In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


NUNO SANTOS DE NOVO EM PORTIMÃO

 

Exame concluído para Nuno Santos em Portimão

Piloto correu no CNVT e preparou o Super Seven by Kia

Quase um ano depois da última experiência ao volante do Volkswagen Golf TCR2 da Martins Speed, Nuno Santos voltou ao modelo germânico. Desta vez, correu no Autódromo Internacional do Algarve, nas corridas do campeonato nacional de velocidade de turismos. Das quatro provas realizadas em dois dias, o piloto fez duas, a primeira e a quarta. Ontem terminou em segundo da classe e hoje esteve perto de repetir o feito, mas teve de encostar na última volta sem combustível no carro.

 

 

“Este fim-de-semana foi interessante. Em primeiro lugar, voltei a pilotar um automóvel com características completamente diferentes do Super Seven com que participo no Super Seven by Kia. Em segundo lugar, aproveitei a experiência para fazer mais quilómetros de competição e, em particular, andar num circuito onde vou fazer a próxima jornada do troféu em que corro. Não vim para o Algarve com objectivos de resultados. Estava preocupado, apenas, em tirar partido de um fim-de-semana de competição e isso foi alcançado, mesmo com alguns percalços”, afirmou Nuno Santos.
 
A experiência do ano passado ao volante do Volkswagen Golf TCR2 em Braga era para repetir. Nuno Santos queria voltar a guiar este modelo que pontua na segunda categoria do TCR e a oportunidade surgiu na derradeira jornada do campeonato nacional. Sem qualquer teste prévio, o piloto voltou a sentir as sensações de pilotar um carro de turismo apenas nos treinos cronometrados, já em Portimão.
 
A qualificação foi um momento muito positivo do fim-de-semana. Apesar das diferenças entre os diferentes carros do TCR2 nesta jornada, Nuno Santos conseguiu rodar muito próximo do Leon que obteve a pole-position. “A sessão correu muito bem. Não vale a pena, sequer, comparar com a concorrência, porque as realidades são completamente distintas”, explicou.
 
Nas corridas, Nuno Santos terminou a primeira em segundo. A derradeira contenda do fim-de-semana não foi concluída. “Na corrida inaugural aconteceu tudo dentro do previsto. Apesar do período de safety-car, consegui impor um ritmo regular e relembrar a pista onde vou correr no próximo fim-de-semana com o R300 do Super Seven by Kia. Na segunda, voltei a fazer isso. Tentei, também, extrair um pouco mais do Volkswagen Golf, mas, infelizmente, não terminei porque fiquei sem gasolina no depósito”, lamentou o piloto.
 
Concluída a participação na última jornada do CNVT, Nuno Santos vai regressar ao Algarve já no próximo fim-de-semana, onde vai participar na terceira jornada do Super Seven by Kia. O vencedor deste troféu em 2014 volta aos comandos do R300 que habitualmente partilha com Hugo Araújo.

 

SINGLE SEATERS EM PORTIMÃO

 

CRM Motorsport e Duarte Carvalho com novo desafio no Algarve

 

Piloto quer ser o melhor rookie nesta jornada

 

A CRM Motorsport volta a correr numa competição reservada a fórmulas, novamente com Duarte Carvalho ao volante. O jovem piloto que este ano se estreia nos automóveis depois de ter passado pela escola do karting continua a aprendizagem. De sexta-feira, dia 27, a domingo, dia 29, a equipa vai participar em mais uma ronda da Fórmula Ford Portugal, desta vez no exigente Autódromo Internaconal do Algarve. Ambicioso, o madeirense quer continuar a aprendizagem, lutar pelo pódio à geral e ser o melhor rookie.

 

Actual terceiro classificado no campeonato e líder entre os rookies, Duarte Carvalho sabe que a pista algarvia vai ser um tremendo desafio. Na primeira vez que ali corre, procura tirar partido de todas as sessões de treinos para ser rápido em corrida e poder discutir os primeiros lugares.

 

“As expectativas para esta jornada são elevadas. Quero ir ao pódio na classificação geral e, se possível, tentarei terminar no lugar mais alto. Vou procurar a vitória entre os rookies visto que esta fase do campeonato é crucial. Mais uma vez, vou enfrentar um traçado novo para mim, o que torna as coisas mais complicadas em relação aos meus adversários directos. Mas isso ainda desperta maio interesse e motivação para mim. Quero recuperar alguns pontos face à ronda de Jerez. Vou dar tudo”, afirmou Duarte Carvalho.

 

Para o líder da CRM Motorsport, Tiago Raposo Magalhães, este regresso à competição vai ser muito positivo para Duarte Carvalho. “O objectivo nesta jornada passa por dar continuidade à evolução positiva e à aprendizagem que o Duarte tem feito na sua época de estreia nos automóveis. É muito importante manter os índices competitivos. Voltar às pistas cerca de um mês depois das últimas corridas realizadas contribui para que o piloto continue a crescer”, explicou.

 

Programa Fórmula Ford Portugal – Algarve

Sexta-feira, 27 de Outubro

14h45 – 15h05 – Treinos livres

Sábado, 28 de Outubro

8h10 – 8h35 - Qualificação

Domingo, 29 de Outubro

8h45 – 9h05 – Corrida 1

17h05 – 17h25 – Corrida 2a414 Copy

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

MEXICAN GRAND PRIX PREVIEW Round 18 of 20 Mexico City, 27-29 October 2017
  – Like the United States Grand Prix that has just taken place, the tyres brought to Mexico will be the P Zero Yellow soft, P Zero Red supersoft and P Zero Purple ultrasoft (which reverts to its usual colour after turning pink in Austin!). The Autódromo Hermanos Rodríguez, named after Mexico’s famous racing brothers, is one of the quickest tracks of the year, and – as has been the case on a few occasions already this season – it’s the first time that the ultrasoft has been nominated there. With the race only returning to the calendar two years ago, expect to see more lap records broken this weekend.
 
THE THREE NOMINATED COMPOUNDS
  
 
 
THE CIRCUIT FROM A TYRE POINT OF VIEW
 
 
 Surface is quite smooth and slippery, reducing tyre wear and degradation despite the high speeds (372kph was seen in 2016).  Weather can be a question mark in Mexico City at this time of year: anything is possible.  As well as the fast corners, there is also a well-known slow and technical stadium section: an interesting mix of old and new.  Most drivers went for one stop last year, including the winner, Lewis Hamilton.  Pit lane is the longest of the year, increasing the stop time and so influencing strategy.
 
MARIO ISOLA - HEAD OF CAR RACING “In Mexico, we again maintain our principle of bringing softer compounds than last year whenever possible, in the pursuit of increased performance and more exciting races. This is actually the second consecutive year that we are bringing a new tyre to Mexico, as last year the supersoft was nominated there for the first time. Only two races have been run on the current version of the track before, so it’s not one of the venues that the teams are most familiar with. This means that there will be some learning to do with the ultrasoft in particular during free practice”.
 
 
 
 
 
WHAT’S NEW?     The ultrasoft tyre comes to Mexico City for the very first time and has proved very popular: many drivers have selected the maximum number of 10 sets.  Following the support for Susan G.Komen® foundation in the United States, the charitable focus this weekend will be on the victims of the Mexico City earthquake earlier this year.  Italy’s Paolo Andreucci recently clinched a remarkable 10th Italian Rally Championship title, using Pirelli tyres on his Peugeot Italia 208 T16.
 
AUTÓDROMO HERMANOS RODRÍGUEZ MINIMUM STARTING PRESSURES (SLICKS)
 
 
21.0 psi (front) – 19.5 psi (rear)
 
 
EOS  CAMBER LIMIT
 
 
-3.50° (front) | -2.00° (rear)
 
 
THE TYRES NOMINATED THIS SEASON
 
 
      Australia      China      Bahrain      Russia      Spain      Monaco      Canada      Azerbaijan      Austria      Great Britain      Hungary 

MEXICAN GRAND PRIX PREVIEW

 

alt

   

 

SUPER SEVEN EM PORTIMÃO

 

Super Seven by Kia com enchente em Portimão

 

Meia centena de equipas vão correr na penúltima ronda do ano

 

O Super Seven by Kia volta a promover uma grande cimeira bilateral entre as equipas portugueses que habitualmente competem neste troféu e a comitiva britânica que desde há alguns anos que não perde a oportunidade de se colocar à prova no desafiante Autódromo Internacional da Algarve nesta competição internacional. Durante os próximos dias 28 e 29, o circuito de Portimão enche-se de Super Seven 420R e 1600 para duas corridas espectaculares.

 

São cerca de 50 as equipas que vão encher a grelha de partida das duas corridas do Super Seven by Kia em Portimão. À semelhança das edições dos anos anteriores, a procura voltou a ser muito grande e dão continuidade ao crescimento sustentado deste troféu organizado pela CRM Motorsport que este ano já teve de dividir corridas por categorias em virtude interesse que tem aumentado.

 

No Algarve, entre os 47 carros concorrentes há 26 420R, a categoria mais competitiva, e 21 1600, que continua a chamar novos valores para o Super Seven by Kia. Mais uma vez antevê-se grande indefinição relativamente aos vencedores de cada classe. Todas as principais equipas garantiram a sua presença e vão discutir os primeiros lugares. A estas juntam-se as mais competitivas forças britânicas que cada vez são mais fortes no traçado do sul do país.

 

Entre os 1600, destaque para a participação de mais uma jovem promessa do automobilismo nacional. Com uma bem-sucedida carreira no karting, Yohan Sousa, estreia-se no automobilismo com o Super Seven by Kia. Também Miguel Lobo, que ganhou o Kia Racing Opportunity relativo a este evento, se apresenta para correr.

 

O responsável da organização do troféu, Tiago Raposo Magalhães, congratula-se como nova demonstração de dinâmica e vitalidade do Super Seven by Kia. “O número de participantes em 2017, após nove anos a organizar este trofeu, continua a crescer. Nesta prova somamos quase meia centena de carros inscritos, que é um record histórico aqui no Algarve. Estas corridas são realmente um choque de adrenalina para quem participa e quem assiste. Tem muita emoção desde a primeira até à última volta. Com este número de inscritos, este efeito fica exponenciado e inevitavelmente todos ficam de "cabelos em pé", até os carecas. Agradeço a todos os participantes e claro à Kia Portugal, Toyo, Galp, Blinker e restantes parceiros deste Projeto”, afirmou.

 

Programa Super Seven by Kia – Algarve

Sexta-feira, 27 de Outubro de 2017

9h15 – 9h45 – Qualificação

Sábado, 28 de Outubro de 2017

16h05 – 16h30 – Corrida 1

Domingo, 29 de Outubro de 2017

8h00 – 8h25 – Corrida 2a413 Copy

 

AUTO LEIXONENSE EM PORTIMÃO

 

IBERIAN HISTORIC FESTIVAL – TROFÉU MINI

 

AUTO LEIXONENSE EM PORTIMÃO ESTE FIM DE SEMANA

 

A Auto Leixonense vai marcar presença este fim de semana  no autódromo de Portimão, onde vai prestar assistêcnia ao Saab Sonett e Mini de Paulo Sousa, um dos principais protagonistas nesta jornada.Segundo Marco, “ vai ser mais uma jornada, na qual espero que esteja tudo perfeito com os carros, de forma a que o nosso piloto Paulo Sousa possa dar o seu máximo, e faça umas boas classificações.Seria excelente se conseguisse subir ao pódio, mas a verdade é que a concorrência em pista é muita, mas vamos lutar para que tudo de certo”, disse-nos22730174 1698965180113978_4272234614922385973_n_Copy

 

CALHEIROS FERREIRA

 

Luís Calheiros Ferreira afinado para Portimão

 

Estreia no Autódromo Internacional do Algarve com o 420R

 

Pronto para novo desafio nesta época de aprendizagem, Luís Calheiros Ferreira vai fazer a sua estreia com o 420R no Autódromo Internacional do Algarve, na terceira jornada do Super Seven by Kia. Entre sexta-feira, dia 27, e domingo, dia 29, o piloto que venceu a categoria Business desta competição em 2017 quer diminuir ainda mais a desvantagem para os principais pilotos e discutir as melhores posições nas duas corridas do fim-de-semana.

 

Depois do pódio alcançado em Jerez de La Frontera, Luís Calheiros Ferreira retoma os comandos do seu 420R preparado pela CRM Motorsport e quer dar continuidade à aprendizagem e à evolução positiva que tem sentido nesta temporada em que se estreia com o novo carro.

 

“Estou muito contente por poder voltar ao espectacular Autódromo Internacional do Algarve. É um traçado único que encanta e entusiasma qualquer piloto. Ainda não fui muito feliz com o setup do meu Super Seven neste circuito. Já corri nesta pista em dois anos, mas aconteceram sempre imprevistos que não me permitiram rodar com a máxima confiança nos limites do carro. Este ano, tenho a condicionante de participar pela primeira vez com este carro. Vai ser um desafio extra, conseguir encontrar as melhores afinações para competir na máxima força. Estou bastante entusiasmado e curioso para ver como o carro se vai portar”, explicou o piloto.

 

Perante tal cenário, Luís Calheiros Ferreira vai preparar a jornada do Super Seven by Kia no Algarve da melhor forma. “Vou fazer os treinos logo na quinta-feira. Vão servir para adaptar a minha condução do 420R ao traçado do circuito. Além disso, vou tentar melhorar também nos tempos, quero andar o mais próximo possível dos tempos dos carros que normalmente andam na frente”, explicou.

 

Luís Calheiros Ferreira vai ter contacto com a pista situada nos arredores de Portimão logo na quinta-feira. Na sexta já fará a qualificação, enquanto as corridas estão reservadas para o fim-de-semana.

 

Programa Super Seven by Kia – Algarve

Sexta-feira, 27 de Outubro de 2017

9h15 – 9h45 – Qualificação

Sábado, 28 de Outubro de 2017

16h05 – 16h30 – Corrida 1

Domingo, 29 de Outubro de 2017

8h00 – 8h25 – Corrida 2

 

 a412 Copy

 

HISTORIC ENDURANCE COM LOTAÇÃO ESGOTADA

 

Lotação esgotada no regresso do Historic Endurance a Portugal

 

 

 

Depois do sucesso que foi a passagem pelo Jerez 30 – La Leyenda, o Iberian Historic Endurance regressa a Portugal já no próximo fim-de-semana no Algarve Classic Festival, aquele que é considerado o maior evento de automóveis clássicos do sul da Europa.

 

Organizado em conjunto pelo Autódromo Internacional do Algarve e pela Race Ready, este evento reunirá quatro centenas de viaturas que num passado não muito longínquo espalharam magia pelas pistas, sendo as duas corridas do Iberian Historic Endurance das mais esperadas do fim-de-semana.

 

Meia centena de concorrentes, de seis diferentes nacionalidades e divididos por cinco categorias, vão alinhar nas duas corridas de cinquenta minutos onde o favoritismo recai novamente nos três Ford GT40 inscritos, um deles entregue à dupla Leo Voyazides/Simon Hadfield que venceu as duas corridas realizadas em Portimão o ano passado.

 

Ainda entre os concorrentes estrangeiros, há que destacar a presença de Frank Stippler, o recém vencedor da “Audi TT Cup Race of Legends” e que faz equipa com Georg Nolte num Ford GT40. Entre os pilotos internacionais inscritos e conhecidos dos portugueses está o holandês Michiel Campagne, que, ao volante de um Chevrolet Corvette Grand Sport, venceu a corrida disputada no mês de Julho nas ruas de Vila Real.

 

Os principais protagonistas portugueses marcarão todos presença no evento de Portimão, mas entre os pilotos da casa há que realçar que Carlos Barbot trocará o habitual Lotus, com que já celebrou a vitórias no Index de Performance esta temporada, por um Merlyn MK4, e que o conceituado Mário Silva irá fazer equipa com Gonçalo Monteiro Gomes num Ford Escort RS 1600.

 

Para todos os apaixonados nacionais de automobilismo, esta corrida é também uma oportunidade quase única de apreciar em acção máquinas excepcionais raramente vistas a correr entre nós, como um ISO Grifo A3C, um Porsche 356 Speedster, um raríssimo Ginetta G10, um Jaguar E-Type ou o Ferrari 308 GT4 dos pilotos lusos César Freitas e Rui Ribeiro.

 

Nas palavras de Diogo Ferrão, o responsável máximo da Race Ready, o fim-de-semana que se avizinha tem tudo para ser um êxito: “Após o sucesso que foi o evento de 2016, é com muito orgulho que vejo, mais uma vez, que os pilotos da Península Ibérica e internacionais aderem ao conceito do “Relax Historic Endurance”, optando por correr com o carro que mais prazer lhes dá, ao invés do mais competitivo. O circuito de Portimão é considerado um dos mais espectaculares da actualidade e é o palco ideal para os nossos pilotos desfrutarem o prazer da condução das suas viaturas de competição de excelência. O facto do Iberian Historic Endurance voltar a ser parte integrante de um grande evento como é o Algarve Classic Festival e de voltarmos a ter uma grelha de partida com alguns dos melhores pilotos internacionais da especialidade, tornará esta experiência ainda mais engrandecedora para todos os participantes.”

 a411 Copy

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

UNITED STATES GRAND PRIX RACE – INFOGRAPHICS

alt

alt

 

28ª CONVENÇÃO ANECRA

 

28ª Convenção Anual da ANECRA

OS DESAFIOS DA EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA NÃO SÃO O FIM DO NEGÓCIO…

MAS SIM UM NOVO COMEÇO

 

A 28ª Convenção Anual da ANECRA, vai ter lugar no Centro de Congressos de Lisboa, na antiga Fil/Junqueira, no final da presente semana, ou seja, dias 27 e 28 de Outubro, subordinada ao lema “INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO NO SECTOR AUTOMÓVEL”, cujo Programa pode consultar em www.28convençãoanecra.pt

Este importante evento que se realiza ininterruptamente desde há 28 anos, assume-se como sendo uns dos principais acontecimentos anuais do sector automóvel em Portugal.

É preocupação da 28ª Convenção Anual da ANECRA, proporcionar aos empresários e profissionais do sector, aos representantes da Comunicação Social e ao público afecto directa, ou indirectamente, ao automóvel, que irá estar presente, um conhecimento sobre as novas realidades do sector automóvel e o seu impacto no Negócio, nomeadamente no que diz respeito à Tecnologia Eléctrica e Híbrida, ao Acesso à Informação Técnica, à Conectividade e à Mobilidade, entre outros temas de grande importância para o futuro das empresas do sector automóvel.

 

Para consulta mais pormenorizada do programa e inscrições, sugerimos que visite o website do evento: www.28convençãoanecra.pt

 

 

HYUNDAI É NOTICIA

 

A Hyundai Portugal e o Cetelem assinaram um protocolo para o financiamento automóvel. Com este acordo as duas marcas pretendem disponibilizar soluções de financiamento adaptadas às necessidades dos clientes e impulsionar o crescimento do negócio.

 

PSA COM FORTE CRESCIMENTO

 

Grupo PSA regista forte crescimento do volume de negócios

no 3º trimestre de 2017

 

 

o    Crescimento dos volumes PCD e aumento da quota de mercado na Europa, Médio Oriente e África, América Latina, Eurásia e Índia-Pacífico

o    Sucesso dos lançamentos dos novos modelos da divisão PCD em todas as regiões

 

No 3º trimestre de 2017, o volume de negócios do Grupo PSA, liderado por Carlos Tavares, elevou-se a 14.988 milhões de euros, contra 11.404 milhões de euros alcançados no 3º trimestre de 2016. No acumulado dos primeiros 9 meses do ano, o volume de negócios do Grupo foi de 44.153 milhões de euros, contra 39.183 milhões de euros no mesmo período de 2016, representando um aumento de 12,7%. O crescimento acumulado desde o início do plano “Push to Pass”, a taxas de câmbio e perímetros constantes, ascende a 9,0%[3].

 

O volume de negócios da divisão Automóvel PCD ascendeu a 8.418 milhões de euros, um crescimento de 11,6% em relação ao 3º trimestre de 2016. Este aumento deveu-se, sobretudo, à melhoria do mix de produtos (+5,4%) e do mix de volume e países (+5,7%), relacionado com o sucesso global dos novos modelos do Grupo (Peugeot 3008, 5008, Expert e Traveller, Citroën C3, C3 Aircross, C5 Aircross, Jumpy e SpaceTourer). As vendas a parceiros (+2,7%) mais do que compensaram os efeitos negativos decorrentes das taxas de câmbio (-2.3%).

 

O volume de negócios da divisão Automóvel OV foi de 2.789 milhões de euros, correspondendo aos dois meses de agosto e setembro2.

 

No terceiro trimestre, os volumes de vendas mundiais e a quota de mercado estiveram em alta em todas as regiões (Europa, Médio Oriente e África, América Latina, Eurásia e Índia-Pacífico), com exceção da China. Incluindo os volumes da Opel Vauxhall2, as vendas mundiais aumentaram 23,8% no 3º trimestre de 2017 face ao 3º trimestre de 2016.

 

O nível de stocks PCD atingiu, no fim de setembro de 2017, as 369.000 unidades[4] (incluindo o stock detido pela rede independente), numa redução de 31.000 veículos comparativamente ao final de setembro de 2016. O stock OV ascendeu a 273.000 unidades no final de setembro de 2017.

 

 

Jean-Baptiste de Chatillon, Diretor Financeiro do Grupo PSA e membro do Conselho Diretivo, afirmou: “O Grupo PSA, em particular a divisão PCD, combina agora um forte crescimento com uma disciplina de preços e de custos. Estas alavancas são essenciais para permitir que o Grupo enfrente os desafios do futuro, num ambiente económico ainda incerto.”

 

Perspetivas de mercado: Em 2017, o Grupo espera alcançar um crescimento no mercado automóvel na ordem dos 3% na Europa, 5% na China, 7% na América Latina e 8% na Rússia.

 

Objetivos operacionais

O plano “Push to Pass” define os seguintes objetivos para o Grupo PSA (não inclui Opel Vauxhall): 

- uma margem operacional corrente[5]  média superior a 4,5% para a divisão Automóvel no período 2016/2018, num objetivo acima dos 6% em 2021;

- um crescimento de 10% do volume de negócios do Grupo entre 2015 e 2018[6], visando 15% suplementares até 20216.

 

Link para aceder à apresentação dos resultados do 3º trimestre de 2017.

 

Calendário Financeiro: 1 de março de 2018: Resultados anuais de 2017.



[1] O volume de negócios do Grupo PSA inclui a Opel Vauxhall (OV) desde o dia 1 de agosto de 2017

[2] A Opel Vauxhall encontra-se consolidada desde o dia 1 de agosto de 2017, data do closing.

[3] A partir do dia 30 de setembro de 2017, o crescimento a taxas de câmbio (2015) e perímetro (exceto OV) constantes face ao volume de negócios a 30 de setembro de 2015.

[4] Exceto China e Irão, incluindo rede independente.

[5] Resultado Operacional Corrente reportado ao volume de negócios.

[6] A taxas de câmbio (2015) e perímètro constantes (exceto OV)a410 Copy

 

NISSAN CANTA

 

A NISSAN CANTA COM A ESTREIA DE 'CANTO' NO SALÃO DE TÓQUIO. O SOM DA MOBILIDADE INTELIGENTE NISSAN AUMENTA EM EMOÇÃO

 

 

 

 

A Nissan não mostrou apenas um novo protótipo no Salão de Tóquio que hoje abriu portas na cidade japonesa, também surpreendeu os visitantes com a introdução do "Canto", o futuro som dos veículos eletrificados da Nissan.

 

"Um elemento importante da Mobilidade Inteligente Nissan é como o veículo se integra com a sociedade e um componente crucial disso é o som", disse Daniele Schillaci, Vice-presidente Executivo de Marketing e Vendas Globais. "Canto" foi desenvolvido para ajudar na segurança dos peões, bem como para fornecer um som distinto da Nissan, um som que sinónimo de energia e de confiança, de acordo com a nossa marca e que representa a posição única da Nissan no mercado dos automóveis eletrificados".

 

 

 

 

Vídeo Relacionados

Nissan Press Conference at 2017 Tokyo Motor Show

Nissan sings with debut of ‘Canto’ at 2017 Tokyo Motor Show

Comunicados Relacionados

Nissan acelera eletrificação no Salão Automóvel de Tóquio com novos protótipos de emissões zero e anúncio da sua entrada para a Fórmula E

 

FERRARI 308 - FINALMENTE A ESTREIA EM PISTA PORTUGUESA

IBERIAN HISTORIC FESTIVAL

 

FERRARI 308

 

FINALMENTE A ESTREIA EM PISTA PORTUGUESA

 

Este Ferrari teve o inicio da sua construção pela  já extinta "Casa Italiana", no entanto o acabamento do mesmo acabou por ser feito pela equipa da RP MoDSC 0591_CopyDSC 0592_CopyDSC 0593_CopyDSC 0594_CopyDSC 0595_CopyDSC 0596_CopyDSC 0597_Copytorsport, liderado por Ricardo Pereira, que teve a "espinhosa" missão de fazer os testes em pista, sendo este fim de semana a estreia em pista do bonito carro de Maranello.

 

Texto e fotos de João Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

PNEUS GIBSON EM PORTUGAL

 

Pneus Gibson em Portugal através da Puretech

 

Eficácia absoluta em todo o terreno

 

 

Marca que desenvolve e produz exclusivamente pneus de moto para a prática do todo-o-terreno, a Gibson Tyre Technology chegou agora a Portugal pela mão da Puretech ( Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ) com gama completa para todas as condições de piso nas pistas de motocrosse ou nos mais exigentes trilhos de enduro. Pneus desenhados, testados, aperfeiçoados e fabricados no Reino Unido, com design e compostos exclusivos, incluindo inovadora carcaça que aproveita as vantagens da leveza e resistência do poliéster. Trabalho que alia paixão e inovação, aproveitando enorme experiência na competição e no mercado ‘off-road’ para criar diferentes tipos de pneu, à medida das necessidades específicas de cada piloto, profissional ou amador. Do Motocrosse ao Enduro Extreme.a408 Copya409 Copy

 

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE - TCR

 

Kia cee’d com perfil vencedor em Portimão

 

Pilotos comprovam aumento de competitividade

 

O Kia cee’d TCR desenvolvido pela CRM Motorsport mostrou o seu perfil vencedor na derradeira jornada do TCR Ibérico e do TCR Portugal. Depois do trabalho realizado nos últimos meses, e ultimado nas sessões de treinos livres e cronometrados da jornada deste fim-de-semana no Autódromo Internacional do Algarve, a equipa apresentou-se muito competitiva em corrida. Chegou mesmo a liderar a competição. No entanto, um destroço acabou por danificar o radiador do Kia cee’d TCR e levar ao abandono numa fase em que é inequívoca a capacidade para ganhar corridas.

 

A última ronda do campeonato nacional de velocidade não terminou como todos os elementos da CRM Motorsport desejavam. A equipa estava empenhada em validar os desenvolvimentos aplicados nos últimos tempos de forma a tornar o Kia cee’d TCR ainda mais rápido e competitivo. Isso foi alcançado e, apesar do sétimo tempo realizado na qualificação, acreditava que havia condições para discutir os melhores lugares.

 

Foi isso mesmo que aconteceu. Logo no arranque da primeira corrida, com João Miguel Baptista ao volante, o Kia cee’d saltou de sétimo para segundo. Entretanto, rodou durante três voltas atrás do safety-car. Tinha havido um acidente e esse foi o tempo necessário para limpar a pista. Contudo, sem ser possível evitar, um destroço presente no traçado danificou o radiador do carro inscrito pela CRM Motorsport. João Miguel Baptista ainda ascendeu à liderança mal o carro de segurança voltou às boxes, mas a temperatura do motor do carro subiu, inevitavelmente este partiu-se e a equipa foi forçada a abandonar.

 

“Voltámos a mostrar que o Kia cee’d TCR é um carro vencedor. A corrida estava a correr muito bem e sentimos que a evolução ao longo da temporada foi bastante positiva. Foi inglório termos terminado a corrida da forma como tudo aconteceu. Agora só espero que a CRM Motorsport me convide para voltar a fazer parte do projecto em 2018. Gostava muito de lhe poder dar continuidade com vista ao tão ambicionado sucesso”, resumiu João Miguel Baptista.

 

“Ninguém queria acabar assim, com um azar destes. Quando andei nos treinos livres e cronometrados, estávamos à procura das melhores afinações. Mas logo aí senti o potencial do Kia cee’d TCR e uma grande evolução face à primeira experiência que tive ao volante no início do ano”, disse Eduardo Leitão.

 

Para o líder da CRM Motorsport, Tiago Raposo Magalhães, este não era o final de época mais desejado. Mas salienta os aspectos mais positivos do fim-de-semana. “Ter de deixar a última jornada do ano mais cedo é frustrante. Ainda por cima, devido a uma causa que não podemos controlar, mas as corridas são mesmo assim. Deixamos o Autódromo Internacional do Algarve muito contentes com a competitividade evidenciada. Desde o início que sabemos do potencial do Kia cee’d TCR e hoje isso voltou a ficar claro. Este foi, claramente, um ano de desenvolvimento para um projecto totalmente novo a nível mundial, mas que será precioso para poder materializar resultados já na próxima temporada”, afirmou.

 

A época do TCR terminou, mas a CRM Motorsport volta à competição na próxima semana, de novo no Autódromo Internacional do Algarve. A equipa vai organizar a terceira jornada ibérica do Super Seven by Kia.

 a407 Copy

 

TROFÉU MINI EM CRESCIMENTO

 

Troféu Mini continua a crescer

 

 

Os participantes da primeira edição do Troféu Mini irão marcar presença no maior festival de automobilismo para viaturas clássicas do sul da Europa, o Algarve Classic Festival, que se realiza este fim-de-semana no Autódromo Internacional do Algarve.

 

A quarta prova da temporada inaugural do Troféu Mini contará com a participação de uma dezena de concorrentes, um número recorde e que demonstra que, gradualmente, a competição para os pequenos carros construção inglesa começa a ganhar o seu espaço no automobilismo de viaturas clássicas em Portugal.

 

Quando ainda faltam duas provas por disputar, Francisco Formosinho Sanchez, vencedor das duas primeiras corridas da temporada no Autódromo do Estoril, lidera as contas do campeonato com 104 pontos, mas tem apenas uma vantagem de três pontos sobre o segundo classificado, Rui Costa, que este fim-de-semana partilhará o volante do Mini nº55 com Rafael Cardeira.

 

Numa competição que teve cinco vencedores diferentes em seis corrida já realizadas, não é só a luta pelo título que está ao rubro, pois a diferença do terceiro classificado, Luís Filipe Oliveira, para os mais directos perseguidores deixa tudo em aberto para as quatro corridas que faltam até ao final da temporada. Contabilizando 80 pontos, Oliveira, que voltará a dividir a condução do Mini nº74 com Paulo Leitão, tem actualmente apenas oito pontos de avanço sobre Francisco Pinto e dez para a dupla Manuel Matos/Luís Fidalgo.

 

Na prova da competição apoiada pela GTS Garantia Automóvel em Portimão, vamos também assistir ao regresso ao clube de pilotos “Mighty Mini” de Fernando Soares, de Francisco Pinto, da dupla Duarte Aguiar/Luís Sepúlveda e de Nelson Rêgo, que fará equipa com o estreante Alexandre Leal.

 

À partida, estão reunidos todos os condimentos para duas corridas excepcionais e ferozmente disputadas até à mostragem da bandeira de xadrez.

 

O mentor e responsável máximo pela organização deste troféu, Diogo Ferrão, refere:  “Aos poucos vamos vendo o interesse a crescer neste troféu por parte de pilotos e equipas. Esta é uma fórmula atractiva de baixo custo que alia o espírito das corridas de clássicos ao enorme gozo que proporciona a condução destes carros. As primeiras três provas da temporada ofereceram um espectáculo em pista que não deixou indiferente pilotos e público e, naturalmente, num circuito com as características deste de Portimão, a mesma incerteza e espectacularidade são dados adquiridos.”  

 

 

 

 

 

Calendário Troféu Mini 2017

 

28 a 30 de Abril – Estoril

4 de Junho – Braga

8 e 9 de Julho – Vila Real

27 a 29 de Outubro – Algarve

11 e 12 de Novembro – Estoril

 a406 Copya606 Copy

 

BAJA PORTALEGRE 2017

 

31st BAJA PORTALEGRE 500

 

FIA World Cup for Cross-Country Rallies, round 11

October 26-28, 2017

 

a402 Copya403 Copya404 Copya405 Copy

SOUTH RACING’S PÓREM TARGETS LOCAL TITLE AS HALPERN, ALVAREZ, OUŘEDNĪČEK AND RÉ JOIN THE TEAM IN PORTUGAL

 

·         Ricardo Pórem aims to clinch 2017 Portuguese National Cross-Country series

·         South Racing teams up with Wevers Sport to run Mitsubishi for Barbosa

 

 South Racing faces one of the busiest weekend’s in its hectic rallying calendar when the German preparations company runs five cars in the 31st Baja Portalegre 500, Portugal’s final round of the FIA World Cup for Cross-Country Rallies.

 

The team will run Portuguese drivers Ricardo Pórem and Alexandre Ré, Spaniard Fernando Alvarez, Argentina’s Sebastien Halpern and Czech driver Tomáš Ouřednīček on the Portalegre-based event, which starts on Thursday evening (October 26th) and runs through until Saturday (October 28th).

 

Pórem heads to Portalegre as the current leader of the 2017 Portuguese National Championship of Cross-Country Rallies (CNTT). The Ford Ranger driver and navigator Hugo Magalhães claimed victories in Baja Capital Dos Vinhos de Portugal and Baja Idanha-da-Nova, finished runner-up in Baja de Loulé but retired from Baja do Pinhal.

 

That means the three-time winner of Baja Portalegre (2014, 2015 and 2016) arrives at the start of the penultimate round of the series with a 24-point lead in the local series over Alexandre Ferreira (54 points). Rui Sousa is third with 44 points and Alejandro Martins (40 points) and João Ramos (39 points) round off the top five.  Twenty-five points are available to the winner of the rally, in addition to bonus points for winners of the Prologue and individual special stages. Pórem also leads the Iberian Cup, a series run jointly between the Spanish and Portuguese federations.

 

Spaniard Fernando Alvarez and his Argentinean co-driver Juan Pablo Monasterolo wheel out their new Volkswagen Amarok for the second time, while the Czech duo of Tomáš Ouřednīček and David Křipal enter their usual South Racing CE Ford Ranger. Alvarez used the Amarok to good effect in August when he claimed the final podium place on Brazil’s daunting Rally dos Sertões.

 

The Argentinean pairing of Sebastien Halpern and Eduardo Pulenta make a rare European appearance in a Toyota Hilux and the Portuguese pairing of Alexandre Ré and Pedro Ré drive a third South Racing-run Ford Ranger.

 

Halpern’s last appearance with the team was at Desafio Ruta 40 Nord back in August and he held a podium position for three days. He also finished fourth in Desafio Ruta 40 Sur back in April.

 

South Racing has also prepared a Mitsubishi ASX in collaboration with Wevers Sport for the experienced Portuguese duo of former event winners Miguel Barbosa and Miguel Ramalho.

 

“I guess this is now our home race with the team’s main facilities now in Portugal,” said South Racing’s managing director Scott Abraham. “We have a very strong driver line-up this year and, with Ricardo leading the championship, we can’t let up and we have to close the deal. Alexandre Ré had a strong finish last year and we will have done some testing before the event as well.

 

“Sebastien Halpern will be running with us in his Toyota. He’s coming off a disappointing year in South America but he has the potential to surprise a few of the front-runners. Fernando will run the new car for the first time in Europe.  It is the 2018 specification car with the new wheel travel and weight regulations. I’m sure, based on his recent performances, he’ll put on a strong show.

 

“We have also prepared the car for Miguel Barbosa, a Mitsubishi ASX in collaboration with Wever Sport. He has run the event numerous times and will be looking for a strong result.”

 

The event is managed by Clube Aventura under the auspices of Automóvel Club de Portugal (ACP). After scrutineering and administration checks on Thursday afternoon (October 26), teams will attend the official start ceremony in Portalegre’s Jardim do Terro from 21.30hrs.

 

The competitive action gets underway with a short super special stage of 5.62km from 10.30hrs on Saturday morning and precedes the opening selective section of 83.94km from 15.00hrs.

 

The bulk of the action is centred around two selective sections of 171.47km and 211.94km, starting at 08.00hrs and 13.30hrs, on Sunday. In a compact route of 638.41km, 472.97km will be timed against the clock.

 

 

BAJA PORTALEGRE 2017

 

alt

MRacing com uma mão cheia de carros em Portalegre

Equipa ambiciosa na prova rainha do TT em Portugal

A equipa MRacing apresenta uma comitiva internacional e competitiva para a 31ª edição da Baja Portalegre 500. A formação de Montemor-o-Novo preparou cinco carros que as respectivas equipas vão utilizar na prova mais importante do calendário em Portugal e a ambição é extensiva a todas. Com diferentes abordagens, todas vão procurar o melhor resultado e na estrutura alentejana. A obtenção de resultados de destaque naquela que é a derradeira jornada da Taça do Mundo de TT é uma forte possibilidade.

O trabalho de casa foi realizado. Os técnicos da MRacing prepararam as cinco máquinas para que a partir de sexta-feira, pilotos e co-pilotos possam extrair todo o seu potencial nas duras pistas do Alto Alentejo.

Para o responsável da equipa, Manuel Russo Jr., as expectativas para a edição deste ano da Baja  Portalegre 500 são elevadas. “Chegamos à mais importante prova do campeonato nacional e última da taça do mundo com cinco carros. Aproveitamos para dar as boas-vindas ao Sébastien Vincendeau e à sua família à nossa equipa. Vamos tentar com todas as nossas armas e o nosso esforço, lutar pela vitória na corrida e obter as melhores classificações possíveis. Vamos também tentar continuar na luta pelo título com o Alejandro Martins”, afirmou.

Com objectivos definidos, a equipa tem a consciência que há inúmeros factores que vão influenciar as classificações. Mas a MRacing sabe como lidar com as dificuldades. “Sem chuva, a corrida vai ser muitíssimo dura. Parece que as temperaturas vão subir, o que vai tornar a prova ainda mais exigente. Esperamos que assim o seja. Gostamos de corridas duras e desafios fortes”, sublinhou Manuel Russo Jr.

As equipas têm pela frente 473 quilómetros contra o cronómetro. As verificações estão marcadas para quinta-feira mas a competição propriamente dita só começa na sexta-feira com o prólogo e um sector selectivo. O dia grande está reservado para sábado com quase 400 quilómetros de competição.

Programa da 31ª Baja Portalegre 500
Quinta-feira, 26 de Outubro de 2017
21h30 - Cerimónia de partida (Jardim do Tarro, Portalegre)
Sexta-feira, 27 de Outubro de 2017
10h30 - SS1 Super Special Stage (5,62 km)
15h00 - SS2 (83,94 km)
Sábado, 28 de Outubro de 2017
8h00 - SS3 (171,47 km)
13h30 - SS4 (211,94 km)

alt
Alejandro Martins“Estou motivado para esta corrida. A lista de inscritos é boa. Portalegre é sempre Portalegre. É uma prova muito bonita e competitiva. Se chegarmos ao final dentro dos cinco primeiros já será muito bom. O ideal seria chegar ao pódio que no ano passado perdemos por escassos segundos. Mas terminar no top-5 não será nada mau. Relativamente ao campeonato, vamos tentar, ainda, recuperar o segundo lugar em que já estivemos. De qualquer forma, será importante acabar a competição de TT a nível nacional mais competitiva do mundo entre os três melhores.”
alt

Paulo Rui Ferreira“Como sempre, espero ter um bom fim-de-semana entre corridas e amigos. Sabemos que a máquina estará, como habitualmente, ao melhor nível. Portanto, apenas vou preocupado em divertir-me. É isso que farei.”

alt

Luís Dias“Espero uma prova dura como sempre, com pilotos muito bons. Quero divertir-me e, acima de tudo, e se possível, conseguir um bom resultado.”

alt

Luis Recuenco“Para esta prova queremos estar entre os dez primeiros. Há uma lista de inscritos muito boa e como estamos no final da temporada, existe um grande equilíbrio entre os participantes. Participar em Portugal é interessante porque há um bom nível de pilotagem.”

alt

Sébastien Vincendeau“O nosso objectivo é simples. Primeiro, queremos ter prazer com o carro. Em segundo, queremos chegar no top-20 porque temos noção do nível da concorrência neste tipo de competição, principalmente em Portugal.”

 

STOCK CAR - BRASIL

 

Stock Car: HERO Motorsport testará pilotos para 2018

Nova equipe do principal campeonato do continente seleciona nomes para avaliação

A HERO Motorsports anunciou nesta quarta-feira (25) que utilizará as duas últimas etapas da Stock Car para testar novos pilotos visando a temporada 2018. A equipe estreou no torneio em 2017 e planeja no ano que vem fortalecer sua campanha no torneio. Com o anúncio, o mineiro Betinho Valério deixará o cockpit do Stock Car #44 para dar oportunidade aos pilotos que disputarão com ele o direito de ocupar a vaga durante toda a temporada do ano que vem.

As duas últimas etapas da Stock Car serão realizadas nos dias 19 de novembro (Goiânia-GO) e 10 de dezembro (Interlagos-SP). A HERO analisa, entre uma lista de candidatos, alguns pretendentes não diretamente ligados à Stock Car, que poderão ocupar interinamente em Goiânia e Interlagos o carro que até a etapa anterior, em Tarumã (RS), no dia 22 de outubro, foi pilotado por Betinho Valério. O piloto mineiro, no entanto, permanece como candidato para integrar o time em 2018 e terá seu desempenho avaliado diante dos resultados que estarão disponíveis após as etapas finais da atual temporada.

“O Betinho fez um ótimo trabalho até aqui. Como estreante, sem poder fazer treinos particulares e diante de um grid fortíssimo, ele mostrou o potencial para 2018”, diz Newton Machado, da equipe HERO Motorsports. “Mas nós decidimos que, antes de fecharmos nossos planos para o ano que vem, deveríamos avaliar outros pilotos que durante toda a temporada nos chamaram a atenção. Então, achamos que esse formato, com novos candidatos sendo avaliados nas etapas finais, pode nos ajudar a chegar ao melhor pacote para o ano que vem”, diz o representante do time.a401 Copy

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

UNITED STATES GRAND PRIX RACE
 
MERCEDES DRIVER LEWIS HAMILTON WINS WITH A ONE-STOP STRATEGY. FERRARI’S SEBASTIAN VETTEL FINISHES SECOND WITH A TWO STOPPER
 
ALTERNATIVE TWO-STOP STRATEGY BOOSTS RED BULL’S MAX VERSTAPPEN, WHO FINISHES FOURTH AFTER STARTING NEAR THE BACK OF THE GRID
 
SOFT TYRE – THE HARDEST COMPOUND NOMINATED – IS A CRUCIAL INGREDIENT FOR THE RACE, AND ALLOWS MANY DIFFERENT STRATEGIES
 
a400 Copy– Mercedes driver Lewis Hamilton won the United States Grand Prix on a one-stop strategy, while Ferrari’s Sebastian Vettel used a two-stop strategy and kept the championship battle alive after finishing second.  Despite higher degradation than yesterday and warm track temperatures close to 40 degrees, most drivers finished the race with a one-stop ultrasoft-soft strategy. However, some drivers chose alternative strategies: notably Vettel, and Red Bull’s Max Verstappen, who started from 16th on the grid with the supersoft tyre. The Dutchman also stopped twice, switching to the soft compound and then the supersoft, to finally claim a podium place on the final lap, before losing it due to a penalty.
 
MARIO ISOLA - HEAD OF CAR RACING “With quite warm track and air temperatures during the race, this was another set of parameters for the drivers to get used to after an inconsistent weekend in terms of track conditions. Nonetheless, the one-stop strategy came into play with the soft tyre, even though there wasn’t a lot of running on this compound in free practice. Strategy was crucial to this grand prix, with the teams having to react to changing circumstances and read the track as well as rivals’ tactics as they saw them, adapting their strategies appropriately. This was exemplified by Max Verstappen and Sebastian Vettel, who were both extremely quick in the closing stages of the race after a bold call on final pit stops. Finally, on behalf of all of us, congratulations to Mercedes for another constructors’ title.”
 
BEST TIME BY COMPOUND
 
 
 
LONGEST STINT OF THE RACE
 
   Verstappen 1m 38.523s Vettel 1m 37.766s Bottas 1m 37.767s Hamilton 1m 38.776s Verstappen 1m 38.060s Magnussen 1m 37.893s Raikkonen 1m 38.809s Hartley 1m 39.979s Stroll 1m 39.666s
COMPOUND DRIVER LAPS
SOFT Magnussen 48
SUPERSOFT Massa 29
 
 
 
 
 
 
TRUTHOMETER While two stops were predicted as theoretically the quickest strategy, we also said that a one-stopper could be interesting. Hamilton made his sole stop on lap 19 (after Vettel’s first stop), adopting the same tyre choice, and emerged effectively in the lead of the race, having started from pole.

 

HYUNDAI PRESENTE

 

A Hyundai vai marcar presença na 6ª edição da Conferência de Gestão de Frotas organizada pela Fleet Magazine, a decorrer dia 27 de outubro no Centro Cultural do Estoril.

 

a399 Copy:

  • A Hyundai patrocina a 6ª Conferência de Gestão de Frotas;
  • Exposição conta com a Nova i30 SW em campanha de renting por apenas 329€/mês;
  • Hyundai Portugal aposta forte no segmento empresarial, com a sua nova gama de comerciais e programas Hyundai Renting e Hyundai Empresas.
 

NOTICIAS DOS ESTADOS UNIDOS

 

Lucas Oil Racing TV is the first 24/7 On Demand motorsports network - 2000 plus hours of US, national and international racing, car shows, behind the scenes action and live-streaming events online without commercial breaks.
Upcoming LIVE:
 
 
Thursday-Saturday November 9-11, Airtime 9:30PM ET
Cocopah Speedway - Somerton, AZ
Yearly Subscription Only
 
Recently added to the library:
Speedweek - Motorcycle Racing - British Sidecar series from England and Superbikes from Australia. October 23, 2017. Today on Speedweek we feature the British Sidecar series at Brands Hatch before moving to Queensland Raceway for Round 3 of the Swann Superbike Series featuring the Supersport class. AVAILABLE FOR USA ONLY
Lucas Oil AMA Motocross - Round 8 - Millville, MN - October 20, 2017.  
Round 8 of the Lucas Oil AMA Motocross coming to you from Spring Creek MX Park. Motos 1 and 2. 450 and 250 classes.
Sprint Cars - 27th Annual Knoxville ASCS 360 Nationals - Knoxville, IA  - October 19 & 20, 2017.
Nights 1 and 2 - The Lucas Oil American Sprint Car Series  for 3 nights of racing at the Knoxville Raceway. The top 360 sprint car drivers compete for their chance to qualify for the main event on night 3 and to win $15,000. 
Lucas Oil Pro Pulling League - Hillsboro, WI - October 20, 2017.  
Lucas Oil Pro Pulling League action from Hillsboro, WI featuring Light Wight Super Stock Tractor and Super Farm Tractor. 
Lucas Oil Off Road Challenge Cup and Off Road Nationals - Live Replay - 10 Events - October 22, 2017 from Wild Horse Pass Motorsports Park in Chandler, Arizona.
   
ModKart, ProBuggy, Pro2 vs Pro4, ProLite - Live replay of the Lucas Oil Off Road Challenge Cup - Presented by MAVTV.
ModKart, ProBuggy, Pro4, Pro2, ProLite, UTV - Round 13 - Live replay of the 4 Wheel Parts Off Road Nationals - Presented By Lucas Oil
If you are unable to watch a race live, all live races will be available for replay after an event... usually within 24 hours. Please check back regularly for schedule updates. We are always adding new content and will also be adding to our live event offering throughout the season.
Lucas Oil Racing TV is currently available through Amazon Fire TV,  Android Devices,  Apple iPad, Apple iPhone,  Roku,  Xbox, and LucasOilRacing.TV for computers, tablets and smartphones.

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

2017 United States Grand Prix  – Sets available for the race – Infographics

alt

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Vinícius Margiota quer repetir proeza em Londrina

Piloto espera manter histórico de bons resultados e pódios em etapa da Corrida Noturna neste sábado (28)

Pela primeira vez no ano a Sprint Race Brasil desembarca no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, PR, para a disputa da sétima e penúltima etapa da temporada 2017. O piloto Vinícius Margiota chega com o objetivo de repetir o último resultado na pista paranaense, já que conquistou duas poles position, uma vitória e um segundo lugar.

"Chego mais confiante em Londrina, depois do nosso último resultado no circuito. Espero conquistar mais pontos nessa etapa. Vamos trabalhar para ter um bom carro e buscar o que já conseguimos conquistar nessa pista", disse Margiota.

No ano passado, o piloto chegou a liderar na geral entre os carros na segunda tomada de tempos, sendo que garantiu a pole na categoria GP. Além disso, venceu a primeira disputa (diurna) e ficou em segundo na segunda corrida (noturna).

“Londrina é o meu circuito favorito do calendário", contou Margiota. "A pista é única, tem trechos de alta velocidade e uma grande combinação de curvas. Como piloto, é muito legal passar por essa mistura de curvas. Esse também é um traçado em que você precisa de um carro com um bom acerto de calibragem para se ter um ritmo competitivo", explicou o atual Campeão da Sprint Race.

As corridas contam com transmissão para todo o Brasil pelos canais BandSports, Play TV e Programa Acelerados - no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

Programação da sexta etapa - Sprint Night Challenge*

Sexta-feira, 27 de outubro


10h00 às 11h30 - Shakedown (organização)

14h00 às 14h40 - 1º Treino oficial

15h00 – Briefing

19h00 às 19h40 - 2º Treino oficial

Sábado, 28 de outubro

11h00 às 11h10 – Classificação corrida 1

11h15 às 11h25 – Classificação corrida 2

Corrida 1

13h20 – Alinhamento dos carros

13h55 – Placa de 5 minutos

14h00 – Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

Corrida 2 (Noturna)

18h00 – Alinhamento dos carros

18h55 – Placa de 5 minutos

19h00 – Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

*ATENÇÃO: O horário da segunda corrida está diretamente ligado à claridade do momento e condições climáticas.

Classificação da Sprint Race 2017, após seis etapas nas categorias:

Categoria PRO

1º) #17 Berlanda Jr, 227 pontos

2º) #58 João Rosate, 212

3º) #13 Raphael Campos, 206

4º) #22 Gabriel Lusquiños, 187

5º) #111 Erik Mayrink, 174

6º) #27 Luiz Túrmina, 160

7º) #07 Vinícius Margiota, 155

8º) #21 Sergio Crispim, 52

Categoria GP

1º) #87 Kau Machado/ Jorge Martelli, 292 pontos

2º) #82 Gerson Campos, 235

3º) #12 Claudio Bushmann, 218

4º) #82 Cassio Cortes, 160

5º) #55 Caê Coelho, 128

6º) #09 Ale Navarro, 111

7º) #20 Jorge Garcia, 104

8º) #213 Nuno Pagliato, 74


Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 7 - 28/10 - Londrina (PR) - #SprintNightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

Siga-nos nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/Piloto Vincícius Margiota

Instagram: instagram.com/vinicius_margiota

 

 

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)

Vinícius Margiota #07 (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

 

WEC 2017

  1. A Toyota está quase quase segura no WEC, o que quer dizer que as regras para 2018/2019 agradam aos japoneses. Será um passeio triunfal... escondido numa pertença batalha com os outros LMP1 não híbridos.

 

WEC 2017 - DOBRADINHA TOYOTA EM FUJI

  1. Thomas Laurent terá uma merecida primeira hipótese de guiar um LMP1-h quando se sentar no Toyota no rookie-test a realizar no Bahrain.

 

HYUNDAI É NOTICIA

 

Os primeiros nove meses de 2017, com um aumento de 3% em vendas, quando comparado com o mesmo período de 2016, foram um sucesso para a Hyundai na Europa. De acordo com os últimos dados da Associação Europeia de Fabricantes de Automóveis (ACEA), a empresa vendeu 397.907 automóveis nos primeiros nove meses de 2017. No terceiro trimestre, a Hyundai vendeu 126.986 unidades – outro resultado recorde para a empresa.

 

 

  • Os primeiros nove meses de 2017 foram um sucesso com a venda de 397,907 unidades na Europa;
  • A Hyundai Motor Europe apresenta um aumento de 3% nas vendas, quando comparado com o mesmo período de 2016;
  • Hyundai Portugal regista o maior crescimento acumulado no Top 20 de ligeiros, com um aumento de 43,8% nas vendas de janeiro a setembro;
  • i10, i20, i30, e o SUV compacto Tucson são os principais modelos a impulsionar o crescimento.
 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Último vencedor da Copa Truck fará estreia na Sprint Race em Londrina

Witold Ramasauskas participará da disputa da penúltima e sétima etapa da competição. A largada da Corrida Noturna no próximo sábado está prevista para as 19 horas

Está chegando a Etapa Noturna da Sprint Race Brasil, válida para a sétima e penúltima etapa da temporada 2017, no Autódromo Internacional Ayrton Senna em Londrina, no Norte do Paraná, que recebe a competição pela quinta vez. Os pilotos da prova de turismo irão sentir a emoção de acelerar no estilo de disputa noturna inédita no país. As atividades terão início na sexta-feira (27/10) com os treinos oficiais diurno e noturno. Os classificatórios e as duas corridas acontecem no sábado (28/10).

Witold Ramasauskas, paulista de 30 anos, estreará na Sprint Race embalado por sua primeira vitória na Copa Truck no último dia 15 de outubro, no Autódromo de Tarumã, em Viamão (RS). “A expectativa é muito boa. Fiz um teste em 2014 na Sprint, após ser campeão Paulista de Marcas e adorei o carro. Então, agora com mais horas de pista, espero tirar todo proveito do carro, que é muito completo. Quero agradecer muito o Grupo Financial e o Caê Coelho pela oportunidade”, declara Witold que estará a bordo do Sprint #55. “Correr à noite vai ser uma experiência fantástica!”, enfatiza.

O campeonato marca sua sexta edição e tanto na categoria PRO como na GP segue equilibrado. "A expectativa é tentar ser o mais competitivo possível tentando manter a liderança e somando o máximo de pontos possíveis pensando na final. Sabemos que o peso influencia muito nesta pista e estamos com o peso máximo de 55kg", diz o catarinense Berlanda Junior SR #17, líder na PRO, que fará sua terceira experiência na corrida noturna da categoria, sendo vitória em 2015.

Gerson Campos do SR #82, vice líder na tabela de classificação da GP, fará sua primeira prova no circuito de Londrina e em uma corrida noturna. " Não conheço a pista e nunca corri de noite. Estou treinando bastante no simuladores. Portanto, serão dois grandes desafios para mim pessoalmente”, conclui o piloto paulista que reveza o carro “Acelerados” com Cassio Cortes.

“O Cassio anda bem naquele circuito e, inclusive, venceu a etapa de 2016 na geral entre os carros. Estou em busca da liderança da GP e não está sendo uma tarefa fácil.  Vamos manter um bom ritmo para buscar mais dois pódios e marcar o maior número de pontos de olho no campeonato”, finaliza Gerson.

As corridas contam com transmissão para todo o Brasil pelos canais BandSports, Play TV e Programa Acelerados - no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

A Sprint Race tem patrocínio da Albriggs, aQuamec, Pirelli, Motul, Fremax e Rio Custom.

Programação da sexta etapa - Sprint Night Challenge*

Sexta-feira, 27 de outubro
10h00 às 11h30 - Shakedown (organização)

14h00 às 14h40 - 1º Treino oficial

15h00 – Briefing
15h30 - Estudo de telemetria
19h00 às 19h40 - 2º Treino oficial

Sábado, 28 de outubro

10h30 – Estudo de telemetria

11h00 às 11h10 – Classificação corrida 1

11h15 às 11h25 – Classificação corrida 2

Corrida 1

13h20 – Alinhamento dos carros

13h55 – Placa de 5 minutos

14h00 – Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

Corrida 2 (Noturna)

18h00 – Alinhamento dos carros

18h55 – Placa de 5 minutos

19h00 – Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

*ATENÇÃO: O horário da segunda corrida está diretamente ligado à claridade do momento e condições climáticas.

Classificação da Sprint Race 2017, após seis etapas nas categorias:

Categoria PRO

1º) #17 Berlanda Jr, 227 pontos

2º) #58 João Rosate, 212

3º) #13 Raphael Campos, 206

4º) #22 Gabriel Lusquiños, 187

5º) #111 Erik Mayrink, 174

6º) #27 Luiz Túrmina, 160

7º) #07 Vinícius Margiota, 155

8º) #21 Sergio Crispim, 52

Categoria GP

1º) #87 Kau Machado/ Jorge Martelli, 292 pontos

2º) #82 Gerson Campos, 235

3º) #12 Claudio Bushmann, 218

4º) #82 Cassio Cortes, 160

5º) #55 Caê Coelho, 128

6º) #09 Ale Navarro, 111

7º) #20 Jorge Garcia, 104

8º) #213 Nuno Pagliato, 74


Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 7 - 28/10 - Londrina (PR) - #SprintNightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

Mais informações: www.sprintrace.com.br

Siga-nos também nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/SprintRaceBrasil

Twitter: @Sprint Race

Youtube: youtube.com/sprintracebrasil

Instagram: instagram.com/sprintracebrasil

 

Os pilotos entrarão na pista na sexta-feira (27) a partir das 14 horas (Foto: Rodrigo Guimarães)

Os pilotos entrarão na pista na sexta-feira (27) a partir das 14 horas (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

A corrida noturna está prevista para às 19 horas do sábado (28) (Foto: Rodrigo Guimarães)

A corrida noturna está prevista para às 19 horas do sábado (28) (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

Os treinos livres acontecem na sexta-feira, 27 de outubro (Divulgação)

Os treinos livres acontecem na sexta-feira, 27 de outubro (Divulgação)
Alta  | Web

Berlanda Junior #17 (Foto: Rodrigo Guimarães)

Berlanda Junior #17 (Foto: Rodrigo Guimarães)
Alta  | Web

Witold Ramasauskas (Divulgação)

Witold Ramasauskas (Divulgação)
Alta  | Web

 

RENAULT ABANDONA FÓRMULA E

 

A Renault retira-se da Fórmula E no final da quarta época

 

    A Renault irá abandonar a Fórmula E no final da quarta temporada, para concentrar recursos  nos seus ambiciosos objetivos na Fórmula 1.

 

 

    A Renault e a Nissan vão trabalhar, em conjunto, para assegurar uma transição fácil, capitalizando sobre o know-how e os desenvolvimentos já existentes.

 

A Renault confirma, hoje, a sua retirada da Fórmula E no final da quarta época, em julho de 2018. A equipa Renault e.dams conquistou, em 2017, o terceiro campeonato consecutivo de FE e prepara-se para iniciar a quarta época na disciplina.

 

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race : Claudio Buschmann fará estreia no circuito de Londrina

Campeonato entra na reta final e neste final de semana acontece a sétima e penúltima etapa. A Corrida Noturna será no sábado (28) às 19 horas

O bordo do Sprint Race #12, Claudio Buschmann disputa no Norte paranaense nos próximos dias 27 e 28 de outubro, a sétima e penúltima etapa da Sprint Race Brasil, que terá como palco o Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina. O piloto, patrocinado pela Agropantanal-MS, é o terceiro colocado na categoria GP, com 218 pontos. Buschmann diz que a ansiedade é enorme para o novo desafio.

“Estou ansioso para correr em Londrina, não conheço o circuito, então será um novo desafio para mim. Vou fazer a “tarefa de casa” estudar o traçado e explorar os pilotos mais rápidos, de outras categorias, com dicas que poderão fazer a diferença”.

As atividades de pista começam na sexta-feira com os dois treinos oficiais a partir das 14 horas e as duas corridas da rodada no sábado (28) serão disputadas no circuito curto do autódromo com 3.055 metros de extensão, a bateria diurna terá largada às 14 horas. “Sei que o circuito é “manhoso” detalhes poderão definir minha adaptação, escutar e observar poderá ser a melhor estratégia”, comentou Claudio.

Já a Corrida Noturna, está diretamente ligada à claridade do momento e condições climáticas, a largada está prevista para as 19 horas. “Gosto muito de dirigir à noite e não vejo a “nightchallenge” como um obstáculo, será um prazer pilotar!”, conclui o piloto que receberá no seu bólido os faróis para o treino e corrida ao escurecer.

Restam quatro corridas para o fim do campeonato, sendo que a última está marcada para Curitiba no dia 03 de dezembro e terá pontos dobrados. Portanto, são ainda 150 pontos em jogo.

As corridas contam com transmissão para todo o Brasil pelos canais BandSports, Play TV e Programa Acelerados - no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados).

O piloto Claudio Buschmann conta com o patrocínio da Agropantanal MS.

Programação da sexta etapa - Sprint Night Challenge*

Sexta-feira, 27 de outubro
10h00 às 11h30 - Shakedown (organização)

14h00 às 14h40 - 1º Treino oficial

15h00 – Briefing
15h30 - Estudo de telemetria
19h00 às 19h40 - 2º Treino oficial

Sábado, 28 de outubro

10h30 – Estudo de telemetria

11h00 às 11h10 – Classificação corrida 1

11h15 às 11h25 – Classificação corrida 2

Corrida 1

13h20 – Alinhamento dos carros

13h55 – Placa de 5 minutos

14h00 – Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

Corrida 2 (Noturna)

18h00 – Alinhamento dos carros

18h55 – Placa de 5 minutos

19h00 – Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

*ATENÇÃO: O horário da segunda corrida está diretamente ligado à claridade do momento e condições climáticas.

Classificação da Sprint Race 2017, após seis etapas nas categorias:

Categoria PRO

1º) #17 Berlanda Jr, 227 pontos

2º) #58 João Rosate, 212

3º) #13 Raphael Campos, 206

4º) #22 Gabriel Lusquiños, 187

5º) #111 Erik Mayrink, 174

6º) #27 Luiz Túrmina, 160

7º) #07 Vinícius Margiota, 155

8º) #21 Sergio Crispim, 52

Categoria GP

1º) #87 Kau Machado/ Jorge Martelli, 292 pontos

2º) #82 Gerson Campos, 235

3º) #12 Claudio Bushmann, 218

4º) #82 Cassio Cortes, 160

5º) #55 Caê Coelho, 128

6º) #09 Ale Navarro, 111

7º) #20 Jorge Garcia, 104

8º) #213 Nuno Pagliato, 74


Calendário 2017 - próximas etapas:

Etapa 7 - 28/10 - Londrina (PR) - #SprintNightChallenge

Etapa 8 - 03/12 - Curitiba (PR) - AIC - #Pontos Dobrados

Mais informações: www.sprintrace.com.br

Siga-nos também nas redes sociais:

Facebook: facebook.com/SprintRaceBrasil

Twitter: @Sprint Race

Youtube: youtube.com/sprintracebrasil

Instagram: instagram.com/sprintracebrasil

 

Claudio Buschmann #12 (Luciano Santos/SigCom)

Claudio Buschmann #12 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Claudio Buschmann #12 (Luciano Santos/SigCom)

Claudio Buschmann #12 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Claudio Buschmann #12 (Luciano Santos/SigCom)

Claudio Buschmann #12 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Claudio Buschmann (Foto: Lisandro Garcia)

Claudio Buschmann (Foto: Lisandro Garcia)
Alta  | Web

Claudio Buschmann (Luciano Santos/SigCom)

Claudio Buschmann (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Claudio Buschmann #12 (Luciano Santos/SigCom)

Claudio Buschmann #12 (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

 

SLOT CLUBE DO PORTO

SEMANA DE 23 A 28 DE OUTUBRO NO SLOT CLUBE DO PORTO

Voltamos a ter uma semana com provas para todos os gostos.
Sim, passamos a explicar:
Temos provas à escala 1/32 e à escala 1/24.
Temos provas de Velocidade e de Rali.
Temos provas de Duplas e Individuais.
Temos provas na enorme pista Carrera e nas PEC SCX de Rali.
Assim, Sexta dia 27 de Outubro, abriremos as instalações para iniciarmos mais uma prova de Duplas GT 1/24, pelas 21:30.
Sábado, dia 28 de Outubro, abriremos ao final da manhã, para início da prova às 14:00. Desta vez, os Clássicos de Rali. Uma verdadeira parada de modelos históricos, muito bem preparados, de fazer inveja às melhores vitrinas.
Uma nota:
 Ultimamente, a chegada tardia de alguns pilotos, tem obrigado à redução significativa do nº de voltas por PEC.

Tentem chegar cedo, pois todos ficam a ganhar..

Quarta, dia 25 de Outubro, abriremos as instalações às 21:30para os últimos teste de Velocidade, Rali e eventualmente Raid.

Slot Clube do Porto
A Direcção
José Guilherme

por: José Guilherme

 

MOTOS NO BRASIL

 

De 24 a 27 de maio de 2018 você tem compromisso com o Salão Moto Brasil!!

Faltam apenas SETE meses para nos encontrarmos no Riocentro!

alt

. Fique atento e anote na agenda: De 24 a 27 de maio de 2018, no Riocentro, será realizada a 8ª edição do Salão Moto Brasil, considerado um dos maiores acontecimentos do setor no País! Todas as novidades do segmento duas rodas estarão reunidas num só local à espera de milhares de visitantes (em 2017 foram cerca de 92 mil pessoas gerando mais de R$ 10 milhões de volume de negócios).

Uma grande novidade da próxima edição é a mudança de data. A escolha do mês de maio vem ao encontro da campanha pela vida que busca conscientizar a sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo, através do movimento entitulado "Maio Amarelo".

Já salvou a data? Em sete meses, nos veremos por lá! 

Salão Moto Brasil - Na sua 8ª edição, o Salão Moto Brasil, já está estabelecido no calendário anual do motociclismo nacional e é um dos maiores do setor no Brasil. Com o intuito de gerar negócios, entretenimento, educação e turismo, o evento tem expositores das principais montadoras, fabricantes e distribuidoras de motopeças e acessórios, além de shows, atrações e um público qualificado e apaixonado por duas rodas. O Salão Moto Brasil tem como apoiadores institucionais AMO-RJ (Associação dos Motociclistas do Rio de Janeiro), FMCRJ (Federação de Motoclubes do Rio de Janeiro), ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária), Rio Convention & Visitors Bureau e RIOTUR. 

Edição de 2017 em números:

- cerca de 92 mil visitantes.

- 125 expositores com mais de 400 marcas (aumento de 30% em relação a edição anterior).

- mais de 40 mil motos no estacionamento.

- 6.000 profissionais do setor.

- mais de R$ 10 milhões em volume de negócios.

- 1.500 motoclubes cadastrados.

Salão Moto Brasil 2018 - Rio de Janeiro - RJ

Pavilhão 2 do Riocentro 

Av. Salvador Allende, 6555 - Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ.

Dias: 25, 26 e 27 de maio

 

FINAL TEMPORADA NA OLIVEIRA CUP

 

Escola de Motociclismo de Miguel Oliveira contou na 1ª edição com 7 provas e 12 pilotos

 

FINAL DE TEMPORADA DA OLIVEIRA CUP

ESTE FIM DE SEMANA NO ESTORIL

A 7ª e última prova da época de estreia do Troféu-Escola de Motociclismo Oliveira Cup vai realizar-se este fim de semana no Autódromo do Estoril, a 28 e 29 de outubro. No mesmo espaço, em horários concertados, vai decorrer também o Campeonato Nacional de Velocidade, onde vão estar a competir inclusive três pilotos da estrutura da Miguel Oliveira Fan Club Racing Team.

 

Sábado e domingo vão ser dias muito dinâmicos num dos circuitos de velocidade mais bonitos e da história do desporto motorizado – o Estoril. Durante todo o fim de semana vão ser discutidos os lugares de topo da Oliveira Cup, já que está ainda tudo em aberto”, refere Paulo Oliveira, Diretor de Equipa Oliveira CupTomás Alonso tem a liderança do campeonato com uma margem de 14 pontos sobre Pedro Fragoso, o que significa que está em aberto o título do Oliveira Cup. Pedro Fraga embora já não tenha opção ao título, pode ainda ser 2º classificado final. Não podemos esquecer Diogo Luis que também pode estar na luta pela vitória desta ronda e Rafael Damásio, que, sempre determinado, está cada vez mais perto da cabeça da corrida. Outros dois pilotos que podem terminar na 4ª posição são Marco Mateiro e Rafael Saraiva, que se encontram apenas a 8 pontos. Logo a seguir estão outras lutas interessantes, pese embora a ausência de Miguel Santiago, por ainda estar a recuperar de uma lesão contraída no braço. São dados interessantes que antevêem mais uma vez grandes corridas entre estes jovens pilotos.

 

Miguel Oliveira, piloto de Moto2 da Red Bull KTM Ajo e mentor do projeto, não conseguirá marcar presença, já que este fim de semana compete na 17ª ronda do Campeonato do Mundo de Motociclismo em Sepang, no GP da Malásia. Apesar da incompatibilidade de agenda, o piloto almadense sublinha que: “tem sido uma temporada muito surpreendente e os nossos jovens pilotos têm demonstrado o seu talento com bastante empenho. De prova para prova temos conseguido perceber uma evolução muito positiva de todos e, por isso, este fim de semana no Estoril vai ser certamente uma ronda final bonita de se ver”.

 

A entrada no Autódromo no Estoril é gratuita para a Bancada A, mas o acesso ao paddock tem um custo de 5 euros para os dois dias – um valor que poderá ser redimido no local, numa compra de merchandising Miguel Oliveira, igual ou superior a 30€.

 

Sábado, 28 outubro
TREINO CRONOMETRADOS
15h00 - 15h25 - Oliveira Cup - MiniGP e Naked
16h20 - 16h50 - CNV 85GP/Moto4 + CNV 125GP/Pré-moto3 + CNV Moto3 + Troféu Norte Sul Team

 

Domingo, 29 outubro
TREINOS CRONOMETRADOS
09h55 - 10h25 - CNV 85GP/Moto4 + CNV 125GP/Pré-moto3 + CNV Moto3 + Troféu Norte Sul Team
10h30-10h55 - Oliveira Cup - MiniGP e Naked

CORRIDAS
14h10 - Oliveira Cup - MiniGP e Naked
15h15 - CNV 85GP/Moto4 + CNV 125GP/Pré-moto3 + CNV Moto3 + Troféu Norte Sul Team
a397 Copy
 

MIGUEL RAMOS EM BARCELONA

Miguel Ramos e Mikkel Mac em Barcelona com o Pódio na mira.

 

O International GT Open tem a dupla jornada de todas as decisões, marcada para o próximo fim de semana em Barcelona. Para a dupla do Ferrari #488 o objetivo é recuperar o máximo de pontos em relação aos adversários e desse modo entrar no Pódio do Campeonato neste fecho da temporada.

a396 Copy.

Na ultima prova, disputada em Monza, a dupla do Ferrari #488 conseguiu recuperar parte do atraso que tinha para o Lamborghini de Biagi e para o Lexus de Costa e Frommenwiller. Sabendo que só a conjugação de vários fatores poderiam permitir mais do que a luta pelo terceiro lugar no Campeonato, há que ser realista e partir para Barcelona com essa intenção. Aliás esta é a forma de pensar de Miguel Ramos, para as duas ultimas corridas do ano, “Mais uma vez, a decisão do titulo ficou para ser resolvida na ultima corrida, o que demonstra bem a enorme competitividade deste Campeonato. Face às circunstâncias com que nos deparamos na segunda metade da época, temo-nos vindo a adaptar e ainda estamos a lutar, pelo menos, para sermos terceiros no Campeonato e isso ainda é possível, se tivermos um BOP favorável”.

Classificação do Campeonato após as 12 corridas já disputadas

1 – Giovanni Venturini (Lamborghini) - 95 pts

2 – Fran Rueda / Victor Bouveng (BMW) – 92 pts

3 – Alberto Costa / Philipp Frommenwiller (Lexus) – 83 pts

4 – Thomas Biaggi (Lamborghini) – 79 pts

5 – Miguel Ramos / Mikkel Mac (Ferrari) – 78 pts

A Euroformula Open acompanha o GT Open em todos os eventos, enriquecendo assim o programa. Adicionalmente para este evento em Barcelona, a Eurocup Fórmula Renault 2.0 e a Radical European Master, ajudarão a proporcionar um grande espetáculo. As Race 1 do International GT Open, poderá ser vista em diferido às 1:30 de domingo na SportTV1, e a Race 2 em direto a partir das 13:00h de domingo na SportTV2, para além da habitual Livestream em www.miguelramossport.com

Horário Previsto C.E.T. (-1 em Portugal)

Sábado, 28 de outubro

10:35 – 11:05 Euroformula Open Qualifying 1

11:15 – 11:45 International GT Open Qualifying 1

15:00 – Euroformula Open Race 1 (17 laps máx 35’)

16:00 – 17:10 International GT Open Race 1 (70’) livestream em www.miguelramossport.com

 

Domingo, 29 de outubro

09:00 – 09:30 Euroformula Open Qualifying 2

09:40 – 10:10 International GT Open Qualifying 2

13:15 – Euroformula Open Race 2 (15 laps máx 35’)

14:15 – 15:15 International GT Open Race 2 (60’) Live na SportTV1 e em www.miguelramossport.com

 

Calendário 2017

 

http://www.gtopen.net/images/portugal_flag.jpg    Estoril 29 - 30 de Abril

 

http://www.gtopen.net/images/belgium_flag.jpg    Spa 27 - 28 de Maio

 

http://www.gtopen.net/images/france_flag.jpg   Paul Ricard 10 – 11 de Junho

 

http://www.gtopen.net/images/hungary_flag.jpg    Hungaroring 1 – 2 de Julho

 

http://www.gtopen.net/images/england_flag.jpg   Silverstone 2 – 3 de Setembro

 

http://www.gtopen.net/images/italy_flag.jpg   Monza 30 Set – 1 de Outubro

 

http://www.gtopen.net/images/spain_flag.jpg    Barcelona 28 – 29 de Outubro

 

GALP É NOTICIA

 

Galp é referência mundial na gestão da pegada de carbono e recursos hídricos
 
• Nota máxima na gestão dos riscos ambientais, tanto climáticos como hídricos • Única empresa mundial de Energia com nota A (máxima) nas categorias clima e água • Emissões evitadas equivalentes à viagem de ida e volta Lisboa-Porto de todos os carros do país • Água reutilizada e reciclada equivalente a 2.700 piscinas olímpicas
 
A Galp foi uma entre apenas 25 empresas em todo o mundo, a única do setor energético e a única portuguesa cujas iniciativas ambientais na diminuição do risco das suas atividades, tanto sobre o clima como sobre os recursos hídricos, obtiveram nota máxima na avaliação do CDP, critério que se revela determinante nas decisões dos investidores, especialmente os institucionais.
Depois de ter integrado nos últimos dois anos a Climate ‘A’ List do CDP-Driving Sustainable Economies , das empresas líderes pelas iniciativas concretas para reduzir as suas emissões de CO2, este ano, e pela primeira vez, a Galp foi igualmente selecionada pelos esforços para racionalizar os consumos e na gestão da água, entrando assim também diretamente na Water ‘A’ List .
“Estamos conscientes de que o nosso futuro está associado a uma transição energética que se pretende sustentável e equilibrada,” afirma Carlos Gomes da Silva, presidente executivo da Galp. “Por isso, a gestão eficiente e sustentável dos recursos naturais é um vetor essencial nas nossas operações.” 
A poupança de 17,6% dos consumos de água no ano em avaliação face ao ano de referência (2013) foi um forte contributo para este resultado, bem como o volume de água reutilizada e reciclada nas refinarias de Sines e Matosinhos, equivalente a 2.700 piscinas olímpicas. No que respeita ao clima, os projetos de eficiência energética adotados ao longo dos últimos quatro anos nas refinarias de Sines e Matosinhos evitaram emissões de CO2 superiores a 400 mil toneladas. É um valor próximo do que todo o parque automóvel português emitiria numa viagem de ida e volta entre Lisboa e o Porto.1
“É inspirador ver tantas empresas tomarem medidas corajosas para mitigar os riscos ambientais e agarrarem as oportunidades abertas pela transição para uma economia sustentável,” diz Paul Dickinson, presidente executivo do CDP e acrescente “Estas empresas lideram o processo de transição à medida que atingimos o ponto de não retorno na defesa do ambiente.”
 
 
 
                                                             1   Cálculos com base numa emissão média de 120g de CO2 por km.

 
 
 
O CDP é uma organização internacional sem fins lucrativos, que constitui o maior e mais completo sistema global de divulgação de informação ambiental. Serve, atualmente, 827 investidores institucionais, que movimentam $100 biliões. A ‘A’ List 2017 integra 156 empresas que são selecionadas entre milhares que submetem anualmente o seu reporte à avaliação independente do CDP.
Poderá consultar a lista completa no site oficial do CDP.

 

ECURIE ECOSSE

 

Penalty denies Ecurie Ecosse dream Le Mans Cup finale in Portimao
 

The final round of the Le Mans Cup proved to be bitter-sweet for Ecurie Ecosse as the team travelled to Portimao this weekend (20-22 October). A strong run in qualifying and then a great first stint from Tony Wells ultimately yielded a fifth-place finish as Colin Noble struggled with the handling of his Ligier.
alt

With second position in the championship all but wrapped up, the Nielsen Racing prepared team were looking to add to their great run of four podiums already secured. The weekend got off to a strong start with both Wells and Noble running in the top four in practice, before a great lap in qualifying from the former gave Ecurie Ecosse a front row start for the season finale.

alt

Wells made a great start, briefly taking the lead of the race before settling into second position behind the dominant #3 Norma entry. Under pressure from the Pro-driver in the #14, Wells allowed the car through to claim second position, aware that that would come back to Ecurie Ecosse later in the race. It was a fine stint from Wells who pitted third having kept the #79 Ligier very much in the hunt for the win.

Noble was immediately on the pace as ever, quickly clearing the #14 to close on the #3 Norma in the race lead. Catching is one thing and passing another as despite Noble’s best efforts, he was unable to make the pass. Later the race winning #3 would be excluded for fuel irregularities adding further frustration to the race weekend.

He continued to push hard to try and gain the lead, but found his tyres going away and as a result, suffered increasingly from understeer which ultimately resulted in two drive-through penalties for track limit infringements. Noble took the chequered flag sixth, later to be promoted to fifth.

The result gives the team 90 points, second in the standings as they now begin preparations for the 2018 challenge ahead.

David ‘Sven’ Thompson, Team Manager Nielsen Racing

"We’re P2 in our first season so there’s a lot of positives, many more than there are negatives. Today we should have finished second or third and we were fifth, so that’s not a positive. But a great effort from all of the team who have performed flawlessly and now we refocus on our plans for next year and take away the lessons learned this."

alt
Tony Wells

“I had a great time, a really good stint. I made a great start. I was told to go to squeeze them into turn one and go around the outside and cut back in for two. That’s exactly what I did and it was very satisfying. It was a great run after that and I let the #14 through as I knew that Colin would get it back later on. From there it was a fairly simple.”

alt
Colin Noble

“Tony did a really good job, good off the start, good off the safety car restarts too and he handed to me with a good gap. But then I had a lot of understeer that got progressively worse over the rest of the race and I struggled to keep it on the track. Then I got the drive through penalty. But a good season as a whole with some highs and lows, and it’s just a shame we couldn’t end the year on a high.”

Next...

Drivers interested in joining the team for the 2018 season can now apply here

alt
alt
alt

 

PERICIA AUTOMOVEL EXPO CLASSICOS

 

Multiusos de Guimarães

Perícia Automóvel Expo Clássicos

 

Pela primeira vez na história da Expo Clássicos, realiza-se uma prova de perícia para veículos clássicos. O evento automobilístico terá lugar no domingo, 29 de outubro, em recinto especialmente criado para o efeito junto ao Multiusos de Guimarães, onde este fim de semana se realiza a décima edição da Expo Clássicos.

A prova é organizada pela Demoporto – Clube de Desportos Motorizados do Porto, em parceria com a Tempo Livre e Clube de Automóveis Antigos de Guimarães (CAAG) e as inscrições decorrem até às primeiras verificações.

Reservada a veículos ligeiros de passageiros e/ou comerciais e protótipos, com ou sem homologação, a qualificação de veículos na I Perícia Expo Clássicos Guimarães será efetuada por classes (Classe 1 - Veículos até 1300cc; Classe 2 - Veículos de 1.301 a 2.000 cc; Classe 3 - Veículos mais de 2001cc ).

A I Perícia Expo Clássicos - Guimarães será disputada em conformidade com o Código Desportivo Internacional da FIA (CDI), as Prescrições Gerais de Automobilismo e Karting 2017 (PGAK) e do regulamento da prova, disponível para consulta dos concorrentes em www.demoporto.pt. Os condutores admitidos à prova terão, necessariamente, de possuir carta de condução, recomendando-se a licença desportiva nacional. Serão efetuados controlos antidopagem e anti álcool.

O programa terá início pelas 9h00 do dia 29 de outubro, domingo, com verificações documentais e técnicas. A primeira prova realiza-se às 11h30, a segunda prova terá início pelas 14h30, seguindo-se a terceira prova às 15h30. As repetições ocorrerão entre as 16h30 e as 17h45. Após a afixação das classificações oficiais serão declarados os vencedores. A entrega de prémios realiza-se às 18h30, na sala de exposições da EXPO Clássicos.

Todos os interessados devem formalizar a sua inscrição junto da Demoporto (Tel. 22 832 00 27 - 91 759 20 10 / Fax 22 832 00 27, E-mail Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ) e no local da prova no próprio dia, desde que os condutores e veículos reúnam os requisitos necessários.

A Expo Clássicos - Salão de Automóveis e Motos Antigos de Guimarães regressa ao Multiusos de Guimarães, nos dias 28 e 29 de outubro, naquela que será a sua décima edição.

Organizada conjuntamente pela Tempo Livre e pelo Clube de Automóveis Antigos de Guimarães (CAAG), contando com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães e a parceria de diversas entidades públicas e privadas, a edição de 2017 da Expo Clássicos assinalará o décimo aniversário do certame e os temas de cada uma das edições já realizadas, tendo ainda como aliciante uma perícia automóvel, promovida pela Demo Porto, no dia 29 de outubro, entre as 10 e as 18h30.

Além da exposição central relativa às dez edições da Expo Clássicos serão assinaladas efemérides de marcas e modelos, estando as galerias do primeiro piso do Multiusos de Guimarães reservadas para a presença de expositores (comércio de peças, motociclos e velocípedes com e sem motor, automobilia). O certame contará ainda com a realização de passeios e concentrações de clubes de automóveis e motos antigos de diferentes pontos do país.

No calendário nacional de eventos associados à cultura dos clássicos, a Expo Clássicos diferencia-se pelas exposições temáticas, oferecendo ao público visitante a oportunidade de contactar com a história automóvel durante dois dias.

A Expo Clássicos já apresentou em Guimarães “Os Carros da Presidência” (2012, com a colaboração do Museu da Presidência), “Clássicos Desportivos” (2013, integrado na celebração do título Guimarães Cidade Europeia do Desporto e que contou com a colaboração de ex-pilotos de ralis, clubes e colecionadores particulares), os “Clássicos Militares” (2014, exposição que assinalou os 40 anos do 25 de abril e o primeiro centenário da I Guerra Mundial, em colaboração com a Associação Nacional de Veículos Militares e Associação 25 de Abril), uma mostra de Transportes Públicos de Passageiros (2015) e dedicou a edição de 2016 aos “Clássicos em férias”.

A Expo Clássicos conquistou o seu espaço e apresenta-se hoje como um evento importante na promoção e divulgação dos automóveis e motos clássicos, da sua história, do seu valor patrimonial e na valorização dos setores de atividade associados à cultura dos clássicos.

A excelente e crescente participação do público e dos expositores confirma o certame como uma referência, algo que entusiasma e motiva a organização no sentido de surpreender a cada nova edição.

A Expo Clássicos tem o apoio da Câmara Municipal de Guimarães e o patrocínio da Lameirinho, Decathlon e FNAC, sendo media partners a Topos & Clássicos, Auto Vintage, Rádio Santiago, O Comércio de Guimarães, Desportivo de Guimarães e Guimarães TV.

 

 

LIQUI MOLY É NOTICIA

A LIQUI MOLY vira-se para os motores alternativos

 

Um aditivo especial para veículos híbridos e um pictograma para identificar óleos para motores marcam as novidades da LIQUI MOLY

 O número de veículos com propulsão alternativa matriculados ainda é baixo, quando comparado com os veículos com motor a gasolina ou gasóleo, mas os novos meios de propulsão estão a revolucionar a indústria automóvel. A LIQUI MOLY também se ocupa deste tema e lança uma inovação no mercado: o Hybrid Additive, um aditivo de combustível especialmente desenvolvido para veículos híbridos. Outra novidade é que os óleos para motores adequados para estas mecânicaspassam a ser identificados com um pictograma específico.

Na verdade, o Hybrid Additive é, ele mesmo, um híbrido, pois reúne duas propriedades num só produto: estabiliza a qualidade do combustível e limpa o sistema de injeção. Nos veículos híbridos, o motor elétrico é o motor principal, enquanto o motor de combustão interna funciona simplesmente como assistência. Geralmente, é utilizado apenas por períodos breves. “Isto causa dois problemas”, afirma David Kaiser, diretor da unidade de Investigação e Desenvolvimento da LIQUI MOLY, especialista em química automóvel.

“O combustível permanece mais tempo no depósito e envelhece mais”, explica David Kaiser, comparando os veículos híbridos com os veículos que funcionam exclusivamente com motores a gasolina ou a gasóleo. Além disso, estes motores apresentam uma dificuldade adicional, nomeadamente, a formação de resíduos no sistema de injeção causada pelo funcionamento irregular e de curta duração do motor. O novo Hybrid Additive mantém a qualidade da gasolina estável, protege o sistema de injeção contra sedimentos e elimina resíduos existentes. “Este produto resolve os dois problemas”, afirma o especialista da LIQUI MOLY.

Com esta inovação, a empresa sublinha a sua capacidade de desenvolvimento num setor que enfrenta grandes mudanças. Com efeito, a indústria automóvel vai mudar mais nos próximos dez anos do que mudou nos últimos 100. O motivo destas alterações são várias megatendências, entre as quais a da eletromobilidade. “Para nós, o Made in Germany significa qualidade e, simultaneamente, mudança através da inovação. É por isso que a investigação é, desde sempre, um dos pilares do nosso sucesso”, continua David Kaiser.

Efetivamente, a empresa dedica-se aos motores de combustão interna desde a sua fundação, há 60 anos. Com base na experiência adquirida, o mais natural foi concentrar esforços nos veículos com fontes de energia elétrica híbrida. Tendo em conta o número de matrículas em todo o mundo, os veículos híbridos são claramente os líderes da propulsão alternativa. Segundo a plataforma Statista e a IHS Autoinsight, até 2025, o seu domínio sobre os veículos exclusivamente elétricos aumentará consideravelmente. “Apostamos na tecnologia certa”, sublinha o diretor de I&D da LIQUI MOLY. “Uma vez que os motores a gasóleo para híbridos têm uma importância marginal e são cada vez menos, decidimos colocar no mercado um aditivo exclusivamente para gasolina.”

Adicionalmente, os lubrificantes também registam uma alteração, mas apenas exterior: as etiquetas dos bidões de 1 e 5 litros incluirão, a partir de agora, um pictograma para híbridos. Deste modo, os automobilistas e os mecânicos das oficinas especializadas poderão reconhecer imediatamente se determinado óleo para motores é adequado para veículos híbridos. Quem quiser jogar pelo seguro, pode consultar o guia de óleos online da LIQUI MOLY.

“A falta de cuidados traduz-se em problemas futuros” 

David Kaiser, da LIQUI MOLY, sabe que a tecnologia híbrida comporta riscos para o motor de combustão interna integrado. 

Os veículos com propulsão híbrida reúnem duas fontes de energia diferentes num só carro: um motor elétrico e um motor de combustão interna. Ao contrário do que acontece nos veículos convencionais, que funcionam exclusivamente a gasolina ou a gasóleo, o motor de combustão interna de um veículo híbrido funciona apenas em determinadas situações e, muitas vezes, com uma carga baixa. David Kaiser, diretor da unidade de Investigação e Desenvolvimento do especialista alemão em óleos e aditivos LIQUI MOLY, explica quais são os problemas decorrentes desta tecnologia e como condutores e oficinas podem evitá-los.

As exigências colocadas ao motor de combustão interna de um veículo híbrido são muito diferentes das de um veículo convencional?

David Kaiser: Num veículo híbrido, o motor de combustão interna não está em funcionamento permanente. Ao arrancar, no trânsito urbano e em trajetos curtos, a energia provém da propulsão elétrica. O motor de combustão interna só entra em ação em percursos longos, a partir de velocidades médias ou no caso de as baterias estarem vazias. Resumindo, é um perfil de condução muito simples.

Mas percursos de longa distância provocam menos desgaste do que percursos curtos, não é?

David Kaiser: Isso é verdade. Em comparação com os automóveis convencionais, os veículos híbridos têm uma autonomia consideravelmente menor, revelando as suas potencialidades em percursos curtos e de média distância. Por isso, o motor de combustão interna normalmente só entra em ação por breves períodos. Isto é bom para o ambiente, mas mau para o motor.

Porquê?

David Kaiser: Devido ao baixo consumo dos híbridos, o combustível permanece durante mais tempo no depósito, envelhecendo mais. A qualidade da gasolina e do gasóleo altera-se quando em contacto com o ar ou, mais especificamente, com o oxigénio, a humidade e a temperatura do ar. Isto piora o comportamento de arranque a frio, bem como o comportamento de condução durante a fase de aquecimento do motor que, no caso dos veículos híbridos, é mais longa. Tudo isto sujeita os combustíveis a um processo natural de envelhecimento e oxidação. A mistura de oxigénio oxida o combustível, o que pode provocar resíduos. Assim, em termos gerais, as propriedades do combustível pioram. Em casos extremos, o motor não é capaz de utilizar o combustível.

Que medidas é possível tomar, como condutor, para evitar esse processo?

David Kaiser: A qualidade do combustível pode ser estabilizada com aditivos. A LIQUI MOLY desenvolveu um aditivo especial para veículos híbridos. Uma das tarefas do aditivo é retardar o processo de envelhecimento da gasolina, mantendo, assim, uma qualidade estável.

Os resíduos de que falou também podem causar problemas no depósito?

David Kaiser: As condições necessárias para que um motor funcione corretamente são óleo de motor, eletricidade, ar, líquido de refrigeração e combustível. Se um destes componentes estiver comprometido, o motor pode falhar. Resíduos no depósito podem entupir o filtro de combustível. Mas essa quantidade de sedimentos só se forma em casos excecionais. O problema principal dos resíduos é outro.

Qual exatamente?

David Kaiser: Os veículos híbridos reúnem os mais recentes desenvolvimentos da tecnologia de motores. Estes agregados modernos e eficientes exigem combustível com a máxima qualidade. O perigo de se formarem resíduos no sistema de injeção é grande, precisamente durante o funcionamento irregular e breve do motor de combustão interna. Esses resíduos prejudicam o padrão de pulverização e a queima do combustível, o que, em última análise, se traduz numa potência do motor inferior. O combustível não consumido pode misturar-se com o óleo de motor e diluí-lo. Por isso, um sistema de combustível limpo é muitíssimo importante.

Como podemos manter o sistema limpo?

David Kaiser: Um funcionamento estável e constante ajuda muito, mas não é a única solução e, nos motores de combustão interna de veículos híbridos, é realmente uma exceção. Os agentes de limpeza especiais incluídos no nosso Hybrid Additive dissolvem sedimentos existentes e evitam que se formem novos resíduos pegajosos, semelhantes a tinta ou resina. Isto significa que é possível utilizar o aditivo como prevenção ou em caso de já existirem problemas. Para prevenir, é necessário juntar, regularmente, o aditivo à gasolina no depósito.

 

TUNING NO DISCOVERY CHANNEL

 

O LÍDER MUNDIAL DO TUNING  ESTÁ DE VOLTA AO DISCOVERY CHANNEL COM PROJECTOS IMPRESSIONANTES

 

Ryan Friedlinghaus, dono da oficina de tuning mais reputada dos Estados Unidos, está de volta para continuar a converter em jóias exclusivas os veículos dos ricos e famosos do país. Na nova temporada de "Tuning Urbano", que estreia a 9 de novembro, viajaremos até à exclusiva oficina West Coast Customs para podermos assistir, na primeira fila, à personalização dos carros de desportistas, celebridades de Hollywood e amantes da beleza e luxo sobre quatro rodas.


a395 Copy

 

Os espetadores do Discovery Channel já o conhecem. Ele é Ryan Friedlinghaus, uma mega estrela do tuning e o patrão pouco ortodoxo da exclusiva oficina West Coast Customs, em Corona, na Califórnia. Pela concorrida garagem, a mais prestigiada na personalização de veículos a nível mundial, passam todo o tipo de carros, desde os urbanos aos mais proibitivos veículos de luxo. É por isso que as suas criações são dirigidas a uma clientela muito especial: desde figuras do desporto a celebridas de Hollywood, o que é preciso é ter dinheiro para gastar.

 

‘Tuning urbano’, que regressa ao Discovery Channel a 9 de novembro às 21 horas para uma nova temporada, não se vai limitar ao processo de transformação. O programa acompanha a par e passo a criação do original design da West Coast Customs (fundada em 1933) e que  tem conseguido ser a líder mundial no tuning de carros.

 

Veremos como decorre o complexo processo de design de cada um dos carros a personalizar: a chapa e pintura, os sistemas de som, o desenho gráfico, o motor e o interior, que têm de ficar prontos em tempo record e claro, com um toque de originalidade.


Esta temporada veremos como Ryan completa a personalização de um Lexus IS de Huy Fong Foods, o fabricante do molho picante Sriracha enquanto em cetim mate o Lamborghini Aventator da lenda do boxe, Óscar de la Hoya.

 

A oficina West Coast Customs  vai até ao SEMA Show, uma grande mostra automóvel nos Estados Unidos para os profissionais do tuning. Durante quatro dias, os rapazes vão mostrar como trabalham, dando workshops sobre as técnicas que utilizam.

 

Em mais um dos episódios, a equipa de marketing dos armazéns Kmart entra em contacto com a oficina para criar uma experência para toda a família baseada na realidade virtual. Apesar de não saberem bem o que querem, têm a certeza que querem algo genial e por isso escolheram a West Coast Customs.

 

Outra das encomendas que a oficina receberá esta temporada será do músico Kid Rock, que pretende restaurar um Cadillac El Dorado, que em tempos pertenceu à estrela do country Waylon Jennings.

 

Justin Bieber também falará com a equipa para tranformar completamente um Ford Explorer de 1991, que é um de um grande amigo, o rapper Post Malone.

 

‘Tuning urbano’ estreia a quinta temporada a 9 de novembro às 21 horas no Discovery Channel. 

 

NOVA GOLDWING DA HONDA

 

Nova Honda GL1800 Goldwing

Para 2018, a GL1800 Gold Wing abraça uma nova direcção e é um modelo totalmente novo, "dos pés à cabeça". No entanto e apesar disso, continua a exibir o seu motor característico de seis cilindros opostos, responsável pela "avalanche" de binário e de potência, mantendo-se portanto como "A MOTO” premium de turismo de referência na gama da Honda, repleta de equipamentos e funcionalidades, com capacidade para oferecer uma viagem com todo o conforto e estilo para duas pessoas. Ainda assim, a GL1800 está agora mais pequena, mais leve e bastante mais ágil, no fundo, uma verdadeira moto para o "motociclista viajante".a394 Copy

 

NISSAN É NOTICIA

 

NISSAN ACELERA ELETRIFICAÇÃO NO SALÃO AUTOMÓVEL DE TÓQUIO COM NOVOS PROTÓTIPOS DE EMISSÕES ZERO E ANÚNCIO DA SUA ENTRADA PARA A FÓRMULA E

 

 

 

  

  • Nissan revela o IMx, um protótipo de um Crossover de zero emissões
  • Nissan entra para a competição elétrica da Fórmula E na temporada 2018-2019
  • Nissan revela o protótipo LEAF NISMO

 

 

A Nissan Motor Co., Ltd. amplia a sua liderança da revolução elétrica, apresentando no Salão Automóvel de Tóquio, dois novos protótipos, entre eles o seu primeiro Crossover 100% elétrico, e anunciando a entrada da marca no campeonato da Fórmula E.

 

A empresa - líder mundial em veículos elétricos e pioneira do automóvel elétrico mais vendido do mundo, o Nissan LEAF - aproveita a plataforma internacional do Salão Automóvel de Tóquio para mostrar a sua visão de um futuro elétrico.

 

 

WTCC 2017 - JAPÃO

 

FIA WTCC JVCKENWOOD RACE OF JAPAN TIMETABLE UPDATE

FIA WTCC JVCKENWOOD Race of Japan, scheduled for 27-29 October, will run to a revised timetable, it has been confirmed.

Typhoons between China – venue of the latest round of the FIA World Touring Car Championship – and Japan have caused significant delay to vessel routings and operations in the area. As a result, the scheduled WTCC container shipment from Shanghai to Tokyo has been delayed.

In order to give teams sufficient time to unpack equipment and ready cars for technical inspection and competitive use, while also allowing venue set-up to be completed, WTCC track action is now scheduled to begin with Free Practice 1 at 15h15 local time on Saturday 28 October having originally been due to get underway at 08h00.

Free Practice 2, Qualifying, WTCC MAC3 and the Opening Race and Main Race will take place on the same day, Sunday 29 October. Drivers will meet fans in the pit lane from 12h10. The revised WTCC track activity schedule, which remains subject to further change, appears below.

All track sessions will be available live on the Eurosport Player with delayed coverage of Qualifying and WTCC MAC3 broadcast on Eurosport 1 at 04h30 CET and 05h15 CET respectively. Live coverage of the Opening Race and Main Race will follow on Eurosport 1 from 05h45 CET and 07h00 CET respectively. Selected networks around the world, including J SPORTS in Japan, will also broadcast extensive live coverage. Viewers are advised to check local listings for details.

Saturday 28 October:
15h15-16h00: Free Practice 1

Sunday 29 October:
08h00-08h45: Free Practice 2
09h40-10h00: Qualifying Q1 
10h05-10h15: Qualifying Q2
10h20 (pit lane opens for first car): Qualifying Q3
10h40-10h55: WTCC MAC3
14h15-14h40: Opening Race (11 laps)
15h30-16h00: Main Race (13 laps)

François Ribeiro, Head of Eurosport Events, the WTCC promoter, said: “Unfortunately, the weather is something we cannot control and we hope fans watching on TV and making the trip to Twin Ring Motegi won’t experience too much inconvenience. In DHL, the WTCC’s Official Logistics Partner, our other logistical consultants and operational staff, we have the perfect team of people working to ensure delays are kept to a minimum. And while it’s going to be a busy Sunday, we have managed similar timetable congestion effectively in the past. We look forward to a great show.”

 

FIA WTCC Race of Japan 2016-jpg

 

ESTREIA NA LEGEND´S CUP EM PORTIMÃO

ESTREIA NA LEGEND´S CUP  EM PORTIMÃODSC 0586_CopyDSC 0588_CopyDSC 0601_CopyDSC 0602_CopyDSC 0603_Copy

 

Será este fim de semana que no autodromo de Portimão os irmãos Gonçalo e Henrique Jordão irão estrear em Portugal o novo Volvo V 60, cuja revisão e finalização de preparação esteve a cargo da RP MOtorsport.

 

Texto e fotos de João Raposo Photography - www.velocidadeonline.com

 

NUNO FIGUEIREDO PRONTO PARA PORTIMÃO

 

LEGEND´S CUP – PORTIMÃO

 

NUNO FIGUEIREDO PRONTO PARA PORTIMÃO

 

Nuno Figueiredo e a sua carrinha Volvo 850, estão prontos para a derradeira jornada que irá ter lugar no próximo fim de semana no autódromo de Portimão, onde o piloto gostaria de subir novamente ao pódio, como já aconteceu na época passada nesta pista.

 

Por isso Nuno Figueiredo está um pouco expectante como nos confidenciou “ na realidade assim é, pois temos vindo a evoluir a carrinha Volvo 850 em todas as provas, e fruto disso têm sido os resultados alcançados, que mostraram que estamos no bom caminho. Para Portimão espero conseguir ir ao pódio, aliás é esse o objectivo que pretendo, não vai ser de modo algum fácil, e isso porque a concorrência tem aumentado prova a prova, e com isso o equlibrio é maior. Por outro lado é mais um desafio que tenho pela frente para superar. Espero que a “sueca endiabrada” esteja a 100%, para assim poder tirar partido das suas potencialidades, e conseguir logo na sessão de treinos obter uma boa posição para a largada na grelha de partida. Depois na corrida , quero estar concentrado ao máximo, não cometer erros, para assim conseguir atingir os meus objectivos “, disse-nos.

 a393 Copy

 

WTCC 2017 - JAPÃO

 

GUERRIERI’S TALENT RECOGNISED WITH WTCC FACTORY CHANCE

*Argentine deputises for Monteiro in works Honda at Twin Ring Motegi
*Campos Racing gives move its full support
*Richard becomes latest young talent to benefit from the Campos touch

Double race-winning privateer Esteban Guerrieri has been rewarded for his hugely promising maiden FIA World Touring Car Championship season with a factory drive at WTCC JVCKENWOOD Race of Japan this weekend.

Argentine Guerrieri will stand in for Tiago Monteiro at Castrol Honda World Touring Car Team after Monteiro was advised by doctors to remain at home in his native Portugal to continue his recovery from the effects of a high-speed testing accident in Spain last month.

The 32-year-old is in his first full season in the WTCC in a Campos Racing Chevrolet RML Cruze TC1 and has notched up wins in Morocco and China. After 14 rounds, he’s seventh in the overall standings and fourth in the WTCC Trophy for independent racers. Campos Racing has given the move its full support and has signed ETCC prize-winner and rising star Kris Richard as Guerrieri’s replacement for the Twin Ring Motegi weekend.

“We are very happy to be part of Esteban’s success and we are delighted he has got this opportunity with a factory team,” said Campos Racing’s Ruben Espin. “Although we were hoping he could continue his push for the WTCC Trophy with our team, one of our main goals was to help Esteban develop as a WTCC driver in the hope that one day a chance like this came along. Now it has, we are really pleased for him because it’s richly deserved after all his hard work and outstanding on-track performances. He will continue to be part of the Campos Racing family and we wish him all the best for WTCC Race of Japan this weekend. Our focus will now be on helping the next young talent to join our team, Kris Richard.”

Having excelled in single-seater racing in the past against current F1 stars Lewis Hamilton, Daniel Ricciardo and Sebastian Vettel, Guerrieri was the fastest driver of all when he made his WTCC debut in his homeland in August 2016 and was chosen by a selection of WTCC journalists as their rookie of the year as a result.

“I was sorry to hear that Tiago would not be able to race this weekend, but I’m extremely excited to have been given the opportunity to join Honda for Motegi and to drive a factory car in the WTCC,” said Guerrieri. “I’d also like to thank Campos Racing for their positivity throughout this process and to everybody who has helped in making my move to Honda possible. Motegi is a new circuit for me and I’ve never even driven the Civic WTCC, so I’m aware that there’s a lot to learn, but I’m confident that I can do a strong job of helping Honda in the Manufacturers’ championship and supporting Norbi’s [Michelisz] Drivers’ title ambitions.”

Guerrieri will get his first taste of Honda Civic WTCC power during Free Practice 1 and Twin Ring Motegi on Saturday afternoon, when he will sample the track for the first time. He will also make his debut in the Manufacturers Against the Clock (WTCC MAC3) team time trial when he joins new team-mates Norbert Michelisz and Ryo Michigami in the Tour de France-inspired contest. Honda heads Volvo Polestar in the FIA World Touring Car Championship for Manufacturers by five points.

François Ribeiro, Head of Eurosport Events, the WTCC promoter, said: “We’re very pleased that Esteban’s talents have been rewarded with a factory drive in Japan. He will have a lot to adapt to in a short space of time but there is no doubting his ability.”

 

WTCC Esteban Guerrieri-jpg

 

MAZDA DESVENDA CONCEPT

 

Mazda desvenda KAI CONCEPT e VISION COUPE

    Hatchback compacto garante um preview de toda uma nova e revolucionária geração de veículos Mazda

    O concept com a visão de design expressa a estética minimalista japonesa, conjugada com o sentimento de velocidade

 

a389 Copya390 Copya391 Copya392 Copy A Mazda acaba de desvendar dois concepts no âmbito do “Salão Automóvel de Tóquio 2017”. Em Estreia Mundial mostrou o Mazda KAI CONCEPT, estudo para um hatchback compacto que prenuncia toda uma nova geração de veículos de inspiração do premiado construtor japonês. Já o estudo de design Mazda VISION COUPE fez a sua segunda aparição, depois de ontem à noite ter sido desvendado no exclusivo evento “Mazda Design Night 2017”.

 

Integrando o motor a gasolina SKYACTIV-X e a SKYACTIV-Vehicle Architecture de próxima geração, adoptando em simultâneo uma expressão amadurecida da linguagem de design KODO, o KAI CONCEPT incorpora os conceitos tecnológicos, de engenharia e de estilo que irão definir a próxima geração de modelos Mazda. Os refinamentos integrados em todas as áreas de performance dinâmica geraram uma evolução em estrada consideravelmente mais silenciosa, mais confortável e de melhor performance. O KAI CONCEPT traduz-se por características musculosas e sólidas proporções, numa fórmula que ganha vida através do fluxo delicado de reflexos nas laterais da carroçaria.

 

No que se refere ao Mazda VISION COUPE, este estudo aborda um exterior de inspiração KODO – A Alma do Movimento personificando a estética minimalista japonesa, alcançando-se uma linear forma “one-motion” que transmite uma sensação de velocidade. Quanto ao seu interior, é aplicado o conceito japonês “ma” (referência literal a “espaço”) presente na arquitectura tradicional local, combinando uma profundidade tridimensional com um forte eixo longitudinal, produzindo-se um espaço relaxante apesar da presença da mesma sensação de movimento. Quanto ao nome deste concept, ele presta tributo à tradição da Mazda na produção de coupés elegantes, como o Mazda R360, o primeiro modelo de passageiros Mazda, ou o Mazda Luce Rotary, também conhecido como Mazda R130.

 

Noutros capítulos, a Mazda tem os holofotes apontados ao novo Mazda CX-8, um SUV com três filas de bancos cuja comercialização vai arrancar no Japão no presente ano, bem como as gerações 2018 do Mazda MX-5 e do Mazda MX-5 RF, com este último a integrar uma série de melhorias, evoluindo para uma superior qualidade na ligação à estrada, um habitáculo mais silencioso e uma mais ampla palete de cores de carroçaria.

 

Em linha com a sua visão de longo prazo para o desenvolvimento tecnológico “Sustainable Zoom-Zoom 2030”, a Mazda está a apostar na utilização do apelo supremo de qualquer automóvel - o “prazer de condução” – para inspirar as pessoas e para o próprio enriquecimento da sociedade.

 

A Mazda realizou a sua Conferência de Imprensa esta madrugada (pelas 05h40 em Portugal Continental, ou 13h40, horas locais) naquele que é o primeiro dos dois dias de imprensa, realizando transmissões directas no YouTube, Twitter e Ustream. O 45º Salão de Tóquio abre ao público de 28 de Outubro a 5 de Novembro.

 

Visite o portal http://www2.mazda.co.jp/motorshow/2017/en/ para saber mais sobre esta presença da Mazda no certame de Tóquio. Para informações adicionais sobre as futuras gerações tecnológicas e de design visite http://www2.mazda.com/en/next-generation/.

 

 

LEXUS APRESENTA CONCEPT

 

LEXUS APRESENTA CONCEPT LS+, A PENSAR EM CONDUÇÃO AUTÓNOMA PARA 2020

 
·         Lexus focada nas tecnologias aplicadas à condução autónoma, dentro de dois anos
·         Marca lança edições especiais para comemorar o 10º aniversário dos modelos ‘F’ Sports
 
A Lexus revelou hoje o Concept LS+, o primeiro modelo topo de gama da marca dedicado à condução autónoma. Foi, também, durante o 45º Tokyo Motor Show 2017 *1 que a marca revelou as edições limitadas dos modelos RC F e GS F, para comemorar o 10º aniversário dos modelos desportivos Lexus "F".
Contribuir para um mundo livre de acidentes de trânsito é um dos grandes objetivos da Lexus, que tem vindo a melhorar o Sistema de Gestão de Segurança Integrado dos seus modelos através da implementação de tecnologias avançadas*2. Uma mobilidade segura e suave, que permita ao condutor disfrutar do prazer da condução, está na base do desenvolvimento tecnológico da Lexus para a condução autónoma, tendo como meta a aplicação, na primeira metade da década de 2020, das tecnologias "Urban Teammate", para a condução autónoma em estradas públicas.
 
CONCEPT LS +  |  PRINCIPAIS  CARACTERÍSTICAS 
O LS + Concept vem equipado com tecnologia de ponta, tanto no interior, como no exterior, como sugere a projeção do emblemático modelo. O estilo elegante e arrojado, a par das tecnologias de condução autónoma planeadas para 2020, simbolizam a visão da Lexus para o futuro.

 
Estilo elegante e arrojado caracteriza o futuro do emblemático sedan
Como protótipo que reflete o futuro do sedan, o Concept LS + representa de forma digna o emblemático modelo, e aponta a próxima geração Lexus na direção da filosofia de design Lexus L-finesse*3. À arrojada grelha de grande dimensão, que traz consigo melhorias ao nível da refrigeração e do desempenho aerodinâmico, juntam-se detalhes como os faróis e farolins traseiros, parcialmente iluminados a laser, a par de espelhos laterais eletrónicos.
Tecnologia de ponta aplicada à condução autónoma suportada por Inteligência Artificial
·         Um dos objetivos da Lexus é contribuir para a construção de um mundo onde todos possamos desfrutar de uma mobilidade livre, segura e suave, através da utilização das tecnologias de condução autónomas. Pretende fazer da condução autónoma uma porta de entrada para as estradas onde circulam exclusivamente veículos motorizados, utilizando as suas tecnologias de condução automatizada "Highway Teammate" que, com os olhos postos em 2020, estão incluídas no Concept LS+. Nos percursos exclusivos para veículos motorizados, reconhecimento, avaliação e atuação são baseados na informação fornecida pelos sistemas a bordo, em resposta às condições reais de tráfego. A tecnologia já permite integrar tráfego de forma autónoma, mudanças e desvios de faixa, para além de manter o veículo na sua faixa, e a distância para outros automóveis.
·         O software do Concept LS + pode ligar-se a um centro de dados para proceder a atualizações e permitir que sejam adicionadas novas funções. Paralelamente, a Inteligência Artificial recolhe e armazena toda a informação global, incluindo dados sobre estradas e áreas circundantes, garantindo que a experiência de condução autónoma é de alto nível. O automóvel, que cresce à medida dos seus utilizadores, representa uma nova era para modelos aos quais o ser humano pode criar uma ligação mais emocional.
 
EDIÇÃO  LIMITADA  |  10º ANIVERSÁRIOS DOS MODELOS “F”
Desde o lançamento do IS F, em 2007, que o motor do desenvolvimento de modelos desportivos Lexus "F" tem sido desenhar automóveis que coloquem sorrisos nos rostos de quem quer apreciar a condução, independentemente da sua habilidade para o fazer. Uma abordagem que tem vindo a aumentar a faceta desportiva da Lexus.
A edição limitada anunciada hoje celebra o 10º aniversário do lançamento do primeiro modelo "F". Vem equipada com amortecedores de elevado desempenho, que conferem uma maior estabilidade à condução, e panela de escape em liga leve de titânio, contribuindo para a melhoria da experiência de condução pela qual os modelos "F" são conhecidos. Para reforçar o lado desportivo destes “F”, especiais, os componentes exteriores recorrem a PRFC (Polímeros Reforçados com Fibra de Carbono) e os painéis do corpo são cinza fosco. O interior também é especial – a cor do símbolo "F" é o emblemático "Heat Blue".
De caráter exclusivo, esta edição limitada vai estar à venda no Japão, na próxima primavera. Apenas estarão à venda 50 unidades do modelo RC F, e 50 unidades do modelo GS F.
 
 
*1 – O 45º Tokyo Motor Show 2017 tem lugar no Tokyo Big Sight, entre 25 de outubro e 05 de novembro.
*2 - O conceito de integrar as tecnologias e sistemas de segurança individuais de um veículo de forma a proporcionar um nível mais avançado de suporte aos condutores em todas as situações de condução
*3 - L-finesse é a filosofia de design original da Lexus, baseada em ideais "arrojados" e "elegantes". Tem como objetivo potenciar mais-valias, harmonizando elementos aparentemente contraditórios, através da abordagem "CONTUDO".a387 Copya388 Copy

 

JOAQUIM SOARES EM DUAS FRENTES EM PORTIMÃO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

LEGEND´S CUP – FEUP 2

 

JOAQUIM SOARES EM DUAS FRENTES EM PORTIMÃO

 

Joaquim Soares vai estar presente já no próximo fim de semana no autodromo de Portimão, onde irá participar na prova do Campeonato Nacional de Clássicos ao volante do seu Lotus Elan, e na Legend´s Cup /Feup 2  ao volante do seu Alfa Romeo.

 

Em termos de objectivos, Joaquim Soares começou por nos explicar “ com o Lotus Elan é fazer a melhor classificação possivel, ainda não vi a lista de inscritos, mas estou a prever que irá ser uma corrida bem disputada, onde espero divertir-me o mais possivel, e logicamente a melhor classificação possivel”. Em relação ao Alfa Romeo acrescentou “ depois dos problemas sentidos nas provas anterioresFOX 3880_CopyFOX 3881_Copy, que não me permitiram fazer melhor resultado, espero já no próximo fim de semana que o carro esteja impecável para assim poder fazer uma boa prova, e com isso logicamente uma boa posição final”, disse-nos

 

 

RALIS NO BRASIL

 

Paraná volta para história com o retorno do Rally da Graciosa

Uma das marcas mais famosas do mundo automobilístico volta à cena do esporte a motor no Paraná. Agora como única prova de rally de asfalto do Brasil, o evento volta a ostentar o nome Rally da Graciosa e encerra o Campeonato Brasileiro de Rally. 

Com data marcada para os dias 17, 18 e 19 de novembro, o Rally da Graciosa retorna para o cenário do Campeonato Brasileiro de Rally. Sua 31ª edição será a primeira realizada em piso totalmente pavimentado. Ao todo serão 490 quilômetros de prova, sendo 165 de trechos cronometrados em asfalto e paralelepípedo.

O roteiro não é 100% inédito. Desde 1981, quando foi realizada sua primeira edição, a prova percorreu vários trechos utilizados até hoje. Com o passar dos anos, o Rally da Graciosa passou por diversos municípios ao redor da serra, sempre sendo reconhecido como uma das melhores provas do certame. 

Em 2014, o primeiro rally totalmente de asfalto foi realizado na mesma região, mas na época, por se tratar de um evento regional, levou o nome de Rally de Morretes. Em 2015 ampliou sua extensão com objetivo de sediar uma etapa do Campeonato Brasileiro e incluiu a lendária Serra da Graciosa em seu roteiro. Neste ano, com a participação das três prefeituras dos municípios da Serra da Graciosa, Antonina, Morretes e Quatro Barras, o evento voltar a ostentar o nome Rally da Graciosa.

2017

O Rally da Graciosa 2017 vai encerrar o Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade, com duas das três categorias ainda em aberto. Na principal categoria do campeonato, a RC2N – para carros com tração integral e mais de 300 cavalos, a dupla Ricardo Malucelli / Giovani Bordin já garantiu o título por antecipação na última prova, em Taubaté / SP. 

Na categoria RC4 – para carros 1.6 preparados, as duplas Toninho Genoin / Maicol Souza e Felipe Mueller / Cezar Ramthun chegam empatadas com 47 pontos. Ou seja, quem vencer peva o título. 

Na categoria RC5 – para carros 1.6 de produção, Michel Mueller / Luis Felipe Eckel lidera a disputa com 67 pontos contra 52 de Edu Paula / Bruno Scarpelli. Com 20 pontos em jogo, Edu Paula / Scarpelli precisam somar o maior número de pontos nas duas provas enquanto Mueller / Eckel ficam com o título chegando apenas na 3ª colocação.

Programação
Sexta-feira, 17 de novembro de 2017 - Dia 01
• 16:00h - Largada Promocional (Centro de Morretes)
• 17:00h - Início do Setor 1 e 2
• 22:00h - Fim do primeiro dia de prova

Sábado, 18 de novembro de 2017 - Dia 02
• 08:30h - Início do Setor 3, 4 e 5
• 17:30h - Fim do segundo dia de prova

Domingo, 19 de novembro de 2017 - Dia 03
• 08:30h - Início do Setor 6 e 7
• 12:00h - Fim do terceiro dia de prova
• 13:00h - Premiação (Mercado Municipal de Antonina)

No site oficial do evento (www.rallydagraciosa.com.br) e nas redes sociais do RPMC, em breve serão publicadas mais informações sobre o roteiro da prova, os melhores pontos para assistir e principais dicas de como assistir um rally com segurança.

O Rally da Graciosa 2017 é organizado pelo RPMC – Rallye & Pista Motor Clube com apoio da Prefeitura Municipal de Antonina, Prefeitura Municipal de Morretes e Prefeitura Municipal de Quatro Barras, com supervisão da FPRA - Federação Paranaense de Automobilismo e CBA – Confederação Brasileira de Automobilismo, patrocínio de Apetrechos.com.br, Militec-1, WZ Comm e Total Storage Boulevard.a385 Copya386 Copy

 

WTCC 2017

 

Nicky Catsburg reflects on Ningbo and looks ahead to the final three rounds of WTCC

Nicky Catsburg finished third last time out with Polestar Cyan Racing as the FIA World Touring Car Championship travelled to Ningbo for the seventh round of the series. Very much in the title hunt, the Dutch racer looks back on the wet weekend in China and on to the final races of the season.

alt
Ningbo was a difficult weekend for everyone given the wet conditions, but you came away with a third-place finish…
 
“Ningbo was definitely a difficult weekend with the weather, especially on Saturday as the weather conditions were changing from heavy rain to light rain to no rain. On Sunday the weather was more straight forward with rain and rain but there was just so much water – too much water in the end.
 
“Saturday (qualifying) wasn’t great in terms of performance and I’m quite lucky - and happy - to get away with the third position on Sunday, an overall gain to my main championship rivals.”
 
You’re 23 points adrift in the championship, so the title is far from over…
 
“The title is definitely far from over with the gap at 23 points. That’s basically almost nothing, as one weekend can change that completely. I’m looking forward to Motegi to try and get closer again to Thed, Tiago and Norbert.”
 
Your teammate Thed is leading the championship now. Are you anticipating team orders at all?
 
“I assume there will be no team orders between me and Thed. I definitely think we will have to try and optimise things with the three drivers on track.
 
“It’s clear that me and Thed are still in the running for the championship so, we have to help each other out and be wise with the decisions we make on track – make sure we do not put each other at risk – and try to win the title for the team, as well as the constructors’ title.”
 
Just three rounds left with Twin Ring Motegi, Macau and Qatar. These are obviously all very differing challenges….
 
“Yes, three very different circuits. At Motegi, the team did a good job there last year so I assume we will be competitive there. I think Macau will be a huge challenge for all of us. I have been there only once in a GT car. My teammates have not been there yet, while most of the competition have been there many times, so it won’t be easy but I’m looking forward to it as it’s a very special place.
 
“Qatar is an evening race and it’s a race I quite like. Last year wasn’t the best but the year before was quite good, so as a season finale I think it’s a cool venue. So, three tracks with three very different challenges, so I hope I can gain points and fight for the title.”
 
Macau especially can be something of a lottery. Is there any real planning and tactics you can apply heading to such a street circuit?
 
“It’s really hard to plan or think about tactics there. With the three Polestar Cyan racing drivers, we just need to be smart with how we approach the weekend and it’s important we keep focused on the championship. But as you said Macau is such a lottery at times, we just have to see how the weekend pans out…”
alt
alt
alt

 

WTCC 2017 - JAPÃO

 

PRIZE-WINNER RICHARD TO MAKE WTCC DEBUT IN JAPAN

*Former ETCC champion gets Campos Racing seat at Twin Ring Motegi
*Richard: “I have no pressure, I go there to do the best I can”

Talented Swiss driver Kris Richard will make his FIA World Touring Car Championship debut at FIA WTCC JVCKENWOOD Race of Japan this weekend, his prize from Eurosport Events for winning the FIA European Touring Car Cup in 2016.

Richard claimed the ETCC Super 2000 crown in a final-round decider at Imola last season at the wheel of a Rikli Motorsport Honda Civic. He had been offered his prize drive at WTCC OSCARO Race of Italy in April of this year, only for a clashing commitment to rule out his participation.

Since then, Eurosport Events has been working to secure an alternative opportunity for the 22-year-old and has agreed terms for Richard to drive the Campos Racing Chevrolet RML Cruze TC1 normally campaigned by Esteban Guerrieri. An announcement regarding Guerrieri’s plans for the Twin Ring Motegi event will be announced shortly.

François Ribeiro, Head of Eurosport Events, the WTCC promoter, said: “We are delighted to welcome another young talented driver to the WTCC in Kris Richard and we are also pleased his long overdue prize drive for winning the ETCC title in 2016 has come to fruition after a clash of events meant this had not been possible until now.”

Kris Richard, who has been racing successfully in TCR Germany this season, said: “I don’t know the car, the team, the track, the WTCC or anything but these are plus points for me because I have no pressure. I just go there to do the best I can out of the situation, completely free in the mind. I am really excited and really looking forward.”

 

Kris Richard-jpg
FIA WTCC MEDIA CENTRE Download picture

 

GRUPO DE IMAGENS - CLÁSSICOS NO ESTORIL

GALERIA DE IMAGENS

 

CLÁSSICOS NO ESTORIL

 

Grest1-ruimanuel cruz_Copyest2 Copyest3 Copyest4 Copyest5 Copyest6 Copyest7 Copyest8 Copyest10-joolamares Copyest11 Copyest12 Copyest13 Copyest14 Copyest15 Copyest16 Copyest17 Copyest18 Copyest19 Copyest20 Copyest21 Copyest22 Copyest23 Copyest24 Copyest25 Copyest26 Copyest27 Copyest28 Copyest29 Copyest30 Copyest32 Copyest33 Copyest34 Copyest35 Copyest36 Copyest37 Copyest38 Copyest39 Copyest40 Copyest41 Copyest42 Copyupo de imagens dos clássicos no passado fim de seman no autodromo do Estoril.Muitas desta máquinas irão estar presentes já este fim de semana no autodromo do POrtimão, para o Algarve Classic Festival.

 

Fotos de João Lamares no autodromo do Estoril - www.velocidadeonline.com

 

MERCEDES BENZ CHALLENGE

 

Cello Nunes é o terceiro no pódio da sexta etapa do Mercedes-Benz Challenge

Renato Braga garantiu com a nona posição na pista gaúcha. A sétima e penúltima etapa da temporada 2017 será realizada no dia 19 de novembro, em Goiânia

A sexta etapa do calendário do Mercedes-Benz Challenge foi realizada neste domingo (22), no Autódromo de Tarumã, em Viamão, Rio Grande do Sul. A disputa aconteceu às 10 horas com 45 minutos de duração. A equipe Rsports Racing teve Cello Nunes #84 no terceiro lugar no pódio da C 250 Cup e Renato Braga completou em nono na CLA AMG Cup.

Nunes conquistou seu segundo pódio no ano de estreia na competição monomarca, o primeiro foi a quinta posição na etapa de Londrina. Agora, segue na sétima posição na tabela de classificação da C 250 Cup com 51 pontos.

“Fiz bastante simulação virtual na pista de Tarumã e, já tive um belo contato com o circuito e, isso, se converteu em um segundo lugar no primeiro treino. Já no sábado com pneu novo o tempo não veio. Prevendo que a corrida seria com piso seco, resolvemos poupar equipamento e abortar o terceiro treino que foi com chuva. E trabalhamos no acerto e, por fim, classificamos em nono”, disse o piloto.

“Na largada consegui duas posições já na largada e conseguimos um tecreiro lugar suado, mas de merecimento. Toda a equipe e meu coach foram 100% e essenciais nesta conquista. Estou muito satisfeito com o resultado, alcançamos o objetivo para Tarumã. Para as duas últimas provas do ano quero continuar nesse ritmo”, comemorou o piloto de Marília (SP).

Renato Braga que esteve competiu com o CLA #555 na cor rosa em apoio ao Outubro Rosa.  “A próxima etapa vamos correr em “casa” e o objetivo é o pódio”, finalizou o goiano que é o nono colocado e soma 45 pontos no campeonato da CLA AMG Cup.

A sétima e penúltima etapa da temporada 2017 do Mercedes-Benz Challenge será realizada no dia 19 de novembro, em Goiânia.

Confira o resultado final da corrida da CLA AMG Cup: 

  1. 19 Luiz Carlos Ribeiro (Ourocar Racing)
  2. 15 Raijan Mascarello (Mottin Racing)
  3. 18 Fernando Poeta/A.Buneder (Mottin/Sul Racing)
  4. 10 Pierre Ventura (Cordova Motorsports)
  5. 88 Fernando Amorim (Mottin/Sul Racing)
  6. 55 Fabio Escorpioni (Hot Car Competições)
  7. 20 Roger Sandoval (Mottin Racing)
  8. 60 Betão Fonseca (Center Bus Sambaiba Racing)
  9. 555 Renato Braga (RSports Racing)
  10. 90 José Vitte (WCR)
  11. 6 Fernando Junior (WCR)
  12. 37 Lorenzo Varassin (Cordova Motorsports)
  13. 27 Paulo Varassin (Cordova Motorsports)

Confira o resultado final da corrida da C 250 Cup:

  1.   111    Marcos Paioli (Paioli Racing)        
  2.   41    João Lemos (PGL Racing)        
  3.   84    Cello Nunes (RSports Racing)        
  4.   65    Claudio Simão (Center Bus Sambaiba Racing)        
  5.   12    André Moraes Jr (PGL Racing)        
  6.   26    Flavio Andrade (Hot Car Competições)        
  7.   68    Carlos Machado (Center Bus Sambaiba Racing)        
  8.   13    Beto Rossi (Paioli Racing)        
  9.   73    R. Teixeira/R. Cruvinel (Brandão Motorsport)        
  10.   67    Luiz Barcellos (Center Bus Sambaiba Racing)        
  11.   64    C.A.Guilherme/S.Kuba (Center Bus Sambaiba Racing)        
  12.   21    Peter Michel Gottschalk (Paioli Racing)        
  13.   63    C.Lobo/F.Peterson (Center Bus Sambaiba Racing)        
  14.   9    Alexandre Navarro (RSports Racing)        
  15.   40    André Varassin/Bruno Alvarenga (RSports Racing)        

 

Próximas etapas do Mercedes-Benz Challenge 2017:

7ª Etapa: 19/11 - Goiânia (GO)

8ª Etapa: 10/12 - Interlagos/São Paulo (SP)

 

Renato Braga #555 (Foto: André Santos/Time Sports)

Renato Braga #555 (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Piloto Renato Braga (Foto: André Santos/Time Sports)

Piloto Renato Braga (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Cello Nunes #84 (Foto: André Santos/Time Sports)

Cello Nunes #84 (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Cello Nunes com o treoféu no pódio da C 250 Cup (Foto: André Santos/Time Sports)

Cello Nunes com o treoféu no pódio da C 250 Cup (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

A sétima etapa será em Goiânia no dia 19 de novembro (Foto: André Santos/Time Sports)

A sétima etapa será em Goiânia no dia 19 de novembro (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Mercedes #555 no grid de largada (Foto: André Santos/Time Sports)

Mercedes #555 no grid de largada (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

O calendário 2017 conta com oito etapas (Foto: André Santos/Time Sports)

O calendário 2017 conta com oito etapas (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Largada da corrida deste domingo em Tarumã (Foto: André Santos/Time Sports)

Largada da corrida deste domingo em Tarumã (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

A corrida teve largada às 10 horas deste domingo (22) (Foto: André Santos/Time Sports)

A corrida teve largada às 10 horas deste domingo (22) (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Renato Braga #555 (Foto: André Santos/Time Sports)

Renato Braga #555 (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

 

WTCC 2017 - JAPÃO

 

FIA WTCC JVCKENWOOD RACE OF JAPAN TIMETABLE UPDATE

FIA WTCC JVCKENWOOD Race of Japan, scheduled for 27-29 October, will run to a revised timetable, it has been confirmed.

Typhoons between China – venue of the latest round of the FIA World Touring Car Championship – and Japan have caused significant delay to vessel routings and operations in the area. As a result, the scheduled WTCC container shipment from Shanghai to Tokyo has been delayed.

In order to give teams sufficient time to unpack equipment and ready cars for technical inspection and competitive use, while also allowing venue set-up to be completed, WTCC track action is now scheduled to begin with Free Practice 1 at 15h15 local time on Saturday 28 October having originally been due to get underway at 08h00.

Free Practice 2, Qualifying, WTCC MAC3 and the Opening Race and Main Race will take place on the same day, Sunday 29 October. Drivers will meet fans in the pit lane from 12h10. The revised WTCC track activity schedule, which remains subject to further change, appears below.

All track sessions will be available live on the Eurosport Player with delayed coverage of Qualifying and WTCC MAC3 broadcast on Eurosport 1 at 04h30 CET and 05h15 CET respectively. Live coverage of the Opening Race and Main Race will follow on Eurosport 1 from 05h45 CET and 07h00 CET respectively. Selected networks around the world, including J SPORTS in Japan, will also broadcast extensive live coverage. Viewers are advised to check local listings for details.

Saturday 28 October:
15h15-16h00: Free Practice 1

Sunday 29 October:
08h00-08h45: Free Practice 2
09h40-10h00: Qualifying Q1 
10h05-10h15: Qualifying Q2
10h20 (pit lane opens for first car): Qualifying Q3
10h40-10h55: WTCC MAC3
14h15-14h40: Opening Race (11 laps)
15h30-16h00: Main Race (13 laps)

François Ribeiro, Head of Eurosport Events, the WTCC promoter, said: “Unfortunately, the weather is something we cannot control and we hope fans watching on TV and making the trip to Twin Ring Motegi won’t experience too much inconvenience. In DHL, the WTCC’s Official Logistics Partner, our other logistical consultants and operational staff, we have the perfect team of people working to ensure delays are kept to a minimum. And while it’s going to be a busy Sunday, we have managed similar timetable congestion effectively in the past. We look forward to a great show.”

 

FIA WTCC Race of Japan 2016-jpg

 

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE - TCR

GALERIA DE IMAGENS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE TCR

 

PORTIMÃO

 

Grvel1 Copyvel2 Copyvel3 Copyvel4 Copyvel5 Copyvel6 Copyvel7 Copyvel8 Copyvel9 Copyvel10 Copyvel11 Copyvel12 Copyvel13 Copyvel14 Copyvel15 Copyvel16 Copyupo de imagens da autoria do nosso colaborador Nuno OrganistA, referente à prova do Nacionald e velocidade - TCR.

 

Fotos de Nuno Organista em Portimão - www.velocidadeonline.com

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

TCRtcr2 Copytcr3 Copytcr4 Copytcr5 CopyTRC1 Copy

 

NOVO SUV DA CITROEN

NOVO SUV COMPACTO CITROËN C3 AIRCROSS

CHEGA HOJE A PORTUGAL

 

 

Depois do arranque das encomendas através da plataforma online da Marca, chegou o momento do SUV Citroën C3 Aircross iniciar a sua carreira em Portugal.

Reforço da ofensiva da Marca no território SUV e comercializada entre nós a partir de 15.900 €*, a nova proposta da marca do double chevron é protagonista de um fim de semana de “Portas Abertas” alargado que se inicia hoje na Rede de Concessionários Citroën.

 

 

 

 

Dotado de uma forte personalidade, morfologia única e volumetria generosa, o novo SUV Compacto Citroën C3 Aircross apresenta-se em Portugal através de uma gama assente em 3 níveis de equipamento complementares e 6 motores com diferentes tecnologias associadas. Enérgico e original, o modelo conta com uma capacidade de personalização sem precedentes, recorrendo a 85 combinações exteriores, complementadas por 3 cores de tejadilho nas versões bi-tom e 4 Packs Color, mais as 5 harmonias passíveis de definir para os interiores, num people minded SUV que possui uma habitabilidade e modularidade sem igual no seu segmento.

 

Representante da nova geração de propostas do double chevron para o hipercompetitivo segmento SUV, nomeadamente os crossovers de características urbanas, nele destacam-se, entre outros, a integração do programa Citroën Advanced Comfort®, do sistema Grip Control® com Hill Assist Descent ou os nada menos do que 12 dispositivos de ajuda à condução, mais 4 avançadas tecnologias de conectividade.

 

Inspirado no concept C-Aircross e portador de todos os atuais códigos Citroën, o novo SUV Compacto Citroën C3 Aircross traz uma lufada de frescura a esta categoria, fruto da diferenciação conseguida pela sua morfologia única, traduzida não só ao nível do design, reforçado pelas assinaturas gráficas, como pelas suas características principais, como as dimensões compactas e a elevada distância ao solo, passando pela posição de condução, num modelo que se abre ao exterior graças ao seu tejadilho em vidro panorâmico, tudo garantes de uma atitude forte e enérgica na estrada.

 

Espaço a bordo, segurança e proteção, inovação e conforto são outros dos elementos desta nova proposta tipicamente Citroën, com reflexos muito positivos ao nível da habitabilidade, modularidade e luminosidade, sem esquecer o seu excecional volume de bagageira e o vasto conjunto de espaços de arrumação inteligentes, incluindo um ponto de carga sem fios para smartphones na consola central. 

 

No domínio tecnológico das ajudas à condução, o novo SUV Compacto CITROËN C3 AIRCROSS integra, entre outros, um sistema de head-up display, Active SafetyBrake, comutação automática de máximos, reconhecimento dos painéis de recomendação de velocidade, Coffee Break Alert, para além de soluções como o Grip Control® com Hill Assist Descent, Park Assist, Top Rear Vision, câmara de visão traseira com alcance de 180º ou o CITROËN ConnectNav 3D tátil e conectado que, em conjunto com o CITROËN Connect Box, permite dispor durante 3 anos da oferta de diferentes serviços conectados.

 

APRESENTAÇÃO EM FIM DE SEMANA ALARGADO DE “PORTAS ABERTAS”

 

Disponível a partir de hoje na Rede de Concessionários Citroën, dia em que se inicia o fim de semana de “Portas Abertas”, o Novo SUV Compacto C3 AIRCROSS está disponível numa gama composta por 14 variantes. São 3 os níveis de equipamento – LIVE, FEEL e SHINE – conjugados, numa estrutura perfeitamente adaptada ao mercado nacional, com motores a gasolina 1.2 PureTech (82, 110 e 130 cv) e diesel 1.6 BlueHDi (100 ou 120 cv), suaves e eficientes, estes associados a transmissões manuais (CVM e CVM6) ou automáticas (EAT6).

 

Os consumos médios, em circuito misto do C3 AIRCROSS iniciam-se nos 4,0 litros aos 100 km, alcançados pela versão 1.6 BlueHDi 100 CVM, variante que uma vez equipada com o sistema Stop & Start emite apenas 96 g/km de CO2, a mais baixa de uma escala de emissões que não ultrapassa a marca dos 107 g/km (diesel) e 126 g/km (gasolina).

 


 

NOVO SUV COMPACTO CITROËN C3 AIRCROSS A PARTIR DOS 15.900€*

 

Os preços do novo CITROËN C3 AIRCROSS em Portugal iniciam-se nos 15.900 €* e apresentam a seguinte estrutura:

 


NOVO SUV COMPACTO CITROËN C3 AIRCROSS
EM PORTUGAL – PVP*

 

Nível de Equipamento

Motores

LIVE

FEEL

SHINE

1.2 Puretech 82 CVM

15.900 €

17.300 €

19.400 €

1.2 Puretech 110 S&S CVM

-

18.500 €

20.600 €

1.2 Puretech 110 S&S EAT6

-

20.300 €

22.400 €

1.2 Puretech 130 S&S CMV6

-

-

21.400 €

1.6 BlueHDi 100 CVM

19.900 €

21.300 €

23.400 €

1.6 BlueHDi 100 S&S CVM

-

-

23.600 €

1.6 BlueHDi 120 S&S CVM6

-

22.300 €

24.400 €

* preços sem TLT (despesas de transporte, legalização e tapetes)

 

 a383 Copya384 Copy

 

BAJA PORTALEGRE 2017

 

Tiago Reis estreia-se ao volante de Mitsubishi Racing Lancer na Baja de Portalegre

 

Melhor rookie do CNTT em 2016, Tiago Reis vai estrear-se oficialmente ao volante de um carro que já campeão nacional de TT e logo na prova mais emblemática do panorama português. Mário Castro também se estreia como navegador do piloto de Famalicão.

 

 

Tiago Reis vai completar a época de 2017 do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno com uma enorme novidade. O piloto do Team Transfradelos adquiriu o Mitsubishi Racing Lancer que foi pluricampeão nacional com Miguel Barbosa e vai estrear-se oficialmente ao volante da nova máquina durante a 31ª edição da Baja de Portalegre, no próximo fim de semana.

A seu lado, Tiago Reis também terá uma novidade absoluta na equipa, o navegador Mário Castro, um nome experiente e conceituado que regressa assim às provas de TT.

 

“Vamos para esta prova sem qualquer objetivo específico em termos de resultado. Fizemos apenas 100 kms de testes com o Racing Lancer e só quero chegar ao fim para acumular experiência com o carro”, afirmou Tiago Reis. “A aposta neste carro deveu-se à época atribulada que tivemos, com muitos problemas que não nos deixaram ganhar a experiência e a confiança que pretendíamos. Espero que agora possamos finalmente encontrar a fiabilidade necessária para continuarmos a nossa evolução no TT. Portalegre é sempre uma prova especial, apesar de só a termos disputado por uma vez. A lista de inscritos é novamente muito forte, em quantidade e qualidade, mas nós vamos fazer a nossa corrida, sem colocar expectativas em termos de resultado final e pensando sobretudo na preparação de 2018”, concluiu Tiago Reis.

 

Organizada pela competente equipa do ACP Motorsport, a 31ª edição da Baja de Portalegre arranca na próxima sexta-feira (dia 27) com uma passagem pelo Prólogo de 3,5 kms e com um Setor Seletivo de 76,8 kms. No sábado (dia 28), disputam-se mais dois Setores Seletivos, respetivamente com 205 e 160 kms cronometrados.

 

 000 0259_Copy

 

TEAM MANCHA E ALEXANDRE GUIMARAES EM DUAS FRENTES

 

ALGARVE CLASSIC FESTIVAL

 

TEAM MANCHA E ALEXANDRE GUIMARÃES EM DUAS FRENTES

 

O Team Mancha vai estar no próximo fim de semana no Algarve Classic Festival em duas frentes.

 

Segundo o piloto do mitico Lotus Mancha, Alexandre Guimarães,  “desta vez alem de partilhar o volante com o Manuel Melo nas corridas do Historic Endurance  vou tentar fazer tambem a prova do Campeonato Nacional de Clássicos.Vamos naturalmente lutar pela Vitoria nas 4 corridas mas no Iberian Historic Festival e vamos correr com Pneus Dunlop Racing aos quais me vou ter que adaptar rapidamente e assim  evitar a habitual penalização que levamos devido ao uso de pneus Toyo 888.Já no campeonato vamos usar os pneus Michelin slick que tantos problemas nos deram em VilaReal mas que esperamos resultem bem aqui no autodromo de Portimão.Os testes são uma constante pouco visivel das nossas presenças mas que todo o team aprecia apesar dos resultados ás vezes nos serem desfavoráveis...”

Sobre as expectativas “Esta corrida do Historic Endurance tem sempre um conjunto de carros de elevadissimo nivel e pilotos de craveira internacional onde só por isso já valeria pena correr, mas vamo-nos bater como sempre aos podios da classe e á melhor classificaçao possivel á geral onde estarão 50 carros à partida. Vai ser uma tarefa dificil manter o carro em boas condições em duas corridas de Endurance de 50 minutos e duas de Sprint mas com o muito material que temos, o apoio da RP Motorsport e do nosso team Mancha esperamos realizar umas boas corridas e desfrutar dum bom fim de semana entre amigos em que iremos tambem ter a oportunidade de assistir a outras excelentes corridas internacionais que ali vão decorrer “, disse Alexandre Guimarães.

 alex1 Copyalex2 Copyalex3 Copy

 

NOVO HYUNDAI KAUAI

 

O Novo Hyundai KAUAI tem chegada a Portugal prevista para novembro e foi testado em Barcelona, no passado fim de semana. Este é o mais recente membro da família SUV da Hyundai, com uma abordagem progressiva para tornar a marca mais apelativa, chegar a mais clientes e contribuir para o objetivo de se tornar a marca automóvel asiática número um na Europa até 2021.

 

a381 Copya382 Copy

  • Hyundai KAUAI à venda em Portugal a partir de novembro desde 16.900€;
  • Contruído sobre uma nova plataforma, o KAUAI é um verdadeiro SUV de raiz, com opção de tração integral e preparado desde já para uma versão completamente elétrica;
  • O motor 1.0 T-GDi, com os seus 120cv, destaca o Hyundai KAUAI entre as propostas disponíveis no segmento.

 

 

BAJA PORTALEGRE 2017

 

Baja de Portalegre marca estreia de Edgar Reis no Campeonato Nacional de TT

 

Antigo campeão nacional de Montanha na categoria de GT, Edgar Reis vai competir pela primeira vez no Nacional de TT durante a famosa Baja de Portalegre. Chegar ao fim é o grande objetivo do piloto do Toyota RAV4.

 

 

As experiências de Edgar Reis no TT resumem-se a participações nas 24 Horas de Fronteira com o mesmo Toyota RAV4 do Team Transfradelos. O piloto de Montanha fará a sua estreia no CNTT na emblemática Baja de Portalegre, tendo Jorge Lopes como navegador.

 

“Já assisti algumas vezes à Baja de Portalegre como espectador, quando acompanhei as provas do meu pai e do meu irmão. Sempre imaginei como esta prova deve ser especial para um piloto e este ano proporcionou-se a oportunidade de fazer a Baja com o RAV4. Correr em Fronteira é quase como correr num circuito, enquanto esta prova será uma surpresa e uma aprendizagem a cada quilómetro. Vamos tentar chegar ao final, o que num carro do agrupamento T8 é sempre uma vitória”, referiu Edgar Reis.

 

A 31ª edição da Baja de Portalegre arranca na próxima sexta-feira (dia 27) com uma passagem pelo Prólogo de 3,5 kms e com um Setor Seletivo de 76,8 kms. No sábado (dia 28), disputam-se mais dois Setores Seletivos, respetivamente com 205 e 160 kms cronometrados, delineados pela experiente e conceituada equipa do ACP Motorsport.a379 Copya380 Copy

 

CAMPEONATO MUNDO DE RALIS

JORNADA "CASEIRA" PARA AS EQUIPAS DA CITROËN RACING

 Embora nenhum deles seja, de facto, natural do País de Gales, Kris Meeke, Paul Nagle, Craig Breen, Scott Martin e Chris Patterson sentem o Rali de Gales/Grã-Bretanha como a sua “prova caseira”. Três semanas depois da vitória na Catalunha, o Citroën Total Abu Dhabi WRT avança para a penúltima ronda da temporada cheia de determinação e ambições.

 

O CHARME DAS FLORESTAS LAMACENTAS DE GALES

Chuva, lama, nevoeiro e, por vezes, até gelo… É isto que está à espreita nas florestas do Pais de Gales para aquela que irá ser a penúltima ronda do Campeonato do Mundo FIA de Ralis 2017. Mas não nos iludamos: apesar desta descrição algo sombria, o Rali de Gales Rally/GB é uma prova altamente popular, tanto entre os pilotos como entre o público. Os espetadores estão mais do que a postos para enfrentar o mau tempo para ver e admirar os seus pliotos favoritos a passar a fundo nas estradas de terra, famosas pelas constantes alterações nos níveis de aderência.

A edição deste ano promete ser bastante interessante, principalmente porque vai ser o primeiro evento do WRC 2017 a ser disputado nos escorregadios, e sempre espetaculares, pisos de terra do País de Gales. Além disso, o desefecho em termos de títulos mundiais pode muito ser decidido no final desta 12ª prova do calendário.

Com base em Deeside, no norte de Gales, o evento arranca esta quinta-feira, ao final do dia, com a realização de uma SuperEspecial no traçado de Tir Prince, pelo que a ação mais a sério começa na sexta-feira, com duas passagens por 3 classificativas clássicas, bem conhecidas dos pilotos. Apenas com uma paragem para mudança de pneus a meio do dia, qualquer erro ou problema mecânico pode ter um custo demasiado elevado.


 

O segundo dia será ainda mais difícil, compondo-se de 17 longas horas de prova, com 7 classificativas disputadas sem direito a assistência, seguidas de mais duas disputadas já de noite. No domingo, as últimas 5 Especiais irão determinar o posicionamento final dos pilotos da frente, que depois seguirão para a cerimóna do pódio em Llandudno.

Além da partida simbólica em Tir Prince, os fãs terão diversas oportunidades para ver os pilotos bem de perto na zona de montagem de pneus de Newtown (na sexta-feira, às 13h27), nos reagrupamentos em Chester (sexta-feira, às 07h01), Corris (sábado, às 11h13) e Brenig (Domingo, às 11h28), bem como na classificativa realizada nos terrenos juntos ao Cholmondeley Castle (sábado, às 15h45). Todos naturais das Ilhas Britânicas, Kris Meeke e Chris Patterson (ambos da Irlanda do Norte), Paul Nagle e Craig Breen (ambos irlandeses) e Scott Martin (Inglaterra) vão estar, sem dúvida, entre os mais requisitados durante as sessões de autógrafos.

O DESAFIO: APOSTAR NO POTENCIAL DO CITROËN C3 WRC

Com o 2º lugar de Andreas Mikkelsen na Alemanha, e a vitória de Kris Meeke em Espanha, a Citroën Total Abu Dhabi WRT registou um ciclo de resultados muito positivo nos últimos dois ralis. O forte empenho de engenheiros, técnicos, pilotos e navegadores começou, finalmente, a trazer dividendos e estes resultados apenas vieram fortalecer a determinação da equipa comandada por Yves Matton.

Dito isto, é do conhecimento de todos que as caraterísticas físicas das estradas galesas diferem bastante das que os pilotos enfrentaram das últimas provas. Contudo, o nível de performance demonstrado na Polónia sugere que o Citroën C3 WRC tem um grande potencial em pisos de terra escorregadios. Como acontece quase sempre, a combinação entre as condições climatéricas e a ordem de partida influenciam grandemente o desefecho da corrida. Assim, se chover na sexta-feira, as 8ª e 9ª posições de Craig Breen e Kris Meeke na lista de partida será um handicap difícil de ultrapassar, pelo que, aconteça o que acontecer, os pilotos da Citroën estão totalmemte determinados em propocionar um grande espetáculo aos seus fãs caseiros.

Chegado ao País de Gales, Kris Meeke já traz na bagagem longas horas de condução ao volante de carros do WRC. Assim que terminou os testes para este Rali de Gales/GB, Meeke arrancou para São Marino para participar no “Rallylegend 2017” com um Citroën Xsara WRC. Vencedor de dois ralis nesta temporada – tantos como Sébastien Ogier e Ott Tänak – ele estará, inevitavelmente, sob os olhares nesta prova caseira. À medida que se aproxima o fim do ano, o piloto do Ulster quer estar na melhor forma possível antes da temporada de 2018. Para esta 10º participação neste rali, Meeke adoraria repetir a sua prova quase perfeita de 2015, no final da qual foi o 2º classificado.


 

Presente pela sexta vez nesta prova, Craig Breen é menos experiente do que o seu colega de equipa, mas tem vido a provar regularmente a sua capacidade de adaptação e a demonstrar a sua consistência ao volante do Citroën C3 WRC. Com seis 5ºs lugares finais no decorrer da presente época, o irlandês irá lutar por resultado igual, se não melhor ainda. O terceiro carro será entrega a Khalid Al Qassimi, plioto do Abu Dhabi que não participa na prova britânica do WRC desde 2010, mas que está, também, altamente motivado em melhorar o seu desempenho ao volante do C3 WRC.

Em preparação para este evento, a Citroën Racing realizou uma sessão de testes no sul de França, em pisos semelhantes aos das estradas florestais em terra do Pais de Gales, enfrentando semelhantes condições de chuva, lama e nevoeiro, para que os pilotos entrassem no espírito do rali.

O RALI DE GALES/GB 2017 EM NÚMEROS

{  21 troços cronometrados, totalizando 304,36 km  

{  28 pneus Michelin por piloto para todo o rali, entre a referência Latitude Cross S4 (macia) e H4 (duros).

{  3 vitórias para a Citroën no Rali Gales/GB, entre 2008 e 2010 com Sébastien Loeb e Daniel Elena (Citroën C4 WRC)

 

O QUE ELES DISSERAM…

YVES MATTON, DIRETOR DA CITROËN RACING: “Nesta que é a última ronda europeia da temporada, vamos ter de enfrentar um evento muito específico, no qual a Citroën não teve muito sucesso no passado. Em cada rali que se disputa, o desenvolvimento do C3 WRC não pára, seja apenas um detalhe menor ou alterações mais profundas. O objetivo é sempre tornar o carro mais versátil e mais fácil de conduzir. O Rali de Gales/GB vai dar-nos uma boa oportunidade para avaliarmos quanto teremos progredido nesta área durante os últimos meses. Estaremos de olho nas previsões meteorológicas porque isso vai ter uma enorme influência nas nossas performances no primeiro dia. Aconteça o que acontecer, ficaremos satisfeitos se conseguirmos colocar um dos nossos carros ao pódio.”

 

KRIS MEEKE: “Para mim, o Rali de Gales/GB é, obviamente, uma prova muito especial. Foi aqui que disputei o meu primeiro rali, há já quase 20 anos. É, portanto, a prova que conheço melhor e tem um tipo de piso que é muito natural para mim. A nossa vitória em Espanha desencadeou um grande impulso moral em toda a equipa. Dito isto, nada está garantido nesta prova. Veremos qual vai ser o nosso nível de performance nas florestas galesas, sendo que, obviamente, muita coisa vai depender do tempo. Partir para a estrada na 9ª posição na sexta-feira, será um handicap se chover. Em todo o caso, estou altamente motivado e farei tudo o que estiver ao meu alcance para garantir mais um bom resultado para a Citroën.”

Nº de participações na prova: 9; Melhor resultado: 2º lugar (2015)

 

CRAIG BREEN: "Entre as minhas participações no Campeonato Britânico de Ralis e no WRC, sinto que conheço muito bem esta prova. Tenho imensas boas recordações daqui, sendo a maior a conquista do título Junior WRC. Isto foi em 2011 e foi ainda mais especial porque o meu co-piloto de então, Gareth Roberts, era galês. Tendo estado ausente no último rali, estou muito feliz por estar de volta aos comandos do C3 WRC para as duas últimas rondas da temporada. Como sempre, é bastante difícil estabelecer um objetivo específico, dado que as condições meteorológicas podem influenciar as classificações. Porém, depois de seis 5ºs lugares finais, adoraria obter um resultado um pouco melhor."

Nº de participações na prova: 6; Melhor resultado: 13º lugar (2012 e 2015)

 

 

KHALID AL QASSIMI: "A minha última participação no Rali de Gales/GB foi em 2010, portanto este vai ser um desafio totalmente novo para mim. Sabemos que este rali pode ser muito difícil, principalmente devido ao tempo, que pode tornar as classificativas bem lamacentas. Antes de arrancar para o País de Gales, participei num dia de testes e estou a contar com a experiência da equipa para ter no C3 WRC um set-up adapatado ao meu estilo de condução."

Nº de participações na prova: 9; Melhor resultado: 7º (2010)

 

 

QUESTÃO TOTAL: QUANTOS CAMPEONATOS DO MUNDO FORAM GANHOS EM CONJUNTO PELA CITROËN E PELA TOTAL?

Apoiadas desde sempre pela Total, as equipas de fábrica da Citroën venceram provas em três Campeonatos do Mundo FIA. Pierre Lartigue, Ari Vatanen e Timo Salonen venceram 36 provas de Todo-o-Terreno. Depois temos os troféus conquistados durante as três temporadas no WTCC, com um total de 37 corridas ganhas por José María López, Yvan Muller, Sébastien Loeb e Ma Qing Hua. Com o 1º lugar no Rali de Espanha, a Total e a Citroën totalizam, agora, 98 vitórias no WRC, graças a Sébastien Loeb, Sébastien Ogier, Kris Meeke, Carlos Sainz, Philippe Bugalski, Dani Sordo, Mikko Hirvonen, François Duval e Jesus Puras. Tudo somado, estamos perante 181 vitórias em diversos Campeonatos do Mundo. Mas muitas outras se seguirão.

 

 

 

VISITE ABU DHABI: OS LOCAIS UNESCO DE AL AÏN

Anteriormente um importante oásis verde, Al Aïn (que significa “A Fonte”) é um dos mais antigos povoados continuamente desabitados do mundo. O Património Natural da Humanidade da UNESCO inclui os seis oásis de Al Aïn e os locais arquelógicos de Bida bint Saud, Hafeet e Hili, todos com testemunhos de ocupação humana sedentária de um região desértica dese o período Neolítco. Os ‘vestígios notáveis’ assinalados pela UNESCO incluem túmulos construídos de forma circular (datando de cerca de 2.500 d.C.), poços e muitas outras construções. Hili tem, também, um dos mais antigos exemolos da falaj, um sistema de rega inteligente que data da Idade do Ferro.

 

FLASHBACK: O RALI DE GALES/GB 2009

No arranque para a então última prova da temporada, Sébastien Loeb tinha apenas 1 ponto a separá-lo de Mikko Hirvonen no Mundial de Pilotos. Aos comandos do Citroën C4 WRC, o francês posicionou-se de imediato na liderança da prova, mas no final do primeiro dia garantiu apenas 5,3 segundos de vantagem sobre o seu rival.

Na manhã seguinte, Loeb dilatou significativamente a sua vantagem para 25 segundos, mas a comprovar que os ralis só acabam mesmo no último dia, na manhã de domingo, ele perderia uma boa parte dessa sua vantagem devido a um problema técnico, deixando a equipa Citroën bastante preocupada. Mas na classificativa seguinte foi Hirvonen quer perdeu um minuto, ou seja, em face disso, nada pôde impedir Loeb e Elena de vencer a prova e garantir o seu 6º título mundial consecutivo.

 

 


 

O PROGRAMA DO RALI DE GALES/GB


Nota: horas locais, mesma hora em Portugal

(inclui a mudança para a “Hora de Inverno” do próximo domingo)

 

 

QUINTA-FEIRA, 26 OUTUBRO

08h00: Shakedown – Clocaenog (3,32km)

18h57: Partida (Tir Prince Raceway)

19h00: ES1 – Visit Conwy Tir Prince (1.49km)

20h00: Parque Fechado (Deeside)

 

SEXTA-FEIRA, 27 OUTUBRO


07h15: Assistência A (Deeside – 15 mins)

10h20: ES2 – Myherin 1 (20.28km)

11h00: ES3 – Sweet Lamb 1 (4.24km)

11h15: ES4 – Hafren 1 (35.14km)

13h27: Troca de pneus e montagem de faróis (Newtown – 15 min)

14h31: ES5 – Myherin 2 (20.28km)

15h11: ES6 – Sweet Lamb 2 (4.24km)

15h26: ES7 – Hafren 2 (35.14km)

20h01: Flexi Service B (Deeside – 45 mins)


 

SÁBADO, 28 OUTUBRO


06h10: Assistência C (Deeside – 15 mins)

07h55: ES8 – Aberhirnant 1 (13.91km)

08h47: ES9 – Dyfnant 1 (17.91km)

09h59: ES10 – Gartheiniog 1 (12.61km)

10h28: ES11 – Dyfi 1 (25.86km)

12h08: ES12 – Gartheiniog 2 (12.61km)

12h37: ES13 – Dyfi 2 (25.86km)

15h48: ES14 – Cholmondeley Castle (1.80km)

16h55: Assistência D (Deeside – 30 mins)

18h55: ES15 – Aberhirnant 2 (13.91km)

19h47: ES16 – Dyfnant 2 (17.91km)

22h26: Flexi Service E (Deeside – 45 mins)


 

DOMINGO, 29 OUTUBRO


07h00: Assistência F (Deeside – 15 mins)

08h34: ES17 – Alwen 1 (10.41km)

09h08: ES18 – Brenig 1 (6.43km)

10h06: ES19 – Gwydir (7.49km)

11h09: ES20 – Alwen 2 (10.41km)

12h18: ES21 – Brenig 2 (6.43km) - Power Stage

13h35: Final (Llandudno)


 


 a376 Copya377 Copya378 Copy

 

VOLVO OCEAN RACE

VOLVO OCEAN RACE

 

Grupo de imagens dos participantes na etapa entre Gibraltar e Lisboa.v11 Copyv12 Copyv13 Copyv14 Copyv15 Copyv17 Copyv18 Copyv19 Copyv20 Copyv21 Copyv22 Copyv23 Copyv24 Copyv25 Copy

 

HONDA ANUNCIA

 

Honda anuncia a segunda edição da aventura Africa Twin Marrocos Epic Tour

A Honda anunciou a abertura das inscrições para a 2ª edição da aventura Africa Twin Marrocos Epic Tour.

Depois do êxito da primeira edição, a Honda confirma as datas da segunda expedição em Marrocos a realizar entre 11 a 19 de Maio 2018.

Seguindo a filosofia da passada edição este evento é exclusivo a 50 participantes, portugueses e espanhóis.

As inscrições decorrem até ao dia 14 de Novembroa373 Copya374 Copya375 Copy

 

RECORDAR É VIVER

RECORDAR É VIVER

 

NOS TEMPOS EM QUE HELDER DE SOUSA FOI PILOTO

 

Recordando o famoso Opel Manta nas 6 horas de Nova Lisboa - 1974.

 

UMA CURIOSIDADE EM PONTO PEQUENO

UMA CURIOSIDADE EM PONTO PEQUENO

 

POR RICARDIO GRILO

 

 

Lola T-280 DFV - Modelos Autódromo do Estoril

A partir de uma ideia de João Paulo Teutónio Pereira, a empresa britânica "John Day" construiu uma série de 500 kits em metal branco do Lola com que Carlos Gaspar venceu no dia da inauguração do Autódromo do Estoril, em 1972.

A colecção tinha o nome do circuito e apenas teve outro modelo além deste Lola, o Porsche Carrera RSR 2.8 vencedor da corrida de GT disputada no Estoril em 1973.

...

Apesar da tentação para o fazer, consegui resistir à vontade de montar este kit, optando por deixá-lo tal e qual como se encontrava no dia longínquo em que o adquiri, na Quitécnica, em Lisboa.

 

LUIS SOUSA COSTA EM PORTIMÃO

Vou estar presente com o meu Datsun 1200 Grupo 1, preparado pela Dourocar, no próximo fim de semana 27 a 29 de outubro de 2017 na última prova do CNCC 1300 no Autódromo de Portimão. Vai ser assistido pela PneuBila Sport Racing e com o apoio das Baterias DELY Realauto de Manuel Neves e Real Bobinagem de Claudio Rocha.

 

ALBUQUERQUE VICE-CAMPEÃO

 

Filipe Albuquerque vice-campeão do European Le Mans Series

Filipe Albuquerque é, pela segunda vez, vice-campeão do European Le Mans Series depois do segundo lugar conseguido esta tarde na última prova da época em Portimão. O piloto português e o seus companheiros de equipa não conseguiram a vitória nem chegaram ao título mas estão felizes pelo vice-campeonato.

A penalização imposta no decorrer da corrida ao trio do Ligier com o #32 foi determinante para o resultado final: "Começámos da melhor forma. Saímos de quinto, rapidamente nos posicionámos em segundo e pouco depois estávamos na liderança da corrida. Tudo estava no caminho certo quando uma penalização de 55 segundos por excesso de velocidade na via das boxes nos rouba a possibilidade de vitória. Foi frustrante admitir essa decisão, porque estava tudo a correr tão bem e a vitória era certa. Quando entrei em pista tinha muito para recuperar, dei o meu melhor, subi para segundo mas já não dava tempo para mais. Queria muito esta vitória na frente do meu público e fiquei com um sabor agri-doce. Mas pódio é pódio", começou por dizer.

No que ao Campeonato diz respeito, Filipe sabia que chegar ao título seria uma missão complicada: "Não dependíamos unicamente do nosso desempenho, daí que vencer a corrida teria uma sabor especial, já que o Campeonato seria uma missão quase impossível. Este 'vice' é o reflexo da nossa época: vencemos duas vezes, fomos 3 vezes ao pódio, mas nas restantes corridas fomos vitimas de uma estratégia menos feliz e de penalizações que tornaram o nosso trabalho complicado. Ainda assim, acho que fizemos uma época óptima tendo em conta que os Ligier sempre foram, em termos de performance, inferiores aos Oreca. Mas, as corridas são assim e temos de estar felizes com este resultado, mesmo que comece a parecer sina não conseguir chegar ao título. À terceira não foi de vez, mas pode ser que seja à quarta", rematou o piloto português que dá assim por terminada a sua época desportiva de 2017, centrando já atenções no ano que se avizinha.

Os resultados do ELMS podem ser vistos em: http://www.europeanlemansseries.com/en/apptitlerankings/ranking/7/0?year=2017&;category=34a372 Copy

 

HAAS NO G.P.ESTADOS UNIDOS

 

Evento:  Grande Prémio dos Estados Unidos da América (Round 17 de 20)

Data:  Domingo, 22 de Outubro

Local:  Circuit of the Americas em Austin, Texas

Layout:  5,513 quilómetro, 20 curvas

Condições climatéricas:  Sol

Temperatura do ar:  24,7-26,5ºC

Temperatura da pista:  34,2-36,8ºC

Vencedor:  Lewis Hamilton da Mercedes

Haas F1 Team:  

●  Romain Grosjean – Arrancou de 12º, terminou em  14º (completou 55/56 voltas)

●  Kevin Magnussen – Arrancou de 17º,  terminou em 16º (completou 55/56 voltas)

 

 

 

Os pilotos da Haas F1 Team, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, terminaram em décimo quarto e décimo sexto, respectivamente, o Grande Prémio dos Estados Unidos da América, que se realizou este domingo no Circuit of the Americas em Austin, Texas.

 

O duo realizou uma prestação tenaz na corrida caseira da equipa, não sendo o resultado indicativo do esforço.

 

Grosjean arrancou do décimo segundo posto e chegou a estar no nono lugar nas voltas quinze e dezasseis. Magnussen arrancou de décimo sétimo e também subiu na classificação, chegando a rodar no décimo primeiro lugar nas voltas trinta e trinta e um.

 

Ambos os pilotos adoptaram uma estratégia de apenas uma paragem, apesar de Magnussen ter entrado nas boxes muito mais cedo do que o planeado. Sofreu um furo no pneu dianteiro/esquerdo na primeira volta, depois de um contacto com Pascal Wehrlein. Obrigado a entrar nas boxes, Magnussen trocou os pneus Pirelli P Zero Vermelho/Supermacios por macios. Com apenas uma volta de supermacios, Magnussen tentaria que os macios aguentassem as restantes cinquenta e cinco voltas.

 

Grosjean realizou a sua paragem nas boxes planeada na décima sexta volta, trocando os seus supermacios por macios.

 

As paragens nas boxes bem executadas, combinadas com os problemas de outros pilotos, permitiram a Grosjean e a Magnussen ganhar posições. Grosjean entrou nos dez primeiros na décima quinta volta e Magnussen recuperou de vigésimo, depois das sua paragem nas boxes madrugadora.

 

A estratégia permitiu que ambos os pilotos ganhassem tantas posições que tiveram que usar toda a performance dos pneus. Com ainda dezassete voltas por realizar, era claro que os pneus estavam a desaparecer.

 

O piloto da Williams apanhou Felipe Massa apanhou Grosjean na trigésima nona volta e roubou-lhe o décimo lugar. Magnussen, por seu lado, caía para décimo terceiro.

 

Sete voltas mais tarde e, com os lideres perto de si, Magnussen entrou em pião devido a um toque do Sauber de Marcus Ericsson, na Curva 12. O incidente levou Magnussen para o décimo sexto posto e sem ninguém que o pudesse ultrapassar, parou para um novo jogo de pneus supermacios que o levaria até à bandeirada de xadrez.

 

Apesar de o final da corrida estar ainda longe, os pneus de Grosjean estavam mortos. Caiu para décimo quarto nas voltas finais, posição em que concluiu a corrida.

 

Lewis Hamilton, que arrancou da pole-position, venceu o Grande Prémio dos Estados Unidos. O piloto da Mercedes registou a sexagésima segunda vitória da sua carreira de Fórmula 1, a sua nona da temporada e a segunda consecutiva. Foi a sua quinta no COTA. Hamilton venceu todos os Grandes Prémios dos Estados Unidos da América no COTA excepto o de 2013, quando Sebastian Vettel se impôs ao serviço da Red Bull. Hamilton deixou Vettel a 10,143s, que agora pilota para a Ferrari. Este triunfo alargou a vantagem de Hamilton para Vettel para sessenta e seis pontos, o seu mais próximo rival.

 

Com dezassete dos vinte rounds disputados, a Haas F1 Team está no oitavo lugar do Campeonato de Construtores, com quarenta e três pontos – a cinco da Renault, a sétima classificada e a dez da Toro Rosso, a sexta. A McLaren mantém-se no nono posto a vinte pontos da Haas F1 Team. Grosjean é o décimo terceiro no Campeonato de Pilotos e Magnussen o décimo quarto, com quinze.

 

Com apenas três Grandes Prémios por realizar no Campeonato do Mundo de Fórmula 1 de 2017, o próximo evento é o Grande Prémio do México que se realiza no Autódromo Hermano Rodríguez nos dias 27-29 de Outubro.

 

 

 

“Não tínhamos muita performance no carro e degradação massiva no pneu dianteiro/esquerdo. Estava a tentar manter-me nos pontos, mas nas últimas voltas senti que era muito perigoso. Fora da pista, foi fantástico com os fãs. Tenho pena não podermos colocar um espetáculo melhor. Vamos todos trabalhar arduamente. Sabemos que o México foi duro para nós no ano passado, esperamos poder encontrar algumas soluções. Vamos trabalhar arduamente, mas agora é desapontante não termos conseguido realizar um espectáculo melhor em casa.”

 

 

 

Não foi o melhor dos dias para nós, mas o carro estava melhor que na qualificação. Tivemos que ir às boxes na primeira volta, portanto, tentámos realizar toda a corrida de macios, mas não foi possível. Tínhamos que tentar. Era única possibilidade que tínhamos naquela situação. Agora, o que interessa é a próxima.”

 

 

 

Obviamente, foi um fim-de-semana duro para toda a equipa. Simplesmente não eramos suficientemente rápidos. Tivemos todas as contrariedades imagináveis. Penso que foi um fim-de-semana longo, mas hoje esperávamos conquistar algo e não conseguimos. Vamos reunir-nos, tentar melhorar e regressar ao nível onde estávamos há algumas corridas.”

 

 

 

O décimo oitavo round do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 é o Grande Prémio do México, que se disputa no Autódromo Hermanos Rodríguez. Os treinos-livres iniciam-se no dia 27 de Outubro, a qualificação a 28 e a corrida a 9.

 

 

A Haas F1 Team estreou-se em 2016 no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1, tornando-se na primeira equipa de Fórmula 1 americana desde 1986. Fundada pelo industrialista Gene Haas, a Haas F1 Team está sediada nos Estados Unidos da América em Kannpolis, América do Norte, o mesmo centro onde está baseada a sua equipa Campeã na NASCAR Spint Cup Series, Stewart-Haas Racing. Haas é o fundador da Haas Automation, a maior construtora de máquinas CNC da América do Norte e o presidente da Haas F1 Team.

 

 

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com, , on Facebook at www.Facebook.com/HaasAutomationInc, on Twitter @Haas_Automation and on Instagram @Haas_Automation.

 

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ ou facebook.com/haasportugal. 

 

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE - TCR

 

Manuel Gião termina temporada com pódio

 

Manuel Gião terminou a temporada com um pódio, ao garantir o terceiro lugar na quarta corrida da ronda do Autódromo Internacional do Algarve, que se realizou hoje integrada no programa do European Le Mans Series.

O piloto da Sertã tinha vindo a evidenciar bastante competitividade ao longo de todo o fim-de-semana e, ontem, só um toque de um adversário no logo no arranque o impediu de lutar pelos lugares do pódio.

Hoje, Manuel Gião voltou a exibir um ritmo forte e de quarto na grelha de partida, posição onde o seu colega de equipa terminou a terceira corrida do programa, subiu a segundo, envolvendo-se na luta pelo triunfo com mais dois pilotos.

A luta foi intensa e sem pneumáticos novos o piloto do Sporting Club de Portugal terminou na terceira posição, igualando o seu melhor resultado da temporada, também ele alcançado no Autódromo Internacional do Algarve. “Arranquei bem e estive na luta pela vitória, mas os meus pneus já tinha algum uso e isso sentiu-se no final da corrida, quando tive algumas dificuldades. Ainda assim, garantimos o terceiro lugar, o que é um bom resultado”, sublinhou Manuel Gião.

Com um pódio na derradeira corrida da temporada, apesar de tanta coisa nova, o piloto da SEAT Portugal faz um balanço positivo da sua segunda passagem pelo Autódromo Internacional do Algarve. “Quando chegámos a Portimão tinha que me adaptar rapidamente a uma nova equipa e ao seu método de trabalho, mas fui muito bem-recebido pela Speedy Motorsport e ambientei-me prontamente. Tive sempre um carro competitivo e tenho a certeza de que, sem o toque que me deram ontem, teria no mínimo, um pódio. O resultado de hoje prova isso mesmo e o terceiro lugar é uma forma positiva de terminar a época”, concluiu Manuel Gião.

 

 

HAAS NO G.P.ESTADOS UNIDOS

 

Evento:  Qualificação para o Grande Prémio dos Estados Unidos da América (Round 17 de 20)

Data:  Sábado, 21 de Outubro

Local:  Circuit of the Americas em Austin, Texas

Layout:  5,513 quilómetros, 20 curvas

Condições climatéricas:  Sol com nuvens

Temperatura do ar:  31,5-32,1ºC

Temperatura da pista:  38,6-40,6ºC

Pole-Position:  Lewis Hamilton da Mercedes (1m33,108s – novo recorde)

Resultado:  Romain Grosjean 14º/ Kevin Magnussen 20º

NOTA:  Devido a penalizações de adversários seus, Grosjean arrancará de 12º.

 

 

 

●  Tem a duração de 18 minutos, com a participação de todos os 20 pilotos
●  Os 15 pilotos mais rápidos avançam para a Q2

Grosjean:  15º (1m36,835s), avançou para a Q2

Magnussen:  20º (1m37,394s)

Piloto mais rápido:  Lewis Hamilton da Mercedes (1m34,822s)

Cutoff:  15º Romain Grosjean da Haas F1 Team (1m36,835s)

 

 

 

●  Tem a duração de 15 minutos, com a participação dos 15 pilotos mais rápidos provenientes da Q1
●  Os 10 pilotos mais rápidos avançam para a Q3

Grosjean:  14º (1m35,870s)

Piloto mais rápido:  Lewis Hamilton da Mercedes (1m33,437s)

Cutoff:  10º Esteban Ocon da Force India (1m35,113s)

 

 

 

●  Tem  a duração de 12 minutos, com a participação dos 15 pilotos mais rápidos provenientes da Q2, lutando todos pela pole-position

Pole-Position:  Lewis Hamilton da Mercedes (1m33,108s)

Segundo:  Sebastian Vettel da Scuderia Ferrari (1m33,347s)

 

 

 

Os pilotos da Haas F1 Team, Romain Grosjean e Kevin Magnussen, qualificaram-se, respectivamente, em décimo quarto e vigésimo para o Grande Prémio dos Estados Unidos da América, que se disputa este domingo no Circuit of the Americas, Austin, Texas. Grosjean alinhará no décimo segundo lugar da grelha de partida, devido a penalizações sofridas por pilotos que se qualificaram à sua frente.

 

Grosjean foi o décimo quinto mais rápido na Q1, com uma volta realizada ao circuito de 5,513 quilómetros e vinte curvas em 1m36,835s. Magnussen foi o vigésimo, 1m37,394s. Apenas os quinze mais rápidos avançaram para a Q2.

 

Na Q2, Grosjean assegurou o décimo quarto tempo, 1m35,870. Apenas os dez primeiros da Q2 avançam para a Q3.

 

Tanto Grosjean como Magnussen rodaram exclusivamente com pneus Pirelli P Zero Roxo/Ultramacio durante a qualificação.

 

Na pole-position para o Grande Prémio dos Estados Unidos da América ficou Lewis Hamilton, piloto da Mercedes. A sua melhor volta, 1m33,108s, deixou o segundo classificado, Sebastian Vettel da Scuderia Ferrari, a 0,239s, assinando um novo recorde para a pista. Foi a septuagésima segunda pole-position na Fórmula 1 da carreira de Hamilton, a sua décima primeira da temporada e a terceira consecutiva. Foi a segunda pole-position de Hamilton no Circuit of the Americas, uma vez que também no ano passado assegurou a melhor posição da grelha de partida para o Grande Prémio dos Estados Unidos da América.

 

Antes de Grosjean, Magnussen e o resto do pelotão participarem na qualificação tiveram ainda a sessão final de treinos-livres.

 

Magnussen registou o décimo sexto tempo, 1m37,271, realizado na sua décima sexta e derradeira volta lançada. Grosjean somou nove voltas, tendo na melhor assinado o décimo nono crono – 1m37,891s.

 

A participação de Grosjean na terceira sessão foi reduzida devido a um pião que o enviou para a caixa de brita, ainda antes da meia hora de actividade. O carro ficou preso, muito embora sem danos relevantes. O Haas VF-17 teve que ser levantado por um carro de apoio para depois voltar às boxes de reboque, onde permaneceu ao longo da restante sessão.

 

Ambos os pilotos usaram na terceira sessão pneus supermacios. Magnussen montou, para os doze minutos finais, ultramacios para simular algumas voltas de qualificação.

 

O mais rápido na terceira sessão de treinos-livres foi Hamilton, tendo a sua volta, 1m34,478s, deixado Vettel, o segundo mais rápido ao,092s.

 

 

 

Tivemos um fim-de-semana duro até à qualificação. Até à qualificação ainda não tinha rodado com pneus ultramacios. Ontem partimos uma peça na simulação de qualificação e hoje fiz um pião na terceira sessão, antes de os poder experimentar. O incidente com o Lance Stroll (bloquear outro piloto desnecessariamente) foi inesperado e foi por pouco. Tive sorte em não entrar em pião na relva, o que seria um desastre. Teria sido o fim da qualificação. Passámos à Q2, o que foi bom, uma vez que era o máximo que o carro podia dar. Demos o máximo e reduzimos a diferença para os rapazes da frente de sete para dois décimos, mas não estamos muito performantes este fim-de-semana. Penso que está relacionado com os pneus e não com uma alteração profunda de performance relativa. Temos que compreender a situação. Vamos ver se conseguimos amanhã dar algo de especial aos fãs.”

 

(O Stroll circulava devagar na zona exterior da pista entre as curvas 19-20, ao passo que Grosjean estava a realizar uma volta de qualificação. Quando Grosjean saiu da Curva 19 encontrou, subitamente, o Williams do Stroll. Grosjean teve que adoptar medidas evasivas para o evitar, indo pela relva, para depois lutar com o seu Haas VF-17 para que este regressasse à pista – n.d.r.)

 

 

 

Algo não estava bem. Quero dizer, não temos estado bem todo o fim-de-semana, mas subitamente, fiquei sem aderência e não faço ideia porquê. Não temos qualquer resposta para explicar ter sido o mais lento em pista. Foi muito desapontante. Parecia que os pneus nem sequer eram novos. Parecia ser um jogo usado – era novo, mas a sensação era muito má. Depois, claro, fiquei no caminho do Sérgio (Pérez). Ele estava numa volta de lançamento e não o deixei passar, posso compreender que esteja muito aborrecido, mas a única coisa que posso dizer é que foi um erro.”

 

 

 

Não foi um dia fácil para nós. Pareceu que o Kevin não conseguiu encontrar o equilíbrio para a sua volta lançada. O Romain fez o máximo que podia fazer com o carro na sua volta lançada. Com o Romain a arrancar de décimo segundo, depois das penalizações, tentaremos alcançar os pontos na corrida. Será mais difícil para o Kevin, uma vez que arranca muito de trás, mas com os arranques que tem tido recentemente, nunca se sabe onde poderá estar quando chegar à Curva 1. Agora vamos preparar-nos para a corrida da melhor forma possível.”

 

 

 

A Haas F1 Team estreou-se em 2016 no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1, tornando-se na primeira equipa de Fórmula 1 americana desde 1986. Fundada pelo industrialista Gene Haas, a Haas F1 Team está sediada nos Estados Unidos da América em Kannpolis, América do Norte, o mesmo centro onde está baseada a sua equipa Campeã na NASCAR Spint Cup Series, Stewart-Haas Racing. Haas é o fundador da Haas Automation, a maior construtora de máquinas CNC da América do Norte e o presidente da Haas F1 Team.

 

 

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com, , on Facebook at www.Facebook.com/HaasAutomationInc, on Twitter @Haas_Automation and on Instagram @Haas_Automation.

 

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ ou facebook.com/haasportugal. 

 

WTCC 2017 - JAPÃO

WTCC 2017 - JAPÃO

 

  1. Esteban Guerrieri vai guiar o Honda de Tiago Monteiro em Motegi. O suíço Kris Richard estará ao volante do Cruze da Campos, conseguindo finalmente “cobrar” o prémio de uma jornada do WTCC por ter ganho o ETCC em 2016, o que não tinha acontecido devido à presença no TCR alemão.
    Entretanto, devido a alerta de tufão, o horário passou a estar quase todo concertado no Domingo. Estas são as horas locais. O problema é que cai em cima da mudança da hora em Portugal. Assim que se confirmarem os horários de transmissão no Eurosport, serão estes:

    Saturday 28 October:
    1515-1600: Free Practice 1

    Sunday 29 October:
    0800-0845: Free Practice 2
    0940-1000: Qualifying Q1
    1005-1015: Qualifying Q2
    1020: Qualifying Q3
    1040-1055: WTCC MAC3
    1415-1440: Opening Race (11 laps)
    1530-1600: Main Race (13 laps)

  2. Gosto
    Comentar

 

SUGESTÃO DA SEMANA

 

24º Super Bock Super Rock



Bilhetes para a edição de 2018 à venda na Blueticket e locais habituais


Edição limitada de Fã Pack FNAC de Natal já à venda na FNAC e em fnac.pt


 

19, 20 e 21 de julho de 2017
Lisboa, Parque das Nações

www.superbocksuperrock.pt | facebook.com/sbsr

 

Está já à venda o Fã Pack exclusivo FNAC Super Bock Super Rock, em edição limitada e ao preço especial de 95€. Inclui passe 3 dias e t-shirt do Festival. Há ainda 10 packs premiados com Super VIP Pass, que dá acesso reservado à zona de convidados Super Bock.
 
O presente perfeito para o Natal que se avizinha!

 
 
O Super Bock Super Rock tem oferecido o melhor da música no Parque das Nações, em Lisboa. Para a 24ª edição, espera-se novamente um cartaz imperdível, marcado pela novidade e por nomes de referência, tanto do panorama internacional, como da música nacional.
  
O passe de 3 dias e o bilhete diário estão também à venda na Blueticket e locais habituais.
 
 

Já confirmado Slow J. Novos nomes a anunciar brevemente

Informação de Bilhetes



Preço dos Bilhetes


Passe 3 dias – 109€
Bilhetes Diários - 55€
Passe VIP + Front Stage –260€
Bilhete Diário VIP+ Front Stage – 150€

Fã Pack exclusivo FNAC - 95€

 

ALGARVE CLASSIC FESTIVAL

 

Recorde de 400 participantes no Algarve Classic Festival 
 
O maior evento de automóveis clássicos do sul da Europa, organizado em conjunto pelo Autódromo Internacional do Algarve e pela Race Ready de Diogo Ferrão, o Algarve Classic Festival (ACF), tem início já na próxima sexta-feira, dia 27 de Outubro. 
 
Com um número impressionante de quatrocentos participantes confirmados, aquele que já é um evento de excelência a nível europeu, terá um programa de vinte corridas de doze diferentes categorias ou campeonatos, tanto nacionais, como internacionais. 
 
Durante três dias, o paddock e a pista algarvia irão tornar-se num verdadeiro “museu vivo”, onde será possível admirar de perto viaturas que muito raramente são vistas em Portugal e que espalharam magia nas pistas durante mais de cinco décadas.
 
A maior novidade da edição de 2017 será o regresso dos Fórmula 1 até 1966, cujo campeonato traz a Portugal máquinas de construtores que escreveram os primeiros capítulos da história da categoria rainha do automobilismo mundial, como a Brabham, Maserati, Lotus ou Cooper.
 
Para quem prefere corridas de Sport-Protótipos, certamente não quererá perder a corrida do Algarve Sports Cars Pré-1975, onde pontificam “monstros sagrados” da especialidade, como os Lola T70 ou Ford GT40, até aos mais pequenos, mas não menos espectaculares, sport-protótipos até 2-litros das marcas Lola, Chevron, Osella e GRD. 
 
Outra novidade de bastante agrado do público será com certeza o regresso dos Turismos até 1966, cujo campeonato U2TC colocará frente-a-frente os Cortina Lotus, Alfa Romeo GTA e os irrequietos Mini Cooper S.
Diogo Ferrão, o responsável máximo da Race Ready, mostra-se satisfeito com a adesão em força de pilotos e máquinas e no que o evento tem para oferecer todos aqueles que se deslocarem este fim-de-semana  ao circuito de Portimão:
 
“Vão estar presentes quatrocentos concorrentes, um número que nos deixa orgulhosos e que mostra a crescente popularidade que este evento vem a assumir no contexto dos eventos de automóveis clássicos a nível Europeu. Não há memória de um evento realizado em Portugal com tantos participantes, sendo isto só possível devido ao staff e à infra-estrutura de primeira linha a nível mundial que é o Autódromo Internacional do Algarve. Durante o fim-de-semana haverão corridas para todos os gostos, dos monolugares da F1 pré 66, passando pelos carros de Turismo e GT, aos Sport-Protótipos, num espectáculo que irá cobrir uma grande parte da história do automobilismo desde os anos cinquenta até 1999.”
 
No website do evento - www.algarveclassicfestival.com - os aficionados poderão adquirir os bilhetes e ficar a conhecer mais detalhes sobre um fim-de-semana inolvidável. a370 Copya371 Copy

 

WTCC 2017 - JAPÃO

 

WTCC 2017

Honda geared up for home event

alt WTCC Race of Japan

Twin Ring Motegi, Japan
alt

Honda head to home territory at Twin Ring Motegi this weekend aiming to come away with the lead of the FIA World Touring Car Drivers’ and Manufacturers’ Championships.

While Tiago Monteiro’s unfortunate absence from the event on medical grounds has removed one of the Castrol Honda World Touring Car Team’s title contenders from the event, a strong performance remains the aim.

In Tiago’s absence, Norbert Michelisz becomes Honda’s main threat for the Drivers’ title and sits just two points away from the lead of the championship.

The Hungarian loves racing in Japan, and with good reason. He scored his first WTCC podium at Okayama in 2010, won at Suzuka in ’13 and last year claimed his first victory as a factory driver in the Opening Race at Motegi; leading home an incredible one-two-three for Honda.

Having finished on the podium in Japan for each of the past four years, Norbert knows that a big points haul could put him into the championship lead for the first time.

Deputising for Tiago this weekend is Esteban Guerrieri, who will be racing at Motegi for the first time.

The 32-year-old Argentinian has won twice in his first full season in the WTCC. He is seventh in the championship and is just seven points away from the lead of the WTCC Trophy for drivers from non-manufacturer teams with seven events completed.

Ryo Michigami is the only Japanese driver in the WTCC and, as such, can be assured of a warm welcome home by his legions of fans.

Motegi was the scene of his championship debut last year as a wildcard and he returns 12 months later with more experience of the front-wheel-drive Civic WTCC. He is ready to improve on the career-best pair of ninth-placed finishes he scored last time out in China.

For a second-straight event the Civic WTCCs will carry 80kg compensation weight, making them the heaviest cars in the championship.

Norbert Michelisz

Norbert Michelisz 5

“I’ve never been as close to the lead of the championship as I am now and we have some great momentum, which is extremely exciting as we enter the final stages of the season. I’m happy to be going back to Japan because I’ve always had a very good record there with wins, podiums and pole positions. Of course, Motegi is Honda’s home circuit and I took my first win as a factory driver there last year, so that gives me even better memories, but this weekend is all about scoring big points and trying to take over the series lead. It’s a huge shame that Tiago is not ready to return, but I’ll be doing my very best for the team and for him.”

- Castrol Honda WTCC
Esteban Guerrieri

Esteban Guerrieri 86

“I was sorry to hear that Tiago would not be able to race this weekend, but I’m extremely excited to have been given the opportunity to join Honda for Motegi and to drive a factory car in the WTCC. I’d also like to thank Campos Racing for their positivity throughout this process and to everybody who has helped in making my move to Honda possible. Motegi is a new circuit for me and I’ve never even driven the Civic WTCC, so I’m aware that there’s a lot to learn, but I’m confident that I can do a strong job of helping Honda in the Manufacturers’ Championship and supporting Norbi’s Drivers’ title ambitions.”

- Castrol Honda WTCC
Ryo Michigami

Ryo Michigami 34

“The past few events have gone very well for me with my best WTCC qualifying in Argentina and my best race result in China, and I can feel the improvements with both the way I’m driving and the way I’m working with the team. Now I come to my home event at Motegi, where I made by WTCC debut last year. I’ve raced in Japan for most of my career and love how passionate the fans are for their favourite driver. As a team, I hope we can give the Honda fans something to be very proud. My aims are to improve my best results even more and to help Honda move further clear in the Manufacturers’ Championship.”

- Honda Racing Team JAS

 

ARAN PERDE PRESIDENTE

Faleceu António Teixeira Lopes – Presidente da Direção da ARAN
 
alt
 
É com profundo pesar que a ARAN - Associação Nacional do Ramo Automóvel comunica que o seu Presidente da Direção, António Teixeira Lopes, faleceu dia 20 de outubro, de doença súbita, em Paris, onde se encontrava para participar em reunião da Direção do CEGAA – Conseil Européen Des Groupements D'Agents De L'Automobile, Instituição da qual era VicePresidente.
 
A Direção da ARAN lamenta profundamente a perda do seu Presidente, que deixa um legado de grande valor humano e profissional, e apresenta os mais sinceros sentimentos à família e
amigos.
 
A todos quantos queiram prestar homenagem e solidariedade à família, oportunamente será dado conhecimento da data e local das exéquias fúnebres no website e nas mídias sociais da ARAN.
 
Uma vida dedicada ao setor automóvel
 
António Teixeira Lopes era presidente da ARAN desde 2002, funções que acumulava com outras responsabilidades associativas nacionais e internacionais. Entre essas estava, até à data, a
presidência do conselho de administração do CASA - Centro de Arbitragem do Setor Automóvel. Fazia ainda parte do conselho de administração do CEPRA – Centro de Formação
Profissional da Reparação Automóvel.
Antes de abraçar a vida associativa, contou mais de 25 anos de ligação no terreno ao setor, com cargos de relevo nas áreas comercial e do pós-venda. Destaque para a Renault Portugal (então Renault Portuguesa), onde esteve de 1980 a 1989 e para a Mitsubishi Motors de Portugal, marca com a qual teve ligação de 1989 a 2002.
 
 

 

LISTA DE INSCRITOS GT EM MACAU

LISTA DE INSCRITOS  GT EM MACAU

 

Exelente   a lista de inscritos do GT World Cup em Macau.

 

BAJA PORTALEGRE 2017

SEGUNDO MÁRIO CASTRO

 

 

BAJA PORTALEGRE 500

 

DE REGRESSO AO TT COM TIAGO REIS E NUM CARRO QUE GUARDO BOAS RECORDAÇÕES...

Precisamente um ano após a minha última participação numa prova de TT, este fim de semana estarei de regresso á modalidade....
Será um novo desafio com um piloto que navegarei pela primeira vez mas que já deu indicações do seu valor.
Vamos para esta prova sem grandes expectativas quanto a um grande resultado pois será também a primeira prova do Tiago com este carro e logo numa prova de nível mundial com os melhores pilotos e carros de TT da actualidade.
Vamos fazer o nosso melhor com o principal objetivo de terminar e depois o resultado final logo se verá

 

RECORDAR É VIVER

RECORDAR É VIVER

 

 

Faz hoje 41 anos que o maior playboy da F1 ganhou o seu único campeonato. R.I.P. James Hunt

 

WTCC 2017 - O REGRESSO DO WTCC A MACAU

WTCC 2017

 

O REGRESSO DO WTCC A MACAU

 

 

 

A lista de inscritos para o WTCC em Macau. 20 carros com cinco Citroen e quatro Cruze. Basicamente, todos os TC1 que existem. E assim se satisfaz a exigência dos organizadores de 20 carros na grelha de partida.

3 – Tom Chilton – GBR – Sébastien Loeb Racing – Citroën C-Elysée WTCC
4 – Mak Ka Lok – MAC – RC Motorsport – Lada Vesta WTCC
5 – Norbert Michelisz – HUN – Castrol Honda WTC Team – Honda Civic WTCC...
9 – Tom Coronel – NED – ROAL Motorsport – Chevrolet RML Cruze TC1
12 – Rob Huff – GBR – Munnich Motorsport – Citroën C-Elysée WTCC
18 – Tiago Monteiro – PRT – Castrol Honda WTC Team – Honda Civic WTCC
24 – Kevin Gleason – USA – RC Motorsport – Lada Vesta WTCC
25 – Mehdi Benanni – MAR – Sébastien Loeb Racing – Citroën C-Elysée WTCC
27 – John Filippi – FRA – Sébastien Loeb Racing – Citroën C-Elysée WTCC
30 – Ma Qing Hua – CHN – Sebastien Loeb Racing – Citroën C-Elysée WTCC
34 – Ryo Michigami – JPN – Honda Racing Team JAS – Honda Civic WTCC
44 – Wong Po Wah – HKG – Campos Racing – Chevrolet RML Cruze TC1
61 – Néstor Girolami – ARG – Polestar Cyan Racing – Volvo S60 TC1
62 – Thed Bjork – SWE – Polestar Cyan Racing – Volvo S60 TC1
63 – Nicky Catsburg – NED – Polestar Cyan Racing – Volvo S60 TC1
66 – Zsolt Szabo – HUN – Zengo Motorsport – Honda Civic WTCC
68 – Yann Ehrlacher – FRA – RC Motorsport – Lada Vesta WTCC
86 – Esteban Guerrieri – ARG – Campos Racing – Chevrolet RML Cruze TC1
88 – Chan Kin Pong – HKG – Campos Racing – Chevrolet RML Cruze TC1
99 – Daniel Nagy – HUN – Zengo Motorsport – Honda Civic WTCC

 

PARENTE DE REGRESSO À AUSTRÁLIA

ÁLVARO PARENTE REGRESSA À AUSTR+ALIA ESTE FIM DE SEMANA

 

Alvaro Parente joins Fraser Ross for YNA Autosport/McElrea Racing this weekend. Huge news, and an awesome throwbac…

 

VOLTA AO MUNDO COM FRANCISCO SANDE E CASTRO

VOLTA AO MUNDO COM FRANCISCO SANDE E CASTRO

 

 

De Cali fiz cerca de 140 Km até Popayan. É uma estrada sinuosa e com bastante transito de camiões, por ser a ligação de Medellin ao Ecuador. O Googel maps calcula assim quatro horas e meia para o percurso de autocarro e três para os carros. De moto despacho-me bastante melhor mas com várias paragens por obras na estrada acabei por levar mais de duas horas, felizmente com bom tempo.

Tinham-me recomendado que visitasse Popayan, uma cidade com o centro antigo de boas casas pintadas de branco, algumas hoje em dia transformadas em Hoteis. Foi uma cidade onde no início do século passado se instalou parte da classe rica Colombiana, pelo seu clima ameno durante todo o ano.
Quando cheguei comecei por visitar essa parte da velha cidade que não me deixou muito impressionado e depois, pelas três da tarde, fui almoçar a uma tasca de beira de estrada onde me pediram o equivalente a menos de dois euros por um bife com arroz, embora bera, e uma cerveja. Depois do almoço começou a pingar e tratei de procurar um Hotel onde ficar.
Pela Colômbia as pessoas são mais simpáticas que na América Central onde temos a sensação que a maior insegurança os torna mais tensos. Aqui parece que estão aliviados pelo fim da guerrilha e dos assassinatos pelos gangs de droga e de um modo geral estão sempre prontos a ajudar. Já várias pessoas me guiaram até aos locais quando lhes pergunto o caminho para uma certa morada. Aqui foi um homem numa scooter que me veio indicar um Hotel e esperou à porta até se certificar que aquele me servia, disposto a acompanhar-me na procura de outro. Fiquei por aquele que não era grande coisa mas tinha garagem para a moto.
Pedi ao rapaz da recepção que me procurasse na Internet uma miúda gira para me fazer companhia e passada uma hora bateu-me à porta do quarto esta rapariga linda, com um ar meigo e de bem comportada que me deixou o sangue a ferver nas veias quando a vi. A voz era suave e calma. Fiquei apaixonado e pedi que voltasse na manhã seguinte mas tinha aulas na Universidade. Estudava no segundo ano de Comunicação Social e sonhava ser apresentadora de televisão.
Deixei Popayan pelas dez e meia da manhã, o que para mim é cedo pois tinha uma etapa longa pela frente até Ipiales, junto à fronteira com o Equador. Mais uma vez o tempo manteve-se seco e pude distrair-me a acelerar pelas sensacionais estradas de montanha a tentar esquecer aquele borrachinho da noite anterior. Mas a temperatura durante o dia variou entre 18º nas partes mais altas de montanha e 38º nas planícies entre serras.
Pelo caminho encontrei um viajante Equatoriano numa Honda 250 monocilindrica e fiz-lhe sinal para parar. Morava junto à costa no Equador e tinha ido até Cartagena. Estivemos uns vinte minutos à conversa e sugeriu-me inscrever-me num grupo de motociclistas da America do Sul que se ajudam uns aos outros e oferecem estadia em suas casas. Ele próprio convidou-me para ficar em sua casa quando passasse em Puerto Lopez.

22 de outubro de 2017

Cali


Os trajectos na Colômbia entre cidades incluem sempre fantásticas estradas de montanha que, quando o piso está em bom estado, dão enorme gozo de percorrer na Cross Tourer.
A cidade de Cali é famosa pelo Cartel de Cali, o grupo de contrabando de droga que fez concorrência ao de Pablo Escobar de Medellin mas era muito mais bem organizado, com suborno de políticos, juízes, policia, etc.
Chegaram a associar-se a Pablo Escobar, até quando negociaram dividir as cidades americanas entre eles na venda de Cocaína. Ao contrario do cartel de Medellin tinha vários sócios, distribuídos por tarefas especificas. O grupo caiu quando se zangaram com um deles que os denunciou.
Embora não tenha sido aqui que nasceu a Salsa eles são grandes adeptos e, por toda a cidade se houve música a tocar.
Cheguei a Cali pelas três da tarde e fui direito ao centro, de ruas estreitas e movimentadas, com vendedores de bancas nos passeios a atrapalharem o difícil transito. Uma autentica feira. Encontrei um Hotel que não parecia mau e tinha a vantagem de uma garagem onde guardar a moto no meio daquele inferno.
Fui dar um passeio pela cidade e encontrei uma praça com boa arquitectura e uma igreja de portas com relevos dourados fantásticos.
Passei à porta de um bar de strip que parecia estar animado às quatro da tarde. Paguei um euro para entrar e deu direito a uma cerveja. Entre pegas e clientes estavam umas trezentas pessoas, todas com muito mau aspecto, a assistirem a um show deprimente, com uma mulher horrível a despir-se. Bebi a minha cerveja pela garrafa, como todos os outros, junto ao bar e voltei para o Hotel.
Quando quis jantar, às oito e meia da noite, os restaurantes já estavam fechados, um horário bastante comum aqui na Colômbia que pelos vistos não foi herdado dos espanhóis. No Hotel arranjaram-me uns panados de batata com carne que, como seria de esperar, estavam maus. Deitei-me pelas onze e meia da noite na esperança que a música que se ouvia aos berros desligasse pouco depois mas passou a meia noite e a algazarra continuava. A sensação era a de que um do altifalantes estava dentro do quarto. Falei para a recepção. O homem disse que iria durar até às três da manhã mas que pediria para colocarem o som mais baixo. O pedido não surtiu qualquer efeito. Tratava-se, soube depois, de uma festa que organizavam todos os fins de semana no sétimo piso de Hotel. Se tenho sabido teria sido preferível juntar-me à festa. A música finalmente calou-se pelas três e meia mas, quando estava quase a adormecer, começaram a bater às portas de quase todos os quartos do piso em que estava para acordarem um grupo de miúdos que deveriam participar num festival desportivo. Um pesadelo.
- Porque não lhes ligaram pelo telefone interno do Hotel?, perguntei na manhã seguinte.
- É que os telefones foram retirados dos quartos deles para que não os utilizassem.
Acabei por dormir três ou quatro horas e levantei-me estafado
 

CALENDÁRIO CAMPEONATO MUNDO DE RALICROSS

CALENDÁRIO CAMPEONATO DO MUNDO DE RALICROSS

 

Wrx Montalegre
28/29 Abril 2018

 

ANTÓNIO TORRES DA SILVA EM PORTIMÃO

 

ALGARVE CLASSIC FESTIVAL

 

IBERIAN HISTORIC ENDURANCE

 

ANTÓNIO TORRES DA SILVA DE REGRESSO A PORTIMÃO

 

Depois do sucesso alcançado na jornada anterior na pista espanhola de Jerez de la Frontera, onde alcançou o 4º lugar, ao volante do seu Porsche 911, António Torres da Silva, está apostado na obtenção dum resultado semelhante já no próximo fim de semana como nos explicou “tudo farei para obter  esse resultado, ainda não vi a lista de inscritos, mas imagino que não irá ser fácil, pois habitualmente aparece sempreFOX 3719_Copy_Copy em Portimão um excelente grupo de máquinas que não vão dar qualquer tipo de trégua.Mas independentemente da parte desportiva, vou também para , passar um excelente fim de semana no Algarve, estar com os amigos, e divertir-me o mais possivel.Irei tentar conjugar tudo, e só espero ser bem sucedido,e faça um bom resultado final “, disse-nos.

 

 

ELMS PORTIMÃO

  1. Filipe Albuquerque vice-campeão do European Le Mans Series

    Filipe Albuquerque é, pela segunda vez, vice-campeão do European Le Mans Series depois do segundo lugar conseguido esta tarde na última prova da época em Portimão. O piloto português e o seus companheiros de equipa não conseguiram a vitória nem chegaram ao título mas estão felizes pelo vice-campeonato.

    A penalização imposta no decorrer da corrida ao trio do Ligier com o #32 foi determinante para o resultado final: "Começámos da melhor forma. Saímos de quinto, rapidamente nos posicionámos em segundo e pouco depois estávamos na liderança da corrida. Tudo estava no caminho certo quando uma penalização de 55 segundos por excesso de velocidade na via das boxes nos rouba a possibilidade de vitória. Foi frustrante admitir essa decisão, porque estava tudo a correr tão bem e a vitória era certa. Quando entrei em pista tinha muito para recuperar, dei o meu melhor, subi para segundo mas já não dava tempo para mais. Queria muito esta vitória na frente do meu público e fiquei com um sabor agri-doce. Mas pódio é pódio", começou por dizer.

    No que ao Campeonato diz respeito, Filipe sabia que chegar ao título seria uma missão complicada: "Não dependíamos unicamente do nosso desempenho, daí que vencer a corrida teria uma sabor especial, já que o Campeonato seria uma missão quase impossível. Este 'vice' é o reflexo da nossa época: vencemos duas vezes, fomos 3 vezes ao pódio, mas nas restantes corridas fomos vitimas de uma estratégia menos feliz e de penalizações que tornaram o nosso trabalho complicado. Ainda assim, acho que fizemos uma época óptima tendo em conta que os Ligier sempre foram, em termos de performance, inferiores aos Oreca. Mas, as corridas são assim e temos de estar felizes com este resultado, mesmo que comece a parecer sina não conseguir chegar ao título. À terceira não foi de vez, mas pode ser que seja à quarta", rematou o piloto português que dá assim por terminada a sua época desportiva de 2017, centrando já atenções no ano que se avizinha.

    Os resultados do ELMS podem ser vistos em: http://www.europeanlemansseries.com

 

NUMA ACÇÃO DA MERCEDES

NUMA ACÇÃO DA MERCEDES

 

HAMILTON "PASSEIA" VIP"

 

 

 O piloto inglês Lewis Hamiltonpasseou Bolt pelo COTA.

 

SEGUNDO A OPINIÃO DO COMENTADOR EUROSPORT JOÃO CARLOS COSTA

SEGUNDO A OPINIÃO DE JOÃO CARLOS COSTA

 

COMENTADOR EUROSPORT

 

 Acabei de ver a ultrapassagem de Max Verstappen que lhe valeu uma penalização e o regresso ao quarto posto, perdendo o terceiro lugar ganho na última volta. Apetecia-me escrever um romance sobre o assunto... a começar sobre para que servem as zonas asfaltadas para lá do corrector no interior de uma curva?!?! Decoração? Evitar que a areia/lama/relva venham para a pista? Fica como capítulo I... O resto deixo para quem queira completar... Alex Wurz escreveu, entretanto, o capítulo II...Acho que voltámos ao tempo dos seguros...

 

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE - TCR

 

RAFAEL LOBATO TERMINA TEMPORADA COMO COMEÇOU VENCENDO A TERCEIRA CORRIDA DO FIM DE SEMANA

 

Depois de ter terminado no quinto lugar a segunda corrida do programa Super Sprint do quinto e último Racing Weekend do Campeonato Nacional de Velocidade Turismos e TCR Ibérico, disputada ontem, RAFAEL LOBATO iniciou, bem cedo, o segundo dia de provas no Autódromo Internacional do Algarve.

 

Saindo da segunda posição da grelha de partida, RAFAEL LOBATO esteve igual a si próprio e alardeou classe e talento pela pista algarvia, em constante luta com Francisco Abreu. Quando este foi penalizado devido a uma ultrapassagem que redundou num toque entre os dois pilotos, RAFAEL LOBATO pode descansar um pouco e levar o Audi RS3 LMS TCR da Veloso Motorsport com as cores da Ascendi, Crédito Agrícola, Iki Mobile, Fibran XPS, Susazub, Renort, Murganheira, Tomeifel, Glassdrive, Clínica Beco com Saída, Anabela Alves Cabeleireiros, Fornima e Minfo, até á vitória.

 

Terminou, assim, a temporada 2017 para o jovem piloto de Vila Real, exatamente da mesma forma como a tinha começado, no Autódromo do Estoril, com uma vitória. Não foi suficiente para chegar ao vice-campeonato nem ao título ibérico, mas ficou provado em pista que RAFAEL LOBATO tem talento e classe suficiente para abraçar um projeto que lhe permita chegar ao título nacional.

 

Rafael Lobato “Foi uma bela corrida e a luta com o Francisco muito emocionante. Acabou depois daquela tentativa de ultrapassagem e a partir dai as coisas foram mais tranquilas e, aproveitando as qualidades do Audi RS3 LMS TCR, consegui o objetivo, terminar o ano como o comecei, ou seja, com uma vitória.”

 a369 Copy

 

EXTREME TRIAL

 

VALPAÇOS FECHOU COM CHAVE DE OURO A TEMPORADA DE 2017 DO EXTREME TRIAL

A cidade de Valpaços recebeu no passado fim de semana de 21 e 22 de Outubro a ultima prova da edição de 2017 do Troféu "Extreme", o "EXTREME TRIAL 4X4 VALPAÇOS 2017".

Com motivos de interesse de sobra para passar algum tempo e que vão desde fantásticas paisagens, ótima gastronomia, termalismo, riqueza cinegética, património histórico e etnográfico singulares, os participantes e o publico que viajaram até esta cidade de Trás-os-Montes poderam certamente ficar a conhecer um pouco melhor a região e as suas gentes, bem como a oferta gastronómica do Alto Tâmega que é vasta e de qualidade unanimemente reconhecida.

Esta prova teve uma particularidade de ser disputada em dois dias de competição, com o primeiro dia a servir para a realização de uma Super Especial Noturna, desenhada num espaço praticamente dentro da cidade de Valpaços, especial essa que substituiu o habitual setor de perícia, com a classificação a servir para ordenar os pilotos para o arranque do setor de resistência que seria disputado no dia seguinte. 

No domingo, a meio da manhã fez-se a deslocação das equipas com os carros de competição a seguirem em caravana pelas ruas de Valpaços até ao local onde iria ser disputada componente competitiva deste dia.   Antes ainda da resistência, organização e promotores realizaram uma atividade "extra"  onde as equipas e os seus mecânicos lutarem entre si numa atividade lúdica e sem efeitos na classificação final.A longa pista do setor de resistência apresentou um desafio singular para os participantes, pois sem que tivesse obstáculos demasiado complicados, oferecia um grande numero de pontos onde as equipas se tinham que aplicar, tornando naquela que foi a mais trabalhosa do ano sobretudo para os condutores.  É já habitual haver um grande empenho e esforço dos navegadores, mas desta vez também os homens do volante foram postos á prova, para conseguirem passar por cima das muitas pedras desta pista.

 

CLASSE SUPER PROTO MAIS:  MADEIRENSES DOMINAM O PÓDIO CONTINENTAL

Na prova de Valpaços, a classe Super Proto Mais foi a mais representada, tendo comparecido 8 equipas para enfrentar este desafio em terras transmontanas.  Desde o inicio até ao fim houve um equilíbrio relativo entre as equipas, e apesar de muita luta em pista, de alguns azares e avarias nenhuma se destacou de forma significativa.

A dupla Bruno Nunes e Pedro Rodrigues - Team NPower 78, foram os primeiros lideres da prova, pois venceram a Super Especial Noturna, completando as 3 voltas ao circuito em pouco mais de 4m44s, 31 segundos a menos do que Laurindo Mendonça e Américo Freitas, os segundos com 5m15s.   A fechar o pódio provisório do primeiro dia ficou Adriano Santos e Elsa Henriques, a outra dupla que veio desde a Madeira. 

No domingo, 2 horas de trabalhos "forçados" aguardavam as equipas na sinuosa e exigente "Pista do cabeço", sobranceira á cidade de Valpaços.  Vindos da Madeira, e talvez mais habituados a esta configuração de terreno, o Team Brinertes de Laurindo Mendonça foi quem levou a melhor sobre os demais. Conseguiram dar 14 voltas ao traçado, mantendo sempre um andamento regular e consistente.  O seu grande adversário foi Adriano Santos, do ASH Team que conseguiu andar sempre por perto, perdendo no entanto algum tempo fruto de problemas que afetaram o seu carro. No final da prova, o atraso cifrava-se em 2 voltas, suficiente para assegurar o segundo lugar, mas longe já da vitória.

Já a luta pelo terceiro lugar teve muitos mais candidatos, com 4 equipas a ficarem todas próximas umas das outras.  A vantagem acabou por ficar do lado de Cláudio Amarílio, do Team Bar Amarílio, com 11 voltas cumpridas.

 

CLASSE SUPER PROTO: TEAM TRANSANTONINO VENCE NO NORTE

O Team Transantonino & Matias & Veicomer teve um arranque para esquecer na prova de Valpaços, pois um problema mecânico ditou a sua paragem na Super Especial de sábado, tendo sido relegado para último da classe. Face aos problemas desta equipa, ficou o caminho aberto para a vitória João Rocha do Team RJ69, que se impôs de forma expressiva ao realizar o tempo de 5m50s, quase 2 minutos a menos do que os 7m42s de Oscar Barroso, do Team MatBarroso.

No domingo, com a sua viatura já reparada, Pedro Cardoso conseguiu recuperar dos "estragos" na classificação no dia anterior e subir a primeiro da classificação, pois conseguiu dar 9 voltas à pista da resistência enquanto João Rocha, o seu mais direto adversário deu apenas 7.  Pelo caminho, com apenas uma volta cumprida, ficou Oscar Barroso, mas ainda assim, face á ausência de mais participantes, acabou por subir ao terceiro lugar do pódio final desta classe.

Pedro Cardoso e a sua equipa Team Transantonino & Matias & Veicomer conseguiram assim somar ainda mais uma vitória á sua "contabilidade pessoal", ficando o Team RJ69 em segundo e o Team MatBarroso em terceiro nesta última prova do ano.

 

 

 

CLASSE PROTO:  NORDHIGIENE DOMINA DE "FIO A PAVIO"

O "Extreme Valpaços" não poderia ter corrido de melhor maneira á equipa NordHigine, composta por António Calçada e Vítor Rodrigues. O seu domínio deste evento começou logo com a vitória na Super Especial Noturna, que venceram com um pouco o mais de 31 segundos de vantagem sobre o seu adversário mais próximo, o Team Electro Auto Pires. A quase 2 minutos de distância, em terceiro lugar ficou Ângelo Tiago, do Team Hélder Tiago, ainda em fase de adaptação à sua viatura e que aqui encontrou um terreno que lhe ainda lhe é algo estranho.

Voltando ao Team NordHigiene, na especial de resistência de domingo foi a equipa que nesta classe conseguiu dar mais voltas - 10 no total, o suficiente para vencer e ficar a salvo do Team Canelas Pneus, o seu mais direto adversário e que terminou a prova com 9 voltas concluídas.  Muito mais para trás ficou o Team Electro Auto Pires, que com 5 voltas fechava o pódio do setor de resistência e também da prova de Valpaços.

Vencendo no sábado e domingo, o Team Nordhigiene é assim o natural vencedor da última ronda da temporada, com o Team Canelas Pneus a ficar em segundo e o Team Electro Auto Pires em terceiro.

 

 

CLASSE PROMOÇÃO: TEAM BURPIZZA SOBE AO PRIMEIRO LUGAR.

A classe Promoção era alvo de alguma atenção especial após a prova de Queijas, uma vez que a luta pelos pontos entre o Team Burpizza de Paulo Amaro e o Team RePower de Emanuel Luz iria ditar o vencedor final da classe nesta edição do Troféu.

Paulo Amaro começou a prova logo na frente, pois venceu a "noturna" de sábado, enquanto o seu rival se quedava apenas pelo terceiro lugar.  Entre estes dois e em segundo lugar ficava Bruno de Sá do Team BF Automóveis.  Já Pedro Cortez do Team RedGarage era um atento espectador em quarto lugar e em condições de aproveitar o mínimo deslize de qualquer um á sua frente.

No domingo e na fase inicial da resistência, as equipas optaram por um ritmo de estratégia, evitando os danos nos carros, com Emanuel Luz a seguir Paulo Amaro. Porém, com apenas três voltas concluídas Emanuel Luz - Team RePower 4x4 tinha que parar, e deixava assim o caminho aberto para o seu adversário.  Como mais vale prevenir do que remediar, mesmo com o Emanuel Luz parado,  Paulo Amaro foi sempre somando voltas atrás de voltas até um total 11 concluídas, lutando taco a taco com Bruno de Sá que perseguiu afincadamente até ao cair da bandeira de xadrez.

Paulo Amaro leva de Valpaços o primeiro lugar que ambicionava, enquanto Bruno de Sá ficou com o segundo e Emanuel Luz o terceiro.

 

CLASSE FUN:  DUPLA DE SSV DÁ MUITO ESPETACULO.

A Classe FUN esteve entregue em Valpaços a Marco Melo do Team M. Transportes e a Luís Edgar do Team A. O. com o primeiro destes dois a dominar desde o arranque da prova.  Venceu a "noturna" de sábado com uma vantagem ligeiramente superior a um minuto, e depois na resistência de sábado deu mais três voltas do que o seu adversário.

Pouco habitual a presença destas máquinas no "Extreme" surpreenderam participantes e público pela facilidade com que subiam os obstáculos, superando de alguma forma as viaturas mais convencionais.

 

TROFÉU FEDIMA:  BURPIZZA SELA TEMPORADA COM MAIS UMA VITÓRIA

Ao longo do ano o Team BurPizza foi ganhado destaque no Troféu Fedima, uma competição aberta a viaturas de todas as classes e que utilizem produtos da marca Fedima.   Valpaços não foi exceção, e a equipa do Nissan Azul voltou a triunfar numa prova onde teve pouca oposição por parte dos seus adversários diretos, naquilo que diz respeito a esta competição mono marca.

 

 

O “EXTREME TRIAL 4X4 VALPAÇOS” encerrou a temporada de 2017, a todos os níveis histórica, verificando-se um crescimento face a 2016 significativo.  A prova de Valpaços é disso um exemplo, e ajudou a aumentar ainda mais a extraordinária diversidade de pisos e desafios que esta competição apresenta.  Sobre as pontuações do campeonato falaremos em breve, num outro comunicado a ser emitido oportunamente.

Luís Pirralho, da X-Adventure:

“Missão cumprida! Concluídos o “Extreme” com chave de ouro. Mais um evento, numa nova localização, com uma organização também ela estreante no nosso troféu, e que de um modo geral achamos que correu de forma particularmente satisfatória. Caso aqui regressemos em 2018 apenas teremos que corrigir alguns detalhes, mas isso é absolutamente normal em qualquer evento, e faz parte do objetivo que temos de melhoria continua e progressiva.

Tivemos aqui duas pistas que quase de certeza surpreenderam os participantes, pois mesmo sem terem obstáculos assustadores e perigosos, exigiram muito das equipas.  De inicio até poderia parecer simples, mas acho que após a primeira volta todos perceberam que isto era uma desafio à séria.

Também estou satisfeito com o nível de participação, desta vez com especial destaque para os Super Proto Mais, que lideraram em numero de inscritos. Os participantes empenharam-se de inicio a fim do evento, o que é de louvar, e em especial nesta prova que exigiu muito não só do navegador como já é de algum modo habitual, mas também dos pilotos que aqui tiveram que utilizar toda a sua experiencia e conhecimento das viaturas para procurarem um bom resultado.

Agora vamos descansar um pouco, e logo que possível, dar inicio ao processo de organização da temporada de 2018, para a qual já temos estudadas algumas melhorias.”

 

O Extreme Trial 4x4 Valpaços foi organizado pelo Clube Trepa Tudo de Valpaços, com o apoio do Município de Valpaços, da Freguesia de Valpaços e Sanfins, da Freguesia de Vassal, dos Bombeiros Voluntários de Valpaços e do Intermarché de Valpaços.

O Troféu Extreme Trial 4x4 2017 tem o apoio da Fedima, da Euro4x4Parts.com, da Tractomoz, de Helder Tiago – Oficina e Reboques, da Lubecar, da Vulcanizadora Fragoso, da Veicomer, da Dediland, do Todoterreno.pt, de imagensdesportivas.com, da BeeOuch Photography, do Codigo4x4 (Espanha), de Skin Ovelha, da Tentação TT, do TR4 Digital e do Virtual Clube TT.

Todas as informações sobre o Troféu Extreme Trial 4x4 2017 podem ser encontradas no site oficial em www.extremetrial4x4.com

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL DO EXTREME TRIAL 4X4 VALPAÇOS 2017

CLASSE FUN

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

893

Marco Melo – M. Transportes

150

500

0

650

20

2

889

Luis Edgar – Cesta O A

147

475

0

622

18

CLASSE PROMOÇÃO

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

809

Paulo Amaro – Burpizza/ LM4

150

500

0

650

20

2

836

Bruno de Sá – BF Automóveis

147

475

0

622

18

3

803

Emanuel Luz – Repower Team 4x4 I

144

450

0

594

16

4

801

Pedro Cortez – Red Garage

141

425

0

566

14

CLASSE PROTO

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

890

António Calçada – NordHigiene

150

500

0

650

20

2

887

Daniel Jorge – Canelas Pneus

138

475

0

613

18

3

838

Emanuel Pires – Electro Auto Pires

147

450

0

597

16

4

857

Angelo Tiago – Helder Tiago Team

144

425

0

569

14

5

834

Helder Ferreira – Team H4

135

400

0

535

12

6

811

Luis Matos --Base Branca II

141

375

0

516

10

CLASSE SUPER PROTO

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

806

Pedro Cardoso – Transantonino & Matias & Veicomer

144

500

0

644

20

2

885

João Rocha – Team RJ69

150

475

0

625

18

3

891

Oscar Barroso – MatBarroso

147

450

0

597

16

CLASSE SUPER PROTO MAIS

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

872

Laurindo Mendonça --Brinertes

147

500

0

647

20

2

802

Adriano Santos --ASH Team

144

475

0

619

18

3

886

Claudio Amarilio – Bar Mariolar

138

450

0

588

16

4

892

Marco Polónio –Malpevent Team

135

425

0

560

14

5

888

Bruno Nunes – NPower78

150

400

0

550

12

6

810

Rui Vieira --F. Power/ Nosso Talho

132

375

0

507

10

7

808

Victor Matos –Base Branca 4x4

141

350

0

491

9

8

839

Bruno Cameirão – Cameirão 48

129

325

0

454

8

TROFÉU FEDIMA

Posição

Nome Equipa

Perícia

Resistência

Penalização

TOTAL

PONTOS

1

809

Paulo Amaro – Burpizza/ LM4

150

500

0

650

20

2

801

Pedro Cortez – Red Garage

141

425

0

566

18

 

 

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE - TCR

 

RAFAEL LOBATO INEXPLICAVELMENTE PENALIZADO

 

A participação de RAFAEL LOBATO na quinta e última jornada do Campeonato nacional de Velocidade Turismos/ TCR Ibérico 2017, que se está a realizar no Autódromo Internacional do Algarve, acabou prejudicada por uma decisão precipitada dos comissários desportivos.

 

Ao volante do Audi RS3 LMS TCR da Veloso Motorsport com as cores da Ascendi, Crédito Agrícola, Iki Mobile, Fibran XPS, Susazub, Renort, Murganheira, Tomeifel, Glassdrive, Clínica Beco com Saída, Anabela Alves Cabeleireiros, Fornima e Minfo, RAFAEL LOBATO disputou a segunda corrida do primeiro dia de competição, saindo do segundo lugar da grelha de partida.

 

O piloto de Vila real efetuou um excelente arranque e chegou à primeira curva em primeiro. Porém, os pneus frios e algum otimismo na abordagem daquela zona do circuito, levaram o Audi RS3 LMS TCR a descrever uma trajetória demasiado larga. RAFAEL LOBATO regressou á pista, perdendo duas posições para, poucas voltas cumpridas, ser penalizado por ter ganho vantagem na primeira curva.

 

Como isso é possível, se o piloto da Veloso Motorsport perdeu duas posições? O exame dos vídeos e a argumentação do piloto de nada serviram, tendo ficado a ideia que a decisão foi absolutamente precipitada. Infelizmente, obrigado a fazer um “drive through”, RAFAEL LOBATO caiu para o quinto lugar a poucas voltas do final, inviabilizando qualquer recuperação.

 

Amanhã, RAFAEL LOBATO regressa ao volante do Audi RS3 LMS TCR da Veloso Motorsport com as cores da Ascendi, Crédito Agrícola, Iki Mobile, Fibran XPS, Susazub, Renort, Murganheira, Tomeifel, Glassdrive, Clínica Beco com Saída, Anabela Alves Cabeleireiros, Fornima e Minfo, logo pela manhã, para realizar ás 08.10 horas a terceira corrida do Racing Weekend de Portimão.

 

Rafael Lobato “Não dá para perceber, mas as coisas são como são, poderia ter ficado, no mínimo, em segundo e terminei a corrida no quinto lugar com uma penalização injusta. O carro estava muito bom e poderia até ter lutado pela vitória. Infelizmente assim não aconteceu, amanhã vou tentar chegará vitória e fechar a temporada como a comecei.”

 a368 Copy

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

Grande Prémio dos Estados Unidos 2017 - Corrida

 

 

 

 

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

GRANDE PRÉMIO DOS ESTADOS UNIDOS -  CORRIDA
 
LEWIS HAMILTON EM MERCEDES VENCE COM ESTRATÉGIA DE UMA PARAGEM
 
SEBASTIAN VETTEL TERMINA EM SEGUNDO COM DUAS PARAGENS
 
O RED BULL DE MAX VERSTAPPEN REALIZA UMA EFICAZ ESTRATÉGIA  ALTERNATIVA DE DUAS PARAGENS,  TERMINANDO EM QUARTO DEPOIS DE INICIAR JUNTO AOS ULTIMOS LUGARES DA GRELHA
 
O COMPOSTO MAIS DURO NOMEADO – PNEU MACIO, FOI CRUCIAL PARA A CORRIDA E PERMITIU DIFERENTES E DIVERSAS ESTRATÉGIAS
 
  O piloto da Mercedes venceu o grande prémio dos Estados Unidos com uma estratégia de uma paragem, enquanto que o Ferrari de Sebastian Vettel utilizou uma estratégia de duas paragens, mantendo acesa a disputa do campeonato após terminar na segunda posição. Apesar de uma degradação um pouco maior face ao dia de ontem e com as temperaturas de pista perto dos 40º, a maioria dos pilotos terminaram a corrida com uma estratégia de uma paragem  com Ultramacio – Macio. No entanto, alguns pilotos optaram por estratégias alternativas, Vettel foi notável e o Red Bull de Max Verstappen, que iniciou da 16.ª posição da grelha com o composto Supermacio. O Holandês  também parou duas vezes, trocando para composto macio e em seguida para Supermacio para terminar no pódio na ultima volta, mais tarde perdeu este lugar devido a uma penalização. 
 
MARIO ISOLA – DIRETOR DESPORTIVO “Com a temperatura quente e as de pista elevadas ao longo da corrida, isto foi outro cenário de parâmetros para os pilotos, após um fim de semana de várias alterações e condições de pista. Não obstante, a estratégia de uma paragem entrou em jogo com o composto macio, apesar de não ter havido muita informação durante os treinos livres. A estratégia foi crucial para este grande prémio, com as equipas a reagir às alterações circunstanciais e de pista, bem como às táticas dos seus rivais, ajustanto as estratégias adequadamente. Assistimos ao exemplo de Max Verstappen e de Sebastian Vettel, que ambos foram extremamente rápidos nos turnos finais, após as ultimas paragens nas boxes. Para finalizar e em nome de todos nós, parabéns à Mercedes pelo titulo de construtores”.    
 
MELHOR TEMPO POR COMPOSTO
 
 
 
 
   Verstappen 1m 38.523s Vettel 1m 37.766s Bottas 1m 37.767s Hamilton 1m 38.776s Verstappen 1m 38.060s Magnussen 1m 37.893s Raikkonen 1m 38.809s Hartley 1m 39.979s Stroll 1m 39.666s
 
 
 
 
 
 
TURNO MAIS LONGO DA CORRIDA
 
 
 
A NOSSA PREVISÃO Enquanto que duas paragens poderia ser a estratégia mais rápida, também dissemos que a de uma paragem poderia ser interessante. Hamilton apenas parou uma vez na volta 19, (após a primeira paragem de Vettel), adotando a mesma escolha de pneu, e efetivamente destacou-se na liderança da corrida, iniciando da pole.
 
 

 

SEGUNDO A OPINIÃO DE JOÃO CARLOS COSTA

SEGUNDO A OPINIÃO DE JOÃO CARLOS COSTA

 

COMENTADOR EUROSPORT

 

 O piloto inglês Lewis Hamilton será campeão pela quarta vez na carreira com dois oitavos e um décimo lugares na três provas que faltam. Ou se quiserem, com um quinto lugar no México.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1

 

G.P.ESTADOS UNIDOS

 

 Mais um título e uma bela foto!

 

BAJA PORTALEGRE 2017

BAJA PORTALEGRE 2017

 

PETERHANSEL DE REGRESSO A PORTUGAL

 

 

Stéphane Peterhansel repete presença na Baja Portalegre 500, este fim-de-semana, no Alto Alentejo. Tal como no ano passado pilotará um Yamaha YXZ 1000R.

 

WTCC 2017 - MONTEIRO OUT DO JAPÃO

  1. Tiago Monteiro não poderá participar na próxima jornada do WTCC no Japão no fim-de-semana de 28 e 29 de Outubro. Apesar do estado de saúde do piloto português estar a mostrar melhorias significativas todos os dias, a equipa médica que acompanha Tiago voltou a sugerir que se mantivesse em Portugal por forma a recuperar da melhor forma as mazelas físicas resultantes do acidente de início de Setembro.Consciente que o seu estado de saúde ainda necessita de melhorias, é para Tiago Monteiro frustrante ter de voltar a aceitar esta decisão: "É normal ficar assim mas sei que não posso colocar em causa a minha estabilidade física. É necessário uma recuperação a 100% nestes casos que ainda não aconteceu. Apesar de todos os esforços e tratamentos, o meu corpo está a reagir muito bem mas ainda precisa de mais algum tempo para voltar ao seu estado normal ", começou por referir.Desta forma, o título que se antevia real para 2017 fica comprometido: "Apesar de ser uma realidade difícil de aceitar não há nada mais que possa fazer a não ser olhar para o futuro e preparar da melhor forma o meu regresso, que espero esteja para breve", rematou.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 2017

 

 Brendon Hartley continua na Toro Rosso no GP do México, agora ao lado de Pierre Gasly. Kvyat de fora e, diz-se pela Rússia, interessado num lugar no BR Dallara de LMP1 para 2018.

 

MERCEDES BENZ CHALLENGE

 

Mercedes-Benz Challenge: Bruno Alvarenga já pensa na etapa de Goiânia

Sétima e penúltima etapa da temporada 2017 será realizada no dia 19 de novembro

 A sexta etapa do calendário do Mercedes-Benz Challenge foi realizada neste domingo (22), no Autódromo de Tarumã, em Viamão, Rio Grande do Sul. O piloto Bruno Alvarenga não pode alinhar seu carro no grid de largada da disputa nesta manhã, pois durante o treino classificatório o carro deu uma escapada do traçado e com a batida sofreu avarias.

"Vínhamos de bons treinos, o carro estava com um excelente acerto para a tomada de tempos, mas infelizmente são imprevistos de corrida. A equipe Rsports Racing procurou arrumar o carro, mas não deu tempo de colocado no grid", disse Bruno.

"Agora, vamos nos concentrar para a penúltima etapa em Goiânia, um circuito que gosto bastante. Teremos um mês entre as corridas para fazer os ajustes necessários no C 250 “, concluiu o piloto.

A sétima e penúltima etapa da temporada 2017 do Mercedes-Benz Challenge será realizada no dia 19 de novembro, em Goiânia.

Bruno Alvarenga conta com o patrocínio da Dimep, Tetto Rooftop Lounge, Carnes Panamby e Galeria Cabeleireiros.

Classificação da C250 Cup, após seis etapas:

1) 65 Claudio Simão, Center Bus Sambaiba Racing, M, 94 pontos

2) 12 André Moraes Jr, PGL Racing, 77

3) 73 R. Teixeira/R. Cruvinel, Brandão Motorsport, 73

4) 111 Marcos Paioli, Paioli Racing, M, 71

5) 41 João Lemos, PGL Racing, M, 70

6) 26 Flavio Andrade, Hot Car Competições, M, 69

7) 84 Cello Nunes, RSports Racing, 51

8) 111 Peter Gottschalk, Paioli Racing, M, 41

9) 9 Alexandre Navarro, RSports Racing, 41

10) 13 Beto Rossi, Paioli Racing, M, 38

11) 68 Carlos Machado, Center Bus Sambaiba Racing, 38

12) 21 Peter Michel Gottschalk, Paioli Racing, 35

13) 225 Max Mohr, RSports Racing, M, 29

14) 67 Luiz Barcellos, Center Bus Sambaiba Racing, M, 20

15) 64 C.A.Guilherme/S.Kuba, Center Bus Sambaiba Racing, M, 20

16) 63 C.Lobo/F.Peterson, Center Bus Sambaiba Racing , M, 18

17) 40 Bruno Alvarenga, RSports Racing, 15

18) 40 Ydenis de Souza, RSports Racing, M, 15

19) 66 Fernando Pessoa, Center Bus Sambaiba Racing, 6

20) 69 Rudinei Sabino, Center Bus Sambaiba Racing, 4

21) 45 Giusepe Vecci, Friato/DCM,  1

 

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)

Bruno Alvarenga_Mercedes C 250 #40 (Foto: Claudio Kolodiziej/Photo Racing)
Alta  | Web

 

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE - TCR

 

Terminou no passado fim-de-semana mais uma época do Campeonato Nacional de Velocidade/TCR, com o Autódromo Internacional do Algarve a receber igualmente a derradeira jornada da Taça TCR Ibérica. Com tudo decidido na primeira destas duas competições, restava encontrar o vencedor da disciplina em termos ibéricos.

Depois revalidar o título nacional na jornada anterior disputada em Braga, Francisco Mora chegava ao Algarve com objectivos concretos de vencer também a taça ibérica, competição que liderava à entrada desta derradeira ronda.

Esta foi uma jornada composta por quatro corridas, duas no sábado e duas no Domingo. As duas sessões de qualificação para determinar as posições de partida para as primeiras corridas de Sábado e de Domingo, foram positivas para Francisco Mora, que ao volante de um SEAT Leon TCR, garantiu a segunda e terceira posições das respectivas grelhas de partida. A ordem de partida para a segunda corrida de cada dia teria por base a classificação final da primeira corrida.

Infelizmente as coisas não correram de feição ao jovem piloto nortenho, que ficou pelo caminho logo após a largada da corrida inaugural do programa, após o seu carro ter sido tocado por um adversário que provocou um embate violento com o muro do final das boxes, isto ainda antes da travagem para a primeira curva do circuito.

Os danos sofridos pelo SEAT foram extensos e impossíveis de reparar no local, o que provocou o final antecipado do fim-de-semana para Francisco Mora, impossibilitado desta forma de lutar pelo triunfo na Taça TCR Ibérica, competição que liderava à entrada desta decisiva jornada. 

“Depois de um ano quase perfeito, saio triste do Algarve porque não pude atingir o último objectivo do ano. Foi pena o acidente logo na primeira corrida que me deixou fora de prova para o resto do fim-de-semana. O carro ficou muito afectado e se a equipa tinha os meios e material para substituir as peças danificadas, inclusive trocar o motor, detectaram-se danos ao nível do chassi e isso determinou o baixar dos braços. Podíamos colocar o carro na grelha, mas nunca conseguiríamos ter um carro em condições de lutar pelos objectivos, face a uma concorrência que, - a exemplo do que se mostrou ao longo do ano -, está muito forte.” Começou por dizer Francisco Mora.

“No entanto este ano foi fantástico e não é este fim-de-semana que vai estragar tudo o que fizemos ao longo da época. Com sete vitórias fui o piloto que mais provas conseguiu ganhar e nas 10 corridas disputadas até esta jornada, tenho dez pódios e isso é espectacular. Tenho de agradecer a todos os que me apoiaram, aos meus pais e à VLB por acreditar em mim. Uma palavra ainda para a Veloso Motorsport, equipa de grande nível, que me colocou sempre à disposição um carro em fantásticas condições.” Disse a finalizar.a367 Copy

 

JOSÉ E AFONSO CIDRAIS EM PORTIMÃO

 

SUPER STOCK – PORTIMÃO

 

JOSÉ E AFONSO CIDRAIS EM PORTIMÃO

 

No próximo fim de semana será a estreia de José Cidrais ao volante do Volkswagen Scirocco, no autodromo de Portimão, ultima jornada do Campeonato de Super Stock, onde ira partilhar o volante com o seu filho Afonso Cidrais.

 

Para José Cidrais irá ser uma estreia ao volante do Scirocco, como nos confirmou “ é um facto nunca conduzi o carro, por aquilo que o meu filho me disse é uma máquina a sério, bem diferente do Fiat Punto que tenho conduzido, e espero poder adaptar-me ao mesmo rápidamente, para assim fazer um bom tempo na sessão de treinos, para depois poder largar das linhas da frente da grelha de partida.Ainda não vi a lista de inscritos,  só espero poder dar o meu máximo, e conseguir o melhor resultado possivel”.Quanto a Afonso Cidrais “ o carro evolui um pouco mais  desde a ultima prova em Braga, onde foi a nossa estreia, vou para lutar pela vitória, sei que iremos ter oposição, mas estou convicto que  poderei alcançar um bom resultado.Ainda não vi  a lista de inscritos, mas espero que tudo nos corra de feição, e que tanto eu como o meu pai, consigamos atingir os objectivos a que nos propomos “.

 

Por outro lado, em Portimão  será a primeira vez que José e Afonso Cidrais irão correr juntos, como nos explicou “ ao longo destes anos todos, tanto eu como o meu Pai, nunca corremos juntos no mesmo carro, corremos sim na mesma categoria, em carros e equipas diferentes, mas juntos é a primeira vez, e penso que vai ser uma experiencia gira.Vou ter de dar umas dicas ao meu Pai de forma a poder  adaptar-se o mais rápido possivel ao comportamento do Volkswagen Scirocco, “ disse-nos Afonso Cidrais.

 

 21272245 10156538360978332_271889730982740094_n_Copy222222222 Copy

 

MERCEDES BENZ CHALLENGE

 

Renato Braga correrá de carro rosa em campanha contra o câncer

Piloto da Cifarma aderiu ao "Outubro Rosa", que incentiva as mulheres a fazer exames de mama

O carro de Renato Braga recebeu um novo layout e a cor rosa para a sexta etapa do Mercedes-Benz Challenge que acontece neste final de semana no Autódromo de Tarumã, em Viamão, RS. Trata-se de um apoio ao chamado “Outubro Rosa”, mês escolhido para a campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Normalmente, Renato compete com o carro nas cores azul e verde, da patrocinadora Cifarma. A equipe de Renato Braga, a Rsports Racing, também apoia a causa e está engajada nesta campanha! Os integrantes do time usarão camisetas na cor rosa.

É o único evento do Mercedes-Benz Challange no mês de Outubro. “A campanha é de todos. A adesão à causa é muito importante, toda e qualquer iniciativa que promova o conhecimento sobre o assunto, será sempre bem-vinda para ajudar no combate a essa doença que mais atinge as mulheres no país”, finalizou Renato Braga.

O carro rosa de Renato Braga entra na pista para os treinos classificatórios neste sábado (21), a partir das 15 horas. A corrida será realizada neste domingo (22) às 10 horas e a transmissão será pelo canal BandSports.

Mulher, previna-se!

Programação para sexta etapa do Mercedes-Benz Challenge:

Sábado, 21 de outubro        
15h00 - 15h20 – Classificação CLA 45 AMG Cup
15h30 - 15h50 – Classificação C 250 Cup
16h10 - 17h10 - Volta Rápida na Pista

Domingo, 22 de outubro
10h00 - Largada Mercedes-Benz Challenge
11h00 - 12h00 – Visitação aos boxes e Volta Rápida na Pista

Próximas etapas do Mercedes-Benz Challenge 2017:

6ª Etapa: 22/10 - Tarumã (RS)

7ª Etapa: 19/11 - Goiânia (GO)

8ª Etapa: 10/12 - Interlagos/São Paulo (SP)

 

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)

Renato Braga #555 / CLA AMG Cup (Foto: André Santos/Time Sports)
Alta  | Web

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt