automática CVT.
O HR-V foi concebido propositadamente para oferecer uma condução semelhante à de um veículo de 4 portas; este objectivo foi plenamente alcançado graças ao seu baixo centro de gravidade e à carroçaria de elevada rigidez e de baixo peso. Esta rigidez –resultado de cerca de 27% da estrutura da carroçaria ser em aço de elevada tenacidade – ajuda a obter uma sensação reconfortante de solidez o que, por sua vez, oferece um elevado sentimento de segurança durante a condução, com reduzido efeito de rolamento. Isto permite obter também um comportamento excepcionalmente linear, o que torna o HR-V num dos automóveis que mais confiança inspira no segmento Crossover em condução mais entusiasmada.
HR-V 1_CopyHR-V 2_CopyHR-V 3_CopyHR-V 4_Copy
O HR-V vem trazer ao segmento Crossover as performances aerodinâmicas e líderes-de-classe que faltavam, tirando partido, não só da eficiência das suas motorizações, mas também do requinte do interior, graças ao baixo ruído do vento que se sente. Para minimizar esta intrusão de ruídos da estrada, o HR-V emprega um conjunto muito eficaz de isolamento acústico. Os materiais insonorizantes no interior das cavas das rodas à frente e atrás, a alcatifa do piso e a cobertura inferior do chassis contribuem para a sensação de atmosfera descontraída que se vive no habitáculo.

 

MIGUEL OLIVEIRA FEZ 7º TEMPO

 

Miguel Oliveira  foi o sétimo mais rápido no segundo teste oficial de moto 3 em jerez



IMG 8748_Copy Apesar dos testes em Jerez de La Frontera terem sido condicionados  no dia de hoje por ventos fortes, que atingiram os 40 km/h, Miguel oliveira sentiu-se bem aos comandos da sua KTM e fez afinações importantes sentindo, no entanto, que ainda 'há espaço para melhorias', naquele que foi o segundo dia de testes oficiais de Moto3 2015 da pré-época do Campeonato do Mundo de Moto GP.

Apesar da chuva e vento que se fizeram sentir no dia de hoje, os pilotos ainda foram capazes de rodar em condições secas durante cerca de três horas e o piloto português destacou-se como o mais rápido da equipa Red Bull KTM AJo e o sétimo mais rápido do dia na classificação geral do dia. Além disso, Miguel Oliveira foi capaz de melhorar os seus tempos por volta em cada uma das três sessões e admitiu a importância de algumas afinações realizadas: "O primeiro dia foi bastante difícil devido ao vento forte, especialmente na parte da manhã. Fizemos algumas alterações na moto para a adaptar ao traçado mas acabei por não ficar totalmente confortável com a configuração. Estas mudanças podem fazer a diferença, por isso é importante testar todos os recursos que temos.' Refere Miguel Oliveira 

 

ATENÇÃO LEITORES

ATENÇÃO LEITORES

 

 

GRupo de imagens referente às meninas que povoam as grelhas de partida de alguns Grandes Prémios....um regalo para a vista.....men1 Copymen2 Copymen3 Copymen4 Copymen5 Copymen6 Copymen7 Copymen8 Copymen9 Copymen10 Copymen11 Copymen12 Copymen13 Copymen15 Copymen16 Copymen17 Copymen18 Copymen19 Copymen20 Copymen21 Copymen22 Copymen23 Copymen24 Copymen25 Copymen26 Copymen27 Copymen28 Copymen29 Copymen30 Copymen31 Copy

 

LAND ROVER EXPERIENCE INAUGURA

 

LAND ROVER EXPERIENCE INAUGURA UM NOVO CENTRO

NO CIRCUITO INTERNACIONAL DO F1 DO BAHREIN

 

 

Mark Cameron_Jaguar_Land_Rover_Global_Brand_Experience_Director_e_Shaikh_Salman_Bin_Isa_Al_Khalifa_CEO_International_Cricuit_Bahrain_CopyRange Rover_Sport_Land_Rover_Discovery_e_Range_Rover_Evoque_no_Land_Rover_Experience_Centre_Bahrain_International_Circuit_CopyRange Rover_Sport_no__Land_Rover_Experience_Centre_Bahrain_International_Circuit_Copy

 

 

   Um vanguardista centro Land Rover Experience abre as suas portas no Circuito Internacional do F1 do Bahrein.

•    É o primeiro centro Land Rover Experience na região do Médio Oriente e Norte de África.

•    Este novo centro disponibiliza experiencias de condução únicas e personalizadas a todos os seus clientes.

 

Todos os amantes da condução fora de estrada dispõem agora de um novo centro Land Rover Experience com instalações vanguardistas para praticar e melhorar as suas capacidades ao volante na região do Médio Oriente e Norte de África. A Land Rover, o fabricante britânico de veículos todo-o-terreno Premium, inaugurou hoje o seu novo centro Land Rover Experience nesta região em parceria com o Circuito Internacional do Bahrein.

Bruce Robertson, Jaguar Land Rover Managing Director, Middle East & North Africa, declarou: “A Land Rover assumiu o compromisso de partilhar o espírito inimitável da marca com os seus clientes através de experiências de marca autênticas. Este novo Experience Centre é mais um feito do qual a Land Rover se pode orgulhar. Os clientes e fãs da marca terão mais oportunidades para experimentar os produtos da Land Rover, dado que podem aceder à nossa aprendizagem profissional de condução fora de estrada. Com os nossos centros Land Rover Experience temos como objetivo disponibilizar aos nossos clientes uma experiência única e especial. As atividades foram concebidas para superar as expectativas dos nossos clientes e para assegurar que desfrutam de uma experiência completa, dinâmica e, acima de tudo, inesquecível.”

Shaikh Salman Bin Isa Al Khalifa, Chief Executive do Circuito Internacional do Bahrein, declarou: “É com muito orgulho que o Circuito Internacional do Bahrein se associa à Land Rover e inaugura este novo e maravilhoso centro Land Rover Experience no lar da competição automóvel do Médio Oriente. Estamos orgulhosos por podermos disponibilizar algumas das experiências mais exclusivas do mundo, tanto na condução no nosso circuito permanente de Fórmula 1, competindo no nosso circuito de karts com homologação FIA de Grau A, na nossa pista de dragsters da National Hot Rod Association ou testando as suas capacidades fora de estrada neste emblemático Land Rover Experience Centre, esforçamo-nos por assegurar que as melhores atividades desportivas podem ser desfrutadas, vividas, no Circuito Internacional de Bahrein. Em conjunto, contamos com a vossa visita ao Circuito Internacional do Bahrein no futuro.”

Posicionado no coração do deserto de Sakhir, as pistas de testes da Land Rover incluem mais de 3,5 quilómetros de diversos tipos de terreno, como areia, pedras, colinas e poças de água. Existem 32 obstáculos naturais e artificiais que permitem aos convidados desfrutar de rampas inclinadas, pistas de gravilha e cursos de água enquanto avaliam as condições que os rodeiam, testam as possibilidades da tecnologia e dos seus veículos e, ainda mais importante, desenvolvem as suas capacidades ao volante dos veículos Premium com maiores capacidades do mundo.

Mark Cameron, Jaguar Land Rover Global Brand Experience Director, declarou: “Este é um complemento fantástico e pioneiro aos nossos centros Land Rover Experience, um total de 49 em 20 países diferentes. As instalações vanguardistas e os serviços internacionalmente reconhecidos do Circuito Internacional do Bahrein, complementam na perfeição as prestações dos nossos veículos e temos a certeza que este acordo irá conseguir satisfazer a procura dos nossos clientes da região do Médio Oriente e Norte de África.”

 

EURO FORMULA RACING SCHOOL

 

RALF TECH importante parceiro da EUROFOMULA Racing School!

Frank Huyghe, o fundador do RALF TECH Timepieces decidiu apoiar e incentivar jovens talentos. Já presente no universo do esporte automotivo no Campeonato Europeu de Endurance com seu embaixador Nelson Panciatici eo Corrida oficial da equipe Alpino, fabricante de relógios RALF TECH assinou uma parceria com a Escola EUROFORMULA que alimenta e apóia jovens pilotos!
RALF TECH, como um parceiro, acaba de ganhar o Campeonato Europeu de Endurance, pelo segundo ano consecutivo, e decidiu aumentar a sua participação no esporte, ajudando, através EUROFORMULA Escola de corrida, os jovens pilotos talentosos para subir a escada do automobilismo.
Tal associação entre uma fabricação relógios inovadora e uma escola de avant-garde motorsport é quase óbvio, como por fundador das próprias palavras de RALF TECH Frank Huyghe:
«Como é bem claro agora, no momento em que foi uma aposta com a parceria de uma equipe de corrida e na verdade ele tinha sido uma decisão difícil de tomar. No final, o risco valeu a pena, uma vez que são os campeões europeus de resistência com a Alpine e Nelson. Esta nova parceria com EUROFORMULA era completamente diferente, isso aconteceu naturalmente, era o próximo passo óbvio para a frente para nós! RALF TECH, uma marca jovem, esforçando-se para ajudar a desenvolver jovens talentos corresponde exatamente à filosofia da marca; EUROFOMULA construiu uma organização forte para identificar e ajudar a pilotos de corridas de amanhã com talento e potencial para chegar ao topo do automobilismo. Esta é uma parceria sincera! »
Como também destacada por Laurent Fradon, Diretor de EUROFORMULA, descoberta de talentos faz parte do DNA de qualquer grande escola de corrida:
«Temos vindo a promover e organizar o« VOLANT EUROFORMULA »desde 2010 com o objetivo de ajudar os motoristas de amanhã corrida para acessar motorsport e dar-lhes um impulso com uma bolsa de 60.000 euros. Nosso objetivo é estabelecer esta na paisagem automobilismo francês para o tempo para vir. Gostaríamos que ele se torne um ponto de encontro para o esporte e seus motoristas. Nossa nova parceria com RALF TECH nos permite atingir grande parte tal objetivo. Agora vamos falar sobre o «VOLANT EUROFORMULA-RALF TECH»!
Depois de ter lançado com sucesso relógio ALPINE dos colecionadores para comemorar a última vitória da equipe ALPINE nas 24 Horas de Le Mans em 1978, RALF TECH é a criação de um novo relógio da WRV »R» HYBRID EUROFORMULA. O 2015 «VOLANT EUROFORMULA» motorista, Amaury Bonduel, vai usar tal relógio durante toda a temporada de corridas de 2015. Essa será também uma outra ocasião perfeita para demonstrar a confiabilidade de relógios RALF TECH, sua precisão e sua capacidade de trabalhar nas condições mais adversas e mais exigentes!
A marca de relógios e uma escola de condução francesa que se unem para apoiar jovens pilotos franceses é o que chamamos de uma combinação vencedora!

 

Google TradutorMontre Ralf_Tech_Euroformula_CopyRalf Tech_avec_Euroformula_Copy

 

CARINA E DE CARLOS BORGES REGRESSA ÀS PISTAS

CARINA E DE CARLOS BORGES REGRESSA ÀS PISTAS

 

 

O Toyota Carina E ex troféu que foi utilizado por Carlos Borges, e que tem estado inactivo há quase uma década, está de regresso às pistas, pelas mãos de Edgar Florindo.Assim o piloto da Top Car, que no ano passado competiu na Legends Cup ao volante dum Toyota Corolla,  esta época, o piloto de Vila Real retorna a esta competição não com o Corolla, como já aqui tinhamos feito referencia, mas com o Carina E, cuja manutenção estará a cargo do Eng.Norberto Borges.

 

Em conversa, Edgar Florindo falou-nos um pouco " no ano passado começou a nossa colaboração com a Top Car, e foram colhidos alguns dividendos.Assim para esta época, iremos continuar a ter o apoio principal da Top Car, para além de outros, mas para poder dar maior contrapartida, tinha de escolher outra máquina, e a nossa escolha recaiu no Carina E, um carro que deu imensas provas de fiabilidade, e assim conto poder lutar pela vitória nas corridas em que irei participar".Mas a equipa tem mais algumas ambições " para além da nossa aposta na Legends Cup, estou a estudar a hipótese de alinhar em duas provas do campeonato Nacional de Montanha, nas rampas de Murça e em Sta.Marta de Penaguião, e se isso se concretizar, a equipa estará à partida, não com um carro mas sim com dois, pois o meu irmão  poderá alinhar ao volante do Toyotaedgar1 Copyedgar2 Copyedgar3 Copyedgar4 CopyFLORINDO Copy Corolla que utilizei na época passada, mas esta parte do projecto está ainda a ser estudada", disse-nos.

 

É O FUTURO DA F 1?

É O FUTURO DA FÓRMULA 1?

 

A Ferrari publicou recentemente um curioso desenho dum Fórmula 1.Será este o futuro desta competição? Que motores irão equipar estes monolugares?NOVOF1 CopyNOVOF2 Copy

 

CONTINUAM OS PREPARATIVOS PARA A BLANCPAIN

CONTINUAM OS PREPARATIVOS PARA A BLANCPAIN

 

Continaum em força os preparativos para a época da Blancpain, que tem previsto a primeira sessão de testes oficiais para meados de Março na pista francesa de Paul Ricard.bal2 Copybla1 Copybla3 Copybla4 Copybla5 Copybla6 Copybla7 Copybla8 Copybla10 Copy

 

NASCIMENTO DO NOVO RENAULT DE TROFÉU

NASCIMENTO DO NOVO RENAULT DE TROFÉU

 

 

Eis algumas imagens do novo Renault de troféu, que esta época irá encantar largos milhares de pessoas que habitualmentere1asciimento rs01_Copyre2 Copyre3 Copyre4 Copy seguem de perto as provas de fim de semana da Renault.

 

BORKOVIC CONSEGUIU ENCAIXAR-SE NO HONDA

BORKOVIC CONSEGUIU ENCAIXAR-SE NO HONDA

 

tendo disputado a época passado do nWTCC ao volante dum Chevroelt Cruze, na qual obteve alguns resultados de vulto, este piloto mudou-se este ano para a Honda, onde ficou com o carro que foi pertença do piloto marroquino Bennani, que alías foi o Honda Civic que venceu uma corrida.O problema deste piloto  é a sua estatura fisica, o que provocou alguns problemas aos membros da equipa, conseguindo uma posição adequada.Assim Borkovic fez os primeiros testes de adaptação em Itália, antes do carro embarcar à primeira prova que irá ter lugar em breve na Argentina.borkovic1-testesitalia Copyborkovic3 Copyborkovic4 Copybroikovic2 Copy

 

LAMBO JE SUIS CHARLIE

LAMBORGHINI JE SUIS CHARLIE

 

Outra obra prima de um desenhadores que foi morto em Paris, por terroristas, na qual a máquina escolhida foi este Lamborghini cujo looking final ficou soberbo, conforme imagem anexa.lambohomenagemjesuischarlie Copy

 

LEXUS LF-SA EM GENEBRA

 

Estreia mundial do concept Lexus LF-SA no Salão Automóvel de Genebra 2015

LF-SA Copy

A Lexus vai revelar o seu novo concept LF-SA, na 85ª edição do Salão Automóvel de Genebra, que vai decorrer entre os dias 5 e 15 de Março.

Sendo este concept a demonstração da paixão da Lexus e indicando as novas tendências do design, o concept LF-SA representa a visão da marca num segmento no qual nunca esteve presente. Com um design disruptivo e emocional esta estreia mundial representa um importante e inovador passo para a Lexus.

Num futuro próximo, as sociedades podem ficar cada vez mais dependentes da tecnologia e das experiências virtuais, no entanto, o concept LF-SA foi desenvolvido como um veículo centrado no condutor, refletindo a visão da Lexus em que a experiência real e o contacto com a viatura vão ser dos pontos mais importantes na experiencia de interação com a marca.

O concept LF-SA vai ser revelado na conferência de imprensa Lexus, que terá lugar a 3 de março de 2015, pelas 12:30, no stand Lexus, no pavilhão 4. 

 

JAGUAR NOS LIMITES

 

IDRIS ELBA E MARTIN BRUNDLE LEVAM O NOVO JAGUAR XE AO LIMITE NO CIRCUITO DE SPA-FRANCORCHAMPS NA BÉLGICA 

#IdrisXERoadTrip


Na segunda parte de uma série de quatro filmes que documenta a viagem de Idris Elba entre Londres e Berlim, o ator e apaixonado por automóveis põe à prova a performance do novo XE 3.0 gasolina 340 CV.

Idris participa num intenso teste no circuito de Spa-Francorchamps, na Bélgica, acompanhado pela lenda da Fórmula 1, Martin Brundle.
 
O link para o segundo filme pode ser encontrado aqui: http://youtu.be/m19AARe6XuA
 
O próximo filme estará disponível a partir de 18 de fevereiro e a história final será partilhada a partir de 22 de fevereiro.

 

VOLVO OCEAN RACE

 

Barco de brasileiro veleja no escuro, após perder comunicação com a central


O barco espanhol MAPFRE está praticamente sem comunicação durante quase três dias durante a travessia da quarta etapa da Volvo Ocean Race. Um problema a bordo impede a equipe, que tem o brasileiro André 'Bochecha' Fonseca, de receber dados importantes para o andamento da regata, como previsão do tempo. O Controle da Regata foi alertado sobre a situação no fim de semana e, desde então, trabalha com os seus fornecedores para encontrar uma solução.

Gonzalo Infante, que dirige o departamento, disse nesta segunda-feira (16) que não estava claro exatamente o que causou o problema na transmissão. "Nós ainda podemos enviar e receber mensagens de texto simples, mas não é possível enviar dados meteorológicos detalhados. Isso tem impactado a sua capacidade de tomar decisões estratégicas - eles estão navegando às cegas", disse Gonzalo Infante. 

Direto da sala de controle, Gonzalo Infante disse que os fornecedores de hardware e software de comunicações do barco buscam diagnóstico e correção. O repórter a bordo do MAPFRE, Francisco Vignale, escreveu direto do Oceano Pacífico: "Nós só temos e-mail funcionando. O trabalho de Jean Luc Nélias, nosso navegador, é muito limitado. Não podemos prever e nem executar estratégias de rota". O Sat C funciona ainda e é usado para transmissão mais básica.

Além disso, a tripulação é incapaz de enviar imagens ou vídeos, que têm mantido seus muitos fãs sem atualização do progresso do barco. Vignale acrescentou: "Estamos todos bem, apesar de não dar para falar nossas famílias. Cada um de nós deseja enviar apenas um 'oi'. Esperamos resolver este problema o mais rapidamente possível - ainda há um longo caminho a percorrer nesta perna".

Apesar de seus desafios, o MAPFRE está na briga pelo pódio, ocupando a terceira colocação após a atualização do início da tarde. A etapa é liderada pelo Team Brunel, que adotou a melhor estratégia de ir mais a norte. Atrás está o Abu Dhabi. A passagem pelos Doldrums pode mudar as cartas da perna entre a China e a Nova Zelândia.

 

RED BULL AIR RACE

 

Britânico dominou no arranque da competição

 

BONHOMME COMEÇA COM O PÉ DIREITO

 

Repetindo o triunfo do ano passado, o britânico Paul Bonhomme dominou na etapa de abertura da Red Bull Air Race World Championship. A ação decorreu no último fim-de-semana sobre as águas azul turquesa do golfo, num clássico que levou a Abu Dhabi, nos Emiratos Árabes Unidos, a elite da aviação desportiva. Os ventos fortes e as elevadas temperaturas foram os principais obstáculos na etapa de abertura.

 

Autêntica lenda da aviação desportiva, o britânico Paul Bonhomme voltou a brilhar na abertura da temporada a Red Bull Air Race World Championship, vencendo pelo segundo ano consecutivo e pela quarta vez na sua carreira no traçado montado sobre as águas azul turquesa do golfo arábico. Derrotando na meia final o seu compatriota e atual Campeão do Mundo Nigel Lamb, Bonhomme acabou por se impor na final ao australiano Matt Hall. O canadiano Pete McLeod encerrou o pódio desta primeira etapa da competição que passa em 2015 a ser reconhecida com o estatuto oficial de Campeonato do Mundo de Corridas Aéreas da Federação Internacional de Aeronáutica (FAI).

 

Com uma experiência de 35 anos repartida entre os gigantescos aviões comerciais da British Airways e os mais ágeis e competitivos aviões acrobáticos, Bonhomme mostrou nesta abertura da Red Bull Air Race estar no seu melhor nível - honrando assim os títulos conquistados nas épocas de 2009 e 2010. A etapa árabe é um clássico que venceu pela segunda vez consecutiva num ambiente onde os ventos fortes e imprevistos e as elevadas temperaturas constituem os principais obstáculos à prestação de máquinas e pilotos: “Este foi um fim-de-semana bastante trabalhoso. A nossa equipa tem de facto muita experiência e penso que por isso conseguimos sair mais rápido do que as outras equipas”. Apostando em tecnologia revolucionária (winglets de 750mm de altura), o australiano Matt Hall terminou colado a Bonhomme, igualando deste modo o seu melhor resultado de sempre: “Fico feliz por ter terminado no pódio mas ao mesmo tempo é um pouco frustrante terminar tão próximo do primeiro lugar. Foram apenas 81 centésimos de segundo que nos separaram, o que equivale ao comprimento de um avião!”.

 

Um total de 14 pilotos de 11 países alinharam nesta etapa de abertura da Red Bull Air Race World Championship, uma tradição que se mantém já há oito edições. Para a segunda etapa - agendada para 16 a 18 de maio - o circo da F1 dos céus viaja pela primeira vez na sua história até ao Japão. Chiba, a cerca de 40 quilómetros a sudeste de Tóquio, é assim o destino que se segue.

 

 

 

 

 

RESULTADOS:  1. Paul Bonhomme (GBR), 2. Matt Hall  (AUS), 3. Pete McLeod (CAN), 4. Hannes Arch (AUT), 5. Nigel Lamb (GBR), 6. Yoshihide Muroya (JPN), 7. Peter Besenyei (HUN), 8. Nicolas Ivanoff (FRA), 9. Matthias Dolderer (GER), 10. Martin Sonka (CZE). 11. Francois Le Vot (FRA), 12. Michael Goulian (EUA), 13. Juan Velarde (ESP), 14. Kirby Chambliss (EUA)
 

RANKING: 1. Bonhomme (12 pontos), 2. Hall (9 pts), 3. McLeod (7 pts), 4. Arch (5 pts), 5. Lamb (4 pts), 6. Muroya (3 pts), 7. Besenyei (2 pts), 8. Ivanoff (1 pt), 9. Dolderer, 10. Sonka, 11. Le Vot, 12. Goulian, 13. Velarde, 14. Chambliss

 

 

CALENDÁRIO 2015


Emiratos Árabes Unidos  Abu Dhabi | 13 e 14 fevereiro
Japão  Chiba | 16 a 18 maio
Rússia  Sochi | 30 e 31 maio
Hungria  Budapeste | 4 e 5 julho
Grã-Bretanha  Ascot | 15 e 16 agosto

Áustria  Spielberg | 5 e 6 setembro
Estados Unidos da América  Fort Worth - Texas | 26 e 27 setembro
Estados Unidos da América  Las Vegas | 17 e 18 outubro

Mais informações e conteúdos:

www.redbullairrace.com

www.redbull.pt

 

 

 

RED BULL AIR RACE WORLD CHAMPIONSHIP

Criada em 2003 e transformada em Campeonato do Mundo em 2005, a Red Bull Air Race tem sido seguida por milhões de fãs, nas mais de 50 localizações que visitou até hoje. A competição envolve os melhores pilotos do mundo de corridas aéreas, num desafio que combina velocidade, precisão e destreza. Equipados com as mais modernas aeronaves da atualidade, os ases dos ares dão o seu melhor ao cronómetro num traçado delimitado por enormes pórticos insufláveis, atingindo velocidades acima dos 300 km/hora a baixa altitude.JM RBAir_Race_2015_Paul_Bonhomme_CopyPV RBAir_Race_2015_1_CopyPV RBAir_Race_2015_2_CopyPV RBAir_Race_2015_3_Copy

 

BALANÇO POSITIVO PARA FERRARI PORTUGAL

 

Ferrari Portugal com testes produtivos no Estoril
A Ferrari Portugal esteve no Autódromo do Estoril a preparar a época 2015 do European Le Mans Series. Filipe Barreiros e Francisco Guedes ao volante do Ferrari 458 Italia da AF Corse tiveram dois dias de intenso trabalho e no final mostravam-se satisfeitos com o desfecho do trabalho.
Filipe Barreiros foi o piloto que mais tempo esteve ao volante: "Os testes são sempre de extrema importância quando queremos começar a época o melhor preparados possível. Ganhar ritmo competitivo e continuar a adaptação a uma campeonato que será novidade é a nossa meta com as sessões de testes. Os tempos foram bastante bons e isso abre boas perspectivas", disse.
Para Francisco Guedes: "Foi importante rodar num circuito que vai fazer parte do campeonato. Recolhemos informações importantes que nos vão ajudar na afinação do carro na altura da corrida no Estoril. Há alguns meses que estava longe das pistas e este teste voltou a dar-me algum ritmo e muita vontade de regressar à competição, agora num novo desafio" referiu.
De relembrar que a temporada será composta por cinco jornadas: Silverstone (10 e 11 de Abril), Imola (16 e 17 de Maio), Red Bull Ring (11 e 12 de Julho), Paul Ricard (5 e 6 de setembro) e Estoril (17 e 18 de Outubro). Estão ainda previstos os testes oficiais em Paul Ricardo (França) a 23 e 24 de Março.2614 9_274_Copy

 

LINDE COM NOVIDADES

 

Linde Material Handling apresenta a sua última série de
empilhadores retráteis R14G-R20G com Rodas maciças
super-elásticas (SE)


Estes novos equipamentos caraterizam-se pela sua flexibilidade, uma vez que
podem ser utilizados tanto no exterior como no interior. A sua utilização é ideal para
setores tão diversos, como o metalúrgico, o de alimentação e bebidas, e o de
distribuição.
Alcochete, 16 de fevereiro de 2015.- Os novos modelos de empilhadores retráteis
para aplicações tanto no interior como no exterior da Linde Material Handling, já estão
disponíveis na categoria de capacidade de carga de 1,4 a 2 toneladas. Equipados com
rodas maciças super-elásticas (SE) de maior dimensão e com uma maior distância ao
solo que as versões standard, estes empilhadores podem transpor superfícies
irregulares ou molhadas. Por este motivo, são perfeitos para a carga e descarga de
camiões, assim como para a sua utilização em rampas, estantes elevadas ou em zonas
exteriores.
Esta flexibilidade faz com que estes empilhadores sejam muito interessantes, por
exemplo, para as lojas de bricolage, onde os artigos como tintas, azulejos e aparelhos
elétricos se armazenam em salas de exposição, enquanto os materiais de construção,
os equipamentos de jardinagem e as plantas têm o seu espaço em estantes exteriores.
Noutros setores, incluídos os distribuidores de produtos alimentares e de bebidas, os
fornecedores de serviços de distribuição, os fabricantes de materiais de construção e
as empresas nas indústrias do metal, são necessários empilhadores retráteis robustos,
para evitar conexões adicionais entre o seu armazém e as zonas de receção e envio de
mercadorias. Na verdade, a utilização destes empilhadores no envio e receção de
mercadorias aumenta a sua produtividade.
Os novos empilhadores retráteis R14G-R20G da Linde dispõem de rodas de carga com
diâmetros de até 458 mm, rodas maciças super-elásticas e uma distância inferior ao
solo de 168 mm. Além disso, têm um chassis mais amplo que compreende entre 1.398
e 1.458 mm, assim como uma maior largura entre braços de carga e uns braços de
suporte mais largos. O operador pode aceder de forma confortável à posição elevada
do assento, e ter o controlo ideal da carga, graças a um encosto adicional no chassis.
Em superfícies irregulares, a particular suspensão da unidade de tração e o assento
com suspensão pneumática ajustável em altura beneficiam o operador. A posição
ajusta-se de forma automática para uma suspensão ideal do assento durante a
condução, em função do peso do operador. No mesmo sentido, os novos elementos
amortecedores separam o posto de trabalho do resto do chassis, o que proporciona
uma proteção adicional ao operador contra impactos e solavancos. Equipados com um
4148 4628_BX21_Copy
motor de tração de 6,5 kW, os empilhadores retráteis alcançam velocidades de tração
máximas de 14 km/h.
Disponíveis em três modos de rendimento diferentes, estes também oferecem uma
opção entre a máxima capacidade de manuseamento da carga e o mínimo consumo
energético. Além disso, dispõem também de numerosas opções, por exemplo, os
mastros de inclinação resistentes à torsão podem ser standard ou triplex. Ambas as
versões oferecem ao condutor uma ampla visão através do mastro, que pode elevar a
carga até 7.700 mm de altura.
Outra caraterística opcional é a proteção ambiental. A versão básica tem uma cabina
instalada com vidro de segurança frontal no sentido do mastro. Outra possível
configuração é equipar o empilhador com vidros adicionais nas laterais, e a versão com
proteção completa que vem com uma porta envidraçada, luzes em cabina e pára-brisas
traseiro e frontal aquecidos, assim como um pára-choques na porta. Todas as versões
da cabina de temperatura ambiental dispõem de um teto de vidro blindado de 28 mm
de série e, em função do modelo, contam com limpa pára-brisas em todos os vidros. A
porta com proteção contra correntes de ar é outra das caraterísticas opcionais.
Inclusivamente sem vidros, isto garante um maior conforto, uma vez que protege as
pernas do operador de desagradáveis correntes de ar.

 

MUSEU DO CARAMULO INAUGURA EXPOSIÇÃO

 

Exposição temporária mostra obras do artista francês Renaud Marion


MUSEU DO CARAMULO INAUGURA
EXPOSIÇÃO “AIR DRIVE”

 


O Museu do Caramulo vai inaugurar no próximo Sábado, dia 21 de Fevereiro, pelas 17h00, a exposição temporária “Air Drive”, do artista francês Renaud Marion.
A inauguração, que irá contar com a presença do próprio artista, marca também uma nova era do ciclo de exposições temporárias do Museu do Caramulo, uma vez que se trata da primeira vez que um artista estrangeiro é convidado para expor individualmente no museu.
Para Tiago Patricio Gouveia, director do Museu do Caramulo “este é um passo que há muito queríamos dar, e que mostra que o museu está de facto empenhado em descobrir, acompanhar e dar a conhecer artistas, tendências e projectos de todo o mundo”. E acrescenta “só apostando numa programação diferente e surpreendente nos podemos manter relevantes junto dos diversos públicos que nos visitam”.
Influenciado pelas suas recordações de infância e inspirado nos filmes de ficção científica e também por artistas, Renaud Marion retrata, na exposição “Air Drive”, a sua visão futurista do transporte em automóveis sem rodas serenamente suspensos sobre o solo. Mas com um toque diferente: enquanto a levitação dos veículos está quase sempre associada à ficção científica, aqui os automóveis são na verdade clássicos modificados, incluindo Chevrolets, Mercedes-Benz, Jaguars, Aston Martins e Porsches.
As imagens que emergem são uma combinação reminiscente do estilo retro com uma imaginação futurista. Modelos icónicos dos dias gloriosos da produção automóvel são transformados em transportes aéreos, catapultando o seu design vintage para uma era visionária. As imagens são, na realidade, bastante surreais.

Tendo crescido nos anos 80, Renaud Marion pensava que, por volta do ano 2000, todos iriam pilotar automóveis voadores, como o landspeeder da Guerra das Estrelas ou as futuristas máquinas voadoras do artista francês Moebius. O sonho de Marion de um dia se transportar num veículo voador ainda não se tornou realidade, mas nesta série, o artista de 39 anos deu vida aos veículos que pairavam nas suas fantasias de infância.
“Enquanto criança, imaginava o novo milénio com automóveis voadores, naves espaciais, mundos paralelos, seres extraterrestres a viverem connosco na Terra e viagens no tempo”, refere o fotógrafo. “Todos nós andaríamos vestidos com fatos espaciais e equipados com pistolas a laser. Estes são os sonhos de uma criança normal, penso eu… espero eu.”
Motivado pela ideia de que “os sonhos de hoje são a realidade de amanhã”, e pela busca de criar os automóveis voadores da sua imaginação de infância, Marion desenvolveu o conceito original para a sua série “Air Drive”, que agora é exposta no Museu do Caramulo e que estará patente até 31 de Maio de 2015.
Esta exposição temporária é produzida pelo Museu do Caramulo com o apoio da M.A.D. Gallery, bem como do banco BPI e da Câmara Municipal de Tondela.
______________________________________________________________________________________________________
Sobre o Artista
Actualmente a viver e trabalhar em Paris, Renaud Marion é um fotógrafo de 39 anos de idade, nascido nos Alpes franceses.
Iniciou a sua paixão pela arte como artista de grafitti, mas esta fase foi passageira. Para dar continuidade aos seus trabalhos pintados a spray, Marion decidiu fotografá-los, permitindo assim guardá-los para sempre.
O artista continuou a fotografar arte de rua, mesmo depois de se mudar para Londres. Uma vez lá, aumentou a sua lista de objectos, passando a incluir pessoas e arquitectura. Depois do seu regresso a França, Marion decidiu refinar as suas competências na fotografia na escola parisiense de fotografia EFET.
Ao trabalhar como assistente, o francês teve oportunidade de fazer fotografias na indústria da moda, publicidade e decoração, antes de aprender o suficiente para trabalhar sozinho. “Pouco a pouco tornei-me um fotógrafo”, refere.
A inspiração artística de Renaud Marion resulta não apenas da sua infância e da ficção científica, mas também de cineastas peculiares como Terrence Malick e Wes Anderson, e fotógrafos como Alec Soth e Nadav Kander.
A sua incrível fotografia tem tido destaque em várias revistas de design e viagens e as suas colaborações estendem-se também a agências de comunicação e gabinetes de arquitectura.

Sobre o Museu do Caramulo
Com mais de 60 anos de existência e visitado por mais de um milhão e meio de pessoas, o Museu do Caramulo alberga no seu espólio uma colecção de arte, uma colecção de automóveis, motos e bicicletas e uma colecção de brinquedos antigos. O Museu do Caramulo produz ainda, de forma regular, exposições temáticas e temporárias, e organiza vários eventos como o Salão Motorclássico, o Caramulo Motorfestival, o Espírito do Caramulo, a Noite dos Museus ou o Rider. Mais informação em www.museu-caramulo.net.
______________________________________________________________________________________________________

 

SEGUNDO ESTE ESTUDO

 

De acordo com o mais recente estudo do Observador Cetelem, Portugal possui uma das maiores taxas de esforço para aquisição de automóvel. Os consumidores portugueses destinam cerca de um ano e meio de rendimentos à compra automóvel, significativamente mais do que a generalidade dos europeus, que precisam de menos de um ano. Para aferir a taxa de esforço, o Observador Cetelem analisou o número de anos de rendimentos necessários para um habitante médio adquirir um Volkswagen Golf ou equivalente.

 

O estudo revela ainda que na Europa, apenas os polacos têm uma taxa de esforço superior à dos portugueses, já que necessitam, em média, de 1,8 anos de rendimento para poder adquirir uma viatura. No outro extremo está a Alemanha, a Bélgica e a França, onde os automobilistas disponibilizam apenas 0,6 anos de rendimentos para a compra de viatura.

 

De um ponto de vista global, os Estados Unidos destacam-se por serem o país com a menor taxa de esforço. Inversamente, comprar uma viatura nova é um esforço financeiro considerável nos países emergentes. A China possui uma taxa de esforço 13 vezes superior à dos Estados Unidos. Enquanto que para um chinês médio seriam necessários 5,2 anos de rendimentos para adquirir um Volkswagen Golf, para um americano seriam necessários apenas 0,4 anos.

 

As análises económicas e de marketing, bem como as previsões, para o Caderno Automóvel 2015, foram efetuadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria BIPE (www.bipe.com). Os inquéritos de campo ao consumidor foram conduzidos pela TNS Sofres, durante o mês de julho de 2014, em catorze países (Bélgica, Alemanha, Espanha, França, Itália, Polónia, Portugal, Reino Unido, Turquia, Japão, Estados Unidos, Brasil, China e África do Sul), com amostras representativas das populações nacionais, num total de 7.550 pessoas questionadas pela Internet.

 

Cristina Domingues

 

 

 

TOM COMPETE...NUMA ESCALA INFERIOR

TOM COMPETE NUMA ESCALA INFERIOR

 

 

Novo desafio: record vencedor de Le Mans, Tom Kristensen competiu à escala1:24  aos comandos dum Audi R8 LMS ultra no slot 20 minutos carro corrida em Hamburgo (Alemanha). O dinamarquês não é o primeiro piloto de corrida famoso tomando parte.No passado Frank Biela, Mattias Ekström, Sebastian Vettel e outros competiram lá também. Novo desafio: record vencedor de Le Mans, Tom Kristensen começou com um Audi R8 na escala 1:24 slot carro corrida "20 minutos de Hamburgo". O dinamarquês converte os passos de Frank Biela, Mattias Ekström, Sebastian Vettel e outros. celebridades. KRIS1 CopyKRIS2 Copy

 

EIS O NOVO SKODA FABIA PARA RALIS

EIS O NOVO SKODA FABIA PARA RALIS

 

 

Eis algumas imagens do novo Skoda fabia, que irá defender as côres da marca checa, nos diferentes camopeonatos de ralis onde participa.fabia1-emtestes Copyfabia2 Copyfabia3 Copyfabia4 Copy

 

MCLAREN ANTECIPOU TESTES

EQUIPA DA MCLAREN DE FÓRMULA 1 ANTECIPOU TESTES EM BARCELONA

 

 

Sobre o pretexto de fazer filmagens para os seus patrocionadores, a equipa de nFórmula 1 da McLaren chegou mais cedo à pista de Barcelona, onde Fernando Alonso e Jenson Button, já testaram, e por aquilo que apuramos os resultados obtidos não foram assim muito satisfatórios.f1 Copyf2 Copyf3 Copyf4 Copyf5 Copyf6 Copyf7 Copyf8 Copy

 

NOVA DUCATI EM APRESENTAÇÃO

NOVA DUCATI EM APRESENTAÇÃO

 

 

Eis uma série de imagens dos dois pilots que a Ducati vai ter ao seu serviço, para a defesa das cores do construtor italiano de motos.DUCATI1-2015 CopyDUCATI2 CopyDUCATI3 CopyDUCATI4 Copy

 

BMW DE DTM TROCA DE PATROCIONADOR

BMW DE DTOM TROCA DE PATROCIONADOR

 

O piloto brasileiro Augusto farfus Junior, que correu nas duas ulrimas épocas com as côres da castrol no DTM, ao volante do seu BMW, para esta época, em virtude da marca inglesa de lubrificantes não ter renovado o contrato e a parceria, evou a que surgisse a Shell a dar o seu apoio, com uma decoração muito bonita, conforme imagens anexas.bmwcomshell1 Copy

 

APPLE PREPARA CARRO ELÉCTRICO

APPLE PREPARA CARRO ELÉCTRICO

 

A Apple está a conceber um carro eléctrico de caracteristicas citadinas, conforme a imagem anexa, na qual prepara algo bem revolucionário em termos de autonomia.APPLECAR Copy

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

TESTES DO WTCC EM BARCELONA

 

 

Grupo de imagens refernetes aos testes de preparação do WTCC.wt44 Copywt43 Copywt42 Copywt41 Copywt40 Copywt39 Copywt1 Copywt2 Copywt3 Copywt4 Copywt5 Copywt6 Copywt7 Copywt8 Copywt8 Copywt9 Copywt11 Copywt12 Copywt14 Copywt15 Copywt16 Copywt17 Copywt18 Copywt19 Copywt20 Copywt21 Copywt22 Copywt23 Copywt24 Copywt25 Copywt26 Copywt27 Copywt28 Copywt29 Copywt30 Copywt31 Copywt32 Copywt33 Copywt34 Copywt35 Copywt36 Copy

 

VOLVO OCEAN RACE

VOLVO OCEAN RACE

 

 

TEAM BRUNEL PASSA PARA A LIDERANÇA

 

O Team Brunel, assumui a liderança da etapa entre a China e a Nova Zelandioa, e agora está a consolidar o avanço para o segundo classificado o barco do Team Abu Dhabi, que tem uma diferença de 49, 2 milhas para o lider.Os dois barcos que estão na frente, têm ainda por percorrer respectivamente 2687,3 e 2736,5 milhas para atingir Auckland, final desta 4ª etapa.

 

Na terceira posição surge o barco do Team Alvimedica com 2757,4 milhas por cumprir, tendo atrás de si, a uma pequena distância o Mapfre com 2770, 8 e o Team SCA com 2787,8 milhas para fazer.Surprendente, e algo se passa com o barco da Dongfeng, que se afundou na classificação estando agora em ultimo, estando a debater-se com certeza com alguns problemas de ordem técnico.De referir que a diferença entre o 1º e o ultimo classificado é de 115,7 milhas.volvo24 Copyvolvo23 Copyvolvo22 Copyvolvo22 Copyvolvo21 Copyvolvo20 Copyvolvo19 Copyvolvo18 Copyvolvo17 Copyvolvo16 Copyvolvo15 Copyvolvo2 Copyvolvo3 Copyvolvo4 Copyvolvo5 Copyvolvo6 Copyvolvo10 Copyvolvo11 Copyvolvo12 Copyvolvo14 Copyvolvo15 Copy

 

NOVO CITROEN DS 5

 

novo ds 5: A INCARNAÇÃO DA MARCA DS

Estilo vanguardista, comportamento dinâmico, requinte e atenção ao detalhe e escolhas de tecnologias high tech, o novo DS 5 tem todos os atributos dos modelos DS da actualidade e do futuro. O navio almirante da DS inaugura a identidade da Marca e apresenta a nova zona frontal e outras evoluções que o tornam num DS!

 

Da grelha verticalizada e esculpida com o logótipo DS ao centro, aos faróis Xenon Full LED, do ecrã táctil de última geração, às motorizações performantes, entre outras, são tantas as novidades inerentes ao novo DS 5 que se ultrapassa tudo aquilo que o tornou num automóvel notável, como a sua silhueta inédita, o seu design exterior e interior fora do comum (requinte no mínimo detalhe e posto de condução do tipo cockpit).

Da Europa à China, o DS 5 marcou os espíritos de todos. O novo DS 5 eleva a fasquia ainda mais alto com uma nova secção frontal, mantendo o estilo de vanguarda, o requinte e a atenção ao detalhe, um comportamento dinâmico e sereno digno de um DS e tecnologias topo de gama ao serviço do design e das prestações. Em resumo, um automóvel magnetizante!

Apresentado em estreia mundial no Salão de Genebra de 2015, este modelo será comercializado a partir de Junho de 2015 na Europa.

«O novo DS 5 é mais que um novo automóvel. É o DS que lança toda a nossa identidade como Marca. Sessenta anos após o DS original, o novo DS 5 encerra todo o ADN da DS e permite-nos, principalmente, afirmar alto e bom som o nosso objectivo: renovar com o topo de gama francês!» – Yves Bonnefont, CEO da DS.

 


 

14BB16 JPG_Copy14BB17 JPG_Copy14BB22 JPG_Copy

UMA NOVA FRENTE PARA UMA NOVA MARCA

«Qualificado de ‘concept car’ rolante, o DS 5 é uma criação única, com um estilo simultaneamente expressivo e hipnótico. Para o novo DS 5 quisemos preservar os pontos fortes – e bastante identificativos – do DS 5, reforçando os códigos DS. O exemplo mais emblemático situa-se, nomeadamente, ao nível da frente!» Thierry Metroz, Director de Design DS.

Elemento incontornável de todas as viaturas premium é a secção frontal! A frente do novo DS 5 oferece um estatuto ainda maior e mais carácter, com uma verdadeira grelha verticalizada arvorando orgulhosamente o emblema DS – as DS Wings, num piscar de olho ao DS original – e adopta novos faróis.

Para reforçar esta nova frente perante todos os olhares, a grelha DS Wings de forma hexagonal ostenta um design único, esculpido e gráfico. O seu contorno cromado sublinha a sua elegância e prolonga-se por duas abas luminosas no interior dos projectores.

Tal como os DS 3 e DS 3 Cabrio, o novo DS 5 adopta a nova assinatura luminosa da Marca, com novos projectores que associam as tecnologias LED e Xénon a novos indicadores de direcção digitais e progressivos. Trabalhados como jóias salientes, estes projectores contribuem fortemente para a identidade da frente, oferecendo uma qualidade de iluminação,  e são, sobretudo, uma ilustração do requinte e da atenção dada a cada detalhe no DS! Lançados no DS 3 em Julho do ano passado, os mesmos passarão a fazer parte de todas as frentes dos futuros modelos DS.

 

UM DESIGN VANGUARDISTA

Esta nova frente – abrangendo a grelha, faróis e entradas de ar laterais – vai ao encontro do estilo vanguardista da viatura. De frente, de perfil ou de traseira, o novo DS 5 tem uma silhueta reconhecível entre as demais propostas.

De perfil, há um elemento que concentra todas as atenções e assina o estilo exterior, o sabre cromado afilado que evolui da ponta do projector aos vidros dianteiros.

 

 

 

Visto de traseira, o novo DS 5 reforça ainda mais as suas dimensões, fruto das vias muito largas. Dimensões sublinhadas pelas duas saídas de escape integradas no difusor traseiro. Em complemento, uma assinatura composta por seis guias de luz que contribui, também, para acrescentar valor à secção traseira.

 

UM OBJECTO ASSUMIDAMENTE TECNOLÓGICO

«O DS 5 é, desde o início, uma outra interpretação para a expressão ‘premium’. Uma viatura diferente das restantes, como que inclassificável! Para mim, é o encontro entre o requinte e a tecnologia. Duas palavras-chave que fazem todo o sentido neste novo DS 5! Porque, tal como acontece nas marcas ‘premium’, as evoluções situam-se nos detalhes!» – Eric Apode, Director de Produtos & Desenvolvimento da Marca DS.

 

Um posto de condução do tipo Cockpit

O universo interior do novo DS 5 relembra-nos o mundo da aeronáutica. O tejadilho do tipo cockpit é, porventura, o elemento mais simbólico. Este tecto dividido em três fluxos de luz cria um ambiente luminoso inédito e pessoal, tanto de dia como de noite. O posto de condução foi concebido verdadeiramente em redor do condutor, tendo os principais comandos agrupados em duas consolas centrais, uma baixa e uma no tejadilho, sob a forma de botões de pressão e toggles switches específicos, tudo sempre inspirado na aeronáutica.

 

Um ecrã táctil para uma ergonomia simplificada... e novos serviços de conectividade

A experiência de condução high tech continua graças ao ecrã táctil a cores, integrado no novo DS 5.

Este novo sistema permite um acesso fácil a todas as funcionalidades do automóvel (desde a navegação à música) e simplifica a ergonomia do habitáculo interior (por exemplo, são menos 12 os botões na consola central).

Este ecrã de última geração permite, também, a operação da funcionalidade New Mirror Screen, ou seja, a duplicação dos conteúdos do smartphone, para um melhor aproveitamento de todas as suas funcionalidades, em segurança.

Para assegurar segurança e serenidade, o novo DS 5 beneficia, igualmente, dos conteúdos da DS Connect Box, com o Pack SOS & Assistance, sistema percursor que permite a realização de chamadas automáticas de emergência e a assistência localizada da viatura, com o envio de socorros adequados na eventualidade de um problema. Até ao presente são mais de 230 000 os DS equipados com este sistema em circulação pela Europa.

E para garantir níveis adicionais de conforto e segurança, são agora propostos novos packs:

  • Pack Monitoring: guia de manutenção virtual (quilometragem automática e alertas de intervenções de manutenção), eco-condução (conselhos personalizados com base no estilo de condução detectado) e relatório de utilização (que sintetiza a utilização do veículo);

 

 

  • Pack Mapping: localização do veículo, exibição dos trajectos e informações sobre a utilização do veículo em caso de empréstimo;
  • Pack Tracking: geolocalização do veículo em caso de roubo.

Finalmente, o novo DS 5 inaugura o MyDS, uma aplicação móvel compatível com iOS/Androïd. Uma aplicação que tem como objectivo acompanhar o cliente nas suas deslocações (antes, durante e após a condução) e oferecer-lhe serviços intuitivos e inovadores. Através dela, o cliente tem todas as informações relativas ao seu veículo, os seus privilégios e as ofertas específicas a todos os clientes DS.

 

Uma riqueza de equipamentos que aliam segurança e conforto

Em paralelo, o novo DS 5 não esquece os equipamentos de ponta, grande parte disponível desde o primeiro nível de equipamento.

A vigilância de ângulo morto (SAM) junta-se, assim, à oferta de equipamento já composta pelo alerta de transposição involuntária de faixa com câmara (AFIL); pela comutação automática dos máximos, projectores direccionais que, associados às luzes estáticas de intersecção, optimizam a iluminação da estrada; pela ajuda ao arranque em plano inclinado; pelo controlo de trajectória e anti-patinagem inteligente; pela câmara de marcha-atrás; e pelo sistema de head-up display. São pelo menos 10 os equipamentos de segurança disponíveis no modelo.

O conforto não foi esquecido, com bancos com regulação eléctrica e função de massagem com memória, o acesso e arranque em modo mãos livres (ADML), incluindo às portas traseiras, retrovisores exteriores aquecidos, retrovisor interior electrocromático, iluminação ambiente e de acolhimento, climatização automática bi-zona, sistema HiFi DENON, etc.

Da segurança ao conforto, o novo DS 5 oferece um elevado nível de prestações ao seu condutor e respectivos passageiros.

 

Motores sempre com melhores performances

O novo DS 5 possui as mais recentes motorizações do Grupo PSA. Da gasolina ao Diesel, o conjunto de motores propostos no DS 5 oferece potência (dos 120 aos 210 cv) e respeito pelo ambiente (entre 3,8 l/100 e 4,3 l/100 km nos Diesel). Sem esquecer a cadeia de tracção Híbrida 4x4: 90g/km de CO2, para um consumo médio de 3,5 l/100 km em ciclo misto. O conjunto destas performances coloca o novo DS 5 ao nível das melhores propostas dos seus concorrentes do segmento premium.

Desde o seu lançamento, o cliente tem à escolha entre cinco motores Euro 6, plenos de garra e também de suavidade, cobrindo uma faixa de binário que varia dos 240 aos 400 Nm. Uma oferta que se verá enriquecida, a partir do final do ano de 2015, por uma motorização de 210 cv, o THP 210 S&S CVM6.

 

 

  • O motor THP 165 S&S EAT6

Dotado da caixa automática de seis velocidades da última geração (passagem mais rápidas, melhor eficácia, diminuição da fricção interna, etc…), o DS 5 THP 165 S&S tem um consumo, em ciclo misto, de 5,9 l/100 km e reivindica emissões de CO2 de 135 g/km, ou seja, um ganho de 30 g/km ou de 18% (em ciclo misto e em relação ao bloco THP 155 Euro 5).

Com uma pressão de injecção máxima de 200 bar e a tecnologia Stop&Start (com sistema de arranque reforçado), este motor debita uma potência máxima de 121 kW (165 cv CEE) às 6.000 rpm, característica de uma notável agradabilidade de condução desde os baixos e médios regimes.

 

No capítulo Diesel, o novo DS 5 beneficia de uma nova geração de motorizações Diesel chamada BlueHDi. Através destas, atingem-se performances de elevado nível com consumos e emissões de CO2 particularmente reduzidas! Estes resultados são atingidos graças ao trabalho realizado no próprio motor (melhoria de rendimento, revestimento tipo Diamond Like Carbon, redução das perdas mecânicas…) e graças a uma linha de escape inovadora e eficiente.

A característica inovadora e única desta linha de escape reside num alinhamento preciso de diferentes tecnologias: o módulo SCR (Selective Catalytic Reduction), posicionado frente ao filtro de partículas aditivado, é o único sistema de pós-tratamento capaz de reduzir até 90% as emissões de NOx, ao mesmo tempo que diminui em 4% as emissões de CO2.

 

  • O motor BlueHDi 120 S&S CVM6

O bloco BlueHDi 120 S&S CMV6 apenas poderia resultar numa motorização performante em termos de consumos e de emissões de CO2 e também de binário. Os números falam por si: 3,8 l/100, 100 g/km de CO2, um binário de 300 Nm. Com estes resultados, o novo DS 5, equipado com este motor, torna-se numa referência face à concorrência no segmento D. No segundo semestre de 2015 este motor ver-se-á associado a uma caixa automática de seis velocidades. A garantia de um prazer eficiente.

  • O motor BlueHDi 150 S&S CVM6

Mais um motor para o qual o novo DS 5 é referência no seu segmento (em motorizações equivalentes) em valores de binário, consumos e emissões: o BlueHDi 150. Esta motorização de 2,0 litros HDi 150 reivindica um consumo de 4,4 l/100 e emissões de 103 g/km de CO2, ou seja, um ganho de 7 g/km em relação ao bloco HDi 160. Também o binário máximo progride face à anterior geração (HDi 150 Euro 5), elevando-se a 370 Nm às 2.000 rpm.

  • O motor BlueHDi180 EAT6

A motorização BlueHDi 180 procura um compromisso de alto nível, graças à sua potência (133 kW) e ao seu binário máximo (400 Nm às 2000 rpm). A integração de um novo turbo de geometria variável, o aumento das pressões de sobrealimentação e as das pressões de combustão, permitem incrementar a potência do DS 5 BlueHDi 180 em 20 cv relativamente à geração anterior. Mais, este novo motor está equipado com árvores de cames de equilibragem para assegurar um nível de conforto acústico e de vibrações esperado neste nível de gama.

 

Resultados: o DS 5 BlueHDi 180 EAT6 alia performance – com uma taxa de emissões de CO2 e de consumos ao melhor nível do segmento (110 g/km de de CO2 e uma média de 4,3 l/100) – e agradabilidade de condução (binário de 400 Nm).

  • O híbrido Diesel Hybrid4x4

Modelo que serviu de lançamento da tecnologia Hybrid Diesel, o novo DS 5 contará sempre com esta cadeia de tracção, associando as performances estradistas do motor Diesel HDi à eficácia da propulsão eléctrica. Com o Hybrid 4x4, as sensações de condução são enérgicas (200 cv, 4 rodas motrizes, circuito urbano em modo elétrico, função boost em aceleração), as emissões de CO2 muito reduzidas (90 g/km) e consumos de 3,5 l/100 km, representando menos 3 litros em utilização urbana.

O Hybrid 4x4 permite uma condução multimodo. Graças a um selector situado na consola central, o condutor pode escolher entre quatro modos de funcionamento: Auto, Zero Emission Véhicle (ZEV), 4 rodas motrizes (as rodas da frente com o motor térmico e as traseiras com o motor elétrico) e Sport (utilização máxima do motor elétrico em combinação com o motor térmico).

 

O REQUINTE E A ATENÇÃO DO DETALHE, VALORES CHAVE DA DS

Seja no exterior ou no interior, as linhas mestras do DS assumem-se como o requinte e a atenção ao detalhe. Verdadeiro porta-estandarte, o DS 5 beneficia agora do melhor savoir-faire da Marca. Uma atenção particular foi dada a cada detalhe! Prova disso é o próprio símbolo DS ao nível dos projectores dianteiros, resultando numa criação única.

O detalhe na DS traduz-se, igualmente, pela utilização de materiais autênticos, como o alumínio nas estruturas das portas, metal na alavanca da caixa de velocidades ou ainda o couro. Materiais autênticos que são aperfeiçoados de forma exclusiva e única, à imagem da confecção Bracelet de Montre do banco em pele.

O novo DS 5 é, para além disso, uma das raras viaturas a propor três tipos de couro, nomeadamente o nappa pleine fleur e o semi-aniline, um dos mais belos couros do mundo, raramente usado na indústria automóvel. Um em cada cinco DS 5 vendidos conta com esta confecção Bracelet de Montre em couro semi-aniline.

Novo DS 5 representa, também, nova decoração do interior! Também estreia uma nova personalização interior, com bancos em couro Nappa em dois tons - preto e azul safira - de confecção bracelet de relógio e inserções metalizadas do monograma DS nas portas e na consola central.

Finalmente, será proposta uma nova cor desde o lançamento, um azul encre, um tom subtil que realça ainda mais a identidade da viatura e a sua elegância.

 


 

 

UM COMPORTAMENTO DINÂMICO E SERENO

Na estrada, o novo DS 5 alia dinâmica à serenidade. As ligações ao solo evoluíram desde o lançamento, a fim de melhorar o conforto. Para tal, os amortecedores foram dotados da tecnologia PLV (Preloaded linear valve), para limitar o rolamento da carroçaria e assegurar uma melhor linearidade de passagem em esforço. Paralelamente, os seus pontos de ataque foram aumentados. Desta forma, o novo DS 5 absorve melhor as irregularidades da estrada e vê o seu conforto notavelmente melhorado pela redução das vibrações e dos ruídos.

 

 

CITROEN NO RALI DA SUÉCIA

 

RALI DA SUÉCIA – 12 a 15/02/2015 (Final)

VÊMO-NOS NO MÉXICO

  • Kris Meeke/Paul Nagle e Mads Østberg/Jonas Andersson terminaram o Rali da Suécia no top 10, conquistando pontos importantes nesta primeira fase da temporada de 2015.
  • A Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team vai agora mudar de continente rumo à próxima jornada do calendário do WRC, o Rali do México, que terá lugar de 5 a 9 de Março.

Disputada na manhã de Domingo, a etapa final do Rali da Suécia tinha três troços cronometrados. Quarto da classificação geral ao início do dia, Mads Østberg teve problemas no troço de Lesjöfors. Perdeu o controlo do seu DS 3 WRC, bateu num banco de neve e perdeu cinco minutos antes de conseguir continuar.

Desceu, por isso, para 10º da classificação geral, enquanto o seu colega de equipa Kris Meeke caminhava na direção oposta. Nono classificado ao sair do Parque Ffechado, o britânico subiu para 8º na PEC19 e depois 7º no final da PEC 20.

Na Power Stage, Meeke continuou a forçar o andamento. Envolvido na luta pelo 6º lugar com Elfyn Evans, fez um pião a meio do troço, mas conseguiu manter a 7ª posição. Østberg fez o 3º tempo na classificativa final, conquistando um ponto de bónus para o Campeonato de Pilotos, em adição ao ponto conseguido por ter terminado a prova em 10º lugar.

No WRC3, Ole-Christian Veiby ganhou a categoria com o seu DS 3 R3-MAX. O norueguês lidera agora o campeonato das duas rodas motrizes.

 


O QUE ELES DISSERAM…

Yves Matton (Director da Citroën Racing Team): «Os incidentes da prova, uma mão cheia de problemas técnicos que tivemos e os erros cometidos pelos nossos pilotos fizeram com que ficássemos muito longe dos objectivos desejados pela equipa no início do rali. Vamos agora olhar melhor para tudo o que sucedeu para nos prepararmos o melhor possível para o Rali do México. Estamos ainda todos muito motivados. E isto é apenas o início da temporada!»

