In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


GP AUSTRÁLIA DE F 1

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

GP AUSTRÁLIA

 

TUDO NA MESMA COM O MERCEDES DE HAMILTON NA POLE

 

Pelos vistos as "cenas" do ano passado vão continuar nos GP de Fórmula 1, pois mesmo com os novos regulamentos, será o Mercedes de Hamilton a largar da 1ª linha da grelha, tendo a seu lado o Ferrari de Vettel.Na segunda linha encontra-se o Mercedes de Bottas e o Ferrari de Raikonen, tendo logo atrás de si o Red Bull de Verstappen e o Haas de Grosjean-Depois na 4ª linha está o Williams de Massa, tendo a seu lado o Toro Rosso de Sainz, seguido pelo seu colega de equipa Kvyat e Ricciardo no Red Bull.F1 CopyF2 CopyF3 CopyF4 CopyF5 CopyF6 CopyF7 CopyF8 CopyF9 CopyF11 CopyF12 CopyF14 CopyF15 CopyF16 CopyF17 CopyF18 CopyF19 CopyF20 CopyF21 CopyF22 CopyF23 CopyF24 CopyF25 CopyF25 CopyF27 CopyF28 CopyF29 CopyF30 CopyF31 CopyF32 CopyF33 CopyF34 CopyF35 CopyF36 CopyF37 CopyF38 CopyF39 CopyF40 Copy

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

AUSTRÁLIA

 

Por João Carlos Costa

 

 

 

  1. Lewis Hamilton iguala as poles de Senna na Austrália (6, quatro consecutivas) ao mesmo tempo que conquista a 62ª da carreira. Os Ferrari, mais com Vettel do que com Raikkonen (que teve o carro sempre a fugir muito de frente), mostram que a forma dos testes não era mera "conversa". Bottas tem de evoluir umas décimas, os Red Bull mais outras (tal como o motor Renault), mas há uma certeza: temos Mundial e os carros são os mais rápidos da história da F1!
    Quem não gosta... mude de "menu". Começo a não ter paciência para ah o barulho; ah os apêndices aerodinâmicos; ah são pilotos playsation. Nunca ninguém andou tão rápido ao volante de um carro de competição. PONTO!

 

WTCC 2017 JÁ TEM PREÇOS PARA VILA REAL

WTCC 2017 JÁ TEM PREÇOS PARA VILA REAL

 

A passagem do WTCC pelo circuito citadino de Vila Real já tem preços para os lugares de bancada.Assim soubemos que os preços para as bancadas sem o ecrão de tv, tem um custo de 30 Euros, enquanto as bancadas com TV , o mesmo vai para os 40 Euros.

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA FOI APRESENTADO

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE

 

CAMPEONATO DE MONTANHA FOI ONTEM APRESENTADO NO PORTO

 

Foi ontem ao final da tarde que a APPAM e o promotor apresentaram a edição 2017 do Campeonato Nacional de Montanha, que contou com a presença de muitos pilotos, comunicação social, e organizadores.

 

Na mesa, estiveram presentes os autarcas das câmaras Municipais onde decorrem as provas de Montanha, para além do Presidente da FPAK, Manuel Mello Breiner.

 

O calendário de provas será o mesmo do ano passado, havendo apenas umas alterações da datas, assim como umas alterações pontuais em termos de regulamentos.

 

A primeira prova terá lugar na Rampa da Penha, logo no primeiro fim de semana de Abril próximo.

 

Texto e fotos de JoFOX 7552_CopyFOX 7553_CopyFOX 7554_CopyFOX 7555_CopyFOX 7556_Copyão Raposo www.velocidadeonline.com

 

GINETTA COM NOVIDADES

  1. GINETTA COM NOVIDADES

 

Former Williams engineer Andy Lewis has been confirmed as the Head of Aerodynamics for Ginetta’s LMP1 project, the British constructor announced on Thursday.
Lewis, who spent the last three years aero testing LMP1 cars on behalf of Williams Advanced Engineering, joins Ginetta’s design team that includes Adrian Reynard and Paolo Catone, headed up by technical director Ewan Baldry.

 

SOUSA COUTINHO DEVERÁ

CAMPEONATO NACIONAL DE CLÁSSICOS

 

SOUSA COUTINHO DEVERÁ IR PARA O HISTORIC ENDURANCED ,SE TIVER APOIOS

 

Domingos Sousa CoART1 Copyutinho se tiver os poios de que necessota deverá direcionar a participação do seu BMW 2.8 para o Historic Racing.Nesta fase, o piloto do Porto ainda não tem os apoios suficientes, além de que anda à procura dum colega, poara assim partilhar o volante do carro germânico.

 

Por outro lado soubemos que teve em projecto a participação no novo Troféu MIni, no entsanto o piloto com quem iria dividir o volante, acabou por não concretizar o negócio de aquisição do carro e o projecto acabou por morrer.

 

VICTOR RAMOS COM ÉPOCA REDUZIDA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE

 

VICTOR RAMOS COM ÉPOCA REDUZIDA

 

Depois de ter aparecido na época passada ao volante dum potente Ford Escort preparado e assistido na Vettra Motorsport, para a época que se aproxima o piloto de Braga,  Victor Ramos irá ter uma época reduzida, como nos explicou " nesta altura, talvez a unica rampa que irei participar será na Falperra.Quanto às  outras provavelmART Copyaente não farei mais nada, tudo isso motivado por afazeres profissionais ", disse-nos.

 

MARCOS DE ANTÓNIO NOGUEIRA DE REGRESSO?

MARCOS DE ANTÓNIO NOGUEIRA DE REGRESSO?17352711 10208774765663668_1805874989_n_Copy

 

Tudo indica que António Nogueira vai voltar a colocar o Marcus LM em pista.Há uns dias a esta parte um  nosso leitor, Bruno Lucas captou esta imagem junto da fronteira com Espanha, com o Marcus em cima do reboque.Questionamos António Nogueira que nos informou que o carro foi para Madrid, para as instalações do preparador Emidio, para ser sujeito a uma revisão geral, mas o piloto da Régua não nos quis adiantar, a que campeonato o carro irá competir.

 

MUDANÇAS NA EQUIPA DA SAUBER

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 2017

 

GRANDE PRÉMIO DA AUSTRÁLIA

 

MUDANÇAS NA EQUIPA DA SAUBERA1 CopyA2 Copy

 

 

 

  1. WEHRLEIN com dificuldades físicas para um GP deixa o lugar a Giovinazzi. Itália volta a ter piloto na F1, o que não acontecia desde Trulli em 2011.

 

STROOL SEM SORTE

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 -2017

 

GRANDE PREMIO DA AUSTRÁLIA

 

STROOL SEM SORTE

 

  1. Lance Strool bate no FP3 e tem de mudar a caixa do Williams. 5 lugares de penalização na grelha de partida.

 

HAA NO G.P.AUSTRALIA

 

Bourne Again

A Haas F1 Team Inicia A Sua Segunda Temporada Com O Grande Prémio da Austrália

 

KANNAPOLIS, Carolina do Norte (23 de Março de 2017) – O Grande Prémio da Austrália do ano passado assistiu à estreia da Haas F1 Team no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1. A primeira equipa americana em trinta anos foi impressionante, com Romain Grosjean a terminar no sexto posto na corrida de abertura da temporada. Foi a melhor estreia de uma equipa de Fórmula 1 desde 2002, quando Mika Salo, ao serviço da Toyota, terminou em sexto, também no Grande Prémio da Austrália.

 

Grosjean assegurou oito pontos naquele dia no Circuito de Albert Park, de 5,303 quilómetros e dezasseis curvas, somando mais vinte e um ao longo da temporada, o que colocou a Haas F1 Team no oitavo lugar do Campeonato de Construtores.

 

Agora a equipa americana regressa a Melbourne para o trigésimo terceiro Grande Prémio da Austrália, iniciando no próximo dia 26 de Março a sua segunda temporada, desta feita com um novo regulamento.

 

Depois de em 2016 construir o seu primeiro carro segundo um conjunto de regras da FIA, um novo regulamento em 2017 significou que um novo carro foi construído a partir de uma folha em branco. O Haas VF-17 exibe um pacote aerodinâmico concebido para criar um nível de apoio aerodinâmico mais elevado. Asa dianteira mais larga, derivas laterais maiores, asa traseira mais larga e mais baixa e um difusor que cresceu cinquenta milímetros em altura e em largura fazem parte das modificações, juntamente com pneus Pirelli mais largos, sessenta milímetros à frente e oitenta atrás, um incremento de vinte e cinco porcento, deixando os pneumáticos dianteiros com trezentos e cinco milímetros e os traseiros com quatrocentos e cinco.

 

Depois de em 2016 ter sido o “novo rapaz no bairro” em 2016, pelo menos, em 2017, o novo regulamento equilibra as novidades entre todas as equipas.

 

Para além de um novo carro, a Haas F1 Team tem também um novo piloto. Kevin Magnussen junta-se a Grosjean para formar uma dupla formidável que o dono da equipa, Gene Haas, crê permitir à sua organização avançar outra posição no Campeonato de Construtores.

 

“Será tão desafiante como o ano passado, mas penso que com o conhecimento que acumulámos, deveremos ter performances um pouco melhores este ano”, afirmou Haas. “Penso que no final do ano passado silenciámos os nossos críticos e, agora, a maior parte das pessoas veem-nos como um sério competidor”.

 

Magnussen e a Haas F1 Team têm já algo em comum – boas estreias em Melbourne.

 

Magnussen realizou o seu primeiro arranque para uma corrida de Fórmula 1 no Grande Prémio da Austrália de 2014. Foi uma excelente performance, uma vez que arrancou de quarto e terminou em segundo. Os dezoito pontos que marcou na sua estreia garantiu-lhe o segundo lugar entre os pilotos que mais pontos conquistaram na sua estreia. E a não ser que um piloto vença a sua primeira corrida, esse feito não será batido. (O terceiro é Felipe Nasr, que marcou dez pontos na sua estreia, graças ao quinto lugar que assegurou no Grande Prémio da Austrália de 2015.)

 

Com o seu segundo lugar, Magnussen juntou-se ao exclusivo grupo de pilotos que alcançaram o pódio na sua estreia na Fórmula 1. Jacques Villeneuve conseguiu-o em 1996 (segundo lugar) e Lewis Hamilton também em 2007 (terceiro). Ambos conquistaram esse feito no Grande Prémio da Austrália. Villeneuve conseguiu na sua carreira vencer um título de Fórmula 1, em 1997, e Hamilton é um tricampeão mundial (2008, 2014 e 2015).

 

Com pilotos que já subiram ao pódio, tanto Magnussen como Grosjean já garantiram segundos lugares, a Haas F1 Team está determinada para melhorar na sua segunda temporada.

Albert Park Circuit

 

Perímetros: 5,303 quilómetros  

Número de voltas: 58

Distância de corrida: 307,574 quilómetros

Transmissão televisivaSport TV1

Antevisão: 5h00

Corrida: 6h00

 

 

Sobre a Haas Automation, Inc

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com, , on Facebook at www.Facebook.com/HaasAutomationInc, on Twitter @Haas_Automation and on Instagram @Haas_Automation.

 

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ ou facebook.com/haasportugal

 

 

A Haas F1 Team testou no Circuit de Barcelona – Catalunya ao longo de oito dias durante um período de doze jornadas. Como foi que correu e de que forma preparou a equipa para a Austrália?

Correu muito bem. Completámos muitas voltas, o que é positivo. Penso que rodámos num bom ritmo. Alguns dias foram melhores que outros, como é normal em testes. No geral, estou muito satisfeito com a fiabilidade do carro e também com a performance. Apenas necessitamos de manter um ritmo consistente, o que nem sempre aconteceu nos testes.”

 

Obviamente, aprenderam muito em Barcelona, mas não houve muito tempo entre o regresso dos carros à fábrica e a sua saída para a Austrália. O que foi que fizeram para aproveitar ao máximo o tempo?

Trazemos os carros de volta para a base logística no Reino Unido, onde os preparamos da melhor forma possível. Voltamos a pintá-los, ficam como novos, e os engenheiros analisam os dados para tentarem encontrar as melhores afinações para a Austrália.”

 

De que forma o novo regulamento técnico melhorou os tempos e alteraram a dinâmica das afinações dos carros?

No que diz respeito à afinação do carro, lidamos com ela de acordo com o comportamento do carro. Não existe uma alteração específica relativamente ao que se fazia anteriormente. É um carro diferente e temos que analisar os dados, aprender com eles e ajustar a afinação de acordo com ela.”

                                                                                                                         

O pneus são este ano são vinte e cinco porcento mais largos, notou alguma alteração nas características dos vários tipos de pneus ou estão em linha com as do ano passado?

Não, parecem comportar-se de forma diferente, mas é difícil dizer só com os testes de Barcelona, dado que as temperaturas são mais baixas que nas corridas. Testámos alguns pneus, alguns compostos, que nunca veremos numa corrida em Barcelona. Portanto, temos ainda muito que descobrir sobre os pneus, mas penso que continuarão a ser determinantes para termos boas performances este ano, tal como no ano passado. Os detalhes descobriremos quando chegarmos às corridas. Poderemos comparar os pneus do ano passado com os deste ano.”

 

Com os tempos por volta a baixarem cerca de cinco segundos, onde é ganho este tempo? Na entrada das curvas? Na saída das curvas? Em ambas as situações?

Em ambas. Na entrada e na saída das curvas. Sendo os carros mais largos, com mais aderência mecânica, assim como aerodinâmica, as velocidades em curva são muito mais elevadas.”

 

Foi dito que algumas curvas de diversas pistas passarão a não ser consideradas como curvas pelos engenheiros, uma vez que os pilotos passarão a fazê-las a fundo. Isto está correcto?

Sim, está correcto que as passam a fazer a fundo, mas continua a ser uma curva, caso contrário poderiam ir ainda mais depressa. A Curva 3 em Barcelona foi feita a fundo na maior parte das vezes. Penso que é bom para a categoria que os tempos por volta desçam.”

 

O novo regulamento técnico alterou a forma como os engenheiros olham para determinadas zonas das pistas, particularmente no Circuito de Albert Park?

Temos que adaptar tudo o que conhecemos aos novos pneus e às novas especificações aerodinâmicas, mas abordamos os fins-de-semanas de corridas exactamente como fazíamos.”

 

De que forma o Kevin Magnussen se ambientou à equipa e ao Haas VF-17?

Adaptou-se muito bem. A equipa está muito satisfeita com ele e penso que posso dizer o mesmo da parte dele. Parece estar a entrosar-se muito bem com os engenheiros e com vontade de contribuir para que possamos ter uma boa temporada.”

 

Com a início da segunda temporada da Haas F1 Team a aproximar-se, de que forma a preparação deste ano foi diferente relativamente à do ano passado?

Este ano pudemos verificar que estamos mais bem preparados, o que é natural, dado que temos um ano de experiência. Sabemos mais, e isso só se adquire com experiência. Temos um ano de experiência. Todos os nossos parceiros, Ferrari e Dallara, estão mais bem preparados, dado que também eles têm um ano de experiência. No geral, tudo correu muito melhor.”

 

No ultimo ano, a Haas F1 Team estava a começar do zero e isso representa um desafio único. Para se preparem para este ano tiveram que competir ao longo de 2016 e, simultaneamente, desenvolver o carro de 2017. Isso é o que qualquer equipa faz, mas esta foi a primeira vez que a Haas F1 Team o fez e, por isso, muitos observadores afirmam que a segunda temporada será mais dura que a primeira. Qual a sua opinião? Isto é verdade?

Não diria que, normalmente, a segunda temporada é mais dura que a primeira, mas muitas pessoas previram que teríamos muitos problemas. Mas também previram ainda antes do primeiro ano que teríamos grandes problemas e não os tivemos. A preparação correu muito melhor para nós este ano do que no ano passado, portanto, espero que a performance do carro também seja melhor. Seja como for, os testes correram muito bem e espero, também, alguma sorte na primeira corrida, tal como tivemos no ano passado, e possamos levar alguns pontos para casa. Sabemos que o segundo ano é mais difícil, portanto, tentámos preparar-nos o melhor que sabíamos. Vamos esperar algumas corridas para percebermos o que alcançámos.”  

 

Velocidade é obviamente o nome do jogo nas corridas. Mas com os carros construídos de acordo com o novo regulamento, a fiabilidade também é importante, sobretudo, no início da temporada?

É muito importante, dado que como vimos nos testes, muitas equipas podem ter problemas. O nosso carro foi fiável, muito fiável, para o primeiro teste e, é melhor bater na madeira, se nos mantivermos assim na primeira corrida, existe a possibilidade de marcamos pontos, se os outros sentirem problemas.”

 

O que gostaria de conquistar na Austrália?

“Pontos!”

 

 

 

A Haas F1 Team testou no Circuit de Barcelona – Catalunya ao longo de oito dias durante um período de doze jornadas. Como foi que correu e de que forma te preparou para a Austrália?

“Correu bem. Foi possível verificar uma diferença relativamente ao ano passado, quando tivemos o nosso primeiro teste. A equipa está muito mais bem preparada, todos sabíamos o que fazer. Tivemos alguns pequenos problemas, como era esperado, mas no geral tudo foi resolvido rapidamente. Não penso que estejamos completamente preparados para a Austrália com apenas quatro dias a pilotar o carro. É assim para todos, portanto, temos que tirar o partido máximo.”

 

Como descreverias o VF-17?

“É um carro muito sensual. Tem muito potencial, que ainda não descobrimos totalmente. É uma base e, até agora, sabe bem pilotá-lo. Há algumas coisas que gostaríamos de melhorar para as primeiras corridas, mas penso que é um carro que nos permitirá algumas boas provas.”

 

Muito foi dito acerca da exigência física destes novos carros. Depois dos testes de Barcelona, como foi que te sentiste fisicamente?

“Não me senti muito mal. Mas vamos colocar as coisas da seguinte forma, se tivesse a mesma condição física que tinha no ano passado, estaria destruído. Demos o máximo nos treinos físicos. Talvez até tenhamos exagerado. Não é tão duro como esperávamos. Os carros serão desafiantes e algumas corridas serão épicas, sobretudo, onde estiver calor com pistas de alta velocidade, será muito duro para o físico. Gosto do desafio e gosto de pensar que podemos sempre estar mais bem preparados e melhor fisicamente. Senti-me bem, por que me treinei devidamente. Os carros são muito mais difíceis de pilotar que os do ano passado.”

 

Houve alguma área do teu corpo em que tenhas sentido os efeitos do incremento das forças G?

“Não. Penso que todo o corpo, na primeira semana de testes, se adaptou. O pescoço é mais doloroso, assim como as costas, estamos a habituar-nos à posição das nossas pernas. Na segunda semana tudo parece muito mais normal. Não houve grandes problemas durante os testes, mas como disse, exigimos bastante dos treinos físicos e voltará a ser assim antes da Austrália, antes da China e na fase inicial da temporada. Vamos criar músculo e garantir que tudo corre bem.”

 

O pneus são este ano são vinte e cinco porcento mais largos, notaste alguma alteração nas características dos vários tipos de pneus ou estão em linha com os do ano passado?

“Penso que a Pirelli realizou um bom trabalho em tornar os pneus mais perdulários e menos sensíveis ao sobreaquecimento. Vamos esperar que isso nos permita seguir outro carro de perto, escorregar um pouco sem sobreaquecer e perder aderência. Vamos ver se em pista tudo corre como pensamos. Se for assim, podemos levar o carro até ao limite e divertirmo-nos mais.”

 

Com os tempos por volta a baixarem cerca de cinco segundos, onde é ganho este tempo? Na entrada das curvas? Na saída das curvas? Em ambas as situações?

“Em ambas, e também a meio das curvas. As curvas de alta-velocidade são muito mais rápidas e para as curvas de baixa-velocidade travamos mais tarde e entramos com mais velocidade. Basicamente, em todo lado, excepto nas rectas, onde perdemos tempo.”

 

O Ferrari 062 pareceu ser rápido e fiável nos testes. De que forma o comparas relativamente ao motor do ano passado?

“Pareceu-me muito bom. A Ferrari deu um bom passo em frente. A entrega de potência é muito boa. Ainda não tivemos o máximo de potência de qualificação, que só temos nas corridas, mas tenho a sensação de que este motor nos irá empurrar muito bem nas rectas.”

 

Velocidade é obviamente o nome do jogo nas corridas. Mas com os carros construídos de acordo com o novo regulamento, a fiabilidade também é importante, sobretudo, no início da temporada?

“A fiabilidade no início da temporada é sempre complicada. Todos os carros estão sob maior stress, mais forças G, etc. Todos os designers trabalharam arduamente para entender quais são as exigências e é por isso que vamos testar no Inverno. Tentamos perceber quais são as áreas onde podemos melhorar. É evidente que no início da temporada, existe sempre a possibilidade da fiabilidade não ser perfeita, mas podemos ganhar vantagem com isso.”

 

A Haas F1 Team estreou-se no Grande Prémio da Austrália do ano passado e foi inesquecível, com o teu sexto lugar, a melhor estreia para um nova equipa desde que Mika Salo, com a Toyota, também terminou no sexto posto o Grande Prémio da Austrália. Podes descrever o momento e o que significou para ti e para a equipa?

“Significou muito. Foi um resultado de que não estávamos decididamente à espera depois de uma qualificação complicada. Tivemos uma corrida brilhante. Quando recebemos a bandeirada de xadrez, para nós, foi como se tivéssemos ganho a corrida. Fomos afortunados, mas foi perfeito.”

 

Esse resultado validou a tua passagem da Renault para a Haas F1 Team?

“Não precisava disso para validar a minha decisão. No dia em que assinei sabia que tinha feito a melhor escolha para a minha carreira. É claro que, bons resultados são sempre bem-vindos, mas eu já estava convencido de que tinha tomado uma boa decisão.”

 

É importante começar o ano com resultados dentro dos pontos, uma vez que te pode dar alguma segurança para o resto da temporada, quando as equipas maiores desenvolvem os seus respectivos carros?

“Penso que este ano será o oposto. Este ano, se pudesse escolher, penso que iniciávamos a temporada mais devagar e terminávamos em força. Os carros de 2018 serão muito semelhantes aos de 2017 e, por isso, se terminarmos em alta, significa que entendemos bem o regulamento e tudo está a correr bem. O carro seguinte estará nessa senda. Queremos manter o ritmo de desenvolvimento e dar o máximo ao longo do ano, melhorar o carro corrida a corrida.

 

O que gostaria de conquistar na Austrália?

“Não coloco objectivos. Vamos ver como corre. Vamos dar o nosso melhor e, se tudo correr bem, recordaremos a corrida deste ano da mesma forma que nos lembramos da de 2016.

 

Qual é a tua zona preferida do Circuito de Albert Park?

“Adoro a recta traseira com a sua curva de alta-velocidade – as curvas 10 e 11.”

 

Descreve uma volta ao Circuito de Albert Park.

“Vamos pela recta da meta a caminho da Curva 1, temos sempre o Sol nos olhos. É uma curva agradável, direita, em quarta velocidade, tomamos um pouco de corrector interior, assim como na saída. A Curva 3 é um pouco complicada. Temos que ser cuidadosos na saída e colocarmo-nos bem para a esquerda seguinte, a Curva 4. A Curva 5, se tivemos um bom carro, é feita a fundo. A Curva 7 é uma direita realizada em terceira velocidade. É uma boa curva, também, com um corrector complicado na saída. A Curva 9 exige uma grande travagem. Temos que estar totalmente aplicados, dado que temos a recta da traseira e estamos muito próximos do muro, na saída.

Depois temos as minhas curvas preferidas – 11, 12 e 13. São de alta-velocidade, provavelmente em sexta. É uma boa sensação. Vamos para a Curva 14, temos uma grande travagem, dado que vamos muito depressa, naquela zona. A Curva 15 só exige levantar o pé um pouco, é uma curva à direita, é fantástica. Depois temos que estar bem posicionados para a última travagem para a esquerda, que é muito apertada. Na última curva queremos realizá-la a fundo, mas é um pouco complicada, com um ressalto a meio.

Gosto do Albert Park. Altera-se bastante ao longo do fim-de-semana. Não é um circuito permanente, portanto, a aderência muda bastante. A partida é bastante tarde, mas é um dos meus Grandes Prémios preferidos. Não é uma pista fácil. É muito exigente no que diz respeito ao consumo de combustível. Para primeira corrida da temporada, será interessante.”

 

 

 

 

 

 

A Haas F1 Team testou no Circuit de Barcelona – Catalunya ao longo de oito dias durante um período de doze jornadas. Como foi que correu e de que forma te preparou para a Austrália?

“Penso que correu bem. Nos meus dias completei muitas voltas, muito quilómetros, e fizemos bons testes. Foi bom para aprender o carro, sobretudo, este ano, com os carros muito diferentes dos do ano passado. Foi muito útil. Agora quero voltar ao carro na Austrália e voltar à competição.”

 

Como descreverias o VF-17?

“Penso que é rápido. A primeira impressão quando o pilotamos é a quantidade de aderência que temos. O que se passa este ano é que todos ganharam muito aderência e estou seguro de que todos tiveram essa sensação quando pilotaram os seus respectivos carros. Esperamos ser competitivos. Esperamos que seja um carro que possamos trabalhar e melhorar ao longo do ano. As primeiras sensações são muito positivas.”

 

Muito foi dito acerca da exigência física destes novos carros. Depois dos testes de Barcelona, como foi que te sentiste fisicamente?

“Depois do primeiro dia foi um pouco duro. Podia sentir o meu pescoço. Depois do segundo dia, e durante o resto do teste, correu bem. É uma boa sensação perceber que o trabalho que realizámos deu resultado e que estou fisicamente preparado para as corridas. Vou continuar a trabalhar e estou ainda mais motivado para treinar, agora que sinto que faz diferença.  Isso é muito bom.”

 

Houve alguma área do teu corpo em que tenhas sentido os efeitos do incremento das forças G?

“O pescoço foi onde senti mais. Pude até sentir nas minhas pernas, quando tentava manter os meus joelhos afastados e quando as tentava manter direitas. Isto foi algo que nunca tinha sentido ao longo das curvas. Os meus glúteos estavam a ser trabalhados no carro, o que é completamente novo. É uma sensação boa. É isto que queremos. Queremos andar o mais rápido possível e levar o carro aos limites. Estes carros permitem isso.”

 

O pneus são este ano são vinte e cinco porcento mais largos, notaste alguma alteração nas características dos vários tipos de pneus ou estão em linha com as do ano passado?

“É ainda muito cedo. É difícil perceber, mesmo depois dos testes de Barcelona, dado que as temperaturas não são representativas de grande parte das corridas que faremos. Algumas serão mais frescas, mas penso que na Austrália poderemos estar numa situação muito semelhante à que vivemos em Barcelona. Nesse caso, os pneus vão comportar-se bem. Têm durabilidade e podemos levá-los ao limite. Podemos andar no limite ao longo de todo turno. Vamos ver como se comportam quando chegarmos às corridas mais quentes.”

 

Com os tempos por volta a baixarem cerca de cinco segundos, onde é ganho este tempo? Na entrada das curvas? Na saída das curvas? Em ambas as situações?

“Em ambas. É desde o momento em que travamos até ao momento em que aceleramos. É aí que estamos a ganhar tempo. Podemos dizer que estamos a ganhar mais de cinco segundos nas curvas, dado que depois, perdemos tempo nas rectas, relativamente ao ano passado. Temos que ganhar mais que esses cinco segundos nas curvas. É impressionante.”

 

Tu tens a honra de ser a única pessoa que experimentou motores de cada um dos actuais fornecedores – Mercedes e Honda com a Mclaren, Renault com a Renault Sport F1 e Ferrari com a Haas F1 Team. De que forma o Ferrari 062 se compara com os outros motores?

“Para ser honesto, nenhum dos motores parece ser muito diferente. São bastante similares. Soam um pouco diferente e são operados de forma ligeiramente diferente, mas é muito fácil trabalhar com o Ferrari. É fácil compreende-lo e a entrega de potência é muito boa. A potência, este ano, parece ser muito boa, portanto, estou muito satisfeito.”

 

Velocidade é obviamente o nome do jogo nas corridas. Mas com os carros construídos de acordo com o novo regulamento, a fiabilidade também é importante, sobretudo, no início da temporada?

“É importante em todas as corridas. A fiabilidade é primordial. Temos que terminar a corrida e então podemos ter uma boa performance. Estivemos fiáveis nos testes. Não tivemos grandes problemas com a unidade de potência durante os testes, e a Ferrari também não. Penso que isso é um bom sinal e a potência disponível parece ser boa. Não temos queixas.”

 

A Haas F1 Team protagonizou uma estreia notável no Grande Prémio do ano passado. Em 2014, tu também tiveste uma estreia na Fórmula 1 notável no Grande Prémio da Austrália, arrancando de quarto e terminando em segundo, atrás do Nico Rosberg. Como foi que conseguiste alcançar um resultado tão bom na tua primeira corrida de Fórmula 1?

“Penso que cheguei até lá com um sorriso. Não pensei muito sobre a corrida. Não tinha nada a perder. Dei o máximo. Pilotei o melhor que sabia, tive um pouco de sorte, também, e acabei no pódio. Foi uma grande experiência e uma memória para a vida. É sempre fantástico poder dizer que terminei em segundo a minha primeira corrida de Fórmula 1, muito embora fosse simpático ter vencido. Fica para outra oportunidade.”

 

É importante começar o ano com resultados dentro dos pontos?

“É sempre importante ter um bom início de ano, para termos uma boa entrada. Dá-nos um boost ter um bom início. O final é também muito importante, mas é sempre simpático iniciar o ano com uma boa corrida. Vamos dar o nosso melhor e ver o que podemos conseguir.”

 

O que gostarias de conquistar na Austrália?

“O meu objectiva para a temporada, e é o mesmo para a equipa, é tentar melhorar os resultados do ano passado, que foram muito bons. Terminar o ano no oitavo lugar do Campeonato de Construtores, com vinte e nove pontos, foi um grande resultado para o primeiro ano de uma equipa de Fórmula 1. Para melhorar este resultado, mesmo um pouco, será um bom objectivo.”

 

Qual é a tua zona preferida do Circuito de Albert Park?

“Penso que as curvas um e dois são porreiras. Também gosto das zonas mais rápidas, com as curvas oito e nove, e da grande chicane.”

 

Descreve uma volta ao Circuito de Albert Park.

“É uma pista com alguns ressaltos, especialmente na Curva 1, o que torna difícil travar tarde. Se não bloquearmos ali uma roda, demos o primeiro passo para uma boa volta. Depois temos a zona lenta, ao longo das curvas três, quatro e cinco. Travar aqui é sempre complicado. Temos muitas sombras das árvores, que estão à volta do parque. Encontrar o ponto de travagem é sempre complicado. Começamos a rodar mais depressa na parte de trás da pista. Temos a grande chicane, finalmente, e terminamos a volta com uma secção difícil, que inclui curvas lentas complicadas – catorze, quinze e dezasseis.

 

 

 

 

 

 

Albert Park Circuit

  • Número de voltas: 58 
  • Distância de corrida: 307,574 quilómetros
  • Velocidade na via das boxes: 60 Km/h
  • O Circuito de Albert Park, de 5,303 quilómetros e dezasseis curvas, alberga a Fórmula 1 desde 1996, tendo sido o Grande Prémio do ano passado a vigésima primeira edição. No entanto, este é o trigésimo terceiro Grande Prémio da Austrália, tendo a corrida inaugural sido realizada no circuito citadino de Adelaide, em 1985, que foi vencida por Keke Rosberg, pai do Campeão em título, Nico Rosberg.
  • Michael Schumacher detém o recorde da volta de corrida no Circuito de Albert Park (1m24,125s), alcançado em 2004 ao serviço da Scuderia Ferrari.
  • Sebastian Vettel detém o recorde da volta de qualificação o Circuito de Albert Park (1m23,529s), alcançado em 2011 ao servido da Red Bull.
  • O Circuito de Albert Park é formado por rua públicas em redor do Lago de Albert Park, uma massa de água criada artificialmente a sul do centro de negócios de Melbourne. As ruas foram reconstruídas antes da estreia da Fórmula 1 na pista, em 1996, mas como o asfalto só é usado em competição uma vez por ano, a aderência é difícil de encontrar, sobretudo no início das sessões de treinos-livres. É um circuito citadino que, segundo alguns, se comporta mais como um circuito permanente.
  • Sabia que Albert Park albergou corridas nos anos cinquenta numa configuração de 5,03 quilómetros do actual circuito? Durante este período, no entanto, o sentido de corrida era oposto ao dos ponteiros do relógio, ao passo que actualmente os carros rodam no sentido dos ponteiros dos relógios.
  • Durante o Grande Prémio da Austrália, a temperatura mínima será de cerca de 13ºC e a máxima de cerca de 23ºC. A humidade relativa estará entre os 40% a 91%. A velocidade do vento variará entre os 3 Km/h e os 27 Km/h, raramente excedendo os 43 Km/h. 

 

  • 12 de Janeiro: O VF-17 passa os crash-tests exigidos pela FIA e o transporte marítimo rumo à Austrália deixa o porto.
  • 20 a 23 de Janeiro: Magnussen realiza trabalho de simulador.
  • 9 a 10 de Fevereiro: Grosjean realiza trabalho de simulador.
  • 8 de Fevereiro: Grosjean faz a bacquet.
  • 9 de Fevereiro: Magnussen faz a bacquet.
  • 20 de Fevereiro: Magnussen realiza trabalho de simulador.
  • 21 de Fevereiro: Às 16h45 CET, o motor do carro – o Ferrari 062 – é colocado em funcionamento pela primeira vez com sucesso.
  • 22 de Fevereiro: Haas F1 Team chega ao Circuit de Barcelona – Catalunya para os testes de pré-temporada.
  • 25 de Fevereiro: O VF-17 roda pela primeira em Barcelona com Grosjean aos comandos. A volta de instalação ao circuito de 4,655 quilómetros e dezasseis curvas foi realizada durante um dia de filmagens da equipa.
  • 26 de Fevereiro: O VF-17 é apresentado publicamente através de um lançamento digital nas redes sociais e no website da equipa.
  • 27 de Fevereiro: Primeiro dia dos testes de pré-temporada em Barcelona. Magnussen completa cinquenta e uma voltas, realizando na melhor o tempo de 1m22,894s.
  • 1 de Março: Grosjean assume os comandos do VF-17 pela primeira vez nos testes de Barcelona. Completa cinquenta e seis voltas, alcançando na melhor a marca de 1m22,118s.
  • 6 de Março: O transporte marítimo chega ao Circuito Albert Park.
  • 10 de Março: Os testes de pré-temporada em Barcelona terminam. A Haas F1 Team registou setecentas e quinze voltas (3328,325 quilómetros) durante oito dias ao longo de doze (de 27 de Fevereiro a 2 de Março e de 7 a 10 de Março). Isto foi mais duzentas e quarenta e um voltas (1121,855 quilómetros) que o registado pela Haas F1 Team em 2016.
  • 16 de Março: O transporte aéreo é enviado para a Austrália.
  • 18 de Março: Os carros e o equipamento chegam ao Circuito de Albert Park. 

 

  • A Pirelli leva para Austrália três compostos de pneus: 

 

  • P Zero Amarelo/Macio – Menos aderência, menos degaste (usados para séries longas de voltas)
    • Este é um dos pneus mais usados da gama da Pirelli, uma vez que tem um bom equilíbrio entre a performance e a durabilidade, com um acento tónico na performance. É construído com a velocidade em mente, por oposição a longas distâncias, mas mantem-se capaz de fornecer às equipas uma vantagem competitiva no início das corridas, quando os carros carregam o tanque cheio de combustível, e no final das provas quando o depósito tem menos gasolina e a corrida se torna num sprint. É um composto de grande amplitude de funcionamento.
  • P Zero Vermelho/Super-Macio – Mais aderência, desgaste médio (usado para séries curtos de voltas e para o primeiro segmento inicial da qualificação)
    • Este é o segundo pneu mais macio da gama da Pirelli e é ideal para circuitos apertados e sinuosos, especialmente com temperaturas baixas, quando a aderência máxima é necessária. Os super-macios aquecem rapidamente, o que os tornaram na escolha preferida para a qualificação. Mas com o aumento da aderência, incrementa-se a degradação. É um composto de baixa amplitude de funcionamento.
  • P Zero Roxo/Ultra-Macio – proporcionam o mais alto nível de aderência e o mais alto nível de desgaste (usados na qualificação e sem situações de corrida selecionadas)
    •  Este é o mais novo pneu da gama da Pirelli, tendo sido estreado no Grande Prémio do Mónaco do ano passado e sido utilizado pela última vez no Grande Prémio de Abu Dhabi, em Novembro último. É o pneu mais macio da gama da Pirelli, com um rápido aquecimento e uma performance massiva. O seu uso é privilegiado em circuitos apertados e sinuosos que colocam o foco na aderência mecânica. No entanto, por ser tão macio, tem uma vida limitada. É um composto de amplitude de funcionamento reduzida.

 

  • Dois dos três compostos disponíveis têm que ser usados durante a corrida. As equipas podem decidir quando querem utilizar cada uma dos compostos, o que proporciona um elemento de estratégia para a corrida. (Se a corrida for disputada com a pista molhada, os Cinturato Azul, pneu de chuva, e o Cinturato Verde, intermédios, estarão disponíveis).
  • A Pirelli fornece a cada piloto 13 jogos de pneus para seco durante o fim-de-semana. Para os cinco primeiros Grandes Prémios da temporada de 2017 a Pirelli disponibilizou – 2 jogos dos pneus mais duros, quatro do composto médio e sete do mais macio. A partir do Grande Prémio do Mónaco as equipas poderão escolher as especificações de dez dos treze jogos de pneus de cada um dos seus pilotos entre os três compostos selecionados pela Pirelli.

 

 

CAMPEONATO NACIONAL DE RALICROSS

 

O Campeonato Nacional de Ralicross e Kartcross está à porta!

É já para um e dois de Abril que o “Nacional” (CNRX) tem o arranque marcado e vai ter Lousada como palco.

É da tradição que a abertura oficial da época aconteça no circuito da Costilha, pela mão do Clube Automóvel e Lousada, e em 2017 essa mesma tradição ainda é o que era. Com inscrições ainda abertas, é de prever uma lista de inscritos de luxo, como convém em cada nova época, com novidades previstas em todas as categorias

Época nova, pilotos novos e carros novos. Vai ser assim em Lousada, com uma lista de inscritos com sete dezenas de pilotos, sendo cerca de um terço, participantes do Campeonato Nacional de Kartcross, em que Pedro Rosário defende mais um título.

Os Super Buggy este ano passam a Campeonato Nacional, depois de uma proposta dos pilotos. Ludgero Santos, vencedor do Troféu em 2016, lutará este ano pelo título de Campeão.

Entre as novidades saliente-se a passagem do bi-campeão nacional da Super Iniciação, Santinho Mendes, para a Super Nacional, onde estreia um Opel Astra.

Na Super Iniciação Rodrigo Correia, que trás no C.V. algumas épocas de karting, alinha com antigo Peugeot 205 de Santinho. Nuno Ralha será um dos novos valores captados pela categoria mais jovem do automobilismo nacional Andréia Sousa regressa à actividade na Iniciação e juntam-se-lhe, Francisco Silva, Pedro Domingues e Rafael Rocha.

Nas restantes categorias realce-se a grande adesão na Super Nacional, que reúne duas dezenas de pilotos e Celmo Guicho, o Campeão de 2016, já confirmou a presença. Pedro Matos e Ana Matos regressam aos Super Car e a Super 1600 apresenta, mais uma vez, um plantel de luxo, com quase todos os favoritos do ano passado a dizerem sim à época que está prestes a arrancar.

Recorde-se que em 2016, a Super 1600 teve um campeonato disputado até ao defeso, com as contas a terem que ser feitas e refeitas, tendo Bruno Gonçalves conquistado o título.

Regulamentos

O regulamento técnico mantém-se inalterado face à época transacta, o que é do agrado geral, pois assim é possível prever com maior fiabilidade o orçamento para época e preparar a participação com maiores certezas.

No regulamento desportivo já vimos que os Super Buggys passaram a Campeonato, mas as alterações não se ficam por aqui.

As corridas de qualificação voltam a ser três e não quatro, como em 2016, e as cronometragens vão passar a ser feitas com “transponder”, a exemplo do que já acontece com a maioria das disciplinas de desporto motorizado.

Outras novidades

Entre as novidades de 2017 registe-se a adesão dos combustíveis Panta ao CNRX. Preços especiais e prémios para os participantes, fazem parte dos planos da Panta para as provas do Campeonato Nacional de Ralicross e Kartcross.

A Panta Max, cujo PVP é de 3.50 Euros por litro passa a ter um preço especial de 3.29 Euros por litro e a Panta NS que tem um PVP 3.20 Euros por litro tem o preço especial 2.99 Euros. A estes valores há que ser acrescido o IVA. Depois, há ainda a Premiação Panta, que consta de prémios para os três melhores melhores classificados de cada categoria, que tenham aderido à acção, no final da época. Destes, o vencedor recebe 60 litros grátis de Panta. 

Para usufruírem destes descontos e da Premiação no final, os participantes terão que colocar dois logos Panta (10cmx5cm) no carro, em todas as provas.

Em Lousada, como habitualmente, as senhoras não pagam e como habitualmente espera-se muito público nesta abertura do CNRX, tanto mais que se não houverem alterações nas previsões meteorológicas, o sol vai brilhar no próximo fim-de-semana de 1 e 2 de Abril.

tt acidente Super Buggy - Ludgero Marques nº 1 - Arquivo   lousada super1600 Joaquim Machado - S1600 - Arquivo 

 

ALGARVE PRO

Algarve Pro - SO24! announce 24 Hours of Le Mans driver line-up

Having secured title success in the Asian Le Mans Series earlier this year, Algarve Pro Racing secured a guaranteed entry into this year’s running of the 24 Hours of Le Mans, enabling the Portuguese based team to prepare and plan ahead for June’s big challenge.
 
Today (24 March, 2017) Algarve Pro - SO24 is pleased to announce its driver line-up of Mark Patterson, Matt McMurry and Vincent Capillaire as well as a new partnership with SO24!

“After the success of winning Asian Le Mans Series championship, we’re looking forward to our second Le Mans,” said Team Principal Stewart Cox. “We’re really happy to be partnering with SO24! and we’re confident in our preparations and driver line up.”
 
Patterson is no stranger to the team having competed in the Asian Le Mans Series this year, securing two podium positions.  The American racer previously competed in the European Le Mans Series and World Endurance Championship.
 
“After the recent success with Algarve, I couldn't be happier signing up with Vincent and Matt for Le Mans, my fifth time competing at this fantastic event,” stated Patterson. “The LMP2 field is chock-a-block with talent and we look forward to a thrilling race where, as usual, anything can happen.”
 
McMurry is just 19-years of age and by his own admission is looking forward to returning to the French circuit now that he has more experience under his belt. "I'm incredibly excited to be going back to Le Mans again and cannot thank Stewart (Cox) and (Team Manager) Sam (Cox) enough for giving me this opportunity,” McMurry said. “There is no race on earth that compares.
 
“Le Mans was great in 2014 but it will be even better now because of the experience I have gained. I was a wet-behind-the-ears 16-year old back then and it will be a much more comfortable experience this time around. I'm glad to be going there with a team I’m familiar with and Mark and Vincent in the driver line-up."
 
Capillaire competed in the European Le Mans Series last year with SO24! by Lombard Racing and this year brings his branding to the Algarve Pro Racing team for the Le Mans event.
 
“I'm really pleased to join Algarve Pro Racing and push the SO24! colours at Le Mans this year,” Capillaire said. “A good partnership is born as Algarve Pro Racing grows every year and they are fully-prepared with a great driver line-up. I have a lot of respect for Mark, he's very experienced. Matt is fast and both are really nice guys. I'm determined to get involved in this programme to deliver the best possible result.”
 
Dominique Payen is the man behind S024 – Sarthe Objectif 24 - which competed in European Le Mans over the last five years, always with a focus on the 24 Hours of Le Mans itself.
 
“Along with my business partner Pascale Leclaire, we’re really happy with the new partnership with Algarve Pro Racing,” said Payen “It’s a blank canvas and we’re aiming to paint at a very good picture at Le Mans.”

alt
Next: Monza ELMS test 28-29 March, 2017

 

STOCK CAR - BRASIL

 

Stock Car: Lucas Foresti apresenta pintura radical e novos patrocinadores em São Paulo

Novo carro, que segue sob os cuidados da Full Time, teve a participação direta das tintas Wanda na parte da pintura, com produtos especiais e revelando um preto fosco na traseira, o que dará mais destaque na pista aos logotipos da CVC, Razer, Prettynew, Caruana e da própria Wanda.

Esquentando as turbinas para a temporada 2017 da Stock Car que se inicia na próxima semana, o piloto Lucas Foresti exibiu as novas cores e patrocinadores de seu Chevrolet Cruze #12 na manhã da última quinta-feira no Hotel Prodigy Berrini, localizado na Zona Sul de São Paulo.

A estrela principal foi o carro, pelo segundo ano consecutivo sob os cuidados da equipe CVC Full Time Academy, de Maurício Ferreira, tendo Bia Figueiredo como parceira de box. No layout, a novidade foi a subtração do cinza e a entrada de um radical preto fosco. O amarelo segue como cor predominante.

A mudança do desenho caiu bem com a chegada de três novos patrocinadores: as tintas Wanda, a empresa de acessórios para gamers Razer e os cartões de crédito Valeshop se unem à CVC, patrocinadora principal que dá nome ao time, e aos apoiadores de longa data Caruana e Prettynew. "Fico muito feliz em dar continuidade nessa parceria com a CVC que vem sendo muito frutificante para ambos os lados. A entrada da Razer e das tintas Wanda apenas reforçam o bom trabalho que estamos fazendo dentro e fora das pistas", comenta Lucas.

"Além disso, nenhum patrocinador se restringe ao logotipo no carro: fazemos ativações o tempo todo durante a temporada. Em nossa primeira ação com as novas parceiras, a Razer terá seus fones instalados nos boxes para os convidados ouvirem o rádio do time; já a Wanda participou e colaborou intensamente na pintura do carro, utilizando produtos de primeira qualidade, o que resultou neste carro lindo que estamos recebendo. E estamos só começando", destaca o piloto de Brasília, que tem no currículo uma vitória em 2015.

"Falando em termos de pista, tivemos um ano de adaptação com a Full Time e agora estamos completamente entrosados e a equipe mais forte com a chegada de integrantes de peso, como o Eduardo Bassani. Tenho um novo engenheiro, o Gustavo Câmara, que é argentino e vem sendo um dos destaques recentes na sua área, além de uma nova colega de box na Bia, algo que fez falta no ano passado. Estou muito confiante de que vamos colher bons frutos nesta temporada", completa Foresti.

Continuidade é a chave do sucesso

Pela Full Time, Maurício comentou a sequência do trabalho com Lucas. "Poder ter continuidade em um trabalho como o que começamos com o Lucas na temporada passada é necessário, pois nem sempre os resultados mostram o trabalho que estás sendo feito. Tanto o Lucas como a equipe vê potencial nessa parceria. Para esta temporada estamos trabalhando para que todo esse trabalho fora das pistas tenha uma consequência vitoriosa. A chegada da Bia no time também valoriza a crescente deste time que tem dois pilotos novos, mas com muitos quilômetros de experiência. Tem tudo para ter sucesso a Full Time Academy com o Lucas Foresti."

Em nome da CVC, o diretor de marketing Marcelo Oste fala sobre mais um ano apoiando o piloto. "Nós da CVC estamos muito felizes em seguir com o Lucas por mais uma temporada, pois ele é um piloto carismático, extremamente veloz e a pessoa que mais veste a camisa da CVC, sempre conectado com a marca e realizando ativações incríveis durante todo o ano."

Com Lucas desde sua entrada na categoria, em 2014, a Prettynew, que faz e-commerce de artigos de luxo seminovos, faz questão de seguir apoiando o brasiliense. "Estamos muito felizes em continuar nossa parceria com o Lucas em mais uma temporada! Acreditamos muito no potencial dele e gostamos muito dele como parceiro, sempre ativo dentro e fora das pistas. Todo esse trabalho que ele mostra diariamente nos faz acreditar que esta temporada será, sem dúvida, um sucesso!", diz Gabriela Constantino, proprietária da marca.

Inovação saltará aos olhos e soará bem aos ouvidos durante o ano

Sergio Munhoz, gerente de negócios Vehicle Refinishes para América do Sul da AkzoNobel, explica detalhes da parceria que começou com três cores exclusivamente desenvolvidas pela AkzoNobel com a marca Tintas Wanda exclusivamente para o carro: o Amarelo Taz Foresti, com um efeito especial que faz o carro literalmente brilhar, e faixas decorativas em Preto LF e Azul LF12, em tinta fosca "aveludada".

"Estamos muito animados com a parceria e a oportunidade de nos aproximar do público da Stock Car. Ao longo da temporada, novas ações envolvendo cores serão realizadas para os apaixonados pela velocidade conhecerem toda tecnologia, cor e inovação da marca Wanda", afirma Munhoz. Como parte do projeto #acorénossa!, durante todo o campeonato, a CVC Full Time Academy receberá o apoio da equipe técnica AkzoNobel e também o fornecimento da linha completa tintas Wanda para reparação do carro em cada etapa.

Vitor Martins, da Razer, reiterou parceria anunciada em janeiro. "Automobilismo é um esporte que busca incessantemente o alto desempenho, e a Razer é uma marca que também tem isso em seu DNA. Acredito que o patrocínio é uma excelente vitrine para a marca e ainda uma forma de apoiar um novo talento brasileiro".

Novidades sempre são muito bem-vindas

Em um acordo fechado nos últimos dias, os cartões de crédito Valeshop fecham a lista de parceiros de Lucas durante a temporada. Assim como as tintas Wanda e a Razer, a empresa brasiliense fará sua "estreia" com sua marca no Chevrolet Cruze #12. "A Valeshop seguindo o mesmo espírito inovador que foi empreendido desde a sua criação, apoia o automobilismo brasileiro na principal categoria nacional, acreditando no talento do Lucas Foresti como piloto revelação, da escola de automobilismo de Brasília que tive a oportunidade de acompanhar. Para nossa empresa é muito importante contribuir para a história do nosso automobilismo de nosso país, que já nos deu tantos campeões mundiais e muitos outros nomes consagrados nas pistas do mundo.Acreditando que o esporte pode mudar a trajetória das pessoas, servindo como exemplo de luta, dedicação, empenho e principalmente, como uma referência a nossa juventude, é com enorme honra que engajamos nesse projeto", comenta Marconi de Souza, Diretor Presidente da Valeshop.

Já na etapa de abertura, o Grupo Jorlan, que atua há 66 anos no ramo automobilístico em Goiás, estampará sua marca na grade frontal e na traseira do #LF12. A temporada 2017 da Stock Car têm início no próximo fim de semana em Goiânia e consistirá de 10 rodadas duplas, além de uma Corrida do Milhão e uma prova valendo o dobro de pontos fechando o calendário em Interlagos.

Calendário da Stock Car deste ano até o momento:

1a Etapa: 02/04 - Goiânia
2a Etapa: 23/04 - Velopark
3a Etapa: 21/05 - Santa Cruz do Sul
4a Etapa: 11/06 - Cascavel
5a Etapa: 09/07 - Londrina
6a Etapa: 23/07 - Curvelo
7a Etapa: 06/08 - Velo Citta
8a Etapa: 10/09 - Corrida do Milhão
9a Etapa: 01/10 - Buenos Aires (Argentina)
10a Etapa: 22/10 - Curitiba
11a Etapa: 26/11 - Tarumã
12a Etapa: 10/12 - Interlagos


- Veja mais notícias de Lucas Foresti: www.lucasforesti.com.br
- Curta a fanpage de Lucas Foresti no Facebook: www.facebook.com/pilotolucasforesti
- Siga Lucas Foresti no Twitter @pilotolucasforesti
- Acompanhe Lucas Foresti no Instagram: @pilotolucasforesti
- Veja vídeos exclusivos no canal do Lucas Foresti no YouTube
- Baixe o app de Lucas Foresti para IPhone ou Android

Lucas Foresti tem o apoio de CVC Viagens, Tintas Wanda, Razer, Caruana e Prettynew. E teremos novidades pela frente!

 

A1 EM REMODELAÇÃO

 

Alargamento de vias e beneficiação do pavimento na A1

 

De 24 para 25 de Março.

 

A Brisa Concessão Rodoviária (BCR) informa que no âmbito da construção do alargamento e beneficiação do Sublanço Carvalhos/Santo Ovídeo, da A1 – Auto-Estrada do Norte, irão existir algumas implicações na circulação, as quais serão as seguintes:

 

De 24 para 25 de Março

Durante a noite, entre as 21h do dia anterior e as 1h do dia seguinte, corte da A1 entre o Nó dos Carvalhos e o Nó de Jaca, no sentido Lisboa/Porto. Desvio de trânsito da A1 pela A29 e A20 retomando depois a A1 no Nó de Jaca.

 

A Brisa agradece antecipadamente a compreensão e colaboração dos automobilistas e espera contribuir para reduzir eventuais inconvenientes decorrentes desta operação, estando certa de que os possíveis incómodos serão largamente compensados pelo nível de qualidade, segurança e conforto que resultam de uma auto-estrada melhor adaptada às necessidades de quem a utiliza.

 

Para informação actualizada poderá ainda consultar o site www.viaverde.pt.

 

RICARDO GOMES NO TCR NACIONAL COM A VETTRA MOTORSPORT

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE

 

RICARDO GOMES NO TCR NACIONAL COM A VETTRA MOTORSPORT

 

Está confirmado, Ricardo Gomes abandona oficialmente o Campeonato Nacional de Montanha em detrimento do TCR - Campeonato Nacional de Velocidade, onde vai marcar presença ao volante deum Seat Leon paw1 Copyreparado soba égide da Vettra Motorsport.

 

A apresentação da equipa está marcada para o proximo dia  7 de Abril pelas 18 na SDA em Braga.

 

AUDI TCR DA VELOSO MOTORSPORT

CAMPEONATO NACIONAL DE VELOCIDADE

 

AUDI TCR DA VELOSO MOTORSPORT PODERÁ SER CONDUZIDO POR RAFAEL LOBATO E PATRICK CUNHAAT2 Copy

 

Nos bastidores da nossa velocidade, fala-se que o novo Audi A 3 TCR da Veloso Motorsport, já tem os pilotos tribuidos para esta época, e serão o piloto de Vila Real Rafael Lobato e Patrick Cunha, que farão a estreia da nova máquina germância.Tentamos contactar os pilotos, mas sem sucesso, agora resta esperar para ver se isto será ou não realidade, e confirmado por parte  dos piltoos e da equipa da Veloso Motorsport.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1

 

  1. Ser spotter num Spotter Guide. Porque o gozo está nos pequenos detalhes...

 

SEGUNDO A OPINIÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

SEGUNDO A OPINIÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

  1. O novo responsável comercial da F1, Sean Bratches, não tem dúvidas que o mundo digital vai mudar o panorama de como vamos lidar com aquilo que é a actual TV. A F1 está atrasada nesse capítulo, mas tem meios para recuperar, mesmo se os canais de televisão linear, sobretudo os premium, tentem fazer contra-corrente, face aos valores pagos pelos direitos já negociados. No entanto, como diz Bratches, há espaço de manobra, não só entre cada prova, como durante as mesmas.

 

WTCC 2017 - VILA REAL COM JOKER LAP

WTCC 2017

 

VILA REAL COM JOKER LAP

 

A noticia é recente, estando a circular nos bastidores, mas tudo indica que a prova de WTCC em Vila Real, vai ter uma joker lap, que será a passagem na rotundo do M.Coutinho pelo lado esquerdo, e todos os participantes tem de fazer a passagem por esta zona pelo menos uma vez.Vamos lá ver se isto incrementa o espectáculo em pista....123 Copy124 Copy125 Copy

 

ISTO É ARTE....

ISTO É ARTE.....ARTE1 CopyARTE2 Copy

 

RENAULT E RUNNING JUNTOS

 

Renault e Running: juntos na mesma paixão E COM OBIKWELU A APADRINHAR!

Um clube de pessoas apaixonadas pelo Running! Mais do que uma ideia é já uma realidade! Chama-se RENAULT RUN CLUB e junta atletas amadores numa das atividades desportivas que mais tem crescido nos últimos tempos: o Running!

E porque mesmo para atletas amadores, que procuram no Running sobretudo uma forma de praticar a atividade física mas, também, o lazer, a preparação deve ser levada a sério, a Renault escolheu para patrono do RENAULT RUN CLUB, o medalhado Olímpico e ainda recordista Europeu dos 100 metros, Francis Obikwelu.

Preparado para andar de “Renault ao peito”?AT1 CopyAT2 Copy

 

CAMPEONATO REGIONAL CENTRO JORGE AMORIM

 

Campeonato Regional Centro Jorge Amorim
 
Com o intuito de perpetuar a saudosa memória do nosso amigo Jorge Amorim, a FPAK decidiu dar o nome de Campeonato Regional Centro Jorge Amorim ao actual Campeonato Regional Centro prestando assim a devida homenagem a alguém que deu muito da sua vida a este desporto.
Esta iniciativa surge também a pedido dos pilotos que habitualmente disputam o campeonato e que sempre valorizaram o trabalho desenvolvido pelo Jorge enquanto piloto, mas também como membro da Direcção do Clube Automóvel do Centro.
Esperamos assim prestar a justa e devida homenagem a este grande Senhor dos automóveis.

 

TT NO BRASIL

 

Arena Eventos e Can-Am renovam parceria nos campeonatos Baja e Cross Country em 2017

Primeiro evento realizado pela empresa na temporada será o Rally da Ilha e as inscrições estão abertas no site www.rallydailha.com.br para a 10ª edição da competição nas categorias motos, quadriciclos e UTVs

A Arena Promoções e Eventos, comandada por Henrique Arena, renovou por mais um ano, com o patrocínio da Can-Am, - marca canadense fabricante de quadriciclos e UTVs -, para todas as provas da temporada 2017. A abertura da temporada de competições será nos dias 24, 25 e 26 de março com edição comemorativa de 10 anos do Rallly da Ilha na Estância Balneária de Ilha Comprida, localizada no litoral Sul de São Paulo.

Este é o quarto ano consecutivo da parceria entre a Can-Am e a Arena Eventos. "A renovação do contrato de patrocínio com a Can-Am reforça nossa satisfação com o trabalho realizado por toda a equipe, comprova que o rali pode ser um esporte viável para as empresas investirem. Basta fazer um trabalho sério e com responsabilidade. Nosso compromisso aumenta a cada ano, bem como o desejo de cada vez mais incentivar e promover boas práticas que vem sendo apoiadas pela marca, que contribuam para o desenvolvimento esportivo e das ações sociais envolvidas, como o Projeto Ideia Fixa", declara o diretor de prova, Henrique Arena.

Segundo Adilson Greco Gaspar, coordenador de PAC (Peças, Acessórios e Vestuário) e Marketing para América Latina da BRP Brasil, a Can-Am procura investir no segmento de competições no Brasil. "Focamos a principal competição do país em que nossos veículos estão inseridos, no caso o Campeonato Brasileiro. Com isso, garantimos a maior abrangência por modalidades e categorias. Esse apoio é fundamental para o desenvolvimento do esporte, ainda mais numa época em que poucos eventos têm apoio de fábricas, e assim os pilotos têm acesso a uma melhor estrutura para competir, sempre focando no incremento da segurança", destaca.

"A parceria com a Arena Eventos proporciona forte presença da Can-Am no Campeonato Brasileiro, pois a empresa organiza diversas etapas do certame nacional. Além de corresponder ao que os pilotos pedem e precisam, essas provas atendem nossos objetivos esportivos, comerciais e sociais", enfatiza Adilson Greco Gaspar.

"Os pilotos gostam bastante das provas e os nossos veículos estão sendo muito bem aceitos por um público que exige sempre o melhor desempenho, dirigibilidade e inovação. De quebra, a comunidade é beneficiada pelas ações sociais paralelas aos eventos, além da movimentação que as provas geram nas cidades - por meio da criação de empregos e do aumento do comércio e do turismo locais.", finaliza o representante da BRP Brasil.

Conforme os calendários da Confederação Brasileiro de Motociclismo - CBM e Confederação Brasileira de Automobilismo - CBA, foram inseridas seis etapas nos campeonatos brasileiros de rally Baja e Cross Country que estão sobre a organização da Arena Promoções e Eventos: 10º Rally da Ilha (Baja), 11º Rally Cuesta Off-Road (Baja e Cross Country), 3º Rally do Jalapão 500 (Cross Country), 1º Rally de Inverno/São Manuel (Baja), 3º Rally Serra Azul (Baja e Cross Country) e 11º Rally Rota Sudeste (Baja e Cross Country). Em cada etapa, os competidores farão dois dias de disputas.

A novidade para a temporada 2017 de competições será a 1ª edição do Rally de Inverno válido para o Campeonato Brasileiro de Rally Baja nas categorias moto, quadriciclo e UTVs, que será realizada nos dias 14, 15 e 16 de julho, na cidade de São Manuel, interior paulista. "A competição será válida para as 7ª e 8ª etapas do Brasileiro Baja e vamos preparar um percurso diferenciado", comenta Arena.

As disputas nacionais de Rally Baja são compostas de sete provas e 14 etapas (rodadas duplas). Já no Rally Cross Country serão nove provas e 15 etapas em formato de rodada dupla e a etapa final será de um dia. "O nosso objetivo é planejar e organizar bons ralis. Contamos com uma equipe técnica comprometida para preparar roteiros sensacionais", enfatiza Henrique.

Sobre a BRP - Sobre a BRP - A BRP (TSX: DOO) é líder mundial no design, desenvolvimento, fabricação, distribuição e comercialização de veículos e sistemas de propulsão. Seu portfólio inclui os veículos para neve Ski-Doo e Lynx, as embarcações Sea-Doo, os veículos todo-o-terreno e side-by-side Can-Am, os roadsters Can-Am Spyder, os sistemas de propulsão marítima Evinrude e Rotax, bem como os motores Rotax para karts, motocicletas e aeronaves recreativas. A BRP dá suporte a sua linha de produtos com peças, acessórios e vestuário. Com renda anual de mais de CA$ 3,8 bilhões em mais de 100 países, a empresa conta com aproximadamente 7.900 funcionários em todo o mundo. (www.brp.com | @BRPNews)

Ski-Doo, Lynx, Sea-Doo, Evinrude, Rotax, Can-Am, Spyder, Defender, Maverick, X3 e o logotipo da BRP são marcas registradas da Bombardier Recreational Products Inc. ou de suas afiliadas. Todas as outras marcas comerciais são de propriedade de seus respectivos proprietários.

As inscrições do Rally da Ilha estão abertas no site (rallydailha.com.br), onde também encontram-se todas as informações do evento. Acompanhe a etapa pelo facebook @Rally Ilha Comprida e instagram #Arenarally e #rallydailha.

A 10ª edição do Rally da Ilha é uma realização da Arena Promoções e Eventos e têm a supervisão da CBM - Confederação Brasileira de Motociclismo. A prova conta com o patrocínio da Can-Am, Prefeitura Municipal de Ilha Comprida e apoio do Divino Fogão e Penna Off-road.

PROGRAMAÇÃO DO RALLY DA ILHA 2017
Local - Arena de Eventos. ( próximo ao Corpo de Bombeiros)
Wp-S-24º44.903 W 47º33.025.

Sexta-feira, 24 de março
14h00 às 17h30 - Secretaria de prova
15h00 às 18h00 - Vistoria

Sábado, 25 de março -
Local - Arena de Eventos. (próximo ao Corpo de Bombeiros)
Wp-S-24 º44.903 W 47º33.025
7h00 às 8h00 - Secretaria de prova
7h00 às 8h00 - Vistoria
8h00 - Briefing
10h00 - Prólogo com 3,0 km (Valendo posição de largada e especial)
13h00 - Largada (DI- 2Km / TE 2 voltas de 51Km / DF-30Km)
19h30 - Briefing

Domingo, 26 de março
09h00 - Largada (DI- 2Km / TE 2 voltas de 64Km / DF-43Km)
Local - Arena de Eventos
15h00 - Premiação

Hospedagem
Hotel Oficial da prova
Pousada Recanto
Rua Girassol, 65 - Balneário Meu Recanto
(13) 3842-3838 / 3842-1546 / (11) 96853-6869 WhatsApp
www.pousadarecantoilhacomprida.com.br

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Baja
1ª e 2ª etapas - 10 a 12/03 - Rally de Barretos
3ª e 4ª etapas - 25 e 26/03 - Rally da Ilha (Arena Eventos)
5ª e 6ª etapas - 06 e 07/05 - Rally Cuesta Off Road (Arena Eventos)
7ª e 8ª etapas - 15 e 16/07 - Rally de Inverno/São Manuel (Arena Eventos)
9ª e 10ª etapas - 07 e 08/10 - Rally Serra Azul (Arena Eventos)
11ª e 12ª etapas - 11 e 12/11 - Rally Rota Sudeste (Arena Eventos)
13ª e 14ª etapas - 02 e 03/12 - Rally dos Amigos
* Sujeito a alterações

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Cros Country:
1ª e 2ª etapas - 10 a 12/03 - Rally de Barretos
3ª e 4ª etapas - 05 a 09/04 - RN1500
5ª e 6ª etapas - 06 e 07/05 - Rally Cuesta Off Road (Arena Eventos)
7ª e 8ª etapas - 02 a 04/06 - Rally Baja Jalapão (Arena Eventos)
9ª e 10ª etapas - 31/06 a 02/07 - Rally Rota SC
11ª e 13ª etapas - 19 a 26/08 - Rally dos Sertões
11ª e 12ª etapas - 07 e 08/10 - Rally Serra Azul (Arena Eventos)
13ª e 14ª etapas - 11 e 12/11 - Rally Rota Sudeste (Arena Eventos)
15ª etapa - 02 e 03/12 - Rally dos Amigos
* Sujeito a alterações

 

UTV Can-Am Maverick X3 (Doni Castilho/DFotos)

UTV Can-Am Maverick X3 (Doni Castilho/DFotos)
Alta  | Web

Muita emoção está prevista para os competidores nas etapas do calendário (Lucas Barroso)

Muita emoção está prevista para os competidores nas etapas do calendário (Lucas Barroso)
Alta  | Web

O Rally da Ilha será no próximo final de semana no litoral paulista (Gustavo Epifanio/DFotos)

O Rally da Ilha será no próximo final de semana no litoral paulista (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

(Luciano Santos/DFotos)

 (Luciano Santos/DFotos)
Alta  | Web

 

MOTOS - BRASIL

 

Kawasaki Racing Team abre Mineiro de Motocross com chave de ouro

alt

Pódio Mineiro de Motocross
Jefferson "Coelhinho"

No último final de semana os pilotos da Kawasaki Racing Brasil foram destaque total na abertura do maior campeonato estadual do país, o Campeonato Mineiro de Motocross. O evento contou com a presença de grandes nomes do cenário do motociclismo nacional e internacional e os pilotos Kawasaki se destacaram nas primeiras posições das principais categorias. 

Destaque para MX1 onde todo o pódio foi de pilotos e motos Kawasaki entre oficiais e satélites, Eduardo Lima levou a melhor com seu irmão Marcello Lima na segunda colocação, em terceiro ficou o jovem talento Leonardo Souza piloto do novo time chefiado por Balbi, o quarto colocado foi o Venezuelano, Humberto Martin que representa a equipe satélite Rota K e fechando o pódio o Carioca, Daniel Pessanha usuário de motocicletas Kawasaki. Deixando a categoria principal toda verde e um domínio da Kawasaki em todas as categorias disputadas no evento, mostrando um grande volume e aceitação da marca no mercado nacional. 

Confira o depoimento dos atletas e do assessor de competições da Kawasaki Brasil

“Foi um começo de temporada com o pé direito, ao começar pelo time do Balbi com o jovem Leonardo Souza que nos mostrou uma velocidade surpreendente e excelentes resultados, com um 2º lugar na MX2 e um 3º na MX1, com o Pedro Magero nosso jovem da 85cc ficou um pouco a desejar pois esperávamos um pódio e após uma queda na parte superior da pista acabou escapando essa oportunidade. Na MX1 sem comentários foi simplesmente perfeito com os 3 primeiros lugares para os nossos pilotos oficiais e o 4º e o 5º para pilotos de motocicletas Kawasaki, isso é muito positivo em um evento de um nível tão alto como esse estadual! – ComentouRicardo Kaphê Sebbe, assessor de competições da Kawasaki Motores do Brasil 

Pedro Magero #15 | 85cc 

“Larguei em quarto, andei umas quatro voltas num bom ritmo quando um piloto acabou me derrubando, aí tentei recuperar mas não consegui manter o mesmo ritmo e acabei na sexta colocação, mas foi a primeira corrida do ano e vou ir bem mais preparado para a próxima etapa!” 

Leonardo Souza #9 | MX2 

“Minha primeira corrida do ano, estou muito feliz com o resultado, no sábado participei da categoria MX Junior até 20 anos, fiz o 1º tempo no classificatório, na corrida larguei em primeiro e andei boa parte da corrida assim até ser ultrapassado e terminei em 2º lugar, no domingo mesmo tendo chovido muito a noite e a pista estar com muita lama para os treinos, a corrida ficou perfeita, na corrida da MX2 larguei em segundo andei algumas voltas, depois fui ultrapassado indo para o terceiro lugar, no final da corrida o outro piloto caiu e acabei a prova em 2° lugar. Na MX1 larguei em primeiro andei uns 6 minutos na frente e terminei a prova em 3° lugar. Vi que eu tenho velocidade para andar na frente, agora é acertar os ajustes e ir para próximas etapas! Queria primeiramente agradecer a Deus, a minha família, a Kawasaki, aos irmãos Balbi por acreditarem no meu trabalho neste ano e a todos os meus patrocinadores!” 

Marcello Lima #5 | MX1 

“Apesar de toda chuva que caiu sábado à noite, foi um ótima corrida. Consegui largar bem e andar num ritmo forte, me senti muito confortável na minha KX450F. Fizemos alguns novos ajustes para esse ano e ficou demais! O resultado foi um pódio em 2º lugar ao lado do meu irmão no topo!” 

Eduardo Lima #2 | MX1 

“Eu acabei não largando bem, saí na 3ª colocação depois perdi mais uma posição indo para 4º, sabia que a corrida era curta e tinha que me desenrolar rápido e foi o que fiz, andei por 10 minutos muito forte, conseguindo passar bem rápido os adversários e depois administrar a prova até o final. Estou feliz com o resultado e com o acerto de minha KX 450F agora é me preparar para a próxima!” 

O próximo desafio da Kawasaki Racing Brasil é a abertura da nova temporada 2017 do Arena Cross com previsão para abril.

Imagens relacionadas

 

WTCC 2017

 

DRIVERS GEAR UP FOR “UNPREDICTABLE” WTCC TITLE FIGHT

*Eight drivers billed as championship contenders
*WTCC aces expecting big open fight for title glory
*Action underway with Marrakech street spectacular next month

Leading FIA World Touring Car Championship drivers are refusing to get too confident about winning the WTCC title due to the extremely open nature of the competition they expect to face.

Eight drivers have been earmarked as genuine contenders for the prestigious FIA world crown as one of the most unpredictable WTCC seasons for nearly a decade prepares for lift-off at WTCC AFRIQUIA Race of Morocco in April.

Rob Huff, WTCC champion in 2012, will drive a privateer Citroën for ALL-INKL.COM Münnich Motorsport. He said: “WTCC 2017 will see the closest competition we have seen for many years with many drivers, teams and manufacturers able to fight for race wins in the overall championship.”

Tiago Monteiro, who finished third in the 2016 points, said: “The championship looks very promising but we know it’s not going to be easy this year. The Volvo guys are very strong and getting stronger and we still have four Citroëns on the grid, so we’re going to have to fine-tune every single detail to be as strong as possible. It will be a big fight.”

Monteiro’s factory Honda team-mate Norbert Michelisz, who is starting his second season as a factory driver after twice winning the WTCC Trophy, said: “I strongly believe there can be six to eight drivers fighting for the championship to the end.”

Thed Björk scored his maiden victory in 2016, which was also the first WTCC triumph for Volvo and the Polestar Cyan Racing team. He has high hopes for the year ahead. “The fact that so many drivers can win the championship shows we have really good drivers in the WTCC, so that’s great and I’m really excited.”

New Polestar Cyan Racing recruit Néstor Girolami, a double touring car champion in Argentina, said: “The championship will be the most unpredictable in years. Nobody knows who will win this year. I will fight with the Honda guys and the guys in the Citroëns will push hard.”

Other drivers set to challenge for WTCC title glory in 2017 include Mehdi Bennani, Nicky Catsburg and Tom Chilton.

François Ribeiro, Head of Eurosport Events, the WTCC promoter, said: “Any promoter would be happy to get eight or nine drivers genuinely going for the world title. Like many other world or international championships in 2017, the WTCC’s entry list is down slightly in terms of numbers but certainly not in terms of quality and it looks like we have the right spread of forces for a very good season. The fans will be looking for a good fight and for the Drivers’ and Manufacturers’ championship titles to go to the final night race in Qatar, and that’s what we hope we can provide.”

The 2017 WTCC season begins at Marrakech, Morocco, from 7-9 April. The championship also includes visits to Monza, Nürburgring Nordschleife, Vila Real, Twin Ring Motegi and Macau.

WTCC title rivals.jpg WTCC Mehdi Bennani.jpg WTCC Thed Bjork.jpg

 

WEC 2017

  1. Quarenta e um participantes na lista do Prólogo do ELMS em Monza (28 e 29 de Março).

 

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DO JORNAL DE NOTICIAS DESTA MANHÃ

 

DE MÁ MEMÓRIAAP1 Copy

 

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DESTA MANHÃ DO JORNAL DE NOTICIAS

 

 

 

Organizadores do Rali de Guimarães e mecânico acusados de homicídio

 

 

 

O Ministério Público acusou um mecânico e cinco organizadores do Rali Sprint de Guimarães de 2014 de homicídio por negligência, relacionado com o despiste de um automóvel que matou três espetadores.



Em nota publicada esta quinta-feira, a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto acrescenta que cada um dos arguidos está acusado de três crimes de homicídio por negligência.

 

 

 

Os factos reportam-se ao despiste de um automóvel de competição registado a 7 de setembro 2014, durante a classificativa do Rali Sprint de Guimarães, que decorreu na EM 579-2, em Vila Nova de Infantas, naquele concelho.

O automóvel colheu oito espetadores, "dos quais três viriam a morrer como consequência dos ferimentos assim sofridos".

Dos arguidos acusados, um tinha a seu cargo, como mecânico, a manutenção mecânica do veículo que se despistou, refere a PGD.

 

 

O Ministério Público (MP) considerou indiciado que no veículo automóvel tinham sido efetuadas modificações nos conjuntos roda/cubo e cubo/manga do eixo traseiro, "que enfraqueceram as suas condições de segurança".

Para o MP, as referidas modificações levaram a que, no decurso da prova, os esforços incidentes sobre o conjunto roda/suspensão provocassem a rutura gradual de parafusos de fixação, a consequente frouxidão da roda traseira esquerda e a perda de controlo do veículo por quem o tripulava.

Os outros cinco arguidos são os responsáveis pela organização da prova desportiva.

A acusação considera indiciado que a competição foi posta em execução "em flagrante violação" das normas que regem a segurança nos ralis, por as zonas de risco não estarem identificadas nem protegidas com equipamentos de segurança especiais.

Acrescenta que também não estavam estabelecidas zonas específicas de segurança para o público, tendo sido permitido que os espetadores se colocassem junto das bermas e por elas circulasse.

Os arguidos requereram a abertura de instrução, indica a PGD.

 

Fonte : Jornal de Noticias

 

A SINGELA HOMENAGEM A AYRTON SENNA

A SINGELA HOMENAGEM A AYRTON SENNA

 

 

Ayrton Senna faria 57 anos se ainda estivesse entre nós. Aqui está um carro especial para ele.

 

VOLTA AO MUNDO COM FRANCISCO SANDE E CASTRO

 

VOLTA AO MUNDO COM FRANCISCO SANDE E CASTRO

 

Mérida


Deixei Huatulco no dia seguinte ao passeio de barco, a caminho de Mérida, que me tinham recomendado visitar. Uns 50 Km depois de arrancar entrei num vale onde se situa a vila La Ventosa. Como o nome indica o local é assolado por um vento constante de enorme intensidade. Aqui está instalado um grande parque de eólicas, com muitas centenas de ventoinhas que percorrem a paisagem de uns 20 Km de um e outro lado da estrada.
Não há pior coisa que vento forte para andar de moto. Muito pior que calor, frio ou chuva. Em linha recta a moto parecia um barco, inclinada e a abanar com as refregas. Tinha que fazer força no volante para a aguentar na estrada e no pescoço para segurar a cabeça direita. Terrível. Felizmente foi por pouco tempo. Depois entrei numa enorme serra que me levou dia e meio a atravessar e que, naquela zona, separa o Pacífico do Atlântico. Antes passei visitar o famoso canhão do Sumidero um canhão aberto na montanha pelo rio Grijalva ao longo de 35 milhões de anos, aproximadamente o mesmo tempo que levou o rio Colorado a cavar o Grand Canyon. Aqui, no Sumidero, as escarpas em alguns lugares têm mais de um quilómetro de altura. Impressionante.
A meio da serra encontrei um pequeno Hotel na vila de Boshil. A estadia custou-me o equivalente a 12,5 euros e era melhor e mais limpo do que muitos onde tenho ficado, só penalizado por um duche terrível mais uma vez a atirar água para todo o lado menos para onde devia. Ando com azar aos duches.
No dia seguinte segui serra fora através de uma paisagem de floresta exuberante numa estrada sensacional de curvas e contracurvas continuas, ao longo de mais de duzentos quilómetros. Parei já na parte plana para almoçar e, mais tarde num bar junto ao mar para beber uma cerveja. Pelo caminho encontrei um grupo de uns sete ou oito Mexicanos que viajavam em BMW’s 800. Trocámos dois dedos de conversa e arranquei antes deles. Nessa noite fiquei em Ciudad del Carmen. Quando estava a descarregar as malas à porta do Hotel chegou o grupo de mexicanos nas BMW que, por coincidência, ficaram no mesmo Hotel. Ainda os voltei a encontrar, na noite do dia seguinte, a passear pelas ruas de Mérida.
O centro de Mérida é bonito, com casas coloniais e praças com muita vegetação. Bares e restaurantes são animados por muitos turistas, a maioria vindo da estância de Cancun, a cerca de 300 Km, para aqui passar um dia ou dois. Tive azar no Hotel onde fui parar. Estava ao lado de uma “boite” cujo disc jockey parecia estar dentro do meu quarto, até às três da manhã. Quando no dia seguinte me queixei na recepção pediram-me para escrever uma nota para juntarem às muitas que já tinham de protestos. Mas o pior da noite foi ter sido atacado por umas aranhas minúsculas que me trincaram um lado da cara, a cabeça, braços e costas, deixando-me num estado lastimoso. Um creme que encontrei numa farmácia suaviza um bocado a situação mas continua dramática.
Deixei Mérida pelas três da tarde e fui ficar uns 100 Km depois, junto às sensacionais ruinas Mayas de ChienchinTze, que visitei na manhã seguinte. Esta zona é a mais turística do México, com cerca de 15 milhões de turistas a aterrarem em Cancun todos os anos. Deixei as ruinas já tarde e pensei em ficar ainda antes de Cancun mas passei apenas por pequenas aldeias que não tinham hotéis. Numa delas, já de noite, indicaram-me uma quinta onde cheguei através de uma estrada de terra. Toquei ao portão e acabou por aparecer um homem com uma criança ao colo a dizer que só estavam preparados para receberem grupos grandes com marcações. Continuei estrada fora até que alguém a quem perguntei por um Hotel sugeriu que cortasse por uma estrada secundaria a caminho de Puerto Morelos, por ser mais perto que Cancun. Entrei nesta estreita estrada deserta de longas rectas e, pelas oito da noite cheguei à pequena vila, muito mais tranquila e atractiva que a capital do turismo. Deixei a tralha num simpático Hotel onde um Mexicano me viu chegar na moto e me convidou para beber uma cerveja no bar sem paredes que dava para a rua. Acabei por ir jantar a um restaurante na rua do lado onde uma mexicana dançava Sevilhanas ao som de uma guitarra e de um desapropriado trompete, tocado por uma mulher. Animado.
No dia seguinte tinha combinado encontrar-me em Playa del Carmen com uma amiga alemã, que conheci há quatro anos no Laos e mais tarde visitei em Stutgaart. Cheguei antes dela, pelas quatro da tarde, mas já jantámos juntos.
Da parte da manhã tinha andado um pouco para trás para visitar Cancún, por curiosidade. É muito melhor do que estava à espera. A cidade é feia mas os bons Hotéis estão junto a uma fantástica praia de vários quilómetros com um mar azul turquesa.

 

 

JACINTO PREPARA-SE PARA MARROCOS

Morocco Desert Challenge um rali com um perfil único 

---
alt

 

A piloto Elisabete Jacinto e a equipa Bio-Ritmo® estão a trabalhar com afinco para que no próximo dia 16 de Abril tudo esteja a postos para a o arranque do Morocco Desert Challenge, competição que marca o regresso dos portugueses ao deserto marroquino.

Para esta edição do Morocco Desert Challenge, a organização promete traçados inovadores apesar de o rali cumprir uma  estrutura de percurso idêntica à apresentada em 2016, ano em que Elisabete Jacinto se estreou nesta prova.

O rali sai de Agadir, no sul de Marrocos junto ao Oceano Atlântico, e segue para Norte terminando em Saïdia junto ao Mar Mediterrâneo. Serão cumpridos 2200 quilómetros, sempre em território marroquino, distribuídos ao longo de sete etapas. São esperados traçados difíceis com predominância de percursos de areia assim como as majestosas dunas dos Erg Chebbi e Chegaga. A grande mais-valia apresentada este ano aos pilotos é a inexistência de ligações entre o acampamento e os sectores selectivos.

 “Este é um rali longo, às vezes com etapas muito lentas e acampamentos todos os dias. A  parte boa é que não vai haver ligações, ou seja não temos de fazer quilómetros antes e depois de cada percurso cronometrado, pelo que começamos e terminamos cada etapa no acampamento. Assim temos mais tempo para descansar e fazer mecânica”, revelou a piloto. 

Na organização do Morocco Desert Challenge estão envolvidas cerca de 100 pessoas e 34 veículos entre os quais se incluem dois helicópteros. Tudo isto para proporcionar aos cerca de 500 participantes a melhor experiência de rally-raid de sempre tendo a oportunidade de desfrutar de uma competição única onde o espírito de aventura está sempre presente. 

 

BOSCH É NOTICIA

 

Bosch ConnectedWorld 2017

Inteligência Artificial: Bosch ensina veículos a aprender e tomar decisões apropriadas

 

  Denner, CEO da Bosch: “A condução autónoma torna as estradas mais seguras e a inteligência artificial é a chave para isso. Estamos a tornar os automóveis inteligentes.”

  Novo computador de bordo com IA consegue interpretar o trânsito

  Blockchain: Bosch e TÜV Rheinland apresentam uma solução para combater adulterações no conta-quilómetros.

  Oficinas conectadas preparar a reparação com os veículos em movimento.

A Bosch está a criar o “cérebro” para os veículos de condução autónoma do futuro. Na conferência internacional Bosch ConnectedWorld 2017, em Berlim, a Bosch apresentou o computador de bordo para veículos autónomos. Com a inteligência artificial (IA), o computador pode aplicar métodos de aprendizagem. Espera-se que o computador de bordo com IA possa guiar veículos autónomos através de situações de trânsito complexas ou situações novas para o veículo. “Estamos a ensinar o automóvel como agir por conta própria no trânsito”, afirma Dr. Volkmar Denner, CEO da Bosch, na conferência internacional da indústria sobre Internet das Coisas. Os veículos já utilizam sensores Bosch para monitorizar o que os rodeia e, com a inteligência artificial, poderão interpretar essas leituras e fazer previsões sobre o comportamento dos outros utilizadores da estrada. “A condução autónoma torna as estradas mais seguras, e a inteligência artificial é a chave para que isso aconteça. Estamos a tornar os automóveis inteligentes”, continua o CEO da Bosch. Para construir o núcleo do computador de bordo, a Bosch vai colaborar com a empresa tecnológica norte-americana Nvidia, que vai fornecer um chip que armazena algoritmos gerados com métodos de aprendizagem mecânicos. Espera-se que o computador de bordo com IA entre em produção até ao início da próxima década, no máximo.

Automóveis sem condutor vão ser parte do quotidiano na próxima década

O computador de bordo com IA da Bosch consegue reconhecer peões ou ciclistas. Para além desta habilidade, conhecida como reconhecimento de objetos, a inteligência artificial faz com que seja mais fácil para os automóveis autónomos avaliarem a situação. Um carro autónomo com IA consegue reconhecer e avaliar situações de tráfego mais complexas, como perceber quando um veículo em sentido contrário muda de direção e desta forma canalizar esta situação para a sua própria condução. O computador armazena o que aprende enquanto conduz em redes neurais artificiais e, posteriormente, os especialistas reveem a exatidão deste conhecimento em laboratório. Depois de testes adicionais na estrada, as estruturas de conhecimento geradas artificialmente podem ser transmitidas para outros computadores de bordo com IA através de uma atualização. “Queremos que a condução autónoma seja possível em todas as situações. Já na próxima década, veículos sem condutor vão fazer parte do nosso dia-a-dia e a Bosch está a fazer progressos na condução autónoma em todas as frentes tecnológicas. Queremos assumir um papel de liderança também no campo da inteligência artificial”, afirma Denner.

O CEO da Bosch continuou dizendo que a inteligência artificial terá um papel fundamental em todas as áreas de negócio em que atua, não apenas na mobilidade: “Daqui a 10 anos, vai ser virtualmente impossível imaginar um produto da Bosch que não envolva inteligência artificial de alguma forma. A inteligência artificial vai estar nos produtos ou no processo de criação dos mesmos.” No início deste ano, a empresa anunciou a criação de um Centro para Inteligência Artificial. A Bosch está a investir cerca de 300 milhões de euros para alargar os seus conhecimentos nesta área.

A unidade da Bosch em Braga tem sido uma das mais ativas na investigação e desenvolvimento de soluções de conectividade na área automóvel. Com o contributo desta unidade em 2020, o piloto automático da Bosch estará pronto para a produção tornando a condução autónoma uma realidade.

Partilha de dados seguros e propriedade na internet

No seu discurso de abertura na Bosch ConnectedWorld 2017, perante cerca de 2.700 participantes, Denner indicou mais tecnologias inovadoras que vão abrir novas áreas de negócio para a Bosch. Para além da inteligência artificial e da cloud, uma dessas novidades é a tecnologia “blockchain”. Esta inovação irá permitir aos consumidores partilhar dados online de forma segura sem envolver uma terceira parte. Podem finalizar acordos e contratos online, assegurar transações de forma segura, e a tecnologia garante que a informação permanece anónima. A tecnologia “blockchain” tem por base um tipo de base de dados descentralizados, que distribui informação que lhe chega através de milhares de computadores. Isto torna impossível falsificar a informação e os consumidores ficam menos dependentes de um único centro de processamento de dados.

Bosch e TÜV colaboram para combater a adulteração de conta-quilómetros

O CEO da Bosch destacou uma utilização prática para um blockchain com uma demonstração em direto em cooperação com a autoridade de certificação alemã TÜV Rheinland. Prometeu terminar com a prática corrente da adulteração de conta-quilómetros. Só na Alemanha, a manipulação de conta-quilómetros em veículos causa seis mil milhões de euros de prejuízo. A ideia é combater este ato fraudulento com um diário de bordo digital distribuído por vários computadores. Os automóveis enviam regularmente as suas leituras de conta-quilómetros para esses computadores através de um simples conector. Com uma aplicação para smartphone, os donos dos veículos podem consultar a quilometragem atual a qualquer altura e comparar com a que está visível no veículo. Se pretenderem vender o automóvel, podem adquirir um certificado que atesta a precisão da quilometragem do mesmo. É também possível partilhar o certificado na Internet, por exemplo, em sites de venda de automóveis.

A Bosch está a ligar o veículo à oficina

Inteligência artificial, cloud e blockchains – como estão as soluções de inteligência conectada com tecnologia Bosch a mudar a nossa vida quotidiana? O CEO da Bosch responde a esta questão com um exemplo: uma pedra voa na direção do automóvel e parte o vidro. A oficina recebe uma notificação automática através da cloud e pode preparar-se para a reparação necessária. As logísticas conectadas e empilhadoras conectadas garantem que a peça de substituição está pronta e à espera que o cliente chegue. Recorrendo a um par de óculos de realidade aumentada que dispõe instruções, o mecânico pode efetuar o trabalho de forma muito mais fácil e rápida que de outra forma. O benefício para os condutores é poderem pegar no automóvel e seguir viagem após uma breve espera, sem necessitar de regressar mais tarde para ir buscar o automóvel no dia seguinte e sem custos extra dessa espera.

 

LISTA DE INSCRITOS 2017

LISTA DE INSCRITOS DOS TCR 2017tcr1 Copytcr2 CopyTCR3 CopyTCR4 Copy

 

 

 

2017 – FULL SEASON
 
# team driver car 1 Comtoyou Racing Stefano Comini (SUI) Audi RS3 LMS 2 Leopard Racing Team WRT Jean-Karl Vernay (FRA) Volkswagen Golf GTi TCR 3 Leopard Racing Team WRT TBA Volkswagen Golf GTi TCR 5 M1RA Roberto Colciago (ITA) Honda Civic TCR 6 Comtoyou Racing TBA Audi RS3 LMS 7 Lukoil Craft-Bamboo Racing Hugo Valente (FRA) SEAT León TCR 9 M1RA Attila Tassi (HUN) Honda Civic TCR 10 West Coast Racing Gianni Morbidelli (ITA) Volkswagen Golf GTi TCR 11 * Reno Racing Jens Reno Møller (DEN) Honda Civic TCR 16 GE-Force Davit Kajaia (GEO) Alfa Romeo Giulietta TCR 18 Icarus Motorsports Duncan Ende (USA) SEAT León TCR 21 West Coast Racing Giacomo Altoè (ITA) Volkswagen Golf GTi TCR 23 DG Sport Compétition Pierre-Yves Corthals (BEL) Opel Astra TCR 31 * ASK Vesnić Milovan Vesnić (SRB) Audi RS 3 LMS 34 * Stian Paulsen Racing Stian Paulsen (NOR) SEAT León TCR 54 Lukoil Craft-Bamboo Racing James Nash (GBR) SEAT León TCR 55 Zengő Motorsport Ferenc Ficza (HUN) KIA cee’d TCR 62 GE-Force Dušan Borković (SRB) Alfa Romeo Giulietta TCR 70 DG Sport Compétition Mat’o Homola (SVK) Opel Astra TCR 74 Lukoil Craft-Bamboo Racing Pepe Oriola (ESP) SEAT León TCR 75 Zengő Motorsport TBA KIA cee’d TCR  Icarus Motorsports TBA SEAT León TCR  Zele Racing Race-by-race guest driver SEAT León TCR

 

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

  1. Grande novidade em Melbourne - um novo construtor de motores na F1.

 

A TECNOLOGIA NOS ACTUAIS F 1

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

A TECNOLOGIA NOS ACTUAIS F 1

 

Conjunto de imagens que mostram as novas tecnologias utilizadas nos actuais F 1, que farãoAU21 CopyAU22 CopyAU23 CopyAU24 CopyAU25 CopyAU26 CopyAU27 CopyAU28 CopyAU29 CopyAU30 CopyAU31 CopyAU33 CopyAU34 CopyAU35 CopyAU36 CopyAU37 Copy a sua estreia a padtir de hoje.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

NOS BASTIDORES

 

As novas cores dos capacetes dos pilotos da Force India....AU50 CopyAU51 Copy

 

2017 ABU DHABI DESERT CHALLENGE

 

2017 Abu Dhabi Desert Challenge

AU40 CopyAU41 CopyAU42 Copy

 

MASSIVE ABU DHABI DESERT CHALLENGE ENTRY PROVES STRENGTH OF CROSS-COUNTRY RALLYING

 

·         Qatar’s Al-Attiyah and Abu Dhabi’s Al-Qassimi heads bumper car entry

·         Current Dakar champion San Sunderland aims for motorcycle glory in Abu Dhabi

 

The Automobile and Touring Club of the UAE have announced a massive entry for next week’s 27th Abu Dhabi Desert Challenge (ADDC) Powered by Nissan.

 

The ADDC POWERED BY NISSAN is the third round of the 2017 FIA World Cup for Cross-Country Rallies and the opening round of the FIM Cross-Country Rallies World Championship. It takes place on April 1-6 across the remote Western deserts of the Rub Al-Khali.

 

Defending FIA World Cup champion and two-time ADDC winner Nasser Saleh Al-Attiyah and Abu Dhabi’s Sheikh Khalid Al-Qassimi head the 39-car category in their respective Toyota Hilux and Peugeot 3008 DKR. The list features a myriad of the world’s leading off-road drivers, including current series leader Aron Domzala of Poland, Russia’s Vladimir Vasilyev, former WRC star Martin Prokop and ADDC veteran Yayha Al-Helai.

 

The event is also the opening round of the prestigious FIM Cross-Country Rallies World Championship and precedes rounds in Qatar, Chile, Argentina and Morocco.  The series is the traditional battleground between the Honda, KTM and Yamaha factory teams and has been dominated by Austrian manufacturer KTM on all but four occasions since riders were permitted for the first time in 2005.

 

“The Abu Dhabi Desert Challenge has traditionally been the first major FIM Cross-Country event of the season after the Dakar Rally and it’s great to see the factory teams line up alongside such a strong field of other riders,” enthused Mohammed Ben Sulayem, rally founder and President of the ATCUAE.

 

“The two-wheel category has strength in depth and, coupled with our quad entry, and the car section, which always attracts many of the world’s finest drivers, the scene is set for a superb 27th edition of the Abu Dhabi Desert Challenge.”

 

Marc Coma has the record for securing eight victories in 10 years, before retiring to take up an organisational role within the Dakar Rally hierarchy. Toby Price is the defending champion on his Red Bull KTM Factory Team 450, but the Australian crashed heavily at this year’s Dakar and broke a femur and that has opened the door for local hero, last year’s runner-up and current Dakar champion Sam Sunderland to start as the favourite to win the Abu Dhabi Desert Challenge for the first time, alongside Austrian team-mate Matthias Walkner.

 

The Monster Energy Honda Team is dividing its team resources between two events on opposite sides of the world. While American rider Ricky Brabec rides in this week’s four-day Sonora Rally in Mexico, Argentine Kevin Benavides and Portugal’s Paolo Gonçalves will take part in Abu Dhabi.

 

“It’s the first time we have competed since the Dakar and we are sorry that an injury for Joan Barreda Bort will keep him away,” said the team’s general manager Martino Bianchi. “This will be the first race back for Kevin after a hand injury and a good chance for Paolo to check his fitness levels on a demanding event like Abu Dhabi.”

 

There are an impressive 28 riders from 13 nations on the motorcycle entry list, including several from the UAE and seven professional riders on factory motorcycles. Top seed is the Chilean rider Pablo Quintanilla, the defending FIM Cross-Country World Championship rider, with Dubai’s Mohammed Al-Balooshi leading the Arab challenge on his Ride to Abu Dhabi Team KTM 450.

 

Quads were classified in their own category in 2005 and the Portuguese rider Ricardo Leal Dos Santos claimed the win on a Yamaha. In the 11 events since that date, Poland’s Rafal Sonik has won on two occasions and ties with Qatar’s Mohammed Abu Issa and Sebastien Husseini on two wins apiece. Abu Issa has now switched to racing on four wheels and Sonik tops the list of 17 quad riders, as he aims to put a disappointing Dakar Rally outing behind him.

 

The event takes place under the patronage of His Highness Sheikh Hamdan bin Zayed Al-Nahyan, the Ruler’s representative in Al-Dafra region, and has invaluable support from the Western Region Municipality, Abu Dhabi Municipality, the UAE Army, Abu Dhabi Police, National Ambulance Service, Yas Marina Circuit, ADNOC, Abu Dhabi Aviation, Al-Ain Water, Abu Dhabi Waste Management, Rotana and Centro Hotel – Yas Island, the Qasr Al-Sarab Resort and Al-Forsan Circuit.

 

 

PORSCHE É NOTICIA

 

Novas cores, maior conetividade e 22 kW (30 cv) adicionais para o 911

 


A Porsche lança o seu novo ano modelo com um importante aumento da sua gama de opcionais: juntamente com um amplo leque de novas variantes de cores para o interior e exterior de todos os seus automóveis, destaca-se igualmente o grande incremento de alternativas para os serviços de conetividade, que se encontram disponíveis como parte do Porsche Connect. Adicionalmente, é agora oferecido como equipamento especial um kit em todas as variantes do 911 S que eleva a potência em 22 kW (30 cv).
 
Mais funções para o Porsche Connect Em 14 países*, a opção Connect Plus do Porsche Connect conta agora com um cartão SIM integrado que suporta os serviços LTE. O pacote inclui um plano de dados para utilizar os serviços de navegação, informação e entretenimento. Na China e Japão, estará igualmente disponível um serviço de “conciérge” com mais funcionalidades. O Serviço de “Conciérge” do Porsche Connect para estes países oferece diversas opções pessoais, após subscrição. Futuramente, estará incluída a opção de alugar automóveis, reservar vôos, hotéis ou restaurantes, utilizando os dados de um cartão de crédito. Este serviço exclusivo permitirá aos clientes incluirem estes destinos no sistema de navegação do PCM.
 
O Connect Plus apresenta-se como equipamento de série nas gamas 911 e Panamera, sendo opcional para os restantes modelos, em conjunto com o módulo de navegação, quando necessário.
Informação de Imprensa 23/03/2017 
 

 
No final do ano o novo pacote Porsche Connect vai oferecer a opção de dois pacotes de dados que permitem o acesso a informação adicional. A utilização dos pacotes de dados opcionais oferecerá aos clientes a possibilidade de ouvirem música em streaming ou utilizar o ponto de acesso de WiFi integrado. Para este fim econtramse disponíveis dois pacotes de dados: um com sete gigabytes, com uma validade de 30 dias, e outro recarregável, de 1 gigabyte, sem limite de validade. Este último pode ser adquirido quando o pacote de sete gigabytes se tiver esgotado. Ambos os pacotes de dados encontram-se disponíveis na Porsche Connect Store.
 
Mais serviços Porsche Connect também para os veículos existentes Em conjunto com as melhorias para o novo ano modelo, a Porsche oferece a gama completa de serviços Porsche Connect que se estreou no Panamera para todos os veículos já vendidos. Isto é possível com a opção Connect Plus através de um processo de migração e inclui todos os modelos produzidos desde setembro de 2015 (semana 38), à exceção do Panamera. Unicamente os veículos saídos da fábrica antes de junho de 2016 necessitarão de uma atualização de software no representante. Os proprietários dos respetivos veículos serão contactados por escrito. Este processo de adaptação não supera a hora e meia e será efetuado de forma gratuita. Os modelos produzidos após a data referida já se encontram preparados para utilizar todos os serviços oferecidos pelo Porsche Connect. O proprietário receberá um convite para utilizar o portal Porsche Connect que poderá utilizar para ativar a opção de utilização destes serviços.
 
Gama de cores atualizada com novas opções A Porsche disponibiliza novas cores interiores e exteriores em toda a gama. Uma destas novas opções é o Giz, que se encontra agora disponível para todos os 911 e 718. Para o 911 está reservada uma pintura de quatro camadas Amarelo Açafrão metalizado com um acabamento especial. Esta pintura cria uma sensação de profundidade. O sistema de escape desportivo opcional encontra-se agora disponível com acabamentos em Preto brilhante. A palete de cores interiores foi ampliada com a inclusão do acabamento Sport-Tex em Preto ou Azul Grafite/Giz. O 911 Targa 4S 

 
Exclusive Design Edition está igualmente disponível com Azul Etna e interior Azul Grafite. Para o 911 Turbo S da série Exclusive, os clientes podem optar pelo interior em Amarelo Açafrão metalizado ou em Preto/Amarelo Açafrão.
 
A palete de cores para o Cayenne do atual ano modelo inclui agora o novo Purpúra metalizado, para além do Cinzento Palladium metalizado como cores especiais. O interior em pele do Macan está disponível em Preto/Beje Luxor. Para o Panamera, estão disponíveis as novas cores exteriores Vermelho Burgundy metalizado e Castanho Ristretto metalizado. Enquanto o interior em pele pode ser escolhido em Preto/Beje Luxor. O revestimento em pele do habitáculo está igualmente disponível nas novas cores Castanho Cohiba e Castanho Trufa.
 
Possibilidade de aumentar a potência até aos 450 cv para todas as variantes 911 S Para todos os novos 911 Carrera S, 911 carrera 4S e 911 Targa 4S, a Porsche Exclusive oferece como acessório um kit que aumenta a potência em 22 kW (30 cv), para um total de 331 kW (450 cv). Este kit inclui elementos como turbocompressores de maiores dimensões, o pacote Sport Chrono com os apoios dinâmicos do motor, um sistema de refrigeração dos travões modificado e um escape desportivo com duas saídas centrais de desenho exclusivo. Os preços deste kit iniciam-se nos 10.479,60 euros, dependendo do equipamento do veículo. A partir de junho de 2017, este kit de potência estará igualmente disponível na Porsche Tequipment como opção para os veículos que já contem com o pacote Sport Chrono.
 
As alterações para o ano/modelo 2017 implicam um ajuste dos preços entre 0,9 e 2,0%, consoante o modelo concreto.
 
* Alemanha , Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Suécia, Suíça, Reino Unido

 

NOVIDADES EM PONTO PEQUENO

 

MAIS NOVIDADES EM PONTO PEQUENOAU38 CopyAU39 Copy

 

 

Modelos Looksmart – FERRARI.

 

Faça a RESERVA de modo a assegurar o modelo que pretende.

 

Desconto de 5% em encomendas realizadas até dia 29 de março,

 

MAPA HD TOM TOM

 

Mapa HD da TomTom para condução autónoma cobre quase toda a área dos EUA

 

A TomTom (TOM2) anunciou a conclusão da expansão do seu Mapa de Alta Definição (HD) para a maior parte da área ocupada pelos EUA (a ‘interstate road network’), cobrindo agora mais de 185.000 quilómetros de estrada neste país.

 

Com mais de 246.000 quilómetros cobertos pelo Mapa HD da TomTom globalmente, a marca tem vindo a aumentar a sua posição de liderança em tecnologia de localização para veículos autónomos.

 

Foi anunciado em Las Vegas, em janeiro deste ano, que a maioria dos OEM estão a avaliar o Mapa HD da TomTom. Também no Salão Internacional do Automóvel de Genebra, que teve lugar este mês, foi anunciado que o Mapa HD da TomTom vai ser integrado no Volvo Drive Me Programme, um projeto piloto de condução autónoma com pessoas reais e em estradas reais.

 

Termos completado a ‘interstate road network’ nos EUA, é um marco muito importante para a TomTom, crucial tanto estrategicamente como a nível comercial”, refere Willem Strijbosch, Head of Autonomous Driving da TomTom. “Combinando a grande atenção que estes produtos estão a receber por parte dos nossos parceiros na indústria e a nossa recente aquisição da Autonomos, este é um verdadeiro testemunho da eficiência e capacidade de crescimento da nossa proposta para a condução autónoma”, acrescenta.

 

Esta última expansão fez com que a cobertura do Mapa HD da TomTom e do RoadDNA tenham aumentado para 246.000 quilómetros, incluindo agora:

  • Estradas em 48 estados dos EUA, incluindo Washington DC (185.000 quilómetros);
  • Auto estradas em França (33.000 quilómetros)
  • Sistema rodoviário da Alemanha, Autobahn (28.000 quilómetros).

 

O Mapa HD e o RoadDNA, da TomTom, são dois mapas digitais revolucionários e com uma tecnologia precisa, que ajudam os veículos autónomos a localizarem-se de forma mais exata na estrada e a planear as suas manobras, mesmo quando viajam a altas velocidades.

 

EUROINDY COM NOVIDADES

 

 

As 500 milhas estão de volta e com uma nova atitude.

A prova será disputada com a frota Euroindy IZZI-FLEX 270cc.

Inicialmente as 500 Milhas teriam 2 categorias; Frota IZZI-FLEX e karts particulares.

Em prol do bom funcionamento do evento o Euroindy decidiu não autorizar karts particulares.

As inscrições para a participação na prova, têm o preço de 750€ (+IVA 23%) por equipa.

O limite máximo de karts IZZI-FLEX será de 30.

Faça já a sua reserva para garantir a participação na prova, sinalizando com 50% do valor da inscrição.

 

HUMOR NA FÓRMULA 1

HUMOR NA FÓRMULA 1

 

  1. Sebastien Vettel já escolheu o nome para o Ferrari 2017. E remete os mais velhos para outras "aventuras"...

 

DAKAR 2018

DAKAR 2018

 

JÁ ESTÁ TUDO CONFIRMADO

 

Já está tudo confirmado para a 4oª ediçºão do Dakar, que em 2018 regressa ao Peru.POr outro lado, outra das novidades vai ser a existencia de etapas com a totalidade do prfecurso com dunas de areia....mais dificuldades para os participantes.

 

AU12 CopyAU13 CopyAU14 Copy

 

GP 3 TESTA NOVAS SOLUÇÕES TÉCNICAS

GP 3 TESTA NOVAS SOLUÇÕES TÉCNICAS

 

As principais equipas da GP 3 estão desde ontem ontem no autodromo do Estoril, onde estão em testes com vista à nova época, onde tem sido vistos os resultados das  novas soluções técnicas.De referir que este teste decorreu todo o dia de ontAU6 CopyAU7 CopyAU8 CopyAU9 CopyAU10 CopyAU11 Copyem e o de hoje, ficando por isso hoje concluidos.

 

AUTOMOBILISMO MAIS POBRE

AUTOMOBILISMO MAIS POBRE

 

  1. Para quem adorava os Carros de Turismo nos anos 70 do século passado  a notícia deixa-nos tristes - morreu Georges Benoit, um dos inventores do Grupo 1 1/2. Mas mais que os BMW 530i onde a sua equipa ganhou nome, recordo esta foto - um BMW-Benoit, no Rali Cevennes, guiado pelo vencedor do Mónaco F1/1972 e navegado pelo "Sr. President". O mesmo 323i que meses depois estaria em Monte Carlo com Timo Makinen ao volante. Um desafio à Benoit, sempre à procura de novos caminhos!

 

ETCC

 

New recruit joins category stalwart Peter Rikli in all-Swiss attack
*Title-winning team guns for more glory following 2016 success
*Long-term partner Motorex increases its commitment

Rikli Motorsport will chase more FIA European Touring Car Cup success in 2017 with a new-look line-up. After guiding Kris Richard to ETCC Super 2000 Cup title gold last season, the Swiss squad has recruited up-and-coming talent Christjohannes Schreiber to partner team regular, ETCC stalwart and fellow Swiss Peter Rikli in its TCN2-specification Honda Civics.

With a background in one-make racing, Schreiber, who comes from Switzerland’s Grison region, impressed during his maiden season of ETCC action in 2016, claiming a pole position in Slovakia and a podium finish at the Nürburgring Nordschleife in a Křenek Motorsport SEAT León.

“It’s a great pleasure to represent a Swiss team as a Swiss driver in the ETCC,” said Schreiber, 27. “It makes me very proud and it feels like a ‘national team’ in such an international business. Until now I have not been able to test the Honda but I expect quite a difference from the SEAT I raced last year and never felt as confident in as is necessary for me. I’m convinced that I will return stronger to the ETCC than I was last year. I had some very unlucky races but I gained some precious experience and could learn two circuits of the calendar. I expect a very strong field this year and three tracks are new for me, so there will be difficult challenges.”

Erwin Rikli, Team Manager of the Wangen an der Aare-based Rikli Motorsport outfit, said: “We have known Christjohannes for quite a while. He is a very quick Swiss driver with experience from the Renault Clio Cup and the ETCC. He fits the team very well. Two experienced drivers will help in setting the cars up for the best performance and both have the potential to win the title. We want the team to remain on top.”

Based in Aarestädtli Wangen, Peter Rikli was a ETCC podium regular in 2016 and will once again use race number 12 on his Honda, which is backed by Swiss oil blending and manufacturing company Motorex. “Motorex enables us, since a long time, to race in good conditions. I will do my very best to please Motorex and the other partners; it is my way to thank them for their trust.”

The 2017 ETCC season begins at Monza in Italy from 28-30 April, a circuit Peter Rikli enjoys competing on: “I have good memories of my races in Italy, where I have collected great results since my early days in the sport. This is why I always like driving on the Formula One track.”AU2 CopyAU3 CopyAU4 CopyAU5 Copy

 

PADDON É NOTICIA

Hayden Paddon vai competir no Rali Sanremo ao volante da Nova Geração Hyundai i20 R5
AU1 Copy O piloto de WRC da Hyundai Motorsport, Hayden Paddon vai competir no Rali Sanremo ao volante da Nova Geração Hyundai i20 R5;  O evento fará parte da preparação de Hayden para o Rali da Córsega, à medida que este vai melhorando a sua prestação em asfalto;  A ele vai juntar-se o co-piloto Seb Marshall, que será o seu co-piloto em full-time a partir do Rali da Finlândia.
Hayden Paddon vai conduzir no final deste mês a Nova Geração Hyundai i20 R5, no Rali Sanremo de 29 de março a 1 de abril. Esta será a primeira vez que Paddon terá a oportunidade de estar ao volante do mais recente R5 da Hyundai Motorsport. 
Este evento, que marca a segunda etapa do campeonato nacional Italiano, fará parte da preparação de Hayden para o Rali da Córsega, o primeiro rali verdadeiramente em asfalto desta temporada do WRC. Antes disso, o Neozelandês vai completar os testes pré-evento no Hyundai i20 Coupe WRC. 
Este evento vai proporcionar a Paddon mais tempo em asfalto atrás do volante, dando continuação à sua preparação e plano de melhoria neste tipo de piso. Grande parte dos 177km de etapas especiais terão lugar em piso semelhante ao que o piloto irá encontrar nas etapas do rali WRC da ilha francesa de Córsega. 
Neste evento Seb Marshall vai juntar-se ao piloto, já que o co-piloto tem mais experiência com a Nova Geração Hyundai i20 R5, conseguida através da sua contribuição no departamento de competição para clientes durante a fase de desenvolvimento do projeto no ano passado. Foi recentemente anunciado que Hayden e Seb Marshall vão trabalhar juntos no WRC após o Rali da Finlândia e o Rali Sanremo será uma excelente oportunidade para treinar a equipa em ambiente de rali. 
A dupla Chewon Lim e Martijn Wydaeghe também vai participar no evento. Este rali será o seu terceiro evento em menos de um mês e marca o início de um ano em cheio para a dupla como parte do Programa de Desenvolvimento de Pilotos da Hyundai Motorsport.
Paddon comentou: “Será a minha estreia no Rali Sanremo e estou muito entusiasmado. Competir uma semana antes do Rali da Córsega é o aquecimento perfeito para o evento em causa. Será uma excelente oportunidade para acumular mais quilómetros em asfalto, em estradas sinuosas e exigentes, similares às que vamos encontrar na Córsega. Os pilotos Italianos que já conhecem as etapas vão ser bastante rápidos, mas o nosso objetivo não serão os resultados, vamos concentrarnos em evoluir e melhorar para futuro. O principal objetivo neste evento é passar mais tempo ao
 
 

 
volante e ficar mais confortável neste piso. A velocidade será um pouco diferente para estou ansioso por conduzir pela primeira vez a Nova Geração Hyundai i20 R5. Para além disso o Seb vai acompanhar-me e esta será uma excelente ocasião para começarmos a construir uma relação para futuro.”
O diretor do departamento de competição para clientes da Hyundai Motorsport Andrea Adamo referiu: “Competir no Rali Sanremo com o Hayden é uma excelente forma de somar quilómetros em asfalto, à medida que continuamos a fazer avanços no projeto para apoiar os nossos clientes. Vamos ter uma série de equipas a competir com a Nova Geração Hyundai i20 R5 no evento, por isso vai ser um fim de semana bastante atribulado, mas também, esperamos nós, de sucesso para os nossos clientes, Hayden e Chewon. Para Hayden será também uma excelente oportunidade de se preparar para o Rali da Córsega, já que o treino no WRC é limitado, ele poderá passar mais algum tempo atrás do volante de outro tipo de Hyundai i20 e sob as condições de outro evento difícil.
 

 

ALVARO FONTES VEM TESTAR A PORTIMÃO

ALVARO FONTES VEM TESTAR EM PORTIMÃO

 

O piloto espanhol que este ano vai participar em provas de protótipos, tem tudo já pronto para os testes que irão ter lugar dentro de muito pouco tempo no autódromo de Portimão no Algarve.alvarofontesteste Copy

 

EDUARDO PASSOS DE BMW M 3

LEGEND´S CUP

 

EDUARDO PASSOS DE BMW M 3

 

Chegou-nos uma informação que o piloto de Vila Real, Eduardo Passos está a construir um BMW M 3, com destino à Legend´s Cup, não se sabendo para já para quando a estreia em pista da nova máquina.

 

EUROFORMULA

 

Fim de pré-temporada no Euroformula Open. Agora o papo é no Estoril

Pilotos aproveitam o máximo do tempo livre nas últimas sessões de treinos realizadas em Jerez; brasileiro Pedro Cardoso cumpriu distância de quase sete corridas na Espanha.

O Euroformula Open encerrou nesta quarta-feira (22) sua pré-temporada em 2017 com dois dias de testes no circuito espanhol de Jerez. Na pista espanhola, a maioria dos pilotos conseguiu cumprir mais de 100 voltas com os modelos Dallara F312 de F3 utilizados no campeonato, que têm início no fim de abril na clássica pista do Estoril, em Portugal.

Um dos cinco brasileiros presentes no grid, Pedro Cardoso foi um dos que teve o maior volume de trabalho por integrar a novata Teo Martín, equipe experiente no ramo do GT que entrou de vez no mundo da F3 este ano. Por conta disso, Pedro e a Teo Martín iniciaram os trabalhos do zero na pré-temporada, sendo quase sempre os últimos a deixarem o autódromo no fim do dia.

O brasiliense cumpriu 142 voltas nos dois dias de prática na pista de 4.428 metros, totalizando nada menos que 628,776 km percorridos - distancia correspondente a quase sete corridas (6,61 para ser mais exato) da categoria no circuito - e terminando em oitavo no geral entre 17 participantes de 11 nacionalidades diferentes. O mais veloz foi o piloto russo Nikita Troitskly, da Drivex.

"Não estou satisfeito mas não estamos em uma posição ruim, não", comenta o piloto . "Acho que está legal, está bom. Temos que trabalhar mais, mas eu gostei do caminho seguido. Acho que essa posição não reflete o trabalho feito nessa semana, pois para mim foi o teste mais produtivo até agora. Com isso aumentou a expectativa e mais confiante. Agora a gente entrou no caminho certo", completa.

Veja como terminou a pré-temporada do Euroformula Open em Jerez:

1. Nikita Troitskly (RUS/Drivex), 1min34s038
2. Petru Florescu (ROM/Campos), 1min34s295
3. Ameya Vaidyanathan (IND/Carlin), 1min34s382
4. Jannes Fittje (ALE/Fortec), 1min34s427
5. Devlin De Francesco (CAN/Carlin), 1min34s489
6. Thiago Vivacqua (BRA/Campos), 1min34s754
7. Yan Shoim (RUS/Fortec), 1min35s721
8. Pedro Cardoso (BRA/Teo Martín), 1min35s187
9. Matheus Iorio (BRA/Campos), 1min35s285
10. Thomas Rande (AUS/RP), 1min35s454
11. Oscar Tunjo (COL/RP), 1min35s516
12. Alex Karkosik (POL/Campos), 1min35s533
13. Eliseo Martínez (ESP/Teo Martín), 1min35s661
14. Christian Hahn (BRA/Drivex), 1min35s815
15. Daniel Pronenko (RUS/BVM), 1min35s878
16. Lodovico Laurini (ITA/RP), 1min36s192
17. Javier Cobián (ESP/Teo Martín), 1min36s480

 

NISSAN É NOTICIA

 

NISSAN APRESENTA NA CEBIT SOLUÇÕES INOVADORAS PARA ACELERAR A INTEGRAÇÃO DA CONDUÇÃO AUTÓNOMA

 

Apenas algumas semanas após demonstrar a sua avançada tecnologia de condução autónoma em estradas públicas na Europa, a Nissan faz hoje a sua estreia na CeBIT, a maior exposição digital da Europa, onde irá apresentar inovações que têm como objetivo revolucionar o futuro do mundo automóvel.

 

No centro da sua presença na CeBIT, a Nissan irá apresentar outra das suas inovações: o sistema de Mobilidade Autónoma Contínua (SAM) que foi demonstrado no início deste ano no CES.

 

Desenvolvido a partir de tecnologia da NASA, o SAM combina a inteligência artificial no veículo com o suporte humano, para ajudar a que os veículos autónomos tomem decisões em situações imprevisíveis como acidentes, obras na estrada ou outros obstáculos. Com o SAM, o veículo autónomo torna-se consciente de quando deve tentar gerir a situação por si próprio e quando deve procurar assistência humana. Saber como lidar com estas situações será fundamental para materializar um futuro de condução completamente autónoma.

 

 

 

 

Imagens Relacionadas

Nissan showcases innovative solutions to accelerate integration of autonomous drive into society at CeBIT

Nissan showcases innovative solutions to accelerate integration of autonomous drive into society at CeBIT

Mais

Comunicados Relacionados

O FUTURO PARA A CONDUÇÃO INTELIGENTE: NISSAN INICIA TESTES DE VEÍCULOS SEM CONDUTORES

MOBILIDADE AUTÓNOMA CONTÍNUA: A MAIS RECENTE INTEGRAÇÃO INTELIGENTE DA NISSAN

 

MAIS UMA DECORAÇÃO RD DESIGN

MAIS UMA DECORAÇÃO RD DESIGN17155896 1339027509453898_6492263432786853688_n_Copy

 

CARLOS OLIVEIRA AO VOLANTE DO BMW

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE

 

CARLOS OLIVEIRA AO VOLANTE DO BMW

 

Depois de ter dado nas vistas na época passada ao volante do Porsche laranja, para a época que se avizinha, Carlos Oliveira irá participar de novo no Campeonato de Montanha, mas ao volante dum BMW, que no ano passado foi conduzido por Helder Silva e que sa sagrou Campeão.Quanto ao Porsche tudo indica que o piloto da Póvoa irá utilizar o mesmo em provas de pista, não se sabendo em que provas irá marcar presença.

 

Por outro lado, Carlos OliveiraAX30 Copy_Copy irá toimar contacto em pista  com o BMW já no próximo domingo de manhã na Rampa do Caramulo, que para este teeste estará encerrada ao transito.

 

TESTES NA RAMPA DO CARAMULO NO DOMINGO

TESTES NA RAMPA DO CARAMULO NO DOMINGO

 

Pelos vistos o periodo da manha na Rampa do Caramulo, no proximo domingo vai registar um movimento fora do habitual.Isso porque nessa manha, irá ser alvo de testes com um grupo de pilotos constiuido por Fernando Salgueiro e Ricardo Loureiro em Ford EScort, Carlos Luis em Seat Leon, João Fonseca em BRC, Helder Silva que assim estreia o JUno (ex Paulo Ramalho), e Carlos Oliveira que estreia o BMW (que foi pertença de Helder Silva ).

 

MAIS BASTIDORES DA FÓRMULA 1

CAMPEONATO DO MUNDO DE F1 - 2017

 

MAIS NOVIDADES DOS BASTIDORES

 

 

 

  1. F1 has launched a new travel deal for fans which promises unique behind-the-scenes access:
  2. Formula 1 today announces the launch of F1 Experiences, the organisation’s Official Ticket and Travel Package Programme.
  3. ...
  4. F1 Experiences will provide fans with benefits and access not available anywhere else. For the first time, fans will have the opportunity to access unique Formula 1 race weekend experiences, from touring the track and walking the pit lane to meeting legends of the sport and the race stars of tomorrow competing in racing series such as F2, GP3 and Porsche Super Cup.
  5. Race tickets, VIP Hospitality and premium hotels will also be offered as part of these exclusive packages.
  6. F1 Experiences will offer a range of price points, ensuring that fans at every level are given the chance to experience a full weekend of thrilling insights into this high-octane sport.
  7. Typical Formula 1 packages will include:
  8. • Carefully selected Grandstand seats, hospitality or VIP access to the world famous Formula One Paddock Club
    • Privileged access to the circuits including expert guided bus tours on the tracks themselves
    • Formula 1 Paddock tours
    • Exclusive welcome parties with racing legends past and present
    • Dedicated tours of the Support Race Paddock
    • Expert hosts giving unique insights into the Formula 1 race weekend
    • Best available hotels
    • Daily dedicated transfers direct into the circuits
    • Exclusive merchandise and premiums
  9. Managing Director, Commercial Operations, Sean Bratches said:
  10. “The launch of F1 Experiences offers Formula 1 fans a fantastic opportunity to get closer to the action both on and off the track.
  11. “We want people to experience the thrill of this exhilarating sport and that is what the F1 Experience programme will deliver.”
  12. Formula 1 has partnered with QuintEvents, a leader in sport events travel, to deliver these unique experiences.
  13. President of QuintEvents, Brian Ruede said:
  14. “Through this partnership, we will deliver the new gold standard in fan engagement for a truly global audience.”
  15. “We have an intimate understanding of what corporate and individual fans want to see and do when they go to a Formula 1 race.
  16. “QuintEvents’ role is to bundle the unique experiences of each circuit, along with travel requirements, into multiple package tiers and make it easy for customers to access them.”
  17. F1 Experiences guarantees a secure purchasing platform that gives fans exclusive, hassle-free access to buy packages with fixed pricing.
  18. Packages, which start at approximately $800, will be available for purchase from March 23rd from the official Formula 1 website:

 

MAIS NOTICIAS DOS BASTIDORES

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

MAIS NOTICIAS DOS BASTIDORES

 

  1.  O piloto SEAN GELAEL faz banco em Faenza. Será test-driver da Toro Rosso F1 no Bahrain, Hungria e Abu-Dhabi.

 

A BMW NAS 24 HORAS

A BMW NAS 24 HORAS

 

 

AS12 CopyAS14 Copy

Eis as equipas de pilotos  da BMW para as 24 Horas de Nurburgring, que irão defender asa côres da equipa de MUnique, onde o piloto portugues António Felix da Costa está incluido.

 

IDEIAS DECORATIVAS

IDEIAS DECORATIVAS

 

Vejam caros leitores, o que a imaginação nos pode levar.....AS2 CopyAS3 CopyAS4 CopyAS5 CopyAS6 CopyAS7 CopyAS8 CopyAS9 CopyAS10 CopyAS11 Copy

 

JOÃO FONSECA DE REGRESSO

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA VALVOLINE 2017

 

JOÃO FONSECA DE REGRESSO AO NACIONAL DE MONTANHA

 

Tal como já aqui tinhamos informado há uns dias atrás, João Fonseca está mesmo de regresso ao Campeonato Nacional de Montanha ao volante de um BRC CM 05, preparado na VR Power(foi o mesmo carro utilizado por António Barros em algumas provas do ano passado).Falamos com João Fonseca, que nos disse " ´d verdade estou de regresso, estou ainda numa fase de contactos com potenciais patrocionadores, não sei ainda quantas provas irei participar, vamos ter de esperar mais alguns dias, pois estou à espera dumas respostas ".AS1 Copy

 

PEDRO CERQUEIRA COM ÉPOCA SABÁTICA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE

 

PEDRO CERQUEIRA COM ÉPOCA SABÁTICA

 

Depois de se ter sagrado campeão logo na época de estreia ao volante do BMW, Pedro Cerqueira em 2017 tPedro-Cerqueira-vence-Campeonato-Nacional-Clssicos-de-Montanha-2016-2-650x250 CopyPEDROCERQ Copyerá uma época sabática.Por aquilo que apuramos compromissos de foro familiar não permite poder competir esta época.

 

OPEL GT DECORADO

OPEL GT DECORADO BY RD DESIGN

 

Mais uma obra prima em termos decorativos dum Opel GT que pelos vistos poderá vir a participar no Nacional de Clássicos, cuja decoração é16996059 1329589990397650_5307857427113096626_n_Copy da autoria de Paulo MIguel.

 

WTCC 2017

 

WTCC Q&A: ROB HUFF

Returning to ALL-INKL.COM Münnich Motorsport in 2017 for his first shot at driving a Citroën C-Elysée WTCC, the British driver is one of the favourites for what would be his second FIA World Touring Car Championship title to add to the crown he claimed with Chevrolet in 2012. He talks testing, beautiful cars and rekindling old friendships.

You’re back with ALL-INKL.COM Münnich Motorsport for 2017. How have your pre-season preparations gone so far?
“We’ve had a fantastic start. It’s only testing, but it gives me confidence that what we’re doing and the way we’re learning the car is in the right direction. We’re a little bit ahead of the [Sébastien] Loeb Racing guys and that team has had a few years of experience with the Citroën now. But I feel very happy with the car and the team has done a great job. I don’t want to say we’re not trying to be quick because we are, but we’re working through a test plan which doesn’t mean we’re putting everything together to be as quick as we can. But we completed a lot of kilometres today, we did a race run and I’m very happy with the car.”

Are you surprised you’ve been so quick, so soon?
“No, you can never be surprised with a car that’s won three world championships, but it’s just beautiful, it works and it’s as simple as that.”

The official WTCC pre-season test took place at Monza and the championship will be returning to the track for the first time since 2013 at the end of April. Excited?
“l love this place, it’s brilliant, just spectacular. When you drive in through the park it’s just beautiful. It’s been sorely missed from the WTCC for the last three years and it’s going to provide some fantastic racing – it always did and always will. I’m very happy it’s back on the calendar.”

How much confidence do you get from a successful test programme?
“We tested in Navarra and straight away we were quick compared to the Loeb guys. We came to Monza and we were quick. I feel very happy with the car, I’ve adapted really well to it and the mechanics have adapted well too. Citroën have helped out a lot – my guys have been to the factory working on the car with the Citroën mechanics to really learn and understand it – not to give us a head start, but to help us catch up as much as possible. That’s paying dividends because the changes on the car are making it quicker and quicker all the time. It’s just a dream to drive and I’m quietly smiling.”

What’s it like to be back with ALL-INKL.COM Münnich Motorsport?
“Brilliant. I loved working with this team in 2013, and I’ve worked with them since and stayed very good friends and in contact with [team boss] René [Münnich]. It’s just nice, there is zero pressure. I can make my own decisions and we’re free. The feeling of that is something I have to say is quite special. After 13 years in this championship, I’m ready for this change.”

Finally, what can you achieve this season?
“I’m in a strong position with more experience and of course with the ultra-competitive Citroën package. When René approached me with the idea of a Huff-Citroën/Münnich Motorsport attack on the WTCC for 2017 it was an opportunity that I simply could not pass on. It is a year when it’s quite possible for a private team to be WTCC champions, and that is our number one goal.”AT20 CopyAT21 CopyAT22 Copy

 

OS ULTIMOS PREPARATIVOS PARA O GP AUSTRÁLIA

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

OS ULTIMOS PREPARATIVOS PARA O GP DA AUSTRÁLIAAT8 CopyAT9 CopyAT10 CopyAT11 CopyAT12 CopyAT13 CopyAT14 CopyAT15 CopyAT16 CopyAT17 CopyAT18 Copy

 

Como se prepara um GP numa pista que só se usa uma vez por ano. Pilotos tiveram de fazer hoje, quarta-feira, o track-walk porque amanhã já há treinos neste evento que é o único, para além do Mónaco, onde o programa tem quatro dias de acção em pista. Pela tarde australiana já rodou um Minardi V10 bilugar e o som chegava ao centro de Melbourne.

 

TIAGO MONTEIRO DE NOVO EM TESTES

TIAGO MONTEIRO COM DOIS DIAS DE TESTES

 

WTCC 2017

 

A equipa da Honda de WTCC está hoje amanhã a testar no Hungaroring, perdo de Budapest, onde Tiago Monteiro e o seus colegas de equipa estão a testar novas soluções no carfro nipónico.AT4 CopyAT5 CopyAT6 CopyAT7 Copy

 

INOVAÇÕES NA PEUGEOT

INOVAÇÕES NA PEUGEOTAT1 CopyAT2 CopyAT3 Copy

 

 

 

Peugeot cria Food Truck para a Gillardeau, conceituado ostreicultor francês. Para mim tá bom, gosto de Peugeot e de ostras.

 

O NOVO ASPECTO DO SKODA DE CARLOS FERNANDES

CAMPEONATO NACIONAL DE RALIS

 

O NOVO ASPECTO DO SKODA DE CARLOS FERNANDES

 

É com estas cores que Carlos Fernandes irá participar no Rali do Açlores na estreia deste Skoda.17424882 1488203407879617_4448217577784342985_n_Copy17425961 1753793318284312_4700729869858699107_n_Copy17457375 1488203417879616_8659605995456016655_n_Copy17457567 1488203404546284_8280160726906827350_n_Copy

 

TT NO BRASIL

 

Rally da Ilha: Prólogo na orla da praia será uma das grandes atrações

Evento que completa sua 10ª edição testará a qualidade e capacidade de pilotos e navegadores, em dois dias de disputas. O certame somará pontos para os Campeonatos Brasileiro Baja das modalidades motos, quadriciclos e UTVs

O 10º Rally da Ilha, que acontece nos dias 24, 25 e 26 de março, na cidade litorânea de Ilha Comprida, a 190 quilômetros da capital paulista, será uma oportunidade para os competidores de motos, quadriciclos e UTVs garantirem uma boa colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro de Rally Baja (3ª e 4ª etapas).

A Arena Promoções e Eventos, organizadora do evento, finaliza uma competição de alto nível técnico que envolve dificuldades para analisar o desempenho do conjunto na etapa que promete ser emocionante. O evento terá novamente uma super pista para Prólogo com aproximadamente três quilômetros, montada na orla da praia de Araçá."Será um show para o público com disputas eletrizantes na busca pela melhor posição de largada", contou Henrique Arena, organizador do Rally da Ilha.

As inscrições do Rally da Ilha estão abertas no site (rallydailha.com.br), onde também encontram-se todas as informações do evento. Acompanhe a etapa pelo facebook @Rally Ilha Comprida e instagram #Arenarally.

A 10ª edição do Rally da Ilha é uma realização da Arena Promoções e Eventos e têm a supervisão da CBM - Confederação Brasileira de Motociclismo. A prova conta com o patrocínio da Can-Am, Prefeitura Municipal de Ilha Comprida e apoio do Divino Fogão e Penna Off-road.

PROGRAMAÇÃO DO RALLY DA ILHA 2017
Local - Arena de Eventos. ( próximo ao Corpo de Bombeiros)
Wp-S-24º44.903 W 47º33.025.

Sexta-feira, 24 de março
14h00 às 17h30 - Secretaria de prova
15h00 às 18h00 - Vistoria

Sábado, 25 de março -
Local - Arena de Eventos. (próximo ao Corpo de Bombeiros)
Wp-S-24 º44.903 W 47º33.025
7h00 às 8h00 - Secretaria de prova
7h00 às 8h00 - Vistoria
8h00 - Briefing
10h00 - Prólogo com 3,0 km (Valendo posição de largada e especial)
13h00 - Largada (DI- 2Km / TE 2 voltas de 51Km / DF-30Km)
19h30 - Briefing

Domingo, 26 de março
09h00 - Largada (DI- 2Km / TE 2 voltas de 64Km / DF-43Km)
Local - Arena de Eventos
15h00 - Premiação

Hospedagem
Hotel Oficial da prova
Pousada Recanto
Rua Girassol, 65 - Balneário Meu Recanto
(13) 3842-3838 / 3842-1546 / (11) 96853-6869 WhatsApp
www.pousadarecantoilhacomprida.com.br

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Baja
1ª e 2ª etapas - 10 a 12/03 - Rally de Barretos
3ª e 4ª etapas - 25 e 26/03 - Rally da Ilha (Arena Eventos)
5ª e 6ª etapas - 06 e 07/05 - Rally Cuesta Off Road (Arena Eventos)
7ª e 8ª etapas - 15 e 16/07 - Rally de Inverno/São Manuel (Arena Eventos)
9ª e 10ª etapas - 07 e 08/10 - Rally Serra Azul (Arena Eventos)
11ª e 12ª etapas - 11 e 12/11 - Rally Rota Sudeste (Arena Eventos)
13ª e 14ª etapas - 02 e 03/12 - Rally dos Amigos
* Sujeito a alterações

Calendário do Campeonato Brasileiro de Rally Cros Country:
1ª e 2ª etapas - 10 a 12/03 - Rally de Barretos
3ª e 4ª etapas - 05 a 09/04 - RN1500
5ª e 6ª etapas - 06 e 07/05 - Rally Cuesta Off Road (Arena Eventos)
7ª e 8ª etapas - 02 a 04/06 - Rally Baja Jalapão (Arena Eventos)
9ª e 10ª etapas - 31/06 a 02/07 - Rally Rota SC
11ª e 13ª etapas - 19 a 26/08 - Rally dos Sertões
11ª e 12ª etapas - 07 e 08/10 - Rally Serra Azul (Arena Eventos)
13ª e 14ª etapas - 11 e 12/11 - Rally Rota Sudeste (Arena Eventos)
15ª etapa - 02 e 03/12 - Rally dos Amigos
* Sujeito a alterações

 

A definição do grid de largada será no sábado, às 10 horas, com o prólogo (Gustavo Epifanio/DFotos)

A definição do grid de largada será no sábado, às 10 horas, com o prólogo (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

O Rally da Ilha será no próximo final de semana (Minoru Takatori)

O Rally da Ilha será no próximo final de semana (Minoru Takatori)
Alta  | Web

As atividades terão início na sexta-feira, dia 24 de março, com as vistorias (Minoru Takatori)

As atividades terão início na sexta-feira, dia 24 de março, com as vistorias (Minoru Takatori)
Alta  | Web

A décima edição do Rally da Ilha terá dois dias de disputas (Gustavo Epifanio/DFotos)

A décima edição do Rally da Ilha terá dois dias de disputas (Gustavo Epifanio/DFotos)
Alta  | Web

 

MAIS NOTICIAS DE SLOT

Semana de 20 a 26 de Março no Slot Clube do Porto

Aí está mais uma semana em que voltamos ao ritmo normal, com duas provas.

alt

Sexta-feira, dia 24 de Março, teremos as Duplas de Grupo C na disputa de mais uma prova na pista Carrera. A prova deverá iniciar-se às 21:30, sob pena de se estender madrugada fora.

alt

Sábado, dia 25 de Março, voltaremos aos Ralis de Clássicos, com a disputa de mais um rali em que os modelos de outros tempos, serão as vedetas. Os modelos para competição deverão ser entregues em Parque Fechado até às 14:00, de forma a iniciar a 1ª Etapa às 14:30 e assim podermos terminar a prova a horas de regressar a casa antes do jantar.

por: José Guilherme

 

SLOT É NOTICIA

Alteração do calendário de Ralis WRC

IMPORTANTE.
À atenção dos pilotos de Rali WRC.
A prova de Rali WRC prevista para o dia 01 de Abril, foi adiada para o dia 22 de Abril.
Esperamos que esta alteração não vos traga qualquer tipo de inconveniente. Se tal acontecer, aceitem desde já o nosso pedido de desculpas.

A Direção do SCPalt

 

NOTICIAS DOS ESTATES

Lucas Oil Racing TV is the first 24/7 On Demand motorsports network - 2000 plus hours of US, national and international racing, car shows, behind the scenes action and live-streaming events online without commercial breaks.
Watch it LIVE!
Late Model Dirt!
April 1, 2017 7:00PM ET
From East Alabama Motor Speedway - Phenix City, AL
Recently added to the library:
Ice Speedway: Round 2 - Shadrinsk, Russia - March 22, 2017. The Ice Speedway Gladiators of the 2017 FIM Ice Speedway World Championship head to Shadrinsk, for Round 2 of the series. AVAILABLE FOR USA ONLY
Drag Racing - Australia: Calder Park Raceway - Sportsman Series - March 22, 2017. The ANDRA tour kicks off 2017 with the Summit Sportsman Series as the country's best sportsman racers head to Calder Park Raceway in Victoria, Australia for the Rowe Memorial. Today's field includes the Supercharged Outlaws, Competition, Super Stock, Super Sedan, and Modified Bike categories. AVAILABLE FOR USA ONLY
My Classic Car Series: Greenwood Car Show - March 17, 2017. Host Dennis Gage travels to Washington State to check out the Greenwood Car Show. Plus, he'll take a look at new parts for classic Mustangs.
Performance TV Series: Diesel Upgrades - March 17, 2017. In this show, Performance TV shows us some upgrades for diesel vehicles including new hybrid injectors and a turbo kit.
If you are unable to watch a race live, all live races will be available for replay after an event... usually within 24 hours. Please check back regularly for schedule updates. We are always adding new content and will also be adding to our live event offering throughout the season.

Lucas Oil Racing TV is currently available through Roku, Amazon Fire TV, Android TV, Xbox One, Xbox 360, and LucasOilRacing.TV for computers, tablets and smartphones.

 

TROFEU YAMAHA

 

Primeira prova do Troféu Yamaha atraiu mais de 200 participantes

 

Pegões recebeu no dia 19 de março a primeira jornada do 14º Troféu Yamaha que contou com a participação de mais de 200 pilotos, uma boa parte dos quais jovens de tenra idade e de ambos os sexos.

Na primeira prova desta competição monomarca participaram pilotos de moto e de Moto 4 divididos nas mais diversas classes em função das suas idades, das características das motos utilizadas e também da sua experiência – porque o evento também contou com nomes grande do TT, do Enduro e do Motocross nacional. Foi o caso de Sebastian Bühler que, depois de dominar a prova de abertura do Campeonato Nacional de TT, continua a demonstrar que este ano está fortíssimo.

Para Filipe Almeida, Country Manager da Yamaha Motor Portugal, a prova de Pegões foi uma excelente forma de dar inicio a esta temporada: “o balanço que fazemos é muito positivo. Foi a primeira prova da 14ª edição deste Troféu Yamaha e estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos. Tivemos mais de 200 pilotos inscritos, todas as corridas foram muito bem disputadas e, mais importante de tudo, não registámos acidentes. As condições meteorológicas ajudaram bastante e em termos de público podemos afirmar que foi das maiores assistências que tivemos e, portanto, posso claramente afirmar que não poderia ter corrido melhor” revelou.

Nesta prova o grande destaque foi para os mais novos com a escola Off Road Camp a ser responsável pelo franco crescimento da participação infantil no Troféu Yamaha que envolve cada vez mais famílias com pais e filhos a competirem numa mesma jornada: “este ano registámos muitas inscrições das classes iniciadas. São classes que têm crescido ano após ano e isto é algo de assinalar porque é também por este motivo que desenvolvemos este troféu, ou seja, queremos promover a iniciação no âmbito do desporto motorizado” concluiu Filipe Almeida.   

A competição contou ainda com os SSV da Yamaha para animar a festa que estiveram envolvidos nesta prova no âmbito de uma ação de solidariedade.

O Troféu Yamaha prossegue no próximo dia 30 de Abril altura em que realiza a jornada de Aveiras.

Vencedores Pegões

Iniciados Motos                  84 Afonso Fonseca Off Road Camp Yamaha

Iniciados Moto 4                 554 Alexandre Bastos

Fun Moto 4                        185 Guilherme Santos

YZ 85                                  514 João Reguinga

Fun Bike TTR 125             755 Pedro Barradas Off Road Camp Yamaha

Clássicas Enduro              802 Carlos Fernandes

Clássicas Cross               852 Paulo Fragoso

Infantis Motos                     8 Vasco Salgado OFFROAD CAMP - MOTONI – SALGAD

700 Moto 4                        747 Nelson Raposo TEAM MARREKOS - RAPOSO AUTOMÓV

Veteranos Moto 4              467 Rui Sousa

YZ250F                              256 Luis Cação MOTOFOLE - HOT MX - ADEGA DA

WR250F                            284 Eduardo Reis

Pilotos Oficiais Motos       108 Sebastien Buhler

450 Moto 4                         618 Fernando Cardoso

Pilotos Oficiais Moto 4      152 Daniel Bernardo

YZ450F                              311 Ricardo Pereira

WR450F                            372 Duarte Pedroso

Veteranos Motos              405 Paulo Cardoso MotofoleAF1 CopyAF2 CopyAF3 Copy

 

MOTOS - BRASIL

 

Tecfil Racing Team expõe motos de competição no Jacareí Shopping Center até este domingo

alt

Pilotos da Tecfil Racing Team estarão presentes
Divulgação VGCOM / TECFIL

- Nunca foi tão fácil ficar lado a lado com as motos de competição que voam baixo e aceleram a quase 300 km/h no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Até o próximo domingo (26), a equipe Tecfil Racing Team estará com um estande no Jacareí Shopping Center, localizado na cidade de Jacareí – cerca de 80 quilômetros de São Paulo – com a exposição de cinco motocicletas, todas com os grafismos azuis e amarelos que caracterizam as cores do time que representa a Tecfil – empresa especialista em filtros automotivos e líder do segmento no mercado brasileiro. Para os amantes do esporte, esta é uma oportunidade única de ver de perto e até mesmo fazer uma foto com a BMW S1000RR de numeral #17, que faturou o título de vice-campeã Brasileira da SuperBike com o piloto Danilo Lewis.

Entre as demais motos, o visitante poderá conferir também as duas Kawasaki Ninja ZX-6R dos pilotos Jefferson Valcézia e Luiz Ferraz, a BMW S1000RR de Diego Viveiros e a Kawasaki Ninja 300 da Gabrielly Lewis. Todas as motos são adaptadas para as pistas e disputaram a temporada 2016 do SuperBike Brasil. Além da exposição, alguns pilotos da Tecfil Racing Team estarão presentes e explicarão o funcionamentos destas potentes máquinas. Luiz Ferraz, que reside em Jacareí, estará no estande a partir desta sexta-feira (24) e os demais pilotos devem juntar-se às suas respectivas motos no final de semana. No sábado, com a equipe completa, haverá distribuição de brindes da Tecfil aos visitantes, como camisetas, bonés, chaveiros e bolsas.

SERVIÇO:

Exposição de motos da Tecfil Racing Team

Quando: Entre os dias 17 e 26 de março

Onde: Jacareí Shopping Center

Local: Rua Olímpio Catão, 500 - Jacareí (SP)

Entrada: Gratuita

Acompanhe a Tecfil Racing Team:

Acesse: www.tecfil.com.br

Facebook: facebook.com/tecfilracingteam

Instagram: instagram.com/tecfil

Twitter: twitter.com/filtrostecfil

YouTube: youtube.com/tecfilfiltros

 

LUIS NUNES NA INCERTEZA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE

 

LUIS NUNES NA INCERTEZA

 

Luis Nu05 06_08_Copyf1cbbbcb-ca01-44cf-9b10-73252f85218f Copynes ainda não tem a certeza se poderá alinhar este ano no Campeonato Nacional de MOntanha . SEgundo o piloto transmontano " como tenho problemas com a disciplina da FPAK, que ainda não estão resolvidos, não sei como irá ser esta época,nem vale a pena pensar edm que carro e que categoria, ednquanto este problema disciplinar não estar sanado de uma vez por todas ".

 

O NOVO LOOKING DO BMW DE LUIS SILVA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA VALVOLINE 2017

 

O NOVO LOOKING DO BMW DE LUIS SILVA

 

Eis o looking que o BMW de Luis Silva irá ostentar ao longo desta época no Campeonato Nacional de Mo17426060 598251183704974_8967661186661755392_n_Copyntanha, onde é um dos principais candidatos à vitória em termos de categoria.

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

Brasileiro de Turismo: Gustavo Frigotto segue na RKL Competições/Agua da Serra por mais um ano

Piloto paranaense vai para a sua segunda temporada completa na principal categoria de acesso à Stock Car

A mesma equipe, o mesmo número e o mesmo patrocinador. Permanece tudo igual para Gustavo Frigotto no Campeonato Brasileiro de Turismo em 2017. Depois de mostrar potencial em 2016, alcançando quatro pódios e disputando constantemente a vitória, o curitibano de 22 anos seguirá por mais uma temporada na RKL Competições, equipe que tem o comando de Edson Ricarte. 

Pelo quarto ano consecutivo Gustavo Frigotto terá como patrocinadora a Agua da Serra, tradicional indústria de refrigerantes do estado de Santa Catarina. A parceria começou em 2014, quando o piloto disputou a Sprint Race com as cores da marca. 

"Estou muito feliz em continuar com o patrocínio da Agua da Serra. A empresa tem sido muito importante na minha carreira e no meu desejo de chegar à Stock Car. Com o apoio deles esse ano, estarei mais perto da maior categoria do automobilismo nacional", disse Gustavo.

O curitibano também comentou um pouco sobre o ano passado e falou sobre as suas expectativas para 2017. "Mostramos uma curva de evolução muito grande na temporada passada, andamos forte desde o início do campeonato e disputamos a vitória nas últimas provas, mas os azares que tivemos não nos possibilitaram disputar o campeonato até o fim. Esse ano, se a sorte estiver ao nosso lado, vamos evoluir ainda mais e frequentemente estaremos brigando por pódios e vitórias", concluiu.

O regulamento de 2017 do Campeonato Brasileiro de Turismo traz novidades em relação ao do ano anterior. As provas de sábado passarão a ter 25 minutos de duração, enquanto as de domingo, 30 minutos. O botão de ultrapassagem passa a ser limitado a 11 acionamentos por piloto no final de semana e estará disponível a partir da sessão classificatória. Nas corridas de domingo, a janela obrigatória de pits terá a introdução do reabastecimento, assim como ocorre na Stock Car. 

Os pódios também sofreram alteração e passarão a premiar os cinco primeiros colocados, em vez dos três tradicionais. Encerrando o pacote de novidades, está a regra de lastro: Ao final de cada etapa, os quatro primeiros pilotos na classificação do campeonato terão um peso extra acrescido aos carros para a rodada dupla seguinte. O primeiro levará 80 quilos, o segundo 70, o terceiro 60 e o quarto, 50 quilos. A exceção fica na etapa final em Interlagos, onde não haverá nenhum lastro adicional.

Confira o calendário para a temporada:

1ª etapa: 02 de Abril – Goiânia (GO)
2ª etapa: 23 de Abril – Velopark (RS)
3ª etapa:  21 de Maio –  Santa Cruz do Sul (RS)
4ª etapa:  09 de Julho –  Londrina (PR)
5ª etapa:  10 de Setembro – Sem local definido
6ª etapa:  01 de  Outubro –  Tarumã (RS)
7ª etapa:  22 de Outubro –  Curitiba (PR)
8ª etapa:  10 de Dezembro –  Interlagos (SP)AY4 CopyAY5 CopyAY6 Copy

 

MAIS NOTICIAS DO WTCC 2017

 

RAVAGLIA BACK IN A WTCC CAR AT MONZA

*Italian legend tries out Tom Coronel’s WTCC racer
*Laps just for fun but experience proves useful
*Coronel: “Roberto’s heart is in motor racing”
 
Roberto Ravaglia turned back the clock at Monza last week when he took to the famous Italian track in a World Touring Car.
 
Ravaglia, who co-owns race-winning WTCC team ROAL Motorsport, competed at Monza on his way to winning the inaugural FIA World Touring Car Championship title in 1987.
 
While Ravaglia was driving a BMW M3 in the Monza 500 30 years ago today (22 March), he was behind the wheel of the Chevrolet RML Cruze TC1 Tom Coronel will use to challenge for WTCC Trophy honours in 2017 when he took part in official pre-season testing on 14 March.
 
“I enjoyed it very much, and I understand more about the car and the technology but it was not easy,” said the 59-year-old, who last drove a touring car in 1996 during a stint in the British Touring Car Championship, but had never tried a front-wheel-drive example prior to his run at Monza. “A touring car now looks more like a formula car and I was surprised how sensitive the steering is,” he added. “As soon as you move the wheel a little bit, even on the straight, there was panic in the car and after five laps I was quite tired.”
 
Coronel, a ROAL Motorsport driver since 2011, said: “It was cool to see Roberto in the car but I think he was scared like hell! He told me the car was very nervous but this is what it is like in a front-wheel-drive World Touring Car. It was nice to have his feedback and it’s good when your boss has been a driver because he understands all the situations you experience. He’s not just a team boss who calculates how much money he is making. His heart is in motor racing.”
 
Up next for Coronel, Ravaglia and ROAL Motorsport is WTCC AFRIQUIA Race of Morocco in Marrakech from 7-9 April, one of two events they won together in 2016.AY1 CopyAY2 CopyAY3 Copy

 

RENAULT ESPANHA

Renault Espanha a nível oficial em parceria com a RMC no CERA a partir do Rally de Ourense com Miguel Fuster em Clio N5

 

ATENÇÃO LEITORES

 

 

HORÁRIO TELEVISIVO:


Miguel Oliveira 



Sábado:


15.00 - Moto3 - SportTV5
15.55 - Moto2 - SportTV5...
17.35 - MotoGP - SportTV5



DOMINGO:


16.00 - Moto3 - SportTV5
17.20 - Moto2 - SportTV5
19.00 - MotoGP - SportTV5

 

VOLKSWAGEN DE CARLOS FAVA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 - VALVOLINE

 

VOLKSWAGEN FUSCA DE CARLOS FAVA A CAMINHO DO PREPARADOR

 

O Volkswagen Fusca de Carlos Fava encontra-se em viajem a caminho de VIla Nova de Gaia, onde nas instalações da José Castro irá ser feito uma revisão completa, de forma a o carro estar pronto para a Rampa da Covilhã.Esta imagem mostra o Volkswagen em cima do reboque a iniciar a viajem em direcção a Vila No17309375 1253698114708280_8757208417255633411_n_Copyva de Gaia.

 

HORST BATISTA COM PRESENÇA ASSEGURADA

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA VALVOLINE 2017697d4b46-5634-41af-bcaa-39b5d7d10977-660x330 Copy

 

HORST BATISTA COM PRESENÇA ASSEGURADA EM DUAS PROVAS

 

Horst Batista e o seu Renault 5 GT Turbo, tem para já assegurada a participação em apenas duas provas, como nos disse o piloto do Porto, " até ao momento tenho apenas assegurado os apoios para poder participar na Rampa da Falperra e no circuito de Vila Real.EStou neste momento estou  à procura de mais apoios que me permitam participar em mais provas, ainda não sei quais, pois ainda não tive respostas positivas por parte destes patrocionaodores, " disse-nos.

 

O REGRESSO DE CARLOS FAVA AO NACIONAL DE MONTANHA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2017 – VALVOLINE

 

O REGRESSO DE CARLOS FAVA AO NACIONAL DE  MONTANHA

 

Depois de ter participado na época passada de forma esporádica no Campeonato Nacional de  Montanha ao volante do seu Volkswagen 1300 “Fusca”, eis que Carlos Fava está de regresso para assim participar em algumas das provas que fazem parte do calendário.De referir que Carlos Fava já está restabelecido, depois do acidente que se viu envolvido no ano passado no autódromo do Estoril, numa prova de clássicos.

 

 

Para a época que se aproxima Carlos Fava  começou logo por nos dizer “ a minha participação terá o seu incio na Rampa da Covilhã, por isso não estarei presente na Rampa da Penha e da Falperra, isso por dois motivos, o primeiro é que o carro não está ainda pronto, e depois estou ainda com um buget curto, que para já ainda não me pertmite fazer as seis provas em questão”. Perante esta facto, quisemos saber quais as provas que estão asseguradas em termos de participação, o que logo retorqui “ para além da Rampa da  Covilhã, será depois a Rampa de Santa Marta e Caramulo, mas ainda estou a falar com potenciais patrocionadores para me viabiAM9Q4262 CopyAM9Q6643 CopyAM9Q8855 Copylizar a minha participação nas restantes provas do calendário”.

 

 

Sobre os objectivos, Carlos Fava foi claro “ fazer o melhor possivel, em cada subida efectuada tentar bater os meus tempos anteriores,esperando que o carro esteja perfeito, sem problemas de ordem técnicos e que me permita atingir os resultados que pretendo, isso tendo as possibilidades deste carro, que posso desde já dizer é sempre muito apreciado pelo publico presente nas rampas, tal são as reacções que recebo.Depois há a parte de convivio com os amigos e a familia, que também é importante e não pode ser descurado, como é óbvio “.

 

Atéao momento Carlos Fava tem já assegurado os seguintes apoios :

 

- TACOFROTA Lª

 

- CÂMARA MUNICIPAL DE BELMONTE

 

- MAQUESONDA

 

- TABERNA FIO D´AZEITE

 

- LUCAS OIL

 

- IMA AGENCIA CRIATIVA

 

CARAMULO RACING TEAM VAI SER APRESENTADO

 

Apresentação oficial da Equipa Caramulo Racing Team para o Campeonato Nacional de Montanha de 2017

 

O Caramulo Racing Team realizará no próximo dia 26 de março, a partir das 09h00, a apresentação oficial da sua equipa para o Campeonato Nacional de Montanha de 2017.

O mesmo terá lugar no parque de estacionamento do Hotel do Caramulo, estando presentes três pilotos da equipa, Fernando Salgueiro, Ricardo Loureiro e Carlos Luís.

Além da exposição das viaturas naquele espaço, os pilotos farão uma sessão de testes no traçado da Rampa do Caramulo.

Uma novidade, será a presença de mais quatro pilotos convidados e amigos do Caramulo Racing Team que para além de apadrinharem o evento, aproveitarão também para testar as suas viaturas para o campeonato que se inicia em breve. Dos pilotos convidados, de realçar a presença de do ex-campeão nacional João Fonseca com o BRC com que fará o campeonato nacional.

Programa:

  • 09h00 às 09h45 – apresentação oficial da equipa Caramulo Racing Team para o Campeonato Nacional de Montanha
  • 10h00 às 13h00– sessão de testes no traçado da Rampa do Caramulo

Será uma excelente oportunidade para subir à Serra do Caramulo, aproveitar o ar puro da Montanha, interagir com os pilotos, ver de perto os respetivos carros de competição e  conhecer todos os projetos e ambições destes pilotos.

 

 

Equipa Caramulo Racing Team:

Fernando Salgueiro repete o campeonato no seu Ford Escort MKII. Depois de em 2016 ter conquistado o vice-campeonato na Categoria 6, o objetivo para 2017 é a conquista no campeonato na sua Categoria.

“Está tudo garantido para esta época, vou utilizar o mesmo Ford Escort da época passada, o carro foi alvo de uma revisão completa, com vista ao Campeonato deste ano. O objetivo é para lutar pela vitória em todas as provas”.

Ricardo Loureiro, também em Ford Escort MKII, depois de em 2016 ter feito a sua estreia em duas provas do Campeonato, propõe-se fazer o campeonato completo e apesar do desconhecimento da maioria dos traçados das provas, tentar lutar pelos primeiros lugares na sua categoria.

“Desta feita é para fazer a totalidade das provas, onde espero poder alcançar bons resultados. O Ford Escort com que vou correr é o mesmo chassi do ano passado, foi alvo duma profunda revisão e agora já está pronto para responder a mais este desafio, que espero conseguir superar” afirmou o piloto.

Carlos Luís, que em 2016 também participou em algumas provas com o seu Seat Leon TDi, regressa em 2017 com a mesma viatura.

“No ano passado, nas provas em que participei, consegui obter resultados interessantes. Tendo em consideração o facto da minha viatura ser a diesel e a classe na qual está inserida, penso que melhor não poderia ter corrido”

Tem para já garantida a presença em três provas, Penha, Falperra e Caramulo, no entanto, se os compromissos profissionais o permitirem e conseguir juntar todos os apoios necessários, e porque está previsto no regulamento desportivo do CNM 2017 uma premiação para a melhor viatura Diesel classificada, “o objetivo principal para 2017 passa por alcançar a vitória nesta categoria”.

 

 

PEDRO CARVALHO EM DUAS FRENTES ESTA ÉPOCA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA VALVOLINE

 

LEGEND´S CUP

 

PEDRO CARVALHO EM DUAS FRENTES ESTA ÉPOCA

 

O piloto de Vila Real, Pedro Carvalho, tem à sua espera uma época completa como nos começou por explicar “ é um facto, pois esta época vou alinhar em algumas  das provas da Legend´s Cup.Vou continuar ao volante do meu Opel Astra, como aliás já fiz na época transacta.”Mas a grande novidade “ vou participar com um Citroen Ax que comprei para fazer algumas  provas do Campeonato Nacional de Montanha “.

 

 

 

Perante tal cenário desportivo, Pedro Carvalho continuou “ quanto às provas da Legend´s Cup, só farei algumas , Vila Real está assegurado, assim como o campeonato que vai ter lugar no circuito Vasco Sameiro em Braga.Não tenho planos para fazer as provas em Portimão e no Estoril, isso pelo budget que disponho”.Quanto ao Campeonato de Montanha “ aqui irei paraticipar em algumas rampas, não sei se terei o carro pronto para a Rampa da Penha, pois o carro está a ser revisto, pois só recentemente adquiro-o, e para poder fazer um bom resultado tenho de o preparar devidamente, e para isso preciso tempo.Mas na Rampa da Falperra conto estrear o carro, para depois ir para a Rampa de Santa Marta, e possivelmente poderei participar em Murça, Boticas, e talvez Senhora da Graça, vamos ver “.

 

 

 

Quanto a objectivos “ fazer melhor do que a época anterior, sempre a tentar melhorar os meus tempos, a dar o melhor de mim, quer em pista quer nas provas de Montanha.No Campeonato de Montanha será uma estreia praticamente para mim, por isso será uma incógnita o que poderei fazer, mas com um carro competitivo, poderei fazer bons resultados, tentando em cada subida efectuada fazer melhor que a anterior.Depois para além da parte desportiva, há ainda outra parte que é estar com a familia, e os amigos nas corridas, para assim recarreegar as “baterias” e divertir-me o mais possivel, depois de semanas de muito trabalho, pois isso é para mim muito importante.FB IMG_1467401356813_CopyFB IMG_1468448241210_CopyFB IMG_1477483820717_Copy

 

CAMPEONATO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

  1. A marca de equipamentos desportiva Puma desenvolve meias-sapatilhas para Vettel e Raikkonen.

 

DECORAÇÃO FERNANDO PERES

DECORAÇÃO FERNANDO PERES

 

O Mitsubishi de Fernando Peres e a sua decoração foi da autoria da RD Design - Paulo Mi17202830 1339713276051988_4115799035815634334_n_Copyguel .

 

RAMPA ESPINHAL

Rampa Espinhal 2017 - Classificações e Fotos

Um dia magnífico foi o cenário ideal para mais esta edição da Rampa do Espinhal, terceira prova a contar para o «Series by NDML 2017».
Com o apoio da Junta de Freguesia do Espinhal que teima em receber este evento com grande simpatia e a resposta do publico local, e não só, tornam cada ano que passa num evento com verdadeiro sucesso.
Em termos de classificação, em Clássicos, a equipa José Jorge/João Moreira em Opel 1904 SR já ...

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Rsports Racing acerta com Cozzi para ser piloto da equipe no Brasileiro de Turismo

Experiente na categoria do automobilismo nacional, Marco Cozzi é o segundo piloto anunciado pela equipe. A etapa de abertura será de 30 de março a 02 de abril, em Goiânia (GO)

A Rsports Racing tem seu segundo piloto confirmado para a temporada no Campeonato Brasileiro de Turismo. Marco Cozzi acertou para competir pelo novo time e espera ter a chance de disputar posição com as melhores equipes da categoria de acesso a Stock Car, a qual compete desde 2013. A primeira etapa em regime de rodada dupla será no Autódromo Internacional de Goiânia daqui a duas semanas, nos dias 30 de março a 02 de abril.

"A expectativa é bem grande, pois estou muito motivado. O campeonato é sempre muito competitivo, como sempre traz novos talentos e tem uma galera que já anda há anos. Então, estará com muita gente boa no grid e teremos uma bela competição!", declarou Marco Cozzi, de 35 anos, que comandará o carro #23.

O piloto paulista começou sua preparação intensiva para a temporada que terá oito etapas - 15 corridas (duas por etapa, com exceção da final em São Paulo, em dezembro). "Estou muito focado tanto quanto na temporada de 2013, quando treinava de kart duas vezes por semana. Além disso, pratico natação e tenho andado de bike também com essa periodicidade", comentou.

Cozzi elogiou as características do novo chefe. "Estou muito feliz de trabalhar com a Rsports Racing, que já desponta como uma das mais estruturadas do cenário nacional. Já estive na equipe em outra categoria e na ocasião, logo de início vencemos. É uma satisfação poder estar com um grande piloto, que foi um de meus maiores adversários de pista, o Leandro Romera. Conheço ele há anos quando corríamos de Spyder Race antes de irmos para Stock Car. Sempre é bom ter chefe de equipe que é ex-piloto", destacou.

Dono da equipe, Leandro Romera comemorou a contratação de Cozzi e afirmou que o piloto é um dos favoritos ao título desta temporada. "Estou feliz em anunciar Marcos Cozzi como piloto da Rsports neste ano. Ele será valioso para nossa equipe. Seu talento e experiência serão fundamentais para nosso objetivo", explicou.

"Além disso, estou convencido de que podemos desafiar outras equipes e pilotos pela vitória rapidamente. Acredito que Cozzi e o companheiro de equipe Fernando Croce podem ser candidatos ao título desta temporada. Eles tem o que é preciso para vencer", finalizou.

Sobre Marco Cozzi

Piloto e empresário, o paulista Marco Stefano Cozzi começou sua carreira no kart em 1988, garantiu o vice-campeonato paulista, e competiu até a temporada de 1996 nessa categoria, também disputou o Spyder Race (força livre) nesse período e conquistou o título. Depois de um intervalo de dez anos, por falta de recursos para manter a carreira, a paixão pelo automobilismo falou mais alto e ele retornou às pistas. A passagem para as categorias de Turismo aconteceu em 2008, nas divisões de acesso da Stock Car.

Em 2012, Cozzi foi um dos maiores destaques da Copa Montana. Já 2013, marcou a segunda temporada do piloto na equipe Carlos Alves Competições, quando foi o protagonista da temporada pelo Campeonato Brasileiro. Em 2014, Cozzi novamente competiu pela mesma equipe. No ano de 2015, lutou pelo título até reta final do campeonato, terminando em quinto. Conta ainda, com passagem em provas internacionais como Grand-AM Rolex Series nos Estados Unidos nas divisões de acesso da Nascar.

Já em 2016, novamente brigou pelo título do Brasileiro de Turismo e conquistou a quarta colocação. Um dos pilotos mais experientes do grid, fará sua estreia na equipe paulista Rsports Racing, escuderia que defenderá na temporada completa do Campeonato Brasileiro de Turismo em 2017. Marco Cozzi tem 35 anos, é empresário e pai de dois filhos, os quais aprendem no kart a paixão pelo automobilismo. Mais informações: www.marcocozzi.com.br | Facebook @Marco Cozzi | Instagram #cozzi23.

Confira a programação e os horários das atividades da Stock Car em Goiânia.

Quinta-feira, 30 de março
10h15 - 10h45 - 1o Treino Coletivo Brasileiro de Turismo
11h00 - 12h00 - 1o Treino Coletivo (Grupo 1) Stock Car
12h05 - 13h05 - 1o Treino Coletivo (Grupo 2) Stock Car
13h20 - 13h50 - 2o Treino Coletivo Brasileiro de Turismo
14h30 - 15h10 - 2o Treino Coletivo (Grupo 1) Stock Car
15h15 - 15h55 - 2o Treino Coletivo (Grupo 2) Stock Car

Sexta-feira, 31 de março
09h25 - 10h05 - 1o Treino Brasileiro de Turismo
10h20 - 11h20 - 1o Treino (Grupo 1) Stock Car
11h25 - 12h25 - 1o Treino (Grupo 2) Stock Car
13h20 - 14h00 - 2o Treino Brasileiro de Turismo
14h15 - 15h15 - 1o Treino (CLA AMG) MB Challenge
15h25 - 16h25 - 1o Treino (C 250 CUP) MB Challenge
16h30 - 17h30 - Foto Oficial dos Pilotos

Sábado, 01 de abril
08h00 - 08h10 - 3o Treino Brasileiro Turismo
08h25 - 09h05 - 2o Treino (Grupo 1) Stock Car
09h10 - 09h50 - 2o Treino (Grupo 2) Stock Car
10h05 - 10h15 - Classificação Brasileiro de Turismo
10h30 - 11h30 - 2o Treino MB Challenge
13h00 - 14h00 - Classificação Stock Car
14h50 - Largada (Corrida 1) Brasileiro de Turismo
15h40 - 16h00 - Classificação (CLA AMG) MB Challenge
16h10 - 16h30 - Classificação (C 250) MB Challenge

Domingo, 02 de abril
08h35 - Largada (Corrida 2) Brasileiro de Turismo
10h00 - Largada MB Challenge
11h00 - 12h00 - Visitação e Volta Rápida
13h00 - Largada (Corrida 1) Stock Car
14h10 - Largada (Corrida 2) Stock Car

Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo (15 corridas):
02/04 - Goiânia (GO)
23/04 - Nova Santa Rita/Velopark (RS)
21/05 - Santa Cruz do Sul (RS)
09/07 - Londrina (PR)
10/09 - Local a definir/Stock Car Corrida do Milhão
01/10 - Viamão / Tarumã (RS)
22/10 - Curitiba (PR)
10/12 - São Paulo/Interlagos (SP)

 

Marco Cozzi confirmado para a equipe Rsports Racing (Foto: André Santos)

Marco Cozzi confirmado para a equipe Rsports Racing (Foto: André Santos)
Alta  | Web

Será a quinta temporada de Marco Cozzi no Brasileiro de Turismo (Foto: André Santos)

Será a quinta temporada de Marco Cozzi no Brasileiro de Turismo (Foto: André Santos)
Alta  | Web

Piloto Marco Cozzi (Foto: André Santos)

Piloto Marco Cozzi (Foto: André Santos)
Alta  | Web

A etapa de abertura da temporada 2017 será em Goiânia (GO) (Foto: André Santos)

A etapa de abertura da temporada 2017 será em Goiânia (GO) (Foto: André Santos)
Alta  | Web

Ao todo, serão oito etapas e 15 corridas na edição 2017 do BR de Turismo (Foto: André Santos )

Ao todo, serão oito etapas e 15 corridas na edição 2017 do BR de Turismo (Foto: André Santos )
Alta  | Web

 

VAMOS APOIAR A SELECÇÃO NACIONAL

 

VAMOS APOIAR A SELEÇÃO NACIONAL COM A HERTZ

Dia 25 De Março no Estádio da Luz

Os campeões europeus vão voltar ao campo! Portugal defronta a Hungria no próximo dia 25 de Março no Estádio da Luz.

Num jogo que promete ter todos os Portugueses a torcer pela selecção, a Hertz não podia deixar de estar presente nesta etapa de apuramento para o Mundial 2018, para apoiar os actuais campeões europeus.

 

No próximo Sábado, não é apenas a selecção que tem a oportunidade de ganhar no jogo contra a Hungria. A Hertz dá oportunidade a que todos “chutem e ganhem”.

No exterior do Estádio da Luz, a Hertz vai ter o “Chuta e Ganha”, um jogo onde os participantes podem ganhar brindes Hertz se forem os vencedores.

 

Mas as surpresas da Hertz para o jogo entre Portugal e a Hungria não ficam por aqui. Nas portas de entrada do estádio e no intervalo do jogo, a Hertz promete muitas surpresas, por isso, esteja atento! Esperamos por si para apoiar a Seleção Nacional!

 

Para além destas surpresas imperdíveis, a Hertz, enquanto rent-a-car oficial da Federação Portuguesa de Futebol, disponibiliza também tarifas especiais no aluguer de viaturas, só para os fãs de Futebol! Usufrua destas tarifas mencionando o CDP 779754 no momento da reserva. Saiba mais em Hertz.pt

 

HYUNDAI É NOTICIA

 

Hyundai patrocionouAT13 Copy Corrida do Dia do Pai
• A prova, uma das mais icónicas da cidade do Porto, espera mais de 10.000 participantes; • O patrocínio à prova insere-se na estratégia da Hyundai de promoção de um estilo de vida saudável e ativo.
 
A Corrida do Dia do Pai, organizada pela RunPorto, tem lugar no próximo dia 19 de março, com partida às 10h00 junto ao Parque da Cidade do Porto, na zona do Queimódromo. A mítica prova da cidade completa este ano a sua 14ª edição e conta com uma corrida cronometrada de 10kms e uma caminhada de 7kms.
Durante o evento estarão presentes viaturas Hyundai que irão monitorizar toda a prova, acompanhando os atletas desde a partida até à meta, e uma viatura que transportará o relógio.
Com o intuito de promover uma relação mais próxima com os adeptos da modalidade e celebrar o Dia do Pai, a Hyundai irá proporcionar diversas experiências na prova, entre as quais a oferta de um "Fim-de-semana ao Volante de um Hyundai” para o participante que finalizar a corrida de 10Kms no 100º lugar e atividades a pensar nos mais novos, como é o caso de pinturas faciais.
Para os seguidores da Hyundai no Facebook, encontra-se a decorrer um passatempo cujos vencedores serão premiados com oferta de inscrições duplas para a prova.
A Hyundai reforça assim a sua estratégia global de promoção de um estilo de vida saudável e ativo, patrocinando cerca de 30 provas, em todo o país. 

 

HUMOR NA FÓRMULA 1

HUMOR NA FÓRMULA 1

 

AO QUE CHEGAMOS COM A INDUMENTÁRIA DOS PILOTOS DA FORCE INDIA.....

 

 

AT12 Copy

 

ALGUMAS CARAS DO MUNDIAL DE FÓRMULA 1 - 2017

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

ALGUMAS CARAS DOS PILOTOS PARTICIPANTES.....17264193 10208851113538117_6522573660627241463_n_Copy17308957 10208851109858025_3629973289509723336_n_Copy17308989 10208851113658120_2593541631531713278_n_Copy17309145 10208851114738147_4319659193432962417_n_Copy17353282 10208851110018029_1781051095445175949_n_Copy17353282 10208851110018029_1781051095445175949_n_Copy17353602 10208851109938027_7571752040889582146_n_Copy17361802 10208851109978028_5750476337507999776_n_Copy17362348 10208851112058080_1166799106924146480_n_Copy17362370 10208851110698046_8688046634698240970_n_Copy17362418 10208851110658045_7774386110283803110_n_Copy17362697 10208851113578118_3991554738655637278_n_Copy17362781 10208851110618044_8113536108601163523_n_Copy

 

CAMPEONATO NACIONAL DE TRIAL

 

Campeonato Nacional de Trial 4x4 2017 Inscrições abertas para Torres Vedras
Já estamos em contagem decrescente para a segunda etapa do Campeonato Nacional de Trial 4x4 2017, em Torres Vedras. A estreia de Torres Vedras no CNTrial 4x4 em 2014 foi extremamente positiva e a repetição do sucesso em 2015 e 2016 confirmaram as enormes potencialidades de Torres Vedras. Era por isso obrigatória a passagem da caravana do CNTrial 4x4 pelo Oeste em 2017. Nesta nova época aprova é uma organização conjunta dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras com o clube Trilhos do Norte. A pista será no mesmo local dos anos anteriores, Sarge, mas os obstáculos vão sofrer alterações. À chegada a Torres Vedras é um piloto da terra que lidera a classificaçã geral: Rui Querido. O piloto torrense é também o líder da classe Proto. António Calçada segue na frente da classe Extreme, com 4 pontos de vantagem sobre Pedro Alves. Na classe Proto Claudio Ferreira lidera com 3 pontos de vantagem sobre Luis Jorge. O campeão nacional de Promoção, João Fernandes, chega a Torres Vedras na liderança da classe com 3 pontos de vantagem sobre Paulo Cameirão. Na classe UTV/ Buggy o líder, depois de uma prova, é Luís Carneiro. Em Torres Vedras estarão ainda em pista viaturas de Turismo de Serie, com ou sem modificações, que deverão respeitar as normas impostas pelo Regulamento Técnico do CNTrial4x4 da classe promoção. A medida máxima permitida dos pneumáticos será até 37” (trinta e sete polegadas) inclusive, a competir na prova “Lumias 4x4”. A etapa de Torres Vedras é no fim de semana de 8 e 9 de abril.AT11 Copy

 

ATENÇÃO PILOTOS E INTERESSADOS

ATENÇAO PILOTOS E INTERESSADOS

 

É favor de tomar nota na vossa agenda desportiva.17425106 10208703429290545_8053292557784443302_n_Copy

 

AS NOVAS INDUMENTÁRIAS DOS PILOTOS DA FORCE INDIA

CAMPEONATO DO MUNDO DE FÓRMULA 1 - 2017

 

AS NOVAS INDUMENTÁRIAS DOS PILOTOS DA FORCE INDIA

 

 

 Escaparam AT9 CopyAT10 Copyao rosa total. É um misto de Pantera Cor de Rosa e Inspector Clouseau...

 

FREDERIQUE CONSTANT APRESENTA

 

Frédérique Constant apresenta nova coleção

 

Classic Worldtimer Manufacture: o relógio perfeito para quem gosta de viajar

 

https://gallery.mailchimp.com/1bf5cf1a2c710411f9ca25027/_compresseds/b964fcc1-0cb0-4370-a4c9-16f95417f8c0.jpg 

A marca suíça Frédérique Constant apresenta na feira de alta relojoaria Baselworld, de 23 a 30 de março, em Basileia, a nova coleção de 2017. Antes do evento, e para desvendar um pouco da coleção, a Frédérique Constant revela o novo Classic Worldtimer Manufacture - o relógio perfeito para quem gosta de viajar.

 

Atualmente, viajar é tão natural quanto correr ou ler. É o "it" hobby do momento! Tendo isto em mente, a Frédérique Constant apresenta o novo Classic Worldtimer Manufacture, um relógio que permite saber o horário em todo o mundo.

O aço inoxidável banhado a ouro rosa e os padrões castanhos fazem o novo Worldtimer, um relógio de viagem elegante e sofisticado. No mostrador, o mapa mundo gravado a castanho escuro e a indicação de vinte e quatro cidades fazem sonhar com o próximo destino.

A data localizada às 6 horas combina perfeitamente com a função Worldtimer sem perturbar a estética do relógio. E mesmo que o mostrador esteja ocupado com informação, os índices horários tornam a leitura do tempo uma tarefa fácil e simples.


Os relojoeiros da Frédérique Constant conseguiram um feito extraordinário com o Classic Worldtimer Manufacture, nomeadamente através do desenvolvimento de um calibre com 139 peças, medindo apenas 30mm de diâmetro e onde a função Worldtimer é completamente controlada através da coroa. Não há botões adicionais, o que facilita a utilização deste relógio. A Frédérique Constant foi a primeira marca a introduzir esta complicação.

Referência: FC-718BRWM4H4

Caixa: 42 mm de diâmetro; Vidro de safira convexo; resistente à água até 50 metros  Mostrador: castanho com mapa mundo gravado ao centro e índices luminescentes. Ponteiros polidos à mão banhados a ouro rosa. Contador de data às 6 horas. Disco com 24 horas.

Movimento: FC_718, automático com data e função worldtimer ajustável através da coroa. Decoração Perlage e Côtes de Genève no movimento. 26 rubis, 42 horas de autonomia, 28’800 alternâncias/hora.

Correia: castanha com pespontos brancos

Preço: 3.990€

 AT8 Copy

 

COPA ECPA

 

1ª etapa do ECPA Arrancada acontece no fim de semana

Expectativa é de mais de 100 competidores nas provas que abrem a temporada

 

A etapa de abertura de um dos maiores certames de arrancada do Brasil acontece no próximo fim de semana, no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo, em Piracicaba, com o início da temporada do Campeonato ECPA de Arrancada.

 

As provas serão disputadas de 24 a 26 de março, na reta do Autódromo localizado no interior de São Paulo, onde a competição se desenvolve em 201 metros de aceleração.

 

A temporada 2017 traz novidades, como a criação de uma nova categoria, a Desafio 7.8, e uma promoção com a empresa InjePro, que estará sorteando um módulo de injeção completo, modelo S4000, para todos os pilotos participantes, durante todas as cinco etapas do certame. A promoção já teve início a partir do Festival ECPA de Arrancada, realizado em janeiro.

 

Programação

A programação tem início na sexta-feira (24), quando a pista será aberta para os primeiro treino livre cronometrado, das 13h às 18 horas. No sábado (25), há outra sessão de treinos oficiais com início às 8h30 e seguindo até às 11h para, em seguida, acontecer o briefing com os pilotos, retomando as atividades de pista 13h às 17h, agora com duas arrancadas para cada categoria.

 

No domingo (26), a programação segue por todo o dia, tendo início às 9h e, após as baterias classificatórias, acontecem as semi-finais e finais.

 

Ingressos

Sábado – R$ 20,00

Domingo – R$ 20,00 / Promoção: R$ 30,00 para o casal

 

Meia entrada

Pagam meia entrada, estudantes que apresentarem a carteirinha escolar, pessoas acima de 60 anos e crianças de 8 a 12 anos. Crianças até 7 anos, acompanhadas de um adulto, não pagam.

 

Estacionamento

Carro e moto – R$ 15,00

Box: credencial – R$ 50,00 para os três dias

 

Serviço

O ECPA localiza-se na rodovia SP 135, Km 13,5, no distrito de Tupi, em Piracicaba/SP. O local possui lanchonete, restaurante, estacionamento, arquibancadas e sanitários. Mais informações pelos telefones (19) 3438.7901 e 3438.7174, e-mail Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar , ecpa.com.br e facebook.com/ecpabrasil. A realização e organização são do ECPA e a supervisão da Liga Paulista de Automobilismo (LPA).AT6 Copy

 

BOSCH É NOTICIA

 

Filtros de habitáculo Bosch: Solução perfeita para uma condução segura e proteção para as alergias

 

  Os filtros de habitáculo Bosch protegem o veículo, proporcionam uma condução segura e cuidam da saúde dos passageiros

  Campanha “1 mês, 1 produto”

  Bosch aconselha…

 

Hoje em dia, praticamente todos os veículos novos estão equipados com filtros de habitáculo. A sua função principal é filtrar e deter de forma eficaz as substâncias do ar, evitando a entrada de pólen, substâncias perigosas e gases prejudiciais à saúde, no interior do veículo. Protegem também o sistema de climatização e ar condicionado proporcionando, portanto, um maior conforto e segurança na condução.

 

Mas isto apenas acontece quando o filtro de habitáculo se encontra em perfeitas condições. Muitos construtores automóveis indicam, por exemplo, no manual de instruções do veículo, qual deve de ser a frequência aconselhada para a mudança de filtros. De forma genérica, recomenda-se substituir este filtro uma vez por ano ou a cada 15.000 Km. No entanto, no caso de circulação nas cidades ou em ambientes muito contaminados, o filtro pode perder a sua eficácia mais rapidamente.

 

A primavera é o melhor momento para substituir este tipo de filtro, especialmente se o condutor ou a sua família têm reações alérgicas ao pólen ou a outros alergénios. Durante o outono e inverno, a humidade é elevada e as substâncias acumuladas no circuito de climatização podem resultar em maus cheiros no interior do veículo. Juntamente com a revisão do sistema e com a carga do ar acondicionado, o filtro de habitáculo também deve ser mudado.

 

Enquanto fornecedora de sistemas para o automóvel com vários anos de experiência no mercado, a Bosch divulga a importância da filtração de partículas. Ao trabalhar incessantemente na qualidade que permite aos filtros proteger o veículo e a saúde dos seus ocupantes, a Bosch proporciona uma condução segura e confortável.

 

Filter+: a melhor solução para evitar alergias.

 

A Bosch tem a solução adequada para todos os tipos de condutores ou veículos e acaba de lançar mais um produto para completar a sua gama de filtros de habitáculo.

O FILTER+ é apresentado como um filtro especial anti pólen que possui várias capas de material filtrante preparadas para uma maior retenção das microbactérias, e para uma maior separação duradoura dos alergénios, tornando-os inofensivos. Ao reduzir e prevenir as reações alérgicas, o FILTER+ minimiza as distrações do condutor, aumenta a concentração e, consequentemente, a segurança durante a condução.

 

A gama de filtros de habitáculo Bosch foi desenvolvida para cobrir as necessidades de condutores e passageiros. O FILTER+ complementa a gama de soluções da Bosch que vai desde os filtros standard mais económicos aos filtros de carvão ativo muito eficientes e, agora, também a estes filtros inovadores que garantem a melhor qualidade possível do ar no interior do veículo.

 

 

Prevenir é proteger o motor: recomendações para os filtros de óleo, ar e combustível

Uma correta manutenção do veículo pode evitar problemas ao automobilista. Dentro dos serviços de manutenção incluem-se as substituições dos filtros do motor que, quando são de boa qualidade e se forem mudados a tempo, aumentam a vida útil do motor.

 

O objetivo do filtro de óleo é evitar que as impurezas que entram no circuito de óleo, quer aquelas que vêm do exterior como aquelas geradas internamente, entrem no motor. Com o passar do tempo e com o uso, este filtro vai perdendo eficiência. Desta forma, para assegurar a integridade mecânica do veículo, deve-se substituir periodicamente o filtro nos intervalos de mudança recomendados pelo fabricante.

 

Para o processo de combustão, além do combustível, também é necessário ar. No ciclo de admissão, o filtro de ar detém as impurezas em suspensão evitando que entrem no motor. Um filtro de qualidade também deve permitir a entrada de uma quantidade de ar suficiente para o bom funcionamento do motor. Aconselha-se substituir o filtro de ar a cada 20.000 quilómetros - ao mesmo tempo que o filtro de óleo - ou uma vez por ano, de acordo com as recomendações do fabricante do veículo. Se a condução é em zonas ou estradas com muitas poeiras, estes intervalos de substituição devem ser mais reduzidos.

 

Através do filtro de combustível é possível deter as impurezas associadas ao processo de combustão. Se o filtro estiver deteriorado ou obstruído com impurezas do próprio combustível, o automóvel pode, por exemplo, perder potência e o sistema de injeção pode avariar-se. Para evitar estas situações, o filtro deve ser substituído, pelo menos, a cada 30.000 quilómetros ou segundo as recomendações de cada fabricante. Se o circuito de combustível for afetado por alguma avaria, também é necessário substituir o seu filtro.

 

Porquê os filtros Bosch?

- Enquanto fornecedor de sistemas para o automóvel com grande experiência no campo da gestão do motor, a Bosch está consciente da importância da filtração no sentido de garantir a precisão de funcionamento dos componentes do sistema de injeção.

- A marca Bosch defende a qualidade assegurando, assim, a confiança do condutor: é a marca que tem mais reconhecimento e que transmite maior garantia de qualidade do ponto de vista do consumidor final.

- A Bosch tem redes de oficinas e serviços que se destacam no setor das oficinas independentes.

- A Bosch estabelece os preços de peças suplentes de forma apropriada, conseguindo uma diferenciação adequada com o preço do concessionário oficial em Portugal.

 

OSC LASIK RACING

OCC Lasik Racing with Newbridge all set for 24H Silverstone

Following a trouble-free run last time out in Dubai, OCC Lasik Racing with Newbridge Motorsport are looking ahead the 24H Touring Car Endurance Series (TCES) at Silverstone 1 – 2 April, in what will be a five-driver line-up.

 
Fielding the #249 OCC Lasik branded Porsche Cayman GT4 Clubsport in the SP3-GT4 class, the team are looking to build on the momentum gained last time out in what will be the first TCES event of the year and the team’s first 24H at Silverstone.
 
Young Australian racer Aidan Read joining established sportscar racer Devon Modell alongside regular drivers JM Littman, Chris Valentine and Team Principal Sponsor Dr. Fareed Ali.

Newbridge Motorsport Team Principle Richard Tovey
 
“We’re building on the strong showing in Dubai, this is the first TCES race of the year and we have a great line up with our five drivers. We’re really looking forward to the challenges that the Silverstone weather may impose on us, and how we can maximise our strategy in the possible – almost inevitable - changing weather conditions!” 
 
Team Principal Sponsor Dr. Fareed Ali
 
“I am delighted to renew the partnership between OCC Lasik and Newbridge Motorsports for the 2017 race season as we once again focus on racing the Porsche Cayman GT4 Clubsport in the Creventic 24H Series. We are planning on competing in a significant number of the 24H Series races in 2017, and we are all optimistic that Silverstone will provide a very positive start to our campaign. We gained a lot of experience from the 2016 season and the earlier Dubai 24-hour race, and we now target podium finishes for this season.”
 
JM Littman
 
"It's great to be back at Silverstone and racing with OCC Lasik in their Cayman GT4. I really enjoy the challenges of racing different cars in the 24H Series, though the Cayman GT4 won’t be too far away from the Porsche 991 that I’ve been used to. We have a superb driver line-up and hopes are high for a podium finish.” 
 
Devon Modell
 
"The car will be similar to the Britcar GT4 Aston I’ve raced before in terms of lap time. I’m really looking forward to it, but I bet it will be cold, wet and windy being Silverstone! It’s a good opportunity for me and I’m a big fan of the championship as it is serious but also very approachable and fan-friendly." 
 
Aidan Read
 
"My first 24H race will present many new challenges and another dimension to past races. The Silverstone 24H with OCC Racing with Newbridge is a key opportunity to adapt to the 24H scene. I've raced in GT4 previously at Bathurst and I'm looking forward to driving at yet another iconic track in a Porsche Cayman, which I know will be a thrill to drive.”
 
Chris Valentine
 
“It's great to be doing the Silverstone 24H again and to back with Newbridge Motorsport, the team who saw me through four seasons of Porsche racing. We have a strong team this year with some very experienced drivers and we will be pushing for a podium finish - not just in class, but overall. Silverstone is my home circuit and the Cayman GT4 is a joy to drive - I took to it like a duck to water in my first test at Donington last year.”

 
alt
alt

 

PORSCHE É NOTICIA

 

Porsche SE generates group profit for the year of 1.37 billion euro

Net liquidity of 1.30 billion euro / important successes in legal disputes / outlook for 2017 positive

Generated a group profit for the fiscal year 2016 of 1.37 billion euro. This includes the profit from the investments accounted for at equity of 1.45 billion euro.

Hans Dieter Pötsch, chairman of the executive board of Porsche SE, emphasized Porsche’s positive development at today’s annual press and analyst conference: “Porsche SE has proven to be a reliable financial holding company and is a stable anchor shareholder for Europe’s largest automotive group, not least in the diesel crisis.”

Porsche SE’s net liquidity decreased from 1.70 billion euro as of 31 December 2015 to 1.30 billion euro as of the end of the past fiscal year and was thus within the forecast corridor. The decrease compared to the prior year is primarily due to the net cash outflow from dividends received and paid.

As of 31 December 2016, equity increased to 27.89 billion euro, largely due to the net profit for the period. In the prior year, equity had amounted to 27.08 billion euro. The equity ratio thus increased slightly from 98.1 percent to 98.3 percent on 31 December 2016.

The past fiscal year again saw Porsche SE continue its search for investments as it continues to pursue its goal to establish Porsche SE as a financial investor and preferred investment partner in the market. “We have continued to look hard at which technical possibilities and business models could play a role in the mobility of the future. This has seen us evaluate several companies and further expand our network,” Pötsch said.

Porsche SE makes progress with legal disputes

Porsche SE also made important progress with its legal disputes. In December 2016, the Federal Court of Justice dismissed the complaint filed by legal opponents against the refusal to appeal on points of law in a lawsuit originally amounting to 1.3 billion euro. The Higher Regional Court of Stuttgart had ruled in favor of Porsche SE in 2015 and did not permit any appeal on points of law to be lodged to the Federal Court of Justice. With the decision by the Federal Court of Justice, the ruling of the Higher Regional Court of Stuttgart is final. After having several actions with smaller claims ruled in its favor in prior years, this was the first time that Porsche SE was able to successfully defend itself against a lawsuit involving over 1 billion euro.

Furthermore, after several months of intensively collecting evidence, the Regional Court of Stuttgart cleared the former members of the executive board of Porsche SE of all allegations of information-based market manipulation made against them and dismissed the motion for imposing a fine against Porsche SE.

Overall, there are currently still seven civil lawsuits pending due to alleged market manipulation. Porsche SE is also faced with lawsuits from investors in connection with the diesel issue. Porsche SE continues to regard all allegations to be without merit and will defend itself with all the legal means at its disposal.

Dividend of 1.01 euro per preference share proposed

Porsche SE plans to distribute a dividend of 1.01 euro per share for the fiscal year 2016 to the holders of preference shares. Holders of ordinary shares will receive 1.004 euro per share. This proposed dividend will be presented for decision to the annual general meeting on 30 May 2017 in Stuttgart. The fact that the dividend remains unchanged compared to the prior year underlines the fact that Porsche SE’s dividend policy is geared to sustainability.

Based on the current group structure, Porsche SE expects a group profit for the year of between 2.1 billion euro and 3.1 billion euro for the fiscal year 2017. This forecast is based in particular on the Volkswagen Group’s expectations regarding its future development and the uncertainty that continues to surround possible special effects in connection with the diesel issue. Porsche SE aims to achieve a positive net liquidity. This is expected to be between 1.0 billion euro and 1.5 billion euro as of 31 December 2017, not taking future investments into account.

 

PORTUGAL DE LES A LES

 

19.º Portugal de Lés-a-Lés

 Vila Pouca de Aguiar – Fundão – Elvas – Faro

              14 a 17 de junho 2017

 

 

 

Inscrições em muito bom ritmo prometem esgotar

limite de 1500 motociclistas antes de 30 de abril

Intenso “trabalho de campo” como na secretaria da Federação de Motociclismo de Portugal garantem perfeito desenrolar do 19.º Portugal de Lés-a-Lés, evento mototurístico que está a um passo de ver esgotado o limite de 1500 inscrições. Em Vila Pouca de Aguiar, por outro lado, prosseguem os reconhecimentos do Passeio de Abertura que, a 14 de junho, marcará o arranque da 19.ª edição da maior maratona europeia sobre duas rodas. Espécie de prólogo, elaborado com imprescindível apoio dos elementos do Moto Clube do Corgo, e que, ao longo de 94 quilómetros, passa por muitos e belos carvalhais e soutos, onde não faltam árvores centenárias.

Mas há mais, muitos mais pontos de interesse, monumentais como arqueológicos, ambientais como… gastronómicos. Do imponente Castanheiro de Vales, árvore com mais de 500 anos e cujo tronco tem circunferência de 14,4 metros, ao gigantesco pedregulho de granito que os participantes terão de arrastar às 19 horas do dia 14 de junho, na estrada N2 em pleno coração da vila. Momento inédito, único e memorável na história do Lés-a-Lés que ajudará a abrir o apetite para o jantar de receção a toda a comitiva, com degustação da gastronomia aguiarense no bonito Mercado Municipal, de portas abertas pela Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar.

Momentos de turismo e confraternização em dia que assistirá às renovadas Verificações Técnicas, em espaço mais amplo e funcional, permitindo maior celeridade nos procedimentos, confirmações e entregas de material para que todos possam partir o mais cedo possível para o espetacular Passeio de Abertura. Arranque para a mais extensa edição de sempre, com mais de 1100 quilómetros entre Vila Pouca de Aguiar a Faro, com paragem no Fundão e Elvas, percorrendo, de 14 a 17 de junho, algumas das mais pitorescas estradas nacionais, regionais e municipais. Evento mototurístico pensado para dar a conhecer alguns dos mais surpreendentes locais do País e que estreia figurino com Passeio de Abertura e três etapas, mais curtas em aventura de acrescida intensidade mototurística à descoberta de um Portugal realmente singular.

Mas, para desfrutar das fabulosas paisagens transmontanas, mas também durienses, beirãs, alentejanas ou algarvias, é necessário garantir a inscrição no 19.º Portugal de Lés-a-Lés, em processo que tem 30 de abril como limite. No entanto, e atendendo ao ritmo impressionante a que decorrem, estando muito perto dos 1200 participantes, o mais provável é que o limite de 1500 participantes seja atingido antes dessa data. Inscrições que deverão ser feitas online, através da página www.les-a-les.pt, e custam 150 euros, exclusivamente para detentores do Cartão de Motociclista da FMP.AT3 CopyAT4 CopyAT5 Copy

 

OSELLA DE RAMALHO ESTEVE EM MADRID

 

Foi uma grande honra para o Team PRMiniracing ter participado através da exposição do seu Osella PA21S EVO no stand da Interescape / IEPower no Certame Motortec em Madrid.

Paulo Ramalho esteve também presente pessoalmente no Certame, com o intuito de apoiar o reconhecido fabricante de soluções de escapes para automóveis e testemunhar o elevado retorno de imagem proporcionado por esta presença além fronteiras para os restantes parceiros da sua Equipa.

alt

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt