PARENTE NA 1ª LINHA

Álvaro Parente na 1ª linha em estreia neozelandesa

 

Álvaro Parente foi impressionante na sua estreia no Campeonato Australiano de Endurance, tendo colocado o seu McLaren 650S na primeira linha da grelha de partida para a corrida que se disputa na próxima madrugada em Hampton Downs International Motorsport Park, Nova Zelândia.

O português chegou ao circuito de 3,800 quilómetros e dez curvas sem conhecer praticamente nada sobre este e, para dificultar ainda mais a sua tarefa, foi presenteado com chuva ao longo de todo o dia, tendo que conhecer a pista com muita água a cobrir o asfalto neozelandês.

No entanto, e como é seu timbre, Álvaro Parente não baixou os braços e adaptou-se rapidamente às exigências de Hampton Downs, rodando consistentemente entre os primeiros, o que lhe permitiu assegurar o segundo posto na qualificação num circuito bastante encharcada e a passagem ao “Top 10 Shootout” – sessão em que os dez mais rápidos vão à pista realizar uma volta lançada um de cada vez.

Com um asfalto extremamente difícil, o piloto oficial da McLaren GT foi o penúltimo a abandonar as boxes, realizando uma volta impressionante ao espremer todo potencial do seu carro e usando toda a pista para alcançar o seu tempo.

Álvaro Parente acabaria por ficar com o segundo posto, ficando a menos de um décimo de segundo da marca da pole-position, deixando-o com uma sensação agridoce. “Dei o máximo e perder o primeiro lugar por tão pouco não é uma sensação fantástica, mas o segundo lugar é um bom resultado. Gosto muito deste sistema de qualificação, é diferente e coloca ainda mais o foco nos pilotos, que têm que lidar com uma pressão enorme sem cometer erros. Foi mais um desafio, para lá de conhecer o circuito, equipa e campeonato, mas está a correr bem e estou a gostar”, afirmou o português.

Para a corrida de amanhã, que terá quinhentos quilómetros de extensão, o piloto oficial da McLaren GT mostra-se entusiasmado, muito embora ele e o seu colega de equipa, Fraser Ross, tenham um enorme handicap para cumprir. “O carro é competitivo e a YNA Autosport/McElrea Racing é muito competente, portanto, temos as ferramentas para podermos bater-nos pelos primeiros lugares. Contudo, temos um handicap gigantesco, que não nos ajuda em nada. Por outro lado, ainda não rodei com slicks nesta pista, logo, se a prova for disputada em seco, terei que reaprender tudo. Mas vamos dar o nosso melhor e lutar por conseguir um bom resultado”, sublinhou o Álvaro Parente.

A corrida de Hampton Downs terá o seu início às 00h30 de domingo, Hora de Lisboa, e terá a extensão de quinhentos quilómetros, podendo ser seguida em directo no website oficial da competição: australiangt.com.au/live.