Mads Østberg: «Vamos agora mudar toda a nossa atenção, o mais depressa possível, para o Rali do México. Temos que nos focar nos aspectos positivos do Rali da Suécia e esquecer o resto. Mas, mesmo com os nossos problemas, fomos capazes de nos bater por uma posição no pódio, nesta prova.»

Kris Meeke: «Na Suécia é preciso rodar de forma muito limpa nas classificativas, mas fui demasiado cauteloso algumas vezes. Mesmo assim, ganhar um troço na minha segunda presença na prova, na neve, é um excelente sinal de encorajamento. O meu ritmo melhorou consideravelmente, em comparação com o ano passado. Senti-me confortável com o DS 3 WRC. Temos que continuar a andar assim e a evitar cometer erros. No México, temos que chegar ao fim do rali sem qualquer erro.»

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL PROVISÓRIA

1. Sébastien Ogier / Julien Ingrassia (Volkswagen Polo R WRC)   2:55:30.5

2. Thierry Neuville / Nicolas Gilsoul (Hyundai i20 WRC)   +6.4

3. Andreas Mikkelsen / Ola Floene (Volkswagen Polo R WRC)     +39.8

4. Ott Tanak / Raigo Molder (Ford Fiesta RS WRC)           +2:26.0

5. Hayden Paddon / John Kennard (Hyundai i20 WRC)     +3:31.5

6. Elfyn Evans / Daniel Barritt (Ford Fiesta RS WRC)        +3:53.0

7. Kris Meeke / Paul Nagle (DS 3 WRC)                           +4:05.8

8. Martin Prokop / Jan Tomanek (Ford Fiesta RS WRC)     +4:26.0

9. Yurii Protasov / Pavlo Cherepin (Ford Fiesta RS WRC) +5:32.2

10. Mads Østberg / Jonas Andersson (DS 3 WRC)          +6:50.9

 

MELHORES TEMPOS

Sébastien Ogier, 9; Thierry Neuville e Jari-Matti Latvala, 3; Andreas Mikkelsen, 2; Kris Meeke, Pontus Tidemand, Yurii Protasov e Robert Kubica, 1.

 

LÍDERES DA PROVA

ES1: Pontus Tidemand; ES2 à ES8: Sébastien Ogier; ES9 à ES17: Andreas Mikkelsen; ES18: Thierry Neuville; ES19 à ES20: Andreas Mikkelsen; ES21 (chegada): Sébastien Ogier

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE PILOTOS

1. Sébastien Ogier, 53 pontos

2. Thierry Neuville, 30

3. Andreas Mikkelsen, 30

4. Jari-Matti Latvala, 19

5. Mads Østberg, 14

6. Elfyn Evans, 14

7. Ott Tanak, 12

8. Hayden Paddon, 10

9. Kris Meeke, 10

10. Dani Sordo, 8 (…)

CAMPEONATO DO MUNDO DE CONSTRUTORES

1. Volkswagen Motorsport, 68 pontos
2. Hyundai Motorsport, 55
3. M-Sport World Rally Team, 32
4. Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team, 24
5. Volkswagen Motorsport II, 15 (…)

 

107 MEEKE_2015_SWEDEN_Copy111 OSTBERG_2015_SWEDEN_Copy
 

RALI DA SUÉCIA

 

rali da Suécia

Ogier vence após emocionante duelo

 

 
Sébastien Ogier reivindicou uma vitória emocionante último suspiro no Rali da Suécia no domingo, após o companheiro de equipa Andreas Mikkelsen girou para longe uma primeira vitória WRC quase à vista do fim.


No final da WRC mais emocionante durante anos, Ogier manteve a calma para derrubar um déficit 3.0sec na fase especial 15,87 km final, mantendo off Thierry Neuville em uma disputa titânica três carros através das florestas nevadas da região central da Suécia.

Apenas 4.6sec cobriu o de ir para a final Power Stage TV ao vivo trio. Vezes provisórias mostrou Mikkelsen permaneceu no alvo para ganhar como ele entrou na parte final do palco, mas o seu Volkswagen Polo R tocou em um banco e foi arrastado para neve profunda.

Ogier já estava na linha de chegada e socou o ar como a notícia do erro de Mikkelsen foi retransmitida para ele, o francês bater Neuville por 6.4sec.
"Este foi um dos eventos mais emocionantes do WRC", disse ele. "É uma vitória louco, porque eu tive que empurrar flat out a partir do início do rali até o fim. A minha primeira vitória aqui há dois anos foi uma luta difícil, mas eu tive que jogar tudo aqui na fase final e foi um final fantástico. Andreas fez um ótimo trabalho e ele é muito jovem, por isso vamos ter muitas mais batalhas futuras.
"Eu fiz apenas um erro na sexta-feira e para além de que tenho orgulho de ter mantido o carro na estrada a esse nível de velocidade", acrescentou Ogier.

Um Mikkelsen emocional recuperou para terminar em terceiro, atrás de 33.4sec Neuville, eo norueguês disse: "Nós demos tudo na última etapa, mas não havia um banco cheio de neve e ficamos presos. Nós tentamos e nós esperamos ter mais sorte da próxima vez. "

Neuville levou indo para o último dia, mas um porteiro com defeito e uma escova com um banco de neve no início desta manhã permitido através Ogier, eo belga consistente estava feliz com o segundo após o confronto fase final.

Ott Tanak terminou em quarto lugar em um Ford Fiesta RS depois de Mads Ostberg Citroen perdeu mais de cinco minutos enterrados em um banco de neve na etapa de abertura desta manhã. Hayden Paddon, substituindo o lesionado Dani Sordo, teve uma carreira de quinta melhor em outro i20.

Elfyn Evans foi o sexto, depois de um esforço determinado de Kris Meeke para deslocar ele terminou em uma rotação de alta velocidade no teste final. Meeke permaneceu sétimo, ambos britânicos tendo relegado Martin Prokop para oitavo antes, quando o piloto checo quase revirou Fiesta RS.

Yuriy Protasov e Ostberg completaram o ranking, enquanto a equipe Volkswagen aposentado Jari-Matti Latvala em serviço após a fase final.

Top 10 Resultados Suécia:
1. S. OGIER / 2. T. NEUVILLE / 3. A. MIKKELSEN / 4. O. Tanak /
5. H. Paddon / 6. E. EVANS / 7. K. Meeke / 8. M. PROKOP /
9. Y. Protasov / 10. M. OSTBERG


Os resultados completos, clique aqui.
2015 FIA Drivers' classificação, por favor clique aqui.

Em volta de três do Campeonato Mundial de Rally FIA leva concorrentes ao Rally Guanajuato México (5 - 8 de março) para a abertura de cascalho rodada da temporada.

 

Google TradutorSU1 Copy

 

TT PELO MUNDO

 

5 Baja Russia Northern Forest
 
Copa do Mundo FIA de Ralis Cross-Country, 1ª rodada
20-22 fevereiro de 2015
 

RACING OVERDRIVE envia três TOYOTA HILUXES TO
De Frozen FLORESTAS Carélia PARA FIA WORLD CUP OPENER
 
• do Brasil Reinaldo Varela e Pole Marek Dabrowski para dirigir dois Toyotas
• Ex-WRC finlandês co-piloto Tapio Suominen junta Overdrive pela primeira vez
• rota Nova-look empurra ainda mais para o norte em Karelia e país fronteira finlandesa
 
Villers-le-BOUILLET (Bélgica): Mal tem a poeira assentou em outra incursão Rally Dakar emocionante e bem sucedido e Corridas Overdrive com sede na Bélgica está de volta em ação competitiva com três Toyota Hiluxes entrou na Baja Russia Northern Forest '15 em 20 de fevereiro -22.
 
Em contraste com o calor escaldante e alta altitude que a equipe enfrentou no Dakar na América do Sul no mês passado, a rodada de abertura da Copa do Mundo FIA de 2015 para Rallies Cross-Country ocorre através das florestas do norte da Rússia de congelados e cobertos de neve maravilhas do inverno na República da Carélia.
 
Corrida Overdrive vai colocar em campo três Toyotas para o piloto brasileiro Reinaldo Varela, Pole Marek Dabrowski e novo membro da equipe finlandesa Tapio Suominen. Compatriotas Gustavo Gugelmin e Jacek Czachor será parceira dos principais dois pilotos, enquanto que Suominen equipes com Toni Nesman.
 
Varela tem sido um membro integrante da Corrida Overdrive line-up por vários anos e terminou a terceira colocação geral bem no evento Northern Forest do ano passado atrás de vencedor absoluto do Overdrive Yazeed Al-Rajhi e vice-campeão Vladimir Vasilyev.
 
Fresco de acabamento 23 global do Rally Dakar, Dabrowski está reunida com o navegador polaco Czachor habitual na Rússia, depois de uma tragédia familiar obrigou o ex-piloto de enduro a perder o Dakar. A dupla polonesa também se um útil aventura russa última temporada e terminou em quinto lugar geral em seu carro Equipe Orlen-backed.
 
"Estou planejando fazer todas as rodadas da Copa do Mundo da FIA, começando na Rússia", disse Dabrowski. "Eu visitei o país quatro ou cinco vezes antes, mas no ano passado foi a primeira vez que eu competi aqui. Antes disso, eu não tinha tido qualquer experiência de corrida de inverno. Este ano a corrida estará localizado em uma área desconhecida, mas estamos preparados e ansioso por isso ".
 
Suominen dirigimos para uma equipe rival na Rússia na última temporada e impressionou muita gente com a sua vez de velocidade, mesmo que ele perdeu um cinco primeiros depois de sair da pista na cena final. A 34-year-old Finn é mais conhecido por suas façanhas co-dirigindo ao lado voando Finn Toni Gardemeister no Campeonato Mundial de Rally FIA. Ele também voltou sua mão para cross-country ralis como navegador em 2014 e terminou em terceiro lugar tanto Baja Polónia e Baja Espanha ao lado do piloto polonês Martin Kaczmarski.
 
Suominen, de Hyvinkää, 12ª acabado ao lado Gardemeister no Rali da Finlândia 2010 e em nono lugar no Rally Challenge International (IRC) no ano seguinte. Em 2013, ele terminou em nono lugar geral e segundo na categoria WRC2 of Wales Rally GB ao lado de Jari Ketomaa.
 
"Nós testamos a Toyota na Finlândia, onde a rota e as faixas são muito semelhantes aos da Baja", disse Suominen. "Naturalmente, eu quero ganhar. Mesmo que eu gosto de dirigir muito mais há nenhum drama se eu tiver que mudar de lugar em algumas corridas. "
 
"Obviamente, nós tivemos um monte de triagem para fora para fazer logisticamente após o Rally Dakar, mas a nova temporada começa rapidamente e agora estamos ansioso para ir com um novo programa de Copa do Mundo FIA e três carros na Rússia", disse o diretor da equipe Racing Overdrive Jean -Marc Fortin.
 
"A mudança da sede do rali e os estágios realmente não influenciar a nossa logística muito. Eu estou bem familiarizado com a região de Karelia, depois de ter visitado duas vezes no passado para comícios nacionais russos. O lugar é espetacular. Vai ser uma corrida fascinante ".
 
Competição principal para as tripulações Overdrive virá do atual campeão da Copa do Mundo FIA Vladimir Vasilyev, companheiro, o piloto russo Evgeny Firsov, cazaque Andrey Cherednikov, letões Aldis Vilcans e Sheikh Hamed bin do Qatar Eid Al-Thani.
 
A mudança para o norte para a região mais fria de Karelia, perto da fronteira com a Finlândia, é susceptível de dar os organizadores clima de inverno mais estável, a cobertura de neve garantida, e temperaturas mais baixas. A ação começa em curso com um estágio de 9,5 km Prologue na sexta-feira, 20 fevereiro e depois dois dias de ação ao longo de uma seção de 159 quilômetros pelo deserto congelado no sábado, 21 de fevereiro ea seção run seletiva em sentido inverso no domingo, 22 de fevereiro.
 
Formalidades evento será baseado no Black centro rochas turista, enquanto a rota competitiva segue o seu caminho perto da fronteira com a Finlândia, perto Yartsevo na região de Sortavala, e, em seguida, mais ao norte, em direção ao distrito de Suojärvi. A República da Carélia se estende desde a costa do Mar Branco para o Golfo da Finlândia e contém os dois maiores lagos da Europa, Lago Ladoga e Lago Onega.

 

 

Google TradutorMarek Dabrowski_and_Jacek_Czachor._CopyMarek Dabrowski_and_Jacek_Czachor_finished_third_in_the_Sealine_Rally._CopyReinaldo Varela_and_Gustavo_Gugelmin_in_Russian_action_last_year._Copy

 

TT EM ANGOLA

 

CARR

CAMPEONATO ANGOLANO DE RALI/RAID

2015

 

 

ACTUALIZADO EM 20.01.2015

REGULAMENTO

 

 

Organização do Campeonato:

Artigo 1º - A EKUIPA Lda. em colaboração com os seus patrocinadores, e com os organizadores das provas promove em 2015 uma manifestação desportiva reservada, denominada Campeonato Angolano de Rali/Raid – CARR 2015 a qual se regerá pelas Prescrições Especificas de Rali/Raid a divulgar antes da primeira prova, pelos Regulamentos da FADM (Federação Angolana de Desportos Motorizados) e pelo presente Regulamento.

O presente Regulamento foi submetido à FADM e às Associações Provinciais de Desportos Motorizados de Luanda, Kwanza Sul, Namibe, Benguela e da Huíla para homologação.

 

1º Englobados no CARR 2015, serão disputados os seguintes Campeonatos:

Campeonato Angolano de Rali/Raid – Condutores                                     M

Campeonato Angolano de Rali/Raid – Condutores                                      Q

Campeonato Angolano de Rali/Raid – Condutores                                      E

Campeonato Angolano de Rali/Raid – Condutores                                     TT

Campeonato Angolano de Rali/Raid – 2ºs Condutores                               TT

 

2º O CARR só terá efectividade desde que se realizem, no mínimo, seis das provas referidas no Artigo 2º.

 

Artigo 2º - As competições que contam para o CARR 2015 são as que constam do quadro seguinte:

 

MES

DATA

PROVA

ORGANIZAÇÃO

 

 

 

 

Março

7 e 8

Namibe

APDM Namibe

Abril

11 e 12

Luanda

EKUIPA

Maio

1 a 3

Quilengues

EKUIPA

Junho

20 e 21

Benguela

Grupo AA/EKUIPA

Julho

18 e 19

2 Horas Longa

EKUIPA

Setembro

5 e 6

Lobito

Angola 100 Trilhos

Outubro

3 e 4

Kuito - Bié

EKUIPA

Outubro/Novembro

30/31 e 1/2

Kwanza Sul

EKUIPA

 

Artigo 3º - Definição dos Campeonatos Angolanos de Rali/Raid

Todas as 8 provas mencionadas no artigo 2º serão pontuáveis, mas segundo os termos definidos nos artigos 7º, 9º e 10º do presente regulamento.

 

Veículos Inscritos:

Artigo 4º - 1º Os Campeonatos são reservados para Condutores com veículos das seguintes classes:

M – Motos de qualquer cilindrada

Q – Quads de qualquer cilindrada.

E – Buggys, UTVs com ou sem turbo, e outros com motor de mota com caixa de velocidades manual ou automática ou motor de carro.

TT – Carros, carrinhas e jeeps com motores diesel e a gasolina sem distinção de cilindrada

2º Será criado um passaporte técnico onde será definido as características técnicas. Será obrigatório a sua apresentação nas verificações técnicas de cada prova.

 

Artigo 5º - Números de competição

1º Os concorrentes ao formalizarem a sua inscrição no CARR 2015 poderão fazer a escolha do seu número de competição que terá validade para todo o ano nos diversos ralis.

2º A colocação dos números de competição é da responsabilidade dos concorrentes.

3º Em caso de escolha do mesmo numero a organização do CARR promoverá um encontro para se chegar a um consenso.

 

Artigo 6º - Concorrentes e pilotos

1º Serão admitidos a este Campeonato, exclusivamente, os pilotos detentores de licença desportiva emitida pela FADM para o ano de 2015.

2º Nas Classes E e TT é autorizada a participação a “SOLO”.

 

 

 

Artigo 7º - Inscrição no Campeonato:

1º Para a participação nas competições todos os Condutores têm que efectuar previamente a sua inscrição oficial no CARR 2015, através do preenchimento e entrega do respectivo “Boletim de Inscrição no CARR 2015”, acompanhado da correspondente liquidação da “Taxa de Inscrição no Campeonato”, a qual terá os seguintes valores:

A-     Inscrição até 28 de Fevereiro de 2015                                             kz  25.000

B-     Inscrição efectuada após 28 de Fevereiro de 2015                         kz  40.000

2º Também os 2ºs Condutores para a classe TT têm que efectuar previamente a sua inscrição oficial no CARR 2015, através do preenchimento e entrega do respectivo “Boletim de Inscrição no CARR 2015”, acompanhado da correspondente liquidação da “Taxa de Inscrição no Campeonato”, a qual terá os seguintes valores:

        A - Inscrição até 28 de Fevereiro de 2015                                           kz  15.000

        B - Inscrição efectuada após 28 de Fevereiro de 2015                                   kz  25.000

3º Para efeitos de inscrição no CARR 2015, a entrega dos boletins de inscrição deverá ser efectuada junto da EKUIPA (Promotora do CARR 2015) através do endereço electrónico: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar e o pagamento da Taxa de Inscrição do Campeonato para o BFA em nome da EKUIPA conta nº 50166630, IBAN AO06 0006 0000 50166630 30160.

4º Deverá ser enviada uma foto digital tipo passe para a emissão de um cartão de identificação de inscrição no CARR 2015.

 

Artigo 8º - A Taxa de Inscrição em cada prova não deverá exceder os kz 25.000.

 

Artigo 9º - Classificação

1º Em cada competição do CARR 2015, os concorrentes referidos no artigo 3º e tendo em atenção o disposto no artigo 6º do presente regulamento, obterão os seguintes pontos, consoante o lugar que lhes couber na classificação da sua classe respectiva:

20 pontos

17 pontos

15 pontos

13 pontos

12 pontos

                     11 pontos

                     10 pontos

9 pontos

8 pontos

10º

7 pontos

11º

6 pontos

12º

5 pontos

13º

4 pontos

14º

3 pontos

15º

2 pontos

16º

1 ponto

 

Nota: Todos os restantes concorrentes classificados a partir do 17º lugar (inclusive) obterão igualmente 1 (um) ponto.

2º Sendo assim possível obter na totalidade das provas que integram o CARR 2015 um máximo de 8 (oito) pontuações, para efeitos de pontuação final do CARR 2015, serão considerados em relação a cada piloto apenas um máximo de 7 (sete) pontuações, eliminando-se, no caso de se registarem as 8 pontuações, a pior pontuação obtida.

 

Artigo 10º -

1º No Campeonato Angolano de Rali/Raid, uma prova só será pontuável, se alinharem à partida um mínimo de 15 (quinze) veículos de todas as classes.

2º Para ser classificado no Campeonato, um concorrente deverá ter participado num mínimo de 5 provas do CARR 2015.

3º Se não houver nenhum concorrente com um mínimo de 5 pontuações, o respectivo Campeonato será considerado nulo e de nenhum efeito.

Em todos as classificações finais do Campeonato Angolano de Rali/Raid 2015, eventuais casos de igualdade de pontuação serão resolvidos da seguinte forma:

a) Em função do maior numero de primeiros lugares, segundos lugares, terceiros lugares, etc., obtidos pelos Condutores nas classificações das provas em que participaram e que serviram para constituir o respectivo total de pontos.

Ex.: um 7º lugar na classificação de uma prova valerá mais do que um qualquer número de 8º lugares; um 8º lugar na classificação de uma prova valerá mais do que um qualquer número de 9º lugares; e assim sucessivamente.

b) No caso de mesmo assim se manter o empate, o desempate far-se-á pela melhor classificação obtida na primeira prova do respectivo Campeonato

 

Artigo 11º - Em todas as competições integradas no CARR, é obrigatório o cumprimento das normas de segurança impostas no Anexo I a este Regulamento. 

 

Classificações Finais – Prémios

Artigo 12º - Aos pilotos que somarem maior número de pontos na classificação geral absoluta, nos termos dos artigos 3º, 7º e 9º e seus parágrafos, será atribuído o título de Campeão de Angola de Rali/Raid. Aos classificados em segundo e terceiro lugares, serão atribuídas taças.

Artigo 13º - Os prémios dos Campeonatos Angolano de Rali/Raid 2015 só serão entregues aos pilotos que se apresentem pessoalmente na cerimónia de “Gala dos Campeões” (para a qual serão expressamente convidados).

 

Reclamações – Apelos – Modificações:

Artigo 14º - Todos os casos não previstos neste regulamento, assim como todas as eventuais dúvidas originadas pela sua interpretação, serão analisados e decididos pela EKUIPA e/ou pela FADM.

 

Artigo 15º - Qualquer modificação ao presente regulamento, e depois de validada pela FADM, será introduzida no texto regulamentar em caracteres destacados “BOLD” e no topo do texto surgirá a menção : “ACTUALIZADO EM (DATA)”.

A validade de tais alterações terá efeitos imediatos a partir da data constante nessa referência e da sua consequente divulgação via correio electrónico.1 Helder_Daniel_Copy2 Clio_Sousa_Copy3 Celso_Francisco_CopyCalendrio Definitivo_Copy

 

LAMBO URRACAN AINDA EM TESTES

LAMBO URACAN AINDA EM TESTES

 

 

A Lamborghini está ainda a terminar o novo testeslambo1 Copytesteslambo2 Copytesteslambo3 Copytesteslamotropfeu1 Copy Uracan, que irá ser utilizado no seu Super Trofeo, estando estes testes a deocrrerem na pista de Vallelunga, em Itália.

 

NOVO RANGE ROVER EVOQUE

 

PRIMEIRAS IMAGENS DO RANGE ROVER EVOQUE 16MY

 

 

L538 16MY_Teaser_Image_Copy

 

 

•    O  Range Rover Evoque 16MY estreia novo design atrativo dos seus faróis dianteiros.

•    É o primeiro Land Rover que oferece faróis adaptativos com tecnologia FULL LED.

•    A primeira fotografia publicada hoje revea a última geração do modelo com mais sucesso da Land Rover.

 

A Land Rover revela hoje o primeiro detalhe do novo Range Rover Evoque 16MY, deixando antever o novo e apelativo design dos faróis dianteiros do modelo de maior êxito da história da Land Rover.

O Range Rover Evoque 16MY será o primeiro Land Rover que vai contar com faróis adaptativos com a tecnologia FULL LED quando haja a sua estreia no próximo dia 3 de março, durante o Salão Automóvel de Genebra. Esta potente tecnologia oferece uma capacidade de iluminação superior em condições de baixa visibilidade, seguindo a trajetória da estrada, e é facilmente reconhecível pelo novo design gráfico dos faróis.  

Gerry McGovern, Design Director e Chief Creative Officer da Land Rover, diss que “o nosso desafio era melhorar o Evoque sem diluir o seu design icónico. Esta atualização dá-lhe mais presença na estrada e mantém o design apelativo que o tornou num êxito , agradando a mais de 400 mil clientes em todo o mundo.”

O Range Rover Evoque 16MY conserva o seu característico design exterior e inclui novas motorizações, equipamento de segurança e conforto e melhorias no habitáculo.

Os detalhes completos do Range Rover Evoque 16MY serão revelados no próximo dia 23 de fevereiro.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

TRACK DAY PARA MOTOS

 

Foi no autódromo do Estoril que a pista esteve aberta a motos, cujos pilotos aproveitaram para testar com vista à preparação para nova época do Campeonato Nacional de Motociclismo, fotos da autoria de Mãrio Monteiro.

 

 

 

Fotios de Mário MOnteiro - www.velocidadeonline.commot1 Copymot2 Copymot3 Copymot4 Copymot5 Copymot6 Copymot7 Copymot8 Copymot9 Copymot10 Copymot11 Copymot12 Copymot13 Copymot14 Copymot15 Copymot17 Copymot18 Copymot19-marioruimonteiro Copy

 

A A CTUAL FROTA DA VELOSO MOTORSPORT

A ACTUAL FROTA DA VELOSO MOTORSPORT

 

 

Actualmente Luis Veloso, depois das vendas efectuadas nos dois ultimos anos do Lotus Evora, do Ginetta, e dos dois Aston Martin, a equipa da Veloso Motorsport tem a seu carogo a preparação de alguns carros,Por ocasião da nossa visita na semana que passou, na oficina na Pòvoa de Lanhoso, estava na oficina quatro Lamborghini Gallardo, um de rua, dum cliente, outro de comeptição, que é pertença do conhecido Nelo das canoas.Depoiis existem mais dois Lambo,que são propriedade da Veloso Motorsport(tratam-se dos ex chassis da Goodsense), que têm sido alugados a equipas estrangeiras.Para além disso, Luis Veloso tinha o Seat Leon Eurocup de José MOnroy, um Ford GT 40, dum cliente estrangeiro para revisão, e o Honda Integra de Manuel Martisn da Campicarn, não se sabendo ainda se este carro vai voltar às pistas nacionais.Por ocasião na nossa visita ainda não se encontrava nas instalações o novo Lamborghni Huracan, com que os irmãos MOntez vão correr no Super TRofeo.

 

Em revisao estava o Norma M 20, com que os irmãos MOntez correram no ano passado, e segundo informação de Luis Veloso, este carro foi vendido a Pedro Salvador.Por isso animação é algo que não falta lá para as bandas da Veloso Motorsport, que segundo apuramos tem mais uns projectos para outras categorias, mas Luis Veloso não quis abrir o jogo.veloso1 Copyveloso2 Copyveloso3 Copyveloso4 Copyveloso5 Copyveloso6 Copyveloso7 Copyveloso8 Copyveloso9 Copy

 

EIS O NOVO MERCEDES SLS AMG GT 3

EIS O NOVO MERCEDES SLS AMG DE GT 3

 

 

Eis os esboços do que irá ser o novo Mercedes SLS AMG, que irá representar a marca alemã nas provas de GT.novomercedesamg2016-2 Copynovomercedesdamg2016-1 Copy

 

CHALLENGE CITROEN SAXO

 

Challenge Citroen Saxo by ACB Racing delineado e em fase de pré-inscrição

Depois um primeiro ano em que os pilotos e navegadores dos ainda espectaculares e competitivos Citroen Saxo tiveram uma competição própria nos Açores, a organização resolveu não só manter a aposta para 2015 no arquipélago mas também alargá-la a outras paragens. Assim, 2015 vê nascer, também no continente, o Challenge Citroen Saxo que terá algumas novidades regulamentares face ao que no ano passado foi organizado nos Açores.

Seis provas integram o Challenge Citroen Saxo by ACB Racing, todas elas disputadas em pisos de asfalto. São elas o Rali Cidade de Guimarães, o Rali de Castelo Branco, o Rali de Monchique, o Rali Vidreiro - Centro de Portugal, o Rali de Sernancelhe / Aguiar da Beira e o Rali de Viana do Castelo. Os participantes no Challenge Citroen Saxo 2015 farão apenas os troços que contarem para os troféus FPAK nos casos das provas que integram o CNR (Guimarães, Castelo Branco e Vidreiro). Nos restantes 3 ralis, a caravana do Challenge cumprirá a totalidade do percurso competitivo. Os concorrentes serão divididos por duas categorias, sendo a Classe 1 destinada aos carros com especificações de Troféu. A Classe 2 será livre.

A inscrição no Challenge terá um custo de 5000 euros e inclui, entre outros serviços discriminados no regulamento da competição, espaço com tenda e lona de chão na zona de assistência do Challenge em todos os ralis, para além dos fatos de competição de piloto e navegador. Estão também incluídas neste valor as inscrições em todas as provas do calendário do Challenge. Por mais 100 euros por prova, está disponível um serviço de catering para três pessoas durante os dois dias do evento.

Para além do prémio final que consiste na participação dos vencedores do Challenge numa prova a disputar nos Açores, no final de cada prova os três primeiros de cada uma das classes têm direito a prémios monetários. Assim, para além dos respectivos troféus, o primeiro classificado da Classe 1 leva para casa 200 euros, o 2º 150 euros e o terceiro 100 euros. Os três primeiros classificados da Classe 2 em cada um dos ralis também recebem troféus aos quais juntam 150 euros para o 1º classificado, 100 euros para o 2º e 50 euros para o 3º.

António Castelo Branco, Líder da ACB Racing e principal impulsionador do Challenge Citroen Saxo, revela que a competição vai continuar a contar com uma "zona de assistência e hospitalidade muito apelativa, para além de continuarmos a

 

investir no mediatismo do Challenge que assim garantirá maior retorno tanto para os nossos parceiros como para os patrocinadores das equipas".

Sobre os valores de participação a suportar pelos pilotos, o responsável pela organização é claro nas suas declarações: "Queríamos que o valor total de investimento por parte das equipas para realizarem toda a temporada fosse bastante menor do que aquele que neste momento podemos apresentar. Sempre achámos que seria possível um valor entre os 3500 e os 4000 euros mas o preço das inscrições, substancialmente mais alto no continente do que nos Açores, não o permitiu. Acresce que, no ano passado, nos Açores, os clubes organizadores compreenderam a importância de atraírem mais participantes para as suas provas e de nelas se criar um novo pólo de competição que a própria comunicação social foi relatando como de grande interesse competitivo. No continente, e para a temporada de 2015, não foi possível chegar-se a um acordo semelhante com as organizações, pelo que o valor que pedimos pela inscrição no Challenge é o mínimo que conseguimos praticar, tendo em conta as condições oferecidas e os prémios monetários e final que temos para oferecer", revela António Castelo Branco que ainda aguarda respostas em relação a eventuais apoios que, no entanto, tardam em chegar.

As inscrições encontram-se já abertas, terminando no final do presente mês de fevereiro, por forma a que a organização possa começar a trabalhar a vertente logística do Challenge.

As equipas interessadas devem pré-inscrever-se, enviando um mail para Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar , indicando nome, telefone e endereço de e-mail para contacto. O pagamento posterior da inscrição pode ser feito em duas tranches, conforme o nº 4.2 do regulamento do Challenge Citroen Saxo 2015 que pode ser consultado em http://tiny.cc/reg_ch_pt2015.Challenge-Saxo metalico-2015_Copy

 

RALIS NO BRASIL

 

Os irmãos Leo e Fred Zettel estarão de carro novo em 2015

Depois de uma temporada de recomeço, os irmãos Leo e Fred Zettel vêm com novidades para a temporada 2015 de Rally de velocidade. 

A temporada 2014 foi como um recomeço para os irmãos curitibanos Leo e Fred Zettel.  Leo não pilotava um carro de rally há quase 3 anos enquanto Fred tinha se afastados da navegação desde 2004. Com objetivo de fortalecer o renovado Campeonato Paranaense de Rally formaram uma dupla partiram para este novo desafio em família, obtendo a terceira colocação na categoria CBR3 (atual RC5) para veículos 1.6 de produção. 

Depois de seis provas do regional e uma do brasileiro em 2014 a dupla já está mais entrosada e pode traçar objetivos mais audaciosos. O primeiro foi a busca por um carro mais competitivo. “Além de piloto sou publicitário, então sempre busco coisas diferentes para melhorar o retorno para os patrocinadores. E percebi que precisava de um carro diferente da maioria dos meus concorrentes”, comenta o piloto Leo Zettel, que depois de uma conversa com os grandes campeões Marcos Marcola e Maurício Neves, optou por competir com um VW Gol.

O novo carro

A Volkswagen tem muita tradição no automobilismo mundial, escrevendo ótimos capítulos por todos os campeonatos que disputou. O bi-campeonato no Campeonato Mundial de Rally (2013 e 2014) mostra que os veículos da marca tem potencial para este tipo de prova. 

O modelo utilizado pela dupla nesta temporada será o Gol GV preparado pela ProMacchina em 2010, quando comandava a equipe oficial VW no Brasil. “Testei o carro no final do ano passado e achei ele mais preciso nas frenagens, o que permite uma pilotagem mais arrojada”, declara Zettel.

A nova equipe

Para dar conta das evoluções técnicas necessárias e todo suporte na manutenção do VW Gol, os irmãos Zettel contarão com a estrutura da ProMacchina, uma das maiores equipes de Rally do Brasil.

A ProMacchina tem como objetivo disputar o título em todas as categorias que compete. “No rally de velocidade são três categorias e, em 2014, a ProMacchina venceu na CBR3 com Marquinho Malucelli no Paranaense e no Brasileiro, venceu a CBR2 do campeonato Paranaense de com o Marcola, foi vice-campeã da CBR2 do Brasileiro com o Pedro Zamith e vice-campeã da CBR1 do Brasileiro com Dimas Pimenta III, o que mostra a nossa busca pelos resultados . Em 2015 o atual campeão da CBR3 não vai correr e nós precisávamos de um piloto que vai brigar pela categoria”, conta Maurício Neves, piloto e diretor da ProMacchina Motorsport.

O campeonato

Como parte dos objetivos desta temporada, a dupla vai disputar dois títulos na categoria RC5 (antiga CBR3 para veículos 1.6 de produção): Campeonato Brasileiro de Rally e Campeonato Paranaense de Rally.  “Vamos começar o campeonato 2015 com mais entusiasmo, a experiência de 2014 e a confiança do carro novo nos fará brigar por posições mais altas”, comenta o navegador Fred Zettel.

Ao todo a equipe vai participar de nove provas em 3 estados brasileiros:

23/03 – Rally de Itaiacoca (PR) – RallyPR

18/04 – Rally de Estação (RS) – CBR

22/05 – Rally de Erechim (RS) – CBR

05/06 – a definir (PR) – RallyPR

03/07 – Rally de Pomerode (SC) – CBR

15/08 – Rally das Araucárias (PR) - RallyPR

11/09 – Rally de Ponta Grossa (PR) – CBR e RallyPR

23/10 – a definir – CBR

05/12 – Rally de Morretes (PR) – CBR e RallyPR

Para a temporada 2015 de rally os irmãos Leo Zettel e Fred Zettel contam com patrocínio da WZ Comm e apoio da Dmack Motorsport Brasil.leo e_fred_zettel_com_o_vw_gol_Copy

 

TT NO BRASIL

Jérémy Dubois, atual vice campeão do Rally Baja se prepara para 2015


Piloto de quadriciclo fará sua segunda temporada completa na competição novamente o objetivo é o título da categoria

Nascido no norte da França, em Wattrelos e radicado em Taubaté, interior paulista, o piloto Jérémy Dubois, tem participação confirmada nas oito etapas que vão compor a temporada 2015 do Campeonato Brasileiro de Rally Baja, na categoria quadriciclo.

"Estou preparado para ganhar", anima-se o piloto, que terá no quadriciclo de número 12 o logotipo da equipe SAT Racing, com patrocínio da Prefeitura de Taubaté, Hyundai Power Products, e conta com o apoio da Bieffe, Fine Art Studio, GaiaMX, Muscleshake, Skill Idiomas e EMIT.

"Espero poder brigar pelo título esse ano, ano passado foi um ano de aprendizagem, esse ano deveria ser de melhoria. Com minhas condições farei meu possível para manter uma regularidade de resultados e ficar nos três primeiros de cada prova, e tentar perder nenhuma", diz.

Dubois, de 30 anos, já participou de uma temporada completa pelo Rally Baja e consagrou-se vice campeão no seu ano de estreia. "O foco no título é total. Não parei de treinar desde o ano passado e me sinto preparado", enfatiza. "Quero agradecer a CBM por ter criado duas categorias esse ano, teremos a categoria 4x2 e a categoria 4x4, pois independente do percurso, as performances eram um tanto desigual no ano passado, a outra aposta é de chamar mais competidores para completar o grid nesta temporada", comenta.

"Quero também agradecer minha família, meu pai (também piloto) quem sempre me apoio e me deu o gosto da competição . E claro , as empresas e pessoas quem acreditem em mim e me apoiaram de qualquer forma!", destaca.

Um desafio que Jérémy Dubois sabe que vai enfrentar em sua segunda temporada completa no Baja a bordo da KTM 525 XC é o alto nível dos concorrentes. "Estamos revisando todo o quadriciclo e está preparado para a primeira etapa", comenta, citando a participação na 9ª edição do Rallymakers de Barretos entre 06 a 08 de março em Barretos (SP).

FINALISTA GUIDÃO DE OURO

O piloto Jérémy Dubois é indicado ao Prêmio Guidão de Ouro pelo seu ótimo desempenho entre os quadriciclos pela Revista DirtAction. Para votar, basta acessar o site www.revistadirtaction.com.br e clicar no banner Guidão de Ouro 2015 (lado direito da tela), para ter a listagem das categorias e concorrentes da promoção.

O piloto Jérémy Dubois conta com o patrocínio da Prefeitura de Taubaté, Hyundai Power Products, SAT Racing e, com apoio da Bieffe, Fine Art Studio, GaiaMX, Muscleshake, Skill Idiomas e EMIT.

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Baja 2014:

01 Etapa - Rally de Barretos/SP - 07 e 08 de Março
02 Etapa - Rally Ilha Comprida/SP - 11 e 12 de Abril
03 Etapa - Rally Cuesta Off Road-Botucatu/SP - 13 e 14 de Junho
04 Etapa - Rally do Jalapão/TO - 04 e 05 de Julho
05 Etapa - Rally Serra Azul-Itupeva/SP - 12 e 13 de Setembro
06 Etapa - Rally Rota SC-Tijucas/SC - 03 e 04 de Outubro
07 Etapa - Rally Rota Sudeste/ SP - 14 e 15 de Novembro
08 Etapa - Rally dos Amigos/SP - 12 de Dezembro


Doni Castilho/DFotos
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto é um guerreiro nas provas
Alta | Web

Fábio Davini/DFotos
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto Jérémy Dubois
Alta | Web

Magnus Torquato/Webventure
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Abertira da temporada será em Barretos/SP
Alta | Web

 

 

ANECRA ESTEVE NA ASSEMBLEIA DA REPUBLICA

 

A ANECRA propõe soluções para a Mobilidade e
Acessibilidade em Lisboa e Combate à Economia
Paralela em todo o País.
A ANECRA esteve reunida, no passado dia 10 de Fevereiro, com o Grupo de Trabalho do Sector Automóvel
(GTSA) no âmbito da Comissão Parlamentar de Economia e Obras Públicas da Assembleia da República.
A ANECRA apresentou e debateu os principais problemas com que o Sector Automóvel se confronta
atualmente, a um conjunto de deputados especialmente indicados para este Órgão restrito.
Esta reunião teve como principal objetivo fazer um balanço, não só sobre as ações anteriormente
defendidas pela ANECRA, como também, aquelas que no presente, se colocam com maior importância
correspondendo às principais preocupações dos empresários e profissionais do Sector.
Após análise da evolução da atividade do Comércio e da Reparação Automóvel, relativamente ao ano 2014,
foi feito um ponto de situação sobre a concretização das medidas recomendadas ao Governo na Resolução
da Assembleia da República nº 128/2013 que, conforme foi salientado pelo coordenador e aprovado por
todos os Deputados presentes, se basearam em grande medida, no “Manifesto da ANECRA em Defesa do
Sector Automóvel”.
Neste contexto, foram dadas a conhecer as diligências levadas a cabo pelo GTSA junto dos diversos
gabinetes ministeriais e organismos da Administração Pública envolvidos na execução das medidas de
apoio e sustentabilidade para o sector automóvel. Ficou desde já previsto o agendamento de reuniões
parcelares com os referidos intervenientes sectoriais.
Mereceu ainda particular atenção, por parte do GTSA, as propostas que a ANECRA tem vindo a apresentar
no combate à Economia Paralela, assim como as posições da Associação referentes às medidas de política
inseridas não só, no Orçamento do Estado para 2015, como também na Legislação sobre a Fiscalidade
Verde.
Durante a reunião foi objeto de avaliação e interessante consenso, o impacto negativo quer em termos de
mobilidade e acessibilidade aos proprietários de veículos automóveis com matrícula anterior ao ano 2000,
quer à atividade das empresas de reparação automóvel que se situam dentro do perímetro de circulação,
imposto pela autarquia de Lisboa.
A importância da contínua intervenção da ANECRA, tendo em consideração o seu total conhecimento da
atividade do sector, foi reconhecida pelo coordenador e demais membros do GTSA e permitirá, que nesta
ação permanente, se anulem as barreiras, que continuam a impedir que soluções mais adequadas à
superação dos problemas do sector automóvel s

 

O NOVO MCLAREN DE RAMOS-PARENTE

O NOVO MCLAREN DE MIGUEL RAMOS E ÁLVARO PARENTE

 

Eis as imagens dop novo McLaren com que Miguel ramos e Alvaro Parente vão correr juntos no Open GT.ramos1 Copyramos2 Copyramos3 Copyramos4 Copyramos5 Copyramos6 Copyramos7 Copyramos8 Copy

 

NOVO MERCEDES SLS JÁ ESTÁ NO PORTO

NOVO MERCEDES SLS, JÁ SE ENCONTRA NO PORTO

 

 

DEsde o incio da passada semana que já se encontra na cidade do Porto, o novo Mercedes SLS, que segundo apuramos a sua preparação está a ser feita pelos técnicos da AMG, nas instalações das C.santos, junto ao aeroporto Francisco Sá Carneiroi.Ests SLS é de côr azul escuro, e ainda não tem dono,m devendo nos próximos dias ser exposto num dos espaços desta concessão da Mercedes, possivelmente na Avenida da Boavista.Segundo apuramos o valor de venda deste carro deverá atingir aproximadamente os 185.000 euros-merc1 Copymerc2 Copy

 

TT EM SLOT

tt em slot

 

 

Mais um grupo de imagens da derradeira prova de slot em todo o terreno que teve lugar no Slot Clube do Porto.

 

 

Fotos de Luis Faria - www.velocidadeonline.comslot1 Copyslot2 Copyslot3 Copyslot4 Copyslot5 Copyslot6 Copyslot7-fotosdeluisfaria Copyslot8 Copyslot9 Copyslot10 Copyslot11 Copyslot12 Copyslot14 Copyslot15 Copyslot16 Copyslot17 Copyslot18 Copyslot19 Copyslot20 Copyslot21 Copyslot22 Copyslot23 Copyslot24 Copyslot25 Copyslot26 Copyslot27 Copyslot28 Copyslot29 Copyslot30 Copyslot31 Copyslot32 Copyslot33 Copyslot40 Copyslot39 Copyslot38 Copyslot37 Copyslot36 Copyslot35 Copyslot34 Copy

 

LADA VESTA EM TESTES EM FRANÇA

LADA VESTA EM TESTES EM FRANÇA

 

 

A marca russa encontra-se em França a testar o novo vesta, que ao que tudo indica, poderá não alinhar na primeira corrida do WTCC, a ter lugar no inicio de Março na Argentina.Nestes testes, estiveram os tres pilotos da equipa com destaque para Rob Huff e James Thompson.LADAVESTAEMTESTESFRNACA Copy

 

LUCROS CRESCEM NA NISSAN

 

NISSAN COM CRESCIMENTO DE 39% NO LUCRO OPERACIONAL NOS PRIMEIROS NOVE MESES DO ANO FISCAL DE 2014

 

 

NISSAN COM CRESCIMENTO DE 39% NO LUCRO OPERACIONAL NOS PRIMEIROS NOVE MESES DO ANO FISCAL DE 2014

  • Receitas crescem 11% nos primeiros nove meses do exercício
  • O resulto líquido cresce 23,6% face a igual período do exercício transacto
  • Nissan revê em alta a previsão de lucros, para 3 mil milhões de euros no exercício fiscal 2014, que terminará a 31 de Março próximo

A Nissan Motor Co., Ltd. anunciou uma melhoria dos resultados financeiros para os primeiros nove meses (Abril a Dezembro de 2014) do seu ano fiscal, devido às sólidas vendas nos EUA, a eficiências de custos e aos movimentos monetários favoráveis, que contribuíram para um resultado líquido de 338,8 mil milhões de ienes (2,4 mil milhões de euros), um crescimento de 23,6% face ao período homólogo anterior.


 

Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

 

BERLINGOPARA DESPORTOS DE NEVE

 

CITROËN BERLINGO MOUNTAIN VIBE CONCEPT:

PARA A PURA EVASÃO

O novo CITROËN BERLINGO será apresentado no dia 3 de Março no Salão de Genebra, mas alguns dias antes do modelo se revelar na sua versão de série, ele desvenda-se sob os traços de um concept car pleno de optimismo e de energia: o CITROËN BERLINGO MOUNTAIN VIBE CONCEPT. Adornado com reforços de carroçaria e acessórios para a descoberta da natureza, por montes e vales, e pronto a atingir todos os cumes, o BERLINGO MOUNTAIN VIBE CONCEPT é o parceiro ideal para os amantes do desporto ao ar livre e da liberdade.

 

No Salão de Genebra, o novo CITROËN BERLINGO irá declinar-se numa versão enérgica e lúdica. Convidando a viver intensamente cada instante, o MOUNTAIN VIBE CONCEPT sugere, antes de mais, a natureza, os prazeres e a alegria de aproveitar uma vida plena de sensações e de elementos práticos. Fresco e funcional, ele abre as portas a todas as hipóteses de evasão e de liberdade.

 

Pelo seu design exterior audacioso, o BERLINGO MOUNTAIN VIBE CONCEPT suscita o desejo de percorrer as estradas mais ousadas. Numa verdadeira assinatura, as linhas que definem a carroçaria convidam a sair dos caminhos de terra batida e a enfrentar as encostas. Este grafismo original, sobre um rosa brilhante baptizado de Pink, associa-se perfeitamente à pintura Mountain Green da carroçaria, formando uma dupla de cores simultaneamente suave, fresca e optimista.

 

O estilo exterior do BERLINGO XTR é complementado por reforços das cavas das rodas e das embaladeiras. Os seus pneus estão equipados com correntes para neve em cor-de-rosa e as barras no tejadilho revestidas por uma mousse Pink. O conjunto confere-lhe uma aura aventureira alegre, moderna e tecnológica. Equipado com a função Grip Control, facilmente o imaginamos a trepar pelas montanhas da Suíça, a sua volumosa bagageira repleta de equipamento para o lazer na alta montanha, para uma escalada, snowboard ou passeios na neve.

 

No interior, os bancos da frente e os três assentos independentes na 2.ª fila estão revestidos com um tecido técnico LIBERIA com inserções cinza chiné e ornado com costuras Pink, surgindo integrados numa decoração interior sóbria e elegante. O toque colorido dos painéis ilumina o habitáculo e reforça o carácter de convívio do BERLINGO MOUNTAIN VIBE CONCEPT.

 

Os passageiros irão apreciar a luminosidade e a vista para o mundo exterior permitidas pelo tejadilho vidrado Modutop® e o generoso vidro traseiro com abertura.

 

Prático e astucioso, o BERLINGO MOUNTAIN VIBE CONCEPT oferece vitalidade e frescura ao Novo CITROËN BERLINGO, referência de um espaço lúdico em contínua renovação. A bordo, a evasão e o prazer dão o tom, para gerar recordações inesquecíveis.

 034 B9_GNVA_Copy

 

NISSAN É NOTICIA

 

Q & A com motorista Harry Tincknell NISSAN LMP1 WEC da Nissan


Depois de subir a escada do desenvolvimento único piloto da SEAT, piloto britânico Harry Tincknell mudou para a resistência e incendiar a grade.

A 23-year-old de Exeter passou sua primeira temporada em carros esportivos com Jota Esporte em 2014 Le Mans Series Europeia e, ao lado de Simon Dolan e Filipe Albuquerque, venceu em apenas sua segunda corrida em Imola. Um mês depois, ele então passou a ficar no topo do pódio LMP2 nas 24 Heures du Man ao lado de Simon Dolan e Oliver Turvey.
 


Ele completou uma temporada de estreia notável em corridas de resistência, terminando como vice-campeão ELMS e foi nomeado 'Rookie of the Year "no final da cerimônia de premiação temporada no Estoril.

Harry Tincknell agora embarca na próxima fase de sua carreira de resistência depois de ser nomeado como um dos pilotos para correr a LMP1 recém-revelada Nissan GT-R Nismo LM no Campeonato FIA World Endurance de 2015. Nós conversamos com ele na lista de entrada conferência de imprensa da semana passada em Paris.

Q: Harry Tincknell, Nissan Works Motorista, Como você se sente quando você ouve que depois de apenas uma temporada completa em corridas de resistência?


"Isso soa muito legal e é ainda mais legal quando você vê o carro; é fantástico. É ótimo que o Campeonato Mundial de Endurance permite essa variedade entre os carros. É fantástico fazer parte do novo time da Nissan e para se deslocar até LMP1 após apenas um ano em LMP2 é brilhante para mim e eu não posso esperar para começar. "


Q: Você sabia que o Nissan GT-R Nismo LM estava indo olhar como antes do lançamento do carro, para que se surpreenderam com o zumbido Criou-se por ser tão diferente dos outros fabricantes?


"Eu sabia que ia ser um pouco diferente porque Nissan gosta de empurrar os limites. A primeira vez que você ver o carro que você vai 'uau, isso é realmente diferente ". No entanto, eu sei Nissan não iria empurrá-lo para empurrar a questão das fronteiras; há um monte de tecnologia por trás do projeto. Vai levar tempo, é claro, todos os carros de vencer a corrida, leva tempo para chegar até a nível de campeonato mundial, mas os sinais são muito promissores e nós continuamos a trabalhar duro e empurrar para a frente antes do início da temporada. "


Q: Vamos voltar para LMP2 de 2014 foi o primeiro ano em LMP2 em Le Mans Series Europeia e você estava entre os mais rápidos. O seu colega de equipa Olivier Pla foi o piloto mais rápido na LMP2 na temporada passada WEC. Você acha que LMP2 é a carreira correta para os motoristas que desejam progredir para LMP1 e funciona uma unidade?


"Para mim, vindo de monopostos e saltar para LMP2, era apenas uma evolução de um carro de corrida de Fórmula 3. Um pouco mais poder, mas um pouco mais de peso. No meu primeiro teste após 6 voltas apenas sentiu normal, como eu estava dirigindo por anos. É fantástico que a Nissan está me dando esta oportunidade usando a escada corridas de resistência para escolher os melhores talentos na LMP2, que é refrescante. Em monopostos se você ganhar na GP2 você não necessariamente ir para a Formula One. A diferença de endurance é que há mais oportunidades para ir para a categoria superior. LMP2 é o campo de provas perfeito e eu mostrei, Olivier tem mostrado e Brendon Hartley, no ano passado, também mostrou que, se você estiver executando à frente na LMP2 que os fabricantes estão assistindo. "

 

Google Tradutor _tincknell_jrxt3152_691_250_Copy

 

TOM TOM LANÇA NOVO MAPA

TomTom Lança Novo Mapa Input Tracker

É agora possível partilhar o feedback de mapas de forma mais rápida através de qualquer dispositivo conectado.

A TomTom (TOM2) lançou o seu Mapa Input Tracker API, um novo mapa que surge como ferramenta de feedback que as empresas podem facilmente integrar nos seus produtos e serviços. O API permite que o consumidor final partilhe o feedback do mapa de forma rápida através do seu smartphone, tablet, computador portátil ou dispositivos móveis de navegação, contribuindo para a manutenção de mapas de alta qualidade.

“Com o lançamento do nosso novo Mapa Input Tracker API, damos aos utilizadores a oportunidade de partilhar o feedback do mapa a partir de qualquer dispositivo que esteja conectado, onde quer que estejam”, diz Charles Cautley, Mananging Director TomTom Maps. “Este API permite à TomTom encurtar o tempo entre a deteção de mudanças no mundo real e a atualização do mapa do utilizador”.

A TomTom é líder global em cartografia inteligente e uma das primeiras marcas a recorrer ao crowd sourcing para detetar alterações nos mapas. O lançamento do Mapa Input Tracker API, combinado com o recente lançamento do MultiNet-R, revela que a TomTom está apta para disponibilizar mapas atualizados em tempo real e de alta qualidade para os utilizadores, de forma mais rápida que qualquer outra empresa de mapeamento no mercado.



TomTom
 

REVOLUÇÃO NOS PNEUS?

«Alto e estreito», o pneu do futuro

Os fabricantes de pneus têm vindo a trabalhar num novo conceito de rodas.

A revolução dos veículos elétricos não é apenas nos seus motores. Os pneus utilizados foram igualmente adaptados às características de motores. Os fabricantes de pneus têm trabalhado num novo conceito de rodas chamado "Tall and Narrow”, "alto e apertado". Assim, temos o exemplo da BMW I3, que tem rodas de 19 ou 20 polegadas e uma largura que recorda os carros de tempos mais antigos. Para além das medidas também mudam os componentes, onde se procura o máximo de equilíbrio entre aderência, durabilidade e menor resistência à rodagem para otimizar o consumo de energia.

Por isso, é muito provável que no futuro, as rodas altas e estreitas se tornem comuns nos pneus, como os que vemos agora nos carros de gama média-alta.



Renault-EOLAB-Concept
 

KUMHO TYRE APOIA EQUIPA DE FUTEBOL

Kumho Tyre torna-se parceira do FC Schalke 04

Esta parceria decorrerá até ao final da época 2016/17.

O novo ano tem um início bem sucedido para o FC Schalke 04: O clube tomou um passo adiante e importante para a sua internacionalização e expandiu o seu portfólio de patrocínios mais uma vez a uma empresa de topo internacional.

O clube participante na Liga dos Campeões e a fabricante de pneus Kumho Tyre da Coreia do Sul acordaram uma parceria que irá decorrer até ao final da temporada 2016/17 e inclui uma opção para mais um ano de colaboração.

A Kumho Tire Company, com sede em Seul, foi fundada em 1960 e hoje é um dos principais fabricantes de pneus do mundo, vendendo mais de 60 milhões de pneus, com um volume de negócios anual de mais de três bilhões de euros.



Kumho
 

VELOSO MOTORSPORT COM NOVO PROJECTO

VELOSO MOTORSPOR COM NOVO PROJECTO

 

 

A Veloso Motorspor fechou este fim de semana negócio, com os irmãos Montez, para esta época participarem no Lamborghini Blancpain Super trofeo, uma competição monomarca aberta  apenas aos novos Lamborghini Uracan, a ultima novidade da casa italiana.Não será demais recordar que Sergio e Eugénio Montez participaram no ano passado no Campeonato Nacional de Velocidade ao volante dum Norma, onde foram protagonistas de algumas saídas aparatosas  de pista . O seu antigo carrro ainda está nas instalações da Veloso Motrosport podendo ser entregue muito em breve a Pedro Salvador.

 

Sobre este novo projecto da Veloso Motorsport, a equipa de Póvoa de Lanhoso vai participar em cinco provas, passando pelas pistas de Silverstone (Inglaterra), Paul Ricard (França), Spa (Bélgica), Nurbrugring (Alemanha) e Sebring (Estados UNidos), onde irá decorrer a final.

 

Os primeiros testes estão já marcados para o próximo mês de Abril, na pista italiana de Vallelunga.velosouracan1 Copyvelosouracan2 Copyvelosouracan3 Copyvelosouracan4 Copy

 

SKF PRESENTE

SKF presente no evento VSM - Romafe Business Match day

No passado dia 28 de Janeiro de 2015, a equipa VSM da SKF Portugal teve o prazer de participar no “Business Match Day”, evento realizado pelo Distribuidor Auto Romafe, S.A.

Neste evento a Romafe levou os seus convidados a assistir ao jogo para a Taça da Liga, Futebol Cube do Porto vs Académica de Coimbra.

Para além das equipas da Romafe e da SKF, o evento contou com a presença de mais de 50 clientes Auto que dão preferência à marca SKF e privilegiam a parceria com a Romafe. Antes do jogo, os convidados tiveram à sua disposição um buffet, após o qual foi feita uma pequena apresentação por parte de ambas as empresas, sendo que durante o intervalo, foram galardoados dois dos clientes da Romafe, o cliente mais antigo e o cliente com maior volume de compras em material Auto da SKF, prémios que foram entregues por Ignacio Conde Responsável de Marketing e Pricing do VSM da SKF a nível Ibérico e Carlo Covini, Director do VSM da SKF da região Europa Sul, também eles presentes, juntamente com a equipa de VSM Portugal da SKF.

O evento contou também com a presença do piloto do carro Fórmula Ford, patrocinado por ambas as empresas em 2015, Diogo Sousa, cujo carro se encontrou exposto durante o evento.



Romafe
 

VULCO APRESENTA PLANOS

Vulco apresenta planos de futuro na convenção anual

A profissionalização e a geração de negócio são os principais focos da estratégia da rede.

A Vulco, a rede de oficinas parceira da Goodyear Dunlop especializada em pneus e mecânica rápida, apresentou novidades, planos e estratégias para 2015 durante a convenção anual, um evento que reuniu membros da rede de Portugal e Espanha. Nesta convenção, que teve lugar no Hotel Meliá Castilla de Madrid no passado dia 31 de janeiro, estiveram presentes mais de 300 associados pertencentes à rede de oficinas.

A Goodyear Dunlop voltou a mostrar o forte compromisso com a Vulco através da presença da equipa de direção da empresa, encabeçada pelo diretor geral Mitchell Peeters, que partilhou a jornada com os membros da rede.

Durante o evento, a direção da Vulco e da Goodyear Dunlop apresentou um amplo portefólio de atividades destinadas a trabalhar em dois eixos fundamentais: a profissionalização da rede, através de ferramentas orientadas para aumentar a competitividade dos centros e a geração de negócio como base para aumentar a faturação dos mesmos.

Em Portugal, durante o ano de 2014 a Vulco conseguiu alargar a sua rede com a incorporação das oficinas Rodaporama, PneuRubras e Pneus da Cidade, permitindo assim um impulso nos planos de expansão da rede que conta, atualmente, com um total de 247 oficinas em Portugal, Espanha, e Andorra.

Alberto Villarreal, diretor da rede Vulco, destacou durante a convenção que “os planos de expansão e reforço da rede baseiam-se em critérios de profissionalização, qualidade de serviço e atuação em todas as áreas geográficas, como acontece agora na zona noroeste de Espanha graças ao acordo com o Grupo Salco”.

A convenção anual de 2015 teve como tema Hits 2015 - Êxitos de um grande grupo e terminou com um jantar no Círculo de Belas Artes, que incluiu a atuação do grupo Too Pack, durante o qual as 300 pessoas presentes puderam trocar opiniões e falar animadamente.



CONVENÇÃO VULCO 2015 (1) CONVENÇÃO VULCO 2015 (2)
 

ESTUDO CURIOSO DAS PME

13% das PME portuguesas preocupadas com catástrofes naturais e imprevisibilidade meteorológica

2ª Edição Estudo “PME: Riscos e Oportunidades”.

As catástrofes naturais e a imprevisibilidade meteorológica estão entre os riscos que mais preocupam as Pequenas e Médias Empresas (PME) nacionais, com 13% dos empresários a indicarem esta opção na terceira fase da edição 2014 do Estudo PME: Riscos e Oportunidades, promovido pela Companhia de Seguros Zurich junto de CEOs, proprietários, Diretores-Gerais e Financeiros e Chefes de Operações de PME de 19 países. Face à mesma questão colocada em 2013, o número de empresários que encaram estes riscos como um dos principais para o seu negócio cresceu 5%, colocando este indicador entre os que mais aumentaram.

Os riscos relacionados com catástrofes naturais e imprevisibilidade meteorológica podem relacionar-se com outros dados fornecidos pelo mesmo estudo, que apontam para uma preocupação relativamente a falhas na cadeia de abastecimento, e transportes/ danos nos veículos das empresas (ambos os riscos apontados por 15% dos empresários questionados).

“Podemos confirmar através deste estudo que os empresários portugueses estão mais sensíveis aos riscos provocados por eventos externos relacionados com o clima adverso. Em Portugal, temos tido alguns exemplos nos últimos anos de como este fator pode impactar a vida das pessoas e, por conseguinte, os negócios, pelo que é natural que as PME estejam mais sensíveis a encarar a gestão do risco como um vetor fundamental no seu planeamento de negócio. Quanto mais preparados estiverem os empresários menos impacto irão sofrer”, explica Artur Lucas, Diretor de Desenvolvimento de Soluções de Mercado da Zurich em Portugal.

Os riscos relacionados com as catástrofes naturais e imprevisibilidade meteorológica cresceram 5% a par dos riscos tecnológicos, que subiram 5%, atingindo agora 7%. Apesar dos empresários se revelarem preocupados com os riscos tecnológicos (falhas na área das TI), o cibercrime mantém-se nos 4%, não sofrendo qualquer alteração face à primeira edição do estudo.

Apesar do peso que as questões climatéricas ganharam, a segunda edição do estudo “PME: Riscos e Oportunidades” indica também que a concorrência e o dumping de preços (31%) e a quebra no consumo e o overstocking (29%) continuam a ser as principais preocupações dos empresários nacionais.

Ainda no âmbito nacional destaca-se a descida acentuada do roubo como um risco para o negócio: de 2013 para 2014, o roubo desceu 10% nas preocupações das PME portuguesas, colocando este indicador nos 22%. Por outro lado, o risco de incêndio subiu 4%, colocando-se agora nos 7%. A corrupção mantém-se sem alterações, nos 8%.

Geografia altera perceção dos riscos
Na maioria dos países da Europa, o maior risco identificado pelas PME é a concorrência e o dumping de preços com impacto nas margens de lucro dos empresários (24% a 43%). A quebra no consumo e o overstocking são outras das principais preocupações para os europeus. O roubo fecha o top 3 dos riscos identificados, apesar deste indicador ter descido nas prioridades neste ano.

Curiosamente, a quebra no consumo não está entre os dois principais riscos na Alemanha e na Áustria, onde é a preocupação com a segurança e saúde dos colaboradores e dos clientes que assume preponderância.

Internacionalmente, o cibercrime é um dos riscos percecionados como menos importantes, apesar desta preocupação ter duplicado desde 2013. Na Malásia, por exemplo, a cibercriminalidade é encarada como o terceiro maior risco pelas PME, enquanto na Turquia é a quarta preocupação.

Por outro lado, as empresas na América do Sul estão, em geral, mais preocupadas com os roubos, com exceção do Brasil que está mais focado nos problemas fiscais e legais (16%), nas falhas na cadeia de abastecimento (18%) e nos incêndios (17%).

No Médio Oriente e em África, as preocupações relativamente às falhas na cadeia de abastecimento em Marrocos (25%) e na Turquia (24%) elevaram a média regional para os 17%, colocando-o cima dos riscos relacionados com a segurança.

Da mesma forma, as preocupações da Ásia-Pacífico sobre catástrofes naturais e meteorologia imprevisível em Hong Kong (28%) e Taiwan (34%) elevaram a média regional para 21%.

Comparando com outros países, a corrupção é um risco considerado mais importante para as PME a operar na África do Sul (16%), México e Marrocos (ambos 13%). A preocupação com a corrupção aumentou moderadamente em quase todos os países comparando com o ano de 2013, com exceção da Suíça onde o aumento foi mais destacado (de 0 para 12%).

Em Outubro de 2014, a Zurich divulgou a segunda fase da segunda edição do Estudo PME: Riscos e Oportunidades, que concluía que apenas 13% das PME portuguesas apostam na exportação para mercados estrangeiros como forma de desenvolverem o seu negócio, sendo a redução de custos e de despesas a prioridade absoluta para 32% das PME.

A 2.ª edição do estudo “PME: Riscos e Oportunidades” foi aplicada pela Gfk em 19 países através da realização de 3.800 entrevistas telefónicas a CEO, CFO, Diretores-Gerais e Chefes de Operações no verão de 2014. Em Portugal foram realizadas 200 entrevistas, a maioria das quais (42%) a CEO das empresas.



CATAS
 

NISSAN E NASA JUNTAS

 

NISSAN E NASA DESENVOLVEM JUNTAS A PRÓXIMA GERAÇÃO DE VEÍCULOS DE CONDUÇÃO AUTÓNOMA

 

 

NISSAN E NASA DESENVOLVEM JUNTAS A PRÓXIMA GERAÇÃO DE VEÍCULOS DE CONDUÇÃO AUTÓNOMA

 

A Nissan Motor Co., através da sua organização Norte Americana, e a NASA anunciaram a formação de uma parceria de investigação e desenvolvimento para os próximos cinco anos com o objectivo de desenvolver os sistemas de veículos autónomos e preparar a aplicação comercial desta tecnologia.  

Investigadores do U.S. Silicon Valley Research Center da Nissan e do Ames Research Center da NASA em Moffett Field, Califórnia, vão concentrar-se nos sistemas de condução autónoma, soluções de interface homem-máquina, aplicações de rede e análise e verificação de software, com base em hardware e software sofisticados utilizados na estrada e no espaço.


Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

 

GM PORTUGAL MUDA DE INSTALAÇÕES

 

A General Motors Portugal estará a funcionar em novas instalações a partir da próxima segunda-feira, dia 16 de Fevereiro.

Os novos escritórios situam-se no edifício adjacente ao atual e permitem que a empresa volte a aglutinar num único espaço todas as operações Opel de Vendas, Pós-Venda, Marketing e Distribuição.

 

O novo endereço postal é:

     Quinta da Fonte

     Edifício Gil Eanes, Piso 3

     2770-192 Paço de Arcos

 

À exceção do endereço postal, mantêm-se inalterados todos os contactos de todos os departamentos, nomeadamente números de telefone e endereços de e-mail.

 

TOM TOM LANÇA NOVOS SERVIÇOS

 

TomTom lança o serviço Traffic na Grécia, Hungria e Eslováquia

 

A TomTom (TOM2) anuncia a extensão dos seus serviços até à Europa Central e Oriental com o lançamento do TomTom Traffic na Grécia, Hungria e Eslováquia. A partir de hoje são 46 os países que têm acesso à informação de trânsito à escala mundial através do TomTom Traffic.

“O congestionamento de trânsito é um problema para muitos países, incluindo a Grécia, Hungria e Eslováquia” afirmou Ralf-Peter Schäfer, Responsável da Divisão de Trânsito na TomTom. “O lançamento do TomTom Traffic possibilita que os condutores, a indústria automóvel e os governos combatam de uma forma concreta o congestionamento de trânsito nos seus mercados. O nosso objetivo é ser o líder no fornecimento de serviços de informação de trânsito em todos os mercados onde operamos.”

Os níveis de congestionamento de trânsito na Grécia estão entre os mais elevados na Europa. De acordo com os dados TomTom Traffic, em Atenas um percurso habitual demora mais 30 minutos a ser percorrido durante a hora de ponta. Já em Budapeste, em hora de ponta, o percurso atrasa 26 minutos.

A indústria automóvel na Eslováquia cresceu em 2014, com um número estimado de 970 mil carros fabricados*. Volkswagen, Kia e Peugeot fabricam carros na Eslováquia, tornando este mercado num dos principais do mundo na produção de carros per capita.

Nota aos editores: *http://www.cei.int/node/1767/6825

 

Países com TomTom Traffic

­1

Andorra

16

Hungria

31

Rússia

46

Cidade do Vaticano

2

Austrália

17

Irlanda

32

São Marino

 

 

3

Áustria

18

Itália

33

Arábia Saudita

 

 

4

Bélgica

19

Lesoto

34

Singapura

 

 

5

Brasil

20

Liechtenstein

35

Eslováquia

 

 

6

Canadá

21

Luxemburgo

36

África do Sul

 

 

7

Chile

22

Malásia

37

Espanha

 

 

8

China

23

Malta

38

Suécia

 

 

9

República Checa

24

México

39

Suíça

 

 

10

Dinamarca

25

Mónaco

  40

Taiwan

 

 

11

Finlândia

26

Holanda

41

Turquia

 

 

12

França

27

Nova Zelândia

42

Tailândia

 

 

13

Alemanha

28

Noruega

43

Reino Unido

 

 

14

Gibraltar

29

Polónia

44

Estados Unidos

 

 

15

Grécia

30

Portugal

45

Emirados Árabes Unidos

 

 

 

Siga a TomTom Portugal:Traffic coverage_TomTom_Copy

 

NISSAN NA WEC

 

DA PLAYSTATION À CATEGORIA P1: OS VENCEDORES DA GT ACADEMY TRANSFORMAM-SE EM ESTRELAS MUNDIAIS

 

 

DA PLAYSTATION À CATEGORIA P1: OS VENCEDORES DA GT ACADEMY TRANSFORMAM-SE EM ESTRELAS MUNDIAIS

  • Lucas Ordoñez e Jann Mardenborough vão conduzir o Nissan GT-R LM NISMO
  • Os vencedores da GT Academy de 2008 e 2011 vão competir com os melhores pilotos do mundo
  • Michael Krumm, piloto NISMO, junta-se à equipa Nissan NISMO LM P1
  • Ordoñez sobe também à categoria principal no Campeonato Super GT

O piloto de GP3 Jann Mardenborough (GB) foi hoje anunciado no decorrer do Salão Automóvel de Chicago como um dos pilotos do inovador automóvel de competição LM P1 da Nissan. Simultaneamente, em Yokohama, no Japão, foi anunciado que outro piloto NISMO e vencedor da GT Academy, Lucas Ordoñez (ESP), estava também seleccionado para conduzir o Nissan GT-R LM NISMO, juntamente com o piloto de longa data da NISMO Michael Krumm (ALE).


Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

Comunicados Relacionados

Comunicados Relacionados

A NISSAN REVELA O GT-R LM NISMO PARA VENCER LE MANS

Fev 02, 2015 | ID: 129082

 

19º MEO SUDOESTE


19º MEO Sudoeste


Reserva já a tua melhor semana de férias de sempre!


Noite de receção ao campista:
Dimitri Vegas & Like Mike
5 de agosto, Palco MEO


 

5 a 9 de agosto, abertura do campismo a 1 de agosto
Zambujeira do Mar



www.meosudoeste.pt | www.facebook.com/meosudoeste

 

 

A 19ª edição do MEO Sudoeste voltará a apresentar os melhores DJ do mundo.
A encerrar a primeira noite do festival, a Receção ao Campista, estará a primeira dupla e #2 do top geral da DJ Mag: Dimitri Vegas & Like Mike.


 



Consagrados no ano de 2014 como #2 no Top da DJ Mag, a infalível dupla belga Dimitri Vegas & Like Mike virá desfilar a sua mestria e pôr toda a gente a dançar ao som dos seus hits, como ‘Wakanda’ ou ‘Mammoth’. São dos mais reconhecidos DJs e produtores mundiais do momento, tocando nos melhores festivais do planeta, sendo inclusive DJs residentes do Tomorrowland. Entre muitos galardões, venceram em 2014 o Beatport Award para Artista e Tema do Ano, e foram presenteados na 29ª Edição dos Annual International Dance Music Awards (IDMAs) com os prémios de ‘Best Artist (Group)’ e ‘Best European DJs’.


Depois de uma longa espera, prometem incendiar este ano o MEO Sudoeste, no dia 5 de agosto.

 

Site Oficial | Facebook | Vídeo: Live @ Tomorrowland

 

MEO Sudoeste, A tua melhor semana de Férias de Sempre!


 

Já Confirmados:
 5 de Agosto / Noite de Receção ao Campista – Dimitri Vegas & Like Mike
6 de Agosto – Calvin Harris, D.A.M.A, Dengaz, Tinashe
7 de Agosto – Clean Bandit, Jimmy P
8 de Agosto – Anselmo Ralph, Pérola, Regula
9 de Agosto / Dia D – Steve Aoki, Showtek, Oliver Heldens

 

Mais novidades a anunciar brevemente.

Informação de Bilhetes


 

Preço dos Bilhetes

 
- Passe 5 dias: 95€


- Bilhete Diário: 48€
 
- Fã Pack de Natal Exclusivo FNAC, edição limitada com passe 5 dias: 80€

- Pack MSW XBus Village: a partir de 135€ (www.xtravel.pt)
 

- ExpressPass MSW: 120€ (www.redeexpressos.pt

Locais de Venda

www.blueticket.pt - Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), no Facebook da Música no Coração, lojas FNAC, lojas Worten, El Corte Inglês, ABEP, Portimão Arena ;Turismo de Lisboa; lojas Media Markt; Bilheteiras MEO Arena; rede PAGAQUI; Agências Top Atlântico.

Get a Fest

Alemanha: www.ticketmaster.de

Espanha: www.breakpoint.es ; www.ticketmaster.es

França: lojas FNAC www.fnac.com, Carrefour www.carrefour.fr, Géant, Magasins U, Intermarché, www.francebillet.com

Reino Unido: www.seetickets.com

Festicket

 

 

NISSAN QASHQAI NO MAIS SEGURO

 

O NISSAN QASHQAI É O AUTOMÓVEL FAMILIAR MAIS SEGURO SEGUNDO O EURO NCAP 2014

 

 

O NISSAN QASHQAI É O AUTOMÓVEL FAMILIAR MAIS SEGURO SEGUNDO O EURO NCAP 2014

 

  • O Nissan Qashqai obteve o melhor resultado entre os automóveis familiares nos testes de segurança Euro NCAP 2014
  • O resultado surge no seguimento de um ano de hat-trick do construtor - o Nissan X-Trail e o Pulsar receberam também cinco estrelas
  • O Qashqai foi particularmente destacado no seu excepcional desempenho nos testes de protecção de crianças e adultos
  • As inovadoras tecnologias do Escudo de Protecção Nissan no novo Qashqai decisivas na qualidade de segurança

O Nissan Qashqai é o automóvel familiar mais seguro disponível no mercado, de acordo com a organização de testes independente Euro NCAP. O galardoado crossover obteve mais pontos de segurança do que qualquer outro automóvel da sua classe testado ao longo de 2014, graças a um conjunto de novas e inovadoras características de segurança, incluindo o Escudo de Protecção da Nissan.


Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

Comunicados Relacionados

Comunicados Relacionados

CINCO ESTRELAS EuroNCAP PARA O NOVO NISSAN QASHQAI

Fev 26, 2014 | ID: 115837

 

QUER VER DE PERTO UM MERCEDES DO DTM?

QUER VER DE PERTO UM MERCEDES DO DTM?

 

Pois é caro leitor, por acaso estará interessado em ver de p+erto um dos Mercedses que participou no DTM? Então é fácil, só tem de se deslocar atè à concessão da C.santos, ali bem junto ao aeroporto francisco Sá carneiro no Porto - Maia.Assim é só dar uma saltada a esta concessão e poder ver de perto, o carro que Winkelhock conduzui nesta competição.MERC1 CopyMERC2 Copy

 

ARAUJO COMPETIÇÃO ADQUIRIU TATTUS

ARAUJO COMPETIÇÃO ADQURIU TATTUS

 

Tendo disputadoGONC Copy a época anteiror com um Norma M 20 F, que acabou por ser vendido recentemente para França, a Araujo Competição, já tem nas suas oficinas um Tattus, com que Gonçalo Araujo irá participar no Nacional de VFelocidade.,Para já nada se sabe quem será o seu coklega de eqwuipa, no enatnto, surgiram três possiveis candidatos a este lugar disponivel.

 

COMPARAÇÃO

COMPARAÇÃO

 

Foi esta a imagem, que os defensores dop Circuito da Boavista colocaram no facebook, relativo à vinda para a cidade do Porto, duma jornada do Mundial de Motonautica.COMPARAO Copy

 

CARINA LIMA REPETE TROFÉU LAMBORGHINI

CARINA LIMA REPETE TROFÉU LAMBORGHINI

 

 

Foi no ano passado que a piloto portuguesa se esetrou no Troféu Lamborghini, e pelos vistos, gostou, pois irá repetir de novo esta coimpetição monomarca para super bólides, utilizando esta época o novo Huracan.CARINANOTORFEULAMBO Copy

 

BARCELONA WORLD RACE

BARCELONA WORLD RACE

 

O barco da equipa Chémines Poujoulat, continua na liderança da barcelona World Race, regata `*a volta do globo sem qualquer escala. Na segunda posição encontra-se o barco da equipa Neutrogena, trazendo na sua peugada a equipa Gaes, seguido pela equipa da Renault Captur.

 

Sete embarcações estão em prova para uma das regatas mais duras à volta do mundo, onde caba barco, apenas transporta dois tripulantes, que assim se vão revezando ao leme dos barcos.Na 5ª posição encontra-se o barco da "we are water", seguido pelo "One planet, one ocean - Pharmaton", estando na cauda a embarcação afecta ao Spirit of Hungry.bar1 Copybar2 Copybar3 Copybar4 Copybar5 Copybar6 Copybar6 Copybar7 Copybar8 Copybar9 Copybar10 Copybar11 Copybar12 Copy

 

VELOSO MOTORSPORT VENDEU LOTUS EX GOODSENSE

VELOSO MOTORSPORT VENDEU LOTUS EX GOODSENSE

 

Tendo participado em duas épocas integrado na equipa da Goodsense, onde teve como piloto Joffrey Didier, este carro acabou por ser venido pela Veloso Motosport para os Estadis Unidos, onde está neste momento a competir no campeonato de GT 4, que se realiza nas terras do Tio Sam.Mais um T que deixou Portugal.lot1 Copylot2 Copylot3 Copylot4 Copy

 

AUTOCARROS MERCEDES NA LIDERANÇA

 

Autocarros Mercedes-Benz lideram vendas em 2015

 

  • Liderança da EvoBus com 100% do mercado acima das 8 toneladas: 45 autocarros matriculados;
  • Mercedes-Benz Tourismo – Modelo vocacionado para o turismo lidera as vendas entre os construtores de autocarros;
  • Mercedes-Benz Chassis OC 500 – Pela economia e rentabilidade, o chassis preferido pelos transportadores portugueses;
  • 100% de penetração no segmento Turismo;
  • 100% de penetração no segmento Urbano.

 

Com 45 viaturas matriculadas em 2015, a Daimler Buses iniciou o ano com uma clara liderança e uma forte penetração no mercado Português de autocarros (>8T). Neste segmento, a Mercedes-Benz matriculou 44 autocarros e 1 unidade da marca premium Setra.

 

Recorda-se que, em 2014, e pelo 5º ano consecutivo, a Mercedes-Benz foi a Marca com mais matrículas registadas no mercado nacional. Em 2015, com toda a gama renovada e a cumprir a norma Euro VI, a Mercedes-Benz oferece ainda mais economia e rentabilidade, materializadas entre outras inovações na redução de consumos e no significativo alargamento de kms entre revisões, garantindo-se assim a mais elevada rentabilidade.

 

Para além da liderança global nacional em 2014, a Mercedes-Benz assumiu igualmente o topo das vendas de Chassis, com o novo chassis OC 500 RF Euro VI mas também a liderança de matrículas de autocarros originais, com o campeão de vendas Tourismo, facto que se repetiu em janeiro de 2015, o que augura interessantes desafios para a Marca.

 

Mais informações sobre os autocarros Mercedes-Benz em:

www.mercedes-benz.pt/buses ou www.evobus.ptTourismo K_Copy

 

TT EM ANGOLA

 

Caros Pilotos e 2º Condutores.

Anexamos o Regulamento, devidamente homologado pela FADM, que nos irá guiar durante as 8 provas de 2015.

As alterações são muito poucas sendo talvez a de maior relevo a junção das classe E1 e E2 na classe única E.

A Província do Huambo foi abandonada e foi substituída pela Província do Bié.

Voltamos a ter 2 provas em Benguela.

O Kwanza Sul terá só 2 provas mas uma delas com 3 dias de competição, para terminar o CARR 2015.

As fotos que anexamos são dos vencedores do FotoRali by CARGO referente ao Rali de Luanda/Catete 2014.1 Luis_Direito_Copy2 Aristoteles_Sousa_Copy3 Adriano_Alexandre_CopyMH -_Clio_Sousa_CopyMH -_Helder_Daniel_Copy

 

ATENÇÃO COLECIONADORES

 

Disponível para entrega.

 

Ford Transit Team Torres

Modelo artesanal.

Edição limitada a 50 unidades.

Preço: 175€

 

 

 

 

TORRES1 Copy

Fernando Ribeiro

00351 960465500

 

AUDI COMPRA PATENTES

 

Audi compra patentes de células de combustível à Ballard Power Systems

 

Audi A7h_tron_Copy
• Acordo de desenvolvimento com a Ballard prorrogado até 2019
• Prof. Hackenberg, Diretor de Desenvolvimento da Audi: "todo o Grupo VW irá utilizar essas patentes."
Azambuja, 12 de fevereiro de 2015 - A Audi AG adquiriu um conjunto de patentes relacionadas com a tecnologia de células de combustível à empresa Ballard Power Systems Inc. Além disso, o Grupo Volkswagen ampliou a sua cooperação com esta empresa canadiana de energia limpa até 2019.
A compra dessas patentes dará um novo impulso para o desenvolvimento de sistemas de células de combustível à Audi, VW e ao Grupo Volkswagen. Conforme explicou o Prof. Dr. Ulrich Hackenberg, Membro do Conselho de Administração para o Desenvolvimento Técnico da Audi AG e responsável pela direção dos departamentos de desenvolvimento de todas as marcas do Grupo VW: "a Audi adquiriu essas importantes patentes estrategicamente para o todo grupo e irá torná-las disponíveis para todas as marcas. Desta forma, estamos a assegurar uma patente crucial que irá dar um novo impulso para o desenvolvimento desta tecnologia ".
A Ballard Power Systems Inc. está sedeada em Burnaby, no Canadá, e é uma das empresas líderes mundiais na tecnologia de membrana de troca de protões em células de combustível. A Ballard fornece produtos de energia limpa que reduzam os custos do cliente e os riscos, e ajuda os mesmos a ultrapassar os difíceis desafios técnicos e de acordos de negócios nos seus programas de células de combustível.

O Grupo Audi vendeu 1.591.100 veículos da marca Audi até novembro de 2014, ultrapassando o volume total registado em 2013 (1.575.500). Um dos modelos de maior sucesso – o Audi A3 - foi premiado com o título de “World Car of the Year 2014“ por um júri internacional de jornalistas (consumo de combustível médio em l/100 km: 7,1-3,2; emissões de CO2 de 165-85 g/km). A Companhia registou uma receita bruta de € 49.9 mil milhões e um lucro operacional de € 5.03 mil milhões em 2013. A Audi está presente em mais de 100 mercados e produz veículos em Ingolstadt e Neckarsulm (Alemanha), Györ (Hungria), Bruxelas (Bélgica), Bratislava (Eslováquia), Martorell (Espanha), Kaluga (Rússia), Aurangabad (Índia), Changchun (China) e Jacarta (Indonésia). A marca dos quatro anéis produz veículos também em Foshan (China) desde dezembro de 2013, bem como em São José dos Pinhais (Brasil) a partir de 2015 e em San José Chiapa (México) a partir de 2016. Subsidiárias integrais da Audi AG incluem a quattro GmbH (Neckarsulm), Automobili Lamborghini SpA (Sant'Agata Bolognese / Itália) e o fabricante de motos desportivas Ducati Motor Holding S.p.A. (Bolonha / Itália). O Grupo emprega mais de 80.000 colaboradores em todo o mundo, incluindo 55.800 na Alemanha. O investimento total estimado é de cerca de € 24 mil milhões entre 2015 e 2019 - principalmente em novos produtos e na ampliação e na sustentabilidade de novas tecnologias. Paralelamente, a Audi faz jus à sua responsabilidade corporativa estabelecendo como estratégia o princípio da sustentabilidade para os seus produtos e processos de produção. O objetivo final é o de alcançar níveis neutros de CO2 em termos de mobilidade.

 

PASSATEMPO DESENHO TOYOTA

 

Passatempo de Desenho Toyota "Carro de Sonho" avança para nova edição em Portugal

Inscrições terminam a 13 de Março 2015

A Toyota repete este ano aquela que representa a maior iniciativa internacional de desenho para crianças que há registo, e que abrange anualmente mais de meio milhão de crianças em todo o mundo. Portugal integra este Passatempo de Desenho Toyota "Carro de Sonho", desafiando as crianças e jovens com idade até 15 anos a participarem até 13 de Março 2015 com o desenho do seu ideal de carro do futuro.

Esta iniciativa pretende envolver o público mais novo na idealização da próxima geração de automóveis, incentivando-os a passarem para o desenho os desejos, gostos, exigências e ideais que projetam para o carro do amanhã, incentivando desta forma a perseguirem e estimularem os seus sonhos. Com esta iniciativa, a Toyota consegue ainda identificar e enriquecer o conhecimento das tendências das exigências das futuras gerações de consumidores.

O Júri da edição de 2015 vai ser composto por um representante da Toyota em conjunto com a Fundação Joana Vasconcelos. A conceituada artista plástica, possui um reconhecimento internacional do seu trabalho com alguns destaques como a participação na 51ª Exposição Internacional de Arte – la Biennale di Venezia, em 2005, o projecto Trafaria Praia, o Pavilhão de Portugal na 55ª Exposição Internacional de Arte – la Biennale di Venezia (2013), a exposição individual no Château de Versailles, em França (2012), entre outros.

Após a receção dos trabalhos, o júri terá a responsabilidade de avaliar os desenhos a concurso por categoria de idade (menos de 8 ano; dos 8 aos 11 anos; dos 12 aos 15 anos). Em cada uma destas categorias serão eleitos os melhores 3 trabalhos que, para além de receberem como prémio do concurso nacional máquinas fotográficas, mochilas e leitores de MP3, vão ainda concorrer para o grande prémio mundial, habilitando-se a ganhar uma viagem até ao Japão, onde decorrerá a final deste passatempo.

O Passatempo de Desenho Toyota “Carro de Sonho” está a ser promovido junto das escolas e decorrerá até 13 de Março de 2015, devendo todos os interessados entregar os seus desenhos, juntamente com a ficha de inscrição disponível no site da marca, num concessionário Toyota.

Todos os detalhes estão disponíveis nas páginas do concurso do site Toyota.Carro-de-Sonho-2015-001 CopyCarro-de-Sonho-2015-002 Copy

 

PEDRO SALVADOR DEVERÁ CONTINUAR NO NACIONAL DE VELOCIDADE

PEDRO SALVADOR DEVERÁ CONTINUAR NO NACIONAL DE VELOCIDADE

 

 

TaL como aqui já tinhamos feito referencia, Pedro Salvdor quer ciontinuar no Nacional de Velocidade, e tudo indica que assim irá ser, pois tivemos uma informação que Luis Veloso da Veloso Motorsport lhe vendeu há uns dias o Nomr M 20, com que os irmãos MOntez correram no ano passado.Para já nada mais se sabe sobre este projecto.images CopyVMS021014b Copy_Copy

 

RED BULL AIR RACE

 

RED BULL AIR RACE

 

PAUL BONHIOME COMEÇOU MUITO BEM

 

 

Teve inicio este fim de semana em Abu Dhabi a 1º prova deste ano da Red Bull Air Race, onde o piloto inglês Paul Bohome foi um brilhante vencedor, tendo ao longo das diferentes a forte oposição por parte de Matt Halt da Austrália,e de Pete McLeod do Canadá.O maior adversário ao longo da existencia da Red Bull Air Race de Paul Bohome, foi o austriaco Hannes Arch, que quedou-se pela 4ª posição.red1 Copyred2 Copyred3 Copyred4 Copyred5 Copyred6 Copyred7 Copyred8 Copyred9 Copyred10 Copyred11 Copyred12 Copyred14 Copyred15 Copyred16 Copyred17 Copyred20 Copyred21 Copyred22 Copyred23 Copyred24 Copyred25 Copyred30 Copyred31 Copyred32 Copyred33 Copyred34 Copyred35 Copyred36 Copyred40 Copy

 

VOLVO OCEAN RACE - ABU DHABI CONTINUA NA FRENTE

VOLVO OCEAN RACE

 

 

ABU DHABI CONTINUA NA FRENTE

 

 

Coim toda a frota a circundar por norte as Filipinas, e começar a dirigir-se a sul em direcção à NOva Zelandia, o barco do Abu Dhabi está na frente, com cerca de 8, 8 milhas para o segundo classificado, o barco da Dongfeng Racing Team.Os dois barcos que estão na frente ainda têm de percorrer respectivamente 4007,7 e 4016,6 milhas para atingir a cidade de Auckland.

 

Depois na 3ª posição surge o Mapfre de forma isolada, com 4020,5 milhas, logo seguido a uma certa distância pelo Team Alvimedica com 4032,2, ficando a cauda do pelotão, para o Team Brunel e SCA, que tem por cumprir 4079,7 e 4114,5 respectivamente.

 

A diferença entre o primeiro e ultimo classificado, cifra-se em "apenas" 106,8 milhas.....volvo1 Copyvolvo2 Copyvolvo3 Copyvolvo4 Copyvolvo5 Copyvolvo6 Copyvolvo7 Copyvolvo8 Copyvolvo9 Copyvolvo10 Copyvolvo11 Copyvolvo12 Copyvolvo14 Copyvolvo15 Copyvolvo16 Copyvolvo17 Copyvolvo18 Copyvolvo19 Copyvolvo20 Copy

 

FERRARI COM NOVA CÔR?

FERRARI COM NOVA CÔR?

 

Será que a equipa de Fórmula 1 da Ferrari vaiu mudar de côr, deixar o vermelho e passar a preto? Veja-se o ensaio na imagem anexa do que ogirinou, e não duvidamos anda quye o resultado final é deveras interessante.....11002611 720922051357344_8907123239129020134_n_Copy

 

A NOVA DECORAÇÃO DE CORONEL

A NOVA DECORAÇÃO DE TOM CORONEL PARA O WTCC

 

 

Tom Coronel vai passar a ontentar no WTCC deste ano duma nova decoração para o seu Chevrolet, que passa a ostentas as côres da DHL; sendo uma decoração muito bonita, conforme imagens anexas.decoracaocoronel1 Copydecoracaocoronel2 Copydecoracaocoronel3 CopyTOMCORONEL1-CHEVY CopyTOMCORONEL2 Copy

 

TATOS DE SALVADOR FOI PARA A AUSTRÁLIA

TATTUS DE SALVADOR-VIEIRA FOI PARA A AUSTRÁLIA

 

 

Foi no passado mês de Janeiro que o Tattus, com que Pedro Salvador e Carlos Vieira correram no ano passado no Campeonato de Velocidade, foi embarcado num contentor em direcção à Austrália, onde irá correr já esta época.Segundo Luis Veloso " foi um negócio que apareceu, e como para a equipa foi interessante, foi só concretizar.Já anteriormente tinha dito que temos uma boa reputação foram de Portugal, e neste negócio para a Austrália, o comprador nem sequer se deslocou a Portugal para ver o carro, o negócio foi concretizado debaixo de confiança, e o carrVelosoMotorsport-TattusPy012 Copyvelosomotorsport1 Copyvelosomotorsport2 Copyo já vaia a caminho ".

 

NOVO SITE DA AUDI

 

Imagem mais moderna e dinâmica, maior interatividade

 


Audi novo_site_Copy O novo site da Audi já está online. Com uma homepage, moderna e com uma imagem em linha com a do configurador, onde predomina o branco, o novo site reforça o carácter Premium e inovador da nossa Marca.
Mais intuito e com inúmeras funcionalidades poderá aceder ao novo site no endereço www.audi.pt. Além de uma consulta pormenorizada de toda a gama de modelos da Audi, poderá aceder a vários Microsites, Serviços, História e Experiência Audi. Ao mesmo tempo, poderá ter acesso às mais recentes notícias da Marca, à lista de concessionários, configurador Audi, loja de acessórios e Audi Advantage plus (lista de usados, campanhas, etc.) como ainda estabelecer o link ao site internacional da Marca. O novo site reforça o carácter Premium e inovador da nossa Marca.
- Fim –
O Grupo Audi vendeu 1.591.100 veículos da marca Audi até novembro de 2014, ultrapassando o volume total registado em 2013 (1.575.500). Um dos modelos de maior sucesso – o Audi A3 - foi premiado com o título de “World Car of the Year 2014“ por um júri internacional de jornalistas (consumo de combustível médio em l/100 km: 7,1-3,2; emissões de CO2 de 165-85 g/km). A Companhia registou uma receita bruta de € 49.9 mil milhões e um lucro operacional de € 5.03 mil milhões em 2013. A Audi está presente em mais de 100 mercados e produz veículos em Ingolstadt e Neckarsulm (Alemanha), Györ (Hungria), Bruxelas (Bélgica), Bratislava (Eslováquia), Martorell (Espanha), Kaluga (Rússia), Aurangabad (Índia), Changchun (China) e Jacarta (Indonésia). A marca dos quatro anéis produz veículos também em Foshan (China) desde dezembro de 2013, bem como em São José dos Pinhais (Brasil) a partir de 2015 e em San José Chiapa (México) a partir de 2016. Subsidiárias integrais da Audi AG incluem a quattro GmbH (Neckarsulm), Automobili Lamborghini SpA (Sant'Agata Bolognese / Itália) e o fabricante de motos desportivas Ducati Motor Holding S.p.A. (Bolonha / Itália). O Grupo emprega mais de 80.000 colaboradores em todo o mundo, incluindo 55.800 na Alemanha. O investimento total estimado é de cerca de € 24 mil milhões entre 2015 e 2019 - principalmente em novos produtos e na ampliação e na sustentabilidade de novas tecnologias. Paralelamente, a Audi faz jus à sua responsabilidade corporativa estabelecendo como estratégia o princípio da sustentabilidade para os seus produtos e processos de produção. O objetivo final é o de alcançar níveis neutros de CO2 em termos de mobilidade.

 

OLIVEIRA SATISFEITO EM VALENCIA

 

Miguel Oliveira satisfeito com primeiros testes oficiais realizados em Valência



gh12606 Copy Os primeiros testes oficiais IRTA de pré-temporada para o campeonato do mundo de Moto GP que decorreram em Valência, terminaram hoje de forma antecipada devido a condições climatéricas. Para Miguel Oliveira, as sensações recolhidas, apesar de reduzidas, foram boas e os resultados também, já que o piloto português na tabela de tempos combinados fez a 5ª melhor marca dos três dias.

"Estes dois testes - Almeria e Valencia- têm sido muito positivos. Infelizmente, durante os três dias em Valência não pudemos rodar tanto quanto gostaríamos, por causa do mau tempo, mas retiro sensações muito positivas desde o primeiro dia.” Começa por explicar Miguel Oliveira. Durante os últimos dias, a chuva forte que se fez sentir e algum óleo na pista no dia de hoje, impediram que a ordem de trabalhos dos pilotos fosse cumprida na íntegra.

À saída de Valência, o único português no campeonato do mundo de velocidade, refere estar bastante animado com o trabalho desenvolvido e aguarda agora ansiosamente pela próxima semana para os segundos testes oficiais, antes da primeira corrida marcada para o Qatar. “Temos que ir para Jerez e concentrar-nos em trabalhar com a moto e tentar compreendê-la o melhor possível.” Remata o jovem luso.

 

SUGESTÃO DA SEMANA

Festival Caixa Ribeira
Aqui Mora o Fado



Novas confirmações:

Gisela João, Ricardo Ribeiro, Maria da Fé
Florência


 

12 e 13 de junho, Ribeira do Porto


www.facebook.com/caixaribeira | www.caixaribeira.pt
 


Palco Caixa, Palácio da Bolsa – Pátio das Nações e Salão Árabe, Mercado Ferreira Borges – Hard Club 1 e 2, Igreja de São Francisco, Fado à Janela, Barco no Douro, Cave no cais da Estiva, Antiga Junta de Freguesia de São Nicolau.

 


O Fado chega à Ribeira do Porto em 2015 e aos já anunciados Camané, Carminho, Katia Guerreiro e Carolina juntam-se agora mais 4 incontornáveis da canção lusa: Gisela João, Ricardo Ribeiro, Maria da Fé e Florência.

Mulher do norte, minhota de berço, Gisela João continua a ultrapassar etapas na sua ascensão meteórica na música portuguesa. Depois de um ano de 2013 em que, com o seu álbum de estreia homónimo, alcançou o topo e a aclamação da imprensa especializada, em 2014 a Fadista aproveitou para desfilar talento por todo o país culminando no primeiro mês de 2015 com 2 Coliseus completamente esgotados. Agora é tempo de novos desafios e poderemos certamente ouvir novos temas da Fadista no Caixa Ribeira.
 

Quem também teve um 2014 recheado foi Ricardo Ribeiro. Depois de ser cabeça de cartaz do Caixa Alfama e de ter encantado salas em países tão diversos como Estados Unidos da América, Canadá, Alemanha, França, Espanha e Argélia com o seu Largo da Memória, Ricardo Ribeiro entra em 2015 como comendador da Ordem do Infante D. Henrique e nomeado para o prémio de Melhor Artista de 2015 pela revista britânica Songlines. Um ano em grande que passará pelo Caixa Ribeira.

Nascida no Porto, Maria da Fé é há muitos anos um dos nomes incontornáveis do Fado. A cantar desde os 9 anos de idade em festas particulares, desde cedo se descobriram as singularidades da sua voz. No Porto faz diversos espetáculos, teatro, revista e várias digressões ao lado da icónica Amália Rodrigues. Da sua vasta discografia contam-se já 30 LPs e 20 CDs, algo ao alcance de poucos artistas da nossa praça. Medalha de Ouro da Cidade do Porto, no Caixa Ribeira Maria da Fé irá desfilar sucessos como “Até que a voz me doa” ou “Valeu a Pena”.

Por último, mais uma fadista com sotaque do Porto, Florência. Apesar de ser conhecida como uma das principais fadistas da cidade invicta, Florência construiu o seu percurso um pouco por todo o país e também junto das comunidades portuguesas no estrangeiro. Com 13 anos triunfa no concurso Rainha das Cantadeiras de Portugal, e logo de seguida vai com os seus pais para o Brasil, onde ao contrário do que seria de esperar aumentou a sua paixão pelo Fado, encantando várias cidades brasileiras durante a sua estadia. No seu regresso, Florência grava os primeiros discos para a etiqueta Orfeu e constroi uma sólida carreira no Fado português. Afastada dos palcos há alguns anos, Florência regressa agora, para um espectáculo muito especial no seu Porto, na 1ª Edição do Caixa Ribeira.

 

Caixa Ribeira, Aqui Mora o Fado.

Mais novidades a anunciar brevemente.


Já confirmados:

Camané, Carminho, Carolina, Florência, Gisela João, Katia Guerreiro,
Maria da Fé, Ricardo Ribeiro


 


O bilhete único para os dois dias tem o preço de 28€, passando a 35€ nos dias do Festival, sendo que os clientes da Caixa terão um desconto de 10% na compra de bilhetes com cartão da Caixa no Palácio da Bolsa. O bilhete deverá ser trocado por uma pulseira pelo próprio, nas bilheteiras do Festival sediadas no Palácio da Bolsa, a partir do dia 11 de junho. A pulseira dará acesso a todos os espaços do Festival até ao limite de lotação de cada um.


 

Informação de Bilhetes


 

Preço do Bilhete

Preço único:  28€
Preço nos dias do Festival: 35€
Troca obrigatória por pulseira pelo próprio nas bilheteiras do Festival / Palácio da Bolsa.

Locais de Venda

www.blueticket.pt - Call Center 707 780 000, lojas FNAC,  lojas Worten, El Corte Inglês (Lisboa e V. N. Gaia), Centros Comerciais Dolce Vita (Amadora, Porto, Vila Real, Ovar, Coimbra e Funchal), CC MMM, CC Mundicenter, Casino Lisboa, Galeria Comercial Campo Pequeno, ABEP, Estações de Correios, www.ctt.pt, lojas Media Markt, Turismo de Lisboa, www.ticketline.pt - Reservas e informações 1820 (24 horas).


 


 

 

 


Visite-nos em

www.musicanocoracao.pt
 

 

 

 

ATENÇÃO LEITORES

ATENÇÃO A TODOS OS LEITORES

 

 

SEgundo o semanário EXprtesso desta semana sobre o assunto das scuts, reproduzimos na integra o mesmo, que merece uma análise profunda.

 

 

Portagens nas SCUT são ilegais Comissão Europeia ameaça Portugal!

 

 

Comissão Europeia ameaça levar o Estado português a tribunal se não alterar as normas que violam o direito comunitário no que respeita às cobranças nas antigas autoestradas “Sem Custo para os Utilizadores”. Especialistas afirmam que parecer é válido para todas as SCUT.

de 2012
Comissão Europeia deu provimento à queixa da Câmara de Aveiro contra o Estado português acerca da introdução de portagens nas ex-SCUT
Comissão Europeia deu provimento à queixa da Câmara de Aveiro contra o Estado português acerca da introdução de portagens nas ex-SCUT / Rui Duarte Silva
A cobrança de portagens nas antigas SCUT é ilegal, considera a Comissão Europeia que ameaça Portugal com um processo no Tribunal Europeu de Justiça caso a situação não seja reposta.

A Comissão reage assim à queixa apresentada, em novembro de 2010, pela Câmara Municipal de Aveiro que defende que a introdução de portagens nas ex-SCUTS é “uma injustificada violação do princípio da livre circulação de pessoas e uma flagrante violação do princípio da não discriminação em razão da nacionalidade”.

Perante os factos, a Comissão Europeia deu provimento à queixa da autarquia contra o Estado português, acerca da introdução do sistema de cobrança de portagens nas antigas autoestradas “Sem Custo para os Utilizadores”, que atravessam o concelho de Aveiro – A17, A25 e A29.

Parecer válido para todas as SCUT

Em comunicado, a Câmara de Aveiro adianta que Bruxelas solicitou “um pedido de esclarecimento junto do Governo português e, na insuficiência da resposta dada pelas autoridades nacionais, o envio formal de um parecer fundamentado pedindo mais explicações e documentação que justificasse a legislação aprovada, o seu sentido e alcance, e as derrogações que a mesma introduz ao ordenamento jurídico europeu”.

A Comissão Europeia acabou por considerar que a cobrança de portagens nas antigas autoestradas “Sem Custo para os Utilizadores” é ilegal e alerta que se Portugal não alterar as normas que violam o direito comunitário, enviará o caso para o Tribunal de Justiça da União Europeia.

Para Ricardo Oliveira, sócio da PLMJ da Área de Prática de Direito Europeu e da Concorrência, o parecer de Bruxelas deverá ter o mesmo impacto em todas as SCUT, uma vez que “a legislação em causa é de caráter geral, embora a Comissão deva presumivelmente estar mais preocupada com as SCUT que sejam mais utilizadas por cidadãos de outros Estados membros que se desloquem a Portugal, em particular as próximas da fronteira com Espanha”.

O especialista disse ao EXPRESSO que a Comissão pode tentar uma ação junto do Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) para aplicação de uma coima, mas sublinha que Portugal não terá que devolver verbas comunitárias para as autoestradas, uma vez que “não há alegação de que esses fundos tenham sido mal utilizados”.

Por outro lado, Gonçalo Anastácio, da SRS advogados, explicou ao EXPRESSO que se a ação der entrada no TJUE, o processo poderá demorar dois ou três anos a ser decidido.

Qualquer Estado-membro pode atuar

“Mas se a Comissão optar por não intentar a acção junto do TJUE, sempre seria possível outro Estado-membro fazê-lo, por exemplo, a vizinha Espanha), embora tal seja muito raro e excecional”, acrescenta o advogado.

A Câmara de Aveiro garante que “continuará a acompanhar este processo e a desenvolver as diligências que se mostrem adequadas a suprir as ilegalidades em que assenta o sistema de portagens introduzido nas ex-SCUTS, não excluindo a adoção de novas iniciativas junto dos responsáveis pela Comissão Europeia com o pelouro dos transportes e junto de eurodeputados portugueses no Parlamento Europeu”, conclui em comunicado.

Fonte: Jornal Expresso

 

SEGUNDO A OPINIÃO DE JOÃO CARLOS COSTA

SEGUNDO A OPINIÃO DE JOÃO CARLOS COSTA

 

O jornalista português da Eurosport está a companhar os primeiros testes e a apresentação da edição 2015 do WTCC, que peços vistos vai prometer, embora numa primeira fase, os Citoren serão com certeza a marca a bater de novo.

 

 

 

WTCC 2015 começa a 8 de Março na Argentina
Citroen repete favoritismo

São os adversários os primeiros a admitir: a Citroen parte para a temporada 2015 do WTCC com tudo para repetir os títulos de construtores e pilotos.

(João Carlos Costa, no Circuito da Catalunha)

Em 2014, a Citroen estreou-se no WTCC e não deu hipóteses. Venceu dois terços das corridas e levou para casa os títulos que havia para conquistar (o de construtores e o de pilotos, com o argentino José Maria Lopez). A marca francesa tinha realizado um trabalho de desenvolvimento fantástico com o C-Elisée, cumprindo mais de 15 mil quilómetros de testes antes do início da temporada. Empenhamento recompensado - chegou, viu e venceu! Este ano, depois de Macau, o projecto WTCC “entrou de férias”, e a Citroen realizou apenas três sessões de testes, já contando com a desta sexta-feira, em Barcelona. Confiança demasiada, ou certeza que o avanço não será possível de contrariar? “Nem uma coisa, nem outra. Só temos uma equipa de desenvolvimento e foi preciso dar corpo ao DS3 WRC, versão 2015, estreado no Rali de Monte Carlo. Só depois disso, é que começámos a trabalhar no C-Elisée 2015”, explica Yves Matton, o patrão da Competição na Citroen, que de passagem explicou haver mais novidades no DS3 WRC para o Rali de Portugal (nova aerodinâmica à frente). Concluído esse trabalho, começou o “lavar de cara” do modelo para o WTCC. Vão ser construídos três novos carros, para os pilotos de 2014 (Yvan Muller, Sebastien Loeb e José Maria Lopez), enquanto o chinês Ma Qing Hua e Medhi Bennani utilizarão o modelo do ano passado. “Não posso falar em detalhes, mas sentem-se as novidades, tanto no motor como no chassis. Não é nada de radical, sendo ainda assim um passo em frente”, referia Sebastien Loeb, o único que guiou o carro em Barcelona, onde foi apresentada a nova decoração, com as listas pretas a substituírem o anterior cinzento. 
Loeb quer fazer melhor que em 2014, onde ainda não esteve ao nível dos seus companheiros. “Ainda tenho muito que aprender no tráfego, sendo que estou mais à vontade”. Quanto ao empenhamento no Mundial de Carros de Turismo, esse será total. “A presença de Sebastien em Monte Carlo foi uma maneira de comemorar os 60 anos do DS. Mais nada está previsto em termos de Mundial de Ralis”. No final do dia, Loeb saiu do teste em Barcelona com o melhor tempo, deixando a concorrência fora da marca a mais de um segundo. 
Se Pechito Lopez, tal como Ma Qing Hua, não estavam em Barcelona, o francês Yvan Muller acompanhou o teste. “Não estou ao volante, o que não quer dizer que não esteja a trabalhar, até porque quero mesmo o título mundial”, dizia o tetra campeão mundial que na segunda-feira irá guiar o novo C-Elysée na pista de Monteblanco (na Andaluzia), antes de todos os carros rumarem a Frankfurt, onde no sábado seguinte embarcam de avião para a primeira prova, na Argentina. 
Com o Citroen da Sebastien Loeb Racing, Medhi Bennani dá corpo a um novo desafio na sua carreia no WTCC. E as comparações com o Honda que lhe valeu um primeiro triunfo no ano passado são inevitáveis. “Comecei ontem, quinta-feira, e é a primeira vez que testo a sério o C-Elysée. Só tinha feito o shakedown em recta. Muito mais difícil de guiar que o Civic. A traseira tem tendência a escapar ao controlo. Estou ainda em fase de aprendizagem, mas acredito que o Citroen vai dar-me muitas alegrias, e quero lutar pelo título no Troféu Yokohama, destinado aos pilotos não oficiais”, afirmava o Atleta Marroquino do Ano 2014, “título que me deixou muito orgulhoso, pois antes foi sempre atribuído a futebolistas ou atletas do Atletismo”.

HONDA APONTA A UM TROFÉU YOKOHAMA MUITO ANIMADO
Dos Honda oficiais tratámos em texto a parte. Quanto aos três privados com carros da marca japonesa (mais um que no ano passado) , há nesse grupo um natural candidato à vitória no Troféu Yokohama, marca de pneumáticos que continua a fornecer em exclusivo o WTCC, mantendo exactamente os mesmos pneus de 2014. Norbert Michelisz foi o melhor de todos os não Citroen na época passada. “Será difícil fazer igual”, diz o piloto da Zengo Motorsport, continuando: “vamos tentar ganhar, sobretudo nas segundas corridas, e pensar também nos pontos (e nos Euros) do Troféu Yokohama, que é o nosso maior objectivo para este ano”. 
Rickard Rydell regressa com um Civic da Nika Internacional, equipa nórdica que em 2013 esteve no WTCC com um Chevrolet Cruze. “Este é um projecto a dois anos. O problema é que não vou fazer qualquer teste, apenas um shakedown na segunda-feira, em Itália. Ou seja, as duas primeiras jornadas vão ser para aprender a afinar o Honda. Estou habituado a carros até com mais cavalos, mas cada um requer algo de diferente”. Quanto a resultados, mesmo sendo os Civic WTCC, por contrato, todos iguais aos usados pelos pilotos de fábrica, “se ficar logo atrás dos pilotos do Tiago e do Gabriele, ficarei satisfeito”, referia o sueco.
O quinto Honda, da Proteam Racing, estará aos cuidados de Dusan Burkovic, o gigante (2,07m) sérvio. “A altura é o meu problema para já. Ao contrário do Cruze que guiei no ano passado, no Honda é mais complicado recuar o banco para lá do pilar B. Temos de trabalhar na posição de condução, pois nesta altura ainda toco com o capacete no roll-bar, o que é perigoso”, explicava Burkovic, presente em Barcelona como espectador.

CHEVROLET REFORÇA CONTINGENTE
Apesar de ser o único construtor sem carros oficiais, a Chevrolet RML terá este ano mais um carro - sete, com a perspectiva de um oitavo. A ROAL Motorsport, que não esteve em Barcelona, manterá Tom Chilton e Tom Coronel, com o holandês a ter o apoio da DHL mesmo em cima da hora. “Cheguei a pensar que não faria o Mundial. Felizmente, tenho muitos amigos na organização deste campeonato, que me ajudaram na altura certa”, ficando a ideia que, tal como tinha acontecido com o patrocínio da Monroe a Tiago Monteiro nos tempos da Seat, a Eurosport Events teve papel decisivo em trazer o parceiro da logística do WTCC para o papel de patrocinador. Quanto a objectivos, o holandês dizia preferir “pensar apenas nas vitórias nas corridas e não tanto no Troféu Yokohama, mas não posso...”
A Campos Racing aposta numa dupla 100 por cento francesa. Mantém-se Hugo Valente, muito mais motivado: “se não tiver o azar que me prosseguiu em 2014, acredito que posso ganhar corridas”, dizia o gaulês, crente que as ligeiras alterações introduzidas (aerodinâmica, maping de motor e suspensão) vão tornar o carro mais veloz. O tempo dos testes de Barcelona, onde ficou à frente de dois Honda, fazem acreditar que tal pode acontecer. Refira-se que Valente realizou sua melhor volta ao final do dia, depois do Cruze ter sido guiado por Olivier Panis, ex-piloto de Fórmula 1 (vencedor de um G.P. do Mónaco e grande adversário de Pedro Lamy na F.3000, em 1993), que realizou um trabalho para o Eurosport, no qual comenta na língua de Molière. Quanto ao corso John Filippi, passou do Seat TC2 para outro “nível”. “É isso mesmo - uma nova dimensão. Como todos os pilotos, gosto de ter mais potência. O carro é mais físico. Contudo, o maior problema são as variantes de afinação. Nada a ver o Leon do ano passado, sobretudo em apoio aerodinâmico, mas também mecânico”. Filippi acabou por surpreender, ficando apenas a quatro décimas de Valente. 
ALL-INKL.COM Munnich Motorsport levou a Barcelona apenas um carro para o regressado Stefano D’Aste, um daqueles pilotos de tudo ou nada. “Neste primeiro teste, estou a descobrir um carro que ‘morde’... se deixamos. Nada a ver com os antigos WTCC que conhecia. Tenho de refazer toda a minha cabeça. Vai demorar pelo menos um par de corridas. Depois, contem comigo”, dizia o italiano, que no ano passado esteve ocupado com o desenvolvimento que a sua empresa fez de um carro para a Lotus Cup. A equipa de Rene Munnich tem um segundo Cruze, sem piloto ainda designado. Em algumas prova pode ser o patrão. Na Argentina, tudo indica seja um piloto local. 
Por fim, mais um regresso: a Bamboo, agora Craft Bamboo. A formação de Richard Coleman inscreve apenas um carro, muito embora sonhe com um segundo. O piloto é o belga Gregoire Demoustier, ex-companheiro do português Álvaro Parente ao volante do McLaren ART no Blancpain Endurance Series em 2014, que se estreia no WTCC. “Um mundo novo. Provas curtas, mais contactos, tudo me deixa expectante. Não vejo hora de me sentar no carro, o que vai acontecer apenas em Terra de Rio Hondo”, a primeira de doze jornadas de um campeonato que passará por Portugal, no circuito citadino de Vila Real, de 10 a 12 de Julho.

TEMPOS DOS TESTE DE BARCELONA
Sessão da manhã: Loeb (Citroen), 1m49,972s; Bennani (Citroen), 1m50,849s; TIAGO MONTEIRO (Honda), 1m51,319s; Tarquini (Honda), 1m51,323s; Filippi (Chevrolet), 1m51,723s; Michelisz (Honda), 1m52,045s; Valente (Chevrolet), 1m53,745s.
Sessão da tarde (pista mais quente): Bennani, 1m50,948s; Tarquini, 1m51,093s; Valente, 1m51,216s, Filippi, 1m51,641s; TIAGO MONTEIRO, 1m52,075; Loeb, 1m52,790; Michelisz, 1m52,846s. Stefano D’ Aste (Chevrolet) não foi oficialmente cronometrado devido a um problema de transponder, mas segundo a equipa terá feito a melhor volta em 1m51,788s.

LISTA DE INSCRITOS 2015 
No ano passado havia 14 WTCC TC1. Este ano, o número aumentou para 20, todos os carros desta categoria que foram construídos. Haverá pilotos de 13 nacionalidades e 11 equipas, com carros de três marcas diferente. O campeonato visitará 12 pistas, em igual número de países, sendo que haverá cinco circuitos em estreia, bem como duas nações – Tailândia e Qatar

2 – Gabriele Tarquini – ITA – Honda Racing Team JAS – Honda Civic WTCC
3 – Tom Chilton* – GBR – ROAL Motorsport – Chevrolet RML Cruze TC1
4 – Tom Coronel* – NED – ROAL Motorsport – Chevrolet RML Cruze TC1
5 – Norbert Michelisz* – HUN – Zengő Motorsport – Honda Civic WTCC
7 – Hugo Valente* – FRA – Campos Racing – Chevrolet RML Cruze TC1
9 – Sébastien Loeb – FRA – Citroën Total WTCC – Citroën C-Elysée WTCC
11 – Grégoire Demoustier* – FRA – Craft-Bamboo – Chevrolet RML Cruze TC1
12 – Rob Huff – GBR – Lada Sport Rosneft – Lada Vesta
14 – Mikhail Kozlovskiy – RUS – Lada Sport Rosneft – Lada Vesta
15 – James Thompson – GBR – Lada Sport Rosneft – Lada Vesta
18 – TIAGO MONTEIRO – POR – Honda Racing Team JAS – Honda Civic WTCC
19 – Rickard Rydell – SWE – Nika International – Honda Civic WTCC
25 – Mehdi Bennani* – MOR – Sébastien Loeb Racing – Citroën C-Elysée WTCC
26 – Stefano D’Aste* – ITA – Münnich Motorsport – Chevrolet RML Cruze TC1
27 – John Filippi* – FRA – Campos Racing – Chevrolet RML Cruze TC1
33 – Ma Qing Hua – CHN – Citroën Total WTCC – Citroën C-Elysée WTCC
37 – José María López – ARG – Citroën Total WTCC – Citroën C-Elysée WTCC
68 – Yvan Muller – FRA – Citroën Total WTCC – Citroën C-Elysée WTCC
98 – Dusan Borkovic* – SRB – Proteam Racing – Honda Civic WTCC
TBC – TBC* – TBC – Münnich Motorsport – Chevrolet RML Cruze TC1

• Elegível para o Troféu Yokohama

8 de Março – Termas de Río Hondo, Argentina
19 de Abril – Circuit Moulay El Hassan, Marrocos
3 de Maio – Hungaroring, Hungria
16 de Maio – Nordschleife, Alemanha
7 de Junho – Moscow Raceway, Russia
21 de Junho – Slovakiaring, Eslováquia
28 de Junho – Paul Ricard, França
12 de Julho – Vila Real, Portugal
13 de Setembro – Motegi, Japão
27 de Setembro – Xangai, China
1 de Novembro – Buriram, Tailândia
22 de Novembro – Losail, Qatarwr1 Copywy21 Copywt76 Copywt74 Copywt73 Copywt72 Copywt71 Copywt70 Copywt70 Copywt65 Copywt64 Copywt63 Copywt62 Copywt61 Copywt60 Copywt59 Copywt57 Copywt56 Copywt55 Copywt54 Copywt53 Copywt52 Copywt51 Copywt50 Copywt40 Copywt33 Copywt30 Copywt29 Copywt28 Copywt27 Copywt26 Copywt25 Copywt24 Copywt23 Copywt22 Copywt20 Copywt19 Copywt18 Copywt17 Copywt16 Copywt15 Copywt12 Copywt11 Copywt10 Copywt9 Copywt8 Copywt7 Copywt6 Copywt5 Copywt4 Copywt3 Copywt2 Copy

 
 

FORD ACELERA INVESTIGAÇÃO

 

Ford Acelera Investigação Sobre Fibra de Carbono para Impulsionar a Inovação na Tecnologia de Fabricação

  • Ford anuncia uma nova e significativa colaboração no desenvolvimento de inovações na fabricação com fibra de carbono na indústria automóvel

 

  • Ford e DowAksa farão parte do ‘Institute for Advanced Composites Manufacturing Innovation’ criado pelo governo dos EUA

 

  • A inovação permite acelerar a investigação da Ford e desenvolvimento de fibra de carbono em grandes quantidades e um menor custo; pode ajudar a reduzir o peso dos veículos, aumentar a eficiência em termos de consumos de combustível sem sacrificar a resistência

 

  • O mês passado, a Ford apresentou o novo Ford GT, o supercarro no qual se empregou de forma generalizada materiais leves, incluindo a fibra de carbono

 

 

FordF150 CopyFordLightweightConcept-2 Copy A Ford Motor Company anunciou uma nova e significativa colaboração para o desenvolvimento de inovações na fabricação com fibra de carbono na indústria automóvel para aplicação em produtos futuros.

 

A Ford e a DowAksa estão a impulsionar uma investigação conjunta para desenvolver técnicas de fabricação em grandes volumes. O objectivo é conseguir produzir veículos mais leves que permitam um consumo mais eficiente, melhor rendimento e competência.

 

Ambas as companhias formarão parte do recentemente constituído ‘Institute for Advanced Composites Manufacturing Innovation’, criado pelo governo dos EUA. O instituto é parte de uma maior rede nacional para a inovação na fabricação, a ‘National Network for Manufacturing Innovation’ apoiada pelo Departamento de Energia dos EUA.

 

“A nossa colaboração com a DowAksa e a participação nesta organização, potencia de forma significativa o que somos capazes de alcançar,” disse Ken Washington, vice presidente de Investigação e Engenharia Avançada da Ford. “Temos uma verdadeira aliança com pessoas com enorme talento que trabalham para levar os materiais da indústria automóvel para o nível seguinte.”

 

A missão do instituto e o objectivo da colaboração da Ford com a DowAksa – uma joint-venture a 50/50 entre a The Dow Chemical Company e a Aksa Akrilik Kimya Sanayii A.Ş. – é superar o elevado custo e a disponibilidade limitada da fibra de carbono, através do desenvolvimento de um processo de fabricação viável para grandes volumes.

 

“Esta oportunidade tem por base o actual acordo de desenvolvimento conjunto entre a Ford e a Dow Chemical e acelera o nosso cronograma para introduzir compósitos de fibra de carbono para aplicações de elevado volume”, disse Jim deVries, gestor global de Investigação de Materiais de Fabricação da Ford. “Esta colaboração ajuda-nos a impulsionar os nossos esforços para criar materiais compostos mais leves no sector da indústria automóvel que beneficiarão os nossos clientes graças a um mais eficiente consumo de combustível sem sacrificar a resistência.”

 

A Ford e a Dow Chemical começaram a trabalhar em conjunto em 2012 para desenvolver compósitos de fibra de carbono em grande volume a um menor custo. Também em 2012, o Centro de Investigação e Inovação da Ford Europa em Aachen, Alemanha, investigou novos processos de produção para reduzir os tempos de ciclo para os componentes de fibra de carbono através do projecto de investigação Hightech.NRW.

 

Os engenheiros em Aachen trabalham de maneira conjunta com os seus colegas nos EUA numa grande variedade de projectos que envolvem materiais avançados e fibra de carbono, incluindo investigação sobre corrosão e análises de fadiga por corrosão em juntas com metais suportando o uso de elementos de fibra de carbono no reforço de peças plásticas em carroçarias de materiais mistos.

 

“A tecnologia e a experiência em fabricação da DowAksa ajudarão de forma efectiva a superar as barreiras no acesso ao uso de compostos de fibra de carbono em grandes volumes em aplicações no sector automóvel,” afirmou Douglas Parks, membro do conselho de administração da DowAksa e um dos principais participantes na fundação do ‘Institute for Advanced Composites Manufacturing Innovation’. “O novo instituto proporciona uma plataforma colaborativa que impulsionará os nossos progressos.”

 

Os compósitos de fibra de carbono há décadas que são usados na aviação e em veículos de competição porque oferecem uma grande resistência com um peso extremamente baixo. É possível criar componentes específicos com propriedades de resistência à medida, tornando-os tão rígidos ou flexíveis de acordo com o necessário para uma determinada aplicação.

 

A Ford apresentou no mês passado o novo Ford GT, o supercarro que utiliza extensivamente materiais leves, incluindo fibra de carbono e alumínio, permitindo uma aceleração e condução excepcionais com uma eficiência melhorada. Com uma ampla aplicação de elementos estruturais em fibra de carbono, o GT exibirá uma das melhores relações peso/potência de qualquer veículo de produção.

 

“O nosso objectivo é desenvolver um material que pode reduzir em grande medida o peso do veículo o que permitirá melhorar a eficiência dos consumos aos nossos clientes,” assegurou Patrick Blanchard, supervisor do Grupo de Compósitos da Ford. “A flexibilidade da tecnologia permite-nos desenvolver materiais para todos os subsistemas de veículos ao longo de toda a nossa gama de produtos. Isto permite poupar peso em mais de 50 por cento em comparação com o aço.”

 

A criação de veículos mais leves é uma parte importante do Plano de Sustentabilidade da Ford para reduzir o consumo de combustível e as emissões. Entre os produtos actuais que aplicam esta filosofia de redução de peso está o Ford Fiesta que utiliza aço de boro de baixo peso. A nova Ford F-150 aplica liga de alumínio de alta resistência que se utiliza no sector militar, para ajudar na redução do peso total até 300kg, o que devolve uma melhoria a nível dos consumos de combustível estimada na ordem dos 29 por cento, em ciclo combinado, dependendo do motor e da transmissão, juntamente com os melhores rácios de capacidade de carga e reboque da sua classe.

 

O Ford Lightweight Concept Fusion aplicou materiais leves tais como alumínio, aço de elevada resistência, magnésio, compósitos e fibra de carbono em quase todos os sistemas do veículo para reduzir o peso do mesmo ao equivalente a um Fiesta, uma redução de cerca de 25 por cento. As conclusões retiradas a partir deste ‘concept’ permitirá catapultar a tecnologia de baixo peso a escalas de produção muito maiores.

 

A Ford e a DowAksa estão também a trabalhar conjuntamente na redução da energia necessária para produzir componentes em fibra de carbono, na redução do custo das matérias-primas e no desenvolvimento dos processos de reciclagem.

 

VELOSO MOTORSPORT JÁ VENDEU TODOS OS ASTON MARTIN

VELOSO MOTORSPORT JÁ VENDEU TODOS OS ASTON MARTIN

 

Há três anos a esta parte, competia em Portugal dois Aston Martin na categoria de GT 4, um deles pelas mãos da extinta equipa Goodsensee o outro com a dupla MIguel Ferreira e Francisco Carvalho.Em 2014, o carro que foi da Goodsense, a Veloso Motorsport vendeu o mesmo para a Suécia, e o segundo carro que foi pertença acabou por ser vendido para os Estados Unidos(este carro participou no ano passado na Rampa da Falperra e Paços de Ferreira, temdo inclisive corrido em Monza com os irmãos Montez).O mais curioso é que o carro que foi vendido para a Suécia acabou para vir de novo a Portugal, tendo também já sido embarcado para os Estados Unidos, para a equipa que tinha adquirido o outro exemplar.

 

Segundo Luis Veloso " é preciso recordar que a Veloso Motorsport está muito bem conceituada lá fora, e estivemos por duas vezes para receber os prémios da Aston Martin, pelos resultados que conseguimos alcançar".Sobre o destino dos carros, Luis Veloso acrescentou " sou de opinbião que o nosso píss da forma como está, é um pais de ricos, e veja-se por exemplo o caso dos Estados Unidos, que é o país que todos nos sabemos, tem um campeonato de GT 4, que é um sucesso, e é onde agora estão a correr estes dois carros".

 

Assim terminou a era Aston Martin em Portugal, mais uma que terminou.A1 CopyA2 CopyA3 CopyA4 CopyA5 CopyA6 CopyA7 CopyA8 CopyA9 CopyA10 Copy

 

21º SUPER BOCK SUPER ROCK

21º Super Bock Super Rock


Novas confirmações:

dEUS
The Vaccines
Perfume Genius

Lisboa Camping & Bungalows com bilhetes especiais Super Bock Super Rock

 


16, 17, 18 de Julho, Parque das Nações
www.superbocksuperrock.pt | facebook.com/sbsr

 

De regresso à cidade, o Super Bock Super Rock celebra a 21ª edição no Complexo do Parque das Nações. Ao longe já se ouvem os sons dos que hoje se confirmam, as guitarras dos dEUS, o rock dos The Vaccines, e as melodias de Perfume Genius.

No dia 17 de Julho, no Palco Super Bock, os tão bem amados em Portugal dEUS. Liderados por Tom Barman, a banda já teve inúmeras formações, mas foi sempre constituída por enormes músicos. No ano passado celebraram o 20º aniversário do icónico disco de estreia, “Worst Case Scenario”. De 1994 até aos nossos dias editaram 7 LPs, sempre sem desafinar do trilho rock e pop experimentais que lhe garantiu marca diferenciadora.

Os The Vaccines são uma das bandas indie-rock mais apreciadas do momento. Quando surgiram em 2011 com “What Did You Expect From The Vaccines”, espantaram com o seu rock direto cheio de influências punk, sempre melódicas, vintage. No ano seguinte atingiram o número 1 do topo de vendas do Reino Unido com o segundo de originais “Come of Age”. A carreira é ainda curta, mas os The Vaccines são um fenómeno musical reconhecido e que ao vivo incendeia multidões. Vêm ao Super Bock Super Rock com o disco deste ano, “English Graffiti” cujo single “Handsome” já roda por aí. Os The Vaccines tocarão no dia 16 de Julho no Palco Super Bock.

No Palco EDP, o dia 16 de Julho marcará também o regresso aos palcos lusos de Perfume Genius. O projeto de Mike Hadreas oferece uma música rica de delicadeza, mas igualmente abundante de força vulcânica, do tamanho das letras intimistas e vazias de pudores que recheiam as melodias doces e pungentes dos discos até hoje oferecidos. No ano passado Perfume Genius editou “Too Bright”, disco que conta com a coprodução de Adrian Utley (Portishead) e a colaboração de John Parish e que esteve nos lugares cimeiros dos discos do ano mais aclamados pela imprensa especializada.

Outra novidade é o protocolo estabelecido com o Lisboa Camping & Bungalows (Monsanto), colocando à disposição um pacote de bilhetes especiais para os interessados em acampar no Lisboa Camping & Bungalows:

- Bilhete de Lisboa Camping & Bungalows, 3 noites (entrada no dia 16 e saída no dia 19 de julho): 17,00€;

 - Bilhete de Lisboa Camping & Bungalows, 4 noites (entrada no dia 16 e saída no dia 20 de julho): 23,00€;

- Bilhete de Lisboa Camping & Bungalows, 5 noites (entrada no dia 15 e saída no dia 20 de julho): 29.00€.

Autocarros gratuitos farão a ligação entre o parque de campismo e o Festival. Esta modalidade está já à venda na Blueticket e restantes locais habituais e vem juntar-se às já anunciadas parcerias com a Festicket e Get a Fest que disponibilizam pacotes completos de viagem, bilhete e alojamento para o Festival.



 

Mais novidades a anunciar brevemente.

Já confirmados:

 

Dia 16
Palco Super Bock –
Sting, Noel Gallagher’s High Flting Birds, The Vaccines,
Milky Chance
Palco EDP – Little Dragon, Perfume Genius, Kate Tempest

Dia 17
Palco Super Bock -
dEUS
Palco EDP – Kindness

Dia 18
Palco Super Bock –
Florence and the Machine, Crystal Fighters
Palco EDP – Banda do Mar, Modernos
 


 

 

Novas confirmações


 

image

dEUS

 

Bio

De Antuérpia, e formados em 1991, dEUS. Da formação original restam apenas Tom Barman e Klaas Janzoons. No entanto, desde a estreia de 94 “Worst Case Scenario”, os dEUS marcaram a diferença no que à música pop-rock europeia diz respeito. Muito amados em Portugal, a banda de Barman editou nos 90 um trio de discos seminais que marcam de forma indelével o seu repertório. No entanto, daí para cá seguiram-se mais três lançamentos engrandecendo a obra dos belgas. Capazes de oscilar entre o rock ruidoso e experimental e a pop pacífica e melódica, os dEUS, ao vivo, são quase imbatíveis e tocam com uma energia inesgotável.


 

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"Suda & Soda"

 

 

image

The Vaccines

 

Bio

Os londrinos The Vaccines  Arni Arnason (baixo), Freddie Cowan (guitarra / voz), Pete Robertson (bateria) e Justin Young (voz / guitarra), estrearam-se em 2011 com “What Did You Expect From The Vaccines”. No ano seguinte, com “Come of Age”, atingiram um número 1 do topo de vendas do Reino Unido. O seu som rock, com punk revival à mistura, é melodioso e cativante, não surpreende o reconhecimento que rapidamente alcançaram, provando que a música menos imediata pode chegar às massas. Vêm ao Super Bock Super Rock com um disco novo para apresentar “English Graffiti”.

 

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"Handsome"

 

 

image

Perfume Genius

 

Bio

A música de Mike Hadreas (aka Perfume Genius) é feita de sensibilidade extrema e por isso tem o dom de comover e emocionar. Com dois discos primeiros incrivelmente bonitos, carregados de histórias pessoais de natureza sexual e individualmente afirmativas – “Learning” (2010) e “Put Your Back N 2 It” (2012) -, Perfume Genius regressou o ano passado com o aclamadíssimo “Too Bright”, trabalhado a meias com Adrian Utley (Portishead) e com a participação de John Parish (PJ Harvey). As 11 canções que constituem o registo, embora, como é timbre do autor, expurgadas de forma muito confessional, oferecem narrativas com cariz menos idiossincrático. 


 

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"Queen"

 

 

Informação de Bilhetes


 

Preço dos Bilhetes

Passe 3 dias: 95€

Bilhete Diário: 50€
 

Locais de Venda

www.blueticket.pt, Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), no Facebook em www.facebook.com/blueticketbilhetes, lojas FNAC, lojas Worten, El Corte Inglês, ABEP, Portimão Arena ;Turismo de Lisboa; lojas Media Markt; Bilheteiras MEO Arena; rede PAGAQUI; Agências Top Atlântico.

Get a Fest

Espanha: www.ticketmaster.es, www.breakpoint.es, lojas FNAC, Carrefour Viajes e Halcón Viajes

Reino Unido: www.seetickets.com

Alemanha: www.ticketmaster.de

França: lojas FNAC www.fnac.com, Carrefour www.carrefour.fr, Géant, Magasins U, Intermarché, www.francebillet.com

Festicket

 

 

PNEUS DA CIDADE, É PARCEIRO VULCO

 

Pneus da Cidade é o novo parceiro Vulco

A Vulco volta a apostar na expansão ibérica e apresenta o novo associado em Portugal: a oficina Pneus da Cidade. Esta oficina de manutenção automóvel especializada sediada na freguesia de Pedrouços, Concelho da Maia, está no ativo desde 1996 e dedica-se ao comércio e serviços de pneus. Há quase 20 anos que dispõe de uma equipa especializada e equipamento moderno, com garantia de qualidade e sinceridade. A Pneus da Cidade assume-se assim como um player importante no mercado e um parceiro estratégico para a Vulco atingir os seus objetivos de expansão este ano no nosso país.

 

Alberto Villareal, diretor da rede Vulco, afirma que “Não poderíamos estar mais satisfeitos com esta nova parceria. A Pneus da Cidade é uma referência na região norte de Portugal e será sem dúvida uma mais valia para o crescimento da rede Vulco. É uma casa com quase duas décadas de experiência com a qual nos identificamos inteiramente por apostar na evolução e inovação de produtos e serviços desde sempre”.

 

 

 

 

 

Sobre a Vulco

Presente em 2 Continentes, a rede Vulco é composta por 191 pontos de venda em Espanha, 33 em Portugal e mais de 2000 na Europa. O rápido desenvolvimento fundamentado na gestão moderna, qualidade de serviço e compromisso com o cliente, tem por objetivo fornecer o melhor serviço e obter os mais altos níveis de satisfação.

 

 

Para mais informações sobre a Vulco visite o site www.vulco.pt ou as páginas do Facebook e Twitter.

 

 

 

Sobre a Goodyear

A Goodyear é uma das maiores empresas de pneus do mundo. Emprega perto de 69 mil pessoas e produz os seus produtos em 52 unidades de produção em 22 países a nível global. Os seus dois Centros de Inovação em Akron, nos EUA, e Colmar-Berg, no Luxemburgo, procuram desenvolver produtos e serviços topo de gama que estabelecem um padrão de tecnologia e desempenho para o setor.

 

 

Para mais informações sobre a Goodyear e os seus produtos visite www.goodyear.com e a página do Facebook.

  20150117 163116_1_Copy

 

PORTUGAL É CAMPEÃO NO DIESEL

 

Com uma quota de mercado de 72%, Portugal apresenta-se em primeiro lugar relativamente aos veículos particulares novos a diesel. Inventados na Europa, os automóveis a diesel foram-se desenvolvendo tecnológica e comercialmente e têm hoje uma penetração de 55% no mercado europeu de veículos de passageiros. Esta é uma das conclusões do Caderno Automóvel 2015, o estudo Observador Cetelem que se dedica à análise do mercado automóvel.

Portugal, França, Espanha e Bélgica são os mais adeptos da tecnologia diesel, com uma penetração superior a 65%. O cenário é bastante diferente na Europa do Leste, onde esta tecnologia não tem tanta notoriedade: na Polónia, as vendas de veículos a diesel são inferiores a 40%.

 

Em todo o mundo, apenas a Turquia apresenta taxas de penetração semelhantes às da Europa Ocidental, com uma quota de diesel que se situa nos 59%. Nesse país, que apresenta uma fiscalidade favorável para o diesel, os impostos sobre os combustíveis são, por outro lado, os mais elevados: os automobilistas turcos apresentam, por isso, uma sensibilidade extrema ao custo que o combustível representa nas suas despesas com os automóveis, o que explica a sua preferência pelo diesel.

 

Já nos Estados Unidos, país da gasolina por excelência, o diesel é ainda pouco representativo, com uma taxa de penetração que se situa nos 3%. Ainda assim, esta tecnologia tem apresentado uma franca progressão, com um crescimento de mais de 30% entre 2012 e 2013.

 

Noutros países, como o Japão, a China e o Brasil, a quota do diesel é praticamente inexistente. No arquipélago nipónico, esta tecnologia tem uma imagem negativa desde os graves problemas de poluição dos anos 90, estando proibida em algumas cidades. Por outro lado, os construtores japoneses têm concentrado os seus esforços no desenvolvimento de sistemas de propulsão alternativos, nomeadamente híbridos. Também na China, o diesel tem uma reputação de fraca qualidade, à qual acresce um défice de abastecimento. No Brasil, o diesel é pura e simplesmente proibido para veículos de passageiros, só sendo permitida a sua utilização a veículos comerciais.

 

As análises económicas e de marketing, bem como as previsões, para o Caderno Automóvel 2015, foram efetuadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria BIPE (www.bipe.com). Os inquéritos de campo ao consumidor foram conduzidos pela TNS Sofres, durante o mês de julho de 2014, em catorze países (Bélgica, Alemanha, Espanha, França, Itália, Polónia, Portugal, Reino Unido, Turquia, Japão, Estados Unidos, Brasil, China e África do Sul), com amostras representativas das populações nacionais, num total de 7.550 pessoas questionadas pela Internet.

 

TRACK DAY EM LEIRIA

 

A comemoração do 21º Aniversário do nosso Kartórdomo de Leiria, este ano terá um sabor diferente e muito mais intenso porque, após 20 anos de insistente luta com a autarquia, o NDML firmou no passado mês a escritura de aquisição dos terrenos!

Assim, a igual modo dos anos anteriores, iremos realizar no próximo dia 28 um TRACK DAY entre as 14:00h e as 20:00h com  três traçados diferentes, cronometrados por transponder.
Traga o seu bólide, seja clássico ou desportivo e junte-se ao NDML, nesta dupla comemoração do Kartódromo de Leiria ( Milagres ).

Preço para sócio será de 25 € e para não sócios de 40 €.
Para qualquer esclarecimento, favor contactar o NDML através do email  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar " target="_blank"> Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar  ou directamente pelo telefone 244 814 214.

 

Saudações Desportivas

 

MUITAS NOVIDADES DA OPEL EM GENEBRA

Opel estreia Opel OnStar, KARL e Corsa OPC em Genebra

No Salão Internacional do Automóvel, em março

 

  • Lançamento este ano: Opel OnStar maximiza conetividade do automóvel;
  • Estreia mundial do KARL, o modelo de entrada na gama Opel;
  • Estreia mundial da variante OPC de alta ‘performance’ da nova geração Corsa;

A Opel prepara-se para abrir um novo caminho em matéria de serviços de informações e de segurança a bordo de automóveis. Depois de ter anunciado em 2014 planos para trazer o sistema OnStar para a Europa, o fabricante vai revelar no Salão Internacional de Genebra, já no início do mês de março, detalhes sobre os serviços. A ligação em rede móvel de alta velocidade fará parte do sistema, disponível em toda a gama de modelos Opel. Como prova da renovação que está a operar em toda a sua linha de produtos e de motores, a Opel apresenta também em estreia mundial o novo modelo de entrada na gama, o KARL. Trata-se de um automóvel de cinco portas com preço acessível, muito compacto por fora e espaçoso por dentro, que alia facilidade e economia de utilização com tecnologias modernas. O ‘stand’ da Opel será também palco para a estreia mundial da versão mais potente da nova geração Corsa - o OPC - com motor 1.6 Turbo de 207 cv.

«Vamos levar a Genebra duas estreias mundiais e revelaremos os novos serviços Opel OnStar», anunciou o CEO do Opel Group, Karl-Thomas Neumann. «O Opel OnStar oferecerá ligações ao mundo digital e proporcionará o mais elevado nível de segurança e de resposta em caso de emergência. Para além disso, vamos mostrar dois modelos que alargam a nossa gama de produtos: o KARL e o Corsa OPC. O primeiro acentua o lado racional e o segundo a vertente mais emocional. Mas ao mesmo tempo, o KARL também é divertido de conduzir e o Corsa OPC também é acessível. Isto é Opel. Isto é o que nos torna competitivos

Opel OnStar: sempre acompanhado quando isso é importante

O sistema OnStar que a Opel vai lançar na Europa na segunda metade de 2015 equipará a gama de automóveis de passageiros da marca. O Opel OnStar constitui um novo passo em conetividade automóvel na Europa. Já disponível nos Estados Unidos da América, no Canadá, na China e no México, o evoluído sistema tem cerca de sete milhões de utilizadores, que assim usufruem de rede ‘Wi-Fi’ no automóvel e são apoiados por numerosos serviços de mobilidade e de emergência. «O Opel OnStar vai dar maior segurança ao utilizador do automóvel», explica Karl-Thomas Neumann. «Seja qual for a emergência, o sistema garante assistência 24 horas por dia, 365 dias por ano. Do outro lado da linha telefónica estará sempre um operador disponível. E se um ‘airbag’ dispara, o Opel OnStar é ativado automaticamente».

O sistema faculta igualmente dados do veículo e informação sobre diversos parâmetros, tais como pressão de pneus ou duração do óleo, que podem ser acedidos através da aplicação OnStar para ‘smartphones’. O fecho centralizado de portas pode ser acionado à distância pela mesma aplicação, para abrir ou fechar o veículo. O Opel OnStar ‘trabalha’ em estreita colaboração com a polícia em caso de furto do automóvel. A funcionalidade de Diagnóstico permite que o proprietário receba um relatório mensal onde constam as informações mais relevantes sobre o veículo. O sistema permite ainda que seja enviado para a oficina um pedido de verificação, mediante um simples comando no telefone.

Com o Opel Onstar, cada Opel torna-se num potente ponto de rede ‘Wi-Fi’ que permite, a bordo, a ligação simultânea à Internet de até sete dispositivos móveis.

Compacto, acessível e sofisticado: o Opel KARL

Pessoas com acentuado sentido prático e sensíveis ao fator preço encontrarão no novo Opel KARL uma opção a considerar em pleno. O KARL é um automóvel citadino de cinco portas, com espaço para cinco pessoas ou, em opção, volume de 940 litros para bagagens e objetos, tudo isso num comprimento exterior de apenas 3,68 metros. A motorização está a cargo de um novo 1.0 ECOTEC de três cilindros, construído em alumínio, que debita 75 cv de potência. Com caixa manual de cinco velocidades e sistema Start/Stop, o consumo médio em ciclo misto do mais recente Opel fica-se por 4,3 litros de gasolina a cada 100 km, a que correspondem emissões de CO2 de apenas 99 g/km.

O novo Opel KARL está dotado de completo leque de equipamentos de segurança e conforto, pouco comuns neste segmento de mercado. Para além do sistema de assistência ao arranque em planos inclinados, o KARL pode oferecer alerta de saída de faixa graças à câmara dianteira. Tal como no ADAM e no Corsa, existe um modo ‘City’ de assistência acrescida na direção para facilitar manobras na cidade. O sistema de assistência ao estacionamento Park Assist também está disponível. O programador de velocidade com limitador faz parte do equipamento de série e os faróis de nevoeiro integram a função de luz de curva. «É um automóvel que apela tanto ao coração como à razão», explica o CEO do Opel Group.

Potente, rápido e dinâmico: novo Corsa ganha ainda mais paixão com versão OPC

A estreia do novo Opel Corsa OPC em Genebra apelará especialmente aos condutores experientes que não prescindem de um automóvel utilitário no dia-a-dia mas, simultaneamente, capaz de proporcionar ‘performances’ referenciais quando solicitado. Fiel à tradição, o topo de gama Corsa tem bancos dianteiros ‘bacquet’ Recaro, volante especial forrado a couro e um visual exterior marcado por pára-choques e saias específicos, bem como por um ‘spoiler’ no topo da tampa da mala e duas saídas de escape a ladear um difusor aerodinâmico.

O motor 1.6 Turbo a gasolina debita 207 cv de potência e 245 Nm de binário máximo, com 35 Nm adicionais disponíveis através da função ‘overboost’. A transmissão integra uma caixa manual de seis velocidades com comando de curso curto. A tração é às rodas dianteiras. O Corsa OPC acelera de zero a 100 km/h em apenas 6,8 segundos e consegue atingir 230 km/h de velocidade máxima. A suspensão, desenvolvida em parceria com os especialistas da Koni, oferece inovações ao nível do amortecimento. A tecnologia de Amortecimento de Frequência Seletiva (FSD) ajusta a pressão dos amortecedores à frequência de funcionamento da suspensão. Desta forma, o Corsa OPC consegue garantir bons níveis de conforto numa utilização normal e o melhor desempenho numa condução dinâmica. O controlo eletrónico de estabilidade ESP pode ser completamente desligado. O sistema de escape foi elaborado com a Remus e produz um ruído grave a condizer com o potencial dinâmico do Corsa OPC.1423737178009 Copy

 

LAMBORGHINI EM ASPEN

lamb2 Copylamb3 Copylamb4 Copylamb5 CopyLAMBORGHINI EM ASPEN

 

A marca italiana Lamborghini levou a efeito um winter academy na estâcia de esqui de Aspen nos Estados Unidos, e o resultado está à vista nas imagens hoje publicadas....lamb6 Copylamb7 Copylamb8 Copylamb9 Copylamb10 Copylamb11 Copy

 

O NOVO BRINQUEDO DE CARLOS DINIZ

O NOVO BRINQUEDO DE CARLOS DINIZ

 

O piloto do Porto compreu recentemente este Fórmula 3, que fez a sua aparição pela primeira vez no passado sábado no circuito Vasco Sameiro, no Festival of Speed.DINIZ1 CopyDINIZ1 CopyDINIZ3 Copy

 

DACIA ROAD SHOW

DACIA ROAD SHOW

 

 

 

DACIA: UMA HISTÓRIA DE SUCESSO

 

A Dacia é muito provavelmente o fenómeno mais recente da indústria automóvel. Quando a Renault, em finais de 1999, adquiriu mais de 50 por cento do capital desta marca de origem Romena, o objectivo era o de integrar no Grupo Renault uma marca automóvel com produtos destinados aos mercados emergentes da Europa de Leste e do Magrebe.

O primeiro modelo integralmente concebido e desenvolvido pelo grupo Renault, o Dacia Logan, foi um sucesso imediato. E no passado mês de Outubro foi atingido o marco histórico de 3 000 000 de vendas em apenas dez anos!

Em Portugal, e, em 2014, pela segunda vez consecutiva, a Dacia foi a marca, do TOP 20, com maior crescimento das vendas (+96% face a 2013), ocupando o 14º lugar entre todas as marcas presentes no mercado Português.

As razões para o sucesso são várias: fiabilidade (as associações de consumidores de França, Bélgica, Itália, Espanha e Portugal integram, desde 2012, a Dacia no Top 2 das marcas mais fiáveis do mercado), robustez, economia, uma relação qualidade-preço imbatível e a mais jovem gama do mercado: sete novos modelos lançados nos últimos 25 meses! Uma gama bastante versátil que – também! – traduz o investimento da marca no reforço dos equipamentos e na qualidade dos interiores. O futuro é, portanto, promissor. Afinal, a marca ‘escandalosamente acessível’, não é ‘apenas’ racional: é também uma moda um pouco por todo o mundo!

 

A notoriedade é recente, mas a verdade é que, no próximo ano, a Dacia vai comemorar meio século de existência. Na realidade foi, em 1966, no auge da Guerra Fria, que a marca nasceu na Roménia sob a alçada do estado Romeno. Nos primeiros 40 anos da sua existência, a Dacia foi uma marca regional implantada apenas na Roménia e países limítrofes.

 

Atenta ao previsível crescimento dos mercados emergentes da Europa de Leste, a Renault adquiriu, em Setembro de 1999, 51% das acções da marca. E cinco anos depois (em 2004), investiu na aquisição de 99,3% das acções!

 

Se, na origem, a aposta da Renault se destinava aos mercados emergentes da Europa de Leste e do Magrebe, o sucesso imediato do Logan, o primeiro modelo Dacia concebido e desenvolvido pela Renault, levou o Grupo a apostar na introdução da Dacia na Europa Ocidental.

 

 

A Renault ia tornar a Dacia uma marca global!

 

A Renault, mais uma vez, voltava a inovar e a surpreender o mundo da indústria automóvel. Enquanto os restantes fabricantes ainda discutiam nos gabinetes a necessidade de lançar marcas com o conceito ‘low cost’, a Renault introduzia no mercado as primeiras propostas, o Logan (em 2004), o Logan MCV (em 2007), o Logan Pick-Up (em 2008) e a primeira geração do Sandero (também em 2008). Modelos que capitalizavam valores essenciais para qualquer cliente: robustez, fiabilidade, economia e reduzido custo de aquisição. Uma relação qualidade-preço imbatível!

 

UM SUCESSO (TAMBÉM) NA EUROPA OCIDENTAL

 

Apenas dez anos passados sobre a comercialização do primeiro Dacia sob a égide Renault, a marca atingiu os 3.000.000 de unidades vendidas.

 

Na Alemanha – imagine-se! – é a segunda marca não-alemã mais vendida no mercado. Em França, a Dacia é a quinta marca mais vendida no país. Em Espanha, o Sandero liderou as tabelas de vendas em Fevereiro, Agosto e Setembro de 2014 e terminou o ano como o oitavo modelo mais vendido do país!

 

Em Janeiro de 2015, a Dacia inicializou a comercialização no seu 44º mercado: Israel.

 

Não é, também, por acaso que, em vários mercados, sobretudo na América Latina, que a Dacia é comercializada com o símbolo da Renault. E a razão é simples: A Dacia não faz ‘apenas’ parte do Grupo Renault. Todos os Dacia são concebidos e desenvolvidos segundo as mesmas normas e padrões da marca Renault, nomeadamente com a incorporação de componentes como chassis, motores, caixas de velocidades, etc.

 

Nesse sentido, destaque para o facto de toda a gama beneficiar de 3 anos/100.000 km de garantia contratual. Este é mais um elemento que atesta a robustez e fiabilidade da marca, o que aliás tem vindo a ser demonstrado por estudos independentes realizados, até por associações de consumidores, em toda a Europa.

 

A IMPORTÂNCIA DO DUSTER NA IMAGEM E CRESCIMENTO DA DACIA

 

Mas foi, em 2010, que os pressupostos que fizeram o sucesso da Dacia saíram (ainda mais) reforçados… A ‘culpa’ foi do Duster! A primeira geração atraiu um perfil de clientes ainda mais heterogéneo. Em países como Portugal, o Duster tornou-se uma moda, até um objecto de desejo. Como felizes proprietários, não apenas classe média, mas também clientes habitualmente mais associados a marcas ‘premium’, mas que reconheciam no produto uma relação qualidade-preço extraordinária e excelentes qualidades não apenas para as deslocações do quotidiano, mas também para a prática de todo-o-terreno.

 

De tal forma que o Duster é hoje o símbolo da democratização e da notoriedade da marca pelo Ocidente. O modelo ajudou a quebrar preconceitos e criou um consenso generalizado em relação à marca, seja na imprensa, fóruns ou redes sociais. Os proprietários assumem-se como verdadeiros ‘embaixadores’, eles que são testemunhas dos atributos que fazem a história de sucesso da marca.

 

O Duster é, aliás, o modelo mais vendido pelo Grupo Renault em todo o mundo, com praticamente meio milhão de unidades vendidas anualmente.

 

A MAIS JOVEM GAMA DO MERCADO

 

Hoje, a Dacia orgulha-se de possuir a mais jovem gama do mercado. O mais antigo dos sete modelos comercializados em Portugal – Sandero, Sandero Stepway, Logan, Logan MCV, Lodgy, Duster e o comercial ligeiro Dokker Van – foi lançado há apenas 25 meses.

 

Uma gama que se caracteriza em 4 simples palavras:

 

Fiável: como o reconhecem os estudos realizados pelas associações de consumidores de 5 países (França, Bélgica, Espanha, Itália e Portugal) que colocaram a Dacia no 1º lugar (em 2012) e no 2º lugar (em 2013) no que respeita à fiabilidade dos seus automóveis de entre todas as marcas existentes no mercado.

 

Útil: com uma relação qualidade/preço imbatível, a Dacia oferece tudo o que é indispensável: conforto, habitabilidade, segurança.

 

Generosa: por aquilo que reconhecem os possuidores de automóveis da marca. Os produtos Dacia valem mais do que o valor que é pedido por eles. E são generosos no espaço, no equipamento, nas prestações dos motores.  

 

No fundo uma oferta inteligente.

 

A PROGRESSIVA DE AFIRMAÇÃO DA DACIA NO MERCADO NACIONAL

 

Apesar da estreia da marca no mercado nacional ser datada de 2008, já circulam em Portugal mais de 12.000 unidades de Dacia. Foi no dia 1 de Maio de 2008, por ocasião do Salão Automóvel de Lisboa, que os Portugueses puderam fazer as primeiras encomendas. A comercialização coincidiu com a estreia do bloco 1.5 dCi no modelo Logan MCV.

 

Entre 2008 (o ano de estreia no mercado nacional) e 2014, a Dacia passou das cerca de 500, para as quase 4.000 unidades. De uma quota de mercado residual de 0,2%, passou para 2,4% no último ano, isto no que diz respeito ao mercado de ligeiros de passageiros. Em sete anos, só uma quebra de vendas: em 2012, o auge da crise económica que tanto afectou a classe média.

 

Interessante o número de Dacia táxis que, hoje, circulam pelas estradas nacionais. Hoje, são mais de 300 os profissionais rendidos à fiabilidade, bem como aos baixos custos de aquisição e de utilização de modelos como o Sandero, Logan e Lodgy.

 

 

 

O HISTÓRICO DE VENDAS DACIA EM PORTUGAL

 

DACIA

VP

%

VCL

%

2008

442

0,2

 

2009

584

0,4

51

0,1

2010

1.658

0,7

132

0,3

2011

2.231

1,5

110

0,3

2012

1.109

1,2

31

0,2

2013

1.794

1,7

190

1,0

2014

3.433

2,4

460

1,8

 

VP = Veículos de passageiros

VCL = Veículos comerciais ligeiros

% = Percentagem de quota de mercado

 

 

Beneficiando de uma cada vez maior notoriedade junto dos Portugueses, a Dacia teve, em 2014, o seu ano de afirmação no mercado Português. Com um crescimento das vendas de 91,4% no mercado de veículos de passageiros e tendo multiplicado por 2,5 as vendas nos Comerciais Ligeiros (mesmo só disponibilizando o modelo Dokker Van) a Dacia foi, de forma evidente, a marca do Top 20 que mais cresceu em Portugal. O sucesso continuado do Duster (2º SUV do segmento C mais vendido em Portugal), um verdadeiro ícone da marca, o sucesso da gama Sandero (com especial ênfase do Sandero Stepway) e do Logan MCV (2ª break mais vendida do segmento B) estiveram na base deste resultado.

 

Em 2014 a Dacia vendeu, em Portugal, 3.893 unidades (3.433 automóveis de passageiros e 460 comerciais ligeiros) a que correspondeu uma quota de mercado de 2,3% e a entrada no Top 15 (com o 14º posto) das marcas mais vendidas em Portugal.

 

Nos comerciais ligeiros, e apesar de apenas contar com o modelo Dokker Van, a Dacia alcançou o 12º posto entre as marcas mais vendidas, com uma quota de mercado de 1,8%.

 

O resultado obtido pela Dacia, em 2014, esteve perfeitamente alinhado com os objectivos publicamente anunciados no início do ano (crescimento da marca superior ao do mercado) e a dinâmica criada em 2014 é um excelente indício para o ano que agora se inicia. Sustentada por uma gama jovem, fiável, uma oferta clara com um posicionamento de preço sem concorrência, a “generosidade” da marca em que claramente oferece muito por um valor reduzido, continuará a ser o pilar de desenvolvimento da marca em Portugal.

 

Um outro eixo de desenvolvimento da marca é a oferta de combustíveis alternativos. A Dacia é a única marca em todo o mercado a oferecer uma gama completa de modelos bi-fuel (gasolina e GPL).

Para além da vantagem ambiental (o GPL reduz, em média, as emissões de CO2 em cerca de 13%) e económica, a solução bi-fuel permite autonomias superiores a 1.200 km sem necessidade de reabastecimento.

Em qualquer circunstância o condutor pode passar da gasolina para o GPL, ou vice-versa, através da simples utilização de um botão no painel de bordo.

 

 

A Dacia dispõe, em Portugal, de uma rede de vendas e de assistência com 37 concessões com uma qualidade de serviço (venda e após-venda) assegurada pelo know-how da marca Renault.

 

 FOX 4623_CopyFOX 4624_CopyFOX 4625_CopyFOX 4627_CopyFOX 4628_CopyFOX 4629_CopyFOX 4630_CopyFOX 4631_CopyFOX 4632_CopyFOX 4633_CopyFOX 4634_CopyFOX 4635_CopyFOX 4636_CopyFOX 4638_CopyFOX 4639_CopyFOX 4641_CopyFOX 4642_CopyFOX 4643_CopyFOX 4644_CopyFOX 4645_CopyFOX 4650_CopyFOX 4651_CopyFOX 4654_CopyFOX 4655_CopyFOX 4656_CopyFOX 4658_CopyFOX 4659_CopyFOX 4661_CopyFOX 4662_CopyFOX 4664_CopyFOX 4665_CopyFOX 4666_CopyFOX 4668_CopyFOX 4669_CopyFOX 4670_CopyFOX 4671_CopyFOX 4672_CopyFOX 4673_CopyFOX 4674_CopyFOX 4679_CopyFOX 4680_CopyFOX 4681_CopyFOX 4682_CopyFOX 4683_CopyFOX 4684_CopyFOX 4685_CopyFOX 4686_CopyFOX 4705_CopyFOX 4706_CopyFOX 4707_CopyFOX 4708_CopyFOX 4709_CopyFOX 4710_CopyFOX 4711_CopyFOX 4712_CopyFOX 4713_CopyFOX 4714_CopyFOX 4715_CopyFOX 4715_CopyFOX 4716_CopyFOX 4717_CopyFOX 4718_CopyFOX 4719_CopyFOX 4720_CopyFOX 4721_CopyFOX 4722_CopyFOX 4723_CopyFOX 4724_CopyFOX 4725_CopyFOX 4726_CopyFOX 4727_Copy

 

ATENÇÃO LEITORES

Isto vai mesmo avançar...

SINCRO (Sistema Nacional de Controlo de Velocidade)

O Ministério da Administração Interna, no âmbito do Plano Nacional de Segurança Rodoviária, anunciou, a expansão do SINCRO (Sistema Nacional de Controlo de Velocidade) com a instalação de 350 radares fixos “Cordon” pelos mais de 3.000 quilómetros de auto-estradas portuguesas.
O SINCRO é um Sistema Telemático (infra-estrutura física e tecnológica), que suporta, no âmbito nacional, o serviço de fiscalização automática de velocidade de veículos rodoviários.
Este sistema será implementado pela instalação de radares Cordon Multi Target Photo Radar System, uma nova geração de radares fixos, capazes de detectar vários automóveis em simultâneo, algo que os actuais radares fixos não conseguem.
Este novo radar é extremamente compacto e pode ser montado em qualquer local, o que o torna muito difícil de detectar.
Com um ângulo de visão alargado, uma capacidade de processamento até 32 matrículas em simultâneo, para além de registar a velocidade a que o veículo viaja, o Cordon assume-se como o verdadeiro terror dos «aceleras».
Além de tudo isto, o Cordon consegue também registar infracções cometidas por táxis e autocarros privados em virtude de um avançado sistema de reconhecimento de matrículas.
Mesmo de noite, o Cordon funciona tão bem como de dia, pois está equipado com um sistema de infravermelhos, enquanto um receptor de GPS incorporado grava as coordenadas do local onde a infracção foi cometida e toda a informação é guardada com software de protecção de dados.
Todas as infracções cometidas são enviadas, em tempo real, via «Stream», para uma central, permitindo o processamento das multas em segundos, chegando ao infractor em tempo recorde.
A Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária 2009/2015 inclui um conjunto de 92 medidas, uma das quais a colocação dos radares de controlo de velocidade nos locais de elevada sinistralidade e onde as infracções por excesso de velocidade são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação.

 

OS AGRADECIMENTOS DE RUI REIGOTO

OS AGRADECIMENTOS DE RUI REIGOTO

 

 

O primeiro dia difícil é de muito trabalho na pista para preparar o meu regresso às corridas campeonato Nacional. Não foi fácil mas por isso tanta vontade e força de voltar a ser dos melhores...
Agradeço a todos que me apoiaram neste projeto e do carinho dos pilotos e publico de me deram ainda mais coragem para acordar o piloto que está dentro de mim. O meu muito obrigado

ar

 

MAIS NOTICIAS DO WTCC

MAIS NOTICIAS DO WTCC

 

 

 

SURPRESA de última hora: quatro Citroen C-Elysée oficiais no WTCC 2015. Ma Qing Hua fará a época inteira ao lado de Lopez, Muller e Loeb. Resta saber se haverá mesmo dois Citroen 2014 para a Sebastien Loeb Racing.
Entretanto, um Chevrolet Cruze TC1 está confirmado para o regressado Stefano D'Aste, que vai ocupar o lugar de Morbidelli na Munnich.
WR2 CopyWT1 Copy

 

MERCEDES É NOTICIA

 

Mercedes-Benz Classic disponibiliza os seus arquivos na internet

 

Informações, documentos, fotos e muito mais acerca da história do mais antigo fabricante de automóveis do mundo estão agora disponíveis para consulta na internet. Desde 30 de janeiro de 2015 que se encontram disponíveis para todos os interessados, informações sobre a história da Mercedes-Benz e sobre os seus produtos no portal Public em: https://mercedes-benz-publicarchive.com. Neste portal é possível consultar informações sobre a Marca, bem como o arquivo de viaturas clássicas da Mercedes-Benz.

 

“Uma história fascinante é sempre composta por momentos emocionantes. Isto é verdadeiramente especial quando nos referimos à história da Daimler AG, que remonta à invenção do automóvel por Carl Benz, em 1886. O nosso objetivo é dar a conhecer esta herança ao maior número possível de pessoas” refere Michael Bock, Diretor da Mercedes–Benz Classic e do Customer Center. “Queremos oferecer informações exclusivas sobre a nossa marca, sobre a nossa empresa e sobre a evolução tecnológica na forma de um banco de dados”.

 

A abreviatura “M@RS” significa “Multimedia Archive and Research System”. Este é o nome sob o qual a Mercedes-Benz Classic desenvolveu há 15 anos um portal com informações sobre os seus arquivos onde, por exemplo, jornalistas e pesquisadores de todo o mundo podem explorar vários detalhes da história da Daimler. Esta base de dados foi o ponto de partida para o desenvolvimento da nova Public M@RS, que se encontra online gratuitamente desde janeiro.

 

Numa primeira fase de lançamento, o foco do novo portal será a área dos veículos ligeiros de passageiros. Imagens, dados técnicos e ilustrações encontram-se divididos em cinco capítulos históricos (Benz & Cie. até 1926, Daimler-Motoren-Gesellschaft e Mercedes até 1926, Mercedes-Benz de 1926 a 1945, Mercedes-Benz desde 1946 e Maybach desde 2002). O acesso é rápido e simples, sendo possível encontrar informações de produto desde os primeiros automóveis datados de 1886 aos atuais modelos Mercedes-Benz.

 

Os arquivos da Mercedes-Benz Classic são um dos maiores arquivos industriais na Europa e único na indústria automóvel. Tudo começou oficialmente com a Ordem administrativa/Portaria Nº1145 de 1936 do então Daimler-Benz Aktiengesellschaft que instruiu o engenheiro Max Rauck a “recolher e examinar a literatura histórica e material fotográfico com o objetivo de criar um arquivo histórico”. Mercedes-Benz CopyPatent Copy

 

VOLVO OCEAN RACE

 

Quem está certo na Volvo Ocean Race? Estratégias diferentes dividem a flotilha


Mais um fato chama atenção na quarta etapa da Volvo Ocean Race, entre a China e a Nova Zelândia. Depois de três dias com muito vento contra e ondas gigantes, as equipes colocam em prática suas estratégias para entrar com mais velocidade no Oceano Pacífico. O Team SCA e o Team Brunel escolheram o caminho mais ao Norte, beirando Taiwan, e os outros quatro barcos seguiram a rota tradicional, ou seja, pelas Filipinas. A perna deve terminar em no máximo três semanas na cidade neozelandesa de Auckland.

As equipes devem esperar cerca de uma semana para descobrir se suas táticas estavam certas. Aparentemente, quem escolheu as Filipinas está levando vantagem. Na última atualização desta quarta-feira, Abu Dhabi, MAPFRE, Team Alvimedica e Dongfeng já abriram mais de 150 quilômetros de vantagem para os dois que ficaram por Taiwan. Na prática, Team SCA e Team Brunel vão navegar quase 500 quilômetros a mais do que seus quatro rivais.

"Até agora, a previsão do tempo diz que os dois têm razão, mas devemos esperar de seis a sete dias - ou até mais - para sabermos com certeza. Os barcos vão entrar nos Doldrums, virando uma loteria", disse o meteorologista oficial da regata, Gonzalo Infante. "Esta perna marca a maior separação da flotilha desta edição".

A boa notícia é que o mar está mais calmo, causando menos desconforto e enjoos do que na saída da China. "Imagine estar em uma montanha russa por mais de 60 horas consecutivas. É mais ou menos isso que sentimos. Você quer que ela pare, mas não há nenhuma chance disso", disse Stefan Coppers, repórter a bordo do Team Brunel.

O campeonato é liderado pelo Dongfeng Race Team, que fez dois segundos lugares e ganhou a etapa anterior. O segundo colocado no geral é o Abu Dhabi.

 

PILOTO CHINÊS CONTINUA NA CITROEN

 

TEMPORADA COMPLETA PARA MA QING HUA

COM A CITROËN RACING

  • O piloto chinês Ma Qing Hua irá participar em todas as jornadas do calendário de 2015 do Campeonato FIA WTCC.
  •  Vencedor de uma corrida no ano passado, Hua estará, uma vez mais, ao volante de um Citroën C-Elysée WTCC oficial.
  • Este compromisso inscreve-se plenamente na política de desenvolvimento da Citroën na China.

 

A experiência adquirida em 2014 pelo piloto chinês Ma Qing Hua e pela Citroën Racing na sua primeira temporada conjunta no FIA WTCC abre novos horizontes.

Inscrito com um Citroën C-Elysée WTCC em cinco jornadas da temporada passada, Ma Qing Hua fez história no desporto automóvel no Moscow Raceway (Rússia), ao tornar-se no primeiro piloto chinês a ganhar uma corrida de um Campeonato do Mundo FIA. Nova subida ao pódio na primeira das duas corridas de Xangai permitiu, também, apreciar todo o seu potencial.

A continuidade desta colaboração, com um programa enriquecido em 2015, inscreve-se plenamente na política de desenvolvimento da Citroën na China, o primeiro mercado mundial para a Marca.

Ma Qing Hua fará de novo equipa com o Campeão do Mundo José Maria López, Yvan Müller e Sébastien Loeb.

São 12 as jornadas que compõem o calendário de 2015 do FIA WTCC, com o primeiro encontro agendado para a Argentina, no Autódromo Termas de Río Hondo, entre os dias 6 e 8 de Março.

 


O QUE ELES DISSERAM…

Julien Montarnal, Director de Marketing, Comunicação e Desporto da Citroën: «A China é, neste momento, o primeiro mercado da Citroën em termos de volume de vendas. A integração de Ma Qiin Hua, piloto chinês de grande valor, já permitiu à nossa marca ganhar em notoriedade junto de um público que está a descobrir o desporto automóvel. A nossa ambição é continuar a progredir em conjunto. Ma é um embaixador perfeito da Citroën, tanto nos circuitos, como fora deles.»

Yves Matton, Director da Citroën Racing: «Na temporada passada, realizámos testes com muitos pilotos para encontrar aquele que tivesse o potencial para brilhar no FIA WTCC ao volante do Citroën C-Elysée WTCC. A escolha de Ma Qing Hua foi validada logo na segunda corrida, depois de vencer na Rússia. Contamos agora capitalizar a experiência adquirida durante essas cinco primeiras jornadas através de um programa completo em 2015.»

Ma Qing Hua: «Estou muito feliz por prosseguir a aventura com a Citroën. Senti-me no seio de uma verdadeira família desde que cheguei à equipa. Aprendi imenso com a Citroën Racing e com os outros pilotos. Disputar a totalidade do campeonato é todo um novo capítulo na minha carreira. Sei que a Citroën conta comigo e prometo dar o meu melhor.»

 wtcc20140608059 Copywtcc20141113030 Copy

 

PEUGEOT DISPONIBILIZA SERVIÇO INOVADOR

 

PEUGEOT ASSISTANCE

Peugeot disponibiliza serviço inovador – 8 anos de Assistência

em Viagem gratuita

 

 


A PEUGEOT Portugal acaba de lançar o novo serviço de assistência em viagem “PEUGEOT Assistance”, que se assume como uma verdadeira solução contra os imprevistos. Todos os clientes que tenham um veículo PEUGEOT, novo ou usado com idade até 8 anos, vão beneficiar deste programa de assistência gratuita, em caso de avaria ou acidente.

 

A subida em gama verificada na Marca PEUGEOT traduz-se também no serviço após-venda. Para o cliente beneficiar desde programa de assistência disponível 24 horas/dia e 7 dias/semana, basta contactar a plataforma PEUGEOT Assistance através do número verde 800 206 366, que garantirá a desempanagem e/ou reboque do veículo e apresentará as necessárias soluções de mobilidade, de modo a preservar a comodidade do cliente PEUGEOT face a imprevistos ocorridos.

Este é mais um serviço inovador, reservado aos Clientes Peugeot que tenham o cartão de fidelização MyPeugeot. Seja novo ou usado, todos os automóveis PEUGEOT com menos de 8 anos de idade, face à data original de matrícula da viatura, estão abrangidos pela nova proposta de serviço PEUGEOT ASSISTANCE – Avaria & Acidente. Em caso de acidente, avaria, furo, engano de combustível e perda/roubo de chave ocorrido em território nacional ou além-fronteiras*, os clientes da Marca com cartão MyPeugeot beneficiarão automaticamente de um serviço de assistência, gratuito, sem limite de quilómetros e sem necessidade de subscrição de qualquer contrato suplementar.

Tudo o que há a fazer é uma chamada telefónica para o número verde 800 206 366, prestar as informações solicitadas, e o cliente será assistido de imediato, num serviço de desempanagem e/ou reboque sem custo até ao Reparador Autorizado Peugeot Aderente mais próximo. Este serviço está disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Em simultâneo, nos casos em que tal se mostrar necessário, a Plataforma PEUGEOT Assistance pode oferecer aos clientes e passageiros soluções de mobilidade ou de alojamento, de modo a minimizar os imprevistos decorrentes da situação.

Será ainda apresentada, nos casos em que tal seja necessário, uma estimativa do custo associado às intervenções a realizar na sequência de avaria ou de acidente.

Um serviço integrado que assegura mobilidade e alojamento do cliente

Este novo serviço PEUGEOT ASSISTANCE – Avaria & Acidente cobre acidentes e avarias mecânicas, eléctricas ou electrónicas, incluindo, furos, enganos no abastecimento de combustível, perda ou roubo de chaves, com excepção das avarias provocadas pela bateria do veículo e avarias já cobertas pela assistência em garantia do Construtor ou por um contrato de serviço PEUGEOT (da Marca ou da rede) subscrito para o veículo em causa, que impossibilitem a sua deslocação.

Nas situações que impliquem o reboque do veículo para o Reparador Autorizado mais perto do local do incidente, sempre que se justifique é disponibilizado veículo de substituição, acrescido de possibilidade de alojamento, continuação de viagem ou encaminhamento ao domicílio.

Nos casos previstos, o veículo de substituição é disponibilizado pelo prazo máximo de 5 dias (em caso de acidente) e de 3 dias (em caso de avaria), caso a reparação seja efectuada num Reparador Autorizado da Marca aderente e o tempo de intervenção seja superior a 3 horas.

(*) O novo serviço está, também, disponível no estrangeiro, aqui apenas com a função de apoio logístico, já que as despesas associadas à intervenção dos diferentes operadores serão da responsabilidade do cliente. No entanto, podem as mesmas ser associadas aos estatutos de garantias e/ou contratos de serviço que o cliente possa ter com a Marca.

As Condições Gerais e demais informações inerentes ao serviço PEUGEOT ASSISTANCE – Avaria & Acidente estão disponíveis nos Pontos de Venda PEUGEOT e no site da Marca, em www.peugeot.pt.Peugeot Assistance_Copy

 

ESTREIA EM BREVE PARA O TOYOTA GT 86

 

Toyota GT86 CS-R3 com estreia próxima e especificações confirmadas

A TOYOTA Motorsport GmbH já confirmou os detalhes finais do carro de ralis de tração traseira com base no desportivo Toyota GT86. O denominado GT86 CS-R3, vai realizar a sua estreia em competição este ano.

O protótipo CS-R3 foi apresentado em Agosto de 2014 e, desde então, concluiu um amplo programa de testes para otimizar o projeto e definir a especificação final do kit que será entregue aos concorrentes privados e respetivas equipas de assistência.

O desenvolvimento pormenorizado permitiu alcançar um melhor desempenho tanto em pisos de terra, como no asfalto, ao mesmo tempo que a fiabilidade e resistência foram uma prioridade de modo a proporcionar um carro com um desempenho muito competitivo na sua classe e eficiente sob o ponto de vista do custo de manutenção.
O GT86 CS-R3 já demonstrou o seu enorme potencial de competitividade e divertimento graças à tração traseira e ao bloco boxer de 1.998 cm3, que neste modelo desenvolve 238 CV.

Para além da alteração no motor, a caixa de velocidades foi alterada para uma com acionamento sequencial de 6 velocidades. Estes itens vão certamente proporcionar momentos divertidos e emocionantes ao volante do GT86 CS-R3.

Os primeiros carros preparados vão ser entregues aos clientes em Maio, um pouco mais tarde do que o previsto inicialmente para permitir a introdução das melhorias identificadas ao longo dos testes realizados. Como consequência, a TMG ampliou o desconto de lançamento, assim o kit CS-R3, seja em especificação para terra ou para asfalto, custa 79.000 € (excluindo IVA) para encomendas feitas antes de 24 de Abril de 2015, o que representa um desconto de 5.000 € sobre o preço normal de 84.000 € (excluindo IVA).

O kit do GT86 preparado para rali inclui, a carroçaria GT86 com arco de proteção, conjunto motor e caixa de velocidades exclusivos e componentes eletrónicos. Todos os detalhes sobre as especificações e conteúdo do kit do GT86 CS-R3 podem ser encontrados em www.toyota-motorsport.com/motorsport.

A homologação cumprindo os regulamentos da FIA para a categoria R3 vai ser submetida e avaliada no início de Julho, momento a partir do qual todos os GT86 CS-R3 vão ser elegíveis para ralis nacionais e internacionais, ou até mesmo no Campeonato Mundial de Ralis.

Os fãs vão poder ver cerca de 10 unidades GT86 CS-R3 em competição pela primeira vez no Rali Niedersachsen perto de Hanover, a 4 de Julho, a primeira jornada do novo Troféu HJS TMG CS-R3.

Os primeiros concorrentes já se inscreveram no Troféu, que tem como prémio monetário mais de 5000€ para o vencedor de cada uma das sete provas, além de outros benefícios. Estão previstas realizar-se pelo menos, três edições do Trofeu GT86 CS-R3.Toyota-GT86-CS-R3-001 CopyToyota-GT86-CS-R3-002 CopyToyota-GT86-CS-R3-003 CopyToyota-GT86-CS-R3-005 Copy

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt