In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


JAGUAR F-TYPE APRESENTADO EM PARIS

 

JAGUAR F-TYPE APRESENTADO EM PARIS

 

A cantora e compositora Lana Del Rey interpreta uma nova canção inspirada

no F-TYPE num evento exclusivo

O Jaguar F-TYPE, um novo desportivo de dois lugares, é apresentado a uma

-

audiência VIP no Musée Rodin, em Paris

-

O F-TYPE é primeiro desportivo de dois lugares da Jaguar desde o lançamento do

icónico E-Type há 50 anos

-

A cantora e compositora Lana Del Rey interpreta uma canção exclusiva inspirada no

Jaguar F-TYPE com o título ‘Burning Desire’

‘Burning Desire’ será utilizada na banda sonora de uma curta-metragem com o actor

-

Damian Lewis, nomeado para um Golden Globe Award e vencedor de um Emmy,

que será criado pela Jaguar em parceria com Ridley Scott Associates

‘Burning Desire’ irá integrar o novo álbum de Lana “Born To Die: The Paradise

-

Edition”, disponível no iTunes

MUSÉE RODIN, PARIS. A Jaguar apresentou esta noite o F-TYPE, o novo desportivo. O

novo Jaguar F-TYPE representa o regresso ao coração da companhia: um descapotável

desportivo de dois lugares concebido para proporcionar performance, agilidade e o máximo

prazer de condução. O F-TYPE representa a continuação de uma linhagem desportiva que

começou há mais de 75 anos e inclui alguns dos veículos mais belos, excitantes e atraentes

de sempre.

O veículo foi apresentado em frente ao edifício do Musée Rodin, construído no século

18. Após a apresentação, a cantora Lana Del Rey subiu ao palco e interpretou a nova

canção ‘Burning Desire’, que escreveu integrada na sua parceria com o F-TYPE. A canção

será utilizada na banda sonora de uma curta-metragem que se encontra em produção em

parceria com Ridley Scott Associates e será incluída no seu novo álbum.

1

Contando com a participação do actor Damian Lewis, nomeado para um Golden Globe

Award e vencedor de um Emmy, a curta-metragem será filmada na América do Sul no

próximo mês e apresentada em 2013.

Kai-Lu Hsiung, Director Geral da Ridley Scott Associates comentou:

”O Cinema é uma plataforma inovadora para a Jaguar e para o lançamento deste veículo,

estamos muito entusiasmados por podermos trabalhar neste projecto. Esta é a história de

uma marca verdadeiramente surpreendente e mal podemos esperar para a partilhar com os

amantes do cinema e fãs de automóveis em todo o mundo.”

Jaguar F-TYPE

A ênfase no envolvimento do condutor e as prestações desportivas do F-TYPE são

reforçados pelo design assimétrico "um mais um" do habitáculo. Prova disso é o puxador

que se estende até abaixo da consola central no lado do passageiro, remarcando-a desde

o lugar do condutor. A utilização de materiais diferentes em ambos os lados do habitáculo

proporciona uma diferenciação adicional, com um acabamento mais técnico no lado do

condutor.

Inspirados no cockpit dos aviões de combate, os controlos foram ergonomicamente

concebidos de acordo com a sua função. O selector de velocidades SportShift, que controla

a caixa de oito velocidades, foi também inspirado na aeronáutica. As grelhas de ventilação

na parte superior do tablier apenas são accionadas quando o condutor necessitar ou através

de sofisticados algoritmos de controlo do próprio sistema de climatização, permanecendo

discretamente ocultas em qualquer outra circunstância.

O alumínio constitui uma parte substancial do compromisso da Jaguar para a

sustentabilidade e mais de metade do material utilizado no veículo tem origem em metal

reciclado. Em complemento, a estrutura do F-TYPE é única no seu género, rebitada e

colada através de um processo de produção que emite até 80 por cento menos CO2 em

comparação com a soldadura de uma estrutura comparável em aço. A Jaguar está também a

aumentar a cadeia de reciclagem aos seus fornecedores, assegurando que todas as sobras

de metal do processo de produção são reutilizadas.

“A Jaguar é membro fundador do segmento de veículos desportivos, com uma herança

desportiva rica com mais de 75 anos. E, no F-TYPE, voltámos a acender essa chama. Mas o

F-TYPE não foi concebido para ser como qualquer outro veículo desportivo. É um desportivo

Jaguar ultra-preciso, potente, sensual e, acima de tudo, que se sente vivo.” Adrian Hallmark,

Global Brand Director, Jaguar

ZJEG1 500x332ZJEG2 500x332ZJEG3 500x332ZJEG4 500x332ZJEG5 500x332ZJEG6 500x332

01. Com motor dianteiro e tracção traseira, o F-TYPE foi desenvolvido para proporcionar

puro prazer de condução e prestações excepcionais

02. O interior do F-TYPE foi concebido com uma filosofia orientada para o condutor,

com controlos atraentes com acabamento excepcional. Os materiais utilizados,

produzidos com uma técnica exclusiva, realçam a distinção do habitáculo de dois

lugares

03. Serão disponibilizadas três versões: F-TYPE, F-TYPE S e F-TYPE V8 S. Serão

impulsionadas, respectivamente, pelo novo motor Jaguar V6 3.0 Supercharged a

gasolina de 340 e 380 CV, e pelo V8 5.0 Supercharged, que desenvolve 495 CV

04. O topo de gama, F-TYPE V8 S, acelera de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos e tem

uma velocidade máxima de 300 km/h. O F-TYPE S V6 de 380 CV acelera de 0 a 100

km/h em 4,9 segundos e atinge 275 km/h, enquanto que os valores para o F-TYPE

são 5,3 segundos e 260 km/h

05. O F-TYPE foi concebido com base na quarta geração da consagrada arquitectura

em alumínio de peso reduzido da Jaguar, que utiliza uma tecnologia pioneira na

indústria automóvel

06. Uma suspensão dianteira e traseira com triângulos duplos sobrepostos, produzida

integralmente em alumínio, proporciona um controlo preciso da carroçaria, com os

benefícios adicionais do amortecimento adaptativo permitir um nível adicional de

capacidade dinâmica

07. Visualmente, o exterior do F-TYPE apresenta a nova linguagem de design dos

modelos desportivos da Jaguar, com linhas mais limpas conseguidas através de

uma utilização da tecnologia, conforme o demonstram o spoiler e os puxadores das

portas embutidos na carroçaria

 

GALERIA DE IMAGENS SINGLE SEATERS EM BRAGA

GALERIA DE IMAGENS DOS SINGLE SEATERS EM BRAGA

 

Eis mais um grupo de imagens captadas pelas objectivas da equipa da OnRcer,liderada por Olavo Morais, que apresenta assim a todos os leitores ONR 1637_500x332ONR 1639_500x332ONR 1702_500x332ONR 1815_500x332ONR 1938_500x332do site os "seus excelentes bonecos"

 

HIRVONEN A FULL TIME E LOEB A PART TIME

 

Citroën continua no WRC com o apoio do Abu Dhabi

MHirvonen 500x332
A Citroën Racing anunciou no Salão Automóvel de Paris os contornos dos seus futuros planos desportivos.
Graças à parceria concluída com o Abu Dhabi, a equipa sete vezes Campeã do Mundo vai continuar no
campeonato em 2013, fazendo alinhar três Citroën DS3 WRC. A formação oficial será defendida durante
toda a temporada pela equipa Mikko Hirvonen/Jarmo Lehtinen. Sempre rápidos e amantes deste desporto,
Sébastien Loeb e Daniel Elena terão um programa parcial que começa no Rali de Monte Carlo.
Oficialmente inscrita no Campeonato do Mundo de Ralis desde 2001, a Citroën Racing construiu um dos mais
belos palmarés da disciplina, garantindo sete títulos de Construtores e oito de Pilotos para Sébastien Loeb e Daniel
Elena. Associados à renovação e à subida em gama da Marca, esta epopeia contribuiu para o desenvolvimento da
imagem da Citroën e ao dos seus sucessos comerciais por todo o planeta.
Num contexto económico difícil, a Citroën entende que a ligação ao desporto automóvel continua a ser primordial
e deve ser apoiada de forma energética e voluntária. Ao mesmo tempo, era também importante encontrar um
parceiro que ajudasse a cobrir o investimento da Marca no orçamento da equipa. « Neste âmbito, estamos muito
satisfeitos por acolhermos o Abu Dhabi ao nosso lado », expôs Yves Matton, Director da Citroën Racing. « Esta
parceria vai dar-nos os meios para prosseguirmos o nosso programa e inscrevermos três DS3 WRC em 2013 ».
Depois de oito – a bem da verdade quase nove – títulos mundiais consecutivos, Sébastien Loeb e Daniel Elena não
são candidatos à sua própria sucessão em 2013. Apesar de manterem toda a competitividade, como o
comprovam as sete vitórias já obtidas este ano, a dupla mais laureada da história do Mundial de Ralis, continua
apaixonada por este desporto, apesar deste semi-abandono. Ainda assim, vão fazer um programa parcial, que
começa com o mítico Rali de Monte Carlo, que abre o Mundial e se disputa de 15 a 20 de Janeiro.
Os pontas-de-lança da equipa passam a ser Mikko Hirvonen e Jarmo Lehtinen, actualmente segundos classificados
no Campeonato do Mundo de Ralis. « A integração do Mikko e do Jarmo na equipa está agora completa »,
prossegue Yves Matton. « O seu nível de performance e de experiência é tal, que eles podem dar o derradeiro
passo e tornarem-se naturalmente líderes da nossa equipa. Comunicaremos mais tarde a composição da segunda
formação, que correrá quando Seb e Daniel não estiverem presentes. Existirá também um Citroën DS3 WRC para
o piloto dos Emiratos Árabes Unidos, Khaleed Al-Qassimi ».

 

SUPERMOTO DAS NAÇÕES EM PORTIMÃO

 

Supermoto das Nações a 6 e 7 de Outubro no Kartódromo do Algarve


Bilhete Único por 5€

 

Depois de em 2011 ter recebido o Campeonato do Mundo de Supermoto, o Kartódromo
Internacional do Algarve prepara-se para receber, a 6 e 7 de Outubro, o Supermoto das Nações.
Um evento em que cada participante defende as cores do seu país com o intuito de levar o título
de Supermoto das Nações.

A ganhar cada vez mais adeptos no nosso país o Supermoto é um evento que preza pela
espetacularidade e adrenalina em pista. Em 2011 Portugal esteve representado no evento o que
se espera volte a acontecer este ano uma vez que a prova se realiza 'em casa'.

Vencer o Supermoto das Nações não se resume a ter os melhores pilotos em pista mas de
escolher a melhor estratégia para cada sessão. A selecção Francesa e Italiana têm sido bem
sucedidas nos últimos anos: a Itália soma duas vitórias em 2006 e 2008 e a França três em 2007,
2009 e 2011. Em 2009 o triunfo foi para a Alemanha.

Altura de começar a contagem decrescente para esta aventura que vai ter mais de 20 equipas em
competição de países de todo o mundo. Um evento a não perder.

Os bilhetes para a prova podem ser adquiridos no site ou na loja do Autódromo Internacional do
Algarve pelo valor de 5€ para todo o fim-de-semana.

algarve supermoto11_Winstanley_500x332

 

PALÁCIO DO GELO EXPÕE CARROS CLÁSSICOS

 

Começa hoje viagem pela História do automóvel

 

PALÁCIO DO GELO SHOPPING

EXPÕE CARROS CLÁSSICOS

 

- Parceria com o Automóvel Clube de Portugal

 

 

O Palácio do Gelo recebe, a partir de hoje até dia 30 de Setembro, uma exposição de carros clássicos, com carros e motos de coleções particulares, cedidos pelo Automóvel Clube de Portugal (ACP), instituição com a qual a maior superfície comercial da Região Centro volta a estabelecer uma parceria, permitindo aos seus clientes e frequentadores a possibilidade de fazerem uma viagem no tempo, acompanhando a evolução da indústria automóvel ao longo da História.

 

Dirigida não só aos amantes de automóveis, mas também a todos aqueles que passarem pelo piso 0 do Palácio do Gelo Shopping, esta mostra pretende dar a conhecer ao público em geral o conceito de “clássico”, que pode ser aferido pela estética, a tecnologia então utilizada, a importância histórica de cada modelo e até a relevância afectiva de cada veículo. Os visitantes ficarão a saber, por exemplo, que o termo “clássico” não tem apenas a ver com antiguidade, já que existem automóveis e motos actualmente em produção e que podem ser incluídos nesta categoria, como os Morgan e as Bimota.

 

Assim, dos mais antigos aos mais recentes, o Palácio do Gelo Shopping vai ser palco de uma viagem histórica, onde será possível compreender parte significativa da evolução do mundo automóvel, com recurso a alguns exemplos emblemáticos. O Automóvel Clube de Portugal estará representado no Palácio do Gelo ao longo do evento, com o objectivo de esclarecer dúvidas de potenciais novos sócios.

 

 

 

O Automóvel Clube de Portugal

 

O Automóvel Club de Portugal é uma Instituição de Utilidade Pública, fundada em 1903, sendo hoje reconhecido como o maior clube português. A sua história tem acompanhado de muito perto a evolução da situação política e social do País, sempre na defesa do automóvel e do automobilista.

Tem o estatuto de instituição de defesa do consumidor, conferida pela Direcção-Geral do Consumidor.

 

 

Palácio do Gelo Shopping

Exposição de Clássicos ACP

Piso 0

Data: até 30 de Setembro

Horário: Todos os dias das 10h às 23h

Entrada livre

 

Morada:

Rua do Palácio do Gelo nº3

3500 - 606 Viseu

T. 232 483 900

M.  926 728 406

E.  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar " target="_blank" style="color:rgb(17, 85, 204)"> Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

F. 232 483 910

 

GPS

Lat 40º 38´35"N

Long 7º 54´39" W

 

 Palcio do_Gelo_Shopping_500x332

 

JAGUAR F-TYPE MOSTRA-SE EM PARIS

 

ESTREIA DO JAGUAR F-TYPE - NO SALÃO AUTOMÓVEL DE PARIS 2012

 

INTRODUÇÃO

 

01. O F-TYPE é um novo desportivo de dois lugares da Jaguar

02. Com motor dianteiro e tracção traseira, o F-TYPE foi desenvolvido para proporcionar

puro prazer de condução e prestações excepcionais

03. Visualmente, o exterior do F-TYPE apresenta a nova linguagem de design dos modelos

desportivos da Jaguar, com linhas mais limpas conseguidas através de uma utilização

da tecnologia, conforme o demonstram o spoiler e os puxadores das portas embutidos

na carroçaria

04. O interior do F-TYPE foi concebido com uma filosofia orientada para o condutor, com

controlos atraentes com acabamento excepcional. Os materiais utilizados, produzidos

com uma técnica exclusiva, realçam a distinção do habitáculo de dois lugares

05.Serão disponibilizadas três versões: F-TYPE, F-TYPE S e F-TYPE V8 S. Serão

impulsionadas, respectivamente, pelo novo motor Jaguar V6 3.0 Supercharged a

gasolina de 340 e 380 CV, e pelo V8 5.0 Supercharged, que desenvolve 495 CV

06. O topo de gama, F-TYPE V8 S, acelera de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos e tem uma

velocidade máxima de 300 km/h. O F-TYPE S V6 de 380 CV acelera de 0 a 100 km/h

em 4,9 segundos e atinge 275 km/h, enquanto que os valores para o F-TYPE são 5,3

segundos e 260 km/h

07. Todos os motores transmitem a potência às rodas traseiras através de uma caixa

de oito velocidades "Quickshift", com um selector manual SportShift posicionado ao

centro que permite um controlo sequencial completo, da mesma forma que as patilhas

posicionadas atrás do volante

08. As duas versões S dispõem de um diferencial de autoblocante, o V6 de tipo mecânico e

o V8 electrónico, que maximiza a tracção e o prazer de condução

09. Os modelos S dispõem também de um sistema de "escape activo" e um programa

opcional Configurable Dynamics. Este permite ao condutor adaptar diversas das

características dinâmicas às suas preferências pessoais e inclui cronómetro e uma

função que mede as forças G de aceleração lateral e longitudinal

10. O F-TYPE foi concebido com base na quarta geração da consagrada arquitectura em

alumínio de peso reduzido da Jaguar, que utiliza uma tecnologia pioneira na indústria

automóvel

11. Foi dada prioridade à rigidez torsional estática e dinâmica para maximizar a agilidade

de condução. Todos os sistemas instalados na rígida estrutura em alumínio - direcção,

travões e transmissão - foram optimizados para proporcionar uma resposta imediata às

solicitações do condutor

12.Uma suspensão dianteira e traseira com triângulos duplos sobrepostos, produzida

integralmente em alumínio, proporciona um controlo preciso da carroçaria, com os

benefícios adicionais do amortecimento adaptativo permitir um nível adicional de

capacidade dinâmica

 

RESUMO

 

“A Jaguar é membro fundador do segmento de veículos desportivos, com uma herança

desportiva rica com mais de 75 anos. E, no F-TYPE, voltámos a acender essa chama. Mas o

F-TYPE não foi concebido para ser como qualquer outro veículo desportivo. É um desportivo

Jaguar ultra-preciso, potente, sensual e, acima de tudo, que se sente vivo.” Adrian Hallmark,

Global Brand Director, Jaguar

O novo Jaguar F-TYPE representa um regresso ao coração da companhia: um dois lugares,

desportivo descapotável centrado na performance, agilidade e envolvimento do condutor. O F-

TYPE é a continuação da linhagem desportiva da Jaguar, com mais de 75 anos, e inclui alguns

dos veículos mais belos, apaixonantes e atraentes de sempre.

Os princípios de engenharia em que se baseia o F-TYPE centram-se na liderança da Jaguar

na indústria e na sua experiência na utilização do alumínio. Com a mais avançada versão até à

data da galardoada arquitectura rígida e leve em alumínio da Jaguar, o F-TYPE apresenta uma

distribuição de peso ideal que permite procurar os limites dinâmicos deste apaixonante modelo

de tracção traseira. Utilizando programas avançados de engenharia assistida por computador,

a atenção ao detalhe na criação do F-TYPE estende-se inclusivamente ao desenvolvimento de

um novo sub-chassis auxiliar dianteiro mais leve, produzido também em alumínio.

Para retirar o máximo benefício da sua estrutura avançada, o F-TYPE dispõe de uma

suspensão dianteira e traseira em alumínio de triângulos duplos sobrepostos, bem como de

uma direcção de pinhão e cremalheira muito directa que assegura uma capacidade de resposta

rápida e objectiva. A arquitectura em alumínio foi optimizada para proporcionar a maior rigidez

possível ao sistema da suspensão, com melhorias superiores a 30 % em áreas chave, em

comparação com qualquer outra aplicação da Jaguar.

No momento do seu lançamento serão disponibilizadas três versões: F-TYPE, F-TYPE S e F-

TYPE V8 S. Distinguem-se pela potência dos seus motores Supercharged a gasolina e todos

os motores dispõem do sistema Inteligente Stop/Start para maximizar a eficiência.

Um novo V6 de 3,0 litros, desenvolvido a partir do galardoado Jaguar V8 de 5,0 litros, encontra-

se disponível com 340 CV para o F-TYPE e com 380 CV no F-TYPE S. Dispõem ambos da

mesma facilidade aumento de rotação, com uma predisposição que encoraja os condutores

mais entusiastas a explorar todas as suas capacidades.

Aos modelos V6 junta-se um membro recente da família de motores Jaguar V8. Com uma

potência máxima de 495 CV e 625 Nm de binário no modelo F-TYPE V8 S, tem uma relação

binário/peso excepcional de 375 Nm/tonelada, acelera de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos e

atinge uma velocidade máxima electronicamente limitada a 300 km/h, emitindo apenas 259 g/

km de CO2.

O F-TYPE S V6 de 380 CV acelera de 0 a 100 km/h em 4,9 segundos e tem uma velocidade

máxima electronicamente limitada a 275 km/h, com emissões de CO2 de 213 g/km.

Pela sua parte, o F-TYPE V6 de 340 CV acelera de 0 a 100 km/h em 5,3 segundos e atinge

uma velocidade máxima electronicamente limitada a 260 km/h, enquanto que as emissões se

ficam apenas por 209 g/km de CO2.

Um sistema de escape activo, disponibilizado de série nos modelos S e V8 S, proporciona uma

outra dimensão ao pleno envolvimento do condutor. As válvulas no sistema de escape abrem-

se sob carga a partir das 3.000 rpm, permitindo um sonoro e emocionante crescendo até à red

line.

A caixa automática Quickshift de oito velocidades do F-TYPE dispõe de relações próximas e

um comportamento desportivo, proporcionando maior controlo e prazer de condução. O modelo

com motor V6 S inclui também uma função de Controlo de Arranque (Dynamic Launch) que

optimiza a aceleração no arranque.

A perspectiva de futuro da companhia resume-se numa linguagem de design firme que desafia

deliberadamente as ideias preconcebidas. Os veículos Jaguar sempre se distinguiram pela sua

simplicidade fluida e musculada, e o F-TYPE não é excepção, com formas definidas por duas

linhas mestras que moldam as alhetas dianteiras e traseiras.

Inspirado no C-X16 Concept apresentado em 2011, a secção dianteira do F-TYPE proporciona

uma interpretação nova e arrojada da grelha Jaguar da qual sai o poderoso capot tipo concha

com a sua elevação distinta e proeminente. Uma das linhas mestras inicia-se à frente,

dissecando as grelhas em forma de guelra de tubarão nos extremos da grelha antes de

conduzir o olhar para a parte superior da alheta dianteira. Estas são realçadas pelos faróis Bi-

Xénon e as luzes diurnas em LEDs integradas, continuando pelas portas e para a traseira do

veículo, onde desaparecem com elegância.

Nesse ponto ganha protagonismo a segunda linha mestra, que se expande para moldar o

musculado trem traseiro antes percorrer a sensual secção traseira de baixo perfil, que foi

tornada possível devido à inclusão de um spoiler traseiro activo que é accionado a velocidades

elevadas, reduzindo a força de sustentação em até 120 kg. Os farolins traseiros em LEDs

criam um novo estilo de desportivo Jaguar, ao reinterpretar as linhas clássicas do passado,

realçando, simultaneamente, a sua presença em estrada poderosa e o potencial desportivo da

tracção traseira ao envolver os extremos das abas dos guarda lamas traseiros.

A ênfase no envolvimento do condutor e as prestações desportivas do F-TYPE são reforçados

pelo design assimétrico "um mais um" do habitáculo. Prova disso é o puxador que se estende

até abaixo da consola central no lado do passageiro, remarcando-a desde o lugar do condutor.

A utilização de materiais diferentes em ambos os lados do habitáculo proporciona uma

diferenciação adicional, com um acabamento mais técnico no lado do condutor.

Inspirados no cockpit dos aviões de combate, os controlos foram ergonomicamente concebidos

de acordo com a sua função. O selector de velocidades SportShift, que controla a caixa de oito

velocidades, foi também inspirado na aeronáutica. As grelhas de ventilação na parte superior

do tablier apenas são accionadas quando o condutor necessitar ou através de sofisticados

algoritmos de controlo do próprio sistema de climatização, permanecendo discretamente

ocultas em qualquer outra circunstância.

“Com o F-TYPE, a equipa de engenharia da Jaguar centrou-se em proporcionar o maior prazer

de condução desportiva de sempre. Para o tornar realidade, todos os engenheiros tiveram

objectivos muito difíceis de atingir: todos os objectivos foram cumpridos e, em muitos casos,

ultrapassados, pelo que o F-TYPE é um veículo que proporciona precisamente os principais

atributos desportivos que pretendíamos.” Ian Hoban, Vehicle Line Director, Jaguar

 

ESTRUTURA

 

A experiência da Jaguar em estruturas de alumínio para veículos foi essencial para tornar o

F-TYPE num veículo tão especial. Como pioneiros na utilização do alumínio na produção de

carroçarias para veículos de produção em série, os engenheiros da Jaguar puderam aplicar

mais de uma década de experiência neste tipo de produção para conseguir o duplo objectivo

estabelecido para o F-TYPE: peso reduzido e uma carroçaria extremamente rígida.

A chave para o conseguir foi o desenvolvimento da tecnologia de liga leve da Jaguar para

proporcionar maior rigidez estrutural e, simultaneamente, reduzir o peso. AC300, uma liga de

deformação e ruptura programada da série 6000, foi aperfeiçoada especificamente para a sua

aplicação no F-TYPE, com o objectivo de proporcionar níveis de resistência comparáveis aos

da actual plataforma de alta performance do XK - para o qual foi inicialmente desenvolvida -

permitindo, simultaneamente, uma redução de peso considerável.

Como resultado, a carroçaria monobloco do F-TYPE pesa apenas 261 kg. Para o F-TYPE, este

peso reduzido traduz-se em benefícios óbvios globais em termos de agilidade de direcção,

aceleração, travagem, consumo de combustível e emissões. A concentração do peso entre

os dois eixos, reduzindo ao mínimo as projecções dianteiras e traseiras, proporciona também

uma estabilidade natural ao veículo, que inspira ainda mais confiança no condutor. O posto de

comando do F-TYPE foi posicionado 20 mm abaixo do galardoado XKR-S, baixando o centro

de gravidade e permitindo ao condutor sentir-se em harmonia com o veículo.

Em complemento à liga da estrutura, a Jaguar desenvolveu outra liga exterior para obter

a linguagem de design desejada. Esta liga AC600 proporciona a mesma robustez e

qualidade de acabamento que a utilizada no XK, mas com uma capacidade muito maior de

estampagem para proporcionar uma maior nitidez e tensão nas distâncias entre painéis e

linhas características da carroçaria.

O que permitiu, por exemplo, reduzir as distâncias entre painéis em mais de 50%, até apenas

8 mm, para tornar mais fácil aos engenheiros a reprodução das linhas mestras da carroçaria

exactamente como os designers as tinham criado. Incrivelmente, o belo capot em forma

de concha, característico deste veículo exótico e onde se inicia a linha mestra dianteira, é

estampando numa única peça, utilizando para tal uma prensa de 1.000 toneladas.

A Jaguar desenvolveu também novas técnicas para conseguir uma coerência entre design

e engenharia esperada do F-TYPE. Um exemplo é a utilização de um processo conhecido

como 'moldado a quente', para a produção do interior das portas. Demasiado complexo

para ser produzido através do processo de estampagem convencional com o metal frio, os

engenheiros da Jaguar desenvolveram o primeiro método na indústria onde o metal é aquecido

a 260 ° C antes de ser estampado. Desta forma são obtidas a forma e a estrutura desejadas

com uma única estampagem de maiores dimensões, em vez de uma série de componentes

estampados mais pequenos que poderiam adicionar peso.

Foram também conseguidas outras reduções de peso em determinadas áreas chave, utilizando

uma série de técnicas diferentes. Com a optimização do design do chassis e da carroçaria

em bruto conseguiu-se uma redução global de 35 kg, enquanto que a obsessiva atenção aos

detalhes resultou numa redução de 2 kg no pára-brisas, outro tanto no sistema de refrigeração

e o mesmo do sistema de admissão. Os apoios do motor e a travessa do pára-choques

contribuíram também cada um com uma redução de 5 kg, enquanto que a optimização do

sistema de propulsão resultou numa redução adicional de 8 kg. Igualmente, o novo sub-chassis

dianteiro em liga é 5 kg mais leve que outro equivalente em aço.

O F-TYPE conta também com uma maior quantidade de materiais compósitos do que qualquer

outro modelo Jaguar produzido até hoje, com estruturas de deformação programada sob as

embaladeiras e a tampa da bagageira produzidos a partir de materiais plásticos de elevada

resistência. O capot contribuiu também com 12 kg para a redução de peso na construção do

F-TYPE, enquanto que a optimização da construção e montagem dos bancos contribuiu com

nada menos que 24 kg. Como resultado, o F-TYPE pesa a partir de apenas 1.597 kg.

O alumínio constitui uma parte substancial do compromisso da Jaguar para a sustentabilidade

e mais de metade do material utilizado no veículo tem origem em metal reciclado. Em

complemento, a estrutura do F-TYPE é única no seu género, rebitada e colada através de

um processo de produção que emite até 80 por cento menos CO2 em comparação com a

soldadura de uma estrutura comparável em aço. A Jaguar está também a aumentar a cadeia

de reciclagem aos seus fornecedores, assegurando que todas as sobras de metal do processo

de produção são reutilizadas.

 

PERFORMANCE

 

O F-TYPE é o veículo perfeito para demonstrar a próxima geração de motores Jaguar

Supercharged a gasolina, que combinam valores de potência e binário específicos muito

elevados com aumentos substanciais de eficiência.

Exclusivamente para o F-TYPE S, foi disponibilizado um novo motor V6 de 3,0 litros

Supercharged com 380 CV e 460 Nm que acaba de ser introduzido nas berlinas XJ e XF

2013MY, com 340 CV e 450 Nm. É precisamente este motor de 340 CV que é disponibilizado

no F-TYPE. Utilizando como base o galardoado V8 de 5,0 litros, agora na sua terceira geração,

o V6 partilha a sua construção em liga leve com o bloco fundido reforçado com pernos

cruzados nos apoios de cambota, para aumento da rigidez e do requinte.

As cabeças com quatro válvulas por cilindro são produzidas em alumínio reciclado, com as

válvulas controladas por um sistema de distribuição variável dupla independente activado

pelo binário positivo e negativo gerado pelo próprio movimento das válvulas de admissão e

escape. Com velocidades de actuação superiores a 150 graus por segundo, o sistema de

distribuição optimiza a potência, o binário e os consumos, e proporciona ao V6 uma capacidade

de resposta com um carácter claramente instantâneo e receptivo, para que o condutor possa

tirar partido da gama completa de regimes de funcionamento.

Esta entrega de potência imediata e ininterrupta é possível devido à utilização de injecção

directa de gasolina com pulverização direccionada. Este sistema proporciona quantidades

precisas de combustível directamente no centro das câmaras de combustão injectadas a

pressões de até 150 bar, criando uma mistura ar-combustível mais homogénea para uma

combustão mais limpa e eficiente.

Para isto contribuem também as velas, que se encontram precisamente orientadas tanto

em relação ao injector como à câmara de combustão. A relação de compressão também foi

aumentada, passando de 9,5:1 no V8 Supercharged para 10,5:1, minimizando os consumos e

as emissões de CO2.

Um compressor tipo Roots Twin Vortex da última geração, montado no interior do "V" do motor,

é a chave da elevada eficiência e potência específica do 3.0 V6 Supercharged. A utilização do

compressor evita perdas de bombagem causadas pelo aumento da pressão de retorno típico

dos motores turbo comprimidos de maior cilindrada, melhorando a eficiência e a rapidez de

resposta. Mais compacto que o compressor utilizado no V8, um intercooler refrigerado a água

reduz também a temperatura do ar de admissão, optimizando a potência e a eficiência.

O controlo da pressão de sobrealimentação é efectuado pelo novo software Bosch de gestão

do motor, optimizando a eficiência. A aceleração de 80 a 120 km/h em 3,3 segundos do

F-TYPE de 340 CV realça as prestações do veículo: aceleração de 0 a 100 km/h em 5,3

segundos e velocidade máxima limitada electronicamente a 260 km/h.

Na sua versão de 380 CV, o 3.0 V6 Supercharged disponibiliza a maior potência específica

de sempre num motor Jaguar: 127 CV por litro. O F-TYPE S acelera de 80 a 120 km/h em 3,1

segundos, necessita de 4,9 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h e atinge uma velocidade

máxima electronicamente limitada a 275 km/h. O F-TYPE e o F-TYPE S proporcionam valores

de emissões de CO2 de 209 g/km e 213 g/km, respectivamente.

O F-TYPE topo da gama é o S V8, impulsionado pela nova versão do motor Jaguar 5.0 V8

Supercharged calibrado para desenvolver 495 CV e 625 Nm de binário nesta versão mais

pequena, leve e ágil. O que lhe permite uma aceleração de 0 a 100 km/h em 4,3 segundos,

disponibilizar uma velocidade máxima electronicamente limitada a 300 km/h e acelerar de 80 a

120 km/h em apenas 2,5 segundos. As emissões de CO2 são de 259 g/km.

“Os nossos motores V6 e V8 Supercharged adaptam-se na perfeição à natureza desportiva

do F-TYPE, com valores específicos excepcionais de potência e binário. Acoplada a estes

motores, a caixa "Quickshift” de oito velocidades, com relações muito próximas, é a parceira

perfeita para disponibilizar a performance de um desportivo.” Tim Clark, Technical Specialist for

Performance and Driveability Attributes, Jaguar

Escape activo

Os modelos S, tanto o V6 como o V8, encontram-se equipados de série com um sistema de

escape activo (disponível como opção no modelo de 340 CV). Este sistema eleva a excitante

banda sonora do F-TYPE a um novo patamar, utilizando um conjunto de válvulas de derivação

com controlo electrónico, posicionadas na secção final do sistema de escape, que se abrem

sob aceleração intensa para melhorar a qualidade sonora, alterando o percurso dos gases de

escape, que fluem forma mais directa para o exterior.

Cuidadosamente desenvolvido e com mais de 85 variações sonoras possíveis, o Escape Activo

do novo Jaguar F-TYPE disponibiliza um som autêntico, rico, que se transforma num crescendo

à medida que se aproxima do limite de rotação. Em complemento à abertura das válvulas de

derivação sob aceleração vigorosa, estas podem ser completamente abertas seleccionando o

modo dinâmico (Dynamic Mode), que também optimiza a resposta às solicitações no pedal do

acelerador, selector de velocidades, direcção e suspensão; ou fechadas utilizando um botão

opcional de anulação.

Para que o condutor consiga tirar o máximo partido do sistema, a sintonização acústica na

zona traseira do veículo permite que o ruído de escape seja ouvido com maior nitidez no

habitáculo. Um sistema de realimentação da admissão permite ao condutor sentir também

o que está ocorrer no colector de admissão, o que é particularmente emocionante quando

combinado com a sonoridade do compressor quando aumenta de velocidade.

Caixa de oito velocidades

Dispondo de oito velocidades com relações próximas na caixa ‘Quickshift’, o condutor do F-

TYPE pode explorar na totalidade todos os regimes de funcionamento do motor e certificar-

se de que o motor se encontra na banda ideal de potência em cada passagem de caixa. Esta

caixa de velocidades foi especificamente optimizada pelos engenheiros da Jaguar para a

utilização num veículo desportivo e para dar prioridade à aceleração em todos os regimes de

funcionamento e em qualquer relação.

Para tornar as passagens de caixa tão instantâneas quanto possível, todo o conjunto do motor

e transmissão do F-TYPE, incluindo até os pontos de contacto dos pneus com o solo, foram

calibrados para proporcionar a rigidez ideal e permitir que a entrega de binário a regimes

intermédios seja muito mais rápida, o que significa que o motor responde de forma mais viva

e precisa às solicitações no pedal do acelerador. Em complemento, assim que a caixa tiver

mudado para segunda velocidade, uma embraiagem de bloqueio elimina o conversor de binário

da equação, criando um acoplamento mecânico directo entre o motor e as rodas traseiras

motrizes.

A sensação de ligação directa estende-se à própria selecção de velocidades, que foram

tornadas significativamente mais curtas e imediatas - o sistema "Quickshift". O que foi

conseguido através de uma intervenção precisa e rápida de binário, exactamente no instante

em que é seleccionada a mudança acima. Com este sistema é criada uma sonoridade

mais curta e nítida na selecção de velocidades, que utiliza a própria inércia do motor para

proporcionar uma sensação de aceleração positiva durante o processo de passagem de caixa.

Os parâmetros de funcionamento da caixa de velocidades são determinados pela estratégia

adaptativa de selecção de velocidades, que tem 25 programas diferentes disponíveis,

dependendo do estilo de condução e das condições da estrada. O sistema pode detectar o

estilo de condução analisando a aceleração e a travagem, as forças em curva, a posição do

pedal do travão e acelerador, o perfil da estrada, se estamos em kickdown e, inclusivamente,

se o veículo está a ser conduzido a subir ou a descer um declive. Ao detectar um estilo de

condução mais dinâmico, a caixa de velocidades efectua automaticamente passagens de caixa

mais agressivas e seleccionará a relação imediatamente inferior a um regime mais elevado.

A caixa de velocidades dispõe também de uma série de funções especificamente relacionadas

com a forma entusiasta como o F-TYPE será conduzido. Para manter a estabilidade do veículo

na selecção de uma relação inferior, a caixa dará instruções ao sistema de gestão do motor

para, automaticamente, dar um toque de acelerador e equalizar o regime do motor. Esta função

permite também seleccionar diversas relações abaixo muito rapidamente em caso de uma

travagem brusca.

Se os sensores de aceleração lateral detectarem que o veículo se encontra numa curva,

a caixa de velocidades mantém a mudança apropriada seleccionada. A caixa tem também

a capacidade de reconhecer se o veículo está a realizar uma série de manobras de

ultrapassagem que necessita de mudanças rápidas na posição do acelerador e, em vez

seleccionar a relação acima, irá manter a relação mais curta para assegurar a capacidade de

resposta necessária para a ultrapassagem seguinte.

O condutor pode realizar a selecção manual de velocidades a qualquer momento utilizando as

patilhas do volante ou a alavanca de velocidades SportShift. Ao deslocar este selector para

a esquerda é accionado o modo Manual, que permite seleccionar a mudança abaixo quando

a alavanca é empurrada para a frente, e a relação acima quando é puxada para trás. Se tiver

sido seleccionado o Dynamic Mode através do Jaguar Drive Controller, a mudança seguinte

não será seleccionada automaticamente ao chegar à red line e apenas seleccionará a relação

abaixo para evitar que o motor vá abaixo, deixando todo o controlo nas mãos do condutor.

Dynamic Launch Mode

O F-TYPE S disponibiliza um sistema adicional para optimizar o arranque: o Dynamic

Launch Mode. Com o veículo parado, o condutor carrega no pedal de travão e acelera

simultaneamente para aumentar a rotação do motor até aparecer uma mensagem no painel de

instrumentos que diz ‘Dynamic Launch Ready’. Nesse momento, o condutor terá apenas que

soltar o pedal do travão, carregar a fundo no pedal do acelerador e o veículo encarrega-se do

resto, optimizando a aceleração.

Diferenciais autoblocantes

O F-TYPE S incorpora de série um diferencial autoblocante mecânico. Este tipo de diferencial

foi seleccionado pela sua capacidade e autenticidade para um desportivo de tracção traseira,

dado que proporciona ao condutor a oportunidade de explorar o excelente equilíbrio do

veículo e ultrapassar os seus limites de aderência de uma forma progressiva e com tacto, para

proporcionar um elevado prazer de condução.

No V8 S foi incorporado de série um diferencial activo com controlo electrónico para

limitar a patinagem das rodas, optimizar a tracção e proporcionar um controlo superior.

O diferencial activo da Jaguar é accionado por um motor eléctrico que actua sobre uma

embraiagem multidisco, o qual pode transferir binário à roda com maior aderência. Com um

funcionamento integralmente automático, o sistema pode aplicar um bloqueio total de forma

quase instantânea. Funcionando em coordenação com os controlos de estabilidade e tracção,

e também com o sistema ABS, permite um controlo subtil da entrega de potência e optimiza

sempre a aderência disponível.

Sistema de travagem

As três versões do F-TYPE disponibilizam sistemas de travagem progressivamente mais

potentes e eficazes, todos com a potência de travagem desportiva esperada de um Jaguar e os

níveis de sensibilidade elevados necessários para uma modulação precisa do pedal.

O sistema Jaguar Performance instalado no F-TYPE 340 CV dispõe de discos com 354 mm de

diâmetro à frente e 325 mm atrás, com pinças prateadas. O sistema Jaguar High Performance

do F-TYPE S conta com discos de maiores dimensões no eixo dianteiro (380 mm) e as pinças

podem ser vermelhas ou pretas para realçar a imagem desportiva do veículo.

Quanto ao o F-TYPE V8 S, este disponibiliza o sistema Super High Performance que inclui o

equipamento de discos de maiores dimensões de sempre instalado num Jaguar de produção

em série, 380 mm à frente e 376 mm atrás, com pinças vermelhas ou pretas. Todas as versões

incorporam de série ABS, distribuição electrónica da força de travagem e travagem assistida de

emergência.

A utilização de dinâmica computacional de fluidos CFD (Computational Fluid Dynamics)

permitiu aos engenheiros da Jaguar optimizar a refrigeração dos travões, com ar frio

direccionado para os discos de travão através das entradas de ar incorporadas ao lado da

grelha dianteira, utilizando componentes da suspensão moldados aerodinamicamente para

direccionar o fluxo de ar sob o veículo.

Sistema Stop/Start Inteligente

O novo F-TYPE encontra-se também equipado de série com o sistema Stop/Start Inteligente

da Jaguar, que desliga automaticamente o motor quando o veículo se imobiliza e o condutor

carrega no pedal de travão. Ao levantar o pé do pedal de travão, o sistema tem a capacidade

de ligar novamente o motor num intervalo de tempo inferior ao que leva o condutor a passar

o pé do travão para o acelerador. A rapidez de funcionamento do sistema de duplo solenóide

torna também possível uma função de ‘mudança de ideias’, ligando novamente o motor,

mesmo durante o processo de desligar se, por exemplo, o veículo estiver quase a parar ao

chegar a um cruzamento e o condutor vir uma oportunidade para acelerar e se juntar ao fluxo

de trânsito. Este sistema proporciona uma redução de até 5 % nos consumos e emissões.

DINÂMICA

O esforço de engenharia aplicado no desenvolvimento da zona inferior da carroçaria em

alumínio do F-TYPE assegurou a melhor base possível para proporcionar a sensação ligação

com a estrada, a agilidade em estrada e a experiência de condução recompensadora esperada

de um desportivo Jaguar. A resposta da direcção, da alavanca de selecção de velocidades, do

acelerador, dos travões e da suspensão foi cuidadosamente aperfeiçoada para disponibilizar a

maior precisão, cumplicidade e coordenação possíveis.

“Essencialmente, um veículo desportivo excepcional é um veículo que se deseja sempre

conduzir porque é divertido, e o F-TYPE preenche, sem dúvida, esse requisito. Trabalhámos

arduamente para assegurar que a resposta da direcção, do acelerador e dos travões seja

absolutamente instantânea, uma tarefa que foi muito simplificada devido à estrutura rígida

em alumínio que constitui a base do veículo. É preciso e excitante, um veículo que irá querer

utilizar pelo simples prazer de conduzir, e isso é fantástico!” Mike Cross, Chief Engineer,

Vehicle Integrity, Jaguar

A nova estrutura em liga leve utilizada na produção do F-TYPE consegue aumentar de forma

significativa a rigidez, o que, por sua vez, proporciona a melhor plataforma possível para utilizar

uma suspensão ajustada com precisão e permite uma sensação inigualável de cumplicidade

com o condutor.

A rigidez torsional global do F-TYPE é 10 % superior à do galardoado XKR-S em alumínio, mas

neste novo modelo têm maior importância os aumentos obtidos em pontos específicos.

A utilização de programas específicos de engenharia assistida por computador resultou

em melhorias de até 30 % na rigidez lateral em áreas chave como os pontos de fixação da

suspensão dianteira. Quanto mais rígida for a estrutura, maior será a precisão de afinação da

suspensão para optimizar a agilidade, a fidelidade de resposta e a ligação à estrada.

Para uma presença em estrada com as rodas posicionadas a cada canto do veículo, maior

estabilidade e a sensação de cumplicidade absoluta com o condutor, o F-TYPE incorpora

sistemas de suspensão com triângulos duplos sobrepostos, com uma distância entre eixos de

2.622 mm e vias dianteira e traseira de 1.585 mm e 1.627 mm, respectivamente.

A redução das projecções dianteira e traseira contribui também para concentrar a massa

entre ambos eixos, minimizando o momento de inércia e fazendo com que o veículo mude

de direcção de forma mais imediata. Para retirar o máximo benefício desta característica, os

engenheiros da Jaguar prestaram especial atenção à optimização da distribuição de pesos.

Um exemplo desta obsessão de equilibrar o peso é o facto de que não apenas a bateria, como

também elementos como o depósito do líquido do limpa pára-brisas, terem sido posicionados

na bagageira em vez de debaixo do capot.

A direcção é a forma de comunicação mais imediata e evidente entre o veículo e o condutor.

Para maximizar a sensação de ligação, o F-TYPE incorpora um sub-chassis dianteiro em

liga leve que reduz o peso no extremo dianteiro do veículo, enquanto que uma manga de

eixo dianteira mais rígida, também em alumínio, proporciona maior precisão na resposta e

sensibilidade na direcção. Este facto permitiu a montagem da cremalheira mais rápida de

sempre num Jaguar. Que proporciona uma capacidade de resposta excelente, conseguindo,

simultaneamente, que o condutor receba continuamente informação sobre as rodas dianteiras.

Todos os Jaguar foram desenvolvidos e calibrados para conseguir um equilíbrio inigualável

entre conforto e comportamento. No F-TYPE esse equilíbrio tende naturalmente para um

comportamento envolvente e desportivo, mas sem nunca permitir a redução do conforto. O

Modo Dinâmico instalado no F-TYPE permite ao condutor, premindo um simples botão, realçar

ainda mais o carácter desportivo do veículo. O que é conseguido aumentando a velocidade

de resposta às solicitações no pedal do acelerador, aumentando a prontidão de resposta da

direcção, efectuando as passagens de caixa de forma mais rápida e a um regime superior, e

permitindo um nível superior de perda de tracção até à intervenção do controlo de estabilidade.

A selecção do Modo Dinâmico impede também a selecção automática da mudança acima

quando a caixa de velocidades é utilizada em modo manual.

Em complemento, o F-TYPE S e o V8 S encontram-se equipados com o Sistema Dinâmico

Adaptativo, que controla activamente o movimento vertical da carroçaria, a aceleração

longitudinal e transversal. O sistema analisa continuamente as solicitações do condutor e o

comportamento do F-TYPE na estrada, ajustando até 500 vezes por segundo a taragem dos

amortecedores para optimizar a estabilidade e agilidade. A presença do Sistema Dinâmico

Adaptativo permite também que o F-TYPE S e o V8 S proporcionem um comportamento

dinâmico com maior funcionalidade para uma condução ainda mais intensa, dado que nestes

modelos disponibiliza também um controlo maximizado da carroçaria através de taragens de

amortecimento mais firmes.

A opção Configurable Dynamics é uma outra estreia para a Jaguar. Esta opção permite ao

condutor seleccionar quais os elementos concretos do Dynamic Mode que deseja utilizar; por

exemplo, a direcção e a resposta do acelerador podem ser colocadas em mais modo mais

desportivo, mas o conforto da suspensão pode ser mantido no Modo Normal.

A funcionalidade Configurable Dynamics adiciona também uma outra nova função ao ecrã táctil

central, destinada, neste caso, à utilização do veículo em pista. O sistema permite a gravação

de uma volta e o registo de tempos parciais, além de proporcionar informação da telemetria do

acelerador, dos travões e até das forças G geradas.

 

A EXPERIÊNCIA DE CONDUCÇÃO

 

“Queríamos que a experiência de se sentar num F-TYPE fosse entusiasmante. O cockpit de

um desportivo deve ser um local pessoal e, por essa razão, o nosso objectivo foi proporcionar a

sensação de que as superfícies fluíssem para baixo e envolvessem o condutor.

O que fizemos foi dar-lhe o espírito e a essência do que deseja fazer em vez do que é

esperado de si. Quanto mais organizado e processado fica o mundo, mais importante é isto”.

Ian Callum, Director of Design, Jaguar

A intenção do F-TYPE é evidente a partir do momento em que a porta é aberta. A arquitectura

do habitáculo reflecte o seu papel de desportivo 'um mais um', centrado no condutor e na sua

interacção com os componentes electrónicos e mecânicos, que se conjugam para criar uma

experiência muito superior à soma das suas partes.

O objectivo era criar um cockpit envolvente para o condutor, com todos os controlos dispostos

naturalmente ao alcance das mãos e logicamente agrupados, de forma a que não hajam

distracções na condução. Existe uma divisão clara entre o lado do condutor e do passageiro,

criada em primeira instância pela pega que se estende desde a parte superior da consola

central e envolve os botões do Dynamic Mode e o selector SportShift, enviando uma

mensagem clara de que ambos são controlos do condutor. A pega também serve como uma

indicação para o passageiro da possibilidade de condução mais desportiva.

Esta diferenciação é maximizada pela utilização de acabamentos diferentes na zona do

condutor, com materiais mais técnicos na parte superior do painel de instrumentos e na consola

central, em comparação com os que se encontram no lado do passageiro. No S e V8 S, os

controlos principais - o botão de arranque do motor, as patilhas do volante e o comando do

Dynamic Mode - destacam-se com um acabamento laranja Ignis, semelhante ao utilizado nas

marcas de relógios de mergulho profissionais.

O volante de três raios de diâmetro reduzido encontra-se também disponível com acabamento

em couro ou Alcantara. O volante enquadra um par de instrumentos analógicos, um elemento

distintivo da Jaguar, com os números do tacómetro maiores e com tipografia mais arrojada que

os do velocímetro, recordando o objectivo do veículo e proporcionando um estímulo subtil ao

condutor para explorar ao máximo a performance do motor. Um ecrã TFT, posicionado entre os

dois círculos, disponibiliza informação adicional ao condutor, se necessário.

A Jaguar foi pioneira na utilização de ecrãs tácteis para o controlo da maioria das funções dos

seus veículos, mas no F-TYPE era importante que houvessem mais funções físicas e pontos

de contacto para o condutor. As funções de aquecimento e refrigeração foram separadas do

ecrã táctil e agora têm controlos físicos por baixo do mesmo.

Botões rotativos controlam a temperatura de cada lado do veículo e incorporam um ecrã no

centro para indicar a temperatura e o estado. Isto permite também que os controlos cumpram

uma função dupla nos veículos equipados com bancos aquecidos: premindo os botões

rotativos é alterada a sua funcionalidade, permitindo controlar a temperatura do banco. Uma

fila de interruptores incorporados sob os botões rotativos recorda os desportivos da Jaguar do

passado e permite o controlo de funções adicionais do sistema de ar condicionado automático.

Um exemplo adicional do ambiente de condução pura do F-TYPE é o inovador sistema de

ventilação que incorpora saídas de ar ocultas na parte superior da consola central. Controladas

por algoritmos programados no sistema de controlo de temperatura, estas saídas de ar

permanecem ocultas até que sejam necessárias para proporcionar um ajuste rápido da

temperatura, momento em que se elevam na parte superior da consola central.

Da mesma forma que todos os Jaguar, o F-TYPE dispõe de acabamentos luxuoso, mas a

paleta de cores é deliberadamente sóbria e técnica para assegurar que nada distrai o ambiente

e a experiência de condução. Os interruptores dispõem de um acabamento preto mate suave

ao tacto, com marcas brancas para a máxima legibilidade, enquanto que os detalhes de

acabamento são deliberadamente mais discretos em cromado acetinado e alumínio escuro.

Realçando as suas capacidades superiores, os dois modelos "S" incorporam acabamentos

mais escuros que o V6 convencional.

Os bancos desportivos com ajuste eléctrico de inclinação e altura e controlo longitudinal

manual (para redução de peso) são disponibilizados de série. Podem ser seleccionados outros

bancos Optional Performance com maior apoio lateral, que garantem maior apoio em curvas a

velocidade elevada. Ambos os tipos de banco podem ser encomendados com ajuste eléctrico,

incluindo ajuste lombar e de apoio lateral.

Encontram-se disponíveis três sistemas de áudio para o F-TYPE, dois dos quais da

reconhecida marca britânica Meridian. Estes incorporam 10 ou 12 altifalantes com 380W e

770W, respectivamente. Os sistemas Meridian beneficiam da vasta experiência da companhia

no processamento de sinais digitais para criar uma reprodução sonora inigualável. O topo

de gama é um sistema Trifield, também propriedade da Meridian, que posiciona ambos os

ocupantes exactamente no centro do seu próprio palco sonoro.

DESIGN EXTERIOR

A estética é fundamental para a Jaguar e, por essa razão, o F-TYPE é imediatamente

reconhecível.

A mensagem visual dinâmica começa na grelha, que toma a forma estabelecida pelas berlinas

Jaguar XF e XJ, com linhas novas para criar a identidade de um desportivo, como é possível

constatar no atraente C-X16 Concept. A forma da grelha é mais suave e mais larga, inclinada

ligeiramente para a frente para criar uma aparência de movimento mesmo quando o veículo

está parado. A rede da grelha tem um novo design hexagonal que proporciona uma maior

profundidade em comparação com o motivo diagonal anterior.

A grelha dispõe de duas entradas de ar incorporadas ao lado tipo "guelras de tubarão", com o

objectivo de gerar o maior impacto visual possível e assegurar que o F-TYPE é imediatamente

reconhecido quando se aproxima no espelho retrovisor. É a partir destas entradas de ar e da

grelha que a forma essencial do veículo começa a ganhar corpo. O capot em forma de concha

é produzido num único componente e começa no extremo dianteiro da grelha, incorporando a

típica elevação da Jaguar e a grelha de ventilação dupla.

A alheta que separa estas entradas de ar dianteiras em forma de guelra de tubarão assinala o

início de uma das linhas mestras que definem, em apenas dois golpes audazes, tanto o perfil

como a vista superior do novo F-TYPE. Esta linha mestra sobe pela grelha e forma um vinco na

parte superior do perfil do guarda lamas dianteiro, o qual, quando visto do banco do condutor

proporciona não apenas uma indicação visual da potência do motor sob o capot, como também

o posicionamento do veículo com maior precisão em curva.

Todos os aspectos de um veículo desportivo, em termos de dimensões, permitem-nos criar

algo que é visualmente emocionante; tão visceral quanto físico. Para mim, a definição do

design de um veículo desportivo é descrita pela intenção, envolvendo os ocupantes e os

componentes mecânicos num pacote o mais emocionante, belo e sensual possível, sem

superfícies ou adornos desnecessários.

“Uma peça de design deve contar uma história e é por isso que todas as linhas do F-TYPE

têm um início, uma direcção e uma conclusão. Se abordarmos cada linha individualmente e

se o fizermos da forma mais correcta possível esteticamente, e se mantivermos as proporções

adequadas, irá resistir o passar do tempo.” Ian Callum, Director of Design, Jaguar

A importância desta linha mestra é realçada pelo design dos faróis que, devido à sua

orientação vertical em vez de horizontal, conduzem naturalmente o olhar ao longo do vinco

em vez de o interromperem. Este é um dos exemplos onde a tecnologia facilitou a linguagem

de design do F-TYPE - a unidade compacta Bi-Xénon necessita apenas de um farol enquanto

que as luzes diurnas em LEDs reforçam o aspecto gráfico dessa linha principal.ZJAG1 500x332ZJAG2 500x332ZJAG3 500x332ZJAG4 500x332ZJAG5 500x332

farol.

 

GALERIA DE IMAGENS EM PORTIMÃO

GALERIA DE IMAGENS DOS TESTES DE TIAGO MONTEIRO EM PORTIMÃO

 

Eis uma série de imagens captadas pelaobjectiva de Jorge Gomes da Clicktime, referente aos testes de Tiago Monteiro ao volante do novo Honca Civic de WTCC, que decorreram no autódromo de Portimão.

 

Fotos de Jorge     Clicktime -www.velocidadeonline.com227975 462175000488736_496303724_n_500x332377743 462175033822066_1027652831_n_500x332384366 462175123822057_561058209_n_500x332423591 462175140488722_1181918005_n_500x332485661 462175357155367_477420331_n_500x332252578 462175430488693_1154614068_n_500x332523274 462175460488690_454639335_n_500x332429809 462175510488685_331084116_n_500x332199393 462175557155347_626091862_n_500x332207907 462175573822012_808540197_n_500x332253078 462175633822006_1816196087_n_500x332303571 462175657155337_224248427_n_500x332

 

RAY PASSEOU CONVIDADOS

RAY PASSEOU CONVIDADOS

 

Foi no domingo depois das corridas que a Ray teve uma série de convidados que se sentaram no Ferrari 430,aolado de JOãoPedro Figueiredo.Dos convidados salinetam-seos nomesde Jo564145 352193454868969_280473842_n_500x332548370 352193401535641_1001898002_n_500x33236290 352193328202315_875646166_n_500x332251664 352193291535652_1665545148_n_500x33258310 352193254868989_1594338700_n_500x33274875 352193631535618_1414685815_n_500x332644019 352193704868944_80355748_n_500x332421366 352193738202274_73877301_n_500x332385681 352193021535679_1356295214_n_500x33260749 352193081535673_1068761314_n_500x332284242 352193128202335_809062321_n_500x332218158 352193161535665_417913840_n_500x332ão Paulo Rodrigues e Pedro Alves que assim tiveram a oportunidade de ver o circuito Vasco Sameiro duma prespectiva diferente a que estão habituados,quando estão em pista com os Toyota Starlet.

 

PEDRO SILVA NO RALISPRINT

 

Pedro Silva alinha no Penha I Ralisprint

pedro silva_500x332

A cidade berço será palco neste próximo fim-de-semana de mais uma edição da Rampa da Penha prova do
Campeonato de Portugal de Montanha a cargo da Demoporto, que contará também com a primeira edição
do Penha I Ralisprint, prova englobada no Critérium de Ralis Norte.

O atual líder do Campeonato Regional Ralis Nordeste, Pedro Silva irá marcar presença com o seu habitual
Citroën Saxo. Para o piloto vimaranense a prova que já teve a oportunidade de fazer como Rampa
em 2010 “representou o cumprir de um sonho, pois desde criança me habituei a acompanhar a prova
com bastante entusiasmo. Este ano terei de novo a oportunidade de participar, desta vez em formato
Rallysprint, uma prova mais compacta que a Rampa, que penso que me irá agradar da mesma forma. Será
um prazer correr de novo "em casa", perante muitos amigos e conhecidos, que me darão um alento extra
para conseguir um bom resultado”, salientou Pedro Silva.

Depois dos problemas de motor sentidos no Rali de Mesão Frio, a prova em pisos de asfalto irá servir
também como um teste para efetuar mais alguns quilómetros no Citroen Saxo e ter um primeiro contato
com o mesmo depois da reparação no motor, para no Rali de Baião, ultima prova do campeonato,
poderem estar a 100% na defesa da liderança do Campeonato.

“Vamos aproveitar também para testar o carro, cujo motor foi recentemente aberto e reparado depois de
um problema ocorrido no Rali de Mesão Frio, averiguando desta forma se ficou a 100% para o que resta do
Campeonato Regional de Ralis - Nordeste, em que vamos tentar defender a liderança na última prova, o
Rali de Baião, no final de Novembro”, conluiu o piloto Vimaranense.

Apesar da prova se disputar no Sábado e Domingo, os concorrentes do Ralisprint apenas irão alinhar no
sábado, fazendo três especiais de classificação, previstas para as 14h00, 15h15 e 16h30.

 

ICONES DO AUTOMOBILISMO

 

JAGUAR LAND ROVER: ÍCONES DO AUTOMOBILISMO BRITÂNICO NO INOVADOR

SALÃO AUTOMÓVEL DE PARIS

 

A Jaguar Land Rover apresenta, esta noite, o modelo definitivo da Jaguar, F-TYPE, num
evento exclusivo no Museu Rodin, em Paris. De seguida, no Salão Automóvel de Paris, terá
lugar a apresentação pública mundial do Jaguar F-TYPE e do novo Range Rover.

JAGUAR:

O novo desportivo de dois lugares, em alumínio, vai ser revelado esta noite, num evento
exclusivo, no Museu Rodin em Paris.

O Jaguar F-TYPE representa o regresso da marca às suas raízes: um desportivo de
dois lugares, descapotável, focado nas prestações, agilidade e condução desportiva.

O Jaguar F-TYPE, todo em alumínio, representa a continuidade de uma linha desportiva
com mais de 75 anos e que inclui alguns dos desportivos mais bonitos, emocionantes e
cobiçados jamais construídos.
O F-TYPE faz a sua estreia mundial ao público em Paris no dia 27 de setembro.

LAND ROVER:

O novo Range Rover faz a sua estreia ao público no Salão Automóvel de Paris, no dia
27 de setembro.

O Range Rover é um dos veículos britânicos mais emblemáticos, ícone da história
do automobilismo e, para a Land Rover, tem sido um êxito contínuo desde o seu
lançamento, em 1970.

O novo Range Rover foi desenhado, desenvolvido e produzido integralmente no Reino
Unido.

É o primeiro SUV do mundo a utilizar uma carroçaria monobloco produzida integralmente
em alumínio. Pesa menos 420 kg do que o modelo anterior, melhorando o consumo e
reduzindo as emissões de CO2.

Esta será a primeira vez que um produto da Land Rover vai estar disponível com motor
diesel híbrido.

Coordenadas e horas do satélite:

1) Lançamento Jaguar F-TYPE (4ª feira, 26 setembro 2012):

Hora em Portugal: 18:45 - 19:45 h

EUROPA:

Satellite: Eutelsat 10A (10.00 Degrees East)

Transponder & Channel: EUTELSAT 10A B5 Lease Ch.A 900

Downlink Frequency: 11,126.8300Mhz

Downlink Polarity: Horizontal

Symbol Rate: 6.1113 MS/s

Modulation: DVB-S QPSK

MPEG: 4:2:0

FEC: 3/4

Video Standard: 625/PAL

APTN GVW B-Roll Feed (Global)


Feed 1: 22.00-22.15GMT
Feed 2: 03.00-03.15GMT (27 setembro)

2) Jaguar Land Rover - Salão Automóvel de Paris (5ª feira, 27 setembro 2012):

Hora em Portugal: 06:45 - 07:45 h

EUROPA:

Satellite: W3A / Eutelsat 7A ( 7.00 Degrees East )

Transponder & Channel: EUTELSAT 7A B6 Lease Ch.AB 18.00

Downlink Frequency: 11,131.3300

Downlink Polarity: Y

Symbol Rate: 14.24

Modulation: DVB-S2 8PSK

MPEG: MPEG2 420

FEC: 3/4

Video Standard: HD

APTN GVW B-Roll Feed (Global)


Feed 1: 1315-1330GMT
Feed 2: 1915-1930GMT

 

TODOSOS TRILHOS VÃO DAR A MANUGUALDE

 

3ª EXPO FEIRA TT

ENTRE 5 E 7 DE OUTUBRO

 

TODOS OS TRILHOS VÃO DAR A MANGUALDE

 

A emoção e o gosto pela aventura vão estar instalados durante três dias na
Praia Artificial de Mangualde. Um certame que pretende mostrar as diversas
vertentes do todo-o-terreno, num reabrir de portas a uma actividade que já teve
anos de ouro, mas que poderá vir a recuperar tradições.

Numa organização dos clubes “Dá Gás” e “Rodas no Trilho”, que contam
com o total apoio da Câmara Municipal de Mangualde, a 3ª edição da Expo
Feira TT de Mangualde pretende igualmente ser um meio excepcional para
divulgar alguns dos segredos e encantos de um concelho que vai dar acesso à
aventura num fim de semana prolongado.

O trial é uma das especialidades do TT que atrai sempre muito público. Uma
pista bem desenhada vai proporcionar espectáculo na 6ª Feira, dia 5 de
Outubro a partir das 14h00. Com um número de concorrentes limitado a 20
equipas. A organização dispõe de prémios monetários para os três primeiros
classificados.
A Navegação fica agendada para Sábado, enquanto os passeios TT e
também de BTT estão marcados para Domingo, dia 7 de Outubro.

Um vasto programa de actividades, uma pista de obstáculos à disposição dos
visitantes, uma animação específica dedicada a crianças, possibilidade de
parqueamento da viatura e local privilegiado para campismo dentro do recinto,
mesmo no areal da Praia Artificial de Mangualde.

Um programa a não perder no Concelho de Mangualde entre 5 e 7 de
Outubro.

 

 

Programa de Actividades

   6ª feira – 5 de Outubro 
 

Prova Especial Trial

09:00 h – Abertura do Secretariado e Inicio das Verificações
Técnicas

12:00 h – Encerramento das Verificações Técnicas

14:00 h – Inicio da Secção A – PET 1 e PET 2

16:00 h – Inicio da Secção B – PET 3 e PET 4

19:30 h – Cerimonia de Encerramento do Trial

Sábado – 6 de Outubro

           Prova Navegação

09:00 h – Abertura do Secretariado
  
10:00 h - Briefing e Formação de Navegação

12:00 h – Partida 1º Jipe para a Prova de Navegação

17:00 h – Fim da Prova de Navegação

 

19:00 h – Cerimonia de Encerramento da Navegação

ExpoTT -_Trial_1_500x332

Domingo – 7 de Outubro

Passeio TT 

08:30 h – Abertura do Secretariado

09:15 h – Briefing

09:30 h – Inicio do passeio TT

Passeio BTT 

08:30 h – Abertura do Secretariado

09:30 h – Inicio do passeio BTT

 

PRIMEIRAS IMAGENS DA TOYOTA EM PARIS

PRIMEIRAS IMAGENS DATOYOTA NO SALÃO DE PARIS

 

Eis as primeiras imagens dos modelos expostos no Salão Automóvel em Paris no espaço da Toyota,onde o grande destaque vai para o sport 430473 10151162253633563_237925504_n_500x332552601 10151162236053563_1159685303_n_500x332560310 10151162212413563_617181609_n_500x332185078 10151161440868563_903949693_n_500x332430157 505428109469740_1675826797_n_500x332protótipo,que venceu recentemente as 6 HOras de S.Paulo,conseguindo assim bater os dois Audi presentes.

 

MAIS IMAGENS DO PEUGEOT 208 GT

MAIS IMAGENS DO PEUGEOT 208 GT PARA RALIS

 

Maisalgumas imagens do novo 249495 472832769413904_1326997945_n_500x332424575 472832609413920_1575772551_n_500x332148805 472832726080575_1785325038_n_500x332598683 472832832747231_2888593_n_500x332301440 472832466080601_1280632053_n_500x332Peugeot 208 com destino aoMUnidal de Ralis.

 

 

 

 

SUZUKI TAMBÉM DEVERÁ APOSTAR

SUZUKI TAMBÉM DEVERÁ APOSTAR NO MUNDIAL DE RALIS

 

Também a Suzuki está a planear o regresso ao Mundial de Ralis,não se sabendo para já se isso se poderá concretizarem 2013,de qualquer das maneiras,a marca japonesa tem já pronto o novo Suzuki Swift Sport,que sera a arma desportiva da 556096 526367044044194_24858358_n_500x332marca.

 

MINI CHALLENGE NO BRASIL

 

Gaúchos esperam fazer história em Tarumã


Vitor Genz e Matheus Castro correm em casa e buscam primeira vitória na história do MINI Challenge na tradicional pista gaúcha

O Autódromo de Tarumã, localizado no município de Viamão (a 32 quilometros de Porto Alegre), um dos mais velozes e desafiadores circuitos do Brasil, está de volta ao calendário da Stock Car e, pela primeira vez em sua história, receberá uma etapa do MINI Challenge Cup, no próximo final de semana. A rodada tripla terá as corridas disputadas no sábado e no domingo (29 e 30/09), e o BandSports transmite ao vivo as duas corridas que encerram a programação.

A etapa será especial para dois pilotos do grid. Os gaúchos Matheus Castro e Vitor Genz, que correrão em casa pela primeira vez na temporada. Genz lidera o campeonato com 47 pontos de vantagem para o segundo colocado, José Mario de Castilho, e dependendo de uma combinação de resultados, pode até se sagrar campeão já neste final de semana.

"Aprendi a dirigir e pilotar em Tarumã. É um lugar muito especial. Todos aqui dizem que é uma pista que tem alma, todo mundo sente uma energia diferente quando pisa aqui. Temos corridas tradicionais aqui e poder correr em casa me deixa muito feliz, ainda mais podendo sair de lá com o título, dependendo de uma combinação de resultados para que isso aconteça. Meus amigos e familiares têm me mandado muita força para que eu alcance esse objetivo. Poder vencer alguma corrida aqui e conquistar o título realmente seria algo fantástico", comentou o líder do campeonato Vitor Genz.

Matheus Castro também tem sua história ligada ao circuito gaúcho. Foi em Tarumã que viu seu pai, Luis Alberto de Castro, o Castrinho, vencer inúmeras corridas, até resolver se tornar piloto. "Cresci praticamente na pista, vendo meu pai correr e foi em Tarumã que dei meu primeiro passo no automobilismo. A gente gostava muito de ver ele correndo lá. Tanto que meu irmão virou piloto e eu também. Corri no kartódromo por muitos anos, até que em 2005 estreei no autódromo de Tarumã, correndo de Marcas. Conheço bastante o traçado e acho que vou conseguir brigar pelas primeiras posições", comentou Matheus.

Confira a programação de pista para a etapa de Tarumã:

Sexta-feira (28/09)
09h10-09h40 - 1º Treino Livre
11h30-12h00 - 2º Treino Livre
14h40-15h10 - 3º Treino Livre
16h30-16h50 - Classificação

Sábado (29/09)
10h13 - Corrida 1
14h28 - Corrida 2

Domingo (30/09)
10h53 - Corrida 3
171204 268645_box8_web__500x332171204 268648_box16_web__500x332171204 268649_luba0227_web__500x332

 

NOVO DEPARTAMENTO DE MARKETING NA JAGUAR IBERIA

 

JAGUAR IBERIA APRESENTA A NOVA

ESTRUTURA DO DEPARTAMENTO DE MARKETING

 

A companhia aposta no pessoal interno com vasta experiência nas suas Marcas,
Jaguar e Land Rover, para ocupar posições de grande responsabilidade

Julio Casanova é nomeado Director de Estratégia de Clientes (CRM) Jaguar e Land
Rover Ibéria

Esther Valdés é a nova Directora de Marketing da Jaguar Ibéria

A Jaguar Ibéria reorganizou o seu departamento de Marketing no dia 1 de Setembro,
no seguimento do crescimento verificado pela companhia em Portugal e Espanha. Esta
reestruturação representa um grande desafio para dois elementos chave com grande
experiência na Jaguar Land Rover Espanha, Esther Valdés e Julio Casanova. Com estas
nomeações, a Jaguar Espanha torna-se mais forte e prepara-se para enfrentar com
sucesso os próximos lançamentos e produtos novos que a marca tem previstos para os
próximos anos.

Julio Casanova, ex-Director de Marketing da Jaguar Ibéria, com mais de 20 anos de
experiência na companhia (iniciou a sua carreira em 1991) passa a ocupar um novo
cargo de grande importância: Director de Estratégia de Clientes (CRM) para a Jaguar e
Land Rover. Terá como responsabilidade potenciar os pontos de contacto com clientes e
potenciais clientes, um cargo de importância vital, dado que ambas as marcas atribuem
um valor enorme à experiência dos clientes e ao serviço proporcionado, como elemento
diferenciador da Jaguar e da Land Rover.

Quanto ao cargo de Directora de Marketing da Jaguar, este passa a ser ocupado por Esther
Valdés, até então Responsável de Vendas para o Sul da Europa, que conta com mais
de 13 anos de experiência na Jaguar Land Rover Ibéria. Esther Valdés será responsável
pela concepção e implementação do plano de marketing da Jaguar durante os próximos
anos, com a missão de maximizar os resultados da marca face aos importantes desafios e
lançamentos previstos pela companhia.

Casanova e Valdés, irão reportar ao Director Geral de Marketing da Jaguar Land Rover
Ibéria, Oscar Oñate. O Director de Marketing da Land Rover, Juan Martín Quiñonero,
continuará, como até agora, a ocupar o seu cargo e a reportar a Oscar Oñate.

Oscar Oñate, Director Geral de Marketing da Jaguar Land Rover Ibéria, afirmou: “Este é
um momento chave para nossas marcas. Estão ambas a conseguir resultados muito bons,
tanto a nível internacional como em Espanha e queremos continuar a ser uma referência
no mercado automóvel. Por essa razão reorganizámos o Departamento de Marketing para
maximizar os nossos resultados e aproveitar ao máximo os nossos recursos internos. Nos
próximos cinco anos as nossas marcas irão apresentar numerosas novidades e, mais do
que nunca, necessitamos de profissionais que nos ajudem a atingir os nossos objectivos.”

 

JULIO CASANOVA - DIRECTOR DE ESTRATÉGIA DE CLIENTES (CRM)
JAGUAR LAND ROVER IBÉRIA

 

Técnico Especialista Automóvel e Mestrado em Gestão de Empresas pela Câmara
de Comércio de Madrid. Desenvolveu praticamente toda a sua carreira profissional
no sector Automóvel. Em 2000 é nomeado Chefe de Produto da Land Rover,
posição que ocupa até Janeiro de 2010 quando assume a Direcção de Marketing
da Jaguar Espanha e Portugal. No passado 1 de Setembro de 2012 assumiu a
Direcção de Estratégia de Clientes (CRM) para Jaguar e Land Rover Ibéria.

 

ESTHER VALDES – DIRECTORA DE MARKETING DA JAGUAR IBÉRIA

Esther Valds_Directora_Marketing_Jaguar_Iberia_500x332Julio Casanova_Director_de_Estrategia_de_Clientes_Jaguar_Land_Rover_Iberia_500x332

Licenciada em Direito pela Universidade Complutense de Madrid, com um ano
cursado na Universidade de Rouen em França. Esther Valdés desempenhou o
cargo de Responsável de Vendas para o Sul da Europa, da Jaguar Land Rover
a nível Europeu. Antes de iniciar o seu percurso profissional no Reino Unido,
desempenhou diversas funções na Jaguar Espanha, entre as quais se destaca
3 anos como Responsável Regional de Vendas da Jaguar, pelo que conta com
mais de 13 anos de experiência na companhia e mais de 2 anos de experiência
profissional desenvolvida noutros sectores como cosmética, direito, etc.

 

NOVA ARMA DA FORD PARA 2013

NOVA ARMA DA FORD PARA 2013

 

Embora nada esteja ainda confirmado,a Ford já tem preparado o seu carro com que pretende disputar o Mundial  de Ralis de 2013,um Fiesta com um novo looking, não se sabendo para já quais serão as especificações 541269 10151103331178591_1748673260_n_500x332técnicas.

 

 

NOVO BENTLEY GT 3

NOVO BENTLEY GT 3

 

Eis mais uma nova máquina que irá ingressar nas pistas em 2013, sendo assim mais um construtor a participar nas provas do Mundial de GT,não se sabendo quais as equipas que irão correr com este carro,para além de quem serão os pilotos que os irão 227985 10151147194749404_1167512202_n_500x332402689 473408389356577_1301191787_n_500x332conduzir.

 

MERCEDES TROPHY WORLD FINAL

 

MercedesTrophy World Final 2012 – Resultados
finais

 

Com um total de 195 pontos, a Ásia Oriental foi a equipa vencedora da final do

MercedesTrophy, seguida pelo Reino Unido com 193 pontos e a Holanda com um

total de 191 pontos.

33 equipas de todo o mundo, cada uma delas com três jogadores, viajaram até

Estugarda, entre os dias 13 e 18 de setembro de 2012, para decidir a melhor

equipa nacional e o melhor jogador individual deste ano. O vencedor deste ano

da Taça das Nações foi a equipa da Ásia Oriental, com um total de 195 pontos.

Em segundo lugar ficou a equipa do Reino Unido, com 193 pontos, seguida pela

equipa da Holanda, com 191 pontos. O Team Spirit Award, cujo vencedor foi

selecionado pelos próprios participantes, foi entregue pelo embaixador da marca

Franz Beckenbauer à equipa da África do Sul.

Na classificação individual, os seguintes jogadores ganharam a MercedesTrophy

World Final: com 63 pontos, Guy Sawyer do Canadá conseguiu a melhor

classificação global. Com 72 pontos, José Ressurreição de Portugal teve o

melhor resultado na Categoria A. Na Categoria B, Hak Hyun Jung da Coreia,

com 75 pontos, e Wouder de Ruiter da Holanda recebeu as honras da Categoria

C com um total de 73 pontos.

“Para nós, o MercedesTrophy é um componente essencial do nosso

envolvimento internacional no golfe. Convidamos clientes e amigos da marca

MTWF-2012 VS49600_500x332MTWF-2012 VS49602_500x332MTWF-2012 VS49618_500x332

para a nossa sede em Estugarda e oferecemos-lhes uma experiência única ao

mesmo tempo exclusiva”, disse Lüder Fromm, responsável de Global Marketing

Communication Mercedes-Benz Cars. “Em nome da Mercedes-Benz, gostaria

de felicitar os vencedores deste ano pelo seu desempenho extraordinário, e

expressar os meus agradecimentos a todos os participantes.”

Para além das atividades desportivas, os finalistas do MercedesTrophy tiveram

a oportunidade de visitar o Museu Mercedes-Benz, tendo ainda a possibilidade

de uma visita guiada à fábrica da Mercedes-Benz em Sindelfingen e ensaios de

condução na Mercedes-AMG com modelos atuais, incluindo o SLS AMG, o ML

63 AMG e o SL 63 AMG. A cerimónia de entrega de prémios coincidiu também

com a apresentação do Concept Style Coupé, cujo lançamento está agendado

para o próximo ano.

O embaixador da Laureus Alemã, Axel Schulz, envolveu todos os participantes

na competição especial “Nearest to the Pin”, cujos donativos foram recolhidos

para a Fundação Laureus Sport for Good. Na qualidade de membro fundador,

a Mercedes-Benz está particularmente envolvida no apoio a esta fundação.

Por exemplo, para além do que foi conseguido na MercedesTrophy World

Final, todos os donativos recolhidos durante os torneios de qualificação do

MercedesTrophy que tiveram lugar em todo o mundo são destinados igualmente

à Fundação Laureus Sport for Good.

Na competição “Drive to The Major”, que foi disputada no primeiro dia do torneio,

os participantes tiveram a oportunidade de ganhar uma viagem ao “The Open

Championship 2013” e um lugar no torneio de qualificação para o “Monday After

Event”.

 

DIVERSOS - BRASIL

 

Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade desembarca em Atibaia neste final de semana

Etapa no interior de São Paulo contará pontos também para o torneio estadual

171155 268489_ulisses_foto_josemariodias_web__500x332171155 268490_xrc_2_web__500x332171155 268491_paulista_web__500x332 Após duas etapas no interior gaúcho (Erechim e Passo Fundo), o Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade terá seu prosseguimento neste final de semana, com a realização do terceiro rally na temporada, que acontece na cidade de Atibaia, localizada no interior do Estado de São Paulo. A prova valerá pontos também para o torneio estadual da modalidade.

A edição 2012 do Rally de Atibaia terá um total de 315 quilômetros, sendo que 146 deles são referentes às quatro especiais (Guaxinduva, Ressaca, Bairro dos Pires e Vitória Régia), que serão disputadas entre o sábado e o domingo em um terreno de terra batida e cascalho. As especiais Guaxinduva e Ressaca têm distâncias semelhantes: aproximadamente 26 quilômetros. Antes, na sexta-feira, serão realizados o reconhecimento das especiais, as vistorias técnicas, o shakedown, briefing e a secretaria da prova.

Até esta terça-feira (25), 41 equipes, divididas entre as categorias do certame estadual e as quatro categorias do torneio nacional (XRC, 4x4, 4x2 Super e 4x2), haviam confirmado participação na prova. Entre as categorias do Campeonato Brasileiro, aquela com o maior número de inscritos até o momento é a 4x2 Super, com dez equipes.

Um dos participantes confirmados é Maurício Neves, que mais uma vez correrá com um XRC, modelo de carro que ajudou a projetar. O piloto espera repetir o feito de Passo Fundo, onde foi o mais rápido entre todos os carros em uma das especiais:

"Nós estamos ansiosos. Esse é o 1º ano do carro, que vem evoluindo a cada prova. Nossa expectativa é repetir o resultado conquistado em Passo Fundo, na última etapa, aonde conseguimos vencer a prova."

Neves, ao lado do navegador Carlos Henrique "KZ" Morales, lidera o campeonato na categoria XRC, com 25 pontos, sete pontos a frente de Alexandre Figueiredo e Andrey Karpinski, vice-líderes do torneio. Na 4x4, os melhores até o momento são Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut, com 38 pontos, 13 a mais em relação aos vice-líderes Juliano e Rafael Sartori. Entre as equipes da categoria 4x2 Super, Fábio Dall’Agnol e Gabriel Morales são os líderes, com 37 pontos, 4,5 a frente da dupla segunda colocada, formada por Luccas Arnone e Felipe Araújo Costa. Por fim, na 4x2, os melhores do campeonato até o momento são Vanderlei Carminatti e Róbson Giacomel, com 27 pontos, apenas 3,5 de vantagem em relação as duplas formadas por Gabriel e Vítor Boff, e Marco Malucelli e Guilherme Trombini, que estão empatados na segunda posição.

As equipes interessadas em participar do Rally de Atibaia poderão fazer a inscrição para a prova até está quinta-feira (26). 

 

TOQUE IMPEDE VITÓRIA

 

“Toque impediu vitória da Competisport”

mota 1_500x332
Não correu em pleno a prova da Competisport no Rally Centro de
Portugal, a quinta jornada do Campeonato Regional Ralis Centro e
terceira da Taça de Portugal de Ralis.
Luís Mota e André Mota entraram algo cautelosos pois essencialmente
o primeiro troço estava muito sujo e propicio a saídas de estrada.
Mas troço a troço a equipa evoluiu bastante o seu ritmo e estiveram em
luta pela vitória no regional até à última PEC, onde vieram a dar um
toque e perder algum tempo, acabando o rali na segunda posição a
apenas dois segundos do vencedor.
Com a parte competitiva do Regional já terminada, só faziam as 4
primeiras especiais, a dupla do Mitsubishi EVO IV centrava-se agora na
Taça de Portugal de Ralis, mas devido ao toque que afetou o turbo,
rodaram na 5ª PEC num ritmo lento, perdendo muito tempo, e a 3ª
posição que ocupavam até aí no rali. Resolvido o problema na
assistência, o último troço foi muito para a equipa que fez um grande
crono e recuperou até à 6ª posição da geral.
Em termos de Campeonato Regional Ralis Centro, tudo ainda está em
aberto, ficando a questão do título regional adiada para o Rallye de
Mortágua.
Luís Mota e Alexandre Ramos prosseguem com o Rallye de Loulé no
mês de Outubro, prova do Campeonato Open de Ralis.

 

PORSCHE - CONFERENCIA DE IMPRENSA

 

Porsche Conferência de Imprensa ao vivo de Paris

 

 Esportes fabricante de automóveis Porsche está apresentando duas estreias mundiais no Salão Automóvel de Paris 2012 (29 setembro - 14 outubro): O novo 911 com tração nas quatro rodas pode ser visto nas versões 911 Carrera Carrera 4 e 4S 911 - cada um como um Coupé e Cabriolet. Porsche está apresentando Diesel do Cayenne S, que é o modelo diesel mais potente no segmento SUV. Outro destaque do produto Porsche será o centro das atenções no desfile deste ano do motor também.

Dr. Ing.. H.C. F. Porsche AG convida você para participar de sua conferência de imprensa em 27 de setembro de 2012 às 09:20 hora local, a área mostra Porsche (Pavilhão 4, Allée A, Stand 106). A conferência de imprensa também será transmitido ao vivo pela Internet (www.porsche.com / Paris) e via satélite.

Europa / Oriente Médio - HD transmissão ao vivo
Satélites: Eut7A - no 7 ° do Leste
Txp. F1 - Canal 1-2
18MHz ranhura ku
Downlink Frequência: 12.550,700 MHZ
Downlink Polarização: horizontal (X)
Codificação: MPEG2 / 04:02:02 / DVB-S2 / 8PSK modulação com rolo 25% de desconto
SR 14,400 msym / seg
FEC tecla 3/4 claras - off-piloto
Padrão de vídeo: 1080i / 50Hz; alimentação HD
Áudio: Ch 1: mix show original
Cap. 2: guia comentário Inglês

EUA / Canadá / América do Sul Oriente Médio - HD transmissão ao vivo
Satélites: IS-9 em 302 ° do Leste (ou 58 ° Oeste)
Txp. 13C - Canal inferior 18MHz banda C-slot
Downlink Frequência: 3951.000 MHz
Downlink Polarização: vertical (Y)
Codificação: MPEG2 / 04:02:02 / DVB-S2 / 8PSK modulação com rolo 25% de desconto
SR 14,400 msym / seg
FEC tecla 3/4 claras - off-piloto
Padrão de vídeo: 1080i / 59.9Hz; alimentação HD
Áudio: Ch 1: mix show original
Cap. 2: guia comentário Inglês

Oriente Médio / Ásia / Austrália - HD transmissão ao vivo
Satélites: 5 - ASIASAT em 100,5 ° Leste
Txp. C14H - Canal 3 +4 18MHz banda C
Downlink Frequência: 4169.000 MHz
Downlink Polarização: horizontal (X)
Codificação: MPEG2 / 04:02:02 / DVB-S2 / 8PSK modulação com rolo 25% de desconto
SR 14,400 msym / seg
FEC tecla 3/4 claras - off-piloto
Padrão de vídeo: 1080i / 50Hz; alimentação HD
Áudio: Ch 1: mix show original
Cap. 2: guia comentário Inglês

 

GOODYEAR MOSTRA TECNOLOGIA AMT

 

Goodyear mostra a sua tecnologia AMT para pneus de
camião na IAA

 

A tecnologia da Goodyear pode ajudar a poupar combustível e reduzir o nível de
emissões de CO2; tendo o potencial de melhorar o desempenho do pneu e eliminar a
necessidade de intervenção externa no caso da pressão da insuflação

Bruxelas/Hanôver, 19 de Setembro, 2012 – Ao longo do último ano, os investigadores da Goodyear

Tire & Rubber Company têm estado a trabalhar numa nova aplicação da Tecnologia de Manutenção

da Pressão de Ar (AMT) que pode ajudar a poupar combustível e reduzir as emissões de CO2

e melhorar o desempenho e eliminar a necessidade de uma intervenção externa na pressão da

insuflação. A aplicação comercial da Tecnologia de Manutenção da Pressão de Ar da Goodyear

será apresentada na Feira IAA 2012, que se realizará em Hanôver, na Alemanha, de 20 a 27 de

Setembro, no expositor B22 no Pavilhão 12.

O mecanismo da Tecnologia de Manutenção da Pressão de Ar da Goodyear permite aos pneus

manterem uma pressão constante e ótima sem o uso de bombas externas, intervenções eletrónicas

ou dos condutores. A insuflação apropriada dos pneus pode originar uma melhoria da economia do

combustível, prolongamento da duração do rasto e melhoria do desempenho dos pneus.

Os clientes podem receber as seguintes vantagens dos pneus com a Tecnologia de Manutenção da

Pressão de Ar ativada:

Melhoria da economia do combustível

Manter a pressão adequada dos pneus é um aspeto chave no segmento de camião. Estima-se que

por cada 0,5 bar (50 kPa) perdido na pressão dos pneus, existe uma perda de 1 por cento1 em km

por litro.

Goodyear (2003). Secção 10: Factores que afectam a economia do combustível nos camiões. Manual de Serviço de Recauchutagem de
Pneus e Radiais para Camião, páginas 64-81.

Press Release

Embora 1 por cento possa parecer insignificante, traduz-se num custo superior a 735 € em

combustível para um proprietário de camiões. Este cálculo foi feito com base num veículo com um

consumo de combustível de 35 litros/km, que percorre 150 mil km por ano, estando o preço de

combustível a € 1,402.

Prolongamento da duração do rasto

Espera-se que o sistema AMT desempenhe um importante papel no prolongamento da duração do

rasto no mercado dos pneus de camião. Os pneus que andam com uma pressão de 10 por cento a

menos do necessário diminuem a duração do rasto em 9-16 por cento3. Ao utilizar a Tecnologia de

Manutenção da Pressão de Ar da Goodyear, os operadores de frotas de camiões podem alcançar o

potencial completo da quilometragem dos seus pneus.

Desempenho otimizado

Os custos relacionados com os pneus constituem o tema principal para os operadores de frotas de

camiões, sendo que praticamente 50% de todas as avarias de camiões e atrelados envolvem os

pneus de alguma maneira4.

Os pneus devidamente insuflados são também necessários para a manutenção de um desempenho

de manuseamento do veículo a níveis ótimos. A sub-insuflação significa menos pressão distribuída

uniformemente sobre a estrada. Reduz também a área do rasto em contacto direto com a estrada e

pode ter um impacto na integridade do invólucro do pneu, que é um aspeto chave do processo de

recauchutagem.

Os camiões comerciais constituem um desafio diferente para o sistema AMT visto que os pneus são

maiores, têm pressões de insuflação superiores, percorrem distâncias maiores e transportam cargas

muito mais pesadas. Os pneus comerciais operam com uma

pressão de ar superior, normalmente 850 kPa para pneus comerciais vs. 250 kPa para pneus de

consumidores. Em termos de requisitos de desempenho, isto constitui um desafio muito maior para

o sistema da bomba. A duração de um pneu comercial para camiões é frequentemente prolongada

Kotanides Jr., J. (2012).
Estatística de acordo com “The High Cost of Low Tire Pressure” (O Elevado Custo da Baixa Pressão nos Pneus) de Mark S. Kuhar
4 American Trucking Association (Associação Americana de Camionagem), (2008). Tire Pressure Monitoring and Inflation (Monitorização e
insuflação da pressão dos pneus). Heavy Duty Trucking Magazine.

Press Release

por meio de recauchutagem. O sistema AMT para camiões comerciais está a ser concebido para

funcionar após o processo de recauchutagem.

“Achamos que a aplicação da Tecnologia da Manutenção da Pressão de Ar para pneus de veículos

comerciais não só melhora o desempenho do pneu, mas fornece também poupanças dos custos aos

proprietários e operadores de frotas ao longo de toda a duração do rasto do pneu bem como uma

maior economia de combustível” declarou o CTO (Director Técnico), Jean-Claude Kihn. “O progresso

que continuamos a fazer com esta tecnologia é deveras encorajador. Esperamos prosseguir com os

testes deste conceito.”

Os engenheiros do Centro de Inovação da Goodyear em Akron, no estado de Ohio, nos EUA,

são creditados com o desenvolvimento da aplicação comercial deste conceito e da tecnologia de

suporte. Os pneus protótipo foram produzidos na fábrica de Topeka da Goodyear, sita no estado do

Kansas, nos EUA, e rigorosos testes de validação confirmaram que o mecanismo de bombagem do

sistema AMT funciona. Está prevista a realização de um extenso teste de frotas com vista a recolher

informações sobre o mundo real dos clientes.

Uma bolsa de $1.5 milhões do Gabinete do Departamento de Energia (DOE) dos Estados Unidos

a Tecnologia de Veículos está ajudar a acelerar a pesquisa, desenvolvimento e demonstração

do sistema AMT para pneus de veículos comerciais. Uma bolsa do governo luxemburguês para

pesquisa e desenvolvimento continuará a ajudar a financiar os esforços da Goodyear na pesquisa e

desenvolvimento do sistema AMT para pneus de consumidores.

Sobre a Goodyear

Goodyear é uma das maiores empresas de pneus do mundo. Emprega aproximadamente 72 mil pessoas e fabrica os seus produtos em 53

instalações em 22 países em todo o mundo. Os seus dois Centros de Inovação em Akron, Ohio e em Colmar-Berg, Luxemburgo procuram

desenvolver produtos topo de gama e serviços que estabelecem a norma em termos de tecnologia e desempenho para a indústria.

A gama de pneus da Goodyear Dunlop Europa para veículos comerciais, autocarros e camiõe inclui mais de 400 pneus diferentes

abrangendo mais de 55 tamanhos. Muitos dos principais fabricantes de veículos comerciais mundiais usam pneus Goodyear como

norma, incluindo a DAF, Iveco, MAN, Mercedes-Benz, Renault Trucks, Scania e Volvo. A Goodyear fornece também pneus para todos os

principais fabricantes de atrelados. A Goodyear fornece a mais ampla gama de serviços dedicados na indústria através do serviço Fleet

First, que inclui a rede de serviço TruckForce, o serviço de assistência em viagem ServiceLine 24h, o serviço Mobility, o sistema de gestão

pela Internet FleetOnlineSolutions e o serviço Goodyear Retread Technologies.

 

NUNES SOMA E SEGUE

 

Daniel Nunes soma e segue no Regional Centro

nunes 1_500x332nunes 2_500x332
Foi um fim semana muito produtivo para o Team Rodinunes – Daniel
Nunes/ Rui Raimundo no Rallye Centro de Portugal que teve palco
na Marinha Grande.
A dupla só conseguiu confirmar a sua presença mesmo em cima do
rali, com o Mitsubishi EVO VI a ficar pronto na sexta-feira, eles que
estão em luta pelo título no Campeonato Regional Ralis Centro.
A prova acabou por correr em pleno com a equipa a conseguir o
grande objetivo de vencer no Campeonato Regional Ralis Centro e
continuar assim numa boa posição para lutar pelo título. Daniel
Nunes venceu duas das quatros especiais do regional, garantindo
uma margem que lhe permitiu obter mais um merecido triunfo.
Na Taça de Portugal acabaram também por ser uma boa surpresa,
apesar de serem obrigados a centra-se sempre no regional Centro.
Acabaram por rodar muito perto do líder, mas o tempo perdido na
terceira PEC devido a uma saída, não lhe permitiu lutar pela vitória.
Nos difíceis troços em S. Pedro de Moel, acabaram por vencer as
duas passagens, o que revela que tinham argumentos para terem
lutado pela vitória.
No final, e apesar de terem conseguido recuperar o tempo perdido
no inicio do rali, a equipa veio a concluir as seis especiais de
classificação na segunda posição da Taça de Portugal de Ralis.
“O balanço é super positivo, melhor era impossível. À saída de casa
o objetivo era a vitória no centro, e essa voltou a casa como objetivo
cumprido.
Na Taça fomos fortes, mas uma saída de estrada condicionou o
resultado final, mas o segundo lugar e as vitórias em dois dos

 

seis
troços foi a cereja em cima do bolo.
Mais uma vez contamos com os nossos melhores parceiros, ENI e
Kumho deixando ainda um agradecimento especial á equipa de
mecânicos a cargo da J.F.Lima Carlos que fizeram um trabalho
excelente durante a semana para porem o carro a pronto a tempo e
horas para o rali”, concluiu Daniel Nunes.
Daniel Nunes e Daniel Amaral prosseguem com o Rallye de Loulé
2012

 

PEUGEOT NO MUNDIAL DE RALIS?

PEUGEOT NO MUNDIAL DE RAlIS

 

Nos bastidores  internacionais comenta-se com uma certa insisitência que a Peugeot poderáparticipar no Mundial de Ralis de novo.A arma já existe, trata-se do novo Peugeot 208 GT,e que estará em destaque nos próximos dias no Salão Automóvel de Paris.Por outro lado,fala-se também que o 208 poderá ser entregue a equipas privadas,que funcionarão num sistema semi-oficial,e que poderão participar já em 2013 no Mundial  de Ralis,para além de outras provas do IRC e outros cam408270 418512628208404_249538114_n_500x332peonatos.

 

PROVA PARA ESQUECER

 

Carlos Fernandes com prova para esquecer

carlos fernandes_1_500x332
Não correu da melhor forma a prova da dupla de Sintra Carlos Fernandes e
Daniel Amaral no Rallye Centro de Portugal, a terceira ronda da Taça de
Portugal de Ralis.
A equipa do Citroën C2 ocupava a segunda posição na competição e neste
desafio a sua principal luta era vencer entre os carros de duas rodas motrizes.
Mas desta feita a sorte não esteve com a dupla que teve uma prova para
esquecer, acabando por desistir perto do final da primeira especial.
Como nos salienta o Vencedor do Desafio Modelstand 2011, “Vai ser uma
prova para esquecer, pois definitivamente não tivemos sorte. Devido à
paragem do troço, arrancamos com os pneus frios, e passados duas curvas do
inicio do troço, fizemos logo um pião. O troço estava muito sujo e o carro
estava também inguiável, e fomos tendo um ou outro susto que nos foram
desconcentrando e numa esquerda o carro saiu um pouco de frente, alargou a
trajectória e quando pensei que já estava controlado, apanhamos o sujo da
berma da estrada e o carro acabou por ficar fora de estrada e não conseguimos
sair dali, pelo que tivemos que desistir.
Vamos tentar perceber o que esteve de errado para em Mortágua tentarmos
voltar aos bons resultados, vamos testar com o carro e fazer mais quilómetros
de forma a conseguir um melhor conhecimento do carro”.
Carlos Fernandes e Daniel Amaral prosseguem com o Rali de Mortágua nos
dias 19 e 20 de Outubro

 

AVANÇADAS TECNOLOGIAS NO MAZDA

 

Avançadas Tecnologias de Segurança
i-ACTIVSENSE para o novo Mazda6


 A Mazda Motor Corporation irá dar destaque às
tecnologias i-ACTIVSENSE no novo Mazda6, modelo que será o centro das atenções da edição
deste ano do Salão Automóvel de Paris e que vai estar à venda mais tarde no presente ano. O
sistema i-ACTIVSENSE representa uma série de avançadas tecnologias de segurança concebidas
pela Mazda para ajudar o condutor a identificar situações de risco, evitar colisões e reduzir os danos
em caso de o acidente não poder ser evitado. O novo Mazda6 vai estar equipado com toda a gama
tecnológica i-ACTIVSENSE, oferecendo um excelente desempenho ao nível da segurança em todas
as condições de condução.
Na Mazda, a pesquisa e o desenvolvimento ao nível das tecnologias de segurança são a base da
filosofia de segurança da empresa – “Mazda Proactive Safety” – que tem como objectivo minimizar
o risco de acidente, maximizando as condições de segurança em que o condutor pode operar o
veículo.
O sistema Mazda i-ACTIVSENSE representa um alargado leque de tecnologias de segurança,
desenvolvidas em conjunto com o “Mazda Proactive Safety”, que fazem uso de vários dispositivos
de detecção como radares e câmaras. Nelas incluem-se sistemas de segurança activa, que ajudam
o condutor a reconhecer potenciais situações de risco, e também tecnologias de segurança pré-
colisão, que ajudam a evitar os acidentes ou a reduzir a sua severidade em situações que se mostre
ser impossível evitá-las.

Mazda6 Wagon_2012_500x332
A avançada tecnologia de segurança i-ACTIVSENSE da Mazda 


O objectivo final do “Mazda Proactive Safety” é obter uma cond

 

condução sem acidentes. No
caminho deste ideal, a Mazda irá continuar a expandir a sua pesquisa e desenvolvimento de
tecnologias de segurança, a fim de garantir aos clientes prazer de condução e excepcionais níveis
de desempenho ambiental e de segurança.
Quadro das tecnologias i-ACTIVSENSE
Apoio à
Condução
Mazda Radar Cruise
Control (MRCC)
Avalia a velocidade relativa e a distância para o carro da frente e
trabalha com um leque de velocidades definido que permita
manter uma distância segura, aliviando parte do ónus do condutor
em condução em auto-estrada.
Suporte para
Reconhecimento
de Perigos
Front Obstuction
Warning (FOW)
Detecta veículos à frente e alerta o condutor para o risco de
colisão em caso de aproximação, garantindo uma antecedência
suficiente que permita ao condutor travar ou fazer uma manobra
evasiva.
Lane Departure
Warning System
(LDWS)
Detecta as marcações gráficas na superfície do piso e adverte
em caso de uma eminente e involuntária mudança de faixa.
Rear Vehicle Monitoring
(RVM)
Detecta veículos no “ângulo motor” do espelho, surjam eles de
qualquer dos lados do veículo, ou pela traseira, alertando o
condutor para potenciais riscos.
High Beam Control
System (HBC)
Detecta o trânsito vindo do lado contrário e os veículos que
seguem à frente, ajustando automaticamente a altura dos faróis,
melhorando a visibilidade de noite, evitando potenciais
acidentes.
Adaptive Front Lighting
System (AFS)
Auxilia a condução segura à noite, activando as luzes com base
no ângulo de viragem da direcção e a velocidade do veículo, para
maximizar a iluminação e visibilidade em curvas e cruzamentos

Antecipação de
Colisões / Apoio
à Redução de
Danos
Smart Break Support
(SBS)
Ajuda a reduzir a violência de uma colisão, aplicando
automaticamente a travagem quando o risco de colisão frontal é
detectado, a velocidades iguais ou superiores a 15 km/h.
Smart City Break
Support (SCBS)
Pára o veículo automaticamente ou reduz a sua velocidade
quando existe risco de colisão com o veículo da frente, quando
se circula a velocidades entre os 4 e os 30 km/h. Isto ajuda o
condutor a evitar ou a reduzir a severidade do acidente.
Distance Recognition
Support System (DRSS)
Determina a distância para o veículo da frente e, tendo em
conta a velocidade, indica o tempo que o automóvel levará a
apanhar esse veículo.

 

RIBEIRO E CARVALHO COM SABOR A POUCO

 

“Resultado final soube a pouco”
A Marinha Grande foi palco de mais uma prova do Campeonato de Portugal de Ralis e da
Taça de Portugal de Ralis, em mais uma edição do Rallye Centro de Portugal.
Para a dupla da MR Team, Daniel Ribeiro/Jorge Carvalho o balanço final acaba por ser
positivo, mas o resultado final soube a pouco, pois a equipa sentiu que podiam ainda ter ido
mais além.
No presente ano, o grande objetivo do Team é desenvolver o Opel Corsa OPC, quer no
asfalto, quer nos pisos de terra, pelo que prova a prova a Monteiros Competições têm feito
um excelente trabalho.
O rali em pisos de asfalto acabou por não começar bem. Como nos salienta o piloto de Fafe
“os 4 troços iniciais não eram de todo do nosso agrado. Tinham partes muito sujas, passavamos mais tempo em terra do que em asfalto e além disso tinham excesso de cruzamentos na
qual quebrávamos muito o ritmo de prova e fazia-nos perder concentração. Não apostei na
escolha de pneus mais indicada e o carro era difícil de guiar, e para ajudar a meio do troço
de Carnide tivemos um problema de travões na qual a travagem do carro estava uma grande
percentagem nas rodas traseiras, onde logicamente era difícil consegui fazer nestas
condições melhores tempos, acabando mesmo por não evitarmos uma ligeira saída de
estrada e um pião”.
Com a vinda à assistência, o problema foi prontamente resolvido, com Daniel Ribeiro e Jorge
Carvalho a partirem para as duas últimas especiais bem mais motivados.
“Chegamos à assistência e graças ao esforço dos nossos mecânicos os problemas do carro
foram resolvidos. Entramos muito mais motivados e num traçado na qual adoramos,

tentamos recuperar o tempo perdido. O ambiente dentro do Opel Corsa OPC nas duas
passagens pelo mesmo troço foi fantástico, pois eu e navegador estávamos determinados a
fazer o melhor possível, onde conseguimos fazer tempos nos 3 primeiros e recuperar tempo
perdido para o piloto que estava à nossa frente entre os carros de duas rodas motrizes”,
concluiu Daniel Ribeiro.
No Final, a equipa veio a terminar o rali na 5ª posição da Taça, segundo entre os carros de
apenas duas rodas motrizes.
Apesar de tudo ter terminado da melhor forma, a equipa teve ainda uma situação bastante
caricata que os podia ter prejudicado e muito o seu rali, já que logo na primeira ligação
foram mandados parar por uma autoridade, onde logicamente começaram a implicar que o
carro não podia circular na via publica e que dali o carro já não saía. Só ao fim de muita
insistência por parte da equipa a tentar explicar que estavam inseridos numa prova
desportiva, conseguiram prosseguir, chegando ao controle horário já no seu limite horário.
Uma situação a rever pela organização, pois aqui foi notório a falta de conhecimento por
todas as autoridades da região de que se estava ali a realizar uma prova desportiva.daniel ribeiro_2_500x332

 

GOODYEAR LEILOA CAMIÃO LEGO

 

Um dos modelos do Stand do IAA vai ser vendido no eBay e as vendas revertem para uma
instituição de beneficência de cuidados de saúde a condutores

Goodyear leiloa um camião LEGO à escala 1:1 para fins
solidários

A Goodyear construiu um camião em LEGO futurista, a uma escala 1:1, para o Salão Internacional

do Automóvel (IAA) de 2012, que se realiza em Hanôver, de 20 a 27 de Setembro. Este modelo

único vai ser leiloado no eBay, entre 19 a 29 de Outubro, 2012, a favor de uma iniciativa

responsabilidade social a favor de condutores de veículos comerciais europeus, a DocStop for

Europeans e.V. O gigantesco modelo foi autografado pelo reconhecido artista alemão, o 'Rei de

Maiorca', Jürgen Drews, que apoia a DocStop.

O camião de LEGO da Goodyear é um dos objetos únicos, que os visitantes podem ver no

Salão Internacional do Automóvel (IAA). Com 2,5m de largura, 3,5m de altura, cerca de 2,5m de

comprimento e com 740 kg, é um dos maiores modelos LEGO do mundo. Foi construído com cerca

de 250 mil peças LEGO, e um total de 410 horas investidas no planeamento e construção do camião.

Após a exposição, o modelo que possui pneus Goodyear Marathon LHSII+, será disponibilizado

para venda no mercado online de maior dimensão a nível mundial, o eBay (www.ebay.de e http://

pages.ebay.de/starsandcharity/). O leilão no eBay, do camião da Goodyear, tem a duração de 10

dias, de 19 a 29 de Outubro, 2012. Todo o dinheiro angariado será doado pela Goodyear à DocStop,

uma instituição que oferece cuidados médicos aos condutores em viagem. O objetivo é fornecer a

todos os condutores de camiões na Europa acesso rápido e fácil a um médico, quando necessitem.

Entre os apoiantes desta iniciativa encontra-se o artista alemão, Jürgen Drews. Jürgen Drews,

conhecido como o 'Rei de Maiorca', que assinou o camião LEGO no expositor da Goodyear durante o

Salão Internacional do Automóvel (IAA).

"Tenho um enorme prazer em apoiar a Goodyear com este leilão de beneficência a favor da

DocStop. Não é fácil para os condutores de camiões e autocarros obterem ajuda médica quando

Press Release

estão a trabalhar longe de casa", declarou Jürgen Drews quando assinava o camião LEGO em

Hanôver.

"Estamos decididos de uma maneira consciente em apoiar a DocStop através deste leilão. Os

condutores são o maior bem da indústria de transportes, pois são eles que asseguram que as

mercadorias chegam do ponto A ao ponto B a horas todos os dias. Infelizmente, os cuidados

médicos nem sempre são uma garantia em viagem, especialmente quando um condutor viaja para o

estrangeiro. Graças à DocStop, os condutores profissionais têm agora um ponto de contacto através

do qual podem obter assistência médica. É óbvio que estamos muito contentes em apoiar esta

organização", afirmou Rupert Kohaupt, Director da Divisão de Pneus Comerciais, Goodyear Dunlop

Tires Germany GmbH.

Graças à DocStop, os condutores de camiões e autocarros europeus que precisem de assistência

médica podem conduzir diretamente com os seus veículos até um parceiro DocStop (consultório

médico, hospital) ou deixar o veículo num parque e dirigir-se até um médico na área em questão.

Quase todos os médicos participantes concordaram em receber os condutores profissionais com

um tempo de espera reduzido. Os condutores devem ligar para o número +49 (0)1805 112 024 ou

consultar o site www.DocStop-online.eu para obterem mais informações sobre o parceiro DocStop

mais próximo.

 

Sobre a Goodyear

 

Goodyear é uma das maiores empresas de pneus do mundo. Emprega aproximadamente 72 mil pessoas e fabrica os seus produtos em 53

instalações em 22 países em todo o mundo. Os seus dois Centros de Inovação em Akron, Ohio e em Colmar-Berg, Luxemburgo procuram

desenvolver produtos topo de gama e serviços que estabelecem a norma em termos de tecnologia e desempenho para a indústria.

A gama de pneus da Goodyear Dunlop Europa para veículos comerciais, autocarros e camiõe inclui mais de 400 pneus diferentes

abrangendo mais de 55 tamanhos. Muitos dos principais fabricantes de veículos comerciais mundiais usam pneus Goodyear como

norma, incluindo a DAF, Iveco, MAN, Mercedes-Benz, Renault Trucks, Scania e Volvo. A Goodyear fornece também pneus para todos os

principais fabricantes de atrelados. A Goodyear fornece a mais ampla gama de serviços dedicados na indústria através do serviço Fleet

First, que inclui a rede de serviço TruckForce, o serviço de assistência em viagem ServiceLine 24h, o serviço Mobility, o sistema de gestão

pela Internet FleetOnlineSolutions e o serviço Goodyear Retread Technologies.

Para mais informações sobre a Goodyear e os seus produtos, consulte www.goodyear.com.

 

AURIS WRC QUASE PRONTO

AZURIS WRC QUASE PRONTO

 

Poderá ser outro dos animadores para o Mundialde Ralis,o novo Toyota Auris,continua em testes secretos, não se sabendopara já onde irá ocorrer a sua estreia e quem irão ser  408270 418512614875072_730537717_n_500x332o, ou os pilotos escolhidos.Por este andar,o Mundialde Rsli de 2013 promete.

 

VIEIRA PREPARA 2013

CARLOS VIEIRA PREPARA JÁ 2013 ?

 

Foto tirada no circuito de Braga 2, será que em 2013 vamos ver Carlos Vieira integrado na equipa de Fernando Moreira ?Para já não passa de um palpite,mas vejamos,o piloto da Póvoa de Lanhoso,é um tifosi,o seu carro de todos os dias é precisamente um bonito Ferrari 458 Itália.Depois fala-se em termos de bastidores, que Fernando Moreira no próximo ano poderá ter um Ferrari 458 Itália para substitur este Ferrai 430 que tem utilizado nas duas últimas época.,porque não Carlos Vieira nesta equipa?

 

Foto Nuno Organista -www.velocidadeonline.com

262859 352193541535627_699206198_n_500x332

 

PASSATEMPO DE FOTOGRAFIA

 

Passatempo de Fotografia - Pedro Salvador

 

Pedro Salvador pode-se sagrar Campeão de Portugal de Montanha já na próxima prova e neste final de
época promove um passatempo de fotografia, para recordar 2012 e premiar os fãs mais fieis.

A Rampa da Penha pode ser o palco da sagração de Pedro Salvador. O piloto do Juno mais uma vez vai estar
apostado na vitória e a concretizar-se esse resultado, é virtualmente Campeão.

“Estou muito perto de cumprir o objectivo a que me propus para esta época e por isso vou duplamente
motivado para Guimarães”. Afirma o piloto apoiado pelos Cafés Meltino e pela SEUR, Transportes e
Entregas Urgentes.

“Como forma de agradecer todo o apoio que tenho recebido por parte dos meus fãs, decidi criar um
passatempo dedicado a todos os que de câmara em punho acompanham as provas”. E a fórmula do
passatempo é muito simples.

Basta colocar uma foto de Pedro Salvador em qualquer das provas disputadas
em www.facebook.com/completamente.lda. Cada “gosto” que a foto receba representa um voto.

A foto mais votada vai fazer parte da página de abertura do site de Pedro Salvador para 2013. Alem disso
o autor recebe ainda a própria foto, impressa e autografada pelo piloto que está a um passo de se sagrar
Campeão de Portugal de Montanha de 2012.

Os autores das dez fotos com mais votos recebem ainda posters autografados pelo piloto.

Este passatempo termina às 24 horas do dia 14 de Outubro.

O passatempo, assim como todos os respectivos detalhes podem ser seguidos nas páginas de Pedro
Salvador 

 

ODISSEIA ELÉCTRICA PARA A CITROEN

 

ODISSEIA ELÉCTRICA :


CITROËN C-ZERO e seus heróis chegaram ontem a Estrasburgo

odisseiaelectrica C-Zero_500x332
"Se nós conseguimos fazer a volta ao mundo numa viatura eléctrica de série, vocês podem utilizá-la para a
maioria dos trajectos do dia-a-dia!"
O que Antonin e Xavier traçaram como um « leitmotiv » acaba agora por se tornar realidade. Após terem
percorrido 25 000 quilómetros e atravessado 17 países, dispendendo apenas 250 € de electricidade,
os dois aventureiros da Odisseia Eléctrica chegaram ao meio-dia de ontem, segunda-feira, a Estrasburgo,
cidade de onde haviam partido no passado mês de Fevereiro.
Para eles, havia um claro objectivo: valorizar a imagem das viaturas eléctricas junto do grande público, e
tranquilizá-lo sobre a sua utilização. Um objectivo hoje em dia alcançado graças à tecnologia Full Electric
do CITROËN C-ZERO, verdadeiro porta-estandarte desta aventura. Líder do seu segmento em França e
com mais de 5 000 exemplares vendidos na Europa desde o seu lançamento, o CITROËN C-ZERO
torna-se, assim, no primeiro modelo eléctrico de série a ter realizado uma volta ao Mundo.
Após a chegada a Estrasburgo Antonin e Xavier participaram numa videoconferência com alguns dos
« pluggers » que lhes permitiram carregar o CITROËN C-ZERO ao longo da viagem. Este intercâmbio
entre a América, os Países Baixos, a China, a Coreia, o Japão e o Cazaquistão teve transmissão em
directo na internet: http://www.youtube.com/ElectricOdyssey2012
Depois de 8 meses, 25 000 quilómetros, 17
países atravessados e quase 300 recargas, o
CITROËN C-ZERO chegou ontem (segunda-feira,
24 de Setembro) a Estrasburgo, em França,
completando, assim, a primeira volta ao mundo de
um modelo eléctrico de série. Na ocasião, Antonin
e Xavier, os dois heróis da Odisseia Eléctrica,
participaram de uma videoconferência transmitida
pelo YouTube, com os « pluggers » que os
ajudaram nos quatro quantos do mundo.

 

A Marca CITROËN
A CITROËN nasceu há 90 anos perto da Torre Eiffel, em França. Marca dinâmica e criativa, a CITROËN lançou
em 2010 uma nova linha de produtos hoje composta pe hoje composta pelo lo DS3 DS3, , DS4 e , , DS4 e DS5. Sob a égide de ‘Créative
Technologie’, a CITROËN propõe na sua gama dois veí na sua gama dois veículos ‘Full Electric’ e culos ‘Full Electric’ e modelos equipados com tecnologia modelos equipados com tecnologiass ss
micro--híbrida --híbridas: s: e s: s: e- ee-HDi e --HDi e HYbrid4. Uma liderança tecnológica que se encontra HYbrid4. Uma liderança tecnológica que se encontra também no WRC, onde a CITROËN também no WRC, onde a CITROËN
detém 7 títulos de Campeã do Mundo de Construtores. A Marca inova também no domínio dos serviços, atra A Marca inova também vés
do CITROËN MULTICITY, a sua proposta de mobilidade. A CITROËN conta com
com os seus clientes, uma presença em 80 países e um total de 1.436 m total de 1.436.000 veículos comercializados em 201 3636.000 veículos comercializados em 20111. 11.

 

KART - BRASIL

 

Rafael Câmara termina em segundo etapa do Pernambucano de kart

Piloto chegou a liderar prova no circuito Tamboril, mas foi atrapalhado em uma tentativa de ultrapassagem e cruzou na segunda posição

Rafael Câmara esteve perto da vitória na sexta etapa do Campeonato Pernambucano de Kart, que foi realizada no último domingo no kartódromo Tamboril, em Paulista, região metropolitana do Recife. O piloto, que compete na categoria Mirim, liderou boa parte da corrida, mas terminou na segunda colocação. Arthur Miranda foi o vencedor da prova e assumiu a liderança do campeonato com 59 pontos. Câmara está em segundo com 57.

Na prova, o piloto largou da pole, mas perdeu a posição para Miranda ainda no começo. Com um kart rápido, Câmara partiu para cima e recuperou a liderança. Na tentativa de ultrapassar um piloto que estava à sua frente na geral, perdeu um pouco de tempo e também a posição para Miranda. Faltando seis voltas para o final, o piloto encostou em Arthur, mas não teve tempo suficiente para realizar a ultrapassagem.

O próximo compromisso de Rafael será na Copa Nordeste de Kart e na sétima etapa do Pernambucano, que acontecerão dia 28 de outubro no circuito Tamboril.

Prova

"Foi uma prova um pouco complicada devido às dificuldades de ultrapassagem. É uma pista travada e quem está atrás tem dificuldades para ganhar a posição. Meu kart estava rápido, mas no trecho final da prova não consegui ultrapassar o Arthur. Estou em segundo no campeonato, mas a apenas dois pontos do Arthur e ainda restam duas provas para o fim da temporada".171099 268409_camara1_500x332

 

NOVO PROTÓTIPO DA PORSCHE

 

Protótipo da Porsche inaugura o caminho para desportivo do futuro


Desportivo, funcional, eficiente – Panamera Sport Turismo


 Com o protótipo Panamera Sport Turismo, a Porsche mostra o quão
fascinante poderá ser a inteligência e a eficiência da tecnologia motora na linguagem de
design no futuro. O Sport Turismo une a próxima geração da propulsão híbrida com
novas ideias, para um conceito de carroçaria evolutivo e desportivo; combina as
prestações Porsche com o sentido prático da utilização diária.
A carroçaria: desportiva e funcional num design de desenvolvimento avançado
O conceito da carroçaria do Panamera Sport Turismo é uma interpretação de um
possível desportivo no futuro da Porsche. Extremos da carroçaria curtos e a porta da
bagageira ampla, desportiva e funcional. O protótipo combina as dimensões de um
veículo do segmento superior com o conforto no habitáculo do segmento de luxo. O
Sport Turismo tem uma largura de 1.990 milímetros, uma altura de 1.401 milímetros e
um comprimento de 4.950 milímetros. Os indicadores de mudanças de direcção e as
luzes de presença foram integrados nas enormes entradas de ar frontais numa unidade
de iluminação em forma de C – denominadas por C-Blades. Em conjunto com os faróis de
LED de quatro pontos, com um desenho inovador, marcam a imagem dianteira deste
protótipo.
As lisas e tensas linhas exteriores não são interrompidas por qualquer elemento – não

 

existem espelhos exteriores convencionais. Em alternativa, o Sport Turismo possui duas
câmeras montadas nas saídas de ar laterais, cujas imagens são mostradas em ecrãs
visíveis pelo condutor. A secção traseira foi completamente modelada de raiz, mas sem Informação de Imprensa 26/09/2012
XPAN1 500x332XPAN2 500x332XPAN3 500x332XPAN4 500x332XPAN5 500x332
perder as características de um Porsche. As ópticas traseiras com tecnologia LED e a
faixa traseira com o logo “Porsche” são esculpidas em três dimensões e a luz de travão
encontra-se entre as ópticas traseiras em LED de quatro pontos. A dar forma à zona final
do tecto, existe um spoiler traseiro adaptativo em carbono, encarregue de melhorar o
apoio aerodinâmico.

A nova cor “Liquid Metal Blue”, dota o protótipo de uma superfície similar ao metal líquido
e faz sobressair ainda mais os seus contornos e linhas. As rodas contam com um
desenho bicolor e raios duplos, as pinças de travão destacam-se com a sua cor “Acid
green”. O aperto central das jantes remete-nos às origens da Porsche: a competição. Os
logos “e-hybrid” nas laterais fazem referência ao conceito de propulsão, enquanto a
denominação “Sport Turismo”, na traseira, com o contorno também na cor “Acid green”,
destaca o seu carácter de protótipo. A estrutura em alumínio das baterias aloja-se sob o
piso da mala, que é de vidro electrocromático e que, ao premir um botão, surpreende ao
deixar totalmente iluminada, na cor “Acid green”, a fonte de energia.
”e-hybrid” significa tecnologia híbrida Plug-in da Porsche
A tecnologia de propulsão do Panamera Sport turismo é o próximo passo no
desenvolvimento do híbrido Plug-in, simbolizado pelo logo “e-hybrid” nos deflectores
dianteiros. A capacidade para se abastecer, também, desde a rede eléctrica, foi
associada a componentes com desempenho ainda mais elevados. O protótipo com uma
potência máxima de 416 cv está desenhado para que se possa conduzir de forma
exclusivamente eléctrica a uma velocidade de até 130 km/h com uma autonomia para
mais de 30 quilómetros. Também segundo a norma NEDC, o Sport Turismo impressiona
na economia de combustível: o consumo combinado é inferior aos 3,5 litros por cada
100 quilómetros e as emissões de CO2 não chegam aos 82 g/km.

A propulsão do Panamera Sport Turismo é um desenvolvimento mais avançado do
sistema Parallel-Full hybrid, que a Porsche já utiliza actualmente no Panamera S Hybrid e
no Cayenne S Hybrid. O novo motor eléctrico produz aproximadamente 95 cv, o que é
cerca do dobro daquele que é utilizado actualmente no sistema de propulsão híbrida da
Porsche, enquanto o motor V6 de três litros sobrealimentado continua a debitar 333 cv.
A combinação de ambos, acelera o protótipo em menos de seis segundos dos zero aos
100 km/h.
Pacote de potência: bateria de iões de lítio com opção de carga externa
O pacote eléctrico de potência do Sport Turismo e-hybrid é composto por uma bateria de
iões de lítio, cujo rendimento supera consideravelmente as baterias de níquel-hidrato de
metal utilizadas actualmente, ainda que mantenham praticamente as mesmas dimensões.
Os seus 9,4 quilowatts-hora de capacidade de armazenamento de energia e a
correspondente potência máxima, permitem uma aceleração mais rápida, uma autonomia
maior em modo eléctrico e velocidades superiores sem o auxílio do motor de
combustão.
O modo de operação programado do e-hybrid dá prioridade à condução puramente
eléctrica, embora o condutor possa desactiva-lo através de um botão especial colocado
no volante. Para além disso, com esta tecla poderá selecionar o modo e-Charge para
aumentar o nível de carga da bateria de alta voltagem. Isto é especialmente útil quando,
depois de circular em auto-estrada, se vai passar a circular em cidade e se pretende
utilizar o modo exclusivamente eléctrico e sem emissões. Mediante uma modificação

selectiva dos pontos de carga no modo e-Charge, o motor de combustão carrega a
bateria seguindo determinados critérios em prol da gestão da energia.
Como híbrido Plug-in, a bateria de iões de lítio com refrigeração líquida não permite
apenas o carregamento quando se está em movimento; também pode ser carregada

através de uma ligação externa ao veículo em 2,5 horas (dependendo da potência da
rede que fornece a energia). A Porsche preocupou-se com todos os aspectos no
desenvolvimento do sistema Plug-in; utiliza um sistema de carregamento universal (AC),
que se monta na parede de uma garagem de casa e que dispõe de uma tomada
standard.
Familiar e, no entanto, completamente novo: ecrãs tácteis para o painel de
instrumentos e de comandos
O interior do Sport Turismo é uma interpretação futura dos desportivos: o menos
possível e o mais que seja necessário. Em lugar dos instrumentos convencionais, o
condutor dispõe de um grande ecrã TFT central a cores, através do qual pode consultar
e visualizar toda a informação que necessite, desde o taquímetro à informação do
sistema de navegação. Á esquerda e à direita deste ecrã, dois monitores mostram as
imagens das câmeras dos retrovisores exteriores. Dois ecrãs adicionais com forma
redonda informam, por exemplo, sobre o estado da condução do sistema híbrido, como
a condução em modo apenas eléctrico. O medidor de potência no painel de instrumentos
é iluminado em “Acid green” e mostra a combinação dos dois sistemas.

Tocando no ecrã táctil a cores inicia-se o modo e-hybrid. Naturalmente, no lado que é
típico na Porsche: o esquerdo. Para os retantes controlos, utiliza-se um ecrã táctil
completamente novo, disposto na consola central ascendente: em tecnologia Black
Panel, é o centro de controlo do e-hybrid e de todas as restantes funções. Oferece ao
condutor a possibilidade de intervir, mediante a Smart Key, na propulsão híbrida,
selecionando, assim, a máxima diversão durante a condução, as melhores prestações ou
a máxima eficiência. Todas as indicações à condução e respectivos controlos são
intuitivos de operar por função multi-toque, tal como a climatização automática, ajuste
dos bancos, as luzes, a camera de visão traseira e as funções do Porsche
Communication Management (PCM).

Comunicação e controlo avançado mediante uma apliação para o smartphone
O Panamera Sport Turismo oferece ao condutor possibilidades completamente novas de
comunicação individual. Através de serviços móveis online, pode consultar e controlar
toda a informação importante sobre o veículo com uma aplicação para o smartphone. O
controlo da carga mediante o telemóvel indica a quantidade de energia que já foi
armazenada pela bateria ou quanto tempo falta até que o processo de carregamento
esteja completo. A este junta-se um programador de carga, com tempo e horários
definidos pelo utilizador. Para além disso, o habitáculo do veículo também pode ser pré-
regulado através do telemóvel, por exemplo, activar a climatização e o veículo estar à
temperatura desejada antes de iniciar viagem, utilizado, para isso, a electricidade
fornecida pela ligação à corrente externa

 

GALERIA DE IMAGENS DAS BOXES EM PORTIMÃO

GALERIA DE IMAGENS DAS BOXES EM PORTIMÃO

 

Eis a galeria de imagens das boxes no autodromo em Portimão na passagem das superbikes po 58729 465507286822174_133156783_n_500x332rPortugal.

 

Fotos de Jorge Gomes422957 465507266822176_947983669_n_500x332385749 465507306822172_1514479561_n_500x332267581 465507366822166_1446486137_n_500x332541082 465507383488831_499539456_n_500x332545495 465507406822162_1795557256_n_500x332550576 465507430155493_1235744097_n_500x332377676 465507453488824_2100137263_n_500x332397211 465507476822155_646724674_n_500x332487488 465507553488814_497246076_n_500x332558611 465507586822144_342568109_n_500x332185189 465507616822141_1146067115_n_500x332246461 465507643488805_1007783490_n_500x332  Clicktime - www.velocidadeonline.com

 

NOVO HYUNDAI APRESENTADO NO SALÃO DE PARIS

NOVO HYUNDAI APRESENTADO AMANHÃNO SALÃO DE PARIS

 

Será amanhã, 5ªfeira,que será apresentado no Salão Automóvel de Paris, o novo Hyundai I 20,que irá representar a marca coreana no Mundial de Ralis.Em jeito de aperitivo,aqui ficam as primeiras imagens, econtamos amanhã após a apresentação poder informar quem serão os pilotos qie irão conduzir 247652 10151049320325754_159492278_n_500x332284378 526317877382444_131526330_n_500x332404035 10151267440998083_1760647909_n_500x332o I20.

 

SERÁ QUE SCHUMACHER TEM PROBLEMAS DE VISÃO?

SERÁ QUE MICHAEL SCHUMACHER TERÁ PROBELMAS DE VISÃO?

 

Não deixa de ser curioso verificar que as duas participaçõesdo piloto da Mercedes, Michael Schumacher no Grande Premiode Singapura em Fórmula 1,terminou sempre da pior  maneira para o piloto alemão,isto é com dois aparatosos acidentes.

 

Outro aspecto que não deixa de ser curioso éa placa que surge nos muros das boxes de Singapura,assim como as imagens que ilustram a violência do acidente,que foi aparatoso,mas que felizmente os pilotos nada sofreram,infelizmento o mesmo não se poderá dizer dos carros,que ficaram num péssimo estado,a dar muito trabalho às equipas na recuperação dos mesmos para o Grande P539354 408825595851157_499670739_n_500x332527539 408089352591448_1011930408_n_500x332395253 407736275960089_1583920686_n_500x332579665 407730069294043_918335279_n_500x332remio do Japão.

 

MITSUBISHI DE NOVO NO MUNDIAL DE RALIS

MITSUBISHI DE NOVO NOMUNIDAL DE RALIS?

 

Fala-se com uma certa insistência que a Mitsubishi poderá voltar ao Mundial de Ralis,,podendo alinhar já em algumas provas em 2013.Pouco se sabe sobre este novo projecto da marca nipónica,o modelo base poderá ser o Mirage,mas não se sabe ainda quem poderão ser os pilotos.No entanto comenta-se que o carro tem já testes efctuados de forma 560460 524047237609508_2132507274_n_500x332discreta no Oriente.Nada mais resta esperar para ver

 

RAMPA VILA NOVA DE CERVEIRA

RAMPA VILA NOVA DE CERVEIRA

 

Eis o cartaz alusivo à 560289 505366922808437_173578254_nedição 2012 darampa de Vila Nova de Cerveira organizado pela CAMI;e a contar para o Campeonato Nacional de MOntnha e as troféus da Feup.

 

ATENÇÃO LEITORES

ATENÇÃO XSR3LEITORES

 

Vende-se Radical SR 3,pronto a correr,com algum material de reserva, este carro foi utilizado no passdo por Tiago Monteiro,para o transporte  de convidados.

 

Este Radical SR 3 nunca fez corridas pelas mãos de Tiago MOnteiro,e está em estado irreprensivel.Para mais informações por favor contactar o numero de móvel deste site,situado no fundo da front-page do www.velocidadeonline.com

 

Preço para venda :32.000 Euros

 

ALVES E RODRIGUES VISITARAM RAY

PEDRO ALVES E JOÃOPAULO RODRIGUES VISITARAM INSTALAÇÕES DE FERNANDO MOREIRA

 

A dupla de cómicos e pilotos que esta época tem conduzido os dois Toyota Starlet nos Clássicos,estiveram hoje no Algarve a visitar as instalações de Fernando Moreira,que é responsável pela participaçao do Ferrari 430 no Campeonato de GT em Portugal.Será 643934 3677632391581_2037995541_n_500x332que em breve iremos ver a Ray a patrocionar estes dois pilotos?

 

FILIPE ALBUQUERQUE EM VALENCIA

 

Albuquerque garante luta em Valência

 

oschersleben albuquerque1_500x332Filipe Albuquerque tem este fim-de-semana a
penúltima jornada do DTM que vai decorrer num traçado especial para o piloto
português, o circuito de Valência em Espanha. Especial porque foi lá, que em
2011, Filipe fez história no DTM ao ser o primeiro português a subir ao pódio num
Campeonato tão exigente e competitivo.

O segundo lugar conquistado há um ano e a performance que tem demonstrado nas
últimas provas dão uma motivação extra para continuar a lutar para atingir o seu
objetivo de, até ao final da época, voltar aos pódios: "Não vou desistir. Sei que temos
reunidas todas as condições para o fazer. Infelizmente não temos conseguido concretizar
as boas exibições num resultado efetivo. O primeiro objetivo passar por voltar a fazer
uma boa qualificação e ficar nos quatro melhores, pois esse é o caminho certo para ser
bem sucedido na corrida", começou por explicar.

A Audi fez testes de pré-temporada em Valência e isso poderia representar uma mais
valia na afinação do Audi A5 DTM, no entanto, a pista foi recentemente asfaltada:
"E isso pode mudar tudo. Habitualmente não é uma pista agressiva para o carro e
onde nos damos bem, mas agora resta-nos perceber que impacto vai ter esta alteração.
Independentemente disso, o importante é que tanto eu como a equipa estamos cientes
do trabalho que temos de desenvolver para chegar onde queremos. Ser rápido é o ponto
fulcral", rematou Filipe.

A Sporttv vai uma vez mais transmitir o fim-de-semana de competição. No sábado
às 12.40h em direto a qualificação na Sporttv 2 e no Domingo às 13h a corrida na
Sporttv3.

 

DESAFIO TOTAL

 

Desafio Total/Mazda 2012 ruma à Beira Baixa


Sete equipas partem à conquista da vitória
na Baja TT Idanha-a-Nova


Passado o Verão é tempo de o Desafio Total/Mazda 2012 voltar às pistas empoeiradas do
país, desta vez em prova a disputar na região da Beira Baixa. A Baja TT Idanha-a-Nova volta
a colocar em confronto sete das oito equipas concorrentes da competição organizada pela
Mazda Motor Portugal e pelo que se viu nas duas primeiras provas do ano – Reguengos e
Fafe – a luta promete ser emocionante.
Depois dos ralis e de muitos anos afastado das competições motorizadas, Miguel Paião
apostou este ano nesta iniciativa, mostrando-se, gradualmente, como uma das principais
figuras. Se no Ervideira Rali TT viu a vitória (ou pelo menos o pódio) escapar-se-lhe devido a
uma penalização por excesso de velocidade numa zona controlada, já em Guimarães, numa
prova cujo terreno era muito ao jeito dos pilotos de ralis, não deu hipótese e venceu
mesmo, assumindo o comando da iniciativa realizada com as Mazda BT-50. Por essa razão,
é um dos grandes candidatos à vitória em Idanha-a-Nova.
Empatado com Paião na frente do campeonato está Durval Costa, piloto que tem feito da
regularidade a sua principal arma. Com dois pódios conseguidos no arranque do ano – 3º
lugar no Ervideira Rali TT e 2º posto no Rali TT Serras de Fafe – surge em boa posição, não
só para sonhar com a vitória nesta jornada da Escuderia de Castelo Branco, como também
em chegar ao título final, a atribuir no início de Dezembro.
Na abertura da temporada em Reguengos, João Rato fez valer os seus galões d

 

WTCC NOS ESTADOS UNIDOS

 

CARROS WTCC a corrida em USTCC e DTS

XWTCC
A partir de 2013 os atuais FIA WTCC-spec carros será permitida a corrida no carro de turismo campeonatos dos Estados Unidos e República Dominicana.
Último fim de semana em Sonoma, WTCC Geral Marcello Lotti teve reuniões com o promotor dos Estados Unidos Touring Car Championship (USTCC) Ali Arsham e com Henry Krausz, presidente da Autoridade Nacional Dominicana Sporting que promove o Turismo de Série Dominicana (DTS).
"Estou muito satisfeito que ambos, Ali e Henry, concordou em abrir a sua série para os carros do WTCC-spec. Isso reforça ainda mais a estratégia da FIA para expandir os regulamentos S2000 técnicos para campeonatos nacionais em todo o mundo ", comentou Lotti.
Ali USTCC de Arsham esplained: "A partir do ano que vem vamos aceitar os carros do WTCC em ambas as correntes (1.6L turbo) eo antigo (2.0L normalmente aspirados) configurações. Eles vão correr ao lado de nossas categorias standard e vamos colocar em prática um sistema para equilibrar o desempenho na pista. "
Henry Krausz acrescentou: "Neste momento, os ex-WTCC 2,0-litro carros - BMW, Seat, Honda e Chevrolet - são a espinha dorsal da DTS. A partir de 2013 vamos abrir para as novas 1.6L carros turbo também. "

 

WTCC NOS ESTADOS UNIDOS

 

MULLER e Huff ON igualdade de pontos depois dos EUA

XHUFX
WTCC motoristas tratados fãs norte-americanos a um show de tirar o fôlego, por ocasião da primeira visita do campeonato para Sonoma e os Estados Unidos.
Ambas as corridas foram agitado. Yvan Muller e Robert Huff compartilhou as honras da vitória e seus resultados também fez a luta para o campeonato mundial tão quente como nunca. Os dois pilotos da Chevrolet estão agora em igualdade de pontos com apenas seis corridas pela frente.
É fácil prever que a batalha vai para o fio em Macau mais uma vez.
Se Huff foi o homem mais feliz do paddock por ter acompanhado contagem ponto de Muller no topo do Campeonato de Pilotos, Norbert Michelisz também tinha motivos para se alegrar. O jovem húngaro foi uma dor de cabeça para os carros Chevrolet em ambas as corridas e, eventualmente, alegou dois pódios e estendeu sua liderança no Troféu Yokohama.
Gabriele Tarquini e Alain Menu tentou o seu melhor e nunca desistiu. No entanto, suas esperanças de alcançar grandes resultados desapareceu quando eles colidiram no início da primeira corrida. O italiano teve o consolo de um pódio na Corrida 2, enquanto o suíço viu suas esperanças de permanecer na disputa para a luta pelo título seriamente comprometida.
Entre aqueles que contribuíram para entreter os fãs californianos alguns merecem ser mencionados: Tom Coronel completou dois grandes recuperações do vigésimo sobre as grades para oito e quinta; Alex MacDowall perseguiram os melhores pilotos nas duas corridas, Tiago Monteiro terminou duas vezes nos pontos em sua última aparição com Sunred antes de mudar para a Honda; Tom Boardman marcou pontos nas duas corridas, Franz Engstler iluda com o sonho de vencer a corrida 2 antes Muller bruscamente o acordei ...

 

O campeonato faz uma pausa de um mês, enquanto os carros e peças estão sendo enviados para o Japão. Rodadas 19 e 20 terá lugar em Suzuka em 21 de outubro.

 

SALÁRIOS EM ATRASO DE NOVO NA FPAK?

SALÁRIOS EM ATRASO NA FPAK ?

 

Já no ano passado por esta altura a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting debatia-se com salários em atraso  dos seus colaboradores.Nada foi confirmado oficialmente,mas tivemos conhecimento que os funcionários da FPAK;tem salários por regularizar,e a situação chegou a  um ponto,que por exemplo a delegação do Porto,já perdeu uma colaboradora,podendo em breve perder a segunda.Para já nada se sabe se o numero de colaboradores na sede em Lisboa registou alguma diminuição.O que é de lamentar,é que a crise em nada vem ajudar,mas também a gestão da direcção de Luis Pi421698 3409812693797_1524386719_33113677_1824057594_n_244x207_500x332_500x332nto de Freitas,temmuita culpa no que está a suceder.

 

NACIONAL DE TRIAL 4X4

 

Campeonato Nacional Trial 4x4

 

Paulo Candeias tomou-lhe o gosto e vence em Tábua

arranque tabua_500x332

O cristalino e amplo horizonte sobre as águas da Albufeira da Barragem da Aguieira

contribuíram para abrilhantar a quarta jornada do Campeonato Nacional de Trial

4x4 disputada no concelho de Tábua, num cenário privilegiado para os milhares de

espectadores que não hesitaram em desafiar o clima tropical que se abateu sobre a

região centro e a freguesia de Ázere. Sol, chuva, vento e muita animação, foram estes os

principais ingredientes que cada uma das 12 equipas presentes na ronda do MK-Mákinas

Associação de Desportos e Trilhos do Nordeste Clube TT, utilizou para guarnecer um menu

a que se juntou muito guincho, cabo esticado, força de motor e, acima de tudo muito

trabalho de equipa, ao longo de três horas de prova. Beneficiando de um espaço propício

para a prática do puro e duro trial4x4, este antigo aterro das minas de urânio de Tábua,

ladeado por uma lagoa natural, não desiludiu actores e espectadores, que pelo segundo

ano consecutivo compareceram recheados de vontade em proporcionar e assistir a um

impar espectáculo de trial.

Na linha da frente da grelha de partida estavam posicionados, os líderes da competição,

com a dupla Vasco Andrade/Nuno Graça (Toyota) a ganhar vantagem sobre o Samurai

de Luís Jorge e Nuno Passos, comandantes do CNTrial4x4 na chegada a Tábua. Após

a primeira meia hora de prova, apenas estava cumprida uma volta ao traçado que se

apresentava bastante duro com obstáculos de puro trial, mantendo-se as posições trazidas

da grelha, seguidos de perto pela dupla Paulo Candeias/Gerardo Sampaio (Wrangler) e

Vítor Ribeiro/Vitorino Morais (Nissan). Ainda na mesma volta, surgia a dupla da Nissan,

Pedro Costa/Filipe Alves. As adversidades apareceram algo cedo, para algumas equipas que

se viram forçadas de proceder a reparações em plena pista, ainda na volta inicial. Apoiado

pelo seu público, José Alexandre e David Brito (Equipa JANF/stand kubota) viram o volante

do Nissan Patrol recuar, enquanto a equipa Roger Auto necessitou de substituir os sticks

da Toyota Hilux junto ao obstáculo dos troncos. Também a equipa Revi-Clap se via com

problemas de direcção da Nissan, perdendo irremediavelmente o contacto do «comboio»

Em maus «lençóis» praticamente desde a partida, a equipa Churrasqueira Brasa Douro

(Desidério Pinhal/Ricardo Barreira) não conseguia recompor veio primário do Defender

para completar no mínimo uma volta. As duas equipas estreantes esta temporada, e

que marcaram presença em Tábua - TT Grou (José Carreira/Nuno Carreira) e a equipa

Dream Car (Álvaro Alves/Luís Santos), debatiam-se com problemas mecânicos e uso do

guincho, levando a algumas incursões penosas pelas boxes, ainda antes de completarem

1 volta. Na dobragem da segunda hora de prova, o «stand candeias.com» assume a

liderança da prova, por troca com a «Repsol TT», numa manobra de cabos e guincho,

arrojada e arriscada. Nesta altura já o líder do campeonato se encontrava fora da luta, em

consequência dos pernos de roda traseira que cederam, obrigando a trabalhos extra e

demorados para concluir a prova. O «Jipesecompanhia/Reparações Badinho», com uma

das melhores prestações do ano colocava a Nissan no pódio, tendo na sua retaguarda a

dupla Jorge Silva/Miguel rios (Paljet). Com o tempo a esfumar-se, «Candeias» iluminava

o caminho da vitória com uma confortável vantagem de 2 voltas para Pedro Costa e Filipe

Alves. Esta dupla da Nissan liderou um pelotão super motivado em chegar a um lugar do

poio com o «Hortícolas Team» a recuperar algumas posições nesta recta final, ainda assim

insuficientes para ir além da quinta posição. Uma prova um pouco para esquecer para

Luís Jorge que passou por inúmeras contrariedades com a mecânica do Samurai. Fora de

prova estava já a «Fevinor» com a manga d’eixo da Nissan quebrada, conservando ainda

assim a sétima posição da geral. Até final, apenas se registou uma alteração na cabeça

do pelotão, com a «Jipesecompanhia/Reparações Badinho» a subir ao segundo lugar,

numa altura em que a equipa da Repsol TT parou junto da assistência para se inteirar do

bloqueio de trás que apresentava algum desgaste. Paulo Candeias e Gerardo Sampaio

seguiam confortavelmente na liderança ampliando a sua vantagem para o restante pelotão,

cifrando no final em duas voltas, ao passo que o segundo e terceiro terminaram separados

por escassos quatro minutos.

No final de uma jornada rica em competitividade e acontecimentos, o Colégio de

Comissários Desportivos reuniu para analisar algumas situações decorrentes durante as

3horas de prova, com a direcção do CNTrial4x4 conjuntamente com o Director de Prova

de Tábua, decidindo suspender a classificação final do CNTrial4x4 até serem reconhecidas

convenientemente as decisões finais das ocorrências.

Domingos Parente vence na Taça Rock Crawler

Com a missão de abrir a pista de Ázere – com muitos obstáculos “virgens” e de elevada

técnica de condução, Domingos Parente e João Pinto não se fizeram rogados e levaram o

Rock Crawler a uma primeira hora de trial e espetáculo, muito do agrado do muito público

que aguardava com ansiedade a participação dos “bravos” da Taça. Com o triunfo em

Tábua a dupla da «Jipesecompanhia/Troqouro» isolou-se na liderança da competição

reservada aos Rock Crawler, relegando para as restantes posições do pódio, as equipas

EC4x4 e F-Racing, prospectivamente.

Classificação Final Suspensa/Tábua

1º Standcandeias.com (Paulo Candeias/Gerardo Sampaio/Jeep Wrangler), 12 voltas

2º Jipesecompanhia/Badinho (Pedro Costa/Filipe Alves/Nissan Navara), 10 voltas

3º Repsol TT (Vasco Andrade/Nuno Graça/Toyota Hilux), 10 voltas

4º Paljet (Jorge Silva/Miguel Rios/Nissan Navara), 8 voltas

5º Hortícolas Team (Luís Jorge/Nuno Passos/Suzuki Samurai), 6 voltas

6º Revi-Clap (Domingos Diniz/Michael Diniz/Nissan Patrol), 4 voltas

7º Fevinor S.A. (Vítor Ribeiro/Vitorino Morais/Nissan Navara), 3 voltas

8º Grupo JANF/Stand Kubota (José Alexandre/David Brito/Nissan Patrol), 3 voltas

9º Roger Auto (Roger Puyal/Humberto Reis/Toyota Hilux), 3 voltas

10º TT Grou (José Carreira/Nuno Carreira/Jeep Wrangler), 1 volta

11º Dream Car (Álvaro Alves/Luís Santos/Toyota), 1 volta

12º Churrasqueira Brasa Douro (Desidério Pinhal/Ricardo Barreira/Defender), 0 voltas

Paredes - 28 de Outubro

Entrega de prémios - 2 de Dezembro

 

CIRCUITO BRAGA 2

CIRCUITO BRAGA 2

 

QUAL SERÁO TEMA DA CONVERSA?

 

Ficamos curiosos em saber qual o tema de conversa entre Carlos Cerca e António Areal, no decorrer do circuito Braga 2,onde o piloto da Trofa apareceu,para ver o ambiente,e ao mesmo tempo conversar com preparadores para a próxima época de Montanha.XTEMA 500x332

 

NOVO PNEUMÁTICO DA GOODYEAR

 

O pneu cumpre elevadas normas de eficiência de consumo de combustível e aderência ao
piso molhado estabelecidas pelas novas normas de etiquetas da UE

Goodyear apresenta o primeiro protótipo com
classificação AA na feira IAA

A Goodyear anunciou hoje que o primeiro pneu para camiões com rótulo AA estará disponível no

mercado em breve. O primeiro conceito do pneu será apresentado no Expositor B22 no Pavilhão 12

do Salão Internacional do Automóvel (IAA) de 2012, que se realiza em Hanôver, na Alemanha. Este

protótipo destina-se a ilustrar o progresso do pneu AA, que se encontra atualmente numa fase de

desenvolvimento posterior e de testes, para assegurar que cumpre todos os objetivos ambiciosos

definidos para a equipa de engenharia da Goodyear.

O desenvolvimento de um pneu AA constitui um importante avanço em termos tecnológicos,

fornecendo pneus com uma classificação A tanto em termos de aderência ao piso molhado como de

eficiência do consumo de combustível conforme estabelecido pelo regulamento do rótulo do pneu

europeu, que será obrigatório a partir de 1 de Novembro1. O rótulo de pneus europeus é semelhante

aos rótulos de eficiência energética existentes (como eletrodomésticos) sendo a classificação A

atribuída ao pneu com o desempenho mais elevado na sua categoria e a G ao pneu com o menor

desempenho2. O rótulo informa os clientes de pneus de três atributos chave do desempenho de

pneu: eficiência em termos de consumo de combustível, desempenho da aderência ao piso molhado

e ruído de rolamento exterior.

Os protótipos de pneus usam tecnologia patenteada desenvolvida pela Goodyear no seu Centro de

Inovação em Luxemburgo. Isto inclui o desenvolvimento de uma nova tecnologia de compostos, uma

estrutura do rasto melhorada e uma técnica de fabrico adaptada. O pneu protótipo é apresentado no

seu tamanho 385/55R22.5.

A Goodyear decidiu não apresentar o design do rasto de facto neste momento. Em vez disso, o

pneu conceptual apresenta um design de rasto criativo que realça o desempenho do rótulo do pneu

Os pneus testados nos requisitos conforme definido pelo Regulamento europeu 1222/2009 e regulamentos de implementação
acompanhantes.
2 A classe G será apresentada no rótulo mas não será usada para pneus para camião. A classe mais baixa para pneus para camião será a
F.

1

Press Release

apresentado dois ícones do rótulo: Um ícone de bomba de combustível num lado e outro com uma

nuvem e chuva no outro lado, acompanhados por duas letras A.

“É com um enorme orgulho que anunciamos que a Goodyear vai comercializar em breve o primeiro

pneu para camiões AA” afirmou Henk Van Tuyl, Director da Divisão de Tecnologia de Pneus,

Divisão de Pneus Comerciais da Europa, Médio Oriente e África. “O novo pneu constitui uma

inovação tecnológica que fornece melhores níveis de desempenho da aderência ao piso molhado

e eficiência em termos de consumo de combustível às frotas europeias. Para fornecer alguns

exemplos concretos, a diferença entre um conjunto completo de novos pneus com classificação

A e classificação F podem reduzir o consumo de combustível de um camião em até 15%, que

representam uma poupança de cerca de 7000 euros por ano.3 No que diz respeito à aderência ao

piso molhado, no caso de uma travagem completa, a diferença entre os pneus com a classificação A

e a classificação F poderá traduzir-se numa distância de travagem 30% mais reduzida. Isto significa

no caso de um camião comum a conduzir a 80 km/h uma distância de travagem 25m mais curta.4”

Os pneus de classificação A não são uma novidade para a Goodyear. O pneu para atrelado LHT II

da Goodyear possui uma classificação A no rótulo europeu em dois tamanhos5, estando disponível

no mercado desde 2010. Atualmente, cerca de 50 por centro dos atuais pneus para camiões

da Goodyear e da Dunlop possuem uma classificação C/C ou melhor, que constitui uma prova

impressionante das excelentes características do desempenho dos produtos premium da Goodyear.

A Associação da Indústria de Borracha Alemã descreve pneus com C/C e superiores como sendo

muito bons e pneus com A/C – A/A e C/A – A/A como pneus extraordinários de qualidade muito

elevada.

______________________

Sobre a Goodyear

Goodyear é uma das maiores empresas de pneus do mundo. Emprega aproximadamente 72 mil pessoas e fabrica os seus produtos em 53

instalações em 22 países em todo o mundo. Os seus dois Centros de Inovação em Akron, Ohio e em Colmar-Berg, Luxemburgo procuram

desenvolver produtos topo de gama e serviços que estabelecem a norma em termos de tecnologia e desempenho para a indústria.

O cálculo é o resultado dos testes efetuados no Centro de Inovação da Goodyear em Luxemburgo em 2012 e baseia-se na seguinte
suposição: O consumo médio de combustível do veículo é de 32,3l/100km → 323l/1000km → 14,7% de potenciais poupanças = 47,5l
menos em termos de consumo de combustível por 1000 km → o preço de combustível de 1,50 EUR/litros = 71,25 EUR/1000km → 100,000
km quilometragem/ano = 7,125 EUR poupanças/ano.
4 O cálculo baseia-se num camião comum com um semi-atrelado a operar com 40 toneladas de peso bruto do atrelado (GTW).
5 Tamanhos LHT II 385/55R22.5 e 435/50R19.5

3

Press Release

A gama de pneus da Goodyear Dunlop Europa para veículos comerciais, autocarros e camiõe inclui mais de 400 pneus diferentes

abrangendo mais de 55 tamanhos. Muitos dos principais fabricantes de veículos comerciais mundiais usam pneus Goodyear como

norma, incluindo a DAF, Iveco, MAN, Mercedes-Benz, Renault Trucks, Scania e Volvo. A Goodyear fornece também pneus para todos os

principais fabricantes de atrelados. A Goodyear fornece a mais ampla gama de serviços dedicados na indústria através do serviço Fleet

First, que inclui a rede de serviço TruckForce, o serviço de assistência em viagem ServiceLine 24h, o serviço Mobility, o sistema de gestão

pela Internet FleetOnlineSolutions e o serviço Goodyear Retread Technologies.

 

BOM ANDAMENTO PARA JOÃO LUIS

 

CIRCUITO BRAGA 2

 

TAÇA DE PORTUGAL DE SPORT PROTÓTIPOS

 

 

Bom andamento de João Luís

 



O piloto João Luís, esteve este fim-de-semana no circuito Vasco Sameiro, para as três primeiras provas de um total de seis que compõe a Taça de Portugal Sport Portotipos.
O piloto do Norma M20F, apoiado pelo

Restaurante La Cigale, e pela Quinta do Barroco Longo, teve um fim-de-semana “agridoce”.


Na primeira corrida,quando lutava pela vitória na categoria P1, um disjuntor disparou e a bomba de gasolina ficou sem alimentação tendo a viatura parado na pista a duas voltas do final.
A segunda corrida foi madrasta novamente para o piloto João Luís pois o mesmo disjuntor teimava desconectar-se obrigando o piloto a vir à Box perdendo bastante tempo para solucionar o problema, pois o carro teve que ser todo desmontado de carroçaria para que a equipa de assistência da Araujo competição pudesse chegar ao local que provocava a avaria.
Na corrida de resistência já com o problema eléctrico solucionado, João Luís fez uma corrida de garra tendo terminado segundo da geral e primeiro do P1.
Apesar dos problemas mecânicos que por vezes afectam o desporto automóvel foi uma prova bastante animado, com um grande convívio entre os pilotos e equipes de Sport Protótipos.
Até ao Estoril.

 

CLASSIFICAÇÕES

 

1ºCorrida

 

Desistência por problemas técnicos

 

2ª Corrida

 

Desistência por problemas técnicos

 

3º Corrida

 

1ºGonçalo Araujo – Gonçalo Inácio – Radical SR 3

2ºJOÃO CALADO LUIS –NORMA M 20F

3ºTiago Ribeiro –Nuno Santos –Norma M 20 F

 XJL1 500x332XJL2 500x332XJL3 500x332

 

WTCC NOS ESTADOS UNIDOS

 

Corrida 2 - HUFF reivindica uma vitória crucial

XHUFF
Rob Huff Chevrolet deu a segunda vitória do dia. Esta tem sido também um sucesso crucial para a luta pelo título como habilitado o piloto britânico para combinar com pontuação de Yvan Muller na tabela de pontos.
Muller permaneceu sem gols na sequência de uma unidade através de penalidade que foi imposta pelos comissários de bordo depois de ele ter empurrado Franz Engstler em um giro ao roubar a liderança dele.
Apesar pena de Muller, Huff não teve uma vida fácil na segunda metade da corrida, como Norbert Michelisz e Gabriele Tarquini foram persegui-lo de perto. Eventualmente, o segundo classificado e terceiro eo jovem húngaro Encored sua Corrida 1 vitória no Troféu Yokohama.

momentos-chave
Iniciar - D'Aste assume a liderança do Bennani, Engstler e Michelisz
Lap 1 - Muller ultrapassa Monteiro em quinto na Curva 2; Huff ultrapassa Monteiro para sexto na Curva 6
Lap 1 - D'Aste gira fora do chumbo; Bennani é o novo líder
Lap 1 - Menu e Huff ultrapassar Michelisz movendo-se para a terceira e quarta
Lap 1 - Tarquini ultrapassa MacDowall para sétimo
Volta 2 - Coronel e Menu ultrapassar Cerqui, que cai para 11; falhas Monje na Curva 5
Volta 3 - Tarquini ultrapassa Monteiro para sexta
Volta 4 - Bennani gira fora do chumbo; Engstler é o novo líder
Volta 5 - Muller bate Engstler na curva 6; gira Engstler e Muller assume a liderança

 

WTCC NOS ESTADOS UNIDOS

 

Corrida 1 - 1-2 para a Chevrolet em casa

XCHEVY1
Yvan Muller da Chevrolet venceu a primeira corrida do WTCC em os EUA. Rob Huff conseguiu um 1-2 para o fabricante americano sobre o solo casa e Norbert Michelisz terminou em terceiro lugar, ganhando o Troféu Yokohama.
As primeiras voltas foram cheio de ação, com o contato entre Alain Menu e Gabriele Tarquini no início e na luta pela liderança bbetween o trio Chevrolet.
Depois de menu desapareceu das primeiras posições, Michelisz foi colocar a pressão sobre a dupla líder de Muller e Huff, enquanto Tarquini foi
defender sua quarta posição de Alex MacDowall.
Atrás deles, um quarteto de pilotos da BMW entregue outra luta de perto, e Tom Coronel conseguiu terminar em oitavo após o início do 20.
Em termos de Campeonato de Pilotos, Muller fez outro pequeno passo rumo ao título.

momentos-chave
Start - Menu e Tarquini fazer contato na curva 2, Tarquini cai de segunda-quinta

Lap 1 - se acumulam na Curva 2 envolve D'Aste, Dudukalo, O'Young, Chilton, Monje e Cerqui
Volta 2 - Monteiro ultrapassa Engstler para sétimo; Nash ultrapassa Bennani para nono
Volta 3 - Menu, Muller e Huff luta pela liderança do pára-choque, para-defesa; gira Ng e se junta
Volta 4 - Muller e Huff mergulho dentro do Menu na curva 6; menu cai para terceiro e depois desacelera
Volta 5 - poços de menu para reparos; Bennani ultrapassa Nash para nono
Lap 6 - Tarquini está intimamente perseguido por MacDowall; Nash cai com problemas técnicos
Volta 7 - Coronel sucessos Bennani que corta uma chicane
Volta 8 - Coronel mergulhos dentro Bennani na curva 6, o colidem e Bennani gira
11 ª volta - tenda Oriola do carro na reta, o espanhol perde a décima posição
Lap 12 - Monteiro persegue MacDowall para quinta
Lap 13 - Muller vitórias de Huff

retiradas
A. Dudukalo: incidente de corrida; A. Cerqui: incidente de corrida; F. Monje: incidente de corrida

 

NOVACONCESSÃO VOLKSWAGEN EM PENAFIEL

Novo Concessionário Volkswagen em Penafiel

 

 

A Volkswagen e a JAP blue acabam de abrir um novo concessionário, situado em Penafiel, dedicado especialmente aos seus clientes. O espaço, com 8500m2, representa um investimento de 4 milhões de euros e conjuga  as tradicionais áreas comerciais com os serviços que lhe estão associados, como o financiamento, seguros e assistência após-venda.

 

A loja JAP blue de Penafiel emprega 35 colaboradores e disponibiliza serviços como a comercialização de Viaturas Novas, Veículos Comerciais, Veículos Usados e Seminovos, Seguros, Financiamento, Rent-a-Car, Após-Venda, Peças, Pneus, Serviço de Colisão e Serviços Rápidos.

 

As novas instalações Volkswagen terão horário alargado e atendendo aos parâmetros de excelência da marca, este novo concessionário será dotado de elevados meios tecnológicos, capazes de assegurar um serviço de elevada qualidade.

 VOLK1 500x332VOLK2 500x332

 

CARROS DA PRESIDÊNCIA

 

Multiusos de Guimarães, 27 e 28 de outubro

Carros da Presidência da República na Expo Clássicos

 

A Expo Clássicos - 5º Salão de Automóveis e Motos Antigos, no ano em que Guimarães é Capital Europeia da Cultura, apresentará uma coleção de carros da Presidência da República.

Viaturas em que viajaram, por exemplo, o Papa João Paulo II, a rainha Isabel II de Inglaterra, o General Franco, Óscar Carmona, Craveiro Lopes, Américo Tomás, Ramalho Eanes e Mário Soares, poderão ser apreciadas de perto, numa oportunidade única, nos dias 27 e 28 de outubro, no Multiusos de Guimarães.

As preciosidades, provenientes do Museu da Presidência da República, estarão em exposição no certame promovido pela Tempo Livre e pelo Clube de Automóveis Antigos de Guimarães (CAAG), com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães.

Desde o Rolls Royce Phantom V, passando pelos Vanden Plas Princess, Cadillac Sixty Two, Packard Super Eight, Volkswagen LT, Mercedes-Benz 560 SEL, Mercedes-Benz 600 S Pullman, Mercedes 770 W07 e o Citroën CX25 Prestige estarão no Multiusos de Guimarães valorizando o certame que já é uma referência do setor dos clássicos.

Com o espaço expositivo completamente esgotado, a Expo Clássicos de 2012 terá, além dos carros da Presidência da República, exposições temáticas e áreas de comércio de veículos - particulares, comércio (peças, motociclos e velocípedes c/s motor, automobilia), clubes de automóveis e motos e exposições temáticas. Em simultâneo, o certame contará com a realização de passeios e concentrações de clubes de automóveis e motos antigos.

A Expo Clássicos estará aberta ao público no dia 27 de outubro (sábado) das 10h00 às 23 horas e no dia 28 de outubro (domingo) das 10h00 às 20 horas.

“Num curto período de tempo, a Expo Clássicos conquistou o seu espaço e afirmou-se como um evento importante na promoção e divulgação dos automóveis e motos clássicos, do mesmo modo que valoriza e potencia os setores de atividade associados”, lembra Aníbal Rocha, Diretor-Executivo da Tempo Livre, destacando que “a exposição temática de carros da Presidência da República, no ano em que Guimarães é Capital Europeia da Cultura, demonstra que a Expo Clássicos está alicerçada, vigorosa e determinada a encarar os desafios do futuro”.

Contribuindo para a divulgação do património cultural e histórico que constituem os automóveis e motos antigos, a Expo Clássicos tem por objetivo promover o conhecimento, a promoção e a divulgação junto de colecionadores e admiradores de veículos de propulsão mecânica construídos até 31 de Dezembro de 1987, a aquisição e troca de veículos, restaurados ou para restauro, peças, equipamentos, acessórios e ferramentas da época e a aquisição e troca de livros, manuais, brinquedos e miniaturas.

No ano passado - contando com 120 expositores que preencheram todos os espaços disponíveis do Multiusos de Guimarães - a Expo Clássicos registou uma excelente participação de público, cerca de 15 mil entradas, confirmando-se o certame como um evento de referência. O interesse que a Expo Clássicos suscita junto do público e dos expositores perspetiva, aliás, um novo êxito na edição de 2012.

A Expo Clássicos tem o patrocínio da Hermotor - Ford, Super Bock, Vitalis, Sumol, Gelados Olá e Bogani (fornecedor oficial), sendo media partners a Topos & Clássicos, Motor Clássico, Notícias de Guimarães, Rádio Santiago, O Comércio de Guimarães, Desportivo de Guimarães e O Povo de Guimarães.

 

Os carros da Presidência na Expo Clássicos

 

Rolls Royce Phantom V

Com matrícula de Novembro de 1960, este Rolls Royce Phantom V foi adquirido pelo Estado Português em Fevereiro do ano seguinte e colocado ao serviço da Presidência da República para o que era considerado “serviço extraordinário especial”. Foi o carro do então Presidente da República, almirante Américo Tomás, em numerosos atos oficiais e diversas cerimónias protocolares, tendo nele viajado, por exemplo, o Papa João Paulo II e a rainha Isabel II de Inglaterra

 

Vanden Plas Princess

Em Maio de 1967, o Vanden Plas Princess foi adquirido novo pelo Estado Português por 470 contos na moeda anterior, e, no mesmo ano, registado em nome da Presidência da República. É um automóvel muito espaçoso (5/7 lugares), de interior refinado e folheado a madeiras raras, que foi considerado, na Grã-Bretanha, o “carro dos políticos”.

 

Cadillac Sixty Two

Entrou na Alfândega de Lisboa em Julho de 1954 e, nesse mesmo mês, foi adquirido pela Presidência da República, sendo colocado ao serviço do então Chefe de Estado, general Craveiro Lopes.

A Cadillac foi a primeira construtora de automóveis a incluir a luz elétrica nos seus modelos e igualmente a primeira a montar caixas de velocidades sincronizadas, que constituíam uma inovação da própria marca, assim como uma capota de fecho automático com sensores de chuva.

 

Packard Super Eight

Esteve vinculado à Presidência da República até Abril de 1959. O modelo Super Eight de oito cilindros foi produzido até ao início da Grande Guerra de 1939-45, altura em que os moldes e carroçaria foram cedidos à então URSS, após pedido do ditador soviético Estaline ao presidente norte-americano Roosevelt, dando origem à gama do ZIS-110 russo.

 

Volkswagen LT

Em Julho de 1981, o furgão foi adquirido pelo Estado Maior do Exército para transporte de pessoal, e em Maio de 1982 foi solicitada a sua transferência para serviço da Presidência da República. No ano seguinte, foi convertido em Viatura de Comunicações, dele fazendo parte várias antenas de HF, VHF, TV e rádio; emissores/receptores e repetidores; aparelhos de TV, gravador vídeo e de rádio; auto-rádio, teleimpressora, um gerador com bateria, etc.

 

Mercedes-Benz 560 SEL

O 560 SEL esteve ao serviço da Presidência da República entre Janeiro de 1990 e Outubro de 2002. Possui características pioneiras como, em algumas versões da marca, a transmissão automática de cinco velocidades, o para-brisas aquecido, portas de abertura servo-assistida e as primeiras janelas com vidros duplos.

 

Mercedes-Benz 600 S Pullman

Adquirido durante a presidência do Almirante Américo Tomás, o imponente Mercedes 600 Sédan foi matriculado em Fevereiro de 1966, e adstrito ao “serviço do protocolo de Estado e de Representação”. Com transmissão automática, direção assistida e potentes travões de disco, o motor do Mercedes 600 S fornece também a energia necessária ao funcionamento do sistema hidráulico que regula a posição dos assentos, do vidro que separa o motorista dos passageiros, tal como das portas, das suspensões e da tampa da bagageira.

 

Mercedes 770 W07

Foi matriculado a 9 de Junho de 1938 em nome da polícia política do governo de então, a Polícia de Vigilância e Defesa do Estado (PVDE).

No mesmo mês, entrou ao serviço do Presidente Óscar Carmona. Blindado e com pneus e vidros à prova de bala, do modelo, também designado por Grosser Mercedes, foram fabricados 119 exemplares, dos quais 42 blindados. Além de terem sido utilizados por altos funcionários nazis, foram-no igualmente por alguns chefes de Estado, como o italiano Benito Mussolini, o soviético Joseph Staline, o espanhol Francisco Franco, ou o imperador Hirohito do Japão que adquiriu três exemplares. 

 

Citroën CX25 Prestige

A limusina CX25, não blindada, foi colocada ao serviço do Presidência da República na vigência do primeiro mandato de Mário Soares. Herdeiro dos DS e dos posteriores ID, o Citroën CX Prestige é uma viatura de generosas dimensões que a marca produziu, na versão blindada, especificamente para grandes executivos e personalidades políticas.

 

 ExpoClassicos CadillacSixty-Two_01_500x332ExpoClassicos CadillacSixty-Two_02_500x332ExpoClassicos Mecedes770W07_01_500x332ExpoClassicos Mercedes600SPullman_01_500x332ExpoClassicos PackardSuperEight_01_500x332ExpoClassicos RollsRoycePhantomV_01_500x332ExpoClassicos VandenPlasPrincess_01_500x332

 

DOMINGOS FERNANDES COM OS MESMOS

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA DA PENHA

 

 

DOMINGOS FERNANDES COM OS MESMOS OBJECTIVOS DA PROVA ANTERIOR

 

 

 

No seu regresso ao Campeonato Nacional de Montanha, Domingos Fernandes começou bem,ao ganhar duas taças,isso fruto do seu desempenho nma rampa do Caramulo.

 

Para o fim desemana que se aproxima, Domingos Fernandes pretende alcançar os mesmos objectivos como nos fez referencia “ para já terminar todas as subidas, de preferencia sem problemas técnicos, e sempre a melhorar  os meus tempos.A prova anterior correu muito bem, espero que na Penha suceda o mesmo. Para além da componente desportiva, não posso esquecer a componente convivio,e acima de tudo me divertir-me com toda esta familia que milita no Campeonato Nacional de Montanha”.

XDOM1 500x332XDOM2 500x332

 

SEGURAUDIO VENCEU E CONVENCEU

 

CIRCUITO BRAGA 2

 

TAÇA DE PORTUGAL DE SPORT PROTÓTIPOS

 

SEGURAUDIO VENCEU E CONVENCEU

 

Efectuou-se este fim-de-semana as primeiras três provas de seis que compõem a fórmula para a Taça de Portugal de Sport Protótipos.
Esperançados em termos uma lista em número agradável de participantes acabamos por razões varias ficar com um

 número reduzido.
Uma das razoes deve-se à atitude dos Promotores espanhóis nomeadamente GT Sport V-Line.
Pilotos espanhóis que já tinham confirmado a sua presença acabaram por não vir.
Apesar do sucedido quero agradecer-lhes a vontade que tiveram em estar presente e dizer-lhes que compreendo e concordo inteiramente com os seus argumentos tendo uma prova na sua cidade não fazia sentido uma deslocação de alguns milhares de Km.
Tivemos também o azar do Piloto angolano José da Costa, ter perdido o avião não sendo possível apesar do seu empenho estar presente a horas da prova.
Também o piloto Pedro Pita que finalmente tinha lugar na grelha de partida de uma competição de Sport Protótipos com a inclusão de uma categoria destinada à sua viatura, não pode estar presente alegadamente por razões profissionais.
Com esta contrariedade, não esmorecermos e os eternos resistentes Martins Speed e Araujocompetição, apoiadas pelos não menos resistentes pilotos deram inicio a mais uma jornada desportiva.

XSEG1 500x332XSEG2 500x332XSEG3 500x332XSEG4 500x332

As vitórias foram repartidas em termos gerais, duas para Gonçalo Araújo/Gonçalo Inácio, uma para Pedro Castañon, em termos de classe que é a mais importante pois a classificação permeia a classe e não a geral, ou seja, qualquer classe tem vencedores na prova e na Taça de Portugal de Sport Protótipos, existindo quatro vencedores neste evento, o que torna mais apelativa a participação de viaturas teoricamente menos potentes onde se encontram ao mesmo nível de todas as outras.
Na primeira corrida de Sprint venceu Pedro Castañon na classe P1 e Gonçalo Araujo na classe P2.
Segunda corrida foi vencedor Pedro Castanõn na P1, e na P2 Gonçalo Inácio.
A resistência foi ganha na P1 por João Luís e na P2 por Araujo/Inácio.
Quero agradecer o empenho demonstrado nesta prova pelos pilotos Mário Melo e Paulo Costa, que infelizmente não conseguiram realizar o evento por inteiro, devido ao seu Radical SR3 ter tido um problema de motor, insolúvel durante o fim-de-semana.
Apesar destas contrariedades demonstramos uma grande tenacidade e força de vontade estando todas equipas, pilotos, apoiantes muito satisfeitos com o fim-de-semana e já a pensar na prova do Estoril, onde queremos que os mais cépticos, acreditem e venham se juntar a nós para fazermos a “festa” dos Sport Protótipos e assim começar-mos a preparar o ano de 2013.
Pretendo agradecer a FPAK, nomeadamente ao seu Presidente Pinto de Freitas, e ao SR. Castanheira, que apesar das dificuldades nunca deixaram de dar o seu apoio.

 

CLASSIFICAÇÕES FINAIS

 

1ª Corrida

 

1º Gonçalo Inácio – Gonçalo Gomes-Radical SR 3

2ºPedro Castranon –Juno

 

2ª Corrida

 

1º Pedro Castranon –Juno

2ºGonçalo Araujo – Gonçalo Inácio-Radical SR 3

3º Tiago Riberio –Nuno Santos –Norma M20F

 

3ª Corrida

 

1ºGonçalo Araujo –Gonçalo Inácio- Radical SR 3

2ºJoão Calado lUis –Norma M 20F

3º Tiago Ribeiro –Nuno Santos – Norma M 20F

 

GOODYEAR NO IAA -ALEMANHA

 

Inquérito Goodyear revela que operadores de autocarros necessitam de pneus eficientes
para o consumo de combustível, tendo em conta o aumento dos custos da indústria de
transportes rodoviários

Apresentação mundial dos primeiros pneus Goodyear para
autocarros na feira IAA

Goodyear

A

concebidos especialmente para autocarros na Europa: para

todas as posições, o Marathon Coach e o pneu para

inverno, o Goodyear Ultra Grip Coach. Estes novos pneus

foram apresentados ao público hoje, no Expositor B22,

no Pavilhão 12 no Salão Internacional do Automóvel (IAA)

de 2012, que se realiza em Hanôver, na Alemanha, de 20 a

27 de Setembro.

O

inquérito

revelou que 89% das frotas de autocarros entrevistados

consideram que o aumento dos custos de combustível é

o principal desafio chave no sector dos transportes

rodoviários. O inquérito revelou igualmente que o custo por quilómetro era a característica mais

importante que os operadores procuram nos pneus para autocarros, sendo que 64% dos

participantes consideram este ponto como uma das maiores prioridades. A segunda era a eficiência

em termos de consumo de combustível / resistência ao rolamento (62%), e a terceira a

quilometragem (58%). O conforto e a aderência ao piso molhado foram considerados em seguida

com 54% e 48%, respetivamente.

As novas gamas de pneus para autocarros Goodyear Coach cumprem as necessidades dos

operadores de autocarros europeus, reveladas pelo inquérito e oferecem um excelente desempenho

multiuso e classificações da etiqueta.

O pneu para autocarros Marathon Coach foi concebido para todas as posições, destinado a uso

durante todo o ano. É caracterizado por um design assimétrico único, que oferece um excelente

lança

no

mercado

os

primeiros

pneus

da

Goodyear,

recentemente

realizado,

Press Release

desgaste uniforme e quilometragem com um elevado nível de conforto. O desgaste irregular

dos pneus tem sido um problema grave para os pneus dos autocarros modernos, originando

uma redução da duração dos pneus. Este problema é abordado através do design assimétrico

desenvolvido pela Goodyear especificamente para o pneu Marathon Coach.

O pneu Ultra Grip Coach é um pneu de inverno específico com melhor tração na neve. Este pneu

proporciona um benefício específico para os autocarros que operam em áreas como os países

nórdicos e as regiões alpinas, onde as estradas com gelo são comuns e quedas de neve súbitas

podem provocar atrasos graves. O design e largura do rasto fornecem não só uma excelente

aderência e tração em condições de inverno mas também baixos níveis de ruído, o que se traduz

num maior conforto do cliente.

O novo pneu Goodyear Coach possui uma combinação de tecnologias, designada Travelmax. Estas

tecnologias incluem o composto do rasto Silefex, um design assimétrico e os mais recentes designs

da carcaça. O TravelMax constitui um elemento chave no desempenho multiuso disponibilizado

por estes pneus. Outra vantagem oferecida por ambos os pneus é o aumento da capacidade de

transporte de carga no tamanho 295/80R22.5, que origina um índice de carga de 154, representando

3750 kg.

Não entanto, o fato da Goodyear ser um dos principais fornecedores de pneus para a indústria dos

autocarros há vários anos, estes são os primeiros pneus dedicados a estes veículos fornecidos pela

empresa. Os testes de ambos os pneus demonstraram o seu excelente desempenho e satisfação

dos clientes. Os novos designs e a importância da tecnologia TravelMax em particular, refletem

os designs modernos dos autocarros e as sofisticadas suspensões independentes disponíveis na

maioria dos veículos topo de gama da atualidade.

“Estamos muito satisfeitos com os comentários positivos que recebemos dos operadores que têm

testado os novos pneus Marathon Coach e Ultra Grip Coach”, afirmou Boris Stevanovic, Director de

Marketing da Divisão de Pneus para Camiões, Goodyear Dunlop EMEA. “O nosso recente inquérito

confirmou que os critérios de desempenho em que nos temos concentrado no desenvolvimento

destes pneus cumprem as exigências dos operadores de autocarros.”

Testes dos clientes

Antes de lançar os novos pneus no mercado, a Goodyear realizou testes dos clientes com os pneus

Goodyear Marathon Coach durante quase dois anos; estes contaram com a participação de seis

empresas de transportes europeias diferentes entre 2010 e 2011. Um total de 28 veículos participou

nestes testes.

Press Release

“Os novos pneus Marathon Coach são incrivelmente bons em relação ao custo por quilómetro e até

mesmo desgaste,” declarou Ad Bruintjes, proprietário da empresa Royal Coach Travel, uma frota

de autocarros belga que opera em percursos de longo curso.“Testamos os novos pneus Marathon

Coach durante um ano e meio em todos os nossos autocarros. O seu design assimétrico faz de

fato toda a diferença. Os pneus que usamos previamente apresentam um desgaste principalmente

no rebordo exterior mas os novos pneus Marathon exibem um desgaste uniforme, permitindo uma

maior quilometragem e consequentemente menos custos.Todos os meus condutores concordam que

o nível de ruído do pneu é extremamente baixo e que a condução é mais confortável do que com

quaisquer outros pneus usamos no passado.”

A Goodyear efetuou igualmente testes dos clientes nos pneus Goodyear Ultra Grip Coach. Os

testes envolveram um total de 15 autocarros em vários países europeus em colaboração com cinco

operadores.

"Estamos muito satisfeitos com os resultados dos testes que efetuamos para avaliar o desempenho

dos novos pneus Goodyear Ultra Grip Coach," afirmou Jos Derkum, Director Técnico da empresa de

autocarros luxemburguesa, Sales-Lentz. "Os testes foram um enorme sucesso e estamos bastante

impressionados com a tração em estradas de inverno e até mesmo o desgaste, que se traduz numa

muito boa quilometragem."

 

MAIS UMA GALERIA DE IMAGENS

MAIS UMA GALERIA DE IMAGENS DO G.P.DE SINGAPURA DE FÓRMULA 1

 

Eis mais uma galeria de imagens referentes ao Grande Prémio de Fórmula1 disputadoi em Sin26638 495698210441192_1103147083_n_500x332155141 406981622702221_1637488102_n_500x33258770 406984619368588_1456900959_n_500x332383374 407744909292559_2093840357_n_500x332298619 495698880441125_2129150407_n395253 407736275960089_1583920686_n_500x332556335 495698133774533_7710025_n_500x332420839 495698457107834_1354079940_n_500x332644758 495698643774482_948925724_n_500x332196467 495698870441126_1998089163_n_500x332541168 407390532661330_98277630_n66099 495698680441145_55115111_n_500x332399688 495698800441133_1071040638_n_500x332308165 495698257107854_2120656908_n_500x33266535 495698490441164_1754879720_n_500x332183245 495698787107801_1163370674_n_500x332404577 495698817107798_737175388_n_500x332253161 495698077107872_1876866961_n_500x332598873 495698377107842_756800739_n_500x332301302 495698533774493_1016130568_n_500x332483015 495698737107806_720478847_n_500x332644646 495698833774463_1188734383_n_500x332563956 495698110441202_1966984469_n_500x332561656 495698410441172_266060824_n_500x332385652 495698547107825_2101738552_n_500x332183245 495698787107801_1163370674_n_500x332384251 495698847107795_1246483480_n_500x332gapura. 

 

WTCC NOS ESTADOS UNIDOS

 

MENU ROUBA POLE POSITION DE Tarquini

XMENU
Com uma volta último suspiro, Alain Menu foi sua quarta pole position da temporada batendo Gabriele Tarquini por dois décimos de segundo.
O piloto italiano tinha estabelecido o benchmark com uma volta muito rápida da primeira e sentiu que tinha envolvido a pole position para o bem. No entanto, o
Chevrolet equipe conseguiu preparar seus carros a tempo para uma segunda tentativa que, eventualmente menu explorado, roubando a pole no último momento.
Tarquini eo Racing Team Lukoil tentou reagir, mas quando o banco estava pronto para deixar o pit lane, já era tarde demais para um vôo última
colo. Embora eles também conseguiu melhorar, Yvan Muller e Robert Huff não foram capazes de bater o tempo Tarquini e qualificado em segundo e terceiro, à frente dos dois melhores concorrentes Yokohama Troféu: Norbert Michelisz e Alex MacDowall.
Alguns motoristas ficaram desapontados com os resultados, uma vez que não conseguiu avançar ao Q2. Tom Coronel estragou seus Q1 girando em novo
pneus, Pepe Oriola não poderia fazer nada melhor que 18, e Team Aon colegas de equipa James Nash e Tom Chilton não foram capazes de repetir os bons resultados que tiveram na Prática.
Stefano D'Aste e Mehdi Bennani qualificado décimo e nono, o que significa uma fila cheia BMW no grid invertido para Corrida 2.

Qualificação 1
Em sua primeira volta Yvan Muller postou uma volta mais rápida provisória de 1:46.572, que durou 10 minutos, antes de Gabriele Tarquini melhorado para
1:45.947.
Posteriormente, a sessão foi interrompida pela bandeira vermelha a seis minutos restantes no relógio, quando Aleksei Dudukalo encalhado seu lugar na Ligue 2.
Como a ação recomeçou, o trio Chevrolet conseguido melhorias significativas.

Rob Huff pulou no topo da lista com uma volta de 1:45.710, mas ele
foi imediatamente rebaixado para segunda 1:45.556 Muller. Alain Menu subiu para a quarta (1:46.182) à frente de Tiago Monteiro (1:46.643).
Surpreendentemente, os carros BMW parecia muito mais à vontade, depois de terem lutado na prática.
Stefano D'Aste, Norbert Michelisz, Franz Engstler e Mehdi Bennani ocuparam as posições do sexto para o nono, enquanto Alberto Cerqui ganhou o slot 12 e passado para o Q2. Alex MacDowall em 10 e em 11 º Dudukalo completou o campo dos motoristas autorizados a lutar pela pole position. James Nash foi o primeiro dos excluídos da Q2, na 13 ª posição, apenas 0,024 segundos atrás Cerqui.
Os seguintes drivers Adavanced ao Q2: Muller, Huff, Tarquini, Menu, Monteiro, D'Aste, Michelisz, Engstler, Bennani, MacDowall, Dudukalo e Cerqui.

Qualificação 2
Três condutores diferentes deposto outro da parte superior da folha de tempo no final da primeira volta voador.
Muller foi o primeiro a assumir a liderança com uma volta de 1:45.608, em seguida, ele foi espancado por Menu de 1:45.567 e, eventualmente, Tarquini postou um tempo provisório o mais rápido novo de 1:45.468.
Os três pilotos da Chevrolet preparado para outra tentativa e acertar a faixa todos juntos. Eles melhoraram, mas apenas Menu foi capaz de bater o tempo de postagem Tarquini uma 1:45.232 que era bom o suficiente para a pole. Muller e Rob Huff foram classificados terceiro e quarto lugar, enquanto Norbert Michelisz qualificado em quinto e melhor do Troféu Yokohama, à frente de Alex MacDowall

 

WTCC NOS ESTADOS UNIDOS

 

PRÁTICA 2 - SEAT Tarquini'S é mais rápido

XGAB
A SEAT, Gabriele Tarquini, emergiu como o carro mais rápido do segundo treino, uma sessão que viu os carros León (tanto SEAT e Sunred) de forma consistente entre as primeiras posições, provando que eles podem lutar com Chevrolet em pé de igualdade.
Depois de Yvan Muller (1:47.501) e Tarquini (1:47.422) tinha fixado o ritmo nos minutos iniciais, Fernando Monje pulou em cima com uma volta impressionante de 1:47.224 que eventualmente o colocou em oitavo.
A poucos pilotos outros alternavam na liderança como o transcorrer da sessão: Alain Menu (1:47.210), Aleksei Dudukalo (1:47.136) e Tom Boardman (1:46.885). Então, na última parte da sessão, Tarquini completou uma volta de 1:46.457 que ia ficar mais rápido até o fim.
Muller melhorou para 1:46.852 e subiu para segundo, enquanto Tiago Monteiro alegou o terceiro lugar com uma volta de 1:46.881. Boardman manteve uma brilhante quarto, à frente de Rob Huff (1:46.987), Menu (1:47.080), Dudukalo e Monje. Os dois carros da Ford James Nash (1:47.308) e Tom Chilton (1:47.369) fechou o top ten.
Norbert Michelisz foi o melhor dos mergulhadores BMW na 12 ª posição. Os carros alemães lutou para encontrar a aderência e alguns motoristas - Stefano D'Aste, Alberto Cerqui, Franz Engstler e Tom Coronel - tudo girou na Curva 2.

 

GRANDE PRÉMIO EM NOVA JÉRSIA

GRANDE PRÉMIO EM NOVA JÉRSIA EM RISCO

 

Embora esteja já incluido no calendário de 2013, a primeira edição do Grande Prémio em Nova Jérsia poderá estar em risco de não se realizar,pois segundo apuramos,as exigências feitas 546477 417823661609258_833948478_n_500x332por Bernie Eclestone não foram satisfeitas,daí esta situação que iremos acompanhar de perto.

 

POSTER ANPAC

POSTER ANPAC

 

Eis o poster de apresentação da prova,por sinal a última do Campeonato que irá ter lugar no autodromo do Estoril,que assim encerra a 430408 327520570677754_139276931_n_500x332época de 2012.

 

MAIS UM PÓDIO PARA A NOVADRIVER

 

Campeonato Europeu FIA GT3 / Nurburgring (Segunda Corrida)
Team Novadriver alcança pódio e sobe
ao quarto lugar do campeonato
O Team Novadriver viu a sua classificação na segunda corrida da derradeira jornada
dupla do Campeonato Europeu FIA GT3 disputada no Nurburgring, ser alterada, com
César Campaniço e Ni Amorim, ao volante do Audi R8 LMS Ultra com as cores do
Banco Sol, Carglass, Hagen, Ray Just Energy e SIVA, a terminaram no terceiro
lugar, conquistando assim o terceiro pódio consecutivo.
Foi na sequência das verificações técnicas levadas a cabo no final da corrida que os
comissários FIA, após demorada deliberação, decidiram desclassificar o segundo
classificado (o Ferrari 458 Italia de Giuseppe Ciro e Perez Ardagna) promovendo a
dupla de pilotos do Team Novadriver ao terceiro lugar.
Com este excelente resultado, que confere alguma justiça à excelente prestação de
César Campaniço e Ni Amorim ao volante do Audi R8 LMS Ultra com as cores do
Banco Sol, Carglass, Hagen, Ray Just Energy e SIVA, durante todo o fim de
semana, o Team Novadriver ascendeu ao quarto lugar do campeonato.
César Campaniço – “Nunca fico feliz com os azares dos outros, mas esta
desclassificação e a nossa promoção ao terceiro lugar, vem colocar alguma justiça no
balanço final de um fim de semana em que demonstrámos andamento para lutar
pelos primeiros lugares. A ascenção ao quarto lugar do campeonato é agradável e
supera os nossos objetivos que passavam por lutar pelos pódios e finalizar entre os
cinco primeiros. Vencemos uma corrida, fomos quatro vezes ao pódio e ficámos em
quarto no campeonato.”

 

 

Classificação 2ª Corrida

xteam 500x332
1ºs Buhk/Baumman (Mercedes SLS AMG GT3
2ºs Mengsdorfer/Proczyk (Lamborghini Gallardo)
3ºs Ni Amorim/César Campaniço (Audi R8 LMS Ultra)
(...)
9ºs Natalia Freidina/Alexey Vassilyev (Audi R8 LMS Ultra)
Classificação Campeonato Europeu FIA GT3 (final)
1ºs Maximilian Buhk/Dominik Baumann, 214 pts
2ºs Michael Lyons/Stefano Gai, 156 pts
3ºs David Mengesdorf/Hari Proczyk, 151 pts
4ºs César Campaniço / Ni Amorim, 132 pts
5ºs Giuseppe Ciró/Gaetano Ardagna Perez, 125 pts
Classificadas 20 equipas

 

OBJECTIVO CUMPRIDO

 

“Objetivo cumprido!”

ricardo marques_2_500x332
Terminou em beleza a prova da dupla do Team Global Stadium,
Ricardo Marques e Paulo Marques que, no Rallye Centro de
Portugal, conseguiram ter uma prestação notável.
A prova a pontuar para o Campeonato de Portugal de Ralis 2L/2RM
previa-se bastante animada, com várias equipas a reunir as
condições para lutar pelos lugares do pódio.
A dupla do Citroën C2 R2 Max entrou motivada e cedo instalou-se
na terceira posição do campeonato para não mais a largar. Ainda
durante a manhã um problema de travões levou-os a perder algum
tempo, mas na assistência o problema foi resolvido, pelo que
partiram para os dois troços noturnos ainda mais motivados.
Ao longo de toda a prova a dupla esteve em pleno não cometendo
qualquer erro e impondo um grande andamento, explorando ao
limite o C2, mas que lhes permitiu alcançar bons cronos e também
debater-se com os seus adversários que disponham de melhores
meios.
Como nos salienta o piloto de Vieira do Minho “Foi um excelente

 

rali para todo a equipa. Entramos bastante motivados, com um
bom andamento e os resultados foram aparecendo. Conseguimos
ultrapassar todas as adversidades do rali, tivemos um problema
nos travões, que foi resolvido na assistência, mas de resto o carro
esteve perfeito e conseguimos subir ao pódio, o que foi um grande
premio para toda a equipa, que trabalhou bastante para esta
prova. Deixo aqui um agradecimento a todos os nossos fãs e
amigos de Vieira do Minho que nos estiveram a apoiar, assim
como a todos os nossos patrocinadores.”
Ricardo Marques e Paulo Marques terminaram assim o rali na 3ª
posição do CPR 2L/2RM, sendo os segundos na competição da
Citroën. Em termos de CPR absoluto foram os 6º da geral, primeiros
da classe.

 

PANCIATICI AMBICIOSO

 

FIA Mundo de Enduro Championship - CARREIRA 6:

 

6 Horas de Bahrein (28 e 29 de setembro de 2012)

 

NELSON PANCIATICI QUER UMA VITÓRIA

Nelson Panciatici_1_500x332

É no Bahrain International Circuit, em Sakhir, ao sul da capital Manama, que Nelson Panciatici leva
parte no desafio seguinte do Campeonato Mundial de Endurance (WEC). Não terem subido ao pódio, ou possivelmente
mesmo ganhando em São Paulo, Nelson quer uma vitória para confirmar o desempenho que ele produziu em corrida.

Silverstone terminou com um pódio excelente ea RACING G Drive-By Signatech equipe NISSAN dominado
treinos livres em São Paulo antes de Nelson Panciatici definir os melhores tempos de terceiro nas eliminatórias com o Oreca 03
NISSAN equipado com pneus duros Dunlop. O seu desempenho coloca no mesmo nível que as melhores equipas
na classe LMP2 altamente competitivo onde Nelson Panciatici e seus co-pilotos, Pierre Ragues e romana
Rusinov, estão entre os favoritos!

O Oreca 03 NISSAN # 26 tem todo o foco da equipe gerida por Philippe Sinault, e Nelson Panciatici é

pronto para enfrentar a concorrência no circuito do Bahrein:

Nelson: "O nível de desempenho que conseguimos em São Paulo, certamente nos deu mais confiança para o Bahrain
e nós realmente queremos provar isso com uma vitória! Toda a equipa merece considerando a quantidade de trabalho que
foi colocado no desde o início da temporada e vou fazer o meu melhor para que isso aconteça. Eu não sei o
Bahrein circuito, mas eu assisti um monte de vídeos. Parece técnico, mas o plano de prática que temos deve permitir
-nos a tornar a nossa marca. Confio Damien, meu engenheiro, para encontrar a solução certa técnica que nos dará um pouco
pouco de vantagem. Como de costume, a concorrência será dura e nós temos que tomar cada corrida como ela vem porque é
a melhor maneira de conseguir um bom resultado! "

O RACING G-DRIVE inteiro por Signatech equipe NISSAN está no mesmo estado de espírito e seu chefe, Philippe
SINAULT, está de olho em vitória antes do final da temporada:

"Nós estávamos entre os mais rápidos em pista, em São Paulo. O carro teve um excelente desempenho, sem o incidente
no warm-up ficaremos definitivamente teve um pódio se não melhor. Nós até mesmo definir o tempo mais rápido na corrida
uma hora antes do final. Nosso objetivo agora, e tendo em vista o desempenho desde Silverstone, é para chegar na
pódio novamente e até mesmo obter uma vitória antes do final da temporada. "

A batalha pela vitória na classe LMP2 vai ser bem disputada e os drivers do RACING G drive-by
Signatech NISSAN equipe será certamente jogadores-chave!

 

TEAM NOVA DRIVER EM DESTAQUE

 

Campeonato Europeu FIA GT3 / Nurburgring (Segunda Corrida)


Team Novadriver termina campeonato
num excelente quinto lugar

teamnovadriver tpgt_1002_500x332
Terminou o Campeonato Europeu FIA GT3 com a realização da segunda corrida da
jornada dupla do Nurburgring, onde sem “handicap” regulamentar nem intervenções
do “Safety Car”, os pilotos do Team Novadriver, César Campaniço e Ni Amorim, ao
volante do Audi R8 LMS Ultra com as cores do Banco Sol, Carglass, Hagen, Ray
Just Energy e SIVA, terminaram no quarto lugar.
Depois de uma primeira corrida em que César Campaniço e Ni Amorim, prejudicados
pela presença em pista do “Safety Car” e por um “handicap” de 15 segundos,
averbado após a vitória em Moscovo, terminaram no sétimo lugar, esta segunda
corrida foi bem diferente para o Team Novadriver.
César Campaniço – que cumpriu o arranque saindo do sétimo lugar da grelha de
partida – aproveitou a confusão nos metros iniciais para ganhar algumas posições,
chegando ao terceiro lugar. Os pneus frios do Audi levaram o piloto do Team
Novadriver a perder uma posição para um adversário com andamento mais lento,
ficando depois preso atrás dele e perdendo muito tempo para quem o seguia.
Uma tentativa de ultrapassagem demasiada musculada de um desses rivais, acabou
num toque que colocou fora de pista o Audi R8 LMS Ultra do Team Novadriver,
caindo César Campaniço para o oitavo lugar. O piloto iniciou desde logo a recuperação
e alardeando um excelente andamento, conseguiu terminar o seu turno no sexto
lugar.
Troca de pilotos cumprida e com Ni Amorim ao volante do Audi R8 LMS Ultra com as
cores do Banco Sol, Carglass, Hagen, Ray Just Energy e SIVA, o Team
Novadriver subiu para o terceiro lugar à saída das boxes, perdendo mais tard

 

tarde essa
posição acabando no quarto lugar. O que acabou por deixar um sabor amargo, pois
pelo andamento exibido nesta última corrida, o pódio estava perfeitamente ao alcance
não fossem os incidentes da primeira parte da corrida.
O quarto lugar no final desta segunda corrida acabou por permitir consolidar o
excelente quinto lugar final no campeonato, ficando o registo de uma vitória e três
subidas ao pódio ao longo da temporada, perfeitamente dentro dos objetivos traçados
pelo Team Novadriver no início da temporada.

O segundo Audi R8 LMS Ultra do Team Novadriver, pilotado por Natalia Freidina e
Alexey Vassilyev volltou a pontuar, exibindo um andamento mais consistente e rápido
fruto da melhor adaptação ao carro e à exigente pista do Nurburgring.
César Campaniço – “O resultado é bom, mas poderia ter sido muito melhor, pois
imediatamente a seguir à largada aproveitei a confusão gerada na primeira curva
para chegar ao terceiro lugar. Devido aos pneus frios, deixei escorregar um pouco
mais o Aud R8 LMS Ultra do Team Novadriver e isso foi aproveitado por um
adversário mais lento que depois me fez perder muito tempo. Acabei por ser colocado
fora de pista numa ultrapassagem e cai para as últimas posições. Ainda recuperei
alguma coisa, mas ficou desfeita a oportunidade de somar mais um pódio que estava,
perfeitamente, ao nosso alcance.”
Ni Amorim – “Foi uma corrida tranquila para mim, mas fica o sabor amargo quando
olhamos para todos os incidentes que o César sofreu no seu turno de condução, tendo
a certeza que tínhamos andamento para voltar ao pódio. Assim não aconteceu, mas
no final consolidámos o quinto lugar do campeonato e, num curto balanço, estou
muito satisfeito com a temporada realizada no seio do Team Novadriver.”
Natalia Freidina – “Hoje foi possível cumprir o meu turno de condução em ritmo de
corrida e fiquei muito feliz porque voltámos a pontuar, o meu ritmo foi superior e a
adaptação ao Audi R8 LMS Ultra do Team Novadriver melhorou muito. Foi um fim
de semana muito agradável no seio de uma equipa de topo.”
Alexey Vassilyev – “Muito feliz no final da corrida de hoje, pois mais habituado ao
Audi R8 LMS Ultra do Team Novadriver consegui baixar de forma notória os tempos
por volta e voltámos a pontuar, o que acaba por sublinhar um excelente fim de
semana no seio desta excelente equipa.”

 

TT NO BRASIL

 

Mitsubishi Cup: Régis Braga e Ana Sena Braga afinaram entrosamento na sexta etapa


A etapa marcou a reestreia da dupla em competições de rali cross country

 

170892 267786_luciano_santos_sigcom_500x332 A 6ª etapa da Mitsubishi Cup em Londrina no último sábado (22) serviu como treino para Régis Braga e Ana Carolina Sena Braga, equipe Bahia Rally, que voltaram a competir juntos na competição. A dupla disputou prova acirrada na categoria L200 Triton ER Master e foi o momento de retomada e adaptação do casal em provas de velocidade cross country com previsão de mais duas provas em outubro: o Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country (Rally dos Bandeirantes) e a 7ª e última etapa do Mitsubishi Cup-Poços de Caldas (MG), nos dias 14 e 27, respectivamente.

Régis e Ana competem na Mitsubishi Cup com o modelo Mitsubishi L200 Triton ER de número 12. "A etapa estava muito gostosa, forte calor e o percurso bem rápido, que exigiu muita concentração e destreza na pilotagem. Foi um dia para alinhar nosso entrosamento e usamos como um excelente treino para a próxima etapa do Campeonato Brasileiro onde somos os atuais líderes na categoria Super Production, foi muito importância para a nós, vimos os pontos que precisamos ajustar e aprimorar sempre", destacou o piloto de Lauro de Freitas (BA) que soma 149 pontos na 4ª posição na classificação da temporada.

Para a navegadora Ana Carolina Sena Braga foi emocionante voltar para a competição. "Fiquei muito feliz em voltar a navegar. As provas da Mitsubishi Cup são muito agradáveis dentro e fora do circuito. Após dois anos longe das competições fiquei muito feliz em reencontrar amigos que me deram boas vindas e também ficaram muito felizes com o meu retorno. Eu e Régis temos uma afinidade muito grande e isso ajuda demais na navegação. Na primeira volta estava um pouco tensa, com medo de errar e ele me tranquilizou, pois sabia que após tanto tempo sem treino aquela prova seria para minha readaptação. Nas voltas seguintes já estava mais entrosada com o equipamento e foi mais tranquilo. Um ótimo aquecimento para o Brasileiro", finalizou.

A Equipe Bahia Rally conta com o patrocínio Sael Mitsubishi (Recife/PE), Tradisul Mitsubishi (RS).

Facebook: Piloto Régis Braga

Mais informações sobre a Mitsubishi Cup no site:www.mitsubishimotors.com.br

Resultado da 6ª Etapa da Mitsubishi Cup - Londrina/PR

L200 Triton ER Master
1º Marcelo Mendes / Deco Muniz, 45 pontos
2º José Hélio Rodrigues / Weidner Moreira, 42 pontos
3º Vanderlei Cassol / Felipe Bianchini, 35 pontos
4º Gustavo Rodrigues Xavier /Alessandro Fabrício, 33 pontos
5º Perterson Oliveira / Gilson Rocha, 30 pontos
6º Armando Bispo / Rodrigo Khezan, 26
7º Felipe Ewerton Cezar Da Silva/ Rodrigo Mello, 25
8º Lucas Moraes /Eduardo Bampi, 22
9º Régis Braga Maia /Ana Carolina Braga, 22
10º Luiz Fernando Baú / Plínio Bergamo, 11

Classificação acumulada, após seis etapas:

L200 Triton ER Master
Piloto
1) Marcelo Emerick Mendes (Juiz de Fora / MG), 236 pontos
2) Jose Hélio Goncalves Filho (São Paulo / SP), 215 
3) Peterson Silva De Oliveira (Tubarão / SC), 170 
4) Régis Braga Maia (Lauro de Freitas / BA), 149 
5) Lucas Moraes (Santana do Parnaíba / SP), 149

Navegador
1) Weidner Moreira, 215 pontos
2) Deco Muniz, 194
3) Eduardo Bampi, 149
4) Filipe Bianchini, 133
5) Rogério Almeida,127

 

FORD ANUNCIA SUPRESSÃO DE POSTOS DE TRABALHO

 

Ford anuncia supressão de centenas de postos de trabalho na Europa


O segundo maior construtor automóvel norte-americano, a Ford, anunciou hoje a supressão de centenas de postos de trabalho administrativos e comerciais na Europa, na sequência de saídas voluntárias.

Em comunicado, a Ford anunciou que implementou três programas para reduzir os custos com pessoal na Alemanha, no Reino Unido e no resto da Europa, devido a uma combinação de «saídas voluntárias de trabalhadores e um menor recurso a [funcionários] temporários».

A empresa espera que estes programas se traduzam numa «redução dos efectivos em várias centenas de postos, cujo número exacto só será conhecido dentro de alguns meses», sublinhando que todas as saídas são «puramente voluntárias».

Estas medidas foram decididas «no âmbito de um exame em curso para conseguir uma maior eficácia em todas as actividades da Ford Europa, tendo em conta o clima de negócios actual», refere a nota.

Contactado pela AFP, um porta-voz da Ford, Mark Truby, escusou-se a esclarecer as poupanças esperadas com a supressão destes postos de trabalho, afirmando apenas que as saídas voluntárias de trabalhadores vão ocorrer «até ao final do ano» e que abrangem apenas funcionários administrativos e comerciais e não os de produção.

A Ford tinha já anunciado em Julho que estimava perder mais de 1.000 milhões de dólares na Europa este ano, devido à crise do sector automóvel no Velho Continente.

Lusa/SOL

 

BARBOSA E CRUZ SATISFEITOS

 

CIRCUITO BRAGA 2

 

CAMPEONATO PORTUGAL CLÁSSICOS

 

CARLOS BARBOSA / JORGE CRUZ SATISFEITOS COM OS RESULTADOS

 

A dupla  Carlos Barbosa/Jorge Cruz,estavam satisfeitos com o desempenho do BMW 323 no final  do circuito Braga 2,onde após ter retirado o capacete, Carlos Barbosa fez-nos um resumo da odisseia do fim de semana “ no meu ponto de vista foi óptimo, sem problemas de maior.O carro esteve impecável,esta foi a primeira vez que o Jorge Cruz correu em Braga,e para mim também, numa prova integrado no Campeonato Nacional.Os meus parabéns pelo trabalho feito pelo Ricardo da Brandini que me tem permitido alcançar estes resultados”.

 

 

 

Mas pelos vistos no decorrer da prova houve saídas de pista,o que logo Carlos Barbosa confirmou “ é um facto,comigo foi nos treinos,quando se arrebentou um tubo de água, e com isso fiz logo um pião na entrada da chicane,mas nada mais do que isso.Com o Jorge, foi uma travagem tardia, e depois  foi passar por cima dos correctores,mais parecia um carro de rali,do que de velocidade”....

 

A próxima presença desta dupla está prevista para o primeiro fim de semana de outubro no autódromo do Estoril.

 

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

 

1º Corrida

 

1º Carlos Barbot – Loal T 70

2ºLuis Barros –Porsche 930

3º Rui Alves – Foprd Escort

4º Rui Costa – Ford eScort

5ºAntónio Nogueira- Ford Escort

12-CARLOS BARBOSA –JORGE CRUZ –BMW 323

 

2ª Corrida

 

1º Carlos Barbot –Lola T 70

2ºRui Alves – Ford Escort

3ºLuis Barros –Porsche 930

4ºRui Costa – Ford Escort

5º Helder Silva – BMW 323

10ºCARLOS BARBOSA – JORGE CRUZ –BMW 323XBARB1 500x332XBARB2 500x332

 

TROCA DE MÁQUINAS

TROCA DE MÁQUINAS

 

Foi no final de domingo,após o término das corridas, António Nogueira e José Pedro Fontes trocaram de carro,isto é,Nogueira foi para a pista ao volante do Mercedes SLS AMG com que Fontes corre habitualmente,e Fontes foi para a pista ao volante do Porsche GT 3 R de Nogueira.

 

No final António Nogueira dizia-nos " gostei do carro e do seu comportamento bem diferente do Porsche.Em curva e a sair é espectcular,mas apenas dei meia duzia de voltas.Deu para ver um pouco do potencial do carro,que está preparado com as especificações que o José Pedro Fontes e o Miguel Barbosa utilizam .Mas é um carro que exige umas horas de treino para se poder explorar as suas potencialidades".

 

Já José Pedro FOntes acrescentava " no passado corremos com um POrsche GT 3,mas este R,nada tem a haver com o outro que conduzi,é um carro fabuloso,mas precisa de ser revisto o seu set up,pois em certas curvas fugia umpouco de traseira,mas gostei muito,e mais, este carro com o set up correcto vence uma corrida nesta pista de Braga".Mais palavaras para quê TROCA1 500x332TROCA2 500x332TROCA3 500x332TROCA4 500x332TROCA5 500x332TROCA6 500x332TROCA7 500x332dum Campeão....

 

TREINOS WTCC-ESTADOS UNIDOS

 

PRÁTICA 1 - CHILTON está logo atrás MULLER

XCHILTON
Chevrolet Yvan Muller definir o ritmo no primeiro treino do dia e Tom Chilton criado uma surpresa, postando a volta mais rápida em segundo em sua Ford Focus, apenas 0,053 segundo atrás.
Stefano D'Aste (1:47.862) e Alain Menu (1:47.205) foram os primeiros a hora do relógio significativas de volta nas fases iniciais. Então Muller (1:46.436) e Chilton (1:46.451) conseguiu quebrar a parede 01:47.
Com sete minutos restantes no relógio, a prática foi interrompida pela bandeira vermelha para limpar a pista na curva 2, após D'Aste e Alex MacDowall teve rodadas lá.
Quando a sessão recomeçou Muller e Menu melhorou para 1:46.398 e 1:46.574, respectivamente, no entanto, este não foi o suficiente para o piloto suíço para expulsar Chilton de segundo.
"Grip na pista era muito melhor do que ontem. No entanto, esta manhã foi bastante fria, enquanto esperamos a temperatura muito mais quente para a qualificação. Portanto condições de aderência será muito diferente ", disse Muller.
"Temos trabalhado muito para melhorar nosso carro depois que lutou no Brasil. Resultado desta manhã é realmente encorajador e eu acho que todo o trabalho que temos feito está valendo a pena ", disse Chilton.
Seu companheiro de equipe, James Nash, confirmou o progresso do Focus ", definindo a volta mais rápida sétimo de 1:47.306. Gabriele Tarquini (1:47:009) e Norbert Michelisz (1:47.032)

 

classificados em quarta e quinta posições, respectivamente, surgindo como o mais rápido do SEAT e pilotos da BMW. Mehdi Bennani postou a sexta melhor volta (1:47.264).
D'Aste teve outro momento emocionante após a sessão foi retomada, outbraking-se na curva 5 e direção de largura na grama, Franz Engstler (oitavo, com 1:47.319) rodou e bateu na parede na Curva 9 na sua última volta.

 

O ESTOURO DE TEDESCHI - WTCC -USA

 

PROTEAM SAQUE DO CARRO TEDESCHI
Primeira aparição Felice Tedeschi no Campeonato FIA World Touring Car terminou antes mesmo do início.
Proteam Corrida retirou do evento o piloto italiano da BMW 320 TC carro que foi danificado além do reparo em um acidente espetacular na Curva 4, durante a sessão de hoje teste em Sonoma.
Tedeschi saiu do carro destruído incólume mas abalado. Como precaução, ele foi, portanto, transferido para o hospital para um check digitalização.TED

 

GALERIA DE IMAGENS DO PADDOCK

GALERIA DE IMAGENS DO PADDOCK NO ALGARVE

 

Eis um pequeno grupo de imagens do nosso colaborador e amigo Jorge Gomes da Click Time,que mostra assim aos nossos leitores uma pequena panorâmica do paddock na pista de P557177 465507136822189_203971138_n_500x332523849 465507170155519_2001768455_n_500x332376571 465507203488849_178527753_n_500x33247098 465507213488848_1801066759_n_500x332534367 465507243488845_2127071365_n_500x332ortimão no passado fim de semana.

 

ANTÓNIO FARIA VENCE

 

ANTÓNIO FARIA VENCE E APROXIMA-SE DO TÍTULO.
BILRACING CONTINUA A DESTACAR-SE

faria 2_500x332

Cumpriu-se no passado fim-de-semana, mais uma jornada do Regional Norte de
Enduro. O Team Bilracing esteve em excelente plano em Vales Longos, na região de
Paredes, credenciando-se uma vez mais como uma das mais fortes formações do
momento neste campeonato.

A equipa de Famalicão apresentou um bom leque de pilotos, divididos por duas
categorias. Na classe de Veteranos, o Team Bilracing apresentou António Faria,
Amadeu Almeida, Paulo Soares, Paulo Moreno, Aníbal Soares e José Miguel Pereira,
enquanto na categoria Enduro 2, Ivo Pinto “Brex”, Daniel Pinto e António Carvalho
eram os eleitos para estarem à partida.

António Faria esteve em destaque, vencendo a sua competição e dando um passo
importante rumo à revalidação do título regional de Veteranos. A muita chuva e
lama que se fizeram sentir durante toda a prova não travaram António Faria, como
o próprio explica: “foi difícil, pois o piso ficou muito escorregadio e duro. Adaptei-
me facilmente à nova mota, a KTM 450 EXC Six Days, que esteve excelente e ajudou
bastante nesta vitória. É uma máquina fantástica e com ela espero conquistar o
título, novamente”. Com este triunfo, António Faria aumentou a vantagem para o
2º classificado do campeonato, quando ainda faltam disputar duas provas. Ainda em
Veteranos, Amadeu Almeida ocupou a 5ª posição, Paulo Moreno foi 9º, enquanto os
restantes pilotos não lograram atingir o final da prova.

Já em Enduro 2, Ivo Pinto “Brex” continua a mostrar que é dos pilotos em foco desta
temporada, ainda que em Vales Longos não tenha ido além do 4º posto. Ainda assim,
o famalicense continua na luta pelo pódio do campeonato. António Carvalho terminou
na 8ª posição e Daniel Pinto não concluiu esta etapa.

A próxima prova do Team Bilracing é o Extreme Lagares, onde a forte presença
internacional é de esperar, bem como dos melhores pilotos portugueses. A
disputar nos dias 6 e 7 de Outubro, os pilotos escalonados serão António Faria e Ivo
Pinto “Brex”.

 

UM MILHÃO DE UNIDADES PRODUZIDAS EM MANGUALDE

 

CITROËN BERLINGO É UNIDADE Nº 1 000 000
PRODUZIDA EM MANGUALDE

Mangualde 1M_Berlingo_500x332Mangualde 1M_Flash_2_500x332Mangualde 1M_Producao_500x332Mangualde 1M_SalvaCliente_500x332
Um Citroën Berlingo 1.6 HDi de 90 cv de cor Preto Ónix foi o foco das atenções no Centro de Produção de
Mangualde, na cerimónia que ali se realizou no passado Sábado, dia 22 de Setembro. Tal deve-se ao facto de
ter cabido ao bem sucedido comercial ligeiro da Citroën a honra de ser a unidade número 1 000 000
produzida na fábrica nacional do Grupo PSA Peugeot Citroën, que se engalanou para receber um grupo
alargado de distintos convidados. Um número que foi também imortalizado pelos seus 900 colaboradores.
João Mattosinho, Director do Centro de Produção de Mangualde, deu as boas-vindas a um grupo de cerca de
70 pessoas, distintos convidados onde se integravam Sérgio Monteiro (Secretário de Estado dos Transportes),
Almeida Henriques (Secretário de Estado Adjunto da Economia), seis Presidentes de Câmara da região
(Mangualde, Nelas, Penalva, Sátão, Tondela e Viseu), deputados locais do PS e PSD, entre outros parceiros
e/ou entidades com quem os responsáveis pelas instalações fabris mantêm relações do foro profissional.
Coube a José Raul Pereira (Director de Comunicação da Automóveis Citroën, realizar a entrega ao cliente da
salva comemorativa deste Citroën Berlingo, o 1 000 000º veículo « made in Mangualde », na presença de
Horácio Rua, Gerente da Auto Sertório, Concessionário Citroën que geriu o processo de venda da unidade.
O Centro de Produção de Mangualde do Grupo PSA comemorou, igualmente, os seus 50 anos de história,
levando a efeito um dia de ‘portas abertas’ com os seus colaboradores, familiares e convidados, envolvendo
mais 3 000 pessoas. Do programa fizeram parte visitas à fábrica, exposição de exemplares dos veículos
Coube a um Citroën Berlingo a honra de se
tornar na unidade número 1.000.000 a sair
da linha de montagem do Centro de
Produção de Mangualde. A cerimónia
comemorativa teve lugar no passado Sábado
(22 Setembro), dia em que também se
resumiram os 50 anos de vida da unidade
fabril nacional do Grupo PSA Peugeot
Citroë

 

produzidos em Mangualde, momentos musicais, programa de diversão para as cerca de 500 crianças
presentes, entre outros momentos de interesse.
50 anos de história já escritos em Mangualde
Ao longo do meio século agora completado, o Centro de Produção de Mangualde (CPMG) tem-se afirmado
como um activo industrial e social de incontornável valor na região e no país. É, actualmente, a maior empresa
do distrito de Viseu e uma das maiores empresas a laborar em Portugal, ocupando a 10ª posição entre os
maiores exportadores nacionais.
Em 2011 foram ali produzidos 50 255 veículos, a uma média de 186 unidades por dia, pelas mãos dos 905
efectivos da fábrica, volume que contribuiu para se atingir, agora, a marca de 1 000 000 de unidades com um
Berlingo. Foi também um Citroën o primeiro veículo ali produzido em 1964, uma unidade do popular modelo
2 CV, num ano em que a produção foi de 472 veículos da Marca francesa. Aliás, a exclusividade da Citroën
manteve-se até 1998, altura em que a sua « irmã » Peugeot ali começou a ver nascer veículos da sua Marca,
com o Partner, « gémeo » do Berlingo, situação que se mantém até ao presente.
Foram vários os modelos Citroën que saíram das linhas de Mangualde:

A juntar ao volume acima, há a registar a produção, entre 1998 a 2010, de 582.425 unidades da primeira
geração do conjunto Citroën Berlingo/Peugeot Partner (código interno M59) e de 39.177 unidades da mais
recente geração dos dois modelos (código interno B9), ali produzida desde 2009, a última das quais o Citroën
Berlingo que simbolizou a unidade 1 000 000.
Nos últimos 20 anos o CPMG assegurou uma média aproximada de 1 000 empregos, número que ascende a
1 200 pessoas (mais 200 empregos indirectos) ao se considerar a última década. Milhares de colaboradores,
de vários concelhos e várias gerações passaram pela empresa, com centenas de milhares de horas de formação,
para lidar com o dia-a-dia da fábrica que envolveu centenas de fornecedores e parceiros institucionais.
Nos últimos cinco anos o CPMG facturou aproximadamente 2 000 milhões de euros, 95% dos quais oriundos
da vertente de exportação, afirmando-se, assim, como uma das maiores exportadoras nacionais. Ao longo
destes 50 anos ali foram investidos mais de 120 milhões de euros, assegurando um enorme desenvolvimento
industrial, sempre suportado numa forte estabilidade e autonomia financeira. Integrou na sua dinâmica industrial
os processos da certificação da qualidade, do ambiente e da eficiência energética e desenvolveu altas práticas de
segurança. Integrou o código de ética do Grupo e assumiu práticas de desenvolvimento social na região.
Desenvolveu uma cultura industrial aberta e internacional, com elevados Índices de produtividade e flexibilidade
que fazem a tornam numa empresa altamente performante num sector muito competitivo e num mercado
global. O profissionalismo, a competência e a motivação dos seus colaboradores e o inesgotável apoio e
confiança do Grupo estiveram sempre presentes e garantiram esta longa história. E é na força desta longa
história que assenta a ambição e determinação do CPMG para enfrentar os desafios do futuro.

A Marca CITROËN
A CITROËN nasceu há 90 anos perto da Torre Eiffel, em França. Marca dinâmica e criativa, a CITROËN lan em França. Marca dinâmica e çou em
2010 uma nova linha de produtos hoje composta pelo hoje composta pelo DS3 DS3, , DS4 e , , DS4 e DS5. Sob a égide de ‘Créative Technologie’, a
CITROËN propõe na sua gama dois veículos ‘Full Elec ‘Full Electric’ e modelos equipados com tecnologia tric’ e modelos equipados com tecnologiass ss micro micro--híbrida --híbridas: s: e s: s: e- ee-HDi e --HDi e
HYbrid4. Uma liderança tecnológica que se encontra HHHYbrid4. Uma liderança tecnológica que se encontra ttambém no WRC, onde a CITROËN detém 7 títulos de Ca ambém no WRC, onde a CITROËN detém 7 títulos de Cammpeã peã
do Mundo de Construtores. A Marca inova também no domínio dos serviços, através do CITROËN MULTICITY, a s

proposta de mobilidade. A CITROËN conta commmm 10.000 pontos de contacto com os seus clientes, uma presença em 80
países e um total de 1.43636.000 veículos comercializados em 201 3636.000 veículos comercializados em 20111. 11. .

 

DIVERSOS - BRASIL

 

Leandro Romera aprova Chevrolet Cruze no Campeonato Brasileiro de Marcas


A prova aconteceu neste domingo (23) no Autódromo do Velopark (RS)

171048 268302_duda_bairros_leandro_romera_b_500x332171048 268303_8016479592_a918b693c3_b_web__500x332O paulista Leandro Romera, fez sua estreia na 5ª etapa do Campeonato Brasileiro de Marcas-Copa Petrobras neste domingo (23) no Velopark, na cidade de Nova Santa Rita, situada na região metropolitana de Porto Alegre (RS). Na oportunidade o piloto conheceu de perto o Chevrolet Cruze de numeral 81 preparado pela equipe J.Star Racing. Durante os treinos e a corrida, o piloto testou e comprovou a potência do bólido no circuito gaúcho. 

A máquina é composta de motor Berta Argentino, quatro cilindros, com 220 cv e câmbio sequencial. "O Chevrolet Cruze é muito bom, bastante seguro e responde aos ajustes facilitando muito nossa vida. Apesar do pouco contato, pois a categoria tem dois treinos de 40 minutos pudemos evoluir substancialmente o acerto, o que possibilitou uma boa estreia", explicou Leandro Romera. 

No treino classificatório, Leandro Romera perdeu as melhores voltas do pneu por conta de um carro que derramou óleo na pista e foi o 13° colocado no grid da 5ª etapa. "Nós sabíamos que tínhamos um carro competitivo e que poderia ter um desempenho ainda melhor. Por isso, como previsto na corrida larguei bem, consegui manter o ritmo e cheguei a ocupar 5° posição, mas a quebra de um parafuso da manga dianteira nos tirou da corrida, foi uma pena", declarou Romera.

A estrutura e o apoio durante toda a etapa são fatores essenciais para o time. "Fiquei feliz a acolhida e gostei bastante do projeto da categoria, principalmente com o atendimento que a Chevrolet disponibiliza aos competidores, equipe e convidados. Todo pessoal do marketing, a área vip, tudo muito bem feito. O grande público que compareceu para prestigiar o evento, para mim foi importantíssimo ter tido esse contato com a competição, e poder conferir de perto o altíssimo nível dos pilotos da categoria e foi um privilégio participar de uma corrida super disputada, uma experiência fantástica!", completou Leandro Romera que compete na Stock Car.

Calendário Copa Petrobras de Marcas 2012:

6ª Etapa - 28 de Outubro - Tarumã
7ª Etapa - 18 de Novembro - Londrina
8ª Etapa - 02 de Dezembro - Curitiba

 

JOAQUIM TEIXEIRA VOLTA À CATEGORIA 1

JOAQUIM TEIXEIRA VOLTA À CATEGORIA 1

 

O campeão em título da categoria 1,Joaquim Teixeira,iniciou esta época no Campeonato Nacional de Montanhana categoria 2,ao volante de um Norma M 20F,com o qual tem feitos alguns resultados.No entanto com a paragem de Ricardo LIma o Seat Leon ficou disponivel,e Joaquim Teixeira vai conduzir o mesmo a partir da Rampa da Penha,sendo assim um dos protagonistas nesta categoria, que está cada vez mais animada.Por outro lado, a participação de Teixeira nesta categoria ,poderá vir a roubar TEIX1 500x332pontos aos diversos candidatos ao título.

 

RICARDO LIMA INTERROMPE TEMPORADA

CAMPEONATO NACIONAL DEMONTANHA

 

RICARDO LIMA INTERROMPE ÉPOCA DE MONTANHA

 

O piloto de Ponte de Lima,estava esta época para fazer a totalidade do Campeonato Nacional de Montanha ao volante do Seat Leon da Martinsspeed,e apenas fez as primeiras provas do Campeonato,na qual já não alinharia na rampa de Bragança XLIMAO 500x332,isso por falta de apoios por parte dos seus patrocionaodres,que assim não permiitram que o seu projecto fosse avante.

 

 

JOÃO SILVA COM COMEÇO AZARADO

 

COMEÇO AZARADO PARA JOÃO SILVA

press jsilva_1220_500x332

João Silva e Hugo Magalhães partiram extremamente motivados para o Rali Centro de Portugal, prova que já
haviam vencido no ano passado. Infelizmente o regresso ficou marcado pelo abandono após um despiste na
primeira especial do rali, felizmente sem danos de maior para a jovem dupla de pilotos e para o Renault Clio R3.

Apostado em obter um bom resultado na prova organizada pelo Clube Automóvel da Marinha Grande, João Silva
acabou por ser vítima de uma série de circunstâncias, não evitando uma saída de estrada na primeira classificativa
do dia, quando estavam cumpridos apenas 3 quilómetros de prova cronometrada.

O piloto madeirense da FX Hotelaria não escondeu o desalento pela desistência, assumindo desde logo que o
despiste se deveu a um erro seu: “infelizmente o rali terminou mais cedo do que esperávamos. Acabamos por
sair de estrada sem aquecer, no que poderia ter sido de novo um grande rali para a nossa equipa, depois de
todo o trabalho de preparação que decorreu conforme tínhamos planeado.”

“Numa zona muito rápida, entrei com muita velocidade numa curva e perdi a frente do carro, colidindo num
contentor de resíduos e na base de cimento que o suportava o que danificou logo o radiador e o depósito de
combustível do carro, obrigando-nos a desistir da prova.”

“Esta situação resulta de um erro só meu, ao não adaptar a minha atitude face a algumas circunstâncias
imprevistas. Nomeadamente, a neutralização à entrada do troço, que nos arrefeceu os pneus e toda a
mecânica, bem como a minha decisão tardia e sem testes prévios, de transportar uma segunda roda suplente,
adicionando mais 20kg à traseira do carro, o que prejudicou claramente o comportamento do carro em curva.”

“Ainda assim com a minha experiência devia ter avaliado melhor a situação e doseado o andamento nesta
zona. Mas a vontade de dar o meu melhor e de não perder tempo para os restantes adversários, fizeram-me
cair neste erro de principiante.”

“Ainda assim estou contente pelo trabalho feito antes do rali, pois o feeling durante os testes (apenas com uma
roda suplente) foi muito bom, e os reconhecimentos correram igualmente muito bem.”

“Apesar da normal frustração e desilução, tanto eu como o Hugo já estamos a pensar no próximo rali, em
Mortágua, onde esperamos poder estar presentes a 100% para levar em diante os nossos objectivos, ou seja,
vencer o CPR2.”

O Rali de Mortágua decorre nos próximos dias 19 e 20 de Outubro, mas a participação da dupla da FX Team só
será confirmada em breve, após análise das consequências deste incidente no orçamento da equipa. A vontade
contudo é de manter o inicialmente delineado e estar à partida das restantes 2 provas do CPR2.

 

SANDE E CASTRO VAI DAR A VOLTA AO MUNDO

 

Sande e Castro inicia “Volta ao Mundo” em Duas Rodas

XICO1 500x332
Francisco Sande e Castro dá início a viagem
inédita de moto. O ex-jornalista e piloto propõe-se
a realizar uma volta ao mundo num veículo de
duas rodas, projecto nunca antes realizado por
um português.
“Era um projecto que tinha guardado há bastante
tempo e, agora sinto que chegou o momento”
“Irei utilizar uma Honda Crosstourer, pois é a
marca que me garante maior tranquilidade em termos de fiabilidade e que em conjunto com uma
série de acessórios originais, tal como vidro mais alto, aquecedor de punhos, deflectores de ar, ficha
de 12 volts, descanso central, malas, barras de protecção e luzes de nevoeiro”, me permite todo o
conforto e condições necessárias para encarar esta viagem com a naturalidade de um grande
passeio.
O trajecto irá compreender cerca de 80.000 kms, a percorrer ao longo de quase 2 anos, com início
na Europa do Sul, rumo à Ásia, via Turquia, depois Irão, Azerbeijão, Paquistão, em direcção à Índia,
e depois a Indonésia e Austrália. Japão, Estados Unidos e África serão os destinos que irão fechar o
percurso desta viagem inédita para um português.

 

Esta aventura poderá ser acompanhada na página oficial Honda, no facebook, ou no site da marca,
com testemunhos semanais graças a uma ligação satélite que lhe permitirá, além destas descrições,
a localização geográfica permanente.

 

IBERIAN GENTLEMEN DRIVER EM JARAMA

 

Festival de Jarama: sucesso para o Iberian Gentlemen Drivers

IGD1 500x332
Jarama Vintage Festival atrai número recorde de participantes do Iberian Gentlemen Drivers
Carlos de Miguel vence primeira corrida ao volante de um Elva 7 BMW
Jesus Fuster e Alvaros Fontes, em Porsche 911 2.7 RS, vencem segunda corrida
Aproveitando o Jarama Vintage Festival, realizado no histórico circuito madrileno, o Iberian
Gentlemen Drivers levou a cabo nos dias 22 e 23 de setembro, a sua terceira jornada, atraindo 23
clássicos de competição, um número recorde de inscritos divididos pelas categorias de Históricos
65 (8 viaturas), Históricos 71 (9 viaturas) e Históricos 75 (6 viaturas). Na classificação geral, destaque
para as prestações de Carlos de Miguel e da dupla Jesus Fuster e Alvaros Fontes, vencedores da
primeira e segunda corrida, respectivamente.
JARAMA, ESPANHA – De volta a Espanha, num circuito que faz parte da história do automobilismo
mundial, os concorrentes do Iberian Gentlemen Drivers, organizado pelo Museu do Caramulo, não se
fizeram rogados e logo durante os treinos demonstraram todo o seu andamento e preparação. Jesus Fuster
e Alvaros Fontes colocaram na pole o seu Porsche 911 RS 2.7 (H75), com o tempo de 1m53,324s,
relegando para segundo lugar o Ford Escort RS 1600 (H71) de António Simões e Mário Silva, e para
terceiro lugar Marcial Rodriguez e José de los Milagros, em Porsche 911 RS 2.7 (H75). O melhor da
categoria Históricos 65 seria Carlos de Miguel, em Elva 7 BMW, com o tempo de 1m56,433s.
Com a grelha de Jarama repleta de automóveis históricos, verdadeiras pérolas da competição clássica, o
semáforo acendeu verde para a primeira corrida do fim-de-semana, soltando toda a potência de 23 bólides
que alinharam à partida. Aproveitando da melhor forma o pelotão compacto e as muitas ultrapassagens que
tal formatura possibilitou, o piloto espanhol Carlos de Miguel destacou-se na frente da corrida com o seu
Elva 7 BMW, sendo seguido de perto por Jesus Fuster, em Porsche 911 RS 2.7. Mais atrás seguia o Ford
Escort RS 1600, da ASM Team, conduzido pelo consagrado piloto português Mário Silva.
Bastante animada, a corrida ficou marcada por varias trocas de posição. Já perto do final, a dupla Jesus
Fuster / Álvaro Fontes foram obrigados a abandonar com problemas de caixa de velocidades quando
ocupavam o segundo posto, determinando dessa forma a vitória de Carlos de Miguel em Elva, seguido da
dupla Mário Silva / António Simões, e de Miguel Moreno / Carlos Peres, em Lotus Elan 26R.
A somar à vitória à geral, Carlos de Miguel arrecadou também o troféu da vitória na categoria H65, enquant

 

TT NO BRASIL

 

Mitsubishi Cup: Marcelo Damini e Helena Soares aprovam desempenho na sexta etapa


A próxima e última etapa da competição será no dia 27 de outubro em Poços de Caldas, Minas Gerais

170895 267777_luciano_santos_sigcom_2_500x332 Localizada ao Norte do Paraná, em Jaguapitã, a Fazenda Nova Maragogipe abrigou a disputa da 6ª etapa da Mitsubishi Cup no último sábado (22). Com circuito de 32 quilômetros em três provas que exigiu muita técnica em velocidade, e em meio à plantação de cana de açúcar a nova dupla da Equipe Candide, Marcelo Damini e Helena Soares concluíram o dia na 7ª colocação na categoria L200 Triton RS.

Os competidores provaram de um percurso emocionante, com incontáveis lombas, além de curvas desafiadoras e retas que permitiram acelerar forte. Na primeira volta o trecho estava escorregadio, porém o sol forte e o calor secou o piso e a poeira subiu. "A prova foi muito boa, rápida, cheia de curvas e bem travada e com muitos facões no final. Baixamos o tempo em cada volta, a Helena me passou muita segurança e foi uma das melhores provas da temporada", explicou Damini, piloto de Santos, litoral paulista. 

Para Damini, a prova de Londrina foi mais uma ótima oportunidade para treino com a Triton, pois utiliza o mesmo modelo no Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. "Após alguns ajustes, o carro ficou muito melhor nesta etapa da Cup. Como tenho um veículo igual no Brasileiro, então todas as informações são bem-vindas para a próxima prova, que também acontece em outubro", enfatizou o piloto.

Helena Soares, que há dois anos é piloto em provas de rali cross country, retornou à competição convidada pelo piloto Marcelo Damini para navegar em uma das categorias mais competitivas da Mitsubishi Cup. "Primeira vez navegando depois de começar a pilotar, me senti em casa e a vontade. Minha adaptação com o Marcelo foi rápida, tranquila e ele é um piloto muito concentrado e me passou confiança. Houve uma sintonia na linguagem, o Marcelo esteve concentrado e a navegação foi um pouco diferente do que ele estava acostumado", afirmou Helena.

Certamente nesta prova a navegação fez a diferença, porque as referências eram muito próximas. "Estou muito feliz, voltei as minhas origens, a Cup foi minha escola, adorei navegar, mas quero no futuro voltar pilotando. A Triton é realmente muito confiável, a Mitsubishi está de parabéns com a configuração desse veículo, adorei o carro, fiquei fascinada dentro dele na navegação, me diverti bastante, mas quero agora sentir como é pilotar essa máquina", finalizou Helena Soares.

Marcelo e Helena estarão novamente juntos na etapa final da temporada da Mitsubishi Cup prevista no calendário para a cidade de Poços de Caldas (MG), no dia 27 de outubro, no evento haverá a premiação da temporada.

A dupla Marcelo Damini e Helena Soares tem patrocínio da Candide, que tem tradição de mais de 44 anos no segmento de brinquedos e é a maior fabricante e importadora do setor do Brasil. 

Helena Soares, conta ainda com os patrocínios da SPARCO, Mitsubishi, Petroball, Codipar Racing e Irajá Tintas. Apoio da LadySlim, Pollyana Lopes Centro de Estética e Oversing.

Resultado Mitsubishi Cup - 6º etapa - Londrina/PR

L200 Triton RS 
1) Marcos Antonio Cassol/Luís Felipe Eckel, 41
2) Juliano Jorge Vieira Diener/Vitor José Muench, 38
3) Cristian Baumgart Stroczinski/Alberto Andreotti Neto, 37
4) Ingo Ott Hoffmann/Kaique Bentivoglio, 35
5) Marlon Koerich/Sidnei Broering, 31
6) Marcos Baumgart Stroczynski/Kleber Cincea, 31
7) Rodrigo Terpins/Lourival Roldan, 28
8) Marcelo Marchese Damini/Helena Soares, 25
9) Luiz Fernando Zarpellon/Daniel Vosnika, 19
10) Fábio Prada Ferreira/Edgar Fabre, 18

 

PSA COM NOVAS PARCERIAS

 

PSA Peugeot Citroën em negociações exclusivas com a JSC
Russian Railways (RZD) tendo em vista uma parceria estratégica
para acelerar o desenvolvimento da GEFCO


A PSA Peugeot Citroën anunciou que entrou em processo de negociações exclusivas com
a JSC Russian Railways (RZD) tendo em vista uma parceria estratégica para acelerar o
desenvolvimento da GEFCO. A implementação desta parceria estratégica permitiria à
GEFCO acelerar o seu desenvolvimento, combinando os seus pontos fortes com os da
JSC Russian Railways (RZD). Esta abordagem dá continuidade à formalização da
assinatura pela GEFCO, no início de 2012, de um contrato de logística exclusivo com a
divisão automóvel da PSA Peugeot Citroën e de um contrato semelhante com a General
Motors Europa, este formalizado em Julho de 2012.
Graças a este projecto, a GEFCO, não só poderia dar continuidade à sua estratégia de
expansão geográfica, na China, na Índia e na América Latina, mas também acelerar o
seu desenvolvimento na Europa Central e Oriental, particularmente na Rússia. A RZD e a
GEFCO forneceriam, assim, uma oferta de logística inigualável entre a Ásia e a Europa.
Esta parceria permitiria, também, diversificar as actividades da GEFCO e contribuir para
o crescimento do seu volume de negócios, criando assim um líder global de logística
industrial diversificado.
Este projecto proporcionaria aos funcionários da GEFCO um forte crescimento da
actividade ao longo dos próximos anos. A continuidade da gestão continuaria
assegurada, com Luc Nadal mantendo as suas funções executivas. A sede social manterse-ia em França.

 

A cedência de participação de capital da GEFCO pela PSA Peugeot Citroën ascenderia a
75%, para um montante de 800 milhões de euros, após o pagamento da GEFCO à PSA
Peugeot Citroën de um dividendo excepcional de 100 milhões de euros.
Um pacto de accionistas permitiria assegurar a protecção dos interesses das duas partes,
bem como a qualidade dos serviços de logística, fornecidos pela GEFCO à PSA Peugeot
Citroën.
A PSA Peugeot Citroën e a GEFCO vão dar início a um processo de informação e consulta
junto dos órgãos de representação do pessoal. A operação proposta deverá ser sujeita à
aprovação das autoridades da concorrência dos países em causa.
Sobre a PSA Peugeot Citroën
Formado por duas marcas de renome mundial, Peugeot e Citroën, o Grupo comercializou 3,5 milhões de
automóveis no mundo em 2011, 42% dos quais fora do continente europeu. Segundo maior fabricante de
automóveis da Europa, a PSA Peugeot Citroën realizou uma facturação de 59,9 mil milhões de euros em 2011.
A PSA Peugeot Citroën está presente em 160 países. Em 2011, o Grupo destinou mais de 2 000 milhões de
euros para pesquisa e desenvolvimento, muito em particular para a área de energias alternativas. As suas
actividades estendem-se, também, aos sectores de financiamento (Banco PSA Finance), logística (Gefco) e aos
equipamentos do sector automóvel (Faurecia)

 

G.P.SINGAPURA DE F 1

GRANDE PRÉMIO DE SINGAPURA DE FÓRMULA 1

 

VETTEL SEM APELO NEM AGRAVO

 

Sebastien Vettel foi o brilhante vencedor de mais uma edição do Grande Prémio de Singapura, que ao longo de duas horas de corirda,teve uma certa emoção,com duas entradas de safety car em pista, que aumentou o interesse da corrida ao juntar todos os participantes, ao mesmo tempo foi uma prova plena de estatégia para as equipas,com as constantes mudas de pneus.Uma vez mais Schumacher foi autor de mais um estouro, não muito diferente do registado nesta mesma pista no ano passado.

 

A McLaren foi a grande derrotada,pois Hamilton com problemas na caixa de velocidades,foi obrigado a desistir,e foi o seu colega de equipa Button a salvar a "honra do convento",ao obter a 2ªposição,ficando o pódio completo com o Ferrari de Alonso.

 

A 4ªposição foi para a surpresa desta jornada, trata-se do Force India de Di Resta, que teve atrás de si o Mercedes de Rosberg,e o 579665 407730069294043_918335279_n_13437 407611415972575_2075840125_n_500x3326084 407617345971982_1044820017_n_500x332282030 407728482627535_79354816_n_500x332303121 407612045972512_1073837891_n_500x332224496 407613812639002_566411918_n_500x332523822 407727889294261_1923794712_n_500x332545499 407610809305969_1112966681_n_500x332598703 407611985972518_785055608_n_500x332304421 407619342638449_1137147708_n_500x332564442 407717252628658_1173788650_n_500x332423653 407611815972535_566375841_n_500x332564099 407615659305484_1319074100_n_500x332198507 407616652638718_879143218_n_500x332399590 406961376037579_1530712440_n_500x332Lotus REnault de Raikonen.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL G.P.SINGAPURA

 

1ºVettel- Red Bull Renault

2º Button -McLaren Mercedes

3ºAlonso - Ferrari

4ºDi Resta - Force India

5ºRosberg -Mercedes

6ºRaikonen-Lotus Renault

 

CAMPEONATO MUNDO DE PILOTOS

 

1º Alonso - 194

2ºVettel - 165

3ºRaikonen- 149

4ºHamilton 142

5º Webber - 133

6ºButton - 119

7º Rosberg 93

8º Grosjean - 82

9ºPerez 65

10º Massa 51

 

LUIS SILVA QUER APOSTA NA VITÓRIA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA PENHA

 

LUIS SILVA QUER APOSTAR NA VITÓRIA NA CATEGORIA 1

 

Depois do segundo lugar obtido na rampa do Caramulo e a ascenção ao segundo lugar do Campeonato de Montanha na categoria 1,empatado com António Nogueira, Luis Silva está-se a tornar outra das revelações este ano,quando o piloto de Vila Nova de Famalicão está a participar pela segunda vez neste Campeonato.

 

 

Para a prova  deste fim-de-semana na rampa da Penha, Luis Silva  referiu.nos os seus  propósitos “ não sei se é  verdade,mas parece que o António Nogueira não vai alinhar,por isso prevejo que irá ser uma luta engraçada entre o Martine Pereira e eu.Quanto aos meus objectivos, é fazer todas as  subidas o mais rápido possivel,sem cometer erros,e sem problemas mecânicos. Gostava de vencer esta rampa,pois a diferença que tenho para o Martine Pereira em termos de Campeonato na Categoria 1, é XLUIS1 500x332XLUIS2 500x332de quatro pontos,mas a verdade é que  o campeonato deste ano está a ficar deveras animado,mas é bom que assim seja,pois torna-se mais interessante para todos”.

 

NUNO MATOS DE NOVO EM ACÇÃO

 

Nuno Matos e Filipe Serra apostam em nova
subida ao pódio na Baja TT Idanha-a-Nova

Nuno Matos_Filipe_Serra_01_500x332Nuno Matos_Filipe_Serra_02_500x332
 Após o inglório desfecho na Baja TT Oleiros-Proença, quando uma penalização no final a impediu
de festejar a sua segunda vitória na presente temporada, dupla de Portalegre regressa
novamente às pistas raianas, agora no cenário envolvente do concelho de Idanha-a-Nova
 Prova organizada pela Escuderia de Castelo Branco é a quinta e penúltima etapa do calendário do
Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno (CPTT) e será disputada ao longo de dois dias, entre
sexta-feira e sábado próximos
Um mês após o dramático final da Baja TT Oleiros-Proença, quando uma penalização de 1m os afastou
ingloriamente daquele que seria o seu segundo triunfo na presenta temporada, Nuno Matos e Filipe Serra
estão de regresso à Beira Baixa e à prova onde festejaram em 2011 a sua primeira vitória à geral no
Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno (CPTT).
Mantendo a chancela organizativa da Escuderia de Castelo Branco, a Baja TT Idanha-a-Nova desenvolve-se
ao longo de dois dias, entre sexta-feira e sábado próximos, constituindo a quinta e penúltima etapa do
calendário, numa jornada que poderá já revelar-se decisiva para a atribuição do título nacional absoluto.
“Tal como a anterior baja disputada no início deste mês, esta é uma prova de que gostamos
particularmente e que se adapta na perfeição às características do nosso carro e do nosso tipo de
condução. Há precisamente um ano, conseguimos aqui a primeira vitória absoluta das nossas carreiras

 

num momento inesquecível para toda a equipa. Apesar de a concorrência ser cada vez mais forte, claro
que gostaríamos muito de poder repetir esse resultado no próximo sábado, até pelas circunstâncias em
que perdemos a última baja”, recorda Nuno Matos, o atual vice-líder do Campeonato de Portugal de TT.
“Ganhámos a prova na estrada por 3,1 segundos de diferença… E depois perdemo-la na secretaria
devido a uma infracção de 4 km/h num Zona de Controle de Velocidade. Embora aceitando de imediato
a penalização, a verdade é que este desfecho constituiu um verdadeiro balde de água fria após o
tremendo esforço que realizámos nos últimos quilómetros da prova. Agora, há que olhar em frente e
perseguir o objetivo que ainda podemos alcançar este ano: a conquista do vice-campeonato absoluto”.Com apenas 10 pontos a separarem o segundo do sexto classificado, tudo permanece ainda em aberto em
relação a este particular, tanto mais que Nuno Matos partilha, à entrada desta prova, a vice-liderança do
CPTT com o jovem Ricardo Porém, somando ambos 43 pontos ao fim de quatro provas realizadas.
“Será mais um motivo de animação para esta reta final de temporada, mais agora que está praticamente

decidido o novo Campeão. O Ricardo está num ótimo momento de forma e tem sido um piloto
extremamente rápido, pelo que estou certo que vamos proporcionar um bom espetáculo em pista
nestas duas provas que faltam disputar”, antevê o piloto de Portalegre, já com duas presenças no pódio
este ano.
Com um percurso total de 355 km, a Baja TT Idanha-a-Nova terá o seu arranque oficial já na próxima tarde
de sexta-feira, com uma etapa que incluiu as duas habituais passagens por uma Super Especial de 8,5 km,
num percurso muito semelhante ao da última edição e coincidente com o final do Setor Seletivo de
sábado, 29 de setembro.
Concentrada num único Setor Seletivo de 338 km, com Assistência a meio e a contar para o tempo final, a
segunda e decisiva etapa inicia-se a partir das 13h00 junto à Ermida de Nossa Senhora do Almortão,
estando a chegada do primeiro concorrente ao final, no mesmo local, prevista para 18h00 deste sábado.
PROGRAMA:
Sexta-feira, 28 de setembro 2012
10h30/14h30: Verificações Administrativas (Escola Superior de Gestão)
11h00/15h00: Verificações Técnicas (Parque de Feiras de Idanha-a-Nova)
15h30: Hora limite para entrada em Parque Fechado (Parque de Feiras de Idanha-a-Nova)
16h55: Partida do Pódio para a Super Especial
17h15: Partida para a Super Especial 1 (8,5 km)
18h15: Partida para a Super Especial 2 (8,5 km)
19h45: Conferência de Imprensa (Escola Superior de Gestão)
Sábado, 29 de setembro 2012

12h40: Partida do Pódio para a 2ª Etapa
13h00: Partida para o Setor Seletivo (338 km)
18h00: Chegada prevista ao final do Setor Seletivo
18h30: Entrada em Parque Fechado no Parque de Feiras de Idanha-a-Nova
19h30: Entrega de Prémios no Pódio

 

CIRCUITO BRAGA 2 -RODA ARRANCADA

CIRCUITO BRAGA 2

 

RODA ARRANCADA

 

Foi assim que o bonito Ferrari da Oasis Motorsport, de Luis Reis e Carina Lima terminou a segunda prova de GT,depois do toque que levou do Lamborghini de José Carlos Ramos.xroda1 500x332xroda2 500x332

 

FOTÓGRAFOS EM ACÇÃO

FOTÓGRAFOS EM ACÇÃO

 

Eis Armindo Cerqueira da Foto GTI, nosso amigo e colaborador,e Pedro Ferreira quase em plena acção,antes de mais uma subida da rampa do Caramulo.A nossadupla1 500x332dupla2 500x332 homenagem a todos os fotógrafos que fazem a cobertura das provas.

 

Fotos de JOão Raposo - www.velocidadeonline.com

 

NO PADDOCK EM BRAGA

NO PADDOCK EM BRAGA

 

Era este o panorama das MAQ1 500x332MAQ2 500x332MAQ3 500x332máquinas estacionadas em pleno paddockdo circuito de Braga 2.

 

Fotos de JOão Raposo -www.velocidadeonline.com

 

WTCC NOS ESTADOS UNIDOS

 

MacDowall TOPS UM TESTE REDUZIDOS

MAC
Alex MacDowall a volta mais rápida na primeira saída para os pilotos do WTCC em Sonoma. O teste de 30 minutos durou apenas 26 minutos antes de ser bandeira vermelha quando Felice Tedeschi caiu na curva 4.
Yvan Muller foi o primeiro a cronometrar uma volta significativa de 1:49.891, 10 minutos na sessão. Um momento depois, Alain Menu, melhorou para 1:49.373 e Pepe Oriola mudou a marca mais à frente a 1:48.609.
Com 12 minutos restantes no relógio MacDowall cronometrou uma volta de 1:48.281 que eventualmente permaneceu o mais rápido como a bandeira vermelha da sessão encurtada por quatro minutos.
Tedeschi se arregalaram na curva 4 e seu Proteam BMW 320 TC rolou para a cama do cascalho, o estreante italiano lutou desde o início, spinning três vezes na curva 2 antes do acidente. Apesar do acidente duro, Tedeschi saiu ileso.
Fernando Monje definir uma terceira volta mais rápida impressionante de 1:48.979, rebaixando Muller para o quarto lugar o mais rápido dos carros Chevrolet. Enquanto Stefano D'Aste foi o melhor dos pilotos da BMW, classificando oitavo lugar, com uma volta de 1:49.449.

 

WTCC NOS ESTADOS UNIDOS

 

PILOTO AMERICANO PARTICIPOU NA PROVA DE WTCC NOS ESTADOS UNIDOS

 

ROB
Robb Holland é o motorista EUA primeiro a competir no Campeonato FIA World Touring Car como ele vai dirigir para a engenharia de bambu este fim de semana em Sonoma.
Holanda Pasquale Di Sabatino substitui a rodada deste fim de semana em Sonoma, na Califórnia, e Alex parceiros MacDowall na equipe do Chevrolet Cruze.
Depois de ser um ciclista profissional para a equipe nacional dos EUA, a Holanda passou a competir de carro em 2006. Desde então, ele se estabeleceu como um finalizador pódio no World Challenge SSCA de Automóveis de Turismo, vencendo sua primeira corrida no ano passado, ao volante de um Volvo C30.
Durante a atual temporada, ele é recing no British Touring Car Championship dirigindo um Honda Civic.
"Este é um fim de semana muito emocionante para mim, e estou muito contente de ter a oportunidade de participar do WTCC para o evento dos EUA. Eu não posso esperar para chegar ao volante do Chevrolet Cruze. Este tem sido um último minuto chamar-up, mas estou feliz por ter a oportunidade de mostrar o que eu posso fazer em um carro competitivo com uma equipe tão forte como o bambu-engenharia ", disse Holland.

 

Team Principal Richard Coleman acrescentou: "Isso tem todos juntos muito tarde e tem sido muito pouco tempo para Rob, mas estamos todos muito animado. Robb traz muita experiência para a equipe e estamos todos muito ansiosos para trabalhar com ele aqui em Sonoma neste fim de semana. "

 

GP 2 SERIES-SINGAPURA

GP 2 SERIES -SINGAPURA

 

VAN DER GARDE ENCERRA CAMPEONATO

 

O Caterham de  Van der Garde encerrou em cheio mais uma época de GP 2 Series, vencendo a derradeira corrida,acabando por repartir o pódio com Ericsson e Leimer, que mesmo na última volta arrebatou este lugar ao brasileiro Luis Razia.A 5ªpsição foi para Valsecchi, ficando o piloto,luso -angolano Ricardo Teixeira na 21ªposição.

 

No decorrer desta semana todos os carros serão embarcados por via maritima de Singapura  em direcção a Barcelone am Espanha,onde nos finais de Outubro terão lugar testes com todas as equipas,e onde Ricardo Teixeira irá marcar presença com a Rapax.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL 2ªCORRIDA

 

1º Van der Garde - Caterham

2ºEricsson - ISport

3ºLeimer - Racing Engineering

4º Razia - Arden

5º Valsecchi - Dams

21ºRicardo Teixeira -RapaxCATER1 500x332CATER2 500x332CATER3 500x332CATER4 500x332TEIX35 500x332

 

 

MARTINE QUER CONTINUAR NA LIDERANÇA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE  MONTANHA

 

 MART1 500x332MART2 500x332MART3 500x332

RAMPA DA  PENHA

 

MARTINE PEREIRA QUER CONTINUAR NA LIDERANÇA

 

Estando à frente da categoria 1, no Campeonato Nacional de Montanha,com apenas quatro pontos de avanço em relação a António Nogueira e Luis Silva, esta prova irá ser determinante para a obtenção do titulo desta categoria,mas Martine Pereira está consciente das dificuldades que o esperam “ é um facto,soube que o Nogueira não vai alinhar,mas o Luis Silva sim,e é sempre um adversário temerário.Tem um excelente  carro,e está a andar  cada vez mais depressa,por isso não sei se o meu Clio será suficiente para o conseguir bater.Mesmo assim espero que tudo corra bem, consiga terminar as subidas todas sem problemas no carro,e que consiga andar o mais depressa possivel,gostaria de vencer a categoria1,mas...há sempre um mas, vamos lutar para conseguir conservar a liderança em termos de categoria 1”.

 

AVILA EM 4 ªEM SINGAPURA

 

Ávila faz quarto com sabor a terceiro em
Singapura

RodolfoAvila TeamJebsen_500x332

O piloto português de Macau, Rodolfo Ávila, obteve a quarta posição na
corrida da Taça Porsche Carrera Ásia disputada no passado domingo no
circuito citadino de Singapura. Este resultado acaba por ter um sabor a
terceiro lugar, visto que a corrida foi ganha pelo carro convidado que não
marca pontos para o campeonato.

Na noite de sábado, sob a iluminação artificial do circuito citadino de
Marina Bay, decorreu a sessão de qualificação que seria severamente
afectada por um longo período de bandeiras vermelhas. Ávila foi o quinto
mais rápido, mas no final da sessão não estava totalmente satisfeito com
o seu resultado.

“Foi uma qualificação atípica. Acabei por dar apenas duas voltas
rápidas. O Keita Sawa bateu mesmo à minha frente e tive muita
sorte em não lhe ter acertado. No recomeço da sessão fomos para
a pista com as pressões de pneus muito altas e foi impossível
conseguir atingir a temperatura ideal”, explicou o piloto de 25 anos
que tripula o Porsche 911 GT3 Cup do Team Jebsen.

Duas horas antes do início Grande Prémio de Singapura de Fórmula 1, os
28 concorrentes da Taça Porsche Carrera Ásia lançaram-se ao asfalto para
as 12 voltas da única corrida do fim-de-semana na cidade-estado.

Ávila fez um mau arranque e perdeu uma posição, mas ainda na primeira
volta o carro com o número 20 nas portas estava já novamente a rodar
no quinto lugar. Dai até final, Ávila envolveu-se numa luta a quatro pela
quarta posição, em que levaria a melhor.

“Foi uma corrida bastante intensa, com várias lutas renhidas,
mas sempre limpas. Senti algumas dificuldades nas primeiras
voltas para conseguir colocar temperatura nos pneus, mas com o
decorrer da corrida e apesar do desgaste, ainda consegui melhorar
ligeiramente as minhas voltas. Apesar de obviamente ambicionar
um lugar no pódio, posso dizer que estou satisfeito com a minha
prestação na corrida”, conclui Ávila.

Depois da passagem pela Malásia e Singapura, a Taça Porsche Carrera
Ásia regressará à República Popular da China para a derradeira prova
da temporada, que está agendada para o fim-de-semana de 10 e 11 de
Novembro, no Circuito Internacional de Xangai.

 

SUPER7 EM JARAMA

 

Super 7 by Kia encanta no Jarama Vintage Festival

Foto Comunicado_Jarama_500x332

No fim de semana de 22 e 23 de Setembro, Super 7 by Kia rumou até ao
circuito de Jarama para integrar o glamorouso Jarama Vintage Festival. Este
Festival é de facto uma porta para o passado que permite viajar no tempo do
desporto automóvel, da moda, da música e das brincadeiras de outrora com
toda a família.

Sábado os Super 7 começaram com os treinos livres a estudar as afinações
do carro e a delinear estratégias para as duas corridas de sprint que se
seguiram. Foram duas adrenalínicas corridas de 20 minutos, onde os pilotos
tiveram de andar no limite, dar o tudo por tudo sem descanso ou espaço para
erros.
Na primeira corrida Ricardo Megre foi primeiro, seguido de Luís Lisboa em
segundo que realizou o melhor tempo com 1’52.272 e Gonçalo Lobo do
Vale que fechou o pódio. A dupla João Galvão/José Pacheco tiveram uma
excelente prestação terminando em quarto e o estreante piloto espanhol
Jesus Fúster fechou o top 5.
Na segunda corrida Ricardo Megre repete o primeiro lugar mas sem
descanso já que Luís Lisboa liderou até meio da prova acabando por desistir
por falta de combustível. Gonçalo Lobo do Vale alcançou um suado segundo
lugar e Nuno Santos que havia desistido na primeira corrida foi terceiro. Em
quarto chegou Duarte Lisboa que teve nesta corrida um andamento marcante
e em quinto terminou de novo o espanhol Jesus Fúster. Luís Lisboa foi
novamente o mais rápido em pista com o tempo de 1’51.494.

Domingo realizou-se a terceira corrida deste fim de semana, agora com a
duração de 45 minutos. Foi uma corrida surpreendente com Gonçalo Lobo
do Vale a liderar desde a partida e a sair vencedor, apesar de no final ter
ficado sem caixa e ter realizado a restante prova sempre em quarta. Jesus
Fuster foi a grande surpresa deste fim de semana, já que tendo tido a sua
estreia aos comandos do Super 7, terminou em segundo lugar depois de
se ter envolvido num toque que ditou a desistência de Nuno Santos, que
seguia nessa altura em segundo do pelotão. A dupla Luís Santa-Bárbara/
André Correia fizeram uma brilhante corrida fechando o pódio em terceiro
pela primeira vez neste campeonato. André Correia levou para casa a taça,
um belo presente de aniversário festejado em Jarama com a Super 7 by Kia.
Duarte Lisboa foi quarto, em mais uma excelente prestação, e o seu irmão
Luís Lisboa fechou o top 5, depois de ter sido penalizado no final por conta
da paragem na box (antecipou 2,7 segundos), apesar de ter terminado em
primeiro. Luís Lisboa foi pela terceira vez neste fim de semana detentor do
melhor tempo em pista com 1’52.500.
Ricardo Megre terminou em sexto lugar, depois de ter visto o seu andamento
ser ditado pela ausência de embraiagem no seu Super 7.
A dupla João Seabra/José Luís Rodrigues cumpriram o objectivo que
os trouxe a Jarama, um fim de semana diferente, cheio de adrenalina e
diversão, bem ao jeito “Kia mais”, obtendo um 11º e dois 10º lugares.

Destaque também para os pilotos espanhóis estreantes neste campeonato
Super 7 by Kia Alfonso Gordon, Jorge Lopez e Carlos Martinez que fez

dupla com o já conhecido piloto Luís Sepúlveda e que foram unânimes nos
seus comentários: Muito bom ambiente dentro de pista ao estilo Gentleman
Drivers, muita diversão e adrenalina, uma condução espectacular ao volante
do Super 7, uma experiência claramente a repetir.
Super 7 by Kia marcou em Jarama pelas corridas justas e adrenalínicas, pela
qualidade e destaque dos seus pilotos e pelo bom ambiente dentro e fora de
pista.

Foi uma fim de semana inesquecível, onde transportados para outra época
o pelotão Super 7 by Kia continuou a dar cartas no que toca a adrenalina e
diversão, espalhando sonrisas em terras Espanholas. Nuestros hermanos
renderam-se aos encantos da Super 7 by Kia, neste festival onde se sente o
passado, vivendo o presente.

1ª Corrida
1º Ricardo Megre
2º Luís Lisboa
3º Gonçalo Lobo do Vale
4º João Galvão/José Pacheco
5º Jesus Fúster
6º André Correia/Luís Santa-Bárbara
7º Duarte Lisboa
8º Nuno Santos
9º Jorge Lopez
10º Alfonso Gordon
11º João Seabra/José Luís Rodrigues
12º Luís Sepúlveda/Carlos Martinez
13º Manuel Marques de Matos

Volta mais rápida: Luís Lisboa 1’52.272
2ª Corrida

1ª Ricardo Megre
2º Gonçalo Lobo do Vale
3º Nuno Santos
4º Duarte Lisboa
5º Jesus Fúster
6º Alfonso Gordon
7º Manuel Marques de Matos
8º Jorge Lopez
9º João Galvão/José Pacheco
10º João Seabra/José Luís Rodrigues

Volta mais rápida: Luís Lisboa 1’51.494

Não Classificados
Luís Lisboa
Luís Santa-Bárbara/André Correia
Luís Sepúlveda/Carlos Martinez

3º Corrida

1º Gonçalo Lobo do Vale
2º Jesus Fuster
3º Luís Santa-Bárbara/André Correia
4º Duarte Lisboa
5º Luís Lisboa
6º Ricardo Megre
7º Alfonso Gordon
8º Jorge Lopez
9º Luís Sepúlveda
10º João Seabra/José Luís Rodrigues
11º João Galvão/José Pacheco
12º Nuno Santos
13º Manuel Marques de Matos

Volta mais rápida: Luís Lisboa 1’52.500

 

TIAGO REIS LUTA POR POSIÇÃO NO PÓDIO

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA PENHA

 

TIAGO REIS NA LUTA POR POSIÇÃO NO PÓDIO

 

Tiago Reis é sem dúvida alguma a revelção do ano  no Campeonato Nacional de Montanha,onde de prova para prova, tem conseguido  evoluir ao ponto  na Rampado Caramulo,o piloto da Transfradelos ,acabou a prova na segunda posição,a três décimas de segundo do vencedor,o Juno de Pedro Salvador.Segundo Tiago Reis, “ depois dos problemas com a embraiagem sentido na rampa de Bragança,o Norma M20F na rampa do Caramulo esteve impecável,por isso andei como andei,e foi por pouco que não venci,mas este segundo lugar já foi muito bom”.

 

 

 

Uma  questão que se impunha,qual o segredo deste jovem piloto,que apenas está a efectuar a sua segunda época no CampeonatoNacional de Montanha,o que logo Tiago Reis retorquiu “ antes de mais ter um carro bem preparado,e depois há que ir conhecendo as rampas.Ao longo deste  Campeonato estou em segundo em termos de classificação,o que é excelente, e agora vamos lá ver como irão decorrer as três ultimas provas,pois caso consiga ser Vice-Campeão  será fabuloso”.

 

 

Para a prova deste fim de semana Tiago Reis tem já defenido os seus objectivos “ antes de mais poder terminar todas as subidas,sem problemas mecânicos,e que consiga melhorar sempre em todas as subidas,de forma a poder ocupar um dos lugares do pódio,o que graças a Deus tem acontecido quase sempre com excepção de Bragança,isso fruto dos problemas que tive”.

TIG1 500x332TIG2 500x332

 

ANTÓNIO FELIX DA COSTA DE PARTIDA

ANTÓNIO FELIX DA COSTA DE PARTIDA

 

O piloto português parte hoje para França,para participar em  mais uma jornada da World Series by Renault, que este fim-de-semana assenta arrais na pista de Paul Ricard,onde Felix da Costa quer vencer.

 

Por outro lado,António Felix da Costa que tem vivido em Cascais com a sua familia,vai muito em breve mudar-se para Inglaterra,onde ficará mais perto das equipas de F 1, que é seu objectivo entrar para o circo em 2014.Por outro lado,com esta ida para Inglaterra, António Felix da Costa vai ter acesso ao simulador da Red Bull,que poderá ser uma grande ajuda para ficar ainda mais introduzido RENAULT 500x332 nos meandros da F 1.

 

MIGUEL PRAIA COM SONHO TRAIDO

 

Miguel Praia com sonho traído em Portimão

Portimo praia1_500x332

A ambição de Miguel Praia de conseguir o seu melhor resultado de sempre no Campeonato do
Mundo de Supersport poderia ter sido conseguida esta tarde não tivesse o piloto português
ter sido protagonista de uma saída de pista logo no início da prova que hipotecou esse sonho,
ficando-se pelo 17º lugar. Fica no entanto a satisfação de ter feito a sétima volta mais rápida da
corrida.

No final, Miguel tinha um semblante de desiludido: "Não era isto que esperava mas houve
um sem número de fatores que acabaram por determinar este resultado. Logo no início errei
a trajetória na curva VIP e quase caí e isso fez-me perder muitos lugares. Foi depois difícil
recuperar as posições. No entanto há que focar os aspetos positivos e ter feito a sétima volta
mais rápida da corrida é um deles. O resultado não era o que esperava mas fica esta pequena
satisfação", rematou.

Apesar de ter estado ausente do Campeonato ao longo da época de 2012, Miguel Praia espera
conseguir voltar ao Mundial de Supersport em 2012.

Resultados Corrida:
1º J. Cluzel - Honda CBR 600 RR
2º K. Sofuoglu - Kawasaki ZX-6R
3º F. Foret - Kawasaki ZX-6R
(...)
17º Miguel Praia - Honda CBR 600 RR a 1.214

 

LISTA DE INSCRITOS RAMPA DA PENHA

RAMPA DA PENHA


29/30 de Setembro de 2012


Campeonato de Portugal de Montanha


LISTA DE INSCRITOS

 

 

Categoria 1
Nº CONCORRENTE LIC. Nº CONDUTOR LIC. Nº VIATURA GRP CL
34 João Guimarães 2722 João Guimarães 2722 Peugeot 206 RC A 2 Peugeot 206 RC
31 Joaquim Teixeira 2687 Joaquim Teixeira 2687 Seat Leon SuperCopa P 3
48 Mazda MX5 P 2 Mazda MX5
52 Martine Pereira 2408 Martine Pereira 2408 Renault Clio RS A 2
52 Luis Nunes Luis Nunes Renault Clio RS A 2
55 Jorge Meira Jorge Meira Citroën Saxo Cup P 2
70 Luis Silva 2711 Luis Silva 2711 BMW 320 IS VSH 2
78 Rui Amorim 2700 Rui Amorim 2700 Citroën AX Sport VSH 1
90 Joaquim Santos 2879 Joaquim Santos 2879 Opel Astra OPC 3
Vitor Ramos 552 Vitor Ramos 552 Renault Clio RS P 2
Olavo Ribeiro Pedro Ribeiro Opel Astra VSH 3
Ricardo Sousa 3214 Ricardo Sousa 3214 Fiat Uno VSH 1

 

 

Categoria 3
Nº B LIC. Nº CONDUTOR LIC. Nº VIATURA CAT CL
96 João Peixoto 631 João Peixoto 631 Austin Cooper S 2
102 Francisco Marrão Francisco Marrão Ford Escort 3 10
107 Rui Mendonça 3357 Rui Mendonça 3357 Ford Escort 3 10
João Pires 551 João Pires 551 Ford Escort BDA 3
Jorge Correia Jorge Correia Datsun 1200 3 8
FastBravo José Artur Datsun 1200 3 8
Anibal Rolo Anibal Rolo DaTsun 240 Z 3
Abel Marques 2544 Abel Marques 2544 Autobianchi A112 3 8
Domingos Fernandes 3082 Domingos Fernandes 3082 Autobianchi A112 3 8

 

 

Categoria 4
Nº B LIC. Nº CONDUTOR LIC. Nº VIATURA CAT CL
152 José Artur Teixeira 2712 José Artur Teixeira 2712 Austi Cooper 4 16

 

Categoria 2

 

Nº 1-Paulo Ramalho -Juno

Nº 2- Pedro Salvador - Juno

Nº 4 - Tiago Reis -Norma M 20F

nº 21 -João FOnseca- Silver Car

Nº     - CarlosLUis - Speecart

 

ATENÇÃO LEITORES

Receita com multas do Código da Estrada já supera em 1/3 o total de 2010

De acordo com os dados divulgados pela Direção-Geral do Orçamento, a receita que o Estado arrecadou com estas multas atingiu os 64,1 milhões de euros, valor acima dos 54,4 milhões de euros registados nos primeiros oito meses de 2011.

A receita é assim superior a um valor já de si extremamente mais alto de comparação do ano passado, altura em que crescia 190,9 por cento.

@ Agência Lusa

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt