In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


G´S COMPETIZIONE APRESENTOU NOVO PROJECTO

 

G´S COMPETIZIONE APRESENTOU NOVO PROJECTO 


FOX 8020_Copy

FOX 8189_CopyA G´S Competizione Apresentou há uns dias atrás um novo projecto com o simulador mais evoluído concebido para o desporto automóvel, e que agora já se encontra em Portugal.

Assim o SIMHOUSE SM1, SIMTAG já está em Portugal, mais exactamente na Avenida da Boavista no Porto, onde os interessados terão assim acesso a um simulador que oferece todas as sensações sentidas num habitáculo dum carro de competição, onde a realidade é total.

 

 

Assim o mentor deste projecto, Carlos Barbosa da G´S Competizione. Juntou nesta apresentação um importante grupo de pilotos, com destaque para Tiago Monteiro que demonstrou as potencialidades deste simulador. Segundo o nosso interlocutor “ vocês são uma força tremenda. Para mim, sem o vosso apoio desde o inicio, em que comecei esta grande aventura, que se tornou numa grande paixão. Durante estes anos todos de simulação, tenho atingido os meus objectivos.Com a ajuda de todos, hoje conseguimos chegar a um patamar muito mais profissional com a chagada à G´S Competizione dos Simhouse Sintag.”

 

 

Segundo Carlos Barbosa “ vou continuar a trabalhar arduamente para demonstrarmos ao Mundo que em Portugal somos muito fortes, onde pilotos como Pedro Leal, Tiago Monteiro e a todos que me apoiaram, um muito obrigado por tudo que tem feito parta que estejamos neste patamar”.

De referir que a G´s Competizione está instalada na Avenida da Boavista na cidade do Porto, estando aberta todos os dias da semana, com o período de reservas compreendido entre as 10h e as 15h.Depois entre as 15h e as 21h está aberto a todos os interessados. Após o ajuntar dará lugar entre as 21h e a meia noite ao Clube G´S Competizione, que congrega sócios, grupos especiais , entre outros.

No decorrer do fim de semana, aos sábados a abertura é pelas 10 h da Manhã, com encerramento para o publico pelas 12h.Depois até à meia noite será destinado aos membros do G´S Competizione. No dia seguinte, o horário é o esmoa.

Por isso aqui deixamos o convite para nos vir experimentar

 

STOCK CAR - BRASIL

 

Talismãs, mandingas e simpatias para tirar o azar

É tanta zica em cima de Lucas Foresti que ele mal conseguiu dar uma volta após as largadas de Londrina. Por isso, estamos preparando um pacote anti-azar infalível.

Como estamos preparando um coquetel anti-zica após Lucas Foresti ter sido ensanduichado nas duas corridas da Stock Car em Londrina bem ao estilo da "Dança do Maxixe", vamos compartilhar com vocês estas ideias, vai que ajuda...

Só não vão passar para a concorrência, hein? Vamos à lista.

Para amuletos, temos três opções: patuás (trouxinhas de tecido recheados de ervas protetoras), escapulário e chave (que, para muitos, é o símbolo da mudança). Ainda não pensamos qual escolher mas, para garantir, vamos usas as três idéias.

Já na parte dos talismãs, temos o pé de coelho, cristais e pedras, o famoso trevo de quatro folhas e ramos das seguintes plantas: arruda, comigo ninguém pode e alecrim. Essas nós usaremos o dobro do recomendado; talvez a gente compre um coelho inteiro. Isso sem falar no pé de alho.

Uma outra mandinga especial será usando um talismã feito com as ervas do signo de Lucas. Como bom taurino, Lucas utilizará hortelã e cravo-da-índia. A receita é simples: seque as plantas, recorte um círculo de aproximadamente 15 centímetros de diâmetro em um tecido macio (pode ser veludo, seda, camurça ou malha), coloque-o em uma superfície plana com o lado direito para baixo, deposite a hortelã e o cravo-da-índia sobre o pano e feche o tecido criando uma espécie de bolsa.

Temos também outras três simpatias para tirar o azar:

A primeira é para espantar o azar: junte um raminho de arruda, um de alecrim e uma pedrinha que seja bem redonda. Molhe tudo em água benta, na igreja que fique perto de sua casa, depois de assistir a uma missa. Coloque tudo num saquinho que deve ser feito por você, com pano vermelho e costurado com linha da mesma cor. Leve esse saquinho sempre com você.

A segunda é para acabar com a fase de azar: pegue sete pimentas vermelhas, 3 pimentas-do-reino, uma colher de sal grosso e 3 folhas de arruda. Junte tudo dentro de uma caneca de barro e leve para uma encruzilhada. Jogue a caneca no chão, para que ela se quebre. Então, diga: "Vai-te para sempre da minha vida, azar dos infernos" e saia sem olhar para trás.

Agora, para que esse azar lazarento suma de uma vez por todas, pela manhã, antes de sair de casa, faça três cruzes com o polegar da mão direita pelo lado de dentro da porta dizendo: "Saia da minha frente, azar, que eu vou passar com a minha sorte". Só depois disso abra a porta.

Essa nós vamos fazer com todo o grid falando que dá sorte (só não vamos dizer que é apenas para nós): pegue uma nota qualquer e peça para a pessoa trocar para você. Dê uma de dez, ela volta duas de cinco; ou dê uma de cinco para ganhar cinco de um. O negócio é que a troca seja feita.



 

WTCC NA CHINA

 

Briefing Room, Shanghai International Circuit, 16h00, 23 September

Present:
Alessandro Mariani, Honda, first position
Victor Shapovalov, LADA, second position
Yves Matton, Citroën, not classified (provisional WTCC Manufacturers champion*)

Q:
We’ll cover the performance in WTCC MAC3 shortly but it’s fair to say qualifying didn’t quite go to plan for Honda. Was there a particular problem?

AM:
The pace was not good since the beginning. But our target was to put the three cars into the top 12, knowing it would not be easy. Unfortunately, in the last lap Tiago lost three tenths in the final two corners through a mistake and then the final result was not really good for us. Then in the second qualifying session our target, understanding it would be difficult to get one of the top five positions for Q3, was to start in front as much as possible for the opening race so we aborted the last lap so Norby could start the first row of the grid. It’s not how we like to play but this was our potential. We knew before Shanghai was not our best track for our cars.

Q:
And a word on WTCC MAC3, a fifth outright victory for Honda of course…

AM:
On the contrary MAC3 was pretty good. We started with a good pace, the drivers did the usual good job so it was a small satisfaction today even though I would have preferred to have kept Citroën without their problem.

Q:
Turning next to Victor Shapovalov on a great day for LADA in terms of Nicky Catsburg’s qualifying performance. How satisfied are you with that?

VS:
This circuit is quite good for our car because last year we were third and this year the performance was exactly the same and Nicky did a nice lap in Q3 so this track for our car is okay. In MAC3 it was the usual performance. Our time was close to Honda in some sectors and in other sectors we were better but we only lose by two-tenths to Honda. In one place Hugo [Valente] made a mistake in the first corner of the second lap and we lose five tenths, which was the key in losing the opportunity to fight for position one.

Q:
Turning finally to Yves Matton on a very successful day for Citroën, provisional winner of the FIA World Touring Car Championship for Manufacturers for a third time*. Can you explain want went into this success and how pleased are you to be celebrating this triumph here in China, a very important market for Citroën of course?

YM:
For sure we win the championship for a third time in a row and for the third time in China, which is an important market for Citroën. A lot of things have helped us to achieve this result. First of all, it’s an incredible driver line-up and also the drivers from Sébastien Loeb Racing have helped us to achieve this title. But also the work the team did since the first days we were involved in the WTCC. It was completely new for us. Never before did we go outside the dusty roads of the rally. We had a lot of things to learn and it was really interesting for all the team to find some new ways to work around the car and achieve success.

Q:
You spoke about the contribution of your drivers but there’s one driver in particular, Yvan Muller, who has announced his retirement from the WTCC at the end of the season. What contribution has he made to the success of the programme?

YM:
For sure Yvan was the first driver who joined us. We say the choice was simple because he was the most successful driver when he joined us and he joined us nearly nine months before the first race. He helped us a lot, not just with the setting up of the car, which he developed a lot, but also with the set-up of the team because, like I said, we knew nothing about the way to work in touring car. With his experience from a lot of professional teams he was able to explain and help us a lot of times to set up the team. But I must say I was also really happy in three years to have such professional drivers always working together. And for sure it’s not easy for them because they all wanted to win and it was not easy to manage three world champions at one moment. Okay, I wouldn’t say difficult, but it was a huge experience for me and Citroën Racing.

Q:
Now unfortunately Citroën leaves the WTCC as an official manufacturer at the end of this season but the future looks very exciting. How’s the new project going?

YM:
For sure it’s a big challenge because everybody is waiting for us. It’s a completely new regulation. It’s a really hard job and we are working like hell for the moment to set up the new car. We are testing each two or three weeks and I can tell you three or four months before Monte Carlo was far away but now we are four months from Monte Carlo and it seems tomorrow. But, okay, the only thing I can hope is we can do is as good as what we have done in touring car.

*Citroën is the provisional FIA World Touring Car Manufacturers champion for 2016 subject to official FIA confirmation. This is because the WTCC promoter, Eurosport Events, has made a request to the FIA Touring Car Commission to cancel WTCC Race of Thailand, which will mean the championship will run over 11 events rather than 12, subject to final ratification by the FIA World Motor Sport Council.

 

 

VILLORBA CORSE

 

Villorba Corse to make LMP3 debut at Spa in ELMS

 

After many successes in GT racing, for the first time the Italian team gets to the legendary Belgian track with Lacorte / Sernagiotto and the Ligier JS P3 Nissan prototype, ready for the fifth round of the endurance series. Villorba Corse will also enter a Ferrari 458 for Mezard / Hiesse inGT3 Le Mans Cup

 

Villorba Corse_Ferrari458_action_GT3_LeMansCup2016_PhFotoSpeedy_CopyVillorba Corse_LigierNissan_Lmp3_action_ELMS2016_PhFotoSpeedy_Copy.Scuderia Villorba Corse heads to Belgiumfor the fifth and penultimate round of the 2016 European Le Mans Series from September 23 to 25 at Spa-FrancorchampsThe ELMS returns to Spa for the first time since 2011 and will be one of the most fiercely contested races of the seasonItalianteam will continue the “Road to Le Mans” projectwith Roberto Lacorte and Giorgio Sernagiotto behind the wheel oftheir LigierJS P3 Nissan. The squadled by Raimondo Amadio claimsmany successes in GT racing at Spabut next weekend they will race there for the first time with an LMP3 prototype. A challenge in the challenge that will make even more significant an already demanding round of the ELMS after the paceshown and the positive result clinchedby Lacorte / Sernagiotto atLe Castellet last monthThe 4 Hours of Spa will be held on Sunday 25 September at 14h00 CETand with a large grid of 41 cars (20 LMP3s)competing for top honours across the three classes of Le Mans Prototypes and GT Endurance cars. Live coverage of the race will be on the official ELMS website at www.europeanlemansseries.com. Fans in Ukraine, Belarus, Moldova and the Baltic States can see the race live on Sports TV. Motors TV will be showing a delayed live broadcast from 17h00 CET across Europe and 16h00 BST in the UK. BT Sport will also show a delayed live broadcast in the UK.

Team Principal Amadio saysWe need and want to do well at Spa. For the team this is the first experience with an LMP3 prototype onthisfascinatingtrackafter the past satisfactions in GT racingso we are well aware thatit won't be easy at all. Ourmain goal is a competitive and consistent race that can allow us to score points for the championship.

 

The 4 Hours of Spa is a new addition to the ELMS calendar and the weekend also includes round fiveof the brand new Michelin GT3 Le Mans Cup,with the 2-hour race on Saturday, September 24when Villorba Corse will line up a Ferrari 458 forFrench crew formed by Cedric Mezard and Steeve Hiesse; “After the goodperformance at thePaul Ricard circuit- Amadio ends-we get back on track in Belgiumwith our 'Racing with Ferrari' programme too. As usual, Spa will be very challenging, above all for drivers, and, moreover,the balance of performance will not make things easier, but,alsolooking to our wins here, we can still be confident for the race”.

 

European Le Mans Series calendar:16apr.Silverstone(GBR); 15 may Imola(ITA); 17 july Spielberg(AUT); 28 aug. Le Castellet(FRA); 25 sept. Spa(BEL); 23 oct.Estoril(POR).

 

GIL ANTUNES NO RALI DE MORTÁGUA

 

Gil Antunes soma a 3ª vitória consecutiva no Nacional 2 Rodas Motrizes

 

gil antunes_20_Copygil antunes__Copy! Gil Antunes e Diogo Correia voltaram a estar em destaque no Campeonato Nacional de Ralis, que este passado fim de semana foi até à zona centro do país para mais uma edição do Rali de Mortágua. A prova em piso de terra já se esperava um desafio bem difícil para todas as equipas, já que o estado muito duro dos pisos, que se foi agravando ao longo do rali em nada ajuda as máquinas e tudo poderia acontecer! A dupla do Renault Clio R3T partiu para a prova centrada em vencer, mas acima de tudo terminar para pontuar, pois nesta fase do Campeonato não há margens para erros! Na 1ª etapa a dupla entrou com um ritmo consistente e terminou o 1º dia na liderança, com uma boa margem sobe os seus mais diretos adversários, isto apesar de não estar a conseguir rodar com o ritmo pretendido! No sábado a equipa tentou manter a mesma toada, gerindo a vantagem acumulada, mas mais uma vez não estavam a conseguir tirar toda a rentabilidade do seu Clio R3T acabando por diminuir a vantagem e à 7ª especial descer a 3º! Para a última especial do rali, com mais de 23 kms os três primeiros entraram separados por pouco mais de 7 segundos e tudo podia acontecer! Como salienta o piloto de Sintra, “o rali começou bem e conseguimos assumir a liderança da prova com uma boa margem, apesar de nem sempre estarmos com o ritmo que pretendíamos. No sábado fomos os 1º duas rodas motrizes a partir para a estrada e voltamos a não conseguir acertar com o melhor setup para o carro e acabamos por perder a vantagem acumulada e descer a 3º. Restava apenas uma especial de 23 kms e sabíamos que era possível ainda recuperar a liderança! Optamos por arriscar e entramos numa toada de tudo ou nada, tentando ser sempre o mais eficaz de principio a fim! Correu tudo na perfeição, foi fantástico, vencemos a especial mas fiquei um pouco triste pelos nossos 2 mais diretos adversário terem sido obrigados a desistir nesta especial pois teria sido muito interessante ver como tudo se iria decidir. São circunstâncias que podem acontecer e num rali duro exigente como foi esta prova fomos a única equipa que conseguiu superar todas as adversidades da mesma de princípio a fim e penso que temos de ter mérito por isso!” Com esta nova vitória, o piloto do Renault ascende à liderança do Campeonato Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes, numa altura onde faltam disputar 2 provas” “Estamos na liderança do campeonato, temos plena noção que vai ser renhido e também que no asfalto não somos tão competitivos quanto na terra, mas havendo a possibilidade de chegar ao título, temos que agarrar a oportunidade, não baixar os braços e continuar a trabalhar e entrar para as provas com atitude e confiança e ver até onde conseguimos chegar”, concluiu Gil Antunes.

 

STOCK CAR - BRASIL

 

Stock Car: Valdeno é segundo em Londrina e sobe para terceiro no campeonato

Terceiro na Corrida do Milhão, segundo em Londrina. Nesta lógica, ele vence em Curitiba daqui 15 dias!

Missão cumprida. Assim que Valdeno Brito classificou sua participação na oitava etapa da Stock Car realizada em Londrina, terra onde reside. No total, o paraibano da equipe TMG somou um segundo lugar na primeira prova e passou para a terceira posição no campeonato, atrás apenas de Felipe Fraga e Rubens Barrichello, que triunfaram, respectivamente, nas duas provas que compuseram a rodada dupla.

Largando de quarto, Valdeno conseguiu subir para terceiro e travou uma longa disputa com Max Wilson, Cacá Bueno e Ricardo Maurício, herdando a segunda posição após um furo no pneu de Max a poucas voltas do fim. Já na segunda prova, Valdeno acabou realizando um reabastecimento por conta de um pequeno erro nas contas, o que prejudicou a corrida, mas não danificou o resultado geral.

Agora, Valdeno está com 147 pontos, a dez de Barrichello, o vice-líder. Já Fraga está um pouco mais distante, com 195; porém, com mais três rodadas duplas e a corrida final valendo o dobro de pontos, o campeonato está bem, bem aberto. "Foi um bom fim de semana. Subimos uma posição no campeonato atingimos objetivos. A gente poderia marcar mais pontos na segunda, mas muitos pilotos não pararam ao contrário da gente e cometemos um errinho de cálculo. Mas isso acontece e vamos nos preparar para manter a boa consistência nessa reta final", analisa Valdeno.

A expectativa de Valdeno só aumenta com a proximidade da próxima rodada dupla, que acontece em 15 dias num circuito onde ele manda muito bem: Curitiba. "É uma pista onde tenho duas vitórias e já fiz pole position. Estamos numa crescente e vamos trabalhar para continuar assim, com consciência para somar o máximo de pontos possível", completa.

Os três melhores da prova 1:

1. Felipe Fraga
2. Valdeno Brito
3. Ricardo Maurício

Os três melhores da prova 2:

1. Rubens Barrichello
2. Átila Abreu
3. Vitor Genz

Os três melhores no campeonato:

1. Felipe Fraga, 195
2. Rubens Barrichello, 157
3. Valdeno Brito, 147

 

 

Valdeno em ação (André Santos)

Valdeno em ação (André Santos)
Alta  | Web

Paraibano foi P2 na corrida... (André Santos)

Paraibano foi P2 na corrida... (André Santos)
Alta  | Web

...e foi para terceiro na tabela (André Santos)

...e foi para terceiro na tabela (André Santos)
Alta  | Web

"Siga o mestre" (André Santos)

alt
Alta  | Web

"Missão cumprida" (André Santos)

alt
Alta  | Web

Valdeno: preferido da torcida (André Santos)

Valdeno: preferido da torcida (André Santos)
Alta  | Web


 

PEUGEOT PODE VOLTAR A LE MANS

Carlos Tavares corre este fim de semana nas 4 Horas de Spa do ELMS. Mas mais importante, foi a entrevista que o português, patrão da PSA, concedeu aos nossos colegas do site Endurance-Info onde se falou do possível regresso da Peugeot a Le Mans e a estreia no WEC, onde nunca competiu. Diz Carlos Tavares que duas de três condições estão satisfeitas. Falta apenas uma... e que a bola já não está no campo da PSA.

 

ALBUQUERQUE NO PÓDIO

 

Filipe Albuquerque sobe ao pódio em Imola

Filipe Albuquerque disputou este fim-de-semana mais uma ronda do Campeonato Italiano de GT em Imola. Ao contrário do que vem sendo habitual o piloto português e Marco Mappeli sentiram desde cedo alguns problemas de andamento no Audi R8 LMS que procuraram contrariar da melhor forma possível. Viriam a cruzar a linha de meta na quarta e segunda posições. E desde o início do Campeonato perdem, pela primeira vez, a liderança da tabela classificativa quando falta disputar uma jornada.

A qualificação não foi brilhante com os pilotos a registarem o terceiro e quarto lugares da grelha. Na primeira corrida Filipe estava a lutar por chegar ao segundo posto quando: "Levei um toque de um adversário que me colocou fora de pista. Caímos para quarto e não mais conseguimos recuperar. Infelizmente estamos com um andamento abaixo dos nossos adversários e o mínimo imprevisto deita tudo a perder. Na segunda corrida, tanto eu como o Mappeli andámos para lá dos limites. Queríamos muito chegar ao primeiro lugar até porque não tínhamos 'handicap' mas mais uma vez a falta de andamento ditou as regras. O segundo lugar não foi mau mas em termos de campeonato tirou-nos do comando. Falta disputar duas corridas num fim-de-semana que estarei ausente por estar a disputar a jornada de Fugi do WEC, mas espero sinceramente que a Audi consiga dar a volta e vencer o Campeonato", referiu o piloto português que ao longo da época tudo deu para dar à Audi os resultados que merece.

 

Filipe dá assim por concluída a sua prestação no Campeonato Italiano de GT ao volante do Audi R8 LMS da Audi Sport Italia.

 

CANDIDO MONTEIRO AUSENTE DA RAMPA DE BOTICAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2016 – VALVOLINE

 

 

RAMPA DE BOTICAS

 

 

CANDIDO MONTEIRO AUSENTE DA RAMPA DE BOTICAS


FOX 6356_Copy

FOX 7138_CopyFOX 7139_CopyDepois da participação na Rampa de Murça ao volante do seu Datsun 1200, eis que Cândido Monteiro vai estar ausente na Rampa de Boticas, ultima prova do Campeonato Nacional de Montanha .

Segundo o piloto de Leiria “ eu gostava muito de participar nas tal não vai ser possível, isso fruto dum novo projecto profissional que abarquei num país europeu, para onde devo seguir muito em breve “.

Quanto a projectos para a próxima época Cândido Monteiro acrescentaria  “ ainda é cedo para pensar, talvez mais para o final do ano tenha novidades bem interessantes “, disse-nos.

 

WTCC NA CHINA - TIAGO MONTEIRO

 

Tiago Monteiro com boas recuperações na China

Foi provavelmente o fim-de-semana mais complicado da época para Tiago Monteiro na China. O piloto português confrontou-se desde cedo com problemas de andamento no Honda Civic que não permitiram lutar pelas melhores posições na qualificação e que obrigou em corrida a lutar pelos lugares pontuáveis. A sair de 14º lugar da grelha, Tiago chegou a 10º na prova de abertura e a oitavo na segunda. Duas boas recuperações mas que deixam ainda assim o piloto da Honda frustrado.

Na primeira corrida Tiago chegou a estar na nona posição mas o desgaste dos pneus obrigou-o a perto do final a ceder uma posição: "Estava determinado em dar o melhor arriscando tudo o que podia. Fiz um bom arranque, recuperei posições e fui subindo lugares. O carro não estava nem de perto nem de longe com a performance que já nos habituou. Sofremos bastante e com o aproximar do fim da prova tudo se complicou com o desgaste dos pneus. O 10º lugar foi o resultado possível", explicou.

Na corrida principal, tudo parecia estar melhor: "O arranque foi óptimo, não baixei os braços e recuperei várias posições até chegar a oitavo. Mas infelizmente o nosso carro perdia muito nas rectas e não estava rápido o suficiente que me permitisse chegar perto dos adversários à minha frente. Foi complicado fazer as duas corridas assim. Não estávamos à espera de ter um fim-de-semana tão difícil. Em termos de contas de campeonato não foi o melhor dos cenários pois perdemos o segundo lugar mas ainda temos mais uma jornada. Matematicamente ainda tudo é possível. Baixar os braços não é opção", disse.

 

Falta agora uma prova para o término da época. A 24 e 25 de Novembro, o WTCC visita o Qatar.

 

DOMINGOS FERNANDES ENCERRA ÉPOCA EM BOTICAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 20916 – VALVOLINE

 

RAMPA DE BOTICAS

 

DOMINGOS FERNANDES ENCERRA ÉPOCA EM BOTICAS


FOX 7128_Copy

FOX 7130_CopyO piloto de Armamar, Domingos Fernandes ao volante do seu Autobianchi A 112 Abarth, vai marcar presença na derradeira prova do Campeonato Nacional de Montanha, que terá lugar no próximo fim de semana em Boticas., que irá fazer pela primeira vez parte do calendário deste ano, organizado sob a égide da Demoporto.

Sobre as expectativas começou por nos dizer “ espero que esteja tudo em ordem com o meu carro, recorde-se que tive alguns problemas em Murça, onde o carro na primeira subida de prova começou a falhar. Esperando que isso faça parte do passado, espero poder fazer bons tempos em cada subida efectuada. Esta será a primeira vez que irei fazer esta rampa, por isso tudo é novo  para mim, e é natural que a primeira subida seja feita com alguma cautela. Por isso estou expectante para ver o tipo de rampa que é, vou ter de fazer uns reconhecimentos mais profundos “.

 

 

Quanto a objectivos “ terminar todas as subidas, de preferência sem percalços de ordem técnicos, tentar melhorar sempre os meus tempos em cada subida, e por ultimo que me possa divertir ao máximo, estar com os amigos, e fazer um grande fim de semana para assim encerrar esta época em beleza “, disse-nos.

Domingos Fernandes e o seu Autobianchi A 112, irão fazer as verificações técnicas no sábado de manha, para d aoparte da tarde dar lugar às duas subidas de treinos e à primeira de oprova, ficando para domingo as duas subidas de prova em falta

 

LISTA DE INSCRITOS PROVISÓRIA - RAMPA DE BOTICAS

LISTA DE INSCRITOS PROVISÓRIA PARA A RAMPA DE BOTICIAS

 

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2016

 

 

CL
TNM
TNCM
RR
102
Rui Ramalho
10166
Rui Ramalho
10166
Osela PA21S EVO
1
CN
2
103
Paulo Ramalho
10165
Paulo Ramalho
10165
Juno CN-09
1
CN
2
105
Pedro Salvador
Pedro Salvador
Norma M20-FC
1
CN
2
151
Joaquim Rino
7115
Joaquim Rino
7115
BRC 05-EVO
1
CM
8
160
Nuno Guimarães
12508
Nuno Guimarães
12508
BRC CM02
1
CM
8
199
António Barros
11522
António Barros
11522
BRC CM05
1
CM
8
201
Edgar Reis
10709
Edgar Reis
10709
Porsche 997 GT3 CUP
2
GT
23
207
Gonçalo Manahu
12076
Gonçalo Manahu
12076
Porsche 922 GT2
2
GT
23
210
JC Group Racing Team
10693
José Correia
10694
Nissan GT-R GT3
2
GT
23
223
José Oliveira
11727
José Oliveira
11727
Subaru Impreza
2
A2
20
259
João Guimarães
6758
João Guimarães
6758
Peugeot 206 RC
2
A1
16
263
Pedro Saraiva
7119
Pedro Saraiva
7119
Mitsubishi Lancer EVO IX
2
N2
14
Pedro Marques
Pedro Marques
Seat Leon TDI
2
A1
304
Manuel Correia
11103
Manuel Correia
11103
Ford Fiesta ST
3
E1-A
24
343
Nuno Flores
11222
Nuno Flores
11222
Ford Sierra 2.0
3
E1-C
30
351
Sérgio Nogueira
7075
Sérgio Nogueira
7075
Citroen Saxo
3
E1-C
29
355
Jorge Meira
11913
Jorge Meira
11913
Citroen Saxo Cup
3
E1-C
29
357
Nuno Pinto
12139
Nuno Pinto
12139
Mazda MX5
3
E1-C
30
358
Tiago Silva
11907
Tiago Silva
11907
BMW E30
3
414
José Cerqueira
11325
José Cerqueira
11325
Seat Leon 1.8
4
TRF
35
450
Veloso Motosport
10599
Luis Nunes
11016
Seat Leon Cup Racer
4
TRF
35
Esc. T.Martinez Racing
EC041GA
Simon Martinez
AS1607GA
Seat Leon I
4
504
Pedro Cerqueira
11427
Pedro Cerqueira
11427
BMW E30
5
A-PH90
51
525
Parcidio Summavielle
Parcidio Summavielle
Datsun 260 Z
5
4-H71
45
535
Mário Mesquita
8833
Mário Mesquita
8833
Datsun 1600 SSS
5
2-H71
43
542
Jose Silvino Pires
11416
J.Silvino Pires
11416
Ford Escort BDA
5
2-H75
47
Paulo Conceição
Paulo Conceição
BMW 525 i
5
A-PH90
51
Pedro Couceiro
Pedro Couceiro
Opel 1904 SR
5
555
Carlos Oliveira
8946
Carlos Oliveira
8946
Porsche 911
5
4-H75
48
601
Martine Pereira
6840
Martine Pereira
6840
Lola T70
6
6
55
825
Roberto Meira
11916
Roberto Meira
11916
Fiat Punto 85 CV
4
TRF
4
X
859
Leonel Brás
13629
Leonel Bras
13629
Citroen Ax
2
A
2
X
TOTAL 32

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Corrida Noturna excepcional e vitórias de Cassio Cortes e Luca Milani em Londrina

Próxima etapa será no Autódromo de Cascavel Zilmar Beux no dia 23 de outubro

O circuito de 3.055 metros da cidade de Londrina, no Paraná, recebeu a sexta etapa da temporada 2016 da Sprint Race. Palco da Corrida Noturna, onde Cassio Cortes (primeiro colocado na geral e na GP) e Luca Milani (segundo colocado e primeiro na PRO) mostraram que estão em excelente fase e competitivos, fizeram as suas melhores corridas depois de terem largado de sexto e penúltimo, respectivamente, para cruzarem a linha de chegada na prova realizada neste sábado, dia 17.

A frente do pelotão da Corrida Noturna foi comandado por Raphael Campos, Lucas Peres, Gabriel Lusquinõs e na última volta por Cássio Cortes. A disputa foi alucinante do começo ao fim, com ultrapassagens e troca de posições constantes.

"Sinceramente eu não achava que neste ano eu conseguiria ganhar uma corrida na geral e de fato o carro mais rápido era do Gabriel, não sei o que aconteceu se ele tocou com o Lucas Peres na última volta, só vi que rodaram na minha frente e, assim caiu no meu colo a vitória. Já estava em primeiro na GP, ia ganhar na categoria, então já estava muito satisfeito com o resultado. Ganhar na geral, na noturna é sensacional! E o mais legal é que o carro vai para a frente da balada local da cerimônia de premiação", comemorou Cássio Cortes.

Quem saiu de Londrina no lucro foi Lucas Milani SR#77, que somou pontos importante e embolou o campeonato na PRO. "Feliz demais, um resultado brilhante. Para mim foi segundo no geral, mas vitória na categoria e o campeonato embolou realmente de vez. Não tenho como descrever a emoção que senti dentro do carro, largamos de último e deu tudo certo. Quero agradecer a todos os mecânicos que colocaram a mão no carro e foram atenciosos, além do Thiago Marques, a organização e a imprensa. Só tenho a agradecer mesmo!", festejou o piloto de São Paulo/SP.

A próxima - e sétima - etapa da Sprint Race Brasil acontece no dia 23 de outubro no desafiador circuito de Cascavel, na região oeste paranaense.

A sexta etapa contará com as transmissões dos canais BandSports e PlayTV, como também do Programa Acelerados no SBT com os episódios do Reality Show da Sprint Race.

PREMIAÇÃO NO 2800 MUSIC CLUB

A premiação da etapa de Londrina será realizada na casa noturna 2800 Music Club, localizada na Avenida Higienópolis, 2800, no Jardim Higienópolis, em Londrina (PR), às 23 horas.

A Sprint Race Brasil têm patrocínio da Alpina, Pirelli, Ecopads, Vaz, Fremax e Rio Custom.

Resultado da Corrida 1 (Diurna)/ Etapa 6 / Londrina (PR)
1) #13 Raphael Campos, PRO
2) #77 Luca Milani, PRO
3) #7 Vinícius Margiota, GP
4) #78 Marcus Peres, GP
5) ) #17 Eduardo Berlanda, PRO
6) #82 Cassio Cortes, GP
7) #23 Guido Cotta, PRO
8) #22 Gabriel Lusquinõs, PRO
9) #87 Jorge Martelli, GP
10) #65 Eduardo Serrato, GP
11) #88 Beto Giorgi, PRO
12) #12 Claudio Buschmann, GP
13) #55 Caê Coelho, GP

Resultado da Corrida NOTURNA / Etapa 6 / Londrina (PR)
1) #82 Cassio Cortes, GP
2) #77 Luca Milani, PRO
3) #55 Higor Hoffmann, GP
4) #88 Beto Giorgi, PRO
5) #13 Raphael Campos, PRO
6) #7 Vinícius Margiota, GP
7) #87 Kau Machado, GP
8-) #23 Guido Cotta, PRO
9) #65 Eduardo Serrato, GP
10) #22 Gabriel Lusquinõs, PRO
11) #78 Lucas Peres, GP
12) #17 Wanderlei Berlanda Jr, PRO
13) #12 Claudio Buschmann, GP

Calendário 2016

20/03 - Curitiba (PR) - AIC - Circuito Misto
24/04 - São Paulo (SP) - Interlagos
29/05 - Curitiba (PR) - AIC - #Oval
19/06 - Curitiba (PR) - AIC - #Inverse Track/Grid
14/08 - São Paulo (SP) - Interlagos - #Guest Race
18/09 - Londrina (PR) - #NightChallenge

23/10 - Cascavel (PR) - #SetUpFree
18/12 - São Paulo (SP) - Interlagos - #Pontuação Dobrada*

Largada da Corrida Noturna 2016 (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Largada da Corrida Noturna 2016 (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Os carros com motor V6 de 270 cv e câmbio sequencial, utilizaram faróis (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Os carros com motor V6 de 270 cv e câmbio sequencial, utilizaram faróis (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Cassio Cortes (GP) #82 venceu pela primeira vez na geral na Sprint Race (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Cassio Cortes (GP) #82 venceu pela primeira vez na geral na Sprint Race (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Cássio Cortes comemora a vitória da Corrida Noturna (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Cássio Cortes comemora a vitória da Corrida Noturna (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

SR #77 de Luca Milani (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

SR #77 de Luca Milani (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Luca Milani largou da penúltima posição, completou em 2o na geral e 1o na GP (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Luca Milani largou da penúltima posição, completou em 2o na geral e 1o na GP (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Esta foi a terceira edição da Corrida Noturna em Londrina (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Esta foi a terceira edição da Corrida Noturna em Londrina (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Bastidores da Corrida Noturna (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Bastidores da Corrida Noturna (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Público esteve no autódromo para conferir a prova noturna (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Público esteve no autódromo para conferir a prova noturna (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web


 

ULTIMA PROVA EM BOTICAS

 

A brilhante edição de 2016 do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, aproxima-se do fim, com a Rampa de Boticas a receber no próximo fim-de-semana de 01 e 02 de Outubro, a última e decisiva jornada desta competição. Organizada pela Demoporto, esta prova tem o forte apoio da Câmara Municipal de Boticas.

Com uma lista ainda provisória de 32 pilotos inscritos, são vários os ceptros que estão por atribuir, com especial destaque para o título absoluto e na Categoria 1, onde competem os bólides mais rápidos.

Rui Ramalho em Osella PA21S Evo e Pedro Salvador em Norma M20FC, chegam a esta prova separados por apenas 4 pontos, com Ramalho na frente do campeonato. Ausente na prova anterior disputada em Murça, a Salvador só a vitória interessa, o que eleva a emoção do duelo pelo triunfo, sendo de aguardar um excelente espetáculo para este fecho de época.

Paulo Ramalho em Juno CN09 e Nuno Guimarães em BRC CM02 serão espectadores atentos desta luta, e vão decidir entre si e com o regressado António Barros (BRC CM05), quem ocupa o derradeiro lugar do pódio.

Tendo sido uma das mais espectaculares do ano, também a Categoria 2 vai decidir o nome do campeão em Boticas. São sete os pontos que separam os dois primeiros, com Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup a partir na frente, face à oposição de Edgar Reis em carro idêntico. José Correia em Nissan GT-R Nismo pode imiscuir-se na luta pela vitória, ele que já esteve perto de o conseguir em outras provas.

Na Categoria 3, Manuel Correia depende de si próprio para chegar ao título, com o piloto do Ford Fiesta R5 a chegar a esta prova a apenas oito pontos do líder Luis Silva (BMW M3). Este último estará ausente em Boticas, já que teria de deitar um resultado “fora”, o que já não acontece com Correia, a quem basta pontuar para suplantar o seu adversário. Sérgio Nogueira garantiu já a terceira posição da categoria e vai tentar nesta prova nova subida ao pódio.

Na Categoria 4 já se conhece há duas provas o nome do campeão, Luis Nunes (SEAT Leon Cup Racer), que chega a Boticas com tudo definido e como favorito número um à vitória. José Cerqueira e Simon Martinez, ambos em SEAT Leon Copa MKI vão lutar pelos outros lugares do pódio desta categoria.    

Nas categorias reservadas aos automóveis clássicos, se tudo está decidido no que diz respeito ao título na Categoria 6, com o campeão Hélder Silva a optar pela ausência nesta prova, sendo que o único inscrito, Martine Pereira (Lola T70), poderá sagrar-se vice-campeão, já na Categoria 5 está ainda tudo em aberto.

O líder, Parcídio Summavielle em Datsun 240Z e Pedro Cerqueira em BMW E30, chegam a esta derradeira contenda, separados por escassos 4 pontos. Apesar da vantagem de Summavielle, Cerqueira poderá sagrar-se campeão, já que o líder tem ainda de deitar uma pontuação “fora”.

Na Taça Nacional de Montanha, a luta pela vitória será mais uma vez entre Roberto Meira em Fiat Punto e Leonel Brás em Citroen AX Sport, com Meira a chegar a esta prova com o título já no bolso. A Taça Nacional de Clássicos Montanha, não estará representada em Boticas.

Programa Horário:

10.09.2016 – Sábado

14H30 – 1ª Subida de Treinos
15H30 – 2ª Subida de Treinos
16H30 – 1ª Subida de Prova

11.09.2016 – Domingo

10H00 – 3ª Subida de Treinos
11H00 – 2ª Subida de Prova
12H00 – 3ª Subida de ProvaPRCNMV 250916_Copy

 

A DERRADEIRA DA MONTANHA

 

A brilhante edição de 2016 do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, aproxima-se do fim, com a Rampa de Boticas a receber no próximo fim-de-semana de 01 e 02 de Outubro, a última e decisiva jornada desta competição. Organizada pela Demoporto, esta prova tem o forte apoio da Câmara Municipal de Boticas.

Com uma lista ainda provisória de 32 pilotos inscritos, são vários os ceptros que estão por atribuir, com especial destaque para o título absoluto e na Categoria 1, onde competem os bólides mais rápidos.

Rui Ramalho em Osella PA21S Evo e Pedro Salvador em Norma M20FC, chegam a esta prova separados por apenas 4 pontos, com Ramalho na frente do campeonato. Ausente na prova anterior disputada em Murça, a Salvador só a vitória interessa, o que eleva a emoção do duelo pelo triunfo, sendo de aguardar um excelente espetáculo para este fecho de época.

Paulo Ramalho em Juno CN09 e Nuno Guimarães em BRC CM02 serão espectadores atentos desta luta, e vão decidir entre si e com o regressado António Barros (BRC CM05), quem ocupa o derradeiro lugar do pódio.

Tendo sido uma das mais espectaculares do ano, também a Categoria 2 vai decidir o nome do campeão em Boticas. São sete os pontos que separam os dois primeiros, com Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3 Cup a partir na frente, face à oposição de Edgar Reis em carro idêntico. José Correia em Nissan GT-R Nismo pode imiscuir-se na luta pela vitória, ele que já esteve perto de o conseguir em outras provas.

Na Categoria 3, Manuel Correia depende de si próprio para chegar ao título, com o piloto do Ford Fiesta R5 a chegar a esta prova a apenas oito pontos do líder Luis Silva (BMW M3). Este último estará ausente em Boticas, já que teria de deitar um resultado “fora”, o que já não acontece com Correia, a quem basta pontuar para suplantar o seu adversário. Sérgio Nogueira garantiu já a terceira posição da categoria e vai tentar nesta prova nova subida ao pódio.

Na Categoria 4 já se conhece há duas provas o nome do campeão, Luis Nunes (SEAT Leon Cup Racer), que chega a Boticas com tudo definido e como favorito número um à vitória. José Cerqueira e Simon Martinez, ambos em SEAT Leon Copa MKI vão lutar pelos outros lugares do pódio desta categoria.    

Nas categorias reservadas aos automóveis clássicos, se tudo está decidido no que diz respeito ao título na Categoria 6, com o campeão Hélder Silva a optar pela ausência nesta prova, sendo que o único inscrito, Martine Pereira (Lola T70), poderá sagrar-se vice-campeão, já na Categoria 5 está ainda tudo em aberto.

O líder, Parcídio Summavielle em Datsun 240Z e Pedro Cerqueira em BMW E30, chegam a esta derradeira contenda, separados por escassos 4 pontos. Apesar da vantagem de Summavielle, Cerqueira poderá sagrar-se campeão, já que o líder tem ainda de deitar uma pontuação “fora”.

Na Taça Nacional de Montanha, a luta pela vitória será mais uma vez entre Roberto Meira em Fiat Punto e Leonel Brás em Citroen AX Sport, com Meira a chegar a esta prova com o título já no bolso. A Taça Nacional de Clássicos Montanha, não estará representada em Boticas.

Programa Horário:

10.09.2016 – Sábado

14H30 – 1ª Subida de Treinos
15H30 – 2ª Subida de Treinos
16H30 – 1ª Subida de Prova

11.09.2016 – Domingo

10H00 – 3ª Subida de Treinos
11H00 – 2ª Subida de Prova
12H00 – 3ª Subida de ProvaFOX 7128_Copy_Copy

 

NOTICIAS DO BRASIL

 

Projeto da FPA, "Condutor do Amanhã" chega a fase prática

Alta  | Web
Condutor do Amanhã (Divulgação)

Condutor do Amanhã
(Divulgação)

Alta  | Web
Condutor do Amanhã (Divulgação)

Condutor do Amanhã
(Divulgação)

Federação Pernambucana de Automobilismo participa de projeto de segurança no trânsito nos municípios de Recife e Paulista

Na Semana Nacional de Segurança do Trânsito, que acontece até o dia 25 de setembro, Waldner Bernardo, presidente da Federação Pernambucana de Automobilismo (FPA), e Cleyton Pinteiro, presidente da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), se reuniram com diretores do Detran de Pernambuco e da Secretaria de Educação da Prefeitura do município de Paulista para a segunda etapa do Projeto Condutor do Futuro, lançado em 2015 com o apoio da Action for Road Safety, campanha de segurança no trânsito da FIA - Federação Internacional de Automobilismo.

"É mais uma promoção social que o automobilismo brasileiro faz em contribuição à campanha de segurança no trânsito da FIA", lembra Pinteiro. Após a capacitação de professores da prefeitura de Paulista, da matéria de educação de trânsito ter se tornado ensino letivo nas escolas do município e o Detran de Pernambuco ter concluído com licitações, as pinturas de faixas e sinalizações do Mini City no Kartódromo Tamboril do Recife, a fase prática do projeto Condutor do Amanhã será lançado nesta sexta-feira, dia 23 de setembro.

O secretário de Educação do município de Paulista, Carlos Ribeiro, e o diretor-presidente do Detran de Pernambuco, Charles Ribeiro, que tem o projeto Condutor do Amanhã como prioridade, anunciaram o lançamento. A nova fase do projeto que visa o ensino prático à dois mil alunos de 9 a 12 anos com três veículos elétricos de pequeno porte e bicicletas, tendo como monitores os "palhacinhos" da Turma do Fom-Fom, que já promovem ações sociais de segurança no trânsito nas ruas da capital pernambucana. "Eles serão os responsáveis pela aula prática de uma forma divertida", conta o presidente da FPA.

 

PAULO MOREIRA EM MORTÁGUA

 

Paulo Moreira | Mortágua - “Da liderança ao final inglório!”

 

 

paulo moreira_2_Copypaulo moreira_CopyFoi um desfecho inglório, o da dupla Paulo Moreira e Marco Macedo no Rallye de Mortágua, a 6ª ronda do Campeonato Nacional de Ralis! A dupla do Skoda Fabia R2 entrou para a dura prova centrada apenas na sua corrida, focados na ambição de pontuar o máximo de pontos para o Campeonato. A dupla viu a sua tarefa simplificar-se logo no arranque do rali, com os seus 2 mais diretos adversários do campeonato a ficarem pelo caminho ainda no decorrer da 1ª especial e com isto a obrigação de apenas levarem o Skoda até ao pódio final da prova do Clube Automóvel do Centro. Liderando os Rc4 e ocupando a 4ª posição no Campeonato Nacional de Ralis 2 Rodas Motrizes, a super especial veio a ser madrasta para a equipa já que no decorrer da mesma o motor do Fabia cedeu e era o fim da prova antecipado para a dupla! Como salienta o piloto do Montijo “Mortágua foi um rali onde tudo indicava que ia correr bem e acabou em pesadelo! A 1ª especial entramos sem ritmo e isso custou-nos caro no cronómetro, mas os nossos adversários tinham ficado pelo caminho, pelo que bastava-nos levar o carro até ao fim! Entramos na 2 PE com esse objetivo sem preocupação no que diz respeito a tempos. Tudo parecia correr conforme tínhamos planeado no reagrupamento, quando se inicia o pesadelo! Na Super Especial, o motor não quis colaborar e entregou a alma ao criador no meio da especial. Foi um final inglório e que nos prejudica bastante em termos de Campeonato! Resta-nos recuperar e voltar a estar fortes na próxima prova!

 

OLIVEIRA EM ARAGON

Miguel Oliveira

À procura de pontos em Aragón


ES2 2797_Copy Após um fim-de-semana de descanso Miguel Oliveira está já no traçado espanhol de Aragón para enfrentar a 14ª prova do calendário 2016 do campeonato do mundo de Moto2. Num circuito onde venceu em 2015 o piloto da Leopard Racing espera poder encontrar uma moto que o ajude a somar de novo pontos no campeonato e se possível chegar aos dez primeiros, onde esteve na prova anterior em Misano antes de uma queda lhe ter retirado a possibilidade de mais um excelente resultado.

"O GP de Aragón no ano passado foi muito bom para mim porque venci aqui a corrida de Moto3, mas este ano a perspectiva para esta corrida e também para as restantes do campeonato é um pouco diferente e em condições normais quero poder lutar pelos pontos e idealmente entrar nos dez melhores. Quero pontuar nestas últimas cinco corridas e esperar também que a equipa me possa dar uma moto competitiva para o poder fazer. Da minha parte vou colaborar a 200% para conseguir o melhor resultado tanto em Aragón como nas restantes quatro provas. O circuito pode ser comparado em termos de afinação com Jerez de La Frontera ou mesmo Montmeló, onde temos que trabalhar bastante sobre a dianteira da moto por força das curvas longas com muito apoio interior com o pneu. Será crucial ter boa estabilidade no centro da curva e ao mesmo tempo capacidade de tracção para as saídas. As curvas não têm um grande acréscimo de aceleração mas temos que ter sempre as duas rodas bem alinhadas para conseguir a 'girar' bem a moto e ganhar algum tempo a partir do centro da curva."

O circuito espanhol do Motorland em Aragón com os seus 5.077 metros de extensão tem um total de 17 curvas, das quais uma dezena são esquerdas e as restantes direitas que exigem precisão e acerto no equilíbrio da moto para se conseguir tempos rápidos por volta. Esta será a sexta vez que acolhe uma prova do campeonato do mundo, tendo sido inaugurado em 2010. Miguel Oliveira irá enfrentar no próximo Domingo uma corrida com 21 voltas ao circuito para uma quilometragem total ligeiramente superior aos 106 quilómetros.

 

WTCC NA CHINA

 

Argentine lands record-equalling top spot number eight of 2016
*Qualifying points make Citroën provisional champion manufacturer
*Björk challenges to be Polestar for Volvo with second Q3 outing

José María López has claimed his seventh DHL pole position of 2016 after he topped the timesheets at FIA WTCC Race of China this afternoon. In doing so, the Argentine scored the points needed for Citroën to provisionally clinch the FIA World Touring Car Championship for Manufacturers for a third year running*.

There was also success for LADA and Volvo Polestar with Nicky Catsburg going second quickest, just missing out on pole by less than two tenths for LADA, and Thed Björk making it through to Qualifying Q3 for the second time in 2016 at Volvo’s ‘home’ event.

Meanwhile, John Filippi will start Sunday’s reverse grid Opening Race on pole after he claimed the all-important P10 in Qualifying Q2, the second time in 2016 the 21-year-old from France has achieved the feat in his Campos Racing Chevrolet.

As the quickest driver in Q2, López was the last of the five racers to shoot for pole, and managed to better the benchmark set by LADA driver Catsburg by 0.161s. The Dutchman produced an impressive lap to claim a slot on the front row, four tenths clear of third-placed Yvan Muller in the second factory Citroën. Mehdi Bennani was the top performer in the WTCC Trophy in qualifying fourth, only 0.033s behind Muller, while Björk completed the top five having set the pace in Free Practice 1 this morning and gone third in Q2.

“I wouldn’t say I was relaxed but you always fear you gave everything too soon and the others will come back to you,” said world champion López, who now has 21 WTCC career poles. “It was a little bit what happened with Nicky. He put out a very good lap in Q3 and made the thing much more exciting and much more complicated. I knew it was going to be close but sometimes one of the good things of being first after Q2 is you have the advantage to see what the others did and know if you really have to go for more or maybe, if you are lucky enough, manage with what you have. But that was not the case today and I had to do my best and I’m sorry for Nicky.”

Of Citroën’s provisional title success, López added: “We are very lucky to be part of this team. We have learned a lot from them and for sure it’s much easier for us when you jump into the best car on the grid. We are going to miss them a lot and I’m very happy we achieved this result during a very difficult year with a heavier car.”

Citroën Team Principal Yves Matton said: “For sure we win the championship for a third time in a row and for the third time in China, which is an important market for Citroën. A lot of things have helped us to achieve this result. First of all, it’s an incredible driver line-up and also the drivers from Sébastien Loeb Racing have helped us to achieve this title. But also the work the team did since the first days we were involved in the WTCC. It was completely new for us. Never before did we go outside the dusty roads of the rally. We had a lot of things to learn and it was really interesting for all the team to find some new ways to work around the car and achieve success.”

Gabriele Tarquini narrowly missed out on a Q3 place in sixth for LADA following team-mate Catsburg’s late charge in Q2. The 2009 WTCC champion finished up ahead of Fredrik Ekblom, back on WTCC race duty for Volvo Polestar for the first time since Russia in early June. Tom Chilton was eighth, while Norbert Michelisz was the best-placed Honda driver in ninth, which gives the Hungarian a front-row start for the Opening Race alongside Filippi.

Filippi’s fellow Chevrolet RML Cruze drivers Tom Coronel and James Thompson were P11 and 12 respectively after making the cut for Q2, something that was missed by Hugo Valente in the third LADA and Honda’s Tiago Monteiro and Rob Huff. Grégoire Demoustier, Ferenc Ficz and Dániel Nagy were also unable to progress to Q2.

Sunday’s Opening Race takes place over 14 laps from 14h35 local time with the Main Race following shortly afterwards at 15h50 and running for additional lap.

*Citroën is the provisional FIA World Touring Car Manufacturers champion for 2016 subject to official FIA confirmation. This is because the WTCC promoter, Eurosport Events, has made a request to the FIA Touring Car Commission to cancel WTCC Race of Thailand, which will mean the championship will run over 11 events rather than 12, subject to final ratification by the FIA World Motor Sport Council.

 

IMAGES
WTCC Jose Maria Lopez DHL Pole Position.jpg
WTCC Jose Maria Lopez.jpg
WTCC Nicky Catsburg.jpg

 

SOLUÇÕES DE MOBILIDADE BOSCH

 

Soluções de mobilidade Bosch cresce duas vezes mais que o mercado

International Motor Show (IAA) 2016

  Um em cada quatro euros ganhos pela divisão de soluções de mobilidade da Bosch advém da tecnologia para veículos comerciais

  O novo serviço torna mais eficiente toda a cadeia logística

  A Bosch acredita que irá duplicar as suas vendas até 2020 com o sistema de tratamento de gases de escape

  A empresa é líder de mercado em sistemas de direção para veículos comerciais

  A Bosch espera duplicar as vendas de caixas de conectividade para veículos comerciais em 2017

Hannover – A divisão Soluções de Mobilidade da Bosch continua a crescer num ritmo acelerado. "Queremos acentuar ainda mais o nosso crescimento, razão pela qual estamos a desenvolver serviços inovadores para a mobilidade do futuro, lado a lado com soluções para a eletrificação de veículos, automação e conectividade", afirmou o Dr. Rolf Bulander, presidente da divisão, na IAA de veículos comerciais, em Hannover. Este ano, as soluções de mobilidade da Bosch vão crescer perto de 5 por cento, ajustada a efeitos cambiais, muito acima do crescimento da produção mundial de veículos, que se espera ser inferior a 2 por cento em 2016. Uma grande parte do crescimento da Bosch vem da tecnologia para veículos comerciais. Atualmente, o setor já gera um quarto das vendas através de sistemas de veículos comerciais leves e pesados. Com a unidade recém-criada "Veículo comercial e de todo-o-terreno", a Bosch pretende concentrar os seus esforços de trabalho em soluções para camiões e aplicações fora da estrada. Espera-se que as vendas deste segmento dupliquem nos próximos dez anos, com um maior foco em serviços e soluções, através dos quais a Bosch pretende aumentar a eficiência e a segurança do ecossistema logístico.

 

 

Novos padrões de emissões impulsionam negócio da Bosch

No centro deste desenvolvimento encontra-se a transmissão dos veículos comerciais. As novas regulamentações relativas às emissões levaram a uma maior procura do moderno sistema a diesel da Bosch. Desta forma, os camiões que hoje em dia andam na estrada são mais amigos do ambiente do que qualquer outro veículo, ao aderirem, por exemplo, ao padrão de emissões Euro 6, mesmo em condições de trânsito reais. Existem também planos para introduzir normas de emissões nas regiões em crescimento da China e da Índia. Espera-se que, em 2020, a proporção de sistemas de common-rail em veículos comerciais recém-fabricados aumente de 70 para 90 por cento em todo o mundo. Paralelamente a estes desenvolvimentos, o tratamento de gases de escape é outra área de crescimento para a Bosch. Está previsto que sistemas como o Denoxtronic dupliquem as vendas da empresa até o final da década. Por outro lado, a Bosch está igualmente focada em trazer mais eficiência à transmissão. Ao implementar uma série de medidas como a eletrificação de unidades auxiliares, tais como bombas hidráulicas,  é possível reduzir o consumo de combustível até 10 por cento. Além dos sistemas de recuperação de calor, a Bosch já está a trabalhar em sistemas híbridos e de condução de gás, conceitos alternativos do futuro para a condução .

 

Conhecimento de software e sistemas necessários para a condução automatizada

Os veículos comerciais do futuro serão totalmente automatizados. Mas até lá, passaremos por um processo gradual, que começa com sistemas de assistência que fornecem cada vez mais apoio ao condutor. Alguns destes sistemas, tais como avisos automáticos de travagem de emergência e de embarque, já são obrigatórios. No futuro, os condutores de camiões serão também ajudados quando necessitarem de mudar de faixa de rodagem, de virar ou até de fazer manobras. Investigadores de acidentes da Bosch estimam que, em conjunto, estes sistemas serão capazes de impedir cerca de 90 por cento dos acidentes causados ​​por camiões e que resultam em lesões corporais. A direção do veículo é uma tecnologia-chave na condução automatizada. A Bosch é líder global de mercado dos sistemas de direção para veículos comerciais, e prevê que metade dos camiões na Europa, Japão e EUA terão uma direção eletricamente assistida em 2025. A empresa aproveita também a sua ampla experiência na área e conhecimento em software e sistemas para traçar o caminho para uma condução automatizada. A Bosch antecipa que pelotões de camiões conectados e com tecnologia inteligente vão estar prontos para entrar no mercado em 2025. Através do estudo “Vision X”, a empresa irá demonstrar esta solução potencial na IAA de Veículos Comerciais 2016. 

 

Sensores, software, e serviços são a chave para o aumento da eficiência dos transportes

Condução autónoma significa condução conectada. Na Europa e na América do Norte, cada novo camião estará apto à telemática já em 2017. A 

Sensores, software, e serviços são a chave para o aumento da eficiência dos transportes

Condução autónoma significa condução conectada. Na Europa e na América do Norte, cada novo camião estará apto à telemática já em 2017. A Bosch já está a a fazer a sua parte ao preparar veículos comerciais para a conectividade através da sua unidade de controlo. A empresa vai mais do que duplicar as vendas unitárias deste hardware em 2017 e fornecer, por exemplo, o centro de dados para os novos camiões da Daimler. Assim como hardware próprio, a Bosch possui também a sua própria cloud, utilizada para implementar serviços inteligentes, como estacionamento seguro para camiões. A partir do início de 2017, as empresas de logística e os condutores poderão usar esta plataforma para reservar lugares de estacionamento seguros ao longo da estrada. Para além disso, a Bosch irá lançar o TRAQ , uma solução que monitoriza produtos através de sensores micromecânicos e que traz mais transparência à cadeia logística. Estes exemplos demonstrarão a forma como a Bosch pode aumentar a eficiência do transporte com serviços de logística e com a tecnologia para veículos comerciais.452440 Copy

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Raphael Campos (PRO) e Vinícius Margiota (GP) conquistam primeira vitória

Corrida Noturna está marcada para as 18h35. Raphael Campos e Vinícius Margiota largarão da pole position novamente, desta vez para a disputa mais esperada do ano

Neste sábado, 17, com dia quente e ensolarado os carros da Sprint Race Brasil saíram para a primeira corrida válida pela sexta das oito etapas do calendário, que acontece no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina, na região norte paranaense. Raphael Campos inscrito na categoria PRO largou da pole position e garantiu a vitória de ponta a ponta com o tempo de 25min08seg864 e Vinícius Margiota largou em primeiro pela GP completando também sua primeira vitória na competição.

"Estou muito feliz, foi uma corridona. O Luca Milani estava ali encostado na última volta, mas consegui manter a posição até a bandeirada. A próxima é noturna e vou com a mesmo ritmo", celebra Raphael Campos SR#13.

Luca Milani SR#77 concluiu em segundo a apenas 0s364 do primeiro colocado e marcou a melhor volta na bateria desta tarde. "Estava brigando demais com o carro com o peso extra devido a posição no campeonato. O Rapha que estava na frente não estava, o carro era bom e tentei acompanhá-lo mesmo com o peso, quero parabenizá-lo pela conquista. Agora vamos ver o que vai ser na próxima (noturna) largando de último", declara o piloto.

Tudo perfeito para Vinícius Margiota SR#7 na corrida deste sábado. "Foi uma corrida de tirar o fôlego. No início perdi duas posições, mas recuperei uma e procurei uma tocada confortável para não botar a perder a primeira colocação na categoria", comemorou o piloto. "Largar na frente é melhor, porque evita alguns enroscos. Agora é pensar na corrida noturna que é bastante diferente e focar em nova vitória", finaliza.

Corrida Noturna

A prova noturna da Sprint Race inédita do automobilismo nacional na modalidade turismo acontece pela terceira vez e a organização do evento é comandada por Thiago Marques, terá largada às 18h35 com 23 minutos de duração e mais uma volta.

A sexta etapa contará com as transmissões dos canais BandSports e PlayTV, como também do Programa Acelerados no SBT com os episódios do Reality Show da Sprint Race.

PREMIAÇÃO NO 2800 MUSIC CLUB

A premiação da etapa de Londrina será realizada na casa noturna 2800 Music Club, localizada na Avenida Higienópolis, 2800, no Jardim Higienópolis, em Londrina (PR), às 23 horas.

A Sprint Race Brasil têm patrocínio da Alpina, Pirelli, Ecopads, Vaz, Fremax e Rio Custom.

Resultado da Corrida 1 (Diurna)/ Etapa 6 / Londrina (PR)
1) #13 Raphael Campos, PRO
2) #77 Luca Milani, PRO
3) #7 Vinícius Margiota, GP
4) #78 Marcus Peres, GP
5) ) #17 Eduardo Berlanda, PRO
6) #82 Cassio Cortes, GP
7) #23 Guido Cotta, PRO
8) #22 Gabriel Lusquinõs, PRO
9) #87 Jorge Martelli, GP
10) #65 Eduardo Serrato, GP
11) #88 Beto Giorgi, PRO
12) #12 Claudio Buschmann, GP
13) #55 Caê Coelho, GP

Grid de largada da Corrida NOTURNA / Etapa 6 / Londrina (PR)
1) #13 Raphael Campos, PRO
2) #7 Vinícius Margiota, GP
3) #78 Lucas Peres, GP
4) #22 Gabriel Lusquinõs, PRO
5) #88 Beto Giorgi, PRO
6) #82 Cassio Cortes, GP
7) #87 Kau Machado, GP
8-) #23 Guido Cotta, PRO
9) #65 Eduardo Serrato, GP
10) #17 Wanderlei Berlanda Jr, PRO
11) #77 Luca Milani, PRO
12) #12 Claudio Buschmann, GP
13) #55 Caê Coelho, GP

Programação da sexta etapa - Sprint Night Challenge

Sábado, 17 de setembro

Corrida 2 (Noturna)
18h00 - Alinhamento dos carros
18h30 - Placa de 5 minutos
18h35 - Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

Calendário 2016

20/03 - Curitiba (PR) - AIC - Circuito Misto
24/04 - São Paulo (SP) - Interlagos
29/05 - Curitiba (PR) - AIC - #Oval
19/06 - Curitiba (PR) - AIC - #Inverse Track/Grid
14/08 - São Paulo (SP) - Interlagos - #Guest Race

18/09 - Londrina (PR) - #NightChallenge
23/10 - Cascavel (PR) - #SetUpFree
18/12 - São Paulo (SP) - Interlagos - #Pontuação Dobrada*
*Sujeito a alteração - alternativa

 

RALIS NO BRASIL

 

Irmãos Zettel seguem para Taubaté em busca da liderança

A dupla Curitiba, Leo Zettel e Fred Zettel, está a um ponto dos líderes do Campeonato Brasileiro de Rally e parte para o Rally Vale do Paraíba com objetivo de conquistar o lugar mais alto do pódio.

Com previsão de 197 quilômetros de prova, sendo 124 quilômetros em 7 trechos cronometrados, a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Rally será realizada em Taubaté / SP, em estradas de cascalho, nos dias 24 e 25 de setembro. 

A prova é conhecida como uma das mais duras da temporada e os irmãos Leo Zettel e Fred Zettel, que competem com um VW Gol e estão a 1 ponto dos líderes do Campeonato, seguem em busca de mais uma vitória na temporada. 

Na RC5, para carros 1.6 de produção, a principal disputa está entre os dois pilotos da equipe. Fabio Simsen / Gilson Rocha estão na liderança do campeonato com apenas 1 ponto de vantagem sobre a dupla Leo Zettel / Fred Zettel, que pretende aproveitar a resistência do VW Gol para levar vantagem. 

Classificação do Campeonato Brasileiro após 4 etapas
Categoria RC5

1.    Fabio Simsen / Gilson Rocha – 62 pontos
2.    Leonardo Zettel / Frederico Zettel – 61 pontos
3.    Edu Paula / Bruno Scarpelli – 55 pontos
4.    Carlos Scheffer / Luis F. Eckel – 45 pontos
5.    José Barros Neto / Andrey Karpnsky – 44 pontos

Nova parceria

Para duas etapas restantes do Campeonato Brasileiro a dupla firmou uma importante parceria com a Tireshop, o maior e-commerce de pneus do Brasil.

A TireShop.com.br iniciou suas atividades em 1999 com o objetivo de oferecer pneus através da internet. Hoje além de pneus são comercializados rodas, molas esportivas, tapetes e diversos outros acessórios automotivos.
 
Com estoque próprio, rápido atendimento pelo site e três lojas físicas, Curitiba / PR, Joinville / SC e São Paulo / SP, a Equipe Tireshop atente todas as partes do Brasil. Acesse www.tireshop.com.br e conheça todos os produtos.

Programação

As equipes devem chegar na cidade na sexta-feira (23), mas a programação começa no sábado (24) com o levantamento das especiais. A prova será disputada no domingo (25), à partir das 8 horas. O parque de apoio será montado na Av. Prof. Walter Thaumaturgo 101, Jardim das Nações e a entrada é franca. Mais informações no site www.velocidadesp.com.br. 

08:30h – Saída do Parque de Apoio
08:50h – SS1 – Gaspar
09:23h – SS2 – D’ajuda
09:59h – SS3 – Gaspar
10:39h – Parque de Apoio A
11:59h – SS4 – D’ajuda
12:25h – SS5 – CBA
13:05h – Parque de Apoio B
13:58h – SS6 – D’ajuda
14:57h – SS7 – CBA

Os irmãos Leo Zettel e Fred Zettel contam com a estrutura da ProMacchina Motorsport, patrocínio da WZ Comm – Comunicação que mostra resultados, GoBS – distribuidor Exclusivo OMP no Brasil e apoio da Industrial Design e Tireshop.com.br. 2016 07_02___rally_de_piraquara__marcus_cicarello__17__1__Copy2016 07_02___rally_de_piraquara__marcus_cicarello__17__7__Copy

 

EXTREME SAILING NA MADEIRA

 

Swiss stars Alinghi lose mast in collision in action-packed day in Madeira

The Extreme Sailing Series™ lived up to its name on the penultimate day of Act 6 in Madeira as a collision between rivals Alinghi and Red Bull Sailing Team resulted in the Swiss crew losing their mast.

Both teams have been pushing each other hard over the first two days of the Act, held on the waters of Madeiran capital Funchal, but as racing resumed on day three the drama ramped up another notch.

As the third race of the day got underway, Austrian-flagged Red Bull Sailing Team screamed across the start line at full tilt but got too close to Alinghi, and the back of their boat clipped the front of the Swiss.

The impact between the two super-fast GC32 catamarans snapped a crucial part of Alinghi’s rigging and moments later the boat’s 16.5-metre carbon fibre mast and sails slowly fell to one side into the water.

Within seconds the Extreme Sailing Series’ safety team were alongside the stricken boat to ensure the sailors were safe and to minimise any further damage. All the sailors and guests were wearing helmets and buoyancy aids, and no-one was injured.

Alinghi’s GC32 was towed back to the dock where their shore crew began work repairing it but they face a race against time to get it ready for the Act 6 finale tomorrow. Alinghi were awarded redress for the incident, which sees them retain the overall lead ahead of Oman AirRed Bull Sailing Teamand SAP Extreme Sailing Team.

“During the third start we were sandwiched between Red Bull Sailing Team and Sail Portugal – Visit Madeira,” Psarofaghis said. “Red Bull Sailing Team popped up onto their foils then came down on us, and we couldn’t really avoid them. This all happened really quickly and unfortunately they hit us and we lost the rig, but no-one was hurt and that’s the main thing.

“We need to assess the damage and see if we will be able to sail tomorrow. It’s going to be a long night for us but we have the greatest shore crew and they will do everything they can to get us back on the water.”

The on-the-water umpires judged Red Bull Sailing Team to have been at fault and handed them a 15-second penalty for the start of the fourth race but they came back to scoop a third place behindSAP Extreme Sailing Team and Oman Air.

Morgan Larson’s Oman Air and Jes Gram-Hansen’s Danish SAP Extreme Sailing Team made the most of Alinghi’s misfortune, each claiming two wins. With the breeze building to around 12 knots, more than enough for the GC32s to ‘fly’ on their foils and provide a real show for the watching crowds that lined the shore.

Oman Air go into the finale trailing Alinghi by five points, with Red Bull Sailing Team a further four points back. And with the last race of the Act counting for double points, the leaderboard is still wide open.

“The team did a great job today,” Larson said. “I missed a few little things but we achieved what we wanted. It was fun, tough racing and tomorrow we will go out to get a lot more firsts.”

The final day of Act 6 commences at 1400 local time (1300 GMT). Fans following the racing around the world can watch live from 1530 local time (1430 GMT) on the Extreme Sailing Series website.

Extreme Sailing Series™ Act 6, Madeira Islands standings after Day 3, 12 races (24.09.16)
Position / Team / Points
1st Alinghi (SUI) Arnaud Psarofaghis, Nicolas Charbonnier, Timothé Lapauw, Nils Frei, Yves Detrey 130 points.
2nd Oman Air (OMA) Morgan Larson, Pete Greenhalgh, James Wierzbowski, Ed Smyth, Nasser Al Mashari 125 points.
3rd Red Bull Sailing Team (AUT) Roman Hagara, Hans Peter Steinacher, Stewart Dodson, Adam Piggott, Brad Farrand 121 points.
4th SAP Extreme Sailing Team (DEN) Jes Gram-Hansen, Rasmus Køstner, Mads Emil Stephensen, Pierluigi De Felice, Renato Conde 119 points.
5th Sail Portugal – Visit Madeira (POR) Diogo Cayolla, Frederico Melo, Nuno Barreto, Luís Brito, João Matos Rosa 103 points.
6th Land Rover BAR Academy (GBR) Neil Hunter, Elliot Hanson, Will Alloway, Sam Batten, Rob Bunce 95 points.
7th Vega Racing (USA) Brad Funk, Tom Buggy, Nick Thompson, Zé Costa, Mac Agnese 88 points.


Photos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Small

© Lloyd Images

 

TF SPORT - GT

 

TF Sport secured third position and the final step on the podium today (24 September, 2016) in Round 5 of the Michelin GT3 Le Mans Cup at Spa Francorchamps, Belgium. The result ensures that the team head to the season finale in Portugal with a four-point lead in the Teams’ Championship.

While the podium position is a solid result, the team were left wanting for more at a circuit that didn’t play to the strengths of the #34 Aston Martin V12 Vantage GT3 package.

“We got the podium and perhaps we were a bit lucky but you have to be there at the end,” said TF Sport Director Tom Ferrier. “We knew from other races that we’d struggle a bit here for ultimate pace but it still something we have to look at and understand as the car wasn’t as competitive as we had hoped. But we head to Estoril and we’ll fight on as we are still in the race for the title.”

Qualifying saw Salih Yoluc record the fifth fastest time, and he duly took the start of the two-hour event. The start saw run wide at La Source but he quickly regained ground as the Safety Car was scrambled following an incident behind.

Once back underway Yoluc settled into a race rhythm before the #90 Aston Martin ran into mechanical trouble and Yoluc was able to make the pass to run fourth. Soon after he conceded position to the #14 Ferrari at the end of the Kemmel straight following an instruction from the team. “I was told to let him past,” Yoluc explained. “I was losing time (defending) and we hoped we could get the position back later on, so I let him go by.”

Euan Hankey took over at the half-distance mark in fourth position, passing the #14 car thanks to the crew in the stops, and then gaining the final step on the podium as the #55 McLaren ran into tyre problems in the closing minutes.

“This was damage limitation,” admitted Hankey, “It’s clear this circuit didn’t suit our car. We did the best we could but we struggled with understeer, so we were lucky to inherit third from the unlucky McLaren.”

With it all to play for and TF Sport expecting a much more competitive race ahead, the final round of the Michelin GT3 Le Mans Cup gets underway 21-22 October at Autódromo do Estoril in Portugal.dscf6169 0_Copy

 

TT NO BRASIL

 

As motocicletas do Team Rinaldi estão a caminho de Itupeva, no interior paulista, para a decisão do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM. A equipe da fábrica gaúcha de pneus está na briga direta por títulos com o mineiro Rômulo Bottrel, líder isolado da classe E1 e vice da geral, e o gaúcho Michel Cechet, ponteiro da Over 35. As disputas terão como base o Shopping SerrAzul neste fim de semana (24 e 25).

Em um circuito de aproximadamente 40 quilômetros, o evento programou quatro voltas no sábado e outras três no domingo. O trajeto inclui dois Enduro Testes (de 5,3km e 5,5km) e um Cross Teste (de 3,8km). “Vou em busca da vitória”, disse Bottrel. “Tenho boa vantagem na E1 e chances de título na classificação geral, então vou fazer de tudo para fechar o ano da melhor forma possível”, continuou.

O líder Cechet está pronto para defender o título da Over 35. “As expectativas são boas, o que é resultado do trabalho de um ano inteiro. A categoria está bastante disputada e espero andar com tranquilidade e máxima concentração, sem cometer erros”, explicou. Os pilotos representam a equipe Zanol Team Rinaldi ASW Honda, assim como Bruno Martins (2º colocado da E1) e Júlio César Ferreira (2º da E2). O Team Rinaldi também conta com os irmãos Ripi Galileu (2º da E3) e Riago Dilan (7º da E2) na etapa final.

O evento ainda irá receber as feras da classe Feminina, com disputas válidas pela segunda e terceira etapas do Brasileiro da modalidade. Assim como Tainá Aguiar, a líder Janaína Souza confirmou presença. “Estou bastante acostumada com o terreno de Itupeva, inclusive venci lá no início do ano. Tenho ótimas expectativas”, disse Janaína. Os pilotos do Team Rinaldi utilizarão pneus dos modelos HE 40, SR 39 e RW 33 no desafio, modelos da linha off-road da fábrica gaúcha.

Brasileiro de Enduro de Regularidade – O Team Rinaldi ainda estará em ação na final do Campeonato Brasileiro de Enduro de Regularidade, marcada para este fim de semana em Ladário (MS) com o 5º Enduro Pantaneiro. Vice-líder da categoria Master, Emerson Loth “Bombadinho” está confirmado na prova. “A região possui muita pedra e terreno seco. O meu objetivo é fechar bem o campeonato e depois me dedicar exclusivamente à recuperação, já de olho em 2017”, contou o piloto, que está lesionado nos joelhos.

Sobre a Rinaldi – A Rinaldi iniciou as atividades em 1969 com 60 colaboradores e 15 mil m² de área fabril para produção de materiais de recauchutagem em Bento Gonçalves (RS). A empresa ampliou a produção com as câmaras de ar para as linhas automotiva, transporte e industrial na década de 80, além de introduzir a fabricação de pneus e câmaras de ar para as linhas de motocicletas, agrícola, industrial (não motorizada) e charretes.

A busca pela excelência refletiu em credibilidade no mercado e fortes parcerias. Muito mais que em espaço físico, com área fabril de 35 mil m², a Rinaldi cresceu na geração de empregos diretos, atualmente com 700 colaboradores, e conquistou reconhecimento no mercado.

A fábrica conta com a Certificação da Gestão de Qualidade ISO 9001:2008 e com o aval do INMETRO nos seus produtos da linha de motocicletas. Na área ambiental, a empresa possui o Certificado de Destruição Térmica, por destinar 100% dos seus resíduos sólidos a uma cimenteira para geração de energia. Para conhecer os produtos da Rinaldi, acesse o site oficial


R�mulo Bottrel, piloto de enduro do Team Rinaldi
Cr�dito: Caf� Fotos/Mundo Press

Michel Cechet, piloto de enduro do Team Rinaldi
Cr�dito: Lek�o/Zanol Team Rinaldi ASW Honda

 

BENTLEY ANUNCIA

 

A Bentley Motors anunciou ontem a informação do Bentayga Diesel, o primeiro modelo Diesel na história da emblemática Marca britânica.

 

  • O primeiro Bentley a Diesel combina potência, agilidade, eficiência e autonomia de combustível
  • O seu motor V8 de 4.0 litros da última geração com tripla sobrealimentação é líder na categoria com os seus 4335 Cv de potência e um binário máximo de 900 Nm
  • É o SUV Diesel mais rápido do mundo, assegurando uma aceleração 0-100 km/h em apenas 4,8 segundos e uma velocidade máxima de 270 km/h
  • Com prestações de um Grande Turismo, o Bentayga circula em qualquer de asfalto, juntando ainda uma melhorada autonomia de combustível de 1.000 km.
  • As suas emissões de CO2 são de apenas 210 g/km, as mais baixas de toda a família de modelos da BentleyBentley Bentayga_Diesel_01_set_2016_CopyBentley Bentayga_Diesel_02_set_2016_CopyBentley Bentayga_Diesel_03_set_2016_Copy
 

AUDO CONQUISTA

 

Audi conquista quatro vitórias no “Car Connectivity Award 2016”

 

• Sistemas Audi connect premiados pela terceira vez consecutiva • Primeiro lugar para o Traffic Jam Assist e MMI all-in-touch, entre outros

 

 A Audi conquistou quatro primeiros lugares no concurso “Car Connectivity Award 2016” promovido para os leitores das revistas “auto motor und sport" e "Chip". A Audi venceu o Assistance Systems, Control Concepts / Displays, Sound Systems e nas categorias de Entretenimento / Multimédia, após uma votação que contou com cerca de 32 mil leitores daquelas publicações. Marcus Keith, Diretor de Desenvolvimento para o Audi connect e sistemas de controlo e displays na Audi salientou: "Esta repetição de vitórias em quatro categorias confirma a nossa promissora capacidade nos domínios de sistemas de digitalização e de assistência. O foco de nossa estratégia de ligação está a aumentar o benefício ao cliente nas áreas da segurança, conforto e eficiência." A Audi ganhou na categoria de Sistemas de Assistência com o adaptive cruise control (controlo de velocidade adaptativo), incluindo o traffic jam assist (Assistente de Trânsito). Na categoria conceitos de Controlo / Displays, a Audi também impressionou os leitores com o seu sistema de controlo MMI all-in-touch. Por sua vez, a marca dos quatro anéis esteve ainda em destaque na categoria do áudio com o seu sistema Bang & Olufsen com som 3D. E o Audi tablet para entretenimento nos bancos traseiros também permitiu à Marca vencer na categoria de Entretenimento Audi Car_Connectivity_Award_2016_Copy Os leitores participantes no “Car Connectivity Award 2016”selecionaram os seus favoritos entre um total de onze categorias. Esta é a terceira edição deste concurso das revistas “Chip" e "auto motor und sport”. A cerimónia teve lugar em Estugarda, na Alemanha. - Fim – O Grupo Audi com as suas marcas Audi, Ducati e Lamborghini é um dos mais bem-sucedidos fabricantes de automóveis e de motos no segmento premium. Está representado mundialmente em mais de 100 mercados e produz em 16 unidades distribuídas por doze países. No segundo trimestre de 2016, a Audi vai iniciar a produção do Q5 em San José Chiapa (México). Subsidiárias a 100% da Audi AG são, nomeadamente, a quattro GmbH (Neckarsulm), a Automobili Lamborghini S.p.A. (Sant’Agata Bolognese/Itália) e a Ducati Motor Holding S.p.A. (Bologna/Itália). Em 2015 o Grupo Audi entregou aos clientes cerca de 1,8 milhões de automóveis da marca Audi, bem como 3.245 carros desportivos da marca Lamborghini e cerca de 54.800 motos da marca Ducati. No exercício de 2014 a Audi AG teve um volume de negócios de 53,8 mil milhões de € e apresentou um resultado operacional de 5,15 mil milhões de €. Atualmente cerca de 85.000 pessoas trabalham em todo o mundo para a empresa, das quais cerca de 60.000 na Alemanha. A Audi está centrada em novos produtos e tecnologias sustentáveis com vista ao futuro da mobilidade.

 

F 3 NO BRASIL

 

Após pódios em São Paulo, Carlos Cunha Filho encara etapa de Londrina da F3 Brasil

Piloto da Cesário F3 aparece na terceira colocação do campeonato, e participou de testes no norte paranaense antes da etapa

A Fórmula 3 Brasil realiza neste final de semana a quinta etapa da temporada 2016, que acontece no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina (PR). Será a primeira vez que o campeonato correrá no interior paranaense desde que passou a ser um torneio nacional, o que significa ser a estreia da maioria dos pilotos que integram o grid da categoria.

Para Carlos Cunha Filho, a rodada dupla representa a confirmação de uma reação, que foi iniciada duas semanas atrás, em São Paulo (SP), quando o piloto da Cesário F3 obteve dois terceiros lugares. Os resultados fizeram com que o piloto mais jovem do grid alcançasse a terceira colocação do campeonato, com 47 pontos.

Para manter o bom momento iniciado na capital paulista, o dono do carro numeral 54 participou de testes na cidade localizada no norte paranaense no período de férias da Fórmula 3 Brasil. Agora, Cunha Filho busca repetir os pódios conquistados 15 dias atrás.

"Durante o período de férias do campeonato, realizamos testes em Londrina. É uma pista que eu gosto muito, bastante travada. Chegar ao pódio nas duas corridas em Interlagos foi muito bom. Precisava destes resultados", comentou o piloto EMS, dono de uma vitória na temporada, conquistada no Velopark.

A programação da rodada dupla londrinense da Fórmula 3 Brasil está concentrada em apenas dois dias. No sábado (24) acontecem os treinos livres e a tomada de tempos. As duas corridas serão disputadas no domingo.

Confira a programação para o fim de semana de corridas em Londrina (PR):

Sábado, 24 de setembro
10h40 - 11h10 - 1º Treino Fórmula 3 Brasil
15h30 - 16h00 - 2º Treino Fórmula 3 Brasil
17h25 - 17h35 - Classificação Fórmula 3 Brasil

Domingo, 25 de setembro
08h20 - Largada (Corrida 1) Fórmula 3 Brasil
11h25 - Largada (Corrida 2) Fórmula 3 Brasil

Classificação do Campeonato após quatro etapas (Top-6):
1) Matheus Iorio, 102 pontos
2) Guilherme Samaia, 60
3) Carlos Cunha, 47
4) Thiago Vivacqua, 40
5) Artur Fortunado, 39
6) Christian Hahn, 33

Próximas etapas da F3 Brasil:
16 de outubro - Curitiba (PR)
06 de novembro - Goiânia (GO)
11 de dezembro - Interlagos - São Paulo (SP)

 

EXTREME SAILING NA MADEIRA

 

Alinghi take fight to Red Bull Sailing Team as action in Madeira heats up

Extreme Sailing Series™ heavyweights Alinghi launched an assault on Act 6 leaders Red Bull Sailing Team on the waters of Madeira today as the regatta reached its halfway mark.

Arnaud Psarofaghis’ Swiss crew on Alinghi exchanged blows with Roman Hagara’s Austrian-flaggedRed Bull Sailing Team as both outfits made their bids to top the Act 6 table going into the penultimate day.

Light, shifty winds provided challenging conditions for the seven international teams as racing resumed in Funchal, the capital of Portugal’s stunning Madeira Islands, in front of the watching crowds.

With the breeze never getting above five knots the sailors were forced to rely on tactics more than ever, and it was Psarofaghis’ team that won the day, finishing on the podium in each of the four races to clock up more points than any other team. Meanwhile Red Bull Sailing Team, keen to capitalise on their win in the opening day’s only race, added another two victories to their tally. Crucially, however, they finished in fifth in the remaining two races.

The results leave the expert teams tied on 52 points, with Oman Air four points further back in third, tied with SAP Extreme Sailing Team. However with two more days of jam-packed racing still to go, and an increase in wind forecast, the Act is far from being tied up.

“After two days of racing we’re feeling really good because we haven’t lost too many points to anyone,” Alinghi helmsman Psarofaghis said. “We’re tied on points at the top of the leaderboard so we couldn’t ask for much better, especially as the conditions were so tricky today. But there are many teams that can win here and the racecourse is really challenging, so it’s going to be all on right until the end.”

Overall Series leaders Oman Air shot out of the blocks, winning the opening race in trademark fashion, but Morgan Larson’s men then suffered a string of penalties after being caught on the wrong side of the start line twice in succession. The Omani team had to settle for sixth place in the second race of the day, but a fantastic display of skill, jumping from last to second in the next race, salvaged their third-place position on the Act 6 leaderboard.

“It was obviously challenging out there today and I gave the team some work to do with a couple of bad starts from me,” Larson admitted. “I jumped the line a bit on a couple of occasions. It didn’t feel like we were being too aggressive but I guess we were just a little ahead of ourselves and that’s all it takes.

“Thankfully the second time it happened we managed to pull it back to get second place. In light airs sometimes it just works out that way. But it’s not ideal and we’ll definitely have to tighten up for tomorrow.”

Home team Sail Portugal – Visit Madeira delighted the watching crowds when they scored their best result of the Act so far with a second in the final race of the day. They go into the penultimate day with a three point buffer over Land Rover BAR Academy, who also scooped a podium spot, with wildcard team Vega Racing a further two points behind.

Land Rover BAR Academy’s Neil Hunter, who at 21 is the youngest skipper in the fleet, said his young crew are looking forward to more wind when racing gets underway once more tomorrow.

“It was a mixed day for us – it was light, super shifty and very frustrating,” Hunter said. “We banged in a couple of good results including a second and a fourth so there was potential there for sure, but we never really finished the job off properly. The talk is of more breeze tomorrow and we like those conditions so let’s see what happens.”

The third day of Act 6 commences at 1400 local time (1300 GMT) tomorrow. Fans around the globe can watch the racing live online on the official event website from 1530 to 1700 local time.

Extreme Sailing Series™ Act 6, Madeira Islands standings after Day 2, 5 races (23.09.16)
Position / Team / Points
1st Red Bull Sailing Team (AUT) Roman Hagara, Hans Peter Steinacher, Stewart Dodson, Adam Piggott, Brad Farrand 52 points.
2nd Alinghi (SUI) Arnaud Psarofaghis, Nicolas Charbonnier, Timothé Lapauw, Nils Frei, Yves Detrey 52 points.
3rd Oman Air (OMA) Morgan Larson, Pete Greenhalgh, James Wierzbowski, Ed Smyth, Nasser Al Mashari 48 points.
4th SAP Extreme Sailing Team (DEN) Jes Gram-Hansen, Rasmus Køstner, Mads Emil Stephensen, Pierluigi De Felice, Renato Conde 48 points.
5th Sail Portugal – Visit Madeira (POR) Diogo Cayolla, Frederico Melo, Nuno Barreto, Luís Brito, João Matos Rosa 41 points.
6th Land Rover BAR Academy (GBR) Neil Hunter, Elliot Hanson, Will Alloway, Sam Batten, Rob Bunce 38 points.
7th Vega Racing (USA) Brad Funk, Tom Buggy, Nick Thompson, Zé Costa, Mac Agnese 36 points.


Photos

 

 

 

 

 

Act 6, Madeira

 

JOSÉ PEDRO GOMES AUSENTE NA RAMPA DE BOTICAS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2016 – VALVOLINE

 

FOX 6302_Copy

RAMPA DE BOTICAS

 

JOSÉ PEDRO GOMES AUSENTE NA RAMPA DE BOTICIAS

 

 

O Ford Escort WRC não irá estar à partida da Rampa de Boticas, derradeira prova do Campeonato Nacional de Montanha. Segundo o piloto advogado “ infelizmente gostava de estar presente, mas por motivos profissionais, tal não vai ser possível, por isso será a minha ausência, e o encerramento desta  época em termos de Campeonato Nacional de Montanha “.

 

Sobre o balanço do mesmo acrescentou “ teve de tudo um pouco, com altos e baixos, fez-se o que o que estava ao meu alcance, mas as obrigações profissionais originaram duas ou três ausências, o que me retirou todas as hipóteses de pode lutar pelo titulo, não esquecendo alguns problemas de ordem técnica que não me permitiram fazer melhor, mas a verdade é que as corridas de automóveis têm destes imprevistos, e há que saber contar com eles”

Para terminar, “ agora há que começar a preparar a próxima época em 2017, ainda não sei com que carro poderei participa na próxima época, poderei continuar com o Escort WRC, mas ainda não sei, tenho ainda que avaliar umas propostas que tenho em mãos, para depois falar com os meus patrocinadores, para fazer uma época plena de sucessos e de vitórias “, disse-nos.

 

SEAT ATECA

 

SEAT Ateca X-Perience

Um extraordinário Ateca para o mais exigente dos condutores

/    A SEAT demonstra as enormes possibilidades da família Ateca com o Ateca X-Perience.

/    O Ateca X-Perience combina versatilidade, tecnologia e Design.

/    O SEAT Ateca X-Perience acrescenta a milha extra capaz de ultrapassar qualquer obstáculo para chegar ao destino.

 

ATECA-Xperience-01 Copy A SEAT apresenta o Ateca X-Perience com um stand único que exibe um conceito que leva inovação ao Salão Internacional Automóvel de Paris. O Ateca X-Perience é a prova de que a SEAT consegue exceder qualquer limite com uma interpretação diferente do conceito convencional de SUV. O cliente tipo do Ateca é urbano, mas este veículo é capaz de feitos fora de estrada muito além do que normalmente se espera. Nesta variante Ateca X-Perience, a ênfase recai no caráter mais aventureiro que resulta num veículo todo-o-terreno muito mais radical do que a maioria dos SUV convencionais.

 

Logo que o condutor pressione o botão de ignição, o Ateca X-Perience fica pronto para a aventura, ajustando-se a qualquer tipo de condução, condição da estrada ou às preferências pessoais do condutor. Basta escolher o perfil mais adequado para cada momento através do seletor Driving Experience da consola central, ajustando o Perfil de Condução SEAT ao modo Normal, Sport, Eco ou Individual. Mas é possível ir ainda mais longe graças ao sistema de transmissão 4Drive, assegurado pelo eficiente mecanismo Haldex, um dispositivo que inclui dois modos de condução adicionais, para neve e para “off-road”, ambos acrescidos da funcionalidade Hill Descent Control, que regula automaticamente a velocidade de descida.

 

“O X-Perience é um exercício que mostra as capacidades da família Ateca e o seu potencial para o futuro. Sabemos que com o Ateca podemos ir muito mais longe, como mostraremos no Salão Automóvel de Paris,” assegura o Vice-presidente da SEAT para o I&D, Dr. Matthias Rabe. “Com o Ateca X-Perience damos um passo além, face ao que já mostrámos nesta gama. É para o cliente que quer ir mais longe, levando-o ao limite, em fins de semana aventureiros e, claro, fora de estrada.”

 

Ultrapassando os limites do convencional

O objetivo principal do X-Perience é o de sublinhar as características todo-o-terreno do Ateca. Tem em vista aqueles que, pelos seus tempos livres, estilos de vida ou simplesmente por necessidade, procuram as melhores qualidades de capacidades todo-o-terreno num automóvel. Sabemos que o utilizador normal do Ateca conduzirá 95% do tempo em asfalto (nas cidades, nas estradas e autoestradas) e os restantes 5% em fora de estrada ou na neve. Mas com o X-Perience essa proporção será de 75% para utilização normal e de 25% fora de estrada. À medida dos clientes que, acima de tudo, vão usar o Ateca em situações de todo-o-terreno, que exigem de um SUV excelentes qualidades “off-road”. Resumindo, é um automóvel que permite ir ao mais longínquo destino, para aqueles que consideram o alcatrão uma mera formalidade e olham para os trilhos e caminhos como curtas insignificâncias. A atração de tudo isto está no desafio de chegar mais longe, para lá do limite do convencional.

 

Um Design em puro 4x4

A SEAT leva um pouco de Barcelona a Paris, na forma da inovação, tecnologia e design, todos eles valores partilhados pela capital Francesa e, claro, pelo Ateca X-Perience, que consegue trilhar os últimos quilómetros de montanha onde não chegam os SUV convencionais. Quando tiver que parar, o Ateca X-Perience conseguirá seguir caminho graças aos pneus de elevado perfil e às exclusivas jantes de 18 polegadas, as molduras dos guarda-lamas em preto, os estribos laterias salientes, a pintura à prova de riscos, a excelente altura ao solo e, por último, porque não teme nem os maiores obstáculos.

 

Obviamente, para além das funcionalidades práticas inerentes a um 4x4, o visual do Ateca X-Perience tem também uma presença sólida, emocional e marcante que cria impacto. “É esta a razão de termos optado pelo estilo típico 4x4, que começa na dimensão das rodas com pneus de elevado perfil, e segue no reforço do aspeto 4x4 com proteção adicional no para-choques dianteiro, do cárter do motor e das luzes de nevoeiro,” explica o Diretor de Design SEAT, Alejandro Mesonero-Romanos. “E a cor da carroçaria acaba por ter um papel muito importante. Escolhemos um verde-azeitona fosco, uma tonalidade próxima da camuflagem, sublinhada com traços cor de laranja nos detalhes que evidencia os componentes técnicos.”

 

O requinte exterior completa-se com detalhes como as barras de tejadilho cromadas, o spoiler traseiro montado acima do óculo e que prolonga a linha desportiva, e ainda as palas de rodas montadas no para-choques traseiro, ou o logotipo 4Drive e X-Perience na porta da bagageira. Adicionalmente, um difusor dianteiro salienta e protege a secção inferior da grelha, elemento magnífico repetido na zona traseira do Ateca X-Perience.

 

Para o habitáculo foram selecionadas as tonalidades condizentes com o exterior, nomeadamente através da iluminação ambiente das zonas mais escuras com luzes LED. As cores naturais do café e o verde dominam com apontamentos laranja nas costuras do volante, bancos e punho da caixa de velocidades de forma a frisar a vertente tecnológica. Os bancos desportivos são forrados em camurça e o logo X-Perience surge estampado nos frisos de alumínio da soleira das portas. A letras XP estão marcadas no volante, e com a abertura da porta da bagageira fica visível um friso cromado no piso, idêntico ao que está aplicado no Leon X-Perience.

 

Resumindo, todos os modelos X-Perience terão uma linguagem de design comum. A alavanca robusta da caixa de velocidades é um sinal marcante da veia aventureira, tal como os tapetes em borracha que protegem o interior do pó e da lama.

 

 

 

4Drive —Tração total com poderosos motores

O X-Perience recorre à transmissão integral também usada na gama SEAT Ateca. Recorrendo à embraiagem Haldex, a distribuição de binário entre os dois eixos é feita de forma muito eficiente, garantindo uma excecional passagem da potência ao solo em todas as situações, mesmo nas mais complicadas. Mais, o sofisticado controlo de tração com repartidor XDS garante que cada roda receba a dose certa de potência que permite manter o veículo em movimento.

 

Passando à unidade motriz, a escolha recaiu no motor 2.0 TDI com 190 cavalos e 400 Nm de binário máximo, associado à caixa DSG de dupla embraiagem com sete velocidades comandadas por patilhas no volante. Esta combinação tem inequívocas vantagens no prazer de utilização, tanto em estrada como fora dela. E não só garante excelente performance com baixos consumos de combustível e emissões, como assegura a diversão e a versatilidade já que permite trocar de relação de caixa sem retirar as mãos do volante. Estes benefícios de conforto e de segurança tanto se sentem numa autoestrada ventosa como perante as mais complicadas condições de condução fora de estrada.

 

Segurança e conveniência sem compromissos

Os imprevistos surgem em todas as aventuras. Por isso, o Ateca X-Perience confia no mais alargado conjunto de sistema de ajudas à condução, já comuns a outros modelos SEAT. O Sistema de assistência no trânsito, por exemplo, coordena as suas funções com o Sistema de Faixa de Rodagem e com o Cruise Control Adaptativo (ACC). Uma das funções do Sistema Front Assist é a Travagem de Emergência em Cidade que reconhece o perigo de colisão com veículos e peões, ou ainda o Sistema de reconhecimento de sinais de trânsito, a deteção no ângulo morto com alerta de trânsito posterior, a camara 360º com grande visão angular, o assistente automático de estacionamento, assistente de emergência, o assistente de máximos.

 

A SEAT lidera as soluções de conetividade, o que implica que o Ateca X-Perience será uma referência, ficando ligado em permanência ao mundo digital através dos sistemas de infotenimento de última geração, como o Easy Connect, conexão SEAT Full Link (que incorpora as funcionalidades Apple Car Play e Android Auto), um ecrã de 8 polegadas do Media System e “Connectivity Box” que permite recarregar smartphones sem a utilização de fios.

 

O Ateca garante tudo o que qualquer cliente precisa e chega num momento que antecipa o lançamento de 3 novos modelos SEAT em 2017. É capaz de satisfazer as necessidades da maioria dos clientes; e muitos desses utilizadores definem novas tendências, com um espírito de vida jovem e incansável, que procuram um veículo que acompanha o seu ritmo diário. A todos eles, o X-Perience quer mostrar que é possível ir além dos limites, usufruindo de um Ateca ainda mais aventureiro: nascido em Barcelona.

 

 

SEAT é a única companhia no seu setor com capacidade total para desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell, Barcelona, exportando mais de 80% dos seus veículos, estando presente em mais de 75 países. Em 2015, a SEAT alcançou vendas mundiais de 400.000 unidades, valor mais elevado desde 2007.

 

O Grupo SEAT emprega 14,000 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica, entre outros, os tão bem-sucedidos modelos Ibiza e Leon. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Alhambra em Portugal, o Mii na Eslováquia e o Toledo na República Checa.

 

A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que em 2015 celebrou o seu 40º aniversário e que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1000 engenheiros que têm como objetivo contribuírem como força impulsionadora de inovação, do maior investidos industrial I&D em Espanha. Em linha com o seu compromisso declarado na proteção ambiental, a SEAT baseia a sua atividade central na sustentabilidade, nomeadamente na redução de emissão de CO2 e eficiência energética.

 

SOLIDARIEDADE

 

Vettra Motorsport vence na pista e na solidariedade

A Vettra Motorsport, uma vez mais, preparou e assistiu o Polaris Ace de João Rebelo Martins, no Desafio Polaris, na Baja TT de Idanha-a-Nova.

O objectivo da Vettra Motorsport era idêntico ao do piloto de Oliveira de Azeméis: vencer e manter a liderança do campeonato.

Com um prólogo irrepreensível e uma etapa ao mais alto nível, João Rebelo Martins e a equipa bracarense saíram de Idanha com o objectivo cumprido.

No todo-o-terreno, pela natureza e dureza das provas, o espírito de camaradagem está sempre presente e Idanha foi palco disso mesmo.

Na terceira assistência da SS2, momentos antes da entrada de Rebelo Martins para reabastecer o buggy, o líder da classe Hobby nas moto 4 parou para reabastecer mas a sua assistência ainda não tinha chegado.

Vendo o desespero do piloto, o jovem Rafael Leal cedeu a gasolina de Rebelo Martins para que o veterano pudesse seguir até à meta e sagrar-se vencedor. Um momento de solidariedade entre equipas, entre pessoas, um momento de camaradagem que tantas vezes e esquecido na competição.

Depois... bem, depois foi João Rebelo Martins que ficou à espera que o jerrican voltasse cheio para poder prosseguir em prova e ir ganhar a Baja.IMG 1557_Copy

 

SITUAÇÕES ESTRANHAS NA RAMPA VIANA DO CASTELO

SITUAÇÕES ESTRANHAS NA RAMPA VIANA DO CASTELO

 

 

 

É com espanto e admiração que a Direcção do Viana Motor Clube recebeu a notícia de que estão a ser enviados e-mails por parte de um Sr. Luís Carlos Santos, supostamente em representação da F.P.A.K., onde sugere aos pilotos federados "a não participação a fim de se evitarem situações menos agradáveis".

Estranhamos esta atitude, e só a poderemos aceitar como um equívoco e ignorância por parte deste senhor, uma vez que a F.P.A.K. tem conhecimento de que a Rampa de St.ª Luzia se trata de um Evento demonstrativo, sem qualquer tipo de competição, cronometragem ou classificação.

Eu próprio tive a oportunidade de contactar telefonicamente o Sr. Presidente da F.P.A.K., Sr. Manuel Melo Breyner, que foi bastante receptivo, reconheceu o lapso da F.P.A.K. ao considerar que a Rampa de St.ª Luzia seria uma Prova e mais me pediu que o Município de Viana informasse a F.P.A.K. desta situação, o que foi feito.

Assim, e porque não quero acreditar que esta atitude seja motivada por questões para além do desconhecimento da tipologia do nosso Evento, informo os pilotos Federados que a álínea referida no e-mail não tem aplicabilidade nesta situação, uma vez que a Rampa de St.ª Luzia não se trata de uma Prova "pirata", mas sim de um Evento Turístico, que inclui até uma Concentração de Clássicos.

Mais informo que o nosso departamento jurídico está a estudar quais as acções a tomar acerca desta atitude por parte do suposto representante da F.P.A.K.

Viana do Castelo, 23 de Setembro de 2016

João Pedro Peixoto
Viana Motor Clube

 

 

RALI DE MORTÁGUA

CAMPEONATO NACIONAL DE RALIS

 

RALI DO MORTÁGUA - GALERIA DE IMAGENAS

 

Grupo de imagens do Rali de Mortágua da autoria de Armindo Cerqueira da Foto GTI.

 

Fotos de Armindo Cerqueira - Foto GTI - www.velocidadeonline.comAR1 CopyAR2 CopyAR3 CopyAR4 CopyAR5 CopyAR6 CopyAR7 CopyAR8 CopyAR9 Copy

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS --RAMPA DE MURÇA

 

 

Maia uma série de imagens alusivas à Rampa de Murça.

 

Fotos de JoFOX 6177_CopyFOX 6179_CopyFOX 6186_CopyFOX 6188_CopyFOX 6196_CopyFOX 6199_CopyFOX 6206_CopyFOX 6216_CopyFOX 6218_CopyFOX 6219_CopyFOX 6220_CopyFOX 6226_CopyFOX 6234_CopyFOX 6241_CopyFOX 6244_CopyFOX 6245_CopyFOX 6247_CopyFOX 6250_CopyFOX 6251_CopyFOX 6254_CopyFOX 6256_CopyFOX 6259_CopyFOX 6263_CopyFOX 6265_CopyFOX 6269_CopyFOX 6271_CopyFOX 6272_CopyFOX 6275_CopyFOX 6280_CopyFOX 6281_CopyFOX 6283_CopyFOX 6288_CopyFOX 6290_CopyFOX 6293_CopyFOX 6295_Copyão Raposo Photografy - www.velocidadeonline.ocm

 

MAIS NOVIDADES DO WTCC 2016

MAIS NOVIDADES DO WTCC

 

Yvan Muller deixa o WTCC no final do ano mas ainda não arruma o capacete de vez.

 

FÁBIO MOTA EM ACÇÃO EM LEIRIA

FÁBIO  MOTA EM ACÇÃO EM LEIRIA

 

No próximo domingo, dia 25 de Setembro, estarei no Estádio Municipal de Leiria, no evento “NO LIMITE” dos meus patrocinadores Glassdrive Especialistas em Vidro Automóvel e Sika Portugal, onde poderão assistir a um crash-test ao vivo.
Conto ver-vos por lá.


 

MIGUEL OLIVEIRA COM FINAL EM ARAGON

Miguel Oliveira

Final prematuro em Aragón


IMGL4618 CopyAos comandos da Kalex da Leopard Racing o piloto português foi vitima de um embate por parte de outro piloto assim que entrou em pista para uma das suas saídas na primeira sessão de treinos livres no Motorland e como resultado a clavícula esquerda fracturada forçou o piloto a terminar de forma prematura o fim-de-semana, estando já de regresso a Portugal onde deverá ser submetido a uma intervenção cirúrgica nos próximos dias.

"Nem tive tempo para nada. Tinha entrado em pista e após três curvas aconteceu tudo." comenta Miguel Oliveira que depois de observado no circuito foi levado ao hospital mais próximo do circuito onde lhe foi diagnosticada a fractura na clavícula esquerda. "Terei que ser operado e optei por regressar já a Portugal para que o procedimento seja feito em Portugal pelo Dr. Morais Sarmento que sempre me acompanhou nestes momentos. Sei que estarei bem acompanhado após a intervenção ao contrário do que aconteceria se fosse para Barcelona, por exemplo." referiu igualmente o piloto de Almada já a pensar no regresso ás pistas no próximo GP a disputar no Japão no dia 16 de Outubro. "Vou estar no Japão no próximo GP, garantidamente."

Miguel Oliveira volta assim a recordar a queda que sofreu na primeira sessão de treinos livres do GP da Alemanha no passado ano, que o deixou fora dessa mesma corrida em Sachsenring, mas agora será a clavícula esquerda alvo de recuperação, felizmente num período do campeonato onde pode aproveitar um intervalo maior entre corridas para recuperar.

 

TT NO BRASIL

 

A Sacramento Racing acelera por títulos na grande final do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM, marcada para este fim de semana (24 e 25) no Shopping SerrAzul, em Itupeva, interior paulista. Destaque no grid, a equipe das motocicletas KTM está na briga direta pelas taças de quatro categorias. Os gaúchos Gustavo Pellin (invicto pela classe E3) e Cassiano Tebaldi (Over 40), além do jovem talento paulista Vinícius Calafati (Júnior), estão muito próximos das conquistas. Já o mineiro Nielsen Bueno, vice-líder da Over 35, quer superar duelo equilibrado para comemorar o título inédito.

Os pilotos da Sacramento Racing vão competir em casa, já que o Shopping SerrAzul é base de treinamento da equipe e famoso ponto de encontro de fãs e eventos relacionados ao motociclismo. O local, no quilômetro 72 da Rodovia dos Bandeirantes, abriga a loja KTM Sacramento, que ainda possui unidades em Curitiba-PR (no conceito Flag Ship) e em Brasília-DF. “O SerrAzul tem estrutura perfeita para receber toda a família do Enduro, sem dúvidas promete uma grande final. Estaremos em casa e o objetivo é fechar a temporada do Brasileiro em grande estilo”, avisou o chefe de equipe Nielsen Bueno, que utiliza a moto KTM EXC 350 original de fábrica.

Entre os diversos títulos do currículo, ele tem o bicampeonato brasileiro de Enduro FIM na geral e na E1 (2008 e 2009). Agora Bueno está a 12 pontos do líder Michel Cechet na Over 35, mas se for considerado o descarte permitido por regulamento os pilotos ficariam empatados na ponta da tabela. “A adrenalina está a mil. É o meu primeiro ano na Over 35 e o duelo acirrado pelo título valorizou ainda mais a categoria. Eu me preparei bastante, tanto na parte física quanto psicológica, e quero vencer os dois dias de prova para não depender de ninguém”, acrescentou.

Pellin precisa apenas colocar a sua KTM EXC 300 dois tempos no parque fechado para assegurar o título. E a ideia é que seja de forma invicta, para repetir o feito de 2015. “Espero fechar o ano com mais uma vitória na E3 e confirmar lugar entre os mais rápidos do Brasileiro. Atualmente, estou em terceiro na classificação geral, o que já é uma colocação excelente. Pretendo andar tranquilo e ainda me divertir com os amigos”, disse Pellin. Tebaldi e Calafati vivem situações semelhantes e também só precisam largar para comemorar os títulos.

“Estou em busca do primeiro título nacional da minha carreira. A motivação é muito grande, assim como a ansiedade para a prova. Espero que a Sacramento Racing termine o fim de semana com os quatro títulos nas mãos”, concluiu Calafati. A equipe estará com força máxima e ainda conta com os pilotos Diego Colett (E1), Anderson Vieira (E1), Maurício Rizzon (E2), Reinaldo Almeida (E2) e Fábio Campos (E45) nas disputas. O circuito da final terá cerca de 40 quilômetros por volta, incluindo dois Enduro Testes (de 5,3km e 5,5km) e um Cross Teste (de 3,8km). Os pilotos completarão quatro voltas no sábado e outras três no domingo.

A equipe Sacramento Racing é patrocinada por KTM Sacramento, Pirelli, Alpinestars, Motul, Bell, Dafra, Edgers Racing, 100% e Start Racing.

Sobre a Sacramento MotorSports – A Sacramento MotorSports traz os melhores equipamentos e produtos para quem encara a trilha ou a estrada como estilo de vida. O conceito da marca foi criado em fevereiro de 2008 pelo empresário e piloto Fábio Wolf Campos, após uma viagem que teve no roteiro a cidade de Sacramento, na Califórnia.

Influenciado pela cena do motociclismo nos Estados Unidos, Campos inaugurou um restaurante e uma boutique temáticos no Shopping SerrAzul, do qual é administrador desde 1994. O local, construído sobre a Rodovia dos Bandeirantes, em Itupeva (SP), é o único shopping aéreo do mundo e logo tornou-se um dos principais pontos de encontro de motociclistas do Brasil, além de sediar renomadas competições off-road.

De lá para cá, com restaurante e boutique ampliados, a Sacramento MotorSports ganhou força com a inauguração das concessionárias KTM Sacramento em Curitiba (PR), uma das quatro revendas “FlagShip” da marca austríaca de motocicletas no país, e Polaris Sacramento, com os UTVs e quadriciclos norte-americanos na loja do Shopping SerrAzul. A Sacramento ainda expandiu no modelo híbrido franchising, com sua primeira unidade no Outlet Premium Brasília.

A empresa ainda incentiva o esporte por meio da equipe Sacramento Racing, criada em 2013 e hoje chefiada pelo piloto e multicampeão off-road Nielsen Bueno. Para saber mais sobre a Sacramento MotorSports, acesse o site oficial.  


Gustavo Pellin, da Sacramento Racing, l�der invicto da classe E3 no Brasileiro de Enduro FIM
Cr�dito: Janj�o Santiago/Mundo Press

Nielsen Bueno, da Sacramento Racing, busca t�tulo da Over 35 no Brasileiro de Enduro FIM
Cr�dito: Janj�o Santiago/M

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race: Raphael Campos e Vinícius Margiota cravam a pole para a corrida diurna e a noturna

Neste sábado (17) as largadas da sexta etapa acontecem às 13h35 e às 18h35

Tanto Raphael Campos (PRO) como Vinícius Margiota (GP) vem em crescente desenvolvimento como pilotos desde o início da temporada na Sprint Race Brasil. As pole positions nas categoria se repetiram para a corrida diurna e a noturna. Raphael e Vinicius vinham rápidos desde os treinos e foram acompanhados de perto pelo estreante Gabriel Lusquinõs. A disputa foi volta a volta pelo melhor tempo nos treinos classificatórios da sexta etapa realizados na manhã deste sábado, dia 17, no Autódromo Ayrton Senna em Londrina (PR).

Raphael Campos SR#13 faz seu ano de estreia no automobilismo. "Foi a pista que andei melhor, me achei e me senti em casa aqui. Desde o começo dos treinos estava fazendo um tempo bom e hoje deu tudo certo. Estar na pista à noite é bem diferente de pilotar durante o dia. Como vou largar na frente tenho uma vantagem, pois a pista no escuro é bem mais difícil de conseguir ultrapassagens", comemora o piloto curitibano.

O piloto de Jundiaí (SP), Vinícius Margiota faz sua segunda temporada completa na competição, no ano passado dividia o carro e, nesta edição comanda sozinho o carro #7. "A telemetria com o João Marcelo Goes me mostrou os pontos que não estava indo bem e, as dicas do Pedro Pimenta (Coach) foram primordiais para a garantir a melhor posição nas duas corridas pela GP. Cheguei a ficar na ponta na geral entre os carros na segunda tomada de tempos e fui superado pelo Raphael apenas na última volta. Quero vencer as duas corridas, acumular o maior número de pontos e ser líder do campeonato", festeja.

A sexta etapa contará com as transmissões dos canais BandSports e PlayTV, como também do Programa Acelerados no SBT com os episódios do Reality Show da Sprint Race.

PREMIAÇÃO NO 2800 MUSIC CLUB

A premiação da etapa de Londrina será realizada na casa noturna 2800 Music Club, localizada na Avenida Higienópolis, 2800, no Jardim Higienópolis, em Londrina (PR), às 23 horas.

A Sprint Race Brasil têm patrocínio da Alpina, Pirelli, Ecopads, Vaz, Fremax e Rio Custom.

Grid de largada da Corrida 1 / Etapa 6 / Londrina (PR)
1) #13 Raphael Campos, PRO
2) #22 Gabriel Lusquinõs, PRO
3) #7 Vinícius Margiota, GP
4) #77 Luca Milani, PRO
5) ) #17 Eduardo Berlanda, PRO
6) #87 Jorge Martelli, GP
7) #78 Marcus Peres, GP
8) #23 Guido Cotta, PRO
9) #88 Beto Giorgi, PRO
10) #82 Cassio Cortes, GP
11) #65 Eduardo Serrato, GP
12) #12 Claudio Buschmann, GP
13) #55 Caê Coelho, GP

Grid de largada da Corrida NOTURNA / Etapa 6 / Londrina (PR)
1) #13 Raphael Campos, PRO
2) #7 Vinícius Margiota, GP
3) #78 Lucas Peres, GP
4) #22 Gabriel Lusquinõs, PRO
5) #88 Beto Giorgi, PRO
6) #82 Cassio Cortes, GP
7) #87 Kau Machado, GP
8-) #23 Guido Cotta, PRO
9) #65 Eduardo Serrato, GP
10) #17 Wanderlei Berlanda Jr, PRO
11) #77 Luca Milani, PRO
12) #12 Claudio Buschmann, GP
13) #55 Caê Coelho, GP

Programação da sexta etapa - Sprint Night Challenge

Sábado, 17 de setembro

Corrida 1
13h00 - Alinhamento dos carros
13h30 - Placa de 5 minutos
13h35 - Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

Corrida 2 (Noturna)
18h00 - Alinhamento dos carros
18h30 - Placa de 5 minutos
18h35 - Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

Calendário 2016

20/03 - Curitiba (PR) - AIC - Circuito Misto
24/04 - São Paulo (SP) - Interlagos
29/05 - Curitiba (PR) - AIC - #Oval
19/06 - Curitiba (PR) - AIC - #Inverse Track/Grid
14/08 - São Paulo (SP) - Interlagos - #Guest Race

18/09 - Londrina (PR) - #NightChallenge
23/10 - Cascavel (PR) - #SetUpFree
18/12 - São Paulo (SP) - Interlagos - #Pontuação Dobrada*

Raphael Campos (PRO) pole position das duas corridas do final de semana (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Raphael Campos (PRO) pole position das duas corridas do final de semana (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Piloto Raphael Campos (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Piloto Raphael Campos (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Vinícius Margiota (GP) é o pole position nas duas corridas da sexta etapa (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Vinícius Margiota (GP) é o pole position nas duas corridas da sexta etapa (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

A Corrida Noturna acontece às 18h35 deste sábado (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

A Corrida Noturna acontece às 18h35 deste sábado (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Gabriel Lusquiños estreante na temporada será o segundo na PRO nos dois grids (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Gabriel Lusquiños estreante na temporada será o segundo na PRO nos dois grids (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web


 

BOSCH É NOTICIA

 

Soluções de mobilidade Bosch cresce duas vezes mais que o mercado

International Motor Show (IAA) 2016

  Um em cada quatro euros ganhos pela divisão de soluções de mobilidade da Bosch advém da tecnologia para veículos comerciais

  O novo serviço torna mais eficiente toda a cadeia logística

  A Bosch acredita que irá duplicar as suas vendas até 2020 com o sistema de tratamento de gases de escape

  A empresa é líder de mercado em sistemas de direção para veículos comerciais

  A Bosch espera duplicar as vendas de caixas de conectividade para veículos comerciais em 2017

Hannover – A divisão Soluções de Mobilidade da Bosch continua a crescer num ritmo acelerado. "Queremos acentuar ainda mais o nosso crescimento, razão pela qual estamos a desenvolver serviços inovadores para a mobilidade do futuro, lado a lado com soluções para a eletrificação de veículos, automação e conectividade", afirmou o Dr. Rolf Bulander, presidente da divisão, na IAA de veículos comerciais, em Hannover. Este ano, as soluções de mobilidade da Bosch vão crescer perto de 5 por cento, ajustada a efeitos cambiais, muito acima do crescimento da produção mundial de veículos, que se espera ser inferior a 2 por cento em 2016. Uma grande parte do crescimento da Bosch vem da tecnologia para veículos comerciais. Atualmente, o setor já gera um quarto das vendas através de sistemas de veículos comerciais leves e pesados. Com a unidade recém-criada "Veículo comercial e de todo-o-terreno", a Bosch pretende concentrar os seus esforços de trabalho em soluções para camiões e aplicações fora da estrada. Espera-se que as vendas deste segmento dupliquem nos próximos dez anos, com um maior foco em serviços e soluções, através dos quais a Bosch pretende aumentar a eficiência e a segurança do ecossistema logístico.

Novos padrões de emissões impulsionam negócio da Bosch


No centro deste desenvolvimento encontra-se a transmissão dos veículos comerciais. As novas regulamentações relativas às emissões levaram a uma maior procura do moderno sistema a diesel da Bosch. Desta forma, os camiões que hoje em dia andam na estrada são mais amigos do ambiente do que qualquer outro veículo, ao aderirem, por exemplo, ao padrão de emissões Euro 6, mesmo em condições de trânsito reais. Existem também planos para introduzir normas de emissões nas regiões em crescimento da China e da Índia. Espera-se que, em 2020, a proporção de sistemas de common-rail em veículos comerciais recém-fabricados aumente de 70 para 90 por cento em todo o mundo. Paralelamente a estes desenvolvimentos, o tratamento de gases de escape é outra área de crescimento para a Bosch. Está previsto que sistemas como o Denoxtronic dupliquem as vendas da empresa até o final da década. Por outro lado, a Bosch está igualmente focada em trazer mais eficiência à transmissão. Ao implementar uma série de medidas como a eletrificação de unidades auxiliares, tais como bombas hidráulicas,  é possível reduzir o consumo de combustível até 10 por cento. Além dos sistemas de recuperação de calor, a Bosch já está a trabalhar em sistemas híbridos e de condução de gás, conceitos alternativos do futuro para a condução .

 

Conhecimento de software e sistemas necessários para a condução automatizada

Os veículos comerciais do futuro serão totalmente automatizados. Mas até lá, passaremos por um processo gradual, que começa com sistemas de assistência que fornecem cada vez mais apoio ao condutor. Alguns destes sistemas, tais como avisos automáticos de travagem de emergência e de embarque, já são obrigatórios. No futuro, os condutores de camiões serão também ajudados quando necessitarem de mudar de faixa de rodagem, de virar ou até de fazer manobras. Investigadores de acidentes da Bosch estimam que, em conjunto, estes sistemas serão capazes de impedir cerca de 90 por cento dos acidentes causados ​​por camiões e que resultam em lesões corporais. A direção do veículo é uma tecnologia-chave na condução automatizada. A Bosch é líder global de mercado dos sistemas de direção para veículos comerciais, e prevê que metade dos camiões na Europa, Japão e EUA terão uma direção eletricamente assistida em 2025. A empresa aproveita também a sua ampla experiência na área e conhecimento em software e sistemas para traçar o caminho para uma condução automatizada. A Bosch antecipa que pelotões de camiões conectados e com tecnologia inteligente vão estar prontos para entrar no mercado em 2025. Através do estudo “Vision X”, a empresa irá demonstrar esta solução potencial na IAA de Veículos Comerciais 2016. 

 

Sensores, software, e serviços são a chave para o aumento da eficiência dos transportes

Condução autónoma significa condução conectada. Na Europa e na América do Norte, cada novo camião estará apto à telemática já em 2017. A Bosch já está a a fazer a sua parte ao preparar veículos comerciais para a conectividade através da sua unidade de controlo. A empresa vai mais do que duplicar as vendas unitárias deste hardware em 2017 e fornecer, por exemplo, o centro de dados para os novos camiões da Daimler. Assim como hardware próprio, a Bosch possui também a sua própria cloud, utilizada para implementar serviços inteligentes, como estacionamento seguro para camiões. A partir do início de 2017, as empresas de logística e os condutores poderão usar esta plataforma para reservar lugares de estacionamento seguros ao longo da estrada. Para além disso, a Bosch irá lançar o TRAQ , uma solução que monitoriza produtos através de 

 

RALI DOS SERTÕES - BRASIL

 

Projeto Ideia Fixa encerra participação no Rally dos Sertões 2016

Contentamento. Coração no lugar certo, na hora certa!

No Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, localizado em Domiciano Ribeiro - Distrito de Ipameri - Goiás, as crianças desenvolviam tarefas de casa, com a orientação das monitoras. Frequentado no período do contra turno, é responsável por manter as crianças envolvidas em atividades esportivas, lúdicas e de reforço escolar.

A surpresa inesperada, ficou por conta da mala encantada. Dentro dela, os kits Ideia Fixa pela Educação & Cultura contendo 10 livros e CD com histórias infantis.

Em ordem, com tranquilidade e curiosidade, eles vibraram e agradeciam pelo lindo e rico material recebido. Esta que foi a ultima ação prevista para o encerramento da participação do Projeto Ideia Fixa, no Rally dos Sertões 2016. Vale destacar que desde que deixaram a cidade de Poços de Caldas - MG no início da viagem até a volta, foram 15 dias intensos, em que Tânia Mara Carvalho e Ana Paula Moreno, se transformaram em mensageiras da alegria, nos mais de 4.500 quilômetros de estradas percorridas em 4 estados, mais Distrito Federal.

O cronograma de ações foi um sucesso, repleto de resultados satisfatórios. Ou seja, as cidades escolhidas para receber a visita do Projeto Ideia Fixa por um Sertão 100 Fome e as ações desenvolvidas, aguardavam de braços abertos a "pequena" grande equipe do projeto.

Tudo foi programado e organizado com muito tempo de antecedência. Mas, mesmo após 15 anos de ações ininterruptas, era como descobrir o novo, vivenciar situações inusitadas e se deparar muitas vezes com o inesperado. Porém, perceber que podemos nos superar ao longo deste processo, só poderia é claro, trazer contentamento. Nos deparamos com crianças, que apesar da frágil aparência, trazem consigo, um mundo de histórias e muitas da vezes, daquelas que não se pode ficar contando. Quando os personagens do Teatrinho da Turma do Tupício, entravam em ação, estas mesmas crianças tristes, amarguradas, sisudas e cheias de problemas, conseguiam como num passe de mágica, abrir um sorriso largo e por alguns momentos, viajavam no mundo do lúdico, do faz de conta, da alegria!

E o rastro solidário mais uma vez foi deixado em meio a aridez do sertão. As cidades de Goiânia, Padre Bernardo, Posse e o Distrito de Domiciano Ribeiro no estado de Goiás, Luís Eduardo Magalhães na Bahia e Novo Jardim e Almas no Tocantins, foram as premiadas com este trabalho. Autoridades municipais estiveram presentes às ações, professoras, diretoras escolares, monitores se empenharam para receber o projeto, desenvolveram atividades, enfim, uma "simples" ação, é na verdade um grande sucesso, pelo empenho e engajamento de muitas pessoas.

A Dra. Alexsandra Vieira Bender da Cruz, esposa do Prefeito Humberto Santa Cruz destacou a presença do Projeto Ideia Fixa em Luís Eduardo Magalhães. " Fiquei muito feliz em assistir ao teatrinho. O gato Tupício, deixa mensagens profundas, tanto para os adultos, quanto para as crianças. O trabalho realizado por vocês com nossos alunos e monitores, jamais será esquecido. Parabéns a todos envolvidos neste projeto. LEM, agradece de coração a visita de vocês e do Rally dos Sertões em nosso município", frisou a 1ª. Dama.

"Satisfação, alívio pelo dever cumprido. Alegria pelas realizações, bem-estar por voltar para casa, por rever a família e contentamento pelos objetivos cumpridos. Assim é que me sinto no momento. Completei 18 anos da minha primeira participação no Rally dos Sertões e só tenho a agradecer a organização do Rally, que não só reconheceu nosso trabalho ao longo destes anos, mas ajudou e muito para que pudéssemos realiza-lo, vindo é claro, a somar aos grandes números das ações oficiais. Ter cruzado a rampa de largada e de chegada, foi meu maior troféu, que pude compartilhar com todos os meus parceiros!", finalizou Tânia Mara, emocionada.

Parceiros do Projeto: CAN AM BRP, FIAT, INSTITUTO DUDA E ADELINA, VILAMONGE CAFÉ, PERFUMARIA EMY, RNN SPORTS, PIFFER, SIG COMUNICAÇÃO, W3B SOLUÇÕES INTELIGENTES, FUNDAÇÃO EDUCAR DPASCHOAL, CRYF EMPREENDIMENTOS, ROTARY CLUBE de Poços de Caldas, ALKO - Produtos de qualidade, Master WEB RÁDIO, BRUNNENS, ASA ALUMÍNIO, ASI - Associação Sul Mineira de Imprensa, REVISTA PRÓMOTO, POÇOS DE CALDAS MOTO CLUBE, IMPLAR.

Projeto Ideia Fixa- Um sonho que virou um projeto de vida!
E mais que isto, transformou a vida de muita gente.

TUDO começou quando Tânia Mara Matias de Carvalho escreveu o livro "Cêis é rali,é?" que mostrava não só histórias de Rally, mas que retratava a real história de um Brasil pouco conhecido e totalmente esquecido.
Na verdade ela decidiu fazer algo pelos "sertanejos" que encontrou pelo caminho em diversas participações no Rally dos Sertões. Criou então o Projeto "Ideia Fixa por um Sertão 100 Fome".
No início trocou exemplares do livro por cestas básicas e hoje o Projeto Ideia Fixa é um dos mais antigos e contínuos trabalhos sociais dentro das provas de rali no Brasil. São 14 anos de existência com números que impressionam. Até o momento, o Ideia Fixa já beneficiou, mais de 138 mil pessoas em 16 Estados foram beneficiadas com doações, que somam 207 toneladas. As ações incluem ainda a distribuição de 158.000 livros novos e usados.

 

Ana Paula e Tânia Mara na chegada em Palmas (TO) (Sanderson Pereira/Photo Esporte)

Ana Paula e Tânia Mara na chegada em Palmas (TO) (Sanderson Pereira/Photo Esporte)
Alta  | Web

Entrega de kits em Domiciano (Sanderson Pereira/Photo Esporte)

Entrega de kits em Domiciano (Sanderson Pereira/Photo Esporte)
Alta  | Web

Dra Alexsandra, Tânia Mara e as crianças (Sanderson Pereira/Photo Esporte)

Dra Alexsandra, Tânia Mara e as crianças (Sanderson Pereira/Photo Esporte)
Alta  | Web

Rampa de Largada (Sanderson Pereira/Photo Esporte)

Rampa de Largada (Sanderson Pereira/Photo Esporte)
Alta  | Web

Ana Paula, os kits e as crianças em Domiciano (Sanderson Pereira/Photo Esporte)

Ana Paula, os kits e as crianças em Domiciano (Sanderson Pereira/Photo Esporte)
Alta  | Web

Rampa de Chegada (Sanderson Pereira/Photo Esporte)

Rampa de Chegada (Sanderson Pereira/Photo Esporte)
Alta  | Web


 

PAULO MOREIRA NO RALI DE MORTÁGUA

 

Paulo Moreira – “Centrados na nossa prova com a ambição de somar o máximo de pontos!”

 

 

Paulo Moreira_5_CopyPaulo Moreira_CopyPaulo Moreira e Marco Macedo têm tudo apostos para mais uma edição do Rallye de Mortágua, que irá para a estrada a 16 e 17 de Setembro. A sexta ronda do Campeonato Nacional de Ralis marca o regresso aos pisos de terra e em simultâneo a despedida já que as últimas duas jornadas da época serão decorridas em piso de asfalto. A dupla do Skoda Fabia R2 ocupa no momento a 2ª posição no Campeonato Nacional de Ralis RC4, sendo que a principal ambição para a prova do Clube Automóvel do Centro será somar o máximo de pontos! Como refere Paulo Moreira “penso que a exemplo do ano anterior será um rali duro, sobretudo para os carros de duas rodas motrizes. Vamos nos centrar no nosso rali, tentar rodar num ritmo eficaz, mas de forma a gerir a mecânica do nosso carro, tendo sempre em mente terminar o rali para pontuar e ver até onde conseguimos chegar em termos de contas de campeonatos no final da época”. A prova vai para a estrada na sexta feira a partir das 16h15 com as equipas a terem pela frente uma dupla passagem por Mortágua e à noite a realização da Super Especial no Centro de Mortágua. No Sábado, segue-se uma dupla passagem pelas especiais de Tojeira, Rigueiras e Montebelo/Aguieira, antes do pódio final às 17h41.

 

MIGUEL RAMOS EM SPA

 

No próximo fim-de-semana disputarei no circuito de SPA (Bélgica) a 5ª e penúltima ronda do Renault Sport Trophy, ao volante do Renault RS01 #19 da Equipe Verschuur.

Na anterior prova em Paul Ricard subi ao Pódio por duas vezes com dois 3º’s. Ainda que tenham sido muito difíceis de conquistar, a equipa esteve impecável pois tivemos um RS01 fantástico. De qualquer modo o reverso da medalha é novamente o handicap. 
Desta vez são 50kg que nos provocarão nova procura no sentido deencontrar o melhor equilíbrio possível.

A quinta prova do Renault Sports Trophy 2016, está inserida num programa que também inclui mais uma corrida do ELMS 2016 as “4 Hours of SPA-Francorchamps”. As corridas podem ser seguidas online no:www.youtube.com/renaultsport

TIMETABLE C.E.T. (-1 Portugal)
Sábado 24 de setembro
09:00 – 09:20 Qualificação 1 PRO
12:45 – 13:05 Qualificação 2 AM
15:50 – 17:05 Race 1 ( 70’ + 1 lap )
Domingo 25 de setembro
09:50 – 10:20 Race 2 “Sprint AM” ( 25’ + 1 lap ) 
12:15 – 12:45 Race 3 “Sprint PRO” ( 25’ + 1 lap )

 

Calendário 2016
Motorland Aragon 15-17 de abril
Imola 13-15 de maio
Red Bull Ring 15-17 de junho
Paul Ricard 26-28 de agosto
Spa 23-25 de setembro
Estoril 21-23 de outubro

 

OLIVEIRA NÃO VAI CORRER

ULTIMA HORA

 

 

Miguel Oliveira não vai correr! Confirmada a lesão na clavícula do braço direito, a mais massacrada na queda provocada pelo italiano Morbidelli, que atingiu em plena curva a roda traseira da moto 44,


No grande erro de Franco Morbidelli, que logo no início do 1º treino livre, bateu com a roda da frente, na roda traseira da moto de Miguel Oliveira, que sofreu uma queda, e se aleijou, não sabemos ainda se as consequências desta infeliz manobra do italiano, mas possivelmente impedirá Miguel Oliveira de alinhar na corrida, pelo menos a 100% do seu estado. Do piloto português, teremos notícias em breve, e como já aconteceu noutras ocasiões, é bem capaz de com grande sacrifício devido as dores que este tipo de queda provoca, fazer tudo o que estiver ao seu alcance para correr pela primeira vez na Moto2 em Alcañiz, a mesma pista onde o ano passado Venceu a corrida do Mundial de Moto3.. Ele é capaz de passar pelos maiores sacrifícios, para participar na corrida.Miguel Oliveira é o Rookie melhor classificado no mundial de Moto2, (17º c.33 pontos) e também o melhor no leopard team, com o Danny Kent em 21º. nas 13 corridas das 18 que este ano fazem parte do campeonato. Esperamos uma rápida recuperação ao piloto português Vice-campeão do Mundo de Moto3 no ano passado, em que venceu 6 corridas.

Até já, com melhores notícias sobre o estado do ombro e braço direito do Miguel Oliveira, que saiu pelo seu próprio pé com toda a atenção dos Comissários de pista.

 

 

RICCIARDO DÁ ASAS À IMAGINAÇÃO

RICCARDO melhor que Tilke? 

Red Bull Racing F1 driver Daniel Ricciardo has selected his favourite corners to create his ultimate track, and it’s pretty damn cool!
Returning to Australia after his feisty drive to second place at the Singapore Grand Prix, Ricciardo has collaborated with Fox Sports and showed off a giant model of the track in Scalextric form – measuring in at 35 metres.
It features a real mix of slow and fast corners, starting off with the opening section of the COTA circuit in Texas. Famous turns like the Montreal Wall of Champions chicane, swimming pool section at Monaco and the twisty first segment of corners at Suzuka are also included.
There are, of course, a few corners from his home race in Albert Park, Melbourne, too alongside Maggots and Becketts from Silverstone and Pouhon from Spa-Francorchamps.
It’s a similar set-up to Martin Brundle’s ultimate F1 track, which was also made into a Scalextric circuit and was put up for auction to raise money for charity.

 

TIAGO MONTEIRO NA CHINA - WTCC

 

Tiago Monteiro está de partida para Xangai na China onde vai disputar mais uma ronda do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo (WTCC). Determinado em manter a segunda posição nas contas do Campeonato, o piloto português espera conseguir vencer uma das corridas e manter a posição por mérito e esforço próprio.

Nas últimas provas e mesmo com lastro elevado, a Honda tem mantido um bom nível de performance pelo que Tiago acredita, que mesmo com os 60 quilos a mais nesta jornada estará em condições de lutar pelo seu objectivo: "Regresso ao circuito onde conquistei a primeira vitória com a Honda, é sempre um momento especial. Para além disso a nossa motivação está em alta pois temos sido competitivos e estado sempre na discussão dos primeiros lugares. Acredito que nesta prova não será diferente", disse.

A ocupar a segunda posição do campeonato em igualdade pontual com Yvan Muller, Tiago espera mostrar a sua superioridade em pista sem estratagemas ou privilégios de jogos de equipa: "Na Honda somos todos iguais quando estamos em pista, ninguém se sacrifica em prol do resultado do outro. Seria mais justo se os nossos adversários fizessem o mesmo para que a realidade desportiva seja uma só. Mas, nem sempre as corridas são justas. O importante é que estamos centrados no nosso trabalho e em fazer o melhor", concluiu.

 

O Eurosport transmite o programa do fim-de-semana. No sábado pelas 7.30h a qualificação e no domingo as corridas também a partir das 7.30h.

 

MOTOS - BRASIL

 

Street Party celebra a cultura motociclista

alt

Evento terá exposição de motos custom e clássicas, shows de bandas de rock e gastronomia
Divulgação

Link para o vídeo:  https://goo.gl/ed8nPi

 Os motociclistas e fãs de motos e do mundo das duas rodas têm compromisso marcado para o dia 25 de setembro, último domingo do mês, com a realização da terceira edição do MOTO.com.br Street Party, uma grande festa para comemorar a cultura motociclística na Vila Butantan (zona oeste da cidade de São Paulo). Com a promessa de muita diversão, o evento conta ainda com exposição de motos custom e clássicasshows de bandas de rock, gastronomia, além da participação especial do Distinguished Gentleman’s Ride (DGR), ação social mundial de motociclistas que visa alertar a população para a prevenção do câncer de próstata e depressão.

Então, não fique de fora! Anote aí na sua agenda, MOTO.com.br Street Party, dia 25 de setembro, na Vila Butantan, que fica na Rua Agostinho Cantú, 47, no Butantã (zona oeste da cidade de São Paulo). Segundo os organizadores, a proposta é fazer uma confraternização especial e diferenciada para que os motociclistas e fãs de motos possam aproveitar esse dia com sua família e amigos para se divertir e trocar experiências.

MOTO.com.br Street Party também será uma grande oportunidade para que os amantes das duas rodas possam apreciar e conferir bem de perto verdadeiras relíquias de motos clássicas e as novas tendências de motocicletas customizadas produzidas por algumas das grandes feras do cenário de preparação, personalização e customização do cenário nacional em mais de 15 tendas de expositores.

Como em toda grande festança, vai haver muita música com trilha sonora do melhor rock´n´roll no palco do MOTO.com.br Street Party, com apresentações das bandas tocando os grandes hits do classic rock e as novas tendências de estilo com espaço de barbearia e tatuagem. Ascrianças não ficam de fora e vão contar com Espaço kids e entretenimento infantil. O público ainda vai poder apreciar refeições rápidas, lanches especiais e bebidas, preparados na hora por mais de 20 food trucks e lanchonetes parceiros do evento.

MOTO.com.br Street Party é uma realização do site MOTO.com.br em parceria com Coordenação das Subprefeituras, SPTuris, vereador Ricardo Nunes, The Distinguished Gentleman's Ride, Vila Butantan, além do apoio da CET, GCM e Polícia Militar (Rocam).

SERVIÇO:   MOTO.com.br Street Party
 
Data: 25/09
 
Horário: Das 10h até 20h
 
Entrada FRANCA
 
Local: Vila Butantan - Rua Agostinho Cantú, 47. Butantã, São Paulo - SP
 
(próximo Metrô Butantã)
 
 
Censura livre. Acesso para deficientes. Banheiro adaptado. Serviço de valet no prédio ao lado (Rua Lemos Monteiro, 120). Bicicletário. Pet Friendly. 
 

TOMAS ALONSO NA ALEMANHA

Tomás Alonso

Na Alemanha para mais uma prova Moriwaki

TomasAlonso Copy Apoiado e protegido por Miguel Oliveira o jovem Tomás Alonso está já em Oschlersleben na Alemanha para aquela que será a sua terceira participação esta época no competitivo troféu Moriwaki Junior Cup. O pequeno piloto de Lisboa regressa a este competitivo pelotão reservado a jovens com idades compreendidas entre os 12 e os 16 anos competindo todos eles aos comandos das Moriwaki MD250, motos com prestações e capacidades quase ao nível de uma moto do mundial de Moto3.

Após a sua estreia em Portimão Tomás Alonso tem vindo a cumprir em conjunto com Miguel Oliveira um intenso programa de treinos e evolução e no regresso ás pistas e a este competitivo troféu o piloto apoiado por Miguel Oliveira espera mostrar perante a concorrência que a sua evolução lhe permite estar mais acima nas folhas de tempos e classificações finais das provas. Essa mesma evolução ficou clara na prova anterior do Moriwaki Cup quando Alonso conseguiu os seus primeiros pontos na iniciativa entrando no lote dos 17 pilotos que já pontuaram neste ano de 2016. Na Alemanha Alonso quer novamente pontuar, o mesmo se passando com a sua quarta e última prova do ano a realizar no circuito holandês de Assen.

"Para o Tomás estas participações servem para ganhar ritmo e também conhecer os circuitos para próximas edições desta competição. O objectivo continua a ser bem claro, aprender o mais possível, e ele tem feito tudo isso de forma muito positiva." comenta Miguel Oliveira sobre o seu 'protegido'.

A passagem pelo desconhecido circuito alemão será certamente um obstáculo para o pequeno Alonso que no entanto sabe já fruto da experiência em Brands Hatch, a ronda anterior, o que é necessário para reduzir essa diferença para os adersários.

 

EXTREME SAILING NA MADEIRA

 

Red Bull Sailing Team emerge top as Extreme Sailing Series™ makes its Madeira debut

Extreme Sailing Series™ veterans Red Bull Sailing Team from Austria sneaked an early Act 6 lead today after a challenging light winds opener in the Madeira Islands.

Stunning conditions had greeted the fleet yesterday as they took to the waters of Funchal, the capital city of the Portuguese archipelago, for practice racing. Bright blue skies and a fresh breeze saw the lightning-fast GC32 catamarans revelling as they ‘flew’ around the Extreme Sailing Series’ newest venue on their hydro-foils.

The practice session was the perfect showcase for Madeira as it hosted the Extreme Sailing Series for the first time ever. But as the event proper got underway today the wind gods took an untimely day off, and the seven teams were left trying to squeeze every last bit of boatspeed from the gentle puffs of just a few knots.

Capable of top speeds of almost 40 knots the GC32 catamarans are among the most physical boats in the world to sail when the wind blows, but it was an altogether different game as the crews tried to pick their way through a race course rife with pitfalls.

As the first and only race got underway Red Bull Sailing Team got an early advantage, leading the international fleet off the start line. It was to be anything but plain sailing for Roman Hagara’s men however as they were soon overhauled by wildcard team Vega Racing, the first USA-flagged team to compete in the Extreme Sailing Series in eight years.

Led by American Moth sailor Brad Funk, and with a top crew including British dinghy star Nick Thompson, Vega Racing looked to have laid down an early marker as they rounded the first mark ahead. But their glory was short-lived as they sailed into a wind hole, allowing the majority of the fleet to skirt round them.

The quest for the top spot became a four-way battle between Red Bull Sailing TeamAlinghiSAPExtreme Sailing Team and home team Sail Portugal – Visit Madeira. The top teams split from one another in a desperate attempt to find more breeze, and when they came back together it was Red Bull Sailing Team with the narrowest of leads.

They clung on to take the race win ahead of Alinghi in second and SAP Extreme Sailing Team in third. After stalling a few metres from the finish line Sail Portugal – Visit Madeira were powerless to stop Series leaders Oman Air from snatching fourth place from them. Newcomers Vega Racing had to settle for sixth place, just ahead of Land Rover BAR Academy.

“We knew the forecast was for light breeze and we were able to get one race in and a good result for us,” said Hagara, a two-time Olympic gold medallist. “It is tough when the wind is light because you have to stay concentrated and really focus on every last little bit of boat speed. But a win is a win and that’s something that can’t be taken away.”

Diogo Cayolla, skipper of Sail Portugal – Visit Madeira, said he was looking forward to competing in front of home crowds again when racing resumes tomorrow at 1400 local time (1300 GMT).

“It’s really tricky sailing in Madeira but that’s one of the challenges we look forward to. There’s a lot of expectation on us as the home team but we’re going to give our best as always and hopefully please the crowds by winning some races.”

Extreme Sailing Series™ Act 6, Madeira Islands standings after Day 1, 1 race (22.09.16)
Position / Team / Points
1st Red Bull Sailing Team (AUT) Roman Hagara, Hans Peter Steinacher, Stewart Dodson, Adam Piggott, Brad Farrand 12 points.
2nd Alinghi (SUI) Arnaud Psarofaghis, Nicolas Charbonnier, Timothé Lapauw, Nils Frei, Yves Detrey 11 points.
3rd SAP Extreme Sailing Team (DEN) Jes Gram-Hansen, Rasmus Køstner, Mads Emil Stephensen, Pierluigi De Felice, Renato Conde 10 points.
4th Oman Air (OMA) Morgan Larson, Pete Greenhalgh, James Wierzbowski, Ed Smyth, Nasser Al Mashari 9 points.
5th Sail Portugal – Visit Madeira (POR) Diogo Cayolla, Frederico Melo, Nuno Barreto, Luís Brito, João Matos Rosa 8 points.
6th Vega Racing (USA) Brad Funk, Tom Buggy, Nick Thompson, Zé Costa, Mac Agnese 7 points.
7th Land Rover BAR Academy (GBR) Neil Hunter, Chris Taylor, Will Alloway, Sam Batten, Rob Bunce


Photos

 

 

 

RALIS NO BRASIL

 

Programa Talentos do Paraná vai para São Paulo com Leo Zettel

O piloto de rally Leo Zettel segue para o Rally Vale do Paraíba com apoio do programa Talentos do Paraná. 

Será realizado neste fim de semana, 24 e 25 de setembro, a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade na cidade de Taubaté, em São Paulo. O Programa Talentos do Paraná vai marcar presença com o piloto Leo Zettel e seu VW Gol.

Zettel estreou no Rally de Velocidade em 2003 e tem 2 títulos do campeonato Paranaense e 1 vice-campeonato Brasileiro. Nesta temporada corre com seu irmão, Fred Zettel, e está a 1 ponto dos líderes. Faltando ainda duas provas para o fim da temporada, os irmãos prometem usar tudo que estiver disponível para assumir a liderança. 

“Fazia tempo que não tínhamos uma temporada tão disputada na categoria RC5”, conta Zettel. “E nesse importante momento poderemos contar com a parceria do programa Talentos do Paraná”, completa o piloto. 
Apresentado por Adriana Araújo, o programa Talentos do Paraná é dinâmico, despojado, contagiante, trazendo fortes tendências e solidificando carreiras artísticas, como num divisor de águas. 

O programa Talentos do Paraná revelou nomes de projeção nacional como Fernando e Sorocaba, Luan Santana e Michel Teló. Nesta nova temporada, que estreou no 19 de setembro de 2015 pela Record News, traz cantores, duplas sertanejas e artistas de várias modalidades. Além da música, o programa tem um enfoque mais pessoal, com entrevistas e histórico de celebridades e suas carreiras. 

A parceria com uma equipe de rally salienta os objetivos principais de Adriana Araujo – idealizadora do programa – de divulgar os talentos que dão orgulho ao Paraná.

Programação

Com previsão de 197 quilômetros de prova, sendo 124 quilômetros em 7 trechos cronometrados em estradas de cascalho, a prova é conhecida como uma das mais duras da temporada.

As equipes devem chegar na cidade na sexta-feira (23), mas a programação começa no sábado (24) com o levantamento das especiais. A prova será disputada no domingo (25), à partir das 8 horas. O parque de apoio será montado na Av. Prof. Walter Thaumaturgo 101, Jardim das Nações e a entrada é franca. Mais informações no site www.velocidadesp.com.br. 

08:30h – Saída do Parque de Apoio
08:50h – SS1 – Gaspar
09:23h – SS2 – D’ajuda
09:59h – SS3 – Gaspar
10:39h – Parque de Apoio A
11:59h – SS4 – D’ajuda
12:25h – SS5 – CBA
13:05h – Parque de Apoio B
13:58h – SS6 – D’ajuda
14:57h – SS7 – CBA

Classificação do Campeonato Brasileiro após 4 etapas

Categoria RC5
1.    Fabio Simsen / Gilson Rocha – 62 pontos
2.    Leonardo Zettel / Frederico Zettel – 61 pontos
3.    Edu Paula / Bruno Scarpelli – 55 pontos
4.    Carlos Scheffer / Luis F. Eckel – 45 pontos
5.    José Barros Neto / Andrey Karpnsky – 44 pontos

Os irmãos Leo Zettel e Fred Zettel contam com a estrutura da ProMacchina Motorsport, patrocínio da WZ Comm – Comunicação que mostra resultados, GoBS – distribuidor Exclusivo OMP no Brasil, Programa Talentos do Paraná e apoio da Industrial Design e Tireshop.com.br. 2016 05_15___rally_de_erechim__gabriel_zanin___1__Copy

 

ALBUQUERQUE EM ITÁLIA

 

Filipe Albuquerque já está de partida para Imola para mais uma jornada do Italiano de GT

Filipe Albuquerque soma fins-de-semana de competição. O piloto português já está de partida novamente para Itália onde decorre mais uma jornada do Campeonato Italiano de GT. Imola recebe a penúltima jornada depois de já ter sido palco da segunda jornada. Jornada essa em que Filipe Albuquerque e Marco Mapelli somaram uma vitória e um segundo lugar. Resultados que esperam voltar a repetir para continuar a consolidar a primeira posição nas contas do Campeonato.

Ao volante do Audi R8 LMS do Audi Sport Italia e isentos de 'handicap' as perspectivas são animadoras: "Vamos entrar para ganhar disso não há dúvida. Precisamos de ganhar mais vantagem para os nossos adversários. Estamos certos que o Campeonato se vai discutir até à última prova e por isso temos de planear bem a nossa estratégia. Somos uma dupla forte e sabemos exactamente o que temos de fazer para batermos os nossos adversários", explicou Filipe Albuquerque.

 

O fim-de-semana de competição pode ser acompanhado em:http://www.acisportitalia.it/cigt/ sendo que as qualificações e primeira corrida estão previstas para sábado e a segunda prova no domingo.

 

CAMPEONATO DO MUNDO DE RALICROSS

 

8º pódio em casa para o PEUGEOT 208 WRX no Campeonato do Mundo de Ralycross;

 

 

01 Copy02 Copy03 Copy05 CopyKevin Hansen Sagra-se Campeão da Europa! O clã Peugeot teve um fim de semana forte em emoções em Barcelona, 9ª prova do Campeonato do Mundo de Rallycross. Em luta pela vitória até final, Timmy Hansen garantiu um bonito 2º lugar, enquanto Kevin, o seu irmão mais novo, conquistou o título de Campeão da Europa. • Vencedor da primeira manga, Timmy Hansen liderou a classificação geral durante toda a fase de Qualificação, surgindo como o homem forte do fim de semana. Infelizmente, não o conseguiu repetir na fase final da competição, mesmo que obtendo um 2º lugar na sua Semi-Final e também na Final. Garantiu aquele que foi o 8º pódio do PEUGEOT 208 WRX, um score inigualável por qualquer dos modelos concorrentes. • Vencedor das três primeiras corridas do campeonato, Kevin Hansen fez um fim de semana quase perfeito em Barcelona. Líder forte após as Qualificações, venceu com autoridade a Semi-Final e Final da prova pontuável para o Campeonato da Europa, prova em que o seu adversário mais direto obteve um 3º lugar. Hansen tornou-se, assim, no mais jovem Campeão Europeu de Rallycross, justificando as esperanças nele colocadas pela equipa Peugeot Hansen Academy. O seu nome integra, a partir de agora, um palmarés onde consta (por 14 vezes!) o nome do seu pai. • Acrescente-se que a Peugeot conseguiu qualificar os seus três 208 WRX para as Semi-Finais. Na sua, Sébastien Loeb viu-se obrigado a parar na última volta após um choque com um adversário; já Davy Jeanney não conseguiu acompanhar o seu companheiro de equipa até à Final. O QUE ELES DISSERAM… Kenneth Hansen, Diretor de Equipa «Foi um bom fim de semana para nós. Primeiro porque o Kevin é Campeão da Europa depois de ter realizado uma prova brilhante, como de costume! Em termos de Campeonato do Mundo, estou satisfeito por termos encontrado, de novo, velocidade para podermos lutar pela vitória. Isso é muito promissor. Claro que podíamos ter vencido esta jornada, pois o Sebastian e o Timmy estavam suficientemente rápidos para tal, mas não o conseguimos. Foi mais uma história de circunstância do que de performance.» Timmy Hansen (PEUGEOT 208 WRX # 21, Team Peugeot Hansen) «Aos meus olhos foi o melhor fim de semana do ano! Assinei a ‘pole position‘ após a vitória na fase de Qualificação. Tínhamos claramente velocidade de ponta para visar uma vitória. Trabalhámos muito para alcançar este objectivo e, aqui, o WRX 208 foi realmente potente! Todo este trabalho deixa-me muito orgulhoso das evoluções conseguidas. A determinada altura da Final vi-me no 4º lugar, mas consegui ganhar dois lugares na última volta, algo que estava longe de poder acontecer. O Leão ruge de novo! Gostaria ainda dar os parabéns ao Kevin, piloto que se mostrou excecional nesta temporada e de quem tenho muito orgulho!» Sébastien Loeb (PEUGEOT 208 WRX # 9, Team Peugeot Hansen) "O lado bom deste fim de semana é que o carro estava no ponto. Espera-se que aconteça o mesmo de novo nas próximas provas. De um modo geral, para mim foi um pouco frustrante porque tínha potencial para obter um bom resultado e não consegui aproveitar essa oportunidade. Nas Semi-Finais, falhei a partida e perdi alguns lugares, depois vi-me tapado e, no fim, não consegui sequer terminar a corrida. É uma pena porque tinhamos potencial.» Kevin Hansen (PEUGEOT 208 WRX # 71, Peugeot Hansen Academy) «É incrível alcançar este título! É algo com que sonhei desde criança. Cresci no ‘paddock‘ do Campeonato da Europa de Rallycross! E ganhar quatro corridas em outras tantas é a melhor maneira de o conquistar! Sendo o mais jovem campeão é ainda mais forte. Ainda estou a digerir tudo isto, mas tal não significa que vá baixar os braços. Vou tentar ganhar pela quinta vez nas próximas provas. Darei o meu melhor, mesmo que esteja, certamente, bem mais relaxado.» Davy Jeanney (PEUGEOT 208 WRX # 17, Peugeot Hansen Academy) «No geral foi um bom fim de semana para mim, mesmo que tenha sido difícil pois o meu carro não tinha o nível de desempenho para alcançar o topo. Foi um pouco frustrante. Pessoalmente, fiz alguns pequenos erros., mas consegui, após as qualificações, alcançar as Semi-Finais. Consegui alcançar um bom ritmo, mas não o suficiente para chegar à Final.» CLASSIFICAÇÃO FINAL – BARCELONA (Espanha) 1. Mattias Ekström (EKS, Audi S1) 2. Timmy Hansen (Team Peugeot Hansen, PEUGEOT 208 WRX) 3. Johan Kristoffersson (Volkswagen RX Sweden, Volkswagen Polo) 4. Timur Timerzyanov (World RX Team Austria, Ford Fiesta) 5. Janis Baumanis (World RX Team Austria, Ford Fiesta) 6. Robin Larsson (Robin Larsson, Audi A1) CLASSIFICAÇÕES APÓS 9 PROVAS Campeonato do Mundo FIA de Ralicross 2016 - Pilotos 1. Mattias Ekström (EKS, Audi S1), 204 pontos 2. Petter Solberg (Peter Solberg World RX Team, Citroën DS3), 194 pontos 3. Johan Kristoffersson (Volkswagen RX Sweden, Volkswagen Polo), 182 pontos 4. Andreas Bakkerud (Hoonigan Racing Division, Ford Focus RS), 173 pontos 5. Sebastien Loeb (Team Peugeot Hansen, PEUGEOT 208 WRX), 154 pontos 6. Timmy Hansen (Team Peugeot Hansen, PEUGEOT 208 WRX), 143 pontos 7. Toomas Heikkinen (EKS, Audi S1), 113 pontos 8. Robin Larsson (Robin Larsson, Audi A1), 84 pontos 9. Timur Timerzyanov (World RX Team Austria, Ford Fiesta), 83 pontos 10. Janis Baumanis (World RX Team Austria, Ford Fiesta), 74 pontos 11. Davy Jeanney (Peugeot-Hansen Academy, PEUGEOT 208 WRX), 67 pontos … Campeonato do Mundo FIA de Ralicross 2016 - Equipas 1. EKS, 317 pontos 2. Team Peugeot Hansen, 297 pontos 3. Volkswagen RX Sweden, 245 pontos … SOBRE O RALLYCROSS As provas de rallycross disputam-se em traçados mistos, 60% terra e 40% asfalto. As pistas têm um comprimento na ordem de 1 km e contam, por vezes, com saltos. Os pilotos são progressivamente eliminados ao longo do fim de semana e apenas os 6 mais rápidos e temerários podem lutar pela vitória na Final. Conheça aqui a nossa série web “World RX Inside“: regras do jogo, spotter, joker lap e Big Brother CALENDÁRIO 2016 1. 16-17 abril : Portugal (Montalegre) 2. 7-8 maio : Alemanha (Hockenheim) 3. 14-15 maio : Bélgica (Mettet)* 4. 28-29 maio : Grã-Bretanha (Lydden Hill) 5. 11-12 junho : Noruega (Hell)* 6. 02-03 julho : Suécia (Holjes)* 7. 06-07 agosto : Canadá (Trois-Rivières) 8. 03-04 setembro : França (Lohéac) 9. 17-18 setembro : Espanha (Barcelona)* 10. 01-02 outubro : Letónia (Riga)* 11. 15-16 outubro: Alemanha (Estering) 12. 26-27 novembro : Argentina (Rosario) * provas também pontuáveis para o Campeonato da Europa

 

TF SPORT

TF SPORT GUNNING FOR GLORY IN THE ARDENNES

 

 

TF Sport knows it has a fight on its hands as the Michelin GT3 Le Mans Cup action gets underway in Round 5 of the championship at Circuit de Spa-Francorchamps in Belgium (23-24 September). 

Last time out, TF Sport secured a strong podium position but left Circuit Paul Ricard fully aware that it was a race it could have won. With one victory and two further podium positions to its credit so far this season, the top step of the podium is the objective for the British-based outfit.
 
TF Sport leads the GT3 Le Mans Cup Teams’ standings by 15 points from SMP Racing with two rounds remaining at Spa and Estoril in Portugal, while Euan Hankey and Salih Yoluc are second and aiming to close the ten-point deficit to the leaders of the Drivers' Championship.
 
“There are now only two races left in the campaign for us and we know from our experience in British GT that it can and probably will go down to the wire,” stated TF Sport Director, Tom Ferrier. “Obviously we got the result we wanted and won the British championship and we need to get out ourselves into the position to do the same in the hugely competitive Michelin GT3 Le Mans Cup.
 
“We made some mistakes at Paul Ricard and we know we have a tough competitor in SMP Racing, but, equally, the #34 Aston Martin V12 Vantage GT3 is a very well sorted car and we have two great drivers in Euan (Hankey) and Salih (Yoluc). We need an error-free race – we know racing is racing and anything can happen – and when it all shakes out we expect to be in a position to challenge for the victory to ensure that we are in contention for both titles at the finale in Portugal.”
 
Michelin GT3 Le Mans Cup qualifying gets underway at 11.55 CET and the race itself is scheduled to begin at 17.30 on Saturday 24 September.

2f3ce278-7e8b-4664-abbd-d453e8fc289d Copy

 

TT NO BRASIL

 

Thiago Rizzo é o homenageado da celebração de 31 anos do Rallye Caça ao Churrasco

Prova de regularidade acontece neste domingo, 18 de setembro, em Petrópolis (RJ). A largada será às 8 horas no entorno do lago Quitandinha

Em comemoração aos 31 anos do Rallye Caça ao Churrasco, no dia 18 de setembro acontece a prova da 35a. edição do Rallye de regularidade, com largada no entorno do lago Quitandinha, às 8 horas. No final da tradicional prova, há um churrasco no Itaipava Tênis Clube para os participantes.

Este ano o evento leva o nome do piloto petropolitano Thiago Rizzo, bicampeão Brasileiro de Rally Cross Country e campeão do Rally dos Sertões 2015, que começou sua carreira em 2001 no Caça ao Churrasco. "Fico muito feliz e lisonjeado. Este rali aqui na cidade é muito tradicional e aguardado por todos. Tenho muito carinho pelo evento, pois foi onde iniciei as disputas na categoria moto", declarou Thiago Rizzo.

Desde sua criação, o Caça ao Churrasco mantém a tradicional arrecadação de alimentos em todas as provas, e promove passeios filantrópicos em datas como Natal, Dia das crianças e Páscoa.

Programação

Sexta-feira, 16/09
19h - Briefing promocional para apresentação das equipes
Local: Itaipava Tênis Clube - Estrada das Arcas S/N, Petrópolis (RJ)

Sábado, 17/09
Dia livre para aferição

Domingo, 18/09

8h - Largada do primeiro veículo às 8h
Local: Palácio Quitandinha, alinhamento ao redor do Lago.
13h - Chegada do primeiro veículo às 13h (Itaipava Tênis Clube) com o tradicional churrasco aos participantes, festa de encerramento, resultado e premiação, entrega do troféu Thiago Rizzo.



Thiago Rizzo, de Petrópolis (RJ), durante a disputa do Rally dos Sertões 2016 (Doni Castilho)

Thiago Rizzo, de Petrópolis (RJ), durante a disputa do Rally dos Sertões 2016 (Doni Castilho)
Alta  | Web

Piloto Thiago Rizzo (Gustavo Epifanio/Fotop)

Piloto Thiago Rizzo (Gustavo Epifanio/Fotop)
Alta  | Web

A edição 2016 do Rallye Caça o Churrasco terá o troféu Thiago Rizzo (Gustavo Epifanio/Fotop)

A edição 2016 do Rallye Caça o Churrasco terá o troféu Thiago Rizzo (Gustavo Epifanio/Fotop)
Alta  | Web


 

CAMPEONATO MUNDIAL DE RALIS

Stephane Sarrazin testa Hyundai i20 R5 com que irá fazer a Volta à Córsega.

 

PARA OS FAS DE MICHEL VAILLANT

PARA OS fãs de Michel Vaillant.

http://www.michelvaillant.com/actualite.php?id=110

 

MAIS UM PÓDIO NA WEC PARA A TOYOTA

 

TOYOTA GAZOO Racing alcança mais um pódio nas 6h do Circuito das Américas

A equipa TOYOTA GAZOO Racing subiu novamente ao pódio após um forte desempenho na competitiva corrida no Circuito das Américas, a sexta ronda do Campeonato Mundial de Endurance (WEC) 2016, as 6 horas de Austin no Texas.

Stéphane Sarrazin, Mike Conway e Kamui Kobayashi no TS050 HYBRID #6 alcançaram o terceiro lugar para arrecadar o quarto pódio da época, terminando a apenas 26.096 segundos do primeiro, numa emocionante luta entre os três fabricantes na categoria LMP1.

O carro #5 de Anthony Davidson, Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima teve mais uma corrida difícil, com várias situações menores que os afastaram da luta pelo pódio terminando em quinto lugar.2016 WEC_Austin_Saturday_Copy2016 WEC_Austin_Saturday_Race2_Copy2016 WEC_Austin_Saturday_Race_Copy

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Treino noturno da Sprint Race aqueceu os motores para a corrida deste sábado em Londrina

A primeira corrida (diurna) da sexta etapa será às 13h35. Já a disputa mais esperada do ano, a Corrida Noturna, começa às 18h35

 Os competidores entraram na pista do Autódromo Ayrton Senna, na cidade de Londrina, região norte paranaense, para os primeiros treinos oficiais da sexta etapa nesta sexta-feira (16) e as duas corridas programadas serão no sábado (17), com uma diurna e a outra será a Corrida Noturna. A prova é inédita nas provas nacionais da modalidade de turismo e que acontecem pelo terceiro ano no circuito com 3.055 metros de extensão.

Os pilotos da Sprint Race Brasil terão o maior desafio do calendário. Para a corrida da noite os carros foram equipados com jogos de faróis na parte frontal. Além disso, irão enfrentar as características do traçado considerado travado, ou seja, com muitas curvas de baixa e média velocidade. É um circuito de difícil ultrapassagem, por ser um pouco estreito e por ter poucas áreas de escape. A reta do box mede 700 metros. "Por isso a expectativa é grande", observou o estreante Gabriel Lusquinõs.

OS TREINOS

No primeiro treino o mais rápido entre os competidores da PRO foi o carro SR# 17 comandado por Wanderlei Berlanda Jr./Eduardo Berlanda e, na GP, foi o SR# 88 de Ésio Vichiese/Beto Giorgi.

Com duração de 50 minutos, a sessão que começou ao entardecer e serviu de preparação para a Corrida Noturna, do sábado às 18h35, teve o melhor tempo na PRO assegurado por Luca Milani SR#77 e na GP esteve Caê Coelho/Ale Navarro SR#55.

Lucas Peres e Marcus Peres são os pilotos representantes da "casa", pai e filho dividem o carro #78. "Andei no treino somente da noite e na classificação espero virar melhor ainda", finalizou Lucas.

"Sempre é uma expectativa alta, nesse cenário a Sprint é totalmente inovadora e os pilotos só ganham com isso. Este ano tenho maior experiência no carro para essa segunda disputa noturna e, nos treinos de hoje, fiz bons tempos com uma segunda e uma primeira colocação. Assim, para corridas deste final de semana quero manter os resultados obtidos nas últimas etapas, pois venho de duas vitórias seguidas", destacou o paulista Luca Milani.

A tomada de tempos para definir os grids de largadas das duas corridas no Autódromo de Londrina acontecem na manhã deste sábado às 11h15 e às 11h30.

A sexta etapa contará com as transmissões dos canais BandSports e PlayTV, como também do Programa Acelerados no SBT com os episódios do Reality Show da Sprint Race.

PREMIAÇÃO NA 2800 MUSIC CLUB

A premiação da etapa de Londrina será realizada na casa noturna 2800 Music Club, localizada na Avenida Higienópolis, 2800, no Jardim Higienópolis, em Londrina (PR), às 23 horas.

A Sprint Race Brasil têm patrocínio da Alpina, Pirelli, Ecopads, Vaz, Fremax e Rio Custom.

Resultado do 1º Treino Oficial - Etapa 6 (Top 10)

1) #17 Wanderlei Berlanda Jr./Eduardo Berlanda, PRO
2) #77 Luca Milani, PRO
3) #22 Gabriel Lusquinõs, PRO
4) #88 Esio Vichiese/Beto Giorgi, GP
5) #78 Lucas Peres/Marcus Peres, GP
6) #87 Kau Machado/Jorge Martelli , GP
7) #7 Vinicius Margiota, GP
8) #13 Raphael Campos, PRO
9) #23 Guido Cotta, PRO
10) #65 Eduardo Serratto, GP

Resultado do 2º Treino Oficial - Etapa 6 (Top 10)
1) #77 Luca Milani, PRO
2) #13 Raphael Campos, PRO
3) #55 Caê Coelho/Alexandre Navarro, GP
4) #17 Wanderlei Berlanda Jr./Eduardo Berlanda, PRO
5) #78 Lucas Peres/Marcus Peres, GP
6) #82 Gerson Campos/Cassio Cortes, GP
7) #7 Vinicius Margiota, GP
8) #88 Esio Vichiese / Beto Giorgi, PRO
9) #87 Kau Machado/Jorge Martelli, GP
10) #23 Guido Cotta, PRO

Programação da sexta etapa - Sprint Night Challenge*

Sábado, 17 de setembro
10h00 - Estudo de telemetria
11h15 às 11h25 - Classificação Grupo 1
11h30 às 11h40 - Classificação Grupo 2

Corrida 1
13h00 - Alinhamento dos carros
13h30 - Placa de 5 minutos
13h35 - Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

Corrida 2 (Noturna)
18h00 - Alinhamento dos carros
18h30 - Placa de 5 minutos
18h35 - Saída para volta de aquecimento (23 min. + 1 volta)

*ATENÇÃO: O horário da segunda corrida está diretamente ligado à claridade do momento e condições climáticas.

Calendário 2016

20/03 - Curitiba (PR) - AIC - Circuito Misto
24/04 - São Paulo (SP) - Interlagos
29/05 - Curitiba (PR) - AIC - #Oval
19/06 - Curitiba (PR) - AIC - #Inverse Track/Grid
14/08 - São Paulo (SP) - Interlagos - #Guest Race

18/09 - Londrina (PR) - #NightChallenge
23/10 - Cascavel (PR) - #SetUpFree
18/12 - São Paulo (SP) - Interlagos - #Pontuação Dobrada*
*Sujeito a alteração - alternativa

 

No sábado pela manhã serão definidos os grids de largada da sexta etapa (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

No sábado pela manhã serão definidos os grids de largada da sexta etapa (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

A Corrida Noturna terá largada às 18h35 (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

A Corrida Noturna terá largada às 18h35 (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

SR #17 Berlanda Jr e Eduardo Berlanda foram os primeiros no treino diurno (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

SR #17 Berlanda Jr e Eduardo Berlanda foram os primeiros no treino diurno (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Os pilotos de Londrina, Marcus e Lucas Peres SR #78 (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Os pilotos de Londrina, Marcus e Lucas Peres SR #78 (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Luca Milani #77 é o mais rápido no treino noturno (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Luca Milani #77 é o mais rápido no treino noturno (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

TWO DAYS OF TESTING OF PIRELLI’S 2017 WET WEATHER TYRES
CONCLUDE WITH MERCEDES

. The two days of Pirelli wet weather tyre testing in 2017 size have concluded at Paul Ricard in France, with Pascal Wehrlein taking the wheel for Mercedes on both days in a mule car that has been modified to simulate next year’s downforce levels.

As was the case yesterday, the test concentrated exclusively on the wet weather tyres in 2017 sizes:
Intermediate: 305/675-13 at the front and  405/675-13 at the rear.
Full wet: 305/680-13 at the front and 405/680-13 at the rear.

In total 135 laps were covered, added to the 135 laps driven yesterday.

The next test session will feature Mercedes once more, which will test the latest generation Pirelli slick tyres from 12-13 October at the Montmelo circuit close to Barcelona in Spain.

From 14-16 October Red Bull will resume the testing programme of the new 2017 sizes. The Austrian outfit is the third team to have taken on the task of testing Pirelli’s 2017 tyres and will be back in action at a dedicated slick tyre test in Abu Dhabi, having constructed a mule car specifically for this purpose.

 

RALICROSS EM ESPANHA

 

Nueva victoria de Perfecto Calviño en Carballo

 

Este sábado se celebraba en el circuito municipal de Carballo la sexta prueba del Campeonato de Galicia de Autocross, donde Perfecto Calviño lograba con el Ford Fiesta Proto su cuarta victoria de la temporada en la Clase 4, tras haberse proclamado campeón de España recientemente, aunque en este caso de la División 1. No tuvo suerte Sandra García, que cuando rodaba en segunda posición en la final, pues tenía que abandonar por una avería en la transmisión. Hay que destacar también el estreno en competición del Seat 600 Proto de Mario Lorenzo, que conseguía terminar la carrera en cuarta posición con una unidad de propulsión trasera y un motor de moto de 1300 cc, aunque sin duda lo que más destacó entre los numerosos aficionados que se pasaron a observarlo fue su carrocería, muy llamativa por tratarse de un modelo tan popular como fue en su día el Seat 600.

Por otra parte en la categoría Car Cross, donde se contaba con 15 Yacarcross entre los 27 pilotos que tomaban la salida, el mejor fue el cántabro Mario González, que firmaba una sensacional segunda plaza. No obstante, se pudo haber conseguido la victoria, pues Dani Vázquez se quedaba fuera de la final nada más iniciarla cuando rodaba en primera posición al romper la cadena. Señalar además la excelente cuarta posición de Darío Calviño mientras José Lamela tenía que abandonar en la última vuelta al soltarse una rueda trasera cuando era quinto. Otro de los que se retiraban prematuramente era Óscar Añón, que llegó a rodar en segundo lugar en los primeros giros de la final, así como Javier Ramilo, que no llegaba ni a completar una sola vuelta. Sí lograba finalizar Juan Vilariño, que lo hacía en la sexta posición.Carballo Dario_Calvinho_CopyCarballo Mario_Gonzalez_CopyCarballo Mario_Lorenzo_CopyCarballo Perfecto_Calvinho_Copy

 

WEC 2016 - DI GRASSI

 

Vitória escapa nos detalhes, mas Di Grassi mostra poder de reação

Audi liderou primeira metade das 6 Horas de Austin, sexta etapa do Mundial de Endurance; no calor texano, brasileiro mostrou sua habitual velocidade e subiu até chegar ao segundo lugar

Lucas di Grassi e a Audi demonstraram imenso poder de reação no final de semana da sexta etapa do FIA WEC, o campeonato mundial de endurance. A prova, realizada no circuito de Austin, no Texas, aconteceu no último sábado (17) e foi marcada pelo calor intenso, acima de 36 graus. Buscando recuperação na tabela do campeonato, a Audi dominou todos os treinos livres com o R18 #8 de Lucas di Grassi, Loïc Duval e Oliver Jarvis, e conseguiu a pole com o #7 de Lotterer/Fässler/Tréluyer, dominando a primeira fila.

Voltas após a largada, as posições se inverteram e a Audi mostrava excelente performance, a ponto de os adversários admitirem que a marca das quatro argolas era a mais forte naquele final de semana.

Entretanto, o primeiro problema apareceu na volta 99, quando uma pane elétrica "apagou" o R18 #8 por 50 segundos, quando Duval estava ao volante. Logo depois, o francês teve de fazer uma parada extra porque o sistema de hidratação do piloto não estava funcionando; depois, na quinta hora de prova, Di Grassi também teve de parar logo após seu pit stop programado para que a porta de seu carro fosse fechada novamente.

Ainda assim, o brasileiro mostrou um ritmo bastante forte, colocando-se sempre como o mais rápido da pista em seu turno. Recuperou posições e cruzou a linha de chegada em segundo lugar, 23 segundos atrás do Porsche de Webber/Bernhard/Hartley.

"É difícil de acreditar o quanto pode dar errado em uma corrida de seis horas", falou o paulistano. "Sempre existem fatores adicionais como pit stops, sorte de corrida e tantas outras coisas além dos pilotos. Em contraste à nossa prova, a Porsche fez uma corrida perfeita. No final eu estava me defendendo do ataque da Toyota e ao mesmo tempo tentando tirar a diferença para o carro à frente. Essa parte foi bem legal, mas foi também extremamente desgastante no calor", disse.

O chefe da Audi Sport, Wolfgang Ullrich, corroborou as palavras do brasileiro. "Nossos pilotos entregaram um desempenho tremendo e se sentiram bastante confortáveis no Audi R18. Fomos os mais rápidos em todas as sessões e na corrida ninguém virava mais rápido que nós. Os infortúnios nos atingiram com força porque uma dobradinha era possível", afirmou.

O resultado faz Lucas, Loïc e Oliver recuperarem a vice-liderança do campeonato com 92,5 pontos diante de 130 do trio da Porsche formado por Lieb, Jani e Dumas. Faltando ainda três etapas do final, a próxima acontece no Japão dia 16 de outubro com as 6 Horas de Fuji. Antes, porém, Di Grassi volta seu foco para o início da temporada 2016-2017 da Fórmula E, no dia 9 de outubro, em Hong Kong.

 

Lucas di Grassi conquistou mais um pódio no FIA WEC (Audi Sport)

Lucas di Grassi conquistou mais um pódio no FIA WEC (Audi Sport)
Alta  | Web

Trio do piloto brasileiro foi segundo colocado nas 6 Horas de Austin, no Texas (Audi Sport)

Trio do piloto brasileiro foi segundo colocado nas 6 Horas de Austin, no Texas (Audi Sport)
Alta  | Web

O Audi R18 #8 liderou boa parte da prova (Audi Sport)

O Audi R18 #8 liderou boa parte da prova (Audi Sport)
Alta  | Web

Mas uma pane elétrica no meio da prova fez o trio despencar posições (Audi Sport)

Mas uma pane elétrica no meio da prova fez o trio despencar posições (Audi Sport)
Alta  | Web

Coube a Lucas, na parte final, iniciar recuperação (Audi Sport)

Coube a Lucas, na parte final, iniciar recuperação (Audi Sport)
Alta  | Web

Até terminar a corrida em segundo lugar (Audi Sport)

Até terminar a corrida em segundo lugar (Audi Sport)
Alta  | Web

Próxima etapa acontece em 16 de outubro no Japão, em 16 de outubro (Audi Sport)

Próxima etapa acontece em 16 de outubro no Japão, em 16 de outubro (Audi Sport)
Alta  | Web

 

TCR EM SINGAPURA

 

WestCoast and Grachev take victory in Singapore


 

WestCoast Racing returned to the top step of the podium after victory on the streets of Singapore (17-18 September, 2016) for the second year in succession, this time with the Russian Mikhail Grachev taking an incredible fourth victory since joining the team.
 

For Grachev, the lights-to-flag victory in the weekend’s second race was an amazing achievement marking his fourth win in just ten starts with the Swedish outfit, more than justifying his belief in himself and the WestCoast team to make the switch from Round 4 of the Championship at Imola where he promptly won on his debut.
 
“First of all I’d like to thanks for the team for the great job they did all weekend,” said Grachev. “We deserved this victory number four. It wasn’t easy though, especially in the heat of Singapore and I made a good start from the pole to create a little gap.
 
“Then there was Safety Car number one but I was able to make a good restart to regain that gap and then there was the Second Safety Car. I was a little disappointed by that as I had to do it all over again! That we managed and it’s a great result for me and for WestCoast Racing.”
 
The victory in front of the Formula One crowd was welcome relief from what was otherwise a turbulent weekend for the team with both leading driver Gianni Morbidelli and returning driver Kevin Gleason falling foul of both the stewards and fellow competitors.
 
Morbidelli had initially qualified on the front row for Race 1 with a great lap in qualifying while Gleason’s tenth spot gave the American the Race 2 reverse grid Pole Position.
 
However, a wave of controversial penalties handed down by the stewards saw the pair, along with no less than 14 of their fellow competitors penalised to varying degrees. The net result was demotion to seventh for Morbidelli for Race 1 and the loss of the Race 2 pole for Gleason, who would be forced to start 11th.
 
The main beneficiary being Grachev who was fortunate to inherit the Race 2 pole in a reversal of positions with last year’s race victor, Gleason.
 
Race 1 on the Saturday was hoped to be a recovery drive and to salvage as many points after the penalties. However, for Morbidelli at least this proved not to be the case as he was spun out on the opening lap through no fault of his own whilst Gleason moved up to eighth with a good performance on his return the TCR series. Morbidelli recovering to finish tenth with Grachev preserving his machinery for his Race 2 challenge, finishing 11th.
 
Sunday’s Race 2 delivering a great result for Grachev, moving him up to eighth in the championship standings but proved to be more of the same for Morbidelli and Gleason.
 
The American unfortunately saw his race weekend go from bad-to-worse after being clipped by Mat'o Homola on the opening lap and spinning down to 16th as a result.
 
Morbidelli meanwhile was having more of the same when he was spun out by Pepe Oriola whilst running strongly in sixth position. The face that the Spaniard was given a drive through penalty for the move, was really of no conciliation to the WestCoast driver.
 
“That’s a great result for Mikhail with his fourth win since joining us at Imola,” stated Team Manager James Nixon. “He made a great start and controlled the pace from the front. A great drive.
 
“Gianni’s terrible luck continued unfortunately as he was hit and turned around in both races but he’s fighting on despite it being tough at times to stay positive.
 
“As for Kevin, he made a great start but was involved in a really unnecessary incident that was beyond our control. We’ll be back strong at Sepang.”
 
The team now regroup and move on the penultimate round of the Series, again supporting the Formula One event, this time in Malaysia starting 30th October, 2016.
 

alt
alt
alt

 

WTCC - CHINA - XANGAI

 

Shanghai Oriental Sports Center, 15h00, 22 September

WTCC drivers present:
Thed Björk, Polestar Cyan Racing
José María López, Citroën Total WTCC
Norbert Michelisz, Honda Racing Team JAS
Yvan Muller, Citroën Total WTCC
Hugo Valente, LADA Sport Rosneft

Welcome speech from Guo Bei, Leader of Shanghai Administration of Sports
On behalf of Shanghai Administration of Sports and Shanghai Sports Federation I would like to sincerely welcome all drivers and guests coming for 2016 WTCC and CTCC joint press conference. In the past years Shanghai has hosted a series of international races such as Formula One, WEC and WTCC and many domestic racing events have also come to Shanghai, including the CTCC. Motorsport has become a very important part of Shanghai sporting events. This is the sixth year that WTCC comes to Shanghai and the Shanghai Administration of Sports will provide continued support for this joint event to make sure it will be hosted successfully and to improve the popularity of motorsport in Shanghai as well. In the end I hope that all drivers will have a great race and I wish lots of success to WTCC and CTCC.

Welcome speech from François Ribeiro, Head of Eurosport Events, WTCC promoter
First of all, a big thank you for the Shanghai Sports Federation for hosting us at such a prestigious location, to FASC and CTCC with whom we have enjoyed a great partnership for five years. China is particularly important for our championship. It’s a big market for at least two of our manufacturers, Citroën and Volvo. Probably Citroën will clinch the Manufacturers’ title in China, which is extremely good for them promotionally. And it’s also the first time we host Volvo Polestar as a new manufacturer in WTCC and everybody knows the tradition of car manufacturing in China. If the drivers’ championship has been clinched at the last event in Japan by José María López for his third time in a row, the battle for the second position is extremely open with seven drivers still able to win the silver medal in the championship and the second and third drivers are exactly equal on points so we’re expecting a tough battle for that position. There will also be a close battle in the WTCC Trophy with one driver from the UK, Tom Chilton, and one driver from Morocco, Mehdi Bennani. It’s still very close and if you remember in Shanghai two years ago it was the first time a driver with Arabic origin when an FIA world championship motor race and that was a big moment, believe me, in Africa. I also understand the weather forecast is very good for the entire end of the week so I hope it will deliver excellent races from CTCC and WTCC together. It’s a great show for the fans, the Chinese motorsport fans. I see more and more fans every year who see motorsport progressively in China. Yes, you have Formula One and WEC but WTCC is the best quality of racing so I hope we will see many people on Sunday in the grandstands.

Welcome speech from Xia Qing, CTCC Chief Operating Officer
Firstly, welcome to the WTCC and Mr Ribeiro and I would like to extend my congratulations to Mr López for his third world title. I’m very happy to be here and to see so many familiar faces. I am very grateful for all the support over the years. WTCC and CTCC are the most influential touring car races internationally and nationally respectively. The collaboration of these two races has a great meaning and from the race event side, WTCC needs Chinese fans and CTCC can learn from the WTCC on the management experience of the WTCC. On the economic side, hosting this event boosts the economic development of the city. A very simple example is my colleagues tell me that it is becoming even more difficult to book a hotel room in the Jiading district during the race weekend. In addition to the improvement of the competition of the races, our next goal is to make the motorsport more popular and to improve the quality of the races. On the other hand, in order to promote motorsport to general citizens, we are trying to lower the difficulty of watching races to bring the races closer to general audiences. Of course this goal cannot be achieved without the support of all of you here. We welcome you to bring your friends and family to the Shanghai circuit on Sunday to enjoy and to feel the exciting races from WTCC and CTCC.

Q:
Welcome to China Thed and for what is your second visit to Shanghai. How significant is this event for Volvo Polestar?

TB:
It’s great to be here. Like François said, this is a big event for Volvo and Geely. It feels like our home track so obviously it’s very important. We have some very important guests coming and hopefully it can be our best race of the year.

Q:
You have a new/old team-mate for this weekend. What does Fredrik Ekblom bring to the Volvo Polestar attack?

TB:
Fredrik is so motivated to come back after letting some races go to the other drivers. He’s really motivated and it will be good for the team to get him back and to see what he has been learning during testing. It feels like we’re back together again and together we’ll push to do the best we can. It feels also good to be back in Shanghai. It’s a track I know from before so I hope this will make a bit of difference for the result because we can get a good set-up but faster.

Q:
Thank you Thed and turning to Norbert Michelisz representing Honda in the WTCC. Thed was using the word motivated then and speaking of motivated, given what you achieved in Japan, how much of a boost was that result for you?

NM:
It’s nice to be back in China first of all. It was a huge boost. I was pressurising myself a little too much this year wanting to get a race win and finally I have one. Even though it’s been a few weeks I am still highly confident, I feel this extra confidence boost. I am really looking forward to this event here in Shanghai. We know it’s not the best circuit for us but we can be confident because we’ve had many race wins this season and the main focus is to win again after Japan.

Q:
And the Hondas will be 20 kilograms lighter here than they were in Japan. What does that mean for the potential result?

NM:
It’s not a lot different. We had 60 kilograms in Argentina and we’ve run a similar weight at previous events and we were competitive because in Argentina I was second in qualifying. In Budapest, Rob was closer to them [Citroën] than in any race. The only difference is now the other cars will be on zero kilos and the LADAs will be 50 kilos less. Suddenly it means it’s three more cars that can be ahead so you have to take care to maximise the potential you have in qualifying and to get ahead of all these three cars.

Q:
Thank you Norbi and we’ll turn next to a driver who, like you, is locked in a seven-way battle for second place in the championship. Welcome Yvan Muller but let’s start with the bombshell from just a few hours ago and the announcement that your glittering career in the WTCC would be ending at the end of the current season…

YM:
Absolutely. Good afternoon first of all. I just made a press release to announce I would stop with the WTCC at the end of the season. I still have two races to go so I will still be focused to finish second in the championship for Citroën.

Q:
No driver has been more successful than you, you’ve won more races, set more pole positions and fastest laps, led more laps and won more world titles – four in total – than any other driver. It’s a very difficult question but what have been some of your highlights during the last 11 years?

YM:
There were many highlights and I’ve won many races. But I would say the highest highlight was 2008 when I won my first title, that was a very special moment for sure.

Q:
And what’s next, will you be putting your feet up and enjoying your retirement or are you planning something to keep you busy?

YM:
I will be busy that’s for sure but at the moment I have no plan and I don’t want a plan. I just want to spend the winter to enjoy, to spend time with my family and just to go riding with my bicycle.

Q:
Thank you Yvan, it’s been an honour and a privilege to have watched you competing in the WTCC for so long. And turning next to your fellow Frenchman Hugo Valente, it’s zero success ballast for the factory LADAs in Shanghai. What can you achieve as a result of this?

HV:
First of all, hello everybody and congratulations to Pechito for his third title in Japan. I’ve just learned the news about Yvan and congratulations to you too Yvan for all your career and best of luck for the future. It’s the first time since early June we have been at zero kilos and it’s a big job for us. It will help with the performance for sure. We hope to have a car in Q3 and on the podium in both races. We have to maximise the performance and get the set-up and for sure it will be a big change to what we had in the past two or three races when we have been struggling with the weight. It’s very exciting to be here and we’re looking forward to this weekend. We’re confident we’ll get a good performance on this track, especially without the success ballast.

Q:
Now you became a father of course during the Japan weekend. We won’t ask you about the sleepless nights and nappy changes Hugo but instead about your plans for next year and what the possibilities are for you then?

HV:
Yes, as you mentioned I became a father two weeks ago now and thanks to LADA who have been really great with me. They let me arrive in Japan the latest possible and left as soon as possible and they allowed me to have a special schedule during that weekend. For next year I don’t know. We will see how the end of this season goes. So far it’s been a bit disappointing for me compared to the last two seasons. As I said we have zero kilos for this race and we should be able to make a better performance. From my side I hope to be with LADA again next year.

Q:
Thank you Hugo and finally let’s welcome the provisional FIA World Touring Car champion for 2016, José María López. Congratulations, obviously, for that achievement. What have the last few weeks been like for you? Have your feet touched the ground?

JML:
Hello everyone. For sure it’s provisional but for sure we know we’re not going to Thailand. But it’s been amazing. It’s something very difficult to achieve but I have been lucky to part of an amazing team with amazing team-mates. I’m really happy and I am now looking forward to this weekend. The season is not over, it doesn't mean I can relax. I still have to help the team to secure the Manufacturers’ championship, which is the main objective this weekend. Shanghai for us is very important as François said and it’s very important to do well. We are happy to be here.

Q:
You’re three wins away from equalling your 10-wins-in-one-season record. Is that the plan for this weekend – push flat out for victories or is there another objective – perhaps helping Yvan to second place in the championship?

JML:
When you start the season you never start the season trying to get another record of winning more races. For me it’s been a very, very exciting year. The main objective was to try to win the championship of course. Now the main thing is to get the constructors’ championship and – I don’t think he needs it – but if I could and I have the chance to help Yvan get second place in the championship I will do it. But we will see. The races are always different and you never know when you are in the situation when you can help your team-mate. But that’s the same for Yvan. He’s been very strong in every race. But let’s hope we have a good weekend and secure the main objective of winning the Manufacturers’ championship.

 

IMAGES
WTCC Race of China pre-event press conference image.JPG

 

 

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

 

 

Fez hoje 20 anos. Foi a última vez que Portugal recebeu um Grande Prémio do Mundial de Fórmula 1. Ganhou Jacques Villeneuve, o 11º piloto a vencer a F1 por terras lusas, entre Monsanto, Boavista e Estoril. Acabava uma Era que depois das aventuras entre 1958 e 1960, voltara em 1984, para se esgotar em pouco mais de uma década. Ao 13º GP, o Autódromo Fernanda Pires da Silva fechava um ciclo. Azar o nosso...
Mas encerrámos com uma imagem de antologia - a ultrapassagem do canadiano a Michael Schumacher, por fora, em plena Parabólica. Chave de... CARBONO!

 

CAMPEONATO NACIONAL DE TRIAL

 

Campeonato Nacional de Trial 4x4 2016 Inscrições abertas para Rebordosa

 

 

Estão quase a ser encontrados os grandes campeões de 2016, mas antes disso Torres Vedras e Paredes/Rebordosa ainda vão apresentar as suas pistas às equipas e fazê-las batalhar pelo vitória e pelo título de campeão nacional de trial 4x4. Em 2016 haverá muitos campeões para coroar: classe Extreme, classe Proto, classe Super Proto, classe Promoção e classe UTV/buggy. Além destas existe ainda a categoria Absoluto que vai coroar, digamos assim, o campeão dos campeões. A pontuação a atribuir para o Campeonato Nacional de Trial 4x4 2016 Absoluto é determinada pela classificação geral final de cada evento, ou seja, no final e cada prova é publicada uma classificação geral, determinada pelo número de voltas. Quem der mais voltas (das classes Extreme, Proto e Super Proto) é quem mais pontua em cada prova. Depois de 4 provas, António Henriques segue na frente da classe Absoluto com 57 pontos, seguido de Bruno Nunes com 50 pontos e Rui Querido com 49 pontos. Apesar de ainda não se ter realizado a etapa de Torres Vedras, as inscrições para a última etapa já estão oficialmente abertas. É que o período entre as duas corridas é muito curto e a organização quer que todas as equipas tenham tempo de se preparar para a jornada de todas as decisões. Recordamos que a etapa de Torres Vedras, inicialmente marcada para de de outubro, se vai realizar no fim de semana de 8 e 9 de outubro. A 6.ª e derradeira jornada é em Rebordosa, concelho de Paredes, no fim de semana de 22 e 23 de outubro. As inscrições para mabas as provas podem ser feitas em www.cntrial4x4.com

 

VILLACORBE

 

VillorbaCorse and Maserati in GT4 European Series at Budapest

 

After a long summer break, on September 23-25 Italian team will take part in thefifthround of the SRO-promoted championship with Pro-class crew Anselmi / Zamparini, who will race together for the first time, and Polish Am-class pair formed by Chodzen father and son

 

Villorba Corse_Maserati_Anselmi_action_Monza_PhChrisSchotanus_CopyVillorba Corse_Maserati_pits_PhChrisSchotanus_1_Copy.After a long summer break, the Competition102 GT4 European Series resumes this week with round five of the season in Hungary where Scuderia Villorba Corse is ready to fight back with their Maserati GranTurismo MC again. Still among the top drivers in the standings, where he is fighting for the overall podium, for the first time Monza race-1 winner Luca Anselmi will share the #90 Maserati with Patrick Zamparini, who also won at Monza but in the Am category. So Villorba Corse will line up a brand new crew to fight in the Pro class while the second one remains unchanged and it is formed by Polish Piotr and his son Antoni Chodzen. For the first time, the Hungaroring will host a round of the championship and 27 cars have been entered for the two 50-minute races at the circuit in Mogyoród, near Budapest. The weekend will kick off on Friday, September 23, with two one-hour free practice sessions. The first session will start at 11:00, with a second session scheduled for 15:40. Qualifying for the two races will take place on Saturday morning at 9:40. The first race will start at 17:45 that same day; the second race will take place on Sunday morning at 9:30. Both races will be shown live at www.gt4series.com/live .

 

Team Principal Amadio says:The seasoncomes alive with the final rush atBudapest this weekend and atZandvoort in October. Stillone hundred points are to be assigned sothe championship is wide open. We believe that the newAnselmi / Zamparini crewcan becompetitive and able to clinchanuseful result. It will be very important not to make mistakes and to try to score as many points as possiblealready from race-1”.

 

Competition102 GT4 European Series2016 calendar:Apr. 24 Monza(ITA); May 15 Pau(FRA); June 12 Silverstone(GBR); July 10 Spa(BEL); Sept. 24Budapest(HUN); Oct. 9 Zandvoort(NED).

 

GALERIA DE IMAGENS - RALI DE MORTÁGUA

GALERIA DE IMAGENS

 

RALI DE MORTÁGUA

 

Grupo de imagens do nosso amigo e colaborador Aermindo Cerqueira da Foto GTI; que apresentam assim os "bonecos" de mais uma prova do Nacional deAR1 CopyAR2 CopyAR3 CopyAR4 CopyAR5 CopyAR6 CopyAR8 CopyAR9 Copy Ralis.

 

Fotos de Armindo Cerqueira - Foto GTI - www.velocidadeonline.com

 

STOCK CAR - BRASIL

 

Pietro Rimbano se solidifica como principal jovem talento rumo à Stock Car

Com apenas 18 anos, piloto da Cimed Jr. segue os passos do companheiro de patrocínio Felipe Fraga, destacando-se como um dos protagonistas da categoria de acesso e fixando-se um dos líderes da nova geração

A gente já viu esse filme antes. E é para ver. A função do Campeonato Brasileiro de Turismo é a de revelar e preparar futuras promessas da Stock Car. E, assim como aconteceu com Felipe Fraga, atual líder da categoria máxima do automobilismo brasileiro, Pietro Rimbano vem seguindo os mesmos passos com atuações sólidas diante de pilotos mais velhos e mais experientes, brigando por vitórias e pelo título em sua primeira temporada completa por ali.

Com apenas 18 anos de idade e dois de automobilismo, Pietro já vem chamando a atenção desde o kart, quando ganhou a concorrida Seletiva Petrobras. Por conta disso, deu seu primeiro passo no automobilismo já com o apoio da Cimed na Sprint Race, campeonato que faturou no estilo "veni, vidi, vici" ("vim, vi e venci"). Agora, no Brasileiro de Turismo, desencantou com a primeira vitória em Interlagos e se confirmou no topo da lista de futuras candidatas a estrelas da Stock Car.

"O caminho ainda é longo, mas só o fato de vencer a primeira tirou um elefante das minhas costas. Me pressionei muito para vencer, pois esta é a forma que julgam seu trabalho no automobilismo e por quê queria dar esse presente para a equipe e os patrocinadores. Agora, sem esse peso, correrei com mais leveza e o foco agora é a disputa do título. Temos concorrentes fortíssimos e mais experientes, mas confio no meu trabalho e da minha equipe, que foi primordial para a vitória em Interlagos na hora da estratégia. Temos os ingredientes certos e acredito que mais vitórias virão neste ano", comenta Pietro.

O piloto paulista terá outras seis oportunidades para repetir esta vitória: duas em Goiânia (GO), dias 15 e 16 de outubro; duas em Curvelo (MG), nos dias 19 e 20 de novembro; e uma em Interlagos, dia 11 de dezembro.Atualmente ele é o quinto com 110 pontos, atrás somente de Edson Coelho, Marcio Campos, Gabriel Robe (os três com 122 pontos) e Marco Cozzi (113).


Pietro Rimbano tem o apoio de Grupo Cimed, Voxx Suplementos, Lavitan Vitaminas e Olympikus.

 

MEIRELES NO PÓDIO EM MORTÁGUA

 

Meireles continua na defesa do Título Nacional de Ralis de 2014

> Primeiro pódio para Miguel Barbosa no ano de estreia nos ralis

 

O ŠKODA Fabia R5 de Pedro Meireles /Mário Castro venceu o Rali de Mortágua no passado sábado, enquanto a dupla Miguel Barbosa / Miguel Ramalho

alcançou o primeiro pódio nesta época de estreia do piloto de Lisboa no Nacional de Ralis ao terminar na terceira posição.

 

 

O Rali de Mortágua, sexta prova do calendário deste ano do Nacional de Ralis, foi dominado pelo ŠKODA Fabia R5 de Pedro Meireles e Mário Castro.

O piloto de Guimarães, segundo nas contas do campeonato, manteve sempre animada luta com o campeão em título, e líder do Nacional de Ralis (José Pedro Fontes), acabando por triunfar com 31,5 segundos de vantagem.SKODA Miguel_Barbosa_Rali_Mortgua_CopySKODA Pedro_Meireles_Rali_Mortgua_CopySKODA _Pdio_Rali_Mortgua_Copy

 

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

 

 

 "FINN CONNECTION" está de regresso. Tommi Makinen parece ter escolhido uma primeira dupla de pilotos para o programa WRC da Toyota em 2017. Esapekka Lappi deve deixar a Skoda e juntar-se a Juho Hanninen (outro ex-Skoda) ao volante dos Yaris WRC oficiais. Kris Meeke deixou de ser hipótese até porque encontrou lugar na Citroen e Thierry Neuville pediu valores acima daquilo que a Toyota estará disposta a pagar.
Para já, o alinhamento do Mundial 2017 está assim e promete:
VW: Sebastien Ogier, Andreas Mikkelsen, Jari-Matti Latvala
Hyundai: Hayden Paddon, Dani Sordo, PAA
Citroen: Kris Meeke, PAA, PAA
M-Sport: Eric Camilli, PAA
Toyota: Juho Hanninen, Esapekka Lappi

 

 

 

 

OPEL EM DESTAQUE

 

Opel em destaque no Salão de Paris: estreia mundial do Ampera-e

A estreia do revolucionário automóvel elétrico Opel Ampera-e vai, seguramente, merecer um dos maiores focos de atenção da edição deste ano do Salão de Paris, certame que abre portas ao público no dia 1 de outubro. O novo modelo BEV (Battery Electric Vehicle) oferece autonomia de mais de 400 km - significativamente superior à dos concorrentes diretos no segmento - e faz uma demonstração plenamente convincente de como a sustentabilidade e a dinâmica conseguem aliar-se em perfeita harmonia num produto automóvel. A Opel reserva para o Salão de Paris, na conferência de Imprensa que realizará no dia 29 de setembro às 12:15 horas (11:15 h em Lisboa), a divulgação de novas informações sobre o Ampera-e. Outros destaques da Opel em Paris são o novo SUV subcompacto MOKKA X e o novo monovolume Zafira. O CEO da Opel, Karl-Thomas Neumann, revelará mais novidades, como o citadino KARL ROCKS e uma série especial do elegante descapotável Cascada. 1474275530972 Copy

 

DT SPARE PARTS

 

Partner Program para o sucesso comum

 

O apoio aos parceiros de distribuição é desenvolvido constantemente A Diesel Technic apresenta de 13 a 17 de setembro de 2016 na Automechanika em Frankfurt/Alemanha o bem-sucedido Partner Program. No estande da feira C43, pavilhão 5.0, os parceiros de distribuição experimentarão, como se pode gerar crescimento comum através de uma estreita parceria. O lema da feira “Aftermarket 4.0 – Upgrade now!“ chama os parceiros de distribuição a se beneficiarem das inovações pioneiras na Diesel Technic. “Com o Partner Program convidamos nossos parceiros de distribuição a crescerem conosco”, afirma o D.rEngº. Steffen Vondran, diretor executivo da Diesel Technic AG. Ele apoia os parceiros de distribuição de forma duradoura no desenvolvimento e implementação de uma estratégia comum para a comunicação ativa do valor agregado das marcas de produtos aos seus clientes. Através do diálogo periódico e aberto, a cooperação é otimizada e alcança-se assim a desejada situação Win-Win: Crescimento comum e sucesso. Quanto mais intensiva for a parceria, maior o apoio pela Diesel Technic. As ações serão acordadas, planejadas, executadas e avaliadas em conjunto. Com a Diesel Technic, como parceiro, os parceiros de distribuição se beneficiam de um pacote completoAftermarket com serviços profissionais e duas marcas de produtos DT Spare Parts e SIEGEL Automotive, que se complementam perfeitamente. Sob as marcas de produtos DT Spare Parts e SIEGEL Automotive são oferecidos um total de 36 000 produtos próprios da Diesel Technic e não peças de reposição originais dos fabricantes de veículos. Parceiros de distribuição em 150 países assumem o abastecimento confiável de peças de reposição com produtos de ambas as marcas e oferecem o melhor serviço possível ao cliente no local.

 

PNEUS RUNONFLAT DA GOODYEAR

 

Mais de 90.000 pneus RunOnFlat da Goodyear vendidos

Os pneus RunOnFlat da Goodyear, eleitos como equipamento original por muitos dos fabricantes de topo, atingiram as 90.000 unidades vendidas nos últimos 2 anos

 

160510_Alfa-Romeo_Giulia_03 - CopyNos últimos 2 anos, vários fabricantes de automóveis decidiram apostar nos pneusRunOnFlat (ROF), da Goodyear, de modo a completarem os seus pacotes de segurança e protegerem os condutores e as suas famílias dos temidos furos. Assim, novos modelos de marcas prestigiadas foram lançados com a mais recente geração de pneus RunOnFlat, da Goodyear.

Os consumidores, que cada vez mais apostam numa maior segurança e conforto, permitiram potenciar o aumento da procura deste tipo de tecnologia, levando a que o mercado dos pneus ROF tenha crescido exponencialmente no primeiro semestre de 2016.

Carros equipados com pneus RunOnFlat da Goodyear

Os fabricantes de carros mais reputados confiaram nos pneus RunOnFlat, da Goodyear, para equipar os seus modelos mais recentes, como é o caso do novo Alfa Romeo Giulia. Os RunOnFlat estão também disponíveis como equipamento original de uma grande percentagem de modelos do grupo BMW, incluindo o Série 1, Série 2 Active Tourer, Série 2 Gran Tourer, Série 3, Série 3 Touring, Série 3 Cabrio, Série 4, Série 5, Série 5 GT, Série 6, Série 7, MINI, MINI Clubman, X1, X3, X4, X5, X6 e Z4.

Também a Mercedes-Benz optou por equipar os seus modelos Classe C, CLA, CLS, E, E Coupé, GLA, GL, GLK, ML, R, S, S Coupé, S Maybahc, SL e SLK com esta tecnologia. Os pneus RunOnFlat fazem ainda parte do equipamento original dos modelos da Rolls Royce, Ghost e Phantom. Os proprietários da Maserati Quattroporte, o Jaguar XK e o Land Rover Discovery já contam também com os pneus RunOnFlat da Goodyear, assim como o Ford S-MAX e o Chevrolet Corvette.

 

 

 160510 Alfa-Romeo_Giulia_03_-_Copy_Copy

 

ENCONTRO EMPRESARIAL

 

Encontro Empresarial do Setor Automóvel do Minho

A ANECRA realiza no dia 24 de setembro, no Auditório da AIMinho – Associação Empresarial, em Braga, o Encontro Empresarial do Setor Automóvel do Minho, que este ano é enriquecido pelo Salão Auto de Braga.

 

Dedicado ao tema “O Setor Automóvel do Futuro – Hoje!”, o evento terá enfoque não só na atualidade do Setor Automóvel em Portugal, mas sobretudo na estratégia da ANECRA perspetivada no sentido de gerar negócio nas oficinas associadas e contará com a presença de ilustres oradores e individualidades conhecidas da realidade setorial que irão comentar questões atuais e estruturantes para o setor.

A redução dos custos nas oficinas, num momento em que se perspetiva uma recuperação na atividade económica setorial, é um dos temas de grande destaque no momento. A ANECRA irá abordar, através da voz do seu Presidente, Alexandre Ferreira, as várias iniciativas em curso na associação de forma a gerar negócio nas oficinas dos seus associados.

 

SEGUNDO TIAGO MONTEIRO

SEGUNDO TIAGO MONTEIRO

 

Mais um dia mais uma viagem. A caminho da China - Xangai para mais um fim de semana de corridas do WTCC!


 

TIAGO MONTEIRO TESTOU ANTES DE EMBARCAR PARA A CHINA

TIAGO MONTEIRO TESTOU ANTES DE EMABRCAR PARA A CHINA

 

O piloto portugues que marcou presença no final da tarde do passado sábado nas instalações da G ´S Competizione na ianuguração dos simuladores existentes no mercado a nível mundial, informou-nos que nessa mesma noite, iria embracar da cidade do Porto com destino a Lisboa, poara depois seguir para Itália, para testes no simulador na 2ª e 3ª feira e só depois embarcaria para Xangai, onde terá lugar a próxima jornada do WTCC.Mas perante esta imagem, pelos vistos parece mesmo que Tiago Monteiro, para além dos testes com o simulador ainda esteve em pista  para testes de evolução no seu Honda Civic WTCC, isso conforme imagens anexas.

 

 

Semana de corrida na China. Tempo de voltar ao escritório e atacar a 100% 

 

 

NOVO MINI CLBMAN EQUIPADO COM DUNLOP

 

Novo MINI Clubman equipado com pneus Dunlop Sport Maxx RT2

 

Com um desempenho ultra elevado, estes pneus Dunlop apresentam uma resposta e precisão de direção melhoradas (1), para condutores que pretendem desfrutar do momento de condução.

 

Dunlop tem o prazer de anunciar um novo equipamento para o MINI Clubman. O mais recente modelo do veículo de seis portas da MINI virá equipado com o novo pneu de verão da Dunlop, de desempenho ultra elevado, o Sport Maxx RT2, na versão 225/45R17 94W XL. Os pneus estarão marcados com um asterisco (*), que indica que os mesmos estão aprovados pela MINI como equipamento original para os seus veículos.

 

Permanecendo fiel ao ADN da Dunlop, o pneu foi desenvolvido tendo em mente a filosofia da marca, Forever Forward, que visa criar experiências de condução sem igual. O longo historial da Dunlop em competição, que inclui vitórias em inúmeras provas abertas de resistência, constituiu uma grande fonte de inspiração para o desenvolvimento do novo Sport Maxx RT2. O pneu oferece ótimos níveis de aderência e precisão ao volante, sendo uma excelente opção para os condutores que procuram uma experiência de condução empolgante.

 

Perfeitamente adaptado ao novo MINI Clubman, o Dunlop Sport Maxx RT2 permite manter a aderência e o desempenho, tanto em estrada molhada, como seca, aumentando o prazer da condução numa grande diversidade de situações, sem prejudicar a qualidade da mesma. Estes resultados devem-se, em parte, ao seu composto de piso Evolutionary Tread, que proporciona a estes pneus uma maior aderência e a precisão de direção ([1]).

 

Nick Harley, Diretor-geral da Goodyear Dunlop para Equipamento Original de Pneus para Turismo, para a EMEA, comentou: “Estamos muito satisfeitos por termos sido eleitos pela MINI para equipar um veículo tão moderno e original como este. O Dunlop Sport Maxx RT2 é o equipamento perfeito para um carro que alia a funcionalidade do dia-a-dia ao prazer da condução”.

 

Sobre Dunlop

 

A Dunlop é um dos principais fabricantes mundiais de pneus de altas e muito altas prestações, com um impressionante historial de êxitos em desportos motorizados. A vasta experiencia da Dunlop em corridas deu lugar a tecnologias inovadoras aplicadas a pneus desenhados para a condução diária. Numa procura constante de maximizar o prazer de conduzir, Dunlop oferece a todos os tipos de piloto o rendimento e a durabilidade de uma tecnologia de vanguarda de pneus.

 Dunlop Sport_Maxx_RT2_Copy

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

2016 Grande Prémio de Singapura- Corrida

 

O PILOTO DA MERCEDES, NICO ROSBERG, VENCE O GRANDE PRÉMIO DE SINGAPURA COM ESTRATÉGIA DE DUAS PARAGENS

 

 UM MISTO DE ESTRATÉGIAS DE DUAS E TRÊS PARAGENS, COM UM FINAL EXCITANTE NO CIRCUITO DE MARINA BAY

 

CAMPANHA PIRELLI DE TESTES DE PNEUS PARA 2017, CONTINUA ESTA SEMANA COM A MERCEDES EM PAUL RICARD

 A TESTAR OS PNEUS DE CHUVA

 

SingapurGP Copy O piloto da Mercedes, Nico Rosberg, venceu um tático Grande Prémio de Singapura, que manteve o registo de entrada de Safety Car em todas as edições, na sequência de um acidente no arranque da grelha de partida e que influenciou a estratégia para um grupo de concorrentes. Singapura é uma corrida que a maioria dos pilotos vence desde a “pole”, e Rosberg continua com esta tradição rumo à liderança do campeonato.

 

Três pilotos aproveitaram a entrada do Safety Car para realizar um prematuro “Pit Stop”. A Red Bull foi a única equipe nos primeiros 10 que iniciaram com os pneus Supermacios. No entanto, Daniel Ricciardo não completou um turno mais longo que os seus rivais diretos, anulando a teórica vantagem de ser um composto  com mais durabilidade.

 

Nas diversas fases da corrida, a estratégia da Mercedes com uma terceira paragem permitiu Lewis Hamilton  ultrapassar o Ferrari de Kimi Raikkonen e obter  o pódio. Ricciardo também realizou uma paragem tardia para colocar pneus Supermacios, proporcionando um final emocionante que por vezes ganhava mais de três segundos por volta a  Rosberg. No entanto, o piloto da Mercedes controlou com a sua estratégia de duas paragens e assegurou mais uma vitória.

 

O Ferrari de Sebastian Vettel, iniciou dos ultimos lugares da grelha, mas batalhou ao longo da corrida para no final terminar em quinto, com uma estratégia Macio-Ultramacio-Ultramacio. Sergio Perez em Force India, adotou outra estratégia alternativa com o composto macio. O Mexicano iniciou a corrida com ultramacios, mas trocou para macios quando o safety Car se encontrava em pista, realizando apenas mais uma paragem para colocar macios e terminar nos pontos depois de iniciar de um recuado lugar na grelha, devido a uma penalização.

 

 

 

Esta semana, continua a campanha de testes dos pneus Pirelli 2017, com a Mercedes a testar os compostos de chuva  em Paul Riccard (França) de 21 a 22 Setembro, com um carro adaptado a simular os novos regulamentos de 2017.

 

Paul Hembery, Pirelli Motosport Director: “ Singapura continua como uma das

Corridas mais dificeis do ano para pilotos, carros e pneus. Tivemos uma situação que não é comum com a evoluçao do estado da pista, devido a uma significativa tempestade durante a noite. A partir do inicio da corrida, observámos diversas estratégias diferentes com as equipes a trabalhar com uma abordagem explicita para lutar pelos lugares do pódio. Um destaque particular para a recuperação de Sebastian Vettel que iniciou da ultima posição e foi ajudado por uma exclusiva e determinante estratégia, dominando no final com essa opção, graças a uma mistura de táticas relacionadas com as ambas trocas de pneus.

 

Melhores tempos do dia por composto:

 

                        Macio                         Supermacio             Ultramacio

Primeiro        VER 1m49.050s      RIC 1m47.187s        VET 1m47.345s

Segundo      HAM 1m49.263s      HAM 1m47.752s      RAI 1m48.204s

Terceiro        RAI 1m50.049s        VER 1m49.720s      SAI 1m50.532s

 

OS TURNOS  MAIS LONGOS DA CORRIDA POR COMPOSTO:

 

Macio                         Perez                         36 voltas

Supermacio              Kvyat                          24 voltas

Ultramacio                Wehrlein                   24 voltas

 

A NOSSA PREVISÃO: Antevimos que as três paragens seriam, teoricamente, a solução mais rápida para a corrida de 61 voltas. Nico Rosberg começou com ultramacio, trocou para ultramacio novamente  na volta 16, e na volta 34 trocou para macio até ao final.

 

LEIRIA SOBRE RODAS

Leiria Sobre Rodas 2016 - Slalom, Track e Karting

 

Conforme tem sido divulgado, o NDML iniciou no passado dia 18 de Setembro com o Lizauto Motorshow - Rallye de Leiria, o 'Leiria Sobre Rodas', uma iniciativa do Município de Leiria. 
Durante os próximos dias irão decorrer nas imediações do Estádio de Leiria actividades desportivas da responsabilidade do NDML cujo programa é o seguinte:
- Slalom Leiria Sobre Rodas no sábado dia 24 de Setembro ( inscrições esgotadas ). Os tempos e classificações irão sendo publicados no nosso site enquanto a prova decorrer.
- Pista de Karting NDML para crianças entre os 5 e os 10 anos a funcionar na 5ª e 6ª feira, dias 22 e 23 das 20:00h às 24:00h, sábado dia 24 das 10:00h às 24:00h e domingo dia 25 da 10:00h às 18:00h. Inscrições no local.
- Track Day Co-Driver durante 5ª e 6ª feira, dias 22 e 23 das 20:00h às 24:00h e domingo dia 25 da 14:00h às 18:00h. Inscrições no local.
Os circuitos automóvel encontram-se divulgados no nosso site.
Qualquer esclarecimento sobre a parte desportiva favor contactar o NDML através do email Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ou pelo telefone 244 814 214.
Não deixe de participar, assistir ou simplesmente visitar esta grande festa motorizada de Leiria e desfrutar de todas as outras actividades que irão decorrer nomeadamente uma mostra única de mais de 500 veículos antigos, históricos e clássicos de todas as categorias, mas também cinema, conferencia, concentrações, desfile, etc.

 

LIZAUTO MOTORSHOW

Lizauto MotorShow 2016 - Classificações e Fotos

 

Decorreu com enorme animação mais uma edição do Lizauto MotorShow que contou com a presença de 82 equipas e numeroso publico, nesta que foi a 7ª prova do 'Series by NDML 2016' integrada na semana do 'Leiria Sobre Rodas'.
O percurso que se estendia pelos arruamentos da ZICOFA proporcionou, uma vez mais, grande competitividade e disputa pela obtenção da melhor classificação.
Nos Clássicos, Rui Rito/José Luis Reis em Toyota Starlet, uma vez mais arrebataram o primeiro lugar, ficando a apenas 0,4 pontos José Grosso/João Sismeiro em Ford Escort RS 2000 e a 4,2 pontos Pedro Marques/Rui Oliveira em BMW 325 is. A taça das senhoras foi para Joana Nascimento/Inês Franco em Datsun 1200 e por teams o troféu entregue a ' Caiado & Friends Team'.
Em Desportivos também repetiram a conquista do primeiro lugar Paulo Caldeira/Ana Gonçalves em Mitsubishi Evolution seguidos a 0,9 pontos de Luís Lourenço/Paula Rente em Porsche GT3 e a 4,1 António Pedro Silva/Rui Henriques também em Porsche GT3. Nas senhoras ganhou Xana Duarte/Maria Mendes Alves em BMW 325 i e nos teams o troféu foi para a 'Green Boots'.
No nosso site em www.ndml.pt publicamos todas as classificações e quase 1000 fotografias da autoria da equipa do NDML.
A prova também foi coberta pela www.abtfoto.com

 

500 KM DE SÃO PAULO

 

MRX #75 vence 32ª edição dos 500 Km de São Paulo

Trio formado por Henrique Assunção, Fernando Fortes e Emílio Padrón tomou a liderança na 16ª volta, e seguiu para garantir a vitória no Velo Città

Vinicius Ferraz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Pódio dos 500 Km de São Paulo
Alta | Web

Vinicius Ferraz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Cali Crestani/Claudio Ricci
Alta | Web

Vinicius Ferraz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Fernando Ohashi/Emílio Padron/Pedro Serrano
Alta | Web

Vinicius Ferraz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Tiel de Andrade/Franco Pasquale
Alta | Web

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Silvio Zambello, João Lemos e Edgar Efeiche
Alta | Web

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Largada dos 500 Km de São Paulo
Alta | Web

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Duda Pamplona/Leandro de Almeida/Guilherme Spinelli
Alta | Web

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Mauro Kern/Paulo Souza
Alta | Web

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Henrique Assunção/Fernando Fortes/Emílio Padron
Alta | Web

O MRX #75 pilotado por Henrique Assunção, Fernando Fortes e Emílio Padrón venceu neste domingo (18) a 32ª edição dos 500 Km de São Paulo, prova disputada no Velo Città, em Mogi Guaçu (SP), e válida pelo Campeonato Brasileiro de Endurance. O trio, que largou da pole position após dominar os treinos livres, teve uma largada ruim, mas recuperou a primeira posição na 16ª das 146 voltas de corrida, garantindo a vitória no interior paulista.

A segunda colocação ficou com o Tubarão pilotado por Tiel de Andrade e Franco Pasquale, distante duas voltas dos vencedores. Mauro Kern e Paulo Souza, com outro protótipo preparado pela equipe Tubarão, terminou em terceiro, seguido por Fernando Ohashi, Pedro Serrano e Emílio Padron, com um Protótipo IR. O grupo dos cinco melhores ainda contou com o Mitsubishi Lancer de Duda Pamplona, Leandro de Almeida e Guilherme Spinelli.

"A sensação de conquistar uma vitória é a melhor possível. Em uma prova de Endurance você precisa usar a cabeça, e não disputar freada, pois a corrida é de resistência. Estou muito orgulhoso dos meus parceiros, e do final de semana que nós tivemos", comentou Fortes, responsável por fechar a corrida para o trio do MRX vencedor da prova.

"Fazer parte da história de uma prova como os 500 Km de São Paulo é indescritível. Tenho que agradecer aos meus dois parceiros, que são maravilhosos", disse Henrique Assunção, que além de piloto, preside a Associação de Pilotos de Endurance.

"Hoje deu tudo certo. Tenho que agradecer a equipe pelo trabalho feito nos dois carros em que pilotei", completou Padrón, que além da vitória geral e na classe GP1, venceu também na classe P3, além de triunfar nas duas corridas da Fórmula 1600, categoria que também realizou provas no Velo Città.

O Campeonato Brasileiro de Endurance terá sua etapa final com a disputa das 500 Milhas de Londrina, marcada para o dia 26 de novembro no Autódromo Internacional Ayrton Senna.

Confira o resultado final da 32ª edição dos 500 Km de São Paulo:
1º - (75) Henrique Assunção/Fernando Fortes/Emílio Padron (MRX) - 146 voltas em 4h06min16s720
2º - (78) Tiel de Andrade/Franco Pasquale (Tubarão) - a 2 voltas
3º - (32) Mauro Kern/Paulo Souza (Tubarão) - a 5 voltas
4º - (76) Fernando Ohashi/Emílio Padron/Pedro Serrano (Protótipo IR) - a 5 voltas
5º - (15) Duda Pamplona/Leandro de Almeida/Guilherme Spinelli (Mitsubishi Lancer) - a 7 voltas
6º - (46) Robbi Peres/José Córdova/Marcos Ramos - a 9 voltas
7º - (64) Henry Visconde/Marcio Basso (BMW) - a 12 voltas
8º - (72) Carlos Antunes/Yuri Antunes/Joon Park (MRX) - a 19 voltas
9º - (73) Jorge Machado/Leandro Totti - a 21 voltas
10º - (31) Paulo Plutarcho/Davi Plutarcho - a 23 voltas
11º - (3) Cali Crestani/Claudio Ricci - a 24 voltas
12º - (2) Fernando Monis/Heitor Nogueira - 25 voltas
13º - (33) José Tinoco/Vander Penques/Marcelo Karam - a 26 voltas
14º - (41) João Lemos/Fábio Escorpioni/Maurinho (MRX) - 32 voltas
15º - (90) José Curado/Eric Darwich/Eduardo Rímoli (Mercedes) - a 33 voltas
16º - (7) Aldoir Sette/Marcelo Campagnolo/Carlos Brockweld (MRX) - a 34 voltas
17º - (0111) Gustavo Dal Bosco/Fabiano Kratina (Tornado) - a 45 voltas
18º - (111) Gustavo Dal Bosco/Fabiano Kratina (Golf) - a 45 voltas
19º - (71) Ian Ely/Daniel Claudino (MCR) - a 63 voltas
20º - (35) Jair Bana/Duda Bana - a 64 voltas
21º - (77) Edras Soares/Djalma Fogaça/Francis Piedade (Vectra) - a 90 voltas
22º - (25) Ney Faustini/Ney de Sá Faustini (Cobalt) - a 94 voltas
23º - (80) Alexandre Finardi/Nelson Silva Jr. (MRX) - a 94 voltas
24º - (5) Julio Martini/Marcelo Vianna (Tubarão) - a 107 voltas
25º - (47) Juarez Soares/Esdras Soares/Edras Soares (Spyder) - a 135 voltas
26º - (913) Sílvio Zambello/Carlos Estite

 

KARTING EM PORTUGAL

 

Sabor Agridoce.

 

Decorreu este fim de semana a 3ª prova do Campeonato Nacional de Karting, no Kartódromo do Bombarral.
Com mais de sessenta pilotos inscritos, a categoria Cadete era a que tinha mais pilotos à partida. 15 pilotos.
 
Durante o sábado e após os treinos livres, decorram os Treinos de Qualificação, onde as diferenças entre os 10 primeiros não chegava a um segundo. O Tomás alcançou um positivo 3º lugar, o que lhe abria boas perspectivas para as corridas da tarde.
 
Na Manga de Qualificação 1, o Tomás efetuou uma boa corrida, e esteve sempre em luta pelo 2º lugar, mas acabou em 4º. Para se ter uma noção da competitividade deste campeonato, o Tomás à entrada na última volta, estava em segundo, de repente chegou a estar em 5ª mas conseguiu chegar em 4º.
Para a Final 1, a equipa juntamente com o piloto, decidiram em alterar o set up do seu kart, para poder dar mais alguma velocidade. Essas alterações não deram resultado, mas mesmo assim o Tomás fez uma corrida muito boa, acabando novamente em 4º. Foi uma demonstração de grande maturidade e sangue frio, pois durante as 12 voltas da corrida, o Tomás foi sempre pressionado e não cometeu qualquer erro, não dando hipóteses de perder o lugar.
 
No domingo, as coisas foram um bocado diferentes. Nos Treinos de Qualificação, o Tomás mais uma vez demonstrou um forte andamento, tendo alcançado a 4ª posição. Mas infelizmente por causa de um cabo que se desligou, os seus tempos foram anulados. Com isto o Tomás iria partir de último, hipotecando desde já um bom resultado.
Felizmente, o Tomás não é de deitar a toalha ao chão e tudo iria fazer para recuperar os lugares perdidos.
 
Após o sinal verde, o Tomás começou a sua recuperação, mas quando faltavam 3 voltas para o final e quando já estava em luta pelo 4ª Lugar, um piloto subiu para a traseira do seu kart, acabando aí a sua corrida. Foi inglório o esforço, pois o Tomás com o forte ritmo imposto, acabaria sem grande esforço novamente em 4º. Assim acabou em ultimo…
 
Para a Final 2, o Tomás iria novamente fazer uma corrida de trás para a frente. Desta vez as coisas foram mais difíceis, mas mesmo assim, acabou em 6ª. Mas se a corrida tivesse mais algumas voltas, o Tomás conseguia alcançar o grupo que estava à sua frente na disputa pelo 2ª lugar.
 
“Foi pena a desclassificação no domingo, pois as coisas no sábado correram muito bem. Se não tivesse partido de último nas duas corridas, sei que podia lutar pela vitória. Mesmo assim, estou contente com a minha prestação, pois foram corridas com muitas ultrapassagens e diverti-me imenso.”
 
Resta agradecer a todos que foram apoiar o Tomás, em especial à ART Pro RacingNoorisushiMeritis e AEGA, que tornam este projeto possível.
 
Até Braga…
 
alt
alt

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

MERCEDES TAKES TO THE TRACK AT PAUL RICARD
TESTING PIRELLI’S 2017 WET TYRES

 The first day of the latest Pirelli tyre test has concluded at the Paul Ricard circuit in the south of France, with Mercedes. Pascal Wehrlein drove a mule car, modified to simulate 2017 levels of downforce, in order to test next year’s wider wet tyres.

Conditions remained sunny with ambient temperatures reaching 25 degrees centigrade, as well as some wind that made it quite tricky to maintain a consistent level of water on the track between one run and the next. Nonetheless, Wehrlein already covered 80 laps in the morning, ending the day with a total of 135 laps under his belt.

These tests will continue tomorrow to complete the two-day session, again with Wehrlein at the wheel.

The dimensions for the 2017 wet weather tyres are:
Intermediate: 305/675-13 at the front and 405/675-13 at the back;
Full wet: 305/680-13 at the front and 405/680-13 at the back.

The dimensions for the 2017 slick tyres are 305/670-13 at the front and 405/67-13 at the back.

 

KART NO BRASIL

 

Mundial de Kart: CBA tem aceno positivo do Ministério dos Esportes

Alta  | Web
Circuito Paladino recebeu o Campeonato Brasileiro de Kart deste ano (Divulgação)

Circuito Paladino recebeu o Campeonato Brasileiro de Kart deste ano
(Divulgação)

Após visita ao Circuito Paladino, Leonardo Picciani deu parecer positivo à realização do torneio no Brasil

Na última terça-feira (20) a Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) recebeu o apoio do Ministro do Esporte, Leonardo Picciani, à possível realização do Campeonato Mundial de Kart no Brasil na temporada de 2017.

Em visita ao Kartódromo Circuito Internacional Paladino no início desta semana, o ministro ficou impressionado com o complexo do primeiro kartódromo brasileiro homologado pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) para competições internacionais.

Na apresentação feita pelo presidente da CBA, Cleyton Pinteiro, acompanhado do presidente da Comissão Nacional de Velocidade, Waldner Bernardo, o ministro do Esporte reconheceu a capacidade do País em ter uma competição em nível mundial de kart, e acenou positivamente ao apoio logístico à realização do Campeonato Mundial.

"Tivemos um parecer de forma positiva do ministro do Esporte, e isso é um grande passo. Da nossa parte, posso garantir que podemos fazer um evento de grandes proporções", garante o presidente da CBA.

 

OLIVER GAVIN

 

News and views from Oliver Gavin following COTA and the title battle
The story of the race weekend
  • Oliver Gavin and Corvette Racing teammate Tommy Milner enjoyed a seven-point advantage ahead of Saturday’s (17 September, 2016) Lone Star Le Mans race at Circuit of the Americas (COTA) in Texas
  • A fifth place finish proved to be a solid result for the title leaders as they extend the gap to 11 points ahead of the finale at Petit Le Mans, Road Atlanta
  • Gavin took the first stint from sixth position on the grid before handing over to Milner who had to battle some cockpit issues and handling imbalances to get a fifth place finish.
  • With the championship within reach, the next stop is Road Atlanta and Petit Le Mans
  • Gavin and Milner need a seventh place finish at Petit Le Mans to claim the title.
Gavin says…

A massive result for the championship standings...
“I started sixth, got up to fifth at turn one but around 7-8 laps into the race my car had some brake issues and it was sluggish and slow across the centre of the corners. I let Jan (Magnussen) by to see if he could put some pressure on the #67 (leading championship rival).
 
“Things were then neutralised at the first safety car period and everyone in our class pitted. I handed off to Tommy. The guys at Corvette Racing did a great job and got us out in front of the #67. Tommy then held firm against a tough challenge from the #67 as the two cars came into turn 11 just before the halfway point.
 
“The two cars came together as Milner defended his position. Tommy emerged unscathed while the #67 car lost 12 laps due to damage. Tommy then finished off the race but had to battle with some issues inside the cockpit and intense pressure from the #25.
 
“We came over the line fifth, with some luck on our side, netting some very valuable points for the championship. At this point in the year it’s all about the championship table and you’ll take the points however they come…”
 
The race at COTA and setup changes….

“COTA has been pretty hard on Tommy and I over the last few years. The race weekend was shaping up to be difficult one and the championship lead was in danger of being surrendered. We kept working away at it with the car and our strategy for the race and against the odds we came away with a bigger points lead than before the weekend.
 
“As has been the way all year, Corvette Racing has worked tirelessly to give us the best car possible and we have never given up.”

And so to the big one…. Petit Le Mans at Road Atlanta with Marcel Fassler joining the #4 line-up….
“Petit Le Mans is always a fantastic event but a very tough one to win. We’ve been strong there in the past and the team know the 10-hour race inside out.
 
“We’ve also recently had a two-day test there that went quite well. We are prepared, ready to go and in a positive frame of mind. We’ll be joined again by our good friend and ace enduro driver Marcel Fassler.
 
“He was in COTA this last weekend and it was good to catch up with him. So far this year we’ve done two races together with Marcel - Daytona 24H and Sebring 12H - and won both! Let’s hope we can make it three out of three and finish the season with another win at Petit!”

alt
alt

 

500 KM DE SÃO PAULO

 

MRX #75 garante pole position dos 500 Km de São Paulo

Fernando Fortes, companheiro de Henrique Assunção e Emílio Padron, marcou 1min29s583, garantindo a primeira colocação no grid. Corrida acontece neste domingo, no Velo Città

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
José Curado, Eric Darwich e Eduardo Rímoli
Alta | Web

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
João Lemos, Fábio Escorpioni e Maurinho
Alta | Web

Claudio Kolodziej
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Henrique Assunção, Fernando Fortes e Emílio Padron
Alta | Web

Vinicius Ferraz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Pole dos 500 Km, Emílio Padron venceu prova da Fórmula 1600
Alta | Web

Vinicius Ferraz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Jair Bana e Duda Bana
Alta | Web

Vinicius Ferraz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Ian Ely e Daniel Claudino
Alta | Web

Vinicius Ferraz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Duda Pamplona, Leandro de Almeida e Guilherme Spinelli
Alta | Web

Vinicius Ferraz
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Tiel de Andrade e Franco Pasquale
Alta | Web

O protótipo MRX número 75 conquistou a pole position da 32ª edição dos 500 Km de São Paulo, terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Endurance. Fernando Fortes, companheiro de pilotagem de Henrique Assunção e Emílio Padron, registrou 1min29s583 na melhor de suas voltas no treino classificatório realizado no Velo Città, autódromo localizado em Mogi Guaçu (SP).

A segunda colocação ficou com Jair Bana e Duda Bana, que ficaram a 0s288 do tempo registrado por Fortes. A terceira colocação ficou com Ian Ely e Daniel Claudino, com um MCR. Vencedores das duas primeiras etapas do Brasileiro de Turismo, Tiel de Andrade e Franco Pasquale colocaram o protótipo Tubarão na quarta posição, seguidos pelo MRX de João Lemos, Fábio Escorpioni e Maurinho.

"O final de semana tem sido extremamente feliz e produtivo. A gente fez o segundo tempo no primeiro treino, e depois lideramos todas as atividades, e classificamos com a pole position. A gente imaginava andar na casa de 1min29s, mas 1min29s5 foi lindo", comentou Fortes, logo após a realização da tomada de tempos.

"A expectativa é boa, mas a classificação encerra um ciclo do final de semana. A equipe vai revisar o carro para que ele possa suportar uma corrida de longa duração. A ideia é ter equipamento até o final da corrida, não disputar tanta freada e ultrapassagem, pois isso no Endurance não vale nada. A gente pretende ter um ritmo constante ao longo da prova", completou o piloto.

A 32ª edição dos 500 Km de São Paulo acontece neste domingo, com largada marcada para 13h. Antes disso, às 8h30, será realizado o warm-up.

Confira como ficou o grid de largada dos 500 Km de São Paulo:
1º - (75) Henrique Assunção/Fernando Fortes/Emílio Padron (MRX) - 1min29s583
2º - (35) Jair Bana/Duda Bana - 1min29s871
3º - (71) Ian Ely/Daniel Claudino (MCR) - 1min31s610
4º - (78) Tiel de Andrade/Franco Pasquale (Tubarão) - 1min32s078
5º - (41) João Lemos/Fábio Escorpioni/Maurinho (MRX) - 1min32s234
6º - (80) Alexandre Finardi/Nelson Silva Jr. (MRX) - 1min32s355
7º - (76) Fernando Ohashi/Emílio Padron/Pedro Serrano (Protótipo IR) - 1min33s418
8º - (7) Aldoir Sette/Marcelo Campagnolo/Carlos Brockweld (MRX) - 1min33s906
9º - (32) Mauro Kern/Paulo Souza (Tubarão) - 1min34s420
10º - (3) Cali Crestani/Claudio Ricci - 1min34s633
11º - (15) Duda Pamplona/Guilherme Spinelli/Leandro de Almeida (Mitsubishi Lancer) - 1min35s109
12º - (73) Jorge Machado/Leandro Totti - 1min35s175
13º - (25) Ney Faustini/Ney de Sá Faustini (Cobalt) - 1min35s264
14º - (26) Mário Marcondes/Claudio Leone - 1min35s297
15º - (5) Julio Martini/Marcelo Vianna (Tubarão) - 1min35s327
16º - (31) Paulo Plutarcho/Davi Plutarcho - 1min37s513
17º - (77) Edras Soares/Djalma Fogaça/Francis Piedade (Vectra) - 1min41s036
18º - (64) Henry Visconde/Marcio Basso (BMW) - 1min41s342
19º - (2) Fernando Monis/Heitor Nogueira - 1min43s083
20º - (47) Juarez Soares/Esdras Soares/Edras Soares (Spyder) - 1min43s623
21º - (111) Gustavo Dal Bosco/Fabiano Kratina (Golf) - 1min46s193
22º - (0111) Gustavo Dal Bosco/Fabiano Kratina (Tornado) - 1min46s196
23º - (33) José Tinoco/Vander Penques/Marcelo Karam - 1min46s753
24º - (90) José Curado/Eric Darwich/Eduardo Rímoli (Mercedes) - 1min53s938
25º - (913) Sílvio Zambello/Carlos Estites - 1min56s679

Programação dos 500 Km de São Paulo:
Domingo - 18 de setembro
8h30 - Warm-up - 500 Km
9h20 - Corrida 2 - Fórmula 1600
10h10 - Corrida de Veteranos
11h10 - Corrida 2 - Classic Cup
13h - Largada dos 500 Km de S

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

Malaysian Grand Prix: September 30 – October 2 2016

SELECTED SETS PER DRIVER

 The FIA communicated to Pirelli each team’s tyre choices for the forthcoming Malaysian Grand Prix (Kuala Lumpur, September 30 – October 2).

alt

 

HONCA CRIA NOVO SITE PARA MOTOS

 

Novo Website dedicado ao lançamento dos novos modelos 2017



A Honda estreia, hoje, um novo website de comunicação global “Honda Moto 2017,” para promover o lançamento dos novos modelos de média e alta cilindrada.

Este novo website apresentará, para cada um dos seis novos modelos da gama 2017, um pequeno filme que descreve conceitos e estilos de vida únicos através da interação das personagens e das suas motos.

Com a oferta de diversos estilos de vida, representados por estas novidades, a Honda partilha com todos os amantes do motociclismo as ideias e as sensações especificas sobre os nossos modelos e o prazer de andar de moto.

A partir de hoje este website “Honda Moto 2017” estará disponivel com os filmes 'teasers' dos novos modelos 2017.
Os conteúdos completos serão anunciados nos respectivos dias de Imprensa dos próximos Salões Internacionais, Intermot Colónia (Alemanha) no dia 4 de Outubro, em EICMA Milão (Itália) e em IMS Long Beach (California, USA).

 

NOTICIAS DOS STATES

 

Lucas Oil Racing TV - Next up - five new LIVE streaming events: 3 days of the Lucas Oil ASCS Sprint Car Dirt Series in Wheatland, Missouri, and rounds 13 and 14 of the Lucas Oil Off Road Racing Series at Lake Elsinore, California.

Lucas Oil Racing TV is the first 24/7 On Demand motorsports network - 2000 plus hours of US, national and international racing, car shows, behind the scenes action and live-streaming events online without commercial breaks.

Coming this week:

September 22 - LIVE: 8:30pm ET
Night 1. Lucas Oil ASCS Sprint Car Dirt Series - the Jesse Hockett / Daniel McMillin Memorial, (Sept. 22-24) has expanded to three days, including the $10,000-to-win Saturday night feature at Lucas Oil Speedway - Wheatland, MO

September 23 - LIVE: 10:30pm ET
Lucas Oil Off Road Racing Series - Round 13
Lake Elsinore Motorsports Park - Lake Elsinore, CA. Pro 2, Pro 4, Pro Buggy and Pro Lite return to the high flying track where all are locked in tight championship point battles.

September 23 - LIVE 8:30pm ET
Night 2 - Lucas Oil ASCS Sprint Car Dirt Series - Jesse Hockett / Daniel McMillin Memorial at Lucas Oil Speedway - Wheatland MO.


September 24 - LIVE 10:30pm ET
Lucas Oil Off Road Racing Series - Round 14
Lake Elsinore Motorsports Park - Lake Elsinore, CA. See Pro 2's 3-time champion Carl Renezeder go head-to-head with defending champ Kyle LeDuc, and Pro 4's Rob MacCachren as he seeks to retain his points lead.

September 24 - LIVE 7:30pm ET
Night 3. Lucas Oil ASCS Sprint Car Dirt Series - Jesse Hockett / Daniel McMillin Memorial - The $10,000-to-win Saturday night feature is also part of a new $50,000 ASCS Triple Crown bonus. Lucas Oil Speedway - Wheatland, MO

If you are unable to watch a race live, all live races will be available for replay after an event... usually within 24 hours. Please check back regularly for schedule updates. We are always adding new content and will also be adding to our live event offering throughout the season.

 

PEDRO LAMY EM DESTAQUE NOS ESTADOS UNIDOS

 

Campeonato do Mundo de Resistência

Lamy com grande vitória nos EUA

 

 

Pedro Lamy conquistou esta noite mais uma grande vitória no Campeonato do Mundo de Resistência (FIA WEC), desta feita em Austin, nos EUA. O piloto português e os seus companheiros de equipa da Aston Martin Racing, Mathias Lauda e Paul Dalla Lana, depois de terem dominado por completo a categoria GTE Am, subiram ao lugar mais alto do pódio nas 6 Horas do Circuito das Américas.

 

Depois de ter conquistado a Pole-Position para a prova americana, o trio da equipa oficial da Aston Martin realizou uma excelente prova e cruzou a linha de chegada com mais de 1 minuto de vantagem para o segunda classificado da categoria GTE Am. “Foi um excelente resultado para a equipa. Desta vez tudo correu da melhor forma. Estivemos sempre muito rápidos e consistentes ao longo de toda a corrida o que nos permitiu subir ao lugar mais alto do pódio. Para a Aston Martin Racing foi um excelente fim-de-semana, pois venceu ambas as classes dos GTs (GTE Am e Pro)”, referiu o piloto português que, esta temporada, conta já com três vitórias e um 2º lugar no Mundial.

 

A próxima prova do Campeonato do Mundo de Resistência disputa-se no Japão a 16 de Outubro.Lamy2 Copy

 

WTCC CHINA

 

LADA SPORT ROSNEFT hopes to find more speed in WTCC Race of China


LADA SPORT ROSNEFT is determined to re-establish itself as a frontrunner as the FIA World Touring Car Championship (WTCC) takes a trip to the Shanghai International Circuit (SIC) in China (24-25 September).

That LADA SPORT and drivers Nicky Catsburg, Gabriele Tarquini and Hugo Valente were underwhelmed by points finishes in the latest instalment of the WTCC in Japan is telling of the team’s ambitions. 

The LADA SPORT trophy cabinet is brimming with silverware accumulated during the first half of the 2016 season, but top three results have eluded the Russian manufacturer squad since the resumption of racing in Argentina and Japan following the summer break.

The WTCC continues its tour of the Far East with the Race of China at the Shanghai International Circuit, which is characterised by its long back straight and tight hairpin that helps to guarantee great overtaking action.

LADA SPORT hopes to rekindle its early season success at the Formula 1 Chinese Grand Prix venue, where Catsburg notably achieved a season’s best third in qualifying before racing to fourth, as Tarquini battled to second in 2015. 

The LADA Vesta TC1s will be the lightest they have been for some time in Shanghai. Following a sensational one-two result in Russia, the ROSNEFT-liveried cars were saddled with as much as 70kgs of success ballast, but some weight has been lifted and spirits are high ahead of the WTCC’s annual visit to China. 

Catsburg said: “I like the Shanghai International Circuit very much. Last year I had one of my best qualifying results there – I was third in qualifying and then raced to P4 in the race – but it’s a great track for racing thanks to a massively long straight and a really big braking zone where you can gain or lose a lot of time and also a lot of positions. 
“The weight of our car was a little bit biased by what happened in Russia, where we won, but, having gone down quite a lot we should be able to fight for podiums again. I’m seventh in the championship and I’m still pretty close to the top five. That’s the target.”

Tarquini, who finished second in Race 2 in 2015, said: “The Shanghai International Circuit is good for us, as the LADA Vesta has improved a lot in terms of traction and this is a track where traction and speed are very important. We must concentrate on qualifying, as the starting positions mean a lot. In terms of speed, this track is similar to Monza. I really like fast circuits that give opportunities for the drivers to push their cars to the maximum.”  

Valente added: “Shanghai International Circuit is one of the best on the WTCC calendar for its layout and infrastructure. We expect much better performances there with less ballast on-board our LADA Vestas, and that’s the positive thing. I’m really looking forward to this race!”

LADA SPORT ROSNEFT is a racing team, participating in the World Touring Car Championship since 2015 with specially designed LADA Vesta WTCC cars. The General Sponsor of the team is a global energy company Rosneft. Supporting the Russian team in the World Championship, Rosneft together with the leader of the Russian automotive industry – LADA – joined their efforts to promote Russian brands at the world markets. 

alt

 

JP FONTES EM MORTÁGUA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE RALIS 2016/RALI DE MORTÁGUA -1ª Etapa

 

JOSÉ PEDRO FONTES/INÊS TERMINAM PRIMEIRO DIA NO 2º LUGAR

 

• A dupla José Pedro Fontes/Inês Ponte ocupa o 2º lugar da prova, com somente 1 segundo de atraso para a equipa mais rápida no final do primeiro dia do Rali de Mortágua, 6ª prova do Campeonato Nacional de Ralis.

 

• A dupla da equipa Citroën Vodafone Team venceu a PEC2, Mortágua 2, depois de ter sido segunda na primeira passagem pela mesma classificativa, que abriu o percurso competitivo do Rali organizado pelo Clube Automóvel do Centro (CAC). Já de noite terminaram a curta Super-Especial traçada nas ruas da cidade com o 7º melhor tempo, cedendo escassos 40 centésimos de segundo para a principal dupla adversária.

 

• José Pedro Fontes vai agora procurar manter um ritmo aceso, no segundo e último dia, por forma a assumir o comando da prova, buscando mais um triunfo nesta temporada e, dessa forma, dilatar a sua vantagem na liderança do CNR. O Campeonato Nacional de Ralis prossegue este fim-de-semana, com a realização do Rali de Mortágua, que hoje cumpriu o primeiro de dois dias de um percurso que utiliza algumas dos mais emocionantes estradas de terra da região centro. A prova organizada pelos homens do Clube Automóvel do Centro (CAC) tem a dupla da Citroën Vodafone Team, formada por José Pedro Fontes e Inês Ponte na 2ª posição da classificação geral, a apenas 1s da líderança. Seguindo o programa estabelecido desde o arranque da presente temporada, a Citroën Vodafone Team alinha nesta 6ª prova do Campeonato Nacional de Ralis com o apoio da Citroën e da Vodafone como patrocinador principal, o R5 ostenta ainda as cores da Milaneza, ExpressGlass, LG e Total, entidades parceiras deste projeto. «Foi um primeiro dia calmo, sem correr grandes riscos, nomeadamente na super-especial, onde os eventuais erros se pagam caros. O carro está fantástico pelo que amanhã iremos atacar, adaptando o ritmo em função do desenrolar da prova, naturalmente que a lutar pela vitória, mas a pensar nos pontos para o campeonato» esclareceu José Pedro Fontes, a propósito da sua prestação no Rali de Mortágua, no final deste primeiro dia da prova. Um dia em que o piloto do Citroën DS3 R5 com o nº 1 foi o mais rápido na PEC2, Mortágua 2, depois de ter aberto as hostilidades com o 2º melhor tempo na primeira passagem por aquela classificativa. Na Super-Especial, sem arriscar e com um andamento cauteloso, efetuou o 7º melhor tempo, cedendo, assim, a líderança da prova, embora não se arredando do caminho para a vitória. Amanhã, sábado, os concorrentes terão na ementa mais seis PEC, repartidas por duplas passagens pelas classificativas de Tojeira, Rigueiras e Montebelo/Aguieira, esta última a mais longa da prova, com 23,20 km e que inaugura a derradeira Secção do rali, já depois da pausa para o almoço. O Rali de Mortágua encerrará com a cerimónia do pódio, a partir das 18h00, na Câmara Municipal de Mortágua, durante a qual serão entregues os prémios aos pilotos concorrentes. CLASSIFICAÇÃO GERAL APÓS O 1º DIA: Sexta-feira, 16 de Setembro 1º Pedro Meireles / Mário Castro (Skoda Fabia R5), 21m21,10s; 2º José Pedro Fontes / Inês Ponte (Citroën DS 3 R5), a 1s; 3º Miguel Barbosa / Miguel Ramalho (Skoda Fabia R5), a 4,3s; 4º João Barros / Jorge Henriques (Ford Fiesta R5), a 11,3s; 5º Carlos Vieira / Jorge Carvalho (Citroën DS 3 R 5), a 22,6s. 

 

 

CAMPEONATO NACIONAL DE RALIS 2016/RALI DE MORTÁGUA

 

CVT MORTAGUA1_CopyCVT MORTAGUA2_CopyCVT MORTAGUA3_CopyCVT MORTAGUA4_Copy- Final JOSÉ PEDRO FONTES/INÊS PONTE NO PÓDIO APÓS GRANDE LUTA PELA VITÓRIA • José Pedro Fontes e Inês Ponte terminaram no 2º lugar o Rali de Mortágua, a sexta prova do Campeonato Nacional de Ralis. • A dupla da equipa Citroën Vodafone Team tudo tentou neste segundo dia da prova organizada pelos homens do Clube Automóvel do Centro (CAC) para suplantar os seus adversários. Mas, apesar do forte andamento imposto, tal tarefa revelou-se impossível. • Com este resultado, José Pedro Fontes viu encurtar a sua vantagem para os seus principais perseguidores, sendo agora de 26 pontos, quando faltam ainda disputar duas provas – Ralis Casino de Espinho e Casinos do Algarve - para terminar a temporada de 2016 do Campeonato Nacional de Ralis, mantendo todas as aspirações à revalidação dos títulos de Campeões Nacionais de Ralis de Pilotos e Navegadores. O Nacional de Ralis prosseguiu este fim-de-semana, com a realização do Rali de Mortágua, como habitualmente organizado pelos homens do Clube Automóvel do Centro (CAC), prova que, no final da derradeira das 9 PEC da prova, garantiu à dupla do Citroën DS 3 R5 da Citroën Vodafone Team nº 1, formada por José Pedro Fontes e Inês Ponte, um valioso 2º lugar final. Seguindo o programa estabelecido desde o arranque da presente temporada, o Citroën Vodafone Team, a dupla Fontes e Ponte alinhou nesta sexta prova do CNR, num programa que, recorde-se, é apoiado pela Milaneza, ExpressGlass, LG e Total, entidades parceiras deste projeto. «Fizemos o que estava ao nosso alcance, mas desta vez não conseguimos vencer. Parabéns ao Pedro Meireles e ao Mario Castro pelo excelente rali e pela vitória. Seja como for, este foi um bom resultado em termos de campeonato. Somámos mais 21 pontos e continuamos na frente. Agora vamos começar a preparar o Rali Casino de Espinho onde queremos, obviamente, regressar aos triunfos.» esclareceu José Pedro Fontes, a propósito da sua prestação no Rali de Mortágua, no final do segundo e último dia da prova. Um dia em que o piloto foi o 3º mais rápido na PEC4, Tojeira 1, que abriu a parte competitiva nesta derradeira jornada, perdendo mais algum tempo na PEC seguinte (Rigueiras 1), onde foi apenas 5º. Vingou-se depois na segunda passagem por Tojeira, que antecedeu a pausa para almoço, onde foi o mais rápido, ganhando mais de 7s ao líder da prova e ficando a apenas 10s da liderança da prova. A segunda e última Secção do Rali de Mortágua iniciou-se com o troço de Montebelo/Aguiera (23,20 km) onde José Pedro Fontes foi o 2º mais rápido, cedendo cerca de 5s ao líder da prova e ficando a 15,1s do comando. Na PEC seguinte, Rigueiras 2, a 8ª e penúltima deste Rali de Mortágua, o piloto que defende as cores da Citroën e da Vodafone voltou a ganhar terreno ao líder, iniciando a repetição de Montebelo/Aguieira com um fosso de 13,5s para Meireles, piloto que reforçaria a sua liderança, deixando assim Fontes no 2º lugar, piloto que nunca baixou os braços e tudo fez para conseguir garantir mais um triunfo nesta temporada. CLASSIFICAÇÃO FINAL: 1º Pedro Meireles / Mário Castro (Skoda Fabia R5), 1h31m00,90s; 2º José Pedro Fontes / Inês Ponte (Citroën DS 3 R5), a 31,5s; 3º Miguel Barbosa / Miguel Ramalho (Skoda Fabia R5), a 1m16,4s; 4º Carlos Martins / Daniel Amaral (Citroën DS 3 R5), a 2m42,1s; 5º João Barros / Jorge Henriques (Ford Fiesta R5), a 3m10,8s. CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO NACIONAL DE RALIS (após 6 provas) 1º José Pedro Fontes, 141 pontos; 2º Pedro Meireles, 115; 3º Miguel Campos, 71; 4º Miguel Barbosa, 69,75; 5º João Barros, 53,75.

 

HONDA CONFIRMA

 

Honda confirma a produção da nova “X-ADV”

·        Moto de nova geração que combina a atracção de um modelo “Adventure” com performances e funcionalidades muito abrangentes
·        Apresentação ao público no Salão EICMA de Milão em Novembro de 2016
view 1_Copy

 

NOVO MERCEDES

 

Novo Mercedes-Benz Classe E All-Terrain

 

 

Das estradas de terra batida aos terrenos mais rochosos ou ainda às estradas sinuosas cobertas de neve – o novo Classe E All-Terrain percorre facilmente caminhos nos quais os modelos convencionais station acabam sempre por desistir, graças à maior distância ao solo, às rodas de maiores dimensões e ao sistema de tração integral 4MATIC equipado de série. Também causa boa impressão graças ao seu visual atraente com as extensões dos guarda-lamas e a grelha do radiador com estilo SUV. O Classe E All-Terrain irá celebrar a sua estreia mundial no Paris Motor Show 2016. O lançamento de mercado irá ocorrer na primavera de 2017. Graças aos elementos estéticos com um visual todo-o-terreno, o All-Terrain evidencia uma aparência forte e robusta que também o distingue das stations clássicas. O dinamismo e o luxo combinam com uma superioridade que não deixa dúvidas quanto ao estatuto deste modelo e seguem o atual idioma de design. O All-Terrain é mais um embaixador da filosofia de design de pureza sensual da Mercedes-Benz que define o luxo moderno. A característica mais marcante da atraente dianteira é a grelha de duas lamelas estilo SUV, com uma estrela integrada ao centro. As lamelas têm um acabamento prateado. O distintivo para-choques dianteiro e o painel de proteção inferior cromado também contribuem para a aparência robusta. A secção superior do para-choques dianteiro é pintada na cor da carroçaria, enquanto a secção inferior tem acabamento em plástico preto. Na vista lateral, as extensões dos guarda-lamas com acabamento em preto são uma característica distintiva que destaca o carácter todo-o-terreno do modelo. Isto também se aplica às saias laterais cuja cor de acabamento é idêntica e inclui uma faixa cromada de revestimento. Devido às suas grandes dimensões, os três modelos de jantes de liga leve de 19 e 20 polegadas conferem ao veículo uma aparência de segurança, permitindo uma maior distância ao solo e aumentando o conforto em caminhos de piso irregular. O All-Terrain também está equipado com um para-choques traseiro tripartido e específico deste modelo, com a secção superior pintada na cor da carroçaria e a secção inferior com acabamento em plástico preto. As características do interior incluem componentes de revestimento em alumínio com acabamento semelhante a carbono, pedais desportivos em aço inoxidável e tapetes com inscrição All-Terrain. O All-Terrain está disponível com a linha de equipamento interior AVANTGARDE como equipamento de série, enquanto as linhas de equipamento EXCLUSIVE e designo estão disponíveis como opção. O novo modelo está equipado de série com todas as soluções inteligentes do compartimento de bagagens do Classe E Station, tais como a posição de carga do banco traseiro e o rebatimento repartido do banco na proporção de 40:20:40. Estão ainda disponíveis todas as inovações do Classe E relativas à segurança, conforto e tecnologia. O All-Terrain será lançado na versão E 220 d 4MATIC (143 kW/194 CV) com o recémdesenvolvido motor Diesel de quatro cilindros. Brevemente, após o lançamento, seguirse-á uma versão equipada com um motor Diesel de seis cilindros. Ambos os modelos serão equipados de série com a nova caixa de nove velocidades automática 9G-TRONIC. O All-Terrain está equipado de série com o sistema DYNAMIC SELECT. Este permite selecionar cinco programas de condução com diferentes características de comportamento do motor, da caixa de velocidades, do ESP® e da direção. O programa de condução All-Terrain é uma função específica deste modelo que foi adotada do GLE e permite configurar o veículo para uma condução em pisos todo-o-terreno. A configuração ainda mais confortável da suspensão e as jantes de grandes dimensões,16C728 37_Copy16C728 39_Copy aumentam significativamente o conforto de condução em estradas de piso irregular comparativamente ao Classe E. Até uma velocidade de 35 km/h, ao selecionar o DYNAMIC SELECT All-Terrain, com o interruptor de programas de condução, o chassis é elevado através da suspensão pneumática AIR BODY CONTROL equipada de série em cerca de +20 mm. Os limites de atuação do sistema ESP®, do controlo ativo de estabilidade e do controlo de tração (ASR), são ajustados em conformidade. Este programa de condução inclui um indicador especial no ecrã do painel de instrumentos do veículo. A informação indicada inclui ainda o ângulo da direção, a altura do veículo (posição da suspensão pneumática), o declive, o ângulo de inclinação, a posição do pedal do acelerador, a posição do pedal dos travões e uma bússola. Graças à suspensão pneumática, é possível obter três níveis de altura que variam entre os 0 e os +35 mm. Independentemente do programa de condução, a altura máxima do chassis também pode ser selecionada manualmente com o botão de seleção da altura na consola central. O Classe E All-Terrain tem uma altura superior ao Classe E Station em cerca de 29 milímetros – 14 mm devido aos pneus com uma maior perfil e 15 mm devido à altura normal da suspensão pneumática. A altura ao solo varia entre os 121 e os 156 mm

 

COMVAL RACING EM JEREZ

 

SINGLE SEATERS EM JEREZ

 

 

COMVAL RACING


COMVAL1 Copy

COMVAL2 CopyPresente com dois carros, um para Diogo Sousa e outro para Luciano Carvalho, num fim de semana pleno de diferentes situações que colocaram à prova a eficiência da Comval Racing que respondeu de forma convincente.

Assim Diogo Sousa acabaria por obter um 6º e um 3º lugar, e Luciano Carvalho  um 5º  e uma desistência. No final do evento a equipa descreveu-nos a jornada de Jerez “ teve um pouco de tudo..! Na primeira corrida o Diogo Sousa podia ter feito uma melhor classificação, mas o motor de arranque não funcionou na saida para a volta de formação e assim foi obrigado a partir da linha das boxes. Conseguiu recuperar de forma notável, vendo a bandeira de xadrez na 6ª posição, atrás do seu colega de equipa Luciano Carvalho que tinha saido do ultimo lugar da grelha. Fora este detalhe técnico, foi uma excelente corrida para a nossa equipa. Para a segunda corrida, o Diogo Sousa volta a preconizar outra corrida fabulosa, cortando a linha de chegada na terceira posição, mantendo assim as aspirações na luta pelo titulo. Pior sorte teve o Luciano Carvalho pois foi obrigado a renunciar quando discutia a segunda posição fruto de problemas mecânicos. Foi pena pois estava com um excelente andamento, mostrando que no tempo em que esteve parado não esqueceu nada, e continua bastante competitivo“, disse-nos.

 

NOVO HONDA CIVIC

view Copy 

Novo HONDA CIVIC 5P hatchback 2017
A décima geração do Honda Civic é completamente nova e representa um passo significativo em frente no segmento C, recolhendo vantagens do maior programa de desenvolvimento, de um só modelo, de toda a história da empresa. O modelo será apresentado ao público no próximo Salão de Paris e chegará ao mercado nacional no início de 2017.

Para muitos clientes europeus o Civic é sinónimo da marca Honda, pelo que a equipa de desenvolvimento definiu como objectivo o rejuvenescimento dinâmico do Civic. Este objectivo exigiu novas formas de pensar e novas abordagens à construção da carroçaria, à componente aerodinâmica do veículo e ao design do chassis.

Honrando as suas 4 décadas de herança, o Civic mantém-se um automóvel fiel ao conceito original de "um carro para todos, um automóvel para o mundo" que sempre patenteou este modelo. É um "casamento" entre design distinto, carácter desportivo elegante e versatilidade prática – com um foco renovado numa condução dinâmica e recompensadora.
 

 

NOVOS PROGRAMAS NO HISTÓRIA

 

HISTÓRIA estreia especial MEU CARRO PERFEITO

  •  Os maiores especialistas na compra de automóveis clássicos entretêm os telespectadores com as suas viagens em busca das viaturas ideais, nomeadamente nas visitas às oficinas de restauração, aos parques automóveis e garagens. Tudo para nos apresentar as coleções mais raras e improváveis de sempre!

 

 

O canal HISTÓRIA estreia a partir do dia 4 de outubro, pelas 22h45MEU CARRO PERFEITO.

 

A série acompanha indivíduos que procuram e compram carros de sonho personalizados ou clássicos. Em cada episódio, o comprador auxiliado por um amigo ou familiar, tem de se decidir entre três carros fantásticos, acabando por optar finalmente por um antes de partirem em viagem, no final do episódio. Nesta busca, visitam oficinas de restauração, parques automóveis e garagens, apresentando-nos as coleções de carros mais invulgares de sempre.

 

À medida que o vendedor tenta “vender” o seu peixe, ficamos a saber mais sobre a história única e as especificidades técnicas de cada carro. A seguir, à medida que o comprador experimenta o carro num pequeno teste de condução, partilhamos o entusiasmo e a decisão de comprar um carro de sonho.

 

EM OUTUBRO…

 

VELOCIDADE FURIOSA

Dallas Choat de Albion, no Nebraska, anda à caça de um novo veículo para circular pela cidade em grande estilo. Perante uma decisão tão difícil, ele “acelera” para testar três carros potentes. Primeiro, Dallas até queima pneu num Mustang Fastback e ’67, a seguir um Trans Am de ’79 deixa-o atordoado antes de um Chevelle Super Sport de ’67 o ter deixado a salivar pelo belo estilo clássico e grande motor. Qual será o carro escolhido?

Terça-feira 4, 22h45

 

DIAS DE GLÓRIA

John Dishong é um solitário que quer recuperar a juventude com um carro do seu passado. Primeiro, um Dodge Dart de ’74 é a escolha perfeita em termos de preço, a seguir um Buick Elektra de ’70 traz-lhe alguma nostalgia e, por último, um Mustang Fastback de ’68 reaviva algumas memórias de John. Com três concorrentes de peso, qual será o carro que John escolhe para reviver os seus dias de glória?

Terça-feira 4, 23h05

 

A QUEIMAR BORRACHA

Sonny Recla é um bombeiro de Dallas com uma verdadeira paixão por carros clássicos, e agora anda à procura de um veículo novo para se passear pela cidade. Nesta busca, Sonny testa um maravilhoso mas compacto Ford Thunderbird de ‘55, um Oldsmobile Hurst de ’75 com muita potência e um espetacular Chevy Impala de ‘64. Com três grandes bombas à escolha, Sonny tem uma decisão difícil entre mãos.

Terça-feira 11, 22h45

 

ALTOS E BAIXOS

Luis Mendoza preparou e tratou de carros rebaixados durante anos, mas nunca teve um. Contudo, isso está prestes a mudar, se ele conseguir escolher onde vai gastar as poupanças que tanto lhe custaram a amealhar. Primeiro, um icónico Cadillac DeVille descapotável de ’71 obriga Luis a reconsiderar a sua escolha. A seguir, um Chevy Fleetline de 1948 conquista o olhar de Luis e ele percebe que aquilo é “a bomba”. Finalmente, um El Camino de 1960 com hidráulica total deixa Luis a sonhar com um sereno “rasteirinho”.

Terça-feira 11, 23h05

 

ESCOLHA CONSENSUAL

Jim Bussell e o filho Chance têm uma necessidade constante de velocidade. Embora andem à caça de um carro com que os dois se identifiquem, vão ver um raro Barracuda de ’72 que pode ser um pouco “abusivo” para a carteira do Jim, um Nova de 1970 com traços surpreendentemente modernos e um rebaixado Camaro de ’72 que anda tão bem como a aparência que tem. Cabe a Jim decidir qual destes carros de sonho passará a fazer parte da família.

Terça-feira 18, 22h45

 

 

RECOMEÇO DE VIDA

O ex-guarda prisional Mark Piland que começar a desfrutar da sua reforma em grande estilo, realizando um dos objetivos que consta da sua “lista de desejos”: ter um descapotável clássico. Em primeiro lugar, Mark aprecia um Pontiac LeMans de ’66 com um potente motor V8; a seguir, um Mercury Cougar de ’71 que traz belas recordações à esposa de Mark e, finalmente, um Chevy Impala de ’65 que tem tudo o que ele procura num carro. Mas será que Mark consegue encontrar um carro que ponha o coração dele e da mulher a bater a cem à hora, nesta nova vida que querem começar?

Terça-feira 18, 23h05

 

RECOMPENSA PARA O BUICK

Tim Sweely é fanático inveterado por Buicks que conseguiu finalmente poupar o suficiente para comprar um dos seus carros de sonho. A procura do Buick perfeito põe-no atrás do volante de um luxuoso Buick Super de ’59, um elegante descapotável Buick Wildcat de ’65 e um potente Buick Skylark de ’69. Com estes três Buicks únicos à disposição, Tim tem de escolher o que mais satisfaz a sua paixão.

Terça-feira 25, 22h45

 

ESPECIAL PARA CASAIS

Donald e Cora Durbin são uns pais ocupados com quatro crianças pequenas, por isso, andam à procura de um carro clássico para tornar as suas raras noites a sós ainda mais especiais. Nesta busca, o casal vê um exclusivo Studebaker GT Hawk de ’63, um clássico descapotável Chrysler Windsor de ’48 e um luxuoso Lincoln Continental de ’68. Com três escolhas muito distintas, qual será o carro que o casal irá escolher para as suas noitadas?

Terça-feira 25, 23h05

 

 

HISTÓRIA

O HISTÓRIA emite as produções internacionais mais prestigiosas e apaixonantes da televisão como “World Wars”, “A Humanidade”, “O preço da História”, “Alienígenas”, e aposta na melhor produção própria com séries como “Espanha, Ensaio de uma Guerra” e “Templários”. Um canal de referência que explora os feitos que transformam o mundo e aproxima o espectador da História. Uma forma de humanizar o passado, refletir o presente e iluminar o futuro.

Produzido por The History Channel Iberia, uma joint-venture entre a AMC International-Iberia e a A+E Networks, o HISTÓRIA é uma marca de prestígio internacional que está disponível em mais de 160 países e que chega a mais de 330 milhões de espectadores em todo o mundo. O canal é distribuído em Portugal na Meo, NOS, Cabovisão e Vodafone.Mi coche_perfecto_001_br_Copy

 

HAAS NO G.P. DA HUNGRIA

Grande Prémio de Singapura: Resumo da Corrida

 

 

alt

Evento:  Grande Prémio de Singapura (15º round de 21)

Data:  Domingo, 18 de Setembro

Local:  Marina Bay Street Circuit

Layout:  5,065 quilómetros, circuito de 23 curvas

Condições Climatéricas:  30ºC

Vencedor:  Nico Rosberg da Mercedes

Haas F1 Team:

Esteban Gutiérrez – arrancou de 13º, terminou em 11º (completou 60 das 61 voltas)

Romain Grosjean – Não alinhou (travões)

 

 

Esteban Gutiérrez foi o único representante da Haas F1 Team no Grande Prémio de Singapura, que se disputou esta noite no Marina Bay Street Circuit, uma vez que o seu colega de equipa, Romain Grosjean, não pôde iniciar a corrida de sessenta e uma voltas ao circuito de 5,065 quilómetros e vinte e três curvas devido a uma dificuldade com o sistema brake-by-wire.


Gutiérrez carregou o estandarte da Haas F1 Team a partir do décimo terceiro lugar entre o plantel de vinte um carros. Equipado com pneus Pirelli P Zero Roxo/Supermacio, Gutiérrez evitou com sucesso o arranque caótico, que enviou o Force India de Nico Hulkenberg com violência contra os muros, depois de um contacto com o Toro Rosso de Carlos Sainz Jr. Gutiérrez manteve-se em pista durante a situação de Safety-Car e quando a prova foi reiniciada, estava no décimo segundo lugar a pressionar o décimo primeiro classificado, o Sauber de Marcus Ericsson.


Quando o ciclo de paragens nas boxes com bandeira verde começou, Gutiérrez chegou a estar no quinto lugar, antes de realizar a sua troca de pneus, quando estavam completadas dezanove voltas, montando um jogo de borrachas ultramacias. A passagem pelas boxes colocou Gutiérrez no décimo terceiro posto, passando a concentrar-se no décimo segundo lugar de Sainz.


Quando outro ciclo de paragens nas boxes começou, Gutiérrez passou brevemente pelos dez primeiros, na vigésima nona volta, onde permaneceu até à trigésima terceira, quando o Red Bull de Max Verstappen o ultrapassou, relegando-o para o décimo primeiro posto.


A última paragem nas boxes de Gutiérrez foi realizada na trigésima sexta volta, pouco depois do piloto da Williams, Felipe Massa, ter alcançado a décima primeira posição. O piloto mexicano trocou os pneus ultramacios por um jogo de pneumáticos usados Pirelli P Zero Amarelo/Macio, que levariam Gutiérrez até ao final.


A paragem nas boxes colocou Gutiérrez no décimo terceiro lugar, quando estavam por cumprir vinte e cinco voltas, tendo à sua frente, a pouco mais de nove segundos, Sainz. Gutiérrez começou a recuperar metodicamente face a Sainz, reduzindo a diferença para menos de um segundo quando estavam realizadas quarenta e sete voltas. Sainz efectuou a sua última paragem nas boxes na quadragésima oitava volta, o que, combinado com o pit-stop de Massa, promoveu Gutiérrez ao décimo primeiro posto, quando faltavam treze voltas para a bandeirada de xadrez. Gutiérrez manteve o lugar até final, colhendo o seu quinto décimo primeiro lugar da temporada.


Para além do vencedor, a pessoa mais feliz por ver a bandeirada de xadrez do Grande Prémio de Singapura foi Grosjean. Foi um fim-de-semana incrivelmente frustrante para o piloto veterano. Dificuldades técnicas impediram-no de realizar qualquer volta com significado na primeira sessão de treinos-livres de sexta-feira. Um pião, quando estavam realizados quarenta e cinco minutos da segunda sessão, terminou a sua passagem pela pista prematuramente, dado que a asa traseira, o fundo plano e a suspensão traseira ficaram danificados. Um segundo pião durante a qualificação, no sábado, danificou a caixa de velocidades, o que obrigou à sua substituição, incorrendo numa penalização de cinco lugares na grelha de partida. O vigésimo posto na grelha de partida provou ser irrelevante, dado que um problema no sistema brake-by-wire significou a impossibilidade de alinhar para a volta de aquecimento. Quando foi verificado que o problema não poderia ser resolvido em tempo útil, a corrida de Grosjean terminou antes de começar.


Com quinze das vinte e uma etapas previstas concluídas, a Haas F1 Team permanece no oitavo lugar do Campeonato de Construtores com vinte e oito pontos. A sétima classificada, a Toro Rosso, aumentou a sua vantagem para a equipa americana para dezanove pontos, uma vez que Daniil Kvyat terminou no nono posto, ao passo que a Renault diminuiu a sua desvantagem para a Haas F1 Team para vinte e um pontos, graças à décima posição de Kevin Magnussen.


O piloto da Mercedes, Nico Rosberg, venceu o Grande Prémio de Singapura, depois de arrancar da pole-position, batendo Daniel Ricciardo, da Red Bull, por 0,488s. Foi a vigésima segunda vitória de Rosberg na Fórmula 1, a oitava da temporada e sua primeira em Singapura. Com o terceiro lugar do colega de equipa de Rosberg, Lewis Hamilton, a terceira vitória consecutiva de Rosberg permitiu-lhe ascender ao comando do Campeonato de Pilotos, depois de ter chegado a Singapura a dois pontos de Hamilton, agora com uma vantagem de oito, quando faltam seis Grandes Prémios para terminar a temporada de 2016 do Campeonato do Mundo de Fórmula 1. O próximo evento, o Grande Prémio da Malásia, disputa-se dentro de duas semanas, a 2 de Outubro, no circuito de Sepang, em Kuala Lumpur.



“Honestamente, não há muito a dizer. Fiquei sem brake-by-wire e não podia competir dessa forma. Não sei o que aconteceu. Tenho pena pela rapaziada. Deram o melhor deles em condições muito difíceis. Foi duro para todos. Depois de falhar a primeira sessão de treinos-livres sabíamos que seria muito difícil. Agora temos que trabalhar para ir para a Malásia, conseguir a melhor afinação, montar as evoluções, verificar como tudo funciona e esperar um fim-de-semana melhor. Adoro a corrida de Singapura e adoro o desafio, mas este não foi o nosso fim-de-semana.”



“Não foi uma corrida fácil, mas penso que fomos muito consistentes ao longo de todo o fim-de-semana. É esta consistência que nos está a ajudar a compreender e a trabalhar nos detalhes e a evoluir. Perdi algum tempo no arranque e para recuperar em pista foi muito difícil. Ao tentar dar o máximo com os pneus, sobreaqueci-os e acabaram por perder eficácia no final do stint. No entanto, terminámos em décimo primeiro, mais uma vez, muito perto dos pontos. Temos que nos manter optimistas e evoluir. Estou orgulhoso dos mecânicos. Trabalharam muito bem juntos. Ainda assim, não foi um fim-de-semana fácil. Acredito que na Malásia será melhor e teremos um melhor entendimento do carro, o que nos ajudará a atacar os lugares da frente.”



“O Esteban realizou um bom trabalho, hoje. Terminou, uma vez mais, no décimo primeiro lugar. Quase estou cansado de o dizer, mas é o que é. Queremos sempre que as coisas sejam melhores, mas estamos na luta e terminámos no décimo primeiro lugar. O Esteban realizou um bom trabalho ao longo do fim-de-semana e é preciso dar-lhe os parabéns. O Romain, bem, penso que está satisfeito por o fim-de-semana ter terminado e por poder concentrar-se na próxima prova. O seu fim-de-semana começou mal e acabou ainda pior, ao não alinhar sequer na corrida, devido a um problema no brake-by-wire. Estamos ainda a investigar porque aconteceu na volta em que seguia para a grelha de partida. Penso que para ele, a única coisa que se segue é andar para a frente e o Esteban continua a evoluir. Agora temos que nos preparar para a Malásia.”

 

O décimo sexto round do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 de 2016 é o Grande Prémio da Malásia, que se disputa no Sepang Circuit. Os treinos-livres iniciam-se no dia 30 de Setembro, seguindo-se a qualificação a 1 de Outubro e a corrida a 2.

 

-HaasF1Team-

 

 

Sobre a Haas Automation

A Haas Automation, Inc. é o construtor de máquinas CNC líder na América. Fundada em 1983 por Gene Haas, a Haas Automation constrói uma linha completa de centro de maquinação verticais e horizontais, centros basculantes, mesas rotativas, etc. Todos os produtos da Haas são construídos na fábrica de 93.000m2 da empresa, sediada em Oxnard, Califórnia, e distribuídas através de uma rede mundial de Haas Factory Outlets que fornecem à indústria os melhor serviço de venda, serviços e apoio, enquanto oferece uma relação custo/performance sem paralelo. Para mais informação visitar www.HaasCNC.com.

Sobre a Haas Factory Outlet - Portugal

A Haas Automation, Inc está representada em Portugal através da Haas Factory Outlet – Portugal. Um empresa situada nos arredores do Porto, perto do Aeroporto Francisco Sá Carneiro. Desta forma, pode aceder aos produtos da Haas Automation e todos os seus serviços. Para mais informação visitar haasportugal.com/ou facebook.com/haasportugal.

 

STOCK CAR - BRASIL

 

Guia rápido de Londrina

Se você é como Lucas Foresti, que estreou na Stock Car no período em que a pista estava fora do calendário, vamos conhecer um pouco sobre lá para não chegar passando vergonha

Quando se compete regularmente em um campeonato tradicional, que é composto sempre pelos mesmos locais de disputa (quando eles não são mutilados ou eliminados), toda novidade é bem vinda. Para os pilotos que estrearam na Stock Car depois de 2012, o circuito de Londrina (ou Autódromo Ayrton Senna) é um ilustre desconhecido, assim como Curvelo, em Minas Gerais, que nunca recebeu uma corrida da categoria.

"É uma pista que só andei de Stock Car no simulador. É uma pista muito boa para treinar, mas muito difícil para correr, pois é estreita e sinuosa. Aqui, mais do que nunca, a posição no grid é determinante. É a nossa Hungaroring, uma pista com pouquíssimos pontos de alta velocidade e de ultrapassagem - basicamente a reta oposta, onde geralmente acontece a largada.", descreve Lucas Foresti, que se sentirá um estreante no fim de semana em seu carro da CVC Full Time ProGP.

Se você nunca foi a uma Stock Car em Londrina, a pista fica dentro da cidade. A não ser que você venha de carro, não alugue (sorry, locadoras), pois é tudo perto e um taxi já basta. A cidade é conhecida como Capital do Café por conta do principal produto cultivado no local, claro. Dentro do mesmo complexo do autódromo, também existe o Estádio do Café, conhecido por receber jogos da Seleção.

Isso sem contar que ela possui um dos maiores shoppings do Brasil, o Catuaí (catclim!), e é a segunda principal cidade do Paraná com quase 550 mil habitantes, atrás apenas de Curitiba. E se você curte um agito, as dez universidades da região certamente promoverão alguma festa de arromba no fim de semana, sabe como são os jovens. Ah, pode ser algo óbvio mas que muitos não sabem: a cidade tem esse nome por ter sido colonizada por ingleses, cuja capital é...

Voltando ao assunto Stock Car, as atividades serão concentradas apenas no sábado e no domingo. Inclusive, quem queria aproveitar a noite na sexta-feira está lascado, pois a primeira atividade do sábado acontece às 7h35! Mas as corridas serão realizadas às 13 e 14h10 do domingo com transmissão ao vivo do SporTV, fiquem tranquilos!

Ah, o mais importante, o endereço da pista: Av. Henrique Mansano, 777 - Jardim Alpes!


Confira a programação completa do fim de semana:

Shakedown: sábado (24): 7h35 às 7h45
Treino Livre 1: 7h50 às 9h15 (40 minutos cada grupo)
Treino Livre 2: 11h20 às 12h45 (40 minutos cada grupo)
Tomada de tempos: 14h10 às 15h00 (máximo de quatro voltas para cada piloto)
Corrida 1: 13h (45 minutos + 1 volta)
Corrida 2: 14h10 (30 minutos + 1 volta)


- Veja mais notícias de Lucas Foresti: www.lucasforesti.com.br
- Curta a fanpage de Lucas Foresti no Facebook: www.facebook.com/pilotolucasforesti
- Siga Lucas Foresti no Twitter @pilotolucasforesti
- Acompanhe Lucas Foresti no Instagram: @pilotolucasforesti
- Veja vídeos exclusivos no canal do Lucas Foresti no YouTube
- Baixe o app de Lucas Foresti para IPhone ou Android

 

PSA É NOTICIA

 

A Divergent 3D concebeu o processo ‘Divergent Manufacturing Platform™’, uma plataforma logística e material para impressão 3D de metais, solução que rompe com a conceção e o fabrico de estruturas complexas, como os automóveis. A Divergent 3D pretende revolucionar a produção automóvel e reduzir o seu impacto ambiental através do desenvolvimento da sua tecnologia estratégica, atualmente em processo de aprovação e licenciamento. O Grupo PSA associa-se à Divergent 3D com vista à integração dessa tecnologia no seu processo de produção e, assim, tornar-se num líder mundial na produção eficiente de veículos.DIVERGENT3D LOGO_Copy

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt