In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


GONÇALO DIAS DÁ UM PASSO À FRENTE

 

Gonçalo Dias dá um passo em frente

GD1

Depois de uma época a disputar o Troféu Fastbravo, o jovem piloto Gonçalo Dias irá dar mais um passo na sua curta carreira, tendo presença assegurada no Rali Cidade de Guimarães nos dias 17 e 18 de Maio, aos comandos de um Peugeot 206 GTI.

Para o piloto está é a evolução normal, e quanto aos seus objetivos para o Rali Cidade de Guimarães, o jovem Bracarense, diz que : “vai ser a minha primeira prova de Peugeot 206 Gti e como tal não espero facilidades. Vou fazer o meu melhor e espero com o desenrolar da prova tornar-me mais competitivo”.

Sobre o Peugeot 206 GTi, Gonçalo Dias contou que já teve a possibilidade de fazer um pequeno teste para tirar algumas ideias, “já que foi a primeira vez que andei com um carro verdadeiramente competitivo. É tudo novo e vou ter que perceber o carro em ritmo de prova”.

O Rali Cidade de Guimarães vai para estrada no sábado, com os concorrentes a disputar no total seis provas especiais de classificação.

 

TT NO BRASIL

 

Transparaná 2014 completa 20 anos de história e prepara um rali espetacular


Inscrições para a competição já estão abertas, tradicional prova off road espera contar com grid cheio em grande comemoração

A história teve início ainda nos anos 90, com seu pontapé definitivo em 1994 com a realização da primeira edição do Transparaná. Agora, próximo de completar 20 anos de história, e consolidado como o maior rali das Américas, a organização da prova prepara muita surpresas e novidades para a próxima edição, que será realizada no início do próximo ano. As inscrições já estão abertas.

O Transparaná nasceu através da ideia de alguns sócios do Jeep Club de Curitiba, que acreditaram na ideia de uma competição que pudesse mostrar todas as potencialidades econômicas, turísticas e agrícolas do estado. A primeira edição ligou a cidade de Londrina ao norte do Paraná, e percorreu cerca de 680 quilômetros, contando com a participação de 88 veículos, sempre aliando a natureza e preocupação socioambiental.

Segundo Alex Kolling, organizador do evento, os preparativos para a edição comemorativa do 20º aniversário do certame já estão a todo vapor. A previsão é da participação de cerca de 100 inscritos, divididos nas categorias: Master, Graduado, Junior e Jeep. Além disso, é esperado um público de 50 mil espectadores durante os sete dias de evento.

Kolling explica que o trajeto ainda está sendo preparado, e que até junho terá sido finalizado, a previsão é de um percurso de 1500 quilômetros de extensão. "Vamos realizar um super evento, uma prova para ficar na história do rali nacional. Faremos uma festa digna da edição de aniversário, consolidando o maior rali das Américas. Teremos um Super Prime com muito público, e uma recepção na areia da praia ao final do evento", explicou.

A edição 2014 do rali contará com seis etapas, realizadas entre os dias 26 de janeiro e 1º de fevereiro de 2014 e a organização adianta que as surpresas estão garantidas para competidores e público em geral. "Teremos várias novidades. Estamos preparando um evento para nossos amigos transparanaenses, proporcionando uma prova bem técnica, com um trajeto ótimo, com muitos laços e procurando atender as solicitações dos competidores, tanto no aspecto das festas, recepções, jantares, imprensa. Enfim, proporcionar a melhor prova dos últimos anos", finalizou.


 

MEO SUDOESTE

MEO Sudoeste



Novas confirmações Palco Moche Vibrations
 

Bandas e Soundsystems lusos representantes do melhor som jamaicano:

Skalibans | The Uprising | Sativa

Fyah Box Sound | Rastafire Sound | Spit Fyah Sound | Sintra Bass Connection

Desconto no passe de 5 dias nas lojas MEO TMN, até 31 de Maio: 30€ de desconto para todos os clientes M40; 15€ de desconto para todos os clientes MEO.
 

Zambujeira do Mar.
7 a 11 de agosto, abertura do campismo a 3 de agosto

www.meosudoeste.pt

 

 


O Palco Moche Vibrations que integra a edição 17 do MEO Sudeste é mais do que recomendável. Aos nomes internacionais de várias gerações, icónicos e com merecido hype, juntam-se, para alinhar definitivamente o cartaz do espaço das boas vibrações, artistas lusos que representam o melhor do reggae europeu. Bandas e Soundsystems que enaltecem de forma criativa e fresca o género jamaicano, prometendo noites grandes.
 

A abrir a noite do dia 9, Skalibans. De Almada, a banda cozinha de forma frenética e contagiante os ingredientes do reggae, ska e rock. Para as suas edições fazem-se acompanhar dos melhores produtores - nomes como Alan Douches, (Aerosmith, The Chemical Brothers...) ou Chris Fudurich (SImple Minds, Britney Spears...). Palavras para quê?! Imperdível. No dia 10 de agosto vão desfilar alguns dos temas mais conhecidos da música reggae. Responsáveis: The Uprising Band. Colectivo constituído por membros dos Sativa, Souls of Fire, Charlie and the Skank Band, Marrokan e Expensive Soul, reinventam clássicos com os temperos da contemporaneidade. O pano da última noite do Palco Moche Vibrations, 11 de agosto, é aberto pelos Sativa. É uma das bandas reggae nortenhas mais antigas e por isso possuem um reportório extenso. Os temas são de inegável qualidade e tocam o dub e as raízes mais tradicionais do movimento jamaicano.

O reggae luso é oferecido por bandas mas também por soundsystems: aptos e apaixonados. No dia 8 de agosto, Fyah Box Sound. Soundsystem em formato trio, constituído por Duda, Krpan e Rafa, apresentam-se explosivos fundindo com mestria o reggae, dancehall e hip-hop.

No dia seguinte, Rastafire Sound. Dupla formada pelos Djs Dadda e Mista Banton, conhecidos pelas suas brilhantes “mixtapes”. O dia 10 de agosto será marcado pelo regresso ao MEO Sudoeste de N-Rik, Jonny Wii, Likkle J e Soldier:  Spit Fyah Sound. Soundsystem jovem mas a saber escolher para as suas prestações as mais explosivas e brilhantes melodias do reggae, dancehall e derivados.

Para completar o cartaz luso de Soundsystems, a última noite do Palco Moche Vibrations tem assegurada festa explosiva pela dupla Jahwize (Riddim Culture) e Dj Afar (Kronik People). Juntos constituem o projecto Sintra Bass Connection, convocando os clássicos reggae dos anos 70, misturados com o melhor do jungle e drum’n’bass.
 

Moche Vibrations: o palco onde o reggae é servido em doses fartas para uma festa de 4 dias.

 Mais novidades brevemente.

MEO Sudoeste, é outro Festival.
 

 

Nomes anunciados:
 

Dia 7 de agosto
(Noite de Receção ao Campista - Avicii, Alesso, Djeff)

 

Dia 8 de agosto
 Palco MEO – SOJA, Richie Campbell, Pitbull, Natiruts

Palco Moche Vibrations - Konshens, Fyah Box Sound
 

Dia 9 de agosto
Palco MEO – Fatboy Slim, Donavon Frankenreiter, Janelle Monáe

Palco Moche Vibrations - Capleton, Skalibans, Rastafire Sound
 

Dia 10 de agosto
Palco MEO – Calvin Harris, Cee Lo Green, Expensive Soul

Palco Moche Vibrations - Don Carlos, The Uprising, Spit Fyah Sound
 

Dia 11 de agosto
Palco MEO – Snoop Lion, Orelha Negra, Solange, DJ Ride

Palco Moche Vibrations - Israel Vibration, Sativa, Sintra Bass Connection
 



 

 

Palco Moche Vibrations


 

Skalibans

Bio

Em 2008 estrearam-se com o primeiro de originais, "Is it Voodoo?", um disco que contou com a privilegiada produção de Alan Douches, que já trabalhou com, entre outros, Aerosmith, The Chemical Brothers e Sepultura.Em 2009, chegou "Second by Second" que teve a produção de Chris Fudurich (SImple Minds, Fishbone, Rx Bandits, Jesse J, Britney Spears, Finch...). Oferecem em cada actuação doses massivas de energia, procurando fazer de cada concerto um momento inesquecível.

Sites e Vídeos

Site Oficial

Facebook




Skalibans - "Mary Marry Me!'
 

 

The Uprising

Bio

Se lhes atribuirmos o epíteto de “super grupo” não estaremos a exagerar. O colectivo The Uprising Band resulta da comunhão de talento e paixão de alguns dos mais reconhecidos músicos reggae – e de outras categorias - de Portugal. Membros dos Sativa, Souls of Fire, Charlie and the Skank Band, Marrokan e Expensive Soul reúnem-se para homenagear alguns dos ícones da sonoridade jamaicana. Com chama e muita alegria, os The Uprising Band, ao vivo, reinventam os clássicos para emocionar todos os que há muito acompanham o reggae.

 

 

 

Sites e Vídeos


Facebook



The Uprising ft Marta Ren - "Waiting in Vain"
 

 

Sativa

Bio

Amantes dos sons mais genuínos da Jamaica, os Sativa nasceram no Porto em 2001. Foram dos primeiros colectivos reggae do norte e continuam cheios de energia a espalhar pelo país mensagens de harmonia e paz. Já tocaram em muitos palcos, apresentando um reportório riquíssimo de temas que conjugam de forma imaculada os géneros "oldie" ska, roots reggae, ragga e dub.

 

 

Sites e Vídeos

Site Oficial





Sativa - "Mamã Não Chora"
 

 


 

Fyah Box Sound

Bio

Em 2007, estavam longe de imaginar que, em pouco tempo, viriam a tocar nalguns dos melhores clubes nacionais, e a colaborar com nomes como Richie Campbell, Alborosie  Regula, Dub Inc, Don Carlos, ou Mighty Crown Sound. Nas performances lusas e além fronteiras, oferecem sempre, com energia espectacular, os melhores elementos do reggae, dancehall e hip-hop.

Sites e Vídeos

Site Oficial

Facebook




Triple Threat April 2012 - #4 Richie Campbell - Fyah Box Sound

 

Rastafire Sound

Bio

Nasceram fruto da amizade de dois amigos Djs, Dadda e Mista Banton. Para além das suas vibrantes prestações ao vivo, muitas vezes partilhadas com nomes como Urban Vibsz, Richie Campbell ou Peetah Morgan (Morgan Heritage). A dupla aposta na divulgação dos sons quentes e dançantes com o formato “mixtapes”, granjeando enorme impacto e êxito. Espalham magia por onde passam e vão surpreender e agradar.

 

 

 

Sites e Vídeos


Site Oficial

Facebook



Rastafire Sound - Mix for "Barreiro on the Beach 2011"
 

 

Spit Fyah Sound

Bio

Não andam por aí há muito tempo mas, no universo luso do soundsystem, os Spit Fyah Sound são já considerados como um dos projectos mais sólidos e competentes. Os 4 de Cascais, N-Rik, Jonny Wii, Likkle J e Soldier, são jovens atentos, interessados e capazes de convocar, os melhores dos géneros New Roots, Reggae, Dancehall, Hip-Hop e Soca. Estiveram e arrasaram na edição de 2012 do Sudoeste. Voltam este ano mais fortes e com um reportório engrandecido para aquecer. o espaço Moche Vibrations.

Sites e Vídeos

Site Oficial

Facebook




 

 

Sintra Bass Connection

Bio

Há muito que Jahwize (Riddim Culture) e Dj Afar (Kronik People) são amigos. Fanáticos da cultura musical jamaicana, procuraram sempre, e ao seu jeito, divulgar e partilhar a paixão que os alimentava. Com o projecto Sintra Bass Connection uniram forças para apresentarem uma grande festa. Nela explodem muitos dos clássicos do Reggae Roots/Dub dos anos 70, mas também hits jungle e drum’n’bass. No espaço Moche Vibrations no Meo Sudoeste de 2013, vão transportar um pouco daquilo que aconteceu na bem sucedida residência na Praia Grande, em Sintra, 2012.

 

 



Informação de Bilhetes


 

Preço dos Bilhetes

Passe 5 dias €95;

Bilhete Diário €48;

Passe pelo Zmar Zmóvel (2 pessoas casal ou single) €755;

Passe pelo Zmar Alvéolos €150;

Passe pelo Zmar Alvéolos + 5 Almoços €205;

 Locais de Venda

www.blueticket.pt - Call Center 707 780 000, lojas FNAC,  lojas Worten, El Corte Inglês (Lisboa e V. N. Gaia), Centros Comerciais Dolce Vita (Amadora, Porto, Vila Real, Ovar, Coimbra e Funchal), Casino de Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Abep,, Estações de Correios, www.ctt.pt , lojas Media Markt, Turismo de Lisboa, www.ticketline.pt - Reservas e informações 1820 (24 horas), ACP, lojas MEO/TMN aderentes (informação em www.meosudoeste.pt/bilheteira )

Em Espanha: www.ticketmaster.es , www.breakpoint.es , www.ticketea.com , lojas FNAC, Carrefour Viajes e Halcón Viajes

Em Inglaterra: www.seetickets.com
 

 

HONDA ANUNCIA DETALHES PRODUÇÃO DO NOVO NSX

 

Detalhes da produção do Novo NSX

NSX
A Honda anunciou que o novo
super-desportivo NSX será
produzido nas instalações da
Performance Manufacturing
Center localizada em Ohio, nos
Estados Unidos. Estas novas
instalações equivalem a um
investimento na ordem dos 70
milhões de dólares, e
incorporam cerca de 184 mil m2
situando-se nas antigas
instalações da North American Logistics.
Este local, que constituirá a terceira fábrica automóvel da Honda, no Ohio, é próximo das instalações
da Honda R&D Americas, entidade também envolvida nas actividades de desenvolvimento deste
novo super-desportivo. Estas instalações estão também próximas de outras localizações da Honda,
nomeadamente da fábrica Honda of America Mfg.’s Marysville e do Honda Engineering North
America Center, responsável pela produção de novas tecnologias.
O novo centro irá empregar cerca de 100 novos colaboradores altamente qualificados, seleccionados
a partir de quadros já existentes no Ohio. A nova motorização será também instalada no Ohio, na
fábrica da Honda em Anna.
O novo NSX está a ser desenvolvido por uma equipa de R&D global, integrando designers e
engenheiros da Honda R&D America, localizada em Los Angeles, California e Raymond, Ohio.
A Honda anunciou também os engenheiros que irão liderar a equipa de desenvolvimento (Eng. Ted
Klaus da Honda R&D Americas), e a equipa de produção em série (Eng Clement D´Souza da Honda
of America) do Novo NSX.
Projecto global ambiental que representa o compromisso da Honda para com o meio
ambiente e as gerações vindouras. O símbolo circular representa a terra e o sol com
céu azul (ar limpo), água limpa e terra verde, A linha branca a meio representa uma
estrada, onde se realiza a liberdade da mobilidade. O coração representa o pensamento
e a paixão da Honda, no compromisso com o nosso ambiente.
Honda Motor Europe
Sucursal em Portugal
Rua Fontes Pereira de Melo,16
Abrunheira, 2714 – 506 Sintra
Tel: 219 155 300
Fax: 219 258 887
“Esta nova fábrica será tão única como o veículo que aqui iremos produzir. Nos planos de
construção, olhámos de forma precisa para cada processo e determinámos a mistura perfeita entre
trabalho manual e tecnologia para assim adoptar uma nova abordagem no processo produtivo”.
Eng. Clement D´Souza
O NSX estará equipado com uma estrutura e sistema de motorização únicos, capazes de
proporcionar uma experiência de condução incrível. Este novo modelo será equipado com um motor
V-6 de média dimensão, empregando o inovador sistema Sport Hybrid SH-AWD - Super Handling
All Wheel Drive.
“Temos perfeita consciência das elevadas expectativas que os clientes em todo o Mundo, têm em
relação a um supercarro. O nosso objectivo é conseguir excedê-las e criar valor para os nossos
clientes. Este novo centro representará um papel chave neste desafio.”
Eng. Ted Klaus
O Honda NSX original começou a ser produzido na fábrica de Takanezawa no Japão, a partir de
1990 até a produção ter sido transferida para a fábrica de Suzuka no início de 2004, local onde se
manteve até 2005.
A nova geração NSX será exclusivamente produzida neste centro e exportada para todo o Mundo.

 

NOVO SEAT LEON PARA O WTCC?

NOVO SEAT LEON PARA O WTCC?

 

 

Nada está ainda confirmado,mas a Seat em 2014 poderá voltar a nível oficial para o WTCC, na qual já foi testado um novo protótipo, tal como documentam as imagens que apresentamos.seat1seat2seat3seat4

 

DANIELA RODRIGUES EM GUIMARÃES

 

Inicia-se no próximo fim-de-semana a época de asfalto do Campeonato Portugal de Ralis no Rali do Targa Cidade de Guimarães, num rali totalmente novo no panorama dos ralis, e de onde se aguarda um rali muito intenso e fantástico, não fossem as especiais muito próximas do público e com um percurso magnífico.

            Depois dos teste no rali de Santo Tirso, a dupla da equipa AMAzing Team, Marco Reis e Rui Raimundo, apresentar-se-á neste rali na máxima força tentando amealhar o máximo de pontos possíveis.

            Para o piloto, Marco Reis, “este é um rali bonito pela zona onde se realiza, e sendo Guimarães a Cidade Europeia do Desporto em 2013, todos os fatores de sucesso estão reunidos, esperando-se uma boa luta entre os concorrentes do CPR, o que fará as delícias do público. A nossa missão passa novamente por divulgar o projeto da AMA – Associação Amigos do Autismo, esperando contudo, conseguir um bom resultado final”.

            Já para Rui Raimundo, “este rali é totalmente novo para todos. Realça a especial da Serra da Penha, que na minha opinião, reúne tudo o que é necessário para ser uma especial para mais tarde recordar, fruto de ter zonas muito rápidas, com curvas lentas à mistura, mau piso a alternar com estradas excelentes, mas acima de tudo a passagem pela penha e pelo traçado da rampa, tornam a especial bastante interessante. Todo o resto do rali é excelente. Esperamos que tudo corra como previsto, e que no final, os nossos patrocinadores se orgulhem de mais uma etapa bem conseguida.”

            A equipa agradece o especial apoio do Hotel Ibis de Guimarães pelo apoio neste rali, tratando-se de um hotel de referência na cidade, acolhedor e de condições excelentes para uma boa estadia, não esquecendo o apoio de Optimus, Cepsa, AMAzing – Publicidade e Comunicação, Yzycar, Auto-Rabal, Raifama Automóveis, Overstep e Heads Motorsport.

DRF 3372

 

GALERIA DE IMAGENS ASTON MARTIN

GALERIA DE IMAGENS ASTON MARTIN

 

Mais um grupo de imagens relativas a mais uma concentração de Aston Martin na Alemanha.922850 248744291930836_1577656328_n283670 253510624787536_370773985_n316241 253526641452601_282297000_n923314 250416705096928_1818432700_n936198 250415161763749_526768940_n936722 250300781775187_132982460_n936722 250300781775187_132982460_n941319 250241548447777_1607963680_n942878 252226391582626_707636476_n943768 248356568636275_2001258423_n945026 250408228431109_1295478907_n946123 250293338442598_1595491844_n969694 253510711454194_1099333326_n

 

LAMBORGHINI EGOISTA

 

Lamborghini Egoista


Homenagem de Walter De Silva ao 50º aniversário da Lamborghini


Um momento de emoção aconteceu em Sant'Agata Bolognese no culminar da gala que celebrou os 50 anos da Lamborghini: um veículo quase inimaginável saído do traço de Walter De Silva fez a sua entrada perante mais mil convidados: o Egoista. Esta foi a homenagem do Diretor de Design do Grupo Volkswagen para celebrar o meio século de viva da marca nascida sob o signo do Touro. "Estou muito ligado à marca e apesar de brasileiro de nascença corre-me nas veias sangue italiano. Queria homenagear esta efeméride com um veículo que sublinhasse o fato dos carros da Lamborghini sempre terem sido nascidos com paixão, mais com o coração do que a cabeça", salientou um emocionado Walter De Silva.
Na verdade, o Egoista, nome como o protótipo foi batizado, é um veículo traçado a partir de uma paixão por soluções alternativas de inovação, a mesma paixão que está sempre patente na Lamborghini. "Este é um veículo realizado apenas para uma pessoa, para que possa se divertir e expressar ao máximo a sua personalidade. Foi projetado exclusivamente para pessoas ultra sofisticadas que desejam possuir apenas os objetos mais individualistas e especiais do mundo. Representa o hedonismo levado ao extremo, é um veículo sem compromissos, numa palavra: Egoista (egoísta)” destacou ainda De Silva.

A estreia deste superdesportivo foi igualmente espetacular, anunciada como uma entrada cinematográfica através de um conjunto de nove ecrãs que o projetaram na sala. O palco foi transformado numa autêntica pista de aterragem, com uma “top model” vestida com um macacão aeronáutico a orientar a chegada do Egoista à “tripulação”; a sonoridade bem vincada do seu motor V10 quase que fez tremer a estrutura de 20 metros de altura realizada para o evento: este foi o espetáculo oferecido aos convidados VIP quando o Presidente e CEO da Lamborghini, Stephan Winkelmann entrou ao volante do Egoista, antes de convidar o seu criador, Walter De Silva, para se juntar a ele no palco.
Conceito e tecnologia
Equipado com um motor V10 de 5.2 litros a debitar uma potência de 600 Cv, o Lamborghini Egoista é um veículo intencionalmente de extrema invulgaridade, com características absolutamente únicas, criadas pela equipa de Design do Grupo Volkswagen: Alessandro Dambrosio e Stefan Sielaff foram os responsáveis pelo exterior e pelo interior, respetivamente. A equipa de Walter De Silva optou por criar um veículo tipo monoposto, evidenciando todas as características do “make up” da Lamborghini que significa puro prazer de condução, desempenho e estilo para além dos limites. O cockpit do condutor, concebido como um fato feito à medida para cada utilizador, é uma secção removível que, quando combinado com o resto do veículo, cria uma perfeita unidade técnica, mecânica e aerodinâmica. A inspiração, como é tradição na Lamborghini foi, mais uma vez, herdada do mundo da aeronáutica, em particular o helicóptero Apache, onde o cockpit pode ser ejetado em caso de uma emergência.

"O cockpit, concebido totalmente em fibra de carbono e alumínio, representa uma espécie de célula de sobrevivência, permitindo que o condutor fique isolado e protegido de elementos externos", explicou De Silva. "Mantivemos um olhar no futuro quando concebemos o Egoista, com a ideia de que o seu cockpit poderia ser similar ao de um avião a jato, aqui integrado num veículo de estrada, de modo a fornecer uma opção de viagem diferente." O design
O exterior é caracterizado por dois aspetos fundamentais: a sua arquitetura e os materiais utilizados. O desenho é determinado por uma estrutura altamente musculada e as áreas estilizadas e sólidas unidas entre si com rigor. A carroçaria é dominada nas partes laterais pelo perfil estilizado a fazer recordar um touro preparado para uma investida. Um traço que se estende para as rodas dianteiras conferindo-lhe dinamismo, enquanto as já de si linhas futurista transmitem-lhe agressividade. Naturalmente, esta é uma homenagem de estilo arrojado intrinsecamente ligada ao ícone da Lamborghini: o touro mais de uma forma mais purista. O desafio da inserção do logótipo da Lamborghini como uma parte integrante da carroçaria também está em destaque, posicionado de uma forma puramente artística, elegante e equilibrada numa posição longitudinal que forma uma seção central exclusiva com o cockpit, sublinhada pela cobertura de fibra de carbono do capot dianteiro.
A parte superior do veículo não tem apêndices aerodinâmicos, mas sim defletores integrados no perfil de carroçaria que atuam automaticamente, dependendo das condições de condução. Dois defletores traseiros são automaticamente ativados a velocidades elevadas para aumentar a estabilidade, ao passo que uma série de entradas de ar na parte traseira do capot do motor proporcionam o

fluxo de ar para o arrefecimento do poderoso bloco V10. A parte dianteira do veículo tem um perfil destinado a aumentar a força descendente (downforce), enquanto a seção traseira está completamente aberta tendo em vista a mecânica e a redução de peso. O resultado foi o de criar um aspeto mais agressivo. As unidades óticas do Lamborghini Egoista parecem-se mais com as de uma aeronave do que com um veículo de estrada. Não está equipado com os faróis tradicionais ou LED’s que determinam apenas num plano a sua posição com a estrada, mas sim em três dimensões, como é exigido no espaço aéreo. Duas luzes brancas frontais, duas luzes traseiras vermelhas, uma luz piscando em vermelho na parte superior da traseira, dois “olhos” laranja de touro como suportes secundários e ainda duas luzes no tejadilho (vermelho à esquerda e verde à direita) fazem este modelo de tração total único, mesmo na escuridão. Finalmente, alojados por cima das entradas de ar frontais na base da união entre a parte central e as duas seções laterais, estão dois potentes faróis de xénon em forma de olhos de águia capazes de digitalizar a escuridão para grandes distâncias.
Concebido a partir de materiais leves, como alumínio e fibra de carbono, o veículo tem zonas exclusivas para não se poder “pisar” devidamente assinalados como nos aviões. O paralelismo com o mundo da aeronáutica não termina aqui; a carroçaria foi produzida num material especial anti radar e o para brisas é anti-reflexo com uma graduação em laranja. As jantes também foram realizadas a partir de material anti radar, planas e muito abertas, embelezadas com raios de fibra de carbono para melhorar a sua aerodinâmica.

Interior
O interior do cockpit é extremamente racional, com uma funcionalidade levada ao extremo. Está equipado com um banco de competição e um cinto de segurança de quatro pontos, cada um com uma tira numa cor diferente, os airbags e um mínimo de instrumentos em que se destaca um display head-up, típico dos caças a jato. Para sair do veículo, o condutor deve retirar o volante e colocá-la sobre o painel de instrumentos, abrir uma cobertura através de um comando eletrónico que se erguerá desde o banco. Depois e ao pressionar um botão no lado esquerdo um mecanismo faz rodar uma estrutura e a zona das pernas do condutor para sair do veículo. Nesta caso também pode pressionar para baixo os pés e levantar-se, à semelhança de um monolugar de competição. Mesmo para sair do veículo, o Lamborghini Egoista é mais recomendado para um piloto do que a um condutor “normal”, para um verdadeiro “top gun”.
A filosofia
O Egoista possui, na opinião de Walter De Silva, todos os critérios do make-up dos produtos da Lamborghini. "É como se Ferruccio Lamborghini estivesse dizendo: vou colocar o motor na parte de trás, não quero um passageiro. Eu quero isso para mim e imaginar como ele seria. É um veículo apaixonante e a denominação Egoista enquadra-se na perfeição.”
Se os veículos da Lamborghini se destinam a um nicho muito restrito, este estudo vai ainda mais longe. É um carro para si mesmo, um presente da Lamborghini para a Lamborghini, resplandecente na sua solidão. O Egoista é pura emoção, como que à procura da “terra do nunca”, que ninguém pode possuir e que será sempre um sonho para todos.
lamborghini egoista_02lamborghini egoista_03lamborghini egoista_04

 

CONFIANTES NUM BOM RALI

 

Manuel Pinto – “Confiantes num bom rali”

O Campeonato Open de Ralis vai ter este sábado a quarta ronda da época, com a primeira edição do Rali Cidade de Guimarães Targa Clube, prova em pisos de asfalto que terá palco na Cidade Berço.

Depois do pódio alcançado no troféu Rallycar na primeira prova da época, o Rali de Alfena, Manuel Pinto pretende voltar a lutar pelo pódio, num rali que pretende também acima de tudo evoluir no asfalto com o seu Peugeot 206 Gti

Como nos refere o piloto de Gondomar “Resolvemos os problemas que tivemos em Alfena pelo que esperamos fazer um bom rali em Guimarães. Vamos tentar entrar desde cedo com um bom ritmo, aproveitando da melhor forma o nosso carro.

Neste tipo de piso ainda não estou tão confiante como na terra, pelo que é também uma prioridade evoluir, rodar o máximo de quilómetros para nas próximas provas estar num nível ainda mais competitivo”.

Em Guimarães Manuel Pinto terá a seu lado Hugo Pinheiro, com o primeiro “teste” nos reconhecimentos do rali a ser muito positivo. “Evoluímos muito em termos de notas, vamos ter este primeiro rali para adaptação, mas pelo desenrolar dos reconhecimentos do rali acho que o entendimento entre ambos será excelente”, concluiu o piloto.

O Rali Cidade de Guimarães vai para estrada no sábado, com os concorrentes do Open de Ralis a disputar no total seis provas especial de classificação. Na primeira secção terá palco uma única passagem pela especial de Citânia de Briteiros e Rota das Cutelarias. Na segunda secção, segue-se uma dupla passagem pelos troços de Serra da Penha e Parque da Cidade/Monchique.MANUEL PINTOMANUEL PINTO.jpg_2

 

NOVO AUDI A 1 ADMIRED

 

Novo Audi A1 Admired


 A Audi amplia a sua oferta a uma nova série especial: o A1 Admired que continua a reunir na plenitude as virtudes da marca em menos de quatro metros de comprimento: um desenho moderno, elevada qualidade e revolucionárias tecnologias de eficiência. Proposto com carroçarias de 3 e 5 portas (Sportback) com as motorizações 1.2 TFSI e 1.6 TDI e caixa manual de 5 velocidades ou transmissão S tronic de 7 velocidades (só TDI) é um veículo dinâmico, pleno de carácter, emotivo e personalizado, convertendo-o no mais desportivo do seu segmento. O Audi A1 Admired é proposto com preços a partir de 21.605 euros nas versões a gasolina (1.2 TFSI) e de 22.150 euros nas variantes diesel (1.6 TDI).
Desde o seu lançamento em Portugal que o Audi A1 conheceu um sucesso em crescendo. Vocacionado para clientes modernos, jovens, com estilo e que necessitem de um veículo com características urbanas, o Audi A1 é, na verdade, um verdadeiro automóvel urbano com um carácter desportivo, tornando-o apto a enfrentar qualquer situação numa utilização quotidiana. A garantia é de 4 anos ou 80.000 Km. Um verdadeiro Audi em todos os sentidos.
A sua presença na estrada é contundente, poderosa e chamativa. As dimensões confirmam o seu traço de linhas: 3.954 mm de comprimento e 1.740 mm de largura, mas apenas 1.417 mm de altura. A distância entre eixos é de 2.469 mm e as vias são proporcionalmente curtas. A bagageira do Audi A1 apresenta uma volumetria de 270 litros e é muito ampla, já que os amortecedores estão numa posição que não influencia a sua capacidade. O rebatimento dos bancos traseiros (1/3 – 2/3) é rápido e cómodo; os encostos de cabeça podem permanecer colocados, bastando apenas uma ligeira manobra. A volumetria do A1 aumenta, assim, até 920 litros com carga até ao tejadilho.
As duas motorizações do Audi A1 Admired surpreendem pelos reduzidos consumos, com valores entre 3,8 e 5,1 litros aos 100 km, em circuito misto. O bloco 1.6 TDI, com 90 cv (66 kW) de potência e caixa manual, emite apenas 99 gramas de CO2 por quilómetro. O sistema Start-Stop e o sistema de recuperação de energia nas travagens também aumentam a eficácia do Audi A1 Admired (não disponível na variante 1.6 TDI S tronic). Na versão 1.2 TFSI, um sistema de gestão da temperatura contribui também para a redução do consumo de combustível.

A carroçaria do Audi A1 Admired está disponível em 4 cores metalizadas: Branco Glaciar, Vermelho Misano, Prata Gelo e Preto Phantom. O arco do tejadilho (3 portas) / tejadilho (Sportback) são de cor preto brilhante.
Exemplar eficiência: os motores 1.2 TFSI e 1.6 TDI
A sigla TFSI faz referência à injeção direta e à sobrealimentação. Ambas as tecnologias formam um par ideal. A forte turbulência que o combustível provoca ao ser injetado diretamente, arrefece as paredes das câmaras de combustão. Reduz-se, assim, a temperatura, solucionando o velho problema básico dos motores turbo: a tendência de auto combustão devido ao elevado calor gerado. A compressão dos motores TFSI é muito elevada, o que melhora notavelmente a sua eficiência.
O bloco 1.2 TFSI debita uma potência de 86 cv (63 kW) e um binário máximo de 160 Nm entre as 1.500 e as 3.500 rpm. Este bloco de quatro cilindros está acoplado a uma caixa manual de cinco velocidades e permite acelerar o Audi A1 dos 0-100 km/h em 11,7 segundos, enquanto a velocidade máxima é de 180 km/h. Em ciclo misto, o consumo de combustível é de 5,1 litros aos 100 km, o que equivale a emissões de CO2 de apenas 118 g/km.
Por sua vez, o motor 1.6 TDI, com uma cilindrada de 1.598 cm3, caracteriza-se por uma fricção interna reduzida ao mínimo. As medidas mais importantes foram realizadas ao nível da regulação da bomba de óleo, nos segmentos dos êmbolos, no polimento das paredes dos cilindros, na correia dentada e nos pernes dos êmbolos em alumínio.
Os injetores piezo-elétricos do sistema common-rail podem realizar até seis ciclos de injeção por curso, com o que se melhora a qualidade da combustão, a depuração dos gases de escape e uma melhoria de andamento. No coletor de admissão, uma conduta tangencial provoca no ar de entrada uma determinada turbulência em espiral. Esta conduta melhora a mistura. Um turbo de geometria variável e um sistema de admissão e de ar de sobrealimentação sem estrangulamentos completam este conceito global.
O bloco 1.6 TDI possui uma potência de 90 cv (66 kW) e um binário máximo de 230 Nm constante entre as 1.500 e as 2.500 rpm. Em combinação com uma caixa manual de cinco velocidades, acelera dos 0-100 km/h em 11,4 segundos. A velocidade máxima é de 182 km/h e o consumo misto de 3,8 litros aos 100 km, o equivalente a 99 g/km de CO2.
Utiliza tecnologia do programa de eficiência modular da Audi. O sistema de recuperação, que recupera energia para o alternador em fases de travagem e de andamento por inércia, com a ajuda de uma inteligente regulação da tensão. Esta energia é armazenada provisoriamente na bateria, e quando o veículo volta a acelerar, esta é utilizada, diminuindo assim o trabalho do alternador e do motor.
www.audi-mediaservices.com www.3 audi.pt
Além da caixa manual de cinco velocidades, o Audi A1 Admired 1.6 TDI de 90 cv é proposto com a caixa S tronic de sete velocidades, que alia o conforto de uma transmissão automática com o dinamismo e a eficiência de uma caixa manual. As sete relações de caixa estão escalonadas de uma forma muito desportiva, apresentando a mais alta um escalonamento mais longo, com o intuito de reduzir o regime do motor e, assim, o consumo de combustível. Esta caixa de velocidades pode ser usada de maneiras diferentes: através da alavanca do seletor ou, opcionalmente, através das patilhas no volante, como acontece num modelo desportivo.
Chassis: dinâmico e seguro
O Audi A1 com tração dianteira é o veículo mais desportivo do segmento dos compactos Premium. É ágil e maneável ao circular nos percursos urbanos, tendo um comportamento mais dinâmico e preciso em estrada e mais cómodo em auto-estrada. O complexo chassis, com uma favorável repartição de pesos, contribuiu de forma decisiva no alcance de tamanhas qualidades.
A suspensão dianteira recorreu a um clássico sistema McPherson com braços transversais triangulares na parte inferior. Inclui também um sub-chassis auxiliar em aço de elevada resistência. No eixo traseiro foi aplicada uma barra de torção com molas e amortecedores montados em separado. A suspensão foi regulada em benefício da dinâmica de condução e do conforto. As vias com 1.477 mm à frente e 1.471 mm atrás do Audi A1 são largas e pouco usuais num veículo desta categoria.
O Audi A1 Admired está equipado com uma direção assistida electro-hidráulica de pinhão e cremalheira. A reação da direção é espontânea, a resposta precisa e sensível. A relação de desmultiplicação de 14,8:1, torna a direção muito direta. O diâmetro de viragem limita-se a 10,6 metros. São fatores que transmitem ao Audi A1 Admired a máxima agilidade. Já o sistema de controlo de estabilidade ESC com bloqueio eletrónico do diferencial contribui para a agilidade do chassis e para um maior dinamismo. Quando a unidade de controlo do sistema deteta que a roda dianteira no interior da curva tem perda de aderência, produz uma leve e concreta intervenção nos travões da referida roda, aplicando uma pressão de travagem mínima. O sistema ESC controla um sistema de travões de grande potência. Os discos dianteiros são auto-ventilados. No caso de uma travagem de emergência, as luzes de travagem ficam intermitentes para alertar os veículos que circulam atrás, mesmo depois de se imobilizar o veículo. O A1 Admired oferece, de série, jantes de liga leve 7,5J x 17 polegadas com 5 raios em V em antracite e parcialmente polidas e pneus 215/40 R 17. De série é proposto o kit de reparação de pneus com compressor.
Luxuoso: equipamento do segmento superior
Muitos dos equipamentos que a Audi oferece para o novo A1 Admired, à semelhança dos restantes modelos da gama, procedem diretamente do segmento superior. No exterior, destaca-se, entre outros, faróis de nevoeiro dianteiros e

traseiros, farolins traseiros em LED, luzes de dia, pacote exterior S line (pára-choques dianteiro e traseiro, grelhas laterais e difusor com design desportivo; barra central na base do pára-choques dianteiro e difusor pintados em cinzento platina; embaladeiras com emblema S line; logótipo S line nos painéis laterais dianteiros; spoiler S line no tejadilho e ponteira de escape cromada), pacote negro Audi exclusive, pintura metalizada, espelhos retrovisores elétricos, retrovisores exteriores em preto brilhante e suspensão dinâmica.
Em termos de segurança destaque no equipamento de série do novo Audi A1 Admired para o ABS com EBV (repartidor eletrónico da força de travagem), acionamento das luzes de emergência em caso de travagem de emergência, airbag para o condutor e passageiro com desativação do airbag do passageiro, airbags de cabeça sideguard, airbags laterais dianteiros, apoios de cabeça à frente ajustáveis altura (2 apoios atrás), ASR (controlo de tração), EDS (bloqueio eletrónico do diferencial), ESC (controlo eletrónico de estabilidade), fecho centralizado com comando à distância, regulação elétrica do alcance dos faróis e sistema de assistência na travagem.
No bem equipado interior encontra-se as aplicações em micro-metálico, rádio Chorus, tapetes dianteiros e traseiros, ventiladores coloridos de acordo com a cor da carroçaria e volante desportivo de 3 braços, em couro. Ao nível do conforto é proposto o ar condicionado manual, auxílio de arranque nas subidas (só 1.6 TDI S tronic), bancos dianteiros com sistema easy entry (modelo 3 portas), bancos dianteiros reguláveis em altura, bancos em tecido Emotion, coluna de direção com regulação manual em altura e profundidade, direção assistida com assistência variável em função da velocidade, sistema Start-Stop e sistema de regeneração da energia da travagem (exceto na versão 1.6 TDI S tronic) e vidros dianteiros (e traseiros no caso do modelo Sportback) elétricos.

 

Audi A1_Admired_01Audi A1_Admired_02Audi A1_Admired_03
O Grupo Audi vendeu cerca de 1.455.100 veículos da marca Audi em 2012. De janeiro até ao final de setembro de 2012, a Companhia registrou uma receita bruta de € 37,7mil milhões e um lucro operacional de € 4,2 mil milhões. A Audi produz veículos em Ingolstadt e Neckarsulm (Alemanha), Györ (Hungria), Changchun (China) e Bruxelas (Bélgica). O Audi Q7 é produzido em Bratislava (Eslováquia). Em novembro de 2012, a produção CKD do Audi Q7 foi adicionada ao Audi A4, A6 e Q5 em Aurangabad (Índia). Na fábrica de Bruxelas, a produção do Audi A1 foi iniciada em 2010, enquanto a produção do novo A1 Sportback começou em 2012. O Audi Q3 é fabricado em Martorell (Espanha) desde Junho de 2011. A Companhia está presente em mais de 100 mercados em todo o mundo. Subsidiárias integrais da Audi AG incluem a Audi Hungaria Motor Kft. (Győr / Hungria), Automobili Lamborghini SpA (Sant'Agata Bolognese / Itália), Audi Brussels S.A./N.V. (Bruxelas / Bélgica), quattro GmbH em Neckarsulm e o fabricante de motos desportivas Ducati Motor Holding S.p.A. (Bolonha / Itália). A Audi emprega atualmente mais de 68.000 colaboradores em todo o mundo, incluindo cerca de 50.000 na Alemanha. A partir de 2012 e até 2016 a marca dos quatro anéis estima investir um total de € 13 mil milhões - principalmente em novos produtos e na ampliação da capacidade de produção - a fim de sustentar a liderança tecnológica da empresa bem elucidada na sua proverbial filosofia "Na vanguarda da técnica". A Audi está atualmente a expandir as suas instalações em Győr (Hungria) e vai começar a produção nas unidades fabris de Foshan (China) no final de 2013 e em San José Chiapa (México) a partir de 2016.

 

RYAN VENCE COM PNEUS DUNLOP

 

RYAN VILLOPOTO VENCE AMA SUPERCROSS COM PNEUS DUNLOP

 

Piloto norte-americano conquista vitória em Las Vegas pelo terceiro Campeonato consecutivo

 

O piloto Ryan Villopoto, equipado com pneus Dunlop, conquistou o título do Campeonato do Mundo de 2013 do FIM Monster Energy AMA de Supercross.

O norte-americano da equipa Monster Energy Kawasaki conseguiu o título com a sua décima vitória em 450SX, a 34.ª do percurso profissional, na última prova da temporada disputada em Las Vegas.

Villopoto torna-se assim no 5.º piloto da história a conquistar três títulos e é o terceiro a fazê-lo consecutivamente.

Além disso, a Dunlop conseguiu o primeiro, segundo e terceiro postos na categoria 450SX ao contar com os pilotos Dunlop Davi Millsaps no segundo lugar e Ryan Dungey no terceiro.

A Dunlop ajuda Roczen e Hahn a conseguir os Campeonatos de 250SX

 

Na categoria 250SX os campeões regionais da zona Este e da Oeste optaram por pneus Dunlop para competir. Wil Hahn fez o necessário para manter o lugar no topo da classificação ao ficar na terceira posição da prova.

Na região Oeste viveu-se uma magnífica disputa em que Eli Tomac venceu a última prova, mas não foi suficiente para superar os cinco pontos de desvantagem que tinha em relação a Ken Roczen, o seu rival na luta pelo título. Roczen terminou em segundo e finalizou a temporada com dois pontos acima de Tomac. Além disso, Roczen venceu o Dave Coombs Sr. East/West Shootout.

Broc Glover, diretor de Moto Off-Road da Goodyear Dunlop Tires N.A, afirma:
"A Dunlop sente-se muito orgulhosa com o título e recorde conseguido por Ryan. É um piloto com muito talento e foi um claro vencedor num ano em que competiu ao lado de tantos ex-campeões e vencedores. Foi uma temporada muito disputada e a batalha até à última prova em ambas as categorias regionais 250SX demonstra isso mesmo. Para a Dunlop é uma honra que os três campeões nos tenham escolhido”.

 

 

Sobre a Dunlop

 

A Dunlop é um dos maiores fabricantes de pneus para motos com um impressionante currículo de sucessos no motociclismo. A vasta experiência competitiva da Dunlop proporcionou o desenvolvimento de tecnologias inovadoras para pneus concebidos para o uso no dia-a-dia. Sempre com o objetivo de transmitir total confiança aos motociclistas, a Dunlop oferece a todos os tipos de motociclistas o desempenho e a durabilidade das mais recentes tecnologias de pneus. Em 2013 celebra-se o 125º aniversário da Dunlop e a criação do pneu pela mão do nosso fundador.

 

Muitos dos principais fabricantes de motociclos e scooters, incluindo KTM, Triumph, Honda, Kawasaki, Suzuki e Yamaha, aplicam produtos Dunlop de origem.

Para mais informações sobre a Dunlop visite www.dunlop.pt, a página do Twitter ou do Facebook

Villopoto-SaltLakeSX F7DADDLOGO DUNLOP
 

PASSEIO AUTOMOVEIS ANTIGOS

 

PASSEIO DE AUTOMÓVEIS ANTIGOS E DESPORTIVOS NA TERRA QUENTE


Considerando a experiência acumulada ao longo dos últimos anos e tendo em conta o potencial
de que Trás-os-Montes e Douro estão recheados, quer se fale de cultura, gastronomia ou paisagens, não
podia dispersar sinergias e encarar a realização de eventos para automóveis e outros, que mais tarde se
irão ver, como um objectivo próximo a ter em conta.
Assim, será nos próximos dias 8, 9 e 10 de Junho e fazendo de Mirandela o ponto de partida e
chegada, que vai arrancar aquele que será com esta duração, o primeiro passeio para automóveis
antigos ou desportivos a percorrer as estradas da Terra Quente Trasmontana.
Do programa fazem parte visitas a ícones desta região como sejam o Santuário de NªSraª da
Assunção em Vilas Boas – Vila Flor, o Castelo de Ansiães em Carrazeda de Ansiães e estar ainda na Festa
da Cereja em Alfândega da Fé, que este ano cumpre a sua trigésima primeira edição e cuja autarquia
decidiu incluir no seu programa de actividades para a festa esta passagem pelo concelho de um evento
com este cariz.
Tendo em conta o feriado do 10 de Junho foi decidido que esta proposta teria que
disponibilizar aos amantes da modalidade o facto de poderem entre nós passar todo o fim-de-semana e
desfrutar das viagens e visitas programadas para quem o deseje fazer assim, mas também ter o cuidado
de proporcionar a quem pretenda estar apenas num ou noutro dia, numa ou noutra visita que considere
mais interessante e poder estar apenas à partida para essa escolha especifica.
No último dia, o feriado de 10 de Junho, saliente-se o facto de o passeio ir mais além e de novo
o Douro estar presente com as suas deslumbrantes paisagens e a visita e almoço a uma das mais
imponentes unidades da região viradas para o Agroturismo, a Quinta da Barroca em Queimada - Armamar. Com o
rio Douro aos pés e rodeada de vinhas, serras, a do Marão como pano de fundo e vales, tem merecido de quem a
visita as melhores referências. Para abrir o apetite, não esquecer estamos na terra do célebre Cabritinho de
Armamar…Depois de uma visita pela quinta vamos regressar a casa.
As inscrições com abertura a partir de 15/MAIO/2013 vão encerrar no final do mês e obedecem
às Normas de Participação previstas pelo organizador para este tipo de eventos.

 

 

 

PROGRAMA
PASSEIO AUTOMÓVEIS ANTIGOS E DESPORTIVOS NA TERRA QUENTE
Organização: RSEVENTOS
ABERTURA INSCRIÇÕES: 15 DE MAIO 2013
Data: 08/09/10 DE JUNHO 2013
PROGRAMA PARA DIA – 08 DE JUNHO
Concentração e Partida: Mirandela
Chegada: Junto ao Hotel D. Dinis em Mirandela
Início da Concentração: 10h00
Hora de Partida: 10h30
Hora Prevista de Chegada: 19h00
Percurso: Mirandela – Frechas – Cachão – Santuário Nª Srª da Assunção (O maior e um dos mais
importantes santuários Marianos de Trás-os-Montes. Erguido no século XIX…Vila Flor (Almoço
Restaurante TONY CAMPOS) – Carrazeda de Ansiães (Visita ao Castelo - A primitiva ocupação humana
do seu sítio remonta ao Calcolítico…) Pela EN314-1 direcção - Brunheda – Avidagos – Mirandela - Jantar
PROGRAMA PARA DIA – 09 DE JUNHO
Concentração e Partida: Mirandela
Chegada: Junto ao Hotel D. Dinis Mirandela
Início da Concentração: 10h00
Hora de Partida: 10h30
Hora Prevista de Chegada: 19h30
Percurso: Mirandela – Vale Pradinhos – Macedo de Cavaleiros – Grijó – Sambade - Alfândega da Fé
(Festa da Cereja – almoço e visitas de acordo recomendação Turismo local – esta visita terá um guia e
será pedonal) – Saída em direcção a Junqueira - Cabanas de Baixo (Foz do Sabor- as célebres migas e
peixinhos do rio esperam os participantes) – regresso a Mirandela

 

nOTA : uMA VEZ MAIS O NOSSO SITE É PARCEIRO COM A ORGANIZAÇÃO DESTE PASSEIO DE CARROS ANTIGOSCARTAZ TERRA_QUENTE



 

GALERIA DE IMAGENS RAMPA DA FALPERRA

GALERIA DE IMAGENS DA RAMPA DA FALPERRA

 

Eis um grupo de imagens da autoria dos nossos leitores José António e NuVencedor134610242526556181100116209no Abreu, que assim apresentam algumas imagens da prova do passado fim de semana na rampa da Falperra.

 

Fotos de José António e Nuno Abreu - www.velocidadeonline.com

 

100.000 PORSCHE PANAMERA PRODUZIDOS

 

Comemorando um marco na Porsche: 100.000 Panamera sai da fábrica

 

 A fábrica Porsche em Leipzig, na Alemanha, está produzindo a 100.000 Panamera hoje. Em 2009, a decisão de produzir este novo modelo de série Porsche e fabricar o primeiro veículo do cliente iniciou uma história de sucesso. "Em mais de 120 países, os clientes dirigir um Porsche Panamera que é" Made in Leipzig 'e esporte este selo de qualidade em todo o mundo. A equipe e eu estamos muito orgulhosos disso ", diz Siegfried Bülow, Presidente do Conselho da Porsche Leipzig GmbH. Desenvolvido na cidade suábia de Weissach e fabricados na metrópole saxão de Leipzig, o Panamera também ilustra bem sucedida cooperação entre os sites de negócios dentro da Porsche empresa. O valor que é colocado nesta realização equipe está sendo expressa hoje como o 100.000 º Panamera leva festivamente da linha de montagem e através de um papel de parede que foi assinado por funcionários de antemão.

O veículo é um marco novo Panamera S E-híbrido em "ródio prata metálica". Este veículo do mundo o primeiro híbrido plug-in da classe de luxo fez sua estréia diante de uma platéia mundial no Shanghai Auto Show, no final de abril de 2013. O Panamera S E-Hybrid combina eficiência, esportividade e conforto, com uma nota muito pessoal: o número de combinações possíveis de fábrica instalado exterior e combinações de cores interiores e decoração é mais de 1.500. Com 416 hp (306 kW) de potência do sistema, NEDC consumo de combustível do carro é apenas 3,1 litros de combustível por 100 km, o que equivale a 71 g / km de emissões de CO2. O carro também é um Porsche Gran Turismo por completo: ele acelera de 0 a 100 km / h em apenas 5,5 segundos e sua velocidade máxima é de 270 km / h.

 

HONDA REGRESSA Á FÓRMULA 1

HONDA REGRESSA À FÓRMULA 1

 

Depois de uma série de anos de muito sucesso, eis que a Hhondaonda está na iminência de voltar á Fórmula 1, numa primeira fase fornecendo motores à McLaren que assim abandona a Mercedes.Por sua vez segundo os bastidores da Fórmula 1, a Honda poderá também fornecer motores à Lotus e à Sauber, que assim trocam a Ferrari e a Renault.

 

EXCELENTE OPORTUNIDADE

 

TUDO ISTO (DE MAIO A DEZEMBRO) POR APENAS:

INICIAÇÃO

– dos 4 aos 7 anos

- 40€/mês

MICRO      

– dos 7 aos 12 anos

- 80€/mês

MINI

– dos 12 aos 15 anos

- 80€/mês

O TROFÉU ACADEMIA ROTAX 2013, será composto por 5 provas, a disputar nos dias:

                               - 26 de Maio, 13 ou 20 de Julho, 14 de Setembro, 26 de Outubro e 7 de Dezembro de 2013

 

Em cada prova, todos os participantes terão uma aula teórico/prática com a duração de 1h, sendo depois realizados os treinos cronometrados e duas mangas de corrida, para cada uma das categorias.

Nestas provas poderão participar pilotos que tenham kart próprio. O custo de cada prova é de 50€.

Os karts a atribuir aos pilotos, serão única e exclusivamente para seu uso (mais ninguém poderá usufruir do kart, durante o período de duração deste troféu), e têm as seguintes características:

Iniciação: Chassis Intrepid/Motor Honda Gx35cc (4 Tempos)

Micro: Chassis Intrepid/Motor ROTAX 125cc MICRO-MAX (2 Tempos)

Mini: Chassis King/Motor ROTAX 125cc MINI-MAX (2 Tempos)

 

 

Com os melhores cumprimentos,

 

Luis Ferreira

Kartodromo de Viana

Tel: +351 258320080   //   Fax: +351 2583200289

Telemovel: +351 918484842

www.kartodromodeviana.com

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar "> Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

FACEBOOK: Kartodromo de Viana

 

PORSCHE É NOTICIA

 

Porsche SE: lucro significativo no primeiro trimestre

 

Resultado depois de impostos ao nível do grupo em baixa de um único dígito bilhões de euros ainda faixa esperada para o ano fiscal de 2013

Stuttgart. 14 de maio de 2013. Porsche Automobil Holding SE, Stuttgart (Porsche SE), alcançou um lucro após impostos de 601 milhões de euros no primeiro trimestre de 2013, principalmente como resultado do lucro de investimentos contabilizados em capital próprio. No período em análise, este lucro só contém a contribuição para os lucros do grupo Volkswagen atribuível a Porsche SE. Nos três primeiros meses do ano fiscal de 2013, o resultado financeiro chegou a 10 milhões de euros.

Liquidez líquida do grupo SE Porsche aumentou de 2,56 milhões de euros, em 31 de Dezembro de 2012 a € 2900000000 em 31 de março de 2013. Essa melhora pode ser atribuída ao reembolso de impostos. No entanto, este valor ainda não inclui o dividendo líquido de 386 milhões de euros no ano fiscal de 2012 pagos pela Volkswagen AG, em abril de 2013. A liquidez líquida acima também ainda não leva em conta o dividendo total de 615.000.000 €, que foi aprovado na assembleia geral anual da Porsche SE em 30 de abril de 2013 e distribuído aos acionistas da sociedade em maio de 2013.

No lado legal, a Porsche SE alcançado vitórias em etapas importantes. Em abril de 2013, 12 dos mais recentes total de 20 autores no processo de apelação perante o Tribunal de Apelações dos EUA para o Segundo Circuito retirou seu recurso contra o indeferimento de suas reivindicações pelo Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova York por entrar em uma condição com a Porsche SE. Em março de 2013, mais 12 autores tinham retirado seu recurso para o Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova York.

Nos processos judiciais antes do New York State Supreme Court, Porsche SE e 26 demandantes tinham entrado em uma estipulação em janeiro de 2013 para acabar com todos os processos perante esta Corte. Os demandantes haviam concordado em não recorrer da demissão do seu pedido pela Divisão de Apelação da Suprema Corte do Estado de Nova York. Porsche SE concordaram em não levantar qualquer defesa estatuto-de-limitações de encontro às reivindicações dos queixosos, desde que estes sejam arquivados perante um tribunal na Alemanha, no prazo de 90 dias. Em 30 de abril de 2013, 24 dos 26 autores que são partes a estipulação referida e outra empresa apresentou uma queixa contra a Porsche SE no Tribunal Regional Stuttgart e afirmou pedidos de indemnização contra a empresa, no valor total de cerca de € 1360000000 (mais juros). Porsche SE considera as supostas alegações de ser sem mérito e irá responder mediante a apresentação de uma moção para destituir.

No ano fiscal 2013, o lucro / prejuízo consolidado será em grande parte dependente do lucro / prejuízo do grupo Volkswagen contabilizados pelo patrimônio líquido atribuível a Porsche SE. Tendo em vista as expectativas do grupo Volkswagen quanto à evolução futura do atual ano fiscal, a empresa continua a esperar um lucro de investimentos contabilizados em capital próprio e, portanto, um nível de lucro depois de impostos ao nível do grupo na gama baixa de um único dígito bilhões de euros.

 

FRANCISCO ABREU DE LOTUS?

FRACISCO ABREU DE LOTUS

 

DEpois de ter vendido no ano passado o seu Ford Capri para Espanha, pelos vistos Francisco Abreu já encontrou nova máquina, trata-se dum Lotus com que poderá já participar no circuito das Boavista, estando a preparação a cargo da RP Motorsport de Ricardo pereira.401849 10201283614557694_474683881_n532151 10201283615677722_2107415629_n601845 10201283615237711_216217287_n

 

MASERATI DE COSTA A COSTA

MASERATI DE COSTA A COSTA

 

A marca italiana está a levar a efeito nos Estados Unidos uma travessia deste pais, com o inicio em Nova York, e o seu término para daqui a uns dias na cidade de Los Angeles, isto já na costa pacifica.248388 10151520567708999_322074928_n254194 10151520568088999_725128043_n263291 10151520567943999_1093758615_n316201 10151520568113999_1884846685_n397889 250826595055939_1003778255_n599276 10151520568028999_256359204_n599464 10151520567728999_776507180_n943407 10151520568008999_129665696_n944452 10151520567838999_196690651_n947367 10151520567833999_1014272595_n969155 10151520568093999_1072699794_n969309 10151520567743999_1681856030_n971443 10151520567903999_1078273087_n972028 10151520567818999_1179312587_n972303 10151520567923999_205149262_n

 

PARADA PORSCHE EM PORTUGAL

 

A maior Porsche Parade de sempre em Portugal realiza-se a 8 e 9 de Junho de 2013.


A Porsche Ibérica comemora os 50 anos do 911 com festa inesquecível em Cascais


 Nos dias 8 e 9 de Junho de 2013, a cidade de Cascais e o Circuito Estoril vão ser o palco para as comemorações dos 50 anos de vida do 911, realizadas pela Porsche Ibérica. Numa festa que se tornará inesquecível, esperam-se duas centenas de viaturas participantes e muitos mais visitantes no maior desfile de Porsche 911 alguma vez realizado em Portugal. O ambiente fantástico que os modelos trarão a esta charmosa cidade será uma atracção imperdível, que pretende reunir o maior número de viaturas possíveis e mostrar ao público as diferentes sete gerações do 911.
Com o programa das comemorações a ter início no Sábado, dia 8 de Junho, a Porsche Parade arranca às 15h15, com início em Cascais e com destino ao Estoril. Pelas 16h30 inicia-se o Martini Porsche Rallye, uma prova de regularidade que coloca as duplas participantes em confronto nos míticos troços de Alcabideche, Lagoa Azul, Peninha, Sintra e Monserrate. O primeiro dia termina com um magnífico Jantar de Gala no Casino do Estoril, que marca também a tradição do mais antigo casino de Portugal com uma dose essencial de vanguardismo.
No Domingo, dia 9 de Junho, entre as 9h00 e as 10h00 a festa continua com todos os participantes alinhados no Circuito Estoril, para às 10h30 se dar início à prova de slalom, onde os participantes do Martini Porsche Rallye deverão exibir a sua perícia na longa recta do traçado do Estoril. Depois do almoço, pelas 15h00, arranca um dos pontos altos desta comemoração: uma exibição do bi-campeão do Mundo de Rallyes, Walter Röhrl. Os dois dias de festa terminam no Circuito Estoril onde terá lugar uma corrida de sprint que ficará certamente na memória de todos os apaixonados da velocidade. O Porsche Historic Challenge colocará em pista todos os 911 de competição que representam as diferentes gerações e que tantos triunfos deram à
P50-fP50 bP50 dP50 eWalter Rhrl_Motorsport
marca. Num registo de celebração pilotos e máquinas tudo farão para obter a melhor classificação dentro das diferentes classes criadas para esta prova.
O Porsche 911 é um verdadeiro mito vivo no mundo automóvel, apresentado em 1963 com o mesmo conceito de desportivo para utilização diária que hoje mantém. De linhas simples, com um motor boxer de 6 cilindros colocado atrás do eixo traseiro e toda a tecnologia que a Porsche era capaz de oferecer, constatamos que nada mudou nos dias de hoje. Se nos fixarmos na silhueta e nas formas básicas deste desportivo por excelência, veremos que, apesar da sua modernização, o perfil desenhado por Ferdinand Alexander Porsche permanece praticamente inalterado.
Neste ano de comemoração dos 50 anos do 911, o emblemático modelo da Porsche conta com mais de 820.000 unidades produzidas ao longo das suas cinco décadas de vida, estando ainda em circulação por estradas e circuitos de todo o mundo, mais de 70 por cento destas unidades. Por alguma razão é o desportivo com mais êxito do mundo.
O evento 50anos911 conta com o apoio da LG, da Martini e da Câmara Municipal de Cascais.
Nota: Saiba mais informações em www.50anos911.com
Mais sobre a LG:
A LG Electronics Portugal celebra este ano 10 anos de momentos Life’s Good. Este é também um ano de celebração para a Porsche, nomeadamente os 50 anos de existência do Porsche 911. Não quisemos deixar de participar nesta celebração com um dos mais recentes lançamentos da LG, o novo LG ULTRA HD TV de 84”, o maior televisor de Ultra Definição do mundo, cujos atributos se associam aos da marca Porsche pela sua tecnologia, inovação, design e qualidade.

 

CONTINUAR A EVOLUIR

 

“Continuar a evoluir”

Guimarães vai ser palco este sábado da segunda ronda do Campeonato de Portugal de Ralis onde a equipa de Sintra Carlos Fernandes e Fábio Vicente irá estar presente com o seu Mitsubishi Evo VI.

O piloto pretende continuar a evoluir e a fazer a adaptação a este novo carro nos pisos de asfalto. A dupla aproveitou o Rally do Oeste para preparar Guimarães conseguindo sempre rodar num ritmo forte vencendo quase todos os troços, apenas penalizados no final devido a um furo que comprometeu uma vitória quase certa.

Com isto a dupla ganhou ainda mais motivação e na Cidade Berço querem voltar a ter o mesmo desempenho.

Como nos refere Carlos Fernandes “Vamos tentar rodar rápido e essencialmente continuar a nossa evolução com este carro. Fazendo sempre o máximo de quilómetros. Em Montejunto o carro esteve muito bem, onde só o furo acabou por estragar a prova.

Fizemos algumas melhorias no carro, está mais fiável mas só no decorrer da prova, poderemos voltar a ter mais algumas indicações”

A dupla do Mitsubishi EVO VI alinha inserido no CPR, centrando os objetivos na categoria VSH.

A prova será disputada na íntegra no Sábado, com os concorrentes a efutuar um total de 10 provas especiais., cinco na primeira secção com uma tripla passagem pelo troço Rota das Cutelarias, e uma dupla passagem pelo troço Citânia de Briteiros e mais cinco na segunda secção onde terá palco mais uma tripla passagem desta feita pelo troço Serra da Penha e também uma dupla passagem pelo especial Parque da Cidade Monchique.Carlos FernandesCarlos Fernandes_2

 

CIVIPARTS COM NOVO CALL CENTER

 

CIVIPARTS AVANÇA COM IMPLANTAÇÃO DE CALL CENTER A NÍVEL NACIONAL

No sentido de disponibilizar um melhor serviço aos seus clientes, a Civipartscriou um CallCenter nacional, a operar desde abril, com postos de atendimento distribuídos pela rede de lojas.

 

EsteCallCenter disponibiliza um serviço de identificação de peças, orçamentos e encomendas.

As equipas de atendimento são compostas por técnicos especializados, formados para prestar um atendimento de excelência colmatando as necessidades atuais do mercado.

A entrada do CallCenter neste momento é importante para a consolidação da relação com os clientes e, em termos operacionais, um grande avanço na melhoria do desempenho da Civiparts.

 

 WP 20130506_003

 

ENGENHEIROS DA FORD TROCAM FERRAMENTAS

 

Engenheiros da Ford Trocam Ferramentas por Óculos 3-D: Realidade Virtual Dá Vida a Protótipos

 

  • Ford cria projecções 3-D em realidade virtual de novos veículos; Computer Automated Virtual Environment (CAVE) permite aos engenheiros interagir e testar veículos virtuais

 

  • CAVE oferece um ambiente externo animado com peões e ciclistas ajudando a avaliar a visibilidade. Utilizado pela Ford no desenvolvimento do Sistema de Portas de Acesso Fácil do novo B-MAX e nos testes ao interior do Focus para assegurar uma visibilidade optimizada

 

  • CAVE poderá oferecer no futuro os controlos para os sistemas de entretenimento a bordo e simulações avançadas de condução; cenários de iluminação global em tempo real, pode permitir aos engenheiros analisar o efeito da hora do dia e das condições meteorológicas na iluminação e reflexos no interior

 

  • Ford emprega impressão 3-D para produzir rapidamente componentes únicos para protótipos. Actualmente leva a cabo uma pesquisa sobre o potencial de um dia ser usado para produzir grandes volumes de peças para automóveis

 

Ford-3DCave 06 O espaço onde os automóveis Ford do futuro são afinados parece um pouco incongruente à primeira vista. Grandes paredes brancas formam uma caixa de três lados com projectores que lançam imagens em cada parede e no tecto. No meio está montado um interior de um carro.

 

No entanto, logo que se sobe para o banco do carro e se coloca os óculos 3-D com detectores de movimento na armação, os ecrãs fundem-se instantaneamente num mundo virtual hiper-realista onde se encontra imerso no interior de um novo veículo simulado por computador.

 

A Ford Motor Company denomina-o de "3-D CAVE" e mudou a forma como os carros são projectados e apurados. Ao invés de construir vários protótipos de veículos reais - um processo demorado e que consome muitos recursos – a Ford usa o CAVE 3-D para testar e refinar milhares de detalhes de novos modelos de automóveis desde a dimensão e posição de um suporte de copos até à visibilidade da janela traseira.

 

"Nós podemos agora evocar um carro no mundo digital, e então entrar e experimentá-lo realmente", disse Michael Wolf, supervisor realidade virtual, Ford Europa. "Nós ainda contamos com o ‘know-how’ e a imaginação dos nossos engenheiros de protótipos para desenhar projectos com precisão, mas agora eles têm à sua disposição uma ferramenta muito mais sofisticada para fazer isso."

 

Os engenheiros usam o CAVE 3-D em Colónia, na Alemanha, sentando-se no interior de um carro fictício e projectando no tecto e nas três paredes circundantes simulações em 3-D de veículos. Usando óculos especiais polarizados e monitorizados por um sistema de infravermelhos de detecção de movimento, eles interagem com o veículo virtual para determinar, por exemplo, o alcance para espelhos retrovisores ou para colocar garrafas nos espaços de arrumação nas portas.

 

O CAVE utiliza um ambiente externo animado com peões e ciclistas para ajudar os engenheiros a avaliar a visibilidade do mundo exterior a partir do interior do carro. Também permite que os engenheiros avaliem e comparem com o simples premir de um botão múltiplos desenhos, incluindo interiores de veículos produzidos por outros fabricantes. O CAVE da Ford em Colónia é apoiado por um conjunto idêntico em Dearborn, EUA, e outras instalações de uma só parede tornando muito mais fácil mover protótipos em todo o mundo.

 

Os engenheiros usaram o CAVE para identificar rapidamente o potencial do novo Sistema de Portas de Acesso Fácil do B-MAX, que oferece portas dianteiras convencionais e portas traseiras deslizantes que integram os pilares centrais da carroçaria, possibilitando um acesso inigualável para os passageiros e bagagem. Também ajudou a garantir a melhor visibilidade das janelas traseiras para a condução em ambiente urbano e simulações em 3-D de diferentes abordagens do limpa pára-brisas, permitindo que os engenheiros pudessem identificar o sistema "borboleta" - em que o movimento das escovas se faz em direcções opostas –, como forma de proporcionar melhor visibilidade.

 

Para o Focus, a Ford usou o CAVE para optimizar a eficácia do limpa pára-brisas, para maximizar o espaço para os passageiros traseiros, testando designs para os bancos dianteiros e apoios de cabeça, para avaliar o desenho das portas e o seu impacto na visibilidade, e para minimizar os reflexos que podem afectar a visão através das janelas e das informações nos ecrãs do tablier.

 

A Ford está a investigar agora a incorporação de controlos que operam o sistema de entretenimento a bordo, a abertura e fecho dos vidros e fornecimento de simulações avançadas de condução. Cenários de iluminação global em tempo real podem permitir aos engenheiros analisar a forma como a iluminação interior e os reflexos mudam ao longo do dia e de acordo com a mudança das condições meteorológicas.

 

"O CAVE torna muito mais rápido e mais fácil de analisar os desenhos," disse Michael Wolf. "Por exemplo, para fabricar três desenhos diferentes do pilar frontal e montá-los num protótipo de um veículo pode levar 10 dias. O mesmo desenho poderia ser concluído em apenas um ou dois dias, usando o nosso simulador de realidade virtual – e também economiza recursos físicos."

 

Para aquelas ocasiões quando somente um componente físico o fará, a impressão 3-D da Ford coloca milhares de camadas de material ultra-finas sobrepostas, formando desenhos e formas complexas. Componentes de impressão em 3-D podem incluir até três diferentes tipos de resina que permitem secções duras e macias dentro de um único objecto e podem medir até 700 mm.

 

A Ford utilizou a impressão 3-D para produzir puxadores de porta e painéis de assentos durante o desenvolvimento do novo B-MAX e forros do pilar frontal e batentes para a bagageira durante o desenvolvimento do novo Kuga. A Ford está agora a pesquisar a possibilidade de produzir em grande escala peças para os automóveis, usando a tecnologia.

 

"A impressão em 3-D significa que podemos criar todos os tipos de formas complexas e componentes únicos que anteriormente teriam exigido muitas horas de trabalho e recursos para produzir manualmente ou por meio de maquinaria," disse Sandro Piroddi, supervisor, Rapid Technology, Ford Europa. "Tem enorme potencial para a produção de veículos Ford no futuro."

 

 

 

 

 

# # #

 

Sobre a Ford Motor Company
A Ford Motor Company, empresa líder da indústria automóvel global, com sede em Dearborn, Michigan (EUA), produz e distribui automóveis em seis continentes. Com aproximadamente 175.000 empregados e 65 fábricas em todo o mundo, as marcas automóveis da empresa incluem Ford e Lincoln. A companhia presta serviços financeiros através da Ford Motor Credit Company. Para mais informações sobre os produtos Ford, por favor consulte www.ford.com.

 

A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 50 mercados e emprega aproximadamente 47,000 trabalhadores nas suas instalações e aproximadamente 69,000 incluindo as ‘joint-ventures’. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 24 instalações fabris (15 detidas integralmente ou instalações em ‘joint-ventures’ consolidadas e 9 em 'joint-ventures' não consolidadas). Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911.

.

 

 

LE MANS SERIES

Nelson Panciatici_photo_Eric_Regouby 

EUROPEU DE LE MANS SERIES 2013 - ROUND 2:


3 HORAS DE IMOLA (17 de maio e 18)

 

Alpine e NELSON PANCIATICION Um impulso para a frente!

 

Os concorrentes do Europeu Le Mans Series vai racein o segundo desafio da temporada na Itália, no Autódromo Enzo e Dino Ferrari em Imola, onde o Alpine A450 está entre os favoritos. Com um melhor tempo nos testes Elms oficiais no circuito Castellet, o Alpine A450 terminou pouco menos de um pódio na primeira corrida em Silverstone, porque o tempo dramático obrigou os stewards a parar a corrida antes do final por motivos de segurança. Nelson Panciatici e toda a equipe Signatech-Alpine, gerida por Philippe Sinault, quero continuar este impulso para a frente e, neste fim de semana em Imola, criar o desempenho para corresponder o seu potencial.
Nelson Panciatici, que vai descobrir a pista muito técnica, que é Imola, treinou assiduamente no simulador Ellip6 que reproduz as mesmas sensações que são na car.He raça e seu engenheiro de ter revisto o ajuste de vários controles para ter carro anefficient a partir da primeira corrida. Como este circuito é conhecido por ser fisicamente exigente, Nelson também seguiu um regime aptidão específica.
Mesmo que a concorrência parece difícil, Nelson sente-se confiante:
"Desde o início da temporada temos mostrado o nosso nível de performance, seja em um relé ora colo. Queremos agora consolidar isso com um bom resultado e, embora eu não sei o circuito, eu me sinto pronto. No simulador Ellip6 a pista parece muito técnico, com curvas bastante complexos e chicanes, mas com o meu co-piloto, Pierre Ragues, fazemos uma equipa equilibrada e rápida, o que deverá permitir-nos alcançar posições de liderança e procurar fazer pelo menos um pódio. Nosso engenheiro, Olivier, conseguiu adaptar a Alpine A450 bem com os pneus Michelin e temos melhorado ainda mais em sua gestão. O plano de trabalho para Le Mans já está bem encaminhada e que vai ajudar neste fim de semana. Pegamos alguns pontos em Silverstone o que poderia vir a ser importante para o fim do ano, pois agora temos de voltar para a liderança pacote por estar na frente, eu não posso esperar para chegar ao Imola! "
Alpine está de volta à Endurance após 35 anos de ausência com o objetivo de desempenhar papéis principais, e para representar esta marca mítica dá toda a equipe a motivação mais forte para alcançar seus objetivos. Nelson Panciatici vai querer, sem dúvida, para adicionar sua contribuição para o Sporting renascimento ofAlpine!

 

MIGUEL BARBOSA ESTREIA-SE NO ASFALTO

 

Miguel J. Barbosa prepara fase de asfalto do CPR
Rali de Guimarães é estreia absoluta na competição

 

 

A estreia absoluta do Rali de Guimarães, na estrada no próximo sábado,
marca a viragem do Campeonato de Portugal de Ralis para a fase de asfalto
que contempla as quatro derradeiras provas do calendário de 2013. Miguel
Jorge Barbosa e Alberto Silva ultimam os preparativos para se apresentarem
na prova vimaranense na máxima força.
Com a participação no Rali de Portugal e Sata Rali dos Açores, o piloto de
Vila Nova de Famalicão viu encurtado o tempo de preparação para a fase de
asfalto mas, nem por isso, se apresenta menos motivado e confiante. “Não
tivemos oportunidade de testar convenientemente algumas
evoluções que vamos utilizar a partir daqui. Em Guimarães vamos
estrear umas novas suspensões e tudo está a ser preparado com o
máximo cuidado e empenho”, começou por dizer Miguel J. Barbosa.
A prova do Targa Clube marca também a primeira «batalha no asfalto» do
ano entre o pelotão do CPR. Para o piloto do Mitsubishi Lancer Evo IX, este
primeiro medir de forças é encarado com grande tranquilidade. “Esta será
mais uma prova muito disputada e a concorrência vai apresentar-se
na máxima força. O rali é uma novidade para todos e espero
conseguir um bom resultado. Vamos dar o nosso melhor como
sempre fizemos até aqui”, disse.
O Rali 

de Guimarães será totalmente disputado no dia de sábado, 18 de
Maio, sendo composto por 10 Provas Especiais, com destaque para a dupla
passagem por Parque da Cidade/Monchique, uma especial citadina que será
certamente um dos pontos altos da prova organizada pelo Targa Clube. A
partida do rali (junto ao pavilhão Multiusos) está agendada para as 9H30 e o
pódio final, após os 98,8 km cronometrados, previsto para as 19H05.MB RPT005

 

ENZO GUIBBERT EM DESTAQUE

 

FRENCH FFSA GT Championsip 2013

 

IMOLA (18 de maio e 192013)-ROUND 2

 

ENZO GUIBBERT EM DESTAQUEEnzo Guibbert_Porsche

Para a sua estreia no Campeonato Francês FFSA GT no circuito Bugatti, Enzo Guibbert, o "Volant EUROFORMULA" de 2012, ficou em segundo lugar no pódio para Corrida 2. Enzo quer fundamentar esse resultado em Imola, onde vai continuar a reforçar as suas capacidades ao volante do seu Porsche 997 GT3-R gerido pela equipe de Philippe Almeras 'Pro GT.

Para conseguir isso, Enzo Guibbert e seu co-piloto Eric Dermont terá de se adaptar ao characterof específico no circuito de Imola, que eles descobriram pela primeira vez sob uma chuva torrencial, impedindo uma boa preparação, durante a sua sessão de treinos livres. Ainda assim, eles podem contar com a experiência e as habilidades técnicas da equipe Pro GT para dar-lhes o melhor começo possível nas duas corridas do fim de semana na Itália.

O "Volant EUROFORMULA" 2012, no entanto, permanece otimista e espera que este encontro com confiança, e ele está pronto para batalhar com adversários dignos que certamente não vai fazer seu trabalho fácil:

Enzo: "Alcançamos nossos objetivos na primeira corrida com um podium.We agora tem que confirmar isso e não vai ser fácil, especialmente porque não fomos capazes de treinar corretamente em Imola por causa da chuva. Mas eu gosto do circuito, há um monte de ritmo e algumas partes técnicas interessantes. Eu também melhorou em muitas áreas likethe pneumática e gerenciamento de tráfego e eu estava tão confortável na chuva como eu estava em seco, soit deve ir bem. Se a nossa equipe ainda está carente de experiência, o que é normal nesta fase da temporada, a nossa motivação está nos empurrando para trabalhar muito duro para continuar a aprender e melhorar. Nosso objetivo em Imola é tentar levar alguns grandes pontos no sábado e um top 5 no domingo sabendo que a nossa penalidade de 10 segundos pegou para o bom resultado que já teve vai prejudicar-nos no primeiro dia. Estamos prontos para agarrar toda e qualquer oportunidade que puder, incluindo uma etapa no pódio! "

Laurent Fradon, o diretor da Escola EUROFORMULA, também acha que Enzo Guibbert pode conseguir outro bom resultado:

"Eu vou dizer de novo, Enzo Guibbert é um daqueles pilotos com habilidade e ele provou isso no Bugatti. Ele terá que comprovar que o resultado e não vai ser fácil, todos nós sabemos disso. Eu confio que ele pode fazê-lo porque eu vi hisevolution na escola durante o "Volant EUROFORMULA" final onde ele sabia como putpressure sobre os outros finalistas. Mesmo que ele está descobrindo Imola pela primeira vez, Enzo é capaz de adaptar-se rapidamente que irá ajudá-lo rapidamente chegar ao nível com o melhor deles. Vamos acompanhar seu desempenho neste fim de semana com interesse. "


Enzo Guibbert dirige-se para o circuito de Imola, na Itália com a intenção de encontrar uma posição de liderança enquanto ele continua seu aprendizado em uma disciplina, ele descobriu apenas recentemente!

 

TT BRASIL

 

Após teste de novo carro no Series, Kffuri se mostra animado para próximo rali


Apesar de não ter conseguido completar a prova em Avaré ao lado do navegador Rodrigo Czech, dupla aprovou o desempenho do novo carro

 No último sábado (11) foi disputada em Avaré (SP) a etapa de abertura do Sertões Series, prova válida pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. Foi a oportunidade para Marcos Kffuri e Rodrigo Czech colocarem a prova o novo veículo da equipe, o Toyota FJ Cruizer. Um incidente acabou atrapalhando os planos da dupla, que teve que abandonar a disputa após um capotamento. Ainda assim, Kffuri considera positiva a experiência.

Inscritos na categoria Production T2, Kffuri e Czech partiram para Avaré, no interior paulista, com muito otimismo na estreia do novo veículo, porém, logo na especial de abertura da competição, após uma quebra no suporte da barra de direção, que teve como consequência um capotamento, acabou eliminando as chances da dupla finalizar a prova. "Embora tenhamos ficado pelo caminho muito cedo, devido a esse acontecimento, conseguimos avaliar o desempenho do FJ Cruizer, e me agradou bastante. Ele respondeu bem em todos os terrenos que conseguimos percorrer", explicou o piloto, que considera o Series uma prova muito bem organizada.

Visando as próximas disputas, Kffuri acredita que o carro está no caminho certo para o acerto ideal. "Tivemos uma prova em um ritmo mais forte do que os treinamentos que realizamos e, ele correspondeu bem na maioria das situações, mas com pontos a melhorar. Este é o nosso objetivo, deixar o carro em condições de competir novamente", disse.

Com a proximidade da próxima competição, de 07 a 09 de junho, no Rally Cuesta Off-road, em Botucatu (SP), a dupla corre contra o tempo para deixar o equipamento em dia. "Neste momento vamos nos esforçar para preparar o FJ Cruiser. Os estragos não foram grandes, porém, o tempo é muito curto até a próxima prova. Estamos planejando para que na próxima oportunidade em que estivermos competindo, o carro esteja com algumas melhorias técnicas em relação ao estágio atual", finalizou o piloto.


 

ACÇÃO INÉDITA EM VILA NOVA DE GAIA

ACÇÃO INÉDITA EM VILA NOVA DE GAIA

 

 

 

Decorreu hoje em Vila Nova de Gaia uma operação Stop de polícias palmo e meio com a colaboração da P;S;P de V;N; de Gaia 

Com alunos com idades entre dos 7 a 10 anos, da escola de primária de Laborim, operação decorreu numa retunda da localidade da escola.

Os polícias de palmo e meio la estavam todos satisfeitos com seu trabalho de rua.

 

Texto e fotos de Raurino Monteiro - www.velocidadeonline.comIMG 06861IMG 06891IMG 06901IMG 06921

 

SUPER 7 BY KIA AO RUBRO EM PORTIMÃO

 

Super 7 by Kia ao rubro no Autódromo de Portimão


Super 7 by Kia realizou a sua 2ª prova de 2013 no Autódromo de Portimão, no Algarve.

foto portimo_inicial

Sábado tiveram lugar os treinos cronometrados, cuja classificação ditou a ordem na grelha de partida para a primeira manga, e Gonçalo Lobo do Vale conseguiu a pole position impondo o tempo de 2’09.966. No entanto a distancia para os seus adversários habituais não chegava a um segundo, antevendo-se uma vez mais corridas muito competitivas, numa pista muito adrenalinica.

 

Na primeira manga Nuno Carvalho que partiu da quarta posição foi o vencedor depois de intensas lutas na frente com a dupla João Galvão/José Pacheco e Miguel Couceiro/Afonso Cidrais que foram respectivamente segundos e terceiros classificados. Gonçalo Lobo do Vale viu-se obrigado a desistir devido a problemas no seu Super 7, afastando-se assim da luta pelos lugares cimeiros. Nuno Santos/André Correia que foram quartos realizaram a volta mais rápida registando o tempo de 2’10.656.

 

Na segunda manga as emoções voltam ao rubro e as lutas na frente intensificam-se entre Nuno Carvalho e a dupla Nuno Santos/André Correia que partindo de quarto conseguem chegar rapidamente à frente do pelotão e liderar algumas voltas. No final Nuno Carvalho leva a melhor e vence esta segunda manga, a dupla Nuno Santos/André Correia foram segundos e em terceiro classificou-se Gonçalo Lobo do Vale depois de ter realizado uma corrida espectacular, partindo do pit lane e chegando rapidamente ao pelotão da frente, realizando mesmo o melhor tempo em pista 2’10.274.

Na terceira manga Nuno Carvalho e Gonçalo Lobo do Vale andaram na disputa pelos primeiros lugares, e logo atrás assistiu-se a uma intensa luta entre Miguel Couceiro/Afonso Cidrais, Luís Lisboa, João Galvão/José Pacheco, Nuno Santos/André Correia, Hugo Araújo/Pedro Castanon e Sebastião Brion/Salvador Andrade, com curvas onde chegaram a rodar 4 Super 7 literalmente lado a lado. No final Nuno Carvalho venceu mais esta manga, realizando a melhor volta em pista, seguido de Gonçalo Lobo do Vale em segundo e Miguel Couceiro/Afonso Cidrais em terceiro.

Na quarta manga assistiu-se a uma corrida verdadeiramente imprópria para cardíacos com Luís Lisboa, Nuno Carvalho, Miguel Couceiro/Afonso Cidrais e Gonçalo Lobo do Vale numa luta fervorosa pelos lugares da frente, com trocas de posições constantes e curvas feitas lado a lado, o que se manteve até ao cortar da meta no final desta manga. Gonçalo Lobo do Vale acabou por conseguir o primeiro lugar, seguido de Nuno Carvalho em segundo e Miguel Couceiro/Afonso Cidrais, que se estreou ao volante de um Super 7, em terceiro.

Foi mais um fim de semana de corridas intensas na Super 7 by Kia onde os vencedores só se definiram mesmo no final, com os pilotos Super 7 a baterem dentro de pista o calor algarvio que se sentia cá fora.

Feitas as contas, no final da 4ª manga, subiram ao pódio Nuno Carvalho em primeiro, Miguel Couceiro/Afonso Cidrais em segundo e a dupla Nuno Santos/André Correia em terceiro.

Treinos Cronometrados/Qualifying Results

1 – Gonçalo Lobo do Vale                                    2’09.966

2 – João Galvão/José Pacheco                            2’10.168

3 – Miguel Couceiro/Afonso Cidrais                2’10.536

4 – Nuno Carvalho                                                 2’10.553

5 – Nuno Santos/André Correia                        2’10.616

6 – Duarte Lisboa                                                   2’11.098

7 – Luís Lisboa                                                        2’11.129

8 – Sebastião Brion/Salvador P. Andrande   2’11.307

9 – António Ricciardi/Manuel Marques         2’12.769

10 – Jesus Fuster/Jaime Fuster                         2’13.545

11 – Hugo Araújo/Pedro Castanon                  2’15.467

12 – João Seabra/Rodrigo Meneres                 2’15.581

Classificação 1ª Manga

1 – Nuno Carvalho

2 – João Galvão/José Pacheco

3 – Miguel Couceiro/Afonso Cidrais

4 – Nuno Santos/André Correia

5 – Sebastião Brion/Salvador P. Andrande

6 – Duarte Lisboa

7 – Hugo Araújo/Pedro Castanon

8 – Luís Lisboa

9 – João Seabra/Rodrigo Meneres

Não Classificados

António Ricciardi/Manuel Matos

Gonçalo Lobo do Vale

Melhor volta: Nuno Santos/André Correia 2’10.656 a 127.576 Km/h

2ª Manga

1 – Nuno Carvalho

2 – Nuno Santos/André Correia

3 – Gonçalo Lobo do Vale

4 – Duarte Lisboa

5 – Sebastião Brion/Salvasor P. Andrade

6 – Miguel Couceiro/Afonso Cidrais

7 – Hugo Araújo/Pedro Castanon

8 – António Ricciardi/Manuel Matos

9 – João Seabra/Rodrigo Meneres

10 – João Galvão/José Pacheco

Melhor volta: Gonçalo Lobo do Vale 2’10.274 a 127.950 Km/h

3ª Manga

 

1 – Nuno carvalho

2 – Gonçalo Lobo do Vale

3 – Miguel Couceiro/Afonso Cidrais

4 – João Galvão/José Pacheco

5 – Nuno Santos/André Correia

6 – Sebastião Brion/Salvador Andrade

7 – Hugo Araújo/Pedro Castanon

8 – Luís Lisboa

9 – Duarte Lisboa

10 – Jesus Fuster/Jaime Fuster

11 – António Ricciardi/Manuel Matos

12 – João Seabra/Rodrigo Meneres

Melhor Volta: Nuno Carvalho 2’08.992 a 129.221 Km/h

4ª Manga

1 – Gonçalo Lobo do Vale

2 – Nuno Carvalho

3 – Miguel Couceiro

4 – Luís Lisboa

5 – Nuno Santos/André Correia

6 – Sebastião Brion/Salvador Andrade

7 – Hugo Araújo/Pedro Castanon

8 – João Galvão/José Pacheco

9 – Duarte Lisboa

10 – António Ricciardi/Manuel Matos

11 – Jesus Fuster/Jaime Fuster

Melhor Volta: Gonçalo Lobo do Vale 2’09.767 a 128.450 Km/h

Classificação Final

1º Nuno Carvalho

2ª Miguel Couceiro/Afonso Cidrais

3º Nuno Santos/André Correia

4º Gonçalo Lobo do Vale

5º Sebastião Brion/Salvador Andrade

6º João Galvão/José Pacheco

7º Duarte Lisboa

8º Hugo Araújo/Pedro Castanon

9º Luís Lisboa

10º Manuel Matos/António Ricciardi

11º João Seabra/Rodrigo Meneres

12º Jesus Fuster/Jaime Fuster

 

NUNO TAVARES EM POLARIS

 

Góis recebeu a 2ª jornada do Campeonato Nacional de TT

  • Nas duas rodas Mário Patrão em Suzuki regressou aos triunfos
  • Entre os Quads Beto Borrego não deu hipóteses
  • Nuno Tavares em Polaris, bisou na categoria Buggy/UTV

 

Numa organização do Moto Clube de Góis o nacional de TT regressou à Região Centro depois de um ano de ausência, com uma lista de inscritos bem composta e em quase tudo semelhante à da prova alentejana de abertura da temporada.

 

Mário Patrão venceu nas duas rodas

Com quase 12 quilómetros de extensão, o prólogo disputado na tarde de sábado com bastante calor, deu início às hostilidades. A correr mais perto de casa e de terrenos onde é particularmente forte o campeão nacional Mário Patrão, aos comandos de uma Suzuki foi o mais rápido. Com mais 0,93s ficou Luís Ferreira (KTM) piloto que venceu a prova inaugural de 2013. 3º tempo para António Maio (Yamaha) que gastou mais 3,22s. Posições seguintes para Ruben Faria (KTM), João Lourenço (KTM), o mais rápido da Categoria Promoção, Frederico Fino (Yamaha) e Domingos Santos (Kawasaki) que foi o mais rápido entre as motos da classe TT1

No dia seguinte os concorrentes tinham pela frente uma dupla passagem por um sector seletivo com pouco mais de uma centena de quilómetros. A primeira passagem da corrida das duas rodas ficou marcada por uma violenta queda de Luís Ferreira, ainda dentro da zona de assistência que o forçou à desistência. O piloto do Entrocamento caiu exatamente no mesmo sítio onde dois minutos antes caíra o beirão Mário Patrão, que todavia pode continuar em prova e levar a sua moto até à vitória.

Brilhante 2º lugar final para Ruben Faria que levou a sua KTM a terminar a 3m50s do vencedor. O piloto algarvio que recentemente foi pai, continua em Portugal a preparar-se com um excelente ritmo para as provas mundiais que se avizinham. 3ª posição para António Maio que ficou apenas a 10 segundos de Ruben Faria depois de ter recuperado mais de três minutos perdidos na sequência de uma queda.

Depois de ao longo de ¾ da prova ter mantido um animado duelo com o algarvio João Lourenço Frederico Fino acabaria por ver o seu adversário sofrer uma queda. O piloto da Yamaha que ainda parou para dar indicações do ocorrido às equipas da organização veio a terminar num magnífico 4º lugar.

5ª posição e segunda vitória consecutiva para David Megre entre os concorrentes à Classe TT1.

Entre os concorrentes à classe Promoção vitória para Filipe Goucha em Kawasaki, 12º da geral. Na 2ª posição ficou Luís Aguiar em Yamaha pertencendo o 3º posto ao ator Rui Porto Nunes também em Yamaha. Entre os veteranos a vitória pertenceu ao regressado Jorge Oliveira que levou a Husqvarna até ao 16º posto absoluto, ficando escassos 22 segundos à frente de José Alvoeiro (Honda). Última mas merecida referência para o triunfo de Ariana Pinto (AJP) entre as senhoras e que logrou terminar a corrida apesar de múltiplos percalços.

 

Nos Quads Beto Borrego não deu hipóteses

Na competição destinada aos Quad foi sem surpresa que o mais rápido do prólogo foi o campeão Beto Borrego. 2º posição para o jovem Ruben Alexandre o mais rápido entre os inscritos na categoria Stock.

 

 

 

O 3º tempo foi averbado por Carlos Miguelito a escassos 0,73s do piloto que o precedeu na classificação. Aos comandos de uma Suzuki o jovem André Mendes realizou o 4º tempo a 25,62s do vencedor.

A corrida dos Quads teve uma história já bem conhecida. Campeão em 2012 com vitórias em todas a as corridas, Beto Borrego liderou a corrida de princípio a fim e terminou com 4m30s de vantagem sobre o 2º classificado, o albicastrense André Mendes (Suzuki) atual vice-campeão. O derradeiro lugar do pódio foi ocupado por Carlos Miguelito que ficou a escassos 15s do piloto que terminou à sua frente. Vitória na categoria Stock e 4º lugar absoluto para o jovem Ruben Alexandre (Yamaha).

 

Nuno Tavares em Polaris, bisou na categoria Buggy/UTV

A prova começou com o regresso às vitórias nos prólogos por parte do campeão 2011, Rui Serpa que foi o mais rápido aos comandos do Rage de caixa manual que em 2012 era pilotado por António Ferreira. Com mais 21s colocou Vítor Santos o seu Polaris na 2º posição, seguido de outro Polaris, o de João Dias.

Destaque para o 8º tempo no prólogo de Dorothee Ferreira, a única senhora que compete nesta categoria. António Ferreira, vencedor do prólogo na Ervideira foi altamente prejudicado neste prólogo serrano já que um furo no carro que partiu à sua frente e a impossibilidade de se conseguir ultrapassar o levou a realizar um tempo demasiado modesto. Um susto monumental apanhou, por outro lado, o campeão João Lopes (Polaris) quando a meio do prólogo ficou completamente sem travões.

Na corrida Nuno Tavares chegou à liderança no final do 1º SS quando tanto o espanhol Teofilo Gallart (Polaris) como António Ferreira (Rage) chegaram a estar perto do futuro vencedor mas os dois foram posteriormente forçados a abandonar.

Nuno Tavares repetiu assim o triunfo e consolidou a sua liderança do campeonato enquanto que, depois de muitos abandonos, João Dias terminou finalmente uma corrida alcançando um magnífico 2º lugar.

Os três pilotos que se classificaram nas posições seguintes ficaram separados por escassos 50s. No lugar de pódio ficou António Estevão (CanAm). Na 4ª posição terminou Rui Serpa autor de uma excelente recuperação, já que era 10º no final da 1ª volta. Notável foi o 5º lugar da classificação geral alcançado por Dorothee Ferreira. Depois do furo no prólogo que o obrigou a partir para a corrida da penúltima posição o espanhol Robert Gallard ainda levou o seu Polaris até ao 6º lugar final à frente do Polaris Smart de Jorge Branco. A segunda volta teve como piloto mais rápido o campeão João Lopes. Mas, o tempo perdido no 1º troço, onde voltou a sentir problemas de travões, impediram-no de ir além de um 8º lugar. Aos comandos do único Polaris da anterior geração Luís Caseiro, vencedor da categoria Promoção em 2012, terminou na 9ª posição.

 

A 3ª jornada do campeonato nacional de todo-o-terreno terá lugar a 1 e 2 de Junho quando a vila do Gavião receber os concorrentes para o XXVI Raid TT da Ferraria.Andr MendesAntnio Maio

 

XX RAID A GÓIS

 

XX Raid TT a Góis

 

 

Já está disponível um video com o resumo da participação da equipa JL Racing no Vinhos Ervideira Rali TT

Veja em:  http://youtu.be/H_4oX3Hflnk

 

NUNO CARDOSO NA FALPERRA

 

Nuno Cardosobrilhou na Falperra

 

 

Nuno Cardoso estreou-se na Rampa da Falperra com uma excelente actuação e um resultado muito interessante para quem nunca tinha experimentado este tipo de provas. O piloto de Vila das Aves adaptou-se rapidamente ao traçado bracarense e o Abarth 500 mostrou que é um carro muito eficaz não só em pista mas também em estrada.

 

Num fim-de-semana com três subidas de treinos livres e três oficiais, Nuno Cardoso evidenciou na Rampa da Falperra uma rápida adaptação às exigências do traçado minhoto e foi ao longo dos dois dias melhorando a sua prestação, que culminou com o 22º lugar na classificação geral, 5º grupo de Produção e 1º entre os pilotos dos Abarth 500. “Sendo a minha estreia na Rampa da Falperra e a primeira vez que guiei o carro fora de um circuito considero que foi um fim-de-semana quase perfeito. Adaptei-me muito bem ao carro e ao traçado e fiquei muito satisfeito com as potencialidades do Abarth nestas condições. Fui melhorando constantemente o meu registo durante as subidas e só mesmo na derradeira, devido a um toque nos rails, não foi possível fazê-lo”, começou por dizer o piloto apoiado pela OZ Energia, O Meu Gás, CiberCar e Quinta do Rio.

 

Com a próxima prova agendada para o final do mês no Circuito do Estoril, Nuno Cardoso aproveitou também para ganhar mais algum ritmo competitivo e tirar algumas ilações sobre o comportamento do Abarth. “Após esta prova sinto-me ainda mais confiante e com a certeza que fiz uma óptima escolha neste regresso à competição. Esta passagem pela Falperra foi uma excelente ideia e para além do trabalho que realizei adorei sentir o apoio dos milhares de espectadores espalhados pela subida. Foi uma experiencia memorável e uma ótima oportunidade de divulgar a imagem dos meus patrocinadores”, afirma o líder do TrofeoAbarth 500.

 

Nuno Cardoso regressa às pistas nos dias 25 e 26 de Maio para disputar a segunda prova da temporada, o Circuito Primavera ACDME, que se realiza no Autódromo do Estoril.NC FALPERRA

 

KART - BRASIL

Copa SP Light: Gianluca Petecof recupera 15 posições e sobe ao pódio pela 8ª vez consecutiva

Na Aldeia da Serra, paulista terminou o 1º turno do campeonato como melhor estreante, e está a apenas oito pontos da liderança

Fazendo uma temporada constante, Gianluca Petecof subiu ao pódio pela oitava vez seguida na quarta etapa da Copa São Paulo Light de Kart, no último sábado (11), na Aldeia da Serra (SP). Na rodada que marcou o encerramento do primeiro turno do campeonato, o paulista terminou na 3ª posição no geral e foi o melhor estreante na categoria Júnior Menor.

Mas Gianluca não teve vida fácil para conquistar o bom resultado. Com a quebra de seu kart na segunda volta da tomada de tempos, o piloto da ONS Motorsport largou em 18º entre 21 karts - um dos maiores grids do ano na categoria. Em 18 voltas da primeira prova, e menos de 14 minutos, Petecof conseguiu conquistar 13 posições e completar a corrida em 5º lugar. Na segunda bateria, fez duas ultrapassagens na largada e conseguiu acompanhar o ritmo dos primeiros para terminar em 3º.

Com o resultado, o paulista está na 6ª colocação na classificação geral, a apenas oito pontos do líder, com seis etapas para o fim do campeonato.

Neste sábado (18), o piloto volta à pista no kartódromo da Granja Viana para a quarta etapa da Copa São Paulo. Ele ocupa o 4º lugar e já tem uma vitória na competição.

Gianluca Petecof:

"Foi uma pena o problema que tive na classificação, mas no final o resultado foi ótimo. O oitavo pódio seguido é uma prova de que estamos com um forte desempenho e boa regularidade, o que é muito importante. Sabíamos que o início do ano na Júnior Menor não seria fácil, mas fiquei muito satisfeito por ser o melhor estreante no 1º turno do Light e me manter perto dos primeiros. Agora vamos trabalhar bastante para melhorar nas classificações"

Resultado da 1ª prova - categoria Júnior Menor (10 primeiros):

1) 818-Arthur Leist, (18 voltas) 13:26.570
2) 77-Marcel Della Coletta, à .135
3) 50-Yanni Fontana, à .395
4) 1-Gustavo Zwetkoff, à 1.034
5) 110-Gianluca Petecof, à 4.978
6) 301-Rafael Reis, à 13.130
7) 18-Pedro Lopes, à 16.124
8) 47-Gabriel Lopes, à 17.841
9) 99-Guilherme Peixoto, à 18.786
10) 14-João Correa, à 23.120

Resultado da 1ª prova - categoria Júnior Menor (10 primeiros):
1) 818-Arthur Leist, (18 voltas) 13:19.265
2) 77-Marcel Della Coletta, à 2.017
3) 110-Gianluca Petecof, à 2.399
4) 7-Juan Andreu Neto, à 4.362
5) 80-Gabriel Paturle, à 4.710
6) 48-Rodrigo Tenório, à 18.675
7) 3-Raikkonen Sakzenian, à 19.666
8) 58-João Vitor Rosate, à 19.826
9) 47-Gabriel Lopes, à 23.986
10) 14-João Correa, à 25.203

Clique nas fotos para baixar em alta resolução:

Gianluca completou o 1º turno da Copa SP Light como melhor estreante da Jr Menor
Jackson de Souza

Clique na imagem para fazer o Donwload...

O paulista recuperou 13 posições na primeira corrida para terminar em 5º lugar
Jackson de Souza

Clique na imagem para fazer o Donwload...

Na Aldeia da Serra, Petecof conquistou o oitavo pódio seguido na temporada
Jackson de Souza

Clique na imagem para fazer o Donwload...

 

18 MAIO - DIA FORD

 

Dia 18 de Maio é ‘Dia Ford’ - Novo Fiesta EcoBoost é o Prémio do Vencedor do Concurso que Doará o Seu Antigo Automóvel a Uma Instituição de Solidariedade

 

  • Ford Lusitana volta a apostar numa acção dedicada a promover o tráfego nas Concessões da marca

 

  • ‘Dia Ford’ é um concurso cujo prémio final, a sortear entre todos os participantes, é um novo Fiesta 1.0 EcoBoost. Vencedor doará o seu antigo automóvel a uma instituição de solidariedade por si seleccionada

 

  • O registo dos participantes está a decorrer até dia 18 de Maio, o ‘Dia Ford’, através do site dedicado em www.diaford.pt, na página oficial da Ford no Facebook ou directamente num concessionário aderente a esta iniciativa

 

 

Dia Ford_HR À semelhança de outras iniciativas anteriores com enorme sucesso, a Ford Lusitana volta a apostar numa acção de envolvimento dos clientes com os concessionários oficiais da marca.

 

O próximo dia 18 de Maio será o ‘Dia Ford’. O prémio final para o vencedor do concurso será o novo Ford Fiesta 1.0 EcoBoost de 100cv e o premiado doará o seu antigo automóvel a uma instituição de solidariedade social por si seleccionada.

 

Os interessados em participar neste concurso deverão consultar o site oficial em www.diaford.pt, onde estão disponíveis todas as informações relevantes e o formulário de inscrição. Podem ainda aceder através da página oficial da Ford no Facebook ou registarem a sua participação num concessionário oficial Ford aderente a esta iniciativa.

 

# # #

 

Sobre a Ford Motor Company
A Ford Motor Company, empresa líder da indústria automóvel global, com sede em Dearborn, Michigan (EUA), produz e distribui automóveis em seis continentes. Com aproximadamente 175.000 empregados e 65 fábricas em todo o mundo, as marcas automóveis da empresa incluem Ford e Lincoln. A companhia presta serviços financeiros através da Ford Motor Credit Company. Para mais informações sobre os produtos Ford, por favor consulte www.ford.com.

 

A Ford Europa é responsável por produzir, comercializar e assistir os veículos da marca Ford em 50 mercados e emprega aproximadamente 47,000 trabalhadores nas suas instalações e aproximadamente 66,000 incluindo as ‘joint-ventures’. Em conjunto com a Ford Motor Credit Company, as operações da Ford Europa incluem a Divisão de Serviço ao Cliente e 24 instalações fabris (15 detidas integralmente ou instalações em ‘joint-ventures’ consolidadas e 9 em 'joint-ventures' não consolidadas). Foi em 1903 que os primeiros veículos Ford foram transportados para a Europa, no mesmo ano em que a Ford Motor Company foi fundada. A produção europeia iniciou-se em 1911.

 

NOVA GAMA TG DA MAN

 

MAN apresenta nova gama TG

 

O Grupo MAN Truck & Bus vai apresentar a nova gama dos veículos da série TG que já estão de acordo com as regulações ambientais Euro VI. Os novos motores da MAN poderão ser experimentados hoje e amanhã, em Leiria, no âmbito do Tour MAN Experience 2013.

Esta iniciativa da marca germânica oferece aos seus clientes a possibilidade de testarem as máquinas da gama TG numa experiência, iniciada na Alemanha, que trouxe a Portugal 13 veículos e pretende mostrar toda a eficácia dos motores MAN.

A piloto oficial da MAN Portugal, Elisabete Jacinto, está presente nesta iniciativa juntamente com o MAN TGS de competição. Esta será uma oportunidade para os clientes da marca alemã verem de perto o camião que tem levado a equipa portuguesa a conquistar vários títulos e, ao mesmo tempo, poderem partilhar histórias com a piloto.

A MAN desenvolveu soluções, através das tecnologias avançadas que utiliza no desenvolvimento das máquinas, que garantem máxima eficiência em conformidade com os padrões ambientais do Euro VI.Evento da_MAN_apresenta_nova_gama_TGMotores da_nova_gama_TG_j_esto_de_acordo_com_as_regulaes_ambientais_Euro_VIPiloto oficial_MAN_Portugal_Elisabete_Jacinto_vai_estar_com_clientes_da_marca_alem_de_camies

 

JET SKI NO BRASIL

 

BRUNNA LUZ CONFIANTE PARA AS DUAS PRÓXIMAS

ETAPAS DO 26º BRASILEIRO DE MOTO AQUÁTICA
 A paulistana compete na categoria Runabout Turbo Stock e estará disputando a segunda e terceira etapas em Boa Esperança (MG).

 
A paulistana Brunna Luz está confiante para as disputas da segunda e terceira etapas do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski), que serão realizadas de 30 de maio a 2 de junho, na Represa de Furnas, Boa Esperança (MG). Ela vem treinando forte para ter um rendimento melhor que na etapa de abertura, quando voltou às competições após quatro anos.

Campeã brasileira em 2009, Bruna está voltando agora às competições e se  adaptando ao novo equipamento. “Não é fácil voltar a competir, é necessário tempo para entrar no ritmo novamente. O equipamento da Yamaha está me ajudando muito nesse sentido e espero ter bom desempenho nas quatro baterias que irei disputar”, analisou.

Brunna intensificou os treinamentos, principalmente em academia, pois prevê um grande desgaste, em razão de que serão disputadas duas etapas em quatro dias. Para aguentar o ritmo está se dedicando à parte física e também aos treinos técnicos. “O equipamento está respondendo bem aos testes e creio que teremos um rendimento melhor em relação à etapa de abertura, tanto na minha pilotagem quanto no conjunto piloto/equipamento”, avaliou.

Única mulher a participar no 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski), Brunna explica que competir numa mesma categoria que conta com pilotos como Denísio Casarini Filho, Reinaldo Cangueiro, entre outros, com experiência e vários títulos conquistados, não é brincadeira. “Mas também é uma motivação a mais para procurar imprimir um ritmo forte e andar junto com eles. Agora é só me adaptar mais e tentar brigar lá na frente”, acrescentou.

O 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski) contará ainda com as participações de pilotos dos Estados de Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Bahia, além de convidados do Uruguai, Bolívia, Paraguai e Argentina.

A segunda e terceira etapas do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski) é uma realização da BJSA - Associação Brasileira de Jet Ski, com homologação da IJSBA - International Jet Sports Boating Association. Produção - CPM7 Full Promotion. Patrocínio ­ Prefeitura de Boa Esperança e Câmara Municipal. Apoio - CASARINI SEA-DOO / BRP, YAMAHA DO BRASIL, KAWASAKI DO BRASIL, JET TRACTION, FULL POWER Energy Drink, 51 Ice, Vinhos Salton, Revista BOAT Shopping, Photojetski e site Bombarco. O evento conta com a supervisão da Marinha do Brasil e Corpo de Bombeiros.


brunna luz_3
 

TIAGO MONTEIRO NA AUSTRIA

 

Tiago Monteiro vai estar este fim-de-semana de 18 e 19 de Maio na Áustria para a quinta jornada do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo. Salzburgring recebe pelo segundo ano consecutivo o WTCC, naquele que será provavelmente um dos fins-de-semana mais exigentes para a Honda.

Tiago gosta particularmente do traçado austríaco mas salienta: "Que será necessário uma especial atenção à degradação dos pneus. Que tal como o ano passado vão desempenhar um papel fundamental nos resultados. É uma pista rápida e provavelmente não a melhor para os nossos carros, sobretudo se tivermos em conta que vamos ter o lastro no máximo, mais 40 quilos. Vamos por isso continuar a trabalhar como até aqui para procurar inverter essa situação e para evoluir o Honda Civic. Estamos numa pista que desconhecemos e há muito para fazer e aprender no carro", começou por explicar Tiago.

Antes de partir para Salzburgring o piloto português terá ainda tempo para um 'shake-down' em Itália: "Vamos apenas verificar se está tudo em conformidade para esta prova. Espero no final do fim-de-semana somar pontos importantes para as contas do Campeonato", concluiu Tiago Monteiro.

Mais uma vez, as corridas terão transmissão no Eurosport 1 no Domingo às 11.30h e 12.30h.

 

TIAGO1

 

KART - BRASIL

Com pódio na Aldeia da Serra, Rafael Câmara conquista título do 1º turno da Copa São Paulo Light

Nas quatro etapas já realizadas, pernambucano somou três vitórias e foi ao pódio em todas as rodadas duplas

A boa fase de Rafael Câmara já lhe garantiu o primeiro título na temporada 2013. Após quatro etapas da Copa São Paulo Light, o jovem pernambucano conquistou três vitórias, quatro pole positions e ainda marcou por quatro vezes a volta mais rápida da corrida. Com mais um pódio na quarta etapa, realizada no último sábado (11) no kartódromo da Aldeia da Serra, o piloto de sete anos é o campeão do primeiro turno da competição na categoria Mirim.

Rafael fez o tempo mais rápido na classificação e largou na frente na primeira corrida. Após uma intensa briga por posições, perdeu a liderança nas últimas curvas e terminou em 2º com a volta mais rápida da prova. Na segunda bateria, saiu novamente da primeira fila, mas levou um toque e rodou, caindo para a última posição. O piloto da Sabiá Racing conseguiu se recuperar e completar as 12 voltas na 3ª posição. Com 3º lugar no geral, o pernambucano subiu ao pódio pela sétima vez no ano.

O próximo compromisso é no kartódromo da Granja Viana, em Cotia (SP), neste sábado (18), na Copa São Paulo de Kart. Na quarta etapa do campeonato, o objetivo também é manter a liderança e repetir os bons resultados - ele venceu as quatro últimas corridas. Rafael tem um desafio extra, já que a categoria Mirim corre no mesmo grid da Cadete.

Rafael Câmara:
"Fiquei muito feliz por ter ido para o pódio de novo e ser campeão do primeiro turno no Light. Todo mundo na equipe está fazendo um bom trabalho, eu estou me esforçando muito também e estamos conseguindo sempre ir bem. Agora vamos para Granja Viana, para brigar pelas vitórias como nas últimas corridas"

Resultado da 1ª Prova - categoria Mirim (cinco primeiros):

1) 170-Pedro Braga, (12 voltas) 10:27.849
2) 88-Rafael Câmara, à .067
3) 5-Pedro Aizza, à .266
4) 3-Pietro Sakzenian, à 13.510
5) 9-Nicholas Monteiro, à 16.104
Melhor Volta: Rafael Câmara (88), 51.559 (média de 69,822 km/h), na 11ª volta

Resultado da 2ª Prova - categoria Mirim (cinco primeiros):

1) 170-Pedro Braga, (12 voltas) 10:27.143
2) 5-Pedro Aizza, à .219
3) 88-Rafael Câmara, à 11.810
4) 3-Pietro Sakzenian, à 14.592
5) 9-Nicholas Monteiro, à 32.655

Clique nas fotos para baixar em alta resolução:

Rafael Câmara conquistou o título do 1º turno da Copa São Paulo Light
Jackson de Souza

Clique na imagem para fazer o Donwload...

O pernambucano subiu ao pódio nas quatro etapas do campeonato
Jackson de Souza

Clique na imagem para fazer o Donwload...

O piloto de 7 anos terminou as corridas na Aldeia da Serra em 2º e 3º lugar
Jackson de Souza

Clique na imagem para fazer o Donwload...

 

GOODYEAR FORNECE CAMPEONATO EUROPA DE CAMIÕES

 

Goodyear fornece Campeonato Europeu de provas de camiões 2013

 

Todos os participantes vão utilizar pneus de competição Goodyear

Será a 9ª temporada da marca como fornecedor oficial do Campeonato

 

A Goodyear prepara-se para a nona temporada como fornecedor de pneus no Campeonato Europeu de provas de camiões. A temporada, composta por dez provas, das quais se destacam provas em que se destacam a inclusão do Circuito de Navarra e o Red Bull Ring na Áustria, começa em Misano (Itália) a 18 de maio e a Goodyear vai fornecer os pneus a todas as equipas durante o Campeonato.

Os pneus de competição Goodyear foram criados e desenvolvidos para o Campeonato Europeu de provas de camiões e são os únicos aprovados pela Federação Internacional do Automóvel (FIA). Vão estar disponíveis para todos os participantes e, além do fornecimento, as equipas também vão ter também apoio técnico em cada prova. 

Este ano os espetadores vão poder disfrutar, mais uma vez, de uma emocionante temporada como a passada quando o campeão de 2012 e 2011, Jochen Hahn, travou uma dura batalha com o piloto espanhol da Cepsa Truck Team Antonio Albacete para conquistar o Campeonato. Ambos os pilotos conduzem camiões MAN e estão equipados com pneus Goodyear.

Os pneus para as provas vão ser fornecidos pela Truck Racing Organisation (TRO - organização das provas de camiões). Os participantes vão ainda poder contar com uma oficina móvel em cada prova para montarem os pneus e proporcionarem-lhes outro tipo de assistência técnica.

Calendário do campeonato

Data

Circuito

País

18-19/05/2013

Misano

Itália

01-02/06/2013

Navarra

Espanha

15-16/06/2013

Nogaro

França

06-07/07/2013

Red Bull Ring

Áustria

12-14/07/2013

Nürburgring

Alemanha

27-28/07/2013

Smolensk

Rússia

31/08-01/09/2013

Most

Rep. Checa

21-22/09/2013

Zolder

Bélgica

05-06/10/2013

Jarama

Espanha

12-13/10/2013

Le Mans

França

 

 RaceTires Nogaro_Test_201304

 

MEO SUDOESTE

MEO Sudoeste



Nova confirmação:

NATIRUTS


8 de agosto, Palco MEO

 

Desconto no passe de 5 dias nas lojas MEOTMN, até 31 de Maio: 30€ de desconto para todos os clientes M40; 15€ de desconto para todos os clientes MEO

Zambujeira do Mar.

7 a11 de agosto, abertura do campismo a 3 de agosto

www.meosudoeste.pt

 

 


De Brasília esperam-se, naturalmente, notícias associadas a decisões políticas e que direccionam os destinos do Brasil. No entanto, a capital brasileira é também centro cultural, movimentada por jovens criativos que procuram colorir a imagem institucional da cidade. Exemplo paradigmático dessa onda musical, vibrante e recomendável são os Natiruts.

Começaram em 1996 como um projecto de um jovem universitário que pretendia apenas divertir-se nas horas vagas. No entanto, o impacto dos ritmos bamboleantes dos Natiruts na comunidade brasiliense foi grande, muito fruto da fusão contagiante que resulta do reggae com os elementos tradicionais dos géneros brasileiros. Alexandre Carlos, fundador e principal compositor dos Natiruts, é hoje o líder de uma formação que, graças às melodias soalheiras, felizes e dançantes, é alvo de devoção em ambos os lados do Atlântico.
 

Em Portugal os Natiruts começam a tornar-se um fenómeno, e as suas canções entoadas de cor por muitos dos fãs dos sons quentes do colectivo. A rodar por aí, com muito sucesso, o tema “Sorri, Sou Rei”, que conta com a participação da lusa Mónica Ferraz. Dia 8 de agosto, convocam-se todos para assistir ao concerto de um dos nomes mais excitantes e promissores de além-mar: Natiruts, no MEO Sudoeste.

 

Natiruts, brasileiros de corpo e coração, jamaicanos de paixão: um dos nomes imperdíveis da 17ª edição do MEO Sudoeste.

 

 Mais novidades brevemente.
 

MEO Sudoeste, é outro Festival.
 


 

 

Natiruts


 

 

 

Originários da capital brasileira, os Natiruts afirmam-se como um dos projectos de além-atlântico que, nos últimos tempos, mais fãs portugueses tem atraído.
 

Nascidos em 1996 pela mão do, agora, principal compositor e cantor, Alexandre Carlos, Natiruts – que começou por chamar-se Nativus - pretendia ser apenas uma espécie de passatempo catártico para o então estudante universitário. No entanto, depois de Carlos convidar alguns amigos músicos, a banda começou a tocar com assiduidade e, rapidamente, depois do impacto positivo de algumas demos registadas em formato cassete, partiram para a gravação do primeiro Lp, “Nativus”.
 

Capazes de, com perícia, misturar o reggae, género que inspirou o surgimento do colectivo, com a música popular brasileira, são hoje donos de mais de 10 edições - entre álbuns de estúdio, discos ao vivo e Dvd’s. Fazedores de canções que facilmente se colam ao ouvido, os Natiruts são responsáveis por alguns dos temas que andam na boca de muitos dos amantes da nova música brasileira: “Presente de um Beija-Flor”, “Cantar”, “Liberdade Pra Dentro da Cabeça” entre outras.
 

O acolhimento luso tem sido enorme e por isso não é de estranhar a parceria oportuna e, claramente, bem sucedida, com Mónica Ferraz, para cantar com o tema dos brasilienses, “Sorri, Sou Rei”. O vídeo com a canção já roda por aí e, claro, passará, para um coro global, pelo MEO Sudoeste, no dia 8 de agosto.
 


Site : Facebook
 


Vídeos:
 

Sorri, Sou Rei feat Mónica Ferraz
 

Liberdade Pra Dentro da Cabeça (DVD Acústico No Rio de Janeiro - 2012)

 

 

RENAULT CAPTUR

 

Oscar Wilde defendia que «é absurdo dividir as pessoas em boas e más. As pessoas ou são encantadoras ou entediantes». Se a frase for transposta para o universo dos automóveis, o enquadramento do novo Renault Captur parece consensual: faz parte do restrito grupo dos automóveis… encantadores! Uma proposta que rompe com o classicismo e com o cinzentismo. Mas o Renault Captur não é “apenas” emoção… Os económicos motores TCe 90 e dCi 90 não podiam ser mais racionais, reivindicando consumos a partir dos 3,7 l/100 km – o Captur é o mais poupado do segmento! Com preços desde os 15.450€, chega à Rede de Concessionários já no próximo dia 17 de Maio.

 

Depois do novo Clio e do Clio Sport Tourer, chega o Captur e a Renault assume-se como a primeira marca a propor três modelos para o competitivo segmento B: uma berlina, uma carrinha e, agora, um crossover. Três modelos distintos nos conceitos, mas que partilham características que lhes conferem o estatuto de incontornáveis referências no segmento: design moderno e emocional, elevada tecnologia no equipamento e nas motorizações. O gosto pessoal, as necessidades de utilização ou simplesmente a personalidade ditará a opção de cada um…

 

Mas o pano abre-se agora ao Captur… O novo crossover da Renault chega à maior rede de concessionários do país no próximo dia 17 de Maio (sexta-feira) e, para tão nobre actor, as honras da realização de uma Operação Portas Abertas. Ou seja, durante o fim-de-semana, o movimento na “Rede” promete ser significativo, não só por se tratar de um dos mais aguardados lançamentos do ano, mas porque há várias surpresas que estão previstas para quem for realizar um ensaio, com destaque para o passatempo que está a ser promovido na página oficial da Renault Portugal no Facebook (https://www.facebook.com/RenaultPortugal).

 

«O Renault Captur é um “simples” Clio com mais altura ao solo?» A resposta é um rotundo… NÃO! É verdade que, na distância ao solo, o Captur reivindica uns expressivos 200 mm, o que (quase) o catapulta para o universo dos SUV e dos “puros e duros” 4x4. É verdade que partilha a tão elogiada plataforma do Novo Clio e que as dimensões até são parecidas (apenas mais 6 cm de comprimento que o Novo Clio), mas o Renault Captur tem um estilo próprio e uma personalidade única.

 

Na realidade, o Renault Captur conjuga o melhor de três conceitos: monovolume, SUV e berlina. Compacto, mas ao mesmo tempo atlético, o Captur não passa despercebido. Impressiona pelo carácter, pelo espírito prático e revela-se uma tentação para partir à descoberta da cidade ou para deambular por algumas das mais belas estradas desse Portugal mais desconhecido.

 

Tudo depende dos gostos e da personalidade do cliente e isso ainda é mais válido no acto da compra. E a razão é simples: por valores bastante atractivos e com preparação de fábrica, o cliente pode optar por três temas distintos (“Arizona”, “Azul” e “Manhattan”) para a personalização do exterior. Escolhida uma das opções, é altura de pensar nos contrastes de cores entre a carroçaria e o tejadilho, montantes do pára-brisas, retrovisores, frisos, molduras dos faróis, jantes e até “strippings” decorativos para o capô, tejadilho e portão da bagageira.

 

No fundo, um vasto leque de opções que permitem conferir uma personalidade própria a cada Renault Captur. O direito à diferença no sentido lato da expressão…

Mas a personalização estende-se ao interior, estando disponíveis dois ambientes (claro ou escuro) e diversos “packs” coloridos (laranja, marfim, cromado, cinzento, azul ou verde) para diversas zonas, nomeadamente consola central, arejadores, altifalantes e a inovadora e prática gaveta “Easy Life”, que substitui o vulgar porta-luvas. Outra novidade – imagine-se! – é a possibilidade do cliente poder optar por oito diferentes capas removíveis para os estofos. Sim, removíveis, com o objectivo de facilitar a lavagem à máquina das mesmas. Mais uma proposta “simples”, mas única, que está perfeitamente de acordo com o conceito não apenas emocional, mas também prático do Renault Captur.

 

Uma referência, igualmente, para a excelente habitabilidade do Renault Captur, reflexo de algumas características herdadas dos monovolumes. Nesse sentido, destaque para o facto do banco traseiro ser não apenas rebatível, mas também deslizante, proporcionando uma excelente capacidade para bagagem (até 455 dm3). Por curiosidade, refira-se que, em relação ao novo Clio, a posição de condução é 10cm mais elevada.

 

 

 

Ainda no habitáculo, o Captur herda do Clio o painel de bordo com velocímetro digital e o ecrã táctil de 7 polegadas (18 centímetros) colocado ao centro. Num ambiente em que é evidente a sensação de qualidade, modernidade, ergonomia e conforto a bordo, não passam despercebidos os equipamentos tecnológicos, com destaque para o novo sistema Renault R-Link.

 

O tablet multimédia integrado e conectado que está disponível como opcional pelo preço de 590€ (com 6 meses de acesso gratuito à internet). Um equipamento único no segmento que, para além da navegação, permite ver fotos e vídeos, ouvir música, consultar o email, navegar nas redes sociais, fazer estudos comparativos dos consumos, dotar o modelo de um ruído de motor específico e muitas outras funções. Tudo isto através de um ecrã táctil de 7 polegadas (18 centímetros), com uma ergonomia simples e intuitiva e que até responde aos comandos por voz.

 

Mas mesmo que o cliente não escolha este opcional, é importante referir que o Renault Captur não fica “órfão” de equipamentos tecnológicos e o MEDIA NAV é o exemplo. Um sistema que assenta num ecrã táctil de 7 polegadas (18 cm) e que inclui o rádio e a tecnologia Bluetooth®, bem como entradas USB ou Jack para ligar aparelhos portáteis. O MEDIA NAV integra, também, a navegação Nav NGo com afixação em 2D ou em 3D (Birdview).

 

Ainda no que toca a equipamento, destaque para duas funcionalidades determinantes para a redução dos consumos e das emissões de CO2: o modo ECO que, uma vez activado, permite reduzir os consumos até 10% e os indicadores do estilo de condução (verde, amarelo, laranja), associados ao R-Link, com o objectivo de ajudar os condutores a adaptar a condução e a optimizar os consumos

 

Motores económicos e também… tecnológicos!

 

O novo motor Energy 1.5 dCi 90 incorpora o conjunto de novas tecnologias da família Energy (sistema Stop & Start, EGR de baixa pressão e gestão térmica, etc…) que contribuem para os consumos de 3,7 l / 100 km (em ciclo misto) e emissões de CO2 de 95g/km. Valores recorde no segmento, num bloco com 90 cavalos e com um binário de 220 Nm disponível a partir das 1.750 rpm. Em Setembro de 2013, associada a este motor, estará disponível a caixa de dupla embraiagem EDC da Renault.

 

Quanto ao Energy TCe 90, trata-se de um revolucionário motor a gasolina de três cilindros turbo, de 899 cm3 de cilindrada, também equipado com o sistema Stop & Start, que possui as mesmas performances de um bloco atmosférico de 1.4 litros. Com um turbo de baixa inércia, debita 90 cavalos e 135Nm de binário às 2.000 rpm. Números que impressionam, até pelo facto de 90% do binário estar disponível entre as 1.650 e as 5.000 rpm. Ou seja, a par de um elevado prazer de condução, o Clio Energy TCe 90, reivindica (também) consumos recorde de 4,9l / 100km (ciclo misto) e emissões de CO2 de apenas 113g/km.

 

A qualidade e a segurança nos genes

 

O Renault Captur possui todos os standards da Renault: um automóvel com um preço acessível e com um nível de qualidade de referência, sem nada a invejar em relação a automóveis de segmentos superiores ou mais onerosos. O Captur herda a plataforma B da Aliança para oferecer níveis de conforto, comportamento dinâmico, maneabilidade e acústicos sem paralelo. Sublinhe-se que o chassis foi alvo de afinações específicas tendo em conta o centro de gravidade mais alto.

 

Em Portugal, a partir de 17 de Maio

 

Quanto a preços, o Renault Captur será comercializado, a partir do próximo dia 17 de Maio, a partir dos 15.450€ (Energy TCe 90 Expression), enquanto a versão diesel de entrada de gama poderá ser adquirida por 18.950€. A exemplo da restante gama Renault, o Captur é abrangido pelos 5 anos ou 150.000 quilómetros de Garantia Renault.

 

 

 

 Estofos removiveisRenault-CapturRenault-Captur

 

TETE NA CURVA DO PAPA - RAMPA DA FALPERRRA

TETE NA CURVA DO PAPA

 

RAMPA DA FALPERRA

 

Foi isto que aconteceu com este participante ao volante dum Volkswagen Golf, que travou tarde demais, e depois, ....foi aquilo que as imagens retratam.....

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 2822FOX 2823FOX 2824FOX 2825FOX 2826FOX 2827FOX 2828

 

JAGUAR LAND ROVER MELHORAM INSTALAÇÕES

 

Jaguar Land Rover melhora as suas instalações
de Engenharia no Médio Oriente

 

 

D98G7662lowSM 27_F_TYPElow

 

 

A Jaguar Land Rover acaba de apresentar as melhorias incorporadas no seu programa de testes no Médio Oriente com a abertura de um novo Centro de Testes de Engenharia no Dubai, Emirados Árabes Unidos, para realizar programas de testes de investigação e desenvolvimento de veículos em condições climatéricas extremas.

 

Com temperaturas extremas que atingem 48 ou 50 graus centígrados no deserto nos meses de Verão, as novas instalações de 1.033 metros quadrados na zona de Al Barsha no Dubai, Emirados Árabes Unidos, irão proporcionar a possibilidade de realizar uma gama abrangente de testes, incluindo durabilidade, calibração e testes de calor extremo para resistência a altas temperaturas e humidade reduzida. Neste novo centro, que substitui as instalações anteriores de menores dimensões do grupo no Dubai, a equipa de engenharia da Jaguar Land Rover irá submeter os veículos a testes de calor de motores, chassis e sistemas de ventilação, e irá realizar testes de condução fora de estrada em areia com os Land Rover para melhorar e evoluir a capacidade do sistema Terrain Response exclusivo da Marca.

 

A Jaguar Land Rover dispõe de cinco centros mundiais de ensaios: Nurburgring na Alemanha; Arjeplog na Suécia, Phoenix e International Falls nos EUA, e Dubai nos Emirados Árabes Unidos.

 

Martyn Hollingsworth, Jaguar Land Rover Director of Engineering Technical Services comentou: "A Jaguar Land Rover tem planos ambiciosos de crescimento e desde 2008 estamos a investir para melhorar a nossa capacidade de engenharia, o que nos ajuda a produzir uma quantidade sem precedentes de modelos novos e renovados da Jaguar e Land Rover.

 

E complementou: "As nossas novas instalações no Dubai têm uma dimensão quatro vezes superior ao anterior Centro de Testes e irão permitir melhorar a nossa capacidade para realizar os testes de novos produtos e tecnologias futuras. A equipa de engenharia centra-se na qualidade e durabilidade dos nossos modelos e uma parte importante desse processo são os rigorosos testes realizados nos nossos veículos, para assegurar que conseguem suportar as condições mais duras e extremas".

 

Robin Colgan, Managing Director Jaguar Land Rover MENA complementou: "Estamos muito satisfeitos com a expansão das instalações de testes da Jaguar Land Rover no Médio Oriente. O Dubai proporciona condições ambientais únicas e muito difíceis, desta forma, se um veículo superar os nossos testes aqui, sabemos que irá conseguir suportar sem problemas qualquer outro ambiente de clima quente. As novas instalações irão ter um papel crucial no sucesso continuado da companhia através de todos os modelos destinados aos mercados de Europa e MENA, que serão certificados aqui, no Dubai, após testes exaustivos, antes do início da sua produção global”.

 

Notas para o editor:

 

A Jaguar Land Rover realiza testes de calor e temperaturas extremas na região MENA há mais de 12 anos e o novo centro no Dubai substitui instalações antigas, mais pequenas, no Dubai Investments Park (DIP).

• A Jaguar Land Rover tem planos ambiciosos para o crescimento e rentabilidade sustentável.

• Em 2012, a Jaguar Land Rover vendeu 357.773 veículos, mais 30% que no exercício anterior.

• No ano fiscal 2011/12, a JLR obteve resultados recorde de 1,5 mil milhões de libras, um aumento de
392 milhões de libras em comparação com o ano anterior.

• A Jaguar Land Rover tem 25.000 colaboradores em todo o mundo e criou cerca de 9.000 novos postos de trabalho nos últimos dois anos.

• A Jaguar Land Rover é o maior investidor em I + D e engenharia automóvel no Reino Unido.

• A Jaguar Land Rover irá investir 2,75 mil milhões de libras até Março do ano 2014 na produção de produtos e CAPEX.

 

JANTAR TERTULIA

 

Pensam que não houve jantar??? Enganam-se!!!

Como foi a comemoração do dia do trabalhador e a abertura da época dos piões este jantar obrigou a um maior período de reflexão antes do textozito!
O parque foi pouco para tanto carro a entupir os acessos ao circuito pelo que o Camelomor teve que puxar dos galões e por os concorrentes mal comportados todos de castigo!

Assim, só um teve direito a pionada e foi o vencedor absoluto da tarde! As mesas foram poucas para tanto tertuliano com fome e dos lados da serra do montejunto veio, não uma mini dourada,mas uma litrosa dourada para presentear o nosso dedicado camelo!!
Como isto este mês correu mesmo mal,as fotos andam perdidas num cartão de memória não se sabe bem onde...
Dos lados de Itália chegam uns ecos de uns minis que  foram salvar o Berlusconni da prisão e parece que nos entretantos a rampa da foz do arelho foi a modos que demolidora para alguns dos nossos impetuosos tertulianos que deviam pensar que aquilo era para ser feito a voar baixinho!

Vamos esperar mais notícias.... E agora toca a publicar isto antes que o gago me dê uma tareia!!

 

PEDRO SILVA EM GUIMARÃES

 

Pedro Silva - “O realizar de um sonho”

Pedro Silva e João Aguiar irão estar presentes na 1ª edição do Rallye Cidade de Guimarães/Targa Clube, prova em pisos de asfalto pontuável para o Campeonato de Portugal de Ralis, Campeonato Open de Ralis, Campeonato Regional Ralis Norte e ainda para o Troféu Rallycar.

Para o piloto vimaranense esta participação será um concretizar de um sonho, já que a prova irá se desenrolar na sua cidade, o que desde logo terá um significado especial, sobretudo por contar com muitos vimaranenses na estrada para o apoiar.

Em termos desportivos, a dupla do Citroën Saxo centra as suas atenções no Troféu Rally Car Basic, onde na prova anterior garantiram um excelente 3º lugar final.

Como nos salienta o piloto “Vamos andar o mais rápido possível e tentar obter a vitória no Troféu Rallycar Basic, agradecendo desse modo todo o apoio que terei neste rali, em que vou ter muitos amigos na estrada a puxar por mim”.

O Vimaranense acrescenta ainda que “estamos a preparar o carro com o máximo de cuidados, para que esteja tudo perfeito e não dê nenhum problema que possa comprometer o nosso andamento na prova, tal como infelizmente aconteceu no último rali, em Alfena”.

A principal novidade na prova será a nova decoração no Citroën para esta época “que acreditamos que se irá revelar bastante apelativa, ajudando desse modo a divulgar ainda melhor os nossos patrocinadores”, concluiu Pedro Silva

Pedro Silva e João Aguiar estarão inseridos no Campeonato Open de Ralis, pelo que irão disputar na 1ª secção a ultima passagem pelos troços de Citania de Briteiros e Rota das Cutelarias. De tarde as equipas do Open de Ralis fazem uma dupla passagem pelos troços da Serra da Penha e Parque da Cidade Monchique, antes do pódio final no Pavilhão Multiusos. MAQUETE pedro_silva_2013

 

MUDANÇAS NO CALENDÁRIO DOS CLÁSSICOS

MUDANÇAS NOS CALENDÁRIOS DOS CLÁSSICOS

 

Está a causar um certo burburinho em termos de bastidores, a alteração no calendário dos clássicos, pois inicialmente estava previsto que os clássicos competiam nos dois fins de semana  do Circuito da Boavista, sempre como prova de suporte.Acontece que a entidade organizadora e a FPAK, optaram por apenas realizar um fim de semana de clássicos, que será integrado no primeiro fim de semana.Com isto, muitos pilotos tinham já planeado a participação nos dois fins de semana, só que com esta alteração imprevista, os pilotos dos clássicos, estão desapontados, com toda esta alteração de planos. na qual se aguardam para muito breve reações de algumas equipas, que estão contra esta alteração.Por outro lado a razão de tudo isto, é que o WTCC vai trazer outras provas de suporte, e assim dispensa os clássicos.BOAV1

 

GALERIA DE IMAGENS DOS GENTLEMENS DRIVERS

FOX 7151GALERIA DE IMAGENS DOS GENTLEMENS DRIVERS EM BRAGA

 

Mais um grupo de imagens da edição deste ano dos Gentlemens Drivers no circuito Vasco Sameiro em Bragas.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 7152FOX 7153FOX 7155FOX 7156FOX 7157FOX 7158FOX 7159FOX 7160FOX 7161FOX 7162FOX 7163FOX 7164FOX 7165FOX 7166FOX 7167FOX 7168FOX 7169FOX 7170FOX 7171FOX 7172FOX 7173FOX 7174FOX 7175FOX 7176FOX 7177FOX 7178FOX 7179FOX 7180FOX 7181FOX 7182FOX 7183FOX 7184FOX 7185FOX 7186FOX 7187FOX 7188

 

ATENÇÃO LEITORES

ATENÇÃO LEITORES

 

Estão a decorrer obras à saida da cidade do Porto, em plena A 3, onde no meio dos veículos que se encontram a trabalhar, surge um Nissan de côr azul, que mais não é do que um carro da brigada de trânsito sem estar caracterizado, e tem um radar montado na frente...para fazer a caça à multa.Por isso leitores, cuidado.MAIA1MAIA2MAIA3

 

RODRIGO CORREIA NA FALPERRA

 

Rodrigo Correia jovem piloto de Karting de

Oliveira de Frades fez vibrar o público na Falperra

 

Êxito e espectáculo ao longo dos 5 kms do traçado curva após curva da Rampa da Falperra, no passado fim-de-semana na prova do CAM do Campeonato da Europa de Montanha…

 

Pelo segundo ano o jovem piloto de Karting Rodrigo Correia conquistou ao longo dos 5 kms do traçado da Rampa Internacional da Falperra as muitas dezenas de milhares de espectadores que no sábado e domingo acorreram a Braga.

 

A prova do Campeonato da Europa de Montanha organizada pelo CAM – Clube Automóvel do Minho, que é também um dos principais clubes organizadores que se empenha nas provas nacionais e internacionais de Karting, em boa hora “mostra” algumas das mais jovens promessas do Karting.

 

Com os seus 9 anos, o piloto de Oliveira de Frades Rodrigo Correia, que além de participar nas provas nacionais de Karting, na Falperra mostrou mais uma vez o seu “talento” com um conjunto alargado de piões, derrapagens controladas, etc, que curva após curva pela Rampa da Falperra acima, pôs todo o mundo a aplaudir, contribuindo para o sucesso do fim-de-semana!

 

Apesar de ainda jovem, Rodrigo Correia dispõe de uma vasta experiência e prática dos espetáculos e de shows promovidos pela Promolafões e, os milhares e milhares de portugueses, espanhóis, italianos, entre outros, presentes em Braga não ficaram indiferentes ao à-vontade com que interagiu com o público e à simpatia com que agradeceu as prolongadas “ovações”! 

 

Entre as subidas oficias de treinos e de prova, sábado e domingo, os jovens pilotos de Karting convidados fizeram as suas subidas e as descidas, mas no final dos dois dias, oportunidade para o muito público não só se aproximar das grandes máquinas e dos seus pilotos, mas também para partilharem com Rodrigo Correia muitos elogios, fotos etc…

 

Rodrigo Correia tem como lema e afirma, …, “ é com o apoio do público, das empresas, entidades e amigos que eu posso continuar a Crescer”, …, acrescentando sobre a exibição e prestações na Falperra, …, “sinto um enorme prazer ao ver que o público gosta e, eram muitos a aplaudir, foi impressionante”, …, concluindo, …, “agradeço ainda aos meus patrocinadores, ENI Lubrificantes e Gasolinas, PORTO CANAL, CAMPOAVES, ELITJOB, Clean Service, Construções Laurindo Almeida, Gapmec – Economistas e Consultores, Tic-Tac, Astrilusa, Notícias de Vouzela, MOTORES magazine, AUTOJAC e PROMOLAFÕES”.

           

 IMG 68321IMG 70801IMG 71121

 

TEAM NOVA DRIVER EM PORTIMÃO

 

Campeonato de Espanha IBER GT – Portimão (Dia 1)


Team Novadriver no pódio do GT Open vence
categoria GTS e no Campeonato IBER GT

gtopen amarelogtopne portimao_vermelho
O Team Novadriver voltou a oferecer uma demonstração de classe, desta feita na
primeira prova da jornada dupla a contar para o Campeonato GT Open Internacional (GT
Open) e para o Campeonato IBER GT (IBER GT), que está a decorrer no Autódromo
Internacional do Algarve (AIA).
Ao volante do Audi R8 LMS Ultra do Team Novadriver com as cores do Banco Sol,
Pocargil, Circuito do Estoril, Adrasa, Carvitin, mlook, Impocolor e SIVA, César
Campaniço e Carlos Vieira começaram por conquistar um excelente quarto lugar na
primeira sessão de treinos cronometrados, partindo assim da segunda linha da grelha de
partida. Com um ritmo impressionante e uma classe assinalável, os dois pilotos do Team
Novadriver bateram-se com pilotos equipados com carros da categoria Super GT (GT2 e
GT2 Open), tendo terminado esta primeira corrida no terceiro lugar final.
Pelo caminho, César Campaniço e Carlos Vieira conquistaram a vitória na categoria GTS
(dedicada aos GT3) do GT Open Internacional e foram os primeiros classificados do
Campeonato IBER GT, fazendo ecoar nas bancadas do AIA “A Portuguesa”. Uma corrida
excepcional para o Team Novadriver, que viu o segundo Audi R8 LMS Ultra terminar no
16º lugar à geral.
Com Manuel Gião e Lourenço Beirão da Veiga, ex-campeões do IBER GT, o Audi R8 LMS
Ultra com as cores da Sanitana, Locura Energy Drink, Circuito do Estoril, Akvamar
Luxury Collection, Puma e Cision, não foi além do oitavo lugar na grelha de partida nos
treinos de qualificação. Na corrida, rodar no meio do tráfego foi prejudicial para Manuel
Gião, acabando um pião de Lourenço Beirão da Veiga por atrasar irremediavelmente a
dupla portuguesa. Ainda assim, asseguraram o segundo lugar entre os concorrentes ao
IBER GT, o seu objetivo para 2013.
Amanhã terá lugar a segunda corrida desta jornada dupla do GT Open e IBER GT no AIA,
com o Audi R8 LMS Ultra pilotado por César Campaniço e Carlos Vieira a largarem da
oitava posição da grelha e o segundo Audi R8 LMS Ultra do Team Novadriver, pilotado
por Manuel Gião e Lourenço Beirão da Veiga, a largar do 9º lugar.
A corrida terá lugar às 12.00 horas e transmissão em direto no sítio de internet do
campeonato (www.gtopen.net) e na Sport Tv.
César Campaniço – “Estou muito satisfeito com o resultado obtido apesar de termos um
carro duramente penalizado por um BoP (equilíbrio de performance) que deixa o Audi R8
LMS Ultra como o mais lento em reta. Somos obrigados a compensar nas zonas mais
técnicas do traçado algarvio, porém não é fácil, particularmente quando rodamos no meio
do pelotão. Por tudo isto, fiquei feliz com o resultado e com mais uma demonstração de
qualidade e classe do Team Novadriver, além de ter concluído um excelente treino para
mantermos o ritmo para o FIA GT Series. Amanhã será mais duro, pois vamos largar mais
atrás, porém, o objetivo é o de sempre: obter o melhor resultado!”
Carlos Vieira – “Foi uma corrida relativamente tranquila, porque após reaver a liderança
da classe GTS, não tivemos adversários a pressionarem e os dois da frente são carros
muito mais poderosos e eram inalcançáveis. Contas feitas, foi um excelente resultado com
um pódio à geral, uma vitória na categoria, uma vitória no IBER GT e, aquilo que era mais
importante, um excelente treino para manter o ritmo do FIA GT Series.”
Manuel Gião – “O BoP (equilíbrio de performance) é penalizador para o Audi e nas retas
do Autódromo do Algarve, o R8 LMS Ultra era dos mais lentos. Como parti lá de trás, vi-me
envolvido no meio do pelotão e com o ‘handicap’ da velocidade, fica difícil recuperar
posições. Seja como for, o mais importante foi o segundo lugar no IBER GT, uma
classificação importante para o nosso objetivo.”
Lourenço Beirão da Veiga – “Não foi uma corrida fácil e no meio do pelotão os toques
são recorrentes, tendo um deles provocado um pião que me atrasou bastante. Ainda
consegui recuperar, mas com a baixa velocidade de ponta do Audi R8 LMS Ultra, a
progressão foi lenta. Ainda assim, terminámos no segundo lugar do IBER GT, uma óptima
pontuação na perseguição do nosso objetivo.”
Horário
12 Maio – Domingo
12:00 -12:50 – Corrida 2 (50 min)
Para

 

RICARDO LIMA ESTREOU-SE NA FALPERRA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

RAMPA DA FALPERRA

 

RICARDO LIMA ESTREOU-SE NA FALPERRA COM O PORSCHE

Uma estreia  cuidadosa, foi aquilo que Ricardo Lima fez no passado fim de semana na Rampa da Falperra, ao volante do Porsche GT 4, na qual começou logo por nos dizer “ é um carro impressionante, gostei muito de o conduzir. Vou precisar de mais tempo para poder tirar partido das suas potencialidades, que na minha opinião, são muitas. Esta prova foi feita com certas cautelas, pois tudo foi novo para mim, com excepção do percurso da rampa. Correu tudo bem, sem contratempos de maior, o carro esteve impecável, e ao longo das subidas vim sempre a melhorar os meus tempos, e espero já na rampa da Covilhã poder andar mais depressa e subir na classificação em termos de categoria 1”, disse-nos.FOX 3724FOX 3725

 

GAGO DESISTE DE NOVO

 

Diogo Gago desiste na estreia em asfalto

Diogo Gago e Jorge Carvalho fizeram no passado fim-de-semana a primeira prova de asfalto na competitiva 208 Rally Cup, acabando por desistir quando ocupavam o oitavo posto no troféu.

O Rally du Limousin acabou por marcar mais um passo na carreira de Diogo Gago e Jorge Carvalho, pois marcaram presença num dos mais prestigiados ralis de asfalto da Europa e que contava com seis troféus monomarca, cerca de uma centena de inscritos e todo o tipo de viaturas, desde os mais competitivos WRC’s, passando pelos S2000, GT’s, R3, entre outros.

Depois de uma estreia em pisos de terra em que deram muito boa conta de si, a única dupla portuguesa na competição tinha agora uma nova experiência pela frente, a de correr em asfalto com o Peugeot 208 R2, uma viatura que exige muito no aspecto técnico, como nos contou Diogo Gago.

“O carro é muito bom, mas requer também muito conhecimento para poder tirar partido de todo o seu potencial. Não tivemos oportunidade de o testar, pois um acidente de outro concorrente no shakedown acabou por inviabilizar essa hipótese e assim senti algumas dificuldades em acertar o carro ao meu estilo. Tivemos que o fazer durante a prova o que para o nível que se anda neste campeonato é imperdoável e faz-se sentir no cronómetro”.

O jovem piloto algarvio apoiado pela QF-Lda, Axa Seguros e Automóvel Clube de Portugal  referiu que “a falta de sorte já começa a ser frustrante, mas temos que pensar que esta é uma fase menos boa que todos os pilotos tem que passar, para ganhar ainda mais força e maturidade. Apesar da desistência e dado o que continuamos a aprender, temos que considerar como positivo o que fizemos no Rally du Limousin”.

 

Num ano em que a aposta internacional está de facto a ser um aspecto fulcral na sua evolução, Diogo Gago diz que “todos temos a certeza que esta competição é o passo certo para a nossa evolução, pois conta com pilotos muito experiente e muito rápidos, que só nos podem levar a ser melhores a cada prova”.  

Diogo Gago e Jorge Carvalho realizaram uma prova em crescendo e apesar do desconhecimento do 208 R2 em asfalto, a dupla portuguesa foi sempre melhorando bastante na segunda passagem pelas especiais, acabando no entanto por ficar pelo caminho quando eram oitavos na competição, em virtude de uma ligeira saída de estrada, que apesar de não ter resultado em quaisquer consequências no carro francês, acabou por ocorrer numa zona sem público, não permitindo retirar o carro do local onde se imobilizou.

A dupla estará de novo em acção no próximo fim-de-semana, desta feita no Rally Cidade de Guimarães, prova do Campeonato de Portugal de Ralis.



Diogo Gago_Rally_du_Limousin_2013

 

MARTINE PEREIRA CONTINUA ADAPTAÇÃO AO 156 GTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA FALPERRA

 

MARTINE PEREIRA CONTINUA ADAPTAÇÃO AO ALFA ROMEO 156

 

Estando ainda a adaptar-se ao Alfa Romeo 156 que estreou na rampa da Penha, Martine Pereira mostrou um andamento mais rápido, que numa das subidas de sábado acabou por fazer um pião, que acabou por condicionar todo o fim de semana. Por isso no final Martine Pereira dizia-nos “ podia ter corrido melhor, mas um pião seguido dum toque , levaram-me a refrear os ímpetos, e por isso depois foi manter a toada com um certo cuidado. Mesmo assim vim sempre a melhorar os meus tempos, mas estou plenamente convencido que tenho carro para lutar pelas posições no pódio nas próximas provas, pois este Alfa Romeo é muito competitivo, mas também vou precisar de algum tempo para me adaptar ao seu comportamento, por sinal bem diferente do Porsche e do Renault Clio com que corri na época passada”.

A próxima participação do Alfa Romeo 156 de Martine Pereira está previsto para inicio de Junho na rampa da Covilhã.FOX 2989

 

GRANDE GIRO LAMBORGHINI

“Grande Giro do 50° Anniversario” da Lamborghini começa em Milão

Presentes 350 superdesportivos oriundos de todo o mundo que representam um comboio com cerca de 4 km e uma potência total equivalente a 190.000 Cv!

altA Lamborghini celebra o seu lendário 50º aniversário ao longo de 2013. As celebrações com um ano de duração, realizadas em Itália e no estrangeiro, culminam entre os dias 7 e 11 de maio, quando 1200 km de estradas de Itália serão invadidos por 350 Lamborghini “vintage” e atuais vindos dos quatro cantos do mundo. Um evento que irá levar os participantes desde Milão até Sant’Agata Bolognese, cidade nos arredores de Bolonha onde Ferruccio Lamborghini iniciou a história desta já lendária marca.

Depois da conferência de Imprensa realizada ontem na sede da Pirelli, em Milão (para sublinhar a parceria entre as duas marcas desde 1963, ano da fundação da Lamborghini), os 350 carros - 320 participantes inscritos e cerca de 30 veículos de cortesia para a imprensa e convidados – ficaram em exposição na Piazza Castello, fazendo sonhar os milhares de fãs presentes.

Quatro em cada dez carros participantes são modelos históricos, em representação de 29 países, incluindo Portugal

Com 71 veículos inscritos o Reino Unido tem a maior representação de participantes no “Grande Giro Lamborghini”, seguindo-se Itália, Alemanha e Suíça, com mais de 30 participantes cada. Além disso, estão presentes 21 carros com matrículas dos EUA e 17 da China.

Os restantes países representados são: Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, Coreia do Sul, França, Holanda, Hong Kong, Indonésia, Irlanda, Japão, Kuwait, Líbano, Liechtenstein, Luxemburgo, Mónaco, Nova Zelândia, Noruega, Portugal, Singapura, Taiwan, Tunísia e Ucrânia. O piloto mais jovem nasceu em 1991 (Kuwait), enquanto o veterano tem 75 anos e é de nacionalidade francesa.

Muitos são os modelos históricos presentes no “Grande Giro”: três 350 GT (o primeiro modelo produzido em série, cinco 400 GT, 17 Miura, oito Espadas, dois Jarama, seis Urraco, 15 Countach, um LM 002, 21 Diablo e 36 Murciélago. O recorde no número de carros participantes vai para o Gallardo, o modelo da Lamborghini mais bem sucedido de todos os tempos, com 123 veículos.

De Milão a Sant’Agata Bolognese


Partindo da Piazza Castello em Milão a partir das 10 horas de, 8 de maio, o “Grande Giro do 50° Anniversario” da Lamborghini é o maior encontro de sempre de carros nascido sob o signo do Touro. São 350 superdesportivos que representam um comboio com cerca de 4 km e uma potência total na estrada equivalente a 190.000 Cv!

Modelos que irão desfilar por algumas das mais belas cidades e estradas do país. De Bobbio, a alma do Vale do Trebbia, até Forte dei Marmi, um dos balneários mais exclusivos da costa do Tirreno, Grosseto, Roma até Bolonha, passando antes por de Orvieto, Arezzo e San Giustino Valdarno, os participantes irão percorrer cerca de 1.200 km.

Na noite do dia 10, os carros vão chegar no centro de Bolonha, onde a cidade vai oferecer uma receção no cenário de prestígio do Palazzo Re Enzo. Na manhã seguinte, na Piazza Maggiore será realizado o "Concorso di Eleganza Lamborghini 50° Anniversario”, aberto a todos os carros históricos participantes, desde o primeiro 350 GT até ao mais recente Countach. O “Grande Giro” termina no dia 11 em Sant'Agata Bolognese, na sede da Lamborghini.

Os proprietários e concessionários da Lamborghini terão ao longo das etapas a realizar o palco mais memorável na história da marca, escrevendo mais um importante capítulo na história de eventos automóveis. Na sequência da forte ligação que sempre existiu entre a empresa e a região de Emilia-Romagna, os inúmeros eventos realizados em todo o mundo para comemorar o aniversário - com a participação de milhares de proprietários, colecionadores e fãs - será fortemente caracterizada por um espírito de solidariedade e conscientização pública. A Lamborghini vai financiar o evento diretamente e também vai canalizar 10% das receitas de várias taxas de participação e patrocínio para um fundo para a reconstrução de centros sociais e culturais na área afetada pelo terremoto de Emilia, conscientes da necessidade de poder ajudar a reconstrução da região que ajudou a criar a lenda.

50 anos sob o signo do Touro

O ano de 2013 marca o 50º aniversário da Lamborghini. A história da marca personaliza os desafios e incontáveis recordes, à semelhança da ambição e talento do seu fundador Ferruccio Lamborghini, que decidiu criar os mais belos e poderosos superdesportivos do mundo em Sant'Agata Bolognese, na região de Emilia Romagna, em Itália.

Metade de 100 anos de inovação: a Lamborghini nasceu sob o signo de Touro, com um olhar permanente para o futuro, o desejo de alcançar o impossível e realizar um design inovador e tecnologia de vanguarda como as suas assinaturas. Carros como o 350 GT, o Miura, o Countach, o LM 002 e o Gallardo, e hoje em dia o Aventador são a personificação perfeita da visão de futuro da Lamborghini. "Eu quero construir o carro perfeito", foi a declaração com a qual Ferruccio lançou o seu ambicioso projeto: um supremo, sem compromisso, conceito autenticamente italiano que sempre distinguiu a Lamborghini como uma marca de excelência. Hoje, a Lamborghini é uma empresa que se manteve fiel às suas origens e com uma notória presença internacional: 45 países e uma rede de mais de 120 concessionários. No entanto, o centro de produção da Lamborghini permanece “em casa”, em Sant'Agata Bolognese, o mesmo lugar onde aconteceu a fundação da marca, em maio de 1963.

Ferruccio Lamborghini, o criador de um mito

Filho de agricultores, Ferruccio Lamborghini nasceu em Renazzo di Centro, perto de Bolonha, em Itália, no dia 28 de Abril de 1916. Sempre manifestou um grande interesse pela mecânica, o que o levou a frequentar em curso técnico na cidade de Bolonha.

Graduado em engenharia foi, durante a Segunda Guerra Mundial, membro da Força Aérea e responsável pela manutenção do parque automóvel da sua unidade. Preso pelo exército inglês, Lamborghini foi libertado em 1946, altura em que começou a comprar restos de veículos do exército para os transformar em tratores. Uma visão de negócio que o levou a converter-se no terceiro industrial italiano.

A oficina de tratores teve um enorme sucesso e acabou por se transformar na empresa Lamborghini Tractori SpA. O projeto cresceu a olhos vistos. Em 1954, com uma produção de 400 veículos por mês, já era um dos maiores fabricantes de maquinaria agrícola em toda a Itália. Até que, aos 46 anos, este self-made man se tornou num dos empresários mais rico de todo o país.

Sendo um amante de carros desportivos de luxo, colecionava-os das mais variadas marcas, desde a Jaguar até à Mercedes, passando pela Ferrari e pela Maserati. No entanto, e concluindo que nenhum deles o satisfazia, decidiu um dia levar o seu espírito empreendedor e combativo para outro patamar: o de construir ele próprio um carro dentro do género, de maneira a poder lançar-se nesse setor de mercado e competir com a Ferrari. Era o seu sonho, uma empreitada ambiciosa e arriscada. Foram muitos os que o instigaram a desistir, mas sem sucesso.

O famoso touro por cima do escudo de armas já decorava o primeiro carro desportivo desta marca, que ganhou o nome do seu fundador. Não é coincidência que Lamborghini tenha mesmo nascido sob o signo zodíaco do Touro, esse animal belicioso, determinado e impetuoso.

Posteriormente, Ferruccio Lamborghini retirou-se para a sua quinta, onde morreu em 1976.



Grande Giro  Lamborghini (1) Grande Giro  Lamborghini (2) Grande Giro  Lamborghini (3) Grande Giro  Lamborghini (4)

 

X TEAM MITSUBISHI

 

X Team Mitsubishi se prepara para acelerar nos X Games Barcelona com Guiga Spinelli

Piloto brasileiro tetracampeão do Rally dos Sertões estará a bordo do Lancer EVO XTR em mais um desafio na carreira

Um piloto experiente, agora com um novo desafio na carreira. No próximo dia 19 de maio, o tetracampeão do Rally dos Sertões, Guilherme Spinelli, e o X Team Mitsubishi Racing estarão em Barcelona, na Espanha, para representar o Brasil na segunda etapa dos X Games. A bordo do Lancer EVO XTR, Guiga irá competir, pela primeira vez, no Global Rallycross Championship (GRC).

"Estou super entusiasmado de conhecer uma nova categoria. O bom do GRC é que ele mistura a técnica de pilotagem de rali com uma corrida de circuito com carros super potentes, lado a lado. Deve ser muito bacana, não vejo a hora de experimentar. Acho que vou me divertir muito", exalta o brasileiro.

A estreia do X Team Mitsubishi Racing no GRC aconteceu na etapa de Foz do Iguaçu dos X Games, com Nelsinho Piquet. Agora, será a vez de Guiga aproveitar seu conhecimento em ralis e a ótima estrutura da equipe para manter o bom desempenho obtido na primeira etapa das Olimpíadas dos Esportes Radicais.

"O X Team Mitsubishi se mostrou bastante competitivo na primeira prova. Tudo o que o Geraldo Rodrigues, dono da equipe, fez até hoje no automobilismo foi muito bem feito e esse time tem o mesmo pedigree. Em Foz do Iguaçu, o Nelsinho mostrou que a equipe tem muita competência e um futuro brilhante pela frente", diz Spinelli. "Representar o Brasil em mais uma competição internacional será muito emocionante. Farei o possível, como sempre, para me sair bem", completa.

Na próxima sexta (17), Guiga terá o primeiro contato com o Lancer EVO XTR, desenvolvido nos EUA com base no Lancer Evolution. Conhecedor do veículo tetracampeão do Campeonato Mundial de Rali, o brasileiro espera utilizar sua experiência com outros modelos do mito das pitas, como o Lancer Evo X e o Lancer Evo R, para tirar o máximo do carro durante a disputa.

"O Lancer Evo X é sempre um carro fantástico de pilotar, muito rápido e com muita estabilidade. Em qualquer categoria que andei com ele foi um prazer. O regulamento do GRC é bastante permissivo e por isso o carro tem muita potencia e torque, além de um câmbio sequencial. Tudo isso aumenta ainda mais o prazer de pilotar o Lancer", explica o piloto.

O X Team Mitsubishi Racing tem patrocínio de Mitsubishi, SKY e Outback, e apoio da Petrobras.


FICHA TÉCNICA - PETROBRAS MITSUBISHI EVO XTR
Motor: 2.0L MIVEC Turbo (Garrett TR30R)
Potência: aproximadamente 475 cavalos
Câmbio: sequencial, seis marchas
Tração: integral
Suspensão: Exe-tc
Rodas: Enkei Nt03+M
Pneus: Cooper RallyCross
Freios, pinças e rotores: AP Racing
Capô e asa traseira: fibra de carbono
Portas, parachoques, carroceria traseira e paralamas: material composto
Painel: fibra de carbono
Banco, cinto, extintor e santantonio: de acordo com as especificações da FIA

Calendário do Global RallyCross em 2013
1ª etapa - 18 a 21 de abril - Foz do Iguaçu (Brasil)
2ª etapa - 16 a 19 de maio - Barcelona (Espanha)
3ª etapa - 27 a 30 de junho - Munique (Alemanha)
4ª etapa - 10 a 13 de julho - New Hampshire (Estados Unidos)
5ª etapa - 17 a 20 de julho - Bristol (Estados Unidos)
6ª etapa - 31 de julho a 3 de agosto - Los Angeles (Estados Unidos)
7ª etapa - 7 a 10 de agosto - Atlanta (Estados Unidos)
8ª etapa - 19 a 22 de setembro - Charlotte (Estados Unidos)
9ª etapa - data a definir - Las Vegas (Estados Unidos)

SOBRE OS X GAMES
Criados em 1995 nos Estados Unidos com o nome The Extreme Games, os X Games são considerados a Olimpíada dos esportes radicais. O evento é reconhecido no mundo todo como referência em esportes de ação. A partir de 2013, os X Games passam a ter seis eventos ao redor do mundo, com Foz do Iguaçu se juntando a Aspen (EUA), Tignes (FRA), Barcelona (ESP), Munique (ALE) e a cidade-sede Los Angeles (EUA). No Brasil, os melhores atletas das modalidades Moto X, Global RallyCross, Skate e BMX disputarão medalhas de ouro, prata, bronze e prêmios em dinheiro em 15 competições. No GRC, categoria do X Team Mitsubishi Racing, 16 pilotos correm em uma pista que se alterna entre asfalto e terra. Na briga pelo ouro, são classificados dez pilotos para a fase final. Eles disputam uma corrida de seis voltas, na qual vence quem ultrapassar primeiro a linha de chegada.

SOBRE A MITSUBISHI
A Mitsubishi Motors do Brasil, presente no país há 23 anos, é a única operação industrial de veículos Mitsubishi no mundo que não pertence à marca japonesa. Com uma fábrica instalada em Catalão (GO), a MMCB conta hoje com mais de 180 concessionárias, que levam veículos de última geração e todo o espírito inovador da marca para os vários cantos do território nacional. No segmento esportivo, organiza os ralis Mitsubishi Motorsports, Mitsubishi Outdoor e Mitsubishi Cup, além da competição de pista Mitsubishi Lancer Cup, e apoia atletas de ponta, como a dupla da Equipe Mitsubishi Petrobras, Guiga Spinelli e Youssef Haddad, o velejador Beto Pandiani, o surfista Carlos Burle, o multiesportista Luis Roberto Formiga, o alpinista Rodrigo Raineri, o paraquedista Luigi Cani e o piloto Ulysses Bertholdo.

SOBRE A SKY
A SKY é a maior a operadora de TV por assinatura via satélite do país. Transmite seu sinal 100% digital para todos os seus assinantes, em todo território nacional. É a operadora que trouxe o maior número de inovações tecnológicas em televisão no Brasil aliada a melhor programação e excelência no atendimento aos mais de 17 milhões de telespectadores que possui. Em 2011, mais uma vez, a SKY foi pioneira com o lançamento da primeira operação de banda larga 4G na América Latina. No segmento esportivo, apoia atletas e equipes de ponta em diversos segmentos, como a equipe Red Bull/SKY (Stock Car), o Pinheiros/SKY e o SKY/Basquete Cearense (basquete masculino), o Unilever do técnico Bernardinho (vôlei feminino), além dos atletas Vitor Belfort (UFC) e Felipe Nasr (GP2).

SOBRE A PETROBRAS
A primeira vez que a Petrobras exibiu sua logomarca em uma competição esportiva foi em 1956, na corrida de estreia das Mil Milhas Brasileiras de automobilismo. Atualmente, os patrocínios da Companhia a competições automobilísticas estão alinhados ao Programa Petrobras Esporte Motor, que tem como principal objetivo apoiar o automobilismo/motociclismo por meio da cooperação tecnológica e/ou patrocínios a eventos incluindo fornecimento de combustíveis e/ou lubrificantes, utilizando as competições como campos de pesquisas e desenvolvimento dos nossos produtos permitindo que os mesmos sejam testados e aprovados por quem os utiliza sob as condições mais rigorosas. Entre as categorias em que a Petrobras está presente podem ser citadas a Copa Petrobras de Marcas (Turismo), a Fórmula Truck (Caminhões), a Equipe Mitsubishi Petrobras (Rali), a Moto 1000 GP, a Seletiva de Kart Petrobras (Kart) e a Baja SAE Brasil-Petrobras.

SOBRE O OUTBACK STEAKHOUSE
A rede Outback Steakhouse possui 41 restaurantes no Brasil e está presente em 19 cidades e 11 estados brasileiros. No mundo está em 22 países entre Europa, Américas, Ásia e Oceania. O primeiro restaurante no país foi inaugurado na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, em 1997. Com seus cortes de carne especiais, o Outback caiu no gosto do brasileiro graças à qualidade, fartura e sabor marcante da culinária oferecida, somada à descontração no atendimento e às instalações aconchegantes.


 

2º LUGAR PARA TEIXEIRA NA FALPERRA

 

Joaquim Teixeira consegue um brilhante 2º Lugar na classificação geral da Categoria 1, na Rampa da Falperra

Com mais de 126 pilotos inscritos naRampa Internacional da Falperra

Muitos milhares de pessoas assistiram à Rampa Internacional da Falperra a contar para os Campeonatos da Europa, de Espanha e de Portugal de Montanha, e muita competição marcaram a 2ª prova deste ano do Campeonato de Portugal de Montanha.

O piloto de Murça, Joaquim Teixeira ao volante do SEAT LEON SUPERCOPA, conseguiu um brilhante 2º lugar na classificação geral da categoria 1, atrás do Porsche 911 GT2 de António Nogueira, mas superando viaturas muito mais potentes, como o Porsche 997 GT3 de Pedro Marreiros, Alfa Romeu 156 GTA de Martine Pereira e o Auston Martim GT4 de Rui Dinis.

Joaquim Teixeira com oSEAT LEON SUPERCOPAvenceu também o Grupo P.

Segundo as declarações do piloto de Murça “ antes de iniciar esta prova os meus objectivos passavam por tentar entrar nos três primeiros mas tendo perfeita noção que seria muito difícil atendendo que esta rampa é muito rápida e por isso muito mais propicia a viaturas com mais potencia que a minha, como é o caso dos Porsche 911 GT2, do Porsche 997 GT3 e do Auston Martim GT4. No entanto logo nas primeiras subidas verifiquei que tinha andamento para lutar com os meus adversários e a prova disso é que em cada subida fui baixando o meu tempo, conseguindo no final uma vantagem de 2s para o terceiro e mais de 7s para o quarto classificado”.

Com este resultado o Joaquim Teixeira mantem-se na luta pelo primeiro lugar na classificação geral. Segundo a opinião do piloto no final da prova “este resultado deve-se ao excelente trabalho da minha equipa a Martins Speed, que me colocou o Seat sempre nas melhores condições para esta prova, permitindo-me atacar a última subida com confiança o que me permitiu obter um tempo de 2.26.6s, que penso ser muito bom, porque é o melhor tempo de todos os Seat Leon que participaram na Falperra até este momento”.

A próxima prova realiza-se nos dias 1 e 2 de Junho na Serra da Estrela, prova com um traçado bastante rápido e muito técnico, onde o piloto de Murça espera voltar novamente a lutar por um lugar no pódio.NunOrganistA CPM_cat1_Teixeira_001

 

TT NO BRASIL

 

Após segunda etapa da Mitsubishi Cup, Marcelo e Roberlena já focam na próxima disputa


Dupla usou a prova realizada em Mafra (SC) como mais uma oportunidade para adquirir novas experiências

A cidade de Mafra, em Santa Catarina, recebeu no dia 04 de maio a segunda etapa da temporada 2013 da Mitsubishi Cup. Estreantes na competição, Marcelo Carqueijo e Roberlena Moraes iniciaram com muita confiança a disputa, dividida em três voltas, porém, uma fatalidade acabou tirando as chances da equipe completar o rali. Ainda assim, a dupla aproveitou a oportunidade para adquirir ainda mais experiência e conhecer melhor equipamento, já de olho na próxima etapa, que acontece dia 22 de junho, em Guarapuava (PR).

Considerada uma das principais provas do calendário off-road brasileiro, a Mitsubishi Cup reúne as principais equipes do país, unindo muito profissionalismo e adrenalina nas trilhas. E assim foi em Mafra. Competindo pela categoria L200 Triton ER, Marcelo e Roberlena iniciaram a etapa com a realização dos primeiros treinos, ainda na sexta-feira que antecedeu a disputa, o que deixou a equipe confiante para a prova.

Segundo Marcelo, a organização preparou uma prova extremamente rápida e técnica, e a primeira volta foi muito boa para a equipe. "Começamos mais travados, e logo depois do trecho onde realizamos o treino, tivemos alguns imprevistos. Ainda assim, terminamos a volta em 7º, com um tempo muito próximo do segundo colocado", explicou.

Segundo o piloto, ao retornar para a disputa, a equipe estava confiante e animada para fazer um tempo ainda melhor. "Estávamos bem contentes, com segurança na pilotagem, e pegando bem o jeito do carro. Consegui entender melhor como funciona um carro em etanol, que é mais leve, e tem tração 4x4 integral, sem bloqueio, o que deixa o carro mais ‘arisco’, pois o carro não fica tão no chão e a tocada é diferente do que estamos acostumados. Era uma volta para baixar o tempo, e adquirir uma pilotagem mais segura, confiante e rápida, mas infelizmente capotamos", disse.

Roberlena lamenta o fato que tirou a equipe da disputa em Mafra. Faltando poucos quilômetros para fechar a volta, uma fatalidade acabou atrapalhando os planos da equipe. "Estávamos com o ‘carro na mão’, e faltando apenas 10 quilômetros para linha de chegada, em uma curva fechada, com a direita negativa, capotamos. Foi triste, pois sabíamos que estávamos indo bem, e algumas pessoas que acompanharam o acidente disseram que outros competidores fizeram a curva de forma mais agressiva sem problema, com isso não conseguimos largar para a terceira volta", completou a navegadora.

Apesar da frustração de não completar a prova, Marcelo e Roberlena acreditam que estão no caminho certo, e vão usar a prova como mais uma oportunidade de adquirir novas experiências e preparação para as próximas disputas.


 

FERRAMENTA BLUE PRINT

Blue Print - Ferramenta para Montagem de Embraiagens Autoajustáveis

A Blue Print disponibiliza no seu portefólio, a ferramenta necessária para remover e substituir corretamente as Embraiagem Autoajustáveis, a referência ADG05507.

altPara poderem montarem os Kits de Embraiagem Autoajustáveis, as oficinas devem utilizar a ferramenta indicada para esse fim – a não utilização da ferramenta adequada pode originar uma falha prematura da embraiagem.

Esta ferramenta da Blue Print é mais económica do que outras existentes no mercado, uma vez que dispensa o suporte de quatro pés, que só é necessário para o Mercedes Classe A, sendo a solução adequada para todas as Embraiagens Autoajustáveis.

A Blue Print dispõe ainda de uma gama de 10 Kits de Embraiagem Autoajustáveis, que cobrem 55 aplicações Asiáticas e Americanas, incluindo o Honda Accord, Mazda 3 e Suzuki Vitara, entre outros.

A ferramenta e os Kits de Embraiagem Autoajustáveis da Blue Print estão cobertos por uma garantia de 3 Anos.

Para mais informações sobre a ferramenta e os Kits de Embraiagem apenas terá que consultar o catálogo online Blue Print LIVE!



Ferramenta SAC
 

ESTRELAS DO MUNDO JAGUAR

 

ESTRELAS DO MUNDO DA MODA, DO DESPORTO E DA COMPETIÇÃO PARTICIPARAM NA MILLE MIGLIA 2013 COM A
COLEÇÃO DE CLÁSSICOS DA JAGUAR

 

IS 300H_35_TECHNICAL_2013jag alex__buncombe___norman_dewis_image_4_100513jag c-type_image_2_100513jag mille_miglia_image_1_100513jag xk120_image_3_100513

 

  • A Jaguar celebra a sua participação na Mille Miglia 2013 com uma curta-metragem protagonizada por David Gandy, Yasmin Le Bon, Norman Dewis e Alex Buncombe: http://www.youtube.com/watch?v=eEkckuR8E-k&;feature=youtu.be
  • Na Jaguar Heritage Racing irão competir três C-Type e três XK120.
  • A participação do novo F-TYPE no 1.000 Mile Tour, representa uma homenagem ao legado desportivo da Jaguar.

 

A Jaguar reuniu uma equipa excepcional de pilotos para celebrar a sua participação na Mille Miglia com a Jaguar Heritage Racing. Ao volante dos excepcionais clássicos da Jaguar
C-Type e XK120 irão estar: o vencedor de seis medalhas olímpicas em ciclismo Sir Chris Hoy, o supermodelo David Gandy, o vencedor das 24 horas de Le Mans Andy Wallace, o Presidente e Conselheiro Delegado da 20th Century Fox, Jim Gianopulos. Todos irão partilhar o volante com personalidades conhecidas, como a actriz alemã, Hannah Herzsprung, o italiano Salvatore Ferragamo Jr., o ícone da moda Yasmin Le Bon e Michael Quinn, o neto do fundador da Jaguar, Sir William Lyons.  

A excepcional lista de amantes dos automóveis será liderada pelo vencedor de várias edições da Jaguar Heritage Racing, Alex Buncombe e o jornalista automóvel Chris Harris, que irão competir ao volante de um Jaguar C-Type, que foi propriedade do campeão de Fórmula 1 Juan Manuel Fangio.

A Mille Miglia é um dos eventos de clássicos mais importante do mundo. Foi também o cenário da apresentação de uma das inovações mais influentes da Jaguar em 1952,
os travões de disco montados pela primeira vez no C-TYPE, pilotado pelo Chief Development Engineer da Jaguar, Norman Dewis e pela lenda da Fórmula 1, Sir Stirling Moss. Norman Dewis acompanhou alguns dos pilotos da equipa da Jaguar Heritage Racing 2013 no circuito de Goodwood esta semana, numa sessão de treino para pilotos que
foi imortalizada em vídeo e que pode ser apreciada através do seguinte link:http://www.youtube.com/watch?v=eEkckuR8E-k&;feature=youtu.be

Os verdadeiros protagonistas do evento, os três C-Type e os três XK120 serão acompanhados de perto durante a maior parte do percurso por cinco Jaguar F-TYPE.

O Director Regional da Jaguar para Europa Bernard Kuhnt, que irá partilhar o seu veículo com Hannah Herzsprung afirmou: “A chegada da Jaguar à Mille Miglia resultou num grande passo em frente para os veículos da Jaguar.O design sedutor, performance inteligente e inovação técnica tornaram-se a identidade dos desportivos da Jaguar nos anos 50 e 60, características que agora voltam a renascer com o F-TYPE.Estamos muito satisfeitos de que toda a árvore genealógica da família desportiva da Jaguar se tenha reunido para este grande evento e que uma lista de pilotos e celebridades tão impressionantesestejam ao volante dos nossos veículos.” 

 

LUIS OLIVEIRA EM ESPANHA

 

Luis Oliveira em Puerto Lumbreras
Espanha

luis
Decorreu em Espanha, em Puerto Lumbreras a 3ª prova do Mundial de Enduro.
Na continuação do sucedido nas duas primeiras etapas do Mundial no
continente Sul Americano, voltaram os pilotos da classe Júnior a dar
espectáculo, em dois dias de prova com inúmeras alterações nos 7 primeiros
lugares, deixando sempre para as ultimas especiais a decisão da classificação.
Luís Oliveira obteve de novo excelentes prestações na sua YZ ( Yamaha ), que
parece bem afinada para a etapa seguinte já no próximo fim de semana em
Torres Vedras.
“ Foram mais dois dias de prova muito competitivos. Tentei andar sempre a um
ritmo muito elevado para me manter na luta por uma boa classificação. Não
havia margem para erro porque andava-mos sempre a escassos segundos nos
primeiros lugares.
Estou em 6º lugar na classificação, com boas hipóteses em minha casa de subir
mais uns lugares. Vai ser uma semana muito concentrada nesse objectivo.
Quero agradecer aos meus patrocinadores e a todos os que com a sua ajuda
sem retorno tornam tudo isto possível. O meu agradecimento especial vai para
eles.”

 

TRW LANÇA CATÁLOGO PARA ANDROID

TRW lança catálogo para Android

A TRW Automotive Aftermarket acaba de lançar uma aplicação ou ‘App’ do seu catálogo de peças para Android, a plataforma de smartphones mais utilizada a nível mundial.

altGraças a este desenvolvimento, 95 % dos utilizadores globais de smartphones podem usufruir do acesso imediato às peças e sistemas 'Corner Module' da TRW – travagem, direção e suspensão.

A nova App para Android está disponível para download gratuito a partir da Google Play Store, a loja de aplicações para o Android, basta efetuar a pesquisa por TRW.

“Enquanto fabricante de peças com a qualidade do Equipamento Original, consideramos ser nosso dever apoiar totalmente os nossos os distribuidores e os seus próprios clientes, os mecânicos”, explica Jürgen Mehlis, gestor de informação e dados da TRW.

“Enquanto líderes na nossa área, compreendemos as mudanças nas necessidades dos mecânicos de hoje e estamos conscientes que estes pretendam retirar o máximo benefício das novas tecnologias no seu trabalho diário. Os dados mais recentes mostram que 75 por cento dos smartphones existentes utilizam o sistema operativo Android. Esta nova aplicação do catálogo TRW para smartphones faz com que as informações sobre os nossos produtos fiquem imediatamente disponíveis e acessíveis a um maior número de mecânicos.” 

Este catálogo online da TRW, de fácil utilização, é uma solução simples para identificar uma peça automóvel através do ano de construção, marca e modelo do veículo ou da referência da peça. O utilizador é direccionado para as peças premium da TRW disponíveis e as aplicações de veículos abrangidas, juntamente com o acesso a desenhos técnicos, referências de origem e de outras marcas. O catálogo cobre a Europa, Médio Oriente e Ásia/Pacífico. 

O Android é um sistema operativo baseado em Linux, concebido principalmente para dispositivos móveis com ecrã táctil, como os smartphones e computadores tablet. Esta tecnologia foi desenvolvida pela Android, Inc., apoiada financeiramente pela Google. Posteriormente, a Google comprou a empresa. O primeiro telefone com Android foi vendido em Outubro de 2008.

O Android é uma tecnologia de código aberto (open source) e a Google distribui o código sob licença. Isto significa que o software pode ser modificado, o que o torna ideal para empresas tecnológicas que precisem de um sistema operativo de baixo custo, personalizável e leve para dispositivos de alta-tecnologia, sem que tenham de o desenvolver de raiz. Existem aproximadamente 700.000 aplicações disponíveis para Android, que ampliam as funcionalidades desta plataforma. Estas ‘apps’ são escritas, principalmente, numa versão personalizada da linguagem de programação Java.

“A integração das informações do nosso catálogo para utilização na tecnologia de smartphones não oferece, apenas, um grande conforto; ela também representa o espírito de ‘novo pensamento’ da TRW ”, acrescentou Mehlis. 

“Com um desenvolvimento a um ritmo incrivelmente empolgante, cremos, desde há muito tempo, que a tecnologia será um fator chave na transformação da nossa indústria. Com isto em mente, a nossa propriedade é dotarmos os nossos clientes com as ferramentas de que precisam para lidarem com a nova tecnologia, em constante mutação, de forma a que possam ajudar os seus próprios clientes e permanecerem competitivos”, concluiu.

Para prestar assistência aos seus clientes numa base global, a TRW também oferece: 

• Uma aplicação do catálogo para iOS (iPhone), para a Europa e Ásia/Pacífico. Esta aplicação foi desenvolvida em conjunto com o TecDoc e está disponível para download gratuito a partir da Apple App Store
• Uma aplicação do catálogo para a América do Norte. Esta aplicação foi desenvolvida em colaboração com ‘Show me the parts’ e destina-se às plataformas Android e iOS (iPhone). 




TRW_App_Android (1) TRW_App_Android (2) TRW_App_Android (3)

 

CONVENÇÃO REDE RINO 2013

Convenção Rede Rino 2013

À semelhança dos últimos anos, a Rino Master, entidade Gestora da Rede Rino, realizou mais uma Convenção anual e o resultado não podia ter sido mais positivo.

altFoi no passado dia 20 de Abril, que a Rede Rino reuniu os seus aderentes e parceiros de negócio na Vila de Óbidos, para apresentação das linhas estratégicas para 2013. Trata-se de um evento já com tradição na Rino e que este ano contou com a presença de cerca de 150 participantes, onde se incluíam os representantes das 47 oficinas que atualmente compõem a rede.

Feito o balanço do ano transato, os principais temas abordados passaram pelas áreas do Marketing e Comunicação, Especialização de Negócio, Central de Compras, plano de Formação Profissional e novos projetos a implementar em 2013.

Mas nem só de assuntos estratégicos viveu a Convenção Rino, tendo-se privilegiado igualmente os momentos de lazer e convívio entre a “família Rino”. Prova disso, foi a presença de dois conhecidos comediantes nacionais, que animaram a plateia com um espetáculo de stand-up comedy.

Entre os presentes ficou a certeza de que o projeto Rino tem tudo para crescer e impor-se como uma rede de referência no panorama nacional da reparação automóvel.



Rino (1) Rino (2) Rino (3) Rino (4) Rino (5) Rino (6)

 

XI CONVENÇÃO DA ARAN NO EUROPARQUE

 

Na XI Convenção, que se realiza-se dia 18 de maio, no Europarque


ARAN anuncia posições contra autoridades que
persistem em ignorar empresário do setor
automóvel
A Associação Nacional do Ramo Automóvel (ARAN) vai realizar a sua XI
Convenção no dia 18 de maio (sábado), no Europarque, em Santa Maria da
Feira. A constante ausência de resposta das autoridades às inúmeras
solicitações da ARAN sobre problemas urgentes e importantes que afetam
as empresas associadas vai levar a Associação a tomar posições, que serão
anunciadas na Convenção.
A ARAN não percebe a falta de respostas dessas instituições. Até porque
muitas daquelas questões já foram levantadas pela direção da Associação
na Assembleia da República, na Comissão de Assuntos Económicos ou junto
de partidos políticos, bem como dado conhecimento à Presidência da
República e, mesmo assim, as respostas tardam ou são evasivas.
Foi, justamente, por isso que a ARAN entendeu entrar, se necessário, no
campo jurídico. Ficamos com a ideia que em Portugal impera a lei do mais
forte e como a maioria das empresas nacionais são microempresas,
significa que a ARAN está ao lado dos mais fracos. Se calhar o problema é
esse. Temos questões há vários anos para terem respostas, mas nada.
Ajuda à rentabilidade das empresas com informações práticas
Serão também analisados outros temas do maior interesse e atualidade
para o setor, com destaque para a preocupação com o aumento da
rentabilidade das empresas. Com efeito, com a responsabilidade dos seus
73 anos de existência, a ARAN teve a preocupação desta edição da
Convenção ter um foco especial na ajuda à gestão, com um programa
prático. Como se pode ver no programa (que publicamos), são várias as
áreas de atividade que podem representar mais-valias para o dia a dia das
oficinas portuguesas.
XI CONVENÇÃO ARAN
EUROPARQUE _ 18 MAIO 2013 _ Santa Maria da Feira
PROGRAMA
08:15h Recepção dos convidados Coffee-Break
09:00h Abertura ARAN
09.10h Enquadramento Macroeconómico Faculdade de Economia do
Porto
09:25h A situação do negócio automóvel atual - após-venda GIPA
09:45h A situação do negócio automóvel atual - venda ASE
10:00h Perspetivas de futuro do retalho automóvel
Vendas de automóveis novos
10:10h Vendas de automóveis usados
10:25h Após-venda
10:40h Comercialização de peças
11:10h Perguntas e Respostas
11:30h Coffee-Break
11:45h Lubrificantes ENI Sintética
12:05h Comercialização de Pneus Sópneus
12:20h Equipamento Oficinal Cometil
12:35h Crédito à Reparação Banco Popular
13:00h Almoço volante
14:00h Seguros AXA
14:20h Recolha de Resíduos Correia & Correia
14:35h Comunicações TMN
14:45h Oficina CERTA e Usado CERTO ARAN
15:00h Franchisings para o sector
15:20h A Formação Profissional CEPRA
15:40h Apoio às empresas IEFP
15:55h GPL – benefícios e montagem CEPRA
16:10h Automóveis clássicos – reparação, venda e exposições
16:30h Coffee-Break
16:45h Valorize o automóvel do seu cliente Auto Hoje
17:00h Centro de Arbitragem para o Sector Automóvel CASA
17:15h Obrigações legais Novas regras de facturação ARAN
17:30h Obrigações legais Ambientais ASAE
18:00h O Governo e o automóvel Membro do Governo ou Assembleia da
República
18:30h Perguntas e Respostas
19:00h Encerramento

 

GALERIA DE IMAGENS DO GT OPEN EM PORTIMÃO

GALERIA DE IMAGENS DO GT OP+EN EM PORTIMÃO

 

Eis uma série de im,agens da autoria do nosso amigo e colaborador Rafa Sanchez, na passagem do Open GT pela pista de Portimão.

 

Fotos de Rafa Sanchez - www.velocidadeonline.com180275 10151584018838617_1048877129_n182529 10151584018468617_1760126468_n190499 10151584023463617_397191488_n247132 10151584018213617_1865100578_n247189 10151584021823617_907007133_n249067 10151584018813617_1562796516_n253521 10151584020643617_644238022_n263103 10151584025843617_1591799708_n264595 10151584023363617_1908824110_n270923 10151584018498617_1171964396_n270923 10151584021058617_331680339_n283940 10151584023378617_831826022_n321478 10151584028598617_202875596_n390707 10151584020513617_143578183_n395651 10151584021783617_1965335184_n408555 10151584027498617_238120001_n417862 10151584018783617_1870351684_n431958 10151584023128617_290567647_n600807 10151584018573617_463314763_n603737 10151584021788617_377711395_n603737 10151584021788617_377711395_n931333 10151584020438617_1230226103_n934146 10151584021088617_2014629826_n942476 10151584026123617_746653139_n942518 10151584019558617_1206396550_n945922 10151584026138617_344875505_n946134 10151584024248617_1274334918_n946402 10151584019113617_1841527620_n947134 10151584020523617_1942517888_n947267 10151584024988617_2087453009_nGTOpenGTOpen1GtOpen2 miguelramosrafa1rafa2rafa3

 

NOVO LEXUS GS 300

 

Novo Lexus IS 300h: líder no segmento em custos de utilização

• Tecnologia Lexus Hybrid Drive assegura durabilidade, performance e baixos custos de utilização excecionais.
• Consumo de combustível de apenas 4,3 l/100km e emissão de 99 g/km de CO2 traduzem-se em benefícios fiscais e numa economia efetiva dia-a-dia.

Manutenção simplificada e de baixo custo

A motorização do novo IS foi desenvolvida sem a necessidade de utilizar uma embraiagem, um motor de arranque e um alternador, uma vez que as funções destes componentes são realizadas pelo sistema híbrido, não requerendo qualquer manutenção ao longo da vida útil do veículo. Também a tradicional correia de distribuição foi substituída pela corrente de distribuição isenta de manutenção.

Sem necessidade de manutenção ou de substituição destes componentes, os clientes do novo IS 300h podem economizar cerca de 1.500€ ao longo de um período de 5 anos.

A tecnologia Lexus Hybrid Drive também tem impacto positivo nos travões e nos pneus. Graças à travagem regenerativa de elevada eficiência aplicada na primeira metade da força de travagem foi possivel reduzir significativamente o desgaste quer das pastilhas, quer dos discos de travão. Numa distância de 90.000 km, o IS 300h não necessita de qualquer alteração nos discos e utiliza apenas 1 conjunto de pastilhas, acumulando uma poupança de cerca de 500€, apenas nestes componentes.

A longevidade dos pneus no IS 300h é também incrementada. Com cerca de mais 20% pressão, tal como acontece com todos os veículos híbridos, vai permitir reduzir o desgaste do piso com a entrega da potência e também pela distribuição equilibrada de pesos, permitindo poupar os pneus dianteiros. Ao longo de 90.000 km, apenas um jogo de pneus é necessário, correspondendo uma poupança de 750 €.

Ao longo da utilização durante 3 anos e percorrendo cerca de 90.000km, o novo Lexus IS 300h vai permitir poupar nos discos e pastilhas de travão, nos pneus cerca de 1.250 € comparativamente com uma viatura 2.0 diesel equivalente.

Rigorosos estudos e árduos testes foram realizados ao nível da performance e de fiabilidade da bateria, apoiados pelo conhecimento e experiência de mais de 15 anos na tecnologia híbrida, garantindo a mesma longevidade da vida útil do carro.

A combinação da longevidade dos componentes com o baixo custo de mão-de-obra durante a manutenção coloca o novo IS 300h como um dos modelos mais competitivos no segmento.

Benefícios fiscais na Europa

Com emissões de CO2 mais baixas no segmento nas motorizações a gasolina, o IS300h apresenta apenas 99 g/km o que corresponde a um consumo de combustível de 4,3 l/100km apresentando uma vantagem considerável na utilização diária, assim como na carga fiscal aplicada.

Em Portugal, a vantagem fiscal associada aos híbridos assenta no benefício do cálculo do Imposto Sobre Veículos reduzido a 50% no momento de aquisição, e nos preços reduzidos em parques de estacionamento ou locais reservados para as viaturas híbridas, entre outros.

Elevados valores residuais

O sistema Lexus Hybrid Drive tem sido uma referência não só a nível ambiental e de eficiência como também tem vindo a conquistar e a ser vista como uma motorização “mais convencional”, na medida em que é extremamente económica em termos de consumo de combustível e desvalorização.

A confirmar a consideração crescente dos veículos híbridos no ato de compra, e em especial o sistema Lexus Hybrid Drive, está o Prémio 2013 Wertmeister (uma colaboração entre a Auto Bild e a Eurotax) atribuído ao recente Lexus GS 450h, pelo facto de sofrer de menor depreciação, demonstrando a elevada confiança dos veículos híbridos da Lexus.

O sistema Lexus Hybrid Drive do IS 300h foi especificamente melhorado para proporcionar durabilidade e baixos custos de manutenção.

Graças aos baixos custos de manutenção e de utilização no dia-a-dia, aliados a incentivos fiscais significativos e outros benefícios, a tecnologia full hybrid do novo Lexus IS 300h oferece aos clientes custos de propriedade inalcançáveis por qualquer outra motorização 2,0 litros, diesel, presentes no segmento D Premium.IS 300H_20_EXT_F_SPORT_2013IS 300H_21_EXT_F_SPORT_2013IS 300H_35_TECHNICAL_2013

 

TOP 5 PARA ALBUQUERQUE

 

'Top 5' na mente de Filipe Albuquerque para Brands Hatch

 

2013 hockenheim_albuquerque3 Filipe Albuquerque parte, para a segunda jornada do DTM que este fim-de-semana de 18 e 19 de Maio tem lugar no traçado inglês de Brands Hatch, determinado em terminar a corrida nos cinco melhores. Aos comandos do Audi RS 5 DTM, o piloto português está otimista e confiante no trabalho de toda a equipa.

 

O facto de Brands Hatch ser um circuito pequeno, não chega a dois quilómetros de extensão, a utilização do DRS não terá grande vantagem, por isso Filipe acredita que uma boa estratégia dará os seus frutos: "Penso que nesta pista os pneus de opção vão ajudar, uma vez que duram mais voltas. A reta da meta é pequena logo acionar o DRS não vai fazer grande diferença. Mas, a estratégia de boxes terá certamente um papel importante. As paragens na altura certa podem dar os seus frutos no final da corrida. Na corrida do ano passado tivemos um bom andamento, acredito que este ano estejamos melhor", começou por dizer.

 

A primeira corrida em Hockenheim não correu da forma que Albuquerque esperava e talvez por isso, a confiança para esta segunda jornada seja tão elevada: "Temos tudo para andar na frente. Temos um enorme potencial. E é isso que quero estar entre os primeiros e lutar por um lugar no top 5. É muito importante para as contas do Campeonato começar a ganhar pontos desde cedo. Estou muito centrado nos nossos objetivos", rematou Filipe que ruma a Inglaterra na próxima sexta-feira.

 

A qualificação terá lugar no Sábado e transmissão na Sporttv 3 em diferido às 15h. A corrida será no domingo em direto às 12.30h na Sporrtv 3 com repetição às 00h na Sporttv 2.

 

TENNECO RECEDBE PRÉMIO INOVAÇÃO JOHN DEERE

Tenneco recebe o Prémio Fornecedor de Inovação John Deere

O prémio é concedido a um seleto grupo de fornecedores que tenham demonstrado inovação num produto ou serviço que prestam à John Deere.

altA Tenneco Inc. foi escolhida para receber o Prémio Fornecedor de Inovação John Deere 2012 pelo desenvolvimento da redução catalítica selectiva integrada (SCR) e sistema de mistura que está incorporado no Tier 4 Final sistema de pós-tratamento diesel. 

O prémio é concedido a um seleto grupo de fornecedores que tenham demonstrado inovação num produto ou serviço que prestam à John Deere. A atribuição do Prémio é baseada em quatro fatores: a criatividade, viabilidade, colaboração e impacto na linha de fundo. A John Deere criou os prémios Fornecedor de Inovação em 2010 para promover a inovação na base de fornecimento da empresa e reconhecer os fornecedores que demonstram criativadade. 

A Tenneco é uma fornecedora global da John Deere, e começou a fornecer produtos de pós-tratamento diesel, incluindo catalisadores de oxidação diesel (DOC) e filtros de partículas diesel (PDF) para certas aplicações Tier 4 em 2010.

"É uma honra para a Tenneco ser reconhecida pela nossa inovação e estamos orgulhosos da parceria com a John Deere em tecnologia de pós-tratamento para a redução de óxidos de nitrogénio (NOx) e emissões de partículas", disse Neal Yanos, Vice-Presidente Executivo da Tenneco. "O negócio de veículos comerciais da Tenneco continua a crescer, impulsionado pela força do nosso portfólio em tecnologia para ar limpo e pelo nosso compromisso de ajudar os nossos clientes a cumprir com as normas cada vez mais rigorosas de emissões globais."



Tenneco

 

G.P.CROSS PRO PORTUGAL

 

GP Cross Pro Portugal

De 17 a 19 de Maio

 

Tudo a postos para o GP de Enduro de Portugal que se disputa em Torres Vedras

 

É já nos próximos dias 17, 18 e 19 de Maio que a cidade de Torres Vedras vai ser o palco de um dos maiores eventos desportivos que este ano se realizam em Portugal. À Região do Oeste começa a partir de hoje a afluir a elite mundial do Enduro para a jornada portuguesa do Mundial, cuja organização está a cargo do Clube Ecomotor.

São muitos os Campeões do Mundo que vão estar presentes numa prova preparada até ao mais ínfimo detalhe e que na sua estreia em Torres Vedras, no ano passado, foi altamente elogiada por todos os que nela participaram.

Após a terceira jornada disputada no passado fim-de-semana em Espanha as classificações do mundial estão escalonadas da seguinte forma:

A Classe E1 é liderada pelo francês Antoine Meo (KTM) com cinco triunfos em seis pontuações seguido dos finlandeses Juha Salminen e Matti Seistola ambos pilotos oficiais da Husqvarna.

Na Classe E2 os triunfos têm sido mais repartidos e a liderança pertence ao italiano Alex Salvini da Honda que já venceu por três vezes contra duas vitórias alcançadas pelo espanhol Ivan Cervantes da KTM que dominou por completo a prova espanhola. O atual campeão Pierre-Alexandre Renet, da Husaberg, ocupa a 3ª posição, registando

 

 

 

 

 

um triunfo na etapa inaugural. Esta classe E1 conta ainda com dois antigos campeões, o francês Johnny Aubert (KTM) e o inglês David Knight.

Na Classe E3 há bons motivos para prender a atenção dos portugueses já que Luís Correia, piloto oficial da Beta ocupa o 4º lugar sendo uma das grandes revelações desta temporada. Na frente está o Campeão do Mundo 2012, Christophe Nambotin que já soma quatro triunfos em 2013. Com um triunfo cada estão o sueco Joakim Ljunggren e os estóino Aigar Leok.  

Entre as senhoras, cujo campeonato apenas começou no passado fim-de-semana, a campeã do Mundo Laya Sanz chega a Portugal com um duplo triunfo na prova disputada no país vizinho.

Portugueses presentes

Entre os pilotos portugueses e para além do já bem referenciado Luís Correia, de salientar a presença de outros dois pilotos lusos que disputam o mundial da modalidade - Luís Oliveira (Yamaha) que ocupa a sexta posição na Classe Junior e Henrique Nogueira (TM), a quem pertence o 7º posto na Youth Cup. A estes juntam-se em Torres Vedras o consagrado Hélder Rodrigues, naturalmente aos comandos de uma Honda e ainda Fábio Pereira (Yamaha), Gonçalo Reis (KTM) e Bruno Santos (Kawasaki).

 

 

 

 

 

 

 

Super Especial noturna a abrir o programa

O programa desportivo deste GP Portugal começa na noite de sexta-feira com uma especial noturna que promete ser um espetáculo muito interessante para o público. Tal como no ano passado esta especial vai ter lugar junto ao Paddock que fica instalado no Parque Regional de Exposições (Expotorres)

Nos dois dias seguintes a competição desenrola-se de forma ininterrupta ao longo de oito horas, com as hostilidades a começarem às nove da manhã, ao longo de um percurso com 35 quilómetros de extensão, que será percorrido por quatro vezes.

 

Novas especiais e zonas espetáculo ainda mais acessíveis

Tal como no ano passado a prova montada pelo Clube Ecomotor será muito acessível aos espectadores que terão parques de estacionamento próximo das várias especiais.

Num traçado 60% diferente do da edição de 2012, a Extreme Test repete a mesma localização do ano passado, mantendo-se toda ela num percurso de 1200 metros absolutamente natural.

Com um início junto ao Ecoparque e a apenas 200 metros da Extreme Test, a especial de Enduro Test estende-se por montes e vales até à povoação da Orjariça. Com 5.300 metros de extensão conta com declives acentuados e várias subidas e descidas num terreno misto de terra e pedra.

 

 

 

 

 

 

Alteração profunda sofreu também a especial de Cross Test que, sendo a última especial de cada ronda, passou a estar localizada a 100 metros do Padock. Conta com grandes saltos tanto a subir como a descer e muito serpenteado ao longo dos seus 4.000 metros de extensão. Além da excelente localização para o público conta ainda com uma magnífica visibilidadeGP Enduro_TorresVedras_03GP Enduro_TorresVedras_05

 

VELOSO NO PÓDIO NA FALPERRA

 

Veloso Motorsport e Rui Dinis foram ao pódio na Rampa da Falperra

 

Decorreu este passado fim-de-semana em Braga, a 34ª edição da Rampa Internacional da Falperra, jornada que teve a presença de muito público, como é aliás habitual nesta incontornável prova do calendário desportivo nacional, uma das melhores a nível europeu. A Veloso Motorsport esteve mais uma vez presente, desta feita com um Aston Martin Vantage V8 GT4, pilotado por Rui Filipe Dinis.    

 

O jovem piloto bracarense que fazia aqui a sua estreia absoluta em competição, teve um comportamento exemplar, conseguindo com inteiro mérito a terceira posição entre os carros de GT que competiram na Categoria 1 do Campeonato de Portugal de Montanha, ficando com um excelente 12º lugar da classificação geral absoluta desta competição.

 

Numa prova que tinha por principal objectivo retirar o máximo prazer possível do traçado e do potente Aston Martin Vantage, Rui Dinis esteve em grande nível, conseguindo melhorar as suas marcas subida após subida, para culminar no pódio a sua primeira prova em competição automóvel. Num traçado que não permite muitos erros, Rui Dinis optou por uma toada mais calma nas subidas de treinos, aumentando depois o ritmo nas subidas de prova.

 

“Tive algum cuidado nas primeiras abordagens à rampa, precisava de me adaptar melhor tanto ao traçado como ao carro neste tipo de provas. Aumentei depois o ritmo, conseguindo baixar significativamente os tempos subida após subida e evoluir bastante bem. Penso que tive uma boa prestação ao longo destes dois dias, para além do prazer que consegui retirar da condução deste carro fantástico, numa prova não menos fantástica.” Começou por dizer Rui Filipe Dinis.

“Tive sempre a máxima ajuda do Luis Veloso e da Veloso Motorsport, que estiveram impecáveis ao longo do fim-de-semana, tanto no aspecto técnico, como no apoio que me deram. Esta será uma experiência que quero repetir, mas vou optar pelos circuitos, tipo de provas mais adaptadas a este carro, isto apesar do excelente comportamento aqui na Falperra. Vamos ver o que podemos fazer no futuro, mas esta experiência deixou-me com água na boca para outras aventuras. Uma palavra ainda para agradecer o apoio do meu patrocinador a Leilosoc e do Patrick Cunha, incansável na ajuda para que eu conseguisse melhorar o meu desempenho”. Referiu ainda Rui Dinis.

 

Resultado final da Rampa Internacional da Falperra 2013 – Categoria GT:
1º António Nogueira – Porsche 911 Turbo, 4:38s775

2º Pedro Marreiros – Porsche 997 GT3, 4:56s067

3º Rui Filipe Dinis – Aston Martin Vantage V8, 5:05s917

VMS130513
 

AMOB AEAÇA PARAR

EQUIPA DA AMOB PODE NÃO ALINHAR NO ESTORIL E BOAVISTA

 

Com todas as alterações que o calendário dos clássicos está a sofrer, tivemos conhecimento que a equipa da Amob equacionou não estar presente na proxima jornada a ter lugar no autódromo do Estoril e na Boavista.Para já de oficial nada está confirmado, mas que se comenta nesta hipótese em termos de bastidores, isso é um, facto.AMOB Racing_Luis_barros_Porsche_934Turbo_1

 

PORSCHE É NOTICIA

 

Remodelação de Gestão em empresas de vendas da Porsche em todo o mundo

 

Porsche AG tem transferido responsabilidades importantes regiões de vendas e filiais da fabricante de veículos esportivos:

Depois de sua bem-sucedida expansão da subsidiária na China desde 2007, Helmut Bröker está definido para assumir a liderança da região de vendas no exterior e Mercados de Crescimento (Oriente Médio, África, Índia, Sudeste Asiático, Austrália / Nova Zelândia, Japão e América Latina ) em 1 º de julho de 2013. Deesch Papke, que tem desenvolvido com sucesso esta região de vendas nos últimos dois anos, vai por sua vez, ser apontado como o novo CEO da Porsche na China. "Nos últimos anos, Helmut corretor e Deesch Papke provaram que eles, juntamente com suas equipes, pode transformar a responsabilidade de longo alcance para o crescimento rentável para a Porsche", disse Bernhard Maier, membro da Diretoria de Vendas e Marketing da Dr. Ing.. H.C. F. Porsche AG. "Gostaríamos de agradecer a ambos por isso e desejo-lhes sucesso continuado nas suas novas funções e mercados."

Helmut Broker (56) tem um fundo na indústria automotiva cross-continental que remonta mais de 26 anos, antes de ingressar na Porsche, em 2007, ele trabalhou por muitos anos para a BMW na Ásia, Austrália, Oriente Médio e América do Norte. Ao longo dos últimos seis anos desde a sua nomeação no Porsche o número de transferências de fabricante de veículos esportivos na China, Hong Kong e Macau aumentou mais de seis vezes, passando de 4.856 em 2007 para mais de 31.205 veículos em 2012. Isso faz com que a China o segundo maior mercado para a marca Porsche.

Deesch Papke (51) também pode ligar em muitos anos de experiência em vários mercados e marcas na indústria automotiva global. Antes de ingressar na Porsche, ele ocupou cargos de gerência na Mercedes-Benz, BMW, Land Rover e Volvo na África do Sul e na Rússia. Juntou-se fabricante de veículos esportivos em 2005, como chefe da subsidiária Porsche Oriente Médio e África, em Dubai. Durante seu tempo como chefe de vendas de toda a região e Overseas Markets Growth Mr. Papke aumentou o número de embarques para mais de 22 mil em 2012.

"O intercâmbio internacional e à reafectação de experiência dos nossos líderes de vendas apoia os objectivos crescimento futuro da Estratégia 2018 da Porsche e garante que o know-how é passada dentro das organizações de vendas", acrescentou o Sr. Maier à luz das mudanças de pessoal. Na segunda metade do ano, vamos ver as seguintes novas nomeações dentro das regiões de vendas:

Joe Lawrence (44), atualmente diretor da Porsche no Canadá, será nomeado como Chief Operating Officer (COO) da Porsche Cars North America, tornando-o responsável pela maior mercado para a fabricante de carros esportes com mais de 35 mil de mais de 141 mil enviados veículos na última contagem. Seu sucessor no Porsche Canadá serão anunciados em breve. Na região Overseas crescimento e mercados em crescimento para que Helmut corretor será assumindo a responsabilidade, Michael Bartsch (54), atualmente diretor de operações para a América do Norte, assumirá o cargo de Diretor Executivo da Porsche Cars Austrália. Seu antecessor neste papel, Michael Winkler (50) também vai assumir uma nova função de vendas internacional. Christer Ekberg (57), atualmente Diretor da Porsche Ásia-Pacífico, é tornar-se o novo director-geral da Porsche Oriente Médio e África. George Wills (46), serão transferidos de Dubai para assumir o cargo de Diretor Executivo da Porsche na América Latina a partir de Matthias Brück (41), que se expandiu e consolidou a posição da Porsche nos mercados de crescimento da média da América do Sul nos últimos anos. Ele também estará assumindo um novo cargo de gestão como Diretor.

 

GT MOTIVE

Gt Motive entrega 2.000 kg de alimentos a um refeitório social

Esta ação foi fruto de uma campanha de solidariedade.

altAtravés da Fundação Einsa, Gt Motive, a Mitchell Partner Company, entregou no refeitório social das Apostólicas do Coração de Jesus em Espanha, dois mil quilos de alimentos que foram adquiridos graças a uma campanha que consistia em contabilizar quilos de alimentos para cada entrada que um visitante fizesse numa das seções do site da empresa. 

Felizmente, se no ano passado conseguiram-se 3.367 visitas em toda a Espanha, este ano o número subiu para 8.335. Mas se este aumento esperançoso foi muito importante em Espanha, em França e Portugal foi ainda mais significativo: em França as visitas passaram de 79 em 2011 para 724 em 2012 e em Portugal subiu de 137 para 1217. Estes números refletem a generosidade das pessoas e maior reconhecimento da marca Gt Motive em Espanha e além fronteiras. 

Maria Martinez, responsável pela RSC do Grupo Einsa, reuniu-se com Julia Almansa, diretora do refeitório social, localizado na Rua José Marañón, 15 em Madrid, para entregar-lhe este donativo. 

 

NOVO PEUGEOT 308

 

O novo Peugeot 308:

Um design refinado e um cockpit inovador

para sensações inéditas

                           

 

 

Os designers e engenheiros da Peugeot criaram uma berlina audaciosa, intuitiva e moderna, com um design refinado e de grande pureza.

Graças à nova plataforma modular EMP2, o novo Peugeot 308 possui dimensões compactas e um peso mais reduzido (-140 kg). A sua experiência de condução está no topo do segmento e as suas emissões de CO2 são uma nova referência (com uma versão com menos de 85 g/km).

Tirando partido de um interior bastante apurado e de um posto de condução inovador (o Peugeot  i-cockpit), este veículo promete um enorme prazer de condução.

O elevado nível de qualidade, fruto de um caderno de encargos muito ambicioso, posiciona este veículo ao nível dos melhores, encarnando a “subida de gama” da Marca.

 

Um concentrado de berlina

O novo Peugeot 308 possui todos os requisitos essenciais do segmento C, com dimensões compactas (comprimento: 4,25 m e altura: 1,46 m), um interior espaçoso e uma bagageira particularmente volumosa (470 litros sob a chapeleira).

Mas este veículo vai mais longe,constituindo uma proposta forte e diferenciada,com o objectivo de conquistar novos Clientes.

 

 

Um design puro e com raça

 

« O novo Peugeot 308 tem um design exterior refinado e tecnológico, que inspira robustez e qualidade ».

Gilles Vidal, Director de Estilo Peugeot

 

Graças às suas dimensões compactas, às suas proporções equilibradas, ao seu peso reduzido e a uma carroçaria ajustada ao máximo aos componentes mecânicos , o novo Peugeot 308 apresenta uma postura plena de raça e dinamismo, como um atleta confiante nas suascapacidades. O seu carácter é afirmado pelo cuidado e qualidade aplicados em cada pormenor.

O novo Peugeot 308 apresenta uma assinatura luminosa forte. Na dianteira, as luzes Full LED, expressivas e esculpidas como uma obra de joalharia, definem um olhar felino e tecnológico. São propostas de série nonível topo de gama, o que constitui uma estreia mundial no segmento.

 

A riqueza do design e a qualidade do trabalho estético estendem-se igualmente à traseira, com as três garras Peugeot desenhadas por luzes de LED para reforçar a imagem tecnológica e dinâmica do veículo.

O novo Peugeot 308 contém em si todo o ADN da Peugeot.

 

 

Um interior refinado e tecnológico, em que a audácia “salta à vista”

 

 

«Quando nos instalamos a bordo, descobrimos um universo com linhas apuradas, completamente inédito no mundo das berlinas, com um cockpit intenso, inovador eintuitivo, o Peugeot i-cockpit. »

Vincent Devos, Responsável de Produto.

 

O Peugeot i-cockpit oferece um novo tipo de sensações ao volante. Tudo foi concebido para proporcionar uma experiência de condução sensorial e intuitiva: um volante compacto para sensações dinâmicas intensas, um painel de instrumentos elevado, para ler as informações sem tirar os olhos da estrada, uma notável consola central elevada e um grande ecrã táctil de 9,7’’ para uma condução intuitiva.

 

Este último reúne vários comandos, o que resulta num evidente ganho em termos de ergonomia. Os designers puderam assim criar um painel de bordo muito puro, com apenas alguns botões. Esta abordagem inédita, na qual pureza  e tecnologia se associam, é simbolizada pelo botão de controlo do volume, com um acabamento ao nível de um equipamento Hi-Fi de grande qualidade.

 

 

 

 

A eficiência ao serviço do dinamismo e da redução das emissões de CO2.

 « Na estrada, o prazer de condução é incrementado pela nova plataforma modular EMP2. Com uma redução considerável de peso, contribui para o dinamismo e maneabilidade do novo Peugeot 308. » Laurent Declerck, Director de Projecto do novo Peugeot 308.

 

A experiência de condução do novo Peugeot 308, incrementada atravésdo volante de dimensões reduzidas, assenta na experiência da Peugeot em termos de ligações ao solo e nas qualidades da nova plataforma EMP2 . Esta plataforma, na vanguarda tecnológica com 116 patentes registadas, contribui para as excelentes qualidades dinâmicas do veículo. Contribui igualmente para a segurança e conforto, ao permitir a aplicação de vários sistemas de ajuda à condução,assim como para uma importante redução de peso no veículo (140 kg relativamente à geração anterior). Esta redução do peso é benéfica para o dimensionamento de todos os órgãos e permite, entre outros, ganhos importantes em termos de emissão de CO2. Como resultado, o novo Peugeot 308 estabelece novas referências, com uma versão cujas emissões sãoinferiores a 85 g/km de CO2.

 

Uma qualidade ambiciosa

O novo Peugeot 308 encarna em pleno a estratégia de subida de gama, iniciada há vários anos pela Marca. O seu caderno de encargos tinha como pedra angular o melhor nível de qualidade. Foi esta ambição que guiou designers e engenheiros desde o início do projecto.

Cada elemento, tanto no exterior como no interior do veículo, foi tratado com uma elegância e um cuidado particulares.

 

 

 

 

O painel de instrumentos, por exemplo, associa-se ao universo da relojoaria de qualidade e o seu desenho evoca tecnologia e dinamismo. A escolha de materiais nobres e valorizadores, assim como as decorações em cromado acetinado ou preto lacado contribuem, igualmente, para esta percepção de qualidade.

 

                         

 

 

Painel de instrumentos com ponteiros de rotação simétrica, para uma maior vigilância

 

Produção em França

É na fábrica de Sochauxque será produzido o novo Peugeot 308. As instalações francesas de Trémery e de Douvrin fornecerão todos os grupos motopropulsores.

O novo Peugeot 308 será apresentado em estreia mundial no Salão de Frankfurt, a 10 de Setembro 2013 e será comercializado a partir do Outono 2013 na Europa.

 Novo 308_1Novo 308_2Novo 308_3Novo 308_4

 

ULTIMA RAMPA PARA FERREIRA DA SILVA

ULTIMA RAMPA PARA FERREIRA DA SILVA

 

A Rampa da Falperra, poderá ter sido a ultima rampa que Manuel ferreira da Silva disputou, na qual soubemos que a decisão de passar o ceptro ao seu filho, tudo isso motivado por razões profissionais.Segundo Ferreira da Silva " tenho uma série de projectos em diferentes países fora da Europa, que estão a requerer mais tempo da minha parte, e não me sobra tempo para correr, por isso será o meu filho a continuar FOX 2924a correr com este carro preparado na Peres Competições.

 

JOAO LOPES RECUPEROU

 

João Lopes recuperou e venceu a 2ª PEC

Problemas de travões condicionaram a corrida do campeão nacional

 

Depois do enorme susto que apanhou no prólogo, João Lopes, acompanhado de Bruno Santos, aos comandos de um Polaris Ranger RZR XP, voltou a ter problemas de travões no primeiro dos dois sectores seletivos que compunham o programa da 20ª edição do Raid TT a Góis. Da parte da tarde, desta segunda jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, o campeão nacional, inscrito pela equipa JL Racing conseguiu, todavia, inverter o rumo dos acontecimentos e ser o mais rápido, recuperando cinco posições na classificação geral final.

 

“Depois do susto que tive no prólogo fui para a corrida com um natural receio e terei forçado demasiado os travões que se tornaram menos eficazes, o que nos obrigou a reduzir bastante o andamento, salientou no final da corrida o piloto da JL Racing, que acrescentou: “No segundo setor e apesar de partir duma posição atrasada, já consegui andar a um bom ritmo o que até deu para vencer o troço. Se tenho andado assim no primeiro, até tinha dado para discutir a vitória”.

 

Como já anteriormente foi salientado a estreia de Valter Martins aos comandos de um Polaris adaptado ficou adiada para a próxima prova do Campeonato. O antigo piloto de moto, que ficou paraplégico na sequência de um acidente sofrido em 2004, estevepresente em Góis, fazendo todo percurso da prova como carro 0, com o qual imprimiu um excelente andamento. Valter Martins será inscrito no Raid TT da Ferraria pela equipa JL Racing, que lhe preparou o Polaris.

 Joo Lopes

 

CONCENTRAÇÃO ASTON NA ALEMANHA

CONCENTRAÇÃO ASTON MARTIN NA ALEMANHA

 

Mias uma concetração dos "puros sangue" britânicos na Alemanha numa das pistas, onde os futuros proprietários tiveram assim a oportunidade de poderem usufruir desta verdadeira máquina.ASTON1ASTON2ASTON3ASTON4ASTON5ASTON6ASTON7ASTON8ASTON9ASTON10

 

A SORTE NADA QUIS COM JOSÉ PEDRO GOMES

 

RAMPA DA FALPERRA

 

A SORTE NADA QUIS COM JOSÉ PEDRO GOMES

 

 

Fim de semana azarado para o Ford Escort de José Pedro Gomes, quando liderava a sua categoria, problemas com o desempenho do carro, acabaram por deitar por terra as aspirações do conhecido advogado portuense.

Assim José Pedro Gomes nem sequer chegaria a alinhar nas duas subidas de domingo ,como nos explicou o que se passou “ o tipo de pneus que utilizei não foram os mais adequados, e com isso o comportamento do carro em pista não foi o melhor. Depois com isso alteraram-se tantas coisas, que nada mais restava do que desistir, pois se continuasse poderia vir a provocar mais estragos, e não havia necessidade disso, por isso optei pela desistência, o que foi pena, pois já estava na liderança da categoria, e bem perto de conseguir uma segunda vitória. Paciência as corridas de automóveis têm destes imponderáveis, há que saber ultrapassar os mesmos, e agora há que preparar já a próxima prova, “disse-nosFOX 1088

 

EXPOSIÇÃO DE MINIATURAS EM MATOSINHOS

EXPOSIÇÃO DE MINIATURAS EM MATOSINHOS

 

Está patente na Câmara de Matosinhos uma exposição de miniaturas até ao próximo domingo dia  19, organizado sob a égide da Model 43.O nosso site também é parceiro neste projecto que conseguiu reunir cerca de quatro centenas de miniaturas automóveis de diferentes escalas e temas.Uma exposição que logo á entrada tem o imponente BMW M 3 de Jorge Petiz, e o Fiat 124 de Luis Losada, que tem participado em algumas provas em Portugal.Um evento a não perder.

 

Texto e fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 2557FOX 2558FOX 2559FOX 2560FOX 2561FOX 2562FOX 2564FOX 2565FOX 2566FOX 2567FOX 2568FOX 2569FOX 2570FOX 2571FOX 2572FOX 2574FOX 2575FOX 2576FOX 2577FOX 2578FOX 2579FOX 2580FOX 2581FOX 2581FOX 2582FOX 2583

 

GALERIA DE IMAGENS DA APRESENTAÇÃO DE PEDRO SALVADOR

GALERIA DE IMAGENS DA APRESENTAÇÃO DO CARRO DE PEDRO SALVADOR

 

Eis o grupo de imagens referentes à apresentação da época de Pedro Salvador,que decorreu na passada semana na Marina da Afurada.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 0997FOX 0998FOX 0999FOX 1000FOX 1001FOX 1001FOX 1002FOX 1003FOX 1004FOX 1006FOX 1008FOX 1009FOX 1011

 

 

MAIO FOI AO PÓDIO EM GÓIS

 

António Maio foi ao pódio em Góis

Equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy soma ainda excelente 4º lugar de Frederico Fino

 

Apesar de uma queda, que o atrasou bastante numa altura em que estava a discutir o triunfo, o piloto António Maio da equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy terminou a 20ª edição do Raid TT a Góis na terceira posição, a escassos 10 s de Ruben Faria que foi o segundo classificado.

 

A segunda etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013, que se disputou na região centro, viu ainda António Maio, aos comandos de uma Yamaha, vencer o segundo dos dois sectores seletivos da prova delineada pelo Góis Moto Clube, com Frederico Fino a secundar de forma excelente o piloto alentejano, terminando na 4ª posição.

 

“Apesar de esta ser uma prova de serra onde estou menos à vontade, por comparação com as provas alentejanas, estava a sentir-me muito bem e acreditava poder lutar pela vitória. Infelizmente tive uma queda sem consequências físicas, mas que colocou a moto numa posição difícil e perdi bastante tempo até conseguir retomar a corrida” salientou António Maio no final da prova, acrescentando ainda que: “quando retomei a corrida tentei sempre dar o máximo na tentativa de recuperar posições e acabei muito perto do segundo lugar”.

 

Muito satisfeito com a sua prestação estava também Frederico Fino, um dos líderes deste projeto Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy: “A prova correu-me bem. Vinha bem preparado e consegui imprimir um andamento forte e sem quebras. Estou também muito contente por a equipa ter conseguido reunir seis pilotos nesta corrida. Apenas o Miguel não terminou por infortúnio, já que a moto caiu numa ravina e foi impossível colocá-la de novo no percurso”.

 

Rui Ventura terminou muito perto do Top 20, tendo ainda ocupado o 4º lugar da classificação destinada aos veteranos, enquanto Rui Porto Nunes terminou na 22ª posição e Miguel Navarro foi o 27º classificado.Antnio Maio

 

3º LUGAR COM SABOR A INJUSTIÇA

 

Terceiro lugar com sabor a injustiça

 

 

A dupla de pilotos da Roadgalaxy e inscrita pela Vettra Motorsport, João Rebelo Martins e Tó Zé Ferreira, alcançou o terceiro lugar na Rampa Internacional da Falperra, Desafio Único FEUP 3.

 

João Rebelo Martins, querendo esquecer o acidente do ano passado, foi melhorando o seu tempo de subida, alcançando os quatro e terceiro tempo nas suas duas subidas de prova, deixando-o satisfeito mas com a sensação que podia ter sido mais rápido.

 

Tó Zé Ferreira era o rosto da desilusão: na primeira subida oficial, a seguir à chicane, o piloto encontra um posto com uma bandeira amarela agitada sendo que no posto seguinte existiam duas bandeiras amarelas agitadas. Como qualquer piloto sabe, duas bandeiras amarelas agitadas significam “muito perigo” e dado que a curva em questão era um “s” cego, feito em quarta a fundo, Tó Zé Ferreira sentiu a necessidade de reduzir drasticamente a velocidade do carro porque não vê a pista. Quando chega ao local, está um carro acidentado na linha de trajectória, sendo que tinha sido impossível passar caso não tivesse travado.

Ao contrário do que é normal nas provas de montanha, em que um piloto tem que ter pista livre nas subidas de prova, ou seja, não pode ter situações de bandeira amarela, a direcção de prova não deixou Tó Zé Ferreira repetir a subida. Com isto, o piloto da Roadgalaxy em vez de ter tido duas subidas de prova ficou sujeito a apenas uma.

 

A dupla de pilotos que corre com o patrocínio da ENI, Fluidotrónica, Powercoaching, Arax Gazzo e Kartódromo de Oiã, tendo parceiros a Globaz, Norfer, Cerveja Vadia, Eumel, Ray Just Energy Drink, Konica Minolta, Páginas Coloridas, Molfil e Quinta do Estanho - alcançou o segundo lugar em ambas as corridas. Apesar do bom resultado ficou a ideia que a equipa poderia ter ido mais longe porque o motor não suava tão são como o de outras equipas.Press Falperra

 

CAMPEONATO NACIONAL DE TRIAL

 

Campeonato Nacional Trial 4x4

Grandes emoções chegam a Lousada

 

 

O Campeonato Nacional de Trial 4x4 está de regresso, e com ele as grandes emoções… Estamos já em contagem decrescente para mais um grande evento motorizado de elevado nível desportivo e espectacularidade invulgar. Pela primeira vez o Complexo Desportivo Voltas e Rodas acolhe uma jornada do Campeonato Nacional de Trial 4x4, numa iniciativa do Lousada TT. A região do Vale do Sousa será palco privilegiado da segunda prova do ano num espaço conhecido pelas excelentes capacidades de transformação na localidade de Lustosa, concelho de Lousada. Cerca de quatro dezenas de equipas, repartidas pelas categorias do CNTRial4x4, Promoção, Classe Samurai e Taça Rock Crawler, com uma elevada diversidade de preparação e orientadas pelos mais recentes campeões nacionais de trial e as novas esperanças da modalidade, medirão “forças” ao longo de duas horas matinais e três no período da tarde (CNTrial e Taça).

Depois de vencer na ronda inaugural em Valongo, a «Roger Auto», com Roger Puyal e Humberto Reis chegam a Lousada na frente da classificação, antevendo-se um duelo de gigantes entre as principais «estrelas» que irão desfilar numa pista muito rigorosa na sua construção, com uma multiplicidade de obstáculos de trial 4x4, com um traçado bem selectivo. Num portfólio organizativo do clube Lousada TT e inúmeros mecenas e parceiros institucionais, a jornada do dia 19 de Maio - sob a égide da Federação Portuguesa de Todo Terreno Trial e Navegação 4x4, está recheada de muita expectativa e imensas novidades. Começando pelo local da sua realização, uma estreia; o elevado número de participantes, a quebrar a conjuntura pouco favorável; toda uma estrutura e logística atempadamente preparada; só pode dar num sucesso organizativo, com a presença dos aficionados e publico em geral. Desta forma, espera-se uma resposta muito positiva em termos competitivos, face às elevadas exigências dos aficionados, adeptos e praticantes que fervilham logo que os motores se fazem ouvir. O palco para a grande festa está montado! Esta será a melhor forma de promover o Trial4x4, fazendo dele uma festa, transformando a competição num espaço de partilha entre os participantes e o público.

A pensar precisamente nos aficionados e para facilitar o acesso e desfrutar do espectáculo, estão previstas várias zonas de estacionamento na periferia do complexo que antecedem a entrada no recinto.

As verificações técnicas e administrativas irão decorrer durante a tarde de sábado junto à Avenida Srº dos Aflitos em Lousada permanecendo ai as viaturas em parque fechado até às primeiras horas de domingo, de onde sairão em caravana em direcção ao complexo desportivo voltas e rodas na freguesia de Lustosa.

Mais informações no site oficial do CNTrial4x4 em: www.cntrial4x4.com

Para a imprensa que queira acompanhar a prova 'in loco' deverá solicitar acreditação para: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar "> Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar , até à próxima quarta-feira, 15 de Maio.

Programa Oficial:

SABADO - 18 maio

16h00/20h00     Secretariado, verificações técnicas e administrativas

Parque fechado (Av. Sr. dos Aflitos/Lousada)

20h30               Briefing c/ os pilotos (Espaço AJE)

22h00               Festa do 4x4 Largo do Sr. dos Aflitos


DOMINGO - 19 maio

08h00/09h00     Abertura parque fechado

08h00/12h00     Verificações técnicas e administrativas (local da prova)

09h00               Deslocação em caravana até local da prova (Lustosa)

09h30/10h30     Prologo para qualificações pré-grelha

11h00/13h00     Inicio prova Resistência Trial 4x4 (2 horas)

                       Classes da Promoção do Campeonato Nacional Trial 4x4

13h15               Publicação de resultados

13h00/14h00     Pausa para almoço

14h00/14h20     Entrada em Parque Fechado / Grelha de Partida

14h25               Briefing

14h30               Inicio prova de Resistência Trial 4x4 (3 horas)

                       Campeonato Nacional Trial 4x4 e Taça Rock Crawler 

17h30              Fim da prova de Resistência Trial 4x4

17h45              Divulgação das classificações

18h00               Cerimónia de entrega dos prémios

 

 

Mais informações das inscrições e documentos obrigatórios:

Antero Bessa – 966501745

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar "> Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar site: www.cntrial4x4.com

Secretariado/Marta Fernandes: 962379966

Gabinete de imprensa:

Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar "> Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar / 925979225foto bragana_press

 

AMNSPORT CONSOLIDA LIDERANÇA NA CATEGORIA 1

 

RAMPA DA FALPERRA 2013

 

AMNSPORT CONSOLIDA LIDERANÇA DA CATEGORIA 1 NO NACIONAL DE MONTANHA

FOX 2402

Nova participação com nova vitória na categoria 1 para o Porsche 911 GT 2 da AMNSport, com António Nogueira ao volante, que não deixou os créditos por mãos alheias e venceu de novo esta categoria , consolidando assim a liderança em termos de categoria. No final da rampa da Falperra, António Nogueira descreveu-nos o fim de semana “ correu bem, voltei a vencer a categoria 1 no Campeonato Nacional de Montanha, assim como no Campeonato Europeu de Montanha de GT. Mas na última subida tive problemas, pois uma junta saltou, e tive de acabar a subida mais devagar, que não veio alterar de forma significativa a classificação das duas subidas anteriores. Tive pena que em termos internacionais não surgisse maior oposição, mas a crise que temos em Portugal, infelizmente alastrou-se por essa Europa fora, o que é pena, pois este Campeonato é deveras interessante, isso pelas preparações que se podem fazer”Em relação á presença da equipa da AMN Sport noutras provas do Campeonato, António Nogueira acrescentou “ estamos ainda a estudar o calendário, mas estamos a fazer todos os esforços para fazer as provas todas”, disse-nos.

 

ALONSO VENCE EM "CASA"

GRANDE PRÉMIO DE ESPANHA DE FÓRMULA 1

 

FERNANDO ALONSO VENCE EM "CASA"

 

O piloto espanhol foi o grande vencedor na pista de Barcelona, ao cortar a linha de chegada na 1ª posição tendo atrás do o Lotus Renault de Raikonen, e o seu colega de equipa Filipe Massa, no outro Ferrari.Aliás o dominio dos carros vermelhos da equipa de Maranello foi evidente, não dando grandes hipóteses aos seus mais directos adversários, onde apenas Raikonen, se intrometeu.

 

A 4ª e 5ª posição foram para os Red Bull Renault de Vettel e Webber. ficando a 6ª posição para o Mercedes de Niko Rosberg, que teve na sua peugada os McLaren Mercedes de Butten e Perez, ficando o "top ten" completo com o Toro Rosso Ferrari de Ricciardo.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

1º Fernando Alonso - Ferrari

2º Kimi Raikonen - Lotus Renault

3º Filipe Massa - Ferrari

4º Sebastien Vettel - Red Bull Renault

5º Mark Webber - Red Bull Renault

6º Niko Rosberg - Mercedes

7º Di Resta - Force India Mercedes

8º Button - McLaren Mercedes

9º Perez - McLaren Mercedes

10º Ricciardo - Toro Rosso Ferrari65655 574948769202422_240786632_n_2182520 574871075876858_1169452029_n190462 575320112498621_623682923_n197797 575804285783537_1377812159_n198068 575315465832419_1565796840_n198928 575804589116840_1706226628_n199012 574948472535785_1180093993_n249062 574948512535781_1365799811_n_1253368 574948759202423_1033450331_n_1321481 574948785869087_965812314_n_1375132 574871322543500_1835470489_n_1393057 574948879202411_453088227_n_1397861 574948862535746_587095181_n_1400590 574948829202416_772392679_n_1428621 575804402450192_839494953_n428647 575804375783528_1642627876_n485416 574948682535764_2058633812_n_1525251 574948805869085_255503987_n_1525752 575804295783536_757467783_n601829 575805109116788_662117304_n601900 574948542535778_1709460887_n_1923232 574948552535777_1402274510_n923398 574871069210192_1282448990_n923487 574948722535760_977333903_n_1934700 575281942502438_1619012632_n934709 575238609173438_2106967442_n935501 574871245876841_820789307_n936165 574948589202440_689535569_n936763 574948635869102_181023253_n_1936937 574948489202450_1121428521_n941522 574948609202438_1509160263_n_1941901 574948579202441_1547490256_n_1942433 10151584019538617_656398271_n942945 574933542537278_244020027_n943779 574948632535769_1680250079_n_1945300 574871262543506_1905000203_n945300 574871262543506_1905000203_n946317 574871072543525_1902746096_n954875 574948485869117_1310818697_n_1970891 575804352450197_319101969_n

 

 

PEDRO SALVADOR NA FALPERRA

 

Pedro Salvador na Falperra

NunOrganistA CPM-77NunOrganistA CPM_cat2_P.Salvador_001NunOrganistA CPM_cat2_P.Salvador_2

“Um fim de semana de aprendizagem” é como Pedro Salvador classifica a jornada da Falperra, em que conquistou o segundo lugar do Campeonato de Portugal de Montanha.


 

RAMOS ESTEVE EM GRANDE NO ALGARVE

 

Fim de semana com melhor pontuação de sempre para o Campeonato.

A corrida deste Domingo trouxe a confirmação do que se previa ontem logo após a vitória na Race 1. A dupla do Corvette nº4 da V8 Racing, constituída por Miguel Ramos e Nicky Pastorelli fizeram uma magnífica Race 2  e se o objetivo, realista ainda que difícil, fosse tentar um lugar no pódio, o segundo lugar foi um justo prémio para a excelente prestação.

ESC 5566_red

Com Nicky Pastorelli ao volante para o primeiro turno, o Corvette nº4 foi surpreendido nos primeiro momentos da corrida pelo Ferrari de Griffin que passou para o comando ainda na primeira volta e chegou a ter uma vantagem superior a 7 segundos na liderança da corrida. Pastorelli tentou manter-se sempre muito perto de Griffin pois sabia que o handicap que o Corvette teria no pit-stop, iria colocá-los ainda muito mais atrasados quando Ramos iniciasse o segundo turno.

Quando da troca de pilotos e com Ramos a cumprir o handicap parado na box a diferença para o líder, na altura já era Cameron ao volante do Ferrari nº21, a diferença aumentou para mais de 25s. Miguel Ramos encetou então uma magnifica recuperação a ganhar entre 1 a 1,5s por volta, tendo acabado a corrida a 7s do Ferrari vencedor. “Foi uma corrida muito difícil pois o calor era insuportável dentro do carro. Esta segunda corrida com apenas 50 minutos é muito curta e como tal não dava para recuperar a diferença do handicap e mesmo assim o vencedor podia estar a controlar as distâncias tal como nós fizemos ontem. Estou muito contente pois se o nosso objetivo era tentar chegar ao Pódio mais uma vez em Portugal, o segundo lugar que conseguimos só posso considerar excelente, sendo o culminar dum fantástico fim de semana” afirmou um contentíssimo Miguel Ramos logo após o término da prova.  De realçar que esta prova de Portimão também era válida para o Campeonato España GT e com estes resultados, a dupla Ramos/Pastorelli lideram a Classificação. A próxima prova do GT Open terá lugar em Nurburgring daqui a três semanas, a 1 e 2 de Junho.

"Flying Corvette” by "Rafa Sánchez  CTR Press"

 

International GT Open

  •     Paul Ricard 27-28/04/2013
  •     Portimão 11-12/05/2013
  •     Nurburgring 01-02/06/2013
  •     Jerez 15-16/06/2013
  •     Silverstone 13-14/07/2013
  •     Spa 07-08/09/2013
  •     Monza 05-06/10/2013
  •     Barcelona 09-10/11/2013
 

NOVO PÓDIO PARA SÁ NOGUEIRA

 

Bernardo Sá Nogueira alcança novamente o pódio

BSN FT_13004

Bernardo Sá Nogueira protagonizou uma passagem notável pela mítica Rampa da Falperra, tendo levado ao pódio do Grupo P as cores do Carlo Monteiro & Ideias Aritméticas Team envergadas pelo seu Renault Clio.

O piloto de Santarém chegava à mais importante competição do Campeonato de Portugal de Montanha com fundadas esperanças, uma vez que na sua estreia com a sua actual montada – realizada na Rampa da Penha – garantiu o terceiro posto do seu grupo, muito embora não se mostrasse totalmente adaptado ao performante carro francês.

Com uma ambientação progressiva ao Renault Clio RS2000, Bernardo Sá Nogueira foi melhorando os seus tempos, conquistando um bom terceiro lugar entre os concorrentes do Grupo P – décimo quarto da geral e nono da Categoria 1 – muito embora este domingo não tenha tido um dia isento de problemas. “A jornada de sábado correu-me muito bem e fui evoluindo a cada subida, o que permitiu ganhar cada vez mais confiança. Hoje, tivemos alguns problemas, primeiro foi um semi-eixo que cedeu, o que me impediu de realizar a subida de treinos. Na subida de prova estava a realizar um tempo muito bom, mas acabei por dar um ligeiro toque numa zona rápida, o que acabou por comprometer um resultado melhor. Ainda assim, o terceiro lugar no Grupo P é um bom desfecho para um fim-de-semana muito positivo”, sublinhou o piloto apoiado pela REMAX Portugal e pela sua rede de lojas.

A prova realizada em Braga tem um significado especial para Bernardo Sá Nogueira, que em 1990 se estreou nas corridas de automóveis precisamente nesta rampa, e integrado no esforço realizado pelo Carlo Monteiro & Ideias Aritméticas Team, o resultado deste fim-de-semana tem um sentido distinto. “A Falperra, como todos sabem, tem uma aura especial entre os adeptos de automobilismo e entre os pilotos da especialidade e poder subir ao pódio nesta competição é uma sensação extraordinária. Para além disso, contei com o apoio do Carlo Monteiro – o mais importante agente REMAX no norte do país – o que me deixava com maiores responsabilidades. Julgo que este terceiro posto é uma excelente forma de agradecer a confiança que depositou em mim”, afirmou aquele que é um dos mais ecléticos pilotos do nosso país.

A próxima ronda do Campeonato de Portugal de Montanha realiza-se a 1 e 2 de Junho, esperando Bernardo Sá Nogueira prosseguir a sua evolução na Rampa da Serra da Estrela.

 

VILELA E NEGRAIS COM 4º LUGAR

 

34ª Rampa da Falperra

 

Tiago Vilela e Hugo Negrais com quarto lugar

 

O quarto lugar final foi o resultado possível de Tiago Vilela e Hugo Negrais no Challenge Desafio Único, Categoria 3, na 34ª edição da Rampa da Falperra que teve lugar este fim-de-semana.

Na estreia aos comandos do Alfa Romeo 156 no exigente traçado desta prova de montanha, a dupla de Braga esteve em destaque, e saiu com aspirações renovadas para a restante temporada, bem como sabe que ainda tem trabalho a fazer na adaptação e desenvolvimento do carro.

No final do primeiro dia, ocupavam a terceira posição, mas nas duas restantes subidas cumpridas este domingo baixaram um lugar na geral: “Este lugar ficou um pouco aquém das expetativas, pois queríamos um lugar no pódio. De qualquer forma, foi o que conseguimos e há que pensar já na próxima corrida”, começou por afirmar Tiago Vilela, destacando o facto: “De não termos tido qualquer contato com o carro em provas deste género. Mesmo assim, melhorei sempre de subida para subida, mas não chegou. Agora vamos já pensar no Circuito da Boavista, onde queremos apostar forte para tentar a vitória para oferecer à equipa e patrocinadores”.

Com o segundo melhor tempo no sábado e terceiro no domingo, Hugo Negrais tudo tentou para ser o melhor em pista, mas as coisas não correram de feição: “Conseguimos andar sempre a melhorar e eu tentei. Na derradeira subida, na cronometragem intermédia, venho a ganhar cerca de 1,5 segundos, mas na curva da morte cometi um erro que ditou o resultado final”, lamentava, sublinhando ainda: “Foi pena, pois queria estabelecer o record, mas há que olhar em frente e trabalhar mais. Saio daqui frustrado porque foi um erro que cometi e tive a perfeita noção que já não dava para ser o mais rápido. Este ano tudo é novo para nós, pois os nossos adversários já têm uma época em cima. Mesmo assim acho que o futuro vai ser positivo. Quero ainda agradecer aos patrocinadores e ao público que mais uma vez foi espetacular”.

 Vilela Negrais_Falperra_domingo_2013

 

CAMPEONATO BRASILEIRO CROSS COUNTRY

 

Carros e caminhões participaram da etapa de Avaré do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country

Pilotos e navegadores percorreram um trajeto total de 238 quilômetros neste sábado (11)

- Neste sábado (11), na região de Avaré (SP), foi realizada a terceira prova do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country, que teve sua chegada na cidade de Arandu (SP). A disputa teve um circuito de 80 quilômetros cronometrados e 39 quilômetros de deslocamentos para duas especiais, em meio a plantações na Fazenda Nova Fronteira, com obstáculos naturais em estradas de terra. A prova contou também pontos para o Sertões Series, que teve sua primeira etapa em 2013, e Paulista de Rally Cross Country para carros (sétima etapa) e caminhões (terceira etapa).

O ponto de partida das equipes foi o parque de Exposições Fernando Cruz Pimentel de Avaré. O local serviu como box das equipes que vieram de diversas regiões do país. Participaram 32 motos, 16 quadriciclos, 35 carros, seis caminhões e 21 UTVs (Veículo de Transporte Utilitário, na sigla em inglês).

Nesta etapa, os pilotos buscaram a melhor pontuação para poder seguir os próximos desafios em vantagem. Para conseguir um resultado satisfatório era necessário terminar a prova no menor tempo. O rali está em sua 4ª edição e é a terceira vez que a cidade de Avaré acolhe o certame.

O percurso da terceira etapa apresentou piso batido e seco, diversas curvas de nível, trechos travados, retas com valas e muita poeira, em meio a plantações de milho, laranja e café; em outras palavras, mais um dia de duros obstáculos. Entretanto, acostumados a estes tipos de terrenos. Lucas Moraes e Beco Andreotti estabeleceram um ritmo forte de disputa e venceram a prova, com o tempo de 2h11min40s. "Estamos colhendo o que plantamos, fizemos uma excelente pré-temporada, evoluímos muito o carro. Foi uma especial muito boa, a navegação foi bem complicada, exigiu experiência e concentração. O Beco foi perfeito no levantamento de uma volta para outra. Quero dedicar essa vitória para minha mãe em homenagem ao dia das mães", descreveu Lucas Moraes, que não escondeu a ansiedade de ser vencedor entre carros na categoria Protótipos T1.

Pela categoria Super Production, a dupla Régis Braga e Ana Carolina Sena Braga, garantiu a vitória da terceira etapa do Brasileiro de Rally Cross Country. Eles venceram as duas especiais, fechando a prova em Avaré com 2h30min00s. Os segundos colocados foram André Franco de Miranda e Osmar Dehn João. "A prova foi muito difícil, com curvas descompensadas, inúmeros saltos, se exagerasse o carro quebrava mesmo. Viemos cautelosos, pois quem não economizou o equipamento ficou para trás", declarou o piloto Régis Braga.

Marcus Alexandre de Mello e Eduardo Pereira e Costa, comemoraram a primeira vitória na competição pela Pró Brasil. "A prova foi bastante interessante com muitas lombas, exigindo ao extremo da suspensão do veículo. Uma etapa prazerosa de andar e, desta vez, não tivemos nenhum problema, conseguimos imprimir um bom ritmo. Na segunda especial administramos e conseguimos vencer. O carro está com acerto excelente e pronto para o Sertões", disse o piloto Marcus Cotton.

"Uma especial bem técnica com lombas muito grandes, com relação à navegação não estava muito complicado, exigiu atenção em algumas curvas mais fechadas, mas foi uma prova bem gostosa de navegar", enfatizou o navegador.

Os líderes do Campeonato Brasileiro na categoria Production T2, Willem e Doris van Hees, fecharam a prova na quinta colocação. "Foi uma prova bastante técnica, que exigiu muita concentração e atenção dos pilotos e navegadores. Qualquer erro poderia comprometer toda a etapa, vimos diversos carros com problemas no trajeto e não tivemos um resultado melhor por conta do motor que não rendeu o que prevíamos. Fomos conversadores para completar as duas especiais do dia e somar pontos preciosos na tabela do Brasileiro de Rally Cross Country", contou o holandês Willem van Hees.


Caminhões
Para a rodada de Avaré do Brasileiro de Rally Cross Country estiveram inscritos seis caminhões pelas categorias Leves e Pesados. O primeiro a chegar à EMAPA foi o Ford F4000 4x4 de Carlos Policarpo de Oliveira/ Rômulo Seccomandi /Davi José de Oliveira Fonseca. "Esta etapa é o tipo de prova que admiro. Trechos técnicos, travada, com lombas e quebradeira. Foi importante termos vencido mais uma etapa e o mais importante, cumprimos o nosso objetivo de manter a liderança no campeonato brasileiro. Agora é focar na próxima etapa, a de Botucatu, em junho", diz o piloto.
As próximas disputas (oitava e nona etapas da categoria carros e quarta e quinta etapa para caminhões) do calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country estão marcadas para os dias 08 e 09 de junho, na cidade de Botucatu, para a realização do Rally Cuesta.

Confira o resultado da terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country:

Carros (os cinco primeiros):
1) 323 Lucas Moraes/Beco Andreotti (MEM Motorsport/Prot. Sherpa), Protótipos - T1, 2:11:40
2) 301 Marcos Moraes /Fábio Rogério Pedroso (MEM Motorsport/ T-Rex), Protótipos - T1, 2:22:06
3) 351 Marcus Alexandre de Mello/Eduardo Pereira e Costa (Cotton Motorsport/Prot.Protom), Pró Brasil, 2:23:07
4) 310 Luiz Facco/Filipe Bianchini de Oliveira (Acelera Siriema/Mit. Triton SR), Pró Brasil, 2:23:07
5) 312 Régis Braga/Ana Carolina Sena Braga (Bahia Rally/VW Amarok), Super Production, 2:30:00

Resultado por categoria - Carros:

Protótipos T1:
1) 323 Lucas Moraes/Beco Andreotti (MEM Motorsport/Prot. Sherpa),
2) 301 Marcos Moraes /Fábio Rogério Pedroso (MEM Motorsport/ T-Rex),

Super Production:
1) 312 Régis Braga/Ana Carolina Sena Braga (Bahia Rally/VW Amarok), 2:30:00
2) 355 André Franco de Miranda/Osmar Dehn João (Alternativa 4x4 Racing/Mit.L200 RS), 2:31:04

Pró Brasil:
1) 351 Marcus Alexandre De Mello/Eduardo Pereira e Costa (Cotton Motorsport/Prot.Protom), 2:23:07
2) 310 Luiz Facco/Filipe Bianchini de Oliveira (Acelera Siriema/Mit. Triton SR), 2:23:13

Production T2:
1) 321 Celso Leal de Macedo/Frederico Macedo (Macedos Rally Team/Mit.TR4 ER), 2:33:55
2) 340 Pietro Branchina Neto/Henry Kirst (Rally Mr/Mit.TR4 ER), 2:38:37
3) 317 Nadimir Kayser De Oliveira/João Luis Stal (Viver Rally/Mit.TR4R), 2:40:38
4) 352 Pedro Helfenstein Prado Filho/Patrick Prado (Promacchina/Mit.Pajero Full), 2:43:51
5) 334 Willem van Hees/Doris van Hees (Codipar Racing/Troller T4R), 2:56:38

Caminhões
1) 403 Carlos Policarpo de Oliveira / Romulo Seccomandi / Davi Jose De Oliveira Fonseca (Território Motorsport / Ford Racing Trucks -Ford F4000 4x4), Leves, 2:46:09
2) 407 Fernando Ramos Birchal/Henrique Esmério de Oliveira (FB Racing/Ford F4000 4x4, Leves, 2:48:30
3) 404 Franklin Andrade Delgado / Paulo Vinícius Penteado do Nascimento (Território Motorsport/Ford F350 4x4), Leves, 2:59:22
4) 402 Amable Martinez- Conde Barrasa / José Papacena Neto / Leandro Mota de Oliveira (Autoliner/Ford F4000 4x4), Leves, 3:20:12
 

BEIRÃO DA VEIGA E GIÃO COM FIM DE SEMANA DIFICIL NO ALGARVE

 

Campeonato de Espanha IBER GT

Beirão da Veiga e Gião com fim-de-semana difícil no Algarve

 

A jornada inaugural do Campeonato de Espanha IBER GT, disputado este fim-de-semana no Autódromo Internacional do Algarve, em conjunto com o Campeonato Internacional Open GT, não correu nada bem a Manuel Gião e Lourenço Beirão da Veiga. Se a primeira corrida ficou estragada devido a problemas de travões no seu Audi R8, a segunda ficou arruinada na sequência de um toque de um adversário que deixou o carro da dupla lusa praticamente impossível de guiar.

 

“Não estávamos à espera deste desfecho. Sabíamos que o nosso carro não estava tão rápido quanto os dos nossos adversários em termos de velocidade de ponta pelo que teríamos que atacar nas zonas de travagem de forma a lutarmos pelas primeiras posições. Infelizmente, na primeira corrida, os travões não cooperaram e acabámos por não conseguir cumprir os nossos objetivos. O carro não travava bem e tivemos que arriscar muito para manter o carro em pista”, começou por contar Manuel Gião nada satisfeito com o fim-de-semana algarvio.

 

Se na primeira corrida problemas de aquecimento dos travões e consequentemente perda de eficácia impediram os pilotos portugueses de conseguir uma boa classificação, um toque por parte de um adversário acabou por ditar mais um mal resultado para a dupla lusa do Team Novadriver. “Tínhamos resolvido os problemas de travões para a segunda prova, estávamos com um bom andamento e a lutar pelas primeiras posições. Infelizmente, levei um toque que danificou a direção do carro, tornando-o muito difícil de guiar. Como se não bastasse, na troca de pilotos, o carro foi-se a baixo e perdemos cerca de 4 minutos nas boxes. Foi um fim-de-semana bastante complicado, mas não vamos baixar os braços. O campeonato ainda agora começou e certamente vamos estar bem mais competitivos para a segunda ronda”, comentou Lourenço Beirão da Veiga.  

 

Tendo em conta a disputada ronda algarvia que contou com a participação de 27 carros, dos quais 22 a pontuarem também para o Campeonato de Espanha IBER GT, entre os quais pilotos de renome internacional como Andrea Montermini, Giorgio Pantano, Luiz Razia e Jan Magnussen, entre outros, é sem dúvidas um bom indicador que este campeonato tem todos os ingredientes para ser bastante interessante de acompanhar durante toda a temporada.LBVMG003

 

RAMOS NO PÓDIO ALGARVIO

 

Miguel Ramos no pódio a fechar ronda Algarvia do GT Open

 

A derradeira corrida do International GT Open no Autódromo Internacional do Algarve levou o piloto português Miguel Ramos ao segundo lugar, depois de ontem já ter subido ao lugar mais alto do pódio. O piloto luso, que fez equipa com o italiano Nicky Pastorelli com Chevrolet Corvette da V8 Racing, esteve em plano de evidência numa corrida que saiu vitoriosa para a dupla da AF Corse, Ducan Cameron/Matt Griffin num Ferrari 458. A fechar o terceiro lugar do pódio ficou Andrea Montermini também num Ferrari 458.

 

Menos sorte tiveram os restantes pilotos portugueses em pista. Lourenço Beirão da Veiga e Manuel Gião começaram bem a prova, protagonizando ao longo do primeiro 'stint' boas lutas, no entanto, na troca de pilotos o Audi R8 LMS da Novadrive desligou-se e a equipa não conseguiu voltar a ligar o motor com a rapidez desejada. Viram-se assim relegados para a última posição da tabela no 23º posto. Um início de temporada atribulado para os pilotos lusos que chegaram ao Algarve com sede de vitória. César Campaniço e Carlos Vieira também não tiveram melhor sorte. Logo no início viram-se envolvidos numa carambola protagonizada por adversários e viriam a abandonar com o Audi R8 danificado.

 

Na segunda corrida do Europeu de F3, desta vez coube a Ed Jones a vitória.

 

Nos Single Seaters a história da corrida foi quase uma replica da primeira, com Fernando Mayer Gaspar no seu Van Diemen RF98Za sair vitorioso com mais de 17 segundos de vantagem para o segundo classificado, Nuno Santos num Mygale SJ01.

 

Terminado mais um fim-de-semana de muita competição no Autódromo Internacional do Algarve.GTOpenGTOpen1GtOpen2 miguelramoshi 154_111320620044

 

AINDA A RAMPA DA PENHA

AINDA A RAMPA DA PENHA

 

Mais um grupo de imagens relativas à jornada inaugural da rampa da Penha.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 9513FOX 9514FOX 9515FOX 9516FOX 9517FOX 9518FOX 9519FOX 9520FOX 9521FOX 9522FOX 9523FOX 9524FOX 9525FOX 9526FOX 9527FOX 9529FOX 9530FOX 9531FOX 9532FOX 9533FOX 9534FOX 9535FOX 9536FOX 9537FOX 9538FOX 9539FOX 9540FOX 9541FOX 9542FOX 9543FOX 9544FOX 9545FOX 9546FOX 9547FOX 9548FOX 9549FOX 9550FOX 9551FOX 9552FOX 9553FOX 9554FOX 9555FOX 9556FOX 9557FOX 9558FOX 9559FOX 9560FOX 9561FOX 9562FOX 9563FOX 9563FOX 9564FOX 9565FOX 9566FOX 9567FOX 9568FOX 9569FOX 9627

 

SERTÕES SERIES - BRASIL

 

Lucas Moraes e Beco Andreotti vencem o Sertões Series e seguem invictos na temporada 2013

A Mem Motorsport garantiu neste sábado o 1º e 2º lugares do Sertões Series, mais que uma dobradinha, o resultado comprova a boa fase da equipe que venceu todas as etapas do Campeonato Brasileiro realizadas em 2013



 Neste sábado além da piçarra, do cascalho, das lombas e pedras, a grama deu ar da graça na pista em Avaré, SP, e quando ela está presente a concentração precisa ser total, pois basta uma freada errada e qualquer carro pode ganhar vida própria. No rally de hoje foram realizadas duas especiais de 80km cada, somados os resultados das duas, a vitória na geral foi de Lucas Moraes e Beco Andreotti, com Marcos Moraes e Fábio Pedroso em 2º, e se o ritmo estava intenso na pista, melhor para MEM Motorsport, que mostrou como sua receita é eficiente em confiabilidade e desempenho de seu time.

Invictos
Lucas Moraes e Beco Andreotti largaram sem o peso do favoritismo. Na MEM cada corrida é tratada como única, cada vitória a soma do esforço conjunto. O resultado? 3 vitórias consecutivas nas 3 etapas do Campeonato Brasileiro realizadas até o momento. "Não me sinto muito à vontade quando o assunto é grama, mas mantive o carro na mão em todos os quilômetros de cada especial. Nela é ainda mais difícil controlar o carro que, por exemplo, na terra com piçarra. Estou muito feliz por mais esta vitória, por nosso carro estar em seu melhor rendimento e pelo excelente desempenho do Beco e trabalho da MEM. Especialmente hoje, queria muito vencer para dedicar esta vitória à minha mãe, Beatriz Lemgruber, fã nº 1, ela é a minha campeã ", fala Lucas.

Marcos Moraes e Fábio Pedroso perderam tempo na 1ª especial após o carro "apagar" e demorar voltar à prova. Na segunda, eles aceleraram para recuperar o tempo perdido e mesmo assim, ficaram a 40 segundos de Lucas e Beco. "Os dois fizeram uma prova perfeita, era o dia deles! Na verdade, acho que este tem sido o ano deles, as vitórias comprovam isso e eles encaram cada rally com muita disciplina e determinação. Estão de parabéns! Quanto a nós, depois do resultado da 1ª especial sabíamos que o melhor que podíamos fazer era buscar tempo para garantir a dobradinha da MEM. Tarefa cumprida!", finaliza Marcos.

Confira o resultado do Sertões Series - Avaré:
Carros - Geral

1º) Lucas Moraes/Beco Andreotti - 2h11min40s
2º) Marcos Moraes/Fabio Rogerio Pedroso - +10min26s
3º) Marcus Cotton/Eduardo Pereira e Costa - +11min26s
4º) Luiz Facco/Filipe Bianchini de Oliveira - +11min33s
5º) Regis Braga/Kika Braga - +18min19s
 

SERTÕES SERIES - BRASIL

 

Régis Braga fatura primeira posição na abertura do Sertões Series na Super Production


Ao lado da navegadora Ana Carolina Sena Braga, e a bordo da Amarok, equipe venceu prova em Avaré (SP) e continuam na liderança do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country

Teve início neste sábado a temporada 2013 do Sertões Series. O rali, que é válido pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para carros e caminhões, atraiu competidores de todo país à cidade de Avaré, no interior paulista. Para Régis Braga e Ana Carolina Sena Braga a estreia não poderia ser melhor, com o quinto tempo na geral entre os Carros, a dupla faturou a melhor posição da categoria que disputam a Super Production, em um tempo total de 2 horas e 30 minutos.

As equipes inscritas na competição, que tem organização da Dunas, a mesma do Rally dos Sertões, enfrentaram percurso entre os municípios de Avaré e Arandu, em meio a plantações de café, laranja e milho. Ao todo, foram percorridos 238 quilômetros, sendo 160 de trechos cronometrados divididos em duas especiais (voltas).

Segundo Régis, foi necessária cautela, para não prejudicar o equipamento. "A prova foi muito difícil, com muitas curvas descompensadas, muitos saltos. E, se exagerasse o carro quebrava. Viemos cautelosos, com medo da prova que estava muito perigosa, tivemos que ter muito cuidado", analisou o piloto logo após a primeira especial.

Após acompanhar o desempenho dos adversários, onde muitos acabaram quebrando e ficando pelo trajeto, a dupla percebeu que estava no caminho certo. "Quebraram três carros na nossa frente, realmente quem não economizou, ficou pra trás", disse o atual campeão e líder Brasileiro.

Cientes da estratégia que deveria ser adotada para completar com sucesso a prova de abertura do Sertões Series, Régis e Ana voltaram confiantes para a segunda especial do dia. "Conseguimos baixar dois minutos em relação a primeira volta, andamos bem melhor, pois já conhecíamos o percurso e os perigos. Assim ficou mais fácil, conseguimos andar rápido, mas com segurança", ressaltou Régis.

A navegadora também aprovou a disputa em Avaré. "A prova ficou mais gostosa na segunda especial, em relação a primeira volta, quando estávamos apreensivos com os perigos, e poupamos o carro. Na segunda, estávamos mais seguros e colocamos um ritmo mais forte, foi uma prova bem interessante de participar", concluiu.

A próxima etapa será o 6º Rally Cuesta, programado de 07 a 09 de junho, na cidade de Botucatu.

A equipe Bahia Rally tem o patrocínio do Banco Itaú, Concessionárias Bremen Volks.

Mais informações: www.sertoes.com

Resultado Carros - Geral (os cinco primeiros):

1) 323 Lucas Moraes/Beco Andreotti (MEM Motorsport/Prot. Sherpa), Protótipos - T1, 2:11:40
2) 301 Marcos Moraes /Fábio Rogério Pedroso (MEM Motorsport/ T-Rex), Protótipos - T1, 2:22:06
3) 351 Marcus Alexandre de Mello/Eduardo Pereira e Costa (Cotton Motorsport/Prot.Protom), Pró Brasil, 2:23:07
4) 310 Luiz Facco/Filipe Bianchini de Oliveira (Acelera Siriema/Mit. Triton SR), Pró Brasil, 2:23:07
5) 312 Régis Braga/Ana Carolina Sena Braga (Bahia Rally/VW Amarok), Super Production, 2:30:00

Super Production:
1) 312 Régis Braga/Ana Carolina Sena Braga (Bahia Rally/VW Amarok), 2:30:00
2) 355 André Franco de Miranda/Osmar Dehn João (Alternativa 4x4 Racing/Mit.L200 RS), 2:31:04


 

SALVADOR COM O MELHOR CRONO

 

À segunda foi de vez…

NunOrganistA CPM-77

Pedro Salvador fez o melhor tempos dos concorrentes do Campeonato de Portugal de Montanha

O Campeão Nacional é título trava uma luta bem interessante com o líder do Campeonato de Portugal de Montanha, Tiago Reis,  pela vitória entre os pilotos nacionais, na prova portuguesa que pontua para o Campeonato da Europa de Montanha.

Hoje foi um dia de muito trabalho na equipa apoiada pelos Cafés Meltino e pela transportadora SEUR, com vista a encontrarem a melhor afinação para o pequeno protótipo de montanha.

“Tenho a consciência de que a Falperra é um traçado muito rápido, onde a potencia dos carros é importante e eu apenas disponho de 190 cavalos (debitados pelo motor Suziki de 1.000 cm3 n.d.r.), no  entanto estamos a trabalhar para conseguir a melhor afinação possível, para que consiga nas curvas colmatar a menor potencia” - comentava Pedro Salvador após a primeira subida de prova.

Após muito trabalho na assistência, o resultado apareceu e Pedro Salvador realizou o melhor tempo entre os concorrentes nacionais, encerrando o grupo dos dez da frente, na classificação geral.

 

SERTÕES SERIES - BRASIL

 

Codipar Racing conclui com bom desempenho na 1ª etapa do Sertões Series


Dupla Willem e Doris van Hees, categoria Production participaram da abertura 2013 em Avaré (SP), neste sábado (11)

O casal van Hees ficou fora do Sertões Series em 2012 e a etapa de Avaré neste sábado (11) marca o retorno da equipe Codipar Racing. Presentes em três das quatro edições da competição, Willem e Doris van Hees correram nesta etapa da temporada 2013 pela categoria Production, e aproveitaram o rali para avaliar o motor que foi recebeu ajustes depois da disputa do RN1500 no mês de abril. Estiveram inscritos no certame 26 carros e seis caminhões.

O rali teve sede no Parque de Exposições Fernando da Cruz Pimentel (EMAPA) de onde houveram as largadas da etapa de abertura que cruzaram as cidades de Avaré e Arandu, distante 260 quilômetros da capital paulista. O percurso contou com 160 quilômetros de trecho cronometrado na Fazenda Nova Fronteira, sendo 78 quilômetros de deslocamentos, totalizando 238 quilômetros.

"Passamos por plantações de café, laranja e milho. Foi uma prova bastante técnica, que exigiu muita concentração e atenção dos pilotos e navegadores. Qualquer erro poderia comprometer toda a prova, vimos diversos carros com problemas no trajeto e não tivemos um resultado melhor por conta do motor que não rendeu o que prevíamos. Fomos conservadores para completar as duas especiais do dia", contou o holandês Willem van Hees.

A navegadora Doris adorou a disputa. "Eu me diverti bastante, a planilha muito bem feita e é um modelo de rali do cross country que gostamos de fazer. Estivemos focados o tempo todo e foi um ótimo teste para o Troller e marcamos pontos importantes para o campeonato, como também no Brasileiro de Paulista de rali cross country", finalizou.

Willem e Doris van Hees recebem o patrocínio da Codipar - Equipamentos e Assessoria para Indústria Alimentícia.

Mais informações: www.sertoes.com

Confira o resultado da 1ª etapa Series Series - Avaré/SP:

Production T2:

1) 321 Celso Leal de Macedo/Frederico Macedo (Macedos Rally Team/Mit.TR4 ER), 2:33:55
2) 340 Pietro Branchina Neto/Henry Kirst (Rally Mr/Mit.TR4 ER), 2:38:37
3) 317 Nadimir Kayser De Oliveira/João Luis Stal (Viver Rally/Mit.TR4R), 2:40:38
4) 352 Pedro Helfenstein Prado Filho/Patrick Prado (Promacchina/Mit.Pajero Full), 2:43:51
5) 334 Willem van Hees/Doris van Hees (Codipar Racing/Troller T4R), 2:56:38


 

VITÓRIA DE RAMOS EM PORTIMÃO

 

Vitória de Ramos e Pastorelli em Portimão.

Excelente corrida a realizada esta tarde pela dupla do Corvette da V8 Racing no Circuito do Algarve. Miguel Ramos partiu do segundo lugar da grelha e manteve-se sempre muito perto da liderança da corrida até ao momento do pit-stop, onde uma perfeita estratégia da equipa os levou ao primeiro lugar de onde não mais saíram.

hi 154_111320620044

Após o arranque, Miguel Ramos colocou bastante pressão no Ferrari do Japonês Talkanitsa para não deixar fugir o Ferrari nº 3 do Filippi pois este estava a ganhar alguma vantagem no primeiro lugar. “após várias tentativas de recuperar o segundo lugar e tentar não deixar fugir o Filippi, vi que não tinha carro para ultrapassar o Talkanitsa, assim pensamos logo que o melhor seria aproveitar a abertura da janela de troca de pilotos e sermos dos primeiros a realizar a operação”, se assim foi pensado, a estratégia mostrou-se a mais acertada, pois Pastorelli entrou para o volante do Corvette para uma corrida solitária no asfalto de Portimão. À medida que as trocas de pilotos se foram realizando e particularmente quando o Ferrari nº 3 que estava no comando, veio à box para o pit-stop, a dupla Ramos-Pastorelli, passou para a liderança da corrida e assim se manteve até final.

“Foi uma resultado fantástico. Adoro correr no meu País e cada vez que isso acontece é incrível a quantidade de apoio e palavras de incentivo que recebo. A todos dedico esta vitória. Um resultado que era muito importante para a confiança da equipa por causa da nossa desistência em França e que comprova que tomamos a decisão correta ao voltar ao carro antigo”. Comentou Miguel Ramos, logo após a cerimónia do Pódio.

Amanhã pelas 12:00h será a vez de Nicky Pastorelli arrancar para o primeiro turno da Race 2 deste fim de semana. O Corvette Nº4 arrancará do primeiro lugar da grelha, para a corrida que terá a duração de 50 minutos.

Domingo, 12 de maio

09:00 – 09:30 Qualifying 2 Single Seater Series

09:50             Race 2 Single Seaters

10:35             Race 2 Super Seven by KIA

12:00             Race 2 International GT Open

13:15             Race 2 European F3 Open

Como habitualmente, o International GT Open terá cobertura televisiva nos canais habituais: Motors TV (pan-European), assim como nos mercados mais específicos como Itália (Raisport), Alemanha (Sport1+), Espanha (Teledeporte and Canal + Deportes), e Portugal (SportTV), para além da habitual live streaming TV no www.miguelramossport.com

Domingo, 12 de maio

12:00 Race 2 Sport.TV3 (direto)

12:50 CET Race 2 MotorsTV (Live)

 

RAMPA DA FALPERRA

RAMPA DA FALPERRA -DE LADEX.....

 

Eis uma sequencia de imagens de umd os pilotos espanhóis quie alinhou no passado fim de semana, onde na travagam para FOX 2655FOX 2656FOX 2657FOX 2658FOX 2660FOX 2661FOX 2662FOX 2663FOX 2664FOX 2665FOX 2666FOX 2667a curva do Papa, acabou por fazer uma trajectória fora do habitual, como as imagens assim o demonstram, com um perfeito dominio do Mitsubishi.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

RAMPA DA FALPERRA

RAMPA DA FALPERRA

 

O DESCANSO DE JORGE MEIRA

 

Pelos vistos subir a Rampa da Falperra ao volante do Citroen Saxo deve ser deveras cansativo....que o diga Jorge Meira, num dos intervalos das subidas de domingo, descansava deste modo no capot do seu carro....ser piloto ao fim-de-semana cansa....FOX 3036

 

HOJE CONDUZIMOS - FIAT PANDA TREKKING

 

HOJE CONDUZIMOS

 

FIAT PANDA TREKKING

FOX 0929FOX 0930FOX 0931FOX 0932FOX 0933FOX 0934FOX 0935FOX 0936FOX 0937FOX 0938FOX 0939FOX 0940FOX 0941FOX 0942FOX 0943FOX 0944FOX 0945FOX 0946FOX 0947FOX 0948FOX 0949FOX 0950FOX 0951FOX 0952FOX 0953FOX 0954FOX 0955FOX 0956FOX 0957FOX 0958

A marca italiana continua a utilizar o conceito duma mini-monovolume na sua gama e assim surge o Fiat Panda Trekkking, é testemunha disso mesmo. A versão por nós hoje ensaiada é um falso 4x4,, pois é um carro que desloca com toda a agilidade em percursos urbanos e extra-urbanos, o Fiat Panda Trekking dispõe duma estética dum fora de estrada, usufruindo duma tracção dianteiras equipado com o dispositivo Traction, que é um sistema electrónico que incrementa a motricidade, repartindo o binário pelas rodas dianteiras do melhor modo possível. Assim graças a este sistema o Fiat Panda Trekking oferece excelentes prestações, em pisos escorregadios, com lama e neve, com consumos muito interessantes e emissões de um veiculo de tracção 4x2.

O conceito Panda Trekking é um conceito não muito divulgado em Portugal, mas tendo em conta as características é um excelente carro de família, jovial, confortável, e de excelente aspecto.Com um aspecto estético curioso, a versão ensaiada na única cor disponível para esta versão, laranja, chamando assim a atenção no meio do tráfego urbano, não passando despercebido aos olhos das senhoras, por sinal grandes apreciadoras deste tipo de carro. Com umas linhas aerodinâmicas muito próprias, o Trekking tem uma identidade muito própria, com uma grelha frontal de grandes dimensões, onde surgem integrados o grupo óptico dianteiro, assim como dois faróis inferiores, e os leads de identificação. Os faróis superiores surgem integrados no capot, com o símbolo da marca, colocado mesmo a meio. A traseira em si, é bonita, com o grupo óptico bem inserido, sendo assim facilmente identificável.

Mas é no interior que o Fiat Panda Trekking “joga forte”, onde nenhum milímetro de espaço é desperdiçado. O banco do condutor é confortável, sendo mais ou menos envolvente. Curioso é o travão de mão que surge num manipulo fácil de manusear. Tal como já tínhamos referido, espaço inteiro é algo que não falta e muito bem aproveitado, onde surgem uma série de sítios para guardar objectos, que habitualmente trazemos no carro. Por isso surgem bons espaços nas portas, e no tablier. Na consola central o espaço é muito diminuto, pois a presença da manete da caixa de velocidades ocupa esse mesmo espaço. Aliás sobre a posição da manete da caixa de velocidades, gostamos da sua posição, que se torna prática. O Fiat Panda Trekking transporta cinco adultos sem problemas de maior. Para quem viaja atrás, tem espaço para as pernas, podendo viajar confortavelmente. Em relação à bagageira é um pouco limitada em termos de espaço, mas não se pode pedir milagres, pois nesta versão, o factor passageiro / conforto é tido em conta em relação ao espaço disponível para a bagagem.

Equipado com um motor a gasolina TwinAir Turbo de 85 cv  Star&Stop, dispõe dum motor simpático, sendo bem despachado, e sem ser grande consumista. No tráfego citadino, o sistema “star&Stop, vem ajudar na poupança do combustível, no decorrer das paragens nos semáforos.Com uma velocidade máxima de 170 km/h, faz dos 0 aos 100 km/h em 11,5 segundos, com consumos em cidade na ordem dos 5,2 litros por cada cem quilómetros percorridos, baixando para os 4,2 em estrada, e 4,6 em circuito misto. Gostamos muito da forma como curva e trava, às vezes pode parecer que o carro se inclina um pouco, mas nada de assustador.

Assim sugerimos a todos os nossos leitores, que se dirijam a um concessionário da marca, e peçam para testar o o Trekking, e depois digam se a nossa opinião foge ou não da realidade.

Texto e fotos de João Raposo – www.velocidadeonline.com

 

JORGE RODRIGUES PERTO DO PÓDIO

 

Troféu Abarth 695 Assetto Corse Europeu e Italiano


Jorge Rodrigues começa com quarto lugar

Jorge Rodrigues_2013
Jorge Rodrigues começou este fim-de-semana a sua
participação no Troféu Abarth 695 Assetto Corse Europa com
um quarto lugar.
O piloto de Braga nesta jornada inicial da competição, que
teve lugar no circuito francês de Digione, juntou ainda um
quinto lugar na segunda corrida. No entanto, teve algumas
dificuldades inerentes a ser a sua primeira experiência com
este carro, diferente do Abarth 500 que utilizou o ano
passado, isto para além do desconhecimento total da pista
onde teve lugar a prova.
Jorge Rodrigues começou com dois sétimos lugares nas duas
sessões de qualificação e na primeira corrida ainda ganhou
algumas posições; “Como foi tudo decido á última hora,
só vi o carro na quinta-feira à noite e apenas tomei
contacto com ele na sexta-feira nos treinos livres. O
carro não estava afinado como deve ser e tive que ir
melhorando a afinação, mas só consegui ser sétimo nos
dois treinos cronometrados”, começou por explicar Jorge
Rodrigues, falando depois da primeira corrida: “Foi com
chuva e isso ajudou-me um pouco. Aos poucos fui
melhorando, apesar de ter andado no décimo lugar,
mas recuperei e fui quarto”.
Para a segunda corrida, a esperança voltava a ser grande
para tentar o melhor resultado possível: “Esta prova já foi
com o piso seco e voltei a apostar forte, mas só deu
para recuperar dois lugares em relação à partida e fui
quinto classificado. Foi uma corrida normal, mas não
consegui colocar o carro ao meu gosto”, esclareceu o
piloto, realçando que o futuro pode ser melhor: “Terei que,
para a próxima corrida, testar e tentar afinar o carro
melhor”, concluiu.

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